Maria Paula Prates

Atualmente Newton International Fellowship em City, University of London (Londres/ UK), com financiamento The British Academy e Newton Fund. Professora Adjunta na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre/RS-Brasil. Doutora em Antropologia Social pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, tendo realizado estágio doutoral junto ao Laboratoire d'anthropologie sociale (Collège de France/CNRS/EHESS), em Paris. Durante esse período desenvolveu seus estudos junto à Chaire d'Anthropologie de la Nature. Líder do Grupo de Pesquisa Laboratório de Alteridades e vinculada como pesquisadora ao Núcleo de Antropologia das Sociedades Indígenas e Tradicionais (NIT-PPGAS/UFRGS), em Porto Alegre/RS-Brasil, ao Grupo de Pesquisa Bioética e Direitos Humanos (UFCSPA/RS-Brasil) e ao Centre for Maternal and Child Health Research (City University of London, UK). Em 2019 publicou seu primeiro livro, intitulado "Da instabilidade e dos afetos mbyá: pacificando relações, amansando Outros", pela Editora da UFCSPA.

Informações coletadas do Lattes em 19/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Anthropologie sociale et ethnologie

2012 - Atual

École des Hautes Études en Sciences Sociales
Orientador: Alexandres Surrallés

Doutorado em Antropologia Social

2009 - 2013

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Da instabilidade e dos afetos: pacificando relações, amansando Outros. Cosmopolítica mbyá-guarani (Lago Guaíba-RS/Brasil)
Orientador: em Laboratoire d'anthropologie sociale ( Philippe Descola)
com Sergio Baptista da Silva. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Antropologia Social

2007 - 2009

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Dualidade, pessoa e transformação: relações sociocosmológicas mbyá-guarani no contexto de três aldeias no RS,Ano de Obtenção: 2009
Sergio Baptista da Silva.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Corpo; Pessoa; transformação.

Graduação em Ciências Sociais

2000 - 2006

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Nascendo e crescendo como Mbyá-Guarani: reflexões sobre práticas e referências mito-cosmológicas
Orientador: Sergio Baptista da Silva

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2018

Pós-Doutorado. , City University London, CITY, Inglaterra. , Bolsista do(a): Newton Found/ The British Academy, NIF, Inglaterra.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 -

Formação docente para ensino em língua inglesa. (Carga horária: 60h). , Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, UFCSPA, Brasil.

2018 - 2018

Histoire des représentations et du traitement de la folie. (Carga horária: 12h). , Université Paris Descartes, Paris V, França.

2018 - 2018

REACH - Pregnancy Programme. (Carga horária: 6h). , City University London, CITY, Inglaterra.

2014 - 2014

Curso de Ambientação Acadêmica. (Carga horária: 10h). , Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, UFCSPA, Brasil.

2014 - 2014

Curso de Formação Continuada para Docentes. (Carga horária: 30h). , Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, UFCSPA, Brasil.

2012 - 2012

Cours Intensifs de Français général. (Carga horária: 36h). , Accord - école des Langues (Paris), ACCORD, França.

2012 - 2012

Seminaire du cours Les formes du paysage. (Carga horária: 40h). , College de France, COLLEGE FRANCE, França.

2012 - 2012

Iconographies amérindiennes. (Carga horária: 30h). , Musée du quai Branly, MQB, França.

2012 - 2012

Les formes du paysage. (Carga horária: 40h). , College de France, COLLEGE FRANCE, França.

2012 - 2012

Cours Guarani. (Carga horária: 20h). , Institut National des Langues et Civilisations Orientales, INALCO, França.

2011 - 2012

Seminaire de l?equipe Les raisons de la pratique. (Carga horária: 30h). , Laboratoire d'anthropologie sociale, LAS/EHESS, França.

2011 - 2011

Ecologia Política de uma teoria antropológica. (Carga horária: 45h). , Museu Nacional - Universidade Federal do Rio de Janeiro, PPGAS/ UFRJ, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Francês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Guarani

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco.

Tibetano

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnologia Indígena.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

PRATES, M. P. ; MCCOURT, C. . Panel Concepts of birth: between medicine and culture / Concepções de nascer: entre medicina e cultura. 2019. (Congresso).

PRATES, M. P. ; MCCOURT, C. ; OLIVAR, J. M. . Grupo de Trabalho Alteridade, gênero e corpo. 2019. (Congresso).

PRATES, M. P. ; VELEDA, A. A. . CirKula Lab.. 2017. (Outro).

PRATES, M. P. . II Colóquio de Antropologia na UFCSPA. 2016. (Outro).

PRATES, M. P. ; ROSADO, R. . Seminário Povos Indígenas e Saúde: desafios para equidade no SUS. 2016. (Outro).

PRATES, M. P. ; COELHO, C. F. F. . Curso de Introdução à fotografia etnográfica. 2016. (Outro).

PRATES, M. P. . I Colóquio de Antropologia na UFCSPA. 2015. (Outro).

GOBBI, F. S. ; PRATES, M. P. ; SILVA, S. B. . Seminário em Etnologia Indígena NIT/UFRGS. 2009. (Outro).

PRATES, M. P. ; PINHEIRO MACHADO, R. ; ALVES, D. ; LOBO, J. ; RECHEMBERG, F. . CirKula - I Jornada de Pesquisas do Alunos do PPGAS/UFRGS. 2009. (Outro).

PRATES, M. P. ; et al . Espaço Ameríndio da VII Reunião de Antropologia do Mercosul (VII RAM). 2007. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Critically Mapping Cross-Border Reproduction. 2019. (Seminário).

II Congresso ABRE. Parir e nascer no hospital: entre concepções de corpo e de vida mbyá e juruá. 2019. (Congresso).

XI Reunião de Antropologia do Mercosul. Daquilo que se come e daquilo que (se) transforma: a ?comida do branco? entre os Mbyá. 2015. (Congresso).

54º Congresso de Americanistas. Nas margens da estrada e da história juruá: um ensaio sobre as ocupações mbyá na região hidrográfica do Guaíba (estado do Rio Grande do Sul). 2012. (Congresso).

