Millôr Godoy Sabará

Engenheiro Florestal pela Universidade Federal de Viçosa; Mestre em Ecologia Conservação e Manejo da Vida Silvestre pela Universidade Federal de Minas Gerais e Doutor em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos. Doutorado modalidade "Sanduíche", bolsista da CAPES, no Algal Research Laboratory, University of Durham (Inglaterra), de 1996 e 1997. Orientador na Inglaterra: Dr. Brian Allan Whitton. Orientador Principal: Professor Doutor Francisco Antônio Rodrigues Barbosa, Professor Titular da UFMG, Departamento de Biologia Geral/ICB. Engenheiro de Meio-Ambiente da ACESITA ENERGÈTICA e ACESITA (Atual APERAM) Responsável Técnico pelo Projeto de Mata Ciliar da USIMINAS S.A, projeto vencedor de dois Prêmios Nacionais (CNI e Furnas Centrais Elétricas) .Idealizou, estabeleceu, Coordenou e foi Professor Titular do Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental do UNILESTE-MG. Na instituição, ministrou disciplinas de Gestão Ambiental (Graduação em Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica), Ecologia Geral e Fisiologia Vegetal (Graduação em Ciências Biológicas); Limnologia Aplicada à Engenharia Sanitária e Ambiental, Gerenciamento e Manejo de Bacias Hidrográficas no Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, e Ecologia da Paisagem para Graduação em Arquitetura. No Lato Sensu, Coordenou Cursos de Especialização em Engenharia Sanitária e Ambiental, em convênio com o Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFMG, ministrando a disciplina Qualidade e usos da água. Ministrou Saneamento e Ambiente no Curso de Especialização em Geografia. Ainda no UNILESTE, foi professor orientador do Mestrado em Engenharia Industrial (Linha de Pesquisa em Avaliação e Mitigação de Impactos Ambientais) nas disciplinas Qualidade e Usos da Água; Biogeoquímica de Contaminantes e Fundamentos de Amostragem em Rios, lagos e Represas. Idealizou, implantou e coordenou o Laboratório de Pesquisas Ambientais do UNILESTE-MG, entre outubro de 2001 e março de 2009. O laboratório formou um doutor (co-orientação com a UFV), 10 mestres e abrigou dezenas projetos de Iniciação Científica e Pesquisa com bolsas da FAPEMIG, CAPES, CNPq, além de empresas privadas (CENIBRA S/A , Vallourec & Mannesmann Florestal LTDA) , COPASA e Instituto Gestor de Águas de Minas Gerais - IGAM. É ex-Membro do Conselho Consultivo do Parque Estadual do Rio Doce (Instituto Estadual de Florestas, IEF-MG), Ex- Membro Titular do Comitê da Bacia Hidrográfica do rio Piracicaba, Leste de Minas Gerais; ex-Membro Titular do COPAM Leste de Minas. Consultor da USIMINAS S.A. COPASA S.A.; Vallourec e Mannesmann Florestal e CENIBRA S.A. para reabilitação de áreas degradadas e avaliação de impactos de reflorestamento sobre recursos hídricos superficiais. Tem em impactos e controle de fontes difusas, rios de menor ordem, biomonitoramento de rios, Áreas Alagadas Construídas para tratamento de fontes pontuais e difusas e gerenciamento de bacias hidrográficas rurais, peri-urbanas e urbanas. É avaliador de cursos de graduação de Engenharia e Ciências Biológicas, capacitado pelo INEP. Atualmente é Professor da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Dedicação Exclusiva, 40h, no Campus de João Monlevade, Curso de Engenharia Ambiental. Foi Assessor Titular da Câmara de Recursos Naturais e Tecnologia Ambiental (CRA) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - FAPEMIG, entre 2010 e 2014. É Revisor de Periódicos em Ciências Biológicas (Botânica) e Engenharia Agrícola e Ambiental, Analytical Methods (RSC) e RSC Advances. Orientador Credenciado de Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Ciência do Solo), da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - Campus de Jaboticabal

Informações coletadas do Lattes em 30/04/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Ecologia e Recursos Naturais

1995 - 1999

Universidade Federal de São Carlos
Título: Comparação Ecológica de Rios de Menor Ordem Drenando Bacias Cobertas Por Plantios Agrícolas, Pastagens e Plantios de Eucalyptus grandis Na Região do Médio Rio Doce (MG).
Orientador: em Durham University ( Brian Allan Whitton)
com Francisco Antônio Rodrigues Barbosa. Coorientador: Brian Allan Whitton. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Avaliação de Impactos; Eucalyptus; Fontes difusas; PERIFÍTON; rios de menor ordem; Química de águas naturais. Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal. Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Pesca, Aqüicultura e Maricultura.

Mestrado em Ecologia (Conservação e Manejo da Vida Silvestre)

1991 - 1994

Universidade Federal de Minas Gerais
Título: Avaliação do Impacto do Plantio de Eucalyptus Grandis sobre dois lagos naturais do sistema do médio rio Doce : propostas de mitigaçã e manejo.,Ano de Obtenção: 1994
Orientador: Francisco Antônio Rodrigues Barbosa
Palavras-chave: lagos; Eucalyptus; Impactos de silvicultura; sedimentação; Fitoplâncton; material alôctone. Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Silvicultura / Especialidade: Florestamento e Reflorestamento. Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Pesca, Aqüicultura e Maricultura; Produção Vegetal.

Graduação em Engenharia Florestal

1983 - 1987

Universidade Federal de Viçosa

Formação complementar

1996 - 1997

Doutorado Sanduiche Algal Reaserch Laboratory. , Universitu Of Durham, UOD, Inglaterra.

1996 - 1996

Algal Trainning Course. , Universitu Of Durham, UOD, Inglaterra.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas/Especialidade: Limnologia.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Hidrologia Florestal.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.

Organização de eventos

SABARÁ, M. G. ; Silva, A. M. Z ; Pereira, T. T. C. . 1ª Jornada Científica da UEMG, Campus de Frutal. 2014. (Outro).

SABARÁ, M. G. ; QUARESMA, Vitor Rodrigo Araújo ; PIGNATON, R. ; VIEIRA, Paulo de Castro ; BRITES, F. ; COTA, V. O. ; GARÇÃO, F. ; LIMA, Andessa Rocha . III ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA AMBIENTAL. 2005. (Outro).

SABARÁ, M. G. ; Barbosa, M. T. ; MARIANI, M. E. ; Chaves, I. O. ; TIBURCIO, I. H. ; PEREIRA, R. M. . V SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNILESTE-MG. 2003. (Outro).

Participação em eventos

17º Seminário de Pesquisa e Extensão.: RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇO DE SAÚDE: ORIENTAÇÃO AMBIENTAL AOS SERVIDORES E PROFISSIONAIS DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE , MG. 2015. (Seminário).

SEMINÁRIO DE ENGENHARIA AMBIENTAL DE ITABIRA.Impacto Ambientais da Mineração. 2015. (Seminário).

VI Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental. APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS E ÁGUAS CINZAS NO AMBIENTE DOMÉSTICO. 2015. (Congresso).

16º Seminário de Pesquisa e Extensão da UEMG.AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DA PASTEURIZAÇÃO E DA REMOÇÃO DE FÓSFORO EM EFLUENTES DE LATICÍNIO ATRAVÉS DA ATIVIDADE DE FOSFATASES (FRUTAL, MG): RESULTADOS PRELIMINARES. 2014. (Seminário).

I JORNADA CIENTÍFICA UEMG FRUTAL.MONITORAMENTO DE ÁGUA EM ÁREAS DE Eucalyptus NO CERRADO. 2014. (Simpósio).

I JORNADA CIENTÍFICA UEMG FRUTAL.SITUAÇÃO SÓCIO ECONÔMICA DO CERRADO. 2014. (Simpósio).

3ª Semana da UEMG - Universidade do Estado de Minas Gerais.INFLUÊNCIA DA AGROPECUÁRIA E PLANTIOS DE EUCALYPTOS SOBRE A QUALIDADE DE ÁGUAS SUPERFICIAIS. 2013. (Simpósio).

3ª Semana da UEMG - Universidade do Estado de Minas Gerais.Uma breve análise de Khun T. "The Structure of cientific revolutions".. 2013. (Simpósio).

IV WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM BACIAS HIDROGRÁFICAS.VARIAÇÕES ESPACIAIS E SAZONAIS DO ESTADO TRÓFICO NO POTAMAL DO RIO PIRACICABA, VALE DO AÇO, LESTE DE MINAS GERAIS. 2013. (Oficina).

IV WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM BACIAS HIDROGRÁFICAS.VARIAÇÕES ESPACIAIS E SAZONAIS DO ESTADO TRÓFICO NO POTAMAL DO RIO PIRACICABA, VALE DO AÇO, LESTE DE MINAS GERAIS.. 2013. (Oficina).

IV WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM BACIAS HIDROGRÁFICAS.VAZÂO E CONCENTRAÇÔES DE N e P EM RIOS DE MENOR ORDEM DRENANDO Eucalyptus E CERRADO DEGRADADO NOS VALES DO RIO SÃO FRANCISCO E JEQUITINHONHA, MG.. 2013. (Oficina).

XV SILUBESA.TEOR DE FóSFORO E NITROGêNIO NO RIO PIRACICABA, MINAS GERAIS. 2012. (Simpósio).

Workshop de Monitoramentos da V&M Florestal.Saúde Ecológica e Integridade Biótica de rios de Menor Ordem Drenando Plantios de Eucalyptus da V&M Florestal.. 2011. (Oficina).

XXXI ENCONTRO REGIONAL DE BOTÂNICOS -ERBOT.USO DE ALGAS PARA MONITORAMENTO DA QUALIDADE DE ÁGUAS. 2011. (Encontro).

11ª SEMANA DEINICIAÇÃO CIENTÍFICA E 2ª DE EXTENSÃO - UNILESTE., 2010..DIAGNÓSTICO AMBIENTAL PRELIMINAR DE ÁGUAS SUPERFICIAIS EM ÁREAS DE DRENAGEM DE EUCALYPTUS SPP. NA REGIÃO DO ALTO E MÉDIO RIO SÃO FRANCISCO MG. (2009-2011). 2010. (Seminário).

50o Congresso Brasileiro de Química. 338 - COMPARAÇÃO HIDROQUÍMICA DE ÁGUAS SUPERFICIAIS EM ÁREAS DE DRENAGEM DE EUCALYPTUS SPP E DE CERRADO ANTROPIZADO SITUA-DOS EM MICROBACIAS DO ALTO E MÉDIO SÃO FRANCISCO-MG. RESULTADO PRELIMINAR. 2010. (Congresso).

XI Semana de Iniciação Científica e II Semana de Extensão do UNILESTE-MG.DIAGNÓSTICO AMBIENTAL PRELIMINAR DE ÁGUAS SUPERFICIAIS EM ÁREAS DE DRENAGEM DE EUCALYPTUS SPP. NAS REGIÕES DO ALTO E MÉDIO SÃO FRANCISCO, MG. 2010. (Encontro).

I Semana Integrada de Filosofia e História.A Crise Ambiental Global e as Perpectivas para o Século. 2009. (Oficina).

XII Congresso Brasileiro de Limnologia. Programa de monitoramento ambiental de águas superficiais da V&M Florestal Ltda: resultados preliminares.. 2009. (Congresso).

CBA 2008 - XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE AUTOMÁTICA. PREDIÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DOS ÍONS Fe3+, NO3- E NO2- NO RIBEIRÃO IPANEMA EMPREGANDO-SE REDES NEURAIS. 2008. (Congresso).

Dia do Químico.Métodos de Análise de Água. 2008. (Encontro).

II SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO SUL-SUDESTE. AVALIAÇÃO DA RELAÇÃO NITROGÊNIO - CIANOBACTÉRIAS COMO BIOINDICADOR DE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁGUAS DRENANDO PLANTIOS DE EUCALYPTUS SPP: ESTUDO DE CASO EM DOIS RIOS DE MENOR NO MÉDIO RIO DOCE (M.G.). 2008. (Congresso).

Prêmio Millôr Sabará.Premiação de trabalhos de Iniciação Científica.. 2008. (Outra).

Simpósio de Ambientes Sustentáveis.Economia e Preservação: Impacto da Silvicultura na Região de Belo Oriente. 2008. (Simpósio).

24o Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. IV-077 Levantamento das Potencialidades de Utilização do Aquatox na Predição de Qualidade de Água do Ribeirão Ipanema.. 2007. (Congresso).

