Daniel da Cunha Ribeiro

Professor Adjunto do curso de Engenharia de Petróleo da Universidade Federal do Espírito Santo, campus São Mateus. Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998). A partir do Mestrado em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Campinas passou a atuar na área de Mecânica dos Fluidos Computacional, com ênfase em Processos da Industria Química e Petróleo e Gás como Escoamentos Gas-Sólido, Escoamentos Reativos, Escoamentos envolvendo transferência de calor e massa. Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) doutorou-se em Engenharia Química na área de Mecânica dos Fluidos Computacional com ênfase em tanques agitados. Atua principalmente nos seguintes temas: análise de sistemas de escoamento envolvendo troca de calor e massa, reações quimicas, mudança de fase, equiílibrio termodinâmico e escoamento multifásico.

Informações coletadas do Lattes em 31/01/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Engenharia Química

2008 - 2012

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: Modelagem e Simulação do Escoamento de Sistemas Multifásicos em Reatores Agitados Mecanicamente
Pedro Henrique Hermes Araújo. Palavras-chave: CFD; Superfície Livre; Modelos de Turbulência; Tanques Agitados; Hélice Marinha.Grande área: EngenhariasGrande Área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química / Especialidade: Reatores Químicos. Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Fenômenos de Transporte / Especialidade: Mecânica dos Fluidos Computacional. Setores de atividade: Fabricação de Produtos Químicos.

Mestrado em Engenharia Química

1999 - 2001

Universidade Estadual de Campinas
Título: Implementação de Modelo de Fechamento em Risers de FCC através de Código Comercial CFD,Ano de Obtenção: 2001
Prof. Dr. Milton Mori.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em Engenharia Química

1994 - 1998

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

1997 - 1997

Métodos Numéricos em Problemas de Engenharia Quím.. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

1997 - 1997

Tendências Atuais em Controle de Processos. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Fenômenos de Transporte/Especialidade: Mecânica dos Fluidos Computacional.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Tecnologia Química/Especialidade: Petróleo e Petroquímica.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química/Especialidade: Operações de Separação e Mistura.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química/Especialidade: Reatores Químicos.

    Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Matemática da Computação/Especialidade: Modelos Analíticos e de Simulação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

RIBEIRO, D. C. ; SILVA, R. P. ; BACELOS, M. S. ; CHAVES, G. L. D. . V Semana de Engenharia do Norte do Espirito Santo. 2013. (Outro).

RIBEIRO, D. C. ; SILVA, R. P. ; BACELOS, M. S. ; CHAVES, G. L. D. . V Semana de Engenharia do Norte do Espirito Santo. 2013. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

12th European Congress of Chemical Engineering. THE APPLICATION, REQUIRED INVESTMENTS AND OPERATIONAL COSTS OF GEOLOGICAL CO2 SEQUESTRATION: A CASE STUDY. 2019. (Congresso).

VIII Encontro Nacional de Construção de Poços de Petróleo e Gás.BaSO4 Precipitation Impact on the Permeability of a Pressure Porous Medium. 2019. (Encontro).

VIII Encontro Nacional de Construção de Poços de Petróleo e Gás.Student Contest - Doutorado. 2019. (Encontro).

XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química. Modelagem da Solubilidade do Carbonato de Cálcio em Condições do Pre-Sal. 2018. (Congresso).

European Congress of Chemical Engineering. INLET CONFIGURATION EFFECT ON FILTER BAG PERFORMANCE. 2015. (Congresso).

European Congress of Chemical Engineering. STUDY ABOUT GEOLOGICAL SEQUESTRATION OF CO2 IN DEEP SALINE AQUIFERS USING SOFTWARES WITH INFORMATION RESERVOIR CHARACTERIZATION. 2015. (Congresso).

1o Workshop em Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural.Engenharia assistida por computador na indústria do petróleo. 2010. (Oficina).

4th Latin American CFD Workshop Applied to the Oil and Gas Industry.CFD modelling of the combustion gases in non-premixed burners of a ground flare and the dispersion of pollutants generated during the process. 2010. (Oficina).

3rd Latin American CFD Meeting Applied to Oil&Gas Industry.FCC Stripper Cold Flow CFD Modeling using an Eulerian-Granular Approach. 2008. (Encontro).

XVII COBEQ. USE OF CFD IN THE CEMENT INDUSTRY TO IMPROVE DYNAMIC SEPARATORS EFFICIENCY. 2008. (Congresso).

XIV COBEQ. Comportamento Hidrodinamico do Riser: abordagem da teoria cinética e forças extras. 2002. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Filipe Rodrigues Nogueira Campos

CHAVES, G. L. D.CELESTE, W. C.ARAUJO, F. O.RIBEIRO, D. C.. DIVERSIFICAÇÃO DA MATRIZ ENERGÉTICA BASEADA EM RECURSOS RENOVÁVEIS: IMPACTOS SOBRE A SEGURANÇA ELÉTRICA BRASILEIRA. 2018. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Jonathan Ribeiro Martins

ROMERO, O.J.; Silva, C. A. S.;PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.. ANÁLISE NUMÉRICA DA DISSIPAÇÃO DE CALOR DO MOTOR ELÉTRICO DO SISTEMA BCSS EM SKID. 2018. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Suellen Freire Rigatto da Cruz

ROMERO, O.J.Siqueira, R. N.PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.. MODELAGEM MATEMÁTICA E SIMULAÇÃO NUMÉRICA DA PRECIPITAÇÃO DE CARBONATO DE CÁLCIO EM CONDIÇÕES DE POÇO. 2018. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Mariana de Jesus Lima

Lira, T. S.XAVIER, T. P.Silverio, B. C.RIBEIRO, D. C.. Pirólise da Casca de Café: Estudo Cinético e de Condições Operacionais. 2018. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Gabriela de Carvalho Brito

BACELOS, M. S.RIBEIRO, D. C.MENEGUELO, A. P.Siqueira, R. N.. Simulação numérica do escoâmento trifás1çs.gás-sólido líquido em leito de lama. 2018. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: DAIANA GALINA

Freitas, R. R.Porto, P. S. S.RIBEIRO, D. C.Siqueira, R. N.. ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA E DO TEMPO NA TRANSESTERIFICAÇÃO DIRETA DA NANNOCHLOROPSI OCULATA PARA PRODUÇÃO DE BIODIESEL. 2018. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Olivia Nascimento Boldrini

CHAVES, G. L. D.ROSA, R. A.RIBEIRO, G. M.RIBEIRO, D. C.. IMPACTO DO CRESCIMENTO ECONÔMICO E INVESTIMENTO EM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTE NO CONSUMO ENERGÉTICO, EMISSÕES DE DIÓXIDO DE CARBONO E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO BRASIL. 2018. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Fabio Soares Loyola

RIBEIRO, D. CBACELOS, M. S.Eiras, K. M. M.ARRIECHE, L. S.. Modelagem da temperatura e otimização do índice de desplacamento de painéis de MDF envernizados em fornos UV. 2018. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Ricardo Pessoti Garuzzi

ROMERO, O.J.Altoé, L.RIBEIRO, D. C.. Estudo numérico da fabricação de células fotovoltáicas pelo método de revestimento por extrusão. 2017. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Edson de Jesus Segantine

PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.ROMERO, O.J.Siqueira, R. N.. ESTUDO DA FLUIDODINAMICA DE SEPARADORES CICLONICOS NO INTERIOIR DE POÇOS PETROLÍFEROS ATRAVÉS DA TÉCNICA DE CFD. 2017. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Juliana Tonoli Cevolani

MENEGUELO, A. P.RIBEIRO, D. C.Feroni, R. COliveira, L. G. S.. Modelagem matemática do armazenamento geológico de CO2 em aquíferos salinos profundos. 2017. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Vanessa Dal-Bó da Silva

ARRIECHE, L. S.Lira, T. S.; Leite, S. Q. M.;RIBEIRO, D. C.. SÍNTESE ESTRUTURAL DO PROCESSAMENTO DA CASCA DO CAFÉ PARA A GERAÇÃO DE ENERGIA. 2016. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Jeronimo de Moura Junior

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.; SODRE, C.. Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico. 2014. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Gelson Heraldo Nico Filho

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.PEREIRA, F. A. R.; Silva, C. A. S.. ESTUDO NUMÉRICO DA MOVIMENTAÇÃO DA VÁLVULA DE PÉ DO SISTEMA DE BOMBEIO MECÂNICO COM HASTES. 2014. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Rafael Manache Facuri

RIBEIRO, D. C.ROMERO, O.J.PEREIRA, F. A. R.Siqueira, R. N.. ESTUDO DO ESCOAMENTO LAMINAR SÓLIDO-LÍQUIDO EM ANULAR EXCÊNTRICO EMPREGANDO A TÉCNICA DE DINÂMICA DE FLUIDOS COMPUTACIONAL. 2014. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Rafael de Paula Cosmo

RIBEIRO, D. C.PEREIRA, F. A. R.ROMERO, O.J.Siqueira, R. N.. Modelagem e Simulação Termodinâmica da Precipitação de Calcita em Condições de Poço. 2013. Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Rafaela Fracalossi Vaccari

ROMERO, O.J.Feroni, R. CRIBEIRO, D. C.. Estudo da Turbulência e Transferência de Calor em Anulares Concêntricos. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Guilherme Augusto Rigueira Ferreira

RIBEIRO, D. C.Feroni, R. CROMERO, O.J.. Application of the linear-pressure analog formulation in a synthetic natural gas pipeline network. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Alessandra Terezinha Silva Souza

RIBEIRO, D. C.Feroni, R. CROMERO, O.J.. COMPARAÇÃO ENTRE AS METODOLOGIAS IMPES E FIM NA MODELAGEM DE ESCOAMENTO BIFÁSICO E IMISCÍVEL EM MEIOS POROSOS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Carolina de Andrade Sousa

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.RIGATTO, S. F.. Detecção de vazamentos em dutos utilizando o software Fluent. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Isabela Braga Pereira

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.; Silva, C. A. S.. Estudo numérico de parâmetros que influenciam na qualidade do vapor no ambiente do poço injetor. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Paula Gabriela Pereira

RIBEIRO, D. C.BACELOS, M. S.Lira, T. S.. ESTUDO DE DIFERENTES MODELOS DE ARRASTO NA SIMULAÇÃO DE UM ESCOAMENTO GÁS-SÓLIDO EM LEITO FLUIDIZADO UTILIZANDO CFD. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Gustavo Gomes Assunção

MENEGUELO, A. P.CEVOLANI, J. T.RIBEIRO, D. C.. Oil Recovery CO2-Wag Method. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Gabriel Oliveira Pena

SANTANA, R. C.RIBEIRO, D. C.THOMAZINI, C. H.. Análises de eficiência da bentonita sódica na redução da viscosidade de petróleo. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Felipe Simões Maciel

PEREIRA, F. A. R.ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.. Estudo do Carreamento de Sólidos em Poços Horizontais Através da Técnica de CFD. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Anika Rosa Krueger