Colloque ?Leurrer la nature?, Collège de France. 2012. (Encontro).

De l?objectivité figurée aux figures du savoir. 2012. (Seminário).

Hommage à la Pensée Sauvage. 2012. (Encontro).

Les Formes élémentaires de la vie religieuse de Durkheim 1912-2012 ? Perspectives pour l?anthropologie. 2012. (Encontro).

Antropologia de Raposa - Pensando com Roy Wagner UFSC. 2011. (Seminário).

Seminário Cultura, Percepção em Ambiente - A contribuição de Tim Ingold para uma mudança de paradigma. 2011. (Seminário).

X Congreso Argentino de Antropología Social. De crianças a mulheres: o feminino e o ciclo de vida mbyá. 2011. (Congresso).

Coloquio "Usos del tiempo, temporalidades y géneros en contextos". 2010. (Encontro).

I FORUM INTERNACIONAL DA TEMÁTICA INDÍGENA. 2010. (Outra).

I CirKula - Jornadas de Pesquisas em Antropologia dos Alunos do PPGAS/UFRGS.A lua, o sangue e o djepotá: as mulheres mbyá à luz do mito de criação do mundo. 2009. (Encontro).

Seminário em Etnologia Indígena NIT/PPGAS/UFRGS.Coordenadora de mesa-redonda. 2009. (Seminário).

VIII Reunião de Antropologia do Mercosul. Relações, alteridades e os outros da pessoa guarani. 2009. (Congresso).

32º Encontro da Anpocs. Relações de gênero entre crianças Mbyá-Guarani. 2008. (Congresso).

Desconferências Prof. Marcio Goldman (Racismo como Dispositivo de Poder/ Percursos Teóricos das Antropologias Minoritárias). 2008. (Outra).

II Seminário Corpo e Saúde. 2008. (Seminário).

IX Congresso Argentino de Antropologia Social. Posadas, Argentina. Etnografia de uma aldeia: crianças e socialidade na tekoá Nhuundy. 2008. (Congresso).

Corpo e saúde: olhares diversos e contemporâneos. Porto Alegre, Brasil..Reflexões sobre corpo-corporalidade: o crescer caminhando das crianças Mbyá-Guarani. 2007. (Seminário).

II Reunião de Monitoramento dos projetos de Medicina Tradicional Indígena. Brasília, Brasil.. 2007. (Encontro).

VII Reunião de Antropologia do Mercosul. Porto Alegre, Brasil.. 2007. (Congresso).

XVIII Salão de Iniciação Científica da UFRGS. Porto Alegre, Brasil..O nascimento entre os Mbyá-Guarani: ideologia de concepção e fabricação do corpo. 2006. (Outra).

IV Fórum Estadual da Cidadania dos Povos Indígenas. Porto Alegre, Brasil.. 2004. (Encontro).

Direitos Humanos e Mercosul. Porto Alegre, Brasil.. 2003. (Seminário).

Simpósio Internacional de Arqueologia, Patrimônio e Atualidade. Porto Alegre, Brasil.. 2003. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Juana Lucía Cabrera Prieto

PRATES, MARIA PAULA; SEGATA, J.; BERGAMASCHI, M. A.; Baptista da Silva, Sergio. ENE (MUJER): RELATOS DE CUIDADOS O SOBRE EL ESTAR-JUNTOS EN UNA COMUNIDAD NATIVA AMAZÓNICA. 2018. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Jéssica Damian

LEIVAS, P. G. C.; SCHAFER, G.;PRATES, M. P.. O reconhecimento da medicina tradicional indígena: o reflexo no processo da indígena tukano. 2016. Dissertação (Mestrado em Direito) - Centro Universitário Ritter dos Reis.

Aluno: Rita Becker Lewkowicz

PRATES, M. P.; LANGDON, E. J.; SCHUCH, P.. A hora certa de nascer: um estudo antropológico sobre o parto hospitalar entre mulheres mbyá-guarani no sul do Brasil. 2016. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Milena Silvester Quadros

DOS ANJOS, J. C.; BARBOSA NETO, E.; KUNRATH SILVA, M.;PRATES, M. P.. O próximo do território quilombola: a cosmopolítica dos moradores de Júlio Borges. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Patrícia carvalho Rosa

PRATES, M. P.; LEA, V. R.; MCCALLUM, C.; CARDOSO, M.; GUERREIRO JUNIOR, A.. Das misturas de palavras e histórias. Etnografia das micropolíticas de parentesco e ?os muitos jeitos de ser Ticuna?. 2015. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

Aluno: Bethânia Dias Zanatta

PRATES, M. P.; SILVA, S. B.; VICTORA, C.. Cosmologia nas Mesas de Santo: construindo corpos e territórios quilombolas no norte do ES". 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Karen Villanova Lima

PRATES, M. P.; DOLL, J.; MEINERZ, C. B.; SANTOS, G. A.. Relações intergeracionais desde uma perspectiva tupi-guarani. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Jéssica Damian

LEIVAS, P. G. C.; SCHAFER, G.;PRATES, M. P.. A aplicação da medicina tradicional no atendimento à saúde da população indígena e sua previsão normativa. 2015.

