Geraldine Alves dos Santos

Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1993), Formação na técnica de Rorschach e Zulliger, Especialização em Gerontologia Social, Mestrado em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1996), Doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2001) e Pós doutorado na Faculdade de Serviço Social da PUCRS. Anteriormente coordenou o Curso de Psicologia da Feevale. Atualmente é professora titular do curso de psicologia, docente e orientadora do Curso de Mestrado e Doutorado em Diversidade Cultural e Inclusão Social e psicóloga do Centro Integrado de Psicologia da Universidade Feevale, onde coordena o projeto de extensão e estágio curricular de psicogerontologia. No Núcleo de Atendimento Psicológico de Novo Hamburgo atua como psicóloga e coordena o Espaço de Gerontologia. Participa do IMNH - Instituto da Mente de Novo Hamburgo: Diagnóstico, Intervenção e Pesquisa em Nueropsicologia. Participa como colaborado do IPSI e da ABRAZ NH. Nos cursos de especialização de Abordagem Centrada na Pessoa e Psicologia do Esporte ministra as disciplinas relacionadas à psicogerontologia.Também é docente convidada de cursos da área de gerontologia da Universidade Feevale, Escola Superior de Gestão e Ciências da Saúde, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, da Unisinos e do Hospital Santa Catarina. Ex-Vice-Presidente da Associação Brasileira de Rorschach e Métodos Projetivos. Ex- Presidente e Diretora Técnico-científica da Associação Brasileira de Gerontologia/RS. Ex Conselheira do Conselho Municipal do Idoso de Ivoti e do Conselho Estadual do Idoso do Rio Grande do Sul. Participou da Rede Fibra de pesquisa. Atualmente participa do Conselho Consultivo da Sociedade Brasileira de Gerontecnologia. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Gerontologia, atuando principalmente nos seguintes temas: gerontologia social, envelhecimento bem-sucedido, processo de envelhecimento, personalidade, avaliação psiclógica, inclusão social e qualidade de vida.

Informações coletadas do Lattes em 01/02/2020

Já conhece o escavador?