Alex Becker Monteiro

Tecnólogo em Irrigação e Drenagem formado pelo Instituto Federal Farroupilha - Campus São Vicente do Sul (2010 - 2014). Atuando nos seguintes projetos: Extensão: Experiências Inovadoras em Extensão Rural na Agricultura Familiar na Região de Abrangência do Instituto Federal Farroupilha Campus São Vicente do Sul (2011 - 2012); Pesquisa: Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado; Influência de diferentes lâminas de irrigação sob a produtividade final de cinco híbridos de milho. Doutor e Mestre em Ciências - Área de concentração: Manejo e Conservação do Solo e da Água pela Universidade Federal de Pelotas (PPG - MACSA). Título da Dissertação: Variabilidade dos componentes de produtividade em pomar de pessegueiro irrigado em função da granulometria do solo (2014 - 2015). Título da Tese: Desenvolvimento e avaliação agronômica de substratos formulados a partir de biochar de lodo de esgoto (2015 - 2019). Graduando em Agronomia pela Universidade Federal de Pelotas (2016 - Atual). Também atuo no desenvolvimento de novos insumos na Embrapa Clima Temperado, Pelotas-RS, atuando no projeto: Pesquisa e desenvolvimento do potencial do uso agrícola de lodos de estações de tratamento de água e de esgoto. Junto a Universidade Federal de Pelotas atuo no projeto Efeito da irrigação sobre os componentes de produção de um pomar de pessegueiro, cultivar Esmeralda. Tenho experiência no manejo da irrigação via clima, solo e planta em culturas anuais e frutíferas de clima temperado.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Manejo e Conservação do Solo e da Água

2015 - 2019

Universidade Federal de Pelotas
Título: Desenvolvimento e avaliação agronômica de substratos formulados a partir de biochar de lodo de esgoto
Luis Carlos Tim. Coorientador: Adilson Luís Bamberg; Ivan dos Santos Pereira. Bolsista do(a): Fundação de Apoio a Pesquisa Edmundo Gastal, FAPEG, Brasil.

Mestrado em Manejo e Conservação do Solo e da Água

2014 - 2015

Universidade Federal de Pelotas
Título: Variabilidade dos componentes de produtividade em pomar de pessegueiro irrigado em função da granulometria do solo,Ano de Obtenção: 2015
Luís Carlos Timm.Coorientador: Carlos Reisser Júnior. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, FAPERGS, Brasil. Palavras-chave: Prunus persica (L.); Irrigação; Produção; Crescimento; Desenvolvimento.

Graduação em andamento em Agronomia

2016 - Atual

Universidade Federal de Pelotas

Graduação em Irrigação e Drenagem

2011 - 2013

Instituto Federal Farroupilha, IF-Farroupilha
Título: Espaçamento entre Linhas de Semeadura e Produtividade da Cultura do Milho Irrigado
Orientador: Rodrigo Elesbão de Almeida

Ensino Médio (2º grau)

2007 - 2010

INSTITUTO ESTADUAL PROFESSORA GUILHERMINA JAVORSKI

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Planejamento Ambiental. (Carga horária: 40h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.

2020 - 2020

Viticultura: conceitos básicos. (Carga horária: 60h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.

2020 - 2020

Agricultura e Desenvolvimento Rural Sustentável. (Carga horária: 40h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.

2019 - 2019

Redação de Patentes, Além dos Guias + Oficinas Práticas. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2018 - 2018

Introdução a Avaliação de Equipamentos de Irrigação. (Carga horária: 4h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2018 - 2018

Avaliação de Equipamentos de Irrigação. (Carga horária: 10h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2018 - 2018

Manejo da Irrigação: como, quando e quanto irrigar?. (Carga horária: 10h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2018 - 2018

Curso de Compostagem. (Carga horária: 10h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2018 - 2018

Práticas Mecânicas de Conservação de Água e Solo. (Carga horária: 40h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2018 - 2018

Introdução ao Manejo da Irrigação: como, quando e quanto irrigar. (Carga horária: 4h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2016 - 2016

Alinhamento para Aplicação de Exames e Avaliações do Inep. (Carga horária: 20h). , Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.

