Roberta Cattaneo Horn

Possui graduação em Farmácia Análises Clínicas (2005) e especialização em Toxicologia Aplicada (2007) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestre (2009) e Doutora (2011), em Ciências Biológicas ? Bioquímica Toxicológica pela Universidade de Santa Maria (UFSM). É professora Titular II da Universidade de Crua Alta (Unicruz). Ministra aulas no curso de graduação em Farmácia e Biomedicina, é professora permanente do Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural e no Programa de Pós-Graduação em Atenção Integral a Saúde (PPGAIS). Coordenadora de Pós-Graduação, Coordenadora do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Saúde (GIPS), pesquisadora do grupo de pesquisa em Produção Sustentável desta mesma Instituição. Faz parte do Grupo de Trabalho (GT Agrotóxicos) da 9ª Coordenadoria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul. Contatos: rcattaneo@unicruz.edu.br e robertacattaneo82@gmail.com

Informações coletadas do Lattes em 01/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica Toxicológica)

2009 - 2011

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Parâmetros Toxicológicos em Carpas Húngaras (Cyprinus Carpio) Expostos, a uma Formulação Comercial de Clomazone (Gamit®).
Orientador: Dra Vania Lucia Loro
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Ciências Biológicas (Bioquímica Toxicológica)

2008 - 2009

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Metabolic and Histological Parameters of Silver Catfish (Rhamdia quelen) Exposed to Commercial Formulation of 2,4-dichlorophenoxiacetic Acid (2,4-D) Herbicide,Ano de Obtenção: 2009
Orientador: Dra Vania Lucia Loro
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Especialização em Toxicologia Aplicada

2006 - 2007

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Título: Influências do Consumo de Chimarrão nas Análises de Fenol Urinário.
Orientador: Dra. Flavia Thiesen Valladão

Graduação em Farmácia Bioquímica

2001 - 2005

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Título: Validaçao de Método Analítico para Determinação de Cotinina Urinária por HPLC.
Orientador: Dra. Flavia Valladão Thiesen

Ensino Médio (2º grau)

1997 - 1999

Universidade de Cruz Alta

Ensino Fundamental (1º grau)

1989 - 1996

Escola de Primeiro Grau Gabriel Alvaro de Miranda

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2017

REDAÇÃO CIENTÍFICA. (Carga horária: 16h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2017 - 2017

ESTATISTICA SEM DOR. (Carga horária: 2017h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2016 - 2016

Extensão universitária em Formação Tecnológica: MOODLE 3.0 e Unicruz Online. (Carga horária: 8h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2016 - 2016

Curso de Estatística Sem Dor. (Carga horária: 16h). , Universidade de Passo Fundo, UPF, Brasil.

2015 - 2015

ATUAÇÃO FARMAC. PERICIA CRIMINAL E DROGAS DE ABUSO. (Carga horária: 4h). , CONSELHO REGIONAL DE FARMACIA DO ESTADO DE ALAGOAS, CRF-AL, Brasil.

2015 - 2015

DALE CARNEGIE. (Carga horária: 48h). , DALE CARNEGIE, DALE CARNEGIE, Brasil.

2014 - 2015

Curso de Aperfeiçoamento em Gestão de Instituições de Ensino Superior. (Carga horária: 180h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2014 - 2014

Extensão universitária em EXTENSÃO EM METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR. (Carga horária: 8h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2013 - 2013

MARCADORES DE DANO OXIDATIVO EM TOXICOLOGIA. (Carga horária: 4h). , XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA, CBTOX 2013, Brasil.

2013 - 2013

CAFÉ EXTENSÃO. (Carga horária: 4h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Curso de COSTAT e COPLOT. (Carga horária: 8h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em Plataforma Moodle. (Carga horária: 20h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2010 - 2010

Situações de aprendizagem: simulação baseada em te. (Carga horária: 4h). , Conselho Federal de Farmácia, CFF, Brasil.

2006 - 2006

Segurança e Proteção Radiológica. (Carga horária: 42h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

2006 - 2006

Atendimento ao Cliente. (Carga horária: 3h). , Laboratório de Análises Clínicas Bisso Ltda, BISSO, Brasil.

2003 - 2003

Monitoria Em Farmacologia. (Carga horária: 360h). , Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

2003 - 2003

Monitoria Em Química Orgânica II. (Carga horária: 360h). , Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Avaliação e analises toxicológicas.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Bioquímica Toxicológica.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia / Subárea: Pesquisa in silico, in vivo e in vitro com bioativos.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia / Subárea: Plantas Medicinais.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia / Subárea: Nutracêuticos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

GARCES, S.B.B. ; ROBERTA CATTANEO HORN . XVIII SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO NO MERCOSUL. 2018. (Outro).

HORN, ROBERTA CATTANEO ; ZANELLA, J. F. P. . SAFETY DAY IN YARA (DIA MUNDIAL DA SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO). 2018. (Exposição).

HORN, ROBERTA CATTANEO ; ZANELLA, J. F. P. . CURSO DE REDAÇÃO CIENTÍFICA. 2018. (Outro).

ROBERTA CATTANEO HORN ; COSER, J. ; COSTA, A.A.C. ; GOLLE, D.P. . XXI SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XIX MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XIV MOSTRA DE EXTENSÃO; III MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E II MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Jr.. 2016. (Outro).

COSER, J. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; COSTA, A.A.C. . XIX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XII MOSTRA DE EXTENSÃO E I MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO. 2014. (Outro).

ROBERTA CATTANEO HORN . III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E VIII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ. 2013. (Outro).

ROBERTA CATTANEO HORN . VIII FEIRA DAS PROFISSÕES. 2013. (Outro).

CATTANEO, R. ; CLAUDINO, T. ; MION, C.G. . Semana Acadêmica do Curso de Farmácia. 2012. (Outro).

ROBERTA CATTANEO HORN ; CARVALHO, T. . SAÚDE E PREVENÇÃO NO IEEM PROFESSOR ANNES DIAS: DESMISTIFICANDO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS.. 2012. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

13ª REUNIÃO TÉCNICA ESTADUAL SOBRE PLANTAS BIOATIVAS E I CONGRESSO SUL BRASILEIRO DE PLANTAS BIOATIVAS. 2019. (Congresso).

Fórum dos Mestrados e Doutorados Profissionais da Região Sul (FOPROF - região sul). 2019. (Outra).

FORUM DOS PRÓ-REITORES DO SUL (FOPROF-SUL). 2019. (Outra).

II WORKSHOP PÓS-GRADUAÇÃO - PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA PÓS GRADUAÇÃO NA UPF. 2019. (Seminário).

II FÓRUM DE COORDENADORES DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA ÁREA INTERDISCIPLINAR.-. 2018. (Outra).

II LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY; MODERN TOXICOLOGY FOR HEALTH AND PREVENTION. 2018. (Congresso).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA 2018/1:DIÁLOGOS UNIVERSITÁRIOS: "PRÁTICAS PEDAGÓGICAS CONTEMPORÂNEAS NO ENSINO SUPERIOR". 2018. (Outra).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA 2018/2: DIÁLOGOS UNIVERSITÁRIOS:. 2018. (Outra).

SAFETY DAY IN YARA (DIA MUNDIAL DA SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO). SAFETY DAY IN YARA (DIA MUNDIAL DA SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO). 2018. (Exposição).

SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE COOPERATIVISMO. 2018. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO NO MERCOSUL. 2018. (Seminário).

IV SIMPÓSIO MULTIDISCIPLINAR EM ONCOLOGIA: Redes de Atenção na Prevenção do Câncer do Colo do Útero e Câncer de Pele.---. 2017. (Simpósio).

PROGRAMA PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA - ENSINO SUPERIOR E NOVAS TECNOLOGIAS: CAMINHOS E DESAFIOS.--. 2017. (Outra).

XI ENCONTRO DOS GRUPOS DE PEQUISA DA UNICRUZ. 2017. (Encontro).

XII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ.A PÓS-GRADUAÇÃO NA UNICRUZ. 2017. (Encontro).

XXI SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XX MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XV MOSTRA DE EXTENSÃO; IV MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO; III MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Jr E II MOSTRA FOTOGRÁFICA -. 2017. (Seminário).

FÓRUM DE PRÉ-REITORES DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO/REGIONAL SUL FOPROP/SUL. 2016. (Outra).

III CONGRESSOABCF; FRONTIERS OF PHARMACEUTICAL SCIENCES IN THE OMICS ERA; I SYMPOSIUM "TEACHING & RESEARCH IN PHARMACEUTICAL SERVICES IN THE OMICS ERA". PHYTOCHEMICAL CHARACTERIZATION OF PHYSALIS ANGULATA JUICE: PILOTO STUDY. 2016. (Congresso).

WORKSHOP SOBRE TECNOLOGIAS SUSTENTÁVEIS PARA O MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS DA SOJA. 2016. (Simpósio).

XII CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA; V SIMP DE PL MEDICIN E FITOTERAPICOS NO SIST PUBLICO DE SAÚDE; CONGRESSO INTERN DE FITOTERAPIA; I CONGRESSO BRASILEIRO DE FARM ESTÉTICA; I SIMP FARM DE NUTRACEUTICOS. INFLUENCIA DA TEMPERATURA DE SECAGEM NA PRESENÇA DE FITOQUIMICOS ANTIOXIDANTES NO EXTRATO DE LAVANDULA ANGUSTIFOLIA (LAVANDA). 2016. (Congresso).

XII CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA; V SIMP DE PL MEDICIN E FITOTERAPICOS NO SIST PUBLICO DE SAÚDE; CONGRESSO INTERN DE FITOTERAPIA; I CONGRESSO BRASILEIRO DE FARM ESTÉTICA; I SIMP FARM DE NUTRACEUTICOS. INFLUENCIA DA TEMPERATURA DE SECAGEM NA PRESENÇA DE FITOQUIMICOS ANTIOXIDANTES NO EXTRATO DE BACCHARIS ARTICULATA (CARQUEJA). 2016. (Congresso).

3º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE. ---. 2015. (Congresso).

FOPROF - FORÚM DE PRÓ-REITORES DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃODAS IES BRASILEIRA - REGIONAL SUL. 2015. (Outra).

IV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E IX ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ Z.VÁRIOS TRABALHOS. 2015. (Seminário).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA -.--. 2015. (Outra).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA - " (RE)SIGNIFICANDO A AUTO-AVALIAÇÃO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNICRURZ.--. 2015. (Outra).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA - "AVALIANDO A INOVAÇÃO E TECNOLOGIA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNICRUZ".--. 2015. (Outra).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA - "PERSPECTIVAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DA INOVAÇÃO E DA TECNOLOGIA NOS ESPAÇOS DA GRADUAÇÃO".--. 2015. (Outra).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA - O PROFESSOR DA UNICRUZ: DESAFIOS E POSSIBILIDADES.--. 2015. (Outra).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA - PEDAGOGIA DA FELICIDADE.--. 2015. (Outra).

SEMINARIO DE ACOMPANHAMENTO DA ÁREA INTERDISCIPLINAR. 2015. (Seminário).

SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO DA ÁREA INTERIDISCIPLINA. 2015. (Seminário).

V CONGRESSO NORTE NORDESTE DE CIENCIAS FARMACEUTICAS. PERFIL REDOX DE AGRICULTORES TRATADOS "in vitro" COM A INFUSÃO DE Cymbopongon citratus. 2015. (Congresso).

I Encontro das Editoras do COMUNG: Perspectivas de gestão integrada para implementação das publicações e periódicos científicos. 2014. (Encontro).

PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA.---. 2014. (Outra).

XIX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA, E EXTENSÃO - FÓRUM PERMANENTE DA PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA 2014/01.-. 2014. (Seminário).

XIX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XII MOSTRA DE EXTENSÃO E I MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃOA.VÁRIOS TRABALHOS. 2014. (Seminário).

II Congresso Internacional em Saúde: Meio Ambiente e Saúde. Agrotóxicos e Saúde. 2013. (Congresso).

II Congresso Internacional em Saúde: Meio Ambiente e Saúde. Análise de figado e cérebro de carpas húngaras (Cyprinus carpio) expostas a uma formulação de glifosato, Roundup (48%).. 2013. (Congresso).

II Congresso Internacional em Saúde: Meio Ambiente e Saúde. Análise da enzima acetilcolinesterase em carpas húngaras (Cyprinus carpio) expostos ao glifosato, Roundup (48%).. 2013. (Congresso).

III SALÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS DO XVI FORUM DE PRODUÇÃO PECUÁRIA-LEITE.AVALIAÇÃO E EFEITO ANTIOXIDANTE DO EXTRATO DE Mentha arvensis UTILIZANDO TESTES ?in vitro? COM ERITRÓCITOS DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA. 2013. (Simpósio).

MERCOSUL.APLICAÇÕES E USO POPULAR DA Mentha spp.. 2013. (Seminário).

VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOANÁLISE, IX CONGRESSO SUSLBRASILEIRO DE BIOMEDICINA E XIII SEMANA GAÚCHA DE BIOMEDICINA O. MARCADORES ANTIOXIDANTES EM PACIENTES COM CARCINOMA DE MAMA TRATADOS COM QUIMIOTERAPIA. 2013. (Congresso).

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013. Avaliação de marcadores de estresse oxidativo em trabalhadores rurais expostos a pesticidas agrícolas. 2013. (Congresso).

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013. AVALIAÇÃO DE MARCADORES HEPÁTICOS E RENAIS E DA ATIVIDADE DA ENZIMA COLINESTERASE PLASMÁTICA EM TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRICOLAS. 2013. (Congresso).

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013. AVALIAÇÃO EFEITO ANTIOXIDANTE DA Mentha arvensis UTILIZANDO TESTES ?in vitro? COM ERITROCITOS DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA.. 2013. (Congresso).

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013. AVALIAÇÃO DO ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES OBESAS SUBMETIDAS À CIRURGIA BARIÁTRICA. 2013. (Congresso).

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013. ANALISE DE ALTERAÇÕES HEPÁTICAS EM FUMANTES CRÔNICOS. 2013. (Congresso).

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013. ANÁLISE DE ALTERAÇÕES RENAIS EM FUMANTES CRÔNICOS. 2013. (Congresso).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO.AVALIAÇÃO DO PERFIL ANTIOXIDANTE DE TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS APÓS EXPOSIÇÃO A INFUSÃO DA PLANTA CUNILA MICROCEPHALA BENTH (POEJO). 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO.AUTISMO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DA SINDROME. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO.EFEITOS DO EXERCÍCIO INSPIRATÓRIO RESISTIDO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVÍDUOS OBESOS E EM INDIVÍDUOS SAUDÁVEIS. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO.Câncer de Mama. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO "CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".COORDENADORA DE SESSÃO. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO "CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".DROGAS DE ABUSO. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".PERFIL OXIDATIVO PRELIMINAR DE OBESOS PRÉ E PÓS-CIRURGIA BARIÁTRICA. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".HPV E NEOPLASIA CERVICAL: ASPECTOS GERAIS. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".DROGAS DE ABUSO. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE ARRUDA EM DIFERENTES CONSISTÊNCIAS DE MEIO DE CULTIVO. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".PROPAGAÇÃO IN VITRO DE SETE CAPOTES (CAMPOMANESIA GUAZUMIFOLIA). 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".INFLAMAÇÃO E IMPLICAÇÕES NO CÂNCER. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".EFEITOS DO TREINAMENTO MUSCULAR INSPIRATÓRIO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVÍDUOS OBESOS. 2013. (Seminário).

XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO " CIÊNCIA, CONHECIMENTO E SOCIEDADE DE RISCO".FATORES DE RISCO E EPIDEMIOLOGIA PARA HIPERTENSÃO ARTERIAL UMA REVISÃO DE LITERATURA. 2013. (Seminário).

VII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ.APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS REALIZADOS NO GRUPO CIÊNCIAS - UNICRUZ. 2012. (Encontro).

VII FEIRA DAS PROFISSÕES.AVALIAÇÃO DA GLICEMIA E TIPAGEM SANGUÍNEA DOS PARTICIPANTES DAS FEIRAS DAS PROFISSÕES. 2012. (Outra).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO.AVALIAÇÃO DO PERFIL OXIDANTE EM PACIENTES COM HIPERGLICEMIA. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO.Estudo do perfil oxidativo em pacientes com hipotireoidismo. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO.Saúde Ocupacional no Meio Rural. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO.Avaliação da possível intoxicação de agricultores expostos a pesticidas agrícolas. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO ' CIÊNCIA, REFLEXEBILIDADE E (IN)CERTEZAS..SAÚDE E PREVENÇÃO NO IEEM PROFESSOR ANNES DIAS: DESMISTIFICANDO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS.. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO ' CIÊNCIA, REFLEXEBILIDADE E (IN)CERTEZAS..APLICAÇÕES DE EXTRATOS DE Mentha villosa EM CULTIVO 'in vitro' DE E. coli e S. aureus.. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO ' CIÊNCIA, REFLEXIBILIDADE E (IN)CERTEZAS..EXERCÍCIO INSPIRATÓRIO RESISTIDO ATENUA A LIPOPEROXIDAÇÃO EM INDIVÍDUOS OBESOS E EM INDIVÍDUOS SAUDÁVEIS. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO ' CIÊNCIA, REFLEXIBILIDADE E (IN)CERTEZAS..MONITORAMENTO OCUPACIONAL DE TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS ATRAVÉS DA UTILIZAÇÃO DE BIOMARCADORES. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO ' CIÊNCIA, REFLEXIBILIDADE E (IN)CERTEZAS..EFEITO DA ADMINISTRAÇÃO DA MELATONINA E DO EXERCÍCIO FÍSICO SOBRE OS NÍVEIS HORMONAIS E ESTRESSE OXIDATIVO EM RATAS WISTAR. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO ' CIÊNCIA, REFLEXIBILIDADE E (IN)CERTEZAS..AVALIAÇÃO DO PERFIL OXIDATIVO E DA ATIVIDADE DA ENZIMA ACHE EM AGRICULTORES EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRICOLAS. 2012. (Seminário).

XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO ' CIÊNCIA, REFLEXIBILIDADE E (IN)CERTEZAS..AVALIAÇÃO ANTIOXIDANTE EM PACIENTES COM HIPERGLICEMIA. 2012. (Seminário).

ANALISE DE EXAMES LABORATORIAIS PARA PROFISSIONAIS DA ÁREA DA SAÚDE.HIV, HEPATITES E ALTERAÇÕES DE FUNÇÕES RENAIS. 2011. (Oficina).

BOAS PRÁTICAS DE MANIPULAÇÃO EM LABORATÓRIOS.BOAS PRÁTICAS DE MANIPULAÇÃO EM LABORATÓRIOS. 2011. (Oficina).

I CURSO DE PRÁTICAS SÓCIOCULTURAIS INTERDISICIPLINARES - MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE.MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE. 2011. (Oficina).

IX Latin American Syposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry.Atividade da Enzima D-aminolevulinato Desidratase e Parâmetros Metabólicos em Cyprinus carpio Expostos ao Herbicida Clomazone. 2011. (Simpósio).

IX Latin American Syposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry.Efeitos genotóxicos e Formação de Espécies Reativas de Oxigênio no Sangue Periférico de Carpa (Cyprinus carpio) expostas ao Herbicida Clomazone. 2011. (Simpósio).

IX Latin American Syposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry.Influência do Herbicida Clomazone sobre a Atividade das Enzimas Catalase e Glutationa-S-Transferase em Carpas (Cyprinus carpio). 2011. (Simpósio).

IX Latin American Syposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry.Efeitos Causados por uma Dieta Contendo Disseleneto de Difenila em Parâmetros de Estresse Oxidativo de Peixes Expostos ao Herbicida Quinclorac. 2011. (Simpósio).

PROJETO RONDON.DOENÇAS RESPIRATÓRIAS EM NOBRES. 2011. (Oficina).

Semana da Ciência, Tecnologia e Inovação. Seminário de Mudanças Climáticas, Desastres Naturais e Prevenção de RisRis.O uso dos agrotóxicos: uma realidade. 2011. (Seminário).

XVI SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E IX MOSTRA DE EXTENSÃO.COMPARAÇÃO DA QUANTIDADE DE COMPONENTES QUÍMICOS EM AGUARDENTES ARTESANAIS E INDUSTRIAIS. 2011. (Seminário).

30° Encontro de Debates Sobre o Ensino de Química 30° EDEQ, PUCRS.Titulação de Neutralização: em amostras de Fármacos e Alimentos. 2010. (Simpósio).

III SEMANA ACADÊMICA DO CURSO DE FARMÁCIA E I CICLO DE MINICURSOS DA ÁREA DIAGNÓSTICA.IMPACTO AMBIENTAL DE AGROTÓXICOS: UMA REALIDADE. 2010. (Oficina).

III WORKSHOP SOBRE JUNDÍA.Efeitos Sobre Parâmetros Metabólicos e Toxicológicos de Jundiás (Rhamdia quelen) Expostos á Formulação Comercial do Herbicida 2,4-Diclorofenoxiácetico (2,4-D).. 2010. (Simpósio).

V Encontro dos Grupos de Pesquisa da UNICRUZ; XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XII Mostra de Iniciação Científica: 15 anos Construindo Sentidos na Diversidade; VII Mostra de Extensão. 2010. (Simpósio).

VI Encontro Nacional de Coordenadores de Cursos de Farmácia. 2010. (Congresso).

XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XIII Mostra de Iniciação Científica; VIII Mostra de Extensão.Avaliação de Danos por Percevejo em Sementes de Soja por Meio do Teste de Tetrazólio. 2010. (Seminário).

XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XIII Mostra de Iniciação Científica; VIII Mostra de Extensão.Danos Mecânicos o Maior Agravante nas Sementes de Soja. 2010. (Seminário).

XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XIII Mostra de Iniciação Científica; VIII Mostra de Extensão.Avaliação de Híbridos Experimentais de Sorgo para Pastejo. 2010. (Seminário).

XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XIII Mostra de Iniciação Científica; VIII Mostra de Extensão.Avaliação de Vigor Relacionado com Dano por Umidade em Sementes de Soja por Meio do Teste de Tetrazólio. 2010. (Seminário).

XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XII Mostra de Iniciação Científica: 15 anos Construindo Sentidos na Diversidade; VII Mostra de Extensão.Diferentes Doses de Adubação Nitrogenada em Arroz Irrigado (ORIZA SATIVA L.). 2010. (Seminário).

XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XII Mostra de Iniciação Científica: 15 anos Construindo Sentidos na Diversidade; VII Mostra de Extensão.Leucemia Linfocítica Relacionada à Exposição ao Benzeno e seus Derivados. 2010. (Seminário).

XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. Efeitos do Herbicida Clomazone em Carpas (Cyprinus carpio).. 2010. (Congresso).

24² JAI: JORNADA ACADÊMICA INTEGRADA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA.EFEITO DO HERBICIDA PENOXSULAM SOBRE A CARBONILAÇÃO DE PROTEÍNAS E ATIVIDADE DA ACETILCOLINESTERASE EM CARPA HÚNGARA (CYPINUS CARPIO). 2009. (Simpósio).

XIII Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão-SEPE.Efeito do Herbicida Penoxsulam sobre a Atividade da Enzima Glutationa S-Transferase e a Atividade da Enzima Catalase em Carpa Húngara (Cyprinus carpio).. 2009. (Simpósio).

XXIII Reunião da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. DETERMINAÇÃO DE PARÂMETROS TOXICOLÓGICOS EM CARPAS (Cyprinus carpio) EXPOSTAS A UMA FORMULAÇÃO COMERCIAL DO HERBICIDA CLOMAZONE. 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedade de Biologia Experimental - FeSBE. Respostas de Estresse Oxidativo de Cyprinus carpio Expostos ao Herbicida Quinclorac (FACET).. 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedade de Biologia Experimental - FeSBE. DETERMINAÇÃO DE PARÂMETROS TOXICOLÓGICOS EM CARPAS (Cyprinus carpio) EXPOSTAS A UMA FORMULAÇÃO COMERCIAL DO INSETICIDA FIRPRONIL (STANDAK).. 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedade de Biologia Experimental - FeSBE. Herbida Clomazone Afeta Parâmetros de Estresse Oxidativo Nos Tecidos de Leporinus Obtusidens.. 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. Respostas Bioquímicas de Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao Fungicida Tebuconazole em Laboratório. 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. Efeito do Herbicida Penoxsulam sobre a Peroxidação Lípidica e Atividade da Acetilcolinesterase em Carpa Húngara (Cyprinus carpio). 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas húngara (Cyprinus carpio) Expostas ao Herbicida Bispyribac-Sodium. 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia - SP.. 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cypinus carpio) Expostas ao Carbofuran (Furadan), em Condições de Laboratório. 2009. (Congresso).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. ASSOCIAÇÃO ENTRE ALBUMINA MODIFICADA NA ISQUEMIA, LIPÍDEOS E BIOMARCADORES DE INFLAMAÇÃO EM PACIENTES COM HIPERCOLESTEROLEMIA.. 2009. (Congresso).

23²JAI: JORNADA ACADÊMICA INTEGRADA.PARÂMETROS METABÓLICOS EM CARPAS (CYPRINUS CARPIO) EXPOSTOS A UMA FORMULAÇÃO COMERCIAL DO INSETICIDA CARBOFURAN EM CONDIÇÕES DE LAVOURA DE ARROZ. 2008. (Simpósio).

23² JAI: Jornada Acadêmica Integrada.Avaliação do estresse oxidativo em jundiás (Rhamdia quelen) expostos aos herbicidas clomazone e glifosato.. 2008. (Simpósio).

23² JAI: JORNADA ACADÊMICA INTEGRADA.PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CARPAS (CYPRINUS CARPIO) EXPOSTAS A UMA FORMULAÇÃO COMERCIAL DO INSETICIDA FIPRONIL EM SISTEMA DE ARROZ IRRIGADO. 2008. (Simpósio).

23² JAI: JORNADA ACADÊMICA INTEGRADA.PARÂMETROS TOXICOLÓGICOS EM CARPAS (CYPRINUS CARPIO) EXPOSTOS A UMA FORMULAÇÃO COMERCIAL DO INSETICIDA FIPRONIL EM LABORATÓRIO. 2008. (Simpósio).

I Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial. Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao Inseticida Carbofuran em Sistema de Arroz Irrigado. 2008. (Congresso).

I Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial. Avaliação de Parâmetros Toxicológicos em Jundiás (Rhamdia quelen) Após Exposição ao Cadmio. 2008. (Congresso).

I Congresso Sul de Toxicologia Clinico-Laboratorial - TOXSUL. Avaliação de Parâmetros de Estresse Oxidativo no Líquor de Pacientes com Meningite Asséptica e Bacteriana.. 2008. (Congresso).

I Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial-TOXSUL. Estresse Oxidativo e Resposta Antioxidante de Cyprinus carpio Após Exposição a uma Formulação Comercial do Herbicida Quinclorac.. 2008. (Congresso).

I Congresso SuL de Toxicologia TOXSULClínico-Laboratorial-TOXSUL. Interferência do Consumo de Chimarrão nos Níveis de Fenol Urinário.. 2008. (Congresso).

I Congresso SuL de Toxicologia TOXSULClínico-Laboratorial-TOXSUL. Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao inseticida Carbofuran em Sistema de Arroz Irrigado.. 2008. (Congresso).

I Congresso SuL de Toxicologia TOXSULClínico-Laboratorial-TOXSUL. Parâmetros metabólicos de Carpas (Cyprinus carpio) Expostas a uma Formulação Comercial Contendo Glifosato. 2008. (Congresso).

I Congresso SuL de Toxicologia TOXSULClínico-Laboratoria l-TOXSUL. Parâmetros de Estresse Oxidativo e de Acetilcolinesterase em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas à Formulação Comercial Contendo Glifosato.. 2008. (Congresso).

Simpósio Internacional de Ética em Investigação - HUSM. 2008. (Simpósio).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedade de Biologia Experimental - FeSBE. Estresse Oxidativo em Carpa Húngara (Cyprinus carpio) Após Exposição ao Herbicida Only.. 2008. (Congresso).

II Mostra de Pesquisa da Pós-graduação da PUCRS.Interferência do Consumo de Chimarrão nos Níveis de Fenol Urinário. 2007. (Outra).

I Semana Acadêmica do Curso de Farmácia.Toxicologia. 2007. (Simpósio).

I WORKSHOP SOBRE JUNDÍAS. 2007. (Simpósio).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedade de Biologia Experimental - FeSBE. Parâmetros Metabólicos e Atividade da Acetilcolinesterase (AChE) em Jundiás (Rhamdia quelen) Expostos ao Herbicida 2,4-D... 2007. (Congresso).

26² Semana Científica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.Validação de Metodologia para Determinação de Cotinina em Urina por Cromatografia Líquida de alta eficiência. 2006. (Simpósio).

25² Semana Científica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.Validação do Método Análitico para Determinação de Cotinina em Urina por HPLC. 2005. (Oficina).

XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia. Estudo de Estabilidade de Anfetaminas em Urina. 2005. (Congresso).

II Jornada Científica da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde. 2004. (Outra).

V Salão de Iniciação Científica.Validação do Método Analítico para Determinação de Cotinina em Urina. 2004. (Oficina).

Discussão sobre Pesquisa Utilizando Células Tronco Embrionários Humanas. 2003. (Outra).

I Congresso Brasileiro de Agroecologia. 2003. (Congresso).

VII Encontro Gaúcho de Imunologia. 2003. (Encontro).

