Maria das Dores Daros

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1972), mestrado em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina (1984) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1994). Realizou Estágio de Pós-doutorado na Universidade de Coimbra (2009). Atualmente é professora titular aposentada/voluntária no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina e membro do LABORATÓRIO DE PESQUISAS SOCIOLÓGICAS PIERRE BOURDIEU (LAPSB). Tem experiência na área de Sociologia da Educação e História da Educação, com ênfase em Teoria Sociológica, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, educação, história da educação, intelectuais e escola normal.

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Educação

1990 - 1994

Universidade de São Paulo
Título: Em busca da participação : A luta dos professores pela democratização do ensino
Orientador: Celso de Rui Beisigel
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: participação; democratização; educação.Grande área: Ciências HumanasSetores de atividade: Educação.

Mestrado em Sociologia Política

1980 - 1984

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: Plano Estadual de Educação : Concretização das orientações políticas na educação,Ano de Obtenção: 1984
Orientador: Neide Almeida Fiori
Palavras-chave: Planejamento; Políticas; educação.Grande área: Ciências HumanasSetores de atividade: Outros Setores.

Especialização em Sociologia

1976 - 1979

Universidade Federal de Santa Catarina

Graduação em Pedagogia

1969 - 1972

Universidade Federal de Santa Catarina

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2009 - 2009

Pós-Doutorado. , Universidade de Coimbra, UC, Portugal. , Grande área: Ciências Humanas, Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: História da Educação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2012 - 2012

Extensão universitária em ESTÁGIO DOCENTE DE CURTA DURAÇÃO. (Carga horária: 90h). , Universidade de Coimbra, UC, Portugal.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia/Especialidade: Teoria Sociológica.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Tópicos Específicos de Educação.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação/Especialidade: Sociologia da Educação.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: História da Educação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

Grupo de Pesquisa Ensino e Formação de Educadores/UFSC ; Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE/UFSC ; DAROS, M. D. ; Grupo Políticas Públicas em Educação/UNOESC . Seminário de Pesquisa Formação de Professores: História, Políticas e Práticas.. 2005. (Outro).

DAROS, M. D. . Simpósio "Ensino Superior - Formação de Professores: História e políticas públicas (Faculdades de Educação, Institutos Superiores de Educação e Escolas Politécnicas)".. 2004. (Congresso).

DAROS, M. D. . Seminário sobre LDB - Lei 9394/96. 1997. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

X CONGREESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. A CEPAL e a discussão trnsnacional da educação brasileira dos anos de 1950-1960.. 2019. (Congresso).

X Congresso Brasileiro de História da Educação. Os clubes agrícolas escolares de Snta Cataruina em meio a projetos de modernização educaciopnal (1930-1950).. 2019. (Congresso).

XIII CIHELA 2018. A reinvenção da sociologia da modernização no Brasil e sua relação com a educação;revisitandom os escritos dos sociólogos Florestan Fernandes e Costa Pinto:(décadas de 1950 e 1960). os. 2018. (Congresso).

XIII CIHELA 2018. Trajetória do intelectual Carneiro Leão:repertório e ações e projeto de educação nacional. 2018. (Congresso).

XI ANPED SUL. A Escolar Elementar Rural Catarinense e a formