José Miguel Pretto

Engenheiro Agrônomo , Mestrado em Desenvolvimento Rural pelo Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Rural da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005), Doutorando em Política Sociais pelo Programa de Pós Graduação em Política Sociais da Universidade Católica de Pelotas. Experiência em mecanismo de financiamento, crédito rural, planejamento da gestão e gestão estratégica de cooperativas, cadeia produtivas de alimentos, estudos que envolvam coleta, sistematização, análise de dados e informações ligadas ao setor agropecuário. Doutorando em Politicas Sociais pela Universidade Católica de Pelotas

Informações coletadas do Lattes em 21/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Política Social

2016 - Atual

Universidade Católica de Pelotas
Título: AS CONDIÇÕES PARA A SISTENTABILIDADE DAS COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR,
RENATO DA SILVA DELLA VECHIA. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Desenvolvimento Rural

2003 - 2005

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Amplitude e restrições ao acesso de Pronaf Investimento no Rio Grande do Sul - um estudo de três operações de financiamento envolvendo cooperativas de crédito rural, cooperativas de produção agropecuária e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo S,Ano de Obtenção: 2005
Carlos Guilherme Adalberto Mielitz Netto.Palavras-chave: amplitude do pronaf; financiamento do desenvolvimento rural.Grande área: Ciências Sociais AplicadasSetores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Desenvolvimento Rural.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Sem. Int. Transformações Recentes na Agricultura Internacional e seus reflexos no Mercosul. 2014. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Vários

PRETTO, J. M.; paola londero; Hélio Marchioro. MBA Gestão cooperativas vinicolas. 2019.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Renato da Silva Della Vechia

VECHIA, R. S. D.; Ribeiro, Cristine Jaques; FERNANDES, L. A. O.; PAIVA, C. A. N.; NUNES, S. P.. As cooperativas de leite autodenominadas da agricultura familiar: o equilibrio instável entre inclusão e sustentabilidade. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em PPG de Política Social) - Universidade Católica de Pelotas.

Sidemar Presotto Nunes

VECHIA, R. S. D.; RIBEIRO, C. J.; PAIVA, C. A. N.; FERNANDES, L. A. O.;NUNES, Sidemar Presotto. As cooperativas de leite autodenominadas da Agricultura Familiar: o equilíbrio instável entre inclusão e sustentabilidade. 2018. Tese (Doutorado em Política Social) - Universidade Católica de Pelotas.

Cristine Jaques Ribeiro

RIBEIRO, C. J.; fernandes, lucio andré; VECHIA, R. S. D.; NUNES, S. P.; PAIVA, C. A. N.. As cooperativas de leite autodenominadas da agricultura familiar: o equilíbrio instável entre inclusão e sustentabilidade. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Política Social e Direitos Humanos) - Universidade Católica de Pelotas.

Paulo Eduardo Moruzzi Marques

MIELITZ NETTO, Carlos Guilherme Adalberto;MORUZZI MARQUES, P. E.; WAQUIL, Paulo Dabdad; HORN, Carlos Henrique Vasconcelos. O desempenho e restrições de acesso ao Pronaf investimento no Rio Grande do Sul: um estudo de três operações de financiamento envolvendo cooperativas de crédito rural, cooperativas de produção agropecuária e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). 2005. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Paulo Dabdab Waquil

WAQUIL, P. D.; MARQUES, P. E. M.; HORN, C. H. V.. O desempenho e as restrições de acesso ao PRONAF Investimento no Rio Grande do Sul: um estudo de três operações de financiamento envolvendo cooperativas de crédito rural, cooperativas de produção agropecuária e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extermo Sul (BRDE). 2005. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Lúcio André de Oliveira Fernandes

VECHIA, R.; RIBEIRO, C.; PAIVA, C. A.;FERNANDES, L. A.; NUNES, S.. As cooperativas de leite autodenominadas da agricultura familiar: o equilíbrio instável entre inclusão e sustentabilidade. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Política Social) - Universidade Católica de Pelotas.

Carlos Henrique Vasconcellos Horn

MIELITZ NETTO, Carlos G. A.; WAQUIL, Paulo D.; MARQUES, Paulo E. M.;HORN, Carlos Henrique. O desempenho e as restrições de acesso ao Pronaf Investimento no Rio Grande do Sul: um estudo de três operações de financiamento envolvendo cooperativas de crédito rural, cooperativas de produção agropecuária e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). 2005. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Carlos Guilherme Adalberto Mielitz Netto

O desempenho e as restrições de acesso ao PRONAF Investimento no Rio Grande do Sul- um estudo de três operações de financiamentoenvolvendo cooperativas de crédito rural, cooperativas de produção agropecuária e o BRDE; ; 2005; 0 f; Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Carlos Guilherme Adalberto Mielitz Netto;

Renato da Silva Della Vechia

As condições sócio-econômicas para a sustentabilidade das cooperativas da agricultura familiar; Início: 2016; Tese (Doutorado em PPG de Política Social) - Universidade Católica de Pelotas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PRETTO, J. M. . Cooperativismo de Crédito e Microcrédito rural. 1. ed. Porto Alegre: UFRGS EDITORA, 2003. 165p .