2016 - 2016

IrrigaWeb - Capacitação em Uso e Manejo de Irrigação. (Carga horária: 200h). , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.

2013 - 2013

Elaborando um Plano de Negócio. (Carga horária: 8h). , Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Porto Alegre, SEBRAE/RS, Brasil.

2011 - 2011

Sistematização de Experiências - Projeto. (Carga horária: 30h). , Instituto Federal Farroupilha - Campus São Vicente do Sul, IFF-SVS, Brasil.

2011 - 2011

Elaboração de projetos. (Carga horária: 20h). , Instituto Federal Farroupilha - Campus São Vicente do Sul, IFF-SVS, Brasil.

2011 - 2011

1º Seminário de Desenvolvimento Rural. (Carga horária: 8h). , Instituto Federal Farroupilha - Campus São Vicente do Sul, IFF-SVS, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

MONTEIRO, A. B. . III Congresso Brasileiro de Rochagem. 2016. (Congresso).

MONTEIRO, A. B. . X Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo. 2014. (Outro).

MONTEIRO, A. B. . 1º Dia de Campo Sobre Sistemas de Produção Agropecuária. 2013. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

5ª Semana Integrada de Inovação, Ensino, Pesquisa e Extensão. 2019. (Outra).

VII Diálogos do Saneamento. 2018. (Outra).

XI Encontro Nacional sobre Substratos para Plantas - ENSUB.Efeito da composição de substratos em diferentes níveis de retenção de água. 2018. (Encontro).

Conferência Estadual de Conservação de Solo e Água.Conferência Estadual de Conservação de Solo e Água. 2016. (Outra).

III Congresso Brasileiro de Rochagem. III Congresso Brasileiro de Rochagem. 2016. (Congresso).

3rd Brazilian Soil Physics Meeting / 3 Encontro Brasileiro de Física do Solo.Calibration of a capacitance water content probe in an aquertic hapludalf soil.. 2015. (Encontro).

VI Encuentro Latinoamericano Prunus Sin Fronteras.Influência da aplicação de água e da evapotranspiração na variação do potencial de água no ramo de pessegueiro. 2015. (Encontro).

XVII ENPOS - Encontro de Pós-Graduação UFPel.ESPAÇAMENTO ENTRE LINHAS DE SEMEADURA E PRODUTIVIDADE DA CULTURA DO MILHO IRRIGADO. 2015. (Encontro).

XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. DESEMPENHO DE UMA SONDA DE CAPACITÂNCIA E DE SENSORES WATERMARK COM BASE NA UMIDADE GRAVIMÉTRICA EM UM ARGISSOLO BRUNO-ACIZENTADO. 2015. (Congresso).

I Seminário Ambiental Rural. 2014. (Seminário).

X Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo. 2014. (Outra).

1 Concurso de Planos de Negócios. Desenvolvimento de Soluções em Topografia, Irrigações e Uso da Água. 2013. (Feira).

1 Dia de Campo Sobre Sistemas de Produção Agropecuária.Milho em Diferentes Espaçamentos. 2013. (Outra).

6ª Semana Tecnológica de Gestão Pública. 2013. (Outra).

I SEDI - Seminário de Educação, Diversidade e Inclusão. 2013. (Seminário).

IV Mostra da Educação Profissional e Tecnológica (MEPT). 2013. (Congresso).

Seminário Regional: Aprendendo com os Mercados Locais. 2013. (Seminário).

III Jornada de Iniciação Científica e I Mostra de Extensão. 2011. (Outra).

III Jornada de Iniciação Científica e I Mostra de Extensão.Agroindústrias na Região de Abrangência do Intituto Federal Farroupilha - Campus São Vicente do Sul. 2011. (Outra).