Aluno: Carlos Alberto Bordignon Corrales

PRATES, M. P.; AMIN, M. C.; DEWES, M. F.. Implementação da produção enxuta em serviços de saúde: uma revisão bibliográfica, aspiração ao contexto brasileiro. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Gestão em Saúde) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Aluno: Maria Souza Cardoso

PRATES, M. P.; FONSECA, A. C.; STENZEL, L.. O feminismo negro e a omissão da psicologia no Brasil ao tratar do sofrimento causado pelo racismo. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Aluno: Jean Crapanzani de Moraes

PRATES, M. P.; FONSECA, A. C.; MOREIRA, M. C.. A arte mágica: uma revisão psicanalítica de aspectos envolvidos na mágica e no sentimento de assombro. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Aluno: Helena Biavaschi Grassi

PRATES, M. P.; FONSECA, A. C.; LEVANDOWSKI, D. C.. A voz das mulheres: percepções sobre o aborto realizado no próprio corpo. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

PRATES, M. P.; BARTH, L.; KERN, G.. I Salão de Ações Afirmativas. 2014. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Miriam de Fátima Chagas

CHAGAS, M. F.; SILVA, S. B.; GIUMBELLI, E.; PINTO, M. T.. Da instabilidade e dos afetos: pacificando relações, amansando outros. Cosmopolítica mbyá-guarani (Lago Guaíba RS/Brasil). 2013. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Elsje Maria Lagrou

da Silva, Sergio Baptista; Pissolato, Elizabeth;LAGROU, Els. Maria Paula Prates As alianças do tempo: um ensaio sobre configurações territoriais e mulheres guarani. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós- graduação em Antropologia Social- PPGAS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Rogério Réus Gonçalves da Rosa

ROSA, R. R. G.; SILVA, S. B.; LAGROU, E. M.; LEWGOY, B.. Dualidade pessoa e transformação: relações sociocosmologicas mbya-guarani no contexto de três aldeias no RS. 2009. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós- graduação em Antropologia Social- PPGAS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

bernardo Lewgoy

BATISTA, Sérgio; LAGROU, E.;LEWGOY, Bernardo. Dualidade, pessoa e transformação: relações sociocosmológicas mbyá-guarani no contexto de três aldeias no RS. 2009. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Euge Stumm

Sempre personagens, às vezes atrizes, nunca diretoras: o cinema feito por diretoras trans e travestis brasileiras; Início: 2019; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; (Orientador);

Tomás de Oliveira

De tensões cosmológicas à reversibilidade de significados: o atendimento biomédico juruá junto à mulheres e crianças mbyá; Início: 2016; Iniciação científica (Graduando em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, CNPq; (Orientador);

Julia Landgraf

Dádiva e reciprocidade: uma etnografia na América Central; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; Orientador: Maria Paula Prates;

Clara Grassi

Loucuras impostas, violências invisíveis: gaslighting e reflexões sobre gênero; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; Orientador: Maria Paula Prates;

Debora Pimentel Antunes

De cozinheiras a chefs: a (in)visibilidade feminina em cozinhas profissionais; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Gastronomia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; Orientador: Maria Paula Prates;

Vitõ Lãn Silva

Pode o preto transbiado falar sobre drogas? Escrevivências, necropolíticas e aquilombamentos; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; Orientador: Maria Paula Prates;

Julia Landgraf

Dos estudos sobre coletivos guarani aos modelos ameríndios e seu inverso: aproximações e disjunções no período de 1950 a 2015; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Maria Paula Prates;

Laura Veronese

Dos estudos sobre coletivos guarani aos modelos ameríndios e seu inverso: aproximações e disjunções no período de 1950 a 2015; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Maria Paula Prates;

Marina Dadico Amâncio de Souza

Gênero e sexualidade: práticas sexuais desviantes e atendimento especializado na saúde pública; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; Orientador: Maria Paula Prates;

Celso Juarez Santos

De tensões cosmológicas à reversibilidade de significados: o atendimento biomédico juruá junto à mulheres e crianças mbyá; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; Orientador: Maria Paula Prates;

Lidiane Carlesso

De tensões cosmológicas à reversibilidade de significados: o atendimento biomédico juruá junto à mulheres e crianças mbyá; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; Orientador: Maria Paula Prates;

Renata Savian Rosa

Equidade e alteridades indígenas; 2016; Orientação de outra natureza; (Gestão em Saúde) - Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; Orientador: Maria Paula Prates;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Sergio Baptista da Silva

Dualidade, pessoa e transformação: relações sociocosmológicas mbyá-guarani no contexto de três aldeias no RS; 2009; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós- graduação em Antropologia Social- PPGAS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Sergio Baptista da Silva;

Sergio Baptista da Silva

Da instabilidade e dos afetos: pacificando relações, amansando Outros; Cosmopolítica mbyá-guarani (Lago Guaíba/RS-Brasil); 2013; Tese (Doutorado em Programa de Pós- graduação em Antropologia Social- PPGAS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Sergio Baptista da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PRATES, MARIA PAULA . GLOWCZEWSKI, Barbara. Devires totêmicos: cosmopolítica do sonho. Tradução: Jamille Pinheiro e Abrahão de Oliveira Santos. São Paulo: n-1 edições, 2015. 352 p. Edição bilíngue.. Horizontes Antropológicos (Online) , v. 23, p. 442-445, 2017.

  • PRATES, M. P. ; PEREIRA, C. C. . NAS MARGENS DA ESTRADA E DA HISTÓRIA JURUÁ: UM ENSAIO SOBRE AS OCUPAÇÕES MBYÁ NA REGIÃO HIDROGRÁFICA DO GUAÍBA (ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL). ESPAÇO AMERÍNDIO (UFRGS) , v. 6, p. 97, 2012.

  • PRATES, M. P. . Da instabilidade e dos afetos: pacificando relações, amansando Outros. Cosmopolítica mbyá (no prelo). 1. ed. Porto Alegre: Editora UFCSPA, 2019. 242p .

  • PRATES, M. P. . Parindo histórias para parir novas existências: as parteiras de Call the Midwife e o parto em diferentes culturas (no prelo). In: Ana Carolina Fonseca da Fonseca. (Org.). Sobre a série Call the midwife (no prelo). 1ed.Porto Alegre: UFCSPA, 2019, v. 1, p. 1-10.

  • PRATES, M. P. . Fluxos de uma antropologia em espaços errantes: corpo, saúde e doença. In: FONSECA, A.C.. (Org.). Ética, Saúde e Direitos Humanos. 1ed.Porto Alegre: Editora da UFCSPA, 2019, v. 2, p. 27-45.

  • PRATES, M. P. . Dualidade, pessoa e transformação: relações sociocosmológicas mbyá-guarani no contexto de três adeias no RS. In: Arno Alvarez Kern e Luiz Carlos Tau Golin. (Org.). História Geral do Rio Grande do Sul - Quinto volume: Povos Indígenas. : , 2009, v. 5, p. -.