VI Semana Acadêmica da Faculdade de Farmácia. 2001. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: LILIAN CORRÊA COSTA BEBER

ROBERTA CATTANEO HORN; FRIZZO, M. N.; BARRETO, K. P.. EFEITOS DA OVARIECTOMIA SOBRE PARÂMETROS LIPÍDIOS, INFLAMATÓRIOS, DE ESTRESSE OXIDATIVO E PROTEÍNAS DE CHOQUE TÉRMICO, EM CORAÇÃO DE RATAS OBESAS EXPOSTAS AO RESIDUAL Oil Fly Ash (ROFA). 2019. Dissertação (Mestrado em ATENÇÃO INTEGRAL A SAUDE) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Eloisa Lovison Sasso

Clasen, B.E.; BINKOWSKI, P.; TRAMONTINA, A. C.;HORN, ROBERTA CATTANEO. EXPOSIÇÃO A AGROTÓXICOS E OS EFEITOS ASSOCIADOS Á SAÚDE DOS TRABALHADORES RURAIS. 2018. Dissertação (Mestrado em MESTRADO EM AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE) - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

Aluno: Madalena Rotta

HORN, ROBERTA CATTANEO; KAEFER, C. T.; CECHIN, W. E. E.. DOENÇAS ALÉRGICAS EM CRIANÇAS EM CONVÍVIO COM ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO E AS RELAÇÕES AMBIENTAIS. 2018. Dissertação (Mestrado em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Cristiane Maria Hagemann Giacomolli

BIANCHI, P.D.; ZANELLA, J. F. P.;HORN, ROBERTA CATTANEO. EFEITOS DA ALTA FREQUÊNCIA NA CICATRIZAÇÃO DE LESÕES POR PRESSÃO. 2017. Dissertação (Mestrado em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Vanessa Lais Diefenthäler

MEZZOMO, L. C.;ROBERTA CATTANEO HORN; MENDES, G. A.. PREVALÊNCIA DO PAPILOMAVÍRUS HUMANO E DE ATIPIAS NA CITOLOGIA CERVICAL E ANAL EM MULHERES VIVENDO COM HIV/AIDS. 2017. Dissertação (Mestrado em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Roberta Lelis Dias Pereira

KLAFKE, J. Z.; SPEROTTO, R. L.;ROBERTA CATTANEO HORN; HECK, T. G.. Comparação dos efeitos da Campomanesia xanthocarpa e do ácido acetilsalicílico em parâmetros inflamatórios e antioxidantes de camundongos para receptor LDL (LDL-KO). 2016. Dissertação (Mestrado em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Aline Sfalcin Mai

HECK, T. G.; LUDWIG, M. S.;ROBERTA CATTANEO HORN; FRIZZO, M. N.; NUNES, R. B.. TREINAMENTO FÍSICO COMBINADO À EXPOSIÇÃO AO MATERIAL PARTICULADO FINO: ESTRESSE OXIDATIVO CARDIOPULMONAR E CONCENTRAÇÃO DE eHSP72 EM CAMUNDONGOS. 2016. Dissertação (Mestrado em ATENÇÃO INTEGRAL A SAUDE) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Mariana Tortelli Beux

ROBERTA CATTANEO HORN; BONFANTI, G.; KURJAWA, I.. ENTRE PRESCRIÇÕES E CUIDADO NA PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL: UMA ANÁLISE DO USO DE PSICOFÁRMACOS. 2016. Dissertação (Mestrado em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Charlene Cavalheiro de Menezes

Loro, Vania Lúcia; PAVANATO, M. A.;ROBERTA CATTANEO HORN; FACHINETTO, R.; SPANEVELLO, R.. EFEITO DO DISSELENETO DE DIFENILA SOBRE A TOXICIDADE INDUZIDA POR HERBICIDAS EM PEIXES. 2013. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica Toxicológica)) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Vanessa Lais Diefenthäler

COSER, J.; ZANELLA, J.;HORN, ROBERTA CATTANEO. PREVALÊNCIA DO PAPILOMAVÍRUS HUMANO E DE ATIPIAS NA CITOLOGIA CERVICAL E ANAL EM MULHERES QUE VIVEM COM HIV/AIDS. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Cristieli Carine Braun Rubin

ROBERTA CATTANEO HORN; HIRSCH, G. E.; COSER, J.; Bortolotto, J.W.. AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE Cymbopogon citratus EM ERITROCITOS DE GESTANTES. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Tamiris Felippin

ROBERTA CATTANEO HORN; HIRSCH, G. E.; COSER, J.; BONFANTI, G.. EFEITOS TOXICOLOGICOS IN VITRO DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DE MIKANIA GLOMERATA SOBRE LINHAGEM T24 DE CÂNCER DE BEXIGA. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Gabriela Tassotti Gelatti

ROBERTA CATTANEO HORN; KLAFKE, J. Z.; BONFANTI, G.. Avaliação da atividade antioxidante das infusões de Baccharis trimera e de baccharis articulata em eritrocitos de mulheres na perimenopausa e na pós-menopausa. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Fernando Garcez Porto

KLAFKE, J. Z.;ROBERTA CATTANEO HORN; HECK, T. G.. Identificação dos componentes fitoquímicos de Campomanesia xanthocarpa hipolipemiantes: testes in vitro e in vivo. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Mariana Tortelli Beux

ZANELLA, J.;ROBERTA CATTANEO HORN; BONFANTI, G.. Entre prescrições e cuidado na promoção da saúde mental: uma análise do uso de psicofármacos. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Natacha Cossetin Mori

ROBERTA CATTANEO HORN; KLAFKE, J. Z.; Clasen B.. Avaliação do efeito antioxidante e sobre atividade da enzima acetilcolinesterase (ACHE) da infusão de Cymbopogon citratus. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Roberta Lelis Dias Pereira

KLAFKE, J. Z.;ROBERTA CATTANEO HORN; HECK, T. G.. Comparação dos efeitos da Campomanesia xanthocarpa com o ácido acetilsalicílico em parâmetros inflamatórios de camundongos deficientes para o receptor de lipoproteína de baixa densidade (LDLr-/-). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Aline Sfalcin Mai

HECK, T. G.;ROBERTA CATTANEO HORN; NUNES, R. B.. Efeitos do treinamento físico de diferentes intensidades em parâmetros de estresse oxidativo em animais diabéticos expostos ao material particulado. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Caroline Oliveira

ROBERTA CATTANEO HORN; ZANELLA, J.; STUMM, E.M.F.. Seguimento Farmacoterapêutico de pacientes com diagnóstico de câncer de mama em uso oral de tamoxifeno. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Cleide Estela dos Santos Alfing

CATTANEO, R.; STUMM, E.M.F.. ANÁLISE DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS POR MULHERES EM DEPRESSÃO, ASSISTIDAS EM UM CAPS, COM BASE NO PLANO TERAPÊUTICO. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Saúde Mental) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Bianca Alana Becker Kuhn

WOLKMER, P.;HORN, ROBERTA CATTANEO. ALTERAÇÕES NA DINÂMICA MITOCONDRIAL E NA PRODUÇÃO DE ESPÉCIES REATIVAS EM LEUCÓCITOS DE INDIVÍDUOS OCUPACIONALMENTE EXPOSTOS A HIDROCARBONETOS POLICÍCLIOCS AROMÁTICOS E METAIS PESADOS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Daiane Franciele Mello de Paula

CATTANEO, R.; DEUSCHLE, R.A.; NAUMANN, V. L. D.. Soroprevalência de hepatites virais em catadores de resíduos no município de Cruz Alta-RS. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: DOUGLAS JOSÉ NOGUEIRA LORENZI

SAUZEM, P.D.;CATTANEO, R.; IEGGLI, C.V.S.. PLANTAS MEDICINAIS USADAS NO TRATAMENTO DE DISLIPIDEMIAS: UMA BREVE REVISÃO. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Leise Daniele Sckenal Goi

STURMER, G.; GARLET, C.C.M;CATTANEO, R.. COMPARAÇÃO DOS NÍVEIS SÉRICOS DE TROPONINA CARDÍACA E CK-MB MASSA NO DIAGNÓSTICO DO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Mariele Froner Nogueira

SAUZEM, P.D.;CATTANEO, R.; DEUSCHLE, V.C.. VALIDAÇÃO DE MÉTODO ANALÍTICO PARA DETERMINAÇÃO DE ACECLOFENACO EM CÁPSULAS MANIPULADAS. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Queli Broch

Bortolotto, J.W.;CATTANEO, R.; DEUSCHLE, R.A.. DISLIPIDEMIAS EM MULHERES NO CLIMÁTERIO. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Suzana Barbosa

COPATTI, C.E.,; DIAZ, J.D.S.;CATTANEO, R.. PLASTICIDADE TRÓFICA DE DUAS ESPÉCIES SIMPÁTRICAS.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Edson Auri Zan de Matos

CATTANEO, R.; Hoffmeister, C.. O USO RACIONAL DE SANGUE EM AMBIENTE HOSPITALAR. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Lara Fernanda Rodrigues Neto

CATTANEO, R.; Maura Santos. LOSARTAN - AVALIAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS FISICO-QUIMICAS E VALIDAÇÃO DE MÉTODOS DE ANÁLISE. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Pâmela Hamm

CATTANEO, R.; Baiotto, C.. ESTUDO DO EFEITO GENOTÓXICO OCASIONADO PELA EXPOSIÇÃO A AGROTÓXICOS. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Samara Pedott

Vitória Berg Cattani; Giovana Grunwald Vietta;CATTANEO, R.. EFEITOS METABÓLICOS DE NEUROLÉPTICOS ATÍPICOS NO TRATAMENTO DA ESQUIZOFRENIA. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Vítor Antunes

CATTANEO, R.; Patricia Marisco; Dr. Carlos Eduardo Coaptti. AVALIAÇÃO TOXICOLÓGICA EM FUNCIONÁRIOS DA UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA - UNICRUZ. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Ana Rúbia Costa Beber

CATTANEO, R.. AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E LABORATORIAIS DE AGRICULTORES COM EXPOSIÇÃO CRÔNICA ASSOCIADA AO USO DE AGROTÓXICOS NO MUNICÍPIO DE PEJUÇARA - RS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Loziane Villani

Clarice P. Mostardeiro;CATTANEO, R.. AVALIAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE SÍLICA LIVRE EM AMBIENTES DE TRABALHO AGRICOLA DA REGIÃO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Habilitação Bioquímico em Anál. Clínicas) - UNIJUI Universidade Regional.

ROBERTA CATTANEO HORN; ZANELLA, J.. Membro da banca examinadora para seleção de colaboradores docentes da Universidade de Cruz Alta, na área de concentração: Farmácia, nos termos do Artigo quatorze do Regimento Geral de Contratação de Pessoal.. 2013. Universidade de Cruz Alta.

SAUZEM, P.D.;HORN, R.C.. Membro da banca examinadora para seleção de colaboradores docentes da Universidade de Cruz Alta, na área de concentração: Farmácia, nos termos do Artigo quatorze do Regimento Geral de Contratação de Pessoal, de junho de 2012 e do Edital N. 01/2012, de 11 de junho de 2012.. 2012. Universidade de Cruz Alta.

ROBERTA CATTANEO HORN. Comitê Avaliador do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e Iniciação Tecnológica IniCie/IniCie-AAf/InovaTec da UERGS 2015 (Edital PROPPG 012/2014). 2015. Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

ROBERTA CATTANEO HORN. 3º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE. 2015. UNIJUI Universidade Regional.

HORN, R.C.. XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO. 2013. Universidade de Cruz Alta.

CATTANEO, R.; Bortolotto, J.W.. XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO. 2012.

CATTANEO, R.; GOLLE, D.P.. Consultora externa nos processos de seleção de bolistas PIBIC e PIBITI/CNPq 2012-21013 da UNIJUI. 2012. Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Angélica da Silva

PERFIL OXIDATIVO DE CÉLULAS DA MUCOSA ORAL; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta; (Orientador);

Sabrina Eickhoff

DISLIPIDEMIAS E DANOS OXIDATIVOS NA INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA E NA HEMODIÁLISE; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta; (Orientador);

Fabíula Valente Fruet

EFEITO ANTIOXIDANTE DO TUBERCULO DA BATATA-DOCE; Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; (Orientador);

Silvana de Oliveira

EFEITO ANTIOXIDANTE DAS CASCAS DE BATATA-DOCE; Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; (Orientador);

EMANUELI OBERHERR

ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES COM INSUFICIENCIA RENAL CRÔNICA; Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; (Orientador);

Ruan Lucas Ramires

Efeito antioxidante da Piper umbellatum L; sobre marcadores de estresse oxidativo em eritrócitos de indivíduos com insuficiência renal crônica em tratamento com hemodiálise; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Tiago Bigolin

DIAGNOSTICO DO USO DOS PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA NA APLICAÇÃO DE AGROTÓXICOS; 2018; Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural) - Universidade de Cruz Alta,; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Thaís Cristina Coelho de Ornelas Salasar

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FOLHA DA BATATA-DOCE [Ipomoea batatas (L ); Lam] EM ERITRÓCITOS DE PACIENTES RENAIS CRÔNICOS SUBMETIDOS À HEMODIALISE; 2018; Dissertação (Mestrado em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta,; Coorientador: Roberta Cattaneo Horn;

Tamiris Felippin

EFEITOS TOXICOLÓGICOS IN VITRO DO EXTRATO DE MIKANIA GLOMERATA EM CÉLULAS NEOPLASICAS DE BEXIGA; 2017; Dissertação (Mestrado em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Cristieli Carine Braun

ALTERAÇÕES REDOX EM GESTANTES: EFEITO ANTIOXIDANTE DO CAPIM-CIDREIRA [Cymbopogon citratus (DC; ) Stapf]; 2016; Dissertação (Mestrado em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta, BOLSA INSTITUCIONAL UNICRUZ; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Henrique Moraes Hamerski

CARACTERISTICAS SOCIOECONOMICAS E PERFIL REDOX EM USUÁRIOS DE CRACK/COCAINA DURANTE A DESINTOXICAÇÃO HOSPITALAR; 2016; Dissertação (Mestrado em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta,; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Natacha Cossettin Mori

ALTERAÇÕES TOXICOLÓGICAS EM AGRICULTORES EXPOSTOS A AGROQUÍMICOS: EFEITOS DO TRATAMENTO ?IN VITRO? COM A INFUSÃO DE Cymbopogom citratus; 2015; Dissertação (Mestrado em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Gabriela Tassotti Gelatti

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DAS INFUSÕES DE Baccharis trimera E DE Baccharis articulata EM ERITRÓCITOS DE MULHERES NA PERIMENOPAUSA E PÓS-MENOPAUSA; 2015; Dissertação (Mestrado em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Caroline Oliveira

FARMÁCIA HOSPITALAR; 2015; Dissertação (Mestrado em Atenção Integral à Saúde) - Universidade de Cruz Alta,; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Cecilia Gabriela Rubert Possenti

MANIPULAÇÃO E PATENTE DE PRODUTO FITOTERÁPIO A BASE DE Mentha spp; UTILIZADO COMO PREVENTIVO DA MASTITE BOVINA; 2014; Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural) - Universidade de Cruz Alta,; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Maria Estela Nuglisch

AVALIAÇÃO DA POTABILIDADE DA AGUA DE POÇOS ARTESIANOS NO MUNICIPIO DE NOVA RAMADA-RS; 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão e Desenvolvimento Sustentável do Meio Rural) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Mariana Spanamberg Mayer

Efeitos de resíduos de glifosato na saúde humana e animal na região do Corede Alto Jacuí; ; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Ana Carolina Tissiani

EFEITO DE Piper umbellatum L; SOBRE O PERFIL REDOX DE ERITRÓCITOS DE INDIVÍDUOS COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA EM TRATAMENTO COM HEMODIÁLISE; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Luana Magni

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE E SOBRE ATIVIDADE DA ENZIMA ACETILCOLINESTERASE (ACHE) EM ERITRÓCITOS DE INDIVÍDUOS EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS TRATADOS COM EXTRATO DE Cunila microcephala Benth; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Laura Rubin

Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis Angulata L; ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético); ; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Luana Junges

Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético); ; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Jessica Soares

Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L; ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético); ; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Gabriel Moraes Reis

EFEITO ANTIOXIDANTE DO ÁCIDO LIPÓICO EM ERITRÓCITOS HUMANOS EXPOSTOS AO HERBICIDA 2,4-D (ÁCIDO 2,4-DICLOROFENOXIACÉTICO); 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Queli Cristina Sostisso Seifert

ESTUDO in vitro DA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DO EXTRATO DA PLANTA Ruta graveolens L; SOBRE ERITRÓCITOS DE AGRICULTORES IDOSOS; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, FAPERGS; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Juliana Sorraila de Oliveira

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA E DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE Cunila microcephala Benth; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Aline Zaparte

Avaliação dos Níveis de Estresse Oxidativo em Pacientes com Carcinoma de Mama Tratados com Quimioterapia; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Marcelo Ross

Avaliação dos níveis de estresse oxidativo em pacientes obesos; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Tamiris Filippin

Investigação de alterações bioquímicas em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica; ; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Cristieli Carine Braun

Avaliação dos níveis de estresse oxidativo em fumantes crônicos; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Fabiana Rauber

Avaliação do perfil hepático e renal em fumantes crônicos; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

William Madruga

Avaliação dos Níveis de Estresse Oxidativo em Pacientes Portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV): Uma Revisão de Literatura; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Andréia Saggin Nagel

ESTUDO DO ESTRESSE OXIDATIVO OCASIONADO PELA EXPOSIÇÃO A AGROTÓXICOS; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Daniela Dickel de Souza

MONITORAMENTO OCUPACIONAL DE TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS ATRAVÉS DA UTILIZAÇÃO DE BIOMARCADORES; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Camila Rebellatto Murussi

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE COLINÉRGICA E DE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CARPAS EXPOSTAS AO HERBICIDA PENOXSULAM; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Aline Dal Lago

AVALIAÇÃO DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES COM HIPOTIREOIDISMO; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Tamara da Luz Fiuza

OCORRÊNCIA DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES COM HIPERGLICEMIA; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Jéssica Lopes Gomes

AVALIAÇÃO DO EFEITO in vitro DO EXTRATO AQUOSO DA Jatropha isabelli SOBRE A ATIVIDADE DE ECTO-NUCLEOTIDASES EM PLAQUETAS DE RATOS; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Loziani Villani

Avaliação da Concentração de Sílica Livre em Ambientes de Trabalho Agricola da Região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia Habilitação Bioquímico em Anál; Clínicas) - UNIJUI Universidade Regional; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Ana Rúbia Costa Beber

Avaliação dos Aspectos Epidemiológicos e Laboratoriais de Agricultores com Exposição Crônica Associada ao Uso de Agrotóxicos no Município de Pejuçara, Rio Grande do Sul - Brasil; ; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

CAROLINA REGIO

CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA E AVALIAÇÃO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DAS FOLHAS DE BATATA DOCE; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Ana Carolina Tissiani

Marcadores oxidantes e antioxidantes de mulheres com células escamosas atípicas de significado indeterminado; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

JESSICA GOULART

Perfil oxidativo de anuros em estágios larvais de áreas úmidas em matrizes agrícolas; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Nathália Garces

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta, PIBITI - CNPQ; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Tamiris Felippin

Efeito antioxidante da Mikania glomerata Spreng sobre marcadores de estresse oxidativo em eritrócitos de mulheres com alterações citopatológicas; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Ana Carolina Tissiani

Efeito antioxidante da Mikania glomerata Spreng sobre marcadores de estresse oxidativo em eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ?in vitro? ao herbicida ácido diclorofenoxiacético (2,4-D); ; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Tamires Felippin

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE DE MONOTERPENOIDES EM JUNDIÁS (Rhamdia quelen); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

MARIANA SPANAMBERG

Efeitos de resíduos de glifosato na saúde humana e animal na região do Corede Alto Jacuí; ; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

JESSICA GOULART

ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE Rosmarinus officinalis EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Bruna Camila de Oliveira

Efeitos de resíduos de glifosato na saúde humana e animal na região do Corede Alto Jacuí; ; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino Médio) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Julia Gabriela

ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE Rosmarinus officinalis EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ensino Médio) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Roberta Brondani

Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Mestrado em Atenção Integral a Saúde) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

MARIANA SPANAMBERG

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DAS INFUSÕES DE Baccharis trimera E DE Baccharis articulata EM ERITRÓCITOS DE MULHERES NA PERIMENOPAUSA E PÓS-MENOPAUSA; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Júlia Gabriela Pereira

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DAS INFUSÕES DE Baccharis trimera E DE Baccharis articulata EM ERITRÓCITOS DE MULHERES NA PERIMENOPAUSA E PÓS-MENOPAUSA; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em ALUNA DE ENSINO MEDIO) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Caroline Oliveira

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE E SOBRE ATIVIDADE DA ENZIMA ACETILCOLINESTERAS EM ERITRÓCITOS DE AGRICULTORES TRATADOS COM A INFUSÃO DE Mikanea glomerata (GUACO); 2014; Iniciação Científica; (Graduando em MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Ana Tissiani

Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Mariana Graboski Dias

Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

RONALDO

Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Gabriela Tassotti Gelatti

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DAS INFUSÕES DE Baccharis trimera E DE Baccharis articulata EM ERITRÓCITOS DE MULHERES NA PERIMENOPAUSA E PÓS-MENOPAUSA; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em ATENÇÃO INTEGRAL A SAUDE) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Luana Magni

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE E SOBRE ATIVIDADE DA ENZIMA ACETILCOLINESTERASE (ACHE) EM ERITRÓCITOS DE INDIVÍDUOS EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS TRATADOS COM EXTRATO DE Cunila microcephala Benth; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Juliana Sorraila de Oliveira

AVALIAÇÃO DO PERFIL OXIDATIVO E ANTIOXIDANTE EM PACIENTES PORTADORES DO VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA (HIV) TRATADOS COM O EXTRATO DE Cunila microcephala Benth; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

VANDERLEI RIBAS JUNIOR

MANIPULAÇÃO E PATENTE DE PRODUTO FITOTERÁPIO A BASE DE Mentha spp; UTILIZADO COMO PREVENTIVO DA MASTITE BOVINA; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Jessica Soares

Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L; ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético); ; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, FAPERGS; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Luana Junges

Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético); ; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

MARCELA PICININI

PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato das flores da Calendula officinalis L; (Asteraceae) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético); ; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Queli Cristina Sostisso Seifert

Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato de diferente partes da planta Ruta graveolens L; sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético); ; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, FAPERGS; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

HELENA MATIELO

MONITORAMENTO OCUPACIONAL DE AGRICULTORES DO COREDE ALTO JACUI; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Caroline Junqueira

Estudo dos níveis de estresse oxidativo em trabalhadores expostos ocupacionalmente à agrotóxicos; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Queli Seifert

Estudo da ocorrência de estresse oxidativo em trabalhadores expostos ocupacionalmente à agrotóxicos; ; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Rodolfo Dahlem Melo

Estresse Oxidativo em Pacientes com Carcinoma de Mama Tratados com Quimioterapia; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Franciele Corrêa

Avaliação de alterações bioquímicas e de estresse oxidativo em fumantes crônicos do ESF-primavera do município de Cruz Alta-RS; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta, PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Queli Seifert

MANIPULAÇÃO E PATENTE DE PRODUTO FITOTERÁPIO A BASE DE Mentha spp; UTILIZADO COMO PREVENTIVO DA MASTITE BOVINA; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, PIBIC e PIBITI/CNPq; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Jéssica Cavalheiro Soares

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES HIPERGLICEMICOS; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Juliana Sorraila de Oliveira

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE MARCADORES OXIDATIVOS E ANTIOXIDANTES EM PACIENTES HIPERCOLESTEROLEMICOS; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Juliano Moro

DETERMINAÇÃO DO HERBICIDA 2,4-D (ÁCIDO 2,4-DICLOFENOXIACÉTICO) POR CROMATOGRAFIA LIQUIDA DE ALTA EFICIÊNCIA EM PLASMAS DE TRABALHADORES AGRÍCOLAS; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Gabriel Reis

ESTUDO DO ESTRESSE OXIDATIVO OCASIONADO PELA EXPOSIÇÃO A AGROTÓXICOS; ; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Cristieli Carine Braun

COMPARAÇÃO DA QUANTIDADE DE COMPONENTES QUÍMICOS EM AGUARDENTES ARTESANAIS E INDUSTRIAIS; ; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

José Francisco Zavaglia Marques

COMPARAÇÃO DA QUANTIDADE DE COMPONENTES QUÍMICOS EM AGUARDENTES ARTESANAIS E INDUSTRIAIS; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Gustavo Donato Quatrin

COMPARAÇÃO DA QUANTIDADE DE COMPONENTES QUÍMICOS EM AGUARDENTES ARTESANAIS E INDUSTRIAIS; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Camila Rebellatto Murussi

ESTUDO DO ESTRESSE OXIDATIVO OCASIONADO PELA EXPOSIÇÃO A AGROTÓXICOS; ; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

José Francisco Zavaglia Marques

Titulação de Neutralização: em Amostras de Fármacos e Alimentos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Gustavo Donato Quatrin

Titulação de Neutralização: em Amostras de Fármacos e Alimentos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Química) - Universidade de Cruz Alta; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Andréia Quatrin

BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR; 2018; Orientação de outra natureza; (Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural) - Universidade de Cruz Alta, BOLSA EMPRESÁRIAL - SIMBIOSE; Orientador: Roberta Cattaneo Horn;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; PIUCO, N. ; KAIPER, C. ; CAMERA, J. N. . Temporary Immersion Bioreactors: Establishment of Cassava. Journal of Agricultural Science , v. 11, p. 1-7, 2019.

  • HOFFMEISTER, A. D. ; TAYLOR, J. A. ; CHAVES, L. ; PORTO, F. G. ; TISSIANI, A. C. ; BIANCHI, P.D. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Inspiratory threshold loading reduces lipoperoxidation in obese and normal-weight subjects. Physiology International , v. 106, p. 158-167, 2019.

  • SALAZAR, R. F. S. ; PEIXOTO, A. L. C. ; SALASAR, T. C. C. O. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; BERTICELLI, R. ; ZAMBERLAN, J. F. ; SALAZAR, L. N. ; BORTOLOTTO, R. P. ; IZARIO FILHO, H. J. . Inorganic Contaminants Evaluation in Tuberous and Leafy Vegetables Consumed in Paraíba Valley, Brazil. INTERNATIONAL JOURNAL OF ADVANCED ENGINEERING RESEARCH AND SCIENCE , v. 6, p. 124-131, 2019.

  • HORN, ROBERTA CATTANEO ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; MAYER, M. S. ; HERINGER, T. A. ; PASINI, M. P. B. ; TISSIANI, A. C. ; ARRUDA, A. C. ; RUBIN, L. ; RECKTENWALD, R. R. ; MOREIRA, P. R. ; ALEGRANSI, C. . Antioxidant effect of Physalis angulata fruit on cells exposed to 2, 4- dichlorophenoxyacetic acid. INTERNATIONAL JOURNAL FOR INNOVATION EDUCATION AND RESEARCH , v. 7, p. 374-386, 2019.

  • CAMERA, J. N. ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; BORTOLOTTO, R. P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; FLORES, E. F. ; DEUNER, C. C. . Esporulação in vitro e inoculação de Exserohilum turcicum em milho. SUMMA PHYTOPATHOLOGICA (IMPRESSO) , v. 45, p. 308-312, 2019.

  • SALASAR, T. C. C. O. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; ZAMBERLAN, J. F. ; BORTOLOTTO, R. P. ; KRAUSE, K. M. O. ; SALAZAR, R. F. S. . Analysis of Teaching Strategies and Perception of Nursing Scholars at Risk Communication to Workers in Situations of Social and Economic Risk. INTERNATIONAL JOURNAL FOR INNOVATION EDUCATION AND RESEARCH , v. 7, p. 29-38, 2019.

  • POSSENTI, C.G.R. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; MORI, N. C. ; RIBAS JUNIOR, V. S. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. . AVALIAÇÃO DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PLASMA DE BOVINOS LEITEIROS COM MASTITE. CIÊNCIA ANIMAL BRASILEIRA , v. 19, p. 1-9, 2018.

  • GELATTI, G. T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; FELIPPIN, T. ; GEWEHR, D. M. ; KOEFENDER, J. ; BERLEZI, E.M. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN . In Vitro Antioxidant Potential of Baccharis trimera and Baccharis articulata Infusions in Postmenopausal Women. INTERNATIONAL JOURNAL FOR INNOVATION EDUCATION AND RESEARCH , v. 6, p. 99-112, 2018.

  • DEUSCHLE, R.A. ; DEUSCHLE, V. C. N. ; BONFANTI-AZZOLIN, G. ; DE OLIVEIRA, J.S. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . Phytochemical screening and antioxidant activity of Origanum majorana against biomarkers of oxidative stress. Journal of Agricultural Science , v. 10, p. 1-10, 2018.

  • CAMERA, J. N. ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; VALERIO, I. P. ; FLORES, E. F. ; DEUNER, C. C. . EFFICIENCY OF FUNGICIDE CHEMICAL GROUP IN THE PREVENTIVE AND CURATIVE CONTROL OF PUCCINIA SORGHI IN CORN AND CERCOSPORA ZEAE-MAYDIS SPORULATION IN DIFFERENT CULTURE MEDIA. INTERNATIONAL JOURNAL FOR INNOVATION EDUCATION AND RESEARCH , v. 6, p. 42-54, 2018.

  • KOEFENDER, J. ; SCHOFFEL, A. ; GOLLE, D.P. ; MANFIO, C.E. ; DAMBROZ, A. ; HORN, R.C. . Pruning of the main stem of Marigold: effect on capitula yield. Horticultura Brasileira , v. 35, p. 2015-2017, 2017.

  • HORN, ROBERTA CATTANEO ; GELATTI, G. T. ; MORI, N. C. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; PEREIRA, E. A. ; ROSS, M. ; MOREIRA, P. ; Bortolotto, J.W. ; FELIPPIN, T. . OBESITY, BARIATRIC SURGERY AND OXIDATIVE STRESS. Revista da Associacao Medica Brasileira , v. 63, p. 229-235, 2017.

  • Clasen, B.E. ; BECKER, A. ; LÓPES, T. ; Murussi, C.R. ; ANTES, F. G. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; FLORES, E. M. M. ; BALDISSEROTTO, B. ; DRESSLER, V. L. ; LORO, Vania Lucia . Triphenyltin hydroxide induces changes in the oxidative stress parameters of fish.. ECOTOXICOLOGY (DORDRECHT. ONLINE) , v. 26, p. 565-569, 2017.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, NATACHA COSSETTIN ; DE OLIVEIRA, J.S. ; MOREIRA, P. R. ; COSER, J. ; ZANELLA, J. ; GOLLE, D.P. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; SALAZAR, R. F. S. . In vitro assessment of the antioxidant effect of Cunila microcephala Benth infusion (Poejo) on erythrocytes from individuals with HIV/AIDS. Journal of Agricultural Science , v. 9, p. 97-104, 2017.

  • DONATO, L. Q. ; MALDANER, L. L. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; CHAVES, L. ; KOHL, L. M. ; ALBUQUERQUE, I. M. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; Calegarro, C. . Treinamento muscular inspiratório em indivíduos obesos: um estudo piloto. SAÚDE (SANTA MARIA) , v. 43, p. xx-xx, 2017.

  • FORTES, C. K. ; DALLAZEN, F. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GELATTI, G. T. ; WINKELMANN, E. ; BERLEZI, E.M. . CORONARY RISK AND LEVELS OF OXIDATIVE STRESS MARKERS IN WOMEN AFTER MENOPAUSA. CIÊNCIA, CUIDADO E SAÚDE (ONLINE) , v. 16, p. 1-7, 2017.

  • MORI, N. C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; OLIVEIRA, C. ; GELATTI, G. T. ; KLAFKE, J. Z. ; TISSIANI, A. C. ; DEUSCHLE, V. C. N. ; POSSENTI, C.G.R. ; MICHELOTI, B. T. . Effect of the Cymbopogon citratus infusion on the activity of acetylcholinesterase enzyme and on the redox profile in farmer?s erythrocytes. Journal of Agricultural Science , v. 9, p. 68-77, 2017.

  • KOEFENDER, J. ; SCHOFFEL, A. ; GOLLE, D.P. ; CAMERA, J. N. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; BORTOLOTTO, R. P. . CONCENTRAÇÃO DE EXTRATO DE TIRIRICA E TEMPO DE IMERSÃO NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE FISÁLIS. HOLOS (NATAL. ONLINE) , v. 5, p. 17-26, 2017.

  • PEREIRA, A. P. ; SCHOFFEL, A. ; KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. ; GOLLE, D.P. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . CICLAGEM DE NUTRIENTES POR PLANTAS DE COBERTURA DE VERÃO. REVISTA DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (LISBOA) , v. 40, p. 799-807, 2017.

  • ZANETTI, T. G. ; GRAUBE, S. L. ; DEZORDI, C. C. M. ; BITTENCOURT, V. L. L. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; STUMM, E.M.F. . STRESS SYMPTOMS IN RELATIVES OF ADULT PATIENS UNDERGOING INTENSIVE THERAPY. Revista Saúde e Pesquisa , v. 10, p. 549-555, 2017.

  • KOEFENDER, J. ; SCHOFFEL, A. ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. ; NASCIMENTO, A. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Consorciação entre alface e cebola em diferentes espaçamentos. Horticultura Brasileira (Impresso) , v. 34, p. 575-578, 2016.

  • GELATTI, G. T. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; TISSIANI, A. C. ; SPANAMBERG, M. ; GEWEHR, D. M. ; BERLEZI, E.M. . EFFECT OF CYMBOPOGON CITRATUS ON OXIDATIVE STRESS MARKERS IN ERYTHROCYTES FROM POSTMENOPAUSAL WOMAN: A PILOT STUDY. Journal of Plant Studies , v. 5, p. 1-8, 2016.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; MAGNI, L. P. ; MORI, N. C. ; JUNGES, L. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; MANFIO, C.E. ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. . Avaliação ?in vitro? do efeito da infusão de Cunila microcephala Benth sobre a atividade da enzima acetilcolinesterase e biomarcadores de estresse oxidativo em eritrócitos de agricultores. Revista Brasileira de Plantas Medicinais (Impresso) , v. 18, p. 341-348, 2016.

  • MORI, N. C. ; GELATTI, G. T. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; OLIVEIRA, C. ; PEREIRA, R. L. D. ; CATTANI, V. B. . AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE CÁPSULAS DE OMEPRAZOL PRODUZIDAS EM FARMÁCIAS MAGISTRAIS. Revista Saúde , v. 42, p. 73-80, 2016.

  • GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; MORI, NATACHA COSSETTIN ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; OLIVEIRA, KARLA RENATA DE . ESTATINAS NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES. REVISTA DA UNIVERSIDADE VALE DO RIO VERDE , v. 14, p. 286-292, 2016.

  • POSSENTI, C.G.R. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; DIAZ, J.D.S. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; MORI, N. C. ; RIBAS JUNIOR, V. S. . Mint Extract Present Antioxidant Action on the Erythrocytes of Dairy Cows Suffering from Mastitis?. Journal of Agricultural Science , v. 8, p. 105-111, 2016.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; JUNGES, L. ; MAGNI, L. P. ; MORI, N. C. ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; GOLLE, D.P. ; THUMS, I. A. . Research on the effect of antioxidant Tabernaemontana catharinensis (Apocynaceae) on erythrocytes exposed to the herbicide 2,4- dichlorophenoxyacetic acid. Journal of Agricultural Science , v. 8, p. 128-134, 2016.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; BRAUN, C.C. ; MORI, N. C. ; OLIVEIRA, C. ; GELATTI, G. T. ; POSSENTI, C.G.R. ; HECK, T. G. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES FUMANTES CRÔNICO. Revista On line Contexto e Saúde da UNIJUI , v. 15, p. 97-103, 2015.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; RAUBER, F. ; MORI, N. C. ; BRAUN, C.C. ; BORTOLOTTO, J. . ANÁLISE DE ALTERAÇÕES HEPÁTICAS E RENAIS EM FUMANTES CRÔNICOS ? UM ESTUDO PILOTO. Biomotriz (UNICRUZ) , v. 9, p. 100-111, 2015.

  • GELATTI, G. T. ; BERLEZI, E.M. ; COLET, C. F. ; OLIVEIRA, K. R. ; ROBERTA CATTANEO HORN . VIA DE ADMINISTRAÇÃO DA REPOSIÇÃO HORMONAL UTILIZADA POR MULHERES PÓS-MENOPAUSA E A SUA RELAÇÃO COM AS DOENÇAS APRESENTADAS. Biomotriz (UNICRUZ) , v. 9, p. 138-149, 2015.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; SOARES, J. ; MORI, N. C. ; GELATTI, G. T. ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; DEUSCHLE, R.A. ; OLIVEIRA, C. . Antioxidant effect of the aqueous extract of the fruit of Physalis peruviana. Journal of Agricultural Science , v. 7, p. 137-143, 2015.

