SÍLVIA BARBALHO BRITO

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte(2014) e mestrado em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte(2017). Atualmente é Estudante de Pós-graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira. Atuando principalmente nos seguintes temas:GLAUBER ROCHA, Roland Barthes, Literatura Brasileira, Escritura, Cinema Novo.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Estudos da Linguagem

2019 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: Do jogo entre luz e sombra à feitura entre papel e tinta: a escrita revolucionária de Glauber Rocha em Riverão Sussuarana,
Orientador: Márcio Venício Barbosa
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: GLAUBER ROCHA; Roland Barthes; Literatura Brasileira; Escritura; Cinema Novo.Grande área: Lingüística, Letras e ArtesSetores de atividade: Educação.

Mestrado em Estudos da Linguagem

2015 - 2017

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: A cozinha do sentido de Roland Barthes na ficção do escritor-crítico Silviano Santiago,Ano de Obtenção: 2017
Ilza Matias de Sousa.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Silviano Santiago; Roland Barthes; Cozinha do sentido; Escatologia; Corpo.Grande área: Lingüística, Letras e ArtesGrande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Comparada. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia. Setores de atividade: Educação.

Graduação em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas

2010 - 2014

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Bolsista do(a): Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2017

Quando o corpo pede um pouco mais de alma. (Carga horária: 2h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, IFRN, Brasil.

2017 - 2017

Ensino de Português para Surdos. (Carga horária: 2h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, IFRN, Brasil.

2017 - 2017

Como escrever depois de matar o autor: Barthes e o OULIPO. (Carga horária: 2h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2015 - 2015

Criando cordel e sua linguagem. (Carga horária: 5h). , Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Iniciação à Docência - Edição 2015.2. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2015 - 2015

Schopenhauer, o sentimento do sublime e a pintura. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2015 - 2015

Como é uma pergunta? A estrutura formal de uma questão. (Carga horária: 4h). , IFRN - Campus Canguaretama, IFRN - CANG, Brasil.

2015 - 2015

O Banquete - Oficina PIBID. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2014 - 2014

Capacitação Docente em EaD. (Carga horária: 30h). , Instituto Tecnológico Brasileiro, ITB, Brasil.

2012 - 2012

Letramentos e tecnologias. (Carga horária: 60h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2012 - 2012

O texto como protesto. (Carga horária: 8h). , Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, UERN, Brasil.

2010 - 2010

A utilização do Curta-metragem em sala de aula. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Brasileira.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Comparada.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Semiologia.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Filosofia.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Estudos Culturais.

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Cinema.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

BRITO, S. B. ; MARQUES, A. H. O. . Estamos Preparados para uma Era Black Mirror? Edição Santa Cruz. 2018. (Congresso).

BRITO, S. B. ; SILVA, L. A. ; SILVA, A. L. P. C. ; NOBREGA, C. M. P. S. ; SILVA, H. P. ; SILVA, J. M. D. E. ; GONCALVES, J. S. ; ARAUJO, M. M. ; MILANEZ, M. K. ; SILVA, M. V. R. ; SILVEIRA, M. M. D. ; CACHO, M. V. ; CUNHA, P. R. P. F. ; NASCIMENTO, V. C. . III Semana de Humanidades: Intolerância na Contemporaneidade. 2017. (Congresso).

BRITO, S. B. . CIENTEC: Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura. 2011. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

II Encontro de Letras do Litoral Norte da Paraíba.A (tênue) fronteira entre Baleia e Fabiano: o animal-estar em Vidas Secas. 2019. (Encontro).

XXII ENEARTE - Encontro Nacional dos Estudantes de Artes. 2018. (Encontro).

II Colóquio Roland Barthes Plural. Roland Barthes vai à cozinha. 2017. (Congresso).

III JORDAI - Jornada de Diálogos sobre Acessibilidade e Inclusão. 2017. (Encontro).

VII EXPOTEC ? Exposição de Tecnologia, Ciência e Cultura. O suicídio na Literatura. 2017. (Feira).