II Mostra de Educação Profissional e Tecnológica. Sistematização de Experiências Inovadoras na Região de Abrangência do IFFarroupilha - Campus São Vicente do Sul. 2011. (Congresso).

II Mostra de Educação Profissional e Tecnológica. 2011. (Congresso).

IV Jornada de Produção Científica de Educação Profissional e Tecnoloógica da Região Sul. Sistematização de Experiências Inovadoras na Região de Abrangência do IFFarroupilha - Campus São Vicente do Sul. 2011. (Congresso).

IV Jornada de Produção Científica de Educação Profissional e Tecnoloógica da Região Sul. Agroindústrias na Região de Abrangência do Intituto Federal Farroupilha - Campus São Vicente do Sul. 2011. (Congresso).

Projeto de Extensão - 1 Seminário de Desenvolvimento Rural - Casa Familiar Rural do Vale do Jaguari. 2011. (Oficina).

VIII Semana Tecnológica do Curso Técnico em Secretariado. 2011. (Outra).

Projeto de Incentivo Profissional. 2008. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

MONTEIRO, A. B.. 9 Siepex - Salão Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão da Uergs. 2019. Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

MONTEIRO, A. B.. VII Encontro de Iniciação Científica e Pósgraduação da Embrapa Clima Temperado Ciência na prática. 2018. Embrapa Clima Temperado.

MONTEIRO, A. B.. ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE FIGUEIRA COM E SEM FOLHAS EM DIFERENTES SUBSTRATOS. 2017. Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

MONTEIRO, A. B.. 6ª MOSTRAROB - MOSTRA DE ROBÓTICA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. 2017. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

MONTEIRO, A. B.. Aplicador do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem. 2016. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Joel Cordeiro da Silva

ALMEIDA, R.E. de;SILVA, Joel Cordeiro da; MALDANER, Ivan. Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal Farroupilha.

Rodrigo Elesbao de Almeida

ALMEIDA, R. E.; SILVA, D. R. O.. Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividades da cultura do milho irrigado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Superior de tecnologia em irrigação e drenagem) - INST FEDER FARROUPILHA.

Luís Carlos Timm

TIMM, L. C.; HERTER, F. G.; Sá, J. S. de. Manejo diferenciado de pomar de pessegueiro baseado na variabilidade espacial de atributos do solo. 2015. Dissertação (Mestrado em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas.

Luís Carlos Timm

SCHAFER, G.;STUMPF, L.TIMM, L. C.. Características físico-hídricas e desempenho agronômico de substratos formulados a partir de biochar de lodo de esgoto. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas.

CLÁUDIA LIANE RODRIGUES DE LIMA

LIMA, C. L. R.; SOUSA, R.O.; BAMBERG, A.L.. Potencial de uso de biossólidos como insumos para o uso seguro na agricultura como condicionadores de solos e substratos para mudas. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas.

Lizete Stumpf

TIMM, L. C.; SCHAFER, G.;STUMPF, L.. Características físico-hídricas e desempenho agronômico de substratos formulados a partir de biochar de lodo de esgoto. 2019. Tese (Doutorado em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas.

FLAVIO GILBERTO HERTER

HERTER, F. G.; SA, J. S.; TIMM, L. C.. manejo diferenciado de pomar de pessegueiro baseado na variabilidade espacial de atributos do solo. 2015. Dissertação (Mestrado em Pós graduação em manejo e conservação do solo e da agua) - Universidade Federal de Pelotas.

