Henrique dos Santos Pereira

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Amazonas (1984), mestrado em Biologia (Ecologia) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1992) e doutorado em Ecologia - Pennsilvania State University (1999). Professor titular e ex Assessor Especial de Relações Internacionais (2021-2023) da Universidade Federal do Amazonas - UFAM. Diretor (2023 - 2027), docente e pesquisador convidado do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA. Ex-Presidente (2017-2019) e ex-Secretário executivo (2019-2023) da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade - ANPPAS. Ex-Superintendente Estadual do Instituto Brasileiros de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA para o estado do Amazonas (2003-2009). Coordenador temático da área de ecologia do Instituto Acariquara. É membro titular da Academia Brasileira de Ciências Agronômica. Membro do Comitê Científico Metodológico - CCM da Política Estadual de Serviços Ambientais do Amazonas.Tem experiência na área de Agronomia e Ciências Ambientais, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão ambiental pública, manejo de recursos naturais de uso coletivo, áreas protegidas, agricultura familiar e comunidades tradicionais.

Informações coletadas do Lattes em 17/02/2024

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Ecologia

1995 - 1999

Pennsilvania State University
Título: Common Property Regimes in Amazonian Fisheries
Orientador: Dr Stephen Beckerman (Anthropology, PSU)
Bolsista do(a): Pennsylvania State University, PSU, Estados Unidos. Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.

Mestrado em Biologia (Ecologia)

1988 - 1992

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Título: Extrativismo e Agricultura: As escolhas de uma comunidade ribeirinha do médio Solimões
Orientador: Dr Jean-Paul Lescure
, Ano de Obtenção: 1992.Bolsista do(a): Institut Français de Recherche Scientifique Pour Le Développement En Coopér, ORSTOM, França. Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.

Graduação em Agronomia

1979 - 1984

Universidade Federal do Amazonas

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Desenvolvimento Agrícola/Especialidade: Agricultura Familiar.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Manejo de Recursos Naturais.

Organização de eventos

OLIVEIRA, M. D. ; NASCIMENTO, V. M. C. ; PEREIRA, H. S. . I Fórum sobre Servicos Ambientais na paisagem rural: novas perspectivas para os PSA. 2023. (Congresso).

DIAS, S. L. F. G. ; SAYAGO, D. A. V. ; PEREIRA, H. S. . XI ENANPPAS. 2023. (Congresso).

SOBRAL, M. C. ; SELVA, V. S. F. ; MORAIS, M. M. ; LOPES, M. ; PEREIRA, H. S. . XXIV Encontro de Rede de Estudos Ambientais dos Países de Língua Portugues. 2023. (Congresso).

SAYAGO, D. A. V. ; PEREIRA, HENRIQUE S. ; DIAS, S. L. F. G. . IX Encontro da ANPPAS. 2019. (Congresso).

PINHEIRO, J. A. C. ; FRAXE, T. J. P. ; PEREIRA, HENRIQUE S. ; BARBOSA, D. E. S. . II Simpósio Internacional Sobre Gestão Ambiental e Controle de Contas Públicas. 2019. (Congresso).

PEREIRA, H. S. ; VIANNA, J. N. S. . XIX Encontro da Rede de Estudos Ambientais em Países de Língua Portuguesa (REALP). 2017. (Congresso).

PEREIRA, H. S. ; MARIOSA, P. H. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; FRAXE, T. J. P. ; SCHERER, Elenise Faria ; CAVALCANTE, K. V. . VI Conferência Internacional de Pesquisas e Estudos sobre Economia Social e Solidária. 2017. (Congresso).

PEREIRA, H. S. ; IRVING, M. A. . VIII Seminário Brasileiro sobre Áreas Protegias e Inclusão Social / III ELAPIS. 2017. (Congresso).

MESQUITA, R. C. G. ; PEREIRA, H. S. ; MORA, S. A. ; ROMAN, L. S. ; LEDERMAN, M. ; KHOURY, C. G. ; REBELO, G. H. ; VIEIRA, Gil ; DA SILVEIRA, R. . Seminário Internacional sobre a Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia: historias de sucesso, lições aprendidas e inovações para o futuro.. 2015. (Congresso).

NASCIMENTO, J. M. ; PEREIRA, H. S. ; CAVALCANTE, K. V. . XVII Encontro da Rede de Estudos Ambientais de Países de Língua Portuguesa. 2015. (Congresso).

PEREIRA, H. S. . VII Seminário Brasileiro sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social. 2015. (Congresso).

PEREIRA, H. S. ; Silva, M. A. P. ; MORAIS, M. M. ; FRAXE, T. J. P. ; Witkoski, A. C. ; NODA, Sandra Do Nascimento ; VIANNA, J. N. S. . III Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2014. (Congresso).

PEREIRA, H. S. ; MARCHAND. G. A. E. L. ; LIMA, V. T. A. ; WAICHMAN, A. V. ; FRAXE, Therezinha Pinto ; SILVA, Neliton Marques da ; NODA, Sandra Do Nascimento ; PINTON, F. M. G. ; ROMEIRO, A. R. ; RIVAS, Alexandre Almir F ; MILANEZ, Bruno ; SOUSA, W. C. S. . II Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2012. (Congresso).

PEREIRA, H. S. ; FARIA, I. F. ; IRVING, M. A. . V Seminário de Áreas Protegidas e Inclusão Social. 2011. (Congresso).

PEREIRA, H. S. ; WAICHMAN, A. V. ; KAWAKAMI, C. Y. ; GOMES, F. A. ; MORAES, R. P. ; ILLENSEER, R. . I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2010. (Congresso).

Participação em eventos

II SIMPÓSIO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS NA AMAZÔNIA.Contribuições das Ciências Ambientais à agenda dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. 2023. (Simpósio).

SIPROFICIAMB 2023. 2023. (Seminário).

SUSTENTARE & WIPIS 2023.TERRITORIALIZANDO A AGENDA 2030 NO ESTADO DO AMAZONAS E OS IMPACTOS DOS EVENTOS EXTREMOS EM MUNICÍPIOS DO AMAZONAS. 2023. (Simpósio).

XI SAPIS e VI ELAPIS. 2023. (Seminário).

XIV Conferência bianual da SALSA. 2023. (Congresso).

74a Reunião Anual da SBPC. A Governança Climática Global e o Princípio das ?Responsabilidades Comuns porém Diferenciadas?. 2022. (Congresso).

ExpoAmazônia Bio&TIC. Rede RHISA: Pesquisas, soluções e redes de inovação na Amazônia. 2022. (Exposição).

Workshop de Inovação social: contribuições para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Amazônia..Atlas ODS Amazonas: Contribuições dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Amazônia. 2022. (Seminário).

II Seminário de Bioeconomia.Roda de Conversa: Demandas de CT&I para o Setor Agropecuário no Amazonas e a atuação das Organizações de P&D locais. 2021. (Seminário).

I Oficina de Fitoterápicos do Polo BioAmazonas.GT de produtos fitoterápicos. 2021. (Oficina).

II SUSTENTARE e V WIPIS. Desafios da territorialização e da revisão e acompanhamento de Agenda 2030 no Brasil. 2020. (Congresso).

Partners for Review 2nd Virtual Working Days.How can universities contribute to SDG monitoring and VNRs? Atlas ODS Amazonas. 2020. (Seminário).

WEBINÁRIO AMAZONAS "Programa Amazonas Mais Verde"; Opções de mitigação climática.Como promover a geração de alternativas econômicas sustentáveis aliadas à redução o desmatamento em áreas de intensa pressão?. 2020. (Seminário).

XXIV Seminário Internacional Integrador da Rede PRODEMA.Pós-graduações em Rede: experiências e sinergias para consolidação. 2020. (Seminário).

XXIX Congresso de Iniciação Científica da UFAM. PALESTRA AGRÁRIAS: SISTEMAS TRADICIONAIS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA NA AMAZÔNIA. 2020. (Congresso).

71o Congresso Brasileiro de Enfermagem. A enfermagem e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. 2019. (Congresso).

IV Fórum Temático sobre Redes Organizacionais.Métodos interdisciplinares e multivariados em ciências ambientais. 2019. (Encontro).

IX Encontro Nacional da ANPPAS.Efeitos do pagamento por serviços ambientais sobre a dinâmica da paisagem em uma unidade de conservação de uso sustentável no Amazonas. 2019. (Encontro).

IX Seminário Brasileiro sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social.A RESERVA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO RIO MADEIRA VEM SENDO AFETADA GRADATIVAMENTE PELAS SUBIDAS DAS ÁGUAS PRECIPITADAS. 2019. (Seminário).

XXI Encontro da Rede de Estudos Ambientais dos Países de Língua Portuguesa.Análise das percepções sobre eventos extremos climáticos locais por populações tradicionais do Rio Negro, Amazonas, Brasil. 2019. (Encontro).

6o. Encontro FAPEAM de Jornalismo e Ciência.A contribuição da mídia para a Sustentabilidade, Erradicação da pobreza e Economia Verde. 2012. (Encontro).

61o Congresso Nacional de Botânica. Crescimento Demográfico, Desenvolvimento agrícola e ambiental na Amazônia. 2010. (Congresso).

II Encontro da regional Norte da Sociedade Brasileira de Sociologia.A inserção do pescador artesanal nas políticas de seguridade social do trabalhador rural. 2010. (Encontro).

II Semana de Engenharia Ambiental.Gerenciamentos dos recursos naturais com resposnabilidade e sustentabilidade. 2010. (Encontro).

I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia.Caracterização das pescarias artesanais de grandes bagres migradores no baixo rio Solimões. 2010. (Seminário).

V Encontro de Biotecnologia do Amazonas.Organismos Geneticamente Modificados. 2010. (Encontro).

V Encontro Nacional da ANPPAS.TERRITÓRIOS FLUÍDOS: ESTRATÉGIAS DE ADAPTABILIDADE NO ACESSO E USO DE RECURSOS PESQUEIROS NO MOSAICO DE ÁREAS PROTEGIDAS DO BAIXO RIO NEGRO, AM. 2010. (Encontro).

Anais do IV Seminário Brasileiro sobre áreas protegidas e inclusão social.A reserva florestal legal em área de transição amazônia-cerrado. 2009. (Seminário).

Cúpula Amazônica de Governos Locais.Mudanças Climáticas: A Amazônia e suas cidades. 2009. (Outra).

Exposição França-Brasil: Os espaço-tempos do Brasil.Produção e Extrativismo Rural Sustentado. 2009. (Outra).

III Encontro Ambiental - A multidisciplinaridade como instrumento do desenvolvimento sustentável.As ações federais para a proteção do bioma amazônico. 2009. (Encontro).

I Workshop Agricultura no Trópico Úmido.O. 2009. (Oficina).

Low Carbon Economy First Dialogue Forum.Land use and forest protection: introductory remarks. 2009. (Oficina).

XIV Congresso Brasileiro de História da Medicina e 1ére Réunion Franco-brésiliene de historie de la médicine. Alterações Climáticas e os impactos na saúde. 2009. (Congresso).

I Encontro da Região Norte da Sociedade Brasileira de Sociologia.Sociedade, ambiente e trabalho. 2008. (Encontro).

II Congresso sobre diversidade microbiana na Amazônia. Regulamentação sobre autorizações de coleta, amostras, coleções e acesso ao patrimônio genético de microrganismos no âmbito do Ibama. 2008. (Congresso).

II Seminário de Ciências do Ambiente na Amazônia.Mesa Redonda III - Conservação e manejo dos recursos naturais da Amazônia. 2008. (Seminário).

Oficina sobre implementação de corredores ecológicos.O papel do Ibama/AM na implementação do Corredor Central da Amazônia. 2008. (Oficina).

Segundo Taller Internacional Aspectos socioeconômicos y de manejo sostenible Del comercio de peces ornamentales de Suramérica.Avances en el desarrollo de mecanismos para la comercialización de peces ornamentales bajo criterios de aprovechamiento sostenible en la Amazonia brasilea. 2008. (Oficina).

I Encontro de trabalhadores da agricultura familiar no Amazonas.Meio Ambiente e sua interface com a produção agropecuária. 2007. (Encontro).

III Seminário sobre temas estratégicos da região amazônica.Meio Ambiente na Amazônia: conhecer mais para defender melhor. 2007. (Seminário).

I Reunião Amazônica de Agroecologia.Diálogo de Saberes. 2007. (Simpósio).

O Crédito e o Meio Ambiente.Instrumentos da política nacional de meio ambiente e a atuação do Ibama. 2007. (Seminário).

Seminário Ambiental: Amazonas - água, vida e cidadania.Painel III: O licenciamento Ambiental como instrumento eficaz na proteção ambiental. 2007. (Seminário).

XIII Feira de produtos agropecuários e de apoio a agricultura familiar - FEPAGRO.Desenvolvimento, sustentabilidade e meio ambiente. 2007. (Outra).

Cultura Popular, Patrimônio Imaterial e Cidades.Etnoecologia e paisagem da Planície Amazônica. 2006. (Encontro).

Seminário Biotecnologia e bioindústria na amazônia: mapeandos os projetos empresariais em curso.III Jornada de Seminários Internacionais sobre desenvolvimento amazônico. 2006. (Seminário).

BGBD Annual lMeeting 2005.BGBD Annual lMeeting 2005. 2005. (Encontro).

Desenvolvimento da Amazônia: Esperanças e Inquietações.Semana Filosófica e Teológica do CENESCH. 2005. (Outra).

Religação de Saberes: as perspectivas de pesquina na Amazônia.II Seminário de Avaliação do Programa de Pós-Graduação Sociedade e Cultura na Amazônia. 2005. (Seminário).

Reunião Regional da SBPC.Reunião regional da sociedade brasileira para o progresso da ciência. 2005. (Outra).

Semana do Meio Ambiente.1o. Simpósio de Meio Ambiente e Qualidade de Vida. 2005. (Simpósio).

Seminário Ambiental.Vara Especializada do Meio Ambiente: Levando a Justiça Ambiental até você. 2005. (Seminário).

Seminário de Propostas de Políticas Públicas para os Municípios da Calha do Solimões/Amazonas - Alto e Médio Solimões.Seminário de Propostas de Políticas Públicas para os Municípios da Calha do Solimões/Amazonas - Alto e Médio Solimões. 2005. (Seminário).

Taller Aspectos socioeconómicos e de manejo sotenible del comercio internacional de pesces ornamentales de agua dulce en el norte de Sur América: retos y perspectivas.Ordenamento e controle do comércio exportador de peixes ornamentais no Estado do Amazonas. 2005. (Oficina).

Uniformização de Procedimentos dos Órgãos Vinculados ao SISNAMA.Seminário de Direito Ambiental. 2005. (Seminário).

VIII SEMAGRO - Semana de Agronomia: A Agricultura no Amazonas-Perspectivas e atualidades.O Perfil do Engenheiro Agrônomo no contexto Amazônico - Palestra. 2005. (Outra).

XIX Annual Meeting of the Society for Conservation Biology.XIX Annual Meeting fo the Society forConservation Biology. 2005. (Encontro).

Mesa Redonda 19 - Desmatamento na Amazônia.3o. Simpósio Brasileiro de Pós-graduação em Engenharia Florestal e 1o. Encontro Amazônico de Ciências Florestais. 2004. (Simpósio).

Oficina de discussão dos aspectos econômicos e legais relacionados à co-gestão ao nível institucional.Aspectos econômicos e legais relacionados à co-gestão ao nível institucional. 2004. (Oficina).

Seminário Rumos do Licenciamento Ambiental.Rumos do Licenciamento Ambiental. 2004. (Seminário).

II Encontro Regional de Sistemas Agroflorestais da Amazônia Orienta.Ensino e treinamento em SAF nas instituições de ensino no Amazonas. 2002. (Encontro).

Seminário de apresentação de resultados dos projetos de pesquisa dirigida.Dinâmica das interações bioecológicas e pulso de inundações em áreas alagáveis. 2002. (Seminário).

XVIII Encontro de Ribeirinhos do Amazonas.XVIII Encontro de Ribeirinhos do Amazonas. 2002. (Encontro).

XXVI Encontro Anual da ANPOCS.XXVI Encontro Anual da ANPOCS. 2002. (Encontro).

Encontro Nacional de Ciência e Tecnologia na Amazônia.Encontro Nacional de Ciência e Tecnologia na Amazônia. 2001. (Encontro).

I Seminário Técnico Internacional sobre Castanha (Bertholletia excelsa).I Seminário Técnico Internacional sobre Castanha (Bertholletia excelsa). 2001. (Seminário).

8th Biennial Conference of the International Association for the Study of Common Property. 8th Biennial Conference of the International Association for the Study of Common Property. 2000. (Congresso).

III Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais. III Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais. 2000. (Congresso).

X World Congress of Rural Sociology. X World Congress of Rural Sociology. 2000. (Congresso).

Lalimentation en forêt tropicale: interactions bioculturelles et applications au dévelopment.Extractivisme et agriculture: le choix d'une population riveraine du rio Solimões. 1991. (Simpósio).

Participação em bancas

Aluno: Marcelo Geison dos Santos

Graça, P. M. A.;PEREIRA, H. S.; Silva, Suzy Cristina Pedroza da; FEARNSIDE, P. M.. Evolução do desmatamento em áreas protegidas sob influência da BR-319, na região de Vila Realidade, Humaitá, Amazonas. 2018. Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: IRIA DE OLIVEIRA SANTOS

MARINELLI, C. E.;PEREIRA, H. S.; COELHO, B. H. S.. Avaliação da governança no âmbito do conselho gestor da Resex Chico Mendes, estado do Acre. 2018. Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Tainá Sampaio Xavier Conchy

SILVA, J. S.;PEREIRA, H. S.; MOREIRA, D. M.. Impacto de mudanças do uso do solo sobre a hidrologia numa planície de inundação amazônica, estudo de caso: Lago de Janauacá. 2018. Dissertação (Mestrado em Clima e Ambiente) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Maria Jocileia Soares da Silva

MAGNUSSON, W. E.;PEREIRA, H. S.. A definição de áreas de uso tradicional e a percepção ambiental de duas comunidades ribeirinhas para subsidiar o zoneamento ambiental na Floresta Nacional do Tapajós. 2018. Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Carolina Levis

COSTA, F. R. C.;PEREIRA, H. S.. A transformação humana pré-colombiana da paisagem florestal no interflúvio Purus-Madeira, Amazônia Central. 2012. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Andréia Lima de Souza

SCHERER, Elenise Faria; MAINBOURG, E. M. T.;PEREIRA, H. S.. O direito à saúde ambiental em tempos de insustentabilidade urbana: um estudo da percepção dos moradores do bairro Grande Vitória em Codajás, Amazonas. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Luciana Raffi Manegaldo

PEREIRA, H. S.; PY-DANIEL, V.; TORRES, I. C.. Interações socioculturais da comunidade Tapiíra com a fauna silvestre: relações de gênero e geração. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Eduardo Paschoal Rodrigues

PEREIRA, H. S.; Graça, P. M. A.; COSTA, S. S.. Dinâmica da Paisagem no entorno da BR-174 (1978-2008). 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Susane Patrícia Melo de Lima

SCHOR, Tatiana;PEREIRA, H. S.. CADEIA PRODUTIVA DOS BIOCOSMÉTICOS NO AMAZONAS: DA TERRA AO LABORATÓRIO, DO LABORATÓRIO À INDÚSTRIA E DESTES AO MERCADO. 2011. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Márcia Melo Ramos

PEREIRA, H. S.; SOARES, Maria Gercília Mota; FREITAS, Carlos Edwar de Carvalho. A gestão das pescarias da piramutaba (Brachyplatistoma vaillantii ? Valenciennes, 1840) no estuário Amazônico, Pará: a situação atual e perspectivas. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: MAURICE SEIJI TOMIOKA NILSSON

PEREIRA, H. S.; Clement, C. R.. MOBILIDADE YANOMAMI E OS EFEITOS À PAISAGEM. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Edinaldo Lopes de Oliveira

ALFAIA, Sonia Sena;PEREIRA, H. S.; NODA, Hiroshi; HIDALGO, A. F.. Avaliação da cadeira produtiva de borracha natural em seringais nativos no município de Lábrea, Estado do Amazonas. 2010. Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Jander Cardene dos Santos

SCHERER, Elenise FariaPEREIRA, H. S.. O Programa bolsa-floresta nas unidades de conservação do estado do Amazonas. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Francisneide de Sousa Lourenço

NODA, Sandra Do Nascimento;PEREIRA, H. S.. Ambiente e agricultura: uso da terra pela agricultura familiar e modificações da paisagem no município de Itacoatiara/AM. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Peter Wimmer

FALCÃO, N. P;PEREIRA, H. S.. Produção de borracha natural em sistemas agroflorestais de várzea no município de Itacoatiara-AM. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências de Florestas Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Priscila Saikoski Miorando

REBELO, G. H.PEREIRA, H. S.. Efeito do co-manejo da pesca no baixo Amazonas para a conservação de quelônios (Testudines, Podocnemididae) na várzea de Santarém, Pará, Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Kelso Wesley Souza da Silva

OLIVEIRA, J. A.;PEREIRA, H. S.. Espacialização do crime ambiental de poluição sonora na área urbana de Manaus ? AM. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Marisete Tavares Ferreira

PEREIRA, H. S.. Estatuto da cidade e a conservação ambiental no município de Colinas do Tocantins-TO. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Marinete Barroso Martins

REBELO, G. H.PEREIRA, H. S.. Distribuição e abundância da fauna na área de vida da comunidade de Pini, em lugares selecionados por caçadores da Floresta Nacional do Tapajós - PA. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Roberto Fraklin Perrella Gonçalves

Freitas, M. C. S.;PEREIRA, H. S.; Pinto, E. R. M. F.. A construção da Amazônia Sustentável: As políticas públicas de ordenamento territorial e o baixo rio Purus. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Tiago da Silva Jacauna

Witkoski, A. C.PEREIRA, H. S.; FERREIRA, L. C.. A resignificação dos Comuns: conflitos sociais, ação comunicativa e cultura política no uso dos recursos pesqueiros na Amazônia Central. 2009. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Fabiane Ribeiro Vieira de Andrade Lopes

NODA, Sandra Do Nascimento;PEREIRA, H. S.; CAMARGO, S. A. F.. Plano Diretor: imposição legal ou instrumento de política pública na organização sócio-ambiental de Colinas do Tocantins. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: CARLOS AUGUSTO RODRIGUES DO NASCIMENTO

PEREIRA, H. S.; GOMES, A. L. S.; CINTRA, R.. Histórico Oficial do Comércio Ilegal de fauna no Estado do Amazonas. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Andréia Santos Cavalcante

Cartaxo, E. F.;PEREIRA, H. S.. A Contribuição do Programa Luz para todos no desenvolvimento sustentável do Amazonas: um estudo de caso na comunidade Terra Preta do Limão-Barreirinha, Amazonas. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Rachel Camargo de Pinho

ALFAIA, Sonia Sena; Miller, R.;PEREIRA, H. S.. Quintais agroflorestais indígenas em área de savana (Lavrado) na terra indígena Araçá, Roraima. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências de Florestas Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Thaís da Silva Brianezi

SCHERER, Elenise FariaPEREIRA, H. S.; HIGUCHI, Niro;FRAXE, Therezinha PintoWIKOSKI, Antonio Carlos. A reforma agrária ecológica na floresta nacional de Tefé. 2007. Dissertação (Mestrado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Adriana Kulaf Terra

PEREIRA, H. S.REBELO, G. H.; GASNIER, T.. A caça de subsistência na reserva de desenvolvimento sustentável Piagaçu-Purus e na terra indígena Lago Ayapuá, Amazônia Central, Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Francivane Fernandes da Silva

PEREIRA, H. S.; FORSBERG, Maria Clara Silva; Py-Daniel, L.H.R.. O povo pescado do rio: recursos pesqueiros, índios Tikuna, atores sociais e conflitos nas Terras Indígenas Éware I e II, Alto Solimões. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Gelson da Silva Batista

BATISTA, V S; CATELLA, Agostinho Carlos; BITTENCOURT, Maria Mercedes; VERA, Carolina Viviana Minte;PEREIRA, H. S.. A pesca com escolhedeira e sua eficênca na seleção de pescado capturado pela redinha no rio Puus, Amazonas.. 2006. Dissertação (Mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Suzy Cristina Pedroza da Silva

FRAXE, T J O; HARA, Francisco Adilson dos Santos; RIBEIRO, Joana Darc;PEREIRA, H. S.WITCOSKI, Antonio Carlos. Os Sistemas Agroflorestais na RDS Piagaçu-Purus: uma alternativa par a agricultura familiar. 2006. Dissertação (Mestrado em Agricultura e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Elane Silva Conceição

OLIVEIRA, Anndson Brelaz de;PEREIRA, H. S.; FREITAS, Carlos Edwar de Carvalho. Expansão da fronteira agrícola para o sul do Amazonas. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Albejamere Pereira de Castro

FRAXE, T J OPEREIRA, H. S.WITCOSKI, Antonio Carlos. O saber local, os caboclios-ribeirinhos Amazônicos e os sistemas agroflorestais. 2005. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Janaína Paolucci Sales

PEREIRA, H. S.FRAXE, T J O; FREITAS, Ernesto Renan Melo; PEREIRA FILHO, Manoel; Souza, H.E. Agricultura Familiar de várzea: componentes do sistema de produçãp pecuária. 2005. Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Ana Catarina Lima Gonçalves

SILVA, Neliton Marques daPEREIRA, H. S.. Reservas de desenvolvimento sustentável ereservas extrativistas: O caso da RDS Mamirauá e da RESEX do Médio Juruá. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazôni) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Graciélio Queiroz de Magalhães

PEREIRA, H. S.SILVA, Neliton Marques da; ALFAIA, Sonia Sena. Plantas Ornamentais em sistemas agroflorestais: levantamento do potencial na área de agricultura familiar. 2004. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Jozane Lma Santiago

FRAXE, T J OPEREIRA, H. S.WITCOSKI, Antonio Carlos; NODA, Hiroshi. Sistemas Agroflorestais tradicionais e a sustentabilidade das comunidades rurais do Estado do Amazonas: O estudo de caso da comunidades da Costa de Terra Nova. 2004. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Aguimar de Vasconcelos Simões

PEREIRA, H. S.; LOPES, Ricardo;FRAXE, T J O; PEREIRA, José Odair. Impacto de tecnologias alternativas e do manjo da castanha-do-Brasil (Bertholettia excelsa, HUMB & BONPL., 1808) no controle da contaminação por aflatoxinas em sua cadeia produtiva. 2004. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: José Carlos Martins Brandão

FREITAS, Carlos Edwar de Carvalho;PEREIRA, H. S.; RIVAS, Alexandre Almir F. O estudo da similaridade entre os sistemas agrofloestais e os sistemas de cultivo tradcionais na amazônia central. 2004. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Lucirene Aguiar de Souza

FREITAS, Carlos Edwar de Carvalho;PEREIRA, H. S.; BATISTA, V S;FRAXE, T J O. Modelagem ecologica e econômica da pesca de subsistência na Amazônia Central. 2003. Dissertação (Mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Ariane Mendonça Pacheco

LUCAS, A. C. S.; CHAAR, J. M.;PEREIRA, H. S.; TEXEIRA, M. F. S.; ANDRADE, J. de S.. Ocorrência de aflatoxinas (B1,B2,G1 e G2) em castanha-do-Brazl (Bertholettia excelsa H.B.K.) proveniente de municípios do Estado do Amazonas na safra de 2002. 2003. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Jasiel Nunes Sousa

PEREIRA, H. S.. Produção de biomassa e rendimento deóleo essencial de sacaca (Croton cajuçara Benth), em função da densidade de plantio, adubação e poda. 2003. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Harley de Freitas Liberato

FREITAS, Carlos Edwar de Carvalho;PEREIRA, H. S.FRAXE, T J O. Alternativas energéticas para as comunidades exluídas do município do Careiro da Várzea:a comunidade de São José. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazôni) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Nailson Celso da Silva Nina

PEREIRA, H. S.; NODA, Hiroshi. Carcaterização sócio-econômico-ambiental do uso de agrotóxicos em uma área de várzea do município de Manacapuru-AM (Amazônia Central). 2002 - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Jorge Emídio de Carvalho Soares

PEREIRA, H. S.; LIMA, H. N.; OLIVEIRA, L. A.. Efeito da adubação química no desenvolvimento de Pau-de-balsa (Ochroma pyramidale Cav. ex Lam Urban) em consórcio com o milho (Zea mays l.). 2002 - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Marilene Belém Taveira

PEREIRA, H. S.; NODA, Hiroshi; RIBEIRO, Joana Darc;WAICHMAN, A. V.. A Sustentabilidade do Polo de Turismo na Amazônia Central - Presidente Figueiredo- AM. 2002 - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Sônia Luzia Oliveira Canto

SILVA, J. F.;PEREIRA, H. S.. Comportamento e preferência alimentar de animas da Fauna Silvestre e seus efetos sobre o vigor de sementes de espécies frutíferas usadas em Sistemas Agroflorestais. 2002. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Syvia Souza Forsberg

PEREIRA, H. S.; NODA, Hiroshi; Higuchi, M. I. G.; SARAGOUSSI, M.; SILVA, C. A.; ALVES, T. J. C.. O agroecossistema do lago Janauacá, AM: Cultivando vida e saberes. 2018. Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Luciana Maria da Silva

LIMA, R. M. B.; BARBOSA, A. P.; SANTOS, Joaquim dos; VIEIRA, Gil;PEREIRA, H. S.; SAMPAIO, P. T. B.. O extrativismo da castanha-do-brasil (Bertholletia excelsa BLONP.) e a sobreviência de comunidades na reserva de desenvolvimento sustentável do Rio Amapá, em Manicoré, Amazonas. 2015. Tese (Doutorado em Ciências de Florestas Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Katia Viana Cavalcante

PEREIRA, S. R.; BURSZTYN, M.; SAITO, C. H.;PEREIRA, H. S.. Vulnerabilidade socioambiental como reverso da sustentabilidade nos municípios das microrregiões Madeira e Parintins no Estado do Amazonas. 2013. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília.

Aluno: Allan Soljenítsin Barreto Rodrigues

TORRES, I. C.; Melo, J. M.; BARBOSA, W. A.;PEREIRA, H. S.; Catalão, A. H.. Jornalismo e meio ambiente na Amazônia: a cobertura de eventos ambientais extremos pela imprensa escrita de Manaus. 2013. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Renato Soares Cardoso

FREITAS, Carlos Edwar de Carvalho;PEREIRA, H. S.; ALMEIDA, O. T.; COSTA, E. F.; PRETERE, Miguel; RIVERO, S. L. M.; BATISTA, V S. A eficiência técnica da frota pesqueira da região do médio rio Madeira: uma análise de fronteira estocástica. 2011. Tese (Doutorado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Albejamere Pereira de Castro

FRAXE, T J OPEREIRA, H. S.; SCHWEIKARDT, K. H. S.; QUEIROZ, M. S. M.; KINUPP, Valdely Ferreira. Agrobiodiversidade e cadeia produtiva do cará (Dioscorea spp) na agricultura familiar: um estudo etnográfico no município de Caapiranga-AM. 2011. Tese (Doutorado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Tony Porto Braga

PEREIRA, H. S.; SHEPARD, G. H.; ZUANON, J. A. S.; PEZZUTI, J. C. B.; AMADIO, S. A.; SILVA, V. B.. CONHECIMENTO LOCAL RIBEIRINHO E SUAS APLICAÇÕES PARA O MANEJO PARTICIPATIVO DA PESCA NA RESERVA EXTRATIVISTA DO BAIXO JURUÁ, ESTADO DO AMAZONAS. 2011. Tese (Doutorado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Claudia Suzanne Marie Nathalie Vitel

FEARNSIDE, P. M.; Graça, P. M. A.;PEREIRA, H. S.. Estratégia de gestão de ecossistemas florestais tropicais a partir da modelagem do desmatamento no contexto do mecanismo de redução de emissões de gases de efeito estufa devidas ao desmatamento e degradação florestal - REDD Projeto Piloto REDDD+ Suruí na Terra Indígena Sete de setembro, Rondônia, Amazônia Ocidental. 2011. Tese (Doutorado em Clima e Ambiente) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Ricardo Scoles Cano

Mori, S.; Balée, W.; Clement, C. R.; Haugaasen, T.;PEREIRA, H. S.; Kainer, K.; Ferraz, I. D. K.. Ecologia e extrativismo da castanheira (Bertholletia excelsa, Lecythidaceae) em duas regiões da Amazônia brasileira. 2010. Tese (Doutorado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Fernanda Tunes Villani

ALFAIA, Sonia Sena; Miller, R.;PEREIRA, H. S.; MOREIRA, Fatima Maria de Souza; Luizão, F. L.. Dinâmica da matéria orgânica e fertilidade do solo em sistemas agroflorestais e outras coberturas vegetais em comunidades indígenas do Alto Solimões Amazonas. 2009. Tese (Doutorado em Ciências de Florestas Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Sérvulo Casas Furtado

PEREIRA, H. S.; HIGUCHI, Niro. Dinâmica de uma floresta sob regime de manejo sustentável em escala empresarial na Amazônia Ocidental. 2009. Tese (Doutorado em Ciências de Florestas Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Sérvulo Casas Furtado

HIGUCHI, Niro; D'OLIVEIRA, M. V. N.; OLIVEIRA, T. K.; FIGUEIRO FILHO, A.; SCOLFORO, J. R. S.; MACHADO, S. A.;PEREIRA, H. S.. Dinâmica de uma floresta sob regime de manejo sustentável em escala empresarial. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Florestais Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Solange de Mello Véras

Yuyama, K.; Azevedo, J. L.;PEREIRA, H. S.FRAXE, T J OWAICHMAN, A. V.. Controle de Ralstonia solanacearum raça 2, agente causal do Moko da bananeira (Musa spp.), por meio de extratos, frações e do óleo volátil de Piper aduncum (L). 2007. Tese (Doutorado em Programa Multi-institucional de Pós-graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Francisco Adilson dos Santos Hara

OLIVEIRA, L. A.;PEREIRA, H. S.. Ecologia de rizóbia em condições ácidas e de baixa fertilidade da Amazônia. 2002. Tese (Doutorado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Elisabete Brocki

PEREIRA, H. S.; NODA, Hiroshi. Sistemas Agroflorestais de cultivo e pousio: etnoconhecimento de agricultores familiares do lago do Paru (Manacapuru, AM). 2001. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Jozângelo Fernandes da Cruz

CASTRO, A. P.; HARA, Francisco Adilson dos Santos;PEREIRA, H. S.. TECNOLOGIAS DE MANEJO PARA PRODUÇÃO DE FIBRA DE MALVA (Urena lobata L.) EM ÁREA DE TERRA FIRME NO ESTADO DO AMAZONAS. 2023. Exame de qualificação (Doutorando em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Patrick Beyerlein

PEREIRA, H. S.; VEASEY, E. A.; NODA, Hiroshi; ATROCH, A. L.;CASTRO, A. P.KINUPP, V. F.. Agrobiodiversidade do cará (Dioscorea trifida L.) e sua conservação in situ em Caapiranga, AM. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Paola Souto Campos

WAICHMAN, A. V.PEREIRA, H. S.. Efeito de agrotóxicos em espécies de macrófitas aquáticas da Amazônia: uma abordagem ecotoxicológica hierárquica para proteção da biodiversidade aquática tropical. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Diversidade Biológica) - Universidade Federal do Amazonas.