Centenário Roland Barthes.Devoramos alimentos, devoramos signos: Barthes, a cozinha do sentido e o cinema. 2015. (Simpósio).

Estratégias pedagógicas para uma educação multiétnica. 2015. (Congresso).

I Encontro Paraibano dos Estudantes de Letras.De cócoras: cozinha de signos literários. 2015. (Encontro).

I Exposição Científica, Tecnológica e Cultural do IFRN ? Campus Canguaretama. 2015. (Exposição).

Literatura Africana em Foco. 2015. (Congresso).

Projeto Con-Versa Com Prosa com a poeta e escritora Cristiane Sobral. 2015. (Encontro).

Roland Barthes, literatura e alimentação: rebeldias do pensamento. 2015. (Encontro).

XXXVI Encontro Nacional de Estudantes de Letras ? ENEL.Silviano Santiago e a língua menor em ?Uma história de família?. 2015. (Encontro).

III Congresso Internacional de Culturas Africanas ? Griots. Negrinha: desmistificação da infância feliz, desejos do devir-criança. 2014. (Congresso).

IV Conferência Internacional SMALL CINEMAS ? CROSSING BORDERS.O cinema menor em Glauber Rocha. 2013. (Outra).

Conferência: "O mal estar na cultura". 2012. (Outra).

II Simpósio Nacional de Texto e Ensino ? SINATE.A desconstrução de Iracema. 2012. (Simpósio).

Interdisciplinary Colloquium Communication and Discourse. 2012. (Congresso).

IV Semana de Iniciação à Filosofia. 2012. (Seminário).

Me explica, me ensina ? Cognição e memória: ensino e aprendizagem de línguas. 2011. (Encontro).

Me explica, me ensina ? Filosofia da linguagem. 2011. (Encontro).

ME EXPLICA, ME ENSINA ? Gustave Flaubert e José Paulo Paes: a ética do escrever. 2011. (Seminário).

XIX Semana de Humanidades. Albert Camus e o Cadafalso Universal. 2011. (Congresso).

II Simpósio Internacional de Análise Textual dos Discursos. 2010. (Simpósio).

I SELET ? Semana de Letras UFRN. 2010. (Seminário).

VII Con-Versa com Prosa. 2010. (Encontro).

VIII Con-Versa com Prosa. 2010. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Ilza Matias de Sousa

SOUSA, ILZA MATIAS DE; GONCALVES, M. A. G.; SOARES, R. N. G.. A cozinha do sentido de Roland Barthes na ficção do escritor-crítico Silviano Santiago. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Ilza Matias de Sousa

SOUSA, ILZA MATIAS DE; BARBOSA, M. V.; GONCALVES, M. A. G.. A cozinha do sentido na ficção do escritor-crítico Silviano Santiago: "O espião janta conosco". 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Márcio Venício Barbosa

SOUSA, I. M.; GONCALVES, M. A. G.;BARBOSA, Márcio Venício. A cozinha do sentido na ficção do escritor-crítico Silviano Santiago: "O espião janta conosco". 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Raimundo Nonato Gurgel Soares

SOARES, R. N. G.. A cozinha do sentido de Roland Barthes na ficção do escritor-crítico Silviano Santiago. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Marta Aparecida Garcia Gonçalves

Sousa, Ilza Matias de.;GONÇALVES, M. A. G.; SOARES, R. N. G.. A COZINHA DO SENTIDO DE ROLAND BARTHES NA FICÇÃO DO ESCRITOR-CRÍTICO SILVIANO SANTIAGO. 2017. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Marta Aparecida Garcia Gonçalves

Brito, Silvia B.; Sousa, Ilza Matias de.; Barbosa, Márcio Venício.;GONÇALVES, M. A. G.. A cozinha do sentido na ficção do escritor-crítico Silviano Santiago: "O espião janta conosco".. 2016. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Marilha Souza Brizolara

A imagem inserida e a imagem mental no texto literário; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Literatura e Ensino) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte; Orientador: Sílvia Barbalho Brito;