Jocelito Saccol de Sá

TIMM, L. C.;SA, J. S. de; HERTER, F. G.. Variabilidade dos componentes de produtividade em pomar de pessegueiro irrigado. 2015. Dissertação (Mestrado em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Rodrigo Elesbao de Almeida

Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Irrigação e Drenagem) - Instituto Federal Farroupilha; Orientador: Rodrigo Elesbao de Almeida;

Carlos Reisser Junior

Variabilidade dos componentes de produtividade em pomar de pessegueiro irrigado em função da granulometria do solo; 2015; Dissertação (Mestrado em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Coorientador: Carlos Reisser Júnior;

Ivan dos Santos Pereira

Avaliação físico-hídrica de biossólidos na composição de substratos para três espécies de mudas de plantas; Início: 2019; Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas; (Coorientador);

Luís Carlos Timm

Variabilidade dos componentes de produtividade em pomar de pessegueiro irrigado em função da granulometria do solo; 2015; Dissertação (Mestrado em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Luís Carlos Timm;

Luís Carlos Timm

Desenvolvimento e avaliação agronômica de substratos formulados a partir de biochar de lodo de esgoto; 2019; Tese (Doutorado em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas, Fundação de Apoio a Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário Edmundo Gastal; Orientador: Luís Carlos Timm;

Adilson Luis Bamberg

Desenvolvimento e avaliação agronômica de substratos formulados a partir de biochar de lodo de esgoto; 2019; Tese (Doutorado em Manejo e Conservação do Solo e da Água) - Universidade Federal de Pelotas, Fundação de Amparo à Pesquis Edmundo Gastal; Coorientador: Adilson Luís Bamberg;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • OLDONI, H. ; TERRA, V. S. S. ; TIMM, L. C. ; REISSER JUNIOR, C. ; MONTEIRO, A. B. . Delineation of management zones in a peach orchard using multivariate and geostatistical analyses. SOIL & TILLAGE RESEARCH , v. 191, p. 1-10, 2019.

  • MONTEIRO, A. B. ; BAMBERG, A. L. ; PEREIRA, I. S. ; STOCKER, C. M. ; TIMM, L. C. . Características físico-hídricas de substratos formulados com lodo de esgoto na produção de mudas de acácia-negra. CIÊNCIA FLORESTAL (ONLINE) , v. 29, p. 1428, 2019.

  • MARTINAZZO, ROSANE ; POSSER SILVEIRA, CARLOS AUGUSTO ; BAMBERG, ADILSON LUÍS ; STUMPF, LIZETE ; STOCKER, CRISTIANE MARILIZ ; MONTEIRO, ALEX BECKER ; PEREIRA, IVAN DOS SANTOS ; RIBEIRO, PABLO LACERDA ; GIACOMINI, SANDRO JOSÉ . Incorporation of retorted oil shale in Brazilian agricultural soil: An assessment of impacts after successive applications. JOURNAL OF CLEANER PRODUCTION , v. 1, p. 118652, 2019.

  • MONTEIRO, A. B. ; TIMM, L. C. ; REISSER JUNIOR, C. ; ROMANO, L. R. ; TOEBE, M. . INFLUENCE OF IRRIGATION AND SOIL TEXTURE IN THE GROWTH OF PEACH TREE BRANCHES AND FRUITS OF cv. ESMERALDA. IRRIGA , v. 24, p. 610-623, 2019.

  • MONTEIRO, A. B. ; REISSER JUNIOR, C. ; ROMANO, L. R. ; TIMM, L. C. ; TOEBE, M. . Water potential in peach branches as a function of soil water storage and evaporative demand of the atmosphere. Revista Brasileira de Fruticultura , v. 40, p. 1-9, 2018.

  • RIBEIRO, P. L. ; BAMBERG, A. L. ; KUNDE, R. J. ; STOCKER, C. M. ; MONTEIRO, A. B. ; MARTINAZZO, R. . Condições físicas de Chernossolos cultivados com soja na bacia hidrográfica do Rio Santa Maria, RS. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS , v. 13, p. 1-8, 2018.

  • STOCKER, C. M. ; MONTEIRO, A. B. ; BAMBERG, A. L. ; CARDOSO, J. H. ; MARTINAZZO, R. ; LIMA, A. C. R. . Estoques de carbono de um Argissolo sob sistema agroflorestal. Cadernos Agroecológicos , v. 13, p. 1-7, 2018.