Aluno: Ricardo Scoles

PEREIRA, H. S.; Clement, C. R.; Almeida, A. W.;Rebelo, G.; Graça, P. M. A.. Extrativismo e ecologia da castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa H. & B., Lecythidaceae) nas áreas quilombolas do baixo Amazonas. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Alberto Carlos Martins Pinto

HIGUCHI, Niro;PEREIRA, H. S.; VIANA, Virgílio Maurício; PAULA, Estevão Vicente Monteiro de; VIEIRA, Gil; FERRAZ, João B S; COSTA, Lizit Alencar da; CUNHA, Ulisses Silva da. Dinâmica de uma floresta de terra-firme manejada experimentalmente na região de Manaus (AM). 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Florestais Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Roseana Pereira da Silva

PEREIRA, H. S.; FERRAZ, João B S; SANTOS, Joaquim dos. Alometria, estoques e dinâmica da biomassa de florestas primárias e secundárias na região de Manaus (AM). 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Florestais Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Erinaldo Azevedo Maciel

VIEIRA, Gil;PEREIRA, H. S.; JESUS, E. L.. Educação, Desenvolvimento e Ambiente. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Miller Holanda Câmara

VIEIRA, Gil;PEREIRA, H. S.. Documento de origem florestal: o sistema DOF como ferramento a ser apropriada por detentores de manejo florestal comunitário em áreas protegidas do Amazonas. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Flávio Ruben Paes de Oliveira Júnior

ZUANON, J. A. S.;PEREIRA, H. S.. Diagnóstico do potencial da atividade de pesca esportiva no Rio Cuieiras, na reserva de desenvolvimento sustentável - RDS Puranga Conquista. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Aluno: Karen Lorena Lobo Prado

RUBIM, M. A. L.;PEREIRA, H. S.; WEBBER, A. C.. Efeito de efluentes de petróleo sobre a macrófita aquática Echornia crassipes em experimento de laboratório. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Pesca) - Universidade Federal do Amazonas.

MELO, L. O.; PIO, N. S.; PEREIRA, José Odair; LIMA JUNIOR, M. J. V.;PEREIRA, H. S.. Comissão de Avaliação de Desempenho para promoção docente para professor titular do professor Jackson Fernando Rêgo Matos. 2020. Universidade Federal do Oeste do Pará.

PEREIRA, HENRIQUE S.; FELDBERG, E.; OLIVEIRA, M. L.; CINTRA, R.. Comissão Especial de Avaliação para Professor Titular. 2019. Universidade Federal do Amazonas.

KAEFER, I. L.; QUESADA, C. A. N.;PEREIRA, HENRIQUE S.. Banca Examinadora de Concurso Público para a Carreira do Magistério Superior da UFAM. 2019. Universidade Federal do Amazonas.

PEREIRA, H. S.WAICHMAN, A. V.; CRUZ, J.. Concurso Público para a Carreira do Magistério Superior. 2011. Universidade Federal do Amazonas.

PEREIRA, HENRIQUE S.. Programa Bolsas FUNBIO - Conservando o Futuro. 2019. Fundo Brasileiro para a Biodiversidade.

PEREIRA, HENRIQUE S.; SILVA, J. F.; SANTOS, J. Z. L.. Banca de seleção do programa de pós-graduação em Agronomia Tropical. 2019. Universidade Federal do Amazonas.

PEREIRA, HENRIQUE S.; SILVA, C. A.;SCHERER, Elenise Faria; BARBOSA, D. E. S.. Banca de seleção do programa de pós-graduação em ciências do ambiente e sustentabilidade na Amazônia. 2019. Universidade Federal do Amazonas.

PEREIRA, H. S.; NODA, Sandra Do Nascimento;FRAXE, T J O. Banca julgadora para seleção de professor substituto na área de sociologia e extensão rural. 2004. Universidade Federal do Amazonas.

Comissão julgadora das bancas

Hiroshi Noda

NODA, Hiroshi. Membro da Comissão Julgadora de Dissertação para obtenção de título de Mestre em Ciências Biológicas de Henrique dos Santos Pereira. Curso de Pós Graduação INPA/UFAM. 1992. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Laure Emperaire

EMPERAIRE, Laure. Extrativismo e agricultura : as escolhas de uma comunidade ribeirinha do Médio Solimões. 1992. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Orientou

EVANDRO BRANDÃO BARBOSA

Início: 2021; Universidade Federal do Amazonas;

Jhade Gooudinho Saraiva

A sustentabilidade do desenvolvimento da agricultura no municípios amazonenses; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Jurandir dos Santos Silva

Estudo das Ciências Ambientais na Aprendizagem Baseada em Projeto; 2023; Dissertação (Mestrado em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Miquel Victor Batista Donegá

Caracterização de acessos do Banco Ativo de Germoplasma de Abacaxi Comestível (Ananas comosus var; comosus) da Universidade Federal do Amazonas; 2023; Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

SÂMYA MILENA DA SILVA BRANDÃO TERRA

AS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO BRASIL E A INSERÇÃO DA MITIGAÇÃO E DA ADAPTAÇÃO À MUDANÇA DO CLIMA; 2023; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Joedson da Silva Quintino

GOVERNANÇA E GESTÃO AMBIENTAL DOS CASTANHAIS EM ÁREA PROTEGIDA NO SUL DO AMAZONAS; 2023; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Xadreque Vitorino Macuácua

Análise espacial da produção de plantas medicinais priorizadas no Amazonas; 2022; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Francenilson da Silva

Avaliação morfoagronômica e bromatológica dos acessos da coleção do cará (Dioscorea trifida L; ) da Universidade Federal do Amazonas; 2022; Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Jemmy Kilber Rodrigues Bentes

Mediação tecnológica para docentes com temas ambientais; 2022; Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências Ambientais em Rede Nacional) - Universidade de São Paulo,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Jean Wisguen Inozile

DIREITO DOS AGRICULTORES E CONSERVAÇÃO DA AGROBIODIVERSIDADE DA MANDIOCA (Manihot esculenta CRANTZ) E DO GUARANÁ (Paullinia cupana H; B; K); 2021; Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

ANTONIO JADSON GOMES VIEIRA

PRÁTICAS MOTIVADORAS PARA A APRENDIZAGEM DA MECÂNICA PARA ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO, CONTEXTUALIZADAS NO ENSINO DAS CIÊNCIAS AMBIENTAIS; 2021; Dissertação (Mestrado em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Abdulai Ismail Seca

A Expansão do Cultivo do Caju e Seus Impactos Econômicos e Ambientais na Guiné-Bissau; 2020; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Juscelino Fonseca de Oliveira

MONITORAMENTO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS PELA EXTRAÇÃO DE AREIA NA REGIÃO METROPOLITANA DE MANAUS; 2020; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Érica Inês Almeida de Souza

PERDAS PÓS-COLHEITA EM BANANAS PRODUZIDAS EM RIO PRETO DA EVA, AMAZONAS; 2019; Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Kédima Sarmento Abadias

Conservação da agrobiodiversidade por agricultores familiares em áreas de várzea da Amazônia Central; 2019; Dissertação (Mestrado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Joab Hardman Fagundes

DESAFIOS DA IMPLEMENTAÇÃO DE MECANISMOS REDD+ COMO FINANCIAMENTO PARA GESTÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS; 2019; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Bruno Cordeiro Lorenzi

A LOCALIZAÇÃO DA AGENDA 2030 NOS MUNICÍPIOS DO AMAZONAS; 2019; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

David Franklin da Silva Guimarães

A EFICÁCIA DO SISTEMA DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL FRENTE AOS DESASTRES AMBIENTAIS FLUVIAIS NO AMAZONAS; 2018; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Rosi Batista da Silva

ESTRATÉGIAS PARA A GESTÃO TERRITORIAL E INTEGRADA DE ÁREAS PROTEGIDAS NAS MICRORREGIÕES JAPURÁ, TEFÉ E ALTO SOLIMÕES NO AMAZONAS; 2018; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Clemerson de Sales

Licenciamento ambiental da atividade de mineração em Unidades de Conservação no Amazonas: incidência, suporte jurídico-administrativo e aperfeiçoamentos; 2018; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Ana Cristima Lima do Nascimento

Adaptabilidade e resiliência dos sistemas socioecológicos ribeirinhos frente a eventos climáticos extremos na Amazônia central; 2017; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Norma Giovanna da Silva Pereira Plese

Avaliação da efetividade local de políticas públicas de fomento ao extrativismo de PFNM no Acre: o caso da Resex do Cazumbá Iracema; 2017; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Rafael de Lima Erazo

OS SISTEMAS DE PRODUÇÃO DA AGROINDÚSTRIA ARTESANAL DA MANDIOCA NA REGIÃO DO LAGO JANAUACÁ, CAREIRO (AM); 2017; Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

DEBORAH VIRGYNIA CARDOSO DE FREITAS

Impactos do Programa de Aquisição de Alimentos na Reserva Extrativista Chico Mendes; 2017; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Carla Fiqueiredo Coelho

ISOLAMENTO E IDENTIFICAÇÃO DE FUNGOS ENDOFÍTICOS DA MALVA; 2017; Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Kamille Vieira Lopes

SUSTENTABILIDADE NO SISTEMA DE CADEIAS DE VALOR DE MADEIRA E MÓVEIS NA CIDADE DE PARINTINS/AM; 2016; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Ana Claúdia da Costa Leitão

PROCEDIMENTOS DE CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS GESTORES DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS NO AMAZONAS; 2016; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Jones Gomes Bentes

INFLUÊNCIA DO ESPAÇAMENTO NA PRODUTIVIDADE DE SEMENTES DE MALVA EM TERRA FIRME NO MUNICIPIO DE MANAUS - AM; 2015; Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Werley Masanori Takeda

Análise da exploração florestal de espécies nativas na Amazônia Ocidental; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Stephany Anry Kudo

Avaliação dos processos de gestão ambiental em fragmentos florestais urbanos públicos na cidade de Manaus; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Ygor Felipe Távora da Silva

A POTENCIALIDADE DA GUARDA MUNICIPAL COMO AGENTE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL: A formação de um programa piloto no Parque Nascentes do Mindu e Parque do Mindu; 2015; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Vanderson Brito Pinheiro

SISTEMA DE RESPONSABILIZAÇÃO DOS CRIMES AMBIENTAIS PRATICADOS NAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NO MUNICÍPIO DE MANAUS; 2015; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Ségio Sakagawa

O PARQUE ESTADUAL DO MATUPIRI/AM E OS MURA: UMA PROPOSTA DE GESTÃO; 2015; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Cláudio Wilson Soares Barbosa

Populações tradicionais e suas relações com a concepção de gestão de Unidade de Conservação de uso sustentável: o caso da Resex Verde para Sempre; 2015; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Laynara Silva dos Santos

Interações entre população humana e sauim-de-coleira (Saguinus bicolor) no uso de recursos em quintais nos fragmentos florestais urbanos de Manaus; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Ana Flávia Ceregatti Zingra

Castanhais e Castanheiros da Bacia do Rio Unini, Barcelos, AM; 2015; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Edfran Nascimento Andrade

CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS E A EMERGÊNCIA DE SEMENTES DE DUAS ETNOVARIEDADES DE CARÁ (Dioscorea trifida L; f); 2014; Dissertação (Mestrado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Maria Luana Araujo Vinhote

USOS E MANEJO DE RECURSOS FLORESTAIS NÃO MADEIREIROS EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DA BR 319; 2014; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Akis Alves da Silva

Concessão Florestal no Amazonas: Estudos da viabilidade de implantação na Floresta Estadual Tapauá; 2014; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Rafaela Machado Feitosa

O PROGRAMA AGENTE AMBIENTAL VOLUNTÁRIO NO ESTADO DO AMAZONAS: GUIA DE FERRAMENTAS PRÁTICAS PARA IMPLANTAÇÃO; 2014; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Priscilla Adriano Silva

Os desafios de implantação do manejo florestal nas comunidades da RDS do Rio Negro-AM/; 2014; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Maria Lionilde Gonzaga de Souza

Efetividade de Conselhos Gestores na gestão participativa de Unidades de Conservação de Uso Sustentável no Amazonas; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Jan Feldmann Martinot

Manejo agro-estrativista do açaí-da-mata na Amazônia Central; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Wagner Bento de Souza Júnior

O Regime de Propriedade e sua relação com a Integridade Ecológica dos Fragmentos Florestais Urbanos; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Maria Gabriela Albuja Bucheli

DIRETRIZES PARA A SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA DO PROBUC; 2012; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Amanda Regis Faro

Orientações para o desenvolvimento de Acordos de Manejo de Recursos Naturais em Áreas Protegidas: ferramentas e práticas; 2012; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Karine da Silva Araujo

AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS SETORIAIS PARA A CADEIA PRODUTIVA DE JUTA E MALVA NO ESTADO DO AMAZONAS; 2012; Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Malin Björklund

Public parks and the right to the city: a case study of public parks in Manaus, Amazonas; 2012; Dissertação (Mestrado em Spatial planning) - Blekinge Institute of Technology, Swedish International Development Corporation Agency; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Hueliton da Silveira Ferreira

TRAJETÓRIA DA GESTÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FEDERAIS NO BRASIL OS MODELOS INSTITUCIONAIS DE GESTÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FEDERAIS: A MUDANÇA IBAMA ? ICMBIO E SEUS IMPACTOS NA AMAZÔNIA OCIDENTAL; 2012; Dissertação (Mestrado em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Ana Lúcia Barros de Andrade

Gestão Ambiental Participativa: avaliação da trajetória das conferências estaduais de meio ambiente no Amazonas; 2011; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Maria do Carmo Gomes Pereira

Produção e comercialização agroflorestal familiar no rio Cuieiras, Manaus, Amazonas; 2011; Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Leonardo Pereira Kurihara

EXPLORAÇÃO MADEIREIRA FAMILIAR NO RIO CUIEIRAS, BAIXO RIO NEGRO, AMAZÔNIA CENTRAL; 2011; Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Luciana Raffi Menegaldo

Interações socioculturais da comunidade Tapiíra com a fauna silvestre: relações de gênero e geração; 2011; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Marcelo Gonçalves Cortez

SISTEMAS DE PRODUÇÃO DA CASTANHA DA AMAZÔNIA (Bertholletia excelsa Bonpl; ) NO MUNICÍPIO DE MANICORÉ/AM; 2011; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Rafael Illenseer

PESCADORES SEM ÁGUAS: ESTRATÉGIAS DE ADAPTABILIDADE DOS PESCADORES ARTESANAIS NO BAIXO RIO NEGRO (AM); 2011; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Solène Tricaud

La valorisation du guaraná chez deux organisations de producteurs à Maués et Urucará Dynamique des savoirs et pratiques des producteurs (Etat de l?Amazonas - Brésil); 2011; Dissertação (Mestrado em Sciences et Technologies du Vivant et de l?Environ) - AgroParisTech,; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Marisete Tavares Ferreira

Estatuto da cidade e a conservação ambiental no município de Colinas do Tocantins-TO; 2010; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Márcia Melo Ramos

A gestão das pescarias da espécie Brachyplatystoma vaillantii no estuário Amazônico, Pará: a situação atual e perspectivas; 2010; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazôni) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Elistênia da Fonseca Bezerra

Entre o ideal e o real: a gestão de resíduos sólidos em Colinas do Tocantins; 2009; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Ioná Gonçalves Santos Silva Ayres

A construção da governança ambiental nos municípios brasileiros: o caso de Colinas do Tocantins; 2009; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

José Daniel da Silva

Gestão local e conservação dos recursos pesqueiros no município de Couto Magalhães (TO) região do médio rio Araguaia; 2009; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Sérgio Constantino Wacheleski

A reserva florestal legal em área de transição amazônia-cerrado: o caso do município de Colinas do Tocantins - TO; 2009; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Vonínio Brito de Castro

As transformações no mundo do trabalho e no ambienta da pesca no povoado Cajueiro Palmeirantes - TO; 2009; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Artur Bicelli Coimbra

A pesca na Terra Indígena Lago Ayapuá, baixo Rio Purus, Amazônia Central; 2009; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Maria Bernadete Reis Maia

Do defeso ao seguro desemprego do pescador artesanal: a inclusão do pescador nas políticas públicas de seguridade social; 2009; Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Nilva Verônica Campos Amaral Aguiar

Assentamento Rural em Unidade de Conservação: o caso da Área de Proteção Ambiental da Margem Esquerda do Rio Negro, Manaus-AM; 2008; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Ignácio Oliete Josa

Piaçabeiros e Piaçaba do Médio Rio Negro (Amazonas, Brazil), socioeconomia da atividade extrativista e ecologia da Leopoldinia piassaba WALLAC; 2008; Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Geandro Guerreiro Pantoja

A co-gestão de recursos pesqueiros do município de Parintins (AM); 2006; 137 f; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazôni) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Jefferson Lobato dos Santos

Uso e diversiadde de espécies vegetais cultivadas na reserva de desenvolvimento sustentável do Tupé, Manaus, Amazonas; 2006; Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Pejman Samoori

Funcionamento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) no Estado do Amazonas: o caso do município de Presidente Figueiredo; 2005; 0 f; Dissertação (Mestrado em Agricultura no Trópico Úmido) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia,; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Aguimar Vasconcelos Simões

Impactos de tecnologias alternativas edo manejo da Castanha-do-Brasil (Bertholettia excelsa,HUMB; & BONPL; , 1808) no controle da contaminação por aflatoxinas em sua cadeira produtiva; 2004; 0 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Grazélio Queiroz de Magalhães

Plantas Ornamentais em sistemas agroflorestais: levantamento do potencial na área de agricultura familiar; 2004; 0 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Antonio Lindolpho de Lima

Efeito da umidade do solo na decomposição de hidrocarbonetos residuais em landfarming controlado; 2003; 82 f; Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazôni) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Marino Silva de Oliveira Filho

Avaliação econômica de dois modelos de sistemas agroflorestais no distrito agropecuário da SUFRAMA no Estado do Amazonas; 2003; 61 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Sérgio Odilon Pacheco

AVALIAÇÃO DE POMARES URBANOS EM QUINTAIS NOS BAIRROS CONSOLIDADOS DA CIDADE DE MANAUS; 2003; 0 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

José Ribamar da Silva Pinto

Análises de incentivos institucionais no manejo coletivo de fauna silvestre: o caso do projeto "Pé-de-pincha"no noroeste do Estado do Pará; 2002; Dissertação (Mestrado em Agriculturas Familiares e Desenvolvimento Sustentá) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Stella Maris Lazzarini

Avaliação socioambiental da pesca de subsistência no rio Uatumã a jusante da barragem da UHE Balbina (Amazonas, Brasil); 2002; Dissertação - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Maria Luana Araujo Vinhote

CONSERVAÇÃO, MANEJO E SEGURANÇA DA CASTANHA-DOBRASIL (Bertholletia excelsa): um segmento para o desenvolvimento sustentável da Amazônia; 2023; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Antonio Carlos Costa Linhares

CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA E AGRONÔMICA DE ACESSOS DE PIMENTAS (Capsicum spp; ) AMAZÔNICAS; 2023; Tese (Doutorado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Michelle Pedroza da Silva

Influência dos eventos hidrológicos extremos nas estratégias adaptativas das comunidades ribeirinhas da RDS do rio Madeira; 2022; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

MARTA IRIA DA COSTA AYRES

Avaliação da sustentabilidade agroecológica dos sistemas agroextrativistas do açaí-do-amazonas (Euterpe precatoria Martius) em Codajás; 2022; Tese (Doutorado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Pedro Henrique Mariosa

E O CASTANHEIRO VIROU PATRÃO: O papel das organizações sociais de base enquanto mediadoras das relações de mercado na Amazônia; 2022; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Monica Alves de Vasconcelos

?A natureza mudou?: alterações climáticas e transformações nos modos de vida da população no Baixo Rio Negro, Amazonas; 2020; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Oséias Cordeiro Sartori

IMPLICAÇÕES DA INVISIBILIZAÇÃO DOS INGARIKÓ NA UNIDUALIDADE ESTABELECIDA PELO PARQUE NACIONAL DO MONTE RORAIMA; 2019; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Daniel Carneiro Costa

Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas; 2019; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Jhassem Antônio SIlva de Siqueira

As Cadeias de Valor do Açaí: Uma estratégia sistêmica na conservação dos agroecossistemas amazônicos no município de Carauari-AM; 2018; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Fabiana Rocha Pinto

ANÁLISE PRODUTIVA DE SISTEMAS AGROEXTRATIVISTAS DE AÇAÍ?DA?MATA (Euterpe precatoria Mart; ) NA AMAZÔNIA CENTRAL; 2018; Tese (Doutorado em AGRONOMIA TROPICAL) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Patrick Beyerlein

Agrobiodiversidade do cará (Dioscorea trifida L; ) e sua conservação in situ em Caapiranga, Amazonas; 2017; Tese (Doutorado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Marcelo José de Lima Dutra

Governos Locais para a boa governança ambiental local; 2017; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Mélanie Congretel

Une plante, des fils et des clones; Histoires amazoniennes de guaraná(s) dans un monde globalisé; ; 2017; Tese (Doutorado em Ciências sociais e ambientais) - AgroParisTech,; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Jocilene Gomes da Cruz

ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-CULTURAL E INTERCULTURALIDADE NA GESTÃO DOS TERRITÓRIOS INDÍGENAS PARA O BEM VIVER NO RIO NEGRO-AM; 2015; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Sâmia Feitosa Miguez

Razão Ambiental do Direito à Terra na Amazônia: Dilemas da ordenação fundiária na ALAP BR-319; 2015; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Thaísa Rodrigues Lustosa de Camargo

TUTELA JURÍDICA DOS SISTEMAS DE COMPENSAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS; 2015; Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas,; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Luizete Maria da Silva Maia

BR 319 - Impacto da estrada na qualidade ambiental dos cursos dágua; 2012; Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras,; Coorientador: Henrique dos Santos Pereira;

Danilo Egle Santos Barbosa

2023; Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Henrique dos Santos Pereira;

Suzy Cristina Pedroza da Silva

2017; Universidade Federal do Amazonas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Henrique dos Santos Pereira;

Alcimara Chames Bezerra

DIALOGANDO SOBRE A IMPORTÂNCIA DAS ÁREAS PROTEGIDAS PARA A CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação Ambiental com ênfase em Espaços Educadores Sustentáveis) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Gaminiel da Costa Pinheiro

POLUIÇÃO DA ÁGUA PELA DISPOSIÇÃO INADEQUADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA ORLA FLUVIAL DE MANACAPURU; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação Ambiental com ênfase em Espaços Educadores Sustentáveis) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

MARIA DAS GRAÇAS PALHETA MARTINS

EVENTOS CLIMÁTICOS EXTREMOS E POPULAÇÕES VULNERÁVEIS EM ÁREAS DE RISCO URBANAS: Um tema gerador para a educação ambiental da escola; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação Ambiental com ênfase em Espaços Educadores Sustentáveis) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Rejina Kely de Oliveira França

O COLETIVO JOVEM NA ESCOLA ESTADUAL JAMIL SEFFAIR; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação Ambiental com ênfase em Espaços Educadores Sustentáveis) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Renata Magalhães Vieira

Planejamento Participativo para a Inserção Transversal da Educação Ambiental nas Práticas Pedagógicas do Ensino Fundamental; 2016; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação Ambiental com ênfase em Espaços Educadores Sustentáveis) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Iara Cardoso de Oliveira

Cadastro Ambiental Rural (CAR) em Unidades de Conservação do Estado do Amazonas: análise e desafios na regularização do uso coletivo da terra por povos e comunidades tradicionais; 2023; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Iara Cardoso de Oliveira

CADASTRO AMBIENTAL RURAL (CAR) EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO ESTADO DO AMAZONAS: ANÁLISE E DESAFIOS NA REGULARIZAÇÃO DO USO COLETIVO DA TERRA POR POVOS E COMUNIDADES TRADICIONAIS; 2022; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Rafael de Lima Erazo

Caracterização de uma feira de alimentos orgânicos em Manaus ? AM; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Jânia Lília da Silva Bentes

Ocorrência de fusariose em plantios de Maracujá (Passiflora edulis f; flavicarpa deg; ) em Rio Preto da Eva, Amazonas; 1995; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Rogério Hamada

Ocorrência de Fusariose num plantio de mamão (Carica papaya); 1993; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Maria José Freita de Macedo

Dinâmica do Banco de Sementes do Solo em um Sistema de Agricultura de Pousio em uma área de Floresta na Amazônia Ocidental; 1992; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Acácia Lima Neves

Efeitos do uso do húmus de minhoca na produção de alface (Lactuca sativa L; ); 1992; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Letícia Praia Lima

Chave Ilustrada para Identificação de plântulas de espécies invasoras mais frequentes do Campus Universitário; ; 1990; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Mirza Carla de Souza Normando

Especificidade e Patogenicidade de isolados de R; solani associados à leguminosas e gramíneas; 1987; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Nelson Vasconcelos Marinho

Minhocultura; 1987; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Camila dos Santos Belmiro

Desastres naturais de cheia e seca: o olhar dos ribeirinhos urbanos sobre os riscos e respostas; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Pedro Enrique Borges Fernandes

Caracterização agrobotânica de etnovariedades do cará da Amazônia (Dioscorea trifida L; ); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Anndson Brelaz de Oliveira

Manejo sustentável e Criação de quelônios (Podocnemis spp; ) por comunidades no Estado do Amazonas; 2006; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Mark Elber Sales Dantas

Avaliação dos efeitos alelopáticos de Tiririca (Cyperus rotundus L; ) na germinação de sementes e crescimento de plântulas de diferentes espécies herbáceas cultivadas; 2002; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Alessandra Gondim de Souza

Ecologia dos Uruás (Pomacea sp,:AMPULLARIIDAE) em habitats naturais da amzônia Central e seu cultivo em aquários experimentais; 2000; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Pesca) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Renato Soares Cardoso

Manejo Comunitário de Pesca no Médio Amazonas; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Pesca) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Carla Elizabeth Brito de Lima

Manejo de Pesca Comunitário no Médio Amazonas; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Hellen Christina Medeiros de Souza

Manejo sustentável e Criação de quelônios (Podocnemis spp; ) por comunidades no Estado do Amazonas; 2006; 0 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Amazonas; Orientador: Henrique dos Santos Pereira;

Produções bibliográficas

  • MACUÁCUA, XADREQUE VITORINO ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . PROMOVENDO A FITOTERAPIA TRADICIONAL DA AMAZÔNIA BRASILEIRA: O CASO DA FARMÁCIA VERDE DE MANICORÉ. FOCO (FACULDADE NOVO MILÊNIO) , v. 16, p. e3503, 2023.

  • DA COSTA, CIDERJÂNIO FARLING SALVADOR ; MARIOSA, PEDRO HENRIQUE ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; MARIOSA, DUARCIDES FERREIRA . Perspectivas da transversalidade na educação ambiental: uma revisão sistemática. CADERNO PEDAGÓGICO (LAJEADO. ONLINE) , v. 20, p. 3284-3308, 2023.

  • NAVA, D. B. ; FRAXE, T. J. P. ; PEREIRA, H. S. . Racionalidade etno-socioambiental: uma matriz proposta ao controle ambiental da atividade de mineração na Amazônia. Boletim Goiano de Geografia , v. 43, p. 01-26, 2023.

  • BENITZ, TABATHA ; REIS, LEONARDO ; FRICKMANN, FABIANA ; ROSA, PATRÍCIA ; PEREIRA, HENRIQUE ; MARCOS, VIVIANE . Prospecting for medicinal species and the potential for the development of bioeconomy in traditional in Middle Solimões- AM. CONCILIUM (ENGLISH LANGUAGE EDITION) , v. 23, p. 45-63, 2023.

  • AYRES, MARTA ; BATALHA, OSCARINA ; MACEDO, ROSENDO GALILEO ; ALFAIA, SONIA ; PEREIRA, HENRIQUE . Nutritional assessment of açaí-do-amazonas plants in function of agroecosystem management, in Codajas-Amazonas. CONCILIUM (ENGLISH LANGUAGE EDITION) , v. 23, p. 864-880, 2023.

  • INOZILE, JEAN WISGUEN ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . Impacts of International and National Regulatory Frameworks on Guaranteeing Farmers? Right in Brazil. Journal of Agricultural Science , v. 14, p. 61-72, 2022.

  • MARIOSA, P. H. ; PEREIRA, H. S. . Systematic Review of the Literature on Family Farming and the Social and Solidarity Economy in Brazil and Latin America. Global Journal of HUMAN-SOCIAL SCIENCE: E Economics , v. 22, p. 1-14, 2022.

  • MARIOSA, PEDRO HENRIQUE ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; MARIOSA, DUARCIDES FERREIRA ; FALSARELLA, ORANDI MINA ; CONTI, DIEGO DE MELO ; DE BENEDICTO, SAMUEL CARVALHO . Family Farming and Social and Solidarity Economy Enterprises in the Amazon: Opportunities for Sustainable Development. Sustainability , v. 14, p. 10855, 2022.

  • FAGUNDES, JOAB HARDMAN ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . Desafios da implementação de mecanismos reed + como financiamento para gestão de áreas protegidas na Amazônia / Challenges of implementation of reed + mechanisms as a financing for management of protected areas in Amazon. Brazilian Journal of Development , v. 8, p. 41456-41475, 2022.

  • VASCONCELOS, MÔNICA ALVES DE ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; LOPES, MYRIAM ; GUIMARÃES, DAVID FRANKLIN DA SILVA . Impacts of Climate Change on the Lives of Riverine Farmers on the Lower Rio Negro, Amazon. Atmosphere , v. 13, p. 1906, 2022.

  • PINHEIRO, J. A. C. ; GONÇALVES, V. V. C. ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; OKA, J. M. ; SIQUEIRA-SOUZA, F. ; FREITAS, C. E. C. . Perception of Amazonian fishers regarding environmental changes as causes of drastic events of fish mortality. BRAZILIAN JOURNAL OF BIOLOGY (ONLINE) , v. 82, p. 1-8, 2022.

  • SABINO, ESTER C ; BUSS, LEWIS F ; CARVALHO, MARIA P S ; PRETE, CARLOS A ; CRISPIM, MYUKI A E ; FRAIJI, NELSON A ; PEREIRA, RAFAEL H M ; PARAG, KRIS V ; DA SILVA PEIXOTO, PEDRO ; KRAEMER, MORITZ U G ; OIKAWA, MARCIO K ; SALOMON, TASSILA ; CUCUNUBA, ZULMA M ; CASTRO, MÁRCIA C ; DE SOUZA SANTOS, ANDREZA ARUSKA ; NASCIMENTO, VÍTOR H ; PEREIRA, HENRIQUE S ; FERGUSON, NEIL M ; PYBUS, OLIVER G ; KUCHARSKI, ADAM . Resurgence of COVID-19 in Manaus, Brazil, despite high seroprevalence. LANCET , v. 2021, p. 1-3, 2021.

  • GIATTI, OTÁVIO FERRARIM ; MARIOSA, PEDRO HENRIQUE ; ALFAIA, SÔNIA SENA ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . Potencial socioeconômico de produtos florestais não madeireiros na reserva de desenvolvimento sustentável do Uatumã, Amazonas. Revista de economia e sociologia rural , v. 59, p. e229510, 2021.

  • MARIOSA, P. H. ; PEREIRA, H. S. ; SCUDELLER, V. V. ; SIMAO, M. O. A. R. ; MARIOSA, D. . Contribution of Rural Non-Farm Enterprises to Buen Vivir in Protected Areas in the Amazon. GLOBAL JOURNAL OF HUMAN SOCIAL SCIENCES , v. 21, p. 46-56, 2021.

  • OLIVEIRA, J. F. ; PEREIRA, H. S. ; SILVA, S. C. P. . Análise dos processos minerários de areia na região metropolitana de Manaus. GEOCIÊNCIAS (SÃO PAULO. ONLINE) , v. 40, p. 107-121, 2021.