  • PRATES, M. P. ; ARNT, M. ; GOBBI, F. S. ; PRADELLA, L. G. ; TEMPASS, M. ; ROSA, P. ; SALDANHA, J. R. ; SILVA, S. B. . Coletivos indígenas em Porto Alegre e regiões limítrofes. In: FASC - Prefeitura de Porto Alegre. (Org.). Estudos quanti-qualitativos de grupos sociais em Porto Alegre. Porto Alegre: Prefeitura de Porto Alegre, 2008, v. , p. -.

  • PRATES, M. P. . Breve ensaio sobre crianças Guarani: pessoa, corpo e relações sociocosmológicas. In: Freitas, Ana Elisa. (Org.). Povos indígenas na Bacia do Lago Guaíba. Porto Alegre: Prefeitura de Porto Alegre, 2008, v. , p. -.

  • PRATES, M. P. . Nas margens da estrada e da história juruá: algumas considerações sobre a territorialidade mbyá-guarani no sul do Brasil. In: 54º ICA, 2012, Viena. Anais do 54º ICA. Viena, 2012.

  • PRATES, M. P. . De crianças a mulheres: o feminino e o ciclo de vida mbyá. In: X Congreso Argentino de Antropología Social, 2011, Buenos Aires. Anais do X CAAS, 2011.

  • PRATES, M. P. . Corporalidade e gênero: reflexões possíveis sobre mulheres e crianças Mbyá-Guarani. In: 26ªRBA, 2008, Porto Seguro. Anais 26ª Reunião Brasileira de Antropologia, 2008.

  • PRATES, M. P. . CRIANÇAS MBYÁ-GUARANI: GÊNERO E CORPORALIDADE. In: II Congreso Latinoamericano de Antropologia, 2008, Costa Rica. Anais II Congreso Latinoamericano de Antropologia, 2008.

  • PRATES, M. P. . Etnografia de uma aldeia: crianças e socialidade na tekoá Nhuundy. In: IX Congreso Argentino de Antropologia Social, 2008, Posadas. Anais IX Congreso Argentino de Antropologia Social.

  • PRATES, M. P. . Relações de gênero entre crianças Mbyá-Guarani. In: 32º Encontro Anual da Anpocs, 2008, Caxambu. Anais do 32º Encontro Anual da Anpocs, 2008.

  • PRATES, M. P. . Parir e nascer enquanto acontecimentos sociocosmológicos: pessoa e vida entre indígenas guarani-mbyá (Brasil Meridional). In: Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia, 2019, Lisboa. Anais do VII Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia. Lisboa: APA, 2019.

  • PRATES, M. P. ; YUILL, C. . The creative birthing body. In: ASA18: Sociality, matter, and the imagination: re-creating Anthropology, 2018, Oxford UK. Anais ASA 2018. Oxford UK: ASA 2018, 2018. v. 1. p. 1-1.

  • PRATES, M. P. . Relações de gênero entre crianças Mbyá-Guarani. In: 32º Encontro Anual da Anpocs, 2008, Caxambu. Anais 32º Encontro Anual da Anpocs, 2008.

  • PRATES, M. P. . Reflexões sobre corpo-corporalidade: o crescer caminhando das crianças Mbyá-Guarani. In: Corpo e saúde: olhares diversos e contemporâneos, 2007, Porto Alegre. Seminário, 2007.

  • PRATES, M. P. . The politics of relations: emotions and anthropological engagements. In: Conference of Association of Social Anthropologists of the UK and Commonwealth, 2019, Norwich. Conference of Association of Social Anthropologists of the UK and Commonwealth, 2019.

  • PRATES, M. P. . Parir e nascer no hospital: entre concepções de corpo e de vida mbyá e juruá. In: II Congresso ABRE, 2019, Paris. II Congresso ABRE, 2019.

  • PRATES, M. P. . Antropologia implicada e a normativa dos comitês de ética: a política das relações na etnografia. In: Congresso Internacional de Americanistas, 2018, Salamanca ES. Anais 56º ICA. Salamanca ES: Anais 56º ICA - Universidad Salamanca, 2018. v. 1. p. 1-1.

  • PRATES, M. P. ; CARREIRA, J. . Negociações em torno do direito à consulta prévia no processo de implementação do Refúgio de Vida Silvestre do Morro São Pedro (RS/Brasil). In: Congresso Internacional de Americanistas, 2018, Salamanca ES. Anais 56º ICA. Salamanca ES: Anais 56º ICA - Universidad Salamanca, 2018.

  • PRATES, M. P. . Daquilo que se come e daquilo que (se) transforma: a ?comida do branco? entre os Mbyá. In: XI Reunión de Antropología del Mercosur, 2015, Montevideo. Anais XI RAM. Montevideo/ Uruguay, 2015.

  • PRATES, M. P. . Mulheres mbyá, irmãs mbyá: as relações com homens e o gênero como questão. In: IV EICS - Encontro Internacional de Ciências Sociais, 2014, Pelotas/ RS- Brasil. Anais do IV EICS. Pelotas/ RS: UFPEL, 2014.

  • PRATES, M. P. . Nas margens da estrada e da história juruá: algumas considerações sobre a territorialidade mbyá-guarani no sul do Brasil. In: 54 INTERNATIONAL CONGRESS OF AMERICANISTS (ICA), 2012, Viena. Anais do 54 ICA, 2012.

  • PRATES, M. P. . Entre sentimentos, corpos e objetos: as mulheres mbyá-guarani. In: VII Reunião Sociedade para a Antropologia das Terras Baixas da América do Sul (SALSA), 2011, Belém - Museu Goeldi. Anais VII Reunião Salsa - Belém/PA, 2011.

  • PRATES, M. P. . De crianças a mulheres: o feminino e o ciclo de vida mbyá. In: X Congreso Argentino de Antropología Social, 2011, Buenos Aires. Anais do X CAAS, 2011.