Marcilene de souza Lima

O teatro como instrumento metodológico para o ensino de literatura infanto-juvenil; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Literatura e Ensino) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte; Orientador: Sílvia Barbalho Brito;

Samira Sallyane Santana dos Santos

A leitura da imagem no desenvolvimento da alfabetização visual infanto-juvenil; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Literatura e Ensino) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sílvia Barbalho Brito;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ilza Matias de Sousa

A língua menor e a cozinha dos sentidos na ficção do escritor-crítico Silviano Santiago; Início: 2015; Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; (Orientador);

Ilza Matias de Sousa

Máquinas de ser, literatura e cinema e reconstiuição corporal do mito na ficção de João Gilberto Noll; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Língua Portuguesa) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ilza Matias de Sousa;

Ilza Matias de Sousa

A problemática do mito em Deleuze e o cinema de Glauber Rocha na intercessão entre a nomadologia, imagem-tempo e nova imagem do pensamento; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Língua Portuguesa) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ilza Matias de Sousa;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BRITO, S. B. ; SOUSA, I. M. . As teorias pós-coloniais e o hibridismo em José de Alencar. ENTRELACES (UFC) , v. IV, p. 206-213, 2014.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

BRITO, S. B. . O suicídio na Literatura. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BRITO, S. B. . O devir-mulher das escritoras potiguares. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BRITO, S. B. . Devoramos alimentos, devoramos signos: Barthes, a cozinha do sentido e o cinema. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BRITO, S. B. . Português Instrumental 01 - Como redigir comunicados corporativos: ofício, memorando e comunicação interna. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Videoaula).

BRITO, S. B. . Português Instrumental 02 - Como elaborar o relatório e o parecer. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Videoaula).

BRITO, S. B. . Português Instrumental 03 - Como utilizar o e-mail em ambientes corporativos. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Videoaula).

BRITO, S. B. . Relatório Parcial - Literatura, cinema, máquinas de ser: novo espaço da escritura do mito desterritorializado e seus dejetos em João Gilberto Noll. 2014. (Relatório de pesquisa).

BRITO, S. B. . Relatório Final - A problemática do mito em Deleuze e o cinema de Glauber Rocha na intercessão entre a nomadologia, imagem-tempo e nova imagem do pensamento. 2013. (Relatório de pesquisa).

BRITO, S. B. . Relatório Parcial - A problemática do mito em Deleuze e o cinema de Glauber Rocha na intercessão entre a nomadologia, imagem-tempo e nova imagem do pensamento. 2013. (Relatório de pesquisa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2014 - 2014

    PVC10892-2014 - Literatura, cinema, máquinas de ser: novo espaço da escritura do mito desterritorializado e seus dejetos em João Gilberto Noll, Descrição: O estudo aqui proposto introduz a discussão do mito ou das mitologias contemporâneas na ficcão nolliana, a partir de lugares conceituais que incluem a questão do escritor como pensador do corpo e este como corpo comunicante atravessado pelas relações entre o mundo, a carne e o sujeito em desvanecimento, sempre em via de diferenciação, como apontado por Deleuze (1974). E como tal se apresenta em narrativas do autor gaúcho. Busca ancorar-se na perspectiva da nomadologia, como aparece em Deleuze e Guattari, envolvendo a concepção de máquinas de ser e máquina de guerra, confirmando à exterioridade dessa ficção ligada a outras exterioridades, qual a mitologia, recobrindo a experiência da literatura como participante de processos cinematográficos que simulam a constituição de narrativas fílmicas, estabelecendo-se como superfícies em justaposição e propostas por montagens disjuntivas, o que potencializa a literatura como uma espécie de "pele naturalista do cinema", segundo Noll (1991). Mais do que práticas literárias, isso provoca descentramentos de linguagens incidindo sobre a dimensão do visível e o ultrapassamento de fronteiras entre a letra, a imagem, operando singularidades marcadas pela estranheza dessas relações. Para o leitor de Letras, a importância que aí se estabelece deve-se à indagação a respeito do texto literário fundado na estrita literariedade, podendo encontrar caminhos novos de leitura e nela novas lógicas de sentido e novos agenciamentos discursivos, justificando-se por vias heterogêneas o entendimento de situar na literatura a multiplicação de corpos-linguagem, entre eles o próprio mito. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Sílvia Barbalho Brito - Integrante / Ilza Matias de Sousa - Coordenador.