  • LOPES, K. V. ; PEREIRA, H. S. . COMPRAS PÚBLICAS SUSTENTÁVEIS E O DESENVOLVIMENTO LOCAL: O CASO DO PROMOVE E AS CADEIAS DE MÓVEIS DE PARINTINS, AMAZONAS. Revista Gestão e Sustentabilidade Ambiental , v. 10, p. 343-362, 2021.

  • SOUZA, ÉRICA INES ALMEIDA DE ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; SOUSA, ALINE ELLEN DUARTE DE . Avaliação das perdas de bananas produzidas em Rio Preto da Eva, Amazonas, Brasil. RAMA - Revista em Agronegócio e Meio Ambiente , v. 14, p. 1-18, 2021.

  • VASCONCELOS, MÔNICA ALVES DE ; GUIMARÃES, DAVID FRANKLIN DA SILVA ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; LACERDA JÚNIOR, JOSÉ CAVALCANTE ; LOPES, MYRIAM . Eventos extremos hidroclimáticos e percepção da dinâmica sociocultural por ribeirinhos da Amazônia. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT , v. 10, p. e22610817222, 2021.

  • PEREIRA, H. S. ; CAMARGO, T. R. L. ; SILVA, S. C. P. ; SILVA, R. G. P. ; SAITO, CARLOS HIROO ; CABRAL, ANA ISABEL ROSA ; LAQUES, A-E . Potential Economic Effectiveness of Payment for Environmental Services in a Protected Area in the State of Amazonas (Brazil). REVISTA DE ESTUDIOS BRASILEOS , v. 8, p. 69-84, 2021.

  • SECA, ABDULAI ISMAIL ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; SILVA, SUZY CRISTINA PREDROZA DA . Expansion of Cashew Cultivation and its Environmental and Economic Impacts on Guinea-Bissau. Revista Brasileira de Ciências Ambientais (Online) , v. 56, p. 385-397, 2021.

  • MACUÁCUA, XADREQUE VITORINO ; LIMA, ANGELA MARIA ARAÚJO DE ; FREITAS, KAREM TELES ; SANTARÉM JUNIOR, LAURO DOS SANTOS ; OLIVEIRA, SÍDIA MARIA AMBRÓSIO DE ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . A Avaliação do Rendimento Acadêmico de Estudantes em Modalidade de Ensino Remoto Durante a Pandemia de COVID-19 em Manaus. REVISTA DE ENSINO, EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS HUMANAS , v. 22, p. 401-411, 2021.

  • GONCALVES, L. V. C. ; PINHO, R. C. ; AYRES, M. I. C. ; TICONA-BENAVENTE, C. A. ; PEREIRA, H. S. ; NEVES JUNIOR, A. F. ; ALFAIA, Sonia Sena . Influence of the Caiçaras on Soil Properties in the Savanna Region of Roraima, Northern Amazon. Sustainability , v. 13, p. 11354, 2021.

  • GUIMARÃES, DAVID FRANKLIN DA SILVA ; VASCONCELOS, MÔNICA ALVES DE ; VIDAL, TERENA DO COUTO SAMPAIO ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . A relação entre eventos climáticos extremos e desastres ambientais fluviais no Amazonas. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT , v. 10, p. e25510917882, 2021.

  • CONGRETEL, MÉLANIE ; FILOCHE, GEOFFROY ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; PINTON, FLORENCE . Found again in translation? Standardizing the authenticity of guaraná among the Sateré-Mawé people (Brazilian Amazon). HAU-JOURNAL OF ETHNOGRAPHIC THEORY , v. 11, p. 579-600, 2021.

  • SILVA, ROMERO ; LAQUES, ANNE-ELISABETH ; CABRAL, ANA I.R. ; SILVA, SUZY-CRISTINA ; PEREIRA, HENRIQUE ; SAITO, CARLOS . Land use dynamics under the Bolsa Floresta Program: a case study of the Uatumã Sustainable Development Reserve (Amazonas, Brazil). ACTA AMAZONICA , v. 51, p. 370-381, 2021.

  • ALEIXO, NATACHA CÍNTIA REGINA ; NETO, JOÃO CÂNDIDO ANDRÉ DA SILVA ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; BARBOSA, DANILO EGLE SANTOS ; LORENZI, BRUNO CORDEIRO . Pelos caminhos das águas: a mobilidade e evolução da COVID-19 no estado do AmazonasAlong waterways: mobility and evolution of COVID-19 in the State of AmazonasAu long des voies navigables: mobilité et évolution du COVID-19 dans l'État d'Amazonas. CONFINS (PARIS) , v. 2020, p. 30072, 2020.

  • KLUCZKOVSKI, A. M. ; SILVA, A. C. P. ; BARRONCAS, J. ; LIMA, J. ; PEREIRA, H. S. ; MARIOSA, P. H. ; VINHOTE, M. L. A. . Drying in Brazil Nut Processing as Tool for Prevention of Contamination by Aflatoxins. JOURNAL OF AGRICULTURAL STUDIES , v. 8, p. 70-81, 2020.

  • ALVES, RODRIGO COUTO ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . O pagamento por serviços ambientais como alternativa socioeconômica para a gestão dos resíduos sólidos no Amazonas. Environmental Scientiae , v. 2, p. 12-24, 2020.

  • SILVA, N. M. G. ; ADDOR, F. ; LIANZA, S. ; PEREIRA, H. S. . O debate sobre a tecnologia social na Amazônia: a experiência do manejo participativo do pirarucu. REVISTA TERCEIRA MARGEM AMAZÔNIA , v. 6, p. 14-29, 2020.

  • SOARES, KIRK RENATO MORAES ; FERREIRA, CARLA COELHO ; RAMOS, AURINEI DA SILVA ; LOBATO, ANA CECÍLIA NINA ; FRAXE, THEREZINHADE JESUS PINTO ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; CASTRO, ALBEJAMERE PEREIRA DE . Production of Arugula Under Doses of Bokashi Fermented Compound. Journal of Agricultural Science , v. 12, p. 181, 2020.

  • FRAXE, THEREZINHA DE JESUS PINTO ; PINHEIRO, JÚLIO ASSIS CORRÊA ; COSTA, MÔNICA SUANI BARBOSA ; GONÇALVES, VINÍCIUS VERONA CARVALHO ; OKA, JAISSON MIYOSI ; SENA, GISLANY MENDONÇA ; CARNEIRO, JANDERLIN PATRICK RODRIGUES ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; PEREIRA, CLOVES FARIAS . Uso de agrotóxicos e seus impactos socioambientais nos municípios de Rio Preto da Eva e Careiro da Várzea, Amazonas - Brasil. Brazilian Journal of Development , v. 6, p. 31429-31451, 2020.

  • PLESE, N. G. S. P. ; PEREIRA, H. S. . LOCAL EFFECTIVENESS OF STATE PUBLIC POLICIES TO PROMOTE SUSTAINABLE NON-TIMBER FOREST PRODUCT GATHERING: THE CASE OF THE CAZUMBÁ EXTRACTIVE RESERVE, IN ACRE, BRAZIL. Brazilian Journal of Development , v. 6, p. 72731-72748, 2020.

  • SARTORI, OSEIAS CORDEIRO ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . O problema da parceria entre o Parque Nacional do Monte Roraima e o povo indígena Ingarikó na Amazônia setentrional. Geosul , v. 35, p. 252-276, 2020.

  • MARIOSA, D. ; MARIOSA, P. H. ; FALSARELLA, O. M. ; FERRAZ, R. R. N. ; PEREIRA, H. S. . The Perceived quality assessment of the health services offered to riverine communities in Brazilian Amazon. INTERNATIONAL JOURNAL FOR INNOVATION EDUCATION AND RESEARCH , v. 8, p. 360-374, 2020.

  • ALVES, RODRIGO COUTO ; SILVA, Neliton Marques da ; ANDRADE, MARCOS VINÍCIUS BARROS DE ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . A (in) viabilidade dos Consórcios Públicos Intermunicipais para Gestão de Resíduos Sólidos no Amazonas, Brasil. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT , v. 9, p. e82191110582, 2020.

  • SILVA, S. C. P. ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; ABADIAS, K. S. ; PEREIRA, C. F. ; Santiago, J. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, S. M. ; SILVA, M. C. R. ; SENA, G. M. ; BRITO, A. K. R. ; MACHADO, N. M. S. . Resgate e registro das variedades locais das sementes produzidas e armazenadas pelos agricultores familiares em Manacapuru-AM. Cadernos de Agroecologia , v. 15, p. 1-12, 2020.

  • SILVA DE SIQUEIRA, JHASSEM ANTÔNIO ; DOS SANTOS PEREIRA, HENRIQUE ; PEDROZA DA SILVA, SUZY CRISTINA ; DE AZAMBUJA MIDOSI RICART, MARIA LUIZA . CARACTERIZAÇÃO AGROECOLÓGICA DE SISTEMAS TRADICIONAIS DE PRODUÇÃO DO AÇAÍ (EUTERPE SPP.) EM CARAUARI, NO MÉDIO RIO JURUÁ, ESTADO DO AMAZONAS. Revista Brasileira de Agroecologia (Online) , v. 16, p. 156-168, 2020.

  • COSTA, DANIEL CARNEIRO ; MARCHAND, GUILLAUME ANTOINE EMILE LOUIS ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . Monitoramento participativo da biodiversidade em sistemas de unidades de conservação: o caso do ProBUC no estado do Amazonas. AMAZÔNICA: REVISTA DE ANTROPOLOGIA (ONLINE) , v. 11, p. 219-232, 2019.

  • SARTORI, OSEIAS CORDEIRO ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . LUTA DO POVO INGARIKÓ POR RECONHECIMENTO E REDISTRIBUIÇÃO NO TERRITÓRIO SOBREPOSTO AO PARQUE NACIONAL DO MONTE RORAIMA, RR. Caminhos de Geografia) , v. 20, p. 478-491, 2019.

  • BEYERLEIN, PATRICK ; MENDES, ÂNGELA M. S. ; PEREIRA, HENRIQUE S. . Floral phenology, seed germination and hybrid plants of the Amerindian yam (Dioscorea trifida). ACTA AMAZONICA , v. 49, p. 167-172, 2019.

  • MCCALL, LAURA-ISOBEL ; CALLEWAERT, CHRIS ; ZHU, QIYUN ; SONG, SE JIN ; BOUSLIMANI, AMINA ; MINICH, JEREMIAH J. ; ERNST, MADELEINE ; RUIZ-CALDERON, JEAN F. ; CAVALLIN, HUMBERTO ; PEREIRA, HENRIQUE S. ; NOVOSELAC, ATILA ; HERNANDEZ, JEAN ; RIOS, RAFAEL ; BRANCH, ORALEE H. ; BLASER, MARTIN J. ; PAULINO, LUCIANA C. ; DORRESTEIN, PIETER C. ; KNIGHT, ROB ; DOMINGUEZ-BELLO, MARIA G. . Home chemical and microbial transitions across urbanization. Nature Microbiology , v. 2019, p. s41564-019-0593, 2019.

  • GUIMARÃES, D. F. S ; BELMIRO, C. S. ; VASCONCELOS, M. A. ; PEREIRA, H. S. . Fluvial environmental disasters: risk perception and evaluation of government responses by riverine populations in Cacau Pirêra, Iranduba/AM. SUSTENTABILIDADE EM DEBATE , v. 10, p. 236-275, 2019.

  • GUIMARÃES, D. F. S. ; SILVA, S. C. P. ; VASCONCELOS, M. A. ; MENDES, G. S. ; PEREIRA, H. S. . A MORTE CATASTRÓFICA DE ÁRVORES POR INUNDAÇÃO NA ILHA DO CAREIRO DA VÁRZEA-AM. REVISTA TERCEIRA MARGEM AMAZÔNIA , v. 5, p. 281, 2019.

  • BEYERLEIN, P. ; PEREIRA, HENRIQUE . Morphological diversity and identification key for landraces of the Amerindian yam in central Amazon. PESQUISA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA (ONLINE) , v. 53, p. 405-418, 2018.

  • C. COSTA, DANIEL ; S. PEREIRA, HENRIQUE ; A. E. L. MARCHAND, GUILLAUME ; C. P. SILVA, SUZY . Challenges of Participatory Community Monitoring of Biodiversity in Protected Areas in Brazilian Amazon. DIVERSITY , v. 10, p. 61-73, 2018.

  • DE SOUZA ALVES, MAGALY ; CAVALCANTE LACERDA JUNIOR, JOSÉ ; ALVES DE VASCONCELOS, MÔNICA ; GASPARETO HIGUCHI, MARIA INÊS ; DOS SANTOS PEREIRA, HENRIQUE . Percepção ambiental dos alunos do curso de Gestão Ambiental. AMBIENTE & EDUCAÇÃO: REVISTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL , v. 22, p. 333-348, 2018.

  • PEREIRA, H. S. ; KUDO, STEPHANY ANRY ; SILVA, S. C. P. . Topophilia and Environmental Valuation of Urban Forest Fragments in an Amazonian City. AMBIENTE E SOCIEDADE (CAMPINAS) , v. 21, p. 1-16, 2018.

  • LAQUES, ANNE-ELISABETH ; CABRAL, ANA ISABEL ROSA ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; SAITO, CARLOS HIROO . Água e floresta na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã. SUSTENTABILIDADE EM DEBATE , v. 9, p. 164-186, 2018.

  • FERREIRA, CARLA COELHO ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; CASTRO, ALBEJAMERE PEREIRA DE ; NETO, PEDRO DE QUEIROZ COSTA ; COELHO, KELVEN WLADIE DOS SANTOS ALMEIDA . Isolation and Identification of Endophytic Fungi of Urena lobata L. Cultivated in Amazon. Journal of Agricultural Science , v. 10, p. 316-324, 2018.

  • ERAZO, R. L. ; SILVA, L. J. S. ; PEREIRA, H. S. . PROCESSOS DE TRABALHO NA INDÚSTRIA FAMILIAR ARTESANAL DE FARINHA E GOMA DE MANDIOCA DA REGIÃO DE JANAUACÁ, AMAZONAS. REVISTA TERCEIRA MARGEM AMAZÔNIA , v. 3, p. 214-229, 2018.

  • CABRAL, ANA I.R. ; SAITO, CARLOS ; PEREIRA, HENRIQUE ; LAQUES, ANNE ELISABETH . Deforestation pattern dynamics in protected areas of the Brazilian Legal Amazon using remote sensing data. APPLIED GEOGRAPHY , v. 100, p. 101-115, 2018.

  • SOUZA, I. N. ; SIMAO, M. O. A. R. ; ANTONIO, A. C. ; PEREIRA, H. S. . (RE)EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA INFRATORES NO AMAZONAS: ESTRATÉGIAS E MACROTENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL (ONLINE) , v. 13, p. 30-50, 2018.

  • PEREIRA, H. S. ; SILVA, S. C. P. ; NASCIMENTO, A. C. L. ; SILVA, M. A. P. ; GUIMARÃES, D. F. S. . PERCEPÇÃO DE EVENTOS HIDROLÓGICOS EXTREMOS POR POPULAÇÕES RIBEIRINHAS AFETADAS DA AMAZÔNIA CENTRAL. REDE : REVISTA ELETRÔNICA DO PRODEMA , v. 12, p. 84-95, 2018.

  • COIMBRA, A. B. ; TERRA, A. K. ; MAZUREK, R. R. S. ; PEREIRA, H. S. ; BELTRÃO, H. ; SOUSA, R. G. C. . Atividade pesqueira dos índios Mura no Lago Ayapuá, Baixo Rio Purus, Amazonas, Brasil. Desafios , v. 4, p. 115-129, 2017.

  • CRUZ, J. G. ; PEREIRA, H. S. . REDES DE SUSTENTABILIDADE: GESTÃO TERRITORIAL E DIÁLOGOS INTERCULTURAIS NO RIO NEGRO-AM. ARETÉ (MANAUS) , v. 10, p. 23-37, 2017.

  • VASCONCELOS, M. A. ; OLIVEIRA, M. A. F. ; GUIMARAES, D. F. S. ; PEREIRA, H. S. . The seasonal changes of the landscape on the island of Careiro and social-environmental consequences 2017. ARETÉ (MANAUS) , v. 10, p. 87-98, 2017.

  • ARAÚJO, KARINE DA SILVA ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . Políticas públicas e as fibras naturais: a experiência recente da cadeia produtiva da malva e juta amazônica. REVISTA DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (BELÉM) , v. 60, p. 60-69, 2017.

  • MAZUREK, R. R. S. ; TERRA, A. K. ; PEREIRA, H. S. ; COIMBRA, A. B. ; BELTRÃO, H. ; SOUSA, R. G. C. . Caracterização socioeconômica e cultural da pesca dos Índios Mura, AmazonasBrasil. Scientia Amazonia , v. 6, p. 92-106, 2017.

  • BENTES, JONES GOMES ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; MENDES, ÂNGELA MARIA DA SILVA ; CASTRO, ALBEJAMERE PEREIRA DE ; CUNHA, ANDRÉ LUIZ BORBOREMA DA . Espaçamento para produção de sementes de Malva (Urena lobata L.) em terra firme na região de Manaus-AM. AMAZONIAN JOURNAL OF AGRICULTURAL AND ENVIRONMENTAL SCIENCES / REVISTA DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS , v. 60, p. 141-146, 2017.

  • SANTOS, L. S. ; GORDO, M. ; PEREIRA, H. S. . SIMPATRIA ENTRE POPULAÇÕES HUMANAS E DE SAUIM-DE-COLEIRA (SAGUINUS BICOLOR) EM FRAGMENTOS FLORESTAIS DE MANAUS, AMAZONAS. NEOTROPICAL PRIMATES , v. 23, p. 25-30, 2017.

  • MARTINOT, JAN FELDMANN ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da . Coletar ou Cultivar: as escolhas dos produtores de açaí-da-mata (Euterpe precatoria) do Amazonas. Revista de economia e sociologia rural , v. 55, p. 751-766, 2017.

  • PEREIRA, H. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; GUIMARAES, D. F. S. ; VASCONCELOS, M. A. . OS IMPACTOS DOS EVENTOS HIDROLÓGICOS EXTREMOS E A GOVERNANÇA AMBIENTAL: ESTUDO SOBRE A ASSIDUIDADE DOS ALUNOS NO DISTRITO DE TERRA NOVA, CAREIRO DA VÁRZEA/AM. REVISTA TERCEIRA MARGEM AMAZÔNIA , v. 2, p. 126-139, 2017.

  • DUTRA, MARCELO JOSÉ DE LIMA ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . Formação de municípios no Amazonas após a Constituição Federal de 1946: fragmentos de uma história interrompida e esquecida. REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS , v. 20, p. 51, 2017.

  • CALDERON, J. F. R. ; CALANCHE, H. E. C. ; SONG, S. J. ; NOVOSELAC, A. ; PERICCHI, L. R. ; HERNANDEZ, J. H. ; RIOS, R. ; BRANCH, O. H. ; PEREIRA, H. S. ; PAULINO, L. C. ; BLASER, M. J. ; KNIGHT, R. ; DOMINGUEZ-BELLO, M. G. . Walls talk: Microbial biogeography of homes spanning urbanization. Science Advances , v. 2, p. e1501061-e1501061, 2016.

  • TRICAUD, S. ; PINTON, F. M. G. ; PEREIRA, H. S. . Saberes e práticas locais dos produtores de guaraná (Paullinia cupana Kunth var. sorbilis) do médio Amazonas: duas organizações locais frente à inovação. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas , v. 11, p. 33-53, 2016.

  • KUDO, STEPHANY ANRY ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; PEDROZA DA SILVA, SUZY CRISTINA . A proteção jurídica dos fragmentos florestais urbanos: um estudo da paisagem e da legislação ambiental e urbanística da cidade de Manaus. Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFPR) , v. 38, p. 521-540, 2016.

  • CRUZ, J. G. ; PEREIRA, H. S. . POLÍTICAS INDÍGENAS E GESTÃO TERRITORIAL PARA O BEM VIVER NO RIO NEGRO-AM. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais , v. 7, p. 100-121, 2016.

  • PEREIRA, H. S. ; VINHOTE, M. L. A. ; ZINGRA, A. F. C. ; TAKEDA, W. M. . A MULTIFUNCIONALIDADE DA AGRICULTURA FAMILIAR NO AMAZONAS: DESAFIOS PARA A INOVAÇÃO SUSTENTÁVEL. Terceira Margem: Amazônia , v. 1, p. 59-74, 2015.

  • PEREIRA, H. S. ; MENEGALDO, L. R. ; FERREIRA, A. S. . Interações socioculturais com a fauna silvestre em uma unidade de conservação na Amazônia: relações de gênero e geração. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas , v. 8, p. 129-151, 2013.

  • JACOBS, WOUTER ; PEGLER, LEE ; REIS, MANOEL ; PEREIRA, HENRIQUE . Transporte, fluxo de mercadoria e desenvolvimento econômico urbano na Amazônia: o caso de Belém e Manaus. Cadernos Metrópole , v. 15, p. 389-410, 2013.

  • PEREIRA, H. S. ; CASTRO, A. P. ; FRAXE, Therezinha Pinto ; KINUPP, V. F. . Etnobotânica das variedades locais do cará (Dioscorea spp.) cultivados em comunidades no município de Caapiranga, estado do Amazonas. Acta Botanica Brasílica (Impresso) , v. 26, p. 658-667, 2012.

  • ANDRADE, A. L. B. ; PEREIRA, H. S. . AS CONFERÊNCIAS ESTADUAIS DE MEIO AMBIENTE: DESDOBRAMENTO EM POLÍTICAS PÚBLICAS PARA BIODIVERSIDADE E FLORESTA NO ESTADO DO AMAZONAS. Educação Ambiental em Ação , v. 11, p. 17-17, 2012.

  • MIGUEZ, S. F. ; SOUZA, D. S. R. ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. . Movimentos sociais, política e cidadania em perspectiva: aspectos da gestão territorial no Baixo Amazonas. Somanlu: Revista de Estudos Amazônicos , v. 12, p. 103-123, 2012.

  • MENEGALDO, L. R. ; PEREIRA, H. S. ; FERREIRA, A. S. . Os bichos e os homens: interações socioculturais com a fauna silvestre em uma comunidade amazônica. Somanlu: Revista de Estudos Amazônicos , v. 12, p. 61-82, 2012.

  • FERREIRA, H. S. ; PEREIRA, H. S. . Gestão ambiental pública no Brasil: políticas, instituições e modelos de gestão das unidades de conservação federais. Somanlu: Revista de Estudos Amazônicos , v. 12, p. 129-152, 2012.

  • PEREIRA, H. S. ; SCHERER, Elenise Faria . Amazônia e as políticas públicas de meio ambiente: mudanças climáticas, desmatamento e a luta pela sua conservação. Revista de Politicas Publicas (UFMA) , v. 15, p. 131-136, 2011.

  • RAMOS, Marcia M ; PEREIRA, H. S. . Os ambientes, a pesca e a gestão das pescarias da piramutaba (Brachyplatystoma vaillantii) no estuário Amazônico - PA. Novos Cadernos NAEA , v. 14, p. 115-129, 2011.

  • PEREIRA, H. S. . Gestão Participativa e o Movimento de Preservação de Lagos no Amazonas. Cadernos do CEAS (Salvador) , Salvador-BA, n.207, p. 67-88, 2003.

  • PEREIRA, H. S. . Community Wealth Stratification and the Organizational Provisioning Dilemma: The Case of Amazonian Fishing Communities. Journal of the Community Development Society (Cessou em 2004. Cont. ISSN 1557-5330 Community Development (Columbus, Ohio)) , Pennsylvania, v. 32, n.1, p. 1-19, 2001.

  • PEREIRA, HENRIQUE . A Agua e o Homem na Varzea do Careiro:A Agua e o Homem na Varzea do Careiro.. AMERICAN ANTHROPOLOGIST , v. 102, p. 670-670, 2000.

  • PEREIRA, H. S. . O Extrativismo Vegetal na Amazônia: uma contribuição para o debate. Boletim Amazonense de Geografia , Manaus, p. 11-21, 1994.

  • PEREIRA, H. S. . Manejo Agroflorestal da Castanha-do-Pará (Bertholettia excelsa H.B.K.) na região do Lago de Tefé (AM). Revista da Universidade do Amazonas. Série Ciências Agrárias , Manaus, v. 3, n.1, p. 11-32, 1994.

  • PEREIRA, H. S. ; LESCURE, J-P . Extrativismo e agricultura: as escolhas de uma população Kokama do médio Solimões. Revista da Universidade do Amazonas. Série Ciências Agrárias , v. 3, p. 2-9, 1994.

  • PEREIRA, H. S. ; ALVES, M. L. B. ; LOURD, M. . Caracterização de isolados de Rhizoctonia solani Khun no município de Manaus. Revista da Universidade do Amazonas. Série Ciências Agrárias , Manaus, v. 1, n.1, p. 23-32, 1991.

  • SIMONETTI, S. R. (Org.) ; Pereira, HS (Org.) ; BARBOSA, DANILO EGLE SANTOS (Org.) . Autogestão e desenvolvimento territorial sustentável de áreas protegidas: diálogos, aprendizagens e resiliência. 1. ed. Manaus: EDUA, 2023. v. 1. 340p .

  • PEREIRA, H. S. ; MARIOSA, P. H. (Org.) . Riscos climáticos e perspectivas da gestão ambiental na Amazônia. 1. ed. Curitiba: Appris, 2020. v. 1. 168p .

  • SALES, C. ; PEREIRA, H. S. . Mineração e Unidade de Conservação: Legislação e seus conflitos de interesse. 1. ed. Belo Horizonte: Editora Dialética, 2020. v. 1. 224p .

  • BENTES, J. G. ; Pereira, H. ; CASTRO, A. P. . Produção de sementes de Malva (Urena lobata L.) no Estado do Amazonas. 1. ed. Novas Edições Acadêmicas, 2019. v. 1. 59p .

  • GORDO, M. (Org.) ; PEREIRA, H. S. (Org.) . Unidades de conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: Diagnóstico Biológico. 1. ed. Manaus: EDUA, 2015. v. 1. 236p .

  • PEREIRA, H. S. ; Silva, M. A. P. (Org.) . Unidades de conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: instrumentos de gestão participativa. 1. ed. Manaus: EDUA, 2015. v. 1. 229p .

  • PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. (Org.) ; COSTA, Francimara Souza da (Org.) ; Witkoski, A. C. (Org.) . Unidades de Conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: Diversidade Cultural e Gestão Social dos Bens Comuns. 1. ed. Manaus: EDUA, 2015. v. 1. 208p .

  • GOMES, A. L. S. (Org.) ; SIMAO, M. O. A. R. (Org.) ; PEREIRA, H. S. (Org.) . Anais de Resumos da 2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazônia. 1. ed. Manaus: EDUA, 2015. v. 1. 87p .

  • MOREIRA, Fatima Maria de Souza ; MARTINS, A. L. U. ; PEREIRA, H. S. ; NODA, Hiroshi ; SILVA, N. M. . Conservação da Biodiversidade em Paisagens Antropizadas do Brasil. 1. ed. Curitiba: UFPR, 2013. v. 1. 587p .

  • FRAXE, Therezinha Pinto (Org.) ; Witkoski, A. C. (Org.) ; PEREIRA, H. S. (Org.) . Amazônia: cultura material e imaterial. 1. ed. São Paulo: , 2011. v. 1. 380p .

  • HIGUCHI, Niro ; PEREIRA, H. S. ; SANTOS, Joaquim dos ; Lima, A. J. N. ; Ayres, I. G. S. S. . Governos Locais Amazônicos e as questões climáticas globais. 1. ed. Manaus: edição dos autores, 2009. v. 1. 104p .

  • PEREIRA, H. S. ; REBELO, G. H. (Org.) ; SCHOR, Tatiana (Org.) ; NODA, Hiroshi (Org.) . Pesquisa Interdisciplinar em ciências do meio ambiente. 1. ed. Manaus: EDUA, 2009. v. 1. 320p .

  • FRAXE, Therezinha Pinto (Org.) ; PEREIRA, H. S. (Org.) ; WIKOSKI, Antonio Carlos (Org.) . Comunidades ribeirinhas amazônicas: modos de vida e uso dos recursos naturais. 1. ed. Manaus: EDUA, 2007. v. 1. 223p .

  • FRAXE, T J O (Org.) ; Witkoski, A. C. (Org.) ; PEREIRA, H. S. (Org.) . Comunidades Ribeirinhas Amazônicas: memória, ethos e identidade. 1. ed. Manaus: EDUA, 2007. v. 1. 223p .

  • PEREIRA, H. S. . Inciativas de co-gestão dos recursos naturais da várzea: Estado do Amazonas. Série Documentos Técnicos, 2. Manaus: Ibama/Provárzea, 2004. 132p .

  • Pereira, HS . Universidade Federal do Amazonas. In: Manuela Morais; Maria do Carmos Sobral; Larissa Malty. (Org.). Ambiente e Sociedade nos espaços da lusofonia. 1ed.Évora: creative commons CC-BY, 2023, v. 1, p. 54-57.

  • SILVA, R. G. P. ; ANDRADE, S. ; GOMES, T. ; THALES, M. ; CABRAL, ANA I.R. ; PEREIRA, H. S. ; LAQUES, A-E ; SAITO, C. H. . Dinâmicas Socioambientais no Brasil: Atores, políticas e processos. In: Stéphanie Nasuti; Marcel Bursztyn; Carlos Saito; Marie-Paule Bonnet. (Org.). Integração e aplicação de análises da paisagem em áreas protegidas na Amazônia. 1ed.Brasília: IABS, 2022, v. 1, p. 45-64.

  • SILVA, S. C. P. ; PEREIRA, C. F. ; Santiago, J. L. ; Pereira, H. ; FRAXE, T. J. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, S. M. ; SILVA, M. C. R. ; SENA, G. M. ; BRITO, A. K. R. ; MACHADO, N. M. S. ; CARNEIRO, J. P. R. . Sementes da agrobiodiversidade: registro das variedades locais cultivadas pelos agricultores familiares da Costa do Pesqueiro, Manacapuru/AM. In: Kristian Andrade Paz de la Torre. (Org.). Desenvolvimento Sustentável, interdisciplinariedade e ciências ambientais 2. 1ed.Ponta Grossa: Atena, 2021, v. 2, p. 148-159.

  • Silva, M. A. P. ; PEREIRA, H. S. ; SILVA, S. C. P. ; SILVA, C. A. ; VASCONCELOS, A. R. M. . PERCEPÇÕES SOBRE RISCO DE INUNDAÇÃO DAS COMUNIDADES RIBEIRINHAS DA RESERVA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO RIO MADEIRA. In: Henrique dos Santos Pereira; Pedro Henrique Mariosa. (Org.). Riscos Climáticos e Perspectivas da Gestão Ambiental na Amazônia. 1ed.Curitiba: Appris, 2020, v. 1, p. 29-44.

  • PEREIRA, H. S. ; CAMARGO, T. R. L. ; SILVA, S. C. P. ; SILVA, R. G. P. ; LAQUES, A-E . CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE E O PROGRAMA BOLSA FLORESTA NA RDS DO UATUMÃ. In: PEREIRA, H. S.; MARIOSA, P. H.. (Org.). Riscos Climáticos e Perspectivas da Gestão Ambiental na Amazônia. 1ed.Curitiba: Appris, 2020, v. 1, p. 97-112.

  • COSTA, D. C. ; PEREIRA, H. S. . CONSTRUINDO A GESTÃO ADAPTATIVA AMAZÔNICA MEDIANTE PROGRAMAS DE MONITORAMENTO PARTICIPATIVO DA BIODIVERSIDADE. In: PEREIRA, H. S.; MARIOSA, P. H.. (Org.). Riscos Climáticos e Perspectivas da Gestão Ambiental na Amazônia. 1ed.Curitiba: Appris, 2020, v. 1, p. 127-140.

  • MARIOSA, P. H. ; SIMAO, M. O. A. R. ; SCUDELLER, V. V. ; PEREIRA, H. S. . ECONOMIA RURAL NÃO AGRÍCOLA: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS SOCIOECONÔMICAS DE EMPREENDIMENTOS FORMAIS E INFORMAIS. In: Pereira, H. S.; Mariosa, P. H.. (Org.). Riscos Climáticos e perspectivas da gestão ambiental na Amazônia. 1ed.Curitiba: Appris, 2020, v. 1, p. 141-156.

  • PEREIRA, H. S. . Agricultura na várzea da Amazônia Central: potencialidades e vulnerabilidades. In: Geraldo Mendes dos Santos. (Org.). GEEA: Grupos de Estudos Estratégicos Amazônicos. 1ed.Manaus: Editora INPA, 2020, v. 17, p. 31-55.

  • PEREIRA, H. S. . Agricultura familiar: Desafios para a Sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental. In: Lindomar de Jesus de Sousa Silva; José Olenilson Costa Pinheiro; Aleksander Wetphal Muniz. (Org.). Pesquisa e Agricultura Familiar: intercâmbio de ações e conhecimentos para a transferência tecnológica na Amazônia. 1ed.Manaus: Embrapa Amazônia Ocidental, 2019, v. 1, p. 67-78.

  • ERAZO, R. L. ; SILVA, L. J. S. ; PEREIRA, H. S. . Rentabilidade dos sistemas de produção para diferentes produtos da mandioca (goma e farinha) em Janauacá, Careiro, AM. In: Lindomar de Jesus de Sousa Silva; José Olenilson Costa Pinheiro; Aleksander Westphal Muniz. (Org.). Pesquisa e agricultura familiar: intercâmbio de ações e conhecimentos para transferência tecnológica na Amazônia. 1ed.Manaus: Embrapa Amazônia Ocidental, 2019, v. 1, p. 55-66.