3º Fórum das Águas do Rio Doce..Sustentabilidade hidrológica de plantios de Eucalyptus: uma estratégia de reabilitação ambiental da bacia do rio DOce.. 2007. (Encontro).

I Seminário Jovens lideranças ambientais.Mata Ciliar. Iniciativa de Proteção ao Piracicaba. 2007. (Seminário).

Sexto Fórum das Águas para o Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais.O Papel dos Usuários e dos Municípios na Gestão das Águas. 2007. (Outra).

VIII SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNILESTE.CICLO DO FÓSFORO EM UMA MICROBACIA HIDROGRÁFICA: O USO DE BIOMONITORES PARA SUA AVALIAÇÃO. 2007. (Outra).

VIII Semana de Iniciação Científica do UNILESTE-MG.Quantidade e Qualidade de Águas em Cerrado e áreas de Plantio de Eucalyptus. 2007. (Outra).

VII SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNILESTE.ÍNDICE DE ESTADO TRÓFICO DO RIO PIRACICABA, M.G., ENTRE OS MUNICÍPIOS DE TIMÓTEO E CORONEL FABRICIANO.. 2007. (Oficina).

XI Congresso Brasileiro de Limnologia. Biomonitoramento de águas Superficiais Em Plantios Florestais da CNIBRA S.A.. 2007. (Congresso).

II Simpósio Mineiro de Engenharia Ambiental.Resultados preliminares de um estudo de poluição no Ribeirão do Turvo antes de sua entrada no Parque Estadual do Rio Doce MG. 2006. (Simpósio).

SEMINÁRIO SÓCIO-AMBIENTAL DA BACIA DO RIO PIRACICABA.CONDIÇÕES HIDROLÓGICAS E DE CONSERVAÇÃO DO SOLO NA BACIA DO RIO PIRACICABA-MG.. 2006. (Seminário).

VII SEMANA CIENTÍFICA DO UNILESTE.MONITORAMENTO DE VARIÁVEIS LIMNOLÓGICAS EM MICROBACIAS PLANTADAS COM EUCALYPTUS E PASTAGEM, NA REGIÃO DO MÉDIO RIO DOCE, MG.. 2006. (Outra).

WORKSHOP AMBIENTAL DO VALE DO AÇO..AMOSTRAGEM DE RIOS E LAGOS. 2006. (Oficina).

WorkShop Flora, Fauna e Águas em Áreas de Reflorestamento.WorkShop Flora, Fauna e Águas em áreas de Reflorestamento. 2006. (Oficina).

1º Seminário de Proteção Ambiental da Bacia do Rio Doce.O Potencial Técnico do Unileste/MG em serviços de Controle Ambiental - Dr. Millôr Godoy Sabará. 2005. (Encontro).

X Congresso Brasileiro de Limnologia. Monitoramento Espacial e Temporal de algumas variáveis limnológicas após o programa de despoluição do Ribeirão Ipanema, Ipatinga, MG. 2005. (Congresso).

Eucalipto: Mitos e Verdades.Seminário TécnicoO Impacto Ambiental do Eucalipto: Mitos e Verdades. 2004. (Simpósio).

IV ENEEAMB - Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Ambiental.Avaliação dos impactos do Plantio de Eucalyptus da V&M Florestal sobre a quantidade e qualidade de águas Superficiais. 2004. (Encontro).

Segunda Reunião Técnica Promab/ReMaM. 2004. (Outra).

II Seminário Nacional Plantações Florestais.Impactos do Eucalyptus sobre a qualidade e quantidade da água. 2003. (Seminário).

IX CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA. ENVIO DE TRABALHO AO IX CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA. 2003. (Congresso).

VI Congresso Brasileiro de Limnologia. Variações Espaciais e Temporais da Diversidade Fitoplanctônica em dois lagos naturais com bacias de captação cobertas por Eucalyptus spp e mata secundária. 1997. (Congresso).

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA. TAXAS DE SEDIMENTAÇÃO E ASSOREAMENTO POTENCIAL EM DOIS LAGOS NATURAIS COM BACIAS DE CAPTAÇÃO COBERTAS POR EUCALYPTUS SPP E MATA ATLÂNTICA SECUNDÁRIA.. 1997. (Congresso).

Participação em bancas

Aluno: Vera Lúcia Da Silva Farias

Martins Filho, M. V.; Furlani, C. E. A.;SABARÁ, M. G.. Qualidade de Água e Concentração de Nutrientes em Enxurradas Entre Sulcos.. 2013. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciência do Solo)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Aluno: Kívia Carolina Fonseca Campos Gomes

Gomes, K. C. F. C.;SABARÁ, M. G.. APLICAÇÃO DA TÉCNICA DE IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS NO ESTUDO DA RELAÇÃO ENTRE PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA E VAZÃO DE DUAS MICROBACIAS NA REGIÃO DO RIO DOCE. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Josiany Gabriela de Brito

BRITO, J. G.; HELENO, G. V. H.;SABARÁ, M. G.. LAGOA DOURADA (PARAOPEBA-MG): CARACTERIZAÇÃO LIMNOLOGICA E AVALIAÇÃO DA EXPANSÃO DE MACRÓFITAS POR SENSORIAMENTO REMOTO. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Marisa Ferreira Alves Gandra

GANDRA, M. F. A.; HELENO, G. V. H.; SABARA, M. G.; ANDRADE, H. B.; GOMES, L. N. L.;SABARÁ, M. G.. QUALIDADE DE ÁGUAS E SEDIMENTOS EM RIOS DE PEQUENA ORDEM DRENANDO Eucalyptus E CERRADO ANTROPIZADO NO ALTO E MÉDIO RIO SÃO FRANCISCO E ALTO JEQUITINHONHA, MG. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: ALICE ARANTES CARBEIRO

Carneiro, A. A.; MILLÔR GODOY SABARÁ;SABARÁ, M. G.. QUALIDADE ECOLÓGICA DE RIOS DE MENOR ORDEM EM MICROBACIAS DRENANDO PLANTIOS DE EUCALYPTUS E AGROPECUÁRIA EXTENSIVA, NO BAIXO RIO SÃO FRANCISCO (MG). QUALIDADE ECOLÓGICA DE RIOS DE MENOR ORDEM EM MICROBACIAS DRENANDO PLANTIOS DE EUCALYPTUS E AGROPECUÁRIA EXTENSIVA, NO BAIXO RIO SÃO FRANCISCO (MG). QUALIDADE ECOLÓGICA DE RIOS DE MENOR ORDEM EM MICROBACIAS DRENANDO PLANTIOS DE EUCALYPTUS E AGROP. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Tiago Marcel Oliveira

SABARÁ, M. G.; Panarelli, Eliana Aparecida; Veado, M. A. R. V. COMPARAÇÃO ENTRE A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DAS ÁGUAS DE TRÊS CÓRREGOS URBANOS NA REGIÃO DO VALE DO AÇO (MG), COM DIFERENTES NÍVEIS DE SANEAMENTO AMBIENTAL, DURANTE O PERÍODO DE CHUVAS. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Sebastião Tomas Carvalho

SABARÁ, M. G.; Heleno, Gabriela von Ruckert; Souza, Maurício Novaes. AVALIAÇÃO DO USO DE ÁREAS CONSTRUÍDAS DE SUPERFÍCIE ALAGADA LIVRE (SAL) PARA TRATAMENTO DE EFLUENTES SUPERFICIAIS DE PÁTIOS DE COMPOSTAGEM DA INDÚSTRIA DE CELULOSE.. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Paulo de Castro Vieira

SPERLING, Marcos Von;SABARÁ, M. G.; NASCIMENTO, N.; SEIDL, M.. Qualidade da água em tempo seco e durante eventos de chuvas em uma microbacia urbanizada no município de Belo Horizonte.. 2008. Dissertação (Mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Alex Aderson Ferreira Costa

Veado, M. A. R. V; Oliveira, A. H.; Faria, H. H.;SABARÁ, M. G.. USO DA COMUNIDADE EPIFÍTICA TERRESTRE PARA BIOMONITORAR A POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA NA REGIÃO DO VALE DO AÇO, M.G.. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Engenharia Industrial) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Ronaldo Neves Ribeiro

Costa, A. O. S; Park, S. W.;Costa, E. F.; Teixeira, R. A.;SABARÁ, M. G.. UTILIZAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS E TECNOLOGIA FT-NIR PARA PREDIÇÃO DO NÚMERO KAPPA EM UM PROCESSO KRAFT DE COZIMENTO DE MADEIRA EM INDÚSTRIA DE CELULOSE.. 2007. Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: ALINE CRISTINA PEREIRA SOUSA DE CAUX

BARBOSA, F. A. R.SABARÁ, M. G.; Veado, M. A. R. V; Costa, A. O. S. ASPECTOS ECOLÓGICOS DE UM CÓRREGO URBANO ANTES E APÓS PROGRAMA DE REMOÇÃO DE FONTES PONTUAIS DE POLUIÇÃO.. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Marluce Teixeira de Andrade Queiroz

SABARÁ, M. G.; LATINI, Anderson de Oliveira; VEADO, Adelaide. Bioacumulação de metais pesados em peixes no rio Piracicaba, M.G.. 2006. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Engenharia Industrial) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Alexania Gomes de Castro

SABARÁ, M. G.; SPERLING, Eduardo Von; SPERLING, Marcos Von; SILVA, Silvania de Queiroz. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DE UMA REPRESA DO SEMI-ÁRIDO PARA ABASTECIMENTO URBANO. 2005. Dissertação (Mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Alexandro Gomes Facco

SABARÁ, M. G.; LEITE, F. P.; RIBEIRO, A.; PRUSKI, F. F.. MODELAGEM E SIMULAÇÃO DO BALANÇO HÍDRICO EM MICROCAIS HIDROGRÁFICAS COM FLORESTAS PLANTADAS DE EUCALIPTO: INFLUÊNCIA DAS DIFERENTES FACES DE EXPOSIÇÃO E GRAUS DE INCLINAÇÃO DO TERRENO. 2008. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Meteorologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Fabio da Cunha Garcia

SABARÁ, M. G.. Estudos ecológicos da cianobactéria Cylindropermopsis raciborskii (Woloszynka) Seenaya et Subba Raju no lago Dom Helvécio, Parque Estadual do Rio Doce, Minas Gerais, Brasil. 2007. Tese (Doutorado em Ecologia (Conservação e Manejo da Vida Silvestre)) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Marcelo Costa e Silva

SILVA, M. C.; MONTE-MOR, R. C. A.; SERRA-NEGRA, C. A.; PARANHOS, R. M. V. P.;SABARÁ, M. G.. Quantificação de gastos para reabilitação de ecossistema ripário. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Ariele Elena Rodrigues

SABARÁ, M. G.; NEGRA, Carlos Alberto Serra; Cardozo, M.. Avaliação da Concentração de Fósforo e Nitrogênio no rio Piracicaba próximo ao Lixão. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Flávia Veronese de Faria Tavares

SABARÁ, M. G.; NEGRA, Carlos Alberto Serra. Avaliação da eficiência do tratamento dos esgotos afluentes a ETE Ipanema, Ipatinga, MG,. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Aluno: Paulo de Castro Vieira

SABARÁ, M. G.; NEGRA, Carlos Alberto Serra. Qualidade ambiental do ribeirão Ouro Branco e do lago Soledade, município de Ouro Branco MG, baseado no estado trófico da água. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais.

Silva, D. D.; PAZ, V. P. S.; Nalini Júnior, H. A.; Ferreira, M. A.;SABARÁ, M. G.; Andrade, N. J.; GRIEBELER, N. P.; CECILIO, R. A.; MELLONI, R.; CAMPOS, T. A.. Comissão de Julgamento de Propostas Apresentadas ao Edital FAPEMIG 11/2013 - EMBRAPA FAPEMIG. 2013. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.

DINIZ, A. M. A.; Nalini Júnior, H. A.; NUNES, Y. R. F.; MATTA, F. M.; SILVEIRA, F. A.; CAMBRAIA, J.; LOUZADA, J. N. C.; SOUZA, M. N.;SABARÁ, M. G.; OLIVEIRA, P. E. A. M.; LOBATO, L. M.. ASSESSOR CIENTÍFICO CRA /FAPEMIG. 2013. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.

SABARÁ, M. G.; NUNES, Y. R. F.; CARNEIRO, M. A.; MATTA, F. M.; SILVEIRA, F. A.; CAMBRAIA, J.; LOUZADA, J. N. C.; LOBATO, L. M.; SOUZA, M. N.; DINIZ, A. M. A.; OLIVEIRA, P. E. A. M.. ASSESSOR CIENTÍFICO CRA /FAPEMIG. 2012. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.