MENEGUELO, A. P.Rocha, S. M. S.RIBEIRO, D. C.. ESTUDO DAS VARIÁVEIS OPERACIONAIS ÓTIMAS DE UMA UNIDADE DE DESTILAÇÃO À VÁCUO NO REFINO DE PETRÓLEO. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Weigler Teixeira de Godoi

ROMERO, O.J.MENEGUELO, A. P.RIBEIRO, D. C.. RECUPERAÇÃO DE ÓLEO TRAPEADO EM MICROCAVIDADES POR ESTIMULAÇÃO SÍSMICA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Karen Borchardt dos Santos

RIBEIRO, D. C.ROMERO, O.J.MENEGUELO, A. P.. ESTUDO DA INFLUÊNCIA DAS FORÇAS VISCOSAS E CAPILARES EM ESCOAMENTOS BIFÁSICOS EM UM MEIO COM CONSTRIÇÕES. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Joelson Kalil Coelho

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.MENEGUELO, A. P.. Mobilização de óleo retido em uma microcavidade quadrada. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Gabriela de Carvalho Brito

PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.ROMERO, O.J.. MODELAGEM E SIMULAÇÃO DO ESCOAMENTO DE FLUIDO NÃO-NEWTONIANO EM ANULAR EXCÊNTRICO UTILIZANDO METODOLOGIA CFD. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Gustavo Lacerda Siqueira

RIBEIRO, D. C.PEREIRA, F. A. R.MENEGUELO, A. P.. Tanques de lavagem: Princípios de funcionamento e inovações. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Arthur Zanoni Gurtler

MENEGUELO, A. P.RIBEIRO, D. C.Marques, F. B. Simulação Dinâmica de Coluna de Destilação Reativa Utilizando Software Aspen Plus. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Thomas Wilis Candido Pereira

RIBEIRO, D. C.Rocha, S. M. S.Marques, F. B. Estudo e Aplicação de Modelagem Computacional a Filtros de Manga Industriais. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Karla Holzmeister Simon

PEREIRA, F. A. R.Rocha, S. M. S.RIBEIRO, D. C.. Influência da Utilização de Anteparos no Desempenho de um Filtro de Mangas. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Walcemira Zurlo Aleluia

ROMERO, O.J.ARAUJO, J. C. S.RIBEIRO, D. C.. MODELAGEM COMPUTACIONAL DO VAZAMENTO DE GASES EM DUTOS. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Guilherme Cosme Viganô

PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.ROMERO, O.J.. ESTUDO DO COMPORTAMENTO DE EMULSÕES NA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Layz Queiroz Kruschewsky

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.SANTANA, R. C.. PROJETO DE CIMENTAÇÃO DE UM POÇO TERRESTRE. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Renato Afonso Ribeiro

ROMERO, O.J.MENEGUELO, A. P.RIBEIRO, D. C.. ESTUDO DA TRANSFERÊNCIA DE CALOR EM UM DUTO SUBMARINO ISOLADO POR ÁGUA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Rômulo Fieni Fejoli

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.SANTANA, R. C.. ESTUDO TEÓRICO DA INJEÇÃO DE ESPUMAS EM RESERVATÓRIOS DE PETRÓLEO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Andr´e Vitor Pianca Demuner

Rocha, S. M. S.VILLACA, R. S.RIBEIRO, D. C.SILVA, R. P.. Modelagem e simulação computacional de hidroci lones na indústria petrolífera. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia da Computação) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Amanda Aparecida Balmes Bisinoto Rojas

PEREIRA, F. A. R.ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.. Métodos de Tratamento de Formação de Incrustação de Carbonato de Cálcio em Sistemas Petrolíferos. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Cristina Lima de Morais

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.PEREIRA, F. A. R.. Deslocamento de óleo por água em microcanais com obstruções. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Mariana Dias Pena

ROMERO, O.J.; Silva, C. A. S.;RIBEIRO, D. C.. Aplicação da injeção continua de vapor na produção de óleo pesados. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Rodrigo Simões Maciel

PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.ROMERO, O.J.. APLICAÇÃO DE CFD NA SIMULAÇÃO E ESTUDO DO ESCOAMENTO LÍQUIDOSÓLIDO EM FRATURAS ABERTAS NO PROCESSO DE FRATURAMENTO HIDRÁULICO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Mirelly Cotta Viana

PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.COSMO, R. P.. ESTUDOS DOS PARÂMETROS QUE INFUENCIAM NA DEPOSIÇÃO CARBONÁTICA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Adriana Quemelli Magioni

Rocha, S. M. S.; BRITO, A. B. N.;RIBEIRO, D. C.. Tratadores de emulsão água-óleo: revisão bibliográfica. 2013 - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Priscila Pereira Pacau

MENEGUELO, A. P.Rocha, S. M. S.RIBEIRO, D. C.. Simulação de planta onshore de processamento primário de óleo. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Hugo Candiá Saad

ROMERO, O.J.; COELHO, M. P.;RIBEIRO, D. C.. Garantia de Escoamento em Plantas Onshore. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Bruna Anchieta de Carvalho

MENEGUELO, A. P.; Borgo, B. S.;RIBEIRO, D. C.Lira, T. S.. ESTUDO, SIMULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE PLANTA DE TRATAMENTO DE GÁS NATURAL. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Hugo Candiá Saad

ROMERO, O.J.; COELHO, M. P.;RIBEIRO, D. C.. Estudo da deposição e remoção de parafina em oleodutos terrestres. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Euder Flavio da Silva Alves, filho

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.PEREIRA, F. A. R.. DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE PRODUÇÃO OFFSHORE DE PETRÓLEO MEDIANTE BCSS INSTALADO NO LEITO MARINHO. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Felipe Bezerra Marques

Rocha, S. M. S.PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.. APLICAÇÃO DAS TÉCNICAS DE CFD NO PROJETO DE FILTRO DE MANGAS. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Lara Rupf Reis

BRITO, A. B. N.;RIBEIRO, D. C.ARRIECHE, L. S.. ESTUDO TERMODINÂMICO DA SOLUBILIDADE DO PARACETAMOL EM ALGUNS SOLVENTES. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo.

Aluno: Vitor Ravara Monjardim

Rocha, S. M. S.PEREIRA, F. A. R.RIBEIRO, D. C.. Estudo da influência dos modelos de turbulência no dimensionamento de filtro de mangas. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo.

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.Siqueira, R. N.. Professor Adjunto. 2016. Universidade Federal do Espírito Santo.

SILVA, C. A. M.RIBEIRO, D. C.Siqueira, R. N.. Professor Adjunto. 2016. Universidade Federal do Espírito Santo.

ROMERO, O.J.RIBEIRO, D. C.Siqueira, R. N.. Professor Adjunto. 2016. Universidade Federal do Espírito Santo.

BACELOS, M. S.RIBEIRO, D. C.XAVIER, T. P.. Processo Simplificado para Professor Substituto. 2017. Universidade Federal do Espírito Santo.

RIBEIRO, D. C.ROMERO, O.J.; COELHO, M. P.. Processo Simplificado para Professor Substituto. 2013. Universidade Federal do Espírito Santo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Karolline Ropelato

Araújo, Pedro Henrique Hermes de; SOARES, C.; Nogueira, André Lourenço; Paladino, E.;Ropelato, Karolline; Rangel, L. P.. MODELAGEM E SIMULAÇÃO DO ESCOAMENTO DE SISTEMAS MULTIFÁSICOS EM REATORES AGITADOS MECANICAMENTE. 2012. Tese (Doutorado em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Milton Mori

MORI, M.; LONA, L. M. F.. Desenvolvimento de um Modelo Hidrodinâmico para Polimerização em Suspensão em Tanques Agitados. Qualificação de doutorado I. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Química) - Universidade Estadual de Campinas.

Liliane Maria Ferrareso Lona

LONA, L. M. F.; MORI, Milton. Desenvolvimento de um modelo hidrodinâmico para polimerização em suspensão em tanques agitados. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Química) - Universidade Estadual de Campinas.

Cíntia Soares

Araújo, Pedro Henrique Hermes de;SOARES, C.; Nogueira, André Lourenço; Paladino, Emílio Ernesto; Rangel, Leonardo Paes; Ropelato, Karolline. MODELAGEM E SIMULAÇÃO DO ESCOAMENTO DE SISTEMAS MULTIFÁSICOS EM REATORES AGITADOS MECANICAMENTE. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Cíntia Soares

Araújo, Pedro Henrique Hermes de; Sayer, Claudia;SOARES, C.; Paladino, Emílio Ernesto. ANÁLISE DO ESCOAMENTO DE SISTEMAS DE POLIMERIZAÇÃO HETEROGÊNEOS. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

André Lourenço Nogueira

Ribeiro, D. C.;ARAÚJO, Pedro Henrique HermesNOGUEIRA, A. L.; Soares, C.; Paladino, E. E.; Ranges, L. P.; Ropelato, K.. Modelagem e Simulação do Escoamento de Sistemas Multifásicos em Reatores Agitados Mecanicamente. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Leonardo Paes Rangel

ARAUJO, P. H. H.; SOARES, C.; PALADINO, E. E.;RANGEL, L. P.; ROPELATO, K.; NOGUEIRA, A. L.. Modelagem e simulação do escoamento de sistemas multifásicos em reatores agitados mecanicamente. 2012. Tese (Doutorado em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Claudia Sayer

ARAUJO, PSAYER, Claudia; Soares, C.. ANÁLISE DO ESCOAMENTO DE SISTEMAS DE POLIMERIZAÇÃO HETEROGÊNEOS. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Emilio Ernesto Paladino

PALADINO, E. E.; ROPELATO, K.; RANGEL, L. P.. Modelagem e simulação do escoamento de sistemas multifásicos em reatores agitados mecanicamente. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Emilio Ernesto Paladino

PALADINO, E. E.. Análise do Escoamento de Sistemas de Polimerização Heterogêneos. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Donizette Borges Junior

Modelagem e simulação de reatores de cristalização; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Daniel Sousa Oliveira

MODELAGEM MATEMÁTICA E ESTUDO EXPERIMENTAL DO ESCOAMENTO MULTIFÁSICO EM TUBOS; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Alessandra Terezinha Silva Souza

Estudo de Métodos Físicos para Mitigação de Incrustações em Poços Petrolíferos com Contenção de Areia; Início: 2018; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Gabriela Alves Nascimento

IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE MEDIÇÃO DE PRESSÃO EM APARATO EXPERIMENTAL DE ESCOAMENTO MULTIFÁSICO COM ARDUINO; Início: 2019; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Valéria Silva Dos Santos

Aplicação de Metodologia para Construção de Testemunhos Areníticos para Teste de Permeabilidade; Início: 2019; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Vitor Pizzaia Lamberti

Análise de desempenho de filtros de manga através de CFD; Início: 2018; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; (Orientador);

Fabio Soares Loyola

Modelagem da temperatura e otimização do índice de desplacamento de painéis de MDF envernizados em fornos UV; 2018; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Lorena Andrade dos Santos

Utiização de vapor para viabilizar o transporte de óleo pesado mediante tubulações; 2018; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Gabriela de Carvalho Brito