  • VASCONCELOS, M. A. ; PEREIRA, HENRIQUE S. ; GUIMARAES, D. F. S. ; LACERDA JUNIOR, J. C. ; OLIVEIRA, A. T. ; LOPES, M. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da . Percepção de pescadores sobre extremos climáticos globais em Barcelos, Amazonas. In: José Roselito Carmelo da Silva; Álefe Lopes Viana; Nelson Felipe de Albuquerque Lins Neto. (Org.). Percepção socioambiental nas múltiplas áreas do conhecimento. 1ed.Curitiba: Editora CRV, 2019, v. 1, p. 225-236.

  • PEREIRA, H. S. ; NASCIMENTO, A. C. L. ; GUIMARAES, D. F. S. ; Silva, M. A. P. ; VASCONCELOS, M. A. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, S. C. P. . Adaptive responses of socioecological riverine systems to water hazards in Brazilian central Amazon. In: Elisandra Scapin Magale; Karine Diel Rambo; Márcio Galdino dos Santos. (Org.). Água e sustentabilidade na Amazônia. 1ed.Palmas: EDUFT, 2019, v. 1, p. 9-28.

  • ARAUJO, K. S. ; PEREIRA, H. S. . Avaliação da cadeia produtiva de fibras vegetais no Amazonas: oportunidades e ameaças. In: Luiz Augusto Gomes de Souza; Danilo Fernandes Silva Filho; César Augusto Ticona Benavente; Hiroshi Noda. (Org.). Ciência e tecnologia aplicada aos agroecossistemas da Amazônia Central. 1ed.Manaus: Editora do INPA, 2018, v. 1, p. 259-272.

  • CAMARGO, T. R. L. ; PEREIRA, H. S. . O princípio do protetor-recebedor e a tutela dos serviços ambientais no ordenamento jurídico brasileiro. In: Silveira, E. D.; Camargo, S. A. F.. (Org.). Socioambientalismo de fronteiras: Direito Indígena e Ambiental. 1ed.Curitiba: Juruá Editorial, 2018, v. 6, p. 157-178.

  • SANTOS, L. S. ; PEREIRA, H. S. ; GORDO, M. . Interações entre população humana e saium-de-coleira (Saguinus bicolor) em fragmentos florestais urbanos de Manaus, Amazonas - Brasil. In: Guillaume Marchand; Felipe Vander Velden. (Org.). Olhares cruzados sobre as relações entre seres humanos e animais silvestres na Amazônia (Brasil, Guiana Francesa(. 1ed.Manaus: EDUA, 2017, v. 1, p. 85-102.

  • MARCHAND. G. A. E. L. ; GOMES, A. L. S. ; PEREIRA, H. S. ; LIMA, V. T. A. . É possível (re)conectar o público escolar do zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Manaus, Amazonas) à fauna amazônica?. In: Guillaume Marchand; Felipe Vander Velden. (Org.). Olhares cruzados sobre as relações entre seres humanos e animais silvestres na Amazônia (Brasil, Guiana Francesa(. 1ed.Manaus: EDUA, 2017, v. 1, p. 275-298.

  • PEREIRA, H. S. . Sustentabilidade e desenvolvimento no Amazonas. In: Fares Franc Abinader Rodrigues. (Org.). Amazonas 2000-2013. 1ed.São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2016, v. 1, p. 35-54.

  • PEREIRA, H. S. . Pesquisa interdisciplinar e ação transdisciplinar para o turismo sustentável: caminhos criativos, parcerias e ações inovadoras em curso no Amazonas. In: IRVING, M. de A.; CALABRE, L.; BARTHOLO, R.; LIMA, M. A. G. de; MORAES, E. A. de; EGREJAS, M.; LIMA, D. R.. (Org.). Turismo, natureza e cultura: diálogos interdisciplinares e políticas públicas. 1ed.Rio de Janeiro: Fundação Casa Rui Barbosa, 2016, v. 1, p. 90-94.

  • SAKAGAWA, S. ; PEREIRA, H. S. . Zona de uso especial indígena do Parque Estadual do Matupiri. In: Henrique dos Santos Pereira; Michelle Andreza Pedroza da Silva. (Org.). Unidades de Conservação do Amazonas no Interflúvio Purus-Madeira: instrumentos de gestão participativa. 1ed.Manaus: EDUA, 2015, v. 1, p. 39-52.

  • SILVA, A. A. ; PEREIRA, H. S. . Concessão florestal no Amazonas: estudos de potencialidade da floresta estadual Tapauá. In: Henrique dos Santos Pereira; Michelle Andreza Pedroza da Silva. (Org.). Unidades de Conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: instrumento de gestão participativa. 1ed.Manaus: EDUA, 2015, v. 1, p. 53-86.

  • SOUZA, M. L. G. ; PEREIRA, H. S. . Proposta metodológica para análise participativa de efetividade de conselhos gestores de unidades de conservação. Unidades de Conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: instrumentos de gestão participativa. 1ed.Manaus: EDUA, 2015, v. 1, p. 87-110.

  • FEITOSA, R. M ; PEREIRA, H. S. . O programa "Agente Ambiental Voluntário" no Amazonas. In: Henrique dos Santo Pereira; Michelle Andreza Pedroza da Silva. (Org.). Unidades de Conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: instrumentos de gestão participativa. 1ed.Manaus: EDUA, 2015, v. 1, p. 133-151.

  • VASCONCELOS, A. R. M. ; Silva, M. A. P. ; SOUZA, A. M. ; PEREIRA, H. S. . Gestão administrativa do programa de implementação das unidades de conservação estaduais do Amazonas na área de influência da BR-319. In: Henrique dos Santos Pereira; Michelle Andreza Pedroza da Silva. (Org.). Unidades de conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: instrumentos de gestão participativa. 1ed.Manaus: Edua, 2015, v. 1, p. 207-226.

  • SILVA, M. L. ; PEREIRA, H. S. . Uso e comercialização dos produtos florestais não madeireiros em unidades de conservação do interflúvio dos rios Madeira e Purus (Amazonas). In: Henrique dos Santos Pereira; Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Francimara de Souza Costa; Antonio Carlos Witkoski. (Org.). Unidades de Conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: diversidade cultural e gestão social dos bens comuns. 1ed.Manaus: EDUA, 2015, v. 1, p. 73-100.

  • MIGUEZ, S. F. ; PEREIRA, H. S. . Função social e ambiental das propriedades rurais no Amazonas: análise da situação fundiária das unidades de conservação da ALAP BR319. In: Henrique dos Santo Pereira; Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Francimara de Souza Costa; Antonio Carlos Witkoski. (Org.). Unidades de Conservação do Amazonas no interflúvio Purus-Madeira: Diversidade cultural e gestão social dos bens comuns. 1ed.Manaus: EDUA, 2015, v. 1, p. 119-149.

  • CAMARGO, T. R. L. ; PEREIRA, H. S. . Aspectos legais do Programa de Pagamento por serviços ambientais pela prática da pesca desportiva no município de Barcelos - AM. In: SILVEIRA, Edson Damas da; CAMARGO, Serguei Aily Franco de. (Org.). Socioambientalismo de fronteiras: populações tradicionais, terra, território e ambiente. 1ed.Curitiba: Juruá, 2015, v. 4, p. 179-206.

  • PEREIRA, M. C. G. ; PEREIRA, H. S. . Alocação de tempo para a produção agroextrativista nos quintais e roças no rio Cuieiras, Manaus, Amazonas. In: Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Albejamere Pereira de Castro; Jozane Lima Santiago. (Org.). Agroecologia em Sociedades Amazônicas. 1ed.Manaus: Editora & Gráfica Moderna, 2015, v. 1, p. 107-128.

  • PEREIRA, H. S. ; CAMARGO, T. R. L. . Bens, recursos e serviços ambientais: bases conceituais e redefinições. In: Alexandre Rivas. (Org.). Economia e valoração de serviços ambientais utilizando técnicas de preferências declaradas. 1ed.Manaus: EDUA, 2014, v. 1, p. 177-202.

  • Witkoski, A. C. ; FRAXE, T. J. P. ; PEREIRA, H. S. ; SOUZA, D. S. R. ; MIGUEZ, S. F. . A política do Governo Federal Brasileiro dos Territórios Rurais: Dois estudos de casos no Estado do Amazonas. In: Antonio Carlos Witkoski; Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Katia Helena Serafina Schweikardt. (Org.). Território e territorialidades na Amazônia: Formas de sociabilidades e participação política. 1ed.Manaus: VALER, 2014, v. 1, p. 21-53.

  • ALVES, J. A. ; FRAXE, T. J. P. ; Witkoski, A. C. ; PEREIRA, H. S. . INDICE DE CONDIÇÕES DE VIDA NOS TERRITÓRIOS RURAIS DO ESTADO DO AMAZONAS, AMBRASIL. In: Maria Conceicao Rego; Tomaz Dentinho. (Org.). Renaissence of the regions of southern Europe. 1ed.Angra do Heroísmo: APDR - Associação Portuguesa para o desenvolvimento regional, 2014, v. 1, p. 430-447.

  • JACOBS, W. ; PEGLER, L. ; REIS, M. ; PEREIRA, H. S. . Amazon Shipping, Commodity Flows and Urban Economic Development: The Case of Belém and Manaus. In: Peter Hall; Markus Hesse. (Org.). Cities, regions and flows. 1ed.Londres: Routledge, 2012, v. 1, p. 129-148.

  • Witkoski, A. C. ; MIGUEZ, S. F. ; SOUZA, D. S. R. ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, Therezinha Pinto . The Brazilian Federal Government Policy of rural territories: two cases in the Amazonas state. In: Patricia Almeida Ashley; David Crowther. (Org.). Territories of social responsability: openning the research and Policy. 1ed.Surrey: Gower, 2012, v. 1, p. 133-148.

  • CASTRO, A. P. ; FRAXE, Therezinha Pinto ; PEREIRA, H. S. . Etnografia das comunidades produtoras de cará (Dioscorea spp.) no município de Caapiranga, Amazonas. In: Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Antonio Carlos Witkoski; Albejamere Pereira de Castro. (Org.). Amazônia: cultura material e imaterial. 1ed.São Paulo: Annablume, 2012, v. 2, p. 179-216.

  • Brondízio, E. S. ; SEARS, R. R. ; FUTEMMA, C. ; Siqueira, A. ; PEREIRA, H. S. . The Várzea: Old Challenges and New Demands for Integrated Research in the Coming Decade. In: Piedo-Vasquez, M. A.; Ruffino, M. L.; Padoch, C. J.; Brondízio, E. S.. (Org.). The Amazon Várzea: The decade past and decade ahead. 1ed.Dordretch: SpringerLink, 2011, v. 1, p. 345-356.

  • PEREIRA, H. S. . Ecologia Agrícola. In: Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque. (Org.). Coleção Ciências Agrárias EaD: curso de licenciatura / Módulo V: Caderno 2. 1ed.Manaus: EDUA, 2011, v. 2, p. 61-131.

  • PEREIRA, H. S. . Papel para a vida: a contribuição da reciclagem de embalagens de papelão do Polo Industrial de Manaus para uma economia de baixo carbono. In: Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Daniel Felipe de Oliveira Gentil; João Bosco Ladislau de Andrade; Michelle Andreza Pedroza da Silva. (Org.). Papel para a vida: estudo da cadeia produtiva de embalagens de papelão no polo industrial de Manaus (PIM). 1ed.Manaus: EDUA, 2011, v. 1, p. 207-224.

  • Oliete, I. ; PEREIRA, H. S. ; PY-DANIEL, V. . O extrativismo de piaçaba e o "jogo dágua" nas relações comerciais patrão-piaçabeiro no Médio rio Negro. In: Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Antonio Carlos Witkoski; Henrique dos Santos Pereira. (Org.). Amazônia: cultura material e imaterial. 1ed.São Paulo: Annablume, 2011, v. 1, p. 129-152.

  • Aguiar, J. ; SOUZA, M. J. S ; FRAXE, Therezinha Pinto ; PEREIRA, H. S. . Objetos artesanais no contexto da produção da farinha de mandioca: bens e saberes materiais e imateriais do mundo rural amazônico. In: Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Antonio Carlos Witkoski; Henrique dos Santos Pereira. (Org.). Amazônia: cultura material e imaterial. 1ed.São Paulo: Annablume, 2011, v. 1, p. 335-374.

  • MOREIRA, Fatima Maria de Souza ; SIQUEIRA, José O. ; BRUSSAARD, L. ; PEREIRA, H. S. . Organismos do solo em Ecossistemas Tropicais: um papel chave para o Brasil na demanda global pela conservação e uso sustentado da biodiversidade. In: Fátima M. S. Moreira; José O. Siqueira; Lijbert Brussaard. (Org.). Biodiversidade do Solo em Ecossistemas Brasileiros. 1ed.Lavras: Ed. UFLA, 2008, v. 1, p. 13-42.

  • PEREIRA, H. S. ; SIMÕES, Aguimar Vasconcelos ; PACHECO, Ariane Mendonça ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da . Manejo agroecológico da castanha-do-Brasil: as experiências no estado do Amazonas. In: Fraxe, T. J. P.; Medeiros, C. M.. (Org.). Agroecologia, extensão rural e sustentabilidade na Amazônia. Manaus: Editora da Universidade do Amazonas, 2008, v. 01, p. 203-217.

  • PEREIRA, H. S. . A dinâmica da paisagem socioambiental das várzeas do rio Solimões-Amazonas. In: FRAXE, T. J. P.; PEREIRA, H. S.; WITKOSKI, A. C.. (Org.). Comunidades ribeirinhas amazônicas: modos de vida e uso dos recursos naturais. 1ed.Manaus: EDUA, 2007, v. , p. 11-32.

  • CASTRO, A. P. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T J O ; SANTIAGO, J. L. . A agricultura familiar: principal fonte de desenvolvimento socioeconômico e cultural das comunidades da área focal do projeto PIATAM. In: FRAXE, T. J. P.; PEREIRA, H. S.; WITKOSKI, A. C.. (Org.). Comunidades ribeirinhas amazônicas: modos de vida e uso dos recursos naturais. 1ed.Manaus: EDUA, 2007, v. 1, p. 55-88.

  • PEREIRA, H. S. ; SOUZA, D. S. R. ; RAMOS, Marcia M . A diversidade da pesca nas comunidades da área focal do projeto PIATAM. In: FRAXE, T. J. P.; PEREIRA, H. S.; WITKOSKI, A. C.. (Org.). Comunidades ribeirinhas amazônicas: modos de vida e uso dos recursos naturais. 1ed.Manaus: EDUA, 2007, v. 1, p. 171-195.

  • PEREIRA, H. S. ; FRAXE, Therezinha Pinto ; CASTRO, A. P. . Indicadores de atividade agrícola familiar. In: CAVALCANTE, K. V.; RIVAS, A. A.; FREITAS, C. E. C.. (Org.). Indicadores socioambientais e atributos de referência para o trecho Urucu-Coari-Manaus, rio Solimões, Amazônia Ocidental. 1ed.Manaus: EDUA, 2007, v. 1, p. 23-27.

  • SIMÕES, Aguimar Vasconcelos ; PEREIRA, H. S. . Economia e Exportação. In: Pacheco, Ariane M.; Scussel, Vildes M.. (Org.). Castanha-do-Brasil: da floresta tropical ao consumidor. 1ed.Florianópolis: Editograf, 2006, v. 1, p. 31-38.

  • PEREIRA, H. S. . Biodiversidade: a Biblioteca da Vida. In: Rivas, A.; Freitas, C. E.C.. (Org.). Amazônia: umaperspectiva interdisciplinar. 1ed.Manaus: EDUA - Editora da Universidade do Amazonas, 2002, v. 1, p. 1-31.

  • PEREIRA, H. S. . Agricultura. In: Francisco Jorge dos Santos; Patrícia Maria Melo Sampaio. (Org.). Estado do Amazonas em verbetes. 1ed.Manaus: Novo Tempo, 2001, v. 1, p. 12-15.

  • NODA, Sandra Do Nascimento ; NODA, Hiroshi ; PEREIRA, H. S. ; Martins, A. L. U. . Utilização e apropriação das terras por agricultura familiar amazonense de várzeas. In: Diegues, A. C.; Moreira, A. C. C.. (Org.). Espaços e recursos naturais de uso comum. São Paulo: NUPAUB-USP, 2001, v. , p. 181-204.

  • PEREIRA, H. S. . Castanha ou farinha: balanço energético comparativo das atividades agrícola e extrativa dos Kokamas. In: Laure Emperaire. (Org.). A Floresta em jogo: O extrativismo na Amazônia central. São Paulo: UNESP : Imprensa Oficial do Estado, 2000, v. , p. 69-78.

  • NODA, Sandra Do Nascimento ; NODA, Hiroshi ; PEREIRA, H. S. . Family Farming Systems in the Floodplains of The State of Amazonas. In: Junk, W. J.; Ohly, J. J.; Piedade, M. T. F.; Soares, M. G. M.. (Org.). The Central Amazon Floodplain: Actual Use and Options for Sustainable Management. Lieden: Backhuys Publishers, 2000, v. , p. 215-241.

  • NODA, Sandra Do Nascimento ; PEREIRA, H. S. ; BRANCO, F. M. C. ; NODA, Hiroshi . O Trabalho nos Sistemas de Produção de Agriculturas Familiares na Várzea do Estado do Amazonas. In: Hiroshi Noda; Luiz Augusto Gomes de Souza; Ozório José de Meneses Fonseca. (Org.). Duas Décadas de contribuição do INPA à pesquisa Agronômica no Trópico Úmido. : MCT/INPA, 1997, v. 1, p. 241-280.

  • PEREIRA, H. S. . Ajustes de Unidades de Producción en Respuesta a la Crisis Económica en un Área Cafetalera no Diversificada, San Vito, Costa Rica.. In: Swisher, M.E.; Mora, J. M.; Arias, J.. (Org.). Memorias Agroecologia. San José: Organización de Estudos Tropicales, 1996, v. 96, p. 137-145.

  • PEREIRA, H. S. . Castanha ou farinha: bilan énergétique des activités extractiviste et agricole chez les Kokama. In: Laure Emperaire. (Org.). La forêt en jeu: Léxtractivisme en Amazonie centrale. Paris: ORSTOM / UNESCO, 1996, v. , p. 63-72.

  • LESCURE, J-P ; PEREIRA, H. S. . Extractivisme et agriculture: le choix d'une population riveraine du Rio Solimões. In: Claude Marcel HLADIK; Annette HLADIK; Hélène PAGEZY; Olga F. LINARES; Georgius J. A. KOPPERT; Alain FROMENT. (Org.). l'Alimentation en forêt tropicale: interactions bioculturelles et perspective de dévelopment. 1ed.Paris: UNESCO, 1996, v. 2, p. 1219-1224.

  • PEREIRA, H. S. . Human secutiry under globalization: value chains as opportunities or contrainst? The case of Açaí. Development ISSues, The Hague, p. 4 - 5, 01 jun. 2012.

  • PEREIRA, H. S. . O futuro que eles querem é o mesmo que queremos?. Amazonas faz ciência, Manaus, p. 64 - 65, 01 maio 2012.

  • MACUACUA, X. ; Pereira, HS . Avaliação do conceito e a abrangência da bioeconomia da sociobiodiversidade na cadeia de valor dos fitoterápicos. In: XV Encontro Nacional da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica (ECOECO), 2023, Santarém. anais eletrônicos do XV Encontro Nacional da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica (ECOECO). Santarém: UFOPA, 2023. v. 1. p. 1-18.

  • MACUACUA, X. ; PEREIRA, H. S. . ANÁLISE ESPACIAL DA PRODUÇÃO ORGÂNICA COM POTENCIAL PARA O MERCADO DE FITOTERÁPICOS NO ESTADO DO AMAZONAS. In: Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Sociedade ? ESOCITE.BR, 2022, São Carlos. Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Sociedade. São Carlos: UFSCar, 2021. v. 9. p. 284-292.

  • SILVA, S. C. P. ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; ABADIAS, K. S. ; PEREIRA, C. F. ; Santiago, J. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, M. C. R. ; SENA, G. M. ; BRITO, A. K. R. . Resgate e registro das variedades locais das sementes produzidas e armazenadas pelos agricultores familiares em Manacapuru-AM. In: Congresso Online Internacional de Sementes Crioulas e Agrobiodiversidade, 2020, Dourados. Anais do 1 Congresso Online Internacional de Sementes Crioulas e Agrobiodiversidade. Dourados: ABA, 2020. v. 15. p. 1-12.

  • Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; PEREIRA, H. S. ; SILVA, R. G. P. ; CABRAL, ANA ISABEL ROSA ; SAITO, C. H. ; LAQUES, A-E . Efeitos do pagamento por serviços ambientais sobre a dinâmica da paisagem em uma unidade de conservação de uso sustentável no Amazonas. In: IX Encontro da ANPPAS, 2019, Brasíliaq. Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade - IX ENANPPAS. Brasília: UnB, 2019. v. 1. p. 748-759.

  • VASCONCELOS, M. A. ; PEREIRA, H. S. ; GUIMARAES, D. F. S. ; SILVA, S. C. P. ; LOPES, M. . Percepções sobre Eventos Extremos Climáticos por Populações Tradicionais do Rio Negro, Amazonas, Brasil. In: IX Encontro da ANPPAS, 2019, Brasília. Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade - IX ENANPPAS. Brasília: UnB, 2019. v. 1. p. 2651-2664.

  • GUIMARAES, D. F. S. ; VASCONCELOS, M. A. ; ALEGRIA, J. M. M. ; FERREIRA, F. S. ; SENA, T. E. A. ; SILVA, S. C. P. ; OLIVEIRA, M. A. F. ; PEREIRA, H. S. . APLICAÇÃO DE GEOTECNOLOGIAS EM ESTUDOS DE DESASTRES NATURAIS NA AMAZÔNIA: O CASO DAS TERRAS CAÍDAS NA COSTA DO CATALÃO, AM. In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2019, Santos (SP)''. Anais do XIX Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Campinas: GALOÁ, 2019. v. 17. p. 3291-3294 Powered by.

  • PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; NASCIMENTO, A. C. L. ; Silva, M. A. P. . IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS DE EVENTOS CLIMÁTICOS EXTREMOS EM ÁREAS INUNDÁVEIS DA AMAZÔNIA CENTRAL. In: I Conferência Internacional de Ambiente em Língua Portuguesa, XX Encontro da Rede de Estudos Ambientais de Países de Língua Portuguesa XI Conferência Nacional do Ambiente, 2018, Aveiro. Ambiente e direitos Humanos. Aveiro: Universidade de Aveiro, 2018. v. 1. p. 111-120.

  • COSTA, D. C. ; PEREIRA, H. S. . CONSTRUINDO A GESTÃO ADAPTATIVA AMAZÔNICA MEDIANTE PROGRAMAS DE MONITORAMENTO PARTICIPATIVO DA BIODIVERSIDADE. In: V Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2018, Manaus. Anais do V SICASA. Manaus: Even3, 2018. v. 5. p. 1-12.

  • BELMIRO, C. S. ; GUIMARÃES, D. F. S. ; VASCONCELOS, M. A. ; PEREIRA, H. S. . DESASTRES AMBIENTAIS DE CHEIA E SECA EM UMA COMUNIDADE RIBEIRINHA URBANA NO AMAZONAS. In: V Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2018, Manaus. Anais do V SICASA. Manaus: Even3, 2018. v. 5. p. 1-8.

  • MARIOSA, P. H. ; SIMAO, M. O. A. R. ; SCUDELLER, V. V. ; PEREIRA, H. S. . ECONOMIA RURAL NÃO-AGRÍCOLA: Principais Características Socioeconômicas da Comunidade do Livramento (RDS do Tupé). In: V Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2018, Manaus. Anais do V SICASA. Manaus: Even3, 2018. v. 5. p. 1-12.

  • SALES, C. ; PEREIRA, H. S. . MINERAÇÃO E SEUS IMPACTOS DESFAVORÁVEIS ÀS COMUNIDADES. In: V Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2018, Manaus. Anais do V SICASA. Manaus: Even3, 2018. v. 5. p. 1-10.

  • PLESE, N. G. S. P. ; PEREIRA, H. S. . O CENÁRIO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FOMENTO A PRODUÇÃO DE LÁTEX NO ACRE: O caso da Lei Chico Mendes no Acre. In: 5o. Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2018, Manaus. Anais do V SICASA. Manaus: Even3, 2018. v. 5. p. 1-11.

  • FREITAS, D. V. C. ; PEREIRA, H. S. . SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO. In: V Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2018, Manaus. V Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. Manaus: Even3, 2018. v. 5. p. 1-12.

  • PEREIRA, H. S. ; CAMARGO, T. R. L. ; SILVA, S. C. P. ; SILVA, R. G. P. ; LAQUES, ANNE ELISABETH . CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE E O PROGRAMA BOLSA FLORESTA NA RDS DO UATUMÃ. In: V Seminário Internacional de Ciências Ambientais e Sustentabilidade na Amazônia, 2018, Manaus'. Anais do Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. Manaus: Even3, 2018. v. 5. p. 1-12.

  • Silva, M. A. P. ; PEREIRA, HENRIQUE ; SILVA, S. C. P. ; SILVA, C. A. ; VASCONCELOS, A. R. M. . PERCEPÇÕES SOBRE RISCO DE INUNDAÇÃO DAS COMUNIDADES RIBEIRINHAS DA RESERVA DE DESENVOLVIMENTO DO RIO MADEIRA. In: V Seminário Internacional de Ciências Ambientais e Sustentabilidade na Amazônia, 2018, Manaus. Anais do Seminário Internacional de Ciências Ambientais e Sustentabilidade na Amazônia. Manaus: Even3, 2018. v. 5. p. 1-10.

  • PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, M. A. ; GUIMARAES, D. F. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; NASCIMENTO, A. C. L. ; Silva, M. A. P. . MORTANDADE DE ESPÉCIES ARBÓREAS CAUSADAS POR EVENTOS CLIMÁTICOS EXTREMOS EM ÁREAS INUNDÁVEIS DA AMAZÔNIA CENTRAL. In: VIII ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE | 8° ENANPPAS, 2017, Natal. ENANPPAS 2017 - VIII ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE. Natal: UFRN, 2017. v. 1. p. 1-9.

  • PEREIRA, H. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; NASCIMENTO, A. C. L. ; Silva, M. A. P. ; VASCONCELOS, M. A. ; GUIMARAES, D. F. S. ; BRITO, A. K. R. . RESILIÊNCIA DO SISTEMA TRADICIONAL DE MORADIAS RIBEIRINHAS FRENTE À EVENTOS HIDROLÓGICOS EXTREMOS NA AMAZÔNIA CENTRAL. In: VIII ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE | 8° ENANPPAS, 2017, Natal. ENANPPAS 2017 - VIII ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE. Natal: UFRN, 2017. v. 8. p. 1-9.

  • GUIMARAES, D. F. S. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, M. A. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; NASCIMENTO, A. C. L. ; Silva, M. A. P. . OS IMPACTOS DOS EVENTOS EXTREMOS NA ASSIDUIDADE DOS ALUNOS NO DISTRITO DE TERRA NOVA, CAREIRO DA VÁRZEA/AM. In: VIII ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE | 8° ENANPPAS, 2017, Natal. ENANPPAS 2017 - VIII ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE. Natal: UFRN, 2017. v. 8. p. 1-9.

  • MIGUEZ, S. F. ; PEREIRA, H. S. ; SOUZA, D. S. R. ; FRAXE, T. J. P. . DESAFIOS DA RAZÃO AMBIENTAL NA AMAZÔNIA: A SITUAÇÃO FUNDIÁRIA DA ALAP BR 319. In: VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social, 2017, Niterói. Anais do VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social: Repensando os paradigmas institucionais da conservação. Niteroi: PPGSD-UFF, 2017. v. 1. p. 571-586.

  • FREITAS, D. V. C. ; PEREIRA, H. S. . O PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS COMO INSTRUMENTO DE INCLUSÃO SOCIAL EM RESERVAS EXTRATIVISTAS. In: VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Socia, 2017, Niterói. Anais do VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social: Repensando os paradigmas institucionais da conservação. Niterói: PPGSD-UFF, 2017. v. 1. p. 788-809.

  • SILVA, R. B. ; PEREIRA, H. S. . OS CONSELHOS COMO INSTRUMENTOS PARA PARTICIPAÇAO SOCIAL NA GOVERNANÇA DE ÁREAS PROTEGIDAS. In: VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social, 2017, Niterói. Anais do VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social: Repensando os paradigmas institucionais da conservação. Niteroi: PPGSD-UFF, 2017. v. 1. p. 1073-1090.

  • LEITAO, A. C. C. ; PEREIRA, H. S. . PROCEDIMENTOS DE CRIAÇÃO DE CONSELHOS GESTORES NAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS DO AMAZONAS. In: VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social, 2017, Niterói. Anais do VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social: Repensando os paradigmas institucionais da conservação. Niterói: PPGSD-UFF, 2017. v. 1. p. 1090-1104.

  • PLESE, N. G. S. P. ; PEREIRA, H. S. . AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE LOCAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE FOMENTO AO EXTRATIVISMO DE PFNMS NO ACRE: O CASO DA RESEX DO CAZUMBÁ IRACEMA. In: VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social, 2017, Niterói. VIII Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social e III Encontro Latino-Americano de Áreas Protegidas e Inclusão Social: Repensando os paradigmas institucionais da conservação. Niterói: PPGSD-UFF, 2017. v. 1. p. 1274-1294.

  • ERAZO, R. L. ; PEREIRA, HENRIQUE . Perfil dos Consumidores de Uma Feira de Alimentos Orgânicos em Manaus, AM. In: Workshop de Pesquisa e Agricultura Familiar: Fortalecendo a Interação da Pesquisa para Inovação e Sustentabilidade, 2016, Manaus. Anais? / Workshop de Pesquisa e Agricultura Familiar: Fortalecendo a Interação da Pesquisa para Inovação e Sustentabilidade. Brasília: EMBRAPA, 2015. v. 1. p. 219-229.

  • PEREIRA, H. S. . Pesquisa interdisciplinar e ação transdisciplinar para o turismo sustentável: caminhos criativos, parcerias e ações inovadoras em curso no Amazonas. In: Seminário Internacional Turismo, Natureza e Cultura: Diálogos Interdisciplinas e Políticas Públicas, 2016, Rio de Janeiro. Anais do Seminário Internacional Turismo, Natureza e Cultura. Rio de Janeiro: Fundação Casa Rui Barbosa, 2016. v. 1. p. 105-110.

  • LOPES, K. V. ; PEREIRA, H. S. . COMPRAS INSTITUCIONAIS E ECONOMIA SOLIDÁRIA: O PROGRAMA ESTADUAL PROMOVE EM PARINTINS, AMAZONAS. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 1-10.

  • PEREIRA, H. S. ; KUDO, STEPHANY ANRY . NESSA RUA TEM UM BOSQUE: TOPOFILIA E VALORAÇÃO AMBIENTAL DOS FRAGMENTOS FLORESTAIS URBANOS EM MANAUS. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 1-6.

  • FEITOSA, R. M ; PEREIRA, H. S. ; LEITAO, P. H. S. P. . Programa Agente Ambiental Voluntário em áreas protegidas do Estado do Amazonas: guia de ferramentas práticas para implantação. In: VII Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, 2015, Curitiba. Anais do VIII CBUC, 2015. v. 8. p. 1-8.

  • PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . DESAFIOS AMBIENTAIS AO DESENVOLVIMENTO: A EVOLUÇÃO DA GESTÃO AMBIENTAL PÚBLICA NO AMAZONAS (2003-2015) E AS MUDANÇAS GLOBAIS. In: VII Seminário Brasileiros sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social e II Encontro Latino Americano sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social, 2015, Florianópolis. Culturas e Biodiversidade: o presente que temos e o futuro que queremos.. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2015. v. 1. p. 271-280.

  • ERAZO, R. L. ; PEREIRA, H. S. . Perfil dos produtores de uma feira de alimentos orgânicos em Manaus - AM. In: II Seminário de experiências agroecológicas no contexto amazônico, 2015, Manaus. Integração de saberes na agricultura familiar. Manaus: Universidade Federal do Amazonas, 2015. v. 1. p. 1-6.

  • ARAUJO, K. S. ; PEREIRA, H. S. ; CASTRO, A. P. . Produção de sementes de Malva (Urena lobata L.) de base agroecológica: uma experiência de intercooperação entre Amazonas e Pará ? Brasil.. In: V Congreso Latinoamericano de Agroecología, 2015, La PLata. Memorias del V Congreso Latinoamericano de Agroecología - SOCLA. La Plata: Universidad Nacional de La Plata. Facultad de Ciencias Agrarias y Forestales, 2015. v. 1.

  • CRUZ, J. G. ; PEREIRA, H. S. . INTERCULTURALIDADE NAS DINÂMICAS E NEGOCIAÇÕES NA GESTÃO TERRITORIAL E AMBIENTAL NO RIO NEGRO-AM. In: III Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2014, Manaus. Interculturalidade e Sustentabilidade, 2014. v. 3. p. 270-283.

  • PEREIRA, H. S. . EVOLUÇÃO DOS DIREITOS TERRITORIAS E DE PROPRIEDADE DOS RECURSOS DE USO COLETIVO EM ÁREAS PROTEGIDAS NA AMAZÔNIA. In: VI Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social, 2013, Belo Horizonte. Áreas Protegidas e inclusão social: tendências e perspectivas. Belo Horizonte, 2013. v. 6. p. 766-780.