  • PRATES, M. P. . Alteridades, relações e os outros da pessoa guarani. In: Reunião de Antropologia do Mercosul - RAM, 2009, Buenos Aires. Anais da RAM 2009, 2009.

  • PRATES, M. P. . Crianças indígenas Mbyá-Guarani: alinhavando teorias à observações etnográficas. In: I Encontro Internacional de CS/ III Encontro de CS do Sul: DEMOCRACIA, DESENVOLVIMENTO, IDENTIDADE, 2008, Pelotas. CD-ROOM, 2008.

  • PRATES, M. P. . Corporalidade e gênero: reflexões possíveis sobre mulheres e crianças Mbyá-Guarani. In: 26ª Reunião Brasileira de Antropologia, 2008, Porto Seguro. Anais da 26ª RBA, 2008.

  • PRATES, M. P. . Etnografia de uma aldeia: crianças e socialidade na tekoá Nhuundy. In: IX Congreso Argentino de Antropologia Social, 2008, Posadas. Anais do IX Congreso Argentino de Antropologia Social, 2008.

  • PRATES, M. P. . Relações de gênero entre crianças Mbyá-Guarani. In: 32º Encontro Anual da Anpocs, 2008, Caxambu. Anais do 32º Encontro Anual da Anpocs, 2008.

  • PRATES, M. P. . Pessoa, nome e relações: a morte entre os Mbyá-Guarani. In: 53º Encontro Internacional de Americanistas - 2009, 2008, México. Anais do 53º Encontro Internacional de Americanistas, 2008.

  • PRATES, M. P. . Perspectiva nativa em relação ao universo biomédico:nascimento Mbyá-Guarani nos dias atuais. In: XII da Association pour la Recherche Interculturelle - Diálogos interculturais: descolonizar o saber e o poder 2009, 2008, Florianópolis. Anais do XII Congresso da ARIC, 2008.

  • PRATES, M. P. . O nascimento entre os Mbyá-Guarani: ideologia de concepção e fabricação do corpo. In: XVIII Salão de Iniciação Científica da UFRGS, 2006, Porto Alegre. Livro de Resumos SIC 2006. Porto Alegre: UFRGS, 2006.

  • PRATES, M. P. . Crianças gêmeas entre os Mbyá-Guarani. In: VI Reunião de Antropologia do Mercosul, 2005, Montevidéu. Livro de resumos VI Ram, 2005.

  • PRATES, M. P. . Parir e nascer enquanto acontecimentos sociocosmológicos: pessoa e vida entre indígenas guarani- mbyá (Brasil Meridional). 2019. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PRATES, M. P. . Mulheres excluídas: o cuidado na perspectiva da inclusão social. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Noções de corpo e saúde guarani-mbyá. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Traços de uma cosmologia ameríndia: os guarani-mbyá e suas noções de corpo e pessoa. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Feminismos e ciências. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Voluntariado: ajuda, doação ou troca? Refletindo o 'social'.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Da 'cultura' na Antropologia: pensando (trans)formações, invenções e sentidos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Coletivos ameríndios no sul do Brasil: tecendo reflexões antropológicas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Daquilo que se come e daquilo que (se) transforma: a ?comida do branco? entre os Mbyá. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PRATES, M. P. . Diversidade na Universidade: políticas de inclusão da diferença ou como se produzem 'diferentes'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Considerações sobre trajetória de pesquisa. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Etnografia: método ou teoria?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Narrativas míticas, mulheres mbyá. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Nas margens da estrada e da história juruá: um ensaio sobre as ocupações mbyá na região hidrográfica do Guaíba (estado do Rio Grande do Sul). 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PRATES, M. P. . De crianças a mulheres: o feminino e o ciclo de vida mbyá. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PRATES, M. P. . A lua, o sangue e o djepotá: as mulheres mbyá à luz do mito de criação do mundo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PRATES, M. P. . Corpo, pessoa e mito: relações de gênero entre os mbyá-guarani. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PRATES, M. P. . Relações, alteridades e os outros da pessoa guarani. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PRATES, M. P. . Corpo, pessoa e mito: relações de gênero entre os Mbyá-Guarani. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PRATES, M. P. . Etnografia de uma aldeia: crianças e socialidade na tekoá Nhuundy. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PRATES, M. P. . Relações de gênero entre crianças Mbyá-Guarani. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PRATES, M. P. ; SILVA, S. B. . O nascimento entre os Mbyá-Guarani: ideologia de concepção e fabricação do corpo. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PRATES, M. P. . O nascimento entre os Mbyá-Guarani: ideologia de concepção e fabricação do corpo. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

PRATES, M. P. ; CARREIRA, J. ; LOURENCO, M. . Relatório de antropologia concernente aos coletivos indígenas guarani, kaingang e charrua (Plano de Manejo Morro São Pedro/Porto Alegre-Brasil). 2016.

PRATES, M. P. . Diagnóstico antropológico/ Relatório Técnico 1 - RT 1 - Plano de Bacia do Rio Santa Maria (Profill Engenharia e Ambiente Ltda). 2014.

PRATES, M. P. . Diagnóstico antropológico/ Relatório Técnico 2 - RT 2 - Plano de Bacia do Rio Santa Maria (Profill Engenharia e Ambiente Ltda). 2014.

PRATES, M. P. . Relatório Circunstanciado de identificação e delimitação da Terra Indígena Takuaty Porã (Arroio do Conde, RS). 2011.

PRATES, M. P. . Relatório Circunstanciado de identificação e delimitação da Terra Indígena Arasaty (Arroio Petim, RS). 2011.

PRATES, M. P. . Relatório Circunstanciado de identificação e delimitação da Terra Indígena Nhüu Poty (Arroio Passo Grande, RS). 2011.

PRATES, M. P. . Relatório Preliminar de identificação e delimitação da Terra Indígena Arasaty (Arroio Petim, RS). 2010.

PRATES, M. P. . Relatório Preliminar de identificação e delimitação da Terra Indígena Nhüu Poty (Arroio Passo Grande, RS). 2010.