Modelagem Matemática e Simulação Numérica de um Leito de Lama; 2018; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Juliana Tonoli Cevolani Bigossi

MODELAGEM MATEMÁTICA DO ARMAZENAMENTO GEOLÓGICO DE CO 2 EM AQUÍFEROS SALINOS PROFUNDOS; 2017; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Ricardo Pessoti Garuzzi

ESTUDO NUMÉRICO DA FABRICAÇÃO DE CÉLULAS FOTOVOLTAI CAS PELO MÉTODO DE REVESTIMENTO POR EXTRUSÃO; 2017; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Lucas Henrique Pagoto Deoclecio

Modelagem de Processos de Separação Gravitacional Água-Óleo; 2017; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Kamilla Malverdi Barcelos

ANÁLISE DO POTENCIAL DO LEITO DE JORRO COMO REATOR PARA PIRÓLISE DA CASCA DE COCO: ESTUDO EXPERIMENTAL E SIMULAÇÃO VIA CFD; 2016; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Priscilla de Souza Almeida

ANÁLISE DA FLUIDODINÂMICA DA CASCA DE CACAU EM LEITO DE JORRO ? ESTUDO EXPERIMENTAL E SIMULAÇÃO VIA CFD; 2016; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Thaís Magnago Freitas

Análise Experimental e numérica do escoamento ar-areia-compósito pebd/al em leito fluidizado; 2015; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Gelson Heraldo Nico Filho

Estudo numérico da movimentação da válvula de pé do sistema de bombeio mecânico com hastes; 2014; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Rafael Manache Facuri

ESTUDO DO ESCOAMENTO LAMINAR SÓLIDO-LÍQUIDO EM ANULAR EXCÊNTRICO EMPREGANDO A TÉCNICA DE DINÂMICA DE FLUIDOS COMPUTACIONAL; 2014; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo,; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Juliana Tonoli Cevolani

Aplicação da técnica de upscaling na simulação do armazenamento geológico de CO2; 2014; Dissertação (Mestrado em Energia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Giulia Lacerda de Andrade

Aplicação de metodologia fenomenologica baseada em escoamento de fluidos a operação de bombeio mecânico; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Thayná Xavier Barbosa

ANÁLISE NUMÉRICA DA DISSIPAÇÃO DE CALOR DO MOTOR ELÉTRICO DO SISTEMA BCSS EM SKID; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Matheus Ferreira Rocha

Simulação numérica de fluxo multifásico usando OPENFOAM; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Gustavo Gomes Ferreira

MODELAGEM MATEMÁTICA E SIMULAÇÃO NUMÉRICA DA PRECIPITAÇÃO DE CARBONATO DE CÁLCIO EM TANQUES AGITADOS; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Vinícius Gomes Morgan

Modelagem e Simulação do Escoamento em Separadores Gravitacionais; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Hayane Amorim Fernandes

MODELAGEM TERMODINÂMICA DA SOLUBILIDADE DO CARBONATO DE CÁLCIO EM CONDIÇÕES HTHP; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Guilherme Augusto Rigueira Ferreira

APPLICATION OF THE LINEAR-PRESSURE ANALOG FORMULATION IN A SYNTHETIC NATURAL GAS PIPELINE NETWORK; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Fernando Baptista Neto

Simulação do Filtro de Mangas do Alto-Forno de uma Empresa Beneficiadora de Minério de Ferro; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Gustavo Gabriel Molino Rodrigues

Estudo do Escoamento de Gás em um Filtro de Mangas de uma Empresa Beneficiadora de Minério de Ferro; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Higor Zanon Zandonadi

Separação gravitacional de dois fluidos imiscíveis: Separação óleo-água por meio de um vaso separador bifásico; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Paula Gabriela Pereira

ESTUDO DE DIFERENTES MODELOS DE ARRASTO NA SIMULAÇÃO DE UM ESCOAMENTO GÁS-SÓLIDO EM LEITO FLUIDIZADO UTILIZANDO CFD; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Edgard Moreira Minete

Obtenção de Curva de Perda de Carga de Válvulas de Fundo do Bombeio Mecânico; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Alessandra Terezinha Silva Souza

Desenvolvimento de Simulador de Escoamento Multifásico em Meios Porosos; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Karen Borchardt dos Santos

Estudo da influência das forças viscosas e capilares em escoamentos bifásicos em um meio com constrições; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Thomas Wilis Candido Pereira

Estudo e Aplicação de Modelagem Computacional a Filtros de Manga Industriais; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Guilherme Henrique Dias Silva

MODELAGEM E SIMULAÇÃO DO ESCOAMENTO ATRAVÉS DE UMA VÁLVULA DA BOMBA DE FUNDO DO BOMBEIO MECÂNICO; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Rafael Brunoro Scardini

OTIMIZAÇÃO DO ESCOAMENTO DE VAPOR EM FLOWLINE VIA INTEGRAÇÃO DE SOFTWARES COMERCIAIS; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Gabriela Alves Nascimento

Projeto de um loop multifásico para o estudo experimental do escoamento multifásico em tubos; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Ully Misse Moreno Benedito

Análise Numérica de Escoamentos Multifásicos em Microcanais; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Karen Borchadt dos Santos

Análise Numérica de Escoamentos Multifásicos em Microcanais; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo, Universidade Federal do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Alessandra Terezinha Silva Souza

Estudo do Escoamento Multifásico em Meios Porosos; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia de Petróleo) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo; Orientador: Daniel da Cunha Ribeiro;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Milton Mori

Implementação de Modelo de Fechamento em Risers de FCC através de Código Comercial CFD; 2001; 0 f; Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Milton Mori;

Cristina Tristão de Andrade

Caracterização de pectinas com alto grau de metoxilação; 1995; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciência e Tecnologia de Polímeros) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Cristina Tristão de Andrade;

Pedro Henrique Hermes de Araujo

Modelagem e Simulação do Escoamento de Sistemas Multifásicos em Reatores agitados Mecanicamente; 2012; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Pedro Henrique Hermes de Araujo;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • Fernandes, H. A. ; Freitas, R. R. ; RIBEIRO, D. C. ; Vicente, M. A. ; Santos, M. F. P. . Acidez total em petróleos: uma análise Bibliométrica. Research, Society and Development , v. 8, p. 281505, 2019.

  • Souza, A. T. S. ; RIBEIRO, D. C. . Cristalização inorgânica: uma análise biliométrica. Research, Society and Development , v. 8, p. 382524, 2019.

  • MENEGUELO, A. P. ; RIBEIRO, D. C ; Freitas, R. R. ; Franco, S. V. A. . Estudo bibliométrico e bibliográfico sobre otimizações nos processos de recuperação de líquido de gás natural (LGN). Research, Society and Development , v. 8, p. 2382673, 2019.

  • HENRIQUE PAGOTO DEOCLECIO, LUCAS ; DA CUNHA RIBEIRO, DANIEL ; PAULA MENEGUELO, ANA . CFD modeling of the creaming zone of batch gravity separation with coalescence. JOURNAL OF DISPERSION SCIENCE AND TECHNOLOGY , v. 40, p. 1-16, 2019.

  • Ferreira, G. G. ; Souza, A. T. S. ; MARTINS, A. L. ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. . Numerical analysis in stirred tank by unconventional impeller: power curve, number of pumps and hydrodynamics. Brazilian Journal of Development , v. 5, p. 7847-7866, 2019.

  • NICO FILHO, G. H. ; Silva, G. H. D. ; SEGANTINE, E. J. ; RIBEIRO, D. C. ; ROMERO, O. J. . A New Methodology to Analyze Fluid Pound in Sucker-Rod Pump Systems: Phenomenological Approach. INTERNATIONAL JOURNAL OF ADVANCED ENGINEERING RESEARCH AND SCIENCE , v. 6, p. 738-747, 2019.

  • COSMO, R. P. ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. ; BARROS, W. Q. ; MARTINS, A. L. . Estimating CO2 degassing effect on CaCO3 precipitation under oil well conditions. JOURNAL OF PETROLEUM SCIENCE AND ENGINEERING , v. 181, p. 106207, 2019.

  • DE CASTRO, MARICE APARECIDA FERREIRA ; RIBEIRO, DANIEL DA CUNHA ; FREITAS, RODRIGO RANDOW DE . Análise bibliométrica sobre o uso de ultrassom em emulsões do tipo óleo em água (O/A). Research, Society and Development , v. 8, p. 881514, 2019.

  • VITORIA, L. R. ; PEREIRA, F. A. R. ; Rocha, S. M. S. ; SARTIM, R. ; SIMON, K. H. ; RIBEIRO, D. C. . Study of the Influence of Using Bulkheads on the Fabric Filter Performance. CHEMICAL ENGINEERING TRANSACTIONS , v. 70, p. 913-918, 2018.

  • Dornelas, V. F. ; RIBEIRO, D. C. . PREDIÇÃO DE INCRUSTAÇÃO DE CaCO3: UMA REVISÃO BIBLIOMÉTRICA DOS MECANISMOS DE PRECIPITAÇÃO. Brazilian Journal of Production Engineering , v. 4, p. 160-168, 2018.

  • BRAGA PEREIRA, ISABELA ; DA CUNHA RIBEIRO, DANIEL ; JOEL ROMERO, OLDRICH . Three-Dimensional Modelling of Heat Transfer in Wellbore During Steam Injection Process. IEEE Latin America Transactions , v. 15, p. 690-697, 2017.

  • VACCARI, R. F. ; MARTINS, J. R. ; RIBEIRO, D. C. ; PEREIRA, F. A. R. ; ROMERO, O. J. . Study of turbulence in concentric annular. LATIN AMERICAN JOURNAL OF ENERGY RESEARCH , v. 4, p. 23-32, 2017.

  • MORAIS, CRISTINA LIMA ; LIMA, PÂMELA ROSSONI ; MENEGUELO, ANA PAULA ; Ribeiro, Daniel Cunha . DETERMINAÇÃO EXPERIMENTAL PERMEABILIDADE POR CARGA CONSTANTE. Engevista (UFF) , v. 19, p. 1376-1386, 2017.

  • Santos, K. B. ; ROMERO, O.J. ; MENEGUELO, A. P. ; RIBEIRO, D. C. . A numerical investigation of immiscible water-oil displacement in simplified porous media. IEEE Latin America Transactions , v. 14, p. 2175-2183, 2016.

  • Freitas, T. M. ; RIBEIRO, D. C. ; ARRIECHE, L. S. ; BACELOS, M. S. . CFD analysis of fluidized beds using wastes from post-consumer carton packaging. Chemical Engineering and Processing , v. 111, p. 89-100, 2016.

  • Pereira, T. W. C ; Marques, F. B ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. ; Rocha, S. M. S. . The influence of the fabric filter layout of in a flow mass filtrate. Journal of Cleaner Production , v. 111, p. 117-124, 2015.

  • PENA, M. D. ; ROMERO, O.J. ; RIBEIRO, D. C. . Mobilização de óleo retido em microcavidades mediante injeção de fluidos não-Newtonianos inelásticos. Lajer - Latin American Journal of Energy Research, ISSN: 2358-2286, DOI (prefixo): 10.21712 , v. 1, p. 30, 2014.