  • DAMASCENO, C. M. ; SOUZA, W. B. S. ; PEREIRA, H. S. ; SILVA, Neliton Marques da . FRAGMENTOS FLORESTAIS COMO ÁREAS PROTEGIDAS EM UMA MICROBACIA URBANA NA AMAZÔNIA. In: VI Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social, 2013, Belo Horizonte. Áreas Protegidas e inclusão social: tendências e perspectivas. Belo Horizonte, 2013. v. 6. p. 1205-1214.

  • MAIA, M. B. R. ; PEREIRA, H. S. ; LIMA, J. . A pesca artesanal na Amazônia: a inserção da mulher nas políticas de seguridade social do trabalhador rural. In: III Seminário do programa de pós-graduação em Sociologia da UFSCAr, 2012, São Carlos. Sociologia em movimento: novos olhares, novas perspectivas, 2012. v. 3. p. 1-14.

  • FERREIRA, H. S. ; PEREIRA, H. S. . A GESTÃO FEDERAL DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NO BRASIL: A TRANSIÇÃO IBAMA/ICMBIO. In: II SIMPÓSIO NACIONAL DE ÁREAS PROTEGIDAS, 2012, Viçosa. II SIMPÓSIO NACIONAL DE ÁREAS PROTEGIDAS - ANAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - OUT/2012. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2012. v. 2. p. 173-178.

  • ANDRADE, A. L. B. ; PEREIRA, H. S. ; ZEFERINO, V. O. ; MORAES, R. P. . As conferências estaduais de meio ambiente e a política estadual do amazonas sobre biodiversidade e floresta. In: II Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2012, Manaus. Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazonia. Manaus: EDUA, 2012. v. 2. p. 339-351.

  • FERREIRA, H. S. ; PEREIRA, H. S. . Gestão ambiental pública no Brasil: políticas, instituições e modelos de gestão das unidades de conservação federais. In: II Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2012, Manaus. Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazonia. Manaus: EDUA, 2012. v. 2. p. 428-449.

  • FARO, A. R. ; PEREIRA, H. S. . ORIENTAÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DE ACORDOS DE MANEJO DE RECURSOS NATURAIS EM ÁREAS PROTEGIDAS. In: II Simpósio Nacional de Áreas Protegidas, 2012, Viçosa. Anais do Simpósio Nacional de Áreas Protegidas. Viçosa: UFG / DEF, 2012. v. 2. p. 275-282.

  • MIGUEZ, S. F. ; PEREIRA, HENRIQUE ; FRAXE, T. J. P. ; SOUZA, D. S. R. . AS DESIGUALDADES SOCIAIS NO PROCESSO DE TERRITORIALIZAÇÃO DO ESTADO DA AMAZÔNIA. In: XV ENCONTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DO NORTE E NORDESTE e PRÉ-ALAS BRASIL, 2012, Teresina (PI). Desenvolvimento, meio ambiente e paisagem humana no norte e nordeste: desafios e perspectivas. Teresina: Universidade Federal do Piauí, 2012. v. 15.

  • MENEGALDO, L. R. ; PEREIRA, H. S. ; FERREIRA, A. S. . Os bichos e os homens: interações socioculturais com a fauna silvestre em uma comunidade amazônica. In: II Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2012, Manaus. Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazonia. Manaus: EDUA, 2012. v. 2. p. 183-203.

  • ANDRADE, A. L. B. ; PEREIRA, H. S. . Avaliação das conferências estaduais de meio ambiente - CEMAS & Perfil do delegados. In: Safety, health and Environment World Congress, 2011, Santos. Proceedings, Safety, Health and Environment World Congress, SHEWC 2011. Santos: COPEC, 2011. p. 236-239.

  • ILLENSEER, R. ; PEREIRA, H. S. . MOSAICOS FLUÍDOS: ESTUDO DE CASO DA RELAÇÃO DA PESCA E ÁREAS PROTEGIDAS NO MOSAICO DO BAIXO RIO NEGRO (AM). In: V Seminário de Áreas Protegidas e inclusão social, 2011, Manaus. Áreas Protegidas e Inclusão Social. Manaus: EDUA, 2011. v. 1.

  • MAIA, M. B. R. ; PEREIRA, H. S. . A Inclusão do Pescador nas Políticas Públicas de Seguridade Social do Trabalhador Rural. In: II Encontro da regional Norte da Sociedade Brasileira de Sociologia, 2010, Belém. Amazônias: Mudanças e perspectivas para o século XXI. Belém, 2010. v. 1. p. 1-15.

  • ILLENSEER, R. ; PEREIRA, H. S. . TERRITÓRIOS FLUÍDOS: ESTRATÉGIAS DE ADAPTABILIDADE NO ACESSO E USO DE RECURSOS PESQUEIROS NO MOSAICO DE ÁREAS PROTEGIDAS DO BAIXO RIO NEGRO, AM. In: V Encontro Nacional da ANPPAS, 2010, Florianópolis. Anppas 10 anos: avaliando os desafios teóricos e as novas agendas públicas, 2010. v. 1. p. 1-20.

  • FRAXE, Therezinha Pinto ; Witkoski, A. C. ; LIMA, M. C. ; CASTRO, A. P. ; PEREIRA, H. S. . Natureza e Mundo Vivido: O Espaço e o Lugar na Percepção da Família Cabocla/ribeirinha. In: III Encontro da ANPPAS, 2006, Brasília. III Encontro da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade, 2006. v. 1. p. 1-16.

  • PEREIRA, H. S. ; R. S. Cardoso . Caracterização da pesca extrativa comercial e de subsistência do município de Novo Aripuanã (Rio Madeira), Amazonas. In: XIII Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 2003, Porto Seguro. XIII Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 2003. v. 1. p. 872-882.

  • R. S. Cardoso ; SILVA, Antonio José Inhamuns da ; RAMOS, Marcia M ; PEREIRA, H. S. . Estratégias de utilização de ambientes aquáticos em comunidades ribeirinhas do médio Rio Solimões. In: XIII Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 2003, Porto Seguro-BA. XIII Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 2003. v. 1. p. 25-32.

  • PEREIRA, H. S. . Conflitos socioambientais e a emergência de regimes de propriedade coletiva na pesca ribeirinha no Estado do Amazonas. In: XXVi Encontro Anual da ANPOCS, 2002, Caxambu (MG). CD-ROM XXVI ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS, 2002. v. 1. p. 1-1.

  • PEREIRA, H. S. ; CARDOSO, R. S. ; CAVALCANTE, K. V. . Aspectos socioeconômicos e ambientais da pesca extrativa de Manicoré (rio Madeira, AM). In: XII Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 2001, Foz do Iguaçu. Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 2001.

  • PEREIRA, H. S. . The Emergence of Common Property Regimes in Amazonian Fisheries. In: 8th Biennial Conference of the International Association for the Study of Common Property, 2000, Bloomington, IN, USA, 2000.

  • PEREIRA, H. S. ; R. S. Cardoso . A Lógica do Comuns: regimes de propriedade coletiva na pesca. In: I Congresso Latino-Americano de Engenharia de Pesca, 1999, Recife, PE, Brasil. Anais do XI CONBEP e do I CONLAEP, 1999. v. 2. p. 843-857.

  • SOUZA, I. N. ; SIMAO, M. O. A. R. ; ANTONIO, A. C. ; PEREIRA, H. S. . Expansão urbana e crimes ambientais em Manaus (AM). In: Congresso Nacional de Meio Ambiente de Poços de Caldas, 2018, Poço de Caldas. Anais Congresso Nacional de Meio Ambiente de Poços de Caldas.. Muzambinho: IFSULDEMINAS, 2018. v. 10. p. 1-5.

  • Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; PEREIRA, H. S. ; NASCIMENTO, A. C. L. ; VASCONCELOS, M. A. ; GUIMARAES, D. F. S. ; Silva, M. A. P. . A MORTE CATASTRÓFICA DAS ÁRVORES PÓS A CHEIA DE 2009, NA ILHA DO CAREIRO DA VÁRZEA-AM. In: Semana Florestal UFAM 2017, 2017, Manaus. Anais da Semana Florestal UFAM 2017. Eco & Companhia: Manaus, 2017. v. 1. p. 59-60.

  • SILVA, R. B. ; SIQUEIRA, J. A. S. ; PEREIRA, H. S. . FORTALECIMENTO DO CAPITAL SOCIAL COMO ESTRATÉGIA PARA O USO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS NATURAIS NO MÉDIO JURUÁ. In: Semana Florestal UFAM 2017, 2017, UFAM. Anais da Semana Florestal UFAM 2017. Manaus: Eco & Companhia, 2017. v. 1. p. 65-66.

  • ERAZO, R. L. ; SILVA, L. J. S. ; PEREIRA, HENRIQUE . Os Sistemas de Produção da Agroindústria Artesanal da Mandioca na Região do Lago Janauacá, Careiro Castanho, AM. In: Workshop de Pesquisa e Agricultura Familiar: Fortalecendo a Interação da Pesquisa para Inovação e Sustentabilidade, 2016, Manaus. Anais? / Workshop de Pesquisa e Agricultura Familiar: Fortalecendo a Interação da Pesquisa para Inovação e Sustentabilidade. Brasília: EMBRAPA, 2016. v. 1. p. 331-337.

  • PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; Silva, M. A. P. ; CASTRO, A. P. ; FRAXE, T. J. P. ; SOUZA, A. M. . Implementação das Unidades de Conservação estaduais na região da rodovia federal BR-319, Amazonas-Brasil. In: XVII Encontro da Rede de Estudos Ambientais dos Países de Língua Portuguesa, 2015, Praia. Ambiente e desenvolvimento sustentável: perspectivas para o pós 2015. Praia: UNICV, 2015. v. 17. p. 113-115.

  • PEREIRA, H. S. ; MARCHAND. G. A. E. L. ; GOMES, A. L. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; LIMA, V. T. A. ; Camara, J. F. O. R. . CURUPIRA II: POPULARIZANDO CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS SOBRE ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO DE FRAGMENTOS FLORESTAIS URBANOS. In: 2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazônia, 2015, Manaus. Anais de resumos do 2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazônia. Manaus: Edua, 2015. v. 1. p. 10-11.

  • MARCHAND. G. A. E. L. ; GOMES, A. L. S. ; PEREIRA, H. S. ; LIMA, V. T. A. . Sensibilizando o público escolar do zoológico do CIGS: as ferramentas de educação ambiental do projeto Curupira. In: 2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazônia, 2015, Manaus. 2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazônia. Manaus: EDUA, 2015. v. 1. p. 64-65.

  • PEREIRA, H. S. . Da agricultura indígena ao agronegócio: histórico das políticas de desenvolvimento agrícola na amazônia brasileira. In: 61o Congresso Nacional de Botânica, 2010, Manaus. Diversidade Vegetal Brasileira: conhecimento, conservação e uso. Manaus: Sociedade Botânica do Brasil, 2010. v. 1. p. 154-158.

  • RAMOS, Marcia M ; PEREIRA, H. S. . Caracterização das pescarias artesanais de grandes bagres migradores no baixo rio Solimões. In: I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2010, Manaus. Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazonia. Manaus: EDUA, 2010. v. 1.

  • Castro, V. B. ; PEREIRA, H. S. . As gerações de mulheres pescadoras e as transformações da pesca no médio rio Tocantins. In: I Encontro de Estudos sobre Mulheres da Floresta, 2009, Manaus. Caderno de resumo [expandidos] do I Encontro de estudos sobre Mulheres da Floresta: gênero, trabalho e meio ambiente. Manaus: EDUA, 2009. v. 1. p. 163-168.

  • Oliete, I. ; PEREIRA, H. S. ; PY-DANIEL, V. . O "jogo d'água" na comercialização da fibra de piaçaba no médio rio Negro. In: I Workshop Agricultura no Trópico Úmido, 2009, Manaus. Anais I Workshop Agricultura no Trópico Úmido. Manaus: Lucas Leão Produções, 2009. v. 1. p. 58-61.

  • WACHELESKI, S. C. ; PEREIRA, H. S. . A reserva florestal legal em área de transição amazônia-cerrado. In: Anais do IV Seminário Brasileiro sobre áreas protegidas e inclusão social, 2009, Belém. Áreas Protegidas e Inclusão Social. Rio de Janeiro: edição dos autores, 2009. v. 4. p. 334-336.

  • Oliete, I. ; PEREIRA, H. S. . Monitoramento do extrativismo da fibra de piassaba no Médio Rio Negro (Brasil). In: II Seminário de Ciências do Ambiente na Amazônia, 2008, Manaus. Polivalência dos Saberes, 2008.

  • SIQUEIRA, Julio Alberto Dias ; MELLO, S V ; MAEDA, Leonardo Souji ; ARAUJO, Maria Lúcia Góes de ; PEREIRA, H. S. . Exportação de Arraias de Água Doce do estado do Amazonas utilizadas como peixe ornamental. In: XIV Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 2005, Fortaleza. XIV Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 2005. v. 1. p. 939-940.

  • YAMAMOTO, Kedma Cristine ; SOARES, Maria Gercília Mota ; FREITAS, Carlos Edwar de Carvalho ; PEREIRA, H. S. . Composition and diversity of fish from a managed lake in central Amazon. In: VI International Congress on the Biology of Fish, 2004, Manaus, 2004. v. 1. p. 79-83.

  • SARAIVA, J. G. ; PEREIRA, H. S. . A SUSTENTABILIDADE DO DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA NOS MUNICÍPIOS AMAZONENSES. In: XXX CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFAM - CONIC, 2022, Manaus. Anais do Congresso de Iniciação Científica da UFAM., 2021.

  • MACUACUA, X. ; PEREIRA, H. S. . ASPECTOS AGROBOTÂNICOS DE ESPÉCIES NATIVAS AMAZÔNICAS PRIORITÁRIAS PARA O MERCADO DE FITOTERÁPICOS. In: 1st Pan American Congress of Medicinal Plants and Integrative Health: Intersection with Traditional and Complementary Medicines, 2022, Valencia. 1st Pan American Congress of Medicinal Plants and Integrative Health: Intersection with Traditional and Complementary Medicines. Valencia: Cita Publicaciones, 2022. v. 19. p. 93-93.

  • PEREIRA, H. S. ; MACUÁCUA, XADREQUE VITORINO . Análise espacial da produção orgânica com potencial para o mercado de fitoterápicos no estado do Amazonas. In: IX Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Sociedade (ESOCITE.BR), 2021, São Carlos. Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Sociedade ? ESOCITE.BR. São Carlos: UFSCAR, 2021. v. 9. p. 56-56.

  • PEREIRA, H. S. . Resiliência e adaptabilidade dos sistemas socioecológicos ribeirinhos frente a eventos hidrológicos extremos na Amazônia. In: 3° Congresso Amazônico de Iniciação Científica, 2018, Manaus. Anais 3° Congresso Amazônico de Iniciação Científica. Rios da Amazônia, caminhos de saber e de cultura.. Manaus: Faculdade La Salle Manaus, 2018. v. 3. p. 17-18.

  • GIATTI, O. F. ; PEREIRA, H. S. ; ALFAIA, Sonia Sena . Formação do preço e rentabilidade da coleta da castanha-da-Amazônia (Bertholletia excelsa H.B.K.) produzida por unidades familiares da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã/AM. In: Seminário Manejar: Seminário de Produção Florestal Familiar e Comunitária do Amazonas, 2018, Manaus. Anais do Seminário Manejar: Seminário de Produção Florestal Familiar e Comunitária do Amazonas. Manaus: IDESAM/FAS, 2018. v. 1. p. 14-14.

  • GIATTI, O. F. ; PEREIRA, H. S. ; ALFAIA, Sonia Sena . Formação de preços e rentabilidade na comercialização de frutos de tucumã produzidos por unidades familiares na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã/AM. In: Seminário Manejar: Seminário de Produção Florestal Familiar e Comunitária do Amazonas, 2018, Manaus. Anais do Seminário Manejar: Seminário de Produção Florestal Familiar e Comunitária do Amazonas. Manaus: IDESAM/FAS, 2018. v. 1. p. 15-15.

  • SIQUEIRA, J. A. S. ; PEREIRA, H. S. . Sistemas de produção de açaí em Carauari: paisagens em complementariedade com a floresta. In: Seminário Manejar: Seminário de Produção Florestal Familiar e Comunitária do Amazonas, 2018, Manaus. Anais do Seminário Manejar: Seminário de Produção Florestal Familiar e Comunitária do Amazonas. Manaus: IDESAM/FAS, 2018. v. 1. p. 18-18.

  • BRITO, A. K. R. ; PEREIRA, H. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; PINHEIRO, D. M. ; NASCIMENTO, A. C. L. . A PERCEPÇÃO DOS RIBEIRINHOS SOBRE O ACESSO A ÁGUA NAS COMUNIDADES SÃO FRANCISCO E SÃO JOSÉ, NO CAREIRO DA VÁRZEA, AM. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 161-161.

  • PINHEIRO, D. M. ; PEREIRA, H. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; VASCONCELOS, A. R. M. . Consumo Alimentar dos Agricultores Familiares: estudo de caso na Comunidade São Francisco - Careiro da Várzea-AM 2016. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 30-31.

  • VASCONCELOS, A. R. M. ; PEREIRA, H. S. . DIAGNÓSTICO DA GESTÃO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE MANAUS. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 224-224.

  • Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; PEREIRA, H. S. ; NASCIMENTO, A. C. L. ; Silva, M. A. P. ; FRAXE, T. J. P. . Estratégias Adaptativas sobre as Influências dos Eventos Extremos na Amazônia. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 233-233.

  • Aguiar, J. ; FRAXE, T. J. P. ; PEREIRA, H. S. ; Santiago, J. L. ; CASTRO, A. P. . Impactos dos eventos extremos nas práticas agrícolas tradicionais em uma comunidade de várzea da Amazônia. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 302-302.

  • SOUZA, I. N. ; SIMAO, M. O. A. R. ; PEREIRA, H. S. . Oficinas de reeducação ambiental como processo substitutivo de penas por crimes ambientais na cidade de Manaus ? Amazonas. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 142-143.

  • ERAZO, R. L. ; SILVA, L. J. S. ; PEREIRA, H. S. . Organização social do trabalho e da produção na ?agroindústria artesanal da mandioca? na região do lago Janauacá, Careiro (AM). In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 63-63.

  • LEITAO, A. C. C. ; PEREIRA, H. S. . Procedimentos de criação e funcionamento dos conselhos gestores das unidades de conservação estaduais no Amazonas. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: 21783500, 2016. v. 4. p. 322-322.

  • Silva, M. A. P. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; FRAXE, T. J. P. . Percepção dos Moradores do Distrito da Terra Nova sobre Eventos Extremos na Amazônia. In: IV Seminario Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA. Manaus: UFAM/ANPPAS, 2016. v. 4. p. 245-245.

  • DOMINGUEZ-BELLO, M. G. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Microbioma humano e de ambientes construídos em um gradiente de urbanização na Amazônia: resultados preliminares. In: Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2014, Manaus. Anais do III Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. Manaus: Universidade Federal do Amazonas, 2014. v. 3. p. 502-503.

  • MIGUEZ, S. F. ; SOUZA, D. S. R. ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, Therezinha Pinto . MOVIMENTOS SOCIAIS, POLÍTICA E CIDADANIA EM PERSPECTIVA: ASPECTOS DA GESTÃO TERRITORIAL NO BAIXO AMAZONAS. In: 3o. Encontro Norte da Sociedade Brasileira de Sociologia, 2012, Manaus. AMAZÔNIA E SOCIOLOGIA: FRONTEIRAS DO SÉCULO XXI. Manaus: UFAM, 2012. v. 3. p. 54-54.

  • CAVALCANTE, K. V. ; LOPES, R. H. ; PEREIRA, H. S. . Múltiplos usos da água na região metropolitana de Manaus. In: VI Encontro Nacional da ANPPAS, 2012, Belém. Anais do VI Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade. Belém, 2012. v. 6. p. 1-1.

  • MENEGALDO, L. R. ; PEREIRA, H. S. ; Ferreira, A. S. . Gênero e geração nas Relações Sociais com a Fauna Silvestre em uma Unidade de Conservação na Amazônia. In: V Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Digital, 2011, Manaus. Áreas Protegidas e Inclusão Social. Manaus: Edua, 2011. v. 5.

  • PEREIRA, H. S. . O Papel do IBAMA na Proteção Ambiental. In: SEMINÁRIO AMBIENTAL, 2005, Manaus. Vara Especializada do Meio Ambiente: Levando a Justiça Ambiental até você. Manaus: EDUA, 2005. v. 1.

  • PEREIRA, H. S. . Conservation of fisheries in the Amazon basin - discussion and concluding remarks. In: XIX Annual Meeting of the Society for Conservation Biology, 2005, Brasilia. Conservation Biology Capacity Building and Practice in a Globalized World. Brasília: Universidade de Brasília, 2005. v. 1. p. 162-162.

  • BATISTA, Gelson da Silva ; TAKAHASHI, Monalza S de Queiroz ; FORSBERG, Maria Clara Silva ; PEREIRA, H. S. ; SOARES, Maria Gercília Mota . Caracterização da práticas de manejo da comunidade de várzea São João do Araça, Itacoatiara, Am, Brasil. In: X Congresso Brasileiro de Limnologia, 2005, Ilhéus. X Congresso Brasileiro de Limnologia, 2005. v. 1.

  • DANTAS, M. E. S. ; PEREIRA, H. S. . Avaliação dos efeitos alelopáticos de tiririca (Cyperus rotundus L.) na germinação de sementes e crescimento de plântulas de diferentes espécies herbáceas cultivadas. In: XI Congresso de Iniciação Científica PIBIC/PIC/UFAM, 2002, Manaus. Resumos [do] XI COngresso de Iniciação Científica da Universidade Federal do Amazonas. Manaus: Amazon Graphic, 2002. v. 1. p. 17-18.

  • PEREIRA, H. S. . Local Management Insitutions and Group Heterogeneity. In: X World Congress of Rural Sociology, 2000, Rio de Janeiro. World Congress of Rural Sociology. Rio de Janeiro: UNICAMP/IRSA/SOBER, 2000. v. 1. p. 259-259.

  • PEREIRA, H. S. . Strategies of Livelihood of riverine Communities of the Middle Amazon. In: X World Congress of Rural Sociology, 2000, Rio de Janeiro. X World Congress of Rural Sociology. Rio de Janeiro: UNICAMP/IRSA/SOBER, 2000. v. 1. p. 26-26.

  • PEREIRA, H. S. . Castanhais Nativos: um caso de domesticação incidental. In: II Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, 2000, Manaus. III Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, 2000. v. 1. p. 353-356.

  • SOUZA, A. G. ; PEREIRA, H. S. . Ecologia dos Uruás (pomacea sp.:AMPULARIIDAE) em hábitats naturais da Amzônia Central e seu cultivo em aquários experimentais. In: IX Jornada de Iniciação Científica da Universidade do Amazonas, 2000, Manaus. Resumos da IX Jornada de Iniciação Científica da Universidade do Amazonas. Manaus: Amazon Graphic, 2000. p. 40-40.

  • NODA, Sandra Do Nascimento ; NODA, Hiroshi ; PEREIRA, H. S. . As Agriculturas Familiares nos Ecossistemas na Produção de Várzea no Estado do Amazonas. In: IV Simpósio de Ecossistemas Brasileiros, 1998, Águas de Lindóia - SP. Anais do IV Simpósio de Ecossistemas Brasileiros. Águas de Lindóia - SP, 1998. v. I.

  • NODA, Sandra Do Nascimento ; PEREIRA, H. S. ; BRANCO, F. M. C. ; NODA, Hiroshi . Os processos de trabalho nos sistemas de producao de agriculturas familiares na varzea do Estado do Amazonas.. In: II Encontro da Sociedade Brasileira de Sistemas de Produção, 1995, Londrina, PR. Anais do II Encontro da Sociedade Brasileira de Sistemas de Produção, 1995. v. 1. p. 148-165.

  • AZEVEDO, C. R. ; NODA, Hiroshi ; NODA, Sandra Do Nascimento ; PEREIRA, H. S. . Os processos de trabalho para descanso da terra: as técnicas de descanso da terra no sistema agroflorestal de pequena produção de várzeas do Estado do Amazonas.. In: Summaries of lectures and posters presented at the II SHIFT - Workshop., 1995, Cuiabá. Resumo dos Trabalhos do Summaries of lectures and posters presented at the II SHIFT - Workshop., 1995. v. único. p. 133.

  • NODA, Sandra Do Nascimento ; AZEVEDO, C. R. ; BATISTA, V S ; CAMPOS, M. A. A. ; BRANCO, F. M. C. ; COSTA, S. S. ; FRAXE, T J O ; LIMA, R. M. B. ; MELLO, R. Q. ; NODA, Hiroshi ; PEIXOTO, F. N. A. ; PEREIRA, H. S. ; SARAGOUSSI, M. ; SILVA, A. J. I. ; SILVA, M. P. S. C. ; WITCOSKI, Antonio Carlos . Estudos relacionados aos pequenos sistemas produtivos de várzeas do Estado do Amazonas.. In: Summaries of lectures and posters presented at the II SHIFT-Workshop., 1995, Cuiabá. Resumo dos Trabalhos do Summaries of lectures and posters presented at the II SHIFT-Workshop., 1995. v. único. p. 139.

  • NODA, Sandra Do Nascimento ; BRANCO, F. M. C. ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T J O ; NODA, Hiroshi ; PEIXOTO, G. N. A. ; AZEVEDO, C. R. ; MELLO, R. Q. ; SILVA, A. J. I. ; SILVA, M. P. S. C. ; WITCOSKI, Antonio Carlos . Relações sociais nos sistemas agroflorestais de pequena produção de várzeas do Estado do Amazonas.. In: Summaries lf lectures and posters presented at the II SHIFT-Workshop., 1995, Cuiabá. Resumo dos Trabalhos do Summaries lf lectures and posters presented at the II SHIFT-Workshop., 1995. v. único. p. 140.

  • NODA, Sandra Do Nascimento ; WITCOSKI, Antonio Carlos ; INHAMUNS, A. J. ; BRASIL, D. F. ; MAMED, F. A. ; PEIXOTO, G. N. A. ; PEREIRA, H. S. ; NODA, Hiroshi ; CAMPOS, M. A. A. ; SARAGOUSSI, M. ; LIMA, R. M. B. ; COSTA, S. S. ; FRAXE, T J O ; BATISTA, V S ; AZEVEDO, C. R. ; BRANCO, F. M. C. ; SILVA, M. P. S. C. ; MELLO, R. Q. . Socio-economic studies of the systems used by the small farmers of the floodplain in the State of Amazonas - Brazil.. In: First Workshop: Studies on Human Impact on Forest and in the Tropics., 1993, Belém. Summaries of lectures and posters of First Worshop: Studies on Human Impact on Forest and in the Tropics., 1993. v. único. p. 94-95.

  • PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . Amazonizando a UFRJ - o pós FOSPA. 2022. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PEREIRA, HENRIQUE S. . Observatório da Covid-19. 2022. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PEREIRA, H. S. . Pagamentos por serviços ambientais e REDD+. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PEREIRA, H. S. . Desafios para a sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PLESE, N. G. S. P. ; PEREIRA, H. S. . AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE LOCAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE FOMENTO AO EXTRATIVISMO DE PFNMS NO ACRE: O CASO DA RESEX DO CAZUMBÁ IRACEMA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MIGUEZ, S. F. ; PEREIRA, H. S. ; SOUZA, D. S. R. ; FRAXE, T. J. P. . DESAFIOS DA RAZÃO AMBIENTAL NA AMAZÔNIA: A SITUAÇÃO FUNDIÁRIA DA ALAP BR 319. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FREITAS, D. V. C. ; PEREIRA, H. S. . O PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS COMO INSTRUMENTO DE INCLUSÃO SOCIAL EM RESERVAS EXTRATIVISTAS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LEITAO, A. C. C. ; PEREIRA, H. S. . PROCEDIMENTOS DE CRIAÇÃO DE CONSELHOS GESTORES NAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS DO AMAZONAS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SANTOS, L. S. ; GORDO, M. ; PEREIRA, H. S. . Interações entre população humana e sauim-de-coleira (Saguinus bicolor) em fragmentos florestais urbanos de Manaus-AM. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ERAZO, R. L. ; PEREIRA, H. S. . Perfil dos consumidores de uma feira de alimentos orgânicos em Manaus - AM. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • PEREIRA, H. S. . Land use and forest protection: introductory remarks. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Oliete, I. ; PEREIRA, H. S. ; PY-DANIEL, V. . O "jogo d'água" na comercialização da fibra de piaçaba no médio rio Negro: estratégia e embuste ao longo da cadeia de aviamento. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • PEREIRA, H. S. . Ordenamento e controle do comércio exportador de peixes ornamentais no Estado do Amazonas. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • PEREIRA, H. S. ; SCHOR, Tatiana ; BARBOSA, D. E. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Boletim Rede RHISA. Manaus: EDUA, 2022 (Folheto).

  • PEREIRA, H. S. . Discurso de abertura e boas-vindas ao X SAPIS e V ELAPIS. Manaus, 2022. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • PEREIRA, HENRIQUE S. ; BARBOSA, D. E. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; LORENZI, B. C. ; REGGO, M. ; SOUZA, A. J. ; DOMINGUES, J. A. ; SILVA, I. M. ; SCHERER, Elenise Faria ; CARVALHO, M. B. S. A. . Boletim Atlas ODS Amazonas, v. 1, n. 1 (Agosto). Manaus: EDUA, 2019 (Informação técnica).

  • PEREIRA, HENRIQUE S. ; BARBOSA, D. E. S. ; SILVA, I. M. ; DOMINGUES, J. A. ; REGGO, M. ; SOUZA, A. J. ; FRAXE, T. J. P. ; TORRES, I. C. . Boletim Atlas ODS Amazonas, v. 1. n.2 (setembro). Manaus: EDUA, 2019 (Informação técnica).

  • PEREIRA, HENRIQUE S. ; BARBOSA, D. E. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; REGGO, M. ; SILVA, I. M. ; LORENZI, B. C. ; SOUZA, A. J. ; DOMINGUES, J. A. ; BRUNO, A. C. S. ; SCHWEICKARDT, J. C. . Boletim Atlas ODS Amazonas, v. 1. n. 3 (Outubro). Manaus: EDUA, 2019 (Informação técnica).

  • PEREIRA, HENRIQUE S. ; BARBOSA, D. E. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; LORENZI, B. C. ; REGGO, M. ; DOMINGUES, J. A. ; LEITE, J. A. B. ; COSTA, H. A. C. . Boletim Atlas ODS Amazonas, v. 1, n.4 (Novembro). Manaus: EDUA, 2019 (Informação técnica).

  • BARBOSA, D. E. S. ; PEREIRA, HENRIQUE S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; MILHOMEM, K. O. ; SENA, G. M. ; LORENZI, B. C. . Boletim Atlas ODS Amazonas, v. 1, n. 5. Manaus: EDUA, 2019 (Informação técnica).

  • KLUCZKOVSKI, A. M. ; SCUSSEL, V. M. ; PEREIRA, H. S. . Gerenciamento de risco da castanha-do-brasil. Blumenau, 2015. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • PEREIRA, H. S. . Trabalhadores e trabalhadoras na pesca. Rio de Janeiro, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Posfácio)>.

  • PEREIRA, H. S. ; RODRIGUES, A. S. B. . Porque os pescadores de Juruá aceita pescar menos pirarucus?. Manaus, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • GOMES, A. L. S. ; PEREIRA, H. S. ; MARCHAND. G. A. E. L. ; LIMA, V. T. A. . Charada do Curupira: popularização dos conhecimentos científicos sobre ecologia e conservação da fauna amazônica. UFAM: EDUA, 2012 (Jogo Pedagógico).

  • PEREIRA, H. S. . Castanha-do-Brasil: da floresta tropical ao consumidor. Florianópolis, 2006. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

  • ARAUJO, Maria Lúcia Góes de ; ALMEIDA, Patricia Charvet ; ALMEIDA, Maurício Pinto ; PEREIRA, H. S. . Freshwater Stingrays (Potamotrygonidae):status, conservation and management challegens 2004 (Informação técnica).

  • VALENZUELA, P. ; NOGUEIRA, M. ; SARAGOUSSI, M. ; PEREIRA, H. S. ; PINHEIRO, M. R. . Pelo Futuro da Amazônia / For the Future of the Amazon. Brasília: GTA - Grupo de Trabalho Amazônico, 2002 (Folheto).

  • QUEIROZ, M. S. M. ; PEREIRA, H. S. . University of Amazonas research laboratories. Manaus: Universidade do Amazonas, 2001. (Tradução/Outra).

Outras produções

COUTINHO, M. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SUANO, B. ; PEREIRA, C. F. ; LEAO, F. ; OKA, J. M. ; LOPES, M. ; PIRES, S. M. ; BENTO, S. ; SILVA, S. C. P. ; FRAXE, T. J. P. . Avaliação de Impacto Ambiental e Social do Projeto Floresta+ Amazônia. 2021.

COUTINHO, M. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão Ambiental e Social do Projeto Piloto Floresta+ Amazônia. 2021.

PEREIRA, H. S. . Consultor Ad hoc do Prêmio Professor Samuel Benchimol edição 2014. 2014.

PEREIRA, H. S. . Edição de 2014 da Feira de Ciências da Amazônia. 2014.

PEREIRA, H. S. . Consultor Ad hoc CAPES Comitê de área Ciências Ambientais. 2014.

PEREIRA, H. S. . Iniciativas de co-gestão dos recursos naturais da várzea - Estado do Amazonas. 2002.