PRATES, M. P. . Relatório Preliminar de identificação e delimitação da Terra Indígena Takuaty Porã (Arroio do Conde, RS). 2010.

PRATES, M. P. ; GOBBI, F. S. ; ARNT, M. ; PRADELLA, L. G. ; ROSA, P. ; SALDANHA, J. R. ; SILVA, S. B. ; TEMPASS, M. . Estudo quantitativo e qualitativo dos coletivos indígenas em Porto Alegre e regiões limítrofes. 2008.

PRATES, M. P. . Parecer ad hoc Espaço Ameríndio. 2017. (Parecer ad hoc).

PRATES, M. P. . Horizontes Antropológicos. 2017. (Parecer ad hoc).

PRATES, M. P. . Parecer ad hoc Espaço Ameríndio. 2016. (Parecer ad hoc).

PRATES, M. P. . Parecer ad hoc Revista Mundaú. 2016. (Parecer ad hoc).

PRATES, M. P. . Parecer ad hoc Horizontes Antropológicos. 2015. (Parecer ad hoc).

PRATES, M. P. . Parecer ad hoc Espaço Ameríndio. 2014. (Parecer ad hoc).

PRATES, M. P. . Parecer ad hoc Anthropology of Food. 2014. (Parecer ad hoc).

PRATES, M. P. . Parecer ad hoc Espaço Ameríndio. 2013. (Parecer ad hoc).

PRATES, M. P. . IV Curso de Extensão: encontros temáticos em Saúde Indígena. Tema: Cosmovisão guarani. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PRATES, M. P. . I Curso de Extensão em Saúde Indígena - Antropologia Indígena - módulos 1,2,3 e 4 e eixos prioritários de atuação: Saúde Indígena. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Health policies and sociocultural diversity: a comparative study on childbirth services, Descrição: This proposed research project will link the field of anthropology with that of health sciences. The general objective is to understand the relationship between medical teams in maternity services, and people (patients) with a non-Western cosmology. The project will illuminate this issue through cross-cultural comparison. In the Brazilian context the focus is on the encounters of indigenous women with health services, while in the UK the focus will be on those of refugees and recent migrants. It will draw on a two-year ethnographic study conducted in Brazil. This work will be analysed in depth during the fellowship, while also conducting case studies of ?differentiated? practice in selected projects in the UK. The research in the UK will be centred on the maternity care encounters of refugees and newly arrived migrants, via rapid ethnographic case studies of service improvement projects, supplemented by bibliographic and documentary data. The projects will be selected on the basis of reforms to accomplish personalised care that is supportive to women from diverse cultural backgrounds. The organisation, culture and experience of women in these services will be compared with a case resulting from a study accomplished in Brazil, which involves ethnographic observation of medical care offered to guarani-mbyá women during the childbirth process. It seeks, from an anthropological point of view, to produce knowledge about different conceptions of what might be health, illness and birth, for the purposes of development and critical reflection on public policies in both countries. The idea of a comparative policy analysis centred on a cultural perspective comes from an understanding that the notion of physical and social well-being is not a universal invariant. The ways in which public health systems are accessed and signified by different sociocultural collectives have a serious impact on their effectiveness and desired results. This is the point to be discussed in consonance with the native understanding of practices and relationships produced in the context of biomedical care.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maria Paula Prates - Coordenador / Christine Mc Court - Integrante.

  • 2017 - 2018

    ComPesq/UFCSPA 041/2017. Dos estudos sobre coletivos guarani aos modelos ameríndios e seu inverso: aproximações e disjunções no período de 1950 a 2015, Descrição: O presente projeto tem por objetivo propor dois caminhos de pesquisa, consequentes e inspirados em minha tese de Doutorado. Tecida a partir de pesquisa etnográfica desenvolvida ao longo dos últimos dez anos junto aos Guarani-Mbyá, propus nesse referido trabalho pensar como esse coletivo significa e estabelece relações com seus Outros a partir do idioma teórico da predação. Segundo propus, tal idioma encontra seu lugar entre os Mbyá a partir de uma política de recusa ao conflito, a qual dei atenção desenvolvendo reflexivamente tensões inerentes aos pares mbyá/juruá (não indígenas), feminino/masculino, vivos/mortos e, de modo geral, presa/predador em um horizonte delineado em aberturas e fechamentos ao ?sistema do juruá?. Se a carga etnográfica, de leitura atinente aos Guarani e de teorias etnológicas foram encorpadas à medida do exercício da escrita, algumas possibilidades de considerações mais conclusivas escaparam na finalização da tese. Entre elas estão um aprofundamento do elo fortemente presente entre etnografias guarani e etnologia ameríndia contemporânea e um alargamento comparativo de dados etnográficos, seja entre grupos falantes do guarani, seja em aproximações conceituais com outros grupos ameríndios. Por essa razão, volto-me a pensar de maneira prospectiva as influências retroalimentas entre guaraniologia moderna e teorias antropológicas atinentes às socialidades ameríndias a fim de encarar de modo mais enfático o que chamo de dois movimentos: um primeiro de influência direta entre etnografias guarani e teoria da predação desde uma sociologia da afinidade potencial e outro de uma tentativa recente de realocação de etnografias guarani contemporâneas à luz de teorias desenvolvidas justamente a partir desse primeiro movimento, sobretudo o perspectivismo ameríndio. O paradoxo está nas linhas paralelas que correram durante algumas décadas entre a guaraniologia e a etnologia americanista em termos gerais, mesmo que retroalimentadas de início.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Maria Paula Prates - Coordenador.