AZEVEDO, A. A.; BERG, E. V. D.; LOBATO, L. M.; SOUZA, M. N.;SABARÁ, M. G.; OLIVEIRA, P. E. A. M.; RIBEIRO, C. A. A. S.; PEREIRA, M. H.; CAMBRAIA, J.; SCHOEREDER, J. H.. ASSESSOR CIENTÍFICO CRA /FAPEMIG. 2011. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.

Panarelli, Eliana Aparecida; FUJITA, A.;SABARÁ, M. G.. 12o Seminário de Iniciação Científica e Extensão da UEMG. 2010. Universidade do Estado de Minas Gerais.

AZEVEDO, A. A.; SPERLING, Eduardo Von; LOBATO, L. M.; OLIVEIRA, P. E. A. M.; RIBEIRO, C. A. A. S.;SABARÁ, M. G.; SCHOEREDER, J. H.; SOUZA, M. N.; PEREIRA, M. H.; LOUZADA, J. N. C.. ASSESSOR CIENTÍFICO CRA /FAPEMIG. 2010. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.

RIBEIRO, A.; PRUSKI, F. F.;SABARÁ, M. G.; SILVA, W. C. M.; SILVA, M. P.. Exame de Qualificação: Modelagem e simulação do desenvolvimento do Eucalyptus na bacia do rio Doce,MG: influência das diferentes faces de exposição e graus de inclinação.. 2008. Universidade Federal de Viçosa.

Comissão julgadora das bancas

Francisco Antonio Rodrigues Barbosa

BARBOSA, F. A. R.ESTEVES, F. A.; LEMOS FILHO, J. P.. Avaliação dos impactos do plantio de Eucalyptus spp sobre dois lagos naturais no médio Rio Doce-MG: propostas de mitigação e manejo.. 1994. Dissertação (Mestrado em Ecologia (Conservação e Manejo da Vida Silvestre)) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Francisco Antonio Rodrigues Barbosa

BARBOSA, F. A. R.; LIMA, W. P.;HENRY, RaoulTUNDISI, J. G.; SANTOS, J. E.. Comparação ecológica entre rios de menor ordem, drenando bacias cobertas por plantios agrícolas, pastagens e plantios de Eucalyptus grandis, na região do médio Rio Doce, MG. 1999. Tese (Doutorado em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Federal de São Carlos.

Orientou

Vera Lúcia Da Silva Farias

Perdas de solo e fósforo em diferentes porcentagens de cobertura do solo com restos da cultura de Cana-de-Açúcar; Início: 2013; Tese (Doutorado em Agronomia (Ciência do Solo)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; (Coorientador);

Layane Albina

Avaliação da Sustentabilidade Ambiental do Setor Sucro-Alcooleiro no Município de Frutal; Início: 2014; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) - Universidade do Estado de Minas Gerais; (Orientador);

Aline Vieira Bernarde

Avaliação da efetividade da pasteurização e da remoção de fósforo em efluentes de laticínio através da atividade de fosfatases (Frutal, MG); Início: 2014; Iniciação científica (Graduando em Produção Sucroalcooleira) - Universidade do Estado de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; (Orientador);

Alice Arantes Carneiro

QUALIDADE ECOLÓGICA DE RIOS DE MENOR ORDEM EM MICROBACIAS DRENANDO PLANTIOS DE EUCALYPTUS E AGROPECUÁRIA EXTENSIVA, NO BAIXO RIO SÃO FRANCISCO (MG); ; 2012; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais,; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Josiany Gabriela de Brito

Lagoa Dourada (Paraopeba-MG): Caracterização limnológica e avaliação da expansão de macrófitas por sensoriamento remoto"; ; 2012; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Vallourec & Mannesmann Florestal LTDA; Coorientador: Millôr Godoy Sabará;

Marisa Ferreira Alves Gandra

QUALIDADE DE ÁGUAS E SEDIMENTOS EM RIOS DE PEQUENA ORDEM DRENANDO Eucalyptus E CERRADO ANTROPIZADO NO ALTO E MÉDIO RIO SÃO FRANCISCO E ALTO JEQUITINHONHA, MG; 2012; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Vallourec & Mannesmann Florestal LTDA; Coorientador: Millôr Godoy Sabará;

Tiago Marcel Oliveira

COMPARAÇÃO ENTRE A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DAS ÁGUAS DE TRÊS CÓRREGOS URBANOS NA REGIÃO DO VALE DO AÇO (MG), COM DIFERENTES NÍVEIS DE SANEAMENTO AMBIENTAL, DURANTE O PERÍODO DE CHUVAS; 2010; Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais,; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Sebastião Tomas Carvalho

AVALIAÇÃO DO USO DE ÁREAS CONSTRUÍDAS DE SUPERFÍCIE ALAGADA LIVRE (SAL) PARA TRATAMENTO DE EFLUENTES SUPERFICIAIS DE PÁTIOS DE COMPOSTAGEM DA INDÚSTRIA DE CELULOSE; ; 2010; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Industrial (MEI)) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais,; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Monaliza Torrezani

AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES, FONTES, INTERAÇÕES BIÓTICAS, FORMAS E TAXAS DE EXPORTAÇÃO DE NITROGÊNIO ORGÂNICO E INORGÂNICO, DISSOLVIDO E PARTICULADO, EM DOIS RIOS DE MENOR ORDEM COM ELEVADA VARIAÇÃO NA VAZÃO, DRENANDO MICRO-BACIAS PLANTADAS COM Eucalyptus NA REGIÃO DO MÉDIO RIO DOCE, MG; 2008; 0 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Engenharia Industrial) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Andessa Rocha Lima

TRANSFORMAÇÕES DAS FORMAS DO FÓSFORO EM ECOSSISTEMAS LÓTICOS: ESTUDO DE CASO EM DUAS NASCENTES NA REGIÃO DO MÉDIO RIO DOCE (MG), UTILIZADAS PARA PLANTIO DE EUCALYPTUS; 2008; 0 f; Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Engenharia Industrial) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

ALINE CRISTINA PEREIRA SOUSA DE CAUX

ASPECTOS ECOLÓGICOS DE UM CÓRREGO URBANO ANTES E APÓS PROGRAMA DE REMOÇÃO DE FONTES PONTUAIS DE POLUIÇÃO; 2007; Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais,; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Luiz Francisco Belini

CONCENTRAÇÃO DE METAIS-PESADOS, NITROGÊNIO E FÓSFORO EM CINCO ESPÉCIES DE MACRÓFITAS NA ZONA LITORÂNEA DA LAGOA SILVANA (CARATINGA, MG), EM RELAÇÃO À COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA ÁGUA E SEDIMENTOS; ; 2007; Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais,; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Alexandro Gomes Faccco

MODELAGEM E SIMULAÇÃO DO BALANÇO HÍDRICO EM MICROCAIS HIDROGRÁFICAS COM FLORESTAS PLANTADAS DE EUCALIPTO: INFLUÊNCIA DAS DIFERENTES FACES DE EXPOSIÇÃO E GRAUS DE INCLINAÇÃO DO TERRENO; ; 2008; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Meteorologia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa,; Coorientador: Millôr Godoy Sabará;

Selena Lopes Carvalho

Avaliação Ecológica da Urbanização na Bacia Hidrográfica do Ribeirão Ipanema, Ipatinga-MG; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Daniel Mafra Braga

Açao do ecossistema do Parque Estadual do Rio Doce na Autodepuração do Ribeirão do Turvo, Município de Marliéria, MG; ; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Paulo de Castro Vieira

Qualidade Ambiental do Ribeirão Ouro Branco e do Lago Soledade, Município de Ouro Branco, M; G; ; 2006; 50 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Sheilla Cristina Cotta

Aspectos da Diversidade e Ecologia das Cianobactérias de Relevância para a Engenharia Sanitária e Ambiental; ; 2006; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

ELIZABETH Castro Santos

Monitoramento da efetividade do programa de saneamento ambiental do ribeirão Ipanema; ; 2005; 68 f; Trabalho de Conclusão de Curso - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Instituto Mineiro de Gestão das Águas; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Julimar Cosme da Silva

Comparação entre a resolução CONAMA 20/86 e CONAMA 375/05; 2005; 130 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Vitor Rodrigo Araújo Quaresma

Avaliação dos efeitos das principais ações antrópicas na bacia do rio Piracicaba; 2005; 44 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Flávia Veeronese de Faria Tavares

AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE CARBONO, NITROGÊNIO E FÓSFORO ORGÂNICOS DA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS - IPANEMA, DA CIDADE DE IPATINGA, M; G; ; 2005; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Plinio Storck Gonçalves

ÍNDICE DE ESTADO TRÓFICO DO RIO PIRACICABA (MG), ENTRE OS MUNICÍPIOS DE TIMÓTEO E CORONEL FABRICIANO NO ANO DE 2007; 2008; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Cíntia de Castro Garcia

Biomonitoramento de Águas Superficiais em Plantios Florestais da CENIBRA S/A; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Celulose Nipo-Brasileira S/A; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Marcelino Gonçalves Barbosa

Biomonitoramento de Águas Superficiais em Plantios Florestais da CENIBRA S/A; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Celulose Nipo-Brasileira S/A; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Breno Sales Caldeira Brant

Biomonitoramento de Águas Superficiais em Plantios Florestais da CENIBRA S/A; ; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Celulose Nipo-Brasileira S/A; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Priscilla Ferreira

MONITORAMENTO SAZONAL DA CARGA DE FÓSFORO, NITROGÊNIO E COLIFORMES TOTAIS DO RIBEIRÃO DO TURVO NA ENTRADA DO PARQUE ESTADUAL DO RIO DOCE-MG; ; 2006; 40 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Bruno César Silva de Oliveira

Avaliação das correlações entre a vazão e a concentração de fósforo e nitrogênio em bacias agrícolas e florestais; 2006; 40 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação Geraldo Perlingeiro de Abreu; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Marcelino Gonçalves Barbosa

Monitoramento de variáveis limnológicas em microbacias plantadas com Eucalyptus e pastagens, na região do médio rio Doce - MG; 2006; 20 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Celulose Nipo Brasileira S/A; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Cleisiane de Souza Lima

Avaliação Sazonal da Carga de Fósforo e Nitrogênio Totais no Ribeirão do Turvo, antes de sua entrada no Parque Estadual do Rio Doce, Município de Marliéria, MG; ; 2006; 38 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Samuel Evangelista

Avaliação das correlações de fósforo e nitrogênio em bacias agrícolas e Florestais; 2006; 36 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação Geraldo Perlingeiro de Abreu; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Danielle de Souza Ferreira

AVALIAÇÃO SAZONAL DA CARGA DE FÓSFORO E NITROGÊNIO TOTAIS NO RIBEIRÃO DO TURVO, ANTES DE SUA ENTRADA NO PARQUE ESTADUAL DO RIO DOCE, MUNICÍPIO DE MARLIÉRIA, MG; ; 2006; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Flávia Veeronese de Faria Tavares

PROGRAMA DE MONITORAMENTO DOS EFEITOS DAS ATIVIDADES FLORESTAIS DA CENIBRA SOBRE RECURSOS HÍDRICOS DE SUPERFÍCIE; ; 2005; 120 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Vitor de Araújo Quaresma

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO PIRACICABA APÓS SUA PASSAGEM POR ÁREAS AGRÍCOLAS, URBANAS E INDUSTRIAIS; ; 2005; 22 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Fernanda Brites

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO PIRACICABA APÓS SUA PASSAGEM POR ÁREAS AGRÍCOLAS, URBANAS E INDUSTRIAIS; ; 2005; 22 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Janaína Abreu Alvarenga

Monitoramento da Fauna de Macro-Invertebrados Bentônicos do Ribeirão-Ipanema, MG; : Comparação entre Índices Biológicos de Qualidade de Água e Protocolos de Avaliação Rápida (RAP); 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação Geraldo Perlingeiro de Abreu; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Virgínia Ottoni Cota

AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DAS ATIVIDADES FLORESTAIS DA CENIBRA SOBRE RECURSOS HÍDRICOS; ; 2004; 200 f; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Celulose Nipo Brasileira S/A; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Evlin Rocha Soares

Biomonitoramento de Contaminantes - Traço em córregos urbanos na região do Vale do Aço (MG); 2002; 17 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação Geraldo Perlingeiro de Abreu; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