  • MORI, N. C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; OLIVEIRA, C. ; LEAL, P. A. P. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; BORTOLOTTO, J. ; DIAS, H. M. . Alterações Bioquímicas e Toxicológicas de agricultores familiares da região do Alto Jacuí, Rio Grande do Sul. Scientia Medica (PUCRS. Impresso) , v. 25, p. 1-7, 2015.

  • Murussi, C.R. ; SANTI, A. ; Clasen B. ; LORO, V. L. ; REIS, G. ; SOUZA, D. ; BORTOLOTTO, J. ; MANFIO, C.E. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Changes in oxidative markers, endogenous antioxidants and activity of the enzyme acetylcholinesterase in farmers exposed to agricultural pesticides - a pilot study. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 44, p. 1186-1193, 2014.

  • SOARES, J. ; CORREA, F. A. ; BIANCHI, P.D. ; Bortolotto, J.W. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO DO PERFIL OXIDANTE E ANTIOXIDANTE EM PACIENTES COM HIPERGLICEMIA. Biomotriz (UNICRUZ) , v. 7, p. 78-90, 2013.

  • DE OLIVEIRA, J.S. ; SEIFERT, Q. C. B. S. ; JUNQUEIRA, C. ; LIBRELOTTO, C.S. ; POSSENTI, C.G.R. ; ROBERTA CATTANEO HORN . NÍVEIS INDESEJÁVEIS DE COLESTEROL TOTAL NO ORGANISMO HUMANO E A OCORRÊNCIA DE ESTRESSE OXIDATIVO. Biomotriz (UNICRUZ) , v. 7, p. 95-107, 2013.

  • CATTANEO, R. ; MORAES, B. ; LORO, V. L. ; PRETTO, A. ; MENEZES, C. ; SARTORI, G.M.S. ; CLASEN, B. ; AVILA, L.A. ; Enio Marchesan ; ZANELLA, R. . Tissue Biochemical Alterations of Cyprinus carpio Exposed to Commercial Herbicide Containing Clomazone Under Rice-Field Conditions. Archives of Environmental Contamination and Toxicology (Print) , v. 62, p. 97-106, 2012.

  • Clasen, Bárbara ; Loro, Vania Lucia ; Cattaneo, Roberta ; Moraes, Bibiana ; Lópes, Thais ; de Avila, Luis Antonio ; Zanella, Renato ; Reimche, Geovane Boschmann ; Baldisserotto, Bernardo . Effects of the commercial formulation containing fipronil on the non-target organism Cyprinus carpio: Implications for rice fish cultivation. Ecotoxicology and Environmental Safety , v. 77, p. 45-51, 2012.

  • PRETTO, A. ; LORO, V. L. ; BALDISSEROTTO, B. ; PAVANATO, M.A. ; MORAES, B. ; MENEZES, C. C. ; CATTANEO, R. ; FINAMOR, I.A. ; DRESSLER, V. . Effects of water cadmium concentrations on bioaccumulation and various oxidative stress parameters in Rhamida quelen. Archives of Environmental Contamination and Toxicology (Print) , v. 60, p. 309-318, 2011.

  • Toni, C ; LORO, V. L. ; SANTI, A. ; MENEZES, C. C. ; CATTANEO, R. ; Bárbara Clasen ; ZANELLA, R. . Exposure to tebuconazol in rice field and laboratory conditions induces oxidative stress in carp (Cyprinus carpio). Comparative Biochemistry and Physiology. C. Toxicology & Pharmacology , v. 153, p. 128-132, 2011.

  • de Menezes, Charlene Cavalheiro ; Loro, Vania Lúcia ; da Fonseca, Milene Braga ; Cattaneo, Roberta ; Pretto, Alexandra ; Miron, Denise dos Santos ; Santi, Adriana . Oxidative parameters of Rhamdia quelen in response to commercial herbicide containing clomazone and recovery pattern. Pesticide Biochemistry and Physiology , v. 100, p. 145-150, 2011.

  • Menezes, Charlene Cavalheiro ; Fonseca, Milene Braga ; Loro, Vânia Lúcia ; Santi, Adriana ; Cattaneo, Roberta ; Clasen, Bárbara ; Pretto, Alexandra ; Morsch, Vera Maria . Roundup Effects on Oxidative Stress Parameters and Recovery Pattern of Rhamdia quelen. Archives of Environmental Contamination and Toxicology (Print) , v. 60, p. 665-671, 2011.

  • Cattaneo, Roberta ; Clasen, Bárbara ; Loro, Vania Lucia ; Menezes, Charlene Cavalheiro ; Pretto, Alexandra ; Baldisserotto, Bernardo ; Santi, Adriana ; Avila, Luis Antonio . Toxicological Responses of Cyprinus carpio Exposed to a Commercial Formulation Containing Glyphosate. Bulletin of Environmental Contamination and Toxicology , v. 87, p. 597-602, 2011.

  • Cattaneo, Roberta ; Clasen, Bárbara ; Lucia Loro, Vania ; de Menezes, Charlene Cavalheiro ; Moraes, Bibiana ; Santi, Adriana ; Toni, Candida ; de Avila, Luis Antonio ; Zanella, Renato . Toxicological responses of Cyprinus carpio exposed to the herbicide penoxsulam in rice field conditions. JAT. Journal of Applied Toxicology , v. 31, p. 626-632, 2011.

  • MENEZES, C. C. ; Loro, Vania Lúcia ; da Fonseca, Milene Braga ; CATTANEO, R. ; Pretto, Alexandra ; Miron, Denise dos Santos ; Santi, Adriana . Oxidative parameters of Rhamdia quelen in response to commercial herbicide containing clomazone and recovery pattern. Pesticide Biochemistry and Physiology , v. 100, p. 145-150, 2011.

  • Toni, C ; MENEZES, C. C. ; LORO, V. L. ; CLASEN, B. ; CATTANEO, R. ; SANTI, A. ; ZANELLA, R. ; LEITEMPERGER, J. . Oxidative stress biomarkers in Cyprinus carpio exposed to commercial herbicide bispyribac-sodium.. JAT. Journal of Applied Toxicology , v. 30, p. 590-595, 2010.

  • CATTANEO, R. ; LORO, V. L. ; SPANEVELLO, R. ; SILVEIRA, A. F. ; LUZ, L. ; MIRON, D. S. ; FONSECA, M. B. ; MORAES, B. ; CLASEN, B. . Metabolic and histological parameters of silver catfish (Rhamdia quelen) exposed to commercial formulation of 2,4-dichlorophenoxiacetic acid (2,4-D) herbicide. Pesticide Biochemistry and Physiology , v. 92, p. 133-137, 2008.

  • CATTANEO, R. ; ALEGRETTI, Ana Paula ; SAGEBIN, Fernando Rodrigues ; ABREU, Carolina Mariante de ; PETERSEN, Guilherme ; CHATKIN, José M ; THIESEN, Flavia Valladão . Validação de Método para Determinação de Cotinina em Urina por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência. Revista Brasileira de Toxicologia , Submetido, v. 19, p. 21-27, 2007.

  • SEBBEN, Viviane ; SEBBEN, I. ; CATTANEO, R. ; HOFFMEISTER, C. ; LIMBERGER, R. P. . ESTABILIDADE DOS METABÓLITOS DA CONCAÍNA, MACONHA E ANFETAMINAS EM URINA POR EMIT. Química Hoje (Cessou em 2008. Cont. ISSN 2175-1382 Química e Saúde) , v. -, p. 9-11, 2007.

  • GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. ; KAIPER, C. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Temporary immersion bioreactors: cultivation of sweet potato from meristems.. In: Stefenon, Valdir Marcos. (Org.). Micropropagation: methods and effects. 1ed.New York: Nova Science Publishers, 2019, v. , p. 1-.

  • GOLLE, D.P. ; REINIGER, L.R.S. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Molecular markers for analysis of genetic stability in tissue culture of foreset species.. In: Stefenon, Valdir Marcos. (Org.). Micropropagation: methods and effects. 1ed.New York: Nova Science Publishers, 2019, v. , p. 1-.

  • SALASAR, T. C. C. O. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; SALAZAR, R. F. S. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; QUATRIN, A. ; REGIS, C. P. P. . ESTUDO DESCRITIVO SOBRE O USO DE FOLHAS DA BATATA-DOCE E POTENCIAL PARA REDUÇÃO DE EFEITOS OXIDATIVOS. In: JOSÉ MAX BARBOSA DE OLIVEIRA JUNIOR. (Org.). ANÁLISE CRÍTICA DAS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA NATUREZA 2. 1ed.PONTA GROSSA - PR: ATENA, 2019, v. 2, p. 331-338.

  • ARRUDA, A. C. ; SILVA, C. N. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; PERANZONI, V. C. . PESSOAS COM SUPERDOTAÇÃO: APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR. In: MARTHA BOHRER ADAIME; JERÔNIMO SIQUEIRA TYBUSCH; SÍLVIA MARIA DE OLIVEIRA PAVÃO; BRUNA PEREIRA ALVES FIORIN. (Org.). PROMOÇÃO DA APRENDIZAGEM E TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS: APRENDIZAGENS NO ENSINO SUPERIOR ACESSIBILIDADE E AÇÕES AFIRMATIVAS. 1ed.SANTA MARIA-RS: FACOS - UFSM, 2019, v. 1, p. 530-537.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; BIGOLIN, T. ; SIMON, P. C. ; PASINI, M. P. B. ; ARRUDA, A. C. ; JUNQUEIRA, C. ; HERINGER, T. A. . DEFENSIVOS AGRÍCOLAS, SAÚDE E MEIO AMBIENTE. In: CLAUDIA MARIA PRUDENCIO DE MERA; DOMINGOS BENEDETTI RODRIGUES; RAFAEL PIVOTTO BORTOLOTTO. (Org.). DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO SUSTENTÁVEL. 1ed.Cruz Alta: ILUSTRAÇÃO, 2019, v. 2, p. 263-278.

  • PASINI, M. P. B. ; ENGEL, E. ; BORTOLOTTO, R. P. ; ZAMBERLAN, J. F. ; FIORIN, J. E. ; TRAGNAGO, J.L. ; FONTANA, V. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; ARNS, K. ; VINCENSI, C. P. ; MASIERO, C. E. P. ; BRONZATTI, G. P. ; NORA, S. L. D. ; ALMEIDA, J. ; SOUZA, L. M. ; FELTRIN, B. B. ; MANFIO, D. P. ; PIVETTA, B. D. . ÁREA EXPERIMENTAL DE PRODUÇÃO VEGETAL - RESULTADOS DE PESQUISA, SAFRA 2017/2018. In: CLAUDIA MARIA PRUDENCIO DE MERA; DOMINGOS BENEDETTI RODRIGUES; RAFAEL PIVOTTO BORTOLOTTO. (Org.). DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO SUSTENTÁVEL. 1ed.Cruz Alta: ILUSTRAÇÃO, 2019, v. 2, p. 191-204.

  • KELLER, K. D. ; DUTRA, T. S. ; STURMER, G. ; ARRUDA, A. C. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; WINKELMANN, E. R. ; MOREIRA, P. R. . INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA, ENVELHECIMENTO HUMANO E EXERCÍCIOS FÍSICOS. In: RODRIGO DE ROSSO KRUG; MOANE MARCHESAN KRUG. (Org.). MUDANÇAS BIOPSICOSSOCIAIS NO ENVELHECIMENTO: A IMPORTÂNCIA DE PRÁTICAS CORPORAIS NESSE CONTEXTO. 1ed.CURITIBA: CRV, 2019, v. 1, p. 129-139.

  • SALASAR, T. C. C. O. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GOLLE, D.P. ; ZAMBERLAN, J. F. ; GELATTI, G. T. ; KOEFENDER, J. ; SALAZAR, R. F. S. ; BERTE, R. . PROPRIEDADES NUTRICIONAIS E BENEFÍCIOS DO CONSUMO DA POLPA E FOLHA DE BATATA DOCE. In: CLAUDIA MARIA PRUDENCIO DE MERA; DOMINGOS BENEDETTI RODRIGUES; RAFAEL PIVOTTO BORTOLOTTO. (Org.). DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO SUSTENTÁVEL. 1ed.CRUZ ALTA: ILUSTRAÇÃO, 2019, v. 1, p. 149-163.

  • ZAPARTE, A. ; MELO, R.D. ; BONFANTI-AZZOLIN, G. ; FELIPPIN, T. ; MOREIRA, P. R. ; ROBERTA CATTANEO HORN . DANOS OXIDATIVOS EM PACIENTES COM CARCINOMA DE MAMA TRATADOS COM QUIMIOTERAPIA. In: Janaina Coser; Janice de Fátima Pavan Zanella; Tatiana Mugnol. (Org.). EXPERIÊNCIAS E PRÁTICAS MULTIDISCIPLINARES EM ONCOLOGIA. 1ed.Curitiba: CRV, 2018, v. 1, p. 67-76.

  • RONCHI, D. G. ; COSER, J. ; SALAZAR, R. F. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; FELIPPIN, T. ; ZANELLA, J. F. P. . ESTILO DE VIDA DE MULHERES PORTADORAS DE LESÕES PRECURSORAS DO CÂNCER DO COLO DO ÚTERO. In: Ramon Missias-Moreira; Olga Sousa Valentim; Pamela Staliano. (Org.). QUALIDADE DE VIDA E SAÚDE EM UMA PERSPECTIVA INTERDISCIPLINAR. 1ed.Curitiba: CRV, 2018, v. 5, p. 175-187.

  • MARTINS, E. C. ; DEUSCHLE, V. C. N. ; DEUSCHLE, R. A. N. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; Bortolotto, J.W. ; BONFANTI-AZZOLIN, G. . INDICADORES DE PRESCRIÇÃO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA NO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA - RS. In: Vanessa Lima Gonçalves Torres. (Org.). Princípios e Fundamentos das Ciências da Saúde 2. 1ed.Ponta Grossa: Atena, 2018, v. 2, p. 9-22.

  • MORI, N. C. ; GELATTI, G. T. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; ZANELLA, J. ; CABRAL, A. R. ; BEUX, M. T. . EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO ÂMBITO DA AGRICULTURA FAMILIAR. In: Eva Teresinha de Oliveira Boff e Maristela Borin Busnelo. (Org.). LIVRO: EDUCAÇÃO EM SAÚDE - COLEÇÃO: SAÚDE COLETIVA. -ed.IJUI: UNIJUI, 2016, v. 1, p. 121-134.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; ZANELLA, J. ; MORO, J. . Importância da detecção de marcadores inflamatórios no desenvolvimento do câncer. In: Adriane Cristina Bernat. (Org.). Importância da detecção de marcadores inflamatórios no desenvolvimento do câncer. 1ed.Ijui: Unijui, 2015, v. 4, p. 85-100.

  • MORI, N. C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; PEREIRA, R. L. D. ; GIACOMINI, A. ; JASKULSKI, M. ; CARVALHO, L. C. ; THOMAS, M. L. ; CABRAL, A. R. ; BOFF, E. T. O. ; GARCES, S.B.B. . ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: CONHECENDO A COMUNIDADE PARA PENSAR EDUCAÇÃO EM SAÚDE. In: ANTONIO ESCANDIEL; MARIA APARECIDA CAMARGO. (Org.). ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: CONHECENDO A COMUNIDADE PARA PENSAR EDUCAÇÃO EM SAÚDE. 1ed.CURITIBA: CRV, 2015, v. 1, p. 361-369.

  • GOLLE, D.P. ; RITTER, N.S. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Horta educativa na escola:uma prática para segurança alimentar e nutricional. In: ANTONIO ESCANDIEL; MARIA APARECIDA CAMARGO. (Org.). Horta educativa na escola:uma prática para segurança alimentar e nutricional. 1ed.CURITIBA: CRV, 2015, v. 1, p. 331-344.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; JUNQUEIRA, C. ; DE OLIVEIRA, J.S. ; DIAS, H. M. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; OLIVEIRA, M. F. ; MORI, N. C. ; GARCES, S.B.B. . MARCADORES BIOLÓGICOS EM IDOSOS RURAIS DA REGIÃO DO COREDE ALTO JACUÍ. In: SOLANGE BEATRIZ BILLIG GARCES. (Org.). CONDIÇÕES DE SAÚDE, SOCIABILIDADES E TRAJETÓRIAS DE VIDA DE IDOSOS PRODUTORES RURAIS: UM ESTUDO EM MUNICÍPIOS DA REGIÃO DO COREDE ALGO JACUI. 1ed.Cruz Alta: UNICRUZ, 2015, v. 1, p. 95-102.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; Murussi, C.R. ; SANTI, A. ; FIUZA, T da Luz . Marcadores Oxidativo na Hiperglicemia. In: Evelise Moraes Berlezi e Eliane Roseli Winkelmann. (Org.). Marcadores Oxidativo na Hiperglicemia. 3ed.Ijui: Unijui, 2014, v. 3, p. 151-163.

  • Calegarro, C. ; PANDA, M. D. J. ; CATTANEO, R. . Estilo de vida saudável: o caminho para melhores níveis de saúde da população brasileira. In: Evelise Moraes Berlezi, Karla Renata Oliveira, Ligia Beatriz Bento Franz. (Org.). Estilo de vida saudável: o caminho para melhores níveis de saúde da população brasileira. 2ed.Ijui: Editora UNIJUI, 2013, v. 2, p. 159-172.

  • MIRON, D. S. ; LORO, V. L. ; MORSCH, V. ; PRETTO, A. ; MENEZES, C. C. ; CATTANEO, R. ; MORAES, B. ; Bárbara Clasen ; ZANELLA, R. . Monitor Clomazone Herbicide On Piava (Leporinus Obtusidens) At The Concentration Used In Rice Fields, Using Some Toxicology Parameters. In: BILIBIO, Carolina, HENSEL, Oliver, SELBACH, Jeferson.. (Org.). SUSTAINABLE WATER MANAGEMENT IN THE TROPICS AND SUBTROPICS - AND CASE STUDIES IN BRAZIL,. : Unipampa/Unikassel/PGcult-UFMA, 2011, v. 1, p. -.

  • LORO, V. L. ; MIRON, D. S. ; MENEZES, C. C. ; CATTANEO, R. ; Toni, C ; MORAES, B. ; SANTI, A. ; CLASEN, B. ; ZANELLA, R. . Environmentally Relevant Clomazone Concentration Affects Oxidative Parameters Of Leporinus Obtusidens - A Field Study. In: BILIBIO, Carolina, HENSEL, Oliver, SELBACH, Jeferson. (Org.). SUSTAINABLE WATER MANAGEMENT IN THE TROPICS AND SUBTROPICS - AND CASE STUDIES IN BRAZIL. 1ed.: Unipampa/Unikassel/PGcult-UFMA, 2011, v. 1, p. 1-1.

  • KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; MANFIO, C.E. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; CAMERA, J. N. . MANDIOCA: CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DE CULTIVARES TRADICIONAIS DO ALTO JACUÍ.. Agrocampo, Cruz Alta, p. 45 - 45, 01 dez. 2015.

  • PESAMOSCA, N. M. ; BERGOLI, R. ; QUATRIN, A. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; ROSA, L. D. . FITOTERAPIA NO CONTROLE DO CARRAPATO BOVINO Rhipicephalus (Boophilus) microplus. In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2019, CRUZ ALTA. FITOTERAPIA NO CONTROLE DO CARRAPATO BOVINO Rhipicephalus (Boophilus) microplus, 2018.

  • THUMS, I. A. ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; MAYER, M. S. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; MORI, NATACHA COSSETTIN . DIFERENTES MODALIDADES DE EXERCÍCIO FÍSICO: EFEITO SOB O PERCENTUAL DE GORDURA CORPORAL E MASSA MAGRA. In: SALÃO DO CONHECIMENTO, 2016, IJUI. DIFERENTES MODALIDADES DE EXERCÍCIO FÍSICO: EFEITO SOB O PERCENTUAL DE GORDURA CORPORAL E MASSA MAGRA, 2016.

  • THUMS, I. A. ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; MAYER, M. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. . DIFERENTES MODALIDADES DE EXERCÍCIO FÍSICO: EFEITO SOB O PERCENTUAL DE GORDURA CORPORAL E MASSA MAGRA. In: SALÃO DO CONHECIMENTO, 2016, IJUI. DIFERENTES MODALIDADES DE EXERCÍCIO FÍSICO: EFEITO SOB O PERCENTUAL DE GORDURA CORPORAL E MASSA MAGRA, 2016.

  • KOEFENDER, J. ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; DAMBROZ, A. B. . POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DAS CARACTERISTICAS DO CAULE COMO MARCADORES MORFOLOGICOS NA CARACTERIZAÇÃO DE ACESSOS DE MANDIOCA TRADICIONAL DO ALTO JACUI-RS. In: 16° CONGRESSO BRASILEIRO DE MANDIOCA; 1° CONGRESSO LATINO-AMERICANO E CARIBENHO DE MANDIOCA, 2015, FOZ DO IGUAÇU. POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DAS CARACTERISTICAS DO CAULE COMO MARCADORES MORFOLOGICOS NA CARACTERIZAÇÃO DE ACESSOS DE MANDIOCA TRADICIONAL DO ALTO JACUI-RS, 2015.

  • MANFIO, C.E. ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; HOCMULLER, J. H. ; DAMBROZ, A. B. . USO DE BAP E ANA NO DESENVOLVIMENTO IN VITRO DE TRÊS VARIEDADES DE MANDIOCA. In: 16° CONGRESSO BRASILEIRO DE MANDIOCA; 1° CONGRESSO LATINO-AMERICANO E CARIBENHO DE MANDIOCA, 2015, FOZ DO IGUAÇU. USO DE BAP E ANA NO DESENVOLVIMENTO IN VITRO DE TRÊS VARIEDADES DE MANDIOCA, 2015.

  • MORI, N. C. ; OLIVEIRA, C. ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; BORTOLOTTO, J. ; PICININI, M. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Avaliação dos níveis de marcadores oxidativos após exposição de eritrócitos de agricultores ao extrato das flores de Calendula officinalis L. (Asteraceae).. In: IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica, 2014, Cruz Alta. IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica, 2014.

  • JUNGES, L. ; MAGNI, L. P. ; BORTOLOTTO, J. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Avaliação dos níveis de proteinas carboniladas e ácido tiobarbitúrico em eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (ácido 2,4 - Diclorofenoxiacético) tratados com a infusão da folha de cobrina. In: IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014, Cruz Alta. IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014.

  • SOUZA, J. R. P. ; SCHIMDT, S. F. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; KOEFENDER, J. ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. . Estabelecimento in vitro de Tabernaemontana catharinensis DC. (Apocynaceae) em diferentes meios de cultivos. In: IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014, Cruz Alta. IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014.

  • RIBAS JUNIOR, V. S. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; LIRIO, J. P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; POSSENTI, C.G.R. ; KOEFENDER, J. . Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite. In: IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014, Cruz Alta. IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014.

  • DIAS, H. M. ; OLIVEIRA, A. F. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; KOEFENDER, J. . Estudo in vitro do efeito antioxidante do extrato de diferentes partes da planta Ruta Graveolens L. sobre eritrocitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (ácido 2,4-Diclorofenoxiácetico). In: IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014, Cruz Alta. IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014.

  • SCHIMDT, S. F. ; BRANDELERO, D. ; KOEFENDER, J. ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN . ADENSAMENTO NO PLANTIO E PRODUTIVIDADE DE Physalis. In: IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014, Cruz Alta. IX Encontro dos Grupos de Pesquisa da Unicruz, IV Seminário de Iniciação Científica,, 2014.

  • SOARES, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; Bortolotto, J.W. . AVALIAÇÃO IN VITRO DO EFEITO OXIDANTE E ANTIOXIDANTE DO EXTRATO DO FRUTO DE PHYSALIS PERUVIANA L. - SOLANACEAE EM ERITROCITOS EXPSOTOS AO HERBICIDA 2,4-D. In: XIX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA; XII MOSTRA DE EXTENSÃO E I MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO, 2014, Cruz Alta. AVALIAÇÃO IN VITRO DO EFEITO OXIDANTE E ANTIOXIDANTE DO EXTRATO DO FRUTO DE PHYSALIS PERUVIANA L. - SOLANACEAE EM ERITROCITOS EXPSOTOS AO HERBICIDA 2,4-D, 2014.

  • OLIVEIRA, C. ; LEAL, P. A. P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; BORTOLOTTO, J. ; DIAS, H. M. ; MORI, NATACHA COSSETTIN . AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS HEPATICOS DE AGRICULTORES FAMILIARES DO COREDE ALTO JACUI/RS. In: XIX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XII MOSTRA DE EXTENSÃO E I MOSTRA DA PÓS-GRAUDAÇÃO, 2014, Cruz Alta. AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS HEPATICOS DE AGRICULTORES FAMILIARES DO COREDE ALTO JACUI/RS, 2014.

  • MORI, NATACHA COSSETTIN ; LEAL, P. A. P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; BORTOLOTTO, J. ; DIAS, H. M. . AVALIAÇÃO DE PARAMETROS RENAIS DE AGRICULTORES FAMILIARES DO COREDE ALTO JACUI/RS. In: XIX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XII MOSTRA DE EXTENSÃO; I MOSTRA DE PÓS GRADUAÇÃO, 2014, Cruz Alta. AVALIAÇÃO DE PARAMETROS RENAIS DE AGRICULTORES FAMILIARES DO COREDE ALTO JACUI/RS, 2014.

  • MORI, NATACHA COSSETTIN ; LEAL, P. A. P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; BORTOLOTTO, J. ; DIAS, H. M. ; OLIVEIRA, C. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE MARCADORES DE ESTRESSE OXIDATIVO EM AGRICULTORES FAMILIARES DO COREDE ALTO JACUI/RS. In: XIX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XII MOSTRA DE EXTENSÃO; I MOSTRA DE PÓS GRADUAÇÃO, 2014, Cruz Alta. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE MARCADORES DE ESTRESSE OXIDATIVO EM AGRICULTORES FAMILIARES DO COREDE ALTO JACUI/RS, 2014.

  • POSSENTI, C.G.R. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; Clasen B. ; LORO, Vania Lucia . Análise da enzima acetilcolinesterase em carpas húngaras (Cyprinus carpio) expostos ao glifosato, Roundup (48%).. In: II Congresso Internacional em Saúde: Meio Ambiente e Saúde, 2013, Ijuí. Análise da enzima acetilcolinesterase em carpas húngaras (Cyprinus carpio) expostos ao glifosato, Roundup (48%)., 2013.

  • POSSENTI, C.G.R. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; Clasen B. ; LORO, Vania Lucia . Análise de figado e cérebro de carpas húngaras (Cyprinus carpio) expostas a uma formulação de glifosato, Roundup (48%).. In: II Congresso Internacional em Saúde: Meio Ambiente e Saúde, 2013, Ijuí. Análise de figado e cérebro de carpas húngaras (Cyprinus carpio) expostas a uma formulação de glifosato, Roundup (48%)., 2013.

  • POSSENTI, C.G.R. ; GOLLE, D.P. ; MANFIO, C.E. ; ROBERTA CATTANEO HORN . APLICAÇÕES E USO POPULAR DA Mentha spp.. In: MERCOSUL, 2013, Cruz Alta. APLICAÇÕES E USO POPULAR DA Mentha spp., 2013.

  • POSSENTI, C.G.R. ; DIAZ, J.D.S. ; SPEROTTO, V. R. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO E EFEITO ANTIOXIDANTE DO EXTRATO DE Mentha arvensis UTILIZANDO TESTES ?in vitro? COM ERITRÓCITOS DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA. In: III SALÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS DO XVI FORUM DE PRODUÇÃO PECUÁRIA-LEITE, 2013, Cruz Alta. AVALIAÇÃO E EFEITO ANTIOXIDANTE DO EXTRATO DE Mentha arvensis UTILIZANDO TESTES ?in vitro? COM ERITRÓCITOS DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA, 2013.

  • POSSENTI, C.G.R. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; DIAZ, J.D.S. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA, 2013.

  • SOUZA, J. R. P. ; SECRETTI, D. ; SCHIMDT, S. F. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. . PROPAGAÇÃO IN VITRO DE SETE CAPOTES (CAMPOMANESIA GUAZUMIFOLIA). In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. PROPAGAÇÃO IN VITRO DE SETE CAPOTES (CAMPOMANESIA GUAZUMIFOLIA), 2013.

  • SOUZA, J. R. P. ; SECRETTI, D. ; SCHIMDT, S. F. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. . MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE ARRUDA EM DIFERENTES CONSISTÊNCIAS DE MEIO DE CULTIVO. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE ARRUDA EM DIFERENTES CONSISTÊNCIAS DE MEIO DE CULTIVO, 2013.

  • CHAVES, L. ; DONATO, L. Q. ; MALDANER, L. L. ; MELO, R.D. ; CATTANEO, R. ; Calegarro, C. . EFEITOS DO TREINAMENTO MUSCULAR INSPIRATÓRIO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVÍDUOS OBESOS. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. EFEITOS DO TREINAMENTO MUSCULAR INSPIRATÓRIO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVÍDUOS OBESOS, 2013.

  • SOARES, J. ; CORREA, F. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO DO PERFIL OXIDANTE EM PACIENTES COM HIPERGLICEMIA. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO., 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • REIS, G. ; MURUSSI, C.R. ; SANTI, A. ; Clasen B. ; LORO, Vania Lucia ; Nagel, A.S. ; Bortolotto, J.W. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO DO PERFIL OXIDATIVO E DA ATIVIDADE DA ENZIMA AChE EM AGRICULTORES EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • JUNQUEIRA, C. ; DAL, L.A. ; MURUSSI, C.R. ; SANTI, A. ; ROBERTA CATTANEO HORN . ESTUDO DO PERFIL OXIDATIVO EM PACIENTES COM HIPOTIREOIDISMO. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • CORREA, F. ; SOARES, J. ; CATTANEO, R. . AVALIAÇÃO ANTIOXIDANTE EM PACIENTES COM HIPERGLICEMIA. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • SEIFERT, Q.C.B.S. ; GRAUNKE, A. ; DUMBOCK, A. ; PEREIRA, D. A. S. ; PIROTTI, E. P. ; MORESCO, G. R. ; LISBOA, L. D. ; ROBERTA CATTANEO HORN . Saúde Ocupacional no Meio Rural. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • POSSENTI, C.G.R. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; FINKLER, F. ; SPEROTTO, V. R. ; DIAZ, J. D. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN . APLICAÇÕES DE EXTRATOS DE Mentha villosa EM CULTIVO 'in vitro' DE E. coli e S. aureus.. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • CORREA, F. A. ; HORST, C. L. ; DIAS, H. M. ; SILVA, G. B. ; RIBAS JUNIOR, V. S. ; ROSA, C. C. ; DORNELLES, J. P. ; LOPES, W. F. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; CARVALHO, T. G. M. L. . SAÚDE E PREVENÇÃO NO IEEM PROFESSOR ANNES DIAS: DESMISTIFICANDO ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • BRAUN, C.C. ; CATTANEO, R. ; Marques, J.F.Z. ; Juliano Moro ; Quatrin, G.D. . COMPARAÇÃO DA QUANTIDADE DE COMPONENTES QUÍMICOS EM AGUARDENTES ARTESANAIS E INDUSTRIAIS. In: XVI SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E IX MOSTRA DE EXTENSÃO, 2011, Cruz Alta-RS. COMPARAÇÃO DA QUANTIDADE DE COMPONENTES QUÍMICOS EM AGUARDENTES ARTESANAIS E INDUSTRIAIS, 2011.

  • DA LUZ, M.B. ; BONETTI, L.P. ; CATTANEO, R. . Diferentes Doses de Adubação Nitrogenada em Arroz Irrigado (ORIZA SATIVA L.). In: XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XII Mostra de Iniciação Científica: 15 anos Construindo Sentidos na Diversidade; VII Mostra de Extensão, 2010, Cruz Alta-Rs. Diferentes Doses de Adubação Nitrogenada em Arroz Irrigado (ORIZA SATIVA L.), 2010.

  • DA LUZ, M.B. ; UHDE, S., ; BONETTI, L.P. ; CATTANEO, R. . Danos Mecânicos o Maior Agravante nas Sementes de Soja. In: XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XII Mostra de Iniciação Científica: 15 anos Construindo Sentidos na Diversidade; VII Mostra de Extensão, 2010, Cruz Alta-RS. Danos Mecânicos o Maior Agravante nas Sementes de Soja, 2010.

  • TRAGNAGO, J.L. ; DA LUZ, M.B. ; BACH, A. ; RUBIN, D.H. ; SILVA, A.N. ; CATTANEO, R. . Avaliação de Híbridos Experimentais de Sorgo para Pastejo. In: XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XIII Mostra de Iniciação Científica; VIII Mostra de Extensão, 2010, Cruz Alta-RS. Avaliação de Híbridos Experimentais de Sorgo para Pastejo, 2010.

