Daniel Augusto Barroso Lessa

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Fluminense (1987), mestrado em Medicina Veterinária (Cir. e Clínica Veterinária) pela Universidade Federal Fluminense (1993) e doutorado em Clínica Veterinária pela Universidade de São Paulo (2003). Atualmente é professor titular da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Clínica Veterinária, atuando principalmente nos seguintes temas: eqüino, clínica médica, afecções respiratórias, afecções do aparelho locomotor.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Clínica Veterinária

2000 - 2003

Universidade de São Paulo
Título: Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA) em eqüinos de policiamento na Cidade do Rio de Janeiro,RJ: RJ: estudo clínico e da atividade macrofágica alveolar.
Orientador: Wilson Roberto Fernades
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: eqüino; macrófagos; alveolar; lavado broncoalveolar; doença inflamatória das vias aéreas.Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários.

Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)

1990 - 1993

Universidade Federal Fluminense
Título: Técnicas de punção e cateterização para arteriografia palmar no cavalo (Equus caballus),Ano de Obtenção: 1993
Orientador: Edmundo Jorge Abílio
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: arteriografia; Eqüinos; angiografia; digital.Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Clínica e Cirurgia Animal / Especialidade: Radiologia de Animais. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Clínica e Cirurgia Animal / Especialidade: Técnica Cirúrgica Animal. Setores de atividade: Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários.

Graduação em Medicina Veterinária

1983 - 1987

Universidade Federal Fluminense

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Lê Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Clínica e Cirurgia Animal/Especialidade: Clínica Veterinária.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Clínica e Cirurgia Animal/Especialidade: Clínica Cirúrgica Animal.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Clínica e Cirurgia Animal/Especialidade: Clínica Veterinária.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Clínica e Cirurgia Animal/Especialidade: Clínica Cirúrgica Animal.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

LESSA, D. A. B. . 41ª Semana Acadêmica Américo de Souza Braga. 2018. (Outro).

LESSA, D. A. B. ; SANTOS, Orlei Justen dos . XL Semana Acadêmica Américo de Souza Braga - Módulo de Medicina Equina. 2017. (Outro).

LESSA, D. A. B. ; SANTOS, Orlei Justen dos . XXXIX Semana Acadêmica Américo de Souza Braga - Módulo de Medicina Equina. 2016. (Outro).

LESSA, D. A. B. ; SANTOS, O. J. ; PINA, A. E. . 38ª Semana Acadêmica Américo de Souza Braga - Tópicos em reprodução nutrição e reabilitação do Equino. 2015. (Outro).

LESSA, D. A. B. ; SANTOS, Orlei Justen dos . XXXVII Semana Acadêmica Américo de Souza Braga. 2014. (Outro).

SANTOS, Orlei Justen dos ; PITOMBO, C. A. ; LESSA, D. A. B. ; GATTI, Leila . XXXIV Semana Américo Braga. 2011. (Outro).

LESSA, D. A. B. ; SANTOS, Orlei Justen dos . XXXIII Semana Américo Braga. 2010. (Outro).

MESQUITA, E. ; MIRANDA, Zander Barreto ; LESSA, D. A. B. . XXIX Semana Américo Braga (SEMAMBRA) da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Fluminense. 2006. (Outro).

SANTOS, Orlei Justen dos ; LESSA, D. A. B. . I Simpósio de Cardiologia Veterinária da UFF. 2004. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Simpósio internacional do cavalo atleta da Universidade de Vassouras.Baixa performance em equinos por afecções do trato respiratório. 2019. (Simpósio).

XXI Semana do Médico Veterinário da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.Síndrome da Asma Equina. 2018. (Seminário).

XXI Semana do Médico Veterinário da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.Doença Respiratória a Campo. 2018. (Seminário).

III Encontro de Microbiologia e Imunologia do DMIV.Aspectos da Resposta Inflamatória do Trato Respiratório em Equinos. 2017. (Encontro).

XVII Conferencia Anual da ABRAVEQ. 2016. (Congresso).

VII Semana Acadêmica da UENF/ XVII Semana Acadêmica de Medicina Veterinária.Exame endoscópico respiratório e coleta de material para diagnóstico etiológico do trato respiratório posterior de equinos. 2015. (Outra).

XVI Conferência Anual ABRAVEQ. Detecção precoce da obstrução intestinal com estrangulamento intestinal. 2015. (Congresso).

XVI Conferência Anual ABRAVEQ. 2015. (Congresso).

2° Ciclo Internacional de Estudos em Diagnóstico e Tratamento do Sistema Locomotornto. 2014. (Outra).

Avaliação Formativa e Feedback Efetivo. 2014. (Oficina).

Construção de Critérios para Avaliação. 2014. (Oficina).

Oficina "Interdisciplinaridade para Medicina Veterinária". 2014. (Oficina).

Oficina "Métodos Ativos para Medicina Veterinária". 2014. (Oficina).

Uso Estratégico de Recursos Inovadores:Mapa Conceitual. 2014. (Oficina).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Fluidoterapia em potros. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Doença inflamatória das vias aéreas nos equinos atletas - Dr. Warwick Bayly. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Mycoplasma spp em potros muares de uma fazenda em Cachoeiras de Macacu -RJ. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Correlação entre o peso e mensurações corporais em potros muares do 2 ao 39 dia de vida - Estudo preliminar. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Atualização sobre falência renal aguda em equinos - Dr. Warwick Bayly. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Achados microbiológicos em lavados traqueais de potros muares com e sem afecção respiratória. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Bloqueios nervosos e articulares no exame da claudicação - Dr. James K. Belknap. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Atualização em Rhodococcus equi com ênfase ao controle em haras afetados - Dr. Steeve Giguère. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ. Falência Renal crônica e outras causas da polidipsia - Dr. Warwick Bayly. 2014. (Congresso).

XV Conferência Anual ABRAVEQ.I Encontro Brasileiro de Grupo de Estudos de Equinos. 2014. (Encontro).

XXXII Semana Acadêmica Américo Braga.Emergências Clínicas e Recorrentes em Equinos. 2014. (Outra).

Simpósio Internacional de Diagnóstico por Imagem.Endoscopia e citologia como diagnóstico das doenças do trato respiratório inferior. 2013. (Simpósio).

Simpósio Internacional de Diagnóstico por Imagem.Endoscopia alta em repouso x dinâmica. 2013. (Simpósio).

XIV Conferência Anual da ABRAVEQ. A ORVA não é DIVA!. 2013. (Congresso).

XXVII SEMEV.Métodos diagnóstico nas afecções respiratórias: como e quando utilizar. 2013. (Outra).

XXVII SEMEV.Afecções respiratórias em equinos. 2013. (Outra).

II EAVET.Videoendoscopia respiratória em equinos. 2012. (Encontro).

Seminário Internacional Abraveq Rio em Medicina Veterinária.Dor Lombar em equinos - clínica e terapias. 2012. (Seminário).

Simpósio Internacional de Doenças Infecciosas, Genéticas e Metabólicas dos Equídeos. 2012. (Simpósio).

VII Congresso Internacional de Medicina Veterinária FEI/CBH - II Seminário Internacional Caballiana. Escore de hemossiderina em citologia de lavados traqueais para avaliação da hemorragia pulmonar induzida pelo esforço em cavalos de polo após o exercício. 2012. (Congresso).

XIII Conferência Anual da ABRAVEQ. Atividade da fosfatase alcalina (EC 3.1.3.1) no fluido epitelial pulmonar e avaliação endoscópica de equinos de policiamento montado no Estado do Rio de Janeiro. 2012. (Congresso).

EAVET (Encontro Acadêmico Veterinário) da Universidade Severino Sombra.Enfermidades do sistema respiratório equino. 2011. (Encontro).

IV Ciclo de Atualização do Cavalo Atleta.Hemorragia pulmonar induzida pelo exercício. 2011. (Outra).

XII Conferência Anual da Abraveq. 2011. (Congresso).

XII Conferência Anual da ABRAVEQ. Exame ultrassonográfico da articulação metacarpofalângica de equinos praticantes de Polo na Zona Oeste do Estado do Rio de Janeiro. 2011. (Congresso).

XIV Semana de Monitoria.Exame Videoendoscópico de Bolsa Gutural, aula pática. 2011. (Outra).

XIV Semana de Monitoria.A participação do monitor em atividades da disciplina de clínica médica de grandes animais. 2011. (Outra).

VI Congresso Internacional de Medicina Veterinária FEI/CBH e I Seminário Internacional Caballiana. A CONTAGEM CITOLÓGICA DO LAVADO BRONCOALVEOLAR EM EQUINOS É INFLUENCIADA PELO VOLUME INFUNDIDO PARA COLETA?. 2010. (Congresso).

VI Congresso Internacional de Medicina Veterinária FEI/CBH e I Seminário Internacional Caballiana. 2010. (Congresso).

XXXVII SEMANA CAPIXABA DO MÉDICO VETERINÁRIO.Doenças do Aparelho Respiratório dos Equinos. 2010. (Encontro).

11th Internatioinal Congress of the World Equine Veterinary Association, X Conferência anual da Abraveq and V Congresso Inrternacional da FEI/CBH. EFFECT OF INFUSED FLUID VOLUME ON DIFFERENTIAL CELL COUNTS OF BRONCHOALVEOLAR LAVAGE IN HORSES. PRELIMINARY RESULTS. 2009. (Congresso).

11th International Congress of the World Equine Veterinary Association, X Conferência Anual da Abraveq and V Congresso Internacional FEI/CBH. 2009. (Congresso).

Curso de Especialização Lato Sensu em Diagnóstico e Ciruria de Equinos.Bronquite e Doenças Crônicas Pulmonares em Equinos. 2009. (Outra).

Primeiro Congresso Brasileiro de Acadêmicos de Medicina Veterinária, X Semana Acadêmica de Medicina Veterinária PUCPR e II Simpósio do Mestrado em Ciência Animal PUCPR.Aparelho Respiratório, doenças mais acometidas em cavalos atletas. 2009. (Simpósio).

VIII Forum e VII Jornada Científica em Medicina Veterinária/UCB/RJ."Association of conventional and stem cells therapy in a total hoof avultion case". 2009. (Outra).

Ciclo de Palestras em Medicina Veterinária.Diagnóstico e terapêutica das principais afecções pulmonares de eqüinos. 2008. (Encontro).

IV Congresso Internacional de Medicina Veterinária FEI/CBH e IX Conferência anual da ABRAVEQ. Estimativa do volume de fluido epitelial pulmonar no equino. 2008. (Congresso).

IV Congresso Internacional de Medicina Veterinária FEI/CBH e IX Conferência anual da ABRAVEQ. IMPORTÂNCIA DO LAVADO BRONCOALVEOLAR PARA O DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DAS AFECÇÕES RESPIRATÓRIAS. 2008. (Congresso).

IV Congresso Internacional de Medicina Veterinária FEI/CBH e IX Conferência anual da ABRAVEQ. 2008. (Congresso).

Palestra: Casos baseados em conceitos atuais sobre tratamento de feridas.Casos baseados em conceitos atuais sobre tratamento de feridas. 2008. (Simpósio).

I Curso de Perícia Cível para Médicos Veterinários.Perícia em Eqüinos e Elaboração de Laudos em Animais de Produção. 2007. (Outra).

VII Conferência Sul Americana de Medicina Veterinária. ACHADOS ULTRA?SONOGRÁFICOS EM RUPTURA DE TENDÃO PRÉ-PÚBICO EM ÉGUA ? RELATO DE CASO. 2007. (Congresso).

VII Conferência Sul Americana de Medicina Veterinária. Doenças neurológicas em Ruminantes. 2007. (Congresso).

VIII Conferência anual da ABRAVEQ e III Congresso Internacional de Medicina veterinária da FEI/CBH Brasil. CAPACIDADE FAGOCÍTICA E LEISHMANICIDA DE MACRÓFAGOS ALVEOLARES DE EQÜINOS COM DOENÇA INFLAMATÓRIA. 2007. (Congresso).

VII Conferência anual da ABRAVEQ e II Congresso Internacional de Medicina veterinária da FEI/CBH Brasil. Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA) em eqüinos de policiamento na cidade do Rio de Janeiro, RJ: estudo clínico.. 2006. (Congresso).

Ciclo de Emergências Clínicas da XXII Semana do Médico Veterinário.Palestrante/Emergência em Aparelho Locomotor de Eqüinos. 2005. (Outra).

Conferência Sul-americana de Medicina Veterinária. 2005. (Outra).

Conferência Sul-americana de Medicina Veterinária e V Congresso Estadual de Buiatria. Moderador do tema "Doenças Digitais". 2005. (Congresso).

XXVIII Semana Acadêmica Américo Braga (SEMAMBRA).Coordenador do módulo de eqüinos. 2005. (Outra).

XXVIII Semana Américo Braga (SEMAMBRA) da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Fluminense.Moderador da Mesa Redonda "Miopatias de esforço". 2005. (Outra).

I Jornada Científica da Medicina Veterinária.Palestrante sobre o tema: Afecções respiratórias em eqüinos. 2004. (Outra).

IV Conferência Sul-Americana de Medicina Veterinária. Congressista. 2004. (Congresso).

IV Conferência Sul-Americana de Medicina Veterinária.Moderador de palestra Bubalinocultura na América Latina, perspectivas e desenvolvimento.. 2004. (Outra).

Semana Américo Braga.Organizador do módulo de eqüinos. 2004. (Outra).

XXI Semana do Médico Veterinário da UFRRJ.Palestrante sobre o tema: Doença Inflamatória das Vias Aéreas dos Eqüinos. 2004. (Outra).

V Congresso Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária. Coordenador/Palestra: Odontologia Eqüina-Apresentação de Casos Clínicos. 2002. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária. Coordenador do Fórum de Gastroenterologia Eqüina. 2002. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária. Congressista. 2002. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária. Coordenador/Palestra: Artroscopia em eqüinos. 2002. (Congresso).

XIX Semana do Médico veterinário da UFRRJ.Palestrante/tema: Lavado broncoalveolar em eqüinos. 2002. (Outra).

II Conferência Anual da ABRAVEQ. Congressista. 2001. (Congresso).

III Jornada de Medicina Veterinária.Palestrante/tema: Abordagem clínica de enfermidades do aparelho locomotor de eqüinos. 2000. (Outra).

III Semana de Medicina Veterinária da Universidade Castelo Branco.Palestrante/tema: Cólica Eqüina. 2000. (Outra).

Seminário sobre fisiologia do exercício em eqüinos.Ouvinte. 2000. (Seminário).

XXI Congresso Brasileiro de Clínicos Veterinário de Pequenos Animais - Conferência Sul-Americana de Medicina Veterinária. Consultor Ad Hoc. 2000. (Congresso).

XXI Congresso Brasileiro de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais - Conferência Sul Americana de Medicina Veterinária. Comissão Coordenadora de Eqüinos. 2000. (Congresso).

XXI Congresso Brasileiro de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais e Conferência Sul-Americana de Medicina Veterinária. Congressista. 2000. (Congresso).

IX Jornada de Iniciação Científica da UFRRJ.Comissão de Organização da IX Jornada de Iniciação Científica da UFRRJ. 1999. (Outra).

IX Jornada de Iniciação Científica da UFRRJ.Secretário da Seção Oral de apresentação dos trabalhos. 1999. (Outra).

Semana Acadêmica do Médico Veterinário da UENF.Palestrante/tema: Importância do Diagnóstico Radiológico em Eqüinos. 1999. (Outra).

VI Semana do Médico Veterinário/UNIPLI.Palestrante/tema: Principais Enfermidades Articulares dos Eqüinos. 1999. (Outra).

XVI Semana do Médico Veterinário da UFRRJ.Coordenador do Ciclo de Atualização em Equinocultura. 1999. (Outra).

Ciclo de Atualização em Equinocultura da XV Semana do Médico Veterinário da UFRRJ.Palestrante/tema: Osteoartrite traumática. 1998. (Outra).

I Ciclo de Palestras do Laboratório de Sanidade Animal/CCTA/UENF.Palestrante/tema: Radiologia clínica do aparelho locomotor dos eqüinos. 1998. (Outra).

Primeira Semana da Medicina Veterinária da UNIGRANRIO.Conferencista/tema: Colite aguda no eqüino adulto. 1998. (Outra).

XV Semana do Médico Veterinário da UFRRJ.Coordenador do Ciclo de Atualização em Equinocultura. 1998. (Outra).

Scientific horseshoeing-Ferrageamento científico.Ouvinte. 1997. (Seminário).

VIII Seminário Bienal de Pesquisa e da VII Jornada de Iniciação Científica.Membro do Comitê de Organização do VIII Seminário Bienal de Pesquisa e da VII Jornada de Iniciação Científica da UFRRJ. 1997. (Seminário).

VII Jornada de Iniciação Científica da UFRRJ.Comitê de Organização da VII Jornada de Iniciação Científica da UFRRJ. 1997. (Outra).

XIV Semana do Médico Veterinário da UFRRJ.Palestrante/tema: Técnicas de ressecção de muralha para o tratamento da laminite eqüina. 1997. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Joana de Castro Faria Beling

LESSA, D. A. B.ALENCAR, N. X.; GOMES, G. M.. Síndrome asmática equina: comparação entre cavalos das raças Mangalarga Marchador e Campolina. 2019. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: DANIELA CARVALHO DE MENDONÇA NAPOLI

RAMOS, M. T.; ROIER, E. C. R.;LESSA, D. A. B.. Relatório técnico/científico: Treino de marcha - Aplicativo móvel para coleta e armazenamento de dados de treinamento de equinos de marcha. 2019. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Diagnóstico Clínico de Laboratorial) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

Aluno: Janaina Godinho Louzada

BOTTEON, P. T. L.; SILVA, M. F. A.;LESSA, D.A.B.. Plasma Rico em Plaquetas em equinos: obtenção e efeito sobre a proliferação celular de células-tronco mesenquimais in vitro. 2018. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: José Augusto Vieira da Cruz

SOUZA, G. N.;LESSA, D. A. B.; COSTA, R. F. R.. Ocorrência de focos de anemia infecciosa equina no Estado do Rio de Janeiro. 2018. Dissertação (Mestrado em Medic.Veterin.(Hig.Veter.Proc.Tecn.Prod.Orig.Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: José Gabriel de Almeida

LESSA, D. A. B.ALENCAR, N. X.; COSTA, MARIA FERNANDA DE MELLO; RIBEIRO, P. C. A.. Proteína sérica amilóide A (SAA) em potros neonatos equinos e muares hígidos. 2017. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Valquiria Agnes Cardoso Côrtes

COSENDEY, M. H.;LESSA, D. A. B.; SILVA JUNIOR, V. P.. Mormo: Fisiopatologia, Métodos diagnósticos, Reemergência e Legislação em Defesa Agropecuária no estado do Rio de Janeiro. 2017. Dissertação (Mestrado em Medic.Veterin.(Hig.Veter.Proc.Tecn.Prod.Orig.Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Anna Clara Porthun Caruso

LESSA, D. A. B.ALENCAR, N. X.; SILVA, P. L.; PITOMBO, C. A.; SUZANO, S. M. C. E.. Proteína surfactante D em potros equinos sadios mestiços recém-nascidos medida por ELISA - ausência de diferença entre 0 e 8 semanas de idade. 2016. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Luana Alves Freitas da Silva

ALENCAR, N. X.LESSA, D. A. B.; MOREIRA, N. S.; SOUZA, A. M.; XAVIER, M. S.. Perfil hematológico e bioquímico sérico de Potros e Muares de 0 à 2 meses de idade.. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

LESSA, D. A. B.ALENCAR, N. X.SANTOS, Orlei Justen dos; SILVA, A. A.; MOREIRA, N. S.. Efeito da inflamação do trato respiratório posterior sob a concentração da proteína sérica amilóide A e o perfil eletroforético sérico em equinos puro sangue inglês de corrida.. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Vivian dos Santos Baptista

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; GRACA, F.; VERÍCIMO, M.. Dinâmica da concentração de IgG em muares de 24 horas a 60 dias de vida da Fazenda do instituto Vital Brazil - Cachoeiras de Macacu. 2014. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Monique Gonçalves dos Santos Novelino Ramos

LESSA, D. A. B.ALENCAR, N. X.; BALDANI, C. D.; SOUZA, A. M.. AVALIAÇÃO HEPÁTICA DE EQUINOS SUBMETIDOS À PRODUÇÃO DE SORO ANTI-OFÍDICO. 2014. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Ana Cristina Ramos Porto Mendes

ALENCAR, N. X.; ALMOSNY, N. R. P.;LESSA, D. A. B.; XAVIER, M. S.; MACHADO, C. H.. PERFIL HEMATOLÓGICO E ELETROFORÉTICO DAS PROTEÍNAS PLASMÁTICAS EM POTROS MUARES DE 0 a 41 dias de idade. 2014. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Luis Fernando Coelho Bastos

MICHELLOTO JR., P. V.; VILLANOVA JUNIOR, J. A.;LESSA, D. A. B.. Incidência de síndrome osteocondral juvenil em potros puro sangue inglês de corrida entre 4 e 6 meses de idade na região de Curitiba -Brasil. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Aluno: GABRIELA LOBATO

LESSA, D. A. B.; BARREIRA, A. P. B.; BACCARIN, R. Y. A.; SANTOS, M. C. S.. Avaliação clínica e ultrassonográfica do tendão e da bursa do músculo bíceps braquial em cavalos de polo. 2013 - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Paula de Mattos Guttmann

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; GRACA, F.. Avaliação clínica, hematológica e citológica de lavado traqueal em potros muares sadios e portadores de pneumopatias de de zero a seis meses de idade.. 2013. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Isabella Manes Soutto Mayor da Motta Rodrigues

BOTTEON, P. T. L.;LESSA, D. A. B.; SILVA, A. A.;HESS, T. M.; BARREIRA, A. P. B.. Perfil bioquímico e oxidativo de cavalos em prova simulada de três tambores. 2013. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Vanessa Viscardi

LESSA, D. A. B.; MICHELLOTO JR., P. V.;FERNANDES, Wilson RobertoSANTOS, Orlei Justen dos. Determinação da atividade da fosfatase alcalina (EC 3.1.3.1.) no lavado traqueal de equinos da Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro. 2012. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Waldsylvio da Silva VIEIRA

BOTTEON, P. T. L.;LESSA, D. A. B.; BALDANI, C. D.. Perfil bioquímico e capacidade antioxidante total em cavalos de pólo suplementados com Selênio e vitamina E. 2011. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Maria Luisa Lorêdo de Abreu Jorge

LESSA, D. A. B.; ALMOSNY, N. R. P.; AMORIM, R. M.;ALENCAR, N. X.; GRACA, F.;SANTOS, Orlei Justen dos. Atividade da fosfatase alcalina (EC 3.1.3.1) no fluido epitelial pulmonar de equinos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janieiro. 2011. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Juliana Nabuco de Paula Pereira

LESSA, D. A. B.; MICHELLOTO JR., P. V.;SANTOS, Orlei Justen dos; BARREIRA, A. P. B.; RIBEIRO, P. C. A.. Ocorrência de hemorragia pulmonar induzida pelo exercício em cavalos de polo na Cidade do Rio de Janeiro. 2011. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Camila Hamond Régua Motta

LILENBAUM, W.;LESSA, D. A. B.; FERREIRA, R.. Avaliação do impacto da leptospirose na performance de equinos atletas. 2010. Dissertação (Mestrado em Microbiologia e Parasitologia Aplicadas) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Kátia Moreira da Silva

LESSA, D. A. B.FERNANDES, Wilson Roberto; BOTTEON, P. T. L.. Avaliação citológica do lavado traqueal de equinos de pólo. 2010. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Juliana Braga Vieira

LILENBAUM, W.; WOUK, A. F. P. F.;LESSA, D. A. B.. Alterações oftalmológicas em equinos associadas à leptospirose. 2009. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Maurilio Rosa

BOTTEON, P. T. L.;LESSA, D. A. B.; PEREIRA, J. T.. Perfil clínico e eletroretinográfico de cavalos em estação usando os eletrodos DTL e ERG-Jet e comparação dos sedativos alfa 2 agonistas: xilazina, romifidina, detomidina e medetomidina. 2009. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Kate Moura da Costa Barcelos

LESSA, D. A. B.; BARREIRA, A. P. B.; SANTOS, M. C. S.. Estudo Ultra-sonográfico das lesões de tecidos moles da articulação metacarpofalangeana em cavalos de polo. 2008. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Tatiana Noronha Rodrigues Barreto de M

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; SANTOS, M. C. S.; RAMADINHA, Luis Sérgio. Gomes. Avaliação clínica e radiológica das principais afecções na articulação metacarpofalângica de cavalos de polo. 2008. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Gilberto dos Santos Seppa

SANTOS, Orlei Justen dosLESSA, D. A. B.; VIANNA, L. F. C. G.;ALENCAR, N. X.. Influência da sídrome de exaustão e do exercício de alta intensidade no nível sérico de troponina I (CtNi) cardíaca em cavalo puro sangue de corrida sediado no Jockey Club Brasileiro. 2008. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Maurício Mirian

FERNANDES, Wilson Roberto; MICHIMA, L. E. S.; MATOS, L. D. N. J.;LESSA, D. A. B.. Padronização de teste incremental de esforço máximo a campo para cavalos que pratiquem "hipismo clássico". 2008. Dissertação (Mestrado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Eliene Porto Sad

LESSA, D. A. B.FERNANDES, Wilson RobertoALENCAR, N. X.SANTOS, Orlei Justen dosHESS, T. M.. Citologia Broncoalveolar de eqüinos sadios e doentes assintomáticos com doença inflamatória das vias aéreas (DIVA) pertencentes ao regimento Escola de Cavalaria Andrade Neves/EB/RJ. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Wander Guimarães de Almeida

SANTOS, Orlei Justen dos; VIANNA, L. F. C. G.;LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.. Estudo experimental bioquímico e enzimático sérico hepático em eqüinos (Equus caballus) tratados pelo cloridrato de tetraciclina. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Cintia Iolanda Coutinho Peixoto

VULCANO, L. C.; ALVES, A. L. G.; HAGEN, S. C. F.;LESSA, D. A. B.. Avaliação radiográfica e ultra-sonográfica do aparato podotroclear dos cavalos da raça quarto de milha acometidos pela síndrome do navicular. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Felipe Gomes Pereira Padilha

LESSA, D. A. B.; AMORIM, R. M.; ALVES, A. L. G.. Comparação de tipos de fibras musculares em cavalos (Equus caballus) da raça Puro Sangue Árabe treinados e não treinados para enduro. 2007. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Riane Moreira Santos

LESSA, D. A. B.; VIANNA, L. F. C. G.;SANTOS, Orlei Justen dos. Efeitos sistêmicos da solução oftálmica de maleato de timolol 0,5%: Avaliação das alterações eletrocardiográficas e da pressão arterial indireta ( método oscilométrico) em cães hígidos. 2006. Dissertação (Mestrado em Clinica Veterinaria) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Joana Fernandes Eigenheer Moreira

FERREIRA, A. M. R.; Ribas, J. A. S.; NOGUEIRA, L. A. G.;LESSA, D. A. B.. Biópsia endometrial em éguas repetidoras de cio. 2006. Dissertação (Mestrado em Clinica Veterinaria) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Eugênio de Oliveira Henriques

RAMADINHA, Luis Sérgio;SILVA, Antônio Carlos da; PEREIRA, J. T.;LESSA, D. A. B.. Arteriografia digital palmar em estação, no eqüino (Equus caballus). 2001. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Leny Pereira Sant'Anna Junior

SILVA, Antônio Carlos da; RIVELLO, T.;LESSA, D. A. B.. Sensibilidade e especificidade do doppler ultra-som frente a arteriografia nas lesões obstrutivas segmentares das artérias digitais do membro torácico do eqüino (Equus caballus). 1998. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Tanja Maria Hess

LOSS, Z. G.; REIS, L. C.; QUEIROZ, F.;LESSA, D. A. B.. Avaliação de parâmetros clínicos de eqüinos na modalidade enduro. 1997. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

LESSA, D. A. B.; MARQUES, A. P. L.; SILVA, A. A.; SARAIVA, E. M.; MACIEIRA, D. B.. Síndrome da asma equina a campo: avaliação de parâmetros inflamatórios do trato respiratório posterior. 2019. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Márcia Torres Ramos

FIGUEIREDO, M. A.; ALMEIDA, F. A.; PINA, A. E.;LESSA, D. A. B.; SAMPAIO, M A. P.. Estudo Retrospectivo de Achados Radiográficos no Exame de Compra de Equinos da Raça Puro Sangue Inglês e sua Correlação com a Longevidade o Desempenho Atlético. 2019. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Carolina Castanho Mambre Bonomo

FERNANDES, W. R.; Belli, C. B.; HAGEN, S. C. F.; ROBERTOPIMENTADEPADUAFOZFILHO,; MICHELLOTO JR., P. V.;LESSA, D. A. B.. Avaliaçãode índices ecocardiográficos de equinossobefeito defurosemida. 2018. Tese (Doutorado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Juliana Nabuco P

LESSA, D. A. B.; SILVA, A. A.; CARVALHO, C. F. P. M.; BOTTEON, P. T. L.; PITOMBO, C. A.. Otaka. Avaliação de Cys-Leucotrieno e Leucotrieno B4 no lavado broncoalveolar de equinos sadios e com doença pulmonar inflamatória. 2018. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Vivian dos Santos Baptista

LESSA, D. A. B.; BAPTISTA, A. R. S.; ROCHA, E. M. S.; GREMIÃO, I. D. F.; NEVES, G. W. P.; SILVA, M. R. P.; VERÍCIMO, M.. Pesquisa clínico-epidemiológico, molecular e sorológica da esporotricose felina.. 2018. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Bruno Ferreira Spíndola

BOTTEON, P. T. L.; RIBEIRO, P. C. A.; MACHADO, C. H.;LESSA, D. A. B.. Biomarcadaores de estresse oxidativo e do metabolismo muscular na saliva de equinos. 2017. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Kátia Moreira da Silva

LESSA, D. A. B.ALENCAR, N. X.; SILVA, A. A.; SILVA, P. L.; VERÍCIMO, M.; RIBEIRO, P. C. A.. Síndrome da Asma Equina e influência da idade na citologia broncoalveolar e nas concentrações de TNF Alfa, Interleucina-8 e Interleucina-17 em equinos mantidos a pasto. 2017. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Mariana do Desterro Inácio e Souza

OLIVARES, E. L.;LESSA, D. A. B.; BARCELLOS, L. C.; SILVEIRA, A. L. B.; MARQUES, A. P. L.. Efeitos do tratamento com n-acetilcisteína na modulação autonômica cardíaca e nos parâmetros bioquímicos relacionados ao metabolismo muscular após o exercício de salto em equinos. 2017. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Bianca Pacheco Limberti da Silva

Ribas, J. A. S.;LESSA, D. A. B.; VASCONCELLOS, C. O. P.; ALMEIDA, F. A.; COSTA, M. F. M.; PAIXAO, R. L.; DORIA, P. B. A.; CARVALHO, C. F. M.. Efeitos de diferentes suplementações energéticas sobre as concentrações de cortisol salivar e sanguíneo em equinos submetidos a exercício físico. 2017. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Erica Bertha Furich Raupp Bezerra de Mello

BOTTEON, P. T. L.; FALEIROS, R. R.;LESSA, D.A.B.; ALMEIDA, N. A. S.; PAIVA, J. P.. Obesidade e sensibilidade à insulina em equinos da raça mangalarga marchador. 2016. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Cristiane Albuquerque de Carvalho

CERQUEIRA, A. M. F.; BAPTISTA, A. R. S.; PEREIRA, J. A. A.; ROSA, A. C. P.; RABELLO, R. F.; FERREIRA, E. O.;LESSA, D. A. B.. Caracterização e detecção de compartilhamento de multirresistentes de origem canina e humana relacionadas a Escherichia coli ou não.. 2013. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Joana Fernandes Eigenheer Moreira

FERREIRA, A. M. R.; MARTINS, D. C.; BRASIL, A. F.;LESSA, D. A. B.; RIBAS, J. A. S.. Avaliação histopatológica e imuno-histoquímica de células infalamatórias no endométrio de éguas sadias e repetidoras de cio em programas de transferência de embriões. 2011. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Ana Carolina Rusca Correa Porto

FERNANDES, Wilson Roberto; DELLA LIBERA, A. M. M. P.; BARREIRA, M. C. R. A.; FERAZ, L. C.;LESSA, D. A. B.. Vacinação de potros com linhagem atenuada de Samonella enterica Typhimurium carreando gene vapA de Rhodococcus equi: avaliação clínica e imunitária. 2010. Tese (Doutorado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Victor do Espirito Santo Cunha

FACCINI, J. L. H.; SILVA, M. H.; SOARES, A. M. B.; Silva, L. H. P.;LESSA, D. A. B.. Estudo da atividade biológica de extratos de corpo total de ácaros da poeira domiciliar em cães com dermatite atópica e identificação sorológica de antígenos. 2010. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Cintia Iolanda Coutinho Peixoto

VULCANO, L. C.; HUSSNI, C. A.; RODRIGUES, C. A.; HAGEN, S. C. F.;LESSA, D. A. B.. Avaliação ultrassonográfica dos aspectos anatômicos do aparato podotroclear dos equinos da raça Quato de Milha. 2010. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Eduardo Borges Viana

ALMOSNY, N. R. P.;LESSA, D. A. B.; VERÍCIMO, M.; Botelho, G. G.; NEVES JUNIOR, J. M.. Avaliação da viabilidade de associação entre exames laboratoriais e a classificação da inflamação pulmonar pela broncoscopia em eqüinos domésticos (Equus caballus) fisicamente hígidos. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Lilian Emy dos Santos Michima

FERNANDES, Wilson Roberto; Larsson, M. H. M. A.; Belli, C. B.; CAMACHO, A. A.; RONCATI, N. V.;LESSA, D. A. B.. Influência do exercício físico prolongado sobre a concentração sérica de troponina I cardíaca e sobre a função cardíaca em cavalos de enduro. 2007. Tese (Doutorado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Vânia Maria de Vasconcelos Machado

VULCANO, L. C.; HUSSNI, C. A.; ALVES, A. L. G.; HAGEN, S.;LESSA, D. A. B.. Avaliação óssea por ultra-sonografia quantitativa do III osso metacarpiano de eqüinos da raça PSI em período de treinamento. 2006. Tese (Doutorado em Medicina veterinária) - Universidade Estadual Paulista - Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Neimar Vanderlei Roncati

FERNANDES, Wilson Roberto; BACCARIN, R. Y. A.; Belli, C. B.; GOMES, C. O. M. S.;LESSA, D. A. B.. Ocorrência de Theileria equi congênita em potros de Puro Sangue Lusitano no Brasil, diagnosticada através da técnica de RT-PCR. 2006. Tese (Doutorado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Anna Paula Balesdent Barreira

ALVES, A. L. G.; HUSSNI, C. A.; AMORIM, R. L.; BORGES, J. R. J.;LESSA, D. A. B.. Implante autólogo de células mesenquimais no tratamento de tendinites induzidas em eqüinos: avaliação clínica, ultra-sonográfica e imunoistoquímica. 2005. Tese (Doutorado em Medicina veterinária) - Universidade Estadual Paulista - Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Márcia Torres Ramos

FIGUEIREDO, M. A.; PINA, A. E.;LESSA, D. A. B.. Maturidade óssea e achados radiográficos no exame de comercialização de equinos da raça Puro Sangue Inglês brasileiros e sua influência sobre a longevidade e o desempenho atlético. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Aluno: Renato de Souza Abboud

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; FIGUEIREDO, M. A.. Efeito protetor de agentes antioxidantes sobre o sistema cardiovascular de ratos diabéticos: análise hematológica, bioquímica e histomorfométrica. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Gabriele Barros Mothé

LESSA, D. A. B.; DANTAS, R. L.; ANDRADE, N. C.. Estudo in vitro da resposta imune de felinos domésticos contra o Sporothrix brasiliensis. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Rita de Cássia da Silva Machado Neves

LESSA, D. A. B.; FERREIRA, A. M. R.; LEITE, J. S.; BARROS, L. A.; PAIVA, J. P.; SILVA, K. V. G. C.; PLIEGO, C. M.; SOUZA, D. A.. Demodicidose Canina: Diagnóstico anátomo-histopatológico/parasitológico convencional e avançado e tratamento com drogas convencionais, alternativas e de última geração. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Natalia Rebouças Pires

LESSA, D. A. B.; COSTA, M. F. M.;ALENCAR, N. X.; LEITE, J. S.; SUZANO, S. M. C. E.; HELAYEL, M. J. S. A.; MEDEIROS, M. A. S.; RIBEIRO, P. C. A.. Efeito do plasma rico em plaquetas na hemorragia pulmonar induzida pelo esforço em cavalos da raça Puro Sangue Inglês de corrida em treinamento, avaliados através de endoscopia, citologia e biomarcadores séricos. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: PEDRO HENRIQUE NICOLAU PINTO

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; FABJAN, J. M. G.; MARTINS, G.. Pontos estratégicos da tecnologia de ovulação múltipla e transferência de embriões na espécie ovina. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Gláucia Mota Bragança

Brandão, F. Z.; FABJAN, J. M. G.;LESSA, D. A. B.; ARASHIRO, E. K. N.; OLIVEIRA, R. V.. Estimulação ovariana visando a produção de oócitos em ovelhas da raça Santa Inês. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

LESSA, D. A. B.; BOTTEON, P. T. L.; Brandão, F. Z.; SARAIVA, E. M.;ALENCAR, N. X.. Síndrome da Asma Equina: Avaliação das redes extracelulares de neutrófilos (NETS) no trato respiratório posterior e do estresse oxidativo pulmonar e sistêmico. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Juliana Nabuco P

LESSA, D. A. B.; BAPTISTA, A. R. S.; PAIVA, J. P.; SILVA, A. A.. Otaka. Avaliação da concentração de leucotrienos no lavado broncoalveolar de equinos sadios e portadores de Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA). 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Daniel Duarte Alves de Albuquerque

BRUNO, S. F.;LESSA, D. A. B.; MOUTINHO, F. F. B.; BRANDÃO, M. L.. Ocorrência de agentes infecciosos em calitriquídeos (Callitrix spp.) no campos Fiocruz da Mata Atlântica , Rio de Janeiro. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Aline Gomes de Araújo

FERREIRA, A. M. R.; Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; MELLO, M. F. V.; Ribas, J. A. S.. Avaliação da resposta imune intrauterina em éguas susceptíveis e resistentes à endometrite persistente após inseminação artificial a fresco com sêmen asinino. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Aline Vieira Pinheiro dos Santos

SOUZA, A. M.;LESSA, D. A. B.; CUNHA, N. C.; PISSINATTI, A.. Frequencia de infeccção por Bartonella spp. e alterações hematológicas em micos-leões-da-cara-dourada (Leontopithecus chrysomelas) de vida livre. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Gustavo Bervian dos Santos

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; FABJAN, J. M. G.. Puberdade em novilhas leiteiras e parâmetros produtivos e reprodutivos de primíparas leiteiras no pós-parto. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: João Marcelo Silva Silveira

ALMOSNY, N. R. P.;LESSA, D. A. B.; MOREIRA, N. S.; SOUZA, A. M.; MACIEIRA, D. B.. Efeitos do clampeamento em bloco dos vasos renais sobre os valores de hemograma, bioquímicos séricos e hemogasometria de suínos (Sus scrofa domestica), na fase aguda. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Kátia Moreira da Silva

LESSA, D. A. B.; ALMOSNY, N. R. P.; BALDANI, C. D.; SUZANO, S. M. C. E.; PAIVA, J. P.; PAIXAO, R. L.. Efeito da doença inflamatória das vias aéreas sobre as concentrações do fator de necrose tumoral alfa, Interleucina 1-beta, Interleucina 8, Interleucina 17 e interferon gama no lavado broncoalveolar de cavalos de polo. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Flávia Fernandes de Mendonça Uchôa

ALMOSNY, N. R. P.;LESSA, D. A. B.; SOUZA, D. L.; BOMFIM, T. C. B.;CERQUEIRA, A. M. F.. Caracterização dos genótipos de Giardia duodenalis (Lambl, 1859) em seres humanos, cães e gatos na cidade de Niterói, RJ, através da análise dos genes codificadores da proteína Beta-giardina e das enzimas Triose fosfato isomerase e Glutamato desidrogenase. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Livia Munay Kindlovits

ALMOSNY, N. R. P.;LESSA, D. A. B.; RODRIGUES, A. P. C.; GIMENEZ, A. R. M.. Avaliação do perfil hematológico morfológico e citoquímico dos elementos do sangue de serpentes peçonhentas do Instituto Vital Brazil. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Camila de Souza Cerqueira Machado

ALMOSNY, N. R. P.; CUNHA, N. C.;LESSA, D. A. B.; TOMA, H. K.; MOREIRA, N. S.. Rickettsias do grupo da febre maculosa: Estudo em cães domésticos (Canis familiaris) em seus carrapatos (Acari: Ixodidae) nas regiões da Barra da Tijuca e Guaratiba,Rio de Janeiro, Brasil. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Bianca Pacheco Limberti da Silva

PAIXAO, R. L.; Ribas, J. A. S.;LESSA, D. A. B.; BOTTEON, P. T. L.; ASCOLI, F. O.; LABARTHE, N.; CARVALHO, C. F. P. M.. Variações dos níveis de cortisol salivar e sanguíneo de equinos submetidos a esforço físico e a dois tipos de dieta. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Luis Fernando Cerro Temoche

ALMOSNY, N. R. P.;LESSA, D. A. B.; TOMA, H. K.;CERQUEIRA, A. M. F.; MACIEIRA, D. B.. Detecção molecular de Ehrlichia canios, Ehrlichia chffeensis, Anaplasma platys, Rickettsias do Grupo da Febre Maculosa (Rickettsiales: Anaplasmataceae) e Borrelia burgdorferi em cães (canis lupus familiaris Linnaeus, 1758) da região metropolitana da Provincia de Piura, Piura-Peru. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Felipe Gomes Ferreira Padilha

LESSA, D. A. B.; MOREIRA, L.; NOGUEIRA, D. M.; LEITE, J.; EL_JAICK, K. B.. Avaliação da conformação física, dos tipos de fibras musculares e de marcadores moleculares de equinos da raça Brasileiro de Hipismo. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Sabrina Silva Venturi

LESSA, D. A. B.; FERREIRA, A. M. R.; SILVA, A. F.; Brandão, F. Z.; BALDANI, C. D.; FLAUSINO, W.. Diagnóstico de toxoplasmose e infecção transplacentária em equinos no Estado do Rio de Janeiro. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Daniela Napoli,

COSTA, M. F. M.;LESSA, D. A. B.; ROIER, E. C. R.. Variáveis Fisiológicas em Exercício Padronizado em Cavalos de Marcha. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Profissional em Diagnóstico Clínico de Laboratorial) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

Aluno: Isadora Guterres Azevêdo Mathias

BARROS, L. A.; FABJAN, J. M. G.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Renata Barbosa Faria

ABREU, D.; FABJAN, J. M. G.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Taísla Gonçalves Lopes

ABREU, D.;LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.. Relatório de Estágio Supervisonado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: João de Fraipont Castagnon

ABREU, D.; RIBEIRO, P. C. A.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisonado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Ana Paula Alves Bassi

PINA, A. E.; FERREIRA, M.;LESSA, D.A.B.. Relatório de Estágio Supervisonado. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Juliana Jeunon Senna

MENDES, F.; Rios, A. L.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Maria Fernanda Oliveira Ferreira Nunes

TORRES, Helenita; PITOMBO, C. A.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervsionado. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Thaísa Schroeder Dutra

FERREIRA, M.; VASCONCELLOS, C. O. P.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Isabella Luanni de Oliveira Cunha

CUNHA, N. C.; RIBEIRO, P. C. A.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: João Gabriel Menezes Daflon

TORRES, Helenita; RIBEIRO, P. C. A.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Luana Rangel Côrtes

Brandão, F. Z.; VALENTE, L. C. M.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Marina Sereno de Freitas

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; CARVALHO, Raul. Relatório de Estágio Supervisionado. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Letícia Oliveira de Assis

RIBEIRO, P. C. A.;LESSA, D. A. B.; CARVALHO, Raul. Relatório de Estágio Supervisionado. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Tulio de Souza Aragon

LESSA, D. A. B.; VASCONCELLOS, C. O. P.; ALVES, F. J. X.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Mariana Magalhães Delgado Orsolon

LESSA, D. A. B.; VASCONCELLOS, C. O. P.; FERREIRA, M.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Nathália Fontes de Souto dos Santos

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; VALENTE, L. C. M.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Tainá de Castro Ribeiro

MACIEIRA, D. B.;LESSA, D. A. B.; GATTI, Leila. Relatório de Estágio Supervisionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Vivian Angélico Pereira Alfradique

Rios, A. L.;LESSA, D. A. B.; SANTOS, M. C. S.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: FLAVIA BORGES PIMENTEL

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; CASTRO, M. C. N.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Luciane Desidério da Silveira

PINA, A. E.;LESSA, D. A. B.; CASTRO, M. C. N.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Mariana de Souza e Silva

LESSA, D. A. B.; PINA, A. E.; MENDES, F.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Isabelle Magalhães da Cunha

LESSA, D. A. B.; RIBEIRO, P. C. A.; VALENTE, L. C. M.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Eduardo Tardin Erthal

CARVALHO, Raul; Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Gisela Vasconcelos Gioia

GATTI, Leila;LESSA, D. A. B.; VASCONCELLOS, C. O. P.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Yasmim Bugni Dutra

CASTRO, M. C. N.;LESSA, D. A. B.; RODRIGUES, A. L. R.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Thomaz Coelho

LESSA, D. A. B.; SILVEIRA, J. M. S.; BARROS, L.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Marcus Vinicius Dias Rosa

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; SOUZA, A. M.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Gabriela de Faria Buys Gonçalves

LESSA, D. A. B.; SILVEIRA, J. M. S.; SERRA, C. M. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Leonardo Bazanella

LESSA, D. A. B.; BAUER, F.; FIGUEIREDO, Márcio. Relatório de Estágio Supervisionado. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Bárbara Luiz de Santana

LESSA, D. A. B.; RODRIGUES, A. L. R.; SILVA, A. C. O.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: ANA LUIZA POMBO DE ABREU

LESSA, D. A. B.; LEO, V.; PINA, A. E.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Cinthia Cristina Jardim

SANTOS, Orlei Justen dos; VALENTE, L. C. M.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Mariana Nahum Del Castilho

SANTOS, Orlei Justen dos; LEITE, J.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Christine do Val V

Brandão, F. Z.; FERREIRA, M. L.;LESSA, D. A. B.. Carlman.Relatório de Estágio Supervisionado. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Felipe Gustavo Martins Camacho

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; FERREIRA, M. L.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: LUIZA MITOZO BARRETO DE LIMA

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; FERREIRA, Teresinha. Relatório de Estágio Supervisionado. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Pedro Rocha Zaidhaft

LESSA, D. A. B.; BAUER, F.; DE LIMA, F. C.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Aline Gomes de Araújo

Brandão, F. Z.; CARVALHO, Raul;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Amandioo Ribeiro Quintela

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; FERREIRA, M. L.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Izabel Gomes Fernandes

LESSA, D. A. B.; FERREIRA, M. L.; SILVEIRA, J. M. S.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Joana de Castro Faria Beling

LESSA, D. A. B.; SILVEIRA, J. M. S.; LYRIO, Ingrid. Relatório de Estágio Supervisionado. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Juliana Mello de Magalhães Leite

PITOMBO, C. A.;LESSA, D. A. B.; FERREIRA, M. L.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Vivian dos Santos Baptista

PITOMBO, C. A.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Ana Paula Pereira Loureiro

GATTI, Leila;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Ronaldo Rafael Oliveira

LESSA, D. A. B.; CARVALHO, Raul. Relatório de Estágio Supervisionado. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Monique Gonçalves dos Santos Novelino Ramos

FRANCO, R. M.; RIBEIRO, P. C. A.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: BRENO SCOFANO MOURA MELLO

NOGUEIRA, L. A. G.;LESSA, D. A. B.; GATTI, Leila. Relatório de Estágio Supervisionado. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Alexander Salles Garrot

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; TORRES, Helenita. Relatório de Estágio Supervisionado. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Patrícia Maria Braga Baptista Soares Xavier

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; COSENDEY, M. H.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Rebeca Rodrigues de Abreu

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; TORRES, Helenita. Relatório de Estágio Supervisionado. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Camila Aquino A

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; GATTI, Leila. Fonseca.Relatório de Estágio Supervisionado. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Marcelo P

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; ROMAO, M. P.. Santos.Relatório de Estágio Supervisionado. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Patrícia Marques Matos

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; ROMAO, M. P.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2008 - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Ana Maria Guerreiro Braga da Silva

LESSA, D. A. B.; Brandão, F. Z.; GATTI, Leila. Relatório de Estágio supervisionado. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Suyan Brethel dos Santos Campos

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; CASTRO, M. C. N.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Rafael Silva Alves

Brandão, F. Z.;LESSA, D. A. B.; MIRANDA, Zander Barreto. Relatório de Estágio Supervisionado. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Cristina Ventura Cordeiro

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; GATTI, Leila. Relatório de Estágio Supervisionado. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Aline Silva Rocha

LESSA, D. A. B.; Brandão, F. Z.; FERREIRA, M. L.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Stella Arnt Rosa

CURY, L. J.;LESSA, D. A. B.; MIRANDA, Zander Barreto. Relatório de Estágio Supervisionado. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Janayna Vimeney

Brandão, F. Z.; Júnior, A. N.;LESSA, D. A. B.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Juliana Nabuco de Paula Pereira

LESSA, D. A. B.; Brandão, F. Z.; ROMAO, M. P.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: ROMULO ANDRE RODRIGUES ABREU

LESSA, D. A. B.; LYRIO, Ingrid; SILVA, A. L.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Roberto Vieira Gonçalves

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; FERREIRA, A. M. R.; MIRANDA, Zander Barreto. Relatório de estágio supervisionado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Sabrina D

LESSA, D. A. B.; SERRA, C. M. B.; DIECKMANN, A. M.; CASTRO, M. C. N.. Souza.Relatório de estágio supervisionado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Gabriel Maksoud Greco

LESSA, D. A. B.; PINHO, T. G.; CURY, L. J.; ROMAO, M. P.. Relatório de estágio supervisionado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Júlio César S

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; SILVA, A. L.; FERREIRA, Teresinha. Ferreira.Relatório de estágio supervisionado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Fabiane Barros

LESSA, D. A. B.; BRAGA, D. B. O.;SANTOS, Orlei Justen dos; CHAGAS, D.. Relatório de estágio surpervisionado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Vanessa Viscardi

LESSA, D. A. B.; BRAGA, D. B. O.;SANTOS, Orlei Justen dos; CARVALHO, Raul. Relatório de estágio supervisionado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Flávia L

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; SILVA, A. L.; FERREIRA, M. L.. Levy.Relatório de estágio supervisionado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Fábio de Castro Tartau

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; COSENDEY, M. H.. Relatório de Estágio Supervisionado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Guilherme Favre

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; MORENO, Lúcia; SANTOS, Iacir. Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: FABIOLA C

SANTOS, Orlei Justen dosLESSA, D. A. B.; LYRIO, Ingrid; FERREIRA, Teresinha. Meirelles.Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Marina P

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; MANO, Sérgio; CARVALHO, Raul. de Matos.Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Antonio Augusto Rosa

MIRANDA, Zander Barreto;LESSA, D. A. B.; GATTI, Leila; CARVALHO, Raul. Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Cleber Lincoln Andrade Costa

NASCIMENTO, Elmiro Rosendo Do; SERRA, Cátia; TORRES, Helenita;LESSA, D. A. B.. Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Fernada Nazaré Morgado

SERRA, Cathia; FIGUEIREDO, Márcio; BRENER, Beatriz;LESSA, D. A. B.. Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Carolina Fritzen

LESSA, D. A. B.. Rlatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Carlos Alberto P

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos. de Azevedo.Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Carlos Alberto P

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos. de Azevedo.Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Danielle Danelli Rocha

LESSA, D. A. B.. Relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Érica Ferreira Maia

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos. Relatório de estágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Liana Vilella de Gouveia

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos. Relatório de estágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Helga Fernandes Gomes

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos. Relatório de estágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Fernanda Calmon Blanc

LESSA, D. A. B.. Relatório de estágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Alexandre Cruz Dantas

LESSA, D. A. B.. Relatório de estágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Lydia Beatriz K

LESSA, D. A. B.. Diel.Relatório de estágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Kátia Keylane Silva Nascimento

LESSA, D. A. B.. Relatório de stágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Raquel Gonçalves Fernandes

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos. Relatório de estágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense.

Aluno: Vânia Machado de Luna Freire

RAMADINHA, Luis Sérgio;LESSA, D. A. B.; ALVARES, R.. Aspectos radiológicos da doença do navicular. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdades Integradas Plínio Leite.

Aluno: Ricardo Graça Arcoverde de Oliveira

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; ALVARES, R.. Revisão das principais etiologias, tratamento e resultados das doenças digitais em bovinos. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdades Integradas Plínio Leite.

Aluno: Beatriz Padilha Xavier

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.; VIEIRA NETO, P. D.. Técnicas de amputação de falanges em bovinos. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdades Integradas Plínio Leite.

Aluno: Marcelo Neves Camera

LESSA, D. A. B.; CAVALCANTE, J. H. M.; RAMADINHA, Luis Sérgio. Estudo radiológico e macroscópico da sinovite vilonodular metacarpofalângica no eqüino: avaliação perliminar. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdades Integradas Plínio Leite.

Aluno: Marcio Flavio Mezavilla

QUEIROZ FILHO, F. J.;LESSA, D. A. B.; MORAIS, Ismar Araújo de. Dosagem de imunoglobulinas séricas (IgG) em potros neonatos. 1995. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdades Integradas Plínio Leite.

Aluno: Sérgio Aguiar de Barros Vianna

LESSA, D. A. B.; BRESSAN, A. C. S.; WEBER, F. A. G. C.; CASTILHOS, L. M. L.. Ressecção dorsal da muralha na laminite eqüina (Equus caballus)- Revisão de Literatura. 1995. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdades Integradas Plínio Leite.

Aluno: Ricardo Leitão da Silva

LESSA, D. A. B.; BRESSAN, A. C. S.; WEBER, F. A. G. C.; CASTILHOS, L. M. L.. Fraturas osteocondrais no carpo de cavalos Puro-Sangue Inglês: incidências, Exérese artroscópica e acompanhamento clínco-radiológico. 1995. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Faculdades Integradas Plínio Leite.

Aluno: Simone Torres Palmeira

LESSA, D. A. B.; VIEIRA, Dalla Kezen; TAVARES, Flávio. O uso da ultra-sonografia transabdominal no exame pré-natal em éguas da raça Mangalarga Marchador. 1995. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Centro Universitário Plínio Leite.

BARREIRA, A. P. B.; RAMADINHA, Luis Sérgio; SANTOS, M. C. S.;LESSA, D. A. B.; ALVES, A. L. G.. Banca Examinadora de Concurso Público para Professor Adjunto na Área de Diagnóstico por Imagem. 2014. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Botelho, G. G.; MACHADO, C. H.;ALENCAR, N. X.LESSA, D. A. B.; ROMAO, M. P.. Banca examinadora de concurso de provas e títulos para professor adjunto de patologia clínica do departamento de medicina e cirurgia veterinária. 2008. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

SANTOS, Orlei Justen dosLESSA, D. A. B.; MÁRSICO FILHO, Firmino; BARROS FILHO, Ivan Roque de; GONÇALVES, Roberto Calderon. Concurso público de provas e títulos para provimento de vaga de professor adjunto de clínica médica de grandes animais. 2004. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; PITOMBO, C. A.. Banca de concurso de monitoria. 2019. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.ALENCAR, N. X.; FERREIRA, A. M. R.; LEITE, J.; FERREIRA, M. L.. Banca de concurso de Mestrado PPG Med. Vet. Clinica e Reprodução Animal. 2018. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.; SANTOS, O. J.; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso Monitoria. 2018. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.. Banca de seleção Edital PNPD/Capes 2018 PPG Med. Vet. Clinica e Reprodução Animal. 2018. Pro Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação/UFF.

LESSA, D. A. B.; LILENBAUM, W.; Brandão, F. Z.; FERREIRA, A. M. R.. Banca de concurso de Doutorado PPG Med. Vet. Clinica e Reprodução Animal. 2018. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso Monitoria. 2017. Universidade Federal Fluminense.

SANTOS, Orlei Justen dosLESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso de Monitoria. 2016. Universidade Federal Fluminense.

SANTOS, Orlei Justen dosLESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso de Monitoria. 2015. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.; MICHELLOTO JR., P. V.; Belli, C. B.. Avaliador de trabalhos científicos da XVI Conferência anual da ABRAVEQ. 2015. Associação Brasileira dos Médicos Veterinários de Eqüídeos.

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.;SANTOS, Orlei Justen dos. Banca de Concurso de Monitoria. 2014. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.; MICHELLOTO JR., P. V.; HUSSNI, C. A.; Belli, C. B.. Avaliador de trabalhos científicos da XV Conferência anual da ABRAVEQ. 2014. Associação Brasileira dos Médicos Veterinários de Eqüídeos.

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; PITOMBO, C. A.. Participação em Banca de Concurso de Monitoria. 2013. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso de Monitoria. 2013. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.; MICHELLOTO JR., P. V.; BACCARIN, R. Y. A.; HUSSNI, C. A.. Avaliador de trabalhos científicos da XIV Conferência anual da ABRAVEQ. 2013. Associação Brasileira dos Médicos Veterinários de Eqüídeos.

SANTOS, Orlei Justen dosLESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso de Monitoria. 2012. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.. Banca avaliadora dos projetos apresentados na grande área de Ciências Agrárias no XXII Seminário de Iniciação Científica e Prêmio UFF Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia 2012. 2012. Pro-Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação/UFF.

SANTOS, Orlei Justen dosLESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso de monitoria. 2011. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.. Membro externo do Comitê avaliador dos projetos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científiica & Tecnológica/ PIBIC&T da UCB/RJ. 2011. Universidade Castelo Branco.

SANTOS, O. J.;LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso de Monitoria. 2010. Universidade Federal Fluminense.

SANTOS, Orlei Justen dosLESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.. Banca de Concurso de Monitoria. 2009. Universidade Federal Fluminense.

Botelho, G. G.; VERÍCIMO, M.;LESSA, D. A. B.. Banca de Exame de Qualificação " Estudo do Lavado Bronco-alveolar de eqüinos". 2008. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.;SANTOS, Orlei Justen dos. Banca de Concurso de Monitoria. 2008. Universidade Federal Fluminense.

LEO, V.; LOPES, C. W. G.;LESSA, D. A. B.; da Silva, T. J. P.. Banca Examinadora PIBIC na área de Ciências Agrárias. 2008. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.;SANTOS, Orlei Justen dos. Banca de Concurso de Monitoria. 2007. Universidade Federal Fluminense.

BOTTEON, P. T. L.;LESSA, D. A. B.; ALMEIDA, F. A.. Banca de qualificação de projeto de dissertação " Apoptose de células epidermais laminares de eqüinos com laminite". 2007. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.;SANTOS, Orlei Justen dos. Banca de Concurso de Monitoria. 2006. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.; PITOMBO, C. A.;SANTOS, Orlei Justen dos. Banca de Concurso de Monitoria. 2005. Universidade Federal Fluminense.

LESSA, D. A. B.SANTOS, Orlei Justen dos. Banca de Concurso de Monitoria. 2004. Universidade Federal Fluminense.

RIBEIRO, V. R.;LESSA, D. A. B.; BOTTEON, P. T. L.. Comissão para avaliação de tranferências e reingresso do Curso de Medicina Veterinária da UFRRJ. 1998. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Thiago Luiz de Salles Gomes

GOMES, T. L. S.ou Salles-Gomes,T.L.; FERNANDES, Wilson Roberto; SARAIVA, E. M. B.; LIBERA, A. M. M. P. D.; BENESI, F. J.. " Doença inflamatória das Vias Aéreas (DIVA) em eqüinos de policiamento na Cidade do Rio de Janeiro: estudo clínico e da atividade macrofágica alveolar". 2003 - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia/USP.

Maria Christina Christovão Ramos

FERNANDES, W. R.; BENESI, F. J.; LIBERA, A. M. M. P. D.; GOMES, T. L. S.; SARAIVA, E. M. B.;RAMOS, M. C. C.. Doença inflamatória das vias aéreas (DIVA) em equinos de policiamento na cidade do Rio de Janeiro, RJ: estudo clínico e da atividade macrofágica alveolar. 2003. Tese (Doutorado em Clínica Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Maria Helena Matiko Akao Larsson

LARSSON, M.H.M.A.FERNANDES, W.R.; BENESI, F.J.; DELLA LIBERA, A.M.M.P.; GOMES, T.L.S.; SARAIVA, E.M.B.. Doença inflamatória das vias aéreas (DIVA) em eqüinos de policiamento na Cidade do Rio de Janeiro, RJ: estudo clínico e da atividade macrofágica alveolar. 2003. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia.

Fernando José Benesi

FERNANDES, W.R.BENESI, F.J.DELLA LIBERA, A.M.M.P.; GOMES, Thiago Luiz de Salles; SARAIVA, Elvira Maria B. Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA) em eqüinos de policiamento na Cidade do Rio de Janeiro, RJ: estudo clinico e da atividade macrofágica alveolar.. 2003. Tese (Doutorado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Silvia Regina Ricci Lucas

FERNANDES, Wilson Roberto; BENESI, F.J.; DELLA LIBERA, A.M.M.P.; GOMES, Thiago Luiz de Salles; SARAIVA, Elvira Maria;LUCAS, S.R.R.. Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA) em eqüinos de policiamento na Cidade do Rio de Janeiro, RJ: estudo clinico e da atividade macrofágica alveolar. 2003. Tese (Doutorado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Alice Maria Melville Paiva Della Libera

FERNANDES, W. R.BENESI, F. J.DELLA LIBERA, A. M. M. P.; GOMES, T. L. S.; SARAIVA, E. M. B.. Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA) em equinos de policiamento na Cidade do Rio de Janeiro, RJ: estudo clínico e da atividade macrofágica alveolar. 2003. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Usp.

Elvira Maria Saraiva Chequer Bou Habib

FERNANDES, W. R.; BENESI, F. J.; GOMES, T. L. S.; LIBERA, A. M. P. D.;SARAIVA, E.M.. Doença inflamatória das vias aéreas (DIVA) em equinos de policiamento da cidade do Rio de Janeiro, RJ: estudo clínico e de atividade macrofagica alveolar.. 2003. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária (Epidemiologia Experimental e Aplicada às Zoonoses)) - Universidade de São Paulo.

Wilson Roberto Fernandes

LESSA, D. A. B.FERNANDES, W.R.DELLA LIBERA, A. M. M. P.BENESI, F. J.; GOMES, T. L. S.; SARAIVA, E.. Doença inflamatória das vias aéreas em eqüinos de policiamento da Cidade do Rio de Janeiro,RJ: estudo clínico e da atividade macrofágica alveolar. 2003. Tese (Doutorado em Clínica Veterinária) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Bianca Cascardo

Dosagem da P-Selectina no lavado traqueal trans endoscópico em equinos (Equus caballus) PSI portadores de HPIE sob o uso de furosemida; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Thiago Ravache

Avaliação cardiopulmonar pós operatória em ovinos (Ovis aries) submetidos a diferentes pressões de pneumoperitônio para a realização de videolaparoscopia sob anestesia geral inalatória; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense; (Coorientador);

Liana Villela de Gouvêa

AVALIAÇÃO DAS TERAPIAS COM PLASMA RICO EM FATORES DE CRESCIMENTO HOMÓLOGOS A FRESCO E LIOFILIZADO EM DOENÇA INFLAMATÓRIA INDUZIDA DAS VIAS AÉREAS POSTERIORES EM EQUINOS; Início: 2019; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Paulo Loureiro do Nascimento

Avaliação cardiopulmonar trans operatória em ovinos (Ovis aries) submetidos a diferentes pressões de pneumoperitônio para a realização de videolaparoscopia sob anestesia geral inalatória; Início: 2018; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense; (Orientador);

Stephania Silveira de Miranda Silva

UTILIZAÇÃO DE FATORES DE CRESCIMENTO PLAQUETÁRIO E DA SELECTINA SOLÚVEL PLAQUETÁRIA NA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E DA VIABILIDADE BIOTECNOLÓGICA DO PLASMA RICO EM PLAQUETAS (PRP) DE EQUINOS E MUARES A FRESCO, CRIOPRESERVADOS E LIOFILIZADOS; ; Início: 2018; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Natalia Rebouças Pires

AVALIAÇÃO DA TERAPIA COM PLASMA RICO EM PLAQUETAS PARA DOENÇA INFLAMATÓRIA DAS VIAS AÉREAS E SEU IMPACTO SOBRE A HEMORRAGIA PULMONR INDUZIDA PELO ESFORÇO EM CAVALOS DA RAÇA PURO SANGUE INGLÊS DE CORRIDA EM TREINAMENTO; Início: 2016; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense; (Orientador);

Camila Bernardes Almeida Augusto Neves

Efeito da ação do ozônio sobre a concentração da P selectina e dos fatores de crescimento plaquetários no Plasma Rico em Plaquetas (PRP) de equinos sadios; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Leila Cardozo

DESENVOLVIMENTO E PADRONIZAÇÃO DE ENSAIOS IMUNOENZIMÁTICOS (ELISA) PARA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO PLASMA RICO EM PLAQUETAS (PRP) BIOTECNOLOGICAMENTE PROCESSADO E DE SEU USO COMO TERAPIA REGENERATIVA PARA ENFERMIDADES INFLAMATÓRIAS PULMONARES E PARA A HEMORRAGIA PULMONAR INDUZIDA PELO EXERCÍCIO EM EQUINOS; Início: 2019; Orientação de outra natureza; Universidade Federal Fluminense; Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; (Orientador);

Joana de Castro Faria Beling

Síndrome da Asma Equina: comparação entre cavalos das raças Mangalarga Marcahador e Campolina; 2019; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Stephania Silveira de Miranda Silva

Avaliação comparativa da qualidade do plasma rico em plaquetas (PRP) produzido a partir de sangue de muar e equinos (Equus Caballus) sadios; 2018; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

José Gabriel de Almeida

Proteína sérica amilóide A (SA) em potros equinos e muares hígidos; 2017; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Anna Clara Porthun Caruso

Proteína surfactante Dem potros equinos sadios mestiços recém-nascidos medida popr ELISA - ausência de diferença entre zero a oito semanas de idade; 2016; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

[Nome removido após solicitação do usuário]

Efeito da inflamação do trato respiratório posterior sob a concentração da proteína sérica amilóide A e o perfil eletroforético sérico em equinos puro sangue inglês de corrida; ; 2015; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Luana Alves Freitas da Silva

Perfil hematológico e bioquímico sérico de Potros e Muares de 0 à 2 meses de idade; ; 2015; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Vivian dos Santos Baptista

Dinâmica da concentração de IgG em muares de 24 horas a 60 dias de vida da Fazenda do instituto Vital Brazil - Cachoeiras de Macacu; 2014; Dissertação (Mestrado em Clinica Veterinaria) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Ana Cristina Ramos Porto Mendes

PERFIL HEMATOLÓGICO E ELETROFORÉTICO DAS PROTEÍNAS PLASMÁTICAS EM POTROS MUARES DE 0 A 41 DIAS DE IDADE; 2014; Dissertação (Mestrado em Clinica Veterinaria) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Monique Gonçalves dos Santos Novelino Ramos

AVALIAÇÃO HEPÁTICA DE EQUINOS SUBMETIDOS À PRODUÇÃO DE SORO ANTI-OFÍDICO; 2014; Dissertação (Mestrado em Clinica Veterinaria) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Paula de Mattos Guttmann

Avaliação clínica, hematológica e citológica de lavado traqueal em potros muares sadios e portadores de pneumopatias de de zero a seis meses de idade; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

GABRIELA LOBATO

Estudo ultrassonográfico do tendão e da bursa bicipital em equinos?; 2013; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Vanessa Couto Carneiro

CARACTERIZAÇÃO DA VIRULÊNCIA, RESISTÊNCIA ANTIMICROBIANA E RELAÇÃO GENÉTICA DE ENTEROBACTÉRIAS (Escherichia coli e Klebsiella sp; ) ISOLADAS DE LAVADOS TRAQUEAIS E AMOSTRAS FECAIS DE POTROS DE MUAR COM E SEM SINAIS CLÍNICOS DE ALTERAÇÕES RESPIRATÓRIAS; 2013; Dissertação (Mestrado em Microbiologia e Parasitologia Aplicadas) - Universidade Federal Fluminense,; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Vanessa Viscardi

Determinação da atividade da fosfatase alacalina (EC 3; 1; 3; 1; ) no lavado traqueal de equinos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro; 2012; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Juliana Nabuco de Paula Pereira

Ocorrência de hemorragia pulmonar induzida pelo exercício em cavalos de polo na Cidade do Riode Janeiro; 2011; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Maria Luisa Lorêdo de Abreu Jorge

Atividade da fosfatase alcalina (EC 3; 1; 3; 1) no fluido epitelial pulmonar de equinos da Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro; 2011; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Kátia Moreira da Silva

Avaliação citológica do lavado traqueal de equinos de pólo; 2010; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Kate Moura da Costa Barcelos

Estudo Ultra-sonográfico das lesões de tecidos moles da articulação metacarpofalangiana m cavalos de polo; 2008; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Tatiana Noronha Rodrigues Barreto de Menezes Gomes

Avaliação clínica e radiológica das principais lesões na articulação metacarpofalânica de cavalos de polo; 2008; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Eliene Porto Sad

Citologia broncoalveolar de eqüinos sadios e doentes assintomáticos com doença inflamatórias das vias aéreas (DIVA) pertencentes ao Regimento Escola de Cavalaria Andrade Neves/EB/RJ; 2007; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Wander Guimarães de Almeida

Estudo experimental bioquímico e enzimático sérico hepático em eqüinos (Equus caballus) tratados pelo cloridrato de tetraciclina; 2007; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Riane Moreira Santos

Efeitos sistêmicos da solução oftálmica de maleato de timolol 0,5%: Avaliação das alterações eletrocardiopgráfica e da pressão arterial indireta (método oscilométrico) em cães hígidos; 2006; Dissertação (Mestrado em Clinica Veterinaria) - Universidade Federal Fluminense,; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Eugênio de Oliveira Henriques

Arteriografia digital palmar em estação, no eqüino (Equus caballus); 2001; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro,; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Leny Sant'Anna Júnior

Sensibilidade e especificidade do doppler ultra-som frente a arteriografia nas lesões obstrutivas segmentares das artérias digitais do membro torácico do eqüino (Equus caballus); 1998; 0 f; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Eliene Porto Sad Pina

Caracterização molecular da resposta inflamatória da asma em equinos mantidos a a campo; 2019; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro,; Coorientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

[Nome removido após solicitação do usuário]

Síndrome da asma equina a campo: avaliação de parâmetros inflamatórios do trato respiratório posterior; 2019; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Juliana Nabuco Pereira Otaka

Avaliação de Cys-Leucotrieno e Leucotrieno B4 no lavado broncoalveolar de equinos sadios e com doença pulmonar inflamatória; 2018; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Kátia Moreira da Silva

Sídrome da Asma Equina e influência da idade na citologia broncoalveolar e nas concentrações de TNF Alfa, Interleucina-8 e Interleucina-17 em equinos mantidos a pasto; 2017; Tese (Doutorado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense,; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Alexandre dos Santos Dornelles

Atrodese Metacarpofalangiana Relato de Caso; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ortopedia Equina) - Instituto Brasileiro de Veterinária; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

[Nome removido após solicitação do usuário]

TERAPIAS MANUAIS NA TORACOLOMBALGIA EM EQUINOS; 2014; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Diagnóstico e Cirurgia em Equinos) - Instituto Brasileiro de Veterinária; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Ana Paula Alves Bassi

Relatório de Estágio Supervisionado; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

João de Fraipont Castanon

Relatório de Estágio Supervisionado; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Isadora Guterres Azevêdo Mathias

Relatório de Estágio Supervisionado; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Renata Barbosa Faria

Relatório de Estágio Supervisonado; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Juliana Jeunon Senna

Relatório de Estágio Supervisionado; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Thaísa Schroeder Dutra

Relatório do estágio supervisionado; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Maria Fernanda Oliveira Ferreira Nunes

Relatório de Estágio Supervisionado; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Marina Sereno de Freitas

Relatório de Estágio Supervisionado; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Tulio de Souza Aragon

Relatório de Estágio Supervisionado; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Mariana Magalhães

Relatório de Estágio Supervisionado; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Nathália Fontes de Souto dos Santos

Relatório de Estágio Supervisionado; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Mariana de Souza e Silva

Relatório de Estágio Supervisionado; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Isabelle Magalhães da Cunha

Relatório de Estágio Supervisionado; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Gisela Vasconcelos Gioia

Relatório de Estágio Supervisionado; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Eduardo Tardin Erthal

Relatório de Estágio Supervisionado; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Gabriela de Faria Buys Gonçalves

Relatório de Estágio Supervisionado; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Marcus Vinicius Dias Rosa

Relatório de Estágio Supervisionado; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Thomaz Coelho

Relatório de Estágio Supervisionado; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Bárbara Luiz de Santana

Relatório de Estágio Supervisionado; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

ANA LUIZA POMBO DE ABREU

Relatório de Estágio Supervisionado; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Pedro Rocha Zaidhaft

Relatório de Estágio Supervisionado; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Joana de Castro Faria Belling

Relatório de estágio supervisionado; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Carolina Cristina Colão Barcellos

Relatório de Estáio Supervisionado; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Izabel Gomes Fernandes

Relatório de Estágio Supervisionado; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Amandio Ribeiro Quintela

Relatório de Estágio Supervisionado; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Monique Gonçalves dos Santos N

Ramos; Relatório de Estágio Supervisionado; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Patrícia Marques Matos

Relatório de Estágio Supervisionado; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Ana Maria Guereiro Braga da Silva

Relatório de Estágio supervisionado; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Cristina Ventura Cordeiro

Relatório de Estágio Supervisionado; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Aline da Silva Rocha

Relatório de Estágio supervisionado 2007; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

ROMULO ANDRE RODRIGUES ABREU

Relatório de Estágio Supervisionado; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Juliana Nabuco de Paula Pereira

Relatório de Estágio Supervisionado; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Reini Braga Moreira

Relatório de estágio supervisionado; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Flávia Löwen Levy

Relatório de Estágio Supervisionado; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Roberto Vieira Gonçalves

Relatório de estágio supervisionado; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Vanessa Viscardi

Relatório de estágio supervisionado; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Marina P

Matos; Relatório de estágio supervisionado; 2004; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Vivian Campos Laia Franco

Relatório estágio Supervisionado; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Ana Paula Alves Bassi

EFEITO DA OZONIZAÇÃO SOBRE A CONTAGEM PLAQUETÁRIA NO PLASMA RICO EM PLAQUETAS (PRP) DE EQUINOS SADIOS; ; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

João de Fraipont Castanon

Avaliação da concentração sérica de ceruloplasmina em potros muares com e sem evidências clínicas de doenças respiratórias; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Fabio Ramires Veloso Rodrigues

:; Efeito do tratamento com plasma rico em plaquetas sobre a atividade da fosfatase alcalina no lavado traqueal de equinos com HPIE; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Victoria Lima Gouveia

Efeito do tratamento com plasma rico em plaquetas sobre a atividade da fosfatase alcalina no lavado traqueal de equinos com HPIE; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Maria Fernanda Oliveira Ferreira Nunes

Determinação da atividade de fosfatase alcalina em lavado broncoalveolar e traqueal de equinos sadios e com doença inflamatória de vias aéreas respiratórias mantidos a campo; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Maristela Melo de Oliveira

Efeito do tratamento com plasma rico em plaquetas sobre a atividade da fosfatase alcalina no lavado traqueal de equinos com HPIE; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Maria Fernanda Oliveira Ferreira Nunes

Avaliação dos níveis de proteína surfactante D (PS-D) no soro de equinos submetidos à inflamação pulmonar induzida; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Maria Fernanda Oliveira Ferreira Nunes

Determinação da atividade de fosfatase alcalina em lavado bronco-alveolar de equinos submetidos a indução de inflamação pulmonar; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Tulio de Souza Aragon

Avaliação do crescimento e predição do peso vivo a partir de mensurações corpóreas de potros muares de zero até 6 meses de idade; ; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Nathália Fontes de Souto dos Santos

Determinação da atividade de fosfatase alcalina em lavado bronco-alveolar de equinos submetidos a indução de inflamação pulmonar; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Nathália Fontes de Souto dos Santos

Determinação da atividade da fosfatase alcalina no lavado traqueal de potros de muar clinicamente sadios do Instituto Vital Brazil, Cachoeiras de Macacu, RJ; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Nathália Fontes de Souto dos Santos

Efeito da filtração do lavado traqueal sobre a contagem diferencial da citologia traqueal de equinos; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

MONICA MARIA PEREIRA DA COSTA

PERFIL HEMATOLÓGICO E PROTEICO DE POTROS MUARES DE 1 A 6 MESES DE IDADE; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Carlos Roberto de Mendonça Santos Filho

- Efeito da filtração do lavado traqueal sobre a contagem diferencial da citologia traqueal de equinos; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Joana de Castro Faria Beling

Comparação de diferentes técnicas de preparação citológica para avaliação do lavado broncoalveolar de eqüinos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Aline Del Carmen Garcia Lopes

Comparação entre as populações celulares obtidas com dois volumes diferentes infundidos para obtenção do lavado broncoalveolar em eqüinos pela técnica de citocentrifugação; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Lara Medeiros Blasquez Olmedo

Determinação da atividade das enzimas Lactato Desidrogenase (LDH) e Fosfatase Alcalina (FA) no Lavado Broncoalveolar de eqüinos clinicamente sadios; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Anita de Oliveira C

Mariano; Determinação da atividade sérica das enzimas Aspartato Aminotransferase e Fosfatase alcalina e da concentração sérica de bilirrubinas em hepatopatia experimental induzida pelo cloridrato de tetraciclina em eqüinos (Equus caballus); 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Stella Arnt Rosa

Determinação da atividade das enzimas lactato desidrogenase e fosfatase alcalina no lavado broncoalveolar de eqüinos clinicamenbte sadios; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Maria Pia Santos Cunha

Determinação da atividade sérica das enzimas Aspartato Aminotransferase e Fosfatase alcalina e da concentração sérica de bilirrubinas em hepatopatia experimental induzida pelo cloridrato de tetraciclina em eqüinos (Equus caballus); 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Ceci Ribeiro Leite

Determinação da atividade das enzimas lactato desidrogenase e fosfatase alcalina no lavado broncoalveolar de eqüinos clinicamenbte sadios; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Vanessa Viscardi

Avaliação laboratorial da antracose em eqüinos sadios e portadores de doença inflamatória das vias aéreas (DIVA); 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Juliana Jeunon Senna

ATUALIZAÇÃO DO SITE E A POPULARIZAÇÃO DO CONTEÚDO MINISTRADO NAS REDES SOCIAIS; 2018; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Thaísa Schroeder

GRADUAÇÃO ENDOSCÓPICA DA SECREÇÃO TRAQUEAL EM EQUINOS; 2016; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Tulio de Souza Aragon

O uso do estetoscópio eletrônico no diagnóstico de enfermidades respiratória dos equinos; 2015; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Camila Carvalho Marins

DOENÇA INFLAMATÓRIA DAS VIAS AÉRIAS ? TUTORIAL PARA DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO; 2014; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Camila Carvalho Marins

OBSTRUÇÃO RECORRENTE DE VIAS AÉREAS ? TUTORIAL DIAGNÓSTICO; 2013; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Adriana dos Santos Lima

Treinamento em exames laboratoriais para o auxílio no diagnóstico de enfermidades dos equinos; 2012; Orientação de outra natureza; (Ensino Médio) - Liceu Nilo Peçanha, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Marcella Sperry

Cartaz Ilustrativo sobre palpação retal em equinos; 2012; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

GUSTAVO FRANÇA PERROUT

Participação do Monitor de Clinica Médica de Grandes animais nas Atividades Práticas; 2012; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Adriana dos Santos Lima

Doenças dos Equinos; 2012; Orientação de outra natureza; (Ensino Médio) - Liceu Nilo Peçanha; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Bárbara Luiz de Santana

Vìdeoendoscopia de bolsa gutural; 2011; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Carolina Cristina Collão Barcelos

Apresentação de hemiplegia laringeana em equinos e video endoscopia diagnóstica; 2010; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Juliana Mello de Magalhães Leite

VÍDEO ENDOSCOPIA RESPIRATÓRIA EM EQUINOS ELABORAÇÃO DE VÍDEO DIDÁTICO; 2009; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Monique Gonçalves dos Santos N

Ramos; Implantação de novas abordagens para o diagnóstico de enfermidades respiratórias em equinos na Fazenda Escola da UFF; 2008; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Francys Soares Vasconcellos

A participação do monitor nas atividades da disciplina de clínica médica de grandes animais na Faculdade de Veterinária, na Fazenda Escola e em propriedades rurais; 2008; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Camila de Senna Azul Martins da Silva

Encefalomielite protozoária eqüina - relato de caso; 2007; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Lara Medeiros Blasquez Olmedo

Monitoria; 2006; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Juliana Nabuco de Paula Pereira

Monitoria (Método de ensino prático para exame clínico de eqüinos ); 2005; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Vanessa Viscardi

Monitoria; 2004; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Carlos Alberto Peres de Azevedo

Monitoria; 2004; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal Fluminense; Orientador: Daniel Augusto Barroso Lessa;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Antonio Carlos da Silva

Técnicas de punção e cateterização para arteriografia palmar no cavalo (Equus caballus); 1993; Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal)) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Antonio Carlos da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BAPTISTA, VIVIAN DOS SANTOS ; GUTTMANN, PAULA DE MATTOS ; RUSCA, ANA CAROLINA ; MOREIRA DA SILVA, KÁTIA ; MACIEIRA, DANIEL DE BARROS ; ALENCAR, NAYRO XAVIER DE ; Lessa, Daniel Augusto Barroso . Evaluation of acquired passive immunity in mule foals up to 60 days of age. Journal of Equine Science , v. 31, p. 1-4, 2020.

  • Filippo, P. A. ; RIBEIRO, L. M. F. ; MEIRELES, M. A. ; LANNES, S. T. ; MELLO, L. M. ; GOBBI, F. P. ; TOLEDO, L. F. A. ; LESSA, D.A.B. . ELISA of amyloid A in paired bronchoalveolar lavage fluid and serum samples of healthy horses.. PESQUISA VETERINARIA BRASILEIRA , v. 40, p. PVB- 6311 LD, 2020.

  • LESSA, D. A. B. ; ALENCAR, N. X. ; TORRES FILHO, R. A. ; COSTA, M. F. M. ; FERNANDES, W. R. ; SARAIVA, E. M. . Increased leishmanicidal activity of alveolar macrophages from mature horses with mild equine asthma. ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA (ONLINE) , v. 71, p. 939-943, 2019.

  • TOLEDO, L. F. A. ; HASSAN, J. L. ; SILVA, A. C. A. R. ; CARVALHO, E. C. Q. ; LESSA, D. A. B. . Neuroaxonal dystrophy in a mule: first case reported. ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINARIA E ZOOTECNIA , v. 71, p. 1327-1330, 2019.

  • Silva, S. M. ; COSTA, M. F. M. ; PIRES, N. R. ; RAMOS, M. T. ; LESSA, D. A. B. ; ALENCAR, N. X. . Protocols for preparation of platelet rich plasma (PRP) preparation in quarter horses. PESQUISA VETERINARIA BRASILEIRA , v. 39, p. 614-621, 2019.

  • OTAKA, J. N. P. ; TOLEDO, L. F. A. ; SILVA, K. M. ; SILVA, A. A. ; AGRA, L. ; DIAZ, B. L. ; LESSA, D. A. B. . Leukotriene B4 in Equine Asthma Syndrome: what do we know so far?. PESQUISA VETERINARIA BRASILEIRA , v. 39, p. 723-727, 2019.

  • ALMEIDA, S.R.P. ; BASTOS, F.Z. ; BARUSSI, F.C.M. ; LESSA, D.A.B. ; ALENCAR, N.X. ; MICHELOTTO, P.V. . Airway endoscopy and tracheal cytology of two-year-old Thoroughbred horses during the first year of race training. COMPARATIVE EXERCISE PHYSIOLOGY , v. 14, p. 1-6, 2018.

  • Silva, S. M. ; COSTA, M. F. M. ; SENNA, J. J. ; Castaon, J. F. ; ALENCAR, N. X. ; LESSA, D. A. B. . Effects of breed, gender and species on platelet concentration of autologus platelet rich plasma. ACTA VETERINARIA-BEOGRAD , v. 68, p. 474-483, 2018.

  • CARNEIRO, VANESSA COUTO ; AQUINO, MARIA HELENA COSENDEY ; CERQUEIRA, ALOYSIO DE MELLO FIGUEIREDO ; GUTTMANN, PAULA DE MATTOS ; MAGALHÃES, Helena ; COSTA, MARIA FERNANDA DE MELLO ; CUNHA, LUIS EDUARDO ; Lessa, Daniel Augusto Barroso . Microbiological findings in tracheal wash from mule foals with and without clinical evidence of respiratory disease. JOURNAL OF EQUINE VETERINARY SCIENCE , v. 55, p. 40-43, 2017.

  • SILVA, K. M. ; OTAKA, J. N. P. ; GONCALVES, C. A. P. ; SILVA, E. G. A. ; ALENCAR, N. X. ; LESSA, D. A. B. . Association between exercise-induced pulmonary hemorrhage and inflammatory airway disease in polo ponies. Journal of Equine Science , v. 28, p. 55-59, 2017.

  • CARNEIRO, V.C. ; LESSA, D.A.B. ; GUTTMANN, P.M. ; MAGALHAES, H. ; AQUINO, M.H.C. ; CUNHA, L.E.R. ; ARAIS, L.R. ; CERQUEIRA, A.M.F. . Virulence, resistance, and genetic relatedness of Escherichia coli and Klebsiella sp. isolated from mule foals. ARQUIVO BRASILEIRO DE MEDICINA VETERINARIA E ZOOTECNIA , v. 69, p. 1073-1082, 2017.

  • VISCARDI, V. ; SAD, E. P. ; ALENCAR, N. X. ; JORGE, M. L. L. A. ; MONTEIRO, A. B. S. A. ; SILVA, K. M. ; LESSA, D.A.B. . Alkaline phosphatase activity in airway fluid obtained by tracheal wash from adult horses. Veterinary Clinical Pathology , p. vcp.12360, 2016.

  • SANTOS JUNIOR, J. C. B. ; TURNER, S. P. ; WEISS, L. M. ; PONTVIANE, F. F. ; RAMOS, M. G. S. N. ; CARUSO, A. C. P. ; LESSA, D. A. B. . ?Frog puncture wound with navicular bursa envolvement in a horse - a Case report?. Revista Brasileira de Medicina Veterinária , v. 38, p. 65-68, 2016.

  • SANTOS, NATHALIA FONTES DE SOUTO DOS ; VISCARDI, VANESSA ; CARUSO, ANNA CLARA PORTHUN ; TORRES FILHO, R. A. ; ALENCAR, NAYRO XAVIER DE ; LESSA, D. A. B. . EQUINE TRACHEOBRONCHIAL WASH FILTRATION AND ITS EFFECTS ON DIFFERENTIAL CELL COUNT. Ciência Animal Brasileira (Online) , v. 17, p. 274-278, 2016.

  • GUTTMANN, P. M. ; SILVA, L. A. F. ; SUZANO, S. M. C. E. ; LESSA, D.A.B. ; ALENCAR, N. X. . Multicentric lymphoma in a Brazilian Warmblood Horse - Case report. REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA VETERINÁRIA , v. 38, p. 393-396, 2016.

  • VISCARDI, V. ; LOPES, A. C. G. ; BELING, J. C. F. ; GIOIA, G. V. ; TORRES FILHO, R. A. ; LESSA, D.A.B. ; ALENCAR, N. X. . Effects of single and duplicate infusions of 250mL of saline solution in the cytological evaluation of bronchoalveolar lavage in equines*. Revista Brasileira de Medicina Veterinária , v. 37, p. 33/18-05-2015_1-35, 2015.

  • SANTOS, R. M. ; LEITE, C. R. ; MONTEIRO, F. O. ; ABREU, M. B. ; LESSA, D. A. B. ; SANTOS, O. J. . Avaliação eletrocardiográfica de cãesclinicamente hígidos sob tratamento com solução oftálmica de maleato de timolol 0,5% - estudo preliminar. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science (Impresso) , v. 52, p. 112-119, 2015.

  • JORGE, M. L. L. A. ; VISCARDI, V. ; SILVA, K. M. ; ALENCAR, N. X. ; TORRES FILHO, R. A. ; LESSA, D. A. B. . Atividade da fosfatase alcalina no lavado broncoalveolar de equinos de policiamento montado no Estado do Rio de Janeiro. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 44, p. 92-96, 2014.

  • GUTTMANN, P. M. ; VISCARDI, V. ; LESSA, D. A. B. ; GUEDES, R. M. C. . Equine proliferative enteropathy caused by Lawsonia intracellularis in a foal in Brazil. Journal of Equine Veterinary Science (Print) , v. 34, p. 701-703, 2014.

  • OTAKA, J. N. P. ; SILVA, K. M. ; JORGE, M.L. ; GONCALVES, C. A. P. ; OTAKA, D. Y. ; LESSA, D. A. B. . OCORRÊNCIA DE HEMORRAGIA PULMONAR INDUZIDA PELO EXERCÍCIO EM CAVALOS DE PÓLO NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO RJ. Archives of Veterinary Science , v. 19, p. 46, 2014.

  • SAD, E. P. ; VISCARDI, V. ; COSTA, M. F. M. ; ALENCAR, N. X. ; HESS, T. M. ; LESSA, D. A. B. . Cytology profile and age influence in the equine bronchoalveolar lavage in healthy and asymptomatic inflammatory airway disease. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 43, p. 452-455, 2013.

  • VISCARDI, V. ; BELING, J. C. F. ; LOPES, A. C. G. ; GIOIA, G. V. ; TORRES FILHO, R. A. ; ALENCAR, N. X. ; LESSA, D. A. B. . Comparison between Linear Smear Concentration and Cytocentrifugation Techniques to Evaluate Equine Bronchoalveolar Lavage Cytology. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science (Impresso) , v. 50, p. 68-70, 2013.

  • RAMOS, M.G.S.N. ; SANTOS, M.C.S. ; LESSA, D.A.B. ; CASTSTRO, M.C.N. ; SOUZA, A.M. ; TRANCOSO, T.A.L. . Comparative Study of Ultrasound and Urinalysis Tests in Animal With Suspected Disease of Lower Urinary Tract. Ultrasound in Medicine & Biology , v. 39, p. S25, 2013.

  • MICHELOTTO Jr., P. V. ; LESSA, D. A. B. ; SILVA, K. M. ; GAWLOSKI, K. R. S. ; FERNANDES, W. R. . The airway fluid analysis methods and interpretation for the athletic horse. Revista Brasileira de Ciência Veterinária (Impresso) , v. 20, p. 1-5, 2013.

  • BARCELOS, K. M. C. ; BARREIRA, A. P. B. ; KNACKFUSS ; LOBATO, G. V. C. ; RODRIGUES, T. N. G. ; SANTOS, M. C. S. ; LESSA, D. A. B. . EXAME ULTRASSONOGRÁFICO DA ARTICULAÇÃO METACARPOFALANGEANA DE EQUINOS PRATICANTES DE POLO NA ZONA OESTE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: PROTOCOLO E MENSURAÇÕES. Veterinária e Zootecnia (UNESP) , v. 9, p. 407/372-415, 2012.

  • SILVA, K. M. ; OTAKA, J. N. P. ; JORGE, M. L. L. A. ; GONÇALVES, C. A. P. ; ALENCAR, N. X. ; LESSA, D. A. B. . ESCORE DE HEMOSSIDERINA EM CITOLOGIA DE LAVADOS TRAQUEAIS PARA AVALIAÇÃO DA HEMORRAGIA PULMONAR INDUZIDA POR ESFORÇO EM CAVALOS DE PÓLO APÓS O EXERCÍCIO. Archives of Veterinary Science , v. 17, p. 40/18731-45, 2012.

  • GUTTMANN, P. M. ; RAMOS, M. T. ; LOBATO, G. V. C. ; LESSA, D. A. B. . Treatment of a subepiglottic cyst with formaldehyde injection in a horse. Revista Brasileira de Ciência Veterinária (Impresso) , v. 9, p. 78-79, 2012.

  • SAD, E. P. ; VISCARDI, V. ; SILVA, E. G. A. ; MICHELLOTO JR., P. V. ; LESSA, D. A. B. . Avaliação endoscópica semi-quantitativa de exsudato traqueobrônquico em equinos de equitação. Revista Acadêmica: Ciências Agrárias e Ambientais (PUCPR. Impresso) , v. 3, p. 237-241, 2012.

  • LESSA, D. A. B. ; JORGE, M. L. L. A. ; VIANA, Eduardo Borges ; ALENCAR, N. X. ; FERNANDES, Wilson Roberto . AVALIAÇÃO DO LAVADO BRONCOALVEOLAR DE EQÜINOS DE POLICIAMENTO PORTADORES ASSINTOMÁTICOS DE DOENÇA INFLAMATÓRIA DAS VIAS AÉREAS NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science (Impresso) , v. 48, p. 123/2066-130, 2011.

  • Silva, Katia Moreira ; Guimarães, Carlos Frederico Marques ; Olmedo, Lara Medeiros Blasquez ; Silva, Estevão Grossi Aguiar ; Alencar, Nayro Xavier ; LESSA, D. A. B. . ESTIMATIVA DO VOLUME DE FLUIDO EPITELIAL PULMONAR RECUPERADO NO LAVADO BRONCOALVEOLAR NO EQUINO. Ciência Animal Brasileira (Online) , v. 11, p. 10.5216/cab.v11, 2010.

  • VISCARDI, V. ; ALENCAR, N. X. ; SANTOS, Orlei Justen dos ; FONSECA, A. B. M. ; AZEVEDO, C. A . P. ; BRASIL, L. C. A. ; LESSA, D. A. B. . Avaliação laboratorial da antracose em equinos sadios e aqueles portadores de doença inflamatória das vias aéreas (DIVA). Revista Universidade Rural. Série Ciências da Vida (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1983-4772 Revista de Ciências da Vida) , v. 30, p. 1/09v03.pdf-17, 2010.

  • A., R. C. M. ; BARCELOS, K. M. C. ; TANCREDI, I. P. ; VISCARDI, V. ; LESSA, D. A. B. . Observações sobre Amblyomma cajennense (Fabricius, 1787) parasitando a mucosa oral de equinos (Eqqus caballus) no estado do Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Ciência Veterinária , v. 16, p. 141-142, 2009.

  • LESSA, D. A. B. ; LIMA JR., F. F. ; CERQUEIRA, A. M. F. ; SANTOS, O. J. ; PEREIRA, J. N. P. ; DIECKMANN, A. M. . TRATAMENTO ISOTERÁPICO DE DERMATOFILOSE EM EQÜINO ? RELATO DE CASO. Revista Brasileira de Ciência Veterinária , v. 15, p. 98-100, 2008.

  • LESSA, D. A. B. ; JORGE, M. L. L. A. ; LIMA, J. R. P. A. ; FERNANDES, Wilson Roberto . DOENÇA INFLAMATÓRIA DAS VIAS AÉREAS (DIVA) EM EQÜINOS DE POLICIAMENTO NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, RJ: ESTUDO CLÍNICO. Revista Brasileira de Ciência Veterinária , v. 15, p. 88-93, 2008.

  • LESSA, D. A. B. ; VIANA, Eduardo Borges ; FERNANDES, Wilson Roberto ; MORI, Enio ; MOREIRA, Joana Fernandes Eigenheer . Lavado broncoalveolar em eqüinos: revisão de literatura - Parte 2: Achados citológicos. Arquivos de Ciências Veterinárias e Zoologia da Unipar , v. 10, p. 31-38, 2007.

  • LESSA, D. A. B. ; SANTOS, Orlei Justen dos ; TURNER, S. P. ; HESS, T. M. ; VISCARDI, V. ; CONSEDEY, I. ; CARVALHO, E. C. Q. . Fibrossarcoma Periostal do Seio Maxilar Esquerdo em Eqüino. Revista Brasileira de Medicina Veterinária , v. 28, p. 156-159, 2006.

  • LESSA, D. A. B. ; MACHADO, C. H. ; DUARTE, C. S. ; WACHHOLZ, L. ; LIMA, J. R. P. A. ; FERNANDES, Wilson Roberto . Enfermidades do trato respiratório posterior em eqüinos de equitação no Rio de Janeiro: prevalência e aspectos clínico-laboratoriais. Revista Brasileira de Ciência Veterinária , Niterói, v. 12, n.1-3, p. 77-83, 2005.

  • LESSA, D. A. B. ; MORI, Enio ; VIANA, Eduardo Borges ; SANTOS, Orlei Justen dos ; MOREIRA, Joana Fernandes Eigenheer ; FERNANDES, Wilson Roberto . Lavado broncoalveolar em eqüinos: revisão de literatura. Parte 1: técnicas de coleta. Arquivos de Ciências Veterinárias e Zoologia da Unipar , Umuarama, v. 8, n.2, p. 213-217, 2005.

  • LESSA, D. A. B. ; OLIVEIRA JÚNIOR, Luiz Antônio Trindade de ; SANTOS, Orlei Justen dos ; FRANCO, Vivian Campos Laia ; MOREIRA, Joana Fernandes Eigenheer ; MAGALHÃES, Helena ; TORTELLY, Rogério ; COUTINHO, Carlos Eduardo Ribeiro ; POMBO, Cecília Riscado . Rodococose eqüina no município de Itaborai/RJ: aspectos clínico, microbiológico e anatomopatológico. Revista Brasileira de Medicina Veterinária , Rio de Janeiro, v. 26, n.4, p. 160-163, 2004.

  • FERNANDES, Wilson Roberto ; MORI, Enio ; LESSA, D. A. B. ; MARQUES, Melanie Shoulz ; ABRAMOVITC, Gláucia ; MIYASHIRO, Samanta Ives ; HAGIWARA, Mitika Kuribayschi . Avaliação da resposta inflamatória de fase aguda através das dosagens séricas de ceruloplasmina e haptoglobina em eqüinos submetidos à infecção experimental com herpesvírus eqüino tipo 1 (HVE-1). Ciência Veterinária nos Trópicos , Recife, PE, Brasil, v. 5, n.2 e 3, p. 93-96, 2002.

  • SANT'ANNA JÚNIOR, L. ; LESSA, D. A. B. ; HENRIQUES, Eugênio de Oliveira ; SILVA, Antônio Carlos da . Estudo comparativo entre o Doppler Ultra-Som e a arteriografia convencional no diagnóstico das obstruções das artérias digitais no membro torácico do eqüino (Equus caballus). Revista Brasileira de Ciência Veterinária , Niterói, RJ, Brasil, v. 8, n.1, p. 24-30, 2001.

  • LESSA, C. S. S. ; LESSA, D. A. B. . Efeito preventivo de ivermectin (liberação lenta) em miíase decorrente de castração em bovinos. Revista Brasileira de Medicina Veterinária , Rio de Janeiro, RJ, v. 21, n.4, p. 147-148, 1999.

  • LESSA, D. A. B. ; SILVA, Antônio Carlos da ; COSTA, L. A. P. ; OLIVEIRA, R. P. . Técnica arteriográfica palmar retrógrada no cavalo (Equus caballus). Revista Brasileira de Medicina Veterinária , Rio de Janeiro, RJ, v. 20, n.4, p. 161-164, 1998.

  • LESSA, D. A. B. ; SILVA, Antônio Carlos da ; RESTUM, M. A. L. . Estudo da via de acesso longitudinal para punção e cateterização da artéria digital palmar comum II no cavalo (Equus caballus). Revista Brasileira de Ciência Veterinária , Niterói, RJ, v. 4, n.3, p. 121-125, 1997.

  • LESSA, C. S. S. ; LESSA, D. A. B. . Avaliação do Tetradur LA-300 (diidrato de tetraciclina) no controle da leptospirose bovina. A Hora Veterinária , Porto Alegre, RS, v. 16, n.93, p. 31-33, 1996.

  • LESSA, D. A. B. ; SIQUEIRA, L. F. G. ; SILVA, R. A. L. . Incidências e localização de fraturas osteocondrais (chip) no carpo de cavalos Puro Sangue Inglês em atividade turfística. Revista Brasileira de Ciência Veterinária , Niterói, RJ, v. 3, n.2, p. 63-65, 1996.

  • SANTOS, C. S. ; LESSA, D. A. B. ; BORDIN, E. L. . Avaliação do ivermectin formulação oral 0,4% na prevenção de miíase umbilical (Cochliomyia hominivorax) em bezerros de corte sob condição tropical no Brasil. A Hora Veterinária , Porto Alegre, RS, v. 14, n.82, p. 22-24, 1994.

  • BORGES, J. R. J. ; SANTOS, O. J. ; TORTELLY, Rogério ; BANDOLIN, J. G. ; LESSA, D. A. B. ; SANTOS, C. S. ; SILVA, L. C. S. . Incidência de lesões cutâneas em um rebanho ovino no município de Rio Bonito, RJ, Brasil. Revista Brasileira de Ciência Veterinária , Niterói, RJ, v. 1, n.1, p. 29-33, 1994.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

LESSA, D. A. B. . Consultoria Ad Hoc CAPES. 2013.

MANO, Sérgio ; GRACA, F. ; LESSA, D. A. B. . Membro da Comissão Científica do CRMV RJ. 2012.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Revista Veterinaria e Zootecnia. 2011.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Revista Brasileira de Ciência Veterinária. 2011.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Revista Brazilian Journal of veterinary Research and Animal Science. 2011.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc do Journal of Veterinary Internal Medicine. 2011.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Comissão Científica do 37 Conbravet. 2010.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc do Journal of Veterinary Internal Medicine. 2010.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Revista Brasileira de Ciência Veterinária. 2007.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Revista Brasileira de Ciência Veterinária. 2006.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Revista Brasileira de Ciência Veterinária. 2005.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Revista Brasileira de Ciência Veterinária. 2004.

LESSA, D. A. B. . Consultor ad hoc da Revista Brasileira de Ciência Veterinária. 2003.

FERNANDES, Wilson Roberto ; LESSA, D. A. B. ; MICHELLOTO JR., P. V. ; GONÇALVES, Roberto Calderon ; BRASS, K. ; MENDES, L. C. N. . Conceitos e Definições em Medicina Respiratória Equina. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

FERNANDES, Wilson Roberto ; MICHELLOTO JR., P. V. ; LESSA, D. A. B. . Doenças do aparelho respiratório prejudicam rendimento dos cavalos de competição. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

LESSA, D. A. B. . Endoscopia Equina. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

LESSA, D. A. B. . Exame endoscópico, lavados do sistema respiratório e citológico. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

LESSA, D. A. B. . Endoscopia Equina. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

LESSA, D.A.B. ; BARREIRA, A. P. B. . CURSO EM ENDOSCOPIA RESPIRATÓRIA E ULTRASSONOGRAFIA TORÁCICA EM EQUINOS. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

LESSA, D. A. B. ; ALENCAR, N. X. . Mini-curso prático demonstrativo "Lavado broncoalveolar em eqüinos. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

LESSA, D. A. B. ; LUNA, S. P. L. ; HESS, T. M. . I Curso Prático de Anestesiologia e Bloqueios Anestésicos em Eqüinos da UFRRJ. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Avaliação trans e pós-operatória cardiopulmonar e de líquido peritoneal em ovinos (Ovis aries) submetidos a diferentes pressões de pneumoperitônio para videolaparoscopia sob anestesia geral inalatória, Descrição: Procedimentos cirúrgicos por videolaparoscopia são amplamente utilizados atualmente, pois suas vantagens são inúmeras em relação à laparotomia, como o fato de serem muito menos invasivos, promoverem menor tempo de hospitalização pós-operatória e reduzirem a dor no pós-operatório. A insuflação de CO2 na cavidade peritoneal é necessária para tais procedimentos, porém, a aplicação deste gás no organismo muitas vezes leva a efeitos deletérios sobre os sistemas orgânicos, principalmente no cardiovascular, respiratório e nas vísceras abdominais, dependendo da pressão exercida e do tempo de exposição. Com objetivo de avaliar tais efeitos deletérios, o presente projeto irá avaliar parâmetros mecânicos e fisiológicos ventilatórios e cardiocirculatórios, bem como marcadores de lesão cardiopulmonar e proteínas de fase aguda em amostras de sangue e de líquido peritoneal. O modelo animal serão ovinos submetidos a um tempo fixo de 90 minutos e diferentes pressões (10, 12 e 15 mmHg) de pneumoperitônio para a realização de videolaparoscopia sob anestesia geral inalatória. Os resultados obtidos serão submetidos ao teste de Normalidade de Kolmogorov-Smirnov e para o caso de as variáveis apresentarem distribuição normal, será aplicado o teste ANOVA para comparação entre os grupos. Caso a distribuição não seja normal, será aplicado o teste de Kruskal-Wallis. Em qualquer dos casos, será considerado o nível de significância de 5%.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Leme - Integrante., Número de orientações: 2

  • 2015 - Atual

    Avaliação do potencial terapêutico e biotecnológico do plasma rico em plaquetas (PRP) autólogo, homólogo, e heterólogo na doença inflamatória pulmonar em equinos, Descrição: A indústria do agronegócio relacionado ao cavalo, gera no Brasil mais de R$ 7 bilhões, sendo responsável pela criação de aproximadamente 3 milhões de empregos, direta e indiretamente. Uma das maiores causas de perdas econômicas para esta importante indústria vem da ocorrência de doenças do sistema respiratório posterior. As afecções infecciosas e as inflamatórias - como a doença inflamatória das vias aéreas (DIVA) e a hemorragia pulmonar induzida por exercício (HPIE) ? são fonte importante de queda de rendimento atlético, aumento do número de dias sem trabalho, perdas financeiras e até mesmo morte de cavalos. Assim sendo, há uma constante busca por novos meios diagnósticos e terapêuticos para as doenças respiratórias em equinos. Atualmente um dos impedimentos para o bom diagnóstico e monitoramento das doenças de origem inflamatória do trato respiratório é a falta de um método quantitativo, objetivo, e pouco invasivo para avaliar a presença destas afecções, já que métodos disponíveis, como a endoscopia e o lavado broncoalveolar, são demasiado subjetivos ou invasivos para permitirem uma avaliação rotineira consistente. Do ponto de vista de novas técnicas terapêuticas, as terapias celulares têm adquirido papel central na busca de tratamentos mais eficazes e que visem a modulação da resposta fisiológica, ao invés da inibição. Assim sendo, esta proposta busca financiamento para o aprimoramento de métodos diagnósticos que enfatizem sua utilização rotineira de maneira quantitativa, e a investigação do tratamento de doenças inflamatórias do trato respiratório posterior por meio do uso de plasma rico em plaquetas autólogo, homólogo e heterólogo, visando o desenvolvimento comercial de novas técnicas terapêuticas da DIVA e HPIE em equinos, substanciadas pelo conhecimento e desenvolvimento científicos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nádia Regina Pereira Almosny - Integrante / Maria Fernanda Mello Costa - Integrante / Daniel de Barros Macieira - Integrante / ALENCAR, N. X. - Integrante., Financiador(es): FAPERJ - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2015

    Estudo clinico e laboratorial da inflamação pulmonar induzida em equinos, Descrição: RESUMO Doenças respiratórias são uma das maiores causas de queda de desempenho, e danos à saúde equina. Tal comprometimento pode acarretar aumento dos gastos públicos relacionados aos cuidados de saúde destes animais. Uma vez compreendendo a dinâmica das desordens respiratórias, pode se estabelecer um diagnóstico precoce e sua possível prevenção. Dentre as enfermidades mais comuns, destacam-se a Obstrução Recorrente das Vias Aéreas e Doença Inflamatória das Vias Aéreas. Apesar do grande interesse em pesquisas clínicas sobre esse assunto, estudos experimentais ainda são escassos. Dessa forma, visando o avanço das pesquisas em direção a abordagem terapêutica regenerativa é imperativo estabelecer e conhecer detalhadamente a dinâmica do processo inflamatório pulmonar em condições experimentais. Este projeto tem por objetivo estudar a dinâmica do processo inflamatório pulmonar induzido e as possíveis alterações clínicas, sistêmicas e laboratoriais, além de estabelecer uma correlação entre o curso clínico da enfermidade e os achados laboratoriais. Para tal serão utilizados 10 equinos sadios, de idade entre 3 a 6 anos. Para a indução da inflamação pulmonar serão inoculados 20mL de ácido acético a 0,01% por via endoscópica. Avaliações clínicas (exame físico e endoscopia) e laboratoriais (hemograma, dosagens de proteínas de fase aguda, citologia das secreções respiratórias, dosagens de citocinas, histopatologia, dosagem de leucotrienos, dentre outras) dos animais serão realizadas antes da indução, 6 horas, 24 horas, 4, 7, 14 e 21 dias após por meio da repetição dos exames supracitados. Os resultados obtidos neste projeto podem trazer benefícios para a saúde equina, em função da melhoria na acurácia e precisão dos diagnósticos. Espera-se também, impacto positivo e crescimento na qualidade do ensino e na pesquisa com grandes animais em nosso Estado, assim como a capacitação de recursos humanos, com reflexo positivo sobre as atividades econômicas relacionadas. Objetiva-se também uma maior interação entre pesquisadores e pós-graduandos das universidades envolvidas no trabalho. Por fim, o avanço científico alcançado nos permitirá criar as bases para, num futuro próximo, iniciar estudos com terapia regenerativa nessa espécie. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Integrante / Pedro Leme - Integrante / Patricia Rocco - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2015

    Perfil Bioquímico Sérico de Potros Muares de 1 a 6 meses de idade, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Nayro Xavier de Alencar em 17/04/2013., Descrição: Os muares têm sua importância reconhecida dentro da economia que movimenta o Complexo Agronegócio Cavalo. Fazem parte da história agrícola nacional como animais de trabalho, e hoje, suas utilidades vão além, com criadores empolgados com sua habilidade no esporte e seu emprego no lazer. Como híbridos da família equidae ainda faltam estudos direcionados especificamente para os muares, muitas vezes são avaliados por médicos veterinários com base em valores laboratoriais de referência para equinos. Os potros apresentam aspectos fisiológicos próprios, diferentes dos animais adultos. O reconhecimento das alterações decorrentes da idade permite um melhor acompanhamento destes potros, permitindo um crescimento saudável, gerando um muar adulto apto para o trabalho e demais fins. Os parâmetros obtidos pela bioquímica sérica fornecem informações valiosas sobre o estado e funcionamento de órgãos e sistemas. Este trabalho pretende estabelecer o perfil bioquímico sérico de potros hígidos de muares de 1 a 6 meses de idades, mesurando uréia, creatinina, fosfatase alcalina, gama glutamiltransferase, proteínas totais e frações, aspartato aminotransferase, lactato desidrogenase, cálcio total e fósforo. Além de dosar glicose por dois métodos diferentes, objetivando validar o uso do glicosímetro portátil, o que tornaria a mensuração da glicemia mais prática e rápida.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Coordenador., Número de orientações: 1

  • 2013 - Atual

    AVALIAÇÃO CITOLÓGICA E ENZIMÁTICA DO LAVADO BRONCOALVEOLAR DE EQUINOS SUBMETIDOS A INDUÇÃO DE INFLAMAÇÃO PULMONAR, Descrição: Doenças do trato respiratório que acometem os equinos são um dos maiores motivos de queda de desempenho, perdas econômicas e afastamento do animal de atividades esportivas. Dentre essas afecções destaca-se a doença inflamatória de vias aéreas (DIVA) devido a sua alta prevalência e ao fato de afetar animais jovens e de alto desempenho. O diagnóstico mais aceito para a DIVA inclui a realização de lavados broncoalveolares. Porém, busca-se sempre o aperfeiçoamento das técnicas existentes e a incorporação de novas ferramentas de diagnóstico. Devido a importância da DIVA, este projeto propõe um estudo experimental da inflamação de vias áereas, por meio da inoculação de ácido acético. Serão utilizados 6 equinos, de idade entre 3 a 6 anos. No início do experimento, os animais serão submetidos a exames clínicos e laboratoriais e deverão estar saudáveis. Será instilado ácido ácetico a 0,01% nas vias aéreas com o objetivo de produzir uma inflamação branda e localizada. Os animais serão acompanhados nos momentos de 5 horas, 24 horas, 4 dias, 7 dias, 14 dias e 21 dias após a indução através da realização de exames clínicos, laboratoriais, realização de lavado traqueal e broncoalveolar com citologia e determinação da atividade de enzimas nestas amostras. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é traçar um perfil da dinâmica da doença inflamatória, contribuindo com informações a cerca do tempo de início e resolução, alterações sistêmicas, citológicas e enzimáticas encontradas, contribuindo para o entendimento da fisiopatologia do processo e acrescentando novas informações sobre o comportamento das enzimas no trato respiratório.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Rodolpho de Almeida Torres Filho - Integrante.

  • 2013 - Atual

    AVALIAÇÃO CLÍNICA E FUNCIONAL DO TRATO RESPIRATÓRIO DE EQUINOS SUBMETIDOS À INFLAMAÇÃO PULMONAR INDUZIDA, Descrição: As doenças respiratórias possuem um papel importante na saúde equina, sendo a segunda principal causa de interrupção do treino de cavalos atletas; responsáveis por perdas econômicas consideráveis no setor equestre mundial. Modelos experimentais em animais têm contribuído muito para o entendimento dos efeitos das afecções respiratórias. Contudo, existem poucos estudos a cerca da evolução clínica em um modelo experimental. Devido à grande importância destas enfermidades para os equinos, especialmente a Doença Inflamatória das Vias Aéreas, e a carência de estudos sobre a dinâmica da inflamação pulmonar do ponto de vista clínico e funcional, é essencial a avaliação de um modelo de inflamação pulmonar com o objetivo de elucidar as alterações celulares e sistêmicas. Serão utilizados 6 animais de 3 a 6 anos de idade, saudáveis, que não tenham qualquer alteração relacionada diretamente ou indiretamente ao trato respiratório. Semelhante a metodologias utilizadas anteriormente, serão realizadas inoculações de 20 ml de solução de ácido acético a 0,01% nas vias aéreas respiratórias via transendoscópio. Posteriormente serão feitas avaliações nos dias 1, 4, 7, 14, e aos 21 dias após a inoculação do ácido, compostas por: exame clínico, exame endoscópico, hemogasometria, lavado traqueal, lavado broncoalveolar, avaliações citológicas dos lavados e exames laboratoriais. O presente projeto objetiva o estudo do processo inflamatório das vias aéreas do ponto de vista clínico e hemogasométrico, comparando os dados obtidos com os resultados das avaliações citológicas e laboratorias. Assim sendo, as informações obtidas no experimento proposto podem elucidar questões importantes sobre os mecanismos e dinâmica da inflamação, além de descrever valores paramétricos gerais e específicos ligados à doença inflamatória pulmonar, contribuindo para a compreensão da patogenia da doença. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Rodolpho A. Torres Filho - Integrante / Alencar, Nayro Xavier - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2012 - 2014

    AVALIAÇÃO HEPÁTICA DE EQUINOS SUBMETIDOS À PRODUÇÃO DE SORO ANTI-OFÍDICO, Descrição: Os primeiros registros sobre imunização de animais para fins terapêuticos foram feitos na França, com imunização de um pombo contra o veneno de uma Sistrurus catenatus (cascavel anã). Posteriormente, numa terapia antivenenos, estudou-se a ação de três protocolos de imunizações observando que o soro hiperimune tinha uma atividade terapêutica. A produção de soro antiofídico no Brasil iniciou-se em 1901, através do cientista brasileiro Vital Brasil, que produziu o soro hiperimune antibubônico e atualmente, o Instituto Butantan e o Instituto Vital Brazil são os responsáveis pela produção de plasma hiperimune no país. Devido aos inúmeros acidentes ofídicos em humanos e da importância econômica dessas ocorrências em animais destinados ao trabalho, houve extrema necessidade da produção de soros antiofídicos. Comumente, equinos utilizados para a produção de soro por muitos anos morrem repentinamente, devido à insuficiência hepática e coma hepático sem mesmo apresentar sinais clínicos. Portanto, esse estudo tem como objetivo avaliar as alterações hepáticas em equinos submetidos por um longo período à produção de soro antiofídico, através de diagnóstico laboratorial, citológico e ultrassonográfico. Serão avaliados 20 equinos de diferentes raças, gênero e idade, utilizados na produção de soro antiofídico no Instituto Vital Brazil, divididos em dois grupos por tempo de produção. Dez animais sadios e nunca utilizados na produção de soro antiofídico farão parte do grupo controle negativo. Será realizado, exame físico, coleta de sangue para hemograma completo e bioquímica, ultrassonografia hepática e punção aspirativa por agulha fina do fígado para análise citológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Rodolpho de Almeida Torres Filho - Integrante., Financiador(es): Pro Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação/UFF - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    AVALIAÇÃO DA TRANSFERÊNCIA DA IMUNIDADE PASSIVA ADQUIRIDA ATRAVÉS DO COLOSTRO EM MUARES NEONATOS, Descrição: Este projeto tem como objetivo avaliar o processo de aquisição de anticorpos maternos pelos potros muares recém-natos. Para tal serão utilizados de 30 potros de muares recém-natos, e suas respectivas mães. Após o nascimento, antes da ingestão de colostro, será coletado cerca de 6 ml de sangue da veia jugular do potro muar e de sua mãe. Neste mesmo momento também serão coletadas amostras de colostro. A seguir, serão retiradas amostras de sangue do potro às : 3 ,6, 12, 24, 48, 72, 96 e 120 horas após a primeira mamada. A avaliação dos níveis de IgG serão realizadas por espectrofotometria. Espera-se obter um reconhecimento do perfil clínico-laboratorial e profilático da imunidade passiva adquirida em potros muares de modo a recomendar a criação e/ou adequação de medidas profiláticas para a população de muares da Fazenda do IVB e obter-se um ganho na saúde do rebanho.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Maurício Verícimo - Integrante., Financiador(es): Pro Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação/UFF - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2012 - 2014

    PERFIL HEMATOLÓGICO E PROTEICO DE POTROS MUARES DE 1 A 6 MESES DE IDADE, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Nayro Xavier de Alencar em 16/04/2013., Descrição: Muares contribuem em atividades como coleta de materiais recicláveis nas cidades, transporte de forrageiras, retirada de areia em rios, no transporte de materiais de construção, transporte alternativo, agricultura familiar e no turismo, reforçando em um percentual importante na economia brasileira até hoje em dia. São usados em marchas na Região Sudeste, onde esses animais têm um alto valor comercial. Outra importância que repercute sobre a saúde humana é a utilização desses animais para a produção de soro antiofídico, antiaracnídico, antiescorpiônico, uma vez que eles, comparados aos equinos, produzem uma concentração maior de imunoglobulina, logo, tem se destacado como excelente animal para esse fim. Apesar da crescente importância econômica dos muares, ainda há poucos estudos sobre essa espécie. Dessa forma, o presente trabalho tem por objetivo estabelecer o perfil hematológico e proteico de potros muares hígidos de 1 a 6 meses de idade. Para tal fim serão utilizados 20 potros de muares de 1 a 6 meses de idade, acompanhados desde o nascimento com exames clínicos completos. Espera-se obter com os resultados deste projeto uma caracterização do perfil hematológico e proteico desses animais. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Coordenador.

  • 2012 - Atual

    Determinação da atividade da fosfatase alcalina no lavado traqueal de potros de muar clinicamente sadios do Instituto Vital Brazil, Cachoeiras de Macacu, RJ, Descrição: Mesmo com o relevante destaque do Brasil na criação de muares, nota-se uma carência no que diz respeito à pesquisa e investimentos para esses animais, uma vez que apresentam grande importância socioeconômica. As afecções respiratórias são comuns em eqüídeos jovens, estando entre as principais causas de morbidade e mortalidade. As técnicas rotineiramente utilizadas para a complementação do diagnóstico dessas enfermidades podem apresentar resultados falso negativos, sendo necessário estabelecer e implementar, na clínica médica, a utilização de outros marcadores de processos inflamatórios pulmonares como, por exemplo, a atividade das enzimas e, dentre elas, a fosfatase alcalina (FAL), assim complementando as informações obtidas pelas técnicas diagnósticas já consagradas. Este projeto visa determinar a atividade da enzima FAL no lavado traqueal (LT) de potros de muar clinicamente sadios da Fazenda do Instituto Vital Brazil e comparar o efeito da idade sobre essa atividade. Para isso serão utilizados 20 potros de muar, sadios, entre zero e dois meses de vida, que serão submetidos ao procedimento de coleta do LT guiada pelo endoscópio. A dosagem da FAL e concentração da ureia no LT serão realizadas em alíquotas do sobrenadante que serão analisadas por espectrofotometria, utilizando-se kits comerciais de Fosfatase Alcalina e Ureia. Analogamente, a dosagem de ureia sérica será determinada por espectrofotometria sendo a amostra, neste caso, o soro sanguíneo obtido a partir de centrifugação do sangue coletado em momento próximo a endoscopia. As determinações das concentrações de ureia no soro sanguíneo e no sobrenadante do LT serão necessárias para corrigir a diluição causada pelo mesmo e estimar a atividade da FAL no fluido epitelial traqueal (FET). Por fim, o tratamento estatístico dos resultados será executado com o auxílio de programa computacional Biostat.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Rodolpho de Almeida Torres Filho - Integrante / Alencar, Nayro Xavier - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2011 - 2013

    Estudo ultrassonográfico do tendão e da bursa bicipital em equinos?, Descrição: O cavalo desempenhou importante papel na formação econômica, social e política do Brasil. No aspecto econômico, como animal de sela, carga e tração; no social como uma fonte de exibicionismo, vaidade, orgulho e diferenciação social. Em um estudo sobre o agronegócio do cavalo, encomendado a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil ? CNA, constatou-se que no Brasil o cavalo movimenta R$7,3 bilhões de reais por ano e emprega 640 mil pessoas diretamente que somados aos indiretos geram 3,2 milhões de empregos relacionados ao segmento. Além disso, segundo dados da Food and Agriculture Organization (FAO), em 2002 o Brasil já possuía o terceiro maior rebanho de eqüinos do mundo, com 5,9 milhões de cabeças, perdendo apenas para México e China. Hoje em dia o cavalo continua tendo grande importância econômica e social participa ativamente de esportes importantes no Brasil, como a vaquejada, hipismo clássico, provas de campo (laço de bezerro, tambor, baliza, apartação) e enduro, além de ser importante no policiamento de grandes cidades, no exército e também nas fazendas de gado. A claudicação é a mais importante desordem médica dos equinos, tem a maior incidência entre as doenças que atingem os cavalos, aproximadamente 8,5% a 13,7% dos cavalos enfermos apresentam claudicação. Nos Estados Unidos da América (EUA) há uma população de aproximadamente 9,2 milhões de cavalos, se considerarmos que cada animal gasta em média $432,00 em serviços veterinários cada vez que apresenta um episódio de claudicação, pode-se estimar que os proprietários gastem algo em torno de $325 e $544 milhões por ano em diagnóstico e tratamento dos seus cavalos. O gasto financeiro total atribuído a claudicação considerando todos os custos, pode exceder um bilhão de dólares por ano (Keegan, 2007). Dyson (1986) concluiu que 5% dos animais encaminhados ao Equine Clinical Unit (Unidade Clínica Equina) com claudicação de membro anterior tinha. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Ana Paula Balesdent Barreira - Integrante., Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1

  • 2011 - 2013

    Pneumopatias infecciosas em potros na região de Cachoeiras de Macacu: estudo clínico e laboratorial, Descrição: A equideocultura no Brasil representa um importante setor produtivo. A região Sudeste concentra 1,3 milhões de equinos, estando 101.517 no Estado do Rio de Janeiro, onde a região de Cachoeiras de Macacu representa um dos maiores pólos de criação do Estado. As afecções respiratórias são a maior causa de doença e morte em potros neonatos gerando perdas significativas não somente do ponto de vista veterinário, como também em toda a economia que gira em função da criação desses animais. Este projeto tem como objetivo avaliar clínica e laboratorialmente potros acometidos por pneumopatias infecciosas, identificando e caracterizando por técnicas moleculares os agentes etiológicos causadores destas enfermidades. Para tal serão utilizados 20 potros de zero a seis meses de idade que apresentem febre e/ou um ou mais dos seguintes sintomas: rinorréia unilateral ou bilateral, tosse, dispnéia ou outra alteração do padrão respiratório, ruídos respiratórios anormais. Serão realizados exame clínico completo, ultrassonografia torácica, endoscopia respiratória, e exames laboratoriais complementares. Espera-se com esse projeto uma melhoria na qualidade e na precisão dos diagnósticos e, por conseguinte, um ganho na saúde do rebanho eqüino da região em estudo. Além disso, espera-se também obter um avanço no ensino, na pesquisa e na capacitação de mão-de-obra técnica especializada em nosso Estado. Isto auxiliará o desenvolvimento da equinocultura na região de Cachoeiras de Macacú e provocará impactos positivos sobre a economia regional.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Helena Magalhães - Integrante / Maíra Halfen T Liberal - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Aloysio de Mello Figueiredo Cerqueira - Integrante / Nádia Regina Pereira Almosny - Integrante / Maria Lucia Barreto Ribeiro - Integrante / Waldo G. Moreno - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 1

  • 2011 - 2013

    AVALIAÇÃO DA MICROBIOTA BACTERIANA DO TRATO RESPIRATÓRIO DE POTROS DE MUAR, Descrição: Serão utilizados potros de muar de 1 a 6 meses de idade. Serão realizados, exame físico completo, hemograma , dosagem de fibrinogênio e lavado traqueal, através da via endoscópica. Espera-se obter um reconhecimento do perfil clínico-laboratorial da microbiota bacteriana normal do trato respiratório de potros de muar, visando o aproveitamento desses animais na constituição de renda de famílias da região, assim como no uso para fabricação de soro hiperimune pelo Instituto Vital Brasil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Aloysio de Mello Figueiredo Cerqueira - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2013

    INVESTIGAÇÃO CLÍNICO-LABORATORIAL E EPIDEMIOLÓGICA DE PNEUMOPATIAS INFECCIOSAS EM POTROS DA REGIÃO DE CACHOEIRAS DE MACACU / RJ, Descrição: Projeto aprovado no edital 14/2010 da FAPERJ Apoio às Instituições de Ensino e Pesquisa Sediadas no Estado do Rio de Janeiro Valor obtido: R$ 60.000,00 Resumo: A equideocultura no Brasil representa um importante setor produtivo. A região Sudeste concentra 1,3 milhões de equinos, estando 101.517 no Estado do Rio de Janeiro, onde a região de Cachoeiras de Macacu representa um dos maiores pólos de criação do estado. As afecções respiratórias são a maior causa de doença e morte em potros neonatos gerando perdas significativas não somente do ponto de vista veterinário, mas também em toda a economia que gira em função da criação desses animais. Este projeto tem como objetivos modernizar a infra-estrutura da Fazenda Escola de Cachoeiras de Macacu para permitir o estabelecimento de um serviço de apoio clínico e diagnóstico em doenças respiratórias, que possa ser usado por pesquisadores, discentes de graduação e pós-graduação como fonte de aprendizado para a formação técnica profissional e pesquisa. Além disso, visa integrar pesquisadores de diferentes áreas da UFF e discentes de graduação e pós graduação com os pesquisadores da PESAGRO-RIO visando o intercâmbio científico e tecnológico entre as instituições. Para tal serão utilizados potros de zero a seis meses de idade que apresentem febre e/ou um ou mais dos seguintes sintomas: rinorréia unilateral ou bilateral, tosse, dispnéia ou outra alteração do padrão respiratório, ruídos respiratórios anormais. Serão realizados exame clínico completo, ultrassonografia torácica, endoscopia respiratória, e exames laboratoriais complementares. Espera-se obter com os resultados provenientes deste projeto um reconhecimento do perfil clínico-laboratorial e epidemiológico das pneumopatias infecciosas em potros da região estudada, de modo a recomendar-se a criação e/ou adequação de medidas profiláticas para a população equina da região de Cachoeiras de Macacu, e obter-se um ganho na saúde do rebanho equino da região.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Helena Magalhães - Integrante / Cícero Araújo Pitombo - Integrante / Orlei Justen dos Santos - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Aloysio de Mello Figueiredo Cerqueira - Integrante / Nádia Regina Pereira Almosny - Integrante / Maria Lucia Barreto Ribeiro - Integrante / Maíra Halfen Teixeira Liberal - Integrante / Paula de Mattos Guttmann - Integrante., Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Efeito da filtração do lavado traqueal sobre a contagem diferencial da citologia traqueal de equinos, Descrição: O aparelho respiratório possui extrema influência na saúde e bom desempenho de equinos tanto no âmbito de esporte e lazer quanto da reprodução. O processo inflamatório muitas vezes passa despercebido por treinadores e proprietários, sendo necessário o exame clinico detalhado, incluindo endoscopia e citologia, para real avaliação do trato respiratório. Com isso, o estudo das secreções obtidas do trato respiratório tem sido considerado de grande valia, já que representa um meio semiológico importante, ajudando no diagnóstico das doenças respiratórias. O lavado traqueal (LT) é considerado um método simples de coleta e de fácil realização para obtenção deste material. Porém, a grande quantidade de muco geralmente presente nestas amostras altera a morfologia, dificultando a identificação dos tipos celulares e, por conseguinte, prejudicando a contagem e o diagnóstico. Este projeto visa verificar o efeito da filtração do LT sobre a contagem diferencial da citologia traqueal. Para isso serão realizados LT em 20 equinos adultos, e de cada LT será obtida uma primeira alíquota não filtrada (NF) para preparação citológica por citocentrifugação. O LT restante será filtrado com uma compressa de gaze hidrófila e uma segunda alíquota (F) será obtida e processada da mesma forma que a anterior. Serão determinados os valores percentuais dos tipos celulares presentes nas lâminas preparadas a partir das duas alíquotas (F e NF) e estabelecidas as médias e desvios-padrão para os grupos (F e NF). A fim de verificar o efeito da filtração sobre as contagens, será utilizado teste não paramétrico de Kruskall-Wallis.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Vanessa Viscardi - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Maria Luiza Loredo Abreu Jorge - Integrante., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2010 - Atual

    Estudo sobre a relação entre os fatores climáticos- ambientais e ocorrência de hemoparasitos da família Anaplasmataceae assim como das alterações clínicas e laboratoriais de hospedeiros caninos, eqüinos e bovinos do Estado do Rio de Janeiro, Descrição: Projeto aprovado no Edtla Universal CNPq/2010 RESUMO Os carrapatos, responsáveis pela disseminação de várias doenças, vem a cada ano, crescendo em número no Brasil. Devido ao nosso clima altamente favorável para sua disseminação e também por nossa riqueza de vegetações, o número de infecções causadas por esses ácaros e a intensidade com que aparecem, vêm aumentando efetivamente. Fatores a serem estudados vêm contribuindo para o aumento da população destes ácaros e com a ocorrência de doenças transmitidas por eles e uma das hipóteses cogitadas hoje é o aumento de CO2 expelido na atmosfera. O Estado do Rio de janeiro vêm sofrendo um grande processo de urbanização. Sua vegetação sofreu várias modificações, dentre elas desmatamentos consecutivos devido ao avanço das áreas urbanas, o que vem sendo relacionado com mudanças na temperatura, umidade e proliferação de vetores artrópodes de hemoparasitoses, notadamente da família Anaplamataceae, que determinam, em animais e seres humanos, febre, anemia e perda de peso, entre outros sinais e sintomas, podendo culminar na morte do animal, ou humano, parasitado. É importante, portanto, que estudos que analisem em correlacionem fatores climáticos e ambientais com estas hemoparasitoses sejam realizados, no Estado do Rio de janeiro, a fim de identificar as causas do aumento da ocorrência e as modificações clínico-laboratoriais destas doenças visando medidas profiláticas eficientes. Assim, o objetivo desta pesquisa será caracterizar os possíveis fatores climáticos - ambientais que podem determinar o aumento na ocorrência de hemoparasitos da família Anaplasmataceae assim como das alterações clínicas e laboratoriais de hospedeiros caninos, eqüinos e bovinos do Estado do Rio de Janeiro. Palavras chave: meio ambiente, hemoparasitos, Anaplasmataceae, carrapatos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (4) Doutorado: (8) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Ana Maria Dieckmann - Integrante / Aloysio de Mello Figueiredo Cerqueira - Integrante / Nádia Regina Pereira Almosny - Coordenador / Paulo Cesar do Amaral Ribeiro - Integrante / Rodolpho A. Torres Filho - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2012

    Determinação da atividade da Fosfatase Alcalina (FAL), Gama Glutamiltransferase (GGT) e Lactato Desidrogenase (LDH) no fluido epitelial pulmonar de eqüinos clinicamente sadios, Descrição: Doenças respiratórias são consideradas a segunda maior causa de queda do desempenho atlético eqüino, sendo responsáveis por perdas econômicas significativas e às vezes, difíceis de serem mensuradas. A utilidade das determinações das atividades enzimáticas no trato respiratório posterior como ferramenta diagnóstica já foi demonstrada para várias espécies. Porém, para a eqüina, nenhuma informação até o momento foi encontrada. Neste contexto, este projeto tem por objetivo determinar as atividades da Fosfatase Alcalina (FAL), Gama Glutamiltransferase (GGT) e Lactato Desidrogenase (LDH) no fluído epitelial pulmonar (FEP) de animais clinicamente sadios em diferentes faixas etárias. Para tal, serão utilizados 20 animais adultos, machos ou fêmeas, sem histórico de doença respiratória nos últimos dois meses, clinicamente sadios conforme os resultados dos exames físicos, incluindo a vídeo-endoscopia e laboratoriais (leucograma, fibrinogênio plasmático, hemogasometria e citologia broncoalveolar). Os animais serão agrupados em quatro categorias segundo a faixa etária, e as determinações da atividade da GGT e LDH serão realizadas por meio de espectrofotometria a partir de alíquotas do sobrenadante do lavado broncoalveolar (LBA) preservadas em nitrogênio líquido. Para a estimativa do FEP e das atividades enzimáticas no mesmo será realizada a correção da diluição provocada pelo lavado. Para tal, serão necessárias determinações da concentração da uréia no sobrenadante do LBA, bem como no soro sanguíneo, as quais serão realizadas por meio de espectrofotometria, utilizando-se de ?kits? comerciais. Esta técnica utiliza o principio de que a uréia, como molécula pequena, se difunde livremente pelos fluidos corporais e está em equilíbrio no plasma e no fluido epitelial pulmonar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Orley Justen dos Santos - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Nádia Regina Pereira Almosny - Integrante., Financiador(es): Pro-Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação/UFF - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 2

  • 2009 - 2011

    Estudo clínico-epidemiológico da Hemorragia Pulmonar Induzida pelo exercício (HPIE) em cavalos de Pólo, Descrição: O pólo é um dos mais antigos esportes eqüestres, tendo sido introduzido no Brasil na década de 1920. Doenças respiratórias são consideradas como a segunda maior causa de redução de desempenho atlético, ocasionando perdas econômicas significativas em cavalos de corrida. A hemorragia pulmonar induzida pelo exercício (HPIE) é uma destas enfermidades e acomete de 40 a 90% dos animais de corrida, porém com poucos trabalhos direcionados aos cavalos de pólo. Moran et al (2003) submeteram ao exame endoscópico 39 cavalos de pólo em treinamento no Chile. Demonstrou-se neste estudo que 48% dos animais apresentavam algum grau de HPIE. Já Sweeney (1991) relatou uma incidência de 11% desta enfermidade para os animais de pólo. É de grande preocupação para a indústria eqüina pelas suas implicações financeiras resultantes da queda de desempenho, perda de dias de treinamento, necessidade de medicação pré-corrida e até suspensão do animal das competições. O exame endoscópico com a utilização de um escore é o método de diagnóstico mais utilizado para quantificar a intensidade da hemorragia, porém suas limitações no que tange a subjetividade desta quantificação e o intervalo entre o episódio hemorrágico e o momento do exame, ainda dificultam o diagnóstico em muitos animais e o estabelecimento de dados epidemiológicos confiáveis. Métodos mais sensíveis de diagnóstico têm sido estudados, dentre eles, a avaliação celular por meio da utilização do lavado traqueal. O presente projeto tem como objetivo realizar um estudo clínico-epidemiológico por meio de endoscopias seriadas e realização de lavado traqueal para análise citológica. Para tal, serão utilizados eqüinos regularmente utilizados para competições de pólo. O exame endoscópico será realizado em cinco momentos distintos após a competição: 30, 60, 90, 120 e150 minutos e o lavado traqueal entre 24 e 72 horas após o exercício. Uma vez realizados os diagnósticos endoscópicos e citológicos, será estabelecida a correlação entre a intensidade. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Ana Maria dos Reis Ferreira - Integrante., Financiador(es): Pro-Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação/UFF - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2008 - 2010

    Avaliação de eqüinos portadores de Hemorragia Pulmonar Induzida pelo Exercício (HPIE) por meio da análise de lavados broncoalveolares, Descrição: Doenças respiratórias são consideradas como a segunda maior causa de redução de desempenho atlético, ocasionando perdas econômicas significativas na espécie eqüina. A hemorragia pulmonar induzida pelo exercício (HPIE) é uma destas enfermidades As limitações do exame endoscópico, principalmente no que tange a subjetividade da quantificação da hemorragia, o intervalo entre o episódio hemorrágico e o momento do exame, ainda dificultam o diagnóstico em muitos animais. Atualmente, a realização da citologia de lavado broncoalveolar tem sido considerada como método de diagnóstico mais sensível para a HPIE. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é realizar um diagnóstico mais preciso desta enfermidade em cavalos de corrida por meio da análise citológica do lavado broncoalveolar. Serão utilizados 30 equinos de corrida, com idades entre 3 a 5 anos, regularmente utilizados no Jockey Club Brasileiro divididos em seis grupos de cinco animais cada. Os grupos serão definidos por meio da avaliação endoscópica única, de 30 a 90 minutos pós corrida, executando-se a avaliação semi-quantitativa (escore) para a presença de sangue no trato respiratório posterior segundo a metodologia utilizada por Costa et al (2004). Serão realizadas as análises citológicas entre 7 e 10 dias (pós endoscopia). Será estabelecida a correlação entre a intensidade (escore) da enfermidade diagnosticada por meio de endoscopia com as verificadas à citologia broncoalveolar. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Orlei Justen dos Santos - Integrante / Vanessa Viscardi - Integrante / Eliene Porto Sad - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Katia Moreira da Silva - Integrante / Joana de Castro Faria Beling - Integrante / Aline del Carmen Garcia Lopes - Integrante., Financiador(es): Pro-Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação/UFF - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2008 - 2010

    Comparação de diferentes técnicas de preparação citológica para avaliação do lavado broncoalveolar de eqüinos., Descrição: RESUMO O aparelho respiratório é fundamental para a saúde e bom desempenho atlético dos eqüinos. Qualquer alteração nesse sistema pode ser a diferença entre sucesso ou derrota para eqüinos de esporte. Muitas técnicas de diagnóstico para detectar alterações no trato respiratório têm sido utilizadas. Para avaliação citológica é indicado o uso de citocentrífuga na preparação de lâminas de lavado broncoalveolar, que por ser um equipamento de custo elevado acaba tendo o seu uso restrito rotina clínica. Desta forma torna-se necessário o estudo de outras técnicas de preparação mais acessíveis que também permitam um diagnóstico preciso de enfermidades deste trato. Neste contexto, uma centrífuga comum pode ser utilizada e o uso de esfregaço, da concentração linear ou da técnica de compressão (?squash?) para confecção das lâminas pode ser implementada. Este projeto visa determinar uma ou mais técnicas dentre as citadas acima, que seja equivalente à citocentrifugação, tendo como base a contagem dos diferentes tipos celulares presentes no lavado broncoalveolar (LBA). Serão utilizadas amostras de LBA de 10 eqüinos adultos e preparações citológicas serão confeccionadas pelos métodos de citocentrifugação, concentração linear, esfregaço e pela técnica de compressão (?squash?). Estas preparações serão comparadas entre si e com o método de citocentrifugação que será considerado padrão. Para tal, serão determinados os valores percentuais dos tipos celulares presentes nesse material após a contagem de 500 células.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Orlei Justen dos Santos - Integrante / Eliene Porto Sad - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Leopoldo José Cury - Integrante / Katia Moreira da Silva - Integrante / Aline del Carmen Garcia Lopes - Integrante., Financiador(es): Pro-Reitoria de Pesquisa, Pós Graduação e Inovação/UFF - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 1

  • 2008 - 2010

    Comparação entre as alíquotas de 250mL e 500mL do lavado broncoalveolar em eqüinos na técnica de citocentrifugação, Descrição: Nos eqüinos, o aparelho respiratório é de fundamental importância, influenciando na saúde e conseqüentemente em um desempenho atlético de qualidade. Por este motivo é necessário fazer um diagnóstico rápido e preciso das doenças do trato respiratório, sendo importante então, a utilização da Técnica de Lavado Broncoalveolar. Na literatura tem sido descritos a utilização de diferentes volumes no LBA, o que trás dúvidas quanto ao melhor volume a ser utilizado. Logo este trabalho tem como objetivo determinar se existem diferenças significativas entre as populações celulares nas preparações citológicas de LBA nas coletas de 250 e 500 mL. Será utilizada uma citocentrífuga para confecção de lâminas que posteriormente serão interpretadas, quanto aos tipos celulares. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Cícero Araújo Pitombo - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Coordenador., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

  • 2006 - 2010

    Determinação da atividade das enzimas Lactato Desidrogenase (LDH) e Fosfatase Alcalina (FA) no Lavado Broncoalveolar de eqüinos clinicamente sadios., Descrição: Resumo: O aparelho respiratório é fundamental para a saúde e bom desempenho atlético dos eqüinos, sendo os processos mórbidos neste sistema responsáveis por prejuízos orgânico e econômico consideráveis nesta espécie. Dentre as enfermidades que afetam este sistema, as doenças crônicas não infecciosas do trato respiratório posterior, tais como a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e a Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA), são particularmente importantes. Muitas técnicas de diagnóstico têm sido utilizadas para detectar a DIVA. Porém, apesar da citologia do lavado broncoalveolar (LBA) ser considerada um método sensível para o diagnóstico desta enfermidade, existe uma grande variação de valores limítrofes, principalmente de neutrófilos, para a definição de ausência de doença e doença subclínica. Desta forma torna-se necessário o estudo de outros marcadores inflamatórios que possam contribuir para a melhor caracterização destes quadros e, por conseguinte maior precisão no diagnóstico. Neste contexto, enzimas podem ser utilizadas como marcadores sensíveis e estudos relativos à determinação de atividades enzimáticas no fluido do LBA já foram realizados em outras espécies que não a eqüina. Este projeto visa determinar a atividade da lactato desidrogenase e da fosfatase alcalina no fluido do LBA de eqüinos sadios, como forma de se estabelecer valores de referência nesta espécie,que possam, posteriormente, auxiliar na elucidação dos quadros inflamatórios pulmonares.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Orlei Justen dos Santos - Integrante / Eliene Porto Sad - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Maria Luiza Loredo Abreu Jorge - Integrante / Lara Medeiros Blasquez Olmedo - Integrante / Nádia Regina Pereira Almosny - Integrante., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 2

  • 2006 - 2008

    Estudo Ultra-sonográfico das Lesões de Tecidos Moles na Articulação Metacarpofalângica em Cavalos de Pólo, Descrição: Resumo: O Pólo é um dos jogos de times mais antigo do mundo. Com diverssos participantes no Brasil se dividindo entre São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasilia. A cada ano vem angariando mais adeptos e se sobressaindo como mais um esporte equestre difundido no Brasil. A região de maior amortecimento do impacto do galope durante as partidas de Pólo é a articulação metacarpofalângica, também chamada de boleto. As articulações resistem a forças de alto impacto, promovem estabilidade suportando peso máximo na fase de estação e em uma fração de segundos agem como roldanas de alta velocidade e baixa fricção, em articulações saudáveis, durante o movimento. Durante o treino ou partida de Pólo, a região metacarpofalângica sofre o estresse constante gerado pelo galope Isto faz com que o boleto seja constantemente acometido por lesões de esforço e trauma. Apesar do alto estresse ao qual os animais são submetidos e a alta prevalência de traumas em seus membros, é muito escassa a literatura técnico-científica voltada para lesões articulares em cavalos de Pólo. Neste estudo serão avaliados os bípedes torácicos de 18 eqüinos adultos(perfazendo um total de 36 boletos), entre machos e fêmeas, pesando de 350 a 480 quilogramas, com idade entre 4 e 12 anos, que apresentem deformidade e ou qualquer alteração morfológica na região metacarpofalângica e estejam sendo regularmente utilizados em jogos de Pólo. Através de minucioso exame ultra-sonográfico as lesões identificadas serão classificadas segundo a estrutura afetada, extensão (em centímetros) e área da lesão, grau de ecogenicidade, apresentação da lesão ( se focal ou difusa), severidade da lesão( leve, moderada e grave), tempo de instalação( aguda, sub aguda ou crônica). Este projeto vem a ser de grande relevância, pois fornecerá dados pouco explorados em cavalos destinados a esse jogo que tanto cresce em nosso país e no mundo; levando a correta identificação ultra-sonográfica, hoje escassa de publica. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Tatiana Noronha Golçalves Rodrigues - Integrante / Kate Moura da Costa Barcelos - Integrante / Ana Paula Balesdent Barreira - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal Fluminense - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2006 - 2008

    Avaliação clínica e da prevalência das principais lesões na articulação metacarpofalângica de cavalos de polo, Descrição: A articulação metacarpofalângica é uma das estruturas mais exigidas na vida atlética de cavalos de Pólo e por isso a sua avaliação é de extrema importância. Este trabalho tem como objetivo avaliar clinicamente a articulação metacarpofalângica de cavalos de Pólo, quantificar e qualificar as lesões encontradas, permitindo assim o conhecimento das principais lesões às quais os cavalos de Pólo estão submetidos e uma avaliação da técnica de treinamento utilizada. Serão utilizados 40 cavalos de Pólo com idades que variaram de 4 a 15 anos de idade, entre machos e fêmeas. Os animais seram submetidos à avaliação de suas articulações metacarpofalângicas. Essa avaliação consistirá do exame físico, clínico e radiológico das articulações metacarpofalângicas dos membros anteriores direito e esquerdo. Os resultados serão analisados individualmente e comparados entre si.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Wander Guimarães de Almeida - Integrante / Tatiana Noronha Golçalves Rodrigues - Integrante / Kate Moura da Costa Barcelos - Integrante / Ana Paula Balesdent Barreira - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal Fluminense - Auxílio financeiro.

  • 2005 - 2011

    Determinação da atividade da Fosfatase Alcalina no fluido epitelial pulmonar de eqüinos clinicamente sadios, Descrição: RESUMO: Doenças respiratórias são consideradas a segunda maior causa de queda do desempenho atlético eqüino, sendo responsáveis por perdas econômicas significativas e às vezes, difíceis de serem mensuradas. A utilidade das determinações das atividades enzimáticas no trato respiratório posterior como ferramenta diagnóstica já foi demonstrada para várias espécies. Porém, para a eqüina, nenhuma informação até o momento foi encontrada. Neste contexto, este projeto tem por objetivo determinar a atividade da Fosfatase Alcalina (FAL) no fluído epitelial pulmonar (FEP) de animais clinicamente sadios em diferentes faixas etárias. Para tal, serão utilizados 20 animais adultos, machos e fêmeas, sem histórico de doença respiratória nos últimos dois meses, clinicamente sadios conforme os resultados dos exames físicos, incluindo a vídeo-endoscopia e laboratoriais (leucograma, determinação da concentração de fibrinogênio plasmático, hemogasometria e citologia broncoalveolar). Os animais serão agrupados em quatro categorias segundo a faixa etária. As determinações da atividade da FAL serão realizadas por meio de espectrofotometria a partir de alíquotas do sobrenadante do lavado broncoalveolar preservadas em Nitrogênio líquido. Para a estimativa do FEP e da atividade da FAL no mesmo será realizada a correção da diluição provocada pelo lavado. Para tal, serão necessárias determinações da concentração da uréia no sobrenadante do LBA, bem como no soro sanguíneo, as quais serão realizadas por meio de espectrofotometria com técnica fundamentada no princípio de que a uréia, como molécula pequena, se difunde livremente pelos fluidos corporais e está em equilíbrio no plasma e no fluido epitelial pulmonar. Palavras-chaves: eqüino, lavado broncoalveolar, fosfatase alcalina. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Nádia Regina Pereira Almosny - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 1

  • 2005 - 2007

    BIÓPSIA HEPÁTICA POR VIA VIDEO-LAPAROSCÓPICA E PERFIL BIOQUÍMICO SÉRICO EM HEPATOPATIA INDUZIDA PELA OXITETRACICLINA EM EQÜINOS (Equus cabalus), Descrição: Resumo: Os protocolos adotados no tratamento das hemoparasitoses da espécie eqüina utilizam habitualmente a oxitetraciclina como agente único ou em associação. A metabolização hepática desta droga, com finalidade quimioterápica, sugere alto grau de toxicidade ao tecido, conforme estudos em outras espécies. O monitoramento do procedimento empregado suscita a necessidade da avaliação das funções hepáticas, através de perfil enzimático sérico e histológica através de biópsia. A biópsia hepática é um dos meios mais importantes de apoio clínico durante a fase de elaboração diagnóstica das hepatopatias agudas e crônicas. E para tal, as manobras rotineiramente empregadas que utilizam métodos invasivos e cegos, como a punção-biópsia percutânea por agulha fina, rotineiramente induzem a acidentes, por vezes, fatais. Neste mister, a vídeo-laparoscopia facilita tal procedimento, visto que, viabiliza o acesso direto ao órgão alvo por acesso minimamente invasivo e orientado, oferecendo ao operador e ao paciente, segurança necessária a intervenção e acurácia metodológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Orlei Justen dos Santos - Coordenador / Wander Guimarães de Almeida - Integrante / Maria Pia dos Santos Cunha - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 2

  • 2005 - 2007

    Determinação da atividade sérica das enzimas Aspartato Amino-transferase e Fosfatase Alcalina e da concentração sérica das Bilirrubinas em hepatopatia experimental induzida pelo cloridrato de tetraciclina em eqüinos (Equus caballus)., Descrição: Resumo: Os protocolos adotados no tratamento das hemoparasitoses da espécie eqüina utilizam habitualmente o cloridrato de tetraciclina como agente único ou em associação. A metabolização hepática desta droga, com finalidade quimioterápica, sugere alto grau de toxicidade ao tecido, conforme estudos em outras espécie. Neste estudo experimental será avaliado o comportamento da atividade sérica da Aspartato Amino-Transferase e Fosfatase Alcalina e a concentração sérica das Bilirrubinas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Orlei Justen dos Santos - Coordenador / Wander Guimarães de Almeida - Integrante / Maria Pia dos Santos Cunha - Integrante / Nádia Regina Pereira Almosny - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 2

  • 2004 - 2006

    Efeitos sistêmicos da solução oftálmica de maleato de timolol 0,5%: Avaliação das alterações eletrocardiopgráfica e da pressão arterial indireta (método oscilométrico) em cães hígidos, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Orlei Justen dos Santos - Coordenador / Riane Moreira Santos - Integrante / Mariana Boechat de Abreu - Integrante / Fábio de Oliveira Monteiro - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal Fluminense - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2004 - 2005

    ?AVALIAÇÃO LABORATORIAL DA ANTRACOSE EM EQÜINOS SADIOS E PORTADORES DE DOENÇA INFLAMATÓRIA DAS VIAS AÉREAS (DIVA)?, Descrição: Resumo: A antracose é uma pneumoconiose causada pela infiltração do pulmão por partículas de carvão. Embora costume ser inócua, sua evolução pode originar disfunções pulmonares graves, principalmente em profissionais que constantemente entram em contato com as partículas de carbono da poluição atmosférica. Ao serem inaladas, estas partículas podem ficar depositadas no epitélio das vias aéreas, iniciando a produção de citocinas e contribuindo para a resposta inflamatória. As afecções das vias aéreas interferem consideravelmente na performance dos eqüinos. Aqueles que vivem em centros urbanos desenvolvem este tipo de enfermidade com mais freqüência, o que parece indicar que a inalação de partículas minerais e metálicas suspensas no ar atmosférico tem um papel relevante no desenvolvimento de Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA). Trabalhos publicados já demonstraram a alta incidência de alterações pulmonares em eqüinos aparentemente sadios alojados em centros urbanos. Nesta pesquisa pretende-se comparar a porcentagem de pigmentos indicativos de antracose no interior dos macrófagos alveolares de eqüinos sadios e portadores de DIVA. Serão utilizados cinco cavalos sadios do Exército, usados para equitação, e cinco cavalos com DIVA da Polícia Militar do Rio de Janeiro, usados regularmente no policiamento urbano. Todos os animais serão mantidos em semelhantes condições de estabulação, alimentação e manejo higiênico-sanitário. De cada animal serão coletadas duas amostras de lavado broncoalveolar em tempos distintos. A partir de citocentrifugação serão confeccionadas lâminas de cada amostra e fixadas para coloração específica para ferro e melanina. A antracose será avaliada citologicamente a partir da contagem de 100 macrófagos/lâmina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Orlei Justen dos Santos - Integrante / Vanessa Viscardi - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Avaliação dos efeitos das células mononucleares derivadas de medula óssea sobre o processo inflamatório e sobre a função do macrófago alveolar em equinos com obstrução recorrente das vias aéreas., Descrição: O cavalo desenvolve naturalmente um quadro de inflamação pulmonar crônica semelhante à asma, a obstrução recorrente das vias aéreas (ORVA), que faz desta espécie um modelo de estudo. A terapia celular apresenta efeitos benéficos em doenças das vias aéreas, mas ainda não foi estudada nos cavalos. A hipótese do presente projeto é que a instilação traqueal de células mononucleares autólogas derivadas da medula óssea (CMDMO) possui efeito benéfico sobre o processo inflamatório em cavalos com ORVA, influenciando a função de macrófago alveolar. Serão estudados cavalos com ORVA, divididos aleatoriamente em dois grupos onde a doença será induzida sacudindo-se feno por dois minutos próximo às narinas, duas vezes ao dia, até o quadro clínico atingir o escore 10 segundo Tesarowski et al. (1996). Após o exame físico, os animais serão sedados e, será realizado o exame broncoscópico. Será procedido o lavado broncoalveolar (LBA) instilando-se 500mL de solução salina e recuperando-se em seguida. Após processamento do LBA será realizado: contagem do número total de células nucleadas, avaliação citológica diferencial, avaliação da função de macrófago alveolar (adesão, fagocitose, produção de ânion superóxido e de peróxido de hidrogênio), concentração de proteínas e nitritos. Medula óssea será colhida a partir da quinta esternébra, células mononucleares serão isoladas. As CMDMO serão diluídas em 16 mL de solução fisiológica. No grupo Gcel (n=6) os cavalos receberão instilação traqueal de CMDMO enquanto no grupo Gdex (n=6) receberão dexametasona oral. Os cavalos serão reavaliados pelos mesmos procedimentos aos 7 e 21 dias após o tratamento... , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Integrante / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Pedro Vicente Michelloto Junior - Coordenador / Anita Nishiyama - Integrante / Cláudia Turra Pimpão - Integrante / Paulo Roberto Slud Brofman - Integrante / Carmen Lúcia K Rebelatto - Integrante / Luiz Guilherme Capriglione - Integrante / Lidiane Maria Boldrini Leite - Integrante / Gabriel Martins - Integrante / Fernanda Cristina Mendes Barussi - Integrante / Fernanda Zettel Bastos - Integrante / Alexandra Senegaglia - Integrante.

  • 2019 - Atual

    DESENVOLVIMENTO E PADRONIZAÇÃO DE ENSAIOS IMUNOENZIMÁTICOS (ELISA) PARA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO PLASMA RICO EM PLAQUETAS (PRP) BIOTECNOLOGICAMENTE PROCESSADO E DE SEU USO COMO TERAPIA REGENERATIVA PARA ENFERMIDADES INFLAMATÓRIAS PULMONARES E PARA A HEMO, Descrição: Neste ano o segmento do agronegócio do cavalo no Brasil deverá atingir R$ 5,84 bilhões. Dessa forma, a atenção e o investimento na medicina equina esportiva se fazem necessários. Dentre as enfermidades que mais acometem equinos estão a Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA), Obstrução Recorrente das Vias Aéreas (ORVA) e a Hemorragia Pulmonar Induzida pelo Exercício (HPIE). Proteínas que atuem como biomarcadores de lesão tais como TNF- α, proteína surfactante D (PS-D) e a P-selectina já estão sendo investigadas nessas enfermidades. Com relação ao tratamento e controle da DIVA e da HPIE, terapias com o plasma rico em plaquetas (PRP) estão sendo estudadas, por ser uma fonte autógena de fatores de crescimento (FC), que permitem acelerar o processo de regeneração tecidual. A produção do PRP requer tempo e os FC possuem uma meia-vida curta, tornando necessária a liofilização do mesmo pois melhora a estabilidade e permite o armazenamento a longo prazo. Essa proposta pretende desenvolver e padronizar testes ELISA para avaliação da qualidade do plasma rico em plaquetas (PRP) biotecnologicamente processado e de seu uso como terapia regenerativa para enfermidades inflamatórias pulmonares e para a hemorragia pulmonar induzida pelo exercício em equinos. Essa proposta é de grande impacto sobre o desenvolvimento científico e tecnológico do Estado do Rio de Janeiro e do Brasil, uma vez que existe a possibilidade de desenvolvimento de patentes de processos e produtos inovadores, além disso essas metodologias serão necessárias para a execução de cinco subprojetos ligados ao projeto E-26/010.001900/2015, ao qual esta proposta também está vinculada. Serão determinados os coeficientes de variação intra e inter-ensaio, e a avaliação da significância dos testes de ELISA será feita pelo teste t de Student. A análise estatística da padronização dos ELISA e dos resultados será feita pelo método TG-ROC.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Stephania de Miranda Silva - Integrante / Leila Cardozo Ott - Integrante / Marcelo Abrahão Strauch - Integrante / Daniela Grosso - Integrante.

  • 2019 - Atual

    DESENVOLVIMENTO E PADRONIZAÇÃO DE ENSAIOS IMUNOENZIMÁTICOS (ELISA) PARA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO PLASMA RICO EM PLAQUETAS (PRP) BIOTECNOLOGICAMENTE PROCESSADO E DE SEU USO COMO TERAPIA REGENERATIVA PARA ENFERMIDADES INFLAMATÓRIAS PULMONARES E PARA A HEMO, Descrição: Neste ano o segmento do agronegócio do cavalo no Brasil deverá atingir R$ 5,84 bilhões. Dessa forma, a atenção e o investimento na medicina equina esportiva se fazem necessários. Dentre as enfermidades que mais acometem equinos estão a Doença Inflamatória das Vias Aéreas (DIVA), Obstrução Recorrente das Vias Aéreas (ORVA) e a Hemorragia Pulmonar Induzida pelo Exercício (HPIE). Proteínas que atuem como biomarcadores de lesão tais como TNF- , proteína surfactante D (PS-D) e a P-selectina já estão sendo investigadas nessas enfermidades. Com relação ao tratamento e controle da DIVA e da HPIE, terapias com o plasma rico em plaquetas (PRP) estão sendo estudadas, por ser uma fonte autógena de fatores de crescimento (FC), que permitem acelerar o processo de regeneração tecidual. A produção do PRP requer tempo e os FC possuem uma meia-vida curta, tornando necessária a liofilização do mesmo pois melhora a estabilidade e permite o armazenamento a longo prazo. Essa proposta pretende desenvolver e padronizar testes ELISA para avaliação da qualidade do plasma rico em plaquetas (PRP) biotecnologicamente processado e de seu uso como terapia regenerativa para enfermidades inflamatórias pulmonares e para a hemorragia pulmonar induzida pelo exercício em equinos. Essa proposta é de grande impacto sobre o desenvolvimento científico e tecnológico do Estado do Rio de Janeiro e do Brasil, uma vez que existe a possibilidade de desenvolvimento de patentes de processos e produtos inovadores, além disso essas metodologias serão necessárias para a execução de cinco subprojetos ligados ao projeto E-26/010.001900/2015, ao qual esta proposta também está vinculada. Serão determinados os coeficientes de variação intra e inter-ensaio, e a avaliação da significância dos testes de ELISA será feita pelo teste t de Student. A análise estatística da padronização dos ELISA e dos resultados será feita pelo método TG-ROC.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (2) Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Daniel Augusto Barroso Lessa - Coordenador / Nayro Xavier de Alencar - Integrante / Stephania de Miranda Silva - Integrante / Leila Cardozo Ott - Integrante / Marcelo Abrahão Strauch - Integrante / Daniela Grosso - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Classificado entre os 10 melhores trabalhos da área de Ciências Agrárias no Prêmio UFF Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia do XXVI Seminário de Iniciação Científica, PROPPI-UFF.

2012

Primeiro lugar na categoria relato de caso: Diagnóstico e tratamento de enteropatia proliferativa por Lawsonia intracelullaris em potro, FEI/CBH.

2011

Destaque área de Pesquisa 2011, CRMV RJ/SINDAN.

2009

Segundo lugar na catergoria melhor trabalho do evento VIII Forum e VII Jornada Científica em Medicina Veterinária: "Association of conventional and stem cells therapy in a total hoof avultion case", Curso de Medicina Veterinária/UCB/RJ.

2008

Segundo lugar na catergoria trabalho científico Trabalho: Estimativa do volume de fluido epitelial pulmonar no equino, FEI/CBH/ABRAVEQ.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal Fluminense, Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária. , Rua Vital Brazil Filho, Vital Brazil, 24230340 - Niterói, RJ - Brasil, Telefone: (21) 26297404, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2009 - Atual

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2007 - Atual

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Lider de Grupo de Pesquisa, Carga horária: 15

Outras informações:
Atuação como lider do grupo de pesquisa HIPIATRAS (Grupo de pesquisa em medicina de eqüídeos)

2019 - 2019

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Vice Coordenador PPGMV Clinica e Rep Animal, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
mmmmm

2018 - 2018

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Vice Coordenador PPGMV Clinica e Rep Animal, Regime: Dedicação exclusiva.

2017 - 2017

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Vice Coordenador PPGMV Clinica e Rep Animal, Regime: Dedicação exclusiva.

2007 - 2009

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2005 - 2007

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2003 - 2005

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2003 - 2003

Universidade Federal Fluminense

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Entre fevereiro de 2003 e dezembro do mesmo ano estive com afastamento integral para para completar o curso de doutorado na FMVZ/USP - SP

Atividades

  • 03/2008

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Cargo ou função, Membro da Comissão Departamental para Progressão Funcional.

  • 08/2007

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Cargo ou função, Membro suplente do Colegiado de Unidade.

  • 03/2007

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Projeto Reuniões Clínicas de Grandes Animais/2007.

  • 03/2007

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Sessões Clínicas de Grandes Animais.

  • 03/2007

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, ?INTEGRAÇÃO FAZENDA ESCOLA DE CACHOEIRAS DE MACACU: ENSINO, PESQUISA, PRODUÇÃO E ATENDIMENTOS A PRODUTORES RURAIS?.

  • 03/2007

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Projeto Policlínica/2007.

  • 05/2006

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Cargo ou função, Presidente da Comissão para elaboração do Projeto para Criação do HUMVGA.

  • 05/2006

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Cargo ou função, Presidente da Comissão para elaboração do Projeto para Criação do HUMVGA.

  • 01/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Cargo ou função, Membro da Comissão Departamental para Avaliação de Projetos.

  • 01/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Cargo ou função, Comissão Departamental para Avaliação de Projetos.

  • 09/2004

    Ensino, Clinica Veterinaria, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicoas em Clínica Médica de Grandes Animais, Tópicos em Cardiologia Veterinária

  • 08/2004

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Linhas de pesquisa

  • 03/2004

    Ensino, Medicina Veterinária ( Clínica e Reprodução Animal), Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Responsável pela Disciplina CMV 00176, Tópicos especiais em clínica médica de grandes animais

  • 03/2004

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Integração da Fazenda-Escola em Cachoeira de Macacu-Ensino, Pesquisa, Produção e Atendimento-Consultoria.

  • 03/2004

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Orientação didático-pedagógica dos estagiários do projeto de extensão Policlínica Veterinária.

  • 01/2004

    Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Clínica Médica de Grandes Animais

  • 03/2006 - 12/2006

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Projeto Reuniões Clínicas de Grandes Animais/2006.

  • 03/2006 - 12/2006

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Projeto Policlínica/2006.

  • 03/2005 - 12/2005

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Projeto Reuniões Clínicas de Grandes Animais/2005.

  • 03/2005 - 12/2005

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Projeto Policlínica/2005.

  • 03/2004 - 12/2004

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Projeto Reuniões Clínicas de Grandes Animais/2004.

  • 03/2004 - 12/2004

    Extensão universitária , Centro de Ciências Médicas, Faculdade Veterinária.,Atividade de extensão realizada, Projeto Policlínica/2004.

1999 - 2003

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Afastado a partir de janeiro de 2000 para cursar doutorado na FMVZ/USP

1997 - 1999

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 10/2002 - 10/2002

    Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Aula "Cicatrização do casco dos eqüinos na disciplina de Cicatrização-Aspectos clínicos, cirúrgicos e experimentais.

  • 04/1997 - 12/1999

    Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Clínica Médica III, Clínica de Equïnos, Clínica Médica I, Clínica Médica II, Clínica Médica IV, Propedêutica Clínica

  • 04/1997 - 06/1999

    Extensão universitária , Instituto de Veterinária, Departamento de Medicina e Cirurgia.,Atividade de extensão realizada, Atendimento Clínico no Hospital Veterinário de Grandes Animais.

  • 10/1997 - 03/1998

    Direção e administração, Instituto de Veterinária, Departamento de Medicina e Cirurgia.,Cargo ou função, Coordenador do Setor de Grandes Animais.

  • 10/1995 - 10/1995

    Ensino, Biologia Animal, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Aula "Músculos-Bioquímica e Fisiologia do Exercício na disciplina Anatomia especial