LIndonésia Luiz de Andrade

composição e percentual de cobertura do perifíton em córregos drenando pastagens e plantios de Eucalyptus grandis; 2001; 10 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação Geraldo Perlingeiro de Abreu; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Estevão Olavo Pires Martins

COMPOSIÇÃO E PERCENTUAL DE COBERTURA DO PERIFITON EM CÓRREGOS DRENANDO PASTAGENS E PLANTIOS EUCALYPTUS GRANDIS COMPOSIÇÃO E PERCENTUAL DE COBERTURA DO PERIFITON EM CÓRREGOS DRENANDO PASTAGENS E PLANTIOS EUCALYPTUS GRANDIS COMPOSIÇÃO E PERCENTUAL DE COBERTURA DO PERIFITON EM CÓRREGOS DRENANDO PASTAGENS E PLANTIOS Eucalyptus Grandis; COMPOSIÇÃO E PERCENTUAL DE COBERTURA DO PERIFITO; 2001; 10 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação Geraldo Perlingeiro de Abreu; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Mariana Costa

Monitoramento da efetividade do programa de despoluição do Ribeirão Ipanema, Ipatinga, MG; ; 2005; 67 f; Orientação de outra natureza - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Instituto Mineiro de Gestão das Águas; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

ELIZABETH Castro Santos

PROGRAMA DE PESQUISAS DA EFETIVIDADE DO PROGRAMA DE SANEAMENTO AMBIENTAL DO RIBEIRÃO IPANEMA, IPATINGA,MG; ; 2005; 46 f; Orientação de outra natureza - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação Geraldo Perlingeiro de Abreu; Orientador: Millôr Godoy Sabará;

Foi orientado por

Evlin Rocha Soares

Influência da intensidade do uso dos solos nas variáveis limnológicas básicas do Ribeirão Caladão em Cel; Fabriciano-MG; 2001; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, Fundação Perlingeiro de Abreu; Orientador: Evlin Rocha Soares;

Francisco Antonio Rodrigues Barbosa

Avaliação dos Impactos do Plantio de Eucalyptus Spp Sobre Dois Lagos Naturais No Médio Rio Doce-Mg: Propostas de Mitigação e Manejo; ; 1994; Dissertação (Mestrado em Ecologia (Conservação e Manejo da Vida Silvestre)) - Universidade Federal de Minas Gerais,; Orientador: Francisco Antonio Rodrigues Barbosa;

Francisco Antonio Rodrigues Barbosa

Comparação ecológica entre rios de menor ordem, drenando bacias cobertas por plantios agrícolas, pastagens e plantios de Eucalyptus grandis, na região do médio Rio doce (MG); 1999; 0 f; Tese (Doutorado em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Federal de São Carlos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Francisco Antonio Rodrigues Barbosa;

Produções bibliográficas

  • QUEIROZ, M. T. A. ; QUEIROZ, C. A. ; QUEIROZ, F. A. ; SABARÁ, M. G. ; LEAO, M. M. D. ; AMORIM, C. C. . Estudo dos Parâmetros Físico-Químicos, Qualidade da água e Trofia no Reservatório da Usina Hidrelétrica Sá Carvalho, MG, Brasil. Revista Gestão Industrial , v. 12, p. 58, 2016.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; QUEIROZ, C. A. ; QUEIROZ, F. A. ; SABARÁ, M. G. ; LEAO, M. M. D. ; AMORIM, C. C. . Estudo dos Parâmetros Físico-Químicos, Qualidade da água e Trofia no Reservatório da Usina Hidrelétrica Sá Carvalho, MG, Brasil. Revista Gestão Industrial , v. 12, p. 58, 2016.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; SABARÁ, M. G. ; QUEIROZ, C. A. ; LIMA, L. R. P. ; LEÃO, M. M. D. ; AMORIM, C. C. . Estudo de Caso: Análise Espaço-Temporal do Ribeirão Caladinho. Bacia Hidrográfica do Rio Piracicaba. Ciência e Natura , v. 37, p. 141-150, 2015.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; SABARÁ, M. G. ; QUEIROZ, C. A. ; LEÃO, M. M. D. ; AMORIM, C. C. . OFICINAS EDUCATIVAS: QUALIDADE DA ÁGUA E PROTEÇÃO AMBIENTAL. Revista Brasileira de Educação Ambiental (Online) , v. 10, p. 176, 2015.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; Millor Godói Sabará ; QUEIROZ, C. A. ; SABARÁ, M. G. ; AMORIM, C. C. . ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DE PARÂMETROS DE QUALIDADE DA ÁGUA NO RIO PIRACICABA, MINAS GERAIS, BRASIL. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais , v. 6, p. 02-10, 2015.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; SABARÁ, M. G. ; ALVIM, L. B. ; QUEIROZ, C. A. ; LEAO, M. M. D. ; AMORIM, C. C. . A BRIEF REVIEW ON THE IMPORTANCE USE OF SOLAR ENERGY IN THE TREATMENT OF RECALCITRANT EFFLUENTS APPLYING ADVANCED OXIDATION PROCESSES. Ciência e Natura , v. 37, p. 1, 2015.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; Sabará, M G. ; QUEIROZ, C. A. ; AMORIM, C. C. ; LEAO, M. . Valor Agregado: Inserção da Produção Mais Limpa na Indústria Têxtil. Revista de Química Industrial , v. 744, p. 54-61, 2014.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; QUEIROZ, C. A. ; SABARÁ, M. G. ; LEÃO, M. M. D. ; AMORIM, C. C. . ESTUDO DE CASO: APROVEITAMENTO DO RESÍDUO DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM CORONEL FABRICIANO, Minas Gerais. Iberoamerican Journal of Industrial Engineering , v. 06, p. 160-179, 2014.

  • Carvalho, S. T. ; Martins, I. C. R. ; GONÇALVES, Plínio Storck ; Siqueira, R ; Sabará, M G. . AVALIAÇÃO DO USO DE ÁREAS CONSTRUÍDAS DE SUPERFÍCIE ALAGADA LIVRE (SAL) PARA TRATAMENTO DE EFLUENTES SUPERFICIAIS DE PÁTIOS DE COMPOSTAGEM DA INDÚSTRIA DE CELULOSE. Revista Brasileira de Recursos Hídricos , v. 17, p. 131-142, 2012.

  • Oliveira Souza da Costa, Andréa ; Ferreira Silva, Priscila ; Godoy Sabará, Millôr ; Ferreira da Costa, Esly ; SABARÁ, M. G. . Use of neural networks for monitoring surface water quality changes in a neotropical urban stream. Environmental Monitoring and Assessment (Print) , v. 155, p. 527-538, 2009.

  • Wall, Diana H. ; BRADFORD, MARK A. ; John, M.G. ST. ; TROFYMOW, J. A. ; BEHAN-PELLETIER, V. ; BIGNELL, D. E. ; DANGERFIELD, J. MARCK ; PARTON, W. J. ; Sabará, M G. ; SALAMON, JOERG-ALFRED ; SWIFT, MICHAEL J. ; VARELA, AMANDA ; VASCONCELOS, HERALDO L. ; WHITE, DON ; ZOU, XIAOMING . Global decomposition experiment shows soil animal impacts on decomposition are climate-dependent. Global Change Biology (Print) , v. 14, p. 2661-2667, 2008.

  • SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, Francisco Antônio Rodrigues ; FIRME, Deuseles João . Changes in allocthonous nutrient sources for a natural lake in southeast Brazil due to Eucalyptus spp. plantations. Scientia Forestalis (IPEF) , Piracicaba,SP,Brasil, v. 73, p. 37-46, 2007.

  • SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, Francisco Antônio Rodrigues . Taxas de sedimentação e assoreamento de dois lagos naturais em áreas de floresta tropical secundária e plantios de Eucalyptus spp.. Geo.br (Ouro Preto) , v. 05, p. 1-14, 2007.

  • QUARESMA, Vitor Rodrigo Araújo ; SABARÁ, M. G. . Avaliação da auto-depuração de cursos d'água, após sua passagem por floresta tropical secundária e impactos dos poluentes sobre lagos naturais. Principium (UNILESTEMG. Impresso) , Coronel Fabriciano-M.G., v. 01, p. 47-54, 2005.

  • QUARESMA, V. A. ; BRITES, F. ; SABARÁ, M. G. . A Avaliação dos efeitos da atividades silviculturais sobre águas naturais. Doxa (Coronel Fabriciano) , v. 7, p. 125-135, 2005.

  • BARBOSA, F. A. R. ; Scarano, F. R. ; Sabará, M G. ; ESTEVES, F. A. . Brazilian LTER: Ecosystem and Biodiversity Information in Support of Decision-Making. Environmental Monitoring and Assessment (Print) , Holanda, v. 90, p. 121-133, 2004.

  • SABARÁ, M. G. . Efeito do enriquecimento com n e p sobre colonização algal em substratos artificiais. Revista On Line do Unileste Mg , CORONEL FABRICIANO - MG, v. 1, 2004.

  • SABARÁ, M. G. . ANÁLISE ESTATÍSTICA DA CORRELAÇÃO ENTRE USO DO SOLO E NASCENTES NO MÉDIO RIO DOCE, MG. Revista On Line do UNILESTE , v. 02, p. 01, 2004.

  • SABARÁ, M. G. ; ANDRADE, L. L. ; MARTINS, Estevão Olavo Pires . Variação no Perifíton de rios em bacias com diferentes usos do solo. Principium (UNILESTEMG) , Coronel Fabriciano - MG, v. 1, n.1, p. 85-96, 2003.

  • SABARÁ, M. G. ; RIVELLI, J. G. M. . Eutrofização em rios de menor ordem na região do médio rio Doce, MG: Estudo de Caso. Doxa (Coronel Fabriciano) , Coronel Fabriciano,MG, v. 03, p. 17-25, 2000.

  • SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, Francisco Antônio Rodrigues . Comparação ecológica entre rios de menor ordem drenando bacias cobertas por plantios agrícolas, pastagens e plantios de Eucalyptus grandis na região do médio rio Doce,MG. Revista Silvicultura, Piracicaba,SP, v. 81, p. 28-33, 2000.

  • Sabará, M G. . Visões do ensino: ecologia para estudantes de ciências exatas e humanas. In: Pessoa; M.; Franco, L. M.; Romão-Murari, A. P.. (Org.). Nas Gerais da Ciência: Estudos Multidisciplinares. 1ed.Barbacena: EDUEMG, 2013, v. 01, p. 05-11.

  • SABARÁ, M. G. . As pequenas Plantas que Vivem na Água: Um exemplo para a Conservação de Ecossistemas. In: Lélio Costa e Silva. (Org.). Porjeto Xerimbabo. Dez anos de Educação Ambiental. 01ed.Ipatinga: DIN COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADE, 1994, v. 01, p. 32-37.

  • GONÇALVES, Plínio Storck ; SABARÁ, M. G. ; Siqueira, R. L. ; QUEIROZ, M. T. A. . VARIAÇÕES ESPACIAIS E SAZONAIS DO ESTADO TRÓFICO NO POTAMAL DO RIO PIRACICABA, VALE DO AÇO, LESTE DE MINAS GERAIS.. In: IV WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM BACIAS HIDROGRÁFICAS, 2013, PRESIDENTE PRUDENTE. Anais do IV Workshop Internacional Sobre Planejamento E Desenvolvimento Sustentável Em Bacias Hidrográficas, 04 a 08 de novembro de 2013. Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista FCT/UNESP, Presidente Prudente, São Paulo, Brasil. Fortaleza: EDITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ, 2013. v. 1. p. 1856-1864.

  • SABARÁ, M. G. ; Carneiro, A. A. ; Pereira, T. T. C. ; Souza, Maurício Novaes . VAZÂO E CONCENTRAÇÔES DE N e P EM RIOS DE MENOR ORDEM DRENANDO Eucalyptus E CERRADO DEGRADADO NOS VALES DO RIO SÃO FRANCISCO E JEQUITINHONHA, MG. In: IV WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM BACIAS HIDROGRÁFICAS, 2013, PRESIDENTE PRUDENTE. ANAIS DO IV WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM BACIAS HIDROGRÁFICAS. Fortaleza: EDITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ, 2013. v. 1. p. 1867-1879.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; SABARÁ, M. G. ; ALIPIO, V. C. ; COSTA, C. ; LEAO, M. . Teor de Fósforo e Nitrogênio no Rio Piracicaba, Minas Gerais. In: XV SILUBESA, 2012, BELO HORIZONTE. Teor de Fósforo e Nitrogênio no Rio Piracicaba, Minas Gerais. BELO HORIZONTE. v. 01.