  • DA LUZ, M.B. ; BONETTI, L.P. ; CATTANEO, R. ; UHDE, S., . Avaliação de Danos por Percevejo em Sementes de Soja por Meio do Teste de Tetrazólio. In: XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XIII Mostra de Iniciação Científica; VIII Mostra de Extensão, 2010, Cruz Alta-RS. Avaliação de Danos por Percevejo em Sementes de Soja por Meio do Teste de Tetrazólio, 2010.

  • DA LUZ, M.B. ; UHDE, S., ; BONETTI, L.P. ; CATTANEO, R. . Avaliação de Vigor Relacionado com Dano por Umidade em Sementes de Soja por Meio do Teste de Tetrazólio. In: XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XIII Mostra de Iniciação Científica; VIII Mostra de Extensão, 2010, Cruz Alta-RS. Avaliação de Vigor Relacionado com Dano por Umidade em Sementes de Soja por Meio do Teste de Tetrazólio, 2010.

  • ARRUDA, A. C. ; BERTE, R. ; REGIO, C. P. P. ; RECKTENWALD, R. ; SALASAR, T. C. C. O. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . AÇÕES CELULARES DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DE FOLHAS DE BATATA-DOCE. In: 6º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE - VIGILÂNCIA EM SAÚDE: AÇÕES DE PROMOÇÃO, PREVENÇÃO, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO, 2019, IJUI. AÇÕES CELULARES DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DE FOLHAS DE BATATA-DOCE, 2019.

  • ARRUDA, A. C. ; HERINGER, T. ; KOEFENDER, J. ; QUATRIN, A. ; SALASAR, T. C. C. O. ; ROBERTA CATTANEO HORN . CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA DE EXTRATOS HIDROETANOLICO DE FOLHAS DE BATATA-DOCE. In: 6º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE - VIGILÂNCIA EM SAÚDE: AÇÕES DE PROMOÇÃO, PREVENÇÃO, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO, 2019, IJUI. CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA DE EXTRATOS HIDROETANOLICO DE FOLHAS DE BATATA-DOCE, 2019.

  • ARRUDA, A. C. ; QUATRIN, A. ; CAMERA, J. N. ; HERINGER, T. A. ; ALEGRANSI, C. ; AUGUSTO, T. H. ; VINCENSI, T. M. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN . CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA DE VITAMINA C E CAROTENÓIDES DE FOLHAS E RAIZES DE BATATA-DOCE (Ipomoea batatas (L.) Lam). In: 13ª REUNIÃO TÉCNICA ESTADUAL SOBRE PLANTAS BIOATIVAS I CONGRESSO SUL BRASILEIRO DE PLANTAS BIOATIVAS, 2019, SANTA CRUZ DO SUL. CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA DE VITAMINA C E CAROTENÓIDES DE FOLHAS E RAIZES DE BATATA-DOCE (Ipomoea batatas (L.) Lam), 2019.

  • GOULART, J. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; CUNHA, G. G. ; TOZETTI, A. M. . OXIDATIVE DAMAGES IN TADPOLES OF THE SPECIES Scinax Fuscovarius (AMPHIBIA: ANURA) UNDER THE INFLUENCE OF PESTICIDE USED IN SOYBEAN CULTIVATION. In: 17 th IATDMCT, 2019, FOZ DO IGUAÇU. OXIDATIVE DAMAGES IN TADPOLES OF THE SPECIES Scinax Fuscovarius (AMPHIBIA: ANURA) UNDER THE INFLUENCE OF PESTICIDE USED IN SOYBEAN CULTIVATION, 2019.

  • MAYER, M. S. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; FRIELINK, A. P. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN . PERFIL INFLAMATÓRIO DE AGRICULTORES EXPOSTOS A AGROTÓXICOS. In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2019. PERFIL INFLAMATÓRIO DE AGRICULTORES EXPOSTOS A AGROTÓXICOS, 2018.

  • SALASAR, T. C. C. O. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; QUATRIN, A. ; REGIO, C. P. P. ; SALAZAR, R. F. S. . ESTUDO DESCRITIVO SOBRE O USO DE FOLHAS DA BATATA-DOCE E POTENCIAL PARA REDUÇÃO DE EFEITOS OXIDATIVOS (COMUNICADO). In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2019, CRUZ ALTA. ESTUDO DESCRITIVO SOBRE O USO DE FOLHAS DA BATATA-DOCE E POTENCIAL PARA REDUÇÃO DE EFEITOS OXIDATIVOS (COMUNICADO), 2018.

  • MARCHEZAN, A. ; MOURA, D. ; FOGLIATO, T. ; COUTO, A. S. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. . SUSCETIBILIDADE DE GENÓTIPOS DE BATATA-DOCE A PLENODOMUS DESTRUENS. In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2019, CRUZ ALTA. SUSCETIBILIDADE DE GENÓTIPOS DE BATATA-DOCE A PLENODOMUS DESTRUENS, 2018.

  • CAMERA, J. N. ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; SCHOFFEL, A. ; SCHMIDT, S. F. P. . PRODUÇÃO DE MANIVAS SEMENTES A PARTIR DE MUDAS PROVENIENTES DA PROPAGAÇÃO RÁPIDA. In: XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE MANDIOCA E O II CONGRESSO LATINO-AMERICANO CARIBENHO DE MANDIOCA, 2018, BELÉM-PA. PRODUÇÃO DE MANIVAS SEMENTES A PARTIR DE MUDAS PROVENIENTES DA PROPAGAÇÃO RÁPIDA, 2018.

  • GOULART, J. S. ; CUNHA, G. ; MAYER, M. S. ; TISSIANI, A. C. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; GARCES, N. B. ; SILVA, I. R. ; TOZETTI, A. M. ; ROBERTA CATTANEO HORN . OXIDATIVE DAMAGES IN TADPOLES OF Dendropsophus minutus (AMPHIBIA: ANURA) EXPOSURES TO PESTICIDES USED IN SOYBEAN CULTIVATION. In: II LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY; MODERN TOXICOLOGY FOR HEALTH AND PREVENTION, 2018, PORTO ALEGRE. OXIDATIVE DAMAGES IN TADPOLES OF Dendropsophus minutus (AMPHIBIA: ANURA) EXPOSURES TO PESTICIDES USED IN SOYBEAN CULTIVATION, 2018.

  • FELIPPIN, T. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; HIRSCH, G. E. ; MARTINS, L. A. M. ; GUMA, F.T.C.R ; ZAPARTE, A. ; MORRONE, F. B. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; GARCES, N. B. . CYTOTOXIC EFFECT OF M. glomerata SPRENGEL HYDROALCOHOLIC EXTRACT. In: II LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY; MODERN TOXICOLOGY FOR HEALTH AND PREVENTION, 2018, PORTO ALEGRE. CYTOTOXIC EFFECT OF M. glomerata SPRENGEL HYDROALCOHOLIC EXTRACT, 2018.

  • RUBIN, C. C. B. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; HIRSCH, G. E. ; MAYER, M. S. ; FELIPPIN, T. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; BATISTA, N. N. ; TISSIANI, A. C. ; CALCADA, J. P. C. ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. . LEVELS OF MALONDIALDEHYDE AND REDUCED GLUTATHIONE IN DIFFERENT GESTATIONAL PHASES. In: II LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY; MODERN TOXICOLOGY FOR HEALTH AND PREVENTION, 2018, PORTO ALEGRE. LEVELS OF MALONDIALDEHYDE AND REDUCED GLUTATHIONE IN DIFFERENT GESTATIONAL PHASES, 2018.

  • GARCES, N. B. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; HIRSCH, G. E. ; MARTINS, L. A. M. ; GUMA, F.T.C.R ; ZAPARTE, A. ; MORRONE, F. B. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; FELIPPIN, T. . EFFECTS OF M.glomerata HYDROALCOHOLIC EXTRACT ON THE REDOX BALANCE IN T24 CELLS OF BLADDER CANCER. In: II LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY, 2018, PORTO ALEGRE. EFFECTS OF M.glomerata HYDROALCOHOLIC EXTRACT ON THE REDOX BALANCE IN T24 CELLS OF BLADDER CANCER.

  • GOULART, J. S. ; CUNHA, G. G. ; MAYER, M. S. ; TISSIANI, A. C. ; FELIPPIN, T. ; SILVA, I. R. ; TOZETTI, A. M. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . ATIVIDADE DA ENZIMA GLUTATIONA PEROXIDASE EM GIRINOS EXPOSTOS A PESTICIDAS UTILIZADOS NO CULTIVO DA SOJA. In: I SIMPÓSIO GAÚCHO DE TOXICOLOGIA E SAÚDE AMBIENTAL, 2018, RIO GRANDE. ATIVIDADE DA ENZIMA GLUTATIONA PEROXIDASE EM GIRINOS EXPOSTOS A PESTICIDAS UTILIZADOS NO CULTIVO DA SOJA, 2018.

  • GOULART, J. S. ; MAYER, M. S. ; TISSIANI, A. C. ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; GARCES, N. B. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . ATIVIDADE DA ENZIMA SUPEROXIDO DISMUTASE EM AGRICULTORES EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS. In: I SIMPÓSIO GAÚCHO DE TOXICOLOGIA E SAÚDE AMBIENTAL, 2018, RIO GRANDE. ATIVIDADE DA ENZIMA SUPEROXIDO DISMUTASE EM AGRICULTORES EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS, 2018.

  • ERTHAL, E. S. ; SALASAR, T. C. C. O. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; IZARIO FILHO, H. J. ; SALAZAR, L. N. ; SALAZAR, R. F. S. . POTENTIAL EVALUATION OF SELENIUM CONTENT (Se) IN IPOMOEA POTATOES FOR LATER USE AS AN ANTIOXIDANT MINERAL SOURCE. In: 5to CONGRESO URUGUAYO DE QUÍMICA ANALÍTICA, 2018, MONTEVIDEO - URUGUAY. POTENTIAL EVALUATION OF SELENIUM CONTENT (Se) IN IPOMOEA POTATOES FOR LATER USE AS AN ANTIOXIDANT MINERAL SOURCE, 2018.

  • ERTHAL, E. S. ; SALASAR, T. C. C. O. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; IZARIO FILHO, H. J. ; SALAZAR, L. N. ; SALAZAR, R. F. S. . EVALUATION AND DISTRIBUTION OF LEAD (Pb) IN DIFFERENT PARTS OF IPOMOEA POTATOES. In: 5to CONGRESO URUGUAYO DE QUÍMICA ANALÍTICA, 2018, MONTEVIDEO - URUGUAI. EVALUATION AND DISTRIBUTION OF LEAD (Pb) IN DIFFERENT PARTS OF IPOMOEA POTATOES, 2018.

  • GOULART, J. S. ; CUNHA, G. G. ; MAYER, M. S. ; TISSIANI, A. C. ; TOZETTI, A. M. ; ROBERTA CATTANEO HORN . ATIVIDADE DA ENZIMA SUPERÓXIDO DISMUTASE EM GIRINOS DA ESPÉCIE DENDROPSOPHUS MINUTUS (AMPHIBIA ANURA) EXPOSTOS A AGROTÓXICOS. In: XIV SEMANA ACADÊMICA DO CURSO DE BIOMEDICINA, 2018, Cruz Alta. ATIVIDADE DA ENZIMA SUPERÓXIDO DISMUTASE EM GIRINOS DA ESPÉCIE DENDROPSOPHUS MINUTUS (AMPHIBIA ANURA) EXPOSTOS A AGROTÓXICOS, 2018.

  • GARCES, N. B. ; GOULART, J. S. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. . AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DE MANDIOCA. In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - CIÊNCIA E DIVERSIDADE - XXI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, XVI MOSTRA DE EXTENSÃO, V MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO, IV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Jr, III MOSTRA FOTOGRAFICA, 2018, CRUZ ALTA. AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DE MANDIOCA, 2018.

  • GOULART, J. S. ; CUNHA, G. G. ; MAYER, M. S. ; TISSIANI, A. C. ; GARCES, N. B. ; TOZETTI, A. M. ; ROBERTA CATTANEO HORN . ATIVIDADE DA ENZIMA GLUTATIONA-S-TRANSFERASE EM GIRINOS DA ESPÉCIE Dendropsophus minutus (AMPHIBIA: ANURA) EXPOSTOS A AGROTÓXICOS). In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - CIÊNCIA E DIVERSIDADE - XXI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIIENTÍFICA, XVI MOSTRA DE EXTENSÃO, V MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO, IV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Jr, III MOSTRA FOTOGRÁFICA, 2018, CRUZ ALTA. ATIVIDADE DA ENZIMA GLUTATIONA-S-TRANSFERASE EM GIRINOS DA ESPÉCIE Dendropsophus minutus (AMPHIBIA: ANURA) EXPOSTOS A AGROTÓXICOS), 2018.

  • COSTA, T. S. ; MUGNOL, T. ; HOCH, C. ; BRAGA, B. S. ; EICKOFF, S. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; COSER, J. ; ZANELLA, J. F. P. . SAFETY DAY: DIA MUNDIAL DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO. In: XXII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2018, CRUZ ALTA. SAFETY DAY: DIA MUNDIAL DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO, 2019.

  • MARCHEZAN, A. ; MOURA, D. ; KAIPER, C. ; COUTO, A. S. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. . USO DE BIOESTIMULANTE NO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE BATATA-DOCE. In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2018, CRUZ ALTA. USO DE BIOESTIMULANTE NO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE BATATA-DOCE, 2018.

  • MARCHEZAN, A. ; MOURA, D. ; KAIPER, C. ; COUTO, A. S. ; GOLLE, D.P. ; HORN, R.C. ; KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. . EFEITO DO EXTRATO DE TIRIRICA NO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE BATATA-DOCE. In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2018, CRUZ ALTA. EFEITO DO EXTRATO DE TIRIRICA NO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE BATATA-DOCE, 2018.

  • MOREIRA, T. F. ; KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; NETO, N. ; KAIPER, C. ; MARCHEZAN, A. ; LASCH, C. ; HOCHMULLER, A. L. H. . EXTRATO VEGETAL NO CONTROLE DE XANTHOMONAS AXONOPODIS PV. MANIHOTS. In: XXIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2018, CRUZ ALTA. EXTRATO VEGETAL NO CONTROLE DE XANTHOMONAS AXONOPODIS PV. MANIHOTS, 2018.

  • FELIPPIN, T. ; NASCIMENTO, S. S. ; DIEFENTHALER, V. L. ; RUBIN, C. C. B. ; HIRSCH, G. E. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE MALONDIALDEÍDO EM MULHERES OBESAS PRÉ E PÓS-CIRURGIA BARIÁTRICA. In: 4º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: INOVAÇÃO EM SAÚDE - PERSPECTIVAS, TENDÊNCIAS E DESAFIOS, 2017, IJUI. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE MALONDIALDEÍDO EM MULHERES OBESAS PRÉ E PÓS-CIRURGIA BARIÁTRICA, 2017.

  • GOULART, J. S. ; HAMERSKI, H. M. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; FELIPPIN, T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; GARCES, S.B.B. ; SALAZAR, R. F. S. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . LEVELS OF MALONDIALDEHYD IN CRACK USERS DURING HOSPITAL DETOXIFICATION. In: XX CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA, 2017, GOIANIA-GO. LEVELS OF MALONDIALDEHYD IN CRACK USERS DURING HOSPITAL DETOXIFICATION, 2017.

  • GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; MAYER, M. S. ; TISSIANI, A. C. ; GOULART, J. S. ; HAMERSKI, H. M. ; SALAZAR, R. F. S. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . RELATIONSHIP BETWEEN LEVELS OF OXIDATIVE STRES MARKERS IN CRACK USERS WITH THE NUMBER OF STONES USED PER EPISODE. In: XX CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA, 2017, GOIANIA - GO. RELATIONSHIP BETWEEN LEVELS OF OXIDATIVE STRES MARKERS IN CRACK USERS WITH THE NUMBER OF STONES USED PER EPISODE, 2017.

  • TISSIANI, A. C. ; FELIPPIN, T. ; GELATTI, G. T. ; MAYER, M. S. ; GOULART, J. S. ; HAMERSKI, H. M. ; SALAZAR, R. F. S. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . LEVELS OF REDUCED GLUTATIONE IN CRACK USERS DURING HOSPITAL DETOXIFICATION. In: XX CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA, 2017. LEVELS OF REDUCED GLUTATIONE IN CRACK USERS DURING HOSPITAL DETOXIFICATION.

  • MAYER, M. S. ; FELIPPIN, T. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; TISSIANI, A. C. ; GOULART, J. S. ; HAMERSKI, H. M. ; SALAZAR, R. F. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN . PROTEIN CARBONILLATION LEVELS IN CRACK USERS DURING HOSPITAL DETOXIFICATION. In: XX CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA, 2017, GOIANIA - GO. PROTEIN CARBONILLATION LEVELS IN CRACK USERS DURING HOSPITAL DETOXIFICATION, 2017.

  • GOULART, J. S. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; FELIPPIN, T. ; MAYER, M. S. ; TISSIANI, A. C. ; ROBERTA CATTANEO HORN . NÍVEIS DE MALONDIALDEÍDO APÓS A INFUSÃO IN VITRO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. In: XXII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XV MOSTRA DE EXTENSÃO; IV MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO; III MOSTRA DE INICIAÇÃO JR E II MOSTRA FOTOGRÁFICA - ' REDES E TERRITÓRIOS', 2017, CRUZ ALTA. NÍVEIS DE MALONDIALDEÍDO APÓS A INFUSÃO IN VITRO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, 2017.

  • MAYER, M. S. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; TISSIANI, A. C. ; FELIPPIN, T. ; FRIELINK, A. P. ; GOULART, J. ; GARCES, N. B. ; ROBERTA CATTANEO HORN . NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM PLASMA DE AGRICULTORES EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS. In: XXII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XV MOSTRA DE EXTENSÃO; IV MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO; III MOSTRA DE INICIAÇÃO JR E II MOSTRA FOTOGRÁFICA - ' REDES E TERRITÓRIOS', 2017, CRUZ ALTA. NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM PLASMA DE AGRICULTORES EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS, 2017.

  • OLIVEIRA, B. C. ; MAYER, M. S. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; TISSIANI, A. C. ; FELIPPIN, T. ; FRIELINK, A. P. ; GOULART, J. S. ; GARCES, N. B. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . NÍVEIS DE LIPOPEROXIDAÇÃO EM PLASMA DE AGRICULTORES EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS. In: XXII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XV MOSTRA DE EXTENSÃO; IV MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO; III MOSTRA DE INICIAÇÃO JR E II MOSTRA FOTOGRÁFICA - ' REDES E TERRITÓRIOS', 2017, CRUZ ALTA. NÍVEIS DE LIPOPEROXIDAÇÃO EM PLASMA DE AGRICULTORES EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS, 2017.

  • TISSIANI, A. C. ; FELIPPIN, T. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; MAYER, M. S. ; GOULART, J. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN . NÍVEIS DE LIPOPEROXIDAÇÃO NO PLASMA DE MULHERES COM ALTERAÇÕES CITOPATOLÓGICAS. In: XXII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XV MOSTRA DE EXTENSÃO; IV MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO; III MOSTRA DE INICIAÇÃO JR E II MOSTRA FOTOGRÁFICA - ' REDES E TERRITÓRIOS', 2017, CRUZ ALTA. NÍVEIS DE LIPOPEROXIDAÇÃO NO PLASMA DE MULHERES COM ALTERAÇÕES CITOPATOLÓGICAS, 2017.

  • TISSIANI, A. C. ; FELIPPIN, T. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; MAYER, M. S. ; GOULART, J. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITROCITOS DE MULHERES COM ASC-US TRATADAS IN VITRO COM MIKANIA GLOMERATA SPRENGEL. In: XXII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XV MOSTRA DE EXTENSÃO; IV MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO; III MOSTRA DE INICIAÇÃO JR E II MOSTRA FOTOGRÁFICA - ' REDES E TERRITÓRIOS', 2017, CRUZ ALTA. NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITROCITOS DE MULHERES COM ASC-US TRATADAS IN VITRO COM MIKANIA GLOMERATA SPRENGEL, 2017.

  • FELIPPIN, T. ; TISSIANI, A. C. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; MAYER, M. S. ; GOULART, J. S. ; GARCES, N. B. ; HIRSCH, G. E. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . EFEITOS TOXICOLÓGICOS IN VITRO DO EXTRATO MIKANIA GLOMERATA SPRENGEL EM CÉLULAS NEOPLÁSICAS DE BEXIGA. In: XXII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XV MOSTRA DE EXTENSÃO; IV MOSTRA DE PÓS-GRADUAÇÃO; III MOSTRA DE INICIAÇÃO JR E II MOSTRA FOTOGRÁFICA - ' REDES E TERRITÓRIOS', 2017, CRUZ ALTA. EFEITOS TOXICOLÓGICOS IN VITRO DO EXTRATO MIKANIA GLOMERATA SPRENGEL EM CÉLULAS NEOPLÁSICAS DE BEXIGA, 2017.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; CASTRO, N. L. M. ; MORI, N. C. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; MANFIO, C.E. . PHYTOCHEMICAL CHARACTERIZATION OF PHYSALIS ANGULATA JUICE: PILOTO STUDY. In: III CONGRESS ABCF; FRONTIERS OF PHARMACEUTICAL SCIENCES SERVICES IN THE OMICS ERA; I SYMPOSIUM 'TEACHING & RESEARCH IN PHARMACEUTICAL SERVICES IN THE OMICS ERA', 2016, PORTO ALEGRE. PHYTOCHEMICAL CHARACTERIZATION OF PHYSALIS ANGULATA JUICE: PILOTO STUDY, 2016.

  • MORI, N. C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; FELIPPIN, T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; GOLLE, D.P. ; KOEFENDER, J. ; MANFIO, C.E. ; CASTRO, N. L. M. . PHYTOCHEMICAL CHARACTERIZATION OF Cunila microcephala benth INFUSION: PILOT STUDY. In: III CONGRESS ABCF; FRONTIERS OF PHARMACEUTICAL SCIENCES SERVICES IN THE OMICS ERA; I SYMPOSIUM 'TEACHING & RESEARCH IN PHARMACEUTICAL SERVICES IN THE OMICS ERA', 2016, PORTO ALEGRE. PHYTOCHEMICAL CHARACTERIZATION OF Cunila microcephala benth INFUSION: PILOT STUDY, 2016.

  • TISSIANI, A. C. ; GELATTI, G. T. ; SPANAMBERG, M. ; FELIPPIN, T. ; GEWEHR, D. M. ; PEREIRA, J. G. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; BERLEZI, E.M. . NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITRÓCITOS DE MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA TRATADAS IN VITRO COM A INFUSÃO DE BACCHARIS ARTICULATA. In: XXIV SIMPÓSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL, 2016, BELO HORIZONTE. NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITRÓCITOS DE MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA TRATADAS IN VITRO COM A INFUSÃO DE BACCHARIS ARTICULATA, 2016.

  • MAYER, M. S. ; GELATTI, G. T. ; TISSIANI, A. C. ; FELIPPIN, T. ; GEWEHR, D. M. ; PEREIRA, J. G. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; BERLEZI, E.M. . NÍVEIS DE MALONDIALDEIDO EM MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA TRATADAS 'IN VITRO' COM A INFUSÃO DE BACCHARIS TRIMERA. In: XXIV SIMPOSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL, 2016, BELO HORIZONTE. NÍVEIS DE MALONDIALDEIDO EM MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA TRATADAS "IN VITRO" COM A INFUSÃO DE BACCHARIS TRIMERA, 2016.

  • GELATTI, G. T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; FELIPPIN, T. ; PEREIRA, J. G. ; GEWEHR, D. M. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; BERLEZI, E.M. . REDUÇÃO DA LIPOPEROXIDAÇÃO EM ERITROCITOS DE MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA TRATADAS IN VITRO COM A INFUSÃO DE BACCHARIS ARTICULATA. In: XXIV SIMPOSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL, 2016, BELO HORIZONTE. REDUÇÃO DA LIPOPEROXIDAÇÃO EM ERITROCITOS DE MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA TRATADAS IN VITRO COM A INFUSÃO DE BACCHARIS ARTICULATA, 2016.

  • FELIPPIN, T. ; GELATTI, G. T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; GEWEHR, D. M. ; PEREIRA, J. G. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; BERLEZI, E.M. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITROCITOS DE MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA TRATADAS IN VITRO COM A INFUSÃO DE BACCHARIS TRIMERA. In: XXIV SIMPOSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL, 2016, BELO HORIZONTE. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITROCITOS DE MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA TRATADAS IN VITRO COM A INFUSÃO DE BACCHARIS TRIMERA, 2016.

  • GOULART, J. S. ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . CARACTERIZAÇÃO FITOQUIMICA DOS EXTRATOS HIDROETANOLICOS DE Baccaharis trimera E DE Baccharis articulata E SEU POTENCIAL ANTIOXIDANTE. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE BIOMEDICINA E III CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOMEDICINA, 2016, BENTO GONÇALVES. CARACTERIZAÇÃO FITOQUIMICA DOS EXTRATOS HIDROETANOLICOS DE Baccaharis trimera E DE Baccharis articulata E SEU POTENCIAL ANTIOXIDANTE, 2016.

  • DEUSCHLE, V.C. ; CRUZ, R. C. ; DEUSCHLE, R.A. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; SILVA, C. V. . DETERMINAÇÃO DE METABOLITOS SECUNDÁRIOS EM EXTRATO DE Diospyros kaki L.. In: XII CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA; V SIMP DE PLANTAS MEDIC E FITOTERÁPICOS NO SIST PUBL DE SAÚDE; CONGRESSO INTERNACIONAL DE FITOTERAPIA; I CONGRESSO BRASILEIRO DE FARMÁCIA ESTÉTICA; I SIMP FARMACÊUTICO DE NUTRACÊUTICOS, 2016, GRAMADO-RS. DETERMINAÇÃO DE METABOLITOS SECUNDÁRIOS EM EXTRATO DE Diospyros kaki L., 2016.

  • GELATTI, G. T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; FELIPPIN, T. ; GEWEHR, D. M. ; BERLEZI, E.M. ; ROBERTA CATTANEO HORN . CORRELAÇÃO ENTRE MARCADORES METABÓLICOS E OXIDANTES EM MULHERES NA PÓS-MENOUAPUSA. In: XII CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA; V SIMP DE PL MEDICIN E FITOTERAPICOS NO SIST PUBLICO DE SAÚDE; CONGRESSO INTERN DE FITOTERAPIA; I CONGRESSO BRASILEIRO DE FARM ESTÉTICA; I SIMP FARM DE NUTRACEUTICOS, 2016, GRAMADO. CORRELAÇÃO ENTRE MARCADORES METABÓLICOS E OXIDANTES EM MULHERES NA PÓS-MENOUAPUSA, 2016.

  • MORI, N. C. ; FELIPPIN, T. ; GELATTI, G. T. ; THUMS, I. A. ; DEUSCHLE, V.C. ; ROBERTA CATTANEO HORN . CARACTERIZAÇÃO FITOQUIMICA DE MIKANIA GLORMERATA (GUACO): INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA DE SECAGEM. In: XII CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA; V SIMP DE PL MEDICIN E FITOTERAPICOS NO SIST PUBLICO DE SAÚDE; CONGRESSO INTERN DE FITOTERAPIA; I CONGRESSO BRASILEIRO DE FARM ESTÉTICA; I SIMP FARM DE NUTRACEUTICOS, 2016, GRAMADO RS. CARACTERIZAÇÃO FITOQUIMICA DE MIKANIA GLORMERATA (GUACO): INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA DE SECAGEM, 2016.

  • DEUSCHLE, V.C. ; CRUZ, R. C. ; DEUSCHLE, R.A. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; SILVA, C. V. . QUANTIFICAÇÃO DE COMPOSTOS FENOLICOS E CAPACIDADE ANTIOXIDANTE IN VITRO NO EXTRATO DAS FOLHAS DE ERIOBATHRYA JAPONICA JAPONICA (THUNB.). In: XII CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA; V SIMP DE PL MEDICIN E FITOTERAPICOS NO SIST PUBLICO DE SAÚDE; CONGRESSO INTERN DE FITOTERAPIA; I CONGRESSO BRASILEIRO DE FARM ESTÉTICA; I SIMP FARM DE NUTRACEUTICOS, 2016, GRAMADO RS. QUANTIFICAÇÃO DE COMPOSTOS FENOLICOS E CAPACIDADE ANTIOXIDANTE IN VITRO NO EXTRATO DAS FOLHAS DE ERIOBATHRYA JAPONICA JAPONICA (THUNB.), 2016.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; THUMS, I. A. ; DEUSCHLE, V.C. ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; RUBIN, C. C. B. ; TISSIANI, A. C. ; KOEFENDER, J. . INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA DE SECAGEM NA PRESENÇA DE FITOQUIMICOS ANTIOXIDANTES NO EXTRATO DE LAVANDULA ANGUSTIFOLIA (LAVANDA). In: XII CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA; V SIMP DE PL MEDICIN E FITOTERAPICOS NO SIST PUBLICO DE SAÚDE; CONGRESSO INTERN DE FITOTERAPIA; I CONGRESSO BRASILEIRO DE FARM ESTÉTICA; I SIMP FARM DE NUTRACEUTICOS, 2016, GRAMADO RS. INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA DE SECAGEM NA PRESENÇA DE FITOQUIMICOS ANTIOXIDANTES NO EXTRATO DE LAVANDULA ANGUSTIFOLIA (LAVANDA), 2016.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; GELATTI, G. T. ; THUMS, I. A. ; DEUSCHLE, V. C. N. ; FELIPPIN, T. ; GOULART, J. ; MAYER, M. S. ; GOLLE, D.P. . INFLUENCIA DA TEMPERATURA DE SECAGEM SOBRE O TEOR DE FITOQUIMICOS ANTIOXIDANTES NO EXTRATO DE BACCHARIS ARTICULATA (CARQUEJA). In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE BIOMEDICINA E III CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOMEDICINA, 2016, GRAMADO RS. INFLUENCIA DA TEMPERATURA DE SECAGEM SOBRE O TEOR DE FITOQUIMICOS ANTIOXIDANTES NO EXTRATO DE BACCHARIS ARTICULATA (CARQUEJA), 2016.

  • DEUSCHLE, V. C. N. ; CRUZ, R. C. ; DEUSCHLE, R.A. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; SILVA, C. V. . QUANTIFICAÇÃO DE COMPOSTOS FENOLICOS E CAPACIDADE ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO DAS FOLHAS DE ERIOBATHRYA JAPONICA JAPONICA (THUNB.). In: XII CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA; V SIMP DE PL MEDICIN E FITOTERAPICOS NO SIST PUBLICO DE SAÚDE; CONGRESSO INTERN DE FITOTERAPIA; I CONGRESSO BRASILEIRO DE FARM ESTÉTICA; I SIMP FARM DE NUTRACEUTICOS, 2016, GRAMADO RS. QUANTIFICAÇÃO DE COMPOSTOS FENOLICOS E CAPACIDADE ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO DAS FOLHAS DE ERIOBATHRYA JAPONICA JAPONICA (THUNB.), 2016.

  • RUBIN, C. C. B. ; GELATTI, G. T. ; FELIPPIN, T. ; TISSIANI, A. C. ; MAYER, M. S. ; GOULART, J. S. ; THUMS, I. A. ; ROBERTA CATTANEO HORN . CARACTERIZAÇÃO FITOQUIMICA DO EXTRATO HIDROETANOLICO DE Rosmarinus officinalis E SUA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE. In: XV CONGRESSO MUNDIAL DE FARMACÊUTICOS DE LINGUA PORTUGUESA, V SIMPOSIO DE PLANTAS MEDICINAIS E FITOT NO SIST PUBLICO E SAÚDE, CONGR INTERN DE FITOTERAPIA, I CONGR BRAS DE FARMÁCIA ESTÉTICA, 1 SIMP FARMAC DE NUTRACEUTICOS, 2016, GRAMADO. CARACTERIZAÇÃO FITOQUIMICA DO EXTRATO HIDROETANOLICO DE Rosmarinus officinalis E SUA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE, 2016.

  • GELATTI, G. T. ; MORI, N. C. ; TISSIANI, A. C. ; SPANAMBERG, M. ; GEWEHR, D. M. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; BERLEZI, E.M. . OXIDATIVE BIOMARKERS IN POSTMENOPAUSAL WOMEN. In: IV SIMPÓSIO INTERNANCIONAL DE ESTRESSE OXIDATIVO E DOENÇAS CARDIOVASCULARES, 2015, PORTO ALEGRE. IV SIMPÓSIO INTERNANCIONAL DE ESTRESSE OXIDATIVO E DOENÇAS CARDIOVASCULARES, 2015.

  • GELATTI, G. T. ; TISSIANI, A. C. ; OLIVEIRA, K. R. ; COLET, C. F. ; BERLEZI, E.M. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; OLIVEIRA, C. ; SPANAMBERG, M. . INTERAÇÕES ENTRE FITOTERÁPICOS E MEDICAMENTOS EM MULHERES CLIMATERICAS. In: 35ª SEMANA CIENTÍFICA DO HCPA, 2015, PORTO ALEGRE. CIENCIA E ASSISTÊNCIA: CONHECIMENTO TRANSFORMANDO REALIDADES, 2015.