  • 2014 - Atual

    Edital CNPq Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas. De tensões cosmológicas à reversibilidade de significados: o atendimento biomédico juruá junto à mulheres e crianças mbyá, Descrição: O presente projeto de pesquisa pretende se debruçar sobre o atendimento de saude desempenhado por equipes multidisciplinares, no Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV) e no Hospital Viamão, aos coletivos indígenas guarani- mbyá habitantes de Porto Alegre e região hidrográfica do Lago Guaíba/ RS. Em um segundo momento, pretende-se estender a presente pesquisa às equipes multidisciplinares volantes, vinculadas à Secretaria Especial da Saude Indígena (SESAI) e que atendem diretamente nos territórios mbyá. Parte-se da premissa de que tensionamentos cosmológicos são colocados em pauta quando temas atinentes à noção de saude, corpo e pessoa ganham a cena nas consultas realizadas tanto nos territórios espaciais mbyá, os teko'a, quanto nos hospitais. O objetivo geral proposto consiste em compreender quais as implicaçoes e consequencias de relaçoes que envolvem um quadro multidisciplinar de profissionais de saude, portanto diversificado do ponto de vista técnico e de formação, e também um coletivo no qual as noçoes referidas são significadas desde um modo relacional que contempla agencias extra-humanas. A implicação e pertinencia do saber antropológico em um contexto de pesquisa como esse é também colocado em relevo. O método de pesquisa é o etnográfico, o qual será desenvolvido na observação e acompanhamento dos profissionais da equipe multidisciplinar, com a realização de entrevistas semi-estruturadas e registro em diários de campo. O objetivo principal é o de contribuir com políticas publicas voltadas aos coletivos minoritários indígenas ao passo que também refletir e tirar consequencias do exercício etnográfico em ambientes hospitalares e de consultas nas quais a produção de alteridades é uma constante.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) . , Integrantes: Maria Paula Prates - Coordenador / Rita Lewkowicz - Integrante / Araci da Silva - Integrante / Tomás de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2014

    Antropologia da imagem entre coletivos indígenas no sul do Brasil e entre populações tradicionais no noroeste africano, Descrição: As discussões a serem levantadas por este projeto estão vinculadas àquelas comumente relacionadas às subáreas da Antropologia da Imagem e da Antropologia da Arte em conexão direta com as áreas de Etnologia Indígena das terras baixas da América do Sul e de Estudos Africanos. Com o presente projeto, tenho como principal objetivo investigar imagens (materiais, gráficas, narrativas, poéticas, corporais, sonoras, virtuais e rituais) e suas agências, através de etnografia que pretendo produzir junto a especialistas na confecção, utilização e venda de objetos, engendrados no contexto de diferentes coletivos humanos no sul do Brasil e no noroeste africano. Entre os primeiros, encontram-se os coletivos indígenas mbyá-guarani, kaingang e charrua. Dentre os segundos, na República de Cabo Verde, situam-se as aldeias de Rabelados (população local tradicional) e inúmeros imigrantes, provenientes de diversas etnias locais e oriundos do Senegal, da Guiné e da Guiné-Bissau na costa ocidental africana. Os artefatos a serem investigados são aqueles tanto de uso cotidiano como ritual, desde os utilizados exclusivamente do ponto de vista interno aos grupos passando por aqueles que são produzidos intencionalmente para o comércio externo. A noção de cultura material, aqui utilizada para referir estes objetos e grafismos, não quer restringir as reflexões possíveis a uma simples materialidade. Para além disso, queremos sublinhar o imbricamento destes artefatos com imagens agentivas de toda ordem pertencentes às sociocosmologias enfocadas. Em outras palavras, o que se quer é refletir sobre as imagens e sua ação sobre o mundo. Tenho interesse em investigar comparativamente o estatuto diferenciado destes objetos, e dos grafismos neles presentes, nestes vários contextos sociocosmológicos, identificando, por um lado, suas relações com idéias, significados simbólicos, concepções e memórias socioculturais, e de outro, suas agências na conformação e na transformação dos corpos e das pessoas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (7) . , Integrantes: Maria Paula Prates - Integrante / Baptista da Silva, Sergio - Coordenador.

  • 2004 - 2014

    Ecologias simbólicas, corpos e parentesco: constituindo territórios mbyá, kaingang e quilombola em espaços metropolitanos, Descrição: O projeto tem por objetivo principal desenvolver investigações sobre questões ligadas às representações e às concepções de território que os grupos populacionais guarani-mbyá, kaingang e quilombola possuem, exemplificando a abordagem por meio de locais concretos e que vêm se configurando nos últimos anos como territórios mbyá, kaingang e quilombola em condições contextuais e relacionais singulares. Todos estes territórios encontram-se muito próximos do contexto urbano da Grande Porto Alegre-RS, num raio máximo de sessenta quilômetros do centro da mesma cidade. Suas singularidades dizem respeito, no primeiro caso, a várias tentativas de retomada de um território ancestral, evidenciado pela memória social mbyá recente e por evidências arqueológicas; no segundo, a uma re-ocupação de território ancestral, segundo os anciões e xamãs kaingang; e no terceiro, à emergência de uma consciência étnica negra quilombola em situação de laudo pericial de identificação étnica visando direitos constitucionais. A constituição destes territórios tem evidenciado novos elementos e princípios socioculturais que se articulam e se interligam aos tradicionais, conformando um contexto de intenso contato interétnico, caracterizado pela interação de múltiplos atores sociais e interesses convergentes, principalmente relacionados a agentes do estado, de universidades, de organizações não-governamentais e de movimentos sociais. A compreensão deste contexto sociocultural diferenciado, que configura uma nova zona de fronteiras porosas e diluídas entre o urbano e o rural, entre a inovação e a tradição, entre o moderno e o tradicional , constitui-se no desafio e no objetivo deste projeto, na medida em que deste processo emergem novos híbridos e novos sentidos constitutivos das territorialidades específicas de cada um destes coletivos, onde se cruzam novas e antigas concepções sobre natureza, corpo, pessoa e parentesco. Partindo de pesquisas já realizadas (e que levaram em conta a arte, a corporalidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Maria Paula Prates - Integrante / Sergio Baptista da Silva - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

Professora Homenageada (formatura Gastronomia), UFCSPA.

2017

Award Newton International Fellowship, The British Academy/ Royal Society/ Newton Fund.

2017

Professora Homenageada (Gestão em Saúde), UFCSPA.