  • Freitas, T. A. F. P. ; SABARÁ, M. G. ; Costa, E. F. ; Costa, A. O. S . PREDICTION OF THE CONCENTRATIONS DOS ÍONS Fe3+, NO3- AND NO2- IN THE STREAM IPANEMA EMPLOYING NEURAIS NETS.. In: CBA 2008 - XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE AUTOMÁTICA, 2008, jUIZ DE fORA. ANAIS DO XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE AUTOMÁTICA. JUIZ DE FORA: UFJF / SOCIEDADE BRASILEIRA DE AUTOMÁTICA, 2008. v. 1. p. 1-6.

  • Freitas, T. A. F. P. ; SABARÁ, M. G. ; Costa, E. F. ; Costa, A. O. S . Levantamento das Potencialidades de Utilização do Aquatox na Predição da Qualidade da Água do Ribeirão Ipanema.. In: 24o Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2007, Belo Horizonte. Anais do 24o Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Belo Horizonte, 2007. v. 01.

  • Freitas, T. A. F. P. ; SABARÁ, M. G. ; Costa, E. F. ; A.O.S., Costa , . IV-077 - LEVANTAMENTO DAS POTENCIALIDADES DE UTILIZAÇÃO DO AQUATOX NA PREDIÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO RIBEIRÃO. In: 24º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2007, Belo Horizonte. Anais do 24º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Belo Horizonte: UFMG, 2007. v. 1. p. 1-8.

  • COSTA, S. S. ; COTA, V. O. ; SABARÁ, M. G. ; SILVA, Priscilla Ferreira ; SIMÕES, D. A. ; CARDOSO FILHO, H. G. ; BORGES, M. A. Z. ; HORTA, M. A. P. . Análise comparativa da comunidade de macroinvertebrados entre áreas de mata atlântica e pastagem. In: V Semana de Iniciação Científica do Unileste-MG, 2003, Coronel Fabriciano. Pesquisa e Conservação Ambiental. Ipatinga: Tibel Ltda, 2003. p. 55-55.

  • SABARÁ, M. G. . Ligando Limnologia à Silvicultura. In: II Fórum Técnico Florestal, 2002, Belo Horizonte. II Fórum Técnico Florestal, 2002.

  • Carvalho, S. T. ; PEREIRA, G. S. ; SABARÁ, M. G. ; FLORES, M. E. P. ; OLIVEIRA, V. S. . APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS E ÁGUAS CINZA NO AMBIENTE DOMÉSTICO. In: III SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE SANEAMENTO BÁSICO E AMBIENTAL, 2015, FORTALEZA. ANAIS DO III Seminário Internacional de Saneamento Básico e Ambiental ? III SISBA. FORTALEZA: UF CEARÁ, 2015. v. 01. p. 180-180.

  • Bernarde, A. V. ; Sabará, M G. ; MARTINS, E. S. . AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DA PASTEURIZAÇÃO E DA REMOÇÃO DE FÓSFORO EM EFLUENTES DE LATICÍNIO ATRAVÉS DA ATIVIDADE DE FOSFATASES (FRUTAL, MG): RESULTADOS PRELIMINARES. In: 16º Seminário de Pesquisa e Extensão da UEMG, 2014, Belo Horizonte. Anais do 16º Seminário de Pesquisa e Extensão da UEMG, 2014. v. 1.

  • COSTA, M. T. ; SABARÁ, M. G. . AVALIAÇÃO DA RELAÇÃO NITROGÊNIO - CIANOBACTÉRIAS COMO BIOINDICADOR DE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁGUAS DRENANDO PLANTIOS DE EUCALYPTUS SPP: ESTUDO DE CASO EM DOIS RIOS DE MENOR ORDEM NO MÉDIO RIO DOCE (M.G).. In: II SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO SUL-SUDESTE, 2008, RIO DE JANEIRO. AVALIAÇÃO DA RELAÇÃO NITROGÊNIO - CIANOBACTÉRIAS COMO BIOINDICADOR DE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL EM ÁGUAS DRENANDO PLANTIOS DE EUCALYPTUS SPP: ESTUDO DE CASO EM DOIS RIOS DE MENOR ORDEM NO MÉDIO RIO DOCE (M.G).. PORTO ALEGRE: ABRH, 2008.

  • Carcia, C.C. ; Brant, B.S.C. ; BARBOSA, M. G. ; SABARÁ, M. G. . Biomonitoramento de águas superficiais em plantios florestais da CENIBRA S/A. In: XI Congresso Brasileiro de Limnologia, 2007, Macaé. Anais do XI Congresso Brasileiro de Limnologia - Macaé - RJ, 2007. v. 1.

  • GONÇALVES, Plínio Storck ; Siqueira, R ; SABARÁ, M. G. . ÍNDICE DE ESTADO TRÓFICO DO RIO PIRACICABA, M.G., ENTRE OS MUNICÍPIOS DE TIMÓTEO E CORONEL FABRICIANO. In: VII SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNILESTE, 2007, CORONEL FABRICIANO. VII SEMANA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNILESTE-MG, 2007. v. 1. p. 1-2.

  • S., Ferreira P. ; F., Costa Junior E. ; SABARÁ, M. G. ; A.O.S., Costa , . Prediction of the Water Quality of Ipanema Stream by Neural Networks.. In: Empromer 1995, 2005, Rio de Janeiro, 2005.

  • SANTOS, Elizabeth Castro ; SABARÁ, M. G. ; Lima, D. L. ; COSTA, Mariana Barcelos . Monitoramento Espacial de algumas variáveis limnológicas após o programa de despoluição do ribeirão Ipanema, Ipatinga, MG. In: X Congresso Brasileiro de Limnologia, 2005. X Congresso Brasileiro de Limnologia, 2005.

  • EVANGELISTA, Samuel ; SABARÁ, M. G. . AVALIAÇÃO DAS CORRELAÇÕES ENTRE A VAZÃO E A CONCENTRAÇÃO DE FÓSFORO E NITROGÊNIO EM BACIAS AGRICOLAS E FLORESTAIS. In: X Congresso Brasileiro de Limnologia, 2005, Ilhéus. Anais do X CBL - Congresso Brasileiro de Limnologia, 2005.

  • SANTOS, Elizabeth Castro ; SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, Francisco Antônio Rodrigues ; FERREIRA, Priscilla Silva ; COSTA, Mariana Barcelos ; VIANA, Evelin Márcia . Monitoramento da Efetividade do Programa de Despoluição do Ribeirão Ipanema, Ipatinga, MG.. In: Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental, 2004, Porto Alegre. IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE QUALIDADE AMBIENTAL. PORTO ALEGRE: NOVAPROVA, 2004. p. 52-53.

  • SABARÁ, M. G. . Detecção de Metais Pesados em águas. In: II Congresso de Ciências Exatas, 2003, Ipatinga. II CONCIEX - TECNOLOGIA SUSTENTÁVEL, 2003.

  • SANTOS, E. ; BARBOSA, Francisco Antônio Rodrigues ; SABARÁ, M. G. ; PIGNATON, R. ; FERREIRA, P. ; COSTA, M. ; VIANA, E. M. . Monitoramento da efetividade do programa de despoluição do Ribeirão Ipanema, Ipatinga, MG. In: IX Congresso Brasileiro de Limnologia, 2003, Juiz de Fora. IX Congresso Brasileiro de Limnologia. Juiz de Fora, MG: Editora da UFJF, 2003. p. 56-56.

  • SABARÁ, M. G. ; SILVA, S. ; GARÇÃO, F. ; COSTA, N. ; COTA, V. . Variação temporal e espacial de algumas variáveis limnológicas básicas em microbacias com diferentes usos dos solos.. In: IX Congresso Brasileiro de Limnologia, 2003, Juiz de Fora. IX Congresso Brasileiro de Limnologia. Juiz de Fora: Editora da UFJF, 2003. p. 60-60.

  • SABARÁ, M. G. ; TAVARES, F. V. F. ; BRITES, F. ; QUARESMA, V. A. ; VIEIRA, Paulo de Castro . Biomonitoramento do rio Piracicaba, MG.. In: IX Congresso Brasileiro de Limnologia, 2003, Juiz de Fora. IX Congresso Brasileiro de Limnologia. Juiz de Fora, MG: Editora da UFJF, 2003. p. 65-65.

  • C, S. E. ; S, F. P. ; R, P. R. ; R, S. M. ; G, S. M. . Monitoramento da efetividade do programa de saneamento ambiental do ribeirão Ipanema. In: I Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental, 2002, Itajaí, SC. I Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental, 2002.

  • SABARÁ, M. G. ; R, S. M. ; O, C. V. ; R, G. F. ; S, C. S. ; G, S. N. . Programa de Monitoramento dos efeitos das atividades florestais da CENIBRA sobre recursos hídricos de superfície. In: I Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental, 2002, Itajaí, SC. I Simpósio de Engenharia Ambiental, 2002.

  • SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, F. A. R. . Taxas de sedimentação e assoreamento potencial em dois lagos naturais com bacias de captação cobertas por Eucalyptus spp e Mata Nativa. In: 6° Congresso Brasileiro de Limnologia, 1997, São Carlos. Anais do VI Congresso Brasileiro de Limnologia, 1997.

  • SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, F. A. R. . Variações espaciais e temporais da diversidade fitoplanctônica em dois lagos naturais com bacias de captação cobertas por eucalyptus spp e mata secundária,. In: VI Congresso Brasileiro de Limnologia, 1997, São Carlos. VI CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA. SÃO cARLOS: ufscar, 1997. v. 1. p. `38-38.

  • SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, Francisco Antônio Rodrigues . TAXAS DE SEDIMENTAÇÃO E ASSOREAMENTO POTENCIAL EM DOIS LAGOS NATURAIS COM BACIAS DE CAPTAÇÃO COBERTAS POR EUCALYPTUS SPP E MATA ATLÂNTICA SECUNDÁRIA.. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA, 1997, SÃO CARLOS. VI CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOIA. SÃO CARLOS: UFSCAR, 1997. v. 1. p. 420-420.

  • SABARÁ, M. G. . IMPACTO DA ADUÇÃO DE ÁGUA SOBRE UM LAGO NATURAL DO SISTEMA DO MÉDIO RIO DOCE - MG. In: 4° CONGRESSO bRASILEIRO DE LIMNOLOGIA, 1992, MANAUS. ANAIS DO 4° CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA, 1992.

  • SABARÁ, M. G. . A influência das condições climáticas sobre uma lagoa temporária no Vale do Jequitinhonha - MG. In: 4° Congresso Brasileiro de Limnologia, 1992, Manaus. Anais do 4° Congresso Brasileiro de Limnologia, 1992.

  • SABARÁ, M. G. . Avaliação dos impactos do plantio de Eucalyptus spp. sobre dois lagos naturais do médio rio Doce (MG): resultados preliminares. In: II Encontro de Pesquisas do ICB, 1992, Belo Horizonte. III Encontro de Pesquisas do ICB, 1992.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; Sabará, M G. ; QUEIROZ, C. A. ; Lima, D. L. ; LEÃO, M. M. D. ; AMORIM, C. C. ; FUJITA, A. T. . REESTRUTURAÇÃO NA FORMA DO TRATAMENTO DE EFLUENTES TEXTEIS: UMA PROPOSTA EMBASADA EM FUNDAMENTOS TEÓRICOS.. Gestão & Produção (UFSCAR. Impresso) , 2015.

  • QUEIROZ, M. T. A. ; ALVIM, L. C. ; Sabará, M G. ; QUEIROZ, C. A. ; LEÃO, M. M. D. ; AMORIM, C. C. . A brief review on the importance use of solar energy in the treatment of recalcitrant effluents applying advanced oxidation processes. Ciência e Natura , 2015.

  • SABARÁ, M. G. . ÁGUAS URBANAS NO BRASIL. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • SABARÁ, M. G. . Uma breve análise de Khun, T. The structure of scientific revolutions. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SABARÁ, M. G. . INFLUÊNCIA DA AGROPECUÁRIA E PLANTIOS DE EUCALYPTUS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SABARÁ, M. G. . Uso de algas no biomonitoramento da qualidade de água. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • SABARÁ, M. G. . Resumo da palestra: Avaliação do impacto do plantio de Eucalyptus sobre lagos 2001 (página na internet).