  • 2013 - 2013

    PVC7278-2013 - A problemática do mito em Gilles Deleuze e o cinema de Glauber Rocha na intercessão entre a nomadologia, imagem-tempo e nova imagem do pensamento, Descrição: Para Gilles Deleuze, emanam signos dos mitos, dando lugar, assim, aos mitos nos regimes semióticos como enunciados coletivos dos devires, cuja potência de desterritorialização entra em confrontação com as territorialidades ali constituídas, ao passarem pelo domus do poder e da dominação providos pelas representações e pelos modelos, capturados que foram ao longo da tradição ocidental pelos interesses do Estado, na construção de seus aparelhos ideológicos. Nesse sentido, o Ocidente teria feito prevalecer uma espécie de mitologia branca , com pretensões universais, sendo esta o alvo da desconstrução e do reverso tanto em Deleuze, quanto em Derrida. Ambos os pensadores incidem sua crítica contra essa extração dos mitos a serviço do colonialismo europeu, que buscaria fazer deles um gênero de língua geral , não só quanto às práticas culturais, mas também quanto aos condicionamentos do pensamento moderno, seja na filosofia, na etnologia, na psicanálise freudiana, de forma mais eminente. Derrida vê aí a necessidade de deslocamento, a partir da desconstrução do pensamento do homem branco como absoluto, universal e monológico. Deleuze, por sua vez, opera com estratégias de descolonização do mito, para devolvê-los ao devir do qual foram retirados, a começar pelo questionamento do jogo de significações míticas que foram fundadas e refundadas na cultura ocidental colonial. O filósofo francês provoca a necessidade de uma revisão radical das relações entre ciência, mito, arte, que considere a perspectiva da diferença, da multiplicidade, da heterogeneidade, contra as epistemologias da pureza, autenticidade e identidade. Esse princípio da descolonização permite que os mitos sejam apreendidos em seus devires, suas afectações, que, para o filósofo dos platôs, são também devires. E, desse modo recuperá-los em seus estados livres, selvagens, como acontecimentos de um tempo anárquico, caótico. Nas suas próprias obras ou nas escritas com Félix Guattari, aponta para o mito como construção de imagem-tempo, imagens que cristalizam o tempo e, como o cristal, são imagens que o compactam em figuras. Daí que enquanto cristalizações correspondem a um caleidoscópio realizado, sendo nesse aspecto, a própria forma da temporalidade do cinema, nos nossos dias. Vinculando o mito a esse atual vivido, Deleuze investe no estudo do cinema, que é, para ele, a experiência mítica da modernidade para cá. Poderíamos colocar que, visto assim, o cinema é o devir- mito ou o mito o devir-cinema. A potência do cinema abre o horizonte contemporâneo para novos perceptos, afecções, ações, na confluência de linguagens que se entrecortam nas experiências urbanas. Dando expressão a agenciamentos heterogêneos, o cinema, tal como a literatura, propicia novas desterritorializações, novos encontros do mito com seus devires e provocam o pensamento da descolonização, na medida em que não se articulam apenas às experiências da mitologia branca, mas performatizam outras experiências quais sejam as de culturas não ocidentais, as de mitologia indígena e outras, não impostas pela civilização colonizadora. Isso se tratando de um cinema que prepara, os filmes analisados por ele encontra-se ?Deus e o diabo na terra do sol?, do cineasta Glauber Rocha, que o consigna entre os que vão produzir a fabulação de um povo por vir. Renova-se e justifica-se, dessa maneira, nosso interesse em prosseguir na vertente da discussão encetada na problemática do mito em Deleuze, voltando-nos para a contribuição que o cinema brasileiro de Glaube Rocha faz para a nova imagem do pensamento , relacionando poesia, ficção, política e, falaria Erik Rocha, a memória em transe como parte da fabulação desse povo latino-americano ainda por vir. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Sílvia Barbalho Brito - Integrante / Ilza Matias de Sousa - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2019 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Pós-graduação, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Bolsista CAPES no Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem (área: Literatura Comparada, linha: Poéticas da modernidade e da pós-modernidade) com o projeto "Do jogo entre luz e sombra à feitura entre papel e tinta: a escrita revolucionária de Glauber Rocha em Riverão Sussuarana", sob orientação da Prof. Dr. Márcio Venício Barbosa.