  • STOCKER, C. M. ; MONTEIRO, A. B. ; BAMBERG, A. L. ; CARDOSO, J. H. ; MORSELLI, T. B. G. A. ; LIMA, A. C. R. . Bioindicadores da qualidade do solo em sistemas agroflorestais. REVISTA CONGREGA URCAMP (CD-ROM) , v. 14, p. 848-859, 2017.

  • MONTEIRO, A. B. ; PEREIRA, I. S. ; STOCKER, C. M. ; PERES, M. A. ; MARTINAZZO, R. ; BAMBERG, A. L. ; TIMM, L. C. . Substratos a base de lodo de esgoto solarizado e pirolizado para produção de mudas de alface. REVISTA CONGREGA URCAMP (CD-ROM) , v. 14, p. 2571-2583, 2017.

  • STOCKER, C. M. ; MONTEIRO, A. B. ; CARVALHO, J. S. ; SILVA, D. R. ; MORSELLI, T. B. G. A. . Utilização de substratos orgânicos para a produção de mudas de Couve-brocoli. REVISTA CONGREGA URCAMP (CD-ROM) , v. 14, p. 2652-2661, 2017.

  • STOCKER, C. M. ; MONTEIRO, A. B. ; SILVA, D. R. ; KUNDE, R. J. ; MORSELLI, T. B. G. A. . SUBSTRATOS ALTERNATIVOS PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE ALFACE EM SISTEMA ORGÂNICO. REVISTA CONGREGA URCAMP (CD-ROM) , v. 13, p. 1113-1122, 2016.

  • MONTEIRO, A. B. ; MANKE, E. B. ; GRECCO, M. F. ; PRIEBE, P. S. ; SILVEIRA, S. C. R. ; FIALHO, G. S. . USO DE SUBSTRATOS ALTERNATIVOS PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE ALFACE (LACTUCA SATIVA L.). Revista UniVap , v. 22, p. 234, 2016.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - 2019

    Avaliação físico-hídrica de biossólidos na composição de substratos para três espécies de mudas de plantas, Descrição: O lodo de esgoto vem sendo bastante aproveitado na agricultura, pois pode propiciar melhorias na qualidade do solo e retorno econômico, pois diminui a utilização de fertilizantes. No entanto, a maioria do lodo de estação de tratamento de esgoto (LETE) produzido no Brasil ainda não é aproveitado para fins agrícolas, sendo disposto na maioria das vezes de maneira inadequada. O objetivo do presente projeto é o de desenvolver e avaliar substratos a partir de LETEs para a produção de mudas, considerando o uso seguro na agricultura e a sua eficiência agronômica. Os LETEs utilizados serão provenientes de três Estações de Tratamento de Esgoto, oriundos das cidades de Passo Fundo, Santa Maria e Rio Grande, pertencentes à Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN). Estes serão previamente caracterizados quimicamente, quanto a presença de elementos potencialmente tóxicos, patogênicos e metais pesados. Para a avaliação do potencial físico-hídrico de biossólidos como misturas de substratos para plantas serão conduzidos três experimentos: 1- desenvolvimento de diferentes misturas a base de LETEs com resíduos oriundos da cadeia produtiva do arroz, da madeira e mineração; 2- caracterização físico-hídrica e química das diferentes combinações de matérias-primas com LETEs; 3- avaliação da resposta de três espécies de plantas: Acácia Mollissima (Acácia Negra), Lactuca sativa (Alface), Nicotiana tabacum (Fumo) a diferentes substratos à base de LETEs quanto à produção de mudas. A partir dos três experimentos será avaliado o potencial de LETEs como misturas de substratos, combinados individualmente com diferentes matérias-primas de ocorrência regional, geralmente utilizadas para a produção de substratos comerciais. Também serão avaliadas variáveis físico-hídricas dos substratos e a resposta de três espécies de plantas: Acácia Mollissima (Acácia Negra), Lactuca sativa (Alface), Nicotiana tabacum (Fumo) aos diferentes substratos desenvolvidos no experimento 1. Espera-se a partir dos resultados: i. elaboração e identificação de mistura(s) a base de LETEs e de resíduos de processos agroindustriais e industriais das cadeias produtivas do arroz, da madeira e mineração considerando o seu uso seguro na agricultura; ii. caracterização de diferentes misturas de LETEs, considerando aspectos de retenção e disponibilidade de água em substratos e seus aspectos nutricionais; e iii. avaliação do potencial agronômico de pelo menos um substrato contendo LETEs para produção de mudas de acácia, fumo e alface.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Luís Carlos Timm - Coordenador / VITOR EMANUEL QUEVEDO TAVARES - Integrante / Adilson Luís Bamberg - Integrante / Thaís Wacholz Kohler - Integrante / Natiele Kleemann - Integrante / Gabriel Pereira Vogel - Integrante / Ivan dos Santos Pereira - Integrante / Mariana Teixeira da Silva - Integrante.

