Raquel Giffoni Pinto

Doutora em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 2015. Mestre em Sociologia e Antropologia pela UFRJ (2010). Bacharel e licenciada em Ciências Sociais pela UFRJ (2007). Professora do Departamento de Análise Geoambiental da Universidade Federal Fluminense. Pesquisadora do grupo de pesquisa Política, Economia, Mineração, Ambiente e Sociedade (PoEMAS) e do Laboratório Estado, Trabalho, Território e Natureza (ETTERN) do Instituto de Pesquisa em Planejamento Urbano da UFRJ. Atua principalmente nas seguintes áreas: Conflitos ambientais, Planejamento e desenvolvimento regional, Ecologia política, Política ambiental, Sociologia Econômica. É autora dos seguintes livros: Conflitos Ambientais, Corporações e as políticas do risco (Rio de Janeiro, Garamond, 2020), A mineração vem aí...E agora? Um guia prático em defesa dos territórios (Rio de Janeiro, FASE, 2019 com Tadzio Coelho e Maiana Maia) e Negociação e acordo ambiental: o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) como forma de tratamento dos conflitos ambientais (Rio de Janeiro, Heinrich Boll, 2015, com Rodrigo Nunez Viegas e Luis Fernando Novoa).

Informações coletadas do Lattes em 08/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Planejamento Urbano e Regional

2011 - 2015

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: Dos riscos da política às políticas do risco. Um estudo sobre os ?riscos sociais corporativos? e suas formas de gestão.
Henri Acselrad. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Sociologia e Antropologia

2008 - 2010

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: O Poder da Crítica: Um estudo sobre a relação entre Empresa e Movimentos Sociais,Ano de Obtenção: 2010
Gian Mario Giuliani.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Estratégia empresarial, territorio, mov. sociais.Grande área: Ciências Humanas

Graduação em Ciencias Sociais

2003 - 2007

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Planejamento Urbano e Regional.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

GIFFONI PINTO, R. . Jornada de Iniciação Científica. 2016. (Outro).

GIFFONI PINTO, R. . Desigualdade Ambiental e Regulação Capitalista ? da acumulação por espoliação ao ambientalismo-espetáculo. 2012. (Outro).

GIFFONI PINTO, R. . Seminário Internacional: Cartografia Social e Território na América Latina. 2010. (Outro).

GIFFONI PINTO, R. . I Seminário Nacional : Cartografias Sociais e Território. 2008. (Outro).

GIFFONI PINTO, R. . II Encontro Nacional da Rede de Estudos Rurais. Tecendo o intercâmbio : O desafio do conhecimento sobre o mundo rural. 2007. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

43 Encontro Anual da ANPOCS.Trabalhe conosco: a busca por cientistas sociais na gestão do desastre do Rio Doce.. 2019. (Encontro).

6º Seminário Internacional de Direitos Humanos e Empresas.Mineração e Direitos Humanos.. 2019. (Seminário).

Curso de Extensão GEASUR-UNIRIO. Educação Ambiental de Base Comunitária e Ecologia Politica na América Latina.Neoextrativismo e pedagogia das lutas sociais.. 2019. (Outra).

I Encontro de Formação de Equipe Projeto Redes de Cidadania.Conflitos Ambientais envolvendo as comunidades pesqueiras da Baía de Guanabara.. 2019. (Encontro).

III Semana Acadêmica e Tecnológica do IFRJ Campus Pinheiral/XXI EXPOCANP. ?Desenvolvimento e Sustentabilidade em perspectiva a partir da Ecologia Política Latino Americana?,. 2019. (Exposição).

V Encontro Nacional de professores/as e pesquisadores/as da mineração.O problema mineral brasileiro: Mariana, Barcarena e Brumadinho.. 2019. (Encontro).

VI Jornada do Programa de Políticas Sociais - UENF.?Conflitos Ambientais e a Produção de Consensos?. 2018. (Outra).

XI Workshop Empresa, Empresários e Sociedade.Dos riscos da política à política dos riscos.. 2018. (Outra).

XX Expocanp/II SEMATEC. Economia sustentável: uma perspectiva inclusiva. 2018. (Exposição).

Curso de extensão Ecologia Política do Desenvolvimento: um debate crítico..Apropriações empresariais das ciências sociais: os conflitos ambientais e o assédio processual a pesquisadores. 2017. (Outra).

Deslizes monumentais e sonhos intranquilos.Avaliação dos antecedentes econômicos, sociais e institucionais do rompimento da barragem da Samarco/Vale/BHP. 2017. (Seminário).

I SEMINÁRIO DE DIREITO À CIDADE: A LUTA POR MORADIA.Direito à cidade. A concentração fundiária em Volta Redonda. 2017. (Seminário).

IV ENCONTRO ETTERN: GLOBALIZAÇÃO, POLÍTICAS TERRITORIAIS, MEIO AMBIENTE E CONFLITOS SOCIAIS.Novas estratégias de Dominação:Desafios à pesquisa científica e à prática política. 2017. (Encontro).

IV Seminário Internacional de Direitos Humanos e Empresas.Direitos Humanos, Mineração e outros empreendimentos. 2017. (Seminário).

Reunião do Núcleo de Estudos de Gênero (NEG) do IFRJ campus Volta Redonda.Diversos e iguais? Os direitos específicos na compreensão dos alunos de Automação Industrial do campus Volta Redonda, RJ.. 2017. (Encontro).

XXII SEMATEC & XX Encontro Escola Comunidade.Distribuição desigual dos impactos ambientais. 2017. (Encontro).

Seminário Internacional "Capitalismo extrativista, conflitos territoriais e direitos das populações atingidas: problematizando a gestão empresarial do ´social`?.Da Responsabilidade Social Empresarial aos Direitos Humanos: Como as corporações mineradoras gerenciam as reivindicações e contornam a ação em defesa dos direitos?. 2016. (Seminário).

Troca de saberes : Conflito e Licenciamento ambiental: os impactos do caso TKCSA.O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e o licenciamento ambiental: um estudo de caso do processo de licenciamento da siderúrgica ThyssenKrupp Companhia Siderúrgica do Atlântico (TKCSA), no município do Rio de Janeiro, Brasil. 2016. (Outra).

38º Encontro Anual da ANPOCS.As ciências sociais e o mundo corporativo.. 2014. (Encontro).

Seminários de Ciência, Educação e Cultura.Diálogos entre a Astronomia e a Sociologia: As relações de poder e reconhecimento na classificação de Plutão. 2014. (Seminário).

?Injustiças Ambientais, poluição e indústria do petróleo: como isso afeta nossa saúde e a Baía de Guanabara?.Pesca Artesanal e Conflitos Ambientais. 2013. (Seminário).

Antropologia e Desenvolvimento. 2013. (Encontro).

Audiência Pública sobre o Termo de Ajuste de Conduta da Reduc.Negociação e Acordo Ambiental. 2013. (Outra).

Conversações em torno do Novo Espírito do Capitalismo. 2013. (Seminário).