  • SABARÁ, M. G. . População, Biodiversidade e Economia : Uma região de Mata Atlântica. Belo Horizonte: Rona, 1997 (Livro).

Outras produções

SABARÁ, M. G. . Laudo do resultado das análises de amostras de água superficial em áreas de reflorestamento da Vallourec & Mannesmann Florestal LTDA. Coletas de Maio de 2009.. 2009.

SABARÁ, M. G. ; Oliveira, E. M. M. ; Veado, M. A. R. V . FOSFATASES NA DINÂMICA DE P-ORGÂNICO EM ÁREAS DE Eucalyptus.. 2008.

SABARÁ, M. G. ; Veado, M. A. R. V . Uso da morfologia de algas para avaliar poluição por fósforo em rios de menor ordem na bacia do rio Doce.. 2008.

Alexandro Gomes Facco ; SABARÁ, M. G. . INVENTÁRIO DOS RECURSOS HIDROLÓGICOS NAS ÁREAS DA CENIBRA S.A.. 2008.

SABARÁ, M. G. . Monitarmento da quantidade e qualidade da água em microbacias utilizadas para plantio de Eucalyptus spp. e uso antrópico do solo em áreas da Vallourec & Mannesmann Florestal Ltda (V&M Florestal) no médio São Francisco.. 2007.

SABARÁ, M. G. ; MATSUMURA, Marcelo da Silva . Ciclo Hidrológico em Bacias Utilizadas para Plantios de Eucalyptus - Método dos vertedouros. Relatório Parcial 2005. 2006.

SABARÁ, M. G. . Biomonitoramento de Águas Superficiais em Plantios Florestais da CENIBRA S/A. 2006.

SABARÁ, M. G. . Monitoramento das atividades florestais da cenibra sobre Rios e lagos -fev a dezembro 2005. 2006.

SABARÁ, M. G. . PROGRAMA DE PESQUISAS DA EFETIVIDADE DO PROGRAMA DE SANEAMENTO AMBIENTAL DO RIBEIRÃO IPANEMA, IPATINGA,MG. RELATÓRIO SÍNTESE DA PESQUISA. 2005.

SABARÁ, M. G. ; TAVARES, Flávia Veronese de Faria ; VIEIRA, Paulo de Castro . PROGRAMA DE MONITORAMENTO DOS EFEITOS DAS ATIVIDADES FLORESTAIS DA CENIBRA SOBRE RECURSOS HÍDRICOS DE SUPERFÍCIE_CNPq. 2005.

Lima, A.R. ; Sá, D.H. ; Matsumura, M.S. ; SABARÁ, M. G. . AVALIAÇÃO HIDROLÓGICA EM MICROBACIAS PLANTADAS COM EUCALYPTUS E AGRICULTURA.. 2005.

SABARÁ, M. G. . Síntese da metodologia e resultados observados nos pontos de coleta ao longo do Piracicaba em 2004. Programa PIE/PELD (MCT/UFMG/UFRJ/UFSCar).. 2004.

SABARÁ, M. G. . MONITORAMENTO DAS ATIVIDADES FLORESTAIS DA CENIBRA SOBRE RIOS E LAGOS JANEIRO A JULHO 2004. 2004.

SABARÁ, M. G. . MONITORAMENTO DE RIOS E LAGOS DA CENIBRA - JULHO A DEZEMBRO DE 2004. 2004.

SABARÁ, M. G. . AVALIAÇÃO DO CICLO HIDROLÓGICO EM BACIAS UTILIZADAS PARA PLANTIO DE Eucalyptus MÉTODO DOS VERTEDOUROS.. 2004.

SABARÁ, M. G. . MONITORAMENTO DAS ATIVIDADES FLORESTAIS DA CENIBRA SOBRE RIOS E LAGOS 2003. 2003.

SABARÁ, M. G. . MONITORAMENTO DAS ATIVIDADES FLORESTAIS DA CENIBRA JULHO A DEZEMBRO DE 2003. 2003.

SABARÁ, M. G. . MONITORAMENTO DAS ATIVIDADES FLORESTAIS DA CENIBRA SOBRE RIOS E LAGOS Junho 2001 a Setembro de 2002. 2002.

SABARÁ, M. G. . QUALIDADE DA ÁGUA EM ÁREAS DE REFLORESTAMENTO / IGAM.. 2001.

SABARÁ, M. G. . PELD - HIDROLOGIA DA BACIA DO RIO DOCE. Relatório Preliminar. 2000.

SABARÁ, M. G. ; Silva, M. R. ; Corrêa, M. C. O. B . MONITORAMENTO DA EFETIVIDADE DO PROGRAMA DE DESPOLUIÇÃO DO RIBEIRÃO IPANEMA, IPATINGA, MG. 2000.

SABARÁ, M. G. . PROGRAMA DE MONITORAMENTO DOS EFEITOS DAS ATIVIDADES FLORESTAIS DA CENIBRA SOBRE RECURSOS HÍDRICOS DE SUPERFÍCIE. 2000.

Paula A.J, ; SABARÁ, M. G. . "Biodiversidade, população e economia". 1997.

SABARÁ, M. G. . Relatório Preliminar dos Impactos Ambientais Causados pela Adução de água na lagoa do Jacinto. 1990.

SABARÁ, M. G. . "A profissão de Engenheiro Ambiental". 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SABARÁ, M. G. . "Poluição no Rio Piracicaba". 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SABARÁ, M. G. . "Mudanças Climáticas e impactos no rio Piracicaba, M.G.". 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

SABARÁ, M. G. . Considerações sobre a Estiagem na Região Sudeste do Brasil.. 2015; Tema: Seca e degradação ambiental no Brasil. (Site).

SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, F. A. R. . TWO OLDIES BUT GOLDIES DISSERTATION AND THESIS ON 'THE NEVER ENDING DEBATE EUCALYPTUS vs WATER', FOR FREE - 2. FIRST BLOOD.. 2014; Tema: Água e plantios florestais. (Rede social).

SABARÁ, M. G. ; BARBOSA, F. A. R. ; PANARELLI, E. ; FUJITA, A. ; MARTINS, E. . Fosfatases na dinâmica de P-orgânico em áreas de agricultura e pecuária no Triângulo Mineiro.. 2009. (Proposta de Pesquisa).

SABARÁ, M. G. . Avaliação dos Efeitos das Atividades Florestais da CENIBRA sobre Recursos Hídricos de Superfície.. 2006. (Relatório de pesquisa).

SABARÁ, M. G. ; Matsumura, M.S. . Ciclo Hidrológico em Bacias Utilizadas para Plantio de Eucalyptus ? Método dos Vertedouros.. 2005. (Relatório de pesquisa).

SABARÁ, M. G. . Biologia Aplicada ao meio-ambiente.. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SABARÁ, M. G. . Ecologia da Paisagem. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SABARÁ, M. G. . VIII Curso de Educação Ambiental para Professores do Vale do Aço. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SABARÁ, M. G. . Detecção de Metais Pesados em Águas. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SABARÁ, M. G. . Algas Tóxicas em ambientes continentais. 2002. .

SABARÁ, M. G. . Fundamentos de Amostragem de Variáveis Ambientais Básicas de Rios e LAgos. Segundo Seminário de Técnicos Industriais de Minas Gerais. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SABARÁ, M. G. . Biologia Sanitária. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SABARÁ, M. G. . Ecologia Aquática Aplicada. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

SABARÁ, M. G. ; Silva, M. R. ; Corrêa, M. C. O. B ; LOPES, R. C. ; CORREA, G. ; VITORIO, J. . PROJETO ACADÊMICO DO CURSO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL. 2000. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - PROJETO ACADÊMICO).

SABARÁ, M. G. ; Corrêa, M. C. O. B . Abordagens Ecológicas para Reabilitação, conservação e manejo do rio Piracicaba - MG. 2000. (Proposta de Pesquisa).

SABARÁ, M. G. . Limnologia Aplicada à piscicultura. 1996. .

SABARÁ, M. G. . Avaliação dos Efeitos das Atividades Florestais da CENIBRA sobre Recursos Hídricos de Superfície. Prof. Dr. Millôr Godoy Sabará Engenheiro Florestal. Avaliação dos Efeitos das Atividades Florestais da CENIBRA sobre Recursos Hídricos de Superfície. Relatório Síntese. 2001-2006. 2006 (Demais trabalhos relevantes) .

SABARÁ, M. G. ; MATSUMURA, Marcelo da Silva . Ciclo Hidrológico em Bacias Utilizadas para Plantio de Eucalyptus ? Método dos Vertedouros. RELATÓRIO PARCIAL 2005. 2006 (Demais trabalhos relevantes) .

SABARÁ, M. G. . FUNDAMENTOS DE AMOSTRAGEM DE VARIÁVEIS AMBIENTAIS BÁSICAS DE RIOS E LAGOS.. 2002 (Demais trabalhos relevantes) .

Projetos de pesquisa

  • 2013 - Atual

    PERDAS DE DIFERENTES FORMAS DE FÓSFORO NO ESCOAMENTO SUPERFICIAL EM ÁREA CANAVIEIRA, Descrição: Fósforo (P) é um elemento essencial para o crescimento de plantas e animais e sua contribuição tem sido reconhecido conforme necessário para manter cultura rentável e produção animal. Entradas de fósforo também pode aumentar a produtividade biológica das águas superficiais, acelerando eutrofização. As consequências dessa contaminação podem ocorre devido a transferência do P, por meio do escoamento superficial. O objetivo deste trabalho será analisar a perda de fósforo em diferentes formas para o ambiente, por meio da água de enxurrada e sedimentos provenientes da área de cultivo de cana de açúcar: fosfato total (P-Total), fosfato orgânico total (PO-Total), fosfato orgânico dissolvido (POD) solúvel Reativo (PSR), fosfato inorgânico particulado (PIP) e fosfato solúvel reativo (PSR). A área de estudos será determinada por parcelas experimentais delimitadas com chapas metálicas nas suas laterais e na parte superior, e na extremidade inferior, por uma calha convergente para uma saída de 0,10 m de diâmetro. O delineamento experimental será inteiramente casualizado: 5 tratamentos com palha de cana-de-açúcar e 4 repetições, totalizando 20 parcelas. As parcelas experimentais serão submetidas a uma chuva simulada com intensidade média de 60 mm h-1, durante 65 minutos. As amostras de água e sedimentos serão coletadas em garrafas de polietileno com volume de 1,0 litro, em todas as parcelas do experimento e encaminhadas para análise laboratorial. A Saúde Ecológica dos solos sob diferentes níveis palha de cana-de-açúcar será avaliada pela atividade de fosfatases na dinâmica de P-orgânico do solo. A microalgas terrestres (algumas delas fixadoras de N2 no solo) hidrolisam o P-Orgânico a P-inorgânico (PSR) para sua absorção e utilização intracelular. Serão isoladas as principais classes de microalgas do solo sob diferentes níveis de palhada e cultivadas para determinar o nível de atividade de fosfomoesterases na hidrolise de para-Nitrofenilphosfato (p-NPP). Este é um substrato cromogênico para fostafatases ácidas e básicas. O decaimento do P-Orgânico (Particulado e dissolvido) sob a ação dessa enzima produz para-Nitrofenol (PNP), de cor amarela, com produção de uma molécula de PSR. A reação, até sua saturação pode ser acompanhada pela leitura à 405 nm: p-NPP+H_2 "O " "→" _Fostase " PNP + P" O_4^(3-) Solos com menor atividade biológica, atingirão a saturação em menores concentrações do substrato, do que solos com maior atividade biológica de microalgas. Menor atividade biológica, indicam, via de regra, solos ecologicamente menos saudáveis, onde a atividade da microflora edáfica está enfraquecida por perturbações antrópicas. O maior risco ambiental potencial de elevadas perdas de P em áreas de africultura é a eutrofização. Neste estudo, este risco será avaliado para o escoamento superficial de cada nível de cobertura de palhada através de curvas de crescimento de Cianobactérias e Clorofíceas, sob condições controladas de pH, luz e temperatura, em meio com concentrações somadas de P-Total (POP + POD+ PIP + PSR iguais às encontradas nas águas de escoamento dos experimentos. As concentrações de Clorofila a (Clor. a) e das formas de P citadas acima serão medidas após o crescimento de culturas axênicas de espécies encontradas em ambientes lóticos ou reservatórios que façam parte da hidrografia das parcelas. Os níveis de P ?Total nos meios de cultivo e Clor. a após a fase log de crescimento serão integralizados em índices de Estado Trófico de Carlson. Palavras Chave: perdas de nutrientes, erosão, fósforo, saúde ecológica do solo agrícola, eutrofização de águas superficiais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Millôr Godoy Sabará - Integrante / Marcílio Vieira Martins Filho - Coordenador / Vera Lúcia da Silva Farias - Integrante.