PEREIRA, H. S. ; JESUS, A. V. . Relatório do XIV Encontro de Ribeirinhos do Amazonas. 1998.

HECHT, S. ; SCHMINK, M. ; ABERS, R. ; ASSAD, E. ; BEBBINGTON, D. H. ; Brondízio, E. S. ; COSTA, F. ; CALISTO, A. M. D. ; FEARNSIDE, P. M. ; GARRETT, R. ; HEILPERN, S. ; MCGRATH, D. ; OLIVEIRA, G. ; PEREIRA, H. S. ; PINEDO-VAZQUEZ, M. . Chapter 14: The Amazon in Motion: Changing Politics, Development Strategies, Peoples, Landscapes, and Livelihoods. 2021.

COSTA, F. ; SCHMINK, M. ; HECHT, S. ; ASSAD, E. ; BEBBINGTON, D. H. ; Brondízio, E. S. ; FEARNSIDE, P. M. ; GARRETT, R. ; HEILPERN, S. ; MCGRATH, D. ; OLIVEIRA, G. ; PEREIRA, H. S. . Chapter 15: Complex, diverse and changing agribusiness and livelihood systems in the Amazon. 2021.

BARRETTO FILHO, H. T. ; RAMOS, A. ; BARRA, C. S. ; BARROSO, M. ; CARON, P. ; GRUPIONI, L. D. B. ; HILDEBRAND, M. ; JARRETT, C. ; PEREIRA JUNIOR, D. ; PAINTER, L. ; PEREIRA, H. S. ; RODRIGUEZ, C. . Chapter 31: Strengthening Governance and Management of Lands and Natural Resources: Protected Areas, Indigenous Lands, and Local Communities? Territories. 2021.

PEREIRA, H. S. ; KURIHARA, L. P. ; BEZERRA, G. ; SILVA, M. A. ; PONTES, C. ; TORQUATO, D. ; ARAUJO, P. ; AMARAL, M. . NT/GT Pirarucu CPOrg-AM n°01/2018. 2018.

SIQUEIRA, J. A. S. ; PEREIRA, H. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da . Estudo de Valoração do Fruto do Açaí em Comunidades Rurais do Município de Carauari-AM. 2017.

PEREIRA, H. S. ; Silva, M. A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Amapá: versão resumida e ilustrada. 2014.

PEREIRA, H. S. ; CASTRO, A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Reserva Extrativista Canutama: versão resumida e ilustrada. 2014.

PEREIRA, H. S. ; CASTRO, A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; Witkoski, A. C. . Plano de Gestão da Floresta Estadual Canutama: versão resumida e ilustrada. 2014.

PEREIRA, H. S. ; CHAGAS, J. C. N. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Igapó-Açu: versão resumida e ilustrada. 2014.

PEREIRA, H. S. ; VASQUES, M. S. ; COSTA, M. S. B. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Matupiri: versão resumida e ilustrada. 2014.

PEREIRA, H. S. ; VASQUES, M. S. ; COSTA, M. S. B. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão do Parque Estadual do Matupiri: versão resumida e ilustrada. 2014.

PEREIRA, H. S. ; CRUZ, M. E. G. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Floresta Estadual Tapauá: versão resumida e ilustrada. 2014.

PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; ARAUJO, S. M. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Madeira: versão resumida e ilustrada. 2014.

PEREIRA, H. S. ; COSTA, M. S. B. ; SOUSA, J. A. ; FRAXE, T. J. P. ; Santiago, J. L. ; SAKAGAWA, S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; MORAES, A. O. ; KAWAKAMI, C. Y. ; NODA, E. A. ; CHAGAS, J. C. N. ; Silva, M. A. P. ; MIGUEZ, S. F. ; SILVA, C. A. ; GORDO, M. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Matupiri. 2014.

PEREIRA, H. S. ; CHAGAS, J. C. N. ; SOUSA, J. A. ; FERREIRA, F. D. ; CASTRO, A. P. ; CANALEZ, G. G. ; Santiago, J. L. ; FRAXE, T. J. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; MORAES, A. O. ; KAWAKAMI, C. Y. ; NODA, E. A. ; VASQUES, M. S. ; Silva, M. A. P. ; NOGUEIRA, M. ; GORDO, M. ; MIGUEZ, S. F. ; SILVA, C. A. ; Witkoski, A. C. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Igapó-Açu. 2014.

PEREIRA, H. S. ; COSTA, M. S. B. ; Santiago, J. L. ; SAKAGAWA, S. ; FRAXE, T. J. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; KAWAKAMI, C. Y. ; NODA, E. A. ; CHAGAS, J. C. N. ; ALVES, J. A. ; VASQUES, M. S. ; Silva, M. A. P. ; MIGUEZ, S. F. ; SILVA, C. A. ; GORDO, M. . Plano de Gestão do Parque Estadual do Matupiri. 2014.

CASTRO, A. P. ; PEREIRA, H. S. ; Silva, Suzy Cristina Pedroza da ; CANALEZ, G. G. ; COSTA, M. S. B. ; Santiago, J. L. ; FRAXE, T. J. P. ; CAVALCANTE, K. V. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; KAWAKAMI, C. Y. ; NODA, E. A. ; Aguiar, J. ; CHAGAS, J. C. N. ; SILVA, M. L. ; VASQUES, M. S. ; Silva, M. A. P. ; MIGUEZ, S. F. ; SILVA, C. A. ; GORDO, M. . Plano de Gestão da Floresta Estadual Canutama. 2014.

PEREIRA, H. S. ; CANALEZ, G. G. ; Aguiar, J. ; ELIAS, M. E. A. ; VASQUES, M. S. ; Silva, M. A. P. ; CASTRO, A. P. ; FRAXE, T. J. P. ; Witkoski, A. C. ; Santiago, J. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; NODA, E. A. ; CHAGAS, J. C. N. ; MIGUEZ, S. F. ; SILVA, C. A. ; GORDO, M. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Madeira. 2014.

CASTRO, A. P. ; PEREIRA, H. S. ; Silva, M. A. P. ; CANALEZ, G. G. ; Santiago, J. L. ; FRAXE, T. J. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; KAWAKAMI, C. Y. ; NODA, E. A. ; Aguiar, J. ; CHAGAS, J. C. N. ; ALVES, J. A. ; MIGUEZ, S. F. ; SILVA, C. A. ; GORDO, M. . Plano de Gestão da Reserva Extrativista Canutama. 2014.

PEREIRA, H. S. ; CRUZ, M. E. G. ; CANALEZ, G. G. ; COSTA, M. S. B. ; CASTRO, A. P. ; Santiago, J. L. ; SILVA, A. A. ; COSTA, Francimara Souza da ; FRAXE, T. J. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; MORAES, A. O. ; KAWAKAMI, C. Y. ; NODA, E. A. ; Aguiar, J. ; Silva, M. A. P. ; MIGUEZ, S. F. ; GORDO, M. . Plano de Gestão da Floresta Estadual Tapauá. 2014.

CAVALCANTE, K. V. ; PEREIRA, H. S. ; TOLEDANO, S. . Diagnóstico Socioeconomico dos Muncípios de Manicoré e Novo Aripuanã para fins de Zoneamento Econômico Ecológico. 2000.

PEREIRA, H. S. ; ARAUJO, O. . Balanço sobre as ações Sanitárias do governo do Amazonas durante a terceira onda da Covid-19. 2022. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; MAGISTRALI, F. . Destinazione Amazzonia. 2022. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; LORENZI, B. C. . Amazonas está atrasado no cumprimento da Agenda 2030, diz pesquisa. 2022. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

VEIGA, J. E. ; FAVARETO, A. ; ABRAMOVAY, R. ; PEREIRA, H. S. . Quais as Bases Científicas da Sustentabilidade?. 2022. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

PEREIRA, H. S. . Dia da Amazônia: discussão sobre patrimônio natural. 2022. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; MARTINS, A. . Biodiversidade que encanta e retém profissionais. 2022. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; BARBOSA, D. E. S. ; LORENZI, B. C. ; VASCONCELOS, L. . Amazonas aumentou isolamento social, mas não o suficiente para conter o avanço da Covid-19. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; BARBOSA, D. E. S. ; LORENZI, B. C. ; VLAXIO, E. ; JUNIOR, W. . Isolamento social no AM sofre queda brusca no Natal e Ano Novo. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; COELHO, A. ; SOUZA, S. . 60% dos municípios do interior do Amazonas apresentam elevação nos índices da Covid-19 desde dezembro, aponta estudo. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; TIPITI, D. . Governos devem ampliar esforços para vacinação contra covid-19 no AM. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; TIPITI, D. . Letalidade da covid-19 divide cidades do AM em cinco grupos. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; BARBOSA, D. E. S. ; LORENZI, B. C. . Mortalidade por Covid entre bebês com menos de um ano é dez vezes maior que crianças e jovens de até 19 anos. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ROCHA, K. ; PEREIRA, H. S. ; BARBOSA, D. E. S. ; LORENZI, B. C. . Pandemia cresce enquanto vacinação contra influenza desaba no AM. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

GRACA, D. ; PEREIRA, H. S. . Manaus chega ao maior índice de isolamento social desde o início da pandemia. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

VLAXIO, E. ; PEREIRA, H. S. ; BARBOSA, D. E. S. ; LORENZI, B. C. . Mortalidade por Covid-19 entre bebês é dez vezes maior, diz pesquisa. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; MEDEIROS, C. . Cientistas usam Manaus para alertar sobre variantes de Covid-19. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

GRACA, D. ; PEREIRA, H. S. . Taxa de letalidade hospitalar no Amazonas para pacientes com Covid é de 46$. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

CARVALHO, R. ; PEREIRA, H. S. . Políticos do Amazonas mantêm apoio a Bolsonaro mesmo com colapso na Saúde. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

WATANABE, M. ; PEREIRA, H. S. . Restrições ajudam a reduzir crise no Amazonas. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Vias de Fato. Episódio 2. Licenciamento Ambiental de Rodovias: como funciona?. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Cientistas reforçam o uso de máscaras como barreira contra Convid-19. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Município amazonense está entre os que mais emitem gases de efeito estufa no Brasil. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; GRACA, D. . Isolamento Social em Manaus tem forte queda após retomada parcial do comércio. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; CARVALHO, R. ; GAMA, T. G. . Falta de testagem prejudicou percepção da infecção da pandemia no AM. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Após queda, estabilização em níveis altos das taxas da covid-19 no AM preocupa especialistas. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

BARBARA, L. ; PEREIRA, H. S. ; CASTRO, A. P. . CNN Séries Originais - Submersos: a exploração da Malva na Amazônia. 2021.

PEREIRA, H. S. ; SMITH, B. . Planet SOS: Deforestation, commitment to end illegal logging by 2028. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Planet SOS: Deforestation, commitment to end illegal logging by 2028. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

CARVALHO, R. ; PEREIRA, H. S. . Amazonas ainda tem redução de internações e mortes, mas segue com sistema perto do limite. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

CALCAGNO, L. ; PEREIRA, HENRIQUE S. . Conselho da Amazônia e a Força Nacional Ambiental tentam corrigir equívocos. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, HENRIQUE S. . Atlas ODS Amazonas. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

MCCOY, T. ; TRAIANO, H. ; PEREIRA, H. S. . In the Brazilian Amazon, the retreat of the coronavirus sparks questions over immunity. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; HARTER, P. . Covid-19 pandemics in Manaus. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; NASCIMENTO, A. C. L. . Amazônia: O Código da Vida ? Equilíbrio. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; BARBOSA, D. E. S. ; LORENZI, B. C. ; GRACA, D. . Isolamento social cai e ajuda a explicar situação da Covid em Manaus. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; ALBERNAZ, A. L. K. M. ; SUPERTI, E. ; NAVAL, L. P. ; BROWN, I. F. ; MORET, A. S. ; SILVEIRA, E. D. . As manifestações das crises ambientais na Amazônia sob os olhares das ciências da sustentabilidade. 2020. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

GRACA, D. ; PEREIRA, H. S. . Pandemia acelerada: Amazonas deve chegar a 5 mil mortes daqui a um mes. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

QUEIROZ, C. ; PEREIRA, H. S. . Amazonas registra aumento de casos e mortes por Covid-19. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

GRACA, D. ; PEREIRA, H. S. . Manaus supera 3 mil óbitos. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; PUGLIESI, E. A. ; CHAVES, J. M. ; ROCHA, W. J. S. F. . UM PAÍS, VÁRIOS SURTOS: A GEOGRAFIA DA COVID-19 NO BRASIL.. 2020. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

VIANA, Virgílio Maurício ; ADEODATO, S. ; PEREIRA, H. S. . No rastro da pandemia: Inteligencia de indicadores sobre a evolução da Covid-19 municia a estratégia da Aliança. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; BARBOSA, D. E. S. ; LORENZI, B. C. . Covid-19 e crianças: o que se sabe até agora sobre os casos no Brasil e a preocupação com as novas cepas. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; FREITAS, S. R. ; GORDO, M. . Rodovias sustentáveis na Amazônia: o caso da BR 319. 2020. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

PEREIRA, H. S. . Atlas ODS Amazonas defende suspensão de aulas. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Com mais de 30 mil casos de Covid-19, AM tem índices de isolamento social abaixo do recomendado, aponta estudo. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Pesquisador comenta números da Covid-19 no Amazonas. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Estudo aponta redução de 64% no índice de poluição do ar na área urbana de Manaus durante isolamento. 2020. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

MAISONNAVE, F. ; PEREIRA, H. S. . Ibama chega aos 30 anos sob críticas e com desafios por todo o país. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; MELO, F. ; TAVEIRA, E. . Impactos ambientais na Amazônia. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, HENRIQUE S. ; FEARNSIDE, P. M. . Queimadas são fomentadas. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

FEARNSIDE, P. M. ; NUNES, P. A. ; PEREIRA, HENRIQUE S. . Amazônia pode se transformar em uma imensa caatinga alerta especialista. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, HENRIQUE S. . Atlas revela dados da pobreza no Amazonas. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Após reportagem Em Tempo, valor do açaí pago ao extrativista sobe 24%. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

MACHADO, F. G. ; SPOLTI, D. H. ; KURIHARA, L. P. ; PEREIRA, HENRIQUE DOS SANTOS . Arapaima: Redes Produtivas. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ESTARQUE, M. ; PEREIRA, H. S. . Natureza do desastre. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Avanços e retrocessos na Amazônia. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. ; ABRAHIN, A. L. . Palestrantes apresentam boas práticas para preservação e geração de renda nos Patrimônios Cultural e Natural. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

PEREIRA, H. S. . Estudo da Ufam afirma que valor da venda do açaí não cobre custos de produção dos extrativistas. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Amazônia interativa - Os desafios da logística na Amazônia. 2016.

PEREIRA, H. S. . Governo Temer e Amazônia. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Seminário Internacional sobre sustentabilidade. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PEREIRA, H. S. . Conversa com Henrique Pereira, candidato à reitor da Ufam. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

BARBOSA, D. E. S. ; PEREIRA, H. S. ; RAPOSO, M. R. . Atlas ODS Amazonas''. 2019; Tema: Portal do Projeto Atlas ODS Amazonas com dados para indicadores para os municípios do Amazonas. (Site).

PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Projeto de pesquisa RESILIDADES - Ufam 2018. 2018; Tema: Adaptações à eventos extremos por populações ribeirinhas na Amazônia. (Rede social).

PEREIRA, H. S. . ?? Nessa rua, nessa rua tem um bosque?. 2018; Tema: Percepção ambiental sobre fragmentos florestais urbanos na Amazônia. (Blog).

PEREIRA, H. S. ; BARBOSA, D. E. S. ; SIMONETTI, S. R. ; MARINELLI, C. E. ; MESQUITA, R. C. G. . Anais do X Seminário Brasileiro de Áreas Protegidas e Inclusão Social: autogestão e desenvolvimento territorial sustentável de áreas protegidas : diálogos, apredizagem e resiliência. 2022. (Editoração/Anais).

PEREIRA, H. S. ; MERAH, O. . Plants. 2022. (Editoração/Periódico).

SCHOR, Tatiana ; PEREIRA, H. S. . Diretrizes para a Construção Conceitual da Bioeconomia no Amazonas. 2021. (Revisão de nota técnica).

PEREIRA, HENRIQUE S. ; BARBOSA, D. E. S. . Boletim Atlas ODS Amazonas. 2019. (Editoração/Outra).

PEREIRA, H. S. ; GOMES, A. L. S. ; MARCHAND. G. A. E. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Curupira III - Iara, mãe dágua: Popularização dos Conhecimentos Científicos sobre Ecologia da Conservação, Pesca, Piscicultura e Manejo das Espécies de Peixe da Bacia Amazônica. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo educacional).

PEREIRA, H. S. . Temas Geradores: mudanças ambientais globais. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Ambientevirtualdeensinoeaprendizagem).

PEREIRA, H. S. ; GOMES, A. L. S. ; MARCHAND. G. A. E. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; Camara, J. F. O. R. ; LIMA, V. T. A. ; FERNANDES, C. A. M. . Projeto Curupira II: Popularização dos Conhecimentos Científicos sobre Ecologia e Conservação da Flora do Campus Universitário Federal do Amazonas. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo educacional).

PEREIRA, H. S. ; CAVALCANTE, K. V. . Anais do III Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2014. (Editoração/Anais).

LIRA, R. S. ; PEREIRA, R. L. ; LIMA, B. S. D. ; GOMES, A. L. S. ; PEREIRA, H. S. ; Higuchi, M. I. G. ; LIMA, V. T. A. . Projeto Curupira - popularização dos conhecimentos científicos sobre ecologia e conservação da fauna amazônica. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo educacional).

PEREIRA, H. S. ; MARCHAND. G. A. E. L. ; LIMA, V. T. A. ; Witkoski, A. C. ; WAICHMAN, A. V. ; SCHERER, Elenise Faria ; NODA, Hiroshi ; SCHWEICKARDT, K. H. S. C. ; NODA, Sandra Do Nascimento ; FRAXE, Therezinha Pinto . Anais do II Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2012. (Editoração/Anais).

PEREIRA, H. S. . Licenciatura em Ciências Agrárias - Disciplina Ecologia Agrícola. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Ambiente virtual de ensino e aprendizagem).

PEREIRA, H. S. ; MENEGALDO, L. R. ; ILLENSEER, R. ; DÁCIO, D. S. . Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2010. (Editoração/Anais).

PEREIRA, H. S. ; GOMES, A. L. S. ; MARCHAND. G. A. E. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Curupira III - Iara, mãe dágua: Popularização dos Conhecimentos Científicos sobre Ecologia da Conservação, Pesca, Piscicultura e Manejo das Espécies de Peixe da Bacia Amazônica. 2017. Vídeo.

Projetos de pesquisa

  • 2022 - Atual

    Conservação das variedades locais de abacaxi cultivadas no Estado do Amazonas, Descrição: A modernização e a globalização da agricultura tem como uma de suas consequências a erosão genética da agrobiodiversidade, que decorre em razão de os agricultores substituírem a riqueza das variedades locais e tradicionais por poucas variedades geneticamente uniformes e de alto rendimento, dentre outras causas. Segundo a FAO, desde 1900, cerca de 75 por cento da diversidade genética vegetal já foi perdida por esse e outros processos. O abacaxi é certamente a fruticultura mais importante da Amazonia, e do Amazonas, sendo o estado, em particular a região do Alto Rio Negro, importante centro de diversidade da cultura, o que ainda não foi reconhecido em programas governamentais de conservação da biodiversidade ou de desenvolvimento agrícola. Buscando resgatar parte dessa variabilidade genética, o principal Banco Ativo de Germoplasma (BAG) de abacaxi do país, localizado em Cruz das Almas, na unidade Embrapa Mandioca e Fruticultura mantém 741 acessos, sendo Ananas comosus var. comosus representante do maior número de acessos, dos quais 136 desses são oriundos de coletas feitas em 26 municípios amazonenses. No Amazonas, o sucesso comercial da variedade predominante nos cultivos, conhecida como ?Turiaçu?, põe em risco as variedades locais, o que poderá acelerar a erosão genética e a perda da agrobiodiversidade da espécie. Este projeto inédito tem como primeiro objetivo a formação de uma coleção viva das variedades de abacaxizeiros do Amazonas, seguida da caracterização e morfoagronômica dos acessos, de modo que seja valorizada a diversidade intraespecífica e varietal da espécie em seu próprio centro de domesticação, algo até então não conhecido completamente. No entanto, há que se considerar que coleções ex-situ apresentam limitações severas, dentre estas: a ocupação de áreas extensas por longos períodos; grande necessidade de recursos humanos, financeiros e materiais para implantação, condução e manutenção das coleções; necessidade de duplicação das coleções, para reduzir os riscos de perda pela ocorrência de catástrofes de ordem biótica, abiótica e antrópica; longos períodos para expressão das características genéticas e uso de condições ambientais não compatíveis com a expressão das características fenotípicas, dentre outras. Para superar essas limitações, o projeto apresenta a estratégia inovadora no país, que consiste na formação de uma rede de agricultores e agricultoras individuais e de associações ?guardiães locais? como estratégia de conservação on-farm, isto é, in situ e inter situ. Essa rede de agricultores locais dará uma contribuição vital para a fruticultura amazonense, porque se tornará um meio eficaz de valorização, intercâmbio e fornecimento de propágulos das variedades locais não apenas de agricultor para agricultor, mas também dos mercados locais, agências públicas de fomento, estações de pesquisa, da agroindústria e para agricultores em todas as regiões produtoras. A rede conservação on-farm contribuirá para resiliência dos sistemas de produção do abacaxi, além de promover a valorização e manutenção das tradições socioculturais locais, identidades e conhecimentos tradicionais, bem como a manutenção de processos evolutivos, fluxo gênico e valores de opções globais. A coleção ex-situ será reforçada pelo intercâmbio com o BAG nacional da espécie, com a manutenção de material em suspensão mediante a criopreservação do pólen e do material in-vitro mediante microcultivo. O projeto envolve além da UFAM por sua Faculdade de Ciências Agrárias e sua Fazenda Experimental, a participação de técnicos e pesquisadores e as contrapartidas da SEPROR e dos escritórios locais do IDAM e da Unidade de pesquisa da Embrapa Amazônia Ocidental, de modo haver a sinergia e complementaridade das organizações e dos membros da equipe e colaboradores do projeto.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Jânia Lilia da Silva Bentes - Integrante / Neliton Marques da Silva - Integrante / Ricardo Lopes - Integrante / Albejamere Pereira de Castro - Integrante / Jozane Lima Santiago - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Therezinha de Jesus Pinto Fraxe - Integrante / Cloves Farias Pereira - Integrante / Jaisson Miyosi Oka - Integrante / Laiane Sherly Gomes Torres - Integrante / Daniel Oscar Pereira Soares - Integrante / Miquel Victor Batista Donegá - Integrante / Orlanda da Conceição Machado Aquiar - Integrante / Silvia Christina Domingues de Abreu - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2021 - Atual

    PROGYSAT - Projeto de cooperação regional para a observação das Guianas por Satélite, Descrição: O PROGYSAT (Projeto de cooperação regional para a observação das Guianas por Satélite) faz parte do financiamento europeu do Programa de Cooperação Interreg da Amazônia (PCIA), que contribui para o desenvolvimento integrado da Guiana Francesa e os seus vizinhos: as outras Guianas e o Brasil. O PROGYSAT propõe, em estreita conexão com as necessidades locais e novas estruturas nacionais, a implementação de novos usos resultantes do processamento de informações espaciais no contexto amazônico. Visa promover o desenvolvimento de aplicações, utilizando dados espaciais, resultantes de pesquisas temáticas úteis às políticas públicas da região em conexão com a demografia em torno de 3 grandes temas: Planejamento espacial; Saúde e meio ambiente; Conhecimento e preservação da biodiversidade. O objetivo é promover o uso de informações geoespaciais na escala da região norte da Amazônia, adaptadas às missões das comunidades institucionais encarregadas da gestão ambiental. Para este fim, o PROGYSAT tem como objetivo adequar ferramentas, métodos e produtos que possam ser compartilhados e adaptados aos contextos da Guiana Francesa e da sub-região, a fim de responder às questões locais. O projeto também oferece treinamento e ensino à distância em geomática para parceiros no Planalto das Guianas, e ajuda a conscientizar o público em geral, especificamente crianças em idade escolar, sobre a observação da Terra e sua importância para o conhecimento dos territórios, primer passo para o desenvolvimento sustentável. PROGYSAT é um projeto coordenado pela UMR ESPACE-DEV e apoiado financeiramente por fundos europeus na Guiana Francesa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / CARLOS HIROO SAITO - Integrante / Anne-Elisabeth Laques - Coordenador / Romero Gomes Pereira da Silva - Integrante.

  • 2020 - 2022

    Projeto Redes de Valor na Amazônia (PROVALOR): a cadeia de valor castanha-do-brasil no interior do Amazonas, Descrição: O extrativismo vegetal, em especial o de Produtos Florestais Não-Madeireiros (PFNM), é tido com o um dos modais de geração de renda na Amazônia e têm a castanha-do-Brasil com o principal PFNM na garantia de renda para 25 mil famílias. De um lado, este PFNM vem passando um processo de esgotamento e redução de oferta do produto e, de outro lado, o processo de organização de extrativistas em associações e cooperativas permite um maior poder de negociação frente aos agentes sociais representante das indústrias patronais. O desafio consiste em garantir que os agentes sociais, envolvidos nas cadeias de valor mantenham a prática do extrativismo em consonância com a conservação das florestas e obtenham um a distribuição justa dos resultados do extrativismo, não permitindo que a lógica do aviamento os coloque em um a relação subalterna ao capital. O problema norteador da pesquisa consiste em compreender se o perfil de gestão das organizações de base ligadas ao extrativismo na Amazônia promove vantagem competitiva ao mesmo tempo em que assegura um a distribuição justa de resultados. O objetivo geral do projeto consiste em analisar o processo gestionário das organizações de base do interior do Amazonas para a promoção da autonomia dos agentes sociais. Para tanto, de form a abrangente, este projeto possui com o linha epistemológica a abordagem histórica de Bachelard. A delimitação consiste na incisão em um a das cadeias de valor da castanha-do-brasil, em 5 empreendimentos no interior do Amazonas. Espera-se, com o produto de impacto desta pesquisa, criar desenvolver um a base teórico-metodológica para a gestão destes empreendimentos coletivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (3) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / ariane mendonça kluczkovski - Integrante / Maria Luana Araujo Vinhote - Integrante / Pedro Henrique Mariosa - Coordenador / BARBOSA, DANILO EGLE SANTOS - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2020 - Atual

    PROSPECÇÃO E PRIORIZAÇÃO TÉCNICO-PRODUTIVAS PARA A INTEGRAÇÃO DA CADEIA DE FITOTERÁPICOS AMAZÔNICOS (PROFitos-BioAM), Descrição: O projeto desenvolvido pelo INPA UNICAMP e UFAM tem por objetivo desenvolver metodologia participativa de prospecção e priorização técnico-científica e produtiva para a integração da cadeia de fitoterápicos amazônicos, contemplando critérios de sustentabilidade. Visa também reconhecer lacunas e oportunidades e está embasada em trabalhos de planejamento e gestão, congregando conhecimento e interesses dos atores envolvidos na cadeia de fitoterápicos. A metodologia proposta, baseada na vertente do technological foresight, contemplará métodos como painel de especialistas, mapeamentos de competências técnico-científicas e produtivas e benchmarking de experiências internacionais e será avaliada e validada por meio de estudo piloto de planta medicinal amazônica a ser priorizada, com a identificação de gargalos e oportunidades em atividades produtivas, tecnológicas e de mercado, envolvendo os diferentes atores da cadeia de fitoterápicos. Os resultados esperados são o estabelecimento de critérios de sustentabilidade para o suporte dos objetivos propostos, o fortalecimento das competências em planejamento e gestão da CT&I pelas organizações envolvidas, a formação e qualificação de recursos humanos para os sistemas de C&T de ambos os estados e o estreitamento da cooperação entre as instituições do Amazonas e de São Paulo. A proposta se alinha ao Projeto Rota da Biodiversidade - Polo BioAmazonas, inserido no Programa Rotas da Integração do Ministério do Desenvolvimento Regional, e ao Sistema Nacional das Redes de Inovação em Medicamentos da Biodiversidade, chamado de Redesfito, os quais têm como objetivo comum o desenvolvimento regional das cadeias de fitoterápicos e fitofármacos, fundamentado por arranjos ecoprodutivos locais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Xadreque Vitorino Macuacua - Integrante / Jorge Ivan Rebelo Porto - Coordenador / Nadja Maria Lepsch da Cunha Nascimento - Integrante / Rosana Zau Mafra - Integrante / Leda Maria Caira Gitahy - Integrante / Rosana Icassatti Corazza - Integrante / Carla Ladeira Pimentel Águas - Integrante / Ana Lucia Delgado Assad - Integrante / Henrique Eduardo Mendonça Nascimento - Integrante / Maria Beatriz Machado Bonacelli - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2019 - 2021

    GIA - Governança e infraestrutura na Amazônia, Descrição: O Projeto GIA (Governança e Infraestrutura na Amazônia) busca estabelecer uma Comunidade de Prática e Aprendizagem (CoP-A) sobre o uso de ferramentas e estratégias para melhorar a governança socioambiental e reduzir as ameaças de grandes projetos de infraestrutura em quatro regiões focais na Pan-Amazônia: Brasil (sul do Amazonas e norte de Rondônia), Bolívia (Alto Madera), Peru (Loreto) e Colômbia. Este projeto ? financiado pela Fundação Gordon & Betty Moore ? é liderado pela Universidade da Flórida (Dr. Robert Buschbacher) e seu Programa de Conservação e Desenvolvimento nos Trópicos (TCD por sua sigla em inglês), em parceria com diversas organizações (universidades, centros de pesquisa, ONGs, organizações de base comunitária, etc.) em suas diferentes regiões focais. No projeto está inserida a Pesquisa de Doutorado (2018-2022) ? Universidade da Flórida - Projeto de pesquisa de doutorado pela Escola de Recursos Florestais e Conservação da Universidade da Flórida, liderado pelo engenheiro florestal Felipe Veluk Gutierrez (M.Sc.), e intitulado ?Inovação Social, Ações Coletivas e a Cadeia de Valor da Castanha como estratégias para a Conservação da Sociobiodiversidade na Amazônia, Brasil?. Esta pesquisa é orientada e co-orientada, respectivamente, pelos Drs. Robert Buschbacher (Universidade da Flórida) e Henrique do Santos Pereira (Universidade Federal do Amazonas), e conta com o financiamento da Organização do Estados Americanos, Organização internacional de Madeiras Tropicais, Universidade da Flórida e Fundação Gordon & Betty Moore.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Felipe Veluk Gutierrez - Integrante / Robert Buschbacher - Coordenador.

  • 2019 - Atual

    Atlas ODS Amazonas, Descrição: O projeto tem como interface pública e sua base o portal Atlas ODS Amazonas (https://www.atlasodsamazonas.ufam.edu.br/) que prepara o usuário para o acesso a uma plataforma de visualização gráfica de dados para os indicadores das metas ODS avaliados para cada um dos 62 municípios dos Amazonas. O projeto tem por objetivo primário determinar para os municípios amazonenses o status (ou linha de base) das metas presentes em cada um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) com prazo para o ano de 2030. A base para a busca de informações nacionais e relativas aos municípios do estado do Amazonas parte do estudo "ODS - Metas Nacionais dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável: proposta de adequação" liderado e desenvolvido pelo Estudo de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) em 2018 em colaboração com 75 órgãos governamentais e técnicos do governo federal. O portal do projeto foi lançado em lançado no dia 31 de maio de 2019.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Danilo Egle Santos Barbosa - Integrante / Marcicley Rego Raposo - Integrante / Jacqueline Ausier Domingues - Integrante / Alinne Jesus de Souza - Integrante / Bruno Cordeiro Lorenzi - Integrante / MACUÁCUA, XADREQUE VITORINO - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2018 - 2022

    RENAMAZ - Rede intercomunitária de conservação de sementes locais da agricultura familiar do Amazonas, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Therezinha de Jesus Pinto Fraxe em 10/09/2018., Descrição: FAPEAM EDITAL N. 002/2018 - UNIVERSAL AMAZONAS - As espécies e variedades de plantas locais mantidas pelos agricultores familiares são recursos genéticos de elevado valor para a soberania e segurança alimentar e nutricional das comunidades locais. Porém, correm o risco de serem extintas principalmente pela substituição por cultivares modernas. Assim, a manutenção dos recursos genéticos pelos próprios agricultores (conservação on-farm) é a única capaz de manter o processo evolutivo dessas espécies. A Amazônia é um dos maiores centros de domesticação de plantas do mundo e assim como suas populações originais no passado, os agricultores indígenas e não indígenas no presente seguem cultivando e, portanto, mantendo uma parte dessa agrobiodiversidade. O projeto RENAMAZ tem foco na diversidade das plantas cultivadas, ou seja, na riqueza, ocorrência e distribuição das espécies agrícolas e das suas variedades locais cultivadas por agricultores familiares do Estado do Amazonas. Essas variedades quando cultivadas em poucas localidades, em pequenas áreas e por poucos agricultores, correm maior risco de serem perdidas. Para mitigar os processos que levam à erosão genética na agricultura, este projeto de pesquisa e intervenção tem por objetivos o resgate e registro científico das variedades locais, a avaliação da qualidade das sementes produzidas e armazenadas pelos agricultores familiares e a formação e capacitação dos núcleos comunitários de conservação de sementes que comporão a rede intercomunitária de conservação. Busca-se, assim, promover a conservação on-farm das sementes locais e valorizar socialmente esse recurso genético estratégico para a agricultura e alimentação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Albejamere Pereira de Castro - Integrante / Jozane Lima Santiago - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Therezinha de Jesus Pinto Fraxe - Coordenador / Cloves Farias Pereira - Integrante / Kédima Sarmento Abadias - Integrante / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Ângela Maria da Silva Mendes - Integrante / Aline Radaelli Basso - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2017 - 2020

    REDE JAMAXIM - Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Ocidental: Inclusão Produtiva, Descentralização e Gestão Participativa de Políticas Públicas para a Promoção da SAN no Amazonas e Acre, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Therezinha de Jesus Pinto Fraxe em 29/09/2017., Descrição: Este projeto visa caracterizar e analisar a evolução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) nos estados do Acre e Amazonas, a fim de contribuir no desenvolvimento de indicadores técnico-científicos de avaliação e monitoramento da Segurança Alimentar e Nutricional (SAN). Com a participação de pesquisadores do Amazonas (UFAM), do Acre (IFAC) e de Madre de Dios (UNAMAD, Peru), com atividades realizadas nos municípios de Manacapuru e Rio Preto da Eva (AM) e em Assis Brasil e Xapuri (AC). Envolve ações de pesquisa acadêmica, de formação acadêmica, extensão rural e capacitação de agentes locais. As pesquisas de caráter descritivo-analítico são desenvolvidas com aplicação de entrevistas para levantamento de dados comparativos sobre a ISAN e o PAA junto a grupos de agricultores, lideranças rurais e gestores públicos locais nos municípios selecionados. Na componente de extensão, as instituições parceiras promovem a formação inicial continuada (FIC) de agricultores familiares e gestores municipais, por meio de cursos presenciais de 160h com tema de tecnologia de pós-colheita e beneficiamento mínimo, acesso e gestão de políticas públicas, além de oficinas para o fortalecimento de empreendimentos da economia solidária e o apoio do estabelecimento de espaços de comercialização com venda direta ao consumidor nos municípios e regiões assistidas. Como estratégia no médio e longo prazo, propõe-se a formação de uma rede interinstitucional de Segurança Alimentar na Amazônia Central, que será construída por meio de encontros e workshops e pactuação de agendas institucionais para a elaboração de proposta de plano de monitoramento contínuo de SAN.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Jozane Lima Santiago - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Therezinha de Jesus Pinto Fraxe - Coordenador / Maria Isabel Cajo Pinche - Integrante / Carlos Victor Lamarão Pereira - Integrante / Deborah Virginia Cardoso de Freitas - Integrante / Ricardo Bezerra Hoffmann - Integrante / Jefferson Henrique Tiago Barros - Integrante / Cloves Farias Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra.