  • GELATTI, G. T. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; TISSIANI, A. C. ; GEWEHR, D. M. ; BERLEZI, E.M. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE LIPOPEROXIDAÇÃO E CARBONILAÇÃO PROTEICA EM ERITROCITOS DE MULHERES CLIMATÉRICAS TRATADAS IN VITRO COM A INFUSÃO DE CYMBOPOGON CITRATUS. In: XXIII SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA XX JORNADA DE PESQUISA XVI JORNADA DE EXTENSÃO V MOSTRA DE INICIAÇÃO JÚNIOR V SEMINÁRIO DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA, 2015, IJUI. SALÃO DO CONHECIMENTO UNIJUI 2015, 2015.

  • BRONDANI, R. O. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; RUBIN, L. ; SOARES, J. ; KOEFENDER, J. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITRÓCITOS EXPOSTOS AO HERBICIDA 2,4-D TRATADOS COM O SUCO DO FRUTO DE PHYSALIS ANGULATA L-SOLANACEAE. In: 3° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE, 2015, IJUI. ANAIS DO ...., 2015.

  • OLIVEIRA, C. ; MORI, N. C. ; GELATTI, G. T. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; TISSIANI, A. C. . CARACTERIZAÇÃO DO EXTRATO E INFUSÃO DE Cymbopogon citratus E SUA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE. In: V CONGRESSO NORTE NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS, 2015, MACEIO. ANAIS NO ..., 2015.

  • GELATTI, G. T. ; OLIVEIRA, K. R. ; COLET, C. F. ; BERLEZI, E.M. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; OLIVEIRA, C. ; TISSIANI, A. C. . POTENCIAIS INTERAÇÕES RELACIONADAS AO USO DE MEDICAMENTOS E PLANTAS MEDICINAIS EM MULHERES NO PERÍODO DO CLIMATÉRIO. In: V CONGRESSO NORTE E NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS, 2015, MACEIO. ANAIS DO ..., 2015.

  • MORI, N. C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; OLIVEIRA, C. ; GELATTI, G. T. ; TISSIANI, A. C. ; BONFADA, V. ; KLAFKE, J. Z. . CORRELAÇÃO ENTRE ATIVIDADE DA ENZIMA ACETILCOLINESTERASE (AChE) E NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM AGRICULTORES EXPOSTOS A AGROQUÍMICOS. In: V CONGRESSO NORTE NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS, 2015, MACEIO. ANAIS NO..., 2015.

  • ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; GELATTI, G. T. ; OLIVEIRA, C. ; TISSIANI, A. C. . PERFIL REDOX DE AGRICULTORES TRATADOS 'in vitro' COM A INFUSÃO DE Cymbopogon citratus. In: V CONGRESSO NORTE NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS, 2015, MACEIO. ANAIS NO ...., 2015.

  • BONFADA, V. ; MORI, N. C. ; OLIVEIRA, C. ; GELATTI, G. T. ; FRANZ, L. B. B. ; ROBERTA CATTANEO HORN . DISLIPIDEMIA E ESTEATOSE HEPÁTICA NO CLIMATÉRIO - UMA REVISÃO DE LITERATURA. In: V CONGRESSO NORTE NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS, 2015, MACEIO. ANAIS NO..., 2015.

  • TISSIANI, A. C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; DIAS, M. G. ; MACHADO, R. S. ; JUNGES, L. ; MAGNI, L. P. . NÍVEIS DA ACETILCOLINESTERASE EM ERITRÓCITOS HUMANOS EXPOSTOS 'IN VITRO' AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM AS FOLHAS DA TABERNAEMONTANA CTHARINENSIS. In: 3° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE, 2015, IJUI. ANAIS NO ...., 2015.

  • GELATTI, G. T. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; MORI, N. C. ; TISSIANI, A. C. ; JUNGES, L. ; MAGNI, L. P. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE LIPOPEROXIDAÇÃO E CARBONILAÇÃO PROTEICA EM ERITROCITOS HUMANOS EXPOSTOS 'IN VITRO' AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM AS FOLHAS DA TABERNAEMONTANA CATHARINENSIS. In: 3° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE, 2015, IJUI. ANAIS NO ...., 2015.

  • DIAS, M. G. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; RUBIN, L. ; SOARES, J. ; BRONDANI, R. O. . AVALIAÇÃO DOS DANOS DE LIPIDIOS E PROTEINAS EM ERITROCITOS HUMANOS EXPOSTOS AO HERBICIDA 2,4-D TRATADOS COM SUCO DO FRUTO DE PHYSALIS ANGULATA L-SOLANACEAE. In: 3 CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENAÇÃO INTEGRAL À SAÚDE, 2015, IJUI. ANAIS NO ..., 2015.

  • DAMBROZ, A. ; ROSSATO, L. ; MANFIO, C.E. ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; KAIPER, C. . ESTABELECIMENTO IN VITRO DE ALECRIM DESINFESTADOS COM EXTRATO DE CARQUEJA. In: 20° CONGRESSO BRASILEIRO DE FLORICULTURA E PLANTAS ORNAMENTAIS e 7° CONGRESSO BRASILEIRO DE CULTURA DE TECIDOS DE PLANTAS, 2015, PIRACICABA-SP. ANAIS NO..., 2015.

  • OLIVEIRA, C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; JUNGES, L. ; MAGNI, L. P. ; MORI, N. C. . NÍVEIS GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITROCITOS HUMANOS EXPOSTOS AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM A INFUSÃO DA FOLHA DE TABERNAEMONTANA CATHARINENSIS. In: 3° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE, 2015, IJUI. ANAIS NO ..., 2015.

  • GELATTI, G. T. ; TISSIANI, A. C. ; MORI, N. C. ; GEWEHR, D. M. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; BERLEZI, E.M. . REDUCED GLUTATHIONE LEVELS IN POSTMENOPAUSAL WOMEN. In: IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ESTRESSE OXIDATIVO E DOENÇAS CARDIOVASCULARES, 2015, PORTO ALEGRE. REDUCED GLUTATHIONE LEVELS IN POSTMENOPAUSAL WOMEN, 2015.

  • OLIVEIRA, C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; VINCENZI, P. ; PAULA, C. ; GELATTI, G. T. ; MORI, N. C. ; OLIVEIRA, G. ; BONFADA, V. . POTENCIAIS INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS EM PACIENTES NA SALA DE RECUPERAÇÃO EM UM HOSPITAL. In: X CONGRESSO BRASILEIRO DE FARMÁCIA HOSPITALAR, EXPO SBRAFH, 2015, CURITIBA. POTENCIAIS INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS EM PACIENTES NA SALA DE RECUPERAÇÃO EM UM HOSPITAL, 2015.

  • TISSIANI, A. C. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; MAYER, M. S. ; MORI, NATACHA COSSETTIN ; ROBERTA CATTANEO HORN . NÍVEIS DA ACETILCOLINESTERASE EM ERITRÓCITOS HUMANOS TRATADOS IN VITRO COM A INFUSÃO DE CYMBOPOGON CITRATUS. In: XX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVIII MOSTRA DE EXTENSÃO, II MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO, I MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2015, Cruz Alta. NÍVEIS DA ACETILCOLINESTERASE EM ERITRÓCITOS HUMANOS TRATADOS IN VITRO COM A INFUSÃO DE CYMBOPOGON CITRATUS, 2015.

  • TISSIANI, A. C. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; MAYER, M. S. ; MORI, NATACHA COSSETTIN ; RUBIN, L. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; SOARES, J. . NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITRÓCITOS EXPOSTOS IN VITRO AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM O SUCO DA PHYSALIS ANGULATA. In: XX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVIII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XIII MOSTRA DE EXTENSÃO, II MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO, I MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2015, Cruz Alta. NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITRÓCITOS EXPOSTOS IN VITRO AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM O SUCO DA PHYSALIS ANGULATA, 2015.

  • SILVA, J. S. ; GOMES, B. F. S. ; HENGEL, A. ; KOEFENDER, J. ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; CAMERA, J. N. ; KAIPER, C. . CONTAMINAÇÃO BACTERIANA, FUNGICA E OXIDAÇÃO FENÓLICA NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MIKANIA GLOMERATA. In: XX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVIII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA; XIII MOSTRA DE EXTENSÃO; II MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO, I MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2015, Cruz Alta. CONTAMINAÇÃO BACTERIANA, FUNGICA E OXIDAÇÃO FENÓLICA NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MIKANIA GLOMERATA, 2015.

  • HENGEL, A. ; KOEFENDER, J. ; MANFIO, C.E. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; CAMERA, J. N. ; SCHOFFEL, A. ; KAIPER, C. . PROPAGAÇÃO DE ESTACAS DE MIKANIA SPP. EM DIFERENTES SUBSTRATOS. In: XX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVIII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, XIII MOSTRA DE EXTENSÃO, II MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO, I MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2015, Cruz Alta. PROPAGAÇÃO DE ESTACAS DE MIKANIA SPP. EM DIFERENTES SUBSTRATOS, 2015.

  • MAYER, M. S. ; TISSIANI, A. C. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; MORI, NATACHA COSSETTIN ; RUBIN, L. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; SOARES, J. . CARBONILAÇÃO PROTEICA EM ERITROCITOS HUMANOS EXPOSTOS IN VITRO AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM O SUCO DE PHYSALIS ANGULATA. In: XX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVIII MOSTRA DE EXTENSÃO, II MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO, I MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2015, Cruz Alta. ARBONILAÇÃO PROTEICA EM ERITROCITOS HUMANOS EXPOSTOS IN VITRO AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM O SUCO DE PHYSALIS ANGULATA, 2015.

  • MAYER, M. S. ; GELATTI, GABRIELA TASSOTTI ; MORI, NATACHA COSSETTIN ; RUBIN, L. S. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; SOARES, J. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE LIPOPEROXIDAÇÃO EM ERITROCITOS HUMANOS EXPOSTOS IN VITRO AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM O SUCO DE PHYSALIS ANGULATA. In: XX SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XVIII MOSTRA DE EXTENSÃO, II MOSTRA DA PÓS-GRADUAÇÃO, I MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2015, Cruz Alta. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE LIPOPEROXIDAÇÃO EM ERITROCITOS HUMANOS EXPOSTOS IN VITRO AO HERBICIDA 2,4-D E TRATADOS COM O SUCO DE PHYSALIS ANGULATA, 2015.

  • MORI, N. C. ; GELATTI, G. T. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GARCES, S.B.B. ; BOFF, E. T. O. . UTILIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS POR IDOSOS PERTENCENTES Á ESF VILA NOVA, CRUZ ALTA-RS:UMA ABORDAGEM QUALITATIVA. In: 3° CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL Á SAÚDE, 2015, IJUI. ANAIS DO ..., 2015.

  • POSSENTI, C.G.R. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; RIBAS JUNIOR, V. S. ; Bortolotto, J.W. ; GOLLE, D.P. . ASSESSMENT OF LEVELS OF PROTEIN CARBONYLS AND URIC ACID IN PLASMA OF COWS WITH BOVINE MASTITIS. In: TOXI-LATIN - I LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY, 2014, PORTO ALEGRE. ASSESSMENT OF LEVELS OF PROTEIN CARBYLS AND URIC ACID IN PLASMA OF COWS WITH BOVINE MASTITIS, 2014.

  • MAGNI, L. P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GARCES, S.B.B. ; Bortolotto, J.W. ; JUNGES, L. ; POSSENTI, C.G.R. . EVALUATION IN OXIDATIVE BIOMARKERS ERYTHROCYTES RURAL AGRICULTURAL WORKERS EXPOSED TO PESTICIDES TREATED IN VITRO WITH INFUSION CUNILA MICROCEPHALA BENTH.. In: 1 LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY - TOXI-LATIN 2014, 2014, PORTO ALEGRE. EVALUATION IN OXIDATIVE BIOMARKERS ERYTHROCYTES RURAL AGRICULTURAL WORKERS EXPOSED TO PESTICIDES TREATED IN VITRO WITH INFUSION CUNILA MICROCEPHALA BENTH., 2014.

  • SOARES, J. ; RUBIN, L. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; MANFIO, C.E. . EVALUATION ?IN VITRO? OF THE EFFECT OXIDATIVE OF THE EXTRACT OF THE FRUIT OF THE PHYSALIS PERUVIANA L. ? SOLANACEAE ABOUT ERYTHROCYTES HUMAN EXPOSED TO HERBICIDE 2,4 DICHLOROPHENOXYACETIC ACID. In: 1 LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY - TOXI-LATIN 2014, 2014, PORTO ALEGRE. EVALUATION ?IN VITRO? OF THE EFFECT OXIDATIVE OF THE EXTRACT OF THE FRUIT OF THE PHYSALIS PERUVIANA L. ? SOLANACEAE ABOUT ERYTHROCYTES HUMAN EXPOSED TO HERBICIDE 2,4 DICHLOROPHENOXYACETIC ACID, 2014.

  • ZAPARTE, A. ; ROBERTA CATTANEO HORN . BIOMARKERS OF OXIDATIVE DAMAGE IN PATIENTS WITH BREAST CANCER IN CHEMOTHERAPY TREATMENT. In: 1 LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY - TOXI-LATIN 2014, 2014, PORTO ALEGRE. BIOMARKERS OF OXIDATIVE DAMAGE IN PATIENTS WITH BREAST CANCER IN CHEMOTHERAPY TREATMENT, 2014.

  • JUNGES, L. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; DE OLIVEIRA, J.S. ; DEUSCHLE, R.A. ; GOLLE, D.P. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITRÓCITOS HUMANOS EXPOSTOS AO HERBICIDA 2,4-D (ÁCIDO 2,4-DICLOFENOXIACÉTICO) E TRATADOS COM A INFUSÃO DA FOLHA DE COBRINA. In: 1 LATIN AMERICAN CONGRESS OF CLINICAL AND LABORATORIAL TOXICOLOGY - TOXI-LATIN 2014, 2014, PORTO ALEGRE. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE GLUTATIONA REDUZIDA EM ERITRÓCITOS HUMANOS EXPOSTOS AO HERBICIDA 2,4-D (ÁCIDO 2,4-DICLOFENOXIACÉTICO) E TRATADOS COM A INFUSÃO DA FOLHA DE COBRINA, 2014.

  • GARCES, S.B.B. ; FELIX, R. R. ; MERA, C. M. P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; DE OLIVEIRA, J.S. ; DIAS, H. M. ; RIBAS JUNIOR, V. S. ; LIRIO, J. P. ; SEIFERT, Q.C.B.S. . SUCESSÃO E MOBILIDADE DOS IDOSOS RURAIS. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2014, Cruz Alta. ANAIS DO XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013.

  • RIBAS JUNIOR, V. S. ; POSSENTI, C.G.R. ; LIRIO, J. P. ; ROBERTA CATTANEO HORN . ANALISE DE ALTERAÇÕES HEPÁTICAS EM FUMANTES CRÔNICOS. In: XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013, 2013, Porto Alegre. ANALISE DE ALTERAÇÕES HEPÁTICAS EM FUMANTES CRÔNICOS, 2013.

  • LIRIO, J. P. ; POSSENTI, C.G.R. ; RAUBER, F. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; RIBAS JUNIOR, V. S. . ANÁLISE DE ALTERAÇÕES RENAIS EM FUMANTES CRÔNICOS. In: XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013, 2013, Porto Alegre. ANÁLISE DE ALTERAÇÕES RENAIS EM FUMANTES CRÔNICOS, 2013.

  • ZAPARTE, A. ; MELO, R.D. ; ROBERTA CATTANEO HORN . MARCADORES ANTIOXIDANTES EM PACIENTES COM CARCINOMA DE MAMA TRATADOS COM QUIMIOTERAPIA. In: VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOANÁLISE, IX CONGRESSO SUSLBRASILEIRO DE BIOMEDICINA E XIII SEMANA GAÚCHA DE BIOMEDICINA O, 2013, Novo Hamburgo. MARCADORES ANTIOXIDANTES EM PACIENTES COM CARCINOMA DE MAMA TRATADOS COM QUIMIOTERAPIA, 2013.

  • MAGNI, L. P. ; JUNQUEIRA, C. ; DE OLIVEIRA, J.S. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO DE MARCADORES HEPÁTICOS E RENAIS E DA ATIVIDADE DA ENZIMA COLINESTERASE PLASMÁTICA EM TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRICOLAS. In: XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013, 2013, Porto Alegre. AVALIAÇÃO DE MARCADORES HEPÁTICOS E RENAIS E DA ATIVIDADE DA ENZIMA COLINESTERASE PLASMÁTICA EM TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRICOLAS, 2013.

  • SOARES, J. ; ROSS, M. ; FELIPPIN, T. ; PEREIRA, E. A. ; Bortolotto, J.W. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO DO ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES OBESAS SUBMETIDAS À CIRURGIA BARIÁTRICA. In: XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013, 2013, Porto Alegre. AVALIAÇÃO DO ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES OBESAS SUBMETIDAS À CIRURGIA BARIÁTRICA, 2013.

  • POSSENTI, C.G.R. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; BATISTA, C. P. ; GOLLE, D.P. ; Bortolotto, J.W. ; DIAZ, J.D.S. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO EFEITO ANTIOXIDANTE DA Mentha arvensis UTILIZANDO TESTES ?in vitro? COM ERITROCITOS DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA.. In: XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA - CBTOX 2013, 2013, Porto Alegre. AVALIAÇÃO EFEITO ANTIOXIDANTE DA Mentha arvensis UTILIZANDO TESTES ?in vitro? COM ERITROCITOS DE VACAS COM E SEM MASTITE BOVINA., 2013.

  • PORTO, F. G. ; CHAVES, L. ; MALDANER, L. L. ; DONATO, L. Q. ; CATTANEO, R. ; Calegarro, C. . EFEITOS DO EXERCÍCIO INSPIRATÓRIO RESISTIDO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVÍDUOS OBESOS E EM INDIVÍDUOS SAUDÁVEIS. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. EFEITOS DO EXERCÍCIO INSPIRATÓRIO RESISTIDO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVÍDUOS OBESOS E EM INDIVÍDUOS SAUDÁVEIS, 2013.

  • OLIVEIRA, A. F. ; ROBERTA CATTANEO HORN . FATORES DE RISCO E EPIDEMIOLOGIA PARA HIPERTENSÃO ARTERIAL UMA REVISÃO DE LITERATURA. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. FATORES DE RISCO E EPIDEMIOLOGIA PARA HIPERTENSÃO ARTERIAL UMA REVISÃO DE LITERATURA, 2013.

  • LEAL, P. A. P. ; DORNELLES, J. ; PEREIRA, E. A. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; Bortolotto, J.W. . PERFIL OXIDATIVO PRELIMINAR DE OBESOS PRÉ E PÓS-CIRURGIA BARIÁTRICA. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. PERFIL OXIDATIVO PRELIMINAR DE OBESOS PRÉ E PÓS-CIRURGIA BARIÁTRICA, 2013.

  • BORDIN, A. F. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AUTISMO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DA SINDROME. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. AUTISMO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DA SINDROME, 2013.

  • GRAUNKE, A. ; ROBERTA CATTANEO HORN . PAPILOMA VIRUS HUMANO E NEOPLASIA CERVICAL: ASPECTOS GERAIS. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. HPV E NEOPLASIA CERVICAL: ASPECTOS GERAIS, 2013.

  • MORO, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN . INFLAMAÇÃO E IMPLICAÇÕES NO CÂNCER. In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. INFLAMAÇÃO E IMPLICAÇÕES NO CÂNCER, 2013.

  • MAGNI, L. P. ; JUNGES, L. ; DE OLIVEIRA, J.S. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO DO PERFIL ANTIOXIDANTE DE TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS APÓS EXPOSIÇÃO A INFUSÃO DA PLANTA CUNILA MICROCEPHALA BENTH (POEJO). In: XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO, 2013, Cruz Alta. AVALIAÇÃO DO PERFIL ANTIOXIDANTE DE TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS APÓS EXPOSIÇÃO A INFUSÃO DA PLANTA CUNILA MICROCEPHALA BENTH (POEJO), 2013.

  • Calegarro, C. ; MALDANER, L. L. ; DONATO, L. Q. ; SPRING, A. ; PORTO, F. G. ; CHAVES, L. ; CATTANEO, R. . Inspiratory Muscle Exercise Reduces Lipoperoxidation in Obese and Healthy Subjects: A Pilot Study.. In: Experimental Biology, 2013, Boston USA. Meeting abstratcss, 2013. v. 27. p. 1144.7-1144.7.

  • DIAS, H. M. ; CARVALHO, T. ; ROSA, C. B. ; HANSEN, D. ; FIGUEIRO, M. F. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; COSER, J. ; SEIFERT, Q.C.B.S. ; RIBAS JUNIOR, V. S. ; GARCES, S.B.B. . IDOSOS URBANOS E ESTILOS DE VIDA. In: III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. VIII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ, 2013, Cruz Alta. III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. VIII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ, 2013.

  • SEIFERT, Q.C.B.S. ; POSSENTI, C.G.R. ; ROBERTA CATTANEO HORN . MANIPULAÇÃO E PATENTE DE PRODUTO FITOTERÁPIO A BASE DE Mentha spp. UTILIZADO COMO PREVENTIVO DA MASTITE BOVINA. In: III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. VIII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ, 2013, Cruz Alta. III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. VIII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ, 2013.

  • PORTO, F. G. ; CHAVES, L. ; MALDANER, L. L. ; DONATO, L. Q. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; Calegarro, C. . EXERCÍCIO RESISTIDO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVÍDUOS OBESOS E EM INDIVÍDUOS SAUDÁVEIS. In: III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. VIII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ, 2013, Cruz Alta. III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. VIII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ, 2013.

  • SEIFERT, Q.C.B.S. ; MURUSSI, C.R. ; SOUZA, D. ; ROBERTA CATTANEO HORN . AVALIAÇÃO DA POSSIVEL INTOXICAÇÃO DE AGRICULTORES EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • SPRING, A. ; PORTO, F. G. ; MALDANER, L. L. ; DONATO, L. Q. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; Calegarro, C. . EXERCÍCIO INSPIRATÓRIO RESISTIDO ATENUA A LIPOPEROXIDAÇÃO EM INDIVÍDUOS OBESOS E EM INDIVÍDUOS SAUDÁVEIS. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • DE OLIVEIRA, J.S. ; SOUZA, D. ; MURUSSI, C.R. ; ROBERTA CATTANEO HORN . MONITORAMENTO RENAL DE TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS ATRAVÉS DA UTILIZAÇÃO DE BIOMARCADORES. In: XVII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO; XV MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E X MOSTRA DE EXTENSÃO, 2012, Cruz Alta. anaisAnais XIII Mostra de iniciaçao Cientifica e VIII Mostra de Estensão -UNICRUZ, 2012.

  • Menezes, Charlene Cavalheiro ; LEITEMPERGER, J. ; Santi, Adriana ; Clasen B. ; Lópes, Thais ; PEIXOTO, S. ; CATTANEO, R. ; ZANELLA, R. ; LORO, Vania Lucia ; BARBOSA, N. . Atividade da Enzima D-aminolevulinato Desidratase e Parâmetros Metabólicos em Cyprinus carpio Expostos ao Herbicida Clomazone. In: IX Latin American Syposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry, 2011, Salvador. Atividade da Enzima D-aminolevulinato Desidratase e Parâmetros Metabólicos em Cyprinus, 2011.

  • CATTANEO, R. ; TOLENTINO, S., ; Clasen B. ; Moraes, Bibiana ; Loro, Vania Lucia ; PRETTO, Alexandra ; MENEZES, C. C. ; SANTI, A. . Influência do herbicida clomazone sobre a atividade das enzimas catalase e glutationa-Stransferase em carpas (cyprinus carpio. In: IX Latin American Syposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry, 2011, Salvador. Influência do herbicida clomazone sobre a atividade das enzimas catalase e glutationa-Stransferase em carpas (cyprinus carpio, 2011.

  • CATTANEO, R. ; Clasen B. ; TOLENTINO, S., ; VARGAS, A. ; CEOLIN, D. ; BECKER, A. ; LORO, Vania Lucia . Efeitos genotóxicos e formação de espécies reativas de oxigênio no sangue periférico de carpa (Cyprinus carpio) expostas ao herbicida clomazone. In: IX Latin American Syposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry, 2011, Salvador. Efeitos genotóxicos e formação de espécies reativas de oxigênio no sangue periférico de carpa (Cyprinus carpio) expostas ao herbicida clomazone, 2011.

  • Clasen B. ; CATTANEO, R. ; SANTI, A. ; MENEZES, C. C. ; LOPES, T. ; BECKER, A. ; BALDISSEROTTO, B. ; LORO, Vania Lucia . Respostas toxicológicas em jundiás (Rhamdia quelen) expostos ao fungicida trifenil de estanho em condições de laboratório. In: IX Latin American Syposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry, 2011, SALVADOR. Respostas toxicológicas em jundiás (Rhamdia quelen) expostos ao fungicida trifenil de estanho em condições de laboratório, 2011.

  • CATTANEO, R. ; FONSECA, M. B. ; LORO, V. L. ; PRETTO, A. ; CLASEN, B. ; MENEZES, C. C. ; MORAES, B. . Efeitos Sobre Parâmetros Metabólicos e Toxicológicos de Jundiás (Rhamdia quelen) Expostos à Formulação Comercial do Herbicida 2,4-Diclorofenoxiácetico (2,4-D).. In: III WORKSHOP SOBRE JUNDÍAS, 2010, Santa Maria - RS. EFEITOS SOBRE PARÂMETROS METABÓLICOS E TOXICOLÓGICOS DE JUNDIÁS (Rhamdia quelen) EXPOSTOS À FORMULAÇÃO COMERCIAL DO HERBICIDA 2,4-DICLOROFENOXIACÉTICO (2,4-D), 2010.

  • VARGAS, K.S. ; CATTANEO, R. ; MENEZES, C. C. ; CLASEN, B. ; LÓPES, T. ; THORSTENBERG, M.L.P. ; SANTI, A. ; LORO, V. L. . Efeitos do Herbicida Clomazone em Carpas (Cyprinus carpio).. In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2010, Águas de Lindóia -SP. Efeitos do Herbicida Clomazone em Carpas (Cyprinus carpio)., 2010.

  • Marques, J.F.Z. ; Quatrin, G.D. ; CATTANEO, R. . Titulação de Neutralização: em Amostras de Fármacos e Alimentos. In: 30° Encontro de Debates Sobre o Ensino de Química 30° EDEQ, 2010. Titulação de Neutralização: em Amostras de Fármacos e Alimentos, 2010.

  • FIUZA, T.L. ; CATTANEO, R. . Leucemia Linfocítica Relacionada à Exposição ao Benzeno e seus Derivados. In: XV Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão; XII Mostra de Iniciação Científica: 15 anos Construindo Sentidos na Diversidade; VII Mostra de Extensão, 2010, Cruz Alta-RS. Leucemia Linfocítica Relacionada à Exposição ao Benzeno e seus Derivados, 2010.

  • Marques, J.F.Z. ; Quatrin, G.D. ; CATTANEO, R. . Titulação de Neutralização: em Amostras de Fármacos e Alimentos. In: 30° Encontro de Debates Sobre o Ensino de Química 30° EDEQ, PUCRS, 2010, Porto Alegre-RS. Titulação de Neutralização: em Amostras de Fármacos e Alimentos, 2010.

  • THORSTENBERG, M.L.P. ; CATTANEO, R. ; CLASEN, B. ; MENEZES, C. C. ; LORO, V. L. . Efeito do Herbicida Penoxsulam Sobre a Carbonilação de Proteínas e Atividade da Acetilcolinesterase em Carpa Húngara (Cyprinus carpio).. In: 24² JAI: JORNADA ACADÊMICA INTEGRADA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, 2009, SANTA MARIA. EFEITO DO HERBICIDA PENOXSULAM SOBRE A CARBONILAÇÃO DE PROTEÍNAS E ATIVIDADE DA ACETILCOLINESTERASE EM CARPA HÚNGARA (CYPINUS CARPIO), 2009.

  • THORSTENBERG, M.L.P. ; CATTANEO, R. ; CLASEN, B. ; MENEZES, C. C. ; LORO, V. L. . Efeito do Herbicida Penoxsulam Sobre a Atividade da Enzima Glutationa S-Transferase e a Atividade da Enzima Catalase em Carpa Húngara (Cyprinus carpio).. In: SEPE: XIII Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2009, SANTA MARIA. Efeito do Herbicida Penoxsulam Sobre a Atividade da Enzima Glutationa S-Transferase e a Atividade da Enzima Catalase em Carpa Húngara (Cyprinus carpio)., 2009.

  • LEITEMPERGER, J. ; CATTANEO, R. ; MENEZES, C. C. ; FONSECA, M. B. ; SANTI, A. ; Toni, C ; PRETTO, A. ; CLASEN, B. ; LÓPES, T. ; LORO, V. L. . Clomazone Afeta Parâmetros de Estresse Oxidativo Nos Tecidos de Leporinus Obtusidens. In: FeSBE: FEDERAÇÃO DE SOCIEDADE DE BIOLOGIA EXPERIMENTAL, 2009, Águas de Lindóia-SP. CLOMAZONE AFETA PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO NOS TECIDOS DE LEPORINUS OBTUSIDENS, 2009.

  • LEITEMPERGER, J. ; Toni, C ; MENEZES, C. C. ; SANTI, A. ; Bárbara Clasen ; CATTANEO, R. ; MORAES, B. ; LORO, V. L. ; ZANELLA, R. . Respostas de Estresse Oxidativo de Cyprinus carpio Expostos ao Herbicida Quinclorac (FACET).. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia-SP. Respostas de Estresse Oxidativo de Cyprinus carpio Expostos ao Herbicida Quinclorac (FACET)., 2009.

  • LÓPES, T. ; MENEZES, C. C. ; Toni, C ; CLASEN, B. ; SANTI, A. ; LEITEMPERGER, J. ; CATTANEO, R. ; LORO, V. L. ; ZANELLA, R. . Determinação de Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas a Uma Formulação Comercial do Inseticida Fipronil em Sistema de Arroz Irrigado.. In: FeSBE: FEDERAÇÃO DE SOCIEDADE DE BIOLOGIA EXPERIMENTAL, 2009, Águas de Lindóia-SP. DETERMINAÇÃO DE PARÂMETROS TOXICOLÓGICOS EM CARPAS (CYPRINUS CARPIO) EXPOSTAS A UMA FORMULAÇÃO, 2009.

  • CATTANEO, R. ; CLASEN, B. ; MENEZES, C. C. . Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas A Uma Formulação Comercial do Inseticida Fipronil em Sistema de Arroz Irrigado.. In: 23² JAI: Jornada Acadêmica Integrada, 2009, Santa Maria - RS. Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas A Uma Formulação Comercial do Inseticida Fipronil em Sistema de Arroz Irrigado., 2009.

  • SANTI, A. ; MENEZES, C. C. ; Toni, C ; Clasen B. ; CATTANEO, R. ; LÓPES, T. ; LEITEMPERGER, J. ; DUARTE, M.M. ; LORO, V. L. . Alterações Bioquímicas e Estresse Oxidativo Associados ao Hipotireoidismo. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia -SP. Alterações Bioquímicas e Estresse Oxidativo Associados ao Hipotireoidismo, 2009.

  • SANTI, A. ; DUARTE, M.M. ; MENEZES, C. C. ; Toni, C ; Clasen B. ; CATTANEO, R. ; MORESCO, R.N. ; SCHETINGER, M.R. ; LORO, V. L. . Associação entre Albumina Modificada na Isquemia, Lipídeos e Biomarcadores de Inflamação em Pacientes com Hipercolesterolemia. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia - SP. Associação entre Albumina Modificada na Isquemia, Lipídeos e Biomarcadores de Inflamação em Pacientes com Hipercolesterolemia, 2009.

  • MENEZES, C. C. ; SANTI, A. ; Toni, C ; CATTANEO, R. ; Clasen B. ; LEITEMPERGER, J. ; LÓPES, T. ; LORO, V. L. ; ZANELLA, R. . Efeito do Herbicida Penoxsulam sobre a Peroxidação Lípidica e Atividade da Acetilcolinesterase em Carpa Húngara (Cyprinus carpio). In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia - SP. Efeito do Herbicida Penoxsulam sobre a Peroxidação Lípidica e Atividade da Acetilcolinesterase em Carpa Húngara (Cyprinus carpio), 2009.

  • Toni, C ; CATTANEO, R. ; SANTI, A. ; Clasen B. ; MENEZES, C. C. ; LEITEMPERGER, J. ; LORO, V. L. . Respostas Bioquímicas de Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao Fungicida Tebuconazole em Laboratório. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia - SP. Respostas Bioquímicas de Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao Fungicida Tebuconazole em Laboratório, 2009.

  • Toni, C ; SANTI, A. ; MENEZES, C. C. ; LÓPES, T. ; LEITEMPERGER, J. ; Clasen B. ; CATTANEO, R. ; LORO, V. L. . Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas Húngara (Cyprinus carpio) Expostas ao Herbicida Bispyribac-Sodium. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia - SP. Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas Húngara (Cyprinus carpio) Expostas ao Herbicida Bispyribac-Sodium, 2009.