  • PRETTO, J. M. ; JOSE HERMETTO HOFFMANN ; FIOREZE, C. ; FELTRACO, S. L. ; MENEGAT, A. . A Política Industrial e os Programas Setoriais da Agroindústria. In: JOSÉ ANTONIO VALLE ANTINES JR.,CARLOS HENRIQUE HORN, IVAN DE PELLEGRIN,IBES ERON ALVES VAZ. (Org.). REMANDO CONTRA A MARÉ - política industrial e desenvolvimento econômico no Rio Grande do Sul 2011-2014. 1ed.Porto Alegre: BOOKMAN, 2017, v. , p. 183-193.

  • EDUARDO GRIJÓ ; CARLOS HENRIQUE HORN ; PRETTO, J. M. . SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL E POLÍTICA INDUSTRIAL. In: JOSÉ ANTONIO VALLE ANTINES JR.,CARLOS HENRIQUE HORN, IVAN DE PELLEGRIN,IBES ERON ALVES VAZ. (Org.). REMANDO CONTRA A MARÉ - política industrial e desenvolvimento econômico no Rio Grande do Sul 2011-2014. 1ed.Porto Alegre: BOOKMAN, 2017, v. , p. 194-216.

  • PRETTO, J. M. . Elementos para a discussão de um projeto sustentável para a agricultura familiar. In: Cláudio Risson; Egon Gabriel Júnior; Jandir Pauli. (Org.). Desenvolvimento, democracia e gestão do crédito - A agricultura familiar em debate. 1ed.PASSO FUNDO: IMED EDITORA, 2009, v. , p. 61-86.

  • PRETTO, J. M. . Conferências, em número de seis, denominadas ?Estratégias para a sustentabilidade de propriedades rurais de associados de cooperativas da agricultura familiar filiadas à FECOVINHO.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

PRETTO, J. M. . MBA em cooperativismo. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

PRETTO, J. M. . MBA COOPERATIVISMO ESCOOP RS. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

PRETTO, J. M. . MBA COOPERATIVISMO. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

PRETTO, J. M. . MBA COOPERATIVISMO ESCOOP RS. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2018 - 2019

    Instituto Federal Sul-Rio-Grandense

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2018 - Atual

    Cresol - Base de Serviços Alto Uruguai

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: ASSESSOR, Carga horária: 2

    Outras informações:
    ASSESSORIA EM PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA À COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL CRESOL CONSTANTINA, CONSTANTINA, RS, REUNIÕES BIMESTRAIS

  • 2009 - Atual

    Cresol - Base de Serviços Alto Uruguai

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assessor, Carga horária: 4

  • 2018 - 2018

    Cresol - Base de Serviços Alto Uruguai

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: ASSESSOR, Carga horária: 4

    Outras informações:
    ASSESSORIA EM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO À DIREÇÃO DA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL CRESOL JACUTINGA, JACUTINGA, RS

  • 2017 - 2017

    Cresol - Base de Serviços Alto Uruguai

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: ASSESSOR, Carga horária: 4

    Outras informações:
    ASSESSORIA EM PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA À DIREÇÃO DA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL CRESOL JACUTINGA

  • 2017 - 2017

    Cresol - Base de Serviços Alto Uruguai

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: ASSESSOR, Carga horária: 2

    Outras informações:
    ASSESSORIA EM PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA À DIREÇÃO DA COOPERTIVA DE CRÉDITO RURAL CRESOL CONSTANTINA, REUNIÕES BIMESTRAIS

  • 2017 - 2017

    Cresol - Base de Serviços Alto Uruguai

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: ASSESSOR, Carga horária: 4

    Outras informações:
    ASSESSORIA À COOPERATIVA DOS TRABALHADORES DA AGRICULTURA FAMILIAR DE PINHALZINHO, COOTRAF (PINHALZINHO,SC) PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÃO DE FINANCIAMENTO SOB PRONAF COTAS PARTES, EFETIVA EM JULHO DE 2017

  • 2009 - 2010

    Cresol - Base de Serviços Alto Uruguai

    Vínculo: contrato temporário, Enquadramento Funcional: assessor

    Outras informações:
    Principal atividade - assessoria em planejamento e gestão estratégica ao Conselho de Administração e captação dos recursos e implantação do projeto DENACOOP denominado ?Profissionalização da Gestão?, em atividades conduzidas pela Fundação Dom Cabral.