  • 2014 - 2019

    Efeito da irrigação sobre os componentes de produção de um pomar de pessegueiro, cultivar Esmeralda, Descrição: O pessegueiro tem sido uma boa opção para os produtores que buscam alternativas para suas propriedades. A técnica de irrigação pode oferecer para o agricultor maior garantia na sua produção, propiciando uma maior estabilidade e confiança do investimento realizado, bem como agregar valor de mercado ao produto, especialmente no fruto destinado ao mercado ?in natura?. O presente trabalho tem os seguintes objetivos: i) determinar o melhor manejo da irrigação para o pessegueiro; ii) determinar o nível de estresse do pessegueiro para as condições do Sul do Brasil; iii) avaliar a influência da textura do solo no manejo de irrigação no pomar de pessegueiro; e iv) avaliar a influência da irrigação durante o estádio de pós-colheita no crescimento e desenvolvimento e na produtividade do pessegueiro. O pomar foi implantado com a cultivar Esmeralda e atualmente possui 7 anos de idade. O espaçamento entre plantas é de 1,7 m e entre linhas de 5,5 m, sendo que a área experimental possui aproximadamente 1,8 ha (total de 18 linhas). Entre 2010 e 2012, foram selecionadas 101 plantas aleatoriamente, sendo coletadas amostras de solo, com estrutura deformada, nas camadas de 0,00-0,10 m e 0,10-0,20 m, ao lado de cada uma das 101 plantas, onde foram determinados os teores de areia, silte e argila. O mapa de distribuição espacial da textura do solo norteou a seleção de quatro linhas de plantas onde será instalado um sistema de irrigação por gotejamento em duas linhas, sendo as outras duas sem irrigação. O delineamento experimental será em blocos, com 20 plantas por bloco, que serão selecionadas através da avaliação do diâmetro de tronco. A lâmina de irrigação a ser aplicada será avaliada levando em consideração parâmetros do solo, da planta e do clima. A condição hídrica da planta será avaliada medindo-se o seu potencial de água. Serão avaliados os seguintes atributos da planta: crescimento do diâmetro de caule, curva de crescimento de ramos, época do período de dormência, produção total, crescimento do fruto e sólidos solúveis totais. O efeito da irrigação no pessegueiro será avaliado por meio da estatística experimental e as possíveis relações entre os atributos do solo, da planta e do clima serão avaliados por meio da análise estatística multivariada. Espera-se estabelecer e indicar para os produtores de pessegueiro da metade Sul do Rio Grande do Sul o correto manejo da irrigação para o pessegueiro e a formação de um Doutor e um Mestre em Manejo e Conservação do Solo e da Água.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Luciano Recart Romano - Integrante / Carlos Reisser Junior - Integrante / Luís Carlos Timm - Coordenador / Ledemar Carlos Vahl - Integrante / Rodrigo Valandro Mazzaro - Integrante / Flavio Luiz Carpena Carvalho - Integrante / José Francisco Martins Pereira - Integrante / LUCIANA MARINI KOPP - Integrante / OSVALDO RETTORE NETO - Integrante / Ricardo Alexandre Valgas - Integrante / VITOR EMANUEL QUEVEDO TAVARES - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 29º41?30? e longitude 54º40?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    INFLUÊNCIA DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO SOB A PRODUTIVIDADE FINAL DE CINCO HÍBRIDOS DE MILHO., Descrição: O presente trabalho tem por objetivo verificar o efeito do manejo da irrigação sobre o desenvolvimento e produção da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido na área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, latitude 2941?30? e longitude 5440?46?. Serão avaliadas cinco cultivares de milho e dois manejos da irrigação. As plantas de milho receberão irrigação repondo a evapotranspiração da cultura, calculada em função do