  • Rocha, S. M. S. ; Marques, F. B ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. . Applications of CFD Techniques in the Design of Fabric Filters. Chemical Engineering Transactions , v. 39, p. 1369-1374, 2014.

  • MARTINS, A. L. ; WALDMANN, A. T. A. ; RIBEIRO, D. C. ; MASSARANI, G. . Projeto conceitual de um fluido de perfuração não invasivo isento de sólidos. Boletim Técnico da Produção de Petróleo , v. 2, p. 7-27, 2007.

  • RIBEIRO, D. C. . Escoamento multifásico em tanques agitados mecanicamente. 1. ed. Saarbrueken: Novas Edições Acadêmicas, 2014. v. 1. 196p .

  • Deoclecio, Lucas Henrique Pagoto ; MENEGUELO, ANA PAULA ; Ribeiro, Daniel Cunha . COMPARAÇÃO ENTRE MODELOS DE VELOCIDADE DE SEDIMENTAÇÃO APLICADOS EM EMULSÕES A/O MONODIPERSAS. Engenharias, ciência e tecnologia 2. 1ed.Ponta Grossa: Antonella Carvalho de Oliveira, 2019, v. , p. 112-127.

  • Freitas, T. M. ; RIBEIRO, D. C. ; BACELOS, M. S. . SÍNTESE DE UMA PLANTA DE PIRÓLISE DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS CARTONADAS. In: Ana Paula Meneguelo; Leonardo da Silva Arrieche; Marcelo Silveira Bacelos; Taisa Shimosakai de Lira; Vanessa Dal-Bó. (Org.). Aplicações da Engenharia de Processos em Sistemas de Energia. 1ed.Curitiba: CRV, 2016, v. 1, p. 165-180.

  • Rocha, S. M. S. ; RIBEIRO, D. C. ; PEREIRA, F. A. R. ; SIMON, K. H. ; Marques, F. B . THE STUDY OF GAS EFFLUENT INLET LAYOUT OVER THE PERFORMANCE OF AN INDUSTRIAL FABRIC FILTER: A CFD APPROACH. In: Filtech Exhibitons Germany. (Org.). Filtech 2013. 1ed.Meerbusch: Filtech, 2013, v. 1, p. 1-12.

  • ZUCATELLI, P. J. ; RIBEIRO, D. C. ; Tosta, M. C. R. ; CHAVES, G. L. D. ; MENEGUELO, A. P . The Application, Required Investments and Operational Costs of Geological CO2 Sequestration: a Case Study. In: 12th European Congress of Chemical Engineering, 2019, Florença. Book of Abstracts of the 12th ECCE and 5th ECAB. Milano: AIDIC, 2019. p. 64-65.

  • FERNANDES, H. A ; NARIYOSHI, Y. N ; MENEGUELO, A. P ; RIBEIRO, D. C . MODELAGEM DA SOLUBILIDADE DO CARBONATO DE CÁLCIO EM CONDIÇÕES DO PRÉ-SAL. In: XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2018, São Paulo. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Blucher, 2018. v. 1. p. 4573-4576.

  • MORGAN, V. G. ; RIBEIRO, D. C. ; MENEGUELO, A. P. ; Deoclecio, L. H. P. . APLICAÇÃO DA CFD NO ESTUDO DO EFEITO DO DIÂMETRO DE GOTAS E DO NÍVEL DE ÁGUA NA SEPARAÇÃO GRAVITACIONAL ÁGUA-ÓLEO. In: XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2018, São Paulo. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Blucher, 2018. v. 1. p. 2591-2594.

  • PEREIRA, F. A. R. ; CRUZ, S. F. R. ; RIBEIRO, D. C ; ROMERO, O. J. . Modelagem matemática e simulação numérica da deposição de partículas em duto horizontal. In: Rio Oil and Gas Expo and Conference 2018, 2018, Rio de Janeiro. Rio Oil & Gas Expo and Conference 2018 Proceedings. Rio de Janeiro: IBP, 2018.

  • MARTINS, J. R. ; ROMERO, O. J. ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C . ANÁLISE NUMÉRICA DA DISSIPAÇÃO DE CALOR DO MOTOR ELÉTRICO DO SISTEMA BCSS EM SKID. In: Rio Oil and Gas Expo and Conference, 2018, Rio de Janeiro. Rio Oil and Gas Expo and Conference Proceedings. Rio de Janeiro: IBP, 2018.

  • SANTOS, L. A. ; ROMERO, O. J. ; RIBEIRO, D. C . HEAVY OIL TRANSPORTATION THROUGH STEAM HEATING: A NUMERICAL APPROACH. In: Rio Oil and Gas Expo and Conference, 2018, Rio de Janeiro. Rio Oil and Gas Expo and Conference 2018 Proceedings. Rio de Janeiro: IBP, 2018.

  • PEREIRA, F. A. R. ; Maciel, R. S. ; RIBEIRO, D. C ; MARTINS, A. L. ; BLOCH, M. . Estudo da fluidodinâmica em elementos de completação para poços petrolíferos através da técnica de CFD. In: Encontro Nacional de Hidráulica de Poços de Petróleo e Gas, 2018, Domingos Martins. Anais do VII - Encontro Nacional de Hidráulica de Perfuração de Poços de Petróleo e Gás, 2017.

  • Ferreira, G. G. ; Souza, A. T. S. ; RIBEIRO, D. C . ANÁLISE NUMÉRICA EM TANQUE AGITADO POR IMPELIDOR NÃO CONVENCIONAL: CURVA DE POTÊNCIA, NÚMERO DE BOMBEIO E HIDRODINÂMICA. In: Encontro Regional de Matemática Aplicada e Computacional, 2018, São Mateus. Anais do Encontro Regional de Matemática Aplicada e Computacional e da Semana da Matemática. São Mateus: Ufes, 2018. v. 1. p. 102-108.

  • Maciel, R. S. ; Maciel, F. S. ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. ; ALDEIA, W. ; MARTINS, A. L. ; BLOCH, M. ; FERREIRA, M. V. D. . Study of Carbonatic Scale in Completion Tools Through Modeling and Simulation Techniques. In: SPE International Oilfield Scale Conference and Exhibition, 2018, Aberdeen. SPE International Oilfield Scale Conference and Exhibition, 2018.

  • KRUEGER, A. R. ; RIBEIRO, D. C. ; MENEGUELO, A. P. . ESTUDO DAS VARIÁVEIS OPERACIONAIS DE UMA UNIDADE DE DESTILAÇÃO À VÁCUO NO REFINO DE PETRÓLEO. In: XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2018, São Paulo. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Blucher, 2018. v. 1. p. 2555-2558.

  • Souza, A. T. S. ; CEVOLANI, J. T. ; MENEGUELO, A. P. ; Ribeiro, D. da C. . ABORDAGEM MATEMÁTICA E NUMÉRICA DO ESCOAMENTO BIFÁSICO EM MEIOS POROSOS. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica, 2017, São Carlos. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Editora Blucher, 2017. v. 1. p. 456-461.

  • Dornelas, V. F. ; MENEGUELO, A. P. ; RIBEIRO, D. C. . ESTUDO DO COMPORTAMENTO DE EMULSÕES DO TIPO A/O. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica, 2017, São Carlos. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Editora Blucher, 2017. v. 1. p. 3176-3182.

  • Ferreira, C. G. ; SANTOS, F. B. ; Barcelos, K. M. ; RIBEIRO, D. C. ; Lira, T. S. . ESTUDO DA FLUIDODINÂMICA DE UM LEITO DE JORRO APLICADO A UMA MISTURA DE CASCA DE COCO E AREIA VIA ANÁLISE EXPERIMENTAL E SIMULAÇÃO POR CFD. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica, 2017, São Carlos. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Editora Blucher, 2017. v. 1. p. 1944-1949.

  • Araujo, M. S. ; Almeida, P. S. ; RIBEIRO, D. C. ; Lira, T. S. . ANÁLISE COMPUTACIONAL DA SEGREGAÇÃO DE UMA MISTURA DE CASCA DE CACAU E AREIA EM UM LEITO DE JORRO APLICADO À PIROLISE DE BIOMASSA. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica, 2017, São Carlos. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo: Editora Blucher, 2017. v. 1. p. 1999-2004.

  • PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C ; SEGANTINE, E. J. . Estudo da fluidodinâmica de separadores ciclônicos no interior de poços petrolíferos através da técnica de CFD. In: Encontro Nacional de Hidráulica de Poços de Petróleo e Gas, 2017, Domingos Martins. Anais do VII - Encontro Nacional de Hidráulica de Perfuração de Poços de Petróleo e Gás, 2017.

  • Maciel, R. S. ; COSMO, R. P. ; Maciel, F. S. ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. ; ALDEIA, SANTO W. ; MARTINS, A. L. . On the Hydrodynamic Aspects of the Carbonate Scale Formation Process in High Flow Rate Wells. In: OTC Brasil, 2017, Rio de Janeiro. OTC Brasil. Richardson: Offshore Technology Conference.

  • MARGOTTO, ROMULO ; CUNHA, JEFERSON ; MIRANDA, REGINALDO ; RIBEIRO, DANIEL DA CUNHA ; BENEDITO, ULLY MISSE MORENO ; MENEGUELO, ANA PAULA . Chokes in Series Provide Safe Testing Operations in Wells with Abrasive Solids. In: OTC Brasil, 2017, Rio de Janeiro. OTC Brasil. Richardson: Offshore Technology Conference.

  • FIRMINO MONHOL, FILIPE ARTHUR ; RIBEIRO, DANIEL ; PAGOTO DEOCLECIO, LUCAS HENRIQUE . Design of a reactor for the analysis of combustion in a reactive porous medium. In: 24th ABCM International Congress of Mechanical Engineering, 2017, Curitiba. Procceedings of the 24th ABCM International Congress of Mechanical Engineering, 2017.

  • Almeida, P. S. ; Barcelos, K. M. ; RIBEIRO, D. C. ; Lira, T. S. . ANÁLISE DA FLUIDODINÂMICA DA MISTURA CASCA DE CACAU-AREIA EM LEITO DE JORRO CÔNICO. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2016, Fortaleza. Anais do Congresso Brasileiro de Engenharia Química. Campinas: Galoá, 2016. v. 1.

  • Barcelos, K. M. ; Almeida, P. S. ; RIBEIRO, D. C. ; Lira, T. S. . ESTUDO EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO FLUIDODINÂMICO DE MISTURAS DE AREIA E CASCA DE COCO EM LEITO DE JORRO CÔNICO. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2016, Fortaleza. Anais do Congresso Brasileiro de Engenharia Química. Campinas: Galoá, 2016.

  • Rocha, S. M. S. ; RIBEIRO, D. C. ; PEREIRA, F. A. R. ; SIMON, K. H. ; Marques, F. B . THE STUDY OF GAS EFFLUENT INLET LAYOUT OVER THE PERFORMANCE OF AN INDUSTRIAL FABRIC FILTER: A CFD APPROACH. In: FILTECH, 2013, Wiesbaden. FILTECH 2013, 2013.