  • LORO, V. L. ; LÓPES, T. ; Bárbara Clasen ; Toni, C ; SANTI, A. ; MENEZES, C. C. ; CATTANEO, R. ; LEITEMPERGER, J. ; ZANELLA, R. . Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao Carbofuran (Furadan), em Condições de Laboratório. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia - SP. Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao Carbofuran (Furadan), em Condições de Laboratório., 2009.

  • Toni, C ; Bárbara Clasen ; MORAES, B. ; SANTI, A. ; CATTANEO, R. ; PRETTO, A. ; MENEZES, C. C. ; LORO, V. L. . Determinação de Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas a uma Formulação Comercial do Herbicida Clomazone. In: XXIII Reunião da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2009, Águas de Lindóia - SP. Determinação de Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas a uma Formulação Comercial do Herbicida Clomazone, 2009.

  • CATTANEO, R. ; CLASEN, B. ; MORAES, B. ; PRETTO, A. ; Toni, C ; FONSECA, M. B. ; LORO, V. L. . Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas Formulação Comercial Contendo Glifosato.. In: I Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial - TOXSUL, 2008, Porto Alegre. Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas Formulação Comercial Contendo Glifosato., 2008.

  • CATTANEO, R. ; Verissimo L.F.F ; THIESEN, Flavia Valladão . Interferência do Consumo de Chimarrão nos Níveis de Fenol Urinário.. In: I Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial - TOXSUL, 2008, Porto Alegre-RS. Interferência do Consumo de Chimarrão nos Níveis de Fenol Urinário., 2008.

  • MORAES, B. ; PRETTO, A. ; CATTANEO, R. ; CLASEN, B. ; Toni, C ; LORO, V. L. ; AVILA, L.A. ; Meneghetti, G.S. ; Marchesan, E. ; Machado, S.O. . Estresse Oxidativo e Resposta Antioxidante de Cyprinus carpio Após Exposição a uma Formulação Comercial do Herbicida Quinclorac. In: I Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial - TOXSUL, 2008, Porto Alegre. Estresse Oxidativo e Resposta Antioxidante de Cyprinus carpio Após Exposição a uma Formulação Comercial do Herbicida Quinclorac, 2008.

  • Toni, C ; CATTANEO, R. ; Bárbara Clasen ; MORAES, B. ; PRETTO, A. ; FONSECA, M. B. ; LORO, V. L. . Parâmetros Metabólicos de Carpas (Cyprinus carpio) Expostas a uma Formulação Comercial Contendo Glifosato. In: I Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial - TOXSUL, 2008, Porto Alegre-RS. Parâmetros Metabólicos de Carpas (Cyprinus carpio) Expostas a uma Formulação Comercial Contendo Glifosato, 2008.

  • MENEZES, C. C. ; CATTANEO, R. ; DORNELES, A. ; SPEROTTO, R. ; DUARTE, M.M. ; SCHETINGER, M.R. ; LORO, V. L. . Avaliação de Parâmetros de Estresse Oxidativo no Líquor de Pacientes com Meningite Asséptica e Bacteriana.. In: TOXSUL, 2008, Porto Alegre. Avaliação de Parâmetros de Estresse Oxidativo no Líquor de Pacientes com Meningite Asséptica e Bacteriana., 2008.

  • MENEZES, C. C. ; SANTI, A. ; MORAES, B. ; Toni, C ; CATTANEO, R. ; CLASEN, B. ; PRETTO, A. ; MIRON, D. S. ; LORO, V. L. . Estresse Oxidativo em Carpa Húngara (Cyprinus carpio) após Exposição ao Herbicida Only.. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2008, Águas de Lindóia-SP. Estresse Oxidativo em Carpa Húngara (Cyprinus carpio) após Exposição ao Herbicida Only., 2008.

  • CATTANEO, R. . Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas a Uma Formulação Comercial do Inseticida Fipronil em Sistema de Arroz Irrigado.. In: 23² JAI: Jornada Acadêmica Integrada, 2008, Santa Maria-RS. Parâmetros de Estresse Oxidativo em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas a uma Formulação Comercial do Inseticida Fipronil em Sistema de Arroz Irrigado., 2008.

  • CATTANEO, R. . Parâmetros Metabólicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostos a uma Formulação Comercial do Inseticida Carbofuran em Condições de Lavoura de Arroz.. In: 23²JAI: Jornada Acadêmica Integrada, 2008, SANTA MARIA. Parâmetros Metabólicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostos a uma Formulação Comercial do Inseticida Carbofuran em Condições de Lavoura de Arroz., 2008.

  • CATTANEO, R. ; CLASEN, B. . Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostos a Uma Formulação Comercial do Inseticida Fipronil em Laboratório.. In: 23² JAI: Jornada Acadêmica Integrada, 2008, Santa Maria-RS. Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostos a Uma Formulação Comercial do Inseticida Fipronil em Laboratório., 2008.

  • Bárbara Clasen ; MORAES, B. ; CATTANEO, R. ; PRETTO, A. ; MENEZES, C. C. ; Toni, C ; ZANELLA, R. ; AVILA, L.A. . Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao Inseticida Carbofuran em Sistema de Arroz Irrigado. In: I Congresso Sul de Toxicologia Clínico-Laboratorial, 2008, Porto Alegre - RS. Parâmetros Toxicológicos em Carpas (Cyprinus carpio) Expostas ao Inseticida Carbofuran em Sistema de Arroz Irrigado, 2008.

  • MENEZES, C. C. ; CATTANEO, R. ; Bárbara Clasen . Avaliação do Estresse Oxidativo em Jundiás (Rhamdia quelen) Expostos aos Herbicidas Clomazone e Glifosato. In: 23² Jornada Acadêmica Integrada, 2008, Santa Maria - RS. Avaliação do Estresse Oxidativo em Jundiás (Rhamdia quelen) Expostos aos Herbicidas Clomazone e Glifosato, 2008.

  • PRETTO, A. ; MORAES, B. ; MENEZES, C. C. ; CATTANEO, R. ; CLASEN, B. ; Toni, C ; LORO, V. L. . Avaliação de Parâmetros Toxicológicos em Jundiás (Rhamdia quelen) após Exposição ao Cadmio.. In: I Congresso Sul de Toxicologia Clinico-Laboratorial - TOXSUL, 2008. Avaliação de Parâmetros Toxicológicos em Jundiás (Rhamdia quelen) após Exposição ao Cadmio..

  • CATTANEO, R. ; PRETTO, A. ; MENEZES, C. C. ; FONSECA, M. B. ; MORAES, B. ; GLUSCZAK, L. ; MIRON, D. S. ; CLASEN, B. ; LORO, V. L. . Parâmetros Metabólicos e Atividade da Acetilcolinesterase (AChE) em Jundiás (Rhamdia quelen) Expostos ao Herbicida 2,4-D.. In: FeSBE, 2007, Águas de Lindóia -SP. Anais da XXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2007.

  • CATTANEO, R. ; ALEGRETTI, Ana Paula ; FRITSCHER, Carlos C ; THIESEN, Flavia Valladão ; CHATKIN, José M ; PERUZZO, Gabriela . Validaçao de Metodo Analitico para Determinaçao de Cotinina em Urina por HPLC. In: 26ª Semana Científica do Hospital de Clinicas de Porto Alegre-13º Congresso de Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde do Mercosul, 2006, Porto Alegre, 2006.

  • SEBBEN, Viviane ; SEBBEN, Yolanda ; CATTANEO, R. ; HOFFMAISTER, Cristina . Estudo da Estabilidade de Drogas em Urina. In: 14º Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2005, Recife, 2005.

  • PERLIN, J. L. ; SILVEIRA, D. P. ; KOEFENDER, J. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; CAMERA, J. N. ; OLIVEIRA, V. A. ; BIANCHI, P. D. ; GOLLE, D.P. . The Analysis of Water Availability as an Important Factor for Farmers' Permanence in the Field: A Study in Southern Brazilian Countryside. INTERNATIONAL JOURNAL FOR INNOVATION EDUCATION AND RESEARCH , 2019.

  • SIQUEIRA, L. C. ; FAVARETTO, B. ; MORAES, B. T. ; FREITAS, V. O. ; BICALHO, R. C. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; BASSUINO, D. M. ; WOLKMER, P. . Bovine endometritis and the inflammatory peripheral cholinergic system. APPLIED BIOCHEMISTRY AND BIOTECHNOLOGY , 2019.

  • ROBERTA CATTANEO HORN . INTOXICAÇÃO POR AGROTÓXICOS. 2019. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • CATTANEO, R. ; FONSECA, M. B. ; LORO, V. L. ; PRETTO, A. ; CLASEN, B. ; MENEZES, C. C. ; MORAES, B. . Efeitos sobre Parâmetros Metabólicos e Toxicológicos de Jundiás (Rhamdia quelen) Expostos à Formulação Comercial do Herbicida 2,4 Diclorofenoxiacético (2,4-D). 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CATTANEO, R. ; VERISSIMO, L. F. F. ; ALEGRETTI, Ana Paula . Interferencia do Consumo de Chimarrão nos Níveis de Fenol Urinário. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CATTANEO, R. ; CLASEN, B. ; MORAES, B. ; PRETTO, A. ; Toni, C ; FONSECA, M. B. ; LORO, V. L. . Parâmetros de Estresse Oxidativo e de Acetilcolinesterase em Carpas (Cypinus carpio) Expostas à Formulação Comercial Contendo Glifosato. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CATTANEO, R. ; THIESEN, Flavia Valladão ; VERISSIMO, L. F. F. . Interferência do Consumo de Chimarrão nos Níveis de Fenol Urinário. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CATTANEO, R. ; PRETTO, A. ; MENEZES, C. C. ; FONSECA, M. B. ; MORAES, B. ; GLUSCZAK, L. ; MIRON, D. S. ; CLASEN, B. ; LORO, V. L. . PARÂMETROS METABÓLICOS E ATIVIDADE DA ACETILCOLINESTERASE (AChE) EXPOSTOS AO HERBICIDA 2,4-D. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • CATTANEO, R. ; ALEGRETTI, Ana Paula ; PERUZZO, Gabriela ; CHATKIN, José M ; FRITSCHER, Carlos C ; Thiesen F.V . Validação do Método Analítico para Determinação de Cotinina em Urina por HPLC. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • CATTANEO, R. ; ALEGRETTI, Ana Paula ; SAGEBIN, Fernando Rodrigues ; THIESEN, Flavia Valladão . Validação do Método Analítico para Determinação de Cotinina em Urina. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; GELATTI, G. T. ; KAIPER, C. . PLANTAS MEDICINAIS. Cruz Alta: UNICRUZ, 2017 (boletim técnico).

  • KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. ; GOLLE, D.P. ; HORN, ROBERTA CATTANEO ; DELAZERI, P . Cultura da mandioca. CRUZ ALTA: UNICRUZ, 2017 (boletim técnico).

  • ROBERTA CATTANEO HORN . GESTÃO RURAL E OS ASPECTOS PRODUTIVOS DA REGIÃO DO COREDE ALTO JACUÍ-RS. Cruz Alta, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • KOEFENDER, J. ; GOLLE, D.P. ; MANFIO, C.E. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; CAMERA, J. N. ; DAMBROZ, A. . Cultura da Mandioca. Cruz Alta: UNICRUZ, 2015 (boletim técnico).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ROBERTA CATTANEO HORN . Mestrado em Atenção Integral em Saúde. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

CATTANEO, R. . Intoxicações por Agrotóxicos. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

CATTANEO, R. . Intoxicação por agrotóxicos. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

HORN, R.C. . Exposição a pesticidas agrícolas por agricultores da Região Sul do Brasil. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

CATTANEO, R. . Exposição de idosos do meio rural cadastrados na rede leite e emater, a pesticidas agricolas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

CATTANEO, R. . Exposição a pesticidas agrícolas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

BIGOLIN, T. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . Circular Técnica: diagnóstico do uso dos procedimentos de segurança na aplicação de agrotóxicos. 2019. (CIRCULAR TÉCNICA).

BIGOLIN, T. ; HORN, ROBERTA CATTANEO . Circular Técnica: diagnóstico do uso dos procedimentos de segurança na aplicação de agrotóxicos. 2019. (CIRCULAR TÉCNICA).

ROBERTA CATTANEO HORN . XII ENCONTRO DOS GRUPOS DE PESQUISA DA UNICRUZ. 2017. .

KOEFENDER, J. ; CAMERA, J. N. ; GOLLE, D.P. ; ROBERTA CATTANEO HORN ; DALAZERI, P. ; PEREIRA, Y. . PROPAGAÇÃO RÁPIDA DE MANDIOCA TRADICIONAL DO ALTO JACUÍ EM DIFERENTES SUBSTRATOS. 2017. (CIRCULAR TÉCNICA).

CATTANEO, R. . Análise de Exames Laboratoriais para Profissionais da Área da Saúde. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CATTANEO, R. . Boas Práticas de Manipulação em Laboratório. 2011. .

CATTANEO, R. . Capacitadora na Oficina de Doenças respiratórias em Nobres - Projeto RONDON. 2011. .

CATTANEO, R. . I CURSO DE PRÁTICAS SÓCIOCULTURAIS INTERDISCIPLINARES - MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CATTANEO, R. . Semana da Ciência, Tecnologia e Inovação. Seminário de Mudanças Climáticas, Desastres Naturais e Prevenção de Riscos. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CATTANEO, R. . Toxicologia e Praticas Laboratoriais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    ALTERAÇÕES BIOQUÍMICAS E TOXICOLÓGICAS NA INSUFICIENCIA RENAL CRÔNICA, Descrição: Avaliar as condições bioquímicas e toxicológicas de pacientes com insuficiência renal crônica (IRC), bem como, verificar se o procedimento hemodialítico consegue amenizar os danos celulares gerados pela condição patológica destes indivíduos e investigar o possível papel protetor de nutracêuticos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Coordenador / PAULO RICARDO MOREIRA - Integrante / Andreia Quatrin - Integrante / Sabrina Eickhoff - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Avaliação de atividades biológicas e farmacológicas de produtos naturais, Descrição: Estudos epidemiológicos têm mostrado que dietas ricas em frutas e verduras estão associadas a uma menor incidência de doenças crônicas e degenerativas. Um dos principais aspectos relacionados ao efeito protetor desses alimentos é o fato de alguns produtos naturais com atividade antioxidante poderem ser úteis no auxílio do sistema protetor endógeno, podendo ser utilizados como nutracêuticos. Dentre eles, os antioxidantes presentes em extratos de espécies vegetais, vêm atraindo cada vez mais a atenção dos consumidores e pesquisadores. Além da ingestão de frutas e vegetais, recomendados como fontes de compostos antioxidantes, acredita-se que a suplementação da dieta com ervas, contendo altas concentrações de compostos capazes de neutralizar radicais livres, tenha também efeitos benéficos. Embora as plantas medicinais sejam raramente utilizadas como antioxidantes na medicina tradicional, suas características terapêuticas poderiam ser sustentadas devido, em parte, à sua capacidade varredora de radicais livres que podem estar envolvidos em muitas doenças. Assim, considerando que, apesar da grande quantidade de trabalhos desenvolvidos, muito do potencial de produtos naturais permanece inexplorado, o estudo de novas atividades biológicas frente a diferentes modelos experimentais continua sendo de suma importância para o desenvolvimento de novas alternativas de tratamento e/ou prevenção de doenças. Data de início: março de 2018.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / RODRIGO FERNANDO DOS SANTOS SALAZAR - Integrante / GABRIELA BONFANTI-AZZOLIN - Coordenador / MARIANA PARISI - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Uso de extratos vegetais no controle de doenças em plantas, Descrição: A utilização de métodos alternativos aos fungicidas tradicionais, que sejam eficientes com mínimo de impacto ambiental e perigo aos consumidores tem demonstrado bons resultados, estudos com óleos essenciais e extratos aquosos obtidos de algumas espécies vegetais têm se mostrado eficientes no controle de doenças de plantas, tanto pela ação fungitóxica direta, como indiretamente, por meio da indução de resistência às culturas tratadas, estudar a eficiência de controle de extratos vegetais no controle de doenças em plantas tanto em nível de laboratório como no campo tem auxiliado produtores na tomada de decisão sobre o controle de diversos patógenos causadores de doenças... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Coordenador / YURI PEREIRA - Integrante / DERALDO HORN - Integrante / Luana Carvalhaes Coutinho - Integrante.

  • 2017 - 2019

    Efeitos de resíduos de glifosato na saúde humana e animal na região do Corede Alto Jacuí., Descrição: Investigar a presença dos resíduos de glifosato em agricultores e bovinas holandesas do Corede Alto Jacuí, bem como, analisar o status das condições de saúde dos produtores rurais desta região, especialmente sob marcadores de exposições agudas e crônicas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / gabriela bonfanti - Integrante / MARIANA SPANAMBERG MAYER - Integrante / JACKSON ERNANI FIORIN - Integrante / PATRICIA WOLKMER - Integrante / Malcon Andrei Martinez Pereira - Integrante / Bruna Camila de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro / PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa / CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - 2018

    Perfil oxidativo de mulheres com células escamosas atípicas de significado indeterminado, Descrição: As mulheres que apresentam lesões posteriores as células atípicas de significado indeterminado (ASC-US) podem possuir alterações nos marcadores oxidativos e antioxidantes. Deste modo, esse estudo pretende verificar se na presença de ASC-US ocorrem alteração em marcadores de estresse oxidativo, pois há escassez na literatura sobre o tema, podendo assim futuramente melhorar a qualidade de vida das mulheres acometidas por essa alteração.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / ANA CAROLINE TISSIANI - Integrante / Tamiris Felippin - Integrante / JANICE DE FÁTIMA PAVAN ZANELLA - Integrante., Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    Perfil oxidativo de anuros em estágios larvais de áreas úmidas em matrizes agrícolas, Descrição: As áreas úmidas são fontes de recursos naturais para a humanidade e estão entre os ecossistemas mais produtivos do mundo. Entretanto, aproximadamente 50% desses ecossistemas já desapareceram no último século, sendo uma das principais causas a conversão das áreas úmidas naturais em sistemas agriculturáveis. Levando em consideração que a fauna que compõe estas áreas é extremamente sensível e dependente das características destes habitats, a fragmentação, alterações hidrológicas e contaminação do ar e da água por agentes químicos acarreta na redução de biodiversidade local. Entre estes organismos, as comunidades de anuros em função da sua biologia, são os organismos primeiramente afetados e que respondem de forma significativa às estas variações ambientais. Neste estudo pretende-se avaliar os marcadores de estresse oxidativo das comunidades de girinos em áreas com cultivares de soja, localizadas na região noroeste do Rio Grande do sul. Serão cinco amostragens por safra, com a finalidade de analisar a estrutura da comunidade de anfíbios anuros ao longo do ciclo de cultivo de soja. As coletas serão realizadas ao longo do ciclo de cultivo 2016/2017, 2017/2018 de modo que representem os períodos de preparo do solo, crescimento, pós-colheita e entressafra da cultura. Estes dados serão utilizados a fim de comparar áreas úmidas com diferentes áreas de entorno e assim podendo avaliar o nível de conservação destas populações. E posteriormente sugerir medidas de mitigação que possam conservar a biodiversidade e a integridade deste ambientes de suma importância.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante / GUILHERME CUNHA - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    METABOLISMO E IMUNIDADE NO PERIPARTO DE VACAS LEITEIRAS E SUA INFLUÊNCIA NA SAÚDE E PRODUTIVIDADE: TECNOLOGIAS AO ALCANCE DO PRODUTOR, Descrição: A região do Alto Jacuí contém 14,9% dos rebanhos bovinos estaduais (2,1 milhões de cabeças), processando 9,3% do leite produzido no Estado. O periparto é geralmente definido como o período compreendido entre as três semanas anteriores e as três semanas posteriores ao parto. Este é um dos pontos críticos da produção leiteira, quando os riscos relacionados ao bem estar animal são máximos. Durante este período de transição, a vaca enfrenta uma gama de fatores estressantes, dentre estes, inclui-se alterações dietéticas, reagrupamentos sociais, alterações físicas, hormonais e fisiológicas associadas ao parto, produção de colostro e ao início da lactação. Estas alterações ocorrem associadas a um período de imunossupressão fisiológico e coloca as vacas periparturientes em situação de risco elevado para serem acometidas por enfermidades, as quais afetam sua eficiência e as predispõe à saída precoce do sistema produtivo. A maximização dos resultados de produtividade de cada animal depende diretamente do acompanhamento e detecção precoce de problemas de saúde, nutrição e bem-estar. Investir em uma ferramenta de monitoramento, poderia ser uma alternativa para auxiliar o produtor e os técnicos da propriedade a dedicarem mais tempo a gestão dos resultados da propriedade. Neste sentido, surgem os sistemas informatizados de monitoramento de rebanho, utilizando sensores ligados aos animais. Desta forma, na presente proposta será investigada a influência de fatores ambientais, comportamentais e metabólicos na saúde e produtividade de vacas leiteiras em período periparto. Busca-se com o presente projeto alternativas tecnológicas para qualificar o setor leiteiro da região.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / CLAUDIA MARIA PRUDENCIO DE MERA - Integrante / PATRICIA WOLKMER - Integrante / LUCAS CARVALHO SIQUEIRA - Coordenador / DANIELE FURIAN ARALDI - Integrante / GUILHERME KONRADT - Integrante / Luiz Felipe K. Borges - Integrante.

  • 2017 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DE NOVAS METODOLOGIAS PARA O CONTROLE PARASITÁRIO, Descrição: A falta de princípios ativos novos nas formulações químicas, aliada ao problema da resistência amplamente disseminada em todo o Brasil, faz com que se busquem alternativas adaptadas à consciência adquirida por criadores e consumidores. A fitoterapia é um tratamento atraente no contexto de agricultura orgânica, onde o impacto ambiental e os resíduos de produtos de uso veterinário nos alimentos de origem animal podem ser minimizados, além da possibilidade de redução de custos, do tempo de carência para comercialização e da valorização dos produtos. Além disso, estratégias tecnológicas podem vir a melhorar ainda mais a eficácia destes compostos, como o desenvolvimento de sistemas nanoestruturados (lipossomas, nanoemulsões, nanopartículas poliméricas, entre outros), constituindo também uma alternativa terapêutica. A nanotecnologia, portanto, é uma área que se caracteriza pela grande multidisciplinaridade e envolve a utilização de materiais de origem natural, semi-sintética e sintética, para o desenvolvimento de dispositivos e sistemas em escala nanométricas, sendo possível manipular átomos e moléculas, para as mais diversas aplicações. Assim, o estudo de novas atividades biológicas frente a diferentes modelos experimentais continua sendo de suma importância para o desenvolvimento de novas alternativas de tratamento e/ou prevenção de doenças.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / LUCAS CARVALHO SIQUEIRA - Integrante / Daniele Mariath Bassuino - Integrante / Lucas Trevisan Gressler - Integrante / Luciana Dalla Rosa - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Efeito antioxidante da Piper umbellatum L. sobre marcadores de estresse oxidativo em eritrócitos de indivíduos com insuficiência renal crônica em tratamento com hemodiálise, Descrição: A insuficiência renal crônica (ICR) é definida pela redução na função renal, o que resulta na diminuição da diurese e a perda da homeostase interna, caracterizando um problema de saúde pública. Um dos tratamento disponiveis é a hemodiálise, porém em pacientes IRC que realizam hemodiálise ocorre o aumento dos níveis de marcadores de estresse oxidativo, que é um desiquilíbrio entre os componentes pró-oxidantes e oxidantes. A Piper umbellatum L., conhecida como pariparoba, é uma planta medicinal popularmente ultizada no tratamento de infecções do trato urinário, no entanto existem escassez de informações sobre outras atividades farmacológicas que esta planta possa ter. Portanto o objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro da infusão das folhas da Piper umbellatum L. conhecida popularmente como pariparoba em eritrócitos de pacientes com insuficiência renal em tratamento com hemodiálise. Para isso, será preparada a infusão da pariparoba e após será realizada a caracterização fitoquímica desta solução. Os eritrócitos dos pacientes insuficientes renais serão tratados com diferentes concentrações dessa infusão durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo. Espera-se que o tratamento in vitro com o a infusão das folhas da Piper umbellatum L seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos e aumente as defesa antioxidante endógenas em pacientes insuficientes renais que fazem tratamento semanal com hemodiálise, contribuindo para a melhora da qualidade de vida desses indivíduos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / ANA CAROLINE TISSIANI - Integrante / Ruan Ramires - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Estudo do perfil clínico-epidemiológico, métodos de diagnóstico e prevenção de neoplasias relacionadas ao HPV, Descrição: A infecção pelo Papilomavírus humano (HPV) normalmente envolve um fenômeno transitório. Entretanto, infecções persistentes podem resultar na transformação celular e, consequentemente, no desenvolvimento de neoplasias. Como exemplos de cânceres associados à infecção pelo HPV, incluem-se os da região anogenital (colo do útero, vulva, vagina, pênis e ânus) e região da cabeça e pescoço (boca, orofaringe e laringe). O aumento da morbimortalidade relacionada a estas neoplasias, pode ser reflexo da mudança de hábitos da população, ocasionando não somente uma maior exposição ao HPV, como também, a outros fatores que parecem atuar como cofatores no processo de carcinogênese, uma vez que, nem todas as pessoas infectadas fatalmente desenvolvem uma neoplasia. Neste sentido, a elevada e crescente carga das doenças neoplásicas relacionadas ao HPV é considerada um problema de saúde pública. Portanto, o objetivo do presente projeto é estudar os diferentes aspectos que envolvem a prevenção, o diagnóstico e o perfil clínico-epidemiológico de neoplasias relacionadas ao HPV, visando ampliar o conhecimento científico sobre estas doenças e estabelecer subsídios para as práticas nos diferentes níveis de atenção saúde (primária, secundária e terciária). Caracteriza-se como projeto matricial, interdisciplinar, que integra pesquisas desenvolvidas no Programa de Pós-Graduação em Atenção Integral à Saúde e nos cursos de Graduação da área da Saúde da UNICRUZ, as quais são delineadas a partir dos seguintes objetivos específicos: i) avaliar o perfil clínico-epidemiológico de das populações estudadas; i) avaliar, aprimorar e desenvolver metodologias aplicadas ao rastreamento, diagnóstico e acompanhamento das neoplasias estudadas; iii) avaliar práticas de prevenção e educação em saúde desenvolvidas com a população; iv) avaliar, aprimorar e desenvolver metodologias aplicadas ao rastreamento, diagnóstico e acompanhamento das neoplasias estudadas; v) avaliar a utilização dos serviços de saúde e os cuidados voltados aos pacientes oncológicos; vi) estabelecer e avaliar estratégias para o desenvolvimento e/ou fortalecimento das práticas de educação continuada voltadas aos profissionais inseridos em serviços de atenção primária, secundária e terciária.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / JANAINA COSER - Coordenador / JANICE DE FÁTIMA PAVAN ZANELLA - Integrante / VAGNER RICARDO LUNGE - Integrante / THAIS DA ROCHA BOEIRA - Integrante.

  • 2016 - 2017

    Efeito antioxidante da mikania glomerata spreng sobre marcadores de estresse oxidativo em eritrócitos de indivíduos com alterações citopatológicas, Descrição: O guaco é uma planta medicinal popularmente utilizada para o tratamento da tosse, mas na tentativa de ampliar e comprovar atividades biológicas desta espécie, como sua ação antioxidante, este estudo pretende avaliar os efeitos da infusão das folhas de Mikania glomerata Spreng sobre os marcadores de estresse oxidativo em eritrócitos de indivíduos com alterações citopatológicas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / Natacha Cossettin Mori - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / ANA CAROLINE TISSIANI - Integrante / Tamiris Felippin - Integrante / JANICE DE FÁTIMA PAVAN ZANELLA - Integrante., Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2016 - 2017

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE DE MONOTERPENOIDES EM JUNDIÁS (Rhamdia quelen), Descrição: Avaliar o potencial antioxidante do linalol e do citral quando adicionados à ração de Rhamdia quelen.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Natacha Cossettin Mori - Integrante., Financiador(es): Universidade de Cruz Alta - Bolsa.

  • 2015 - 2017

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DAS INFUSÕES DE Baccharis trimera E DE Baccharis articulata EM ERITRÓCITOS DE MULHERES NA PERIMENOPAUSA E PÓS-MENOPAUSA, Descrição: O gênero Baccharis, pertencente a família Asteraceae, é constituído por cerca de 500 espécies, distribuídas dos Estados Unidos à Argentina, sendo que 90% ocorrem na América do Sul. Apenas cerca de 120 espécies de Baccharis foram estudadas quimicamente, destacando-se a Baccharis trimera seguida da Baccharis articulata, espécies aladas conhecidas como carquejas. Alguns autores relataram ação antioxidante destas duas espécies de carqueja, que tem sido relacionada com a presença de compostos fenólicos, incluindo o polifenóis, quercetina e rutina além dos ácidos fenólicos, tais ácidos como cafeoilquínicos. Estudos in vivo e in vitro mostraram que os compostos fenólicos extraídos, têm efeitos sobre respostas biológicas através da eliminação de EROs e pela ativação de vias de sinalização celular . Contudo, existe uma carência de informações na literatura, sobre a atividade antioxidante destas plantas na forma de infusões, que segundo o Formulário de Fitoterápicos da Farmacopeia Brasileira (2011), é o principal modo de preparo destas espécies de carquejas. Sendo assim, esse estudo tem como objetivo avaliar o efeito antioxidante das infusões de duas espécies de Carquejas (Baccharis trimera e Baccharis articulata) em eritrócitos de mulheres na perimenopausa e na pós-menopausa que utilizam ou não a TRH.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / Evelise Moraes Berlezi - Integrante / MARIANA SPANAMBERG - Integrante / gabriela bonfanti - Integrante / NATACHA MORI - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Diagnóstico e Monitoramento das Doenças que Afetam os Animais Domésticos, Descrição: O projeto tem o objetivo de detectar, descrever e diagnosticar as principais enfermidades que afetam os animais domésticos através dos achados patológicos e de técnicas complementares como exames sorológicos, reação em cadeia da polimerase, cultivos microbiológicos, parasitológicos, bioquímicos e imuno-histoquímicos. Busca viabilizar o monitoramento das enfermidades mais relevantes da região a fim de alcançar um desenvolvimento regional sustentável. Instituição colaboradora: Justus Liebig-Universität, Gissen, Alemanha.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / PATRICIA WOLKMER - Integrante / LUCAS CARVALHO SIQUEIRA - Integrante / Daniele Mariath Bassuino - Coordenador / GUILHERME KONRADT - Integrante / LUCIANA DALLA NORA - Integrante / Gisele Boos - Integrante / Cristina Krauspenhar Rossato - Integrante., Financiador(es): Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Avaliação e Gestão de resíduos agrícolas e agroindustriais em diferentes matrizes biológicas, vegetais, animais e ambientais, Descrição: A disposição de qualquer resíduo na agricultura está diretamente relacionada à necessidade de minimização de efeitos do desenvolvimento da sociedade contemporânea ao longo do tempo, efeitos estes nem sempre benéficos para o meio ambiente, à vida e ao próprio ser humano. Neste contexto este projeto tem como objetivo a determinação, monitoramento e gestão de resíduos a fim de prevenir contaminações ambientais, humanas e animais, com o intuito do reaproveitamento dos resíduos gerados pela agroindustria, como fonte energética por exemplo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / RODRIGO FERNANDO DOS SANTOS SALAZAR - Integrante.