  • 2016 - Atual

    INCT Observatório das Dinâmicas Socioambientais (ODISSEIA, Descrição: O objetivo geral é entender os diferentes níveis de interação das dinâmicas sociais e ecológicas no contexto das mudanças climáticas, ambientais e sociodemográficas, com a finalidade de encontrar, junto aos atores locais, possíveis soluções sustentáveis para adaptação. Estas soluções, atreladas à minimização dos impactos sobre o meio ambiente, têm o potencial de aumentar a capacidade de subsistência e, de modo geral, promover uma melhoria na qualidade de vida da população. O projeto tem foco nas populações mais vulneráveis, nos meios rural e urbano de diferentes biomas brasileiros. Em cada um deles, as populações rurais e urbanas enfrentam situações climáticas extremas, tais como eventos de cheias e secas. O INCT reúne um consórcio de instituições brasileiras, em parte envolvidas na Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (Rede CLIMA) e, do lado internacional, conta com a colaboração de institutos franceses de pesquisa: o IRD (laboratórios GET, Espace-DEV, PALOC, LEGOS, HSM), o CIRAD (UR GREEN, UMR ART-DEV e MOISA), o CNRS (UMR ART-DEV) e a Universidade da Guiana, que desenvolvem colaborações cientificas há muitos anos com as instituições brasileiras, em particular com o CDS/UnB. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (3) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Marcel Bursztyn - Coordenador / CARLOS HIROO SAITO - Integrante / Marie-Paule Bonnet - Integrante / Anne-Elisabeth Laques - Integrante / Mônica Alves de Vasconcelos - Integrante / David Franklin da Silva Guimarães - Integrante / Romero Gomes Pereira da Silva - Integrante / MICHELLE ANDREZA PEDROZA DA SILVA - Integrante / Doris Almeida Villamizar Sayago - Integrante.

  • 2015 - 2019

    SINBIOSE Système d?INdicateurs de BIOdiversité à l?uSage des actEurs : Biodiversité terrestre et aquatique (Amazone & Oyapock), Descrição: Le projet SINBIOSE a pour objectif de développer des méthodologiques de co-construction d?indicateurs à l?usage des acteurs (gestionnaires, population locale, communauté scientifique). Ce projet interdisciplinaire a pour originalité de s?appuyer à la fois sur des compétences disciplinaires éprouvées pour mesurer et élaborer des indicateurs de la biodiversité, sur des savoir-faire reconnus en traitements d?image mais aussi sur des compétences de spécialistes des sciences de l?ingénieur. L?expérience des sciences humaines et sociales est mobilisée pour animer la co-construction des indicateurs en relation avec la demande sociale, de manière à définir conjointement un système d?indicateurs dédié à l?évaluation de la biodiversité qui se veut plus robuste, générique et adapté aux questions posées par les acteurs. SINBIOSE s?appuiera sur les acquis de projets déjà réalisés (CNPq, FRB, ANR, PO Amazonie/Feder/Europe) et sur des bases de données acquises sur des terrains déjà connu des chercheurs du projet (la Réserve de Développement Durable de Uatumã ; le bassin versant du grand lac de Curuaï ; la région frontalière Guyano-brésilienne). Les résultats de SINBIOSE ont vocation à être intégrés ultérieurement dans des observatoires socio-environnementaux en phase de conception ou de mise en oeuvre sur certains des sites d?études.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Sandra do Nascimento Noda - Integrante / Hiroshi Noda - Integrante / Kátia Viana Cavalcante - Integrante / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Guillaume Antoine Emile Louis Marchand - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / CARLOS HIROO SAITO - Integrante / Monica Suani Barbosa da Costa - Integrante / Danielle Mitja - Integrante / J-François Faure - Integrante / Nadine Dessay - Integrante / João Ânderson Fulan - Integrante / Eric Delaitre - Integrante / Ahmed Abbas - Integrante / Ayrton Luiz Urizzi Martins - Integrante / Primerose Antoine - Integrante / Laurent Linguet - Integrante / I. Marie-Joseph - Integrante / Abdennebi Omrane - Integrante / Stéphanie Caroline Nasuti - Integrante / Laurent Schmitt - Integrante / Christophe Charron - Integrante / Marie-Paule Bonnet - Integrante / Emmanuel Roux - Integrante / Daniel Carneiro Costa - Integrante / Anne-Elisabeth Laques - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro / Institut de Recherche pour le Développement - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2018

    Resiliência e adaptabilidade dos sistemas socioecológicos ribeirinhos frente a eventos climáticos extremos na Amazônia Central, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Antonio Carlos Witkoski em 07/02/2016., Descrição: Os eventos climáticos extremos possuem atualmente na Amazônia uma importância significativa, no que tange aos impactos econômicos e sociais, uma vez que atingem uma quantidade considerável da população ribeirinha. Grandes cheias e secas prolongadas provocam enormes perdas no setor primário, principalmente na agricultura. Em décadas recentes, o número de pessoas afetadas por desastres climáticos, como secas, inundações e tempestades, aumentou. As atuais evidências apontam que as mudanças climáticas irão aumentar o risco de exposição aos desastres naturais. Dessa forma, o objetivo principal desse estudo é analisar a relação entre os eventos extremos ocorridos nas últimas décadas e as possíveis respostas adaptativas dessas populações. O estudo será realizado nas calhas dos rios Solimões-Amazonas e Madeira, na Amazônia Central. Utilizará uma metodologia de caráter descritivo a fim de, identificar as estratégias adaptativas nas dimensões econômicas, sociais e culturais, a partir de uma dupla perspectiva: (1) Estudo retrospectivo com base em dados recordatórios sobre as percepções e repostas adaptativas à eventos extremos passados e, (2) Estudo contemporâneo, já que a pesquisa proposta terá duração de 2 anos quando poderá ser observado diretamente o comportamento das comunidades durante dois ciclos hidrológicos. Com estes resultados espera-se tornar evidente se e como os eventos climáticos extremos desencadeiam mudanças nas estratégias adaptativas dessas populações, assim como avaliar a capacidade desses grupos humanos em manterem a resiliência dos sistemas socioecológicos que dão suporte às suas reproduções biológicas e socioculturais. Portanto, trata-se de uma iniciativa que pretende contribuir para o conhecimento da sociologia ambiental e da antropologia ecológica aplicada às populações tradicionais da Amazônia.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Elenise Faria Scherer - Integrante / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Antonio Carlos Witkoski - Coordenador / Michelle Andreza Pedroza da Silva - Integrante / Tatiana Schor - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Therezinha de Jesus Pinto Fraxe - Integrante / Ana Cristina Lima do Nascimento - Integrante / Mônica Alves de Vasconcelos - Integrante / David Franklin da Silva Guimarães - Integrante / Camila dos Santos Belmiro - Integrante / Kédima Sarmento Abadias - Integrante / Gabrielle Sant'anna Mendes - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2018

    Avanços no conhecimento, tecnologias e processos para o manejo sustentável da Castanha-do-brasil, na Amazônia Ocidental, Descrição: importância vai desde questões ecológicas a sociais. Apesar de existirem boas práticas estabelecidas para a atividade produtiva da castanha-do-brasil, o que predomina ainda hoje, é um baixo nível tecnológico na coleta, relacionado principalmente aos aspectos do sistema de produção. Recomendações de práticas de manejo de castanhais nativos são encontradas em diferentes tipos de documentos técnicos, onde em praticamente todos os casos essas recomendações seguem critérios padronizados para melhoria da qualidade do produto e sustentabilidade da atividade ao longo das gerações. Entretanto, a maioria dos documentos não leva em conta as diferenças regionais relativas aos fatores ambientais, nem os diferentes sistemas de produção existentes e o nível tecnológico associado às atividades produtivas da castanha. Diante disto, este projeto, com duração de 36 meses, objetiva realizar estudos aprofundados acerca dos ambientes naturais de ocorrência de castanheiras e propor tecnologias para mapeamento e estimativa de produção, com intuito de propor adaptações nas recomendações de manejo já existentes, fortalecendo assim a cadeia de valor da Castanha-do-brasil, com uma abrangência que inclui os Estados da Amazônia Ocidental Brasileira. Assim, serão realizados estudos das relações bióticas e abióticas das castanheiras com seus ambientes naturais de ocorrência, visando subsidiar o manejo da espécie, por meio da utilização de modernas tecnologias digitais que contribuam também para o mapeamento e modelagem da ocorrência e produtividade da espécie na Amazônia Ocidental. Estas tecnologias incluem sensores remotos de alta resolução e scanner a laser, para fins de mapeamento da estrutura da vegetação circundante às castanheiras e de obtenção de variáveis dendrométricas, as quais conferem agilidade e acurácia nos mapeamentos e caracterização dos castanhais. Aspectos relacionados a fatores topoedafoclimáticos serão abordados em uma escala muito mais abrangente em relação às existentes, permitindo a identificação de ambientes ?preferenciais? para a ocorrência de castanhais. Questões socioambientais e econômicas serão também abordadas, uma vez que não estão bem caracterizadas nas diferentes realidades da Amazônia para a produção dessa castanha, avaliando-se os diversos sistemas de produção existentes, no escopo dos tipos de organização social das comunidades extrativistas e das relações de status fundiário das áreas onde são coletadas as castanhas. Assim, identificar os fatores críticos relacionados aos sistemas de produção e aos aspectos econômicos, em especial aqueles formadores de preços e de comercialização nesta extensa cadeia, é de suma importância para o real avanço da atividade extrativista na Amazônia, onde será possível propor adaptações nas boas práticas de manejo da castanha, considerando as diferentes realidades da região. Dentro deste complexo ambiente de interações, este projeto procurou compor equipe multidisciplinar, com representantes de segmentos governamentais (Federal e Estadual, principalmente) e de Instituições de pesquisa, com competência nos temas propostos nas diversas atividades, proporcionando uma rica troca de experiências, iniciada já na elaboração deste projeto, cuja interação será valorizada e incentivada ao longo do projeto.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Lucia Helena Oliveira Wadt - Integrante / Ana Flávia Ceregatti Zingra - Integrante / Bruno Scarazatti - Integrante / Carlos Antonio Alvares S. Ribeiro - Integrante / Cássia Ângela Pedrozo - Integrante / Cíntia Rodrigues de Souza - Integrante / Clésia Brasil da Cunha - Integrante / Daniel de Almeida Papa - Integrante / Daniel Augusto Schurt - Integrante / Diego Batista Zeni - Integrante / Fábio de Souza Kirchpfennig - Integrante / Francisca Dionizia de A. Matos - Integrante / Gerson Rodrigues dos Santos - Integrante / Gilvan Coimbra Martins - Integrante / Haron Abrahim Magalhães Xaud - Integrante / Isaac Cohen Antonio - Integrante / Jacqueline Martins Gomes - Integrante / Janaina Deane Diniz - Integrante / José Frutuoso do Vale Junior - Integrante / José Marinaldo Gleriani - Integrante / José Olenilson Costa Pinheiro - Integrante / Julianna Fernandes Maroccolo - Integrante / Karine Dias Batista - Integrante / Kátia Emídio da Silva - Integrante / Lindomar de Jesus de Sousa Silva - Integrante / Lucieta Guerreiro Martorano - Integrante / Luis Isamu Barros Kanzaki - Integrante / Marcus Vinício Neves d'Oliveira - Integrante / Maristela Ramalho Xaud - Integrante / Nadiele Pereira Pacheco - Integrante / Nerilson Terra Santos - Integrante / Raimundo Claudio Gomes Maciel - Integrante / Raimundo Cosme de Oliveira Junior - Integrante / Roberta Martins Nogueira - Integrante / Roberval Monteiro Bezerra de Lima - Integrante / Sebastião Venâncio Martins - Integrante / Lucielio Manoel da Silva - Integrante / Fernanda Fonseca - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    GOVERNANÇA DO TRABALHO E DA LOGÍSTICA PARA A SUSTENTABILIDADE (GOLLS), Descrição: Esse projeto interinstitucional consiste em a uma abordagem integrada para o estudo das cadeias de valor e seus impactos sociais. Em uma extremidade do estudo, estão os portos do Norte (por exemplo, Roterdã/Antuérpia) e os locais onde a criação do valor e as decisões são cada vez mais concentradas nas atividades dos prestadores de serviço avançados e do comprador/empresa de logística. No outro extremo do estudo, estão os países em desenvolvimento (por exemplo, o Brasil) onde a produção tem lugar e onde camponeses, pequenos produtores, trabalhadores e comunidades "têm que enfrentar e/ou aceitar" decisões sobre a distribuição do valor dentro das cadeias, decisões estas que são feitas (principalmente) em outros lugares (por exemplo, nos portos do Norte, por compradores globais). Nesse projeto, o estudo detalhado de cada um dos elos (e, portanto, a gestão da produção, a troca e a distribuição de valor) são interligados usando um número de estudos de caso baseados em mercadoria.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Tatiana Schor - Integrante / Wouter Jacobs - Integrante / Lee Pegler - Integrante / Manoel de Andrade e Silva Reis - Coordenador / Peter Knorringa - Integrante / Murat Arsel - Integrante / Danny Cassimon - Integrante / Mario Monzoni - Integrante / Peter Spink - Integrante / Tomaz Júnior - Integrante / Juscelino Bezerra - Integrante / Denise Elias - Integrante / Denise C. Bomtempo - Integrante / Edilson Alves Pereira Junior - Integrante / Jorge Verschoor - Integrante / Alonso Balestrin - Integrante / Eliane Superti - Integrante / Jodival Mauricio da Costa - Integrante / Clóvis Scherer - Integrante / Fiorella Machiavello - Integrante / João Meirelles - Integrante / Maria José Barney Gonzalvez - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2015

    Microbiota humana e de ambientes construídos através de um gradiente de urbanização na Amazônia, Descrição: Os edifícios são espaços em que os seres humanos passam a maior parte de suas vidas, e, neste contexto, os microrganismos são transferidos entre entidades vivas e inanimadas no ambiente. Superfícies e o ar circulante podem desempenhar papéis importantes na transferência de microrganismos de uma pessoa para outra, como, por exemplo, no contexto de transmissão da doença, e as superfícies específicas dentro de um cômodo podem agir como fontes de microrganismos que os seres humanos de outro modo não entrariam em contato com esses inóculos em uma abundância apreciável. Um aspecto particular da microbiologia que ainda não foi estudado é o potencial para a mudança profunda nas comunidades microbianas em que estamos todos imersos durante o desenvolvimento das melhorias das habitações e, em particular, com a introdução do estilo de vida ocidental contemporâneo. Habitações mudaram radicalmente as condições básicas de nossos antepassados quando passamos para os espaços complexos construídos nas grandes cidades. Esta proposta pretende responder à pergunta: como os microrganismos e seus genes diferem nos edifícios e nos seus habitantes, através de um gradiente de aculturação? O microbioma (microrganismos associados a humanos e animais), e os microrganismos ambientais precisam ser vistos como uma entidade integrada nas suas dimensões físicas e biológicas, a fim de se avaliar plenamente o impacto da modernização sobre a biologia humana.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Maria Gloria Dominguez-Bello - Integrante / Luciana Campos Paulino - Integrante / Joice de Jesus Machado - Integrante / Humberto Eduardo Cavallin Calanche - Integrante / Jean Frances Ruiz Calderón - Integrante / Martin J. Blaser - Integrante / Rafael J. Santiago Maldonado - Integrante / Shelly Miller - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante., Financiador(es): Universidad de Puerto Rico - Remuneração / Universidade Federal do Amazonas - Remuneração / The Alfred P. Sloan Foundation - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Floresticidades - Estudos para a sustentabilidade de ecossistemas urbanos nas região metropolitana de Manaus, Descrição: A urbanização é uma tendência demográfica dominante e um componente importante das mudanças globais. Mais da metade da população do planeta vive em cidades, e as áreas urbanas estão ganhando 67 milhões de pessoas por ano. No Brasil, 84% da população já vivem em áreas urbanas. Este tendência também é observada na Amazônia, onde 60% dos seus 20 milhões de habitantes estão distribuídos em grandes, médias e principalmente pequenas cidades. Essa rápida expansão traz graves impactos socioambientais e ameaças à integridade dos sistemas de suporte à vida. Por tanto, a garantia do direto à qualidade de vida para a maioria da população humana dependerá do planejamento e gestão eficazes desses sistemas urbanos. Nesse sentido, a revisão do plano diretor da cidade de Manaus e a criação da Região Metropolitana de Manaus (RMM) motivaram a consolidação de uma linha temática de pesquisa que trate das questões da sustentabilidade dos ecossistemas urbanos da região. O projeto Floresticidades consiste em uma série de estudos interdisciplinares integrados que avaliam as dinâmicas socioambientais associadas aos processos que determinam a qualidade ambiental dos ecossistemas urbanos da RMM. Para tanto, foi formada uma equipe multidisciplinar e interinstitucional reunindo universidades parceiras e órgãos governamentais relacionados ao tema do desenvolvimento urbano. Os estudos que compõem o projeto estão organizados em três eixos temáticos: espaços públicos verdes e construídos; habitação sustentável, e; gestão inteligente de resíduos. No primeiro eixo serão desenvolvidos estudos de avaliação da oferta e qualidade dos espaços públicos construídos e seus usos sociais (Gray infrastructure) e fragmentos florestais públicos (Green infrastructure) e seus serviços ecossistêmicos no perímetro urbano de Manaus. No segundo eixo, serão utilizados diferentes métodos de avaliação da sustentabilidade social e ambiental de empreendimentos habitacionais representativos do segmento privado de maior valor. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Kátia Viana Cavalcante - Integrante / Andrea Viviana Waichman - Integrante / Neliton Marques da Silva - Integrante / Guillaume Antoine Emile Louis Marchand - Integrante / João Tito Borges - Integrante / Ana Mafalda Pinto Soares Madureira - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Cleber Mota Damasceno - Integrante / Jaqueline Gomes de Araujo - Integrante / Wagner Bento de Souza Júnior - Integrante / Joice Jesus Machado - Integrante / Gustaf Nyman - Integrante / Malin Björklund - Integrante / Paulo Ricardo Rocha Farias - Integrante / Eisenhower Pereira Campos - Integrante / Rodrigo Capelato - Integrante / Marcos André de Oliveira e Castro - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2018

    Produtores locais e o comércio mundial do guaraná, Descrição: O estudo objetiva analisar as estratégias de valorização do guaraná pelos agricultores familiares da sua região de origem, através da comparação das escolhas empreendidas nos processos de produção e de comercialização do guaraná, frente às novas referências ecológicas e socioeconômicas do desenvolvimento sustentável. O sucesso comercial do guaraná, associado ao reconhecimento de novos paradigmas do desenvolvimento agrícola (enfoque participativo e importância de manter os recursos do meio ambiente) permitiram a construção de cadeias que valorizam a especificidade do produto comercializado. O fenômeno se traduz pela requalificação das práticas locais dos pequenos agricultores e pela mudança das suas relações com a inovação, que seja técnica o social (organizativa). Queremos compreender os processos de diferenciação dessas novas cadeias, identificando os objetivos, as ferramentas e as redes de atores empregadas nesses processos, assim como caracterizar a relação dos produtores com inovação descrita. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Florence Marie Genevieve Pinton - Integrante / Solene Tricaud - Integrante / Melanie Congretel - Integrante / Laure Emperaire - Integrante / Geoffroy Filoche - Integrante., Número de produções C, T & A: 2

  • 2010 - 2013

    TERRITÓRIOS RURAIS DO BAIXO SOLIMÕES E ENTORNO DE MANAUS: GESTÃO SOCIAL PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL, Descrição: Instalação de duas Células de Acompanhamento e Informação para analisar a implementação das ações do Programa de Desenvolvimento Sustentável de Territórios Rurais no baixo Amazonas e entorno de Manaus, visando fortalecer as políticas territoriais regionais a partir de uma perspectiva de descentralização da gestão pública. Trata-se de promover avaliação, planejamento e gerenciamento de ações políticas e sociais que culminem na formação de capital social e indicadores de desenvolvimento humano.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Kátia Viana Cavalcante - Integrante / Therezinha Pinto Fraxe - Integrante / Albejamere Pereira de Castro - Integrante / Josane Lima Santiago - Integrante / Davyd Spencer Ribeiro de Souza - Integrante / Antonio Carlos Witkoski - Coordenador / Janaina de Aguiar - Integrante / Suzete Camurça Nobre - Integrante / Maria Cristina R. de Oliveira - Integrante / Michelle Andreza Pedroza da Silva - Integrante / Samia Feitoza Miguez - Integrante / Jan Feldmann Martinot - Integrante / Pedro Henrique Coelho Rapozo - Integrante / Rony Williams Frutuoso de Souza - Integrante / André de Oliveira Moraes - Integrante / Adriana Siqueira de Azevedo - Integrante / Elder Monteiro de Araújo - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 2007 - 2009

    Análise do extrativismo de fibra de piaçava no médio rio Negro: Subsídios ecológicos para o manejo sustentável, Descrição: Edital N. 015/2006 CNPq/FAPEAM/MCT-INFRA - O extrativismo de fibra de piaçaba permanece no médio rio Negro como importante atividade econômica para as famílias da cidade e das comunidades do interior. A carência de dados e de sistematização do conhecimento atual relativos à socioeconomia da atividade e de dados biológicos da espécie não tem ajudado na avaliação objetiva das relações comerciais pelo aviamento no contexto geográfico e histórico em que se dá a exploração do recurso. Neste contexto se propõe a caracterização da atividade extrativista no contexto histórico, social, cultural, econômico e ambiental em que se insere, comparando as formas de exploração do recurso entre as diferentes estratégias de uso e visando avaliar o impacto ao nível de indivíduo, população e ambiente.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Ignacio Oliete - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

  • 2004 - 2006

    Manejo Sustentável e criação de quelõnios (Podocnemis sp.) porcomunidade no estado do Amazonas, Descrição: O presente trabalho pretende, a partir dos registros de 1976 a 2003 do IBAMA, sobre a produção nos sítios reprodutivos de quelônios no Amazonas, gerar modelos matemáticos que forneçam parâmetros de dinâmica das populações estudadas. Realizar-se-á a validação dos modelos gerados a partir de experimentos de manejo extensivo e criação de quelônios por comunidades do rio Juruá (Walterburí, São Francisco, RESEX Médio Juruá, Joanico, Renascença, Antonina e Botafogo) e do Médio Rio Amazonas (Nhamundá: Samaúma, Macuricanã; Parintins : Murituba, Laguinho, Valéria, Macurani, Anhinga, Parananema e Vila Nova; Barreirinha: Piraí). Os dados que validarão os modelos, serão coletados no período de maio de 2004 a dezembro de 2005, através do monitoramento da produção e captura-recaptura. Para captura serão utilizadas baterias de armadilhas em diferentes microambientes e próximas às áreas de nidificação. Os quelônios serão marcados com perfuração na cacarapaça e PIT tags. A modelagem matemática será função de:a)Relação Peso/comprimento dos dados de animais apreendidos. Nos casos de haver idade estimada correlata aos dados de biometria, será aplicada a equação de von Bertalanffy, Gompertz, normal, etc. b)Modelagem através dos dados de produção das áreas estudadas. Com os modelos estabelecidos definiremos os coeficientes r e K dos modelos de crescimento populacionais, e com esses índices proporemos nosso modelo populacional de quelônios. Serão conduzidos experimentos de manejo e criação nos dez tabuleiros da RESEX Carauari, dois tabuleiros do município do Juruá e em 12 áreas do Médio Amazonas, separados em três grupos de quatro tabuleiros (grupo A, extração de ovos, 0, 10, 20 e 30 %; grupo B, retirada de filhotes, 0,10, 20 e 30%; grupo C, remoção de 0, 10 e 20 % de machos subadultos e 10% de fêmeas subadultas para recria). Nestas comunidades será realizado experimento de criação de tartarugas (Podocnemis expansa) em lagos naturais ou artificiais e em tanques-rede.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Neliton Marques da Silva - Integrante / Paulo Cesar Machado Andrade - Integrante / Francimara Souza da Costa - Integrante / Aldeniza Cardoso de Lima - Integrante / Hellen Christina Medeiros de Souza - Integrante / Anndson Brelaz de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2003 - 2010

    BiosBrasil, Descrição: Projeto GF/2715-02: Conservação e Manejo Sustentato da Biodiversidade do Solo O projeto "Conservation and sustainable management of below ground biodiversity"(CSM-BGBD) foi submetido ao "Global Environment Facility" (GEF) em 16 de Novembro de 1998 após o endosso dos pontos focais dos países participantes. No caso do Brasil o endosso se justificava pelo fato do projeto se encaixar perfeitamente nas demandas da nova legislação e dos programas políticos mostrados acima. O contrato com o Programa Ambiental das Nações Unidas (United Nations Environmental Programme - UNEP) foi assinado em Agosto de 2002. O projeto está sendo conduzido em sete países: Brasil, Costa do Marfim, India, Indonesia, Quênia, México e Uganda, e seu objetivo é: aumentar a consciência, conhecimento e compreensão sobre a diversidade biológica do solo (BGBD) importante para a produção agrícola sustentada em paisagens tropicais pela demonstração de métodos para conservação e manejo sustentado. O projeto explora a hipótese que, por manejo apropriado da biota acima e no solo, a ótima conservação da biodiversidade para benefícios globais e nacionais pode ser alcançada em mosaicos de usos da terra com diferentes intensidades de manejo e, além disso, resultar em ganhos simultâneos para a produção agrícola sustentada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Sandra do Nascimento Noda - Integrante / Neliton Marques da Silva - Integrante / Fatima Maria de Souza Moreira - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1

  • 2003 - 2004

    Controle da contaminação por aflatoxinas na cadeia produtiva de Castanha-do Brasil, Descrição: O projeto teve como abordagem metodológica o modelo da "pesquisa-ação", pelo qual em todas as fases da pesquisa foram envolvidos, de alguma forma, os agentes que sofreram as intervenções, sendo que esse envolvimento partiu de ações planejadas por parte da pesquisa, que buscou gerar a orientação técnica necessária para experimentar e avaliar as tecnologias e seus impactos. Foram escolhidas duas áreas pilotos - Democracia e Capanã, regiões de florestas de castanhais nativos, do Município de Manicoré, no Amazonas, onde cerca de 300 famílias de castanheiros (coletores de castanha) residentes dependem da coleta de castanha como sua principal fonte de renda. Os objetivos do projeto foram: 1 - Averiguar o impacto de barreiras fitossanitárias no comportamento da recente de queda do preço do produto no mercado internacional e de redução do volume de exportação brasileira. 2 - Verificar que fases do processo produtivo (da coleta na floresta até a vida de prateleira do produto) são mais susceptíveis à infestação fúngica e à contaminação por micotoxinas. 3 - Isolar, quantificar e identificar a microflora contaminante de amêndoas de castanha. 4 - Determinar a influência das condições ambientais e de manuseio do produto na proliferação de fungos contaminantes e na produção de micotoxinas. 5 - Desenvolver de forma participativa e avaliar experimentalmente tecnologias apropriadas de baixo custo, denominadas"BOAS PRÁTICAS", nas diversas etapas da cadeia produtiva que visem a redução de perdas e a melhoria da qualidade do produto.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Ana Cyra dos Santos Lucas - Integrante / Maria Francisca Simas Texeira - Integrante / Aguimar Vasconcelos Simões - Integrante / Ariane Mendonça Pacheco - Integrante / José Odair Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

  • 2001 - 2002

    Análise de incentivos institucionais no manejo Participativo de quelônios Aquáticos, Descrição: O manejo coletivo pressupõe a descentralização administrativa e geográfica das ações de conservação, o que difere do modelo convencional baseado em unidades de conservação geridas unilateralmente pelo Poder Público. O projeto Pé-de-pincha surge como um projeto de educação e ação ambiental promovido pela Universidade do Amazonas em parceria com prefeituras municipais e agricultores familiares na microrregião do Baixo Amazonas que promove o manejo coletivo para conservação de quelônios aquáticos em comunidades ribeirinhas do município de Terra Santa, no noroeste do Estado do Pará. Este plano apresenta resultados de um estudo de caso comparativo entre dez localidades rurais da área de atuação do projeto Pé-de-pincha com diferentes graus de sucesso na implementação de ações de manejo local para conservação e reprodução de quelônios. Num segundo momento, através da análise das práticas de manejo extensivo deste recurso em cada uma das localidades estudadas a proposta era a de responder a seguinte questão: que conjunto de incentivos institucionais favorece a participação voluntária de usuários de recursos em ações de manejo extensivo e em que condições estas iniciativas são bem sucedidas? Os resultados obtidos sugerem que o sucesso da participação, nas iniciativas de manejo é relativo à comunidade com maior grau de engajamento e que avaliou mais favoravelmente a densidade do recurso, e das que tem um funcionamento das instituições de manejo local dos recursos. As de baixo poder aquisitivo e oportunidades econômicas são mais dependentes dos recursos a serem manejados.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / José Ribamar da Silva Pinto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2000 - 2002

    Bases para o monitoramento do manejo comunitário de pesca extrativista em lagos de várzea da Amazônia Central, Descrição: estudo comparativo da pesca controlada de forma a quantificar, com maior confiabilidade, os impactos das práticas de manejo comunitário na estrutura de estoques pesqueiros locais multiespecíficos. As coletas de informações estarão baseadas em levantamentos de dados em lagos manejados I e II e em lagos não manejados I e II, comparáveis, localizados no Município de Itacoatiara, Amazonas, em cada época do ciclo hidrológico, na água baixa (seca) e alta (cheia), e repetidas no ano seguinte. Antes de iniciar as coletas serão feitas reuniões nas comunidades selecionadas para esclarecer sobre os objetivos do projeto estabelecer os termos de compromisso entre a equipe e as comunidades. Uma proposta a ser apresentada será a de que todo o pescado capturado nas pescas experimentais, após identificação e obtidos os dados biológicos, deverá ser entregue às comunidades. Os resultados integrados constituirão uma base sólida de dados sobre a estrutura e funcionamento dos ambientes que estão sob a ação do manejo comunitário participativo e daqueles que não sofreram essa intervenção. No final poder-se-á avaliar o efeito da pesca comercial e também o resultado das ações desse manejo sobre os estoques pesqueiros. Isso dará suporte as ações já tomadas pelos órgãos competentes em relação à regulamentação dessa modalidade de manejo, que certamente é mais efetiva e apresenta a menor relação custo-benefício, pelo envolvimento direto dos atores relacionados a essa questão. Os resultados, também, servirão para o aperfeiçoamento das ações futuras de monitoramento, educação e aplicação dessa experiência em outras áreas de várzea da Amazônia. Em resumo, a comunidade científica, a sociedade em geral, os órgãos governamentais envolvidos nessa questão e, principalmente, os moradores das áreas alagáveis da região, serão os beneficiários dos resultados dessa pesquisa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Maria Gercília Mota Soares - Coordenador / Carlos Edwar de Carvalho Freitas - Integrante / Maria Anete Leite Rubim - Integrante / Kedma Cristine Yamamoto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 1999 - 2000

    Dinâmica das Interações Bio-Ecológicas e Pulso de inundações em Áreas Alagáveis, Descrição: Áreas alagáveis são ecossistemas complexos que oscilam entre as fases terrestre e aquática. A alternância destas fases resulta em modificações drásticas nas condições ambientais, na composição faunística e florística, exigindo adaptações de caráter morfológicas, anatômicas, fisiológicas, fenológico ou etológico, constituindo comunidades específicas. Contribui no armazenamento de água, fonte e sumidouro nos ciclos biogeoquímicos, na formação de hábitats para plantas e animais e produz áreas de pesca, de criação de gado e de extração de produtos vegetais para as populações humanas. Essa condição tem levado ao incremento na utilização dos recursos naturais da várzea e como conseqüência tem gerado conflitos entre os usuários. Por causa da escassez de informações sobre os ecossistemas alagáveis e a necessidade de elaborar planos de manejo sustentável, foi investigada no projeto a influência do ciclo de inundação nos principais componentes da vegetação, fauna (peixes, invertebrados) e as populações ribeirinhas em área alagável na Amazônia Central.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Maria Gercília Mota Soares - Coordenador.

  • 1997 - 1999

    Emergence of common property regimes in Amazonian fisheries, Descrição: Building partnerships among subsistence fishing communities, local NGOs, municipal governments, and other publicinstitutions to promote local fishery self-management, nutritional subsistence within local disadvantaged communities, and fishery resource conservation in the Manaus region of the Brazilian Amazon.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Stephen Jay Beckerman - Integrante., Financiador(es): Inter-American Foundation - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

Projetos de desenvolvimento

  • 2012 - Atual

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Implantação e validação de Protocolo para controle de risco de contaminação na Pós- colheita da castanha-do-Brasil em indústria do Amazonas, Descrição: Apesar de a castanha-do-Brasil, ser um produto não madeireiro da Floresta Amazônica, as práticas usualmente empregadas na produção muitas vezes não asseguram a qualidade do produto, chegando a promover sua contaminação química, física e microbiológica, e isso pode gerar riscos à saúde humana e influenciar em seu valor de mercado. Para a castanha-do-Brasil, a contaminação química por um agente cancerígeno produzido por fungos, a aflatoxina (AFL), tem sido um impeditivo para a sua exportação, principalmente para países europeus, de forma que as práticas adotadas no seu beneficiamento podem impactar nessa segurança, isso inclui os modelos de gestão em cooperativas. Apesar de o sistema extrativista de produção da castanha-do-Brasil ser a principal atividade econômica de milhares de famílias de algumas localidades da Amazônia, algumas etapas de produção favorecem a contaminação por AFLs com consequentes riscos à saúde do consumidor e a perdas econômicas. Considerando o mercado global de castanha-do-Brasil, a cooperativa alvo do estudo será a primeira cooperativa do Estado do Amazonas a ter um sistema implantado que garanta a certificação para exportação para o mercado americano. A capacitação da cooperativa incluirá: sistemas de boas práticas de manejo em pós-colheita; sistemas de gerenciamento; sistemas de boas práticas de produção e certificação em Pontos Críticos de controle (APPCC) e Food safety Modernization Act-FSMA (exigido pela legislação dos estados Unidos para alimentos a serem exportados). Após essas capacitações a cooperativa estará orientada ao modelo de exportação e maiores oportunidades de inserção em mercados internacionais e nacionais com base na melhoria da capacidade produtiva e qualidade do produto, que ainda não são acessados até a presente data.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / ariane mendonça kluczkovski - Coordenador / Maria Luana Araujo Vinhote - Integrante / Pedro Henrique Mariosa - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Implantação e validação de Protocolo para controle de risco de contaminação na Pós- colheita da castanha-do-Brasil em indústria do Amazonas, Descrição: Apesar de a castanha-do-Brasil, ser um produto não madeireiro da Floresta Amazônica, as práticas usualmente empregadas na produção muitas vezes não asseguram a qualidade do produto, chegando a promover sua contaminação química, física e microbiológica, e isso pode gerar riscos à saúde humana e influenciar em seu valor de mercado. Para a castanha-do-Brasil, a contaminação química por um agente cancerígeno produzido por fungos, a aflatoxina (AFL), tem sido um impeditivo para a sua exportação, principalmente para países europeus, de forma que as práticas adotadas no seu beneficiamento podem impactar nessa segurança, isso inclui os modelos de gestão em cooperativas. Apesar de o sistema extrativista de produção da castanha-do-Brasil ser a principal atividade econômica de milhares de famílias de algumas localidades da Amazônia, algumas etapas de produção favorecem a contaminação por AFLs com consequentes riscos à saúde do consumidor e a perdas econômicas. Considerando o mercado global de castanha-do-Brasil, a cooperativa alvo do estudo será a primeira cooperativa do Estado do Amazonas a ter um sistema implantado que garanta a certificação para exportação para o mercado americano. A capacitação da cooperativa incluirá: sistemas de boas práticas de manejo em pós-colheita; sistemas de gerenciamento; sistemas de boas práticas de produção e certificação em Pontos Críticos de controle (APPCC) e Food safety Modernization Act-FSMA (exigido pela legislação dos estados Unidos para alimentos a serem exportados). Após essas capacitações a cooperativa estará orientada ao modelo de exportação e maiores oportunidades de inserção em mercados internacionais e nacionais com base na melhoria da capacidade produtiva e qualidade do produto, que ainda não são acessados até a presente data.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / ariane mendonça kluczkovski - Coordenador / Maria Luana Araujo Vinhote - Integrante / Pedro Henrique Mariosa - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria nº. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1º. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Implantação e validação de Protocolo para controle de risco de contaminação na Pós- colheita da castanha-do-Brasil em indústria do Amazonas, Descrição: Apesar de a castanha-do-Brasil, ser um produto não madeireiro da Floresta Amazônica, as práticas usualmente empregadas na produção muitas vezes não asseguram a qualidade do produto, chegando a promover sua contaminação química, física e microbiológica, e isso pode gerar riscos à saúde humana e influenciar em seu valor de mercado. Para a castanha-do-Brasil, a contaminação química por um agente cancerígeno produzido por fungos, a aflatoxina (AFL), tem sido um impeditivo para a sua exportação, principalmente para países europeus, de forma que as práticas adotadas no seu beneficiamento podem impactar nessa segurança, isso inclui os modelos de gestão em cooperativas. Apesar de o sistema extrativista de produção da castanha-do-Brasil ser a principal atividade econômica de milhares de famílias de algumas localidades da Amazônia, algumas etapas de produção favorecem a contaminação por AFLs com consequentes riscos à saúde do consumidor e a perdas econômicas. Considerando o mercado global de castanha-do-Brasil, a cooperativa alvo do estudo será a primeira cooperativa do Estado do Amazonas a ter um sistema implantado que garanta a certificação para exportação para o mercado americano. A capacitação da cooperativa incluirá: sistemas de boas práticas de manejo em pós-colheita; sistemas de gerenciamento; sistemas de boas práticas de produção e certificação em Pontos Críticos de controle (APPCC) e Food safety Modernization Act-FSMA (exigido pela legislação dos estados Unidos para alimentos a serem exportados). Após essas capacitações a cooperativa estará orientada ao modelo de exportação e maiores oportunidades de inserção em mercados internacionais e nacionais com base na melhoria da capacidade produtiva e qualidade do produto, que ainda não são acessados até a presente data.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / ariane mendonça kluczkovski - Coordenador / Maria Luana Araujo Vinhote - Integrante / Pedro Henrique Mariosa - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria n. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2020 - Atual

    Rede RHISA: Recursos Humanos e Inteligência para a Sustentabilidade na Amazônia, Descrição: Fortalecer os sistemas locais de ciência, tecnologia e inovação - C,T&I é condição necessária para a promoção do desenvolvimento social e econômico sustentável, autônomo e equitativo da Amazônia. Para isso, é fundamental compreender a situação atual do sistema de CT&I instalado na região e monitorar sua evolução. A Rede RHISA trará maior visibilidade aos grupos e redes P&D locais, como também irá prover meios de comunicação estratégicos e eficazes que facilitarão a formação de parcerias dentro da academia e com os demais setores da sociedade e governos. Espera-se produzir uma maior sinergia entre os agentes de CT&I, melhorar o planejamento para P&D de ações inovadoras para o desenvolvimento regional sustentável, com conservação da floresta e mitigação das mudanças climáticas. A Amazônia legal tem os menores índices de desenvolvimento de C,T&I no país, com cerca de apenas 1 a 3% dos dispêndios governos estaduais (MCTIC, 2019). Além disso, os dados relativos à distribuição espacial dos agentes promotores estão dispersos e desarticulados impedindo uma avaliação do grau de estruturação do sistema de CT&I regional e do seu potencial. A Rede RHISA oferecerá uma plataforma online interativa e inteligente de dados e de comunicação social como o propósito de revelar a complexidade das redes de pesquisa e desenvolvimento (P&D) instaladas na Amazônia, suas capacidades tecnológicas, potenciais para inovação a relevância da ciência para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. A RHISA irá contribuir para o alcance das metas dos ODS da Agenda 2030, em especial as metas 9.5 e 17.6.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Tatiana Schor - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Danilo Egle Santos Barbosa - Integrante / Bruno Cordeiro Lorenzi - Integrante / Suzy Cristina Pedrosa da Silva - Integrante., Financiador(es): Instituto Clima e Sociedade - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Implantação e validação de Protocolo para controle de risco de contaminação na Pós- colheita da castanha-do-Brasil em indústria do Amazonas, Descrição: Apesar de a castanha-do-Brasil, ser um produto não madeireiro da Floresta Amazônica, as práticas usualmente empregadas na produção muitas vezes não asseguram a qualidade do produto, chegando a promover sua contaminação química, física e microbiológica, e isso pode gerar riscos à saúde humana e influenciar em seu valor de mercado. Para a castanha-do-Brasil, a contaminação química por um agente cancerígeno produzido por fungos, a aflatoxina (AFL), tem sido um impeditivo para a sua exportação, principalmente para países europeus, de forma que as práticas adotadas no seu beneficiamento podem impactar nessa segurança, isso inclui os modelos de gestão em cooperativas. Apesar de o sistema extrativista de produção da castanha-do-Brasil ser a principal atividade econômica de milhares de famílias de algumas localidades da Amazônia, algumas etapas de produção favorecem a contaminação por AFLs com consequentes riscos à saúde do consumidor e a perdas econômicas. Considerando o mercado global de castanha-do-Brasil, a cooperativa alvo do estudo será a primeira cooperativa do Estado do Amazonas a ter um sistema implantado que garanta a certificação para exportação para o mercado americano. A capacitação da cooperativa incluirá: sistemas de boas práticas de manejo em pós-colheita; sistemas de gerenciamento; sistemas de boas práticas de produção e certificação em Pontos Críticos de controle (APPCC) e Food safety Modernization Act-FSMA (exigido pela legislação dos estados Unidos para alimentos a serem exportados). Após essas capacitações a cooperativa estará orientada ao modelo de exportação e maiores oportunidades de inserção em mercados internacionais e nacionais com base na melhoria da capacidade produtiva e qualidade do produto, que ainda não são acessados até a presente data.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / ariane mendonça kluczkovski - Coordenador / Maria Luana Araujo Vinhote - Integrante / Pedro Henrique Mariosa - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria n. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2020 - Atual

    Rede RHISA: Recursos Humanos e Inteligência para a Sustentabilidade na Amazônia, Descrição: Fortalecer os sistemas locais de ciência, tecnologia e inovação - C,T&I é condição necessária para a promoção do desenvolvimento social e econômico sustentável, autônomo e equitativo da Amazônia. Para isso, é fundamental compreender a situação atual do sistema de CT&I instalado na região e monitorar sua evolução. A Rede RHISA trará maior visibilidade aos grupos e redes P&D locais, como também irá prover meios de comunicação estratégicos e eficazes que facilitarão a formação de parcerias dentro da academia e com os demais setores da sociedade e governos. Espera-se produzir uma maior sinergia entre os agentes de CT&I, melhorar o planejamento para P&D de ações inovadoras para o desenvolvimento regional sustentável, com conservação da floresta e mitigação das mudanças climáticas. A Amazônia legal tem os menores índices de desenvolvimento de C,T&I no país, com cerca de apenas 1 a 3% dos dispêndios governos estaduais (MCTIC, 2019). Além disso, os dados relativos à distribuição espacial dos agentes promotores estão dispersos e desarticulados impedindo uma avaliação do grau de estruturação do sistema de CT&I regional e do seu potencial. A Rede RHISA oferecerá uma plataforma online interativa e inteligente de dados e de comunicação social como o propósito de revelar a complexidade das redes de pesquisa e desenvolvimento (P&D) instaladas na Amazônia, suas capacidades tecnológicas, potenciais para inovação a relevância da ciência para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. A RHISA irá contribuir para o alcance das metas dos ODS da Agenda 2030, em especial as metas 9.5 e 17.6.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Tatiana Schor - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Danilo Egle Santos Barbosa - Integrante / Bruno Cordeiro Lorenzi - Integrante / Suzy Cristina Pedrosa da Silva - Integrante / Selton Machado Silva - Integrante / MACUÁCUA, XADREQUE VITORINO - Integrante / Sissi Mikaella de Araújo Bittencourt - Integrante., Financiador(es): Instituto Clima e Sociedade - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Implantação e validação de Protocolo para controle de risco de contaminação na Pós- colheita da castanha-do-Brasil em indústria do Amazonas, Descrição: Apesar de a castanha-do-Brasil, ser um produto não madeireiro da Floresta Amazônica, as práticas usualmente empregadas na produção muitas vezes não asseguram a qualidade do produto, chegando a promover sua contaminação química, física e microbiológica, e isso pode gerar riscos à saúde humana e influenciar em seu valor de mercado. Para a castanha-do-Brasil, a contaminação química por um agente cancerígeno produzido por fungos, a aflatoxina (AFL), tem sido um impeditivo para a sua exportação, principalmente para países europeus, de forma que as práticas adotadas no seu beneficiamento podem impactar nessa segurança, isso inclui os modelos de gestão em cooperativas. Apesar de o sistema extrativista de produção da castanha-do-Brasil ser a principal atividade econômica de milhares de famílias de algumas localidades da Amazônia, algumas etapas de produção favorecem a contaminação por AFLs com consequentes riscos à saúde do consumidor e a perdas econômicas. Considerando o mercado global de castanha-do-Brasil, a cooperativa alvo do estudo será a primeira cooperativa do Estado do Amazonas a ter um sistema implantado que garanta a certificação para exportação para o mercado americano. A capacitação da cooperativa incluirá: sistemas de boas práticas de manejo em pós-colheita; sistemas de gerenciamento; sistemas de boas práticas de produção e certificação em Pontos Críticos de controle (APPCC) e Food safety Modernization Act-FSMA (exigido pela legislação dos estados Unidos para alimentos a serem exportados). Após essas capacitações a cooperativa estará orientada ao modelo de exportação e maiores oportunidades de inserção em mercados internacionais e nacionais com base na melhoria da capacidade produtiva e qualidade do produto, que ainda não são acessados até a presente data.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / ariane mendonça kluczkovski - Coordenador / Maria Luana Araujo Vinhote - Integrante / Pedro Henrique Mariosa - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria n. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2020 - Atual

    Rede RHISA: Recursos Humanos e Inteligência para a Sustentabilidade na Amazônia, Descrição: Fortalecer os sistemas locais de ciência, tecnologia e inovação - C,T&I é condição necessária para a promoção do desenvolvimento social e econômico sustentável, autônomo e equitativo da Amazônia. Para isso, é fundamental compreender a situação atual do sistema de CT&I instalado na região e monitorar sua evolução. A Rede RHISA trará maior visibilidade aos grupos e redes P&D locais, como também irá prover meios de comunicação estratégicos e eficazes que facilitarão a formação de parcerias dentro da academia e com os demais setores da sociedade e governos. Espera-se produzir uma maior sinergia entre os agentes de CT&I, melhorar o planejamento para P&D de ações inovadoras para o desenvolvimento regional sustentável, com conservação da floresta e mitigação das mudanças climáticas. A Amazônia legal tem os menores índices de desenvolvimento de C,T&I no país, com cerca de apenas 1 a 3% dos dispêndios governos estaduais (MCTIC, 2019). Além disso, os dados relativos à distribuição espacial dos agentes promotores estão dispersos e desarticulados impedindo uma avaliação do grau de estruturação do sistema de CT&I regional e do seu potencial. A Rede RHISA oferecerá uma plataforma online interativa e inteligente de dados e de comunicação social como o propósito de revelar a complexidade das redes de pesquisa e desenvolvimento (P&D) instaladas na Amazônia, suas capacidades tecnológicas, potenciais para inovação a relevância da ciência para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. A RHISA irá contribuir para o alcance das metas dos ODS da Agenda 2030, em especial as metas 9.5 e 17.6.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Tatiana Schor - Integrante / Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Danilo Egle Santos Barbosa - Integrante / Bruno Cordeiro Lorenzi - Integrante / Suzy Cristina Pedrosa da Silva - Integrante / Selton Machado Silva - Integrante / MACUÁCUA, XADREQUE VITORINO - Integrante / Sissi Mikaella de Araújo Bittencourt - Integrante., Financiador(es): Instituto Clima e Sociedade - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Implantação e validação de Protocolo para controle de risco de contaminação na Pós- colheita da castanha-do-Brasil em indústria do Amazonas, Descrição: Apesar de a castanha-do-Brasil, ser um produto não madeireiro da Floresta Amazônica, as práticas usualmente empregadas na produção muitas vezes não asseguram a qualidade do produto, chegando a promover sua contaminação química, física e microbiológica, e isso pode gerar riscos à saúde humana e influenciar em seu valor de mercado. Para a castanha-do-Brasil, a contaminação química por um agente cancerígeno produzido por fungos, a aflatoxina (AFL), tem sido um impeditivo para a sua exportação, principalmente para países europeus, de forma que as práticas adotadas no seu beneficiamento podem impactar nessa segurança, isso inclui os modelos de gestão em cooperativas. Apesar de o sistema extrativista de produção da castanha-do-Brasil ser a principal atividade econômica de milhares de famílias de algumas localidades da Amazônia, algumas etapas de produção favorecem a contaminação por AFLs com consequentes riscos à saúde do consumidor e a perdas econômicas. Considerando o mercado global de castanha-do-Brasil, a cooperativa alvo do estudo será a primeira cooperativa do Estado do Amazonas a ter um sistema implantado que garanta a certificação para exportação para o mercado americano. A capacitação da cooperativa incluirá: sistemas de boas práticas de manejo em pós-colheita; sistemas de gerenciamento; sistemas de boas práticas de produção e certificação em Pontos Críticos de controle (APPCC) e Food safety Modernization Act-FSMA (exigido pela legislação dos estados Unidos para alimentos a serem exportados). Após essas capacitações a cooperativa estará orientada ao modelo de exportação e maiores oportunidades de inserção em mercados internacionais e nacionais com base na melhoria da capacidade produtiva e qualidade do produto, que ainda não são acessados até a presente data.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Doutorado: (2) . , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / ariane mendonça kluczkovski - Coordenador / Maria Luana Araujo Vinhote - Integrante / Pedro Henrique Mariosa - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    Integração da Educação a Distância (EaD) com o ensino presencial no curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas, Descrição: Ensinar em uma instituição superior não pode se reduzir aos momentos dentro de uma sala de aula. Podemos flexibilizar a forma de organizar os momentos de sala de aula e os de aprendizagem virtual de forma integrada e alternada. Os cursos podem alternar momentos de encontro numa sala de aula e outros em que continuamos aprendendo cada um no seu lugar de trabalho ou em casa, conectados através de redes eletrônicas. A Portaria n. 4.059, de 10 de dezembro de 2004 (DOU de 13/12/2004, Seção 1, p.34), resolve em seu Artigo 1. que as instituições de ensino superior (IES) poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas integrantes do currículo que utilizem modalidade semi-presencial (a distância), com base no art. 81 da Lei n. 9.394, de 1.996. Essa inclusão pode ser feita por meio do oferecimento de disciplinas integral ou parcialmente, desde que esta oferta não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso. Os vinte por cento de cursos presenciais, oferecidos a distância, são mais uma etapa no desenvolvimento da cultura on-line nas IES. Isso é uma primeira fase de experimentação que nos levará a novas fases de maiores porcentagens de espaços e tempos virtuais de aprendizagem. A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos mais problemas conectados (a distância). Na educação, porém, sempre colocamos dificuldades para a mudança, sempre achamos justificativas para a inércia ou vamos mudando mais os equipamentos do que os procedimentos. Diante do exposto, o objetivo desta proposta é integrar atividades presenciais e a distância nas disciplinas do curso de Agronomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Para a execução da proposta pretende-se implantar e customizar um ambiente virtual de ensino e aprendizado (AVEA) para o curso de agronomia da UFAM. Este ambiente virtual será utilizado para gerenciar as atividades. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Hedinaldo Narciso Lima - Integrante / Francisco Adilson dos santos Hara - Integrante / Afranio Ferreira Neves Junior - Coordenador / Carlos Alberto Franco Tucci - Integrante / Carlos Moisés Medeiros - Integrante / Maria Ione Feitosa Dolzane - Integrante / Gabriel Arcanjo Santos de Albuquerque - Integrante / Aliuandra Barroso Cardoso Heimbecker - Integrante / Ketlen Karine Teles Lucena - Integrante / Maria Teresa Gomes Lopes - Integrante / Ernesto Oliveira Serra Pinto - Integrante / Izabel Cristina Lopes de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.

Prêmios

2011

Professor do Ano, Associação dos Engenheiros Agrônomos do Amazonas.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola. , Campus Universitário, Coroado, 69080900 - Manaus, AM - Brasil, Telefone: (92) 33051181, Ramal: 4069, URL da Homepage:

Experiência profissional

2021 - Atual

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor Ad Hoc, Carga horária: 4

Outras informações:
Comissão de avaliação de capítulos e livros da Área de Ciências Ambientais para o quadriênio 2017-2020

2017 - Atual

Universidade Federal do Amazonas

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

1985 - Atual

Universidade Federal do Amazonas

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 11/2013

    Ensino, Licenciatura em Ciências Agrárias, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ecologia Agrícola

  • 04/2001

    Ensino, Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Políticas Nacionais de Meio Ambiente, Trabalho de Integração I, Governança Ambiental, Métodos em pesquisa ambiental

  • 03/2000

    Ensino, Agronomia Tropical, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Ecologia de Agroecossistemas, Seminários I, Tópicos Especiais - Inglês técnico, Metodologia cientifica aplicada às ciências agrárias

  • 03/1997

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Ciências Agrárias, Faculdade de Ciências Agrárias.,Atividade realizada, Assessoria Científica à Comissão Pastoral da Terra/AM.

  • 10/1985

    Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ecologia Agrícola, Fitopatologia, Fitopatologia Agrícola, Introdução à Filosofia das Ciências e Elementos de Deontologia, Limnologia, Microbiologia Agrícola, Piscicultura, Recursos Naturais Renovavéis

  • 05/1985

    Pesquisa e desenvolvimento, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Linhas de pesquisa

  • 09/2013 - 08/2018

    Direção e administração, Centro de Ciências do Ambiente.,Cargo ou função, Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia.

  • 05/2010 - 09/2013

    Direção e administração, Centro de Ciências do Ambiente.,Cargo ou função, Diretor da Divisão de Análise e Estudos (portaria No. 1.113/2010).

  • 06/2009 - 09/2011

    Direção e administração, Centro de Ciências do Ambiente.,Cargo ou função, Vice-Coordenador de Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente.

  • 08/2002 - 08/2005

    Extensão universitária , Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Atividade de extensão realizada, Projeto "...Controle de Aflatoxinas..na Castanh-do-brasil.

  • 06/2001 - 04/2003

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias.,Cargo ou função, Coordenador de programa de pós-graduação.

  • 04/2001 - 04/2003

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias.,Cargo ou função, Vice-diretor de Unidade.

  • 04/2000 - 03/2002

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Membro do comitê de extensão da Pró-Reitoria de Extensão.

  • 03/2000 - 03/2002

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Membro do Comitê Assessor Local da Área de Ciências Biológicas, do Progama Institucional de Bolsas de Iniciação Científica-PIBIC/CNPq/UA.

  • 06/2001 - 06/2001

    Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Ciências Humanas e Letras, Instituto de Ciências Humanas e Letras.,Atividade realizada, Menbro da Banca Examinadora da dissertação de mestrado Ä relação Homem-natureza nas formas de uso e propriedade..." Da aluna Débora Cristina Bandeira Rodrigues, do progama de pós-graduação Natureza e Cultura na Amazônia.

  • 01/2001 - 04/2001

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Membro de Comissão Temporária concurso público para carreira do magistério superior na área de microbiologia agrícola e fitopatologia.

  • 03/2001 - 03/2001

    Extensão universitária , Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Atividade de extensão realizada, Treinamento em software para gerenciamento de informações espaciais.

  • 03/2001 - 03/2001

    Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Ciências Agrárias, Faculdade de Ciências Agrárias.,Atividade realizada, Membro da banca examinadora de monografia de conclusão de curso, aluna Nislanha Ana dos Anjos, curso de engenharia de pesca.

  • 08/1994 - 09/1994

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Chefe de Departamento.

  • 05/1992 - 11/1992

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Chefe de Departamento.

  • 04/1992 - 05/1992

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Chefe de Departamento.

  • 09/1990 - 10/1990

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Chefe de Departamento.

  • 10/1989 - 11/1989

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Membro de comissão temporária.

  • 09/1987 - 10/1987

    Direção e administração, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola.,Cargo ou função, Membro de comissão temporária.

2021 - Atual

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Vínculo: pesquisador conveniado, Enquadramento Funcional: colaborador, Carga horária: 1

Outras informações:
?Prospecção e priorização técnico-produtivas para a integração da cadeia de fitoterápicos amazônicos (PROFitos-BioAM)?, referente à Chamada Pública N 01/2020 FAPESP-FAPEAM, cujas instituições sedes serão o Departamento de Política Científica e Tecnológica (DPCT) do Instituto de Geociências (IG) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), São Paulo, e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Amazonas.

2014 - Atual

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: docente convidado, Carga horária: 1

Outras informações:
Membro do corpo docente do Mestrado Profissional em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia

2014 - 2019

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro da conselho de curso pós-graduação, Carga horária: 4

Outras informações:
CONSELHO DO PROGRAMA DE POSGRADUAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO DE AREAS PROTEGIDAS NA AMAZONIA. Portaria INPA 307/2014

2000 - 2019

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Pesquisador conveniado, Carga horária: 6

Outras informações:
Pesquisador convidado para atuar no projeto de pesquisa "Dinâmica das Interações Bio-ecológicas e pulso de Inundações em Áreas Alagáveis". PPD/PPG7. Programa 01/INPA: Ecossistemas Amazônicos. Prazo de execução até 03/2002.

Atividades

  • 09/2014

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenação de Pós-Graduação.,Cargo ou função, Membro do conselho de curso do Mestrado Profissional em Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia.

  • 03/2010

    Ensino, Gestão de Áreas Protegidas na Amazônia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Uso Tradicional do recursos naturais, Legislação Ambiental

  • 06/2005

    Ensino, Agricultura no Trópico Úmido, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Agricultura Familiar e Conservação da Biodiversidade

  • 04/2000

    Pesquisa e desenvolvimento, Departamento de Biologia Aquática e Limnologia, Divisão de Biologia e Ecologia de Peixes.,Linhas de pesquisa

  • 07/2002 - 04/2003

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Editorial.,Cargo ou função, Membro externo, representante da UFAM, da comissão editorial do INPA (PO.174-2002).

2013 - Atual

Instituto Acariquara

Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Coordenador temático área ecologia, Carga horária: 1

Outras informações:
https://www.institutoacariquara.org/

2019 - Atual

Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade

Vínculo: Secretário executivo, Enquadramento Funcional: Secretário Executivo, Carga horária: 1

2017 - 2019

Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade

Vínculo: Presidente, Enquadramento Funcional: Presidente, Carga horária: 1

2015 - 2017

Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: membro do conselho fiscal, Carga horária: 1

Outras informações:
Diretoria do biênio 2015 - 2017

2003 - 2009

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

Vínculo: Superintendente Estadual, Enquadramento Funcional: Ocupante de cargo comissionado, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Cedido ao Ministério do Meio Ambiente

Atividades

  • 04/2003

    Direção e administração, Superintendência Estadual do Amazonas.,Cargo ou função, Superintendente Estadual.

  • 04/2001

    Serviços técnicos especializados , Projeto Manejo dos Recursos Naturais da Várzea - ProVárzea.,Serviço realizado, Membro do grupo de pareceristas de projetos do Componente Iniciativas Promissoras.

2011 - 2013

Blekinge Institute of Technology

Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 40

Outras informações:
Programa de intercâmbio docente Suécia-Brasil, financiado pelo Programa Linnaeus-Palmae

Atividades

  • 03/2011 - 04/2011

    Ensino, Master in Innovation, Entrepreneurship and Busines, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, MT2502 - Creativity for Product and Service Development

  • 03/2011 - 04/2011

    Ensino, Fysisk planering, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Planning Laboratory

2013 - 2017

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Vínculo: pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: colaborador

2000 - 2003

Universidade Federal do Pará

Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Professor do quadro de orientadores do Mestra, Carga horária: 1

Atividades

  • 03/2000 - 03/2003

    Outras atividades técnico-científicas , Centro Agropecuário, Centro Agropecuário.,Atividade realizada, Orientação de dissertação de Mestrado.

  • 03/2000 - 03/2003

    Outras atividades técnico-científicas , Centro Agropecuário, Centro Agropecuário.,Atividade realizada, Colaborador do quadro de orientadores.

1992 - 1994

Associação dos Docentes da Universidade do Amazonas

Vínculo: Presidente, Enquadramento Funcional: voluntário, Carga horária: 5

Outras informações:
Seção Sindical da ANDES - Sindicato Nacional dos Docentes de Instituições de Ensino Superior

2016 - Atual

Universidade de Brasília, UnB

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2017 - Atual

Universidade de Cabo Verde

Vínculo: professor convidado, Enquadramento Funcional: docente, Carga horária: 1

Outras informações:
Membro do corpo docente do mestrado e doutorado internacional em Gestão e Políticas Ambiental da Universidade de Cabo Verde em cooperação com as universidades membro da REALP

2019 - Atual

University of Florida

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2013 - 2015

Fundação Getúlio Vargas

Vínculo: Pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador colaborador

2021 - Atual

Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit

Vínculo: Consultor Ad Hoc, Enquadramento Funcional: Consultor Ad hoc, Carga horária: 4

Outras informações:
Elaboração do Sumário de Informações sobre como as Salvaguardas de Cancun são respeitadas pelo Amazonas durante a implementação de ações de Redução de Emissões provenientes do desmatamento

2021 - Atual

Institut de Recherche pour le Développement

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2021 - 2021

Commission Fullbright

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Consultor Ad Hoc, Carga horária: 1

Outras informações:
programa Fulbright Doutorado Sanduíche nos EUA ? DDRA

2003 - 2004

Agência da GTZ no Brasil

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 5

Outras informações:
Coordenação de estudo estratégico para o PROVÁRZEA/IBAMA/MMA.

2002 - 2002

Agência da GTZ no Brasil

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: prestação de serviços, Carga horária: 5

Outras informações:
Elaboração de documento estratégico sobre as experiências e resultados obtidos por iniciativas de co-gestão desenvolvidas por comunidades ribeirinhas selecionadas no âmbito do Projeto de Manejo de Recursos Naturais da Vázea - PROVARZEA

2002 - 2002

Agência da GTZ no Brasil

Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 5

Outras informações:
Coordenação de equipe de consultores para elaboração de estudo estratégico para o PROVÁRZEA/IBAMA/MMA.

Atividades

  • 08/2003 - 12/2004

    Outras atividades técnico-científicas , PROVÁRZEA/MMA/IBAMA, PROVÁRZEA/MMA/IBAMA.,Atividade realizada, Coord. Estudo estratético Co-gestão e o papel do IBAMA.

  • 10/2002 - 12/2002

    Outras atividades técnico-científicas , PROVÁRZEA/MMA/IBAMA, PROVÁRZEA/MMA/IBAMA.,Atividade realizada, Estudo sobre capacidade suporte socioeconômica de comunidades co-gestoras.

  • 06/2002 - 07/2002

    Outras atividades técnico-científicas , PROVÁRZEA/MMA/IBAMA, PROVÁRZEA/MMA/IBAMA.,Atividade realizada, Estudo Estratégico sobre inciativas de co-gestão de recursos naturais da várzea no Amazonas.

2022 - Atual

SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE DO AMAZONAS

Vínculo: Conselheiro, Enquadramento Funcional: Conselheiro, Carga horária: 1

Outras informações:
Membro do Comitê Científico Metodológico - CCM, previsto no Art. 19 do Decreto Estadual 44.968/2021 que dispõe sobre a Política Estadual de Serviços Ambientais

2017 - Atual

SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE DO AMAZONAS

Vínculo: Conselheiro, Enquadramento Funcional: Conselheiro representante da UFAM, Carga horária: 1

Outras informações:
Conselheiro representante da UFAM no Conselho Estadual de Meio Ambiente do Estado do Amazonas - CEMAAM; do CDSCPT - Conselho de Desenvolvimento Sustentável das Comunidades e Povos Tradicionais; do FAMC - Fórum Amazonense de Mudanças Climáticas, Biodiversidade e Serviços Ambientais