Políticas empresariais de controle territorial ? pistas conceituais a partir do caso da mineração.Políticas empresariais de controle territorial: A sociedade como problema. 2013. (Encontro).

III ENCONTRO ETTERN GLOBALIZAÇÃO, POLÍTICAS TERRITORIAIS, MEIO AMBIENTE E CONFLITOS SOCIAIS.Pesca artesanal e conflito ambiental na Baía de Guanabara. 2012. (Encontro).

35 Encontro Anual da ANPOCS.:?O poder da crítica: um estudo sobre a relação empresa e movimentos sociais em um contexto de conflito ambiental?.. 2011. (Encontro).

XIV Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional.Baía da Petrobrás: conflito ambiental e pesca artesanal. 2011. (Encontro).

34 Encontro Anual da Anpocs..Liberdade Acadêmica e Conflitos Ambientais. 2010. (Encontro).

VII Workshop Empresa, Empresários e Sociedade.Estratégias empresariais "em crise": como conciliar responsabilidade social com desemprego?. 2010. (Outra).

XVI Semana de Planejamento Urbano e Regional. Rio de Janeiro : Um território em disputa.Pesca Artesanal e Conflito Ambiental: O caso de Magé, RJ. 2010. (Outra).

II ENCONTRO ETTERN - GLOBALIZAÇÃO, POLÍTICAS TERRITORIAIS, MEIO AMBIENTE.A gestão do risco social: uma nova face da estrategia empresarial. 2009. (Encontro).

II Jornada de Ciências Sociais - IFCS/UFRJ.Conflitos Sócio-Ambientais no Brasil. 2009. (Outra).

II SIMPÓSIO DE PESQUISA DE PÓS-GRADUANDOS EM SOCIOLOGIA.O Poder da Crítica e as transformações nas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose. 2009. (Simpósio).

Semama Acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Agricultura e Sociedade, UFRRJ.O Poder da Crítica e as novas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose.. 2009. (Seminário).

XIV Congresso da Sociedade Brasileira de sociologia. O Poder da Crítica: As novas estratégias socioterritoriais da Aracruz Celulose. 2009. (Congresso).

X Jornada Interna dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia.A gestão do ?risco social? e os programas de responsabilidade social corporativa. 2009. (Outra).

XV Semana de Planejamento Urbano e Regional: "Espaço e Vida pública: território, imaginário, poder".A Gestão do Risco Social: As estratégias do setor de celulose e papel. 2009. (Outra).

IV ENCONTRO NACIONAL DA ANPPAS..AS ÁREAS NATURAIS PROTEGIDAS E O CRESCIMENTO ECONÔMICO NO SEU ENTORNO. 2008. (Encontro).

IX Jornada Interna do programa de pós graduaçao em sociologia e antropologia da UFRJ.O poder da crítica: As novas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose no Rio de Janeiro. 2008. (Outra).

Semana de Integração Acadêmica do Centro de filosofia e ciencias humanas da UFRJ.Produtor Florestal: Embates entre autonomia e subordinação no campo. 2008. (Outra).

I Seminário Temático do Núcleo de Estudos de Sociologia Econômica e das Finanças: ?Centralidade e Fronteira das Empresas?.As empresas nas sociedades contemporâneas: A responsabilidade social no Norte e no Sul. 2007. (Seminário).

Jornada de Iniciação Científica Giulio Massarani (UFRJ).O Debate público sobre a monocultura de eucalipto do Rio de Janeiro. 2007. (Outra).

XIII Semana de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional.O Debate público sobre a monocultura de eucalipto no Rio de Janeiro. 2007. (Outra).

Jornada de iniciação científica Giulio Massarani ( UFRJ).Estratégias sócio-territoriais das empresas de celulose no norte do Espírito Santo e no sul da Bahia. 2006. (Outra).

Workshop: Globalização, Políticas Territoriais, Meio Ambiente e Conflitos Sociais.Estratégias sócio territoriais das empresas de celulose no norte do Espirito Santo e no sul da Bahia. 2006. (Outra).

XII Semana Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional.Estratégias sócio territorias das empresas de celulose no norte do Espirito Santo e no Sul da Bahia. 2006. (Outra).

Seminário de áreas protegidas e inclusão social.Pode-se preservar sem excluir?. 2005. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Lourival Demuner

TERRA, V. R.; LOBINO, M. G. F.;GIFFONI PINTO, R.. ESTUDO DE NASCENTES : práticas educativas numa perspectiva CTSA e de educação ambiental crítica para o Ensino Médio.. 2019. Dissertação (Mestrado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: Victor Fernando Guimarães Vieira da Cunha

BEZERRA, G. A. N.; MELLO, C. C. A.;GIFFONI PINTO, R.. "DESENVOLVIMENTO E PESCA ARTESANAL EM QUATRO REGISTROS GOVERNAMENTAIS NO ÂMBITO DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA GÁS-PETROLÍFERA: SENTIDOS, CONTEXTOS E PRÁTICAS". 2019. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: RAÍSSA BENEVIDES VELOSO

ACSELRAD, H.; GAVIRIA, E. M.;GIFFONI PINTO, R.. "O SOCIAL NAS ESTRATÉGIAS CORPORATIVAS: ASPECTOS SECURITÁRIOS NO GERENCIAMENTO DE RISCOS E DE ?PARTES INTERESSADAS?". 2019. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Michel Couto Lopes

CRUZ, V. C.; MARTINS, F. S.; LIMA, R.;GIFFONI PINTO, R.. ?É A PARTE QUE TE CABE DESTE LATIFÚNDIO?: UM ESTUDO SOBRE A DIMENSÃO FUNDIÁRIA DA PRIVATIZAÇÃO DA COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL. 2019. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: ANDRÉIA APARECIDA SILVÉRIO DOS SANTOS

GIFFONI PINTO, R.. ?MINERAÇÃO E CONFLITOS AGRÁRIOS EM CANAÃ DOS CARAJÁS?. 2018. Dissertação (Mestrado em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia) - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

Aluno: João Paulo Petri Assunção

GIFFONI PINTO, R.. Você também pode ser um cientista: Investigando a acidez dos alimentos. 2018. Dissertação (Mestrado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: Eduardo Langer

BRAGA, F. V.;GIFFONI PINTO, R.. A RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL NO ÂMBITO DE UMA EMPRESA ESTATAL: UMA ANÁLISE DO INVESTIMENTO SOCIAL DA PETROBRAS NA ÁREA DO ESPORTE. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Gustavo Schiavinatto Vitti

BRANDAO, C. A.;ACSELRAD, H.; MILANEZ, B.;GIFFONI PINTO, R.. "UM DANO QUE SE RENOVA": ESTADO E F(f)UNDAÇÃO DE PROCESSOS DE NEOLIBERALIZAÇÃO NA BACIA DO RIO DOCE". 2017. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Fernanda De Souza Rocha

CHRISPINO, A.; CASTRO, A. C.;PINTO, RAQUEL GIFFONI. MAPEAMENTO DA PRODUÇÃO SOBRE RISCOS TECNOLÓGICOS E O PRINCÍPIO DA PRECAUÇÃO NO PORTAL WEB OF SCIENCE. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência, Tecnologia e Educação) - Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca.