  • 2006 - 2006

    Cresol - Base de Serviços Alto Uruguai

    Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Assessor

    Outras informações:
    Organização e coordenação do Seminário Desenvolvimento e Pobreza Rural, promovido pela BASERGS, realizado durante o mês de agosto de 2006 na cidade de Erechim.

  • 2008 - 2008

    Instituto Interamericano de Cooperacion para la Agricultura

    Vínculo: consultor, Enquadramento Funcional: consultor

    Outras informações:
    Principal atividade - ?Análise da situação de um conjunto de cooperativas de produção de leite com menos de vinte anos de existência e que atuam no norte do RS, no oeste de SC e no sudoeste do PR? sob o amparo do Projeto de Cooperação Técnica ?Apoio às Políticas e à Participação Social no Desenvolvimento Rural?, ? PCT IICA/NEAD, Contrato Nº 107.451.

  • 2006 - 2007

    Programas das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: consultor

  • 2011 - 2014

    Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, BRDE.

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Assessor da Diretoria Representante do Rio Gr, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Banco público de desenvolvimento, atua nos três estados da Região Sul, repassador de financiamentos do BNDES, inclusive PRONAF Responsável pelo acompanhamento de operações financeiras de alçada da Diretoria. De julho de 2012 até novembro de 2013 ocupou a Chefia de Gabinete da Diretoria.

  • 2000 - 2003

    Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, BRDE.

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Assessor da Diretoria Representante do RS

  • 2010 - 2011

    Cooperativa Agropecuaria Alto Uruguai Ltda.

    Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Assessor

    Outras informações:
    elaboração de plano de captação de recursos do SESCOOP/RS para Cooperativa Central Gaúcha de Leite (CCGL)

  • 2009 - 2009

    Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural

    Vínculo: Contrato Temporário, Enquadramento Funcional: Consultor

    Outras informações:
    Coordenação de Oficinas da Cadeia Produtiva do Leite do Estado do Paraná, seis oficinas regionais promovidas pela EMATER/PR, OCEPAR, FAEP, FETAEP

  • 2008 - 2008

    Cresol Central SC e RS

    Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Assessor

    Outras informações:
    Assessoria para gestão estratégica ao conselho de administração da Cooperativa Central que congrega as Cresol singulares dos estados do RS e SC.

  • 2007 - 2007

    Faculdade Meridional

    Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Professor

    Outras informações:
    Lecionou disciplina denominada ?Estratégias para o desenvolvimento rural da agricultura familiar?, julho de 2007, no Pós-Graduação latu sensu denominada ?Gestão em desenvolvimento rural e cooperativismo de crédito solidário Instituto Meridional de Educação.

  • 2015 - 2015

    Insitituto Superior de Filosofia Berthier

    Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Professor

    Outras informações:
    Ministrou disciplina "Agricultura: história e caracterização, mundial e brasileira", no Curso de Especialização em Cooperativismo de Crédito com Interação Social, parceria IFIBE Cresol Central SC/RS

  • 2016 - 2016

    ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA AGRICULTURA E ALIMENTAÇÃO

    Vínculo: CONSULTOR, Enquadramento Funcional: CONSULTOR

    Outras informações:
    CONSULTORIA REALIZADA DURANTE O ANO DE 2016, SOB AMPARO DO PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL FAO/UTF/BRA/083/BRA ? NOVA ORGANIZAÇÃO PRODUTIVA E SOCIAL DA AGRICULTURA FAMILIAR BRASILEIRA ? UMA NECESSIDADE PRODUTO 1 - Documento técnico contendo a descrição e caracterização das principais formas de financiamento acessadas por agroindústrias cooperativas do tipo familiar para a produção de alimentos na Região Sul do Brasil PRODUTO 2 - Documento técnico contendo a evolução recente da produção de alimentos e as principais regiões produtoras no Sul - com destaque para feijão, arroz, batata, mandioca, leite, suínos e aves - por meio de coleta e sistematização de dados secundários disponíveis no IBGE PRODUTO 3 - Documento técnico com descrição de boas práticas de financiamento e capitalização de cooperativas da agricultura familiar na Região Sul do Brasil e boas práticas de financiamento e capitalização realizadas por cooperativas ligadas ao Sistema de Organização das Cooperativas Brasileiras - OCB. PRODUTO 4 - Documento técnico descrevendo boas práticas de comercialização e acesso a mercados, envolvendo as principais cadeias produtivas de alimentos, realizadas por cooperativas da agricultura familiar na Região Sul do Brasil, incluindo os mecanismos de compras governamentais, como Programa de Aquisição de Alimentos - PAA, Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE e Biodiesel. PRODUTO 5 - Documento técnico com principais desafios, possibilidades, assim como instrumentos e ferramentas para propiciar sustentabilidade econômica das agroindústrias cooperativas da agricultura familiar na Região Sul do Brasil, com diretrizes para o melhor uso das políticas públicas existentes.