2015

Professora Homenageada (formatura Toxicologia Analítica), UFCSPA.

2014

Indicação da tese de doutorado, defendida em 2013, ao Prêmio CAPES de Tese- 2013, PPGAS/UFRGS.

2014

Indicação da tese de doutorado, defendida em 2013, ao Prêmio Tese UFRGS 2013, PPGAS/UFRGS.

2013

Distinção para a Tese de Doutorado, Defendida no PPGAS/UFRGS.

2013

Melhor Tese PPGAS/UFRGS, PPGAS/UFRGS.

2006

Prêmio Jovem Pesquisador - Ciências Humanas., PROPESQ - UFRGS.

2006

Destaque XVIII Salão de Iniciação Científica, PROPESQ UFRGS.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Departamento de Educação e Humanidades. , Rua Sarmento Leite, Centro Histórico, 90050170 - Porto Alegre, RS - Brasil, Telefone: (051) 33038700, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2018 - Atual

    City University London

    Vínculo: Research Fellow, Enquadramento Funcional: Research Fellow, Carga horária: 37, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2014 - Atual

    Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Adjunta, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 08/2017

      Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia Científica - Pesquisa Qualitativa

    • 08/2017

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Elementos de Antropologia na Saúde. Em francês.

    • 04/2017

      Direção e administração, Departamento de Educação e Humanidades, .,Cargo ou função, ComGrad Enfermagem (suplente).

    • 04/2017

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Educação e Humanidades, .,Cargo ou função, ComGrad Toxicologia Analítica.

    • 02/2017

      Ensino, Física Médica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Antropologia da Saúde

    • 02/2017

      Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à Filosofia (Prof. Colaboradora)

    • 02/2017

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Cinema e feminismos (Prof. Colaboradora)

    • 11/2016

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Educação e Humanidades, .,Cargo ou função, NDE Gastronomia.

    • 02/2016

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Teoria Feminista na Ciência

    • 02/2016

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Pensar o contemporâneo

    • 02/2016

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Pesquisa qualitativa: o método etnográfico

    • 02/2016

      Ensino, Gestão em Saúde, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Relações étnico-raciais

    • 08/2015

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Educação e Informação em Saúde, .,Cargo ou função, COMGRAD Nutrição (membro suplente).

    • 07/2015

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Antropologia Social e Cultural II

    • 07/2015

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Governar pelos corpos: introdução ao pensamento de Foucault

    • 02/2015

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Leituras Etnográficas

    • 02/2015

      Ensino, Vários, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Antropologia Social e Cultural I (turma A e B)

    • 07/2014

      Ensino, Gastronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Antropologia da Alimentação

    • 07/2014

      Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Antropologia da Saúde

    • 07/2014

      Ensino, Toxicologia Analítica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Antropologia da Saúde

    • 05/2017 - 12/2017

      Direção e administração, Departamento de Educação e Humanidades, .,Cargo ou função, Vice-chefia de Departamento.

    • 06/2015 - 03/2016

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Ética, .,Cargo ou função, Membro (suplente).

    • 08/2015 - 11/2015

      Extensão universitária , Departamento de Educação e Informação em Saúde, .,Atividade de extensão realizada, Curso: Debates sobre o corpo.

  • 2009 - 2013

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: doutoranda PPGAS/UFRGS, Enquadramento Funcional: Bolsista CNPq doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2011 - 2011

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Estagiária docente, Enquadramento Funcional: Estágio docente, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Estágio docência na disciplina de 'Antropologia: fundamentos' para o curso de Ciências Sociais (UFRGS).

  • 2007 - 2009

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CNPQ mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2007 - 2008

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Vínculo: bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Bolsista Comissão de Acesso e Permanência Indígena na UFRGS

  • 2012 - 2014

    Laboratoire d'Anthropologie Sociale

    Vínculo: Doctorante, Enquadramento Funcional: Doctorante

  • 2011 - 2012

    Laboratoire d'Anthropologie Sociale

    Vínculo: Estágio Doutoral, Enquadramento Funcional: Chercheur invité, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2009

    Universidade Federal do Pará

    Vínculo: convênio PROCAD UFRGS/UFPA, Enquadramento Funcional: doutoranda PPGAS/UFRGS, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2009 - 2011

    Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura

    Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: Consultoria em Antropologia, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Projeto 914BRA4008 - FUNAI - SALVAGUARDA DE COMUNIDADES INDÍGENAS: "Estudo e diagnóstico de fundamentação antropológica necessários à caracterização da ocupação tradicional do grupo indígena Guarani-Mbyá que habita os municípios de Guaíba, Eldorado do Sul e Barra do Ribeiro/RS- Brasil".

  • 2009 - 2016

    Fundação Nacional do Índio

    Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: Coordenadora de Grupo Técnico, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Coordenadora de Grupo Técnico constituído para fins de identificação e delimitação das Terras Indígenas Mbyá-Guarani Petim, Passo Grande e Arroio do Conde (Rio Grande do Sul/Brasil). Portarias FUNAI nº 902 de 17.08.2009 e nº 214 de 01.03.2010.

  • 2008 - 2008

    Fundação Nacional do Índio

    Vínculo: Auxiliar de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Pesquisa, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Auxiliar de Pesquisa no Estudo de Identificação e Delimitação da TI Mbyá-Guarani de Ka'aguy Poty/ Estrela Velha-RS. Portaria nº 52/2008.

  • 2003 - 2003

    Museu Antropológico do Rio Grande do Sul

    Vínculo: estagiária, Enquadramento Funcional: estagiária, Carga horária: 20

  • 2005 - 2007

    Ministério Público Federal

    Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária em Antropologia Social, Carga horária: 20

    Outras informações:
    O período de realização do estágio teve como principais atividades a realização de trabalhos de campo junto aos coletivos Guarani e Kaingang, assim como a produção de relatórios e pareceres na área de Etnologia Indígena.

  • 2003 - 2005

    Ministério Público - RS

    Vínculo: estagiária, Enquadramento Funcional: estagiária, Carga horária: 30