  • 2012 - Atual

    AVALIAÇÃO DE POLUENTES INORGÂNICOS E ORGÂNICOS NA BACIA DO RIO DOCE - SUB-BACIA DO RIO PIRACICABA?: Concentração, Ciclagem, Riscos de Contaminação e Conscientização da População Ribeirinha., Descrição: O projeto de pesquisa ?AVALIAÇÃO DE POLUENTES INORGÂNICOS E ORGÂNICOS NA BACIA DO RIO DOCE - SUB-BACIA DO RIO PIRACICABA: Concentração, Ciclagem, Riscos de Contaminação e Conscientização da População Ribeirinha?, tem como objetivo avaliar a qualidade de diferentes amostras ambientais: - água superficial, - comunidades aquáticas (fitoplâncton, cianobactérias perifiton), - músculo de peixe (Acará, Geophagus brasilienses); - sedimento de margem; - solo e - vegetação ripária, em seis pontos distintos da Sub Bacia do Rio Piracicaba. O Rio Piracicaba, que atravessa o estado de Minas Gerais, é o principal formador da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (BHRD), possuindo um conjunto expressivo de atividades econômicas industriais (siderurgia, celulose, mineração de ferro, extração de ouro, curtumes clandestinos, etc.) estando sujeito a elevado índice de ações antropogênicas. Além disto, existem descargas de esgotos domésticos, sem tratamento prévio, derivado da alta concentração urbana na região em praticamente toda a sua extensão. A atividade agropecuária também introduz no Rio Piracicaba altas cargas de matéria orgânica, através do uso de fertilizantes e agrotóxicos. Pretende-se, então, determinar os poluentes inorgânicos e orgânicos, destacando-se a concentração de elementos maiores e traços, e Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs). Os métodos analíticos a serem utilizados serão: - Fluorescência de Raios-X (Laboratório da Pesquisas Ambientais - LPA- UnilesteMG); - Análise por Ativação Neutrônica: AAN (CDTN/CNEN); - Cromatografia Líquida/Gasosa e Espectrometria de Plasma Associada à um Plasma de Argônio: ICP-MS (IPAFDEN/ UFMG/ UESC/CNRS-Fr). Estão previstas campanhas trimestrais de coletas durante o período de vinte e quatro meses, sendo que os pontos de coleta selecionados estão localizados nos municípios de Fonseca (P1), Rio Piracicaba (P2), Nova Era (P3), Coronel Fabriciano (P4), Ipatinga (P5) e Santana do Paraíso: Rio Doce (P6), percorrendo a Bacia. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Millôr Godoy Sabará - Integrante / Arno Heeren de Oliveira, - Integrante / Gabriela Von Huckert Heleno - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2012

    Programa de monitoramento de águas superficiais da Vallourec & Mannesmann Florestal LTDA, Descrição: Ecossistemas aquáticos são unidades de processamento de energia que estão continuamente sendo regulados por nutrientes essenciais e água. Alguns ciclos, como o ciclo hidrológico global envolvem o transporte de matéria a grandes distâncias. Outros ciclos ocorrem localmente (micro-bacias) entre a biota terrestre, serrapiplheira, águas superficiais, subterrânea e solo. Em muitas florestas, grandes quantidades de nutrientes relativamente indisponíveis (e.g. P, Ca e Mg em rochas calcárias) estão ligadas a pequenas e disponíveis quantidades desses nutrientes que ciclam rapidamente dentro do ecossistema. Desde que muitos nutrientes e outros compostos são solúveis na água, o ciclo hidrológico em micro-bacias influencia de maneira decisiva a qualidade da água. Além disso, a água tem papel decisivo na mobilização e transporte de sedimentos para as partes mais baixas das micro-bacias através do sistema de drenagem. É importante reconhecer que os ?compartimentos? em micro-bacias estão fortemente ligados, isto é, águas subterrâneas e superficiais, atmosfera, solo e biota terrestre e aquática. Desse modo, a micro-bacia deve ser vista e manejada como um único recurso. Muitas políticas passadas ignoraram essa visão, onde a modificação de um componente do ecossistema significa afetar as demais, com resultados desastrosos. Em muitas micro-bacias florestadas, a taxa na qual a água se infiltra no solo (mm h-1) é maior que a intensidade da precipitação.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Millôr Godoy Sabará - Coordenador / Josiany Gabriela de Brito - Integrante / Gabriela Von Huckert Heleno - Integrante / Marisa Ferreiira Alves Gandra - Integrante., Financiador(es): Vallourec e Mannesmann Florestal Ltda - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2008 - 2009

    CARACTERÍSITICAS MORFOMÉTRICAS DAS MICROBACIAS NAS ÁREAS DA CENIBRA S.A., Descrição: 2. OBJETIVOS E METAS 2.1 Objetivo Geral Gerar um relatório com as características morfornétricas das rnicrobacias hidrográficas que contém ou são contidas pelas áreas da Cenibra. 2.2. Objetivos Específicos Individualizar as microbacias hidrográficas, em escala de projetos de plantio da empresa. Determinar, para cada microbacia, as características morfométricas; 3. METODOLOGIA 3.1. Áreas de Estudo O inventário hidrológico será realizado em todas as áreas da cenibra compreendidas entre os paralelos 18°29? e 2O0O3 sul e os meridianos 43°36? a 42°15? oeste.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Millôr Godoy Sabará - Integrante / FACCO, A. G. - Integrante / FERNANDO PALHA LEITE - Coordenador., Financiador(es): Celulose Nipo Brasileira - Bolsa.

  • 2006 - 2009

    Biomonitoramento de Águas Superficiais em Plantios Florestais da CENIBRA S/A., Projeto certificado pela empresa Celulose Nipo Brasileira em 13/01/2014., Descrição: Em bacias florestadas, uma variedade de fatores afeta sua biogeoquímica, podendo ser agrupados em duas categorias principais: a) fatores naturais como intemperismo, solos, hidrologia, biodiversidade, clima, relevo e b) atividades humanas e inerentes perturbações derivadas sobre os ciclos biogeoquímicos. O conhecimento sobre o grau de perturbação nos processos ocorrendo dentro das bacias é necessário quando se querem avaliar e extrapolar os impactos potenciais das atividades de manejo florestal (Hornbeck et alli, 1997). Os ecossistemas de água doce (lagos, lagoas, rios e áreas alagadas) sob influência das atividades florestais refletem fidedignamente o modo e a intensidade das mesmas sobre os fatores naturais mencionados acima. Esses ecossistemas provêem diversos bens e serviços ambientais para as populações humanas dentro e fora das bacias florestadas, incluindo águas para abastecimento, irrigação, dessedentação de animais, geração de eletricidade, uso industrial e diluição de efluentes Esses são bens de mercado, passíveis de valoração através do volume utilizado. Existem também os bens e serviços de difícil valoração e cobrança, como a manutenção das biodiversidades ,  e , retenção, assimilação e processamento de poluentes, conservação da qualidade e quantidade da água doce prontamente disponível, valores culturais, sociais e estéticos ligados à esses ecossistemas (Wilson, 1999). Para Daily (1997), citado em Whitton (2003) um serviço ecossistêmico contém ?todas as condições e processos através dos quais os ecossistemas naturais, e as espécies que os compõem, sustentam a vida humana?. Numa abordagem social, muitas pessoas gostam de saber que ecossistemas aquáticos conhecidos por elas através de décadas, ainda existem em boas condições, mesmo com mudanças no uso dos solos da bacia, e que essa herança natural comunitária perdurará para seus descendentes Esse sentimento é similar ao observado para os patrimônios histórico e artístico, considerados bens coletivos (ainda que propriedades particulares), que devem ser conservados através de investimentos públicos e/ou privados. Após 5 anos de pesquisas, a CENIBRA S/A e o UNILESTE-MG construíram uma detalhada base de dados sobre a ecologia de lagos naturais e rios de menor ordem na região do médio rio Doce. Uma revisão em 13 periódicos nacionais e internacionais (Acta Limnologica Brasiliensia; BioScience; Ecology; Ecological Applications; Environmental Assessment and Management; Environmental Pollution; Freshwater Biology; Hidrobiologia; Nature, Forest Ecology and Management; Journal of Ecosystem Health; Revista Brasileira de Recursos Hídricos; Science; Tropical Ecology), com classificação máxima pela CAPES; mostrou que não há pesquisas similares nos últimos 20 anos para plantios tropicais florestais. Para o Brasil, em particular, essa pesquisa mostrou-se inédita, tanto em termos do número e diversidade de ambientes pesquisados, como pela duração. Pelo acima exposto, há hoje, para os plantios da CENIBRA nas ecoregiões da bacia do rio Piracibaca (de Catas altas a Coronel Fabriciano) e médio rio Doce (de Marliéria ao Naque), condições de se estabelecer uma linha de base de dados para determinar: a) Quais os intervalos naturais nos valores de variáveis ambientais cruciais para ecossistemas aquáticos (e.g. teor de oxigênio dissolvido, pH e STS) embebidos nos plantios florestais da CENIBRA; b) Metas numéricas para qualidade e quantidade da água em situações de maior impacto potencial, como a exploração florestal; c) Refinamento dessas metas, levando-se em consideração fatores físicos, climáticos e ecológicos em cada ecoregião de atuação da empresa;. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Millôr Godoy Sabará - Coordenador / Deuseles João Firme - Integrante / Marcelino Gonçalves Barbosa - Integrante / Cíntia C. Garcia - Integrante / Breno S. C. Brant - Integrante / Lara Goulart Martins - Integrante / Sarah Arruda Batista - Integrante., Financiador(es): Celulose Nipo-Brasileira S/A - Auxílio financeiro.

  • 2004 - 2007

    Ciclo Hidrológico em Bacias Utilizadas para Plantio de Eucalyptus: método dos vertedouros, Descrição: A média de energia assimilada por plantas tropicais é estimada em 15 x 103 Kcal ha-1 ano-1 ou 18 kW ha-1 ano-1, como resultado da fixação do CO2 atmosférico pela fotossíntese oxigênica (Rickelfs e Miller, 2000). O carvão vegetal é um dos biocombustíveis resultantes dessa fixação, oriundo principalmente do gênero Eucaluptus, que ocupa cerca de 1x106 ha ou 1,7% da área do Estado de Minas Gerais (Carvalho et alli, 2005). Sendo mediado biologicamente, o potencial energético do carvão vegetal está intrinsecamente ligado à quantidade e qualidade de água doce disponível, gerando um ciclo de uso da água doce, que compreende a captação da chuva e sua infiltração nos solos das bacias plantadas e seu uso para crescimento das árvores. A produção de carvão siderúrgico vegetal gera poluição de forma difusa, principalmente pelo escoamento superficial e sub-superficial que pode carrear substâncias usadas nas práticas de manejo. Pela natureza aleatória dessas fontes e pelo fato da primeira expressão da poluição em ecossistemas ser de natureza biológica, essa pesquisa propõe estabelecer conexões entre a quantidade da água produzida por áreas plantadas com Eucalyptus spp. e a saúde ecológica e integridade biótica de canais que drenam os plantios, utilizando particularmente algas períficas) para avaliar os efeitos das práticas de manejo sobre ecossistemas lóticos de menor ordem e gerar subsídios para melhorar ainda mais as práticas de manejo florestal no ciclo de uso da água em bacias plantadas. Para tal, micro-bacias controladas, nos municípios de Bocaiúva e Águas Claras, M.G, tem sua vazão eletronicamente medida a intervalos de dez minutos, e são realizadas coletas mensais de água e algas para determinação de variáveis ambientais. Uma das microbacias é utilizada para o plantio comercial de Eucalyptus sp, enquanto a outra se caracteriza pelo uso agropecuário do solo. A racionalidade para essa pesquisa se apóia no fato da produção de carvão vegetal ambientalmente sustentável exigir plantios de florestais de rápido crescimento, onde se destaca o gênero Eucalyptus. Em Minas Gerais, há cerca de 994000,0 hectares (9940 km2) plantados. Um exemplo dessa necessidade está na área Mineira do Vale do Rio São Francisco, M.G., onde existem aproximadamente 540000 ha plantados com Eucalyptus spp destinados quase exclusivamente à produção de carvão vegetal (Carvalho et alli, 2005). Sendo a produção de carvão vegetal biologicamente controlada, a água doce é um insumo crucial no ciclo de produção do carvão e, ao mesmo tempo, de grande parte do aço do Brasil. A produção sustentável de aço baseada no carvão vegetal, necessita que se tenha um ciclo de uso da água igualmente sustentável. Uma das bases da sustentabilidade ambiental no uso dos recursos hídricos é o seu monitoramento Porém, há uma carência de pesquisas de longo prazo para solidificar a base científica do monitoramento, notadamente no setor florestal trópical. (Tundisi, 2003; Barbosa et alli, 2004). A geração e domínio dessas técnicas de monitoramento permitirão que a Vallourec e Mannesmann Florestal (V&M Florestal) possa atender à crescente demanda energética de sua unidade industrial, sem criar o paradoxo de destruir os processos ecológicos necessários à produção dessa energia. Com base nos dados obtidos em campo, somado aos resultados das análises realizadas no Laboratório de Pesquisas Ambientais (LPA) do UNILESTEMG, elaborou-se este documento, com o qual se pretende fornecer à V&M Florestal resultados e informações sobre o desenvolvimento da pesquisa para o ano 2005.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Millôr Godoy Sabará - Coordenador / Marcelo da Silva Matsumura - Integrante / Douglas Henrique Jesué de Sá - Integrante / Luiz Otávio Caldeira Brant - Integrante / Felipe Andrade de Souza - Integrante / Alice Arantes Carneiro - Integrante., Financiador(es): Vallourec e Mannesmann Florestal Ltda - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 1