  • PEREIRA, F. A. R. ; MARTINS, A. L. ; COSMO, R. P. ; BARROS, W. Q. ; RIBEIRO, D. C. . Estudo da modelagem e simulação da incrustação carbonática. In: V Encontro Nacional de Hidráulica de Poços de Petróleo e Gás, 2013, Teresópolis. Encontro Nacional de Hidráulica de Poços de Petróleo e Gás, 2013.

  • PEREIRA, F. A. R. ; MARTINS, A. L. ; RIBEIRO, D. C. ; COSMO, R. P. ; Viana, M. C. . Estudo do efeito 'flash' na precipitação carbonática em poços petrolíferos. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados, 2013, Maceio. Anais do XXXVI Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados, 2013. p. 1-10.

  • SOUZA, J. Z. ; RIBEIRO, D. C. ; FONTES, C. E. ; MARTINS, A. L. ; WALDMANN, A. T. A. ; LOMBA, R. . Análise do escoamento de fluidos particulados durante a perfuração de reservatórios fraturados. In: III Encontro Nacional de Hidráulica de Poços, 2009, Campos do Jordão. Anais do ENAHPE 2009, 2009.

  • RIBEIRO, D. C. . Equilibrium-stage separation devices design and analysis using CFD Tools: Fundamental equations and applications. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2008, Recife. Anais do XVII Cobeq, 2008.

  • RANGEL, L. P. ; KOSTETZER, L. A. ; SOUZA, J. Z. ; SOUZA, J. B. ; RIBEIRO, D. C. . Use of CFD in the cement industry to improve dynamic separators. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2008, Recife. Anais do XVII Cobeq, 2008.

  • MARTINS, A. L. ; WALDMANN, A. T. A. ; RIBEIRO, D. C. ; MASSARANI, G. . Numerical Simulation of the Radial Viscoelastic flow of a Solids Free Drill in Fluid. In: European Formation Damage Conference, 2007, Scheveningen. Proceedings of the European Formation Damage Conference, 2007.

  • PALADINO, E. E. ; REIS, M. V. ; RIBEIRO, D. C. ; GERALDELLI, W. O. . A CFD Model for the Washing Zone in Coker Fractionators. In: 2005 AIChE Annual Meeting, 2005, Cincinati. 2005 AIChE Annual Meeting and Fall Showcase. Nova Iorque: AIChe, 2005. v. 1.

  • PALADINO, E. E. ; RIBEIRO, D. C. ; REIS, M. V. ; GERALDELLI, W. O. ; TORRES, G ; MALISKA, C. R . CFD Simulation of Vacuum Tower Feed Device Using the Two-Fluid Model. In: AIChE Spring Meeting, 2003, New Orleans -LA. Proceedings of the AIChE Spring Meeting, 2003.

  • Mori, M ; RIBEIRO, D. C. ; Martinoni, W. . Comportamento Hidrodinâmico do Riser: Abordagem da Teoria Cinética e Forças Extras.. In: XIV COBEQ - Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2002, Natal - RN. XIV COBEQ - Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2002.

  • Mori, M ; ROSA, L. ; RIBEIRO, D. C. ; Martinoni, W. . Sobre a Modelagem Matemática e Efeitos de Geometria na Simulação Bifásica de um Riser.. In: XIV COBEQ - Congresso Brasileiro de Engenharia Química,, 2002, Natal - RN. XIV COBEQ - Congresso Brasileiro de Engenharia Química,, 2002.

  • RIBEIRO, D. C. ; ANDRADE, C. T. . Propriedades Reológicas da Pectina. In: XVIII Jornada de Iniciação científica da UFRJ, 1995, Rio de Janeiro. Anais da XVIII Jornada de Iniciação científica da UFRJ, 1995.

  • KRUGER, M. ; RIBEIRO, D. C. ; FONTES, C. E. ; ROPELATO, K. ; PAGOT, P. R. . CFD modelling of the combustion gases in non-premixed burners of a ground flare and the dispersion of pollutants generated during the process. In: 4th Latin American CFD Workshop Applied to the Oil and Gas Industry, 2010, Rio de Janeiro. 4th Latin America CFD Workshop Applied to the Oil and Gas Industry, 2010.

  • MARTINS, A. L. ; WALDMANN, A. T. A. ; RIBEIRO, D. C. ; MASSARANI, G. . The Conceptual Design of a Non-Invasive Solids Free Drill-in Fluid. In: 14th Europec Biennial Conference, 2005, Madrid. 14th Europec Biennial Conference, 2005.

  • MARTINS, A. L. ; MASSARANI, G. ; RIBEIRO, D. C. ; WALDMANN, A. T. A. . Simulação da invasão de fluido de perfuração na rocha de reservatório de petróleo.. In: XXXI Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados, 2004, Uberlândia. In: XXXI Congresso Brasileiro de Sistemas Particulados, 2004.

  • KRUGER, M. ; RIBEIRO, D. C. ; FONTES, C. E. ; ROPELATO, K. ; PAGOT, P. R. . CFD MODELING OF THE COMBUSTION GASES IN NON-PREMIXED BURNERS OF A GROUND FLARE AND THE DISPERSION OF POLLUTANTS GENERATED DURING THE PROCESS. In: 4o Encontro Latino Americano de CFD aplicado à indústria de óleo e gas, 2010, Rio de Janeiro. CFDoil 2010 Abstract Book, 2010. v. 1. p. 30-30.

  • PALADINO, E. E. ; RIBEIRO, D. C. ; SCHUENCK, L ; GERALDELLI, W. O. ; ROMANO, E ; BARROS, F. C. . A CFD Multiphase flow model in a coker fractionator wash zone.. In: CFDOIL, 2005, Rio de Janeiro. Proceedings of the CFDOIL, 2005.

  • MARTINS, A. L. ; WALDMANN, A. T. A. ; RIBEIRO, D. C. . SIMULATION OF A SOLIDS FREE DRILL-IN FLUID INVASION THROUGH OIL RESERVOIR ROCKS. In: 18th International Congress of Mechanical Engineering, 2005, Ouro Preto. 18th International Congress of Mechanical Engineering, 2005.

  • WALDMANN, A. T. A. ; MARTINS, A. L. ; RIBEIRO, D. C. ; MASSARANI, G. . The Conceptual Design of a Non-Invasive Solids Free Drill-in Fluid. In: CFD Oil and Gas, 2003, Rio de Janeiro. CFD Oil and Gas, 2003.

  • ROSA, L. ; RIBEIRO, D. C. ; Martinoni, W. ; Mori, M . Sobre a modelagem matemática e efeitos de geometria na simulação bifásica de um riser. In: XIV COBEQ, 2002. Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 2002.

  • Dornelas, V. F. ; Aiolfi, C. S. ; Santos, V. S. ; RIBEIRO, D. C. ; PEREIRA, F. A. R. ; MARTINS, A. L. ; MENEGUELO, A. P. . BaSO4 Precipitation Impact on the Permeability of a Pressure Porous Medium. 2019. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • RODRIGUES, G. G. M. ; Pereira, T. W. C ; Rocha, S. M. S. ; SARTIM, R. ; RIBEIRO, D. C. . Estudo do escoamento de gás em um filtro de mangas de uma siderurgica. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Souza, A. T. S. ; MENEGUELO, A. P. ; RIBEIRO, D. C. ; CEVOLANI, J. T. . ABORDAGEM MATEMÁTICA E NUMÉRICA DO ESCOAMENTO BIFÁSICO EM MEIOS POROSOS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Dornelas, V. F. ; MENEGUELO, A. P. ; RIBEIRO, D. C. . Estudo do Comportamento de Emulsões do Tipo A/O. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Ferreira, C. G. ; Brito, F. ; Barcelos, K. M. ; Lira, T. S. ; RIBEIRO, D. C. . ESTUDO DA FLUIDODINÂMICA DE UM LEITO DE JORRO APLICADO A UMA MISTURA DE CASCA DE COCO E AREIA VIA ANÁLISE EXPERIMENTAL E SIMULAÇÃO POR CFD. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Araujo, M. S. ; Almeida, P. S. ; RIBEIRO, D. C. ; Lira, T. S. . Análise computacional da segregação de uma mistura de casca de cacau e areia em um leito de jorro aplicado à pirólise de biomassa. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Maciel, R. S. ; COSMO, R. P. ; Maciel, F. S. ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. ; Almeida, W. ; MARTINS, A. L. . On the Hydrodinamic Aspects of the Carbonate Scale Formation Process in High Flow Rate Wells. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Kruger, H ; Margotto, R. ; Cunha, J. ; Miranda, R. ; RIBEIRO, D. C. ; Benedito, U. M. M. ; MENEGUELO, A. P. . Chokes in Series Provide Safe Testing Operations in Wells with Abrasive Solids. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SEGANTINE, E. J. ; PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. . Estudo da Fluidodinâmica de Separadores Ciclônicos no Interior de Poços Petrolíferos Através da Técnica de CFD. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • MINETE, E. M. ; RIBEIRO, D. C. ; SAENZ, J. S. R. . Modelagem Numérica da Perda de Carga na Válvula de Pé de uma Bomba Alternativa para Poço de Petróleo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Almeida, P. S. ; Barcelos, K. M. ; RIBEIRO, D. C. ; Lira, T. S. . ANÁLISE DA FLUIDODINÂMICA DA MISTURA CASCA DE CACAU-AREIA EM LEITO DE JORRO CÔNICO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. ; NICO FILHO, G. H. ; ROMERO, O.J. . Metodologia baseada em escoamento para análise da operação de bombeio mecânico. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Barcelos, K. M. ; Almeida, P. S. ; RIBEIRO, D. C. ; Lira, T. S. . ESTUDO EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO FLUIDODINÂMICO DE MISTURAS DE AREIA E CASCA DE COCO EM LEITO DE JORRO CÔNICO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. ; SIMON, K. H. ; PEREIRA, F. A. R. ; Rocha, S. M. S. . INLET CONFIGURATION EFFECT ON FILTER BAG PERFORMANCE. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MENEGUELO, A. P. ; SILVA, C. A. M. ; GIURATTO, J. L ; ZUCATELLI, P. J. ; RIBEIRO, D. C. . STUDY ABOUT GEOLOGICAL SEQUESTRATION OF CO2 IN DEEP SALINE AQUIFERS USING SOFTWARES WITH INFORMATION RESERVOIR CHARACTERIZATION. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. ; ARAUJO, P. H. H. . Turbulent Free Surface and dispersed Phase Flow in Stirred Tank: voF and ASM Approach. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. ; COSMO, R. P. ; BARROS, W. Q. ; MARTINS, A. L. . Estudo da modelagem e simulação da incrustração carbonática. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PEREIRA, F. A. R. ; RIBEIRO, D. C. ; MARTINS, A. L. ; BARROS, W. Q. ; COSMO, R. P. ; Viana, M. C. . Estudo do efeito Flash na precipitação carbonática em poços petrolíferos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Rocha, S. M. S. ; RIBEIRO, D. C. ; PEREIRA, F. A. R. ; SIMON, K. H. ; Marques, F. B . THE STUDY OF GAS EFFLUENT INLET LAYOUT OVER PERFORMANCE OF AN INDUSTRIAL FABRIC FILTER: A CFD APPROACH. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. . CAE in Oil & Gas Applications. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • KRUGER, M. ; RIBEIRO, D. C. ; FONTES, C. E. ; ROPELATO, K. ; PAGOT, P. R. . CFD MODELING OF THE COMBUSTION GASES IN NON-PREMIXED BURNERS OF A GROUND FLARE AND THE DISPERSION OF POLLUTANTS GENERATED DURING THE PROCESS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • HUAPAYA, L. E. A. ; SILVA, L. F. F. ; SOUZA, J. Z. ; RIBEIRO, D. C. ; ANZAI, T. K. ; ROPELATO, K. ; FONTES, C. E. . Combined CFD and reactor network modeling of an industrial gas turbine combustor. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • RIBEIRO, D. C. ; ARAUJO, P. H. H. . MODELAGEM FLUIDO-DINÂMICA DE REATORES DE POLIMERIZAÇÃO: ESTUDO DE CASOS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. ; ARAUJO, P. H. H. . MODELAGEM FLUIDO-DINÂMICA DE REATORES DE POLIMERIZAÇÃO: ESTUDO DE CASOS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. . Aplicações de CFD na indútria de petróleo, gás e energia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • RIBEIRO, D. C. . Fluid-Structure Interaction using Ansys Workbench. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. . Thermal stress analysis of a gas turbine rotor using Ansys and CFX. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. ; Martinoni, W. ; HUZIWARA, W. K. ; FUSCO, J. M. ; SANTOS, C. M. . FCC Stripper cold flow CFD modeling using an Eulerian-Granular approach. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • RIBEIRO, D. C. . Equilibrium-stage separation devices design and analysis using CFD Tools: Fundamental equations and applications. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SOUZA, J. Z. ; RANGEL, L. P. ; RIBEIRO, D. C. . USE OF CFD IN THE CEMENT INDUSTRY TO IMPROVE DYNAMIC SEPARATORS EFFICIENCY. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PALADINO, E. E. ; RIBEIRO, D. C. ; REIS, M. V. ; GERALDELLI, W. O. ; BARROS, F. C. . A CFD Model for the Washing Zone in Coker Fractionators. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MARTINS, A. L. ; WALDMANN, A. T. A. ; RIBEIRO, D. C. ; MASSARANI, G. . Simulação de invasão de fluido de perfuração na rocha de reservatório de petróleo. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • RIBEIRO, D. C. ; Martinoni, W. ; Mori, M . Comportamento Hidrodinamico do Riser: abordagem da teoria cinética e forças extras. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ROSA, L. ; RIBEIRO, D. C. ; Martinoni, W. ; Mori, M . Sobre a modelagem matemática e efeitos de geometria na simulação bifásica de um riser. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • RIBEIRO, D. C. ; ANDRADE, C. T. . Características de Pectinas com Alto Teor em Grupos Galacturonato. 1995. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • RIBEIRO, D. C. ; MOCZYDLOWER, D. ; FEDER JR., A. L. . Tratamento de Efluente do Processo de Produção de PET 1997 (VI Prêmio Rhodia/Abeq).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ANZAI, T. K. ; MATTOS, A. H. L. ; FONTES, C. E. ; RIBEIRO, D. C. ; ROPELATO, K. . Modelagem e simulação da combustão dos gases não pré-misturados para um queimador e modelagem e simulação da dispersão de gases poluentes - Etapa 2. 2011.