  • 2014 - 2016

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE E SOBRE ATIVIDADE DA ENZIMA ACETILCOLINESTERASE EM ERITRÓCITOS DE AGRICULTORES EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS TRATADOS COM A INFUSÃO DE Cymbopogon citratus, Descrição: Avaliar ?in vitro? o efeito da infusão da Cymbopogon citratus sobre o sistema antioxidante e sobre a atividade da enzima acetilcolinesterase (AChE) em eritrócitos de agricultores expostos ocupacionalmente a agrotóxicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Natacha Cossettin Mori - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2015

    Avaliação da intoxicação aguda e/ou crônica de agricultores familiares do Corede Alto Jacuí/RS., Descrição: Analisar o status das condições de saúde dos agricultores familiares do Corede Alto Jacuí, especialmente em relação às intoxicações agudas e/ou crônicas oriundas da exposição aos agroquímicos utilizados, permitindo a constituição de um panorama atual das questões ambientais e ocupacionais, o reconhecimento das condições atuais de saúde e o apontamento de ações preventivas e mitigatórias a médio e longo prazos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Solange Beatriz Billig Garces - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    AVALIAÇÃO DO PERFIL OXIDATIVO E ANTIOXIDANTE EM PACIENTES PORTADORES DO VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA (HIV) TRATADOS COM O EXTRATO DE Cunila microcephala Benth, Descrição: Comparação dos níveis de estresse oxidativo e de marcadores bioquimicos (lipídicos, protéicos, cárdicos e glicêmicos) em pacientes com AIDS, tratados e não tratados e tratamento dos eritrócitos dos pacientes HIV positivo com o extrato de Cunila microcephala Benth.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / Cecilia Gabriela Rubert Possenti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Juliana Sorraila de Oliveira - Integrante / Angélica Pacheco - Integrante / Paulo Moreira - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro / Universidade de Cruz Alta - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    PERFIL OXIDATIVO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE IN VITRO DO GUARANA (Paullinia cupana) EM OBESOS, Descrição: Monitoramento ocupacional de indivíduos obesos e submetidos a cirurgia bariátrica e o tratamento "in vitro" dos eritrócitos destes indivíduos com o extrato de Paullinia cupana.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Josiane Woutheres Bortolotto - Coordenador / Cecilia Gabriela Rubert Possenti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Juliana Dornelles - Integrante., Financiador(es): Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato das flores da Calendula officinalis L. (Asteraceae) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4D, Descrição: Com a demanda crescente por plantas medicinais, seguramente identificadas e com teor de princípio ativo de acordo com o exigido na farmacopéia, para uso na terapêutica ou prevenção de doenças, o cultivo de espécies medicinais torna-se cada dia mais importante, além de tornar-se uma fonte alternativa de renda para pequenos agricultores familiares. Na produção agrícola há diversos aspectos intrínsecos, ambientais e técnicos que influem na área cultivada, na produção de matéria prima e que variam nas diferentes espécies medicinais. Entre os fatores técnicos no cultivo da calêndula estão o manejo da planta para potencializar a produção de capítulos florais. Vários trabalhos estão descritos na literatura abordando aspectos nutricionais, de espaçamento, de produção de mudas, respostas fisiológicas e metabólicas das plantas cultivadas em diferentes ambientes, mas não foram encontradas pesquisas que abordem a supressão da haste principal como um manejo no cultivo da calêndula, para forçar o desenvolvimento de hastes laterais e conseqüentemente o aumento na produção de inflorescências. O reconhecimento oficial da calêndula como medicamento fitoterápico, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária ? ANVISA e pela Portaria nº 971, de 03 de maio de 2006 que aprova a política nacional de práticas integrativas e complementares (PNPIC) no sistema único de saúde (SUS) e pelo Decreto 5813 de 22 de junho de 2006 que aprova a política nacional de plantas medicinais e fitoterápicas, aumenta, no Brasil, a necessidade de pesquisar a cultura nos diferentes aspectos que envolvem, principalmente, as ações especificas de cada planta. E neste contexto, torna-se de suma importante, a realização de estudos que avaliem a atividade antioxidante das flores da calendula sobre eritrócitos contaminados com 2,4-D, um herbicida muito utilizado nas lavouras da região sul do país, para aumentar a produtividade e lucratividade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / MARCELA PICININI - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE E SOBRE ATIVIDADE DA ENZIMA ACETILCOLINESTERASE (ACHE) EM ERITRÓCITOS DE INDIVÍDUOS EXPOSTOS OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS TRATADOS COM EXTRATO DE Cunila microcephala Benth, Descrição: Monitoramento ocupacional de agricultores rurais expostos a pesticidas agrícolas e tratamento "in vitro" dos eritrócitos destes agricultores com o extrato de Cunila microcephala Benth.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Coordenador / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / JULIANA SORRAILA DE OLIVEIRA - Integrante / Cecilia Gabriela Rubert Possenti - Integrante / Solange Beatriz Billig Garces - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Angélica Pacheco - Integrante., Financiador(es): Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato de diferente partes da planta Ruta graveolens L. sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. A Ruta graveolens L. (Rutaceae) é uma planta originária do sul da Europa e foi trazida ao Brasil pelos colonizadores portugueses e desde a antiguidade tem sido utilizada na Europa e na África como uma proteção contra "mau olhado". Esta tradição popular também é muito comum no Brasil. É utilizada como recurso medicinal pela população local em todo o Brasil. São usadas como estimulante, sudorífera, analgésico, abortivo, emenagogo, estupefaciente, antigripal, hemostático, anti-reumático, e suas sementes servem como anti-helmínticos e parasiticidas. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante da arruda para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2013 - 2013

    Alterações Bioquímicas e de Estresse Oxidativo em fumantes crônicos, Descrição: Alterações Bioquímicas e de Estresse Oxidativo em fumantes crônicos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Cristieli Carine Braun - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Estudo do efeito antioxidante de diferentes princípios ativos ? PROJETO GUARDA CHUVA, Descrição: O excesso de radicais livres no organismo é combatido por antioxidantes produzidos pelo corpo ou absorvidos da dieta. Segundo Halliwell (2000), antioxidante é qualquer substância que, quando presente em baixa concentração comparada à do substrato oxidável, regenera o substrato ou previne significativamente a oxidação do mesmo. Os antioxidantes produzidos pelo corpo agem enzimaticamente, a exemplo da GPx, CAT e SOD ou, não-enzimaticamente a exemplo de GSH, peptídeos de histidina, proteínas ligadas ao ferro (transferrina e ferritina), ácido diidrolipóico e CoQH. Além dos antioxidantes produzidos pelo corpo, o organismo utiliza aqueles provenientes da dieta como o a-tocoferol (vitamina E), ß-caroteno (pro-vitamina A), ácido ascórbico (vitamina C), e compostos fenólicos onde se destacam os flavonóides e poliflavonóides (BARREIROS; DAVID, 2006). Assim, o objetivo deste estudo é avaliar o efeito antioxidante de diferentes princípios, a partir de testes com eritrócitos humanos ("in vitro").. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante.

  • 2012 - 2014

    MANIPULAÇÃO E PATENTE DE PRODUTO FITOTERÁPIO A BASE DE Mentha spp. UTILIZADO COMO PREVENTIVO DA MASTITE BOVINA, Descrição: Manipulação e patente de produto fitoterápio a base de Mentha spp. preventivo ao aparecimento da mastite bovina. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Cecilia Gabriela Rubert Possenti - Integrante / Queli Cristina Bitencourt Sostisso Seifert - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2013

    MONITORAMENTO OCUPACIONAL DE TRABALHADORES RURAIS EXPOSTOS A PESTICIDAS AGRÍCOLAS ATRAVÉS DA UTILIZAÇÃO DE BIOMARCADORES, Descrição: Este trabalho tem por objetivo avaliar os danos causados pela exposição aos agrotóxicos a partir de marcadores bioquímicos e de estresse oxidativo, como também sobre a atividade das enzimas butirilcolinesterase e acetilcolinesterase, em trabalhadores rurais expostos cronicamente a agrotóxicos, através de ensaios biológicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / Queli Cristina Bitencourt Sostisso Seifert - Integrante / Caroline Junqueira - Integrante / JULIANA SORRAILA DE OLIVEIRA - Integrante / Patricia Dall'Agnol Bianchi - Integrante.

  • 2012 - 2013

    Condições de Saúde, Sociabilidades e Trajetória de Vida de idosos produtores rurais: um estudo em munícipios da região do COREDE Alto Jacuí., Descrição: Esse projeto tem como objetivo geral analisar as condições gerais de saúde de idosos, produtores rurais familiares e patronais, que integram os municípios do COREDE Alto Jacuí, bem como se constituem os espaços de sociabilidades presentes no seu cotidiano e suas trajetórias de vida. Como objetivos específicos se visa: - Identificar a situação geral de saúde de idosos produtores rurais dos municípios do COREDE Alto Jacuí; - Caracterizar as condições de vida dos idosos produtores rurais em seus aspectos sociodemográficos e as perspectivas de mobilidade;- Identificar o apoio social recebido pelos familiares (filhos/genros/noras) dos idosos e comunidade;- Reconhecer os espaços de sociabilidades presentes no cotidiano dos idosos;- Descrever trajetória de vida dos idosos e suas perspectivas em relação ao meio rural; e, - Verificar diferenças e semelhanças entre os produtores rurais familiares e patronais. Será realizada uma pesquisa do tipo epidemiológica descritiva, transversal, que explorará as condições sociodemográficas e de saúde dos produtores rurais, acima de 60 anos, residentes na região do COREDE Alto Jacuí. Para compor a amostra, escolheu-se de forma intencional os municípios da microrregião 03 do COREDE para fazer parte da pesquisa empírica. Para o cálculo da amostra considera-se 10% do total da população de cada município, totalizando 128 pessoas a serem entrevistadas. Para a composição dos elementos da pesquisa, será utilizada amostragem aleatória, através de pesquisa de campo. Assim, a pesquisa é composta de três fases: Fase I: Coleta de dados através de entrevistas com os produtores residentes com mais de 60 anos. As entrevistas serão do tipo semi-estruturada. Serão gravadas e posteriormente transcritas. Fase II: Análise dos dados quantitativos, através de software estatístico e os dados qualitativos serão analisados através de análise de conteúdo. Fase III - Elaboração do relatório parcial e final e publicação dos resultados.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Patricia Dall'Agnol Bianchi - Integrante / Solange Beatriz Billig Garces - Coordenador.

  • 2012 - 2013

    AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES OBESOS, Descrição: AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES OBESOS. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador.

  • 2012 - 2012

    EFEITOS DO TREINAMENTO MUSCULAR RESPIRATÓRIO SOBRE OS MARCADORES INFLAMATORIOS E ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVIDUOS OBESOS, Descrição: Os obesos apresentam alterações na função pulmonar e aumento de vários marcadores inflamatórios e do estresse oxidativo. Sabe-se que o exercício físico regular atenua o estresse oxidativo em obesos, mas os efeitos do treinamento muscular inspiratório ainda não foram estudados. Portanto, neste estudo investigaremos os efeitos do treinamento muscular inspiratório sobre marcadores inflamatórios e estresse oxidativo em indivíduos obesos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / Carine Calegarro - Coordenador / Patricia Dall'Agnol Bianchi - Integrante / AMANDA SPRING - Integrante / LEANDRO CHAVES - Integrante., Financiador(es): Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - Bolsa.

  • 2012 - 2012

    AVALIAÇÃO DOS NIVEIS DE MARCADORES BIOQUIMICOS E DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES OBESOS, ANTES E DEPOIS DE SEREM SUBMETIDOS A CIRURGIA BARIATRICA., Descrição: Analisar a ocorrência de alterações bioquímicas (proteína, glicose, lipídeos, lipoproteínas, entre outros) e de marcadores de estresse oxidativo, como por exemplo, TBARS, proteína carbonil, ácido ascórbico, glutationa reduzida, ácido úrico em indivíduos obesos antes e depois de serem submetidos a cirurgia bariátrica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Tamiris Filippin 2 - Integrante / MARCELO ROSS - Integrante.

  • 2011 - 2018

    AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM PACIENTES COM CARCINOMA DE MAMA TRATADOS COM QUIMIOTERAPIA, Descrição: Comparação dos níveis de estresse oxidativo em mulheres sem carcinoma de mama, com mulheres com esta patologia, tratadas e não tratadas com tratamento quimioterápico, a fim de ver a ocorrência de estresse oxidativo em pacientes com câncer de mama e tratados com quimioterapia.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Aline Zaparte - Integrante / Rodolfo Dahlem Melo - Integrante.

  • 2011 - 2012

    ESTUDO DO ESTRESSE OXIDATIVO OCASIONADO PELA EXPOSIÇÃO A AGROTÓXICOS ., Descrição: Avaliação de marcadores de estresse oxidativo (TBARS, proteínas carboniladas entre outros) em plasma e sangue de agricultores expostos a diferentes pesticidas da cidade de Criciumal do Estado do Rio Grande do Sul ? Brasil. Em função da toxicidade deste herbicida da classe dos clorofenóis, muito utilizado em cultivos de cereais, grãos e cana de açúcar para o combate de plantas daninhas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Vânia Lúcia Loro - Integrante / Bárbara Clasen1 - Integrante / ADRIANA SANTI - Integrante / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / Gabriel Reis - Integrante / Andréia Saggin Nagel - Integrante / Camila R. Murussi - Integrante / Daniela Souza - Integrante., Financiador(es): Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - Bolsa / Universidade Federal de Santa Maria - Cooperação.Número de orientações: 2

  • 2011 - 2012

    COMPARAÇÃO DA QUANTIDADE DE COMPONENTES QUÍMICOS EM AGUARDENTES ARTESANAIS E INDUSTRIAIS, Descrição: Comparação de componentes químicos em aguardentes artesanais e industriais com a determinação da concentração de cobre, metanol, acidez total, estéreis totais e posterior comparação dos resultados encontrados para verificação da qualidade das aguardentes coloniais comercializadas, seguindo as exigências preconizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Cristieli Carine Braun - Integrante / Cléia Baiotto - Integrante / José Francisco Zavaglia Marques - Integrante / Gustavo Donato Quatrin - Integrante / MORO, J., - Integrante., Financiador(es): Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - Bolsa.

  • 2011 - 2012

    INVESTIGAÇÃO DA PRESENÇA DO HERBICIDA 2,4-DIAMIN EM PLASMA DE TRABALHADORES RURAIS, RELACIONADA À POSSÍVEL OCORRÊNCIA DE ESTRESSE OXIDATIVO, Descrição: Validação de metodologia em Cromatografia Liquída para a determinação da concentração do herbicida 2,4-diamin no plasma de trabalhadores rurais expostos a diferente produtos químicos da região de Noroeste do Rio Grande do Sul - Brasil, bem como avaliar a ocorrência de estresse oxidativo com a determinação da ativididade antioxidante da enzima catalase no sangue dos trabalhadores rurais, verificar a ocorrência de peroxidação lipidica, com a determinação das substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) e carbonilação de proteínas no plasma dos agricultores.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Renato Zanella - Integrante / José Francisco Zavaglia Marques - Integrante / Andréia Saggin Nagel - Integrante / MORO, J., - Integrante / Carlos Eduardo Copatti - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa / Universidade Federal de Santa Maria - Cooperação / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro.

  • 2011 - 2012

    EFEITO DO TREINAMENTO MUSCULAR INSPIRATÓRIO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVIDUOS OBESOS, Descrição: A obesidade induz alterações na função dos músculos respiratórios, estando associada com aumento do estresse oxidativo em gordura acumulada. O treinamento muscular inspiratório (TMI) apresenta benefícios para os indivíduos obesos como ganho de força muscular inspiratória, mas os efeitos do TMI sobre o estresse oxidativo permanecem sem investigação. Assim o objetivo deste estudo é investigar os efeitos do treinamento muscular inspiratório sobre o estresse oxidativo em indivíduos obesos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Carine Calegarro - Coordenador / Letícia Quatrin Donato - Integrante.

  • 2011 - 2012

    EFEITOS AGUDOS DO EXERCÍCIO INSPIRATÓRIO RESISTIDO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM INDIVÍDUOS OBESOS E EM INDIVÍDUOS SAUDÁVEIS, Descrição: A obesidade trata-se de uma doença crônica e multifatorial que envolve mecanismos fisiopatológicos complexos. O acúmulo de gordura encontrada nos obesos aumenta a produção de Espécies Reativas de Oxigênio (ROS) devido ao aumento do estresse oxidativo. Assim, o objetivo deste trabalho é investigar os efeitos agudos do exercício inspiratório resistido sobre o estresse oxidativo em indivíduos obesos e em indivíduos saudáveis.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Carine Calegarro - Coordenador / Loani Maldaner - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Efeitos do exercício intenso e de baixa intensidade sobre o estresse oxidativo de ratos wistar sob tratamento com melatonina., Descrição: A melatonina pode ser considerada um agente antioxidante potencial que apresenta ação antiinflamatória e atua na expressão de mRNA de enzimas antioxidativas. Nesse estudo investigaremos os efeitos provocados pelo exercício intenso e de baixa intensidade sobre o estresse oxidativo de ratos wistar submetidos a tratamento com melatonina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador.

  • 2011 - 2012

    Efeitos do treinamento muscular inspiratório sobre o estresse oxidativo em obesos, Descrição: Indivíduos obesos frequentemente apresentam aumento do estresse oxidativo. Além disso, a obesidade induz modificações na mecânica respiratória e diminuição da força e da resistência muscular inspiratória. Nesse estudo, testamos a hipótese que o treinamento muscular inspiratório atenua o estresse oxidativo em obesos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador.

  • 2010 - 2012

    EFEITOS DE UMA DIETA CONTENDO SELÊNIO SOB O ESTRESSE OXIDATIVO EM JUNDIÁS EXPOSTOS A DIFERENTES HERBICIDAS. (025481), Descrição: Verificar ação antioxidante do selênio em jundias expostos a diferentes pesticidas agricolas com a determinação de biomarcadores enzimáticos e não enzimáticos de estresse oxidativo. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Charlene Cavalheiro de Menezes - Coordenador / Vânia Lúcia Loro - Integrante / Candida Toni - Integrante / ADRIANA SANTI - Integrante / Rodrigo Silva de Barros - Integrante / JOSSIELE WESZ LEITEMPERGER - Integrante / Bárbara Estevão Clasen - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2010 - 2011

    PARÂMETROS TOXICOLÓGICOS EM CARPAS HÚNGARA (Cyprinus carpio) EXPOSTOS A UMA FORMULAÇÃO COMERCIAL DE CLOMAZONE (GAMIT®). (026953), Descrição: Os herbicidas podem afetar parâmetros hematológicos, metabólicos e ainda causar estresse oxidativo em peixes. No Brasil existem poucos estudos relacionando toxicidade do clomazone em peixes. Considerando o uso elevado de herbicidas nas lavouras do RS, será conduzido um experimento utilizando-se água contaminada para avaliar possíveis efeitos tóxicos do herbicida clomazone em carpas húngaras (Cyprinus carpio). Assim, o objetivo deste estudo será verificar se formulação comercial de clomazone, nas concentrações utilizadas nas lavouras (0,5 - 1,0 mg/L) afeta parâmetros toxicológicos em juvenis de carpa húngara, bem como determinar a CL50 (96h) do clomazone para esta espécie. Os peixes serão expostos ao clomazone (Gamit®), em água por períodos de oito dias em condições de laboratório. Serão feitas avaliações hematológicas, enzimáticas e alguns parâmetros toxicológicos. Também será dosado cortisol sérico e para verificar se o clomazone causa dano ao DNA serão realizados testes de mutagênicidade em sangue. Nos tecidos, cerebral e muscular será medida a atividade da acetilcolinesterase, em fígado, cérebro, músculo e brânquias serão determinados parâmetros de estresse oxidativo (TBARS, SOD, CAT, GST, GPx, GSH, ácido ascórbico, tióis não protéicos e proteína carbonil). O herbicida clomazone será quantificado no tecido muscular dos peixes e também medido diariamente na água de exposição. Com a determinação de todos esses parâmetros toxicológicos poderemos concluir com mais certeza a ação do herbicida clomazone em carpas húngara (Cyprinus carpio). Registro CEP-UFSM: 23081.007491/2010-42. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Charlene Cavalheiro de Menezes - Integrante / Vânia Lúcia Loro - Integrante / JOSSIELE WESZ LEITEMPERGER - Integrante / Bárbara Estevão Clasen - Integrante / Thais Lopes - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2010 - Atual

    Avaliações bioquímicas e toxicológicas em doenças crônicas não transmissíveis e transmissíveis, Descrição: Avaliação de marcadores bioquímicos e toxicológicos em diferentes doenças crônicas transmissíveis e não transmissíveis.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Josiane Woutheres Bortolotto - Integrante / Carine Calegarro - Integrante / Paulo Moreira - Integrante / JANAINA COSER - Integrante / GABRIELA ELISA HIRSCH - Integrante / RODRIGO FERNANDO DOS SANTOS SALAZAR - Integrante / JANICE DE FÁTIMA PAVAN ZANELLA - Integrante / GABRIELA BONFANTI-AZZOLIN - Integrante.

  • 2009 - 2010

    PARÂMETROS TOXICOLÓGICOS EM CARPAS HÚNGARAS (Cyprinus carpio) EXPOSTOS EM ÁGUA E/OU SEDIMENTO, A UMA FORMULAÇÃO COMERCIAL DE GLIFOSATO, ROUNDUP® (48%)., Descrição: Os herbicidas podem afetar parâmetros hematológicos, metabólicos e ainda causar estresse oxidativo em peixes. No Brasil existem poucos estudos relacionando toxicidade do glifosato em peixes. Por esta razão será conduzido um experimento utilizando-se água e sedimento contaminados para avaliar possíveis efeitos do glifosato em carpas húngaras (Cyprinus carpio). O objetivo deste estudo será avaliar os efeitos de uma formulação comercial de glifosato (Roundup® 48%), sobre parâmetros toxicológicos em juvenis de carpa húngara. Os peixes serão expostos a uma formulação comercial do glifosato, (Roundup® 48%), em água e/ou sedimento por períodos de 96 horas e 7 dias em condições de laboratório. Serão feitas avaliações hematológicas em sangue das carpas. Nos tecidos hepático, cerebral e muscular serão medidos a atividade da acetilcolinesterase, e parâmetros de estresse oxidativo (TBARS, SOD, CAT, GST, ácido ascórbico, tióis não protéicos e proteínas carboniladas). Assim, pretende-se reunir e aprimorar dados sobre parâmetros pouco estudados, contribuindo para posteriores estudos com esta espécie e pesticida. Registro CEP-UFSM: 23081.013360/2009/11Registro CEP-UFSM: 23081.013360/2009/11. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Charlene Cavalheiro de Menezes - Integrante / Vânia Lúcia Loro - Integrante / Rodrigo Silva de Barros - Integrante / JOSSIELE WESZ LEITEMPERGER - Integrante / Bárbara Estevão Clasen - Integrante / Thais Lopes - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    PARÂMETROS BIOQUÍMICOS EM CARPAS EXPOSTAS A FORMULAÇÕES COMERCIAIS DE CARBOFURAN E FIPRONIL EM CONDIÇÕES DE LAVOURA DE ARROZ E LABORATÓRIO. (024599), Descrição: O presente estudo pretende analisar os efeitos de inseticidas utilizados na lavoura de arroz sobre parâmetros bioquímicos em tecidos de carpas. No brasil existem poucos estudos avaliando a toxicidade de pesticidas em peixes, porém a possibilidade de contaminação destes organismos existe, uma vez que a água utilizada nas lavouras atinge rios e lagos próximos as plantações. Pretende-se também selecionar alguns indicadores de toxicidade para os inseticidas carbofruan e fipronil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Charlene Cavalheiro de Menezes - Integrante / ADRIANA SANTI - Integrante / Rodrigo Silva de Barros - Integrante / JOSSIELE WESZ LEITEMPERGER - Integrante / Bárbara Estevão Clasen - Coordenador / Thais Lopes - Integrante., Financiador(es): Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2007 - 2008

    AVALIAÇÃO DO ESTRESSE OXIDATIVO EM JUNDIÁS (Rhamdia quelen) EXPOSTOS AOS HERBICIDAS CLOMAZONE E GLIFOSATO., Descrição: Avaliar o efeito de sedimento e ou água contaminada com glifosato ((Roundup® (48%)) sobre a atividade da acetilcolinesterase, parâmetros de estresse oxidativo e bioquímicos, em juvenis de carpa húngara (Cyprinus carpio). Registro GAP CCNE 020694. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (5) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Alexandra Pretto - Integrante / Charlene Cavalheiro de Menezes - Coordenador / Vânia Lúcia Loro - Integrante / Bibiana Moraes1 - Integrante / Bárbara Clasen1 - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2007 - Atual

    CT-HIDRO: IMPACTOS DE AGROQUÍMICOS NOS RECURSOS HÍDRICOS E ORGANISMOS NÃO-ALVO E ALTERNATIVAS PARA MITIGAR SEUS EFEITOS E REDUZIR O CONSUMO DE ÁGUA NA LAVOURA DE ARROZ IRRIGADO (Processo: 552546/2007-0), Descrição: Exposição de carpas (Cyprinus carpio) expostas a diferentes pesticidas utilizados em lavoura de arroz por 7, 30 e 90 dias de experimento. Posterior verificação de ocorrência de estresse oxidativo e genotoxicidade com realização de análises bioquímicas, mutagênicas e de genotoxicidade. CNPq/CT-HIDRO 552546/2007-09. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (4) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Charlene Cavalheiro de Menezes - Integrante / Vânia Lúcia Loro - Integrante / Bibiana Moraes1 - Integrante / Bárbara Clasen1 - Integrante / Renato Zanella - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 19

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2013 - 2014

    Estudo in vitro do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento popular e científico é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo in vitro do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento popular e científico é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: Promover ações para o desenvolvimento da região do Alto Jacuí (RS) com base na produção de espécies medicinais, viabilizando a diversificação da agricultura, incentivando a cadeia produtiva e o avanço no desenvolvimento científico e tecnológico com estudos biotecnológicos e bioquímicos, bem como desenvolver futuros processos e serviços que auxiliem a região.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador., Financiador(es): Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí - Auxílio financeiro / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes in vitro ., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento popular e científico é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo in vitro do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento popular e científico é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo in vitro do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento popular e científico é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: Promover ações para o desenvolvimento da região do Alto Jacuí (RS) com base na produção de espécies medicinais, viabilizando a diversificação da agricultura, incentivando a cadeia produtiva e o avanço no desenvolvimento científico e tecnológico com estudos biotecnológicos e bioquímicos, bem como desenvolver futuros processos e serviços que auxiliem a região.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes in vitro ., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento popular e científico é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador., Financiador(es): Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí - Auxílio financeiro / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: Promover ações para o desenvolvimento da região do Alto Jacuí (RS) com base na produção de espécies medicinais, viabilizando a diversificação da agricultura, incentivando a cadeia produtiva e o avanço no desenvolvimento científico e tecnológico com estudos biotecnológicos e bioquímicos, bem como desenvolver futuros processos e serviços que auxiliem a região.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador., Financiador(es): Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: Promover ações para o desenvolvimento da região do Alto Jacuí (RS) com base na produção de espécies medicinais, viabilizando a diversificação da agricultura, incentivando a cadeia produtiva e o avanço no desenvolvimento científico e tecnológico com estudos biotecnológicos e bioquímicos, bem como desenvolver futuros processos e serviços que auxiliem a região.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: Objetiva manter o banco de germoplasma de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí bem como, por meio do uso de biorretarores de imersão temporária, desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas. Com vistas ao incremento da cadeia produtiva, objetiva, adicionalmente, aprimorar fitotecnicamento o cultivo e o manejo do sistema produtivo, dando continuidade às ações iniciadas no projeto ?Resgate, Multiplicação e Produção de Germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz.) no Alto Jacuí?. O projeto, desenvolvido junto ao Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí, tem apoio do Programa de Polos Tecnológicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). Fomento: R$ 554.987,73.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: Objetiva manter o banco de germoplasma de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí bem como, por meio do uso de biorretarores de imersão temporária, desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas. Com vistas ao incremento da cadeia produtiva, objetiva, adicionalmente, aprimorar fitotecnicamento o cultivo e o manejo do sistema produtivo, dando continuidade às ações iniciadas no projeto ?Resgate, Multiplicação e Produção de Germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz.) no Alto Jacuí?. O projeto, desenvolvido junto ao Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí, tem apoio do Programa de Polos Tecnológicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). Fomento: R$ 554.987,73.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: Objetiva manter o banco de germoplasma de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí bem como, por meio do uso de biorretarores de imersão temporária, desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas. Com vistas ao incremento da cadeia produtiva, objetiva, adicionalmente, aprimorar fitotecnicamento o cultivo e o manejo do sistema produtivo, dando continuidade às ações iniciadas no projeto ?Resgate, Multiplicação e Produção de Germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz.) no Alto Jacuí?. O projeto, desenvolvido junto ao Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí, tem apoio do Programa de Polos Tecnológicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). Fomento: R$ 554.987,73.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: Objetiva manter o banco de germoplasma de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí bem como, por meio do uso de biorretarores de imersão temporária, desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas. Com vistas ao incremento da cadeia produtiva, objetiva, adicionalmente, aprimorar fitotecnicamento o cultivo e o manejo do sistema produtivo, dando continuidade às ações iniciadas no projeto ?Resgate, Multiplicação e Produção de Germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz.) no Alto Jacuí?. O projeto, desenvolvido junto ao Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí, tem apoio do Programa de Polos Tecnológicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). Fomento: R$ 554.987,73.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: Objetiva manter o banco de germoplasma de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí bem como, por meio do uso de biorretarores de imersão temporária, desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas. Com vistas ao incremento da cadeia produtiva, objetiva, adicionalmente, aprimorar fitotecnicamento o cultivo e o manejo do sistema produtivo, dando continuidade às ações iniciadas no projeto ?Resgate, Multiplicação e Produção de Germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz.) no Alto Jacuí?. O projeto, desenvolvido junto ao Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí, tem apoio do Programa de Polos Tecnológicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). Fomento: R$ 554.987,73.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: Objetiva manter o banco de germoplasma de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí bem como, por meio do uso de biorretarores de imersão temporária, desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas. Com vistas ao incremento da cadeia produtiva, objetiva, adicionalmente, aprimorar fitotecnicamento o cultivo e o manejo do sistema produtivo, dando continuidade às ações iniciadas no projeto ?Resgate, Multiplicação e Produção de Germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz.) no Alto Jacuí?. O projeto, desenvolvido junto ao Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí, tem apoio do Programa de Polos Tecnológicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). Fomento: R$ 554.987,73.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2013 - Atual

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - Atual

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2016

    Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí. Subprojeto: Produção de sementes de calêndula em diferentes épocas de semeadura, Descrição: O subprojeto é parte integrante do projeto guarda chuva ¨Incremento da Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí e objetiva estudar a influência de épocas de semeadura na produção de sementes de calêndula (Calendula officinalis L. ? Asteraceae). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o cultivo de mandioca no Alto Jacuí: uso de biorreatores e produção de ramas. Subprojeto I: Efeito da poda no desenvolvimento de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí., Descrição: Tecnologias para o cultivo de mandioca no Alto Jacuí: uso de biorreatores e produção de ramas. Subprojeto I: Efeito da poda no desenvolvimento de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2016

    Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí. Subprojeto: Produção de sementes de calêndula em diferentes épocas de semeadura, Descrição: O subprojeto é parte integrante do projeto guarda chuva ¨Incremento da Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí e objetiva estudar a influência de épocas de semeadura na produção de sementes de calêndula (Calendula officinalis L. ? Asteraceae). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o cultivo de mandioca no Alto Jacuí: uso de biorreatores e produção de ramas. Subprojeto I: Efeito da poda no desenvolvimento de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí., Descrição: Tecnologias para o cultivo de mandioca no Alto Jacuí: uso de biorreatores e produção de ramas. Subprojeto I: Efeito da poda no desenvolvimento de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2016

    Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí. Subprojeto: Produção de sementes de calêndula em diferentes épocas de semeadura, Descrição: O subprojeto é parte integrante do projeto guarda chuva ¨Incremento da Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí e objetiva estudar a influência de épocas de semeadura na produção de sementes de calêndula (Calendula officinalis L. ? Asteraceae). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o cultivo de mandioca no Alto Jacuí: uso de biorreatores e produção de ramas. Subprojeto I: Efeito da poda no desenvolvimento de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí., Descrição: Tecnologias para o cultivo de mandioca no Alto Jacuí: uso de biorreatores e produção de ramas. Subprojeto I: Efeito da poda no desenvolvimento de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz, Descrição: O objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro do extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz. Para isso, será preparado o extrato hidroetanólico das folhas da farinha da mandioca e após será realizada a caracterização fitoquímica. Os eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ao herbicida 2,4-D serão tratados com diferentes concentrações desse extrato durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), proteínas carboniladas (PCs) e glutationa reduzida (GSH)). Espera-se que o tratamento in vitro com o extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos (TBARS e PCs) e aumentar o principal marcador de defesa antioxidante endógeno (GSH), contribuindo como uma alternativa antioxidante não medicamentosa na alimentação humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2017

    ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, Descrição: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JULIA GABRIELA PEREIRA - Integrante / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante., Financiador(es): PIBIC-EM/CNPq - Bolsa / CNPQ - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa.

  • 2015 - 2016

    Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí. Subprojeto: Produção de sementes de calêndula em diferentes épocas de semeadura, Descrição: O subprojeto é parte integrante do projeto guarda chuva ¨Incremento da Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí e objetiva estudar a influência de épocas de semeadura na produção de sementes de calêndula (Calendula officinalis L. ? Asteraceae). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2015 - Atual

    Tecnologias para o cultivo de mandioca no Alto Jacuí: uso de biorreatores e produção de ramas. Subprojeto I: Efeito da poda no desenvolvimento de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí., Descrição: Tecnologias para o cultivo de mandioca no Alto Jacuí: uso de biorreatores e produção de ramas. Subprojeto I: Efeito da poda no desenvolvimento de cultivares tradicionais de mandioca do Alto Jacuí.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz, Descrição: O objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro do extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz. Para isso, será preparado o extrato hidroetanólico das folhas da farinha da mandioca e após será realizada a caracterização fitoquímica. Os eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ao herbicida 2,4-D serão tratados com diferentes concentrações desse extrato durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), proteínas carboniladas (PCs) e glutationa reduzida (GSH)). Espera-se que o tratamento in vitro com o extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos (TBARS e PCs) e aumentar o principal marcador de defesa antioxidante endógeno (GSH), contribuindo como uma alternativa antioxidante não medicamentosa na alimentação humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2018

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa.