  • 2002 - 2006

    ASPECTOS ECOLÓGICOS DE UM CÓRREGO URBANO ANTES E APÓS PROGRAMA DE REMOÇÃO DE FONTES PONTUAIS DE POLUIÇÃO, Descrição: O ribeirão Ipanema melhorou, mas ainda tem um longo caminho a percorrer no sentido de sua melhoria significativa como ecossistema aquático. Os valores encontrados não permitem classificá-lo como Classe 2, como um todo, principalmente no trecho urbano. Mais trabalhos de contenção de esgotos clandestinos e controle de erosão são necessários, bem como o tratamento do escoamento superficial urbano e um controle das fontes difusas na zona rural. 6.1 O ribeirão Ipanema está significativamente, embora apenas em 11%, mais oxigenado que antes da remoção dos esgotos; 6.2 A temperatura da água subiu, o ribeirão está mais básico e com alcalinidade maior; 6.3 Diminuiu a concentração de orto-fosfato, que no entanto ainda se encontra em torno de 0,11 mg L-1, mas aumentou a de P-orgânico; 6.4 Nitrito e nitrato estão em menores concentrações que antes, mas o N-orgânico e o íon amônio estão mais elevados; 6.5 A concentração de bases aumentou o que se refletiu numa maior condutividade elétrica e maiores teor de STD na água; 6.6 Diminuiu a concentração de STS. 6.7 Diminuiu a turbidez da água, mas ainda é elevada e enfrenta picos devido aos processos erosivos a montante; 6.8 A quantidade de UFC permite classificá-lo, baseado nas Figuras 4.38 e 4.53 e utilizando-se a classificação de Kolkwitz & Marsson (1908, 1909 citados em Shäfer, 1983) como: ? Polissabróbico nos pontos RP6 E RP7 (rio Doce); ? Alfa-mesossapróbico entre RP5 E RP4; ? Beta-mesossapróbico em RP2; ? Oligossapróbico em RP1. 6.9 As fontes difusas, principalmente em RP4, parecem estar impactando a qualidade da água. Desse modo, um estudo da química do escoamento superficial seria desejável. O ponto parece ser o mais impactado pelas atividades urbanas. 6.10 As concentrações de STS não diminuíram significativamente e aumentaram, em termos nominais. 6.11 O rio Doce a montante da ETE, parece estar com a qualidade de água melhor que a montante desta, graças à melhoria das condições do ribeirão. 6.12 O sedimento do ribeirão Ipanema irá certamente desempenhar um papel decisivo na evolução do ecossistema, na medida em que a oxigenação da água aumentar. 6.13 A continuação desse trabalho é de grande importância para se determinar como identificar tratar as fontes de poluição.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Millôr Godoy Sabará - Coordenador / Rodrigo Pignaton - Integrante / Shirley Silva Costa - Integrante / ELIZABETH Castro Santos - Integrante / Evelin Márcia Viana - Integrante / Aline Cristina Pereira de Sousa de Caux - Integrante / Daniele Lopes Lima - Integrante / Mariana B. Costa - Integrante., Financiador(es): Centro Universitário do Leste de Minas Gerais - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2001 - 2006

    Avaliação dos efeitos das atividades florestais da Cenibra sobre águas superficiais., Descrição: Em Junho de 2001, a CENIBRA S/A e o Centro Universitário do Leste de Minas Gerais - Unileste-MG, iniciaram um estudo de 5 anos acerca de efeitos de atividades florestais sobre águas superficiais no médio rio Doce. Denominado Programa de Monitoramento dos Efeitos das Atividades Florestais da CENIBRA Sobre Recursos Hídricos Superficiais, o estudo realizou uma comparação ecológica entre lagos e rios de menor ordem (córregos) drenando bacias com Eucalyptus grandis, pastagens, agricultura e floresta nativa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) . , Integrantes: Millôr Godoy Sabará - Coordenador / Rodrigo Pignaton - Integrante / Francine Garção - Integrante / Norma Costa - Integrante / Shirley Silva Costa - Integrante / Virgínia Ottoni Cota - Integrante / Andessa Rocha Lima - Integrante., Financiador(es): Celulose Nipo Brasileira - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 8 / Número de orientações: 4

Prêmios

2004

PRÊMIO FURNAS OURO AZUL, JORNAL ESTADO DE MINAS, CORREIO BRAZILIENSE, JORNAL DO COMÉRCIO E FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS.

2000

Prêmio da Confederação Nacional da Indústria - CNI, Área de ecologia, versão 2000, Confederação Nacional da Indústria.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade do Estado de Minas Gerais, Unidade de João Monlevade. , Avenida Brasília, Baú, 35930314 - João Monlevade, MG - Brasil, Telefone: (31) 38593200, Fax: (31) 38593200, URL da Homepage:

Experiência profissional

2009 - Atual

Universidade do Estado de Minas Gerais

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Nivel B 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
UEMG, Unidade de João Monlevade. Faculdade de Engenharia (FaENGE). Departamento de Recursos Naturais, Ciências e Tecnologias Ambientais. Curso de Graduação em Engenharia Ambiental.

1999 - 2009

Centro Universitário do Leste de Minas Gerais

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor da Disciplinas de Fisiologia Vegetal, do Curso de Ciências Biológicas; Professor da Disciplina Ecologia, do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas; Professor da Disciplina de Ciências do Ambiente para os Cursos de Engenharia Mecânica e Elétrica; Implantou, Coordenou e Reconheceu o Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental (CEA); Professor da disciplina Fundamentos de Ecologia (CEA) Professor da Disciplina Fundamentos de Limnologia (CEA) Professor da Disciplina Gerenciamento de Bacias Hidrográficas (CEA) Professor da Disciplina Ecologia da Paisagem (Curso de Arquitetura e Urbanismo) Professor da Disciplina Biologia Aplicada ao Meio Ambiente (Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia Sanitária e Ambiental - 2001-2002-2004); Professor da Disciplina Ecologia Aquática Aplicada (Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia Sanitária e Ambiental; 2000-2001 e 2001-2002); Membro do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE); Coordenador dp Programa de Pesquisas "Avaliação dos Efeitos das Atividades Silviculturais da Cenibra Sobre Recursos Hídricos de Superfície (2001-2006)"; Coordenador dp Programa de Pesquisas "Ciclo Hidrológico em Bacias Utilizadas para Plantio de Eucalyptus - Método dos Vertedouros" em Bocaiúva, M.G.; Coordenador do Programa de Pesquisas "Monitoramento da efetividade do Programa de Saneamento Ambiental do Ribeirão Ipanema no Município de Coronel Fabriciano" (2002-2004);

Atividades

  • 06/2005

    Pesquisa e desenvolvimento , Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, Ciências Exatas.,Linhas de pesquisa

  • 06/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Universitário do Leste de Minas Gerais, .,Cargo ou função, Conselheiro do Parque Florestal do Rio Doce - MG.

  • 04/2003

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Pesquisa E Extensão, Conselho de Ensino Pesquisa E Extensão Cepe.,Cargo ou função, presidente do Comitê de Pesquisa e Extensão do CEPE.

  • 05/2001

    Pesquisa e desenvolvimento , Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, Laboratório de Pesquisas Ambientais.,Linhas de pesquisa

  • 05/2001

    Outras atividades técnico-científicas , Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental.,Atividade realizada, CRIAÇÃO DO LABORATÓRIO DE PESQUISAS AMBIENTAIS.

  • 02/2001

    Outras atividades técnico-científicas , Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental.,Atividade realizada, IMPLANTAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL.

  • 02/2002 - 09/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Presidente do Conselho de Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental.,Cargo ou função, Presidente do Conselho de Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental.

  • 02/2001 - 09/2005

    Direção e administração, Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, Ciências Exatas.,Cargo ou função, COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL.

  • 03/2005 - 08/2005

    Ensino, Mestrado Em Engenharia Industrial, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, QUALIDADE E USOS DA ÁGUA, BIOGEOQUÍMICA, COM ÊNFASE EM CONTAMINANTES

  • 02/2001 - 09/2004

    Outras atividades técnico-científicas , Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental.,Atividade realizada, REDAÇÃO DO PROGRAMA POLÍTICO-PEDAGÓGICO E RECONHECIMENTO DO CURSO JUNTO AO MEC POR COMISSÃO DE ESPECIALISTAS.

  • 02/2004 - 02/2004

    Ensino, Especialização Em Engenharia Sanitária E Ambiental, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, LIMNOLOGIA, BIOLOGIA SANITÁRIA

  • 02/2002 - 06/2002

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ecologia, Limnologia, Ciências do Ambiente, Introdução à Engenharia Sanitária e Ambiental, Gerênciamento de Bacias Hidrográficas, Fisiologia Vegetal, Fundamentos de Ecologia

2009 - Atual

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Nivel B 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2010 - 2014

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais

Vínculo: Conselheiro Câmara CRA, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 4

Outras informações:
Membro da Câmara de Recursos Naturais e Tecnologia Ambiental (CRA), para emitir pareceres sobre propostas aos editais de fomento, bolsas e resultados de trabalhos financiados pela FAPEMIG

2013 - Atual

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2012 - Atual

Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: PARECISTA, Carga horária: 3

Outras informações:
PARECISTA AD HOC.

2008 - 2009

Ministerio Público do Estado de Minas Gerais

Vínculo: Perito Ambiental, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 3

Outras informações:
Selecionado para atuar como Perito Ambiental do MInistério Público de Minas Gerais, Promotoria de Justiça, Comarcas de Coronel Fabriciano e Antônio Dias (Vale do Aço).

2005 - 2009

Instituto Estadual de Florestas

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 3

Outras informações:
Membro do Consellho Consultivo do Parque Estadual do Rio Doce (PERD),na qualidade de representante das instituições de ensino superior.

Atividades

  • 07/2005

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Consultivo do Parque Estadual do Rio Doce, Diretoria de Biodiversidade.,Cargo ou função, Conselheiro.

1995 - 1995

Usinas Siderurgicas de Minas Gerais

Vínculo: CONSULTOR, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 10

Outras informações:
Consultor e elaborador do projeto de Mata Ciliar da USIMINAS.

Atividades

  • 06/1995 - 08/1995

    Outras atividades técnico-científicas , Pgm, Pgm.,Atividade realizada, PROJETO DE MATA CILIAR DA USIMINAS NAS MARGENS DO RIO PIRACICABA, MG..

1989 - 1993

Companhia Aços Especiais Itabira

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Engenheiro Mestrado, Carga horária: 40

Outras informações:
Exerceu Cargo de Engenheiro na área de pesquisas ambientais, particularmente nos casos de impactos de plantios de Eucalyptus sobre recursos hídricos de superifície

Atividades

  • 10/1989 - 02/1993

    Serviços técnicos especializados , Departamento de Engenharia, Eee.,Serviço realizado, Avaliação dos impactos dos plantios de Eucalyptus sobre lagos naturais em áreas da empresa.