RIBEIRO, D. C. ; FONTES, C. E. ; RANGEL, L. P. ; NOVGORODCEV, A. ; MOURA, N. . Estudo da Intercambialidade de Combustíveis em Turbinas a Gás com Dinâmica dos Fluidos Computacional. 2010.

RIBEIRO, D. C. ; SOUZA, J. Z. ; FONTES, C. E. ; COPPIETERS, A. P. ; LEITE, M. A. H. ; PAULO, C. A. S. . Modelagem e Simulação Fluidodinâmica de um Gaseificador de Biomassa. 2010.

KRUGER, M. ; RIBEIRO, D. C. ; ROPELATO, K. ; FONTES, C. E. . Modelagem e simulação da combustão dos gases não pré-misturados para um queimador e modelagem e simulação preliminar da dispersão de gases poluentes. 2010.

RIBEIRO, D. C. . Análise Numérica no Interior de um Reservatório de Oxigênio Líquido. 2009.

RIBEIRO, D. C. ; NAKAMURA, G. . Projeto de sistema de degassagem de reator hidrogenação com CFD. 2008.

RIBEIRO, D. C. ; SOUZA, J. Z. ; FONTES, C. E. ; MARTINS, A. L. ; WALDMANN, A. T. A. . Análise da deposição de partículas em uma fenda de um poço produtor de óleo. 2008.

RIBEIRO, D. C. ; PALADINO, E. E. ; HUZIWARA, W. K. ; Martinoni, W. . Desenvolvimento de um modelo de CFD para predição do escoamento em retificadores de catalisador de unidades de FCC. 2007.

KOSTETZER, L. A. ; REIS, M. V. ; RIBEIRO, D. C. . Análise de CFD do uso de brocas de perfuração com fluxo reverso. 2007.

RIBEIRO, D. C. ; PALADINO, E. E. ; GERALDELLI, W. O. . Análise fluidodinâmica do escoamento na zona de lavagem em torres fracionadoras de coque. 2005.

RIBEIRO, D. C. ; AMBROSIO, V. S. ; KRUGER, M. . ParaSim 1.0. 2004.

RIBEIRO, D. C. ; PALADINO, E. E. . CFD aplicado a projeto de decantadores sem bandeja. 2004.

MARTINS, A. L. ; WALDMANN, A. T. A. ; RIBEIRO, D. C. ; MASSARANI, G. . O PROJETO CONCEITUAL DE UM FLUIDO DE PERFURAÇÃO NÃO INVASIVO ISENTO DE SÓLIDOS. 2007.

RIBEIRO, D. C. . Estudo do comportamento de emulsões A/O na indústria de Petróleo através das abordagens: experimental, modelagem e simulação. 2016. (Relatório de pesquisa).

RIBEIRO, D. C. ; ROPELATO, K. ; OLIVEIRA JUNIOR, J. A. A. ; NOGUEIRA, E. S. ; BACCHI, R. D. A. . Análise de Escoamentos através de Dinâmica dos Fluidos Computacional. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

RIBEIRO, D. C. ; ROPELATO, K. ; OLIVEIRA JUNIOR, J. A. A. ; BACCHI, R. D. A. ; NOGUEIRA, E. S. . Análise de Escoamentos através de Dinâmica dos Fluidos Computacional. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

RIBEIRO, D. C. ; WANDERLEY, A. . Implementação de Controle Avançado em Coluna de Destilação c3/c4. 1997. (Relatório de pesquisa).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Análise do comportamento de emulsões A/O na indústria de Petróleo através das abordagens: experimental, modelagem matemática e simulação., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ana Paula Meneguelo em 29/10/2019., Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Ana Paula Meneguelo - Coordenador / Rejane de Castro Santana - Integrante / Fabio Pereira dos Santos - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.

  • 2018 - Atual

    MODELAGEM MATEMÁTICA E ESTUDO EXPERIMENTAL DO ESCOAMENTO MULTIFÁSICO EM TUBOS, Descrição: O Escoamento em tubos é essencial em qualquer área da indústria onde fluidos são transportados de um ponto a outro. Pode-se citar setores onde são essenciais tais como as indústrias de Petróleo e Gás, Sistemas Mecânicos, Química e Petroquímica, Civil. Quando se trata de escoamento onde duas ou mais fases co-existem na tubulação, os desafios são tais que ainda não foram totalmente desvendados tanto que ainda há muita pesquisa nesta área. Especificamente, o escoamento multifásico é faz parte decisiva do currículo do curso de Engenharia de Petróleo da UFES. Deste modo, este projeto tem como objetivo propor a investigação destes fenômenos em duas frentes paralelas: experimental e matemático-numérica. Na primeira frente, o desafio é projetar, adquirir e montar um loop de testes em escala de bancada para escoamento de água e ar a pressões e temperaturas ambientes. Os alunos envolvidos estarão em contato com problemas práticos do dia-dia do Engenheiro como projetar, avaliar, montar e procurar por soluções eficientes e menos custosas ao longo do processo. Este loop terá dois objetivos: ensino (já que o assunto é ementa central em curso de graduação e não há solução no mercado nacional de bancada pronta) e pesquisa (muitos fenômenos estão ainda em discussão na literatura técnico-científica). A segunda frente, tem por objetivo desenvolver código próprio para previsão de perda de carga em diferentes regimes de escoamento. Esta frente, assim como a outra, tem dois objetivos específicos: ensino (demonstrar aos alunos a importância e os desafios de se desenvolver uma ferramenta computacional) e pesquisa (os códigos disponíveis no mercado estão muito além da capacidade de investimento da Universidade e por isso, ainda há margem para desenvolvimento de novos modelos e algoritmos). Espera-se com este projeto agregar valor ao ensino de graduação e pós-graduação, pesquisa e extensão em possíveis projetos de pesquisa com empresas privadas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador / Ana Paula Meneguelo - Integrante / Lucas Henrique Pagoto Deoclecio - Integrante., Número de orientações: 2

  • 2018 - Atual

    Estudo de Métodos Físicos para Mitigação de Incrustações em Poços Petrolíferos com Contenção de Areia, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Fabio de Assis Ressel Pereira em 21/09/2018., Descrição: A presença de incrustações está quase sempre associada à perda de produção, a situações de intervenção em poços e consequentemente à redução de lucros. As perdas relacionadas à incrustação alcançaram, em escala global, a ordem de 1,4 bilhões de dólares ao ano (FRENIER; ZIAUDDIN, 2008) somente na indústria petrolífera. Atualmente no Brasil, devido as recentes descobertas em formações predominantemente carbonáticas, a incrustação inorgânica passou a ganhar destaque. De forma geral o mecanismo de geração das incrustações inorgânicas está ligado a alteração do estado de equilíbrio químico da solução. Com a precipitação de sais estes podem acumular e/ou incrustar nas paredes dos poços e de seus elementos de completação, prejudicando a produção. Com viés em sistemas de contenção de areia o presente estudo busca a sinergia de metodologias experimentais e numéricas, para predizer situações de adversidades operacionais através do melhor entendimento do fenômeno. Com este expediente pode-se inferir procedimentos paliativos ou corretivos buscando mitigar perdas de produção.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (8) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Fabio de Assis Ressel Pereira - Coordenador / Renato do Nascimento Siqueira - Integrante / Bruno Venturini Loureiro - Integrante / Edson Jose Soares - Integrante., Financiador(es): Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguêz de Mello - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2015 - 2019

