Alexandre Ferraz Barbosa

Tem experiência na área de Farmácia atuando principalmente nos seguintes temas: Validação de Processos (Produto, Limpeza, Metodologias, Software), Validação de Utilidades (Ar, Água, Ar. Comprimido, etc.), Qualificação/Calibração de Equipamentos/Instrumentos, necessidade de mudança e melhoria contínua dos processos em conformidade com as legislações vigentes. itens 17 e 19 RDC 210, Portaria 500, Norma ABNT 14.644, Compêndios Oficiais (Farmacopéias), entre outros. Acompanhamento das atividades referentes aos estudos de Estabilidade dos produtos farmacêuticos realizando análise crítica dos resultados e executando os ensaios analíticos. Atuação na área de Soluções Parenterais de Grande e Pequeno Volume. Iniciação Científica Tecnológica Industrial na área de Biohidrolixiviação tendo como tema pricipal microrganismos mesófilos e termófilos, pentlandita; sulfetos; biolixiviação e interações galvânicas. Mestrado em andamento na área de Química Orgânica e Química Medicinal. O trabalho de mestrado envolve a síntese de derivados 9-deazapurinas com possível inibição da enzima Purina Nucleosídeo Fosforilase (PNP) de Schistosoma Mansoni.

Informações coletadas do Lattes em 01/11/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Química

2009 - Atual

Universidade Federal de São Carlos
Arlene Gonçalves Correa.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica.

Graduação em Farmácia

2001 - 2006

Universidade Federal de Ouro Preto
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2007 - 2007

Esterilização Industrial. (Carga horária: 16h). , Instituto de Gestão Tecnológica Farmacêutica.

2007 - 2007

Qualificação de Equipamentos. (Carga horária: 8h). , Instituto de Gestão Tecnológica Farmacêutica.

2007 - 2007

Fundamentos e Operação do Cromatógrafo Líquido. (Carga horária: 28h). , Agilent Technologies.

2007 - 2007

Treinamento operacional do Espectrofotômetro. (Carga horária: 4h). , Perkin-Elmer Corporation.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Extrativa/Especialidade: Hidrometalurgia.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análise e Controle de Medicamentos/Especialidade: Estudos de Estabilidade.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análise e Controle de Medicamentos/Especialidade: Validação.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica/Especialidade: Síntese Orgânica.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Kleber Thiago de Oliveira

CORREA, A. G.; CARDOSO, C. L.;de OLIVEIRA, K. T.. Síntese de Derivados 9-deazapurinas, Candidatos a Inibidores da Enzima PNP de S. Mansoni. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Química-UFSCar) - Universidade Federal de São Carlos.

Carmen Lúcia Cardoso

Cardoso, Carmen LúciaCORRÊA, A.G; de Oliveira, Kleber Thiago. Síntese de Derivados 9-deazapurinas, Candidatos a Inibidores da Enzima PNP S. mansoni. 2011. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de São Carlos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Arlene Gonçalves Corrêa

Síntese de uma coleção de novos derivados 9-deazapurinas, possíveis inibidores da enzima PNP de Schistosoma mansoni; 2011; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de São Carlos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Arlene Gonçalves Corrêa;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SANTOS, L. R. G. ; BARBOSA, A. F. ; LEAO, V. A. ; Souza A. D . Bioleaching of a complex nickel iron concentrate by mesophile bacteria.. Minerals Engineering, v. 19, p. 1-8, 2006.

  • SANTOS, L. R. G. ; BARBOSA, A. F. ; LEAO, V. A. ; Souza A. D . Oxidação de sulfetos de níquel com microorganismos mesófilos. REM - Revista da Escola de Minas, Ouro Preto - MG, p. 39 - 46.

  • SANTOS, L. R. G. ; BARBOSA, A. F. ; Souza A. D ; LEAO, V. A. . Biolixiviação de um concentrado sulfetado complexo de níquel e ferro e caracterização dos produtos de oxidação. In: XXI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2005, Natal - RN. Anais do XXI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2005. v. 2. p. 115-122.

  • SANTOS, L. R. G. ; BARBOSA, A. F. ; Souza A. D ; LEAO, V. A. . Bioleaching of a complex nickel concentrate. In: Proceedings of Nickel'05, 2005, Cape Town. Proceedings of Nickel'05, 2005. p. 1-17.