Aluno: Sérgio Martins dos Santos

TERRA, V. R.; LOBINO, M. G. F.; LEITE, S. Q. M.;PINTO, RAQUEL GIFFONI. ESTUDO DE CASO: POLUIÇÃO NO RIO DOCE NUMA PERSPECTIVA CTS/CTSA. 2017. Dissertação (Mestrado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: Leila Salles da Costa

MACHADO, C. R. S.; MOLON, S. I.;PINTO, RAQUEL GIFFONI; SANTOS, C. F.. MULHERES, EDUCAÇÃO AMBIENTAL E AS LUTAS POR JUSTIÇA AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS (RJ). 2017. Dissertação (Mestrado em Educação Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

Aluno: Mariana da Costa Facioli

GIFFONI PINTO, R.. Política Nacional de Recursos Hídricos e o processo de reenquadramento de Rios Federais na Bacia do Paraíba do Sul. 2016. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Ambiental) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Paulo Roberto Alves

RAMALHO, J. R. G. P.; SANTOS, R. S. P.; LIMA, R.; RABOSSI, F.;GIFFONI PINTO, R.. ?As margens do ?progresso?: um estudo de socioantropologia do desenvolvimento?.. 2020. Tese (Doutorado em Sociologia e Antropologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Juliana Neves Barros

GIFFONI PINTO, R.. A mirada invertida de Carajás: A Vale e a mão de ferro na política de terras. 2018. Tese (Doutorado em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Breno Herrera da Silva Coelho

LOUREIRO, C. F. B.; IRVING, M. A.; SANCHEZ, C.; PUGGIAN, C.;GIFFONI PINTO, R.. Potencialidades e limites de conselhos de unidades de conservação: considerações sobre a implantação do Comperj na região do Mosaico Central Fluminense. 2017. Tese (Doutorado em Psicossociologia de Comunid.E Ecologia Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Laís Jabace Maia

Acselrad, Henri; MELLO, C. C. A.;GIFFONI PINTO, R.. Mecanismos e articulações de poder: o Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Victor Vieira da Cunha

GIFFONI PINTO, R.. Conflitos Ambientais e Assimetrias sociais envolvendo a pesca artesanal e a produção de petróleo. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Lourival Demuner

GIFFONI PINTO, R.. ESTUDO DE NASCENTES : práticas educativas numa perspectiva CTSA e de educação ambiental crítica para o Ensino Médio.. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: RAÍSSA BENEVIDES VELOSO

GIFFONI PINTO, R.. "MILITARIZAÇÃO E GESTÃO DO RISCO SOCIAL: ASPECTOS MILITARES NO MAPEAMENTO DE STAKEHOLDERS". 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Sérgio Martins dos Santos

TERRA, V. R.; LOBINO, M. G. F.;GIFFONI PINTO, R.. ESTUDO DE CASO SOBRE A ESCASSEZ E POLUIÇÃO DA ÁGUA: UMA PERSPECTIVA CTSA. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: Gustavo Schiavinatto Vitti

BRANDAO, C. A.;ACSELRAD, H.; MILANEZ, BRUNO;GIFFONI PINTO, R.. RENOVA F(f)undação de processos de neoliberalização na bacia do Rio Doce. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Eduardo Langer

VIEIRA, F. B.; PINTO, N.;GIFFONI PINTO, R.. A RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL NO ÂMBITO DE UMA EMPRESA ESTATAL: UMA ANÁLISE DO INVESTIMENTO SOCIAL DA PETROBRAS NA ÁREA DO ESPORTE. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: João Paulo Petri Assunção

TERRA, V. R.; LOBINO, M. G. F.; LEITE, S. Q. M.;GIFFONI PINTO, R.. ATIVIDADES EXPERIMENTAIS INVESTIGATIVAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS: ABORDANDO O TEMA ÁCIDOS E BASES NA PERSPECTIVA CTSA COM ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.

Aluno: Leila Salles da Costa

MACHADO, C. R. S.; MOLON, S. I.;GIFFONI PINTO, R.. MULHERES, EDUCAÇÃO AMBIENTAL E AS LUTAS POR JUSTIÇA AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS (RJ). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Educação Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

Aluno: Bruna Ferreira de Almeida

MOURA, I. M. S.; SILVA, P. H. A.; ARAUJO, J.;GIFFONI PINTO, R.. A Educação Ambiental e a Pós-graduação: Uma análise da perspectiva da EA inserida nas produções do curso de Especialização em Ensino de Ciências e Matemática do IFRJ.. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Aluno: Deivy Clementino de Lima

BALIEIRO, S. A. A.; BEMFEITO, A. P. D.;GIFFONI PINTO, R.. Educação, Sociedade e Ambiente: uma análise e reflexão dos conhecimentos da prática docente.. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Aluno: Marina de Castro Schwab

GIFFONI PINTO, R.; VIANNA, M. L. T. W.; Maimon, D.. Considerações sobre a Responsabilidade Social Empresarial da Aracruz Celulose em relação às comunidades indígenas do norte do Espírito Santo no período de 1998 a 2008.. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Responsabilidade Social corporativa e nas organiza) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Mariana dos Santos Senne

GIFFONI PINTO, R.. Uma análise sobre a relação entre o desempenho das mulheres em matemática e a educação matemática crítica.. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Aluno: Caroline Zamborlini Castilho de Assis

MELONI, O. H. R.; SOUZA, P. V. S.;GIFFONI PINTO, R.; ISNARD, A. A.. A ESCRITA E A COMPREENSÃO DE ENUNCIADOS NO ENSINO DE FÍSICA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Física) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Aluno: Michel Couto

CRUZ, V. C.;GIFFONI PINTO, R.. Pela fumaça desgraça que a gente (não) tem que tossir: Território, conflitos e resistências em Volta Redonda. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Geografia) - Universidade Federal Fluminense.