    Simulação Numérica do Escoamento Líquido - Gás em S-BCSS, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Fabio de Assis Ressel Pereira em 08/10/2018., Descrição: Este projeto de pesquisa tem como objetivo modelar e simular numericamente, através da técnica de dinâmica de fluidos computacional (CFD - computational fluid dynamics), o escoamento multifásico em sistemas de bombeamento submarino do tipo S-BCSS (bombeio centrífugo submerso submarino em skid). Neste estudo será avaliada a transferência térmica do conjunto motor, selo e bomba para o fluido interno escoamento na cápsula e realizada a análise do escoamento bifásico (líquido-gás) no equipamento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Fabio de Assis Ressel Pereira - Coordenador / Oldrich Joel Romero Guzmán - Integrante., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 2

  • 2015 - 2018

    Estudo do comportamento dinâmico da incrustação de calcita em condições de poços petrolíferos., Projeto certificado pela empresa Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz em 08/10/2018., Descrição: O escopo deste projeto de pesquisa é o estudo do comportamento dinâmico da incrustação carbonática em dutos, avaliando as principais variáveis que influenciam no processo de precipitação e incrustação, a saber: os efeitos de difusão e de dispersão turbulenta no escoamento, as condições de saturação no equilíbrio químico, os fenômenos de nucleação, crescimento e aglomeração, além de efeitos externos ao fenômeno como gradientes de pressão e temperatura e a influência de campos induzidos (eletromagnéticos). Para tanto é proposto não só a abordagem experimental, mas também a modelagem e a simulação, empregando técnicas de dinâmica de fluidos computacional (CFD). Dessa forma com uma ampla compreensão do fenômeno de incrustação carbonática, objetiva-se com este projeto estender os conhecimentos gerados para o cenário operacional, com aplicações na produção de poços de petróleo. De forma complementar este projeto ainda visa estimular a cooperação entre Universidade e Empresa; direcionando desta forma os esforços de pesquisa para problemas operacionais da indústria na expectativa de contribuir com o desenvolvimento tecnológico nacional; além de participar no processo de formação de mão de obra especializada no segmento de óleo e gás.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Fabio de Assis Ressel Pereira - Coordenador / Rafael de Paula Cosmo - Integrante / José Rafael Cápua Proveti - Integrante., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Cooperação.Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    Movimentação da válvula de pé de um sistema de bombeio mecânico com hastes, Descrição: Na indústria de petróleo, a depender das características dos poços e dos fluidos produzidos alguns métodos de elevação artificial são mais indicados que outros. Na produção de óleos pesados onshore, devido à necessidade de injeção cíclica de vapor, o método de elevação artificial mais indicado é o Bombeio Mecânico com Hastes (BM). Porém quando a temperatura dos reservatórios diminui e a viscosidade do óleo aumenta esse método apresenta algumas deficiências que em alguns casos impossibilita sua continuidade operacional. Um dos componentes que apresenta problemas na bomba de fundo do BM quando operando com óleos viscosos é a válvula de pé. Normalmente, devido à dificuldade de escoamento, o diâmetro de admissão da bomba é maximizado visando uma diminuição das perdas de carga favorecendo um completo enchimento da camisa da bomba. Essa maximização na maioria das vezes causa um superdimensionamento da bomba e dos componentes de subsuperfície. Quando se combinam altas viscosidades e altas velocidades de bombeio um dos fenômenos prejudiciais ao sistema aparece que é a ?pancada de fluido?. Esse fenômeno ocorre devido ao não preenchimento completo da camisa da bomba, muitas vezes causado por esse superdimensionamento da bomba. Assim no ciclo descendente de bombeio, a válvula de passeio permanece fechada até o ponto onde encontra o nível de fluido dentro da camisa. Nesse momento ocorre uma abertura abrupta e a esfera que pode danificar a gaiola da válvula de passeio ou acabar se danificando. Outros fenômenos ocorrem na válvula de pé, dificultando o seu correto fechamento, causando assim vazamentos e ineficiência do sistema. Esse problema pode ser mitigado alterando construtivamente os componentes da válvula de pé, entre eles o diâmetro e peso da esfera. Entendendo-se os pontos de perda de carga e estagnação de pressão evita-se também outro problema causado pelo ?colamento? da esfera na sede, dificultando assim a admissão da bomba. Assim, este Projeto de Pesquisa propõe uma análise da fluidodinâmica no interior da bomba de fundo do método de elevação artificial Bombeio Mecânico. A análise é direcionada principalmente ao entendimento da movimentação na válvula de pé, um dos componentes mais importantes da bomba, e sua influência no escoamento no interior da bomba. Essa análise é importante, pois, além de ser inédita, uma vez que até o presente momento não existem evidencias na literatura de ter sido estudada, trará algumas informações como a velocidade de enchimento da camisa da bomba, pontos de perda de carga, dificuldades no fechamento e identificação de pontos de melhorias no projeto da válvula, tanto da gaiola quanto no formato da sede e esfera. O estudo utiliza como base uma bomba típica de um sistema BM, a qual mediante o software 3D CAD Inventor® pode ser digitalizada e construída uma geometria tridimensional que reflete fielmente as condições reais. Assim, o domínio continuo será dividido em pequenos elementos mediante. No domínio discretizado, o software Fluent será utilizado para resolver as equações governantes do escoamento do fluido e da movimentação da válvula de pé, considerada rígida. Adequadas condições iniciais e de contorno serão utilizadas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Gelson Heraldo Nico Filho - Integrante., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 2

  • 2014 - Atual

    FILMES FINOS PARA APLICAÇÃO EM CÉLULAS SOLARES, Descrição: O suprimento das necessidades energéticas para a sociedade atual representa uma das mais importantes metas da atualidade. Embora o petróleo seja a fonte por excelência, existe uma procura intensa por formas alternativas de suprimento de energia, uma delas é a utilização da energia solar fotovoltaica para a produção de eletricidade. A célula solar, nome com que mais comummente é identificada a célula fotovoltaica, é um dispositivo de conversão de energia luminosa incidente sobre uma camada fina de materiais semicondutores, convenientemente tratados, em eletricidade. É o conhecido efeito fotovoltaico. Aplicações deste princípio tiveram um acelerado desenvolvimento na última década, entretanto ainda esbarram no custo de fabricação que é relativamente elevado quando comparado com outras formas mais estabelecidas de produção de energia elétrica, como são a hidro-geração e a termo-geração. Visando superar esta limitação pesquisas estão em andamento procurando o aprimoramento de técnicas para a construção de células solares confiáveis, com a utilização de pouco material semicondutor e em larga escala, de tal forma a obter um dispositivo mais barato e resultando assim em energia mais competitiva no mercado. Estes estudos têm se dirigido à proposta de utilização de diferentes materiais semicondutores na forma de filmes finos e as técnicas de deposição dos mesmos. Uma forma de efetuar a deposição do fluido que contem o material semicondutor em um substrato, é mediante o processo de revestimento por extrusão, do inglês slot coating. Nesta técnica o fluido é bombeado de forma precisa e controlada no substrato que se movimenta a uma velocidade constante. A região em que o fluido contata o substrato é denominado região de deposição, sendo formada por duas superfícies livres. Na superfície livre à montante da região deposição, normalmente é aplicado um vácuo para controle da invasão de ar na linha de contato dinâmica, que é observado em situações de elevada velocidade do substrato ou de pouca vazão de alimentação do fluido. Esta condição origina um tipo de defeito que é uma limitante na utilização do método. Neste Projeto de Pesquisa propõe-se utilizar o software Fluent da familia Ansys, para efetuar a simulação numérica do processo de deposição do fluido sobre o substrato em movimento. Espera-se identificar as condições limites em que é possível obter uma espessura de filme livre de defeitos. Diversos desafios se apresentam, tais como a utilização de fluidos não-Newtonianos, algébricos inicialmente e viscoelásticos posteriormente; a modelagem utilizando suspensões, o tratamento das superfícies livres com o Fluent, dentre outros.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2014 - Atual

    MOBILIZAÇÃO DE ÓLEO RETIDO EM MICROCAVIDADES MEDIANTE INJEÇÃO DE FLUIDOS NÃO-NEWTONIANOS., Descrição: O deslocamento de petróleo contido na rocha-reservatório, provocado pela injeção de fluidos, pode ser estudado tanto na escala macroscópica quanto na microscópica. A forma macroscópica é a que ocorre em escala de campo e é a forma tradicional de estudo dos softwares de simulação de reservatórios. Na microescala é onde fenômenos relacionados com o deslocamento podem ser identificados e para sua compreensão precisam de uma abordagem diferenciada. Estes fenômenos são por exemplo o trapeamento e/ou movimentação do óleo em microcavidades ou dead ends. É nesta escala, da ordem de 100 micrometros, que o balanço das forças de capilaridade e das forças viscosas são importantes. Quando o fluido injetado tem características elásticas, como é o caso de soluções poliméricas, o balanço de forças é alterado. Neste contexto, o objetivo principal deste Projeto de Pesquisa é aprofundar os estudos referentes ao deslocamento de óleo trapeado em um micro poro mediante a injeção de fluidos não-Newtonianos, visando identificar como a alteração das propriedades do fluido injetado favorece a movimentação deste óleo. Para isto, considera-se que o comportamento do fluido injetado é governado por modelos não-Newtonianos algébricos e viscoeláticos, escoando em uma microcavidade quadrada, que representa um ?poro morto? contendo óleo. Desta forma condições semelhantes às encontradas em reservatórios de petróleo podem ser recriadas. As equações governantes são resolvidas utilizando o software FLUENT da linha Ansys.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2

  • 2013 - 2015

    Uso de Resíduos da Pesca de Camarão como Bioadsorvente para Tratamento de Efluentes Industriais, Descrição: Este projeto visa desenvolver um adsorvente a partir de casca de camarão seca, caracterizar e avaliar o processo de adsorção de corante azul de metileno e alaranjado de metila em solução aquosa, contribuindo assim para que um resíduo de grande impacto ambiental gerado pela indústria de pesca possa ter uma nova aplicação. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Sandra Mara Santana Rocha - Integrante / Marielce de Cássia Ribeiro Tosta - Coordenador / Paulo Sérgio da Silva Porto - Integrante.