  • SANTOS, L. R. G. ; BARBOSA, A. F. ; Souza A. D ; LEAO, V. A. . A Qualitative Study of Galvanic Interactions During the Bioleaching of Mixed Nickel Sulphides. In: IBS 2007 - 17th International Biohydrometallurgy Symposium, 2007, Frankfurt. 17th International Biohydrometallurgy Symposium, 2007.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de São Carlos, Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, Departamento de Química. , Rod. Washington Luís, Km 235, centro, 13565905 - São Carlos, SP - Brasil - Caixa-postal: 676, Telefone: (16) 33518215, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2009 - Atual

    Universidade Federal de São Carlos

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    O trabalho de mestrado tem como objetivos principais a síntese de uma coleção de 9-deazapurinas através de métodos descritos na literatura e/ou de novas rotas sintéticas e a realização de bioensaios in vitro e/ou in vivo para verificar a atividade inibitória da enzima PNP destes compostos.

  • 2006 - 2009

    Equiplex Indústria Farmacêutica LTDA.

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Analista de Validação e Estabilidade, Carga horária: 44

    Outras informações:
    Atividades Exercidas - Elaboração de Protocolos e Relatórios de Validação para processos, utilidades e equipamentos e auxiliar na elaboração de Protocolos de Metodologia e Software. Análise de Protocolos e Relatórios de Validação emitidos por terceiros, assim como certificados de calibração aprovando ou reprovando os mesmos. Analisar criticamente os resultados de cada qualificação/validação apontando problemas processuais e soluções para os mesmos e levantando necessidade de mudança de determinado processo para avaliação da gerência, em primeira estância. Participação de forma efetiva junto ao Comitê de Validação. Elaboração de Plano de Calibração e de Validação para acompanhamento de prazos de revalidação, conforme Plano Mestre de Validação. Revisar os Procedimentos envolvidos. Acompanhar execução do Plano de Manutenção Preventiva e Corretiva para verificação da conseqüência no status validado . Auxiliar na revisão dos procedimentos envolvidos, caso necessário. Analisar criticamente contratos de terceiros referentes às atividades acima descritas, quanto à direitos, deveres, penalidades e prazos. Acompanhar o Controle de Mudanças com auxílio das BPF, junto aos Departamentos de Controle de Qualidade, Produção e Manutenção. Elaborar Planilha de Acompanhamento de Estudos de Estabilidade Acelerado e Longa Duração. Execução dos ensaios das amostras, conforme Planilha de Acompanhamento e RE n 1/2005. Elaboração/Revisão de Protocolos e Relatórios de estudo de Estabilidade. Análise Crítica dos resultados analíticos e análise de tendência para avaliação junto à Gerência, Controle de Qualidade e Desenvolvimento farmacotécnico. Revisão dos Procedimentos internos envolvidos.

  • 2005 - 2006

    Universidade Federal de Ouro Preto

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Tecnológica Industrial, Carga horária: 20

    Outras informações:
    O projeto foi baseado no desenvolvimentos de métodos biohidrometalúrgicos que, apesar de serem considerados de baixo custo, apresentam a desvantagem de serem mais lentos que as rotas químicas equivalentes. Isso decorre de fatores inerentes ao metabolismo do microrganismo. Existem limitações quanto ao aumento da temperatura, umas das formas de melhorar a cinética de reação, devido a existencia de uma temperatura ótima de crescimento (35 C, para Acidithiobacillus sp.). Em função disso, as aplicações industriais de biolixiviação, em tanque, empregando Acidithiobacillus requerem a presença de torres de resfriamento durante a operação dos reatores, uma vez que a oxidação do sulfeto é uma reação exotérmica que eleva a temperatura destes a valores acima dos tolerados pelo microrganismo. Estas limitações levaram à realização de estudos com microrganismos termófilos, capazes de crescer em temperaturas entre 45 e 55 C. Neste caso, há a possibilidade se ter uma maior cinética de reação química, além de redução de custos com resfriamento dos tanques. Também envolveu a aplicação destas bactérias aos minérios de zinco e níquel da Votorantim Metais. As metas pré-estabelecidas pelas partes foram atingidas como primeiro passo para a implantação industrial da tecnologia. O êxito destas pesquisas levou os autores a considerarem a melhoria da cinética de extração com microrganismos termófilos moderados. Estudos prévios, realizados no NVMM com concentrados de zinco, indicam a viabilidade de utilização destes microrganismos.