GIFFONI PINTO, R.. Professor de Sociologia campus Resende. 2015. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Jéssica Abreu

Abordagem didáticos dos Esteroides Anabólicos Androgênicos; ; 2018; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Lays Curcio Guimarães Oliveira

O consumo de drogas pela juventude e o ensino de estatística: Articulações possíveis; ; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Angélica Teixeira Pereira

O papel das aulas práticas e do relacionamento professor/aluno para a aprendizagem significativa; ; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Juscilene Laura Silva de Oliveira

O Ensino de Ciências e o Parque Nacional do Itatiaia; ; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Ivanei Maria Farina Dalla Costa

A luta por direitos dos Atingidos/as por Barragens e a relação com o Estado; ; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em ENERGIA E SOCIEDADE NO CAPITALISMO CONTEMPOR) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Judite da Rocha

Os Impactos da UHE de Estreito na saúde das Famílias do Município de Babaçulandia-To; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em ENERGIA E SOCIEDADE NO CAPITALISMO CONTEMPOR) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

FREDE RÊNERO VIEIRA

ASPECTOS SOCIAIS, ECONÔMICOS E CULTURAIS DA COMUNIDADE DE PIMENTAL PARA ALÉM DOS GRANDES PROJETOS; ; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em ENERGIA E SOCIEDADE NO CAPITALISMO CONTEMPOR) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Moisés Borges de Oliveira e Silva

O Discurso da Escassez como Legitimador de Grandes Empreendimentos Energéticos; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em ENERGIA E SOCIEDADE NO CAPITALISMO CONTEMPOR) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Ana Paula Capello Rezende

Desenvolvimento Sustentável como Marca da Racionalidade Econômica no Curso de Engenharia Florestal da ESALQ/USP; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em ENERGIA E SOCIEDADE NO CAPITALISMO CONTEMPOR) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Claudemir Cesar Corrêa

Quais os Impactos Sociais e Ambientais do UHE Sinop?; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em ENERGIA E SOCIEDADE NO CAPITALISMO CONTEMPOR) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Ediane Muniz

Acesso a Água na Comunidade do Costa de Acauã após a Barragem; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em ENERGIA E SOCIEDADE NO CAPITALISMO CONTEMPOR) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Raquel Giffoni Pinto;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MILANEZ, B. ; MAGNO, L. ; SANTOS, R. S. P. ; COELHO, T. P. ; GIFFONI PINTO, R. ; WANDERLEY, L. J. M. ; MANSUR, M. S. ; GONCALVES, R. J. A. F. . Minas não há mais: avaliação dos aspectos econômicos e institucionais do desastre da Vale na bacia do rio Paraopeba. Versos. Textos para Discussão PoEMAS , v. 3, p. 1-114, 2019.

  • MILANEZ, B. ; MAGNO, L. ; GIFFONI PINTO, R. . Da política fraca à política privada: o papel do setor mineral nas mudanças da política ambiental em Minas Gerais, Brasil. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA , v. 35, p. e00051219, 2019.

  • MILANEZ, B. ; SANTOS, R. S. P. ; MAGNO, L. ; WANDERLEY, L. J. M. ; MANSUR, M. S. ; GIFFONI PINTO, R. ; GONCALVES, R. J. A. F. ; COELHO, T. P. . A Estratégia Corporativa da Vale S.A.: um modelo analítico para Redes Globais Extrativas. Versos. Textos para Discussão PoEMAS , v. 2, p. 1-43, 2018.

  • VIEGAS, R. N. ; GIFFONI PINTO, R. ; GARZON, L. F. N. . Nuevos modelos neoliberales de gobierno: la construcción de resolución negociada del conflicto en Brasil. Revista Administración Pública y Sociedad , v. 1, p. 21-34, 2016.

  • WANDERLEY, LUIZ JARDIM ; MANSUR, MAÍRA SERTÃ ; MILANEZ, BRUNO ; PINTO, RAQUEL GIFFONI . Desastre da Samarco/Vale/BHP no Vale do Rio Doce: aspectos econômicos , políticos e socio ambientais. Ciência e Cultura , v. 68, p. 30-35, 2016.

  • MILANEZ, B. ; SANTOS, R. S. P. ; GIFFONI PINTO, R. . Mineração e Violações de Direitos Humanos: uma abordagem construcionista. Homa Publica: Revista Internacional de Direitos Humanos e Empresas , v. 1, p. 140-177, 2016.

  • GIFFONI PINTO, R. . A pesquisa sobre conflitos ambientais e o assédio processual a pesquisadores no Brasil. Antropolítica: Revista Contemporânea de Antropologia , v. 1, p. 49-82, 2014.

  • GIFFONI PINTO, R. . O poder da crítica: um estudo sobre a relação empresa e movimentos sociais em um contexto de conflito ambiental. Estudos de Sociologia , v. 18, p. 307, 2013.

  • Acselrad, Henri ; GIFFONI PINTO, R. . A Gestão empresarial do risco social e a neutralização da crítica. PRAIA VERMELHA (UFRJ) , v. 19, p. 51-64, 2009.

  • CAPPELLIN, P. ; GIFFONI PINTO, R. . Adoção da responsabilidade social das empresas: percursos nos EUA e na União Européia.. O Social em Questão , v. n 17, p. 61-85, 2008.

  • CAPPELLIN, P. ; GIFFONI PINTO, R. . As empresas em sociedades contemporâneas: A responsabilidade social no norte e no sul. Cadernos CRH , v. 20, p. 419-434, 2007.

  • VIEGAS, R. N. ; GIFFONI PINTO, R. ; GARZON, L. F. N. . Negociação e acordo ambiental: o termo de ajustamento de conduta (TAC) como forma de tratamento de conflitos ambientais.. 1. ed. Rio de Janeiro: Fundação Heinrich Böll,, 2014. 312p .

  • GIFFONI PINTO, R. . Verbetes: ICMM, Licença social para operar, Stakeholder, Risco Social Corporativo. In: Gomide, C.S; Coelho, Tadzio; Trocate, Charles; Milanez, Bruno; Wanderley, Luis.. (Org.). Dicionário Crítico da Mineração. 1ed.Marabé: Iguana, 2018, v. , p. 145-.

  • GIFFONI PINTO, R. . Apropriações empresariais das ciências sociais: o caso da ?responsabilidade social corporativa? no setor extrativo.. In: Acselrad, Henri. (Org.). Politicas territoriais, empresas e comunidades - O neoextrativismo e a gestão empresarial do ?social?. 1ed.Rio de Janeiro: Garamond, 2018, v. , p. 30-.

  • COELHO, T. P. ; MILANEZ, B. ; GIFFONI PINTO, R. . A empresa, o Estado e as comunidades.. In: Trocate, Charles; Zonta, Márcio.. (Org.). Antes fosse mais leve a carga: reflexões sobre o desastre da Samarco / Vale / BHP Billiton. 1ed.Marabá: Editorial Iguana, 2016, v. 2, p. 183-227.

  • GONCALVES, I. J. A. F. ; GIFFONI PINTO, R. ; WANDERLEY, L. J. M. . Conflitos Ambientais e Pilhagem dos Territórios na Bacia do Rio Doce. In: Trocate, Charles; Zonta, Márcio. (Org.). Antes fosse mais leve a carga: reflexões sobre o desastre da Samarco / Vale / BHP Billiton. 1ed.Marabá: Editorial Iguana, 2016, v. 2, p. 139-182.

  • WANDERLEY, L. J. M. ; SANTOS, R. S. P. ; MILANEZ, B. ; MANSUR, M. S. ; GIFFONI PINTO, R. ; COELHO, T. P. ; GONCALVES, I. J. A. F. . Antes Fosse Mais Leve a Carga: introdução aos argumentos e recomendações referentes ao desastre da Samarco/Vale/BHP Billiton.. In: Trocate, Charles; Zonta, Márcio. (Org.). A questão mineral no Brasil - vol. 2: Antes fosse mais leve a carga: reflexões sobre o desastre da Samarco/ Vale / BHP Billiton. 1ed.Marabá: Editorial iGuana, 2016, v. 2, p. 16-49.