  • 2012 - 2015

    Modelagem e Simulação da Precipitação e Incrustação Carbonática em Poços Petrolíferos, Descrição: A representação numérica da influência do regime de escoamento no equilíbrio e precipitação, a modelagem do crescimento dos cristais através de modelos de nucleação, a influência do gradiente de temperatura e pressão além de campos eletro-magnéticos são os principais objetos de investigação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Andre Leibsohn Martins - Integrante / Fabio de Assis Ressel Pereira - Coordenador., Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Cooperação., Número de produções C, T & A: 3

  • 2012 - 2014

    A IMPORTANCIA DA ENGENHARIA NO EQUÍLIBRIO SUSTENTÁVEL DO DESENVOLVIMENTO INDÚSTRIAL, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador / Sandra Mara Santana Rocha - Integrante / Marielce de Cássia Ribeiro Tosta - Integrante / Paulo Sérgio da Silva Porto - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Modelagem e Análise de Processos e Equipamentos via Engenharia Assistida por Computador, Descrição: A análise e a otimização de processos através da prototipagem virtual através de técnicas englobadas na Engenharia Assistida por Computador (CAE) é cada vez mais comum em todos os segmentos dos meios acadêmicos e da indústria. O principal motivo desta tendência é a redução de custos que a prototipagem virtual gera em relação aos tradicionais testes em equipamentos reais em escala. Ao invés de se investir na construção de vários cenários possíveis, pode-se utilizar técnicas CAE para se reduzir o número de experimentos. Estes seriam utilizados para validar e verificar os modelos desenvolvidos dos processos. Portanto, abrir uma linha de pesquisa que tenha como objetivo estudar processos e seus equipamentos constituintes é de relevância não somente para a indústria como para a pesquisa já que se pode aplicar as técnicas de CAE em várias escalas (industriais, piloto e bancada). Entre as técnicas CAE, destacam-se a Dinâmica dos Fluidos Computacional (CFD) e a Análise Estrutural (FEA). É possível aplicar as duas técnicas anteriores simultaneamente. Esta abordagem se chama, Interação Fluido-Estrutura (FSI). O que se busca ao se utilizar CAE é analisar é compreender como o impacto dos parâmetros de escoamento, por exemplo, influenciam sobre a operação de equipamentos e sua integridade estrutural. Além disso, as técnicas CAE permitem que o Engenheiro possa obter dados de difícil acesso como, por exemplo, a distribuição de pressão em um poço produtor de petróleo. Outro exemplo, qual o efeito da mudança de um interno de um tanque agitado sobre o padrão de escoamento e seu conseqüente efeito sobre parâmetros globais de desempenho como tempo de mistura ou taxa de conversão de reações químicas; ou ainda, como prever a erosão em partes de equipamento exposto a esse tipo de mecanismo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador., Financiador(es): Universidade Federal do Espírito Santo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 6

  • 2012 - Atual

    Filtração de Gases em Filtros de Manga, Descrição: O maior rigor apresentado pelas leias ambientais assim como com a saúde e segurança do trabalhador vem ocasionando um aumento de 20% no crescimento das indústrias de equipamento de purificação de gás. Assim o filtro de mangas que é o mais difundido dentre os equipamentos de filtração a seco tem se tornado objeto de estudo em diversos países. Porém o projeto deste equipamento depende das particularidades da mistura que será filtrada no que tange à geometria do coletor bem como ao material de construção das mangas. O advento dos computadores tem levado a um crescimento das simulações matemáticas para projetar equipamentos, diminuindo assim o tempo e o custo destes projetos. Neste contexto este trabalho será dividido em três etapas, a primeira que corresponde à construção de um equipamento de bancada para testar o comportamento de regeneração e colmatação dos meios filtrantes frente à diferentes materiais particulados estudados. Uma segunda etapa que acontecerá em paralelo à primeira, que será a aplicação das técnicas de CFD para auxiliar no projeto do melhor arranjo (geometria e material das mangas) para cada material particulado estudado. E a terceira etapa consta em construir o equipamento simulado e testá-lo de forma a ajustar o equipamento e validar a simulação numérica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Fabio de Assis Ressel Pereira - Integrante / Sandra Mara Santana Rocha - Coordenador / Monica Lopes Aguiar - Integrante., Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 2

  • 2012 - Atual

    Análise de escoamento no interior de dispositivos de separação água-óleo, Descrição: O processamento do petróleo é etapa crucial para o condicionamento de suas frações dentro dos limites exigidos pela legislação. Dentre os equipamentos que compõem as unidades de processamento de óleo aqueles destinados a quebra da emulsão formada entre o óleo e a água são os mais complexos de serem operados. Parte desta complexidade é devida a própria característica da emulsão. Entretanto, essa complexidade torna-se mais evidente na medida em que os equipamentos projetados para processar petróleo leve são utilizados para petróleo pesados ou extra-pesados. Como consequência são necessários equipamentos superdimensionados e com capacidade de separação aquém do projeto. Neste projeto de pesquisa os autores se propõem a estudar o escoamento no interior de tanques de lavagem visando identificar a ocorrência de curto-circuito e a consequente eliminação deste problema propondo-se novos layouts. Para tanto será utilizada a técnica de Fluidodinâmica computacional.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador / Ana Paula Meneguelo - Integrante., Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 3

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation , busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation , busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation , busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Nova forma de fixação da haste polida à unidade de bombeio mecânico, Descrição: A elevação artificial tem como objetivo manter reduzida a pressão de fluxo no fundo do poço, de maneira que o reservatório possa produzir o fluido a uma vazão determinada. Mais de 87 % dos poços que utilizam algum método de elevação artificial no mundo são equipados com bombeio mecânico (BM). Neste método a bomba é instalada no fundo do poço e a energia é transmitida a ela através de uma coluna de hastes, normalmente metálica. O BM, como os outros métodos, está sujeito a falhas, entretanto por ser o método mais utilizado no mundo, muitos estudos são voltados para redução destas falhas. Dentre as falhas mais comuns pode-se cita a ruptura das hastes polidas, componente localizado na parte superior da coluna hastes e que está submetida a esforços cíclicos. Esta falha interrompe a produção de petróleo de um poço, provocando prejuízos financeiros e podendo até provocar danos ambientais e comprometer a segurança das pessoas envolvidas na operação. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa busca responder a seguinte questão: é possível aumentar o tempo entre falhas da haste polida alterando a sua forma de fixação à mesa da unidade de bombeio? Para compreensão do assunto, é necessário realizar um levantamento bibliográfico a respeito dos esforços que a haste polida está submetida durante o seu ciclo de operação, da forma e do tipo do dispositivo de fixação atualmente utilizado e as recorrentes falhas ocasionadas nesse componente. Através de simulação computacional, utilizando o software SolidworksSimulation®, busca-se a determinação das geometrias dos dispositivos do sistema de fixação utilizados atualmente, as condições operacionais envolvidas, analisando os resultados de sua deformação e condição de segurança, além da analise da fadiga imposta a haste polida em situação dinâmica. A partir disso, a proposta de uma nova forma de fixação da haste polida à unidade bombeio será realizada determinando as geometrias dos dispositivos envolvidos e analisados os esforços estáticos e dinâmicos impostos a eles, além da realização de comparação, no que diz respeito a vida à fadiga, entre as duas formas de fixação (convencional e proposta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Integrante / Oldrich Joel Romero Guzmán - Coordenador / Jerônimo de Moura Junior - Integrante.

  • 2001 - Atual

    Desenvolvimento de modelos fluido-dinâmicos para aplicação em Engenharia, Descrição: Utilização e customização de software comerciais de CFD (CFX e Fluent) para aplicações na Industria do processos químicos (Óleo & Gás, Siderúrgica, Metalúrgica, Agrícola, Geração de Energia).. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Daniel da Cunha Ribeiro - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

1997

Prêmio ABEQ-Rhodia, Rhodia.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Universitário Norte do Espírito Santo, Departamento de Engenharias e Tecnologia. , Rod. BR-101 km 60, Litorâneo, 29932540 - São Mateus, ES - Brasil, Telefone: (27) 33121573, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2012 - Atual

    Universidade Federal do Espírito Santo

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 07/2016

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro Universitário Norte do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação em Energia.,Linhas de pesquisa

    • 06/2016

      Ensino, Energia, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Fundamentos de Produção e Processamento de Petróleo e Gás, Seminários em Energia

    • 04/2013

      Direção e administração, Centro Universitário Norte do Espírito Santo, Departamento de Engenharias e Tecnologia.,Cargo ou função, Membro do Núcleo de Graduação do CEUNES/UFES.

    • 06/2012

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro Universitário Norte do Espírito Santo, Departamento de Engenharia e Ciências Exatas.,Linhas de pesquisa

    • 06/2012

      Ensino, Engenharia de Petróleo, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Escoamento Multifásico, Mecânica dos Fluidos, Termofluidodinâmica

    • 08/2014 - 10/2016

      Direção e administração, Centro Universitário Norte do Espírito Santo, .,Cargo ou função, Coordenação de Curso de Engenharia de Petróleo.

  • 2010 - 2012

    Instituto ESSS

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 0

    Outras informações:
    Cursos esporádicos de capacitação em ferramentas numéricas de engenharia

    Atividades

    • 09/2010 - 02/2012

      Ensino, Análise de escoamentos através de CFD, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Escoamentos multifásicos, Escoamentos reativos, Introdução a CFD

    • 09/2001 - 02/2012

      Treinamentos ministrados , CFD, .,Treinamentos ministrados, ANSYS CFD - Modelagem Computacional de Escoamentos Multifásicos, ANSYS CFD - Modelagem Computacional de Escoamentos Reativos com ênfase em Combustão, ANSYS CFD - Modelagem Computacional de Escoamentos Turbulentos, ANSYS CFX - Introdutório, ANSYS FLUENT - Introdutório, ANSYS FLUENT - Utilizando UDF's (User Defined Function), CFD Introdutório - Teoria e Aplicações com ANSYS

  • 2002 - 2010

    Engeneering Simulation And Scientific Software

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Analista de suporte pleno, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 04/2002 - 05/2010

      Pesquisa e desenvolvimento , Engineering Simulation And Scientific Software, .,Linhas de pesquisa

    • 04/2002 - 05/2010

      Serviços técnicos especializados , Engineering Simulation And Scientific Software, .,Serviço realizado, Executar projetos na área de óleo e gás usando ferramentas de simulação numérica.

    • 04/2002 - 05/2010

      Treinamentos ministrados , Engineering Simulation And Scientific Software, .,Treinamentos ministrados, Montagem e realização de treinamentos no uso de software de engenharia e aulas teóricas em temas afins

    • 04/2002 - 05/2010

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Engineering Simulation And Scientific Software, .,Cargo ou função, Executar projetos de Consultoria em dinâmica de fluidos computacional.

  • 2010 - 2012

    TudoFlui Consultora

    Vínculo: Empresário, Enquadramento Funcional: Administrador, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Prestadora de serviços na área de CAE

  • 2010 - 2012

    TudoFlui Consultora

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Desenvolvimento de modelos de escoamento em equipamentos industriais nas mais diversas áreas. Óleo e gás, processos químicos, metalúrgico.

    Atividades

    • 05/2010 - 05/2012

      Direção e administração, Matriz, .,Cargo ou função, Consultor.

    • 05/2010 - 05/2012

      Pesquisa e desenvolvimento , Matriz, .,Linhas de pesquisa

  • 1996 - 1997

    Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 8

    Atividades

    • 08/1996 - 07/1997

      Estágios , Refinaria Duque de Caxias, .,Estágio realizado, Estágio objetivou o desenvolvimento de modelo rigoroso de uma coluna de destilação, observadores de estado, e controladores avançados de processo.

  • 1997 - 1997

    Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Vínculo: Iniciação Cientifica, Enquadramento Funcional: Outro (Iniciação cientifica), Carga horária: 20

  • 1995 - 1996

    Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Outro (Iniciação Cientifica), Carga horária: 20