  • 2016 - 2017

    ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, Descrição: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JULIA GABRIELA PEREIRA - Integrante / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante., Financiador(es): PIBIC-EM/CNPq - Bolsa / CNPQ - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2017

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2016

    Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí. Subprojeto: Produção de sementes de calêndula em diferentes épocas de semeadura, Descrição: O subprojeto é parte integrante do projeto guarda chuva ¨Incremento da Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí e objetiva estudar a influência de épocas de semeadura na produção de sementes de calêndula (Calendula officinalis L. ? Asteraceae). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz, Descrição: O objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro do extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz. Para isso, será preparado o extrato hidroetanólico das folhas da farinha da mandioca e após será realizada a caracterização fitoquímica. Os eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ao herbicida 2,4-D serão tratados com diferentes concentrações desse extrato durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), proteínas carboniladas (PCs) e glutationa reduzida (GSH)). Espera-se que o tratamento in vitro com o extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos (TBARS e PCs) e aumentar o principal marcador de defesa antioxidante endógeno (GSH), contribuindo como uma alternativa antioxidante não medicamentosa na alimentação humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante.Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante.Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2018

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante.Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2017

    ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, Descrição: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JULIA GABRIELA PEREIRA - Integrante / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante.Financiador(es): PIBIC-EM/CNPq - Bolsa / CNPQ - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante.Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2017

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante.Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2016

    Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí. Subprojeto: Produção de sementes de calêndula em diferentes épocas de semeadura, Descrição: O subprojeto é parte integrante do projeto guarda chuva ¨Incremento da Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí e objetiva estudar a influência de épocas de semeadura na produção de sementes de calêndula (Calendula officinalis L. ? Asteraceae). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante.Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz, Descrição: O objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro do extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz. Para isso, será preparado o extrato hidroetanólico das folhas da farinha da mandioca e após será realizada a caracterização fitoquímica. Os eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ao herbicida 2,4-D serão tratados com diferentes concentrações desse extrato durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), proteínas carboniladas (PCs) e glutationa reduzida (GSH)). Espera-se que o tratamento in vitro com o extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos (TBARS e PCs) e aumentar o principal marcador de defesa antioxidante endógeno (GSH), contribuindo como uma alternativa antioxidante não medicamentosa na alimentação humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante.Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante.Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2018

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante.Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2017

    ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, Descrição: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JULIA GABRIELA PEREIRA - Integrante / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante.Financiador(es): PIBIC-EM/CNPq - Bolsa / CNPQ - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante.Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2017

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante.Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2016

    Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí. Subprojeto: Produção de sementes de calêndula em diferentes épocas de semeadura, Descrição: O subprojeto é parte integrante do projeto guarda chuva ¨Incremento da Cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí e objetiva estudar a influência de épocas de semeadura na produção de sementes de calêndula (Calendula officinalis L. ? Asteraceae). , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): UNICRUZ - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - Atual

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante.Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz, Descrição: O objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro do extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz. Para isso, será preparado o extrato hidroetanólico das folhas da farinha da mandioca e após será realizada a caracterização fitoquímica. Os eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ao herbicida 2,4-D serão tratados com diferentes concentrações desse extrato durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), proteínas carboniladas (PCs) e glutationa reduzida (GSH)). Espera-se que o tratamento in vitro com o extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos (TBARS e PCs) e aumentar o principal marcador de defesa antioxidante endógeno (GSH), contribuindo como uma alternativa antioxidante não medicamentosa na alimentação humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2018

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2017

    ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, Descrição: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JULIA GABRIELA PEREIRA - Integrante / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa / PIBIC-EM/CNPq - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Descrição: No ano de 2013, com o início do projeto "Resgate, multiplicação e conservação de germoplasma de mandioca no Alto Jacuí", foi possível diagnosticar a precariedade do material genético que vinha sendo utilizado a partir da aquisição externa e a perda da biodiversidade local. Não obstante, ficaram evidenciado o baixo incentivo à cultura e aos múltiplos usos da mandioca, capazes de contribuir com a segurança alimentar e com a geração de renda. Conforme o desenvolvimento do projeto de resgate e multiplicação, bem como a continuidade com o projeto de tecnologias para a produção de ramas, novos gargalos foram sendo descortinados a partir das demandas dos agricultores e do mercado. Destacam-se a falta de conhecimento acerca das melhores épocas de plantio de mudas para produção de manivas semente; a carência de informações sobre o período de conservação on farm de raízes; o tempo de cocção após colheita; a avaliação de patógenos e a possibilidade de controle com produtos alternativos e que não agridam o ambiente; e o conhecimento das propriedades nutricionais das folhas. Os objetivos do projeto vem de encontro à solução dos problemas detectados, isto é, desenvolver técnicas de cultivo e pós-colheita que permitam o incremento da produção de mandioca; Identificar as melhores épocas de plantio de mudas para produção de mandioca do Alto Jacuí e pertencentes ao Banco de Germoplasma; Identificar o período de conservação das raízes de mandioca no solo e tempo de cocção após colheita; Avaliar a prevalência do vírus do mosaico em cultivares tradicionais de mandioca, e a suscetibilidade da mandioca a bacteriose (Xanthomonas axonopodis pv. manihots); Desenvolver técnicas de uso de extratos de plantas medicinais para controle de patógenos em mandioca; Identificar propriedades nutricionais e/ ou nutracêuticas das folhas da mandioca; Identificar bactérias e fungos associados à cultura da mandioca. Todas as informações geradas serão socializadas junto aos agricultores da região e comunidade em geral. Os resultados gerados contribuirão com o fortalecimento não apenas desta região, mas da pequena agricultura (que se destaca no Estado e no país) e com a geração de importantes conhecimentos científicos. O projeto é financiado com recursos do Programa de Polos Tecnológicos, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). R$ 200.000,00.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2018

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2018

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2018

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacui, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02 e do PAPCT UNICRUZ R$ 5.600,00. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / ANA CAROLINE TISSIANI - Integrante / RONALDO SANTOS MACHADO - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante / MARIANA SPANAMBERG MAYER - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz, Descrição: O objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro do extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz. Para isso, será preparado o extrato hidroetanólico das folhas da farinha da mandioca e após será realizada a caracterização fitoquímica. Os eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ao herbicida 2,4-D serão tratados com diferentes concentrações desse extrato durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), proteínas carboniladas (PCs) e glutationa reduzida (GSH)). Espera-se que o tratamento in vitro com o extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos (TBARS e PCs) e aumentar o principal marcador de defesa antioxidante endógeno (GSH), contribuindo como uma alternativa antioxidante não medicamentosa na alimentação humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2018

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa.

  • 2016 - 2017

    ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, Descrição: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JULIA GABRIELA PEREIRA - Integrante / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante., Financiador(es): PIBIC-EM/CNPq - Bolsa / CNPQ - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Descrição: No ano de 2013, com o início do projeto "Resgate, multiplicação e conservação de germoplasma de mandioca no Alto Jacuí", foi possível diagnosticar a precariedade do material genético que vinha sendo utilizado a partir da aquisição externa e a perda da biodiversidade local. Não obstante, ficaram evidenciado o baixo incentivo à cultura e aos múltiplos usos da mandioca, capazes de contribuir com a segurança alimentar e com a geração de renda. Conforme o desenvolvimento do projeto de resgate e multiplicação, bem como a continuidade com o projeto de tecnologias para a produção de ramas, novos gargalos foram sendo descortinados a partir das demandas dos agricultores e do mercado. Destacam-se a falta de conhecimento acerca das melhores épocas de plantio de mudas para produção de manivas semente; a carência de informações sobre o período de conservação on farm de raízes; o tempo de cocção após colheita; a avaliação de patógenos e a possibilidade de controle com produtos alternativos e que não agridam o ambiente; e o conhecimento das propriedades nutricionais das folhas. Os objetivos do projeto vem de encontro à solução dos problemas detectados, isto é, desenvolver técnicas de cultivo e pós-colheita que permitam o incremento da produção de mandioca; Identificar as melhores épocas de plantio de mudas para produção de mandioca do Alto Jacuí e pertencentes ao Banco de Germoplasma; Identificar o período de conservação das raízes de mandioca no solo e tempo de cocção após colheita; Avaliar a prevalência do vírus do mosaico em cultivares tradicionais de mandioca, e a suscetibilidade da mandioca a bacteriose (Xanthomonas axonopodis pv. manihots); Desenvolver técnicas de uso de extratos de plantas medicinais para controle de patógenos em mandioca; Identificar propriedades nutricionais e/ ou nutracêuticas das folhas da mandioca; Identificar bactérias e fungos associados à cultura da mandioca. Todas as informações geradas serão socializadas junto aos agricultores da região e comunidade em geral. Os resultados gerados contribuirão com o fortalecimento não apenas desta região, mas da pequena agricultura (que se destaca no Estado e no país) e com a geração de importantes conhecimentos científicos. O projeto é financiado com recursos do Programa de Polos Tecnológicos, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). R$ 200.000,00.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2018

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2018

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2018

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacui, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02 e do PAPCT UNICRUZ R$ 5.600,00. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / ANA CAROLINE TISSIANI - Integrante / RONALDO SANTOS MACHADO - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante / MARIANA SPANAMBERG MAYER - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz, Descrição: O objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro do extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz. Para isso, será preparado o extrato hidroetanólico das folhas da farinha da mandioca e após será realizada a caracterização fitoquímica. Os eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ao herbicida 2,4-D serão tratados com diferentes concentrações desse extrato durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), proteínas carboniladas (PCs) e glutationa reduzida (GSH)). Espera-se que o tratamento in vitro com o extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos (TBARS e PCs) e aumentar o principal marcador de defesa antioxidante endógeno (GSH), contribuindo como uma alternativa antioxidante não medicamentosa na alimentação humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2016 - 2018

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2017

    ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, Descrição: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JULIA GABRIELA PEREIRA - Integrante / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa / PIBIC-EM/CNPq - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Descrição: No ano de 2013, com o início do projeto "Resgate, multiplicação e conservação de germoplasma de mandioca no Alto Jacuí", foi possível diagnosticar a precariedade do material genético que vinha sendo utilizado a partir da aquisição externa e a perda da biodiversidade local. Não obstante, ficaram evidenciado o baixo incentivo à cultura e aos múltiplos usos da mandioca, capazes de contribuir com a segurança alimentar e com a geração de renda. Conforme o desenvolvimento do projeto de resgate e multiplicação, bem como a continuidade com o projeto de tecnologias para a produção de ramas, novos gargalos foram sendo descortinados a partir das demandas dos agricultores e do mercado. Destacam-se a falta de conhecimento acerca das melhores épocas de plantio de mudas para produção de manivas semente; a carência de informações sobre o período de conservação on farm de raízes; o tempo de cocção após colheita; a avaliação de patógenos e a possibilidade de controle com produtos alternativos e que não agridam o ambiente; e o conhecimento das propriedades nutricionais das folhas. Os objetivos do projeto vem de encontro à solução dos problemas detectados, isto é, desenvolver técnicas de cultivo e pós-colheita que permitam o incremento da produção de mandioca; Identificar as melhores épocas de plantio de mudas para produção de mandioca do Alto Jacuí e pertencentes ao Banco de Germoplasma; Identificar o período de conservação das raízes de mandioca no solo e tempo de cocção após colheita; Avaliar a prevalência do vírus do mosaico em cultivares tradicionais de mandioca, e a suscetibilidade da mandioca a bacteriose (Xanthomonas axonopodis pv. manihots); Desenvolver técnicas de uso de extratos de plantas medicinais para controle de patógenos em mandioca; Identificar propriedades nutricionais e/ ou nutracêuticas das folhas da mandioca; Identificar bactérias e fungos associados à cultura da mandioca. Todas as informações geradas serão socializadas junto aos agricultores da região e comunidade em geral. Os resultados gerados contribuirão com o fortalecimento não apenas desta região, mas da pequena agricultura (que se destaca no Estado e no país) e com a geração de importantes conhecimentos científicos. O projeto é financiado com recursos do Programa de Polos Tecnológicos, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). R$ 200.000,00.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2018

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2013 - 2018

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2018

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacui, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02 e do PAPCT UNICRUZ R$ 5.600,00. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / ANA CAROLINE TISSIANI - Integrante / RONALDO SANTOS MACHADO - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante / MARIANA SPANAMBERG MAYER - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE IN VITRO DO EXTRATO HIDROETANÓLICO DA FARINHA DAS FOLHAS DA Manihot esculenta Crantz, Descrição: O objetivo desse estudo será avaliar o efeito antioxidante in vitro do extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz. Para isso, será preparado o extrato hidroetanólico das folhas da farinha da mandioca e após será realizada a caracterização fitoquímica. Os eritrócitos de indivíduos saudáveis expostos ao herbicida 2,4-D serão tratados com diferentes concentrações desse extrato durante 1 hora em banho-maria a 37ºC. Após serão avaliados os marcadores de estresse oxidativo (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), proteínas carboniladas (PCs) e glutationa reduzida (GSH)). Espera-se que o tratamento in vitro com o extrato hidroetanólico da farinha das folhas da Manihot esculenta Crantz seja capaz de reduzir os marcadores oxidativos (TBARS e PCs) e aumentar o principal marcador de defesa antioxidante endógeno (GSH), contribuindo como uma alternativa antioxidante não medicamentosa na alimentação humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / GABRIELA TASSOTTI GELATTI - Integrante / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / NATHALIA BILLIG GARCES - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    BATATA-DOCE: UMA ALTERNATIVA PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, Descrição: Incentivar a agricultura familiar e promover a diversificação agrícola a partir do resgate e inserção de germoplasma de batata doce, fomentando a produção de propágulos livres de patógenos por meio da clonagem massal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / CRISTIANE KAIPER - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante / MAURICIO PAULO BATISTELLA PASINI - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2016 - 2018

    Propagação rápida de variedades de mandioca cultivadas na região do Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva aprimorar a técnica e o manejo da propagação rápida em diferentes substratos da cultura da mandioca, visando a multiplicação de cultivares tradicionais com características selecionadas, para o fortalecimento da agricultura familiar e a segurança alimentar.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Auxílio financeiro / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa.

  • 2016 - 2017

    ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES, Descrição: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DA INFUSÃO DE ROSMARINUS OFFICINALIS EM ERITRÓCITOS DE GESTANTES. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / JULIA GABRIELA PEREIRA - Integrante / JESSICA DOS SANTOS GOULART - Integrante., Financiador(es): CNPQ - Bolsa / PIBIC-EM/CNPq - Bolsa.

  • 2016 - Atual

    TÉCNICAS DE MANEJO, ESTUDOS DAS DOENÇAS E OS MÚLTIPLOS USOS DA MANDIOCA, Descrição: No ano de 2013, com o início do projeto "Resgate, multiplicação e conservação de germoplasma de mandioca no Alto Jacuí", foi possível diagnosticar a precariedade do material genético que vinha sendo utilizado a partir da aquisição externa e a perda da biodiversidade local. Não obstante, ficaram evidenciado o baixo incentivo à cultura e aos múltiplos usos da mandioca, capazes de contribuir com a segurança alimentar e com a geração de renda. Conforme o desenvolvimento do projeto de resgate e multiplicação, bem como a continuidade com o projeto de tecnologias para a produção de ramas, novos gargalos foram sendo descortinados a partir das demandas dos agricultores e do mercado. Destacam-se a falta de conhecimento acerca das melhores épocas de plantio de mudas para produção de manivas semente; a carência de informações sobre o período de conservação on farm de raízes; o tempo de cocção após colheita; a avaliação de patógenos e a possibilidade de controle com produtos alternativos e que não agridam o ambiente; e o conhecimento das propriedades nutricionais das folhas. Os objetivos do projeto vem de encontro à solução dos problemas detectados, isto é, desenvolver técnicas de cultivo e pós-colheita que permitam o incremento da produção de mandioca; Identificar as melhores épocas de plantio de mudas para produção de mandioca do Alto Jacuí e pertencentes ao Banco de Germoplasma; Identificar o período de conservação das raízes de mandioca no solo e tempo de cocção após colheita; Avaliar a prevalência do vírus do mosaico em cultivares tradicionais de mandioca, e a suscetibilidade da mandioca a bacteriose (Xanthomonas axonopodis pv. manihots); Desenvolver técnicas de uso de extratos de plantas medicinais para controle de patógenos em mandioca; Identificar propriedades nutricionais e/ ou nutracêuticas das folhas da mandioca; Identificar bactérias e fungos associados à cultura da mandioca. Todas as informações geradas serão socializadas junto aos agricultores da região e comunidade em geral. Os resultados gerados contribuirão com o fortalecimento não apenas desta região, mas da pequena agricultura (que se destaca no Estado e no país) e com a geração de importantes conhecimentos científicos. O projeto é financiado com recursos do Programa de Polos Tecnológicos, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT-RS). R$ 200.000,00.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2018

    Tecnologias para o Cultivo da Mandioca no Alto Jacuí: uso de Biorreatores e Produção de Ramas, Descrição: O presente projeto objetiva dar continuidade às pesquisas com a cultura da mandioca por meio da participação dos agricultores. Visa desenvolver protocolos que permitam a multiplicação massal de clones com características genéticas, sanitárias e fisiológicas adequadas, utilizando biorreatores. Os propágulos utilizados são oriundos do Banco de Germoplasma de Cultivares Tradicionais de Mandioca instalado no Polo de Inovação Tecnológica do Alto Jacuí. Este banco foi constituído a partir de coletas realizadas em propriedades de agricultores familiares da região de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento, os quais cultivavam mandioca há mais de dez anos. Consideraram-se prioritariamente os conhecimentos acerca das cultivares (conhecimentos tradicionais associados) relatado pelos agricultores, bem como as características de interesse para as famílias. É válido destacar que os agricultores participam em todas as etapas do processo, o que se denomina como melhoramento participativo, assim como auxiliam na manutenção on farm do banco de germoplasma. Serão pesquisadas técnicas de manejo para produção de mudas e ramas, possibilitando uma nova alternativa de renda para a agricultura familiar. Também será avaliado o desenvolvimento da mandioca por meio da simulação de diferentes condições climáticas, para auxiliar na orientação aos agricultores na produção e cultivo em virtude da projeção de aumento de temperatura do ar. Os resultados serão socializados junto aos agricultores tradicionais da região e contribuirão no resgate da cultura, no incremento da produtividade e aumento da renda e no empoderamento de saberes pelas famílias participantes, bem como na construção da cidadania.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / JULIANE NICOLODI CAMERA - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa II- propagação de guaco, Descrição: O subprojeto é parte integrante de um projeto guarda chuva e visa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Mikania spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Incremento da cadeia produtiva de plantas medicinais no Alto Jacuí-RS Etapa I - propagação de carqueja, Descrição: O subprojeto é integrante de um projeto guarda chuva ,sendo o principal objetivo da pesquisa estabelecer protocolos para a propagação vegetativa de Baccharis spp. por meio de técnicas de estaquia e cultura de tecidos, permitindo a multiplicação vegetal e a produção de mudas de qualidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2013 - 2018

    Incremento da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacuí, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (2) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Luiz Pedro Bonetti - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2018

    Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais no Alto Jacui, Descrição: O projeto objetiva produzir plantas medicinais incentivando a diversificação agrícola e estimulando o avanço no desenvolvimento científico-tecnológico a partir de estudos de produção biotecnológica e caracterização bioquímica. Envolve a produção de mudas por via seminal e vegetativa, por meio da biotecnologia, a quantificação de metabólitos e as condições adequadas de armazenamento e de beneficiamento de cinco espécies vegetais. Além da pesquisa, possui atividades de extensão junto aos agricultores familiares da região do COREDE Alto Jacuí. Possui fomento do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos no valor de R$ 566.254,02 e do PAPCT UNICRUZ R$ 5.600,00. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Diego Pascoal Golle - Coordenador / Jana Koefender - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante / ANA CAROLINE TISSIANI - Integrante / RONALDO SANTOS MACHADO - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante / MARIANA SPANAMBERG MAYER - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / Programa de Apoio à Produção Científica e Tecnológica - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato do fruto de Physalis peruviana L. ? Solanaceae sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: Com o intuito de aumentar a colheita e melhorar a qualidade dos alimentos foram atingidos nos últimos anos, mas o uso indiscriminado sem os devidos critérios e sem conhecimento da ação e dos efeitos secundários por parte dos pesticidas pode acarretar danos ao meio ambiente e, consequentemente, a qualidade de vida do homem ficou comprometida. Os herbicidas clorofenoxiacéticos, como o 2,4-D, são utilizados para matar plantas daninhas por suas propriedades químicas, esses compostos de assemelham à auxina, o hormônio do crescimento das plantas, causando uma superestimulação do crescimento que irá culminar com a sua morte. No entanto, além do efeito sobre a planta, este herbicida é cancerígeno acarretando danos ao fígado, sistema nervoso centro e ao coração em humanos. A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Existem diversas espécies do gênero Physalis, originárias possivelmente da Amazônia e dos Andes. Estas espécies estão sendo difundidas por suas características de rusticidade e pela sua aplicação na alimentação e como planta medicinal e ornamental. A fisális possui alto valor agregado, pois além do fruto, pode-se utilizar também a raiz e as folhas no mercado farmacológico e o cálice em forma de balão em decorações. No entanto, na região do Alto Jacuí e arredores, a fruta desta planta é encontrada nas grandes redes de supermercados e comercializada com o envoltório para consumo in natura, em embalagens de 100 g a um valor de aproximadamente R$ 7,00 (o que equivale, no preço de prateleira, a R$ 70,00/kg) importada da Colômbia. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante do fruto da physalis para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Jéssica Soares - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): PIBIC e PIBITI/CNPq - Bolsa.

  • 2013 - 2014

    Estudo ?in vitro? do efeito antioxidante do extrato da folha de Tabernaemontana catharinensis DC (Cobrina) sobre eritrócitos humanos expostos ao herbicida 2,4-D (Ácido 2,4-Diclofenoxiacético)., Descrição: A utilização de plantas com fins medicinais é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. Atualmente há uma demanda crescente por plantas medicinais no mundo, tanto para uso na terapêutica, na prevenção de doenças, como sua utilização para prevenção ou controle de doenças e pragas na produção agroecológica de alimentos. Países como a China utilizam e reconhecem o uso tradicional e popular das plantas medicinais há cinco séculos, com a utilização de mais de 5 mil espécies. O conhecimento sobre plantas medicinais representa em inúmeras vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades e grupos étnicos. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), no início da década de 90, cerca de 65 a 80% da população dos países em desenvolvimento dependiam das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde. Em função disso, ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para que sejam obtidos os resultados desejados. Assim, o interesse da pesquisa nesta área tem aumentado nos últimos anos, principalmente pelo aumento da prática da medicina alopática na segunda metade do século XX, a sua difícil utilização por populações carentes juntamente com a fácil obtenção e tradição do uso de plantas medicinais levam até os dias atuais a sua utilização em países em desenvolvimento. Estudos farmacológicos in vitro sobre os extratos brutos de T. catharinensis têm demonstrado a sua efetiva ação antitumoral, anti-inflamatória, antimicobacteriana, antileishmaniose, anticâncer, antioxidante e analgésica. Até o presente momento foram isolados das sementes, somente o éster metílico do ácido ferúlico e o alcalóide coronaridina. No entanto, a respeito de outros metabólitos secundários eventualmente presentes nessa espécie, a literatura é bastante escassa, o que justifica sua investigação, havendo também a possibilidade de existir outras classes de metabólitos que podem ser de interesse farmacológico ou mesmo puramente fitoquímico. Neste contexto, torna-se de suma importância a verificação da atividade antioxidante das folhas da cobrina para a futura utilização da mesma no desenvolvimento de medicamentos para fins terapêuticos e preventivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / RÉGIS AUGUSTO DEUSCHLE - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / Luana Junges - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2012 - 2016

    Resgate, multiplicação e produção de germoplasma de Mandioca (Manihot esculenta Crantz) no Alto Jacuí, Descrição: A proposta prevê os testes iniciais para a validação de metodologias de multiplicação in vitro, através de técnicas de cultura de tecidos, e de propagação ex vitro por meio da metodologia da propagação rápida. Será realizado um trabalho de resgate de cultivares tradicionais cultivadas por agricultores da Região do Alto Jacuí, onde será feito um mapeamento das propriedades. Amostras do material propagativo serão coletadas e plantadas em campo experimental, visando o acompanhamento do desenvolvimento e a avaliação das características morfológicas utilizadas na descrição das variedades, juntamente com as informações fornecidas pelos agricultores em termos morfológicos e de produtividade. Da mesma forma, será coletado material para a realização da análise da variabilidade genética destes acessos por meio de marcadores moleculares. Os índices de amido e ácido cianídrico presente nas variedades serão determinados. Com base nestes conhecimentos gerados, será realizada a multiplicação ex vitro pelo método de multiplicação rápida em ambiente protegido e a multiplicação in vitro, permitindo o fornecimento de mudas com procedência regional e características bem definidas; bem como o incentivo à conservação do germoplasma. Além disso, reuniões técnicas com produtores serão realizadas. FINANCIAMENTOS: EDITAL 001/2012 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS - SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (R$ 300.000,00) - EDITAL FAPERGS / CAPES 09/2012 - PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO (DOCFIX) (R$ 288.000,00).. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Integrante / Roberta Cattaneo - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Coordenador / Candida Elisa Manfio - Integrante / Rafael Pivotto Bortolotto - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa / PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO - Bolsa / Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.

  • 2012 - 2014

    PROJETO GUARDA CHUVA: ESTUDO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DE DIFERENTES PRINCÍPIOS ATIVOS - Sub-projeto: Avaliação do perfil oxidativo em amostras biológicas de bovinos com mastite e o efeito antioxidante do extrato da Mentha arvensis em testes ?in vitro?., Descrição: Ao longo do tempo têm sido registrados variados procedimentos clínicos tradicionais utilizando plantas medicinais uma vez que uso popular destas comprova que há uma gama quase infinita de aplicações curativas e preventivas e que o conhecimento ? popular e científico ? é imprescindível para se obter os resultados desejados. Sabe-se que a mastite bovina tem relação com os níveis de estresse oxidativo dos bovinos. A planta Mentha arvensis, conhecida também como hortelã japonesa é uma erva anual, sendo uma espécie muito utilizada nas indústrias farmacêuticas. Seu óleo essencial, rico em mentol, que apresenta propriedades, antivomitiva, antigripal, antisséptica. Acredita-se portanto que a planta M. arvensis pode ter a ação de baixar os níveis de estresse oxidativo dos bovinos com mastite bovina.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Roberta Cattaneo Horn - Coordenador / Jorge Damián Stumpfs Diaz - Integrante / Diego Pascoal Golle - Integrante / Jana Koefender - Integrante / VITOR R. SPEROTTO - Integrante / Vanderlei Silva Ribas Junior - Integrante / Josiane Bortolotto - Integrante / Candida Elisa Manfio - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2018

MENCIÓN, Eto CONGRESO URUGUAYO.

2017

DESTAQUE DE SESSÃO DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS, XXII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade de Cruz Alta, Curso de Farmácia. , Campus Universitário Dr. Ulysses Guimarães - Rodovia Municipal Jacob Della Méa, Km 5.6, Parada Benedito, 98020290 - Cruz Alta, RS - Brasil, Telefone: (55) 33211500, Ramal: 2608, Fax: (55) 33211500, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2010 - Atual

    Universidade de Cruz Alta

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Titular II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 05/2014

      Ensino, MESTRADO EM ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Biomarcadores Celulares e Moleculares das Populações, Ensaios Químicos e Biológicos, Seminário Temático - Abordagem interdisciplinar

    • 01/2014

      Conselhos, Comissões e Consultoria, PRO REITORIA DE POS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO, .,Cargo ou função, COMISSÃO CIENTÍFICA INSTITUCIONAL - CCI da Universidade de Cruz Alta.

    • 12/2013

      Direção e administração, Pós-graduação da Universidade de Cruz Alta, .,Cargo ou função, Coordenadora.

    • 12/2013

      Direção e administração, Mestrado Acadêmico em Atenção Integral a saúde, .,Cargo ou função, PROFESSORA DO CORPO PERMANENTE.

    • 08/2012

      Ensino, Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, AVALIAÇÃO DO IMPACTO AMBIENTAL 3 CREDITOS

    • 01/2012

      Direção e administração, Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural, .,Cargo ou função, Professora Permanente.

    • 08/2011

      Pesquisa e desenvolvimento , Grupo de pesquisa em Produção Agrícola sustentável, .,Linhas de pesquisa

    • 08/2010

      Pesquisa e desenvolvimento , Grupo Ciências, .,Linhas de pesquisa

    • 08/2010

      Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica clínica - 4 créditos, Imunologia básica - 2 créditos, Imunologia Clínica - 6 créditos, Química Ambiental - 2 créditos, Seminário Integrador II - 2 créditos, Toxicologia Geral - 5 créditos, Toxicologia II - 4 créditos

    • 08/2010

      Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, bioquímica clinica - 6 créditos, hemoterapia - 4 créditos, Toxicologia - 2 créditos, toxicologia - 4 créditos, Líquidos Corporais - 2 créditos

    • 08/2010

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Curso de Farmácia, .,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Curso e do Núcleo Estruturante do Curso.

    • 08/2010

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Curso de Biomedicina, .,Cargo ou função, Membro do Colegiado.

    • 12/2013 - 09/2015

      Direção e administração, Mestrado Acadêmico em Atenção Integral a saúde, .,Cargo ou função, Coordenadora.

    • 01/2013 - 09/2015

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, .,Cargo ou função, Conselheira.

    • 08/2012 - 08/2015

      Pesquisa e desenvolvimento , Grupo Interdisciplinar de Estudos do Envelhecimento Humano, .,Linhas de pesquisa

    • 08/2013 - 12/2013

      Ensino, Estética e Cosmética, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica - 4 créditos - Núcleo Comum

    • 10/2013 - 10/2013

      Extensão universitária , Centro de Ciências da Saúde, .,Atividade de extensão realizada, Curso sobre drogas de abuso ministrado no XVIII SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, XVI MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XI MOSTRA DE EXTENSÃO na UNICRUZ.

    • 08/2010 - 08/2013

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Curso de Biomedicina, .,Cargo ou função, Núcleo Estruturante do Curso.

    • 08/2011 - 03/2012

      Direção e administração, Especialização em Gestão e Desenvolvimento Sustentável no Meio Rural, .,Cargo ou função, Disciplina de Impacto ambiental - 3 créditos.

    • 08/2011 - 03/2012

      Ensino, Gestão e Desenvolvimento Sustentável do Meio Rural, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Química Ambiental - 3 créditos

    • 08/2011 - 12/2011

      Ensino, Química, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica experimental - 4 créditos

    • 08/2011 - 09/2011

      Treinamentos ministrados , Centro de Ciências da Saúde, .,Treinamentos ministrados, ministrante do curso de curta duração em boas práticas de manipulação em laboratórios (5 horas)

    • 03/2011 - 08/2011

      Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Imunologia Geral - 2 créditos

    • 05/2011 - 05/2011

      Extensão universitária , Curso de Biomedicina, .,Atividade de extensão realizada, ministrant do curso de extensão: ANÁLISE DE EXAMES LABORATORIAIS PARA PROFISSIONAIS DA ÁREA DA SAÚDE.

  • 2008 - 2008

    Universidade Federal de Santa Maria

    Vínculo: docente, Enquadramento Funcional: docente, Carga horária: 8

    Outras informações:
    03/2008-07/2008 (durante um semestre, total: 128h) Aulas práticas e teóricas de Bioquímica Especial para Veterinária Departamento de Química - UFSM Curso Medicina Veterinária

  • 2006 - 2007

    Laboratório de Análises Clínicas Bisso Ltda

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Farmacêutico Bioquímico, Carga horária: 20

    Atividades

    • 02/2006 - 05/2007

      Serviços técnicos especializados , Setor de Toxicologia, .,Serviço realizado, Responsável Técnico pelo Setor de Toxicologia.

  • 2005 - 2006

    Laboratório Senhor dos Passos

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 40

    Atividades

    • 08/2005 - 01/2006

      Estágios , Setor de Imunologia, .,Estágio realizado, Setor de Imunologia, Hematologia, Uroanálise, Parasitologia e Bioquímica.

  • 2005 - 2005

    Hospital de Clínicas de Porto Alegre

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 20

    Atividades

    • 03/2005 - 08/2005

      Estágios , Setor de Patologia Clínica, .,Estágio realizado, Setor de Patologia Clínica.

  • 2004 - 2005

    Centro de Informações Toxicológicas do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 20

    Atividades

    • 08/2004 - 01/2005

      Estágios , Laboratório de Toxicologia, .,Estágio realizado, Análises Toxicológicas.

  • 2003 - 2004

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Estágio Voluntário, Enquadramento Funcional: Estágio Voluntário, Carga horária: 20

    Atividades

    • 08/2003 - 06/2004

      Estágios , Instituto de Toxicologia, Laboratório de Análises Toxicologicas.,Estágio realizado, Análises Toxicológicas.