  • ACSELRAD, H. ; GIFFONI PINTO, R. ; BARROS, J. N. . Estratégias de controle territorial:Confluências autoritárias entre práticas militares e empresariais. In: Gediel, José; Corrêa, Adriana; Santos, Anderson; Silva, Eduardo.. (Org.). Direitos em Conflito. 1ed.Paraná: Kairós, 2015, v. 2, p. 103-118.

  • GIFFONI PINTO, R. . Pesca artesanal e Conflito Ambiental na Baía de Guanabara. In: Fórum dos Atingidos pela indústria do petróleo e petroquímica nas cercanias da Baía de Guanabara. (Org.). 50 anos da Refinaria Duque de Caxias e a expansão da indústria petrolífera no Brasil: Conflitos socioambientais no Rio de Janeiro e desafios para o país na era do pré-sal. 1ed.: , 2013, v. , p. 115-150.

  • GIFFONI PINTO, R. ; WANDERLEY, L . Memória e Resistência: A experiência do mapeamento participativo da comunidade Quilombola de Linharinho, Espírito Santo.. In: Acselrad, Henri. (Org.). Cartografia Social e dinâmicas territoriais :Marcos para o debate. 1ed.Rio de Janeiro: ETTERN/IPPUR, 2010, v. 2, p. 195-222.

  • GIFFONI PINTO, R. . As corporações como sujeitos de direitos: uma arquitetura da impunidade. Boletim do Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais, 29 nov. 2017.

  • VIEGAS, R. N. ; GIFFONI PINTO, R. ; GARZON, L. F. N. . O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e o licenciamento ambiental: um estudo de caso do processo de licenciamento da siderúrgica ThyssenKrupp Companhia Siderúrgica do Atlântico (TKCSA), no município do Rio de Janeiro, Brasil.. In: 39º Encontro Anual da ANPOCS, 2015, Caxambú. 39º Encontro Anual da ANPOCS, 2015.

  • GIFFONI PINTO, R. . Pesca artesanal e conflito ambiental na Baía de Guanabara. In: III ENCONTRO ETTERN GLOBALIZAÇÃO, POLÍTICAS TERRITORIAIS, MEIO AMBIENTE E CONFLITOS SOCIAIS, 2012, Vassouras. ANAIS DO III ENCONTRO ETTERN: GLOBALIZAÇÃO, POLÍTICAS TERRITORIAIS, MEIO AMBIENTE E CONFLITOS SOCIAIS, 2012.

  • GIFFONI PINTO, R. ; TORRES, P. H. C. . 'Baía da Petrobrás': conflito ambiental na Baía de Guanabara (RJ) no limiar do século XXI. In: XIV Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional, 2011, Rio de Janeiro. Anais do XIV Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional: Quem planeja o território? Atores, arenas e estratégias, 2011.

  • GIFFONI PINTO, R. . O Poder da Crítica e as transformações nas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose. In: II SIMPÓSIO DE PESQUISA DE PÓS-GRADUANDOS EM SOCIOLOGIA, 2009, São Paulo. Anais do II Simpósio de Pesquisa de Pós-Graduandos em Sociologia USP, UNESP, UFRJ, UFSCar, UNICAMP, 2009.

  • GIFFONI PINTO, R. ; GIULIANI, G. M. . As Áreas Naturais Protegidas e o Crescimento Econômico no seu entorno. In: IV ENCONTRO NACIONAL DA ANPPAS:, 2008, Brasília. Anais do IV ENCONTRO NACIONAL DA ANPPAS., 2008.

  • GIULIANI, G. M. ; GIFFONI PINTO, R. ; GUEDES, M. A. . Política de proteção das áreas naturais e o desenvolvimento do território.. In: XXVI Congreso de la asociación Latinoamericana de sociologia, 2007, Guadalajara. XXVI Congreso de la asociación Latinoamericana de sociologia, 2007.

  • CAPPELLIN, P. ; GIFFONI PINTO, R. . As empresas nas sociedades que mudam: ética de reparação e dever de responsabilidade. Confronto Norte-Sul. In: XXVI CONGRESO DE LA ASOCIACIÓN LATINOAMERICANA DE SOCIOLOGIA, 2007, Guadalajara. XXVI CONGRESO DE LA ASOCIACIÓN LATINOAMERICANA DE SOCIOLOGIA, 2007.

  • SANTOS, R. S. P. ; MILANEZ, BRUNO ; GIFFONI PINTO, R. . 'In Vale we trust': social strategy and corporate power in Global Production Networks.. In: Socialist Studies. Circuits of Capital, Circles of Solidarity, 2019, Vancouver. The Society for Socialist Studies, 2019, Vancouver. Circuits of capital, circles of solidarity, 2019.

  • GIFFONI PINTO, R. . Dos riscos da política às políticas do risco: Um estudo sobre o 'risco social corporativo'.. In: XI WORKSHOP EMPRESA, EMPRESÁRIOS E SOCIEDADE, 2018, Maringá. XI WORKSHOP EMPRESA, EMPRESÁRIOS E SOCIEDADE, 2018.

  • GIFFONI PINTO, R. . :?O poder da crítica: um estudo sobre a relação empresa e movimentos sociais em um contexto de conflito ambiental?.. In: ANPOCS, 2011, Caxambú. Anais do 35º Encontro Anual da Anpocs, 2011.

  • GIFFONI PINTO, R. . O Poder da Crítica e as transformações nas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose. In: Anais da IX Jornada Interna dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia, 2008, Rio de Janeiro. Anais da IX Jornada Interna dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia, 2008.

  • GIFFONI PINTO, R. . O Debate Público sobre a Monocultura do Eucalipto no Estado do Rio de Janeiro. In: Jornada de Iniciação Científica Giulio Massarani (UFRJ), 2007, Rio de Janeiro. Livro de resumos XXIX Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Artística e Cultural UFRJ, 2007.

  • GIFFONI PINTO, R. . Estratégias Sócio-Territoriais das Empresas de Celulose e Papel no Norte do Espírito Santo e Sul da Bahia. In: Jornada de iniciação científica Giulio Massarani ( UFRJ), 2006, Rio de Janeiro. Livro de resumos da XXVIII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Artística e Cultural UFRJ, 2006.

  • GIFFONI PINTO, R. ; AMARAL, M. L. ; ABREU, M. F. . ?Diversos e iguais? Os direitos específicos na compreensão dos alunos de automação industrial do campus Volta Redonda, RJ?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIFFONI PINTO, R. . Direito à cidade. A concentração fundiária em Volta Redonda. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GIFFONI PINTO, R. . Apropriações empresariais das ciências sociais: os conflitos ambientais e o assédio processual a pesquisadores. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIFFONI PINTO, R. . Avaliação dos antecedentes econômicos, sociais e instucionais do rompimento da barragem da Samarco/Vale/BHP. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GIFFONI PINTO, R. . Novas estratégias de dominação: desafios à pesquisa científica e à prática política. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIFFONI PINTO, R. ; FURTADO, F. . ?Financeirização do meio ambiente e distribuição desigual dos impactos ambientais?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIFFONI PINTO, R. ; JASMIN, F. L. . Astronomia e Sociologia. Discutindo a reclassificação de Plutão e a perspectiva da sociologia da ciência. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GIFFONI PINTO, R. . Dos riscos da política às políticas do risco. Um estudo sobre os ?riscos sociais corporativos? e suas formas de gestão.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GIFFONI PINTO, R. ; ISNARD, A. A. ; ALVES, C. R. T. ; TEIXEIRA, V. H. . Reflexões sobre a fraude da Volks. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GIFFONI PINTO, R. ; JASMIN, F. L. . Diálogos entre a Astronomia e a Sociologia: As relações de poder e reconhecimento na classificação de Plutão. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • GIFFONI PINTO, R. . As ciências sociais e o mundo corporativo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GIFFONI PINTO, R. . Pesca artesanal e injustiças ambientais na Baía de Guanabara.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GIFFONI PINTO, R. . Conflitos ambientais e o papel da universidade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GIFFONI PINTO, R. . Os programas de responsabilidade social corporativa. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GIFFONI PINTO, R. . O poder da crítica: um estudo sobre a relação empresa e movimentos sociais em um contexto de conflito ambiental.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GIFFONI PINTO, R. ; TORRES, P. H. C. . Baía da Petrobrás: conflito ambiental e pesca artesanal. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • MENEZES, P. ; GIFFONI PINTO, R. . Estratégias empresariais "em crise": como conciliar responsabilidade social com desemprego?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIFFONI PINTO, R. ; MENEZES, P. . A gestão do ?risco social?: Uma análise das estratégias empresariais do setor de celulose e papel.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GIFFONI PINTO, R. ; TORRES, P. H. C. . Pesca artesanal e conflito ambiental na Baía de Guanabara: o caso de Magé (RJ). 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ACSELRAD, H. ; GIFFONI PINTO, R. . Liberdade Acadêmica e Conflitos Ambientais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GIFFONI PINTO, R. . O Poder da Crítica: As Novas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GIFFONI PINTO, R. . A gestão do "risco social": As estratégias do setor de celulose e papel. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIFFONI PINTO, R. . O Poder da Crítica e as transformações nas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GIFFONI PINTO, R. . A Gestão do Risco Social. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIFFONI PINTO, R. . O Poder da Crítica: As Novas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIFFONI PINTO, R. . A gestão do ?risco social? e os programas de responsabilidade social corporativa.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIULIANI, G. M. ; GIFFONI PINTO, R. . As áreas naturais protegidas e o crescimento econômico no seu entorno.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GIFFONI PINTO, R. . O poder da crítica: As novas estratégias sócio-territoriais da Aracruz Celulose no Rio de Janeiro. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GIFFONI PINTO, R. . O debate público sobre a monocultura do eucalipto no Rio de Janeiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CAPPELLIN, P. ; GIFFONI PINTO, R. . As empresas nas sociedades que mudam: responsabilidade social no norte e no sul. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GIFFONI PINTO, R. . O debate público sobre a monocultura de eucalipto no rio de Janeiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • HANDFAS, A. ; MACAIRA, J. P. ; GIFFONI PINTO, R. ; SOLIS, V.N.F. ; KALUME, C.C. ; BEUQUE, F.M.M.V ; PADUA,DANIEL ; SADER, R.R. ; ROCHA, M.T.E. ; MARTINS, A.L.L. ; BITAR, Nina Pinheiro . O Uso do Cinema no Ensino de Sociologia. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • GIFFONI PINTO, R. ; GUEDES, M. A. ; Renato Castro ; Silvia Monnerat ; Telemaco Montenegro ; Alexandre Peres . Pode-se preservar sem excluir?. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

GIFFONI PINTO, R. ; COELHO, T. P. ; MAIA, M. . Elaboração de cartilha sobre os impactos da mineração.. 2018.

GIFFONI PINTO, R. ; MANSUR, M. S. . Impactos socioambientais da mineração no território da Diocese de Bonfim-BA. 2016.

GIFFONI PINTO, R. . Relatoria da oficina sobre o Fundo Amazônia.. 2013.

GIFFONI PINTO, R. ; COELHO, T. P. ; MAIA, M. . A mineração vem aí...E agora? Um guia prático em defesa dos territórios. 2019.

GIFFONI PINTO, R. . Parecer Ad Hoc ao Dossiê Extrativismo mineral, conflitos e resistências no sul global da revista Revista Sapiência: sociedade, saberes e práticas educacionais .. 2019.

GIFFONI PINTO, R. . Avaliador de trabalhos científicos na X Jornada Científica do IFRJ. 2019.

GIFFONI PINTO, R. . Avaliador dos trabalhos científicos da IX Jornada Científica do IFRJ.. 2018.

GIFFONI PINTO, R. . Parecer Ad Hoc para a revista Sociologia & Antropologia. 2018.

GIFFONI PINTO, R. . Parecer Ad Hoc para Cadernos de Trabalho da Rede WATERLAT-GOBACIT. 2018.

MILANEZ, BRUNO ; GIFFONI PINTO, R. . Considerações sobre o Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta firmado entre Governo Federal, Governo do Estado de Minas Gerais, Governo do Estado do Espírito Santo, Samarco Mineração S.A., Vale S. A. e BHP Billiton Brasil LTDA.. 2016.

MILANEZ, BRUNO ; SANTOS, R. S. P. ; WANDERLEY, L ; COELHO, T. P. ; FERNANDES, R. J. A. ; MANSUR, M. S. ; GIFFONI PINTO, R. . Antes fosse mais leve a carga: avaliação dos aspectos econômicos, políticos e sociais do desastre da Samarco/Vale/BHP em Mariana (MG). 2015.. 2015.

GIFFONI PINTO, R. . Referee do CASI. Congresso de Administração, Sociedade e Inovação. 2015.

GIFFONI PINTO, R. . Informe final da pesquisa Clacso-Asdi. As ciências sociais e a profissionalização da gestão empresarial do ?risco social?. 2013.

GIFFONI PINTO, R. . Vale doou R$ 79 mi a políticos em 2014.... 2019. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

GIFFONI PINTO, R. . Compadrio e ?portas giratórias? ajudam a explicar tragédia no Brasil. 2019. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

GIFFONI PINTO, R. . Montanha de resíduo ameaça meio ambiente em Volta Redonda. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

GIFFONI PINTO, R. . MPF busca proteção da Floresta da Cicuta no Rio de Janeiro. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

GIFFONI PINTO, R. . 'Grandes Corporações e Direitos Humanos'. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SANTOS, R. S. P. ; GIFFONI PINTO, R. ; FERNANDEZ, A. M. . A Ecologia Política da Mineração na América Latina, no Brasil e na Amazônia. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

GIFFONI PINTO, R. . Energia e Sociedade no Capitalismo Contemporâneo. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

GIFFONI PINTO, R. . Energia e Sociedade no Capitalismo Contemporâneo. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2018

    Poluição industrial e injustiça ambiental no município de Volta Redonda, RJ e no bairro de Santa Cruz, RJ., Descrição: O projeto pretende estudar como estão distribuídos os efeitos da poluição industrial atmosférica e do solo no território de Volta Redonda. Bullard (2002), Acselrad (2004), explicam que os efeitos da degradação ambiental, bem como os benefícios da proteção ambiental, não são distribuídos democraticamente sobre o território, mas dependem fundamentalmente de variáveis sócio-econômicas. Ou seja, às populações com menor poder político e econômico é destinada a maior carga dos problemas ambientais e consequentemente, mecanismos menos eficazes de proteção ambiental, configurando processos de desigualdade ambiental e injustiça ambiental. Através de revisões bibliográficas, análises documentais e entrevistas com moradores de alguns bairros da cidade buscaremos investigar se existem elementos que nos permitam falar em injustiças ambientais relacionadas à atividade siderúrgica em algumas localidades do município de Volta Redonda. Após este primeiro momento da pesquisa, pretendemos traçar um paralelo com o caso em tela com a situação do bairro de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, localidade que, como Volta Redonda, também possui em seu território uma grande usina siderúrgica. Os efeitos da degradação ambiental resultante da atividade empresarial siderúrgica no território são semelhantes? Quais práticas empresariais ante o Estado e à população se diferenciam e se assemelham? Quais estratégias utilizadas pelas diferentes instituições sociais frente à degradação ambiental? Com essa comparação pretendemos compreender como agem e se articulam os atores sociais frente à poluição industrial e se existem regularidades na forma como é distribuído os efeitos ambientais da atuação das empresas siderúrgicas em distintos territórios.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Raquel Giffoni Pinto - Coordenador / Ana Clara Freitas - Integrante / Thiago Guerra de Lana - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.

  • 2016 - 2017

    Diversos e iguais? Os direitos específicos na compreensão dos alunos e docentes de Automação Industrial do campus Volta Redonda, RJ., Descrição: A emergência de novos sujeitos de direitos na sociedade brasileira a partir da Constituição de 1988 e do movimento democrático no Brasil nos últimos anos engendrou um processo de reconhecimento da diversidade social e cultural e de criação e consolidação de direitos antes ignorados ou mesmo negados. Todo esse processo não se realiza sem protestos e inquietações de parcelas da sociedade. Observamos com frequência questionamentos do tipo: ?políticas específicas não tornariam alguns indivíduos privilegiados??; ?Se lutamos pela igualdade, porque reforçar diferenças??. Na intenção de investigar o que e como pensam os jovens estudantes do curso de automação industrial sobre as disputas por reconhecimento e redistribuição (FRASER, 2006) aplicamos questionários que foram respondidos por 78,3% dos alunos pertencentes aos sete períodos do curso.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Raquel Giffoni Pinto - Coordenador / Maria Luiza do Amaral - Integrante / Melissa Félix de Abreu - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    Mapa dos Conflitos Ambientais envolvendo as comunidades pesqueiras da Baía de Guanabara, Rio de Janeiro, Brasil, Descrição: Descrição: A pesquisa propõe registrar um panorama dos conflitos ambientais na região da Baía de Guanabara, realizando o mapeamento das áreas de ocorrência de tais conflitos, suas origens, efeitos e atores sociais partícipes, tendo como foco os conflitos envolvendo as comunidades pesqueiras (pescadores, marisqueiras, catadores de caranguejo, descarnadeiras de siri etc.). O estudo propõe dois planos de investigação: análise documental e entrevistas. No que concerne à análise documental, realizar-se-á um levantamento de documentos oficiais de órgãos públicos como o Ministério Público, o ICMBio, o IBAMA, o INEA, a Capitania dos Portos, o Comando de Policiamento Ambiental (CPAm) etc. referentes aos conflitos ambientais da região. Fora do plano jurídico-institucional, serão produzidas entrevistas semiestruturadas com os atores sociais que desenvolvem suas atividades no espaço na Baía de Guanabara e que estejam envolvidos em dinâmicas conflituais relativas à atividade da pesca. Ao trazer para análise tais conflitos ambientais, a pesquisa visa fornecer subsídios para a construção de políticas públicas democráticas e sustentáveis que assegurem a preservação do patrimônio natural, da qualidade de vida dos habitantes da região e o combate à desigualdade ambiental, isto é, o combate à concentração dos danos ambientais sobre as populações de menor renda, particularmente as comunidades pesqueiras tradicionais.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Raquel Giffoni Pinto - Integrante / Henri Acselrad - Integrante / Rodrigo Nuñez Viegas - Coordenador., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Redes Globais de Produção (RGPs) e poder corporativo: estratégias de empresas mineradoras de ferro no Brasil, Descrição: O principal objetivo da pesquisa é avaliar até que ponto o exercício do poder corporativo por parte das mineradoras que atuam na cadeia do minério de ferro no Brasil se assemelha ou diferencia desse exercício em outros países. Para tanto, a pesquisa utiliza o conceito da Rede Global de Produção (RGP) como referencial teórico. Ao longo do estudo serão utilizados dados primários e secundários para estudar as práticas e estratégias no Brasil e no exterior da Vale, BHP Billiton, Rio Tinto, Anglo American e Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Ao longo da pesquisa serão avaliadas diferentes categorias, estando entre elas a estratégia global, os sistemas de extração e logística, o mercado consumidor, e as relações trabalhistas e comunitárias. A partir dessa pesquisa, espera-se contribuir teoricamente discutindo os aspectos materiais do enraizamento das empresas, bem como incorporando o debate sobre destruição de valor. Ao mesmo tempo, pretende-se colaborar para melhoria das políticas públicas voltadas para a mineração, como também para o fortalecimento das comunidades afetadas pelas atividades do setor.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Raquel Giffoni Pinto - Integrante / Luiz Wanderley - Integrante / Rodrigo Salles Pereira dos Santos - Coordenador / Maíra Sertã Mansur - Integrante / Tadzio Peters Coelho - Integrante / icardo Junior de Assis Fernandes Gonçalves - Integrante / MILANEZ, BRUNO - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2019