método do tanque classe A e de acordo com os respectivos Kcs da cultura, definidos pela escala fenológica da mesma (ALLEN et all, 2006). O delineamento utilizado será inteiramente casualizado, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de um híbrido de milho com um manejo de irrigação, dessa combinação serão obtidos oito tratamentos (quatro híbridos e dois manejos de irrigação) e quatro repetições totalizando 32 parcelas experimentais. As parcelas experimentais apresentarão 21 metros de comprimento e sete linhas de semeadura espaçadas de 0,45 metros entre linhas. A semeadura mecanizada será realizada em sistema de plantio direto sob palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada na segunda quinzena de outubro. As características determinadas serão: na colheita: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stands inicial e final de plantas. Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade do erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Espaçamento entre linhas de semeadura e produtividade da cultura do milho irrigado, Descrição: O presente trabalho tem como objetivo verificar a influência do espaçamento de semeadura sobre a produtividade da cultura do milho irrigado. O experimento será conduzido em área experimental do Instituto Federal Farroupilha ? Campus São Vicente do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, localizado na latitude 2941?30? e longitude 5440?46?. Serão avaliadas quatro cultivares de milho em dois espaçamentos entre linhas (0,45 m e 0,90 m). Serão avaliados os híbridos 32R22, 30F53H, 30A77HR e o AS1572PRO, ambos com alto potencial produtivo e grande possibilidade de resposta a irrigação. O delineamento utilizado será em blocos, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas de espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m e com uma densidade de plantas (60.000 mil planta/ha). Com isso, o experimento constará com um estande de 32 parcelas. A semeadura será realizada, em sistema plantio direto sob uma palhada de azevém consorciado com aveia preta e ervilhaca. A semeadura será realizada em duas épocas distintas sendo a primeira, no final do mês de junho e a segunda no final do mês de setembro As características determinadas serão: rendimento de grãos, peso de 1000 sementes, número fileiras por espigas, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e stand final de plantas. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Alex Becker Monteiro - Integrante / Rodrigo Elesbão de Almeida - Coordenador / Lucas dos Santos Frigo - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2013

1 LUGAR - 1 Concurso de Planos de Negócios - Título DESENVOLVIMENTO DE SOLUÇÕES EM TOPOGRAFIA, IRRIGAÇÕES E USO DA ÁGUA, SEBRAE.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - Atual

Centro de Pesquisa Agropecuária de Clima Temperado

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2014 - 2014

Projeto Rondon

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Estudante

Outras informações:
Projeto Rondon - Operação Velho Monge - Piauí - Cidade de Piracuruca. Ações realizadas: Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho.

2014 - Atual

Universidade Federal de Pelotas

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2012 - 2013

Instituto Federal Farroupilha, IF-Farroupilha

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista/monitor de Apoio Educacional, Carga horária: 10

2019 - 2019

Escola de Educação Profissional Fundação Bradesco - Rosário do Sul

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Horista, Carga horária: 20

Outras informações:
Docente visitante junto a disciplina de Irrigação e Drenagem, com carga horária de 60 horas, no Curso Técnico em Agropecuária da Escola de Educação Profissional Fundação Bradesco - Rosário do Sul.