2018 - 2019

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora Substituta, Carga horária: 20

2015 - 2017

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Pós-graduação, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Bolsista CAPES no Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem (área: Literatura Comparada, linha: Poéticas da modernidade e da pós-modernidade) com o projeto "A cozinha do sentido de Roland Barthes na ficção do escritor-crítico Silviano Santiago", sob orientação da Profa. Dra. Ilza Matias de Sousa.

2014 - 2014

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 20

Outras informações:
Bolsista de Iniciação Científica (PROPESQ-IC) no projeto "Literatura, cinema, máquinas de ser: novo espaço da escritura do mito desterritorializado e seus dejetos em João Gilberto Noll", sob orientação da Profa. Dra. Ilza Matias de Sousa.

2013 - 2013

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 20

Outras informações:
Bolsista de Iniciação Científica (PROPESQ-IC) no projeto "A problemática do mito em Deleuze e o cinema de Glauber Rocha na intercessão entre a nomadologia, imagem-tempo e nova imagem do pensamento", sob orientação da Profa. Dra. Ilza Matias de Sousa.

2011 - 2012

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Revisora de textos, Carga horária: 20

Outras informações:
Bolsista revisora de textos da Editora Universitária da UFRN (EDUFRN). Realizava revisão de Língua Portuguesa e de normas da ABNT.

Atividades

  • 07/2018 - 12/2018

    Ensino, Comunicação Social - Jornalismo, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Língua Portuguesa I

  • 07/2018 - 12/2018

    Ensino, Comunicação Social - Publicidade e Propaganda, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Língua Portuguesa I

  • 07/2018 - 12/2018

    Ensino, Ecologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Prática de Leitura e Produção de Textos I

  • 04/2018 - 07/2018

    Ensino, Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Prática de Leitura e Produção de Textos I

  • 04/2018 - 07/2018

    Ensino, Matemática, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Prática de Leitura e Produção de Textos I

  • 04/2018 - 07/2018

    Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Prática de Leitura e Produção de Textos I

  • 07/2015 - 12/2015

    Estágios , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras.,Estágio realizado, Docência Assistida do componente curricular "Fundamentos da Literatura Ocidental I", no Departamento de Letras da UFRN, sob a supervisão do Prof. Dr. Antonio Fernandes de Medeiros Júnior..

2017 - 2018

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora Substituta, Carga horária: 40

Atividades

  • 08/2017 - 08/2018

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Língua Portuguesa (Curso Subsequente), Língua Portuguesa e Literatura I (Curso Integrado), Língua Portuguesa e Literatura II (Curso Integrado), Língua Portuguesa e Literatura III (Curso Integrado), Língua Portuguesa e Literatura V (Curso EJA), Seminário de Orientação para a Prática Profissional II (Curso Subsequente)

2017 - 2017

cursinho do dce

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20

Outras informações:
Professora de Literatura e de Inglês no Cursinho do DCE, projeto de extensão popular de preparação para o ENEM, promovido por estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Atividades

  • 01/2017 - 08/2017

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Literatura Brasileira, Inglês

2014 - 2015

INSTITUTO TECNOLÓGICO BRASILEIRO - itb

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Designer Instrucional, Carga horária: 20

Outras informações:
Designer Instrucional e também Revisora de Língua Portuguesa e ABNT.

2014 - 2014

INSTITUTO TECNOLÓGICO BRASILEIRO - itb

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Conteudista, Carga horária: 10

Outras informações:
Professora Conteudista no material didático "Português Instrumental", composto por livro didático autoral e vídeo-aulas.