    As Políticas sociais empresariais e suas implicações para os direitos das populações atingidas por grandes projetos de desenvolvimento ? o caso da mineração na Amazônia brasileira., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Henri Acselrad em 07/12/2018., Descrição: A inserção da América Latina na economia internacional liberalizada tem sido acompanhada por uma crescente presença do setor empresarial na esfera política. Os diferentes Estados?nação têm-se empenhado em gerar condições favoráveis à atração de investimentos, o que tem resultado em níveis variáveis de desregulação social e ambiental. Nas economias latino-americanas, os processos de acumulação têm assumido uma forma extensiva, expressa notadamente na expansão territorial das frentes da mineração, do agronegócio, monoculturas de árvores, exploração de petróleo e gás. A aplicação das políticas orientadas por preceitos de desregulação de diversos âmbitos e assuntos públicos provocou uma reacomodação nas relações de força em favor de empresas de grande porte, nos planos nacional como local. Tem-se observado, ao longo destes processos, a adoção de políticas empresariais que visam intervir na forma como são conduzidos os assuntos públicos e os processos de decisão, entre outros, aqueles relativos às formas de apropriação de territórios e dos recursos ambientais neles contidos. Observa-se, através de tal incidência, o estabelecimento de situações sociais que tendem a comprometer a reprodução sociocultural de grupos sociais e étnicos que vêm-se fragilizados pelos constrangimentos econômicos, pela desproteção legal e por frequentes esforços de deslegitimação de suas reivindicações, ainda que sendo objeto de políticas empresariais ditas compensatórias ou de responsabilidade social. O presente projeto procura compreender os sentidos, as estratégias e os efeitos sociais daquilo que, sob a denominação de políticas de responsabilidade social empresarial, tem configurado um espectro de práticas voltado à legitimação de grandes projetos de exploração mineral em curso na região Norte do país. Buscar-se-á explorar os elementos de informação e análise que permitam caracterizar as condições nas quais as chamadas ações sociais das empresas, associadas a renovados discursos e práticas de filantropia, ?governança?, ?responsabilidade social? e ?investimento social privado? - são acionadas, assim como discutir suas implicações para as condições de vida e exercício de direitos de habitantes de núcleos urbanos, de pequenos produtores rurais, povos e comunidades tradicionais atingidos por tais projetos e ações.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Raquel Giffoni Pinto - Integrante / Henri Acselrad - Coordenador / Wendell Ficher de - Integrante / Bruno Basto - Integrante / Juliana Neves Barros - Integrante / Fabrina Furtado - Integrante / Edwin Munoz Gaviria - Integrante / Gabriela Scotto - Integrante / Laís Jabace Maia - Integrante / Juliana Malerba - Integrante.

  • 2009 - 2010

    Conflitos sócio-ambientais na Baía de Guanabara: ações coletivas e demandas de reparação e direitos nas comunidades de pesca de Magé/RJ., Descrição: Descrição: A pesquisa visa caracterizar a dinâmica da pesca artesanal em quatro localidades do município de Magé (RJ), identificando os tipos e as áreas de pesca, assim como os conflitos que envolvem pescadores que integram associações independentes, colônias de pesca e grandes empresas, tendo em vista os diversos empreendimentos industriais que estão sendo instalados na Baía de Guanabara. Através dela, procurou-se entender o modo como se constitui a mobilização de grupos de pescadores em oposição aos grandes empreendimento, assim como os mecanismos através dos quais configura-se o consentimento de outros pescadores com relação às práticas empresariais. Buscamos, ainda, compreender quais são as modalidades de justificativas mobilizadas pelos atores de modo a dar visibilidade e plausibilidade às suas demandas de direitos diante dos conflitos engendrados pelos diversos usos do mar.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Raquel Giffoni Pinto - Integrante / Henri Acselrad - Coordenador / Fábio Reis Mota - Integrante / Pedro Henrique Campello Torres - Integrante.

  • 2007 - 2011

    Experiências em cartografia social e mapeamento participativo, Descrição: A pesquisa visa fazer um balanço sistematizado das experiências de cartografia social ou mapeamento participativo envolvendo sujeitos coletivos que afirmam suas identidades territoriais no Brasil, bem como explicitar os quadros conceituais que justificam e orientam tais experiências.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Raquel Giffoni Pinto - Integrante / Henri Acselrad - Coordenador / Ana Maria Daou - Integrante / Maria Barroso Hoffman - Integrante / Wendell Ficher de - Integrante / Luz Stella Rodríguez Cáceres - Integrante / Danusa Vieira - Integrante / Bruno Basto - Integrante., Financiador(es): Fundação Ford - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2011

Menção Honrosa VII PRÊMIO BRASILEIRO POLÍTICA E PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL. MODALIDADE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO., Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional - ANPUR,.

2007

Menção Honrosa pelo trabalho apresentado na Jornada de Iniciação Científica da UFRJ, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2020 - Atual

    Universidade Federal Fluminense

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2014 - 2019

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 04/2019

      Extensão universitária , Instituto Federal de Educação,Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, .,Atividade de extensão realizada, Projeto.

    • 06/2014

      Ensino, Especialização em Ensino de Ciências e Matemática, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência, Tecnologia , Sociedade e Ambiente

    • 04/2014

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Sociologia

    • 04/2014

      Ensino, Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Sociedade, Cultura e Educação, História e Filosofia da Ciência

    • 01/2014

      Pesquisa e desenvolvimento , Diretoria de Pós-Graduação e Pesquisa - DIPOG, .,Linhas de pesquisa

    • 01/2014

      Pesquisa e desenvolvimento , Diretoria de Pós-Graduação e Pesquisa - DIPOG, .,Linhas de pesquisa

    • 03/2017 - 05/2019

      Direção e administração, Instituto Federal de Educação,Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, .,Cargo ou função, Coordenação da Pós Graduação latu sensu em Ensino de Ciências e Matemática.

  • 2005 - Atual

    Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador

  • 2017 - 2017

    Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Convidado, Carga horária: 4

    Outras informações:
    Disciplina ministrada: Ciência, incerteza e poder: capitalismo extrativista e a degradação da política em conjunto com os professores Henri Acselrad (IPPUR-UFRJ) e Fabrina Furtado (CPDA-UFRRJ)

    Atividades

    • 09/2005

      Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório de Pesquisa Estado , Trabalho, Território e Natureza, .,Linhas de pesquisa

    • 01/2005

      Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório de Pesquisa Estado , Trabalho, Território e Natureza, .,Linhas de pesquisa

  • 2016 - Atual

    Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora

    Outras informações:
    Pesquisadora do projeto: Redes Globais de Produção (RGPs) e Poder Corporativo: estratégias de empresas mineradoras de ferro no Brasil.

    Atividades

    • 01/2016

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, .,Linhas de pesquisa

  • 2012 - 2013

    Consejo Latino-Americano de Ciencias Sociales - Argentina

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador

    Outras informações:
    ?El estado de las ciencias sociales en América Latina y el Caribe en el mundo contemporáneo?. Programa de Becas CLACSO‐Asdi de promoción de la investigación social 2009‐2012 para investigadores de América Latina y el Caribe.

  • 2012 - 2013

    Fundação Heinrich Böll

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador

    Outras informações:
    Projeto de pesquisa: "A efetividade dos Termos de Ajustamento de Conduta na promoção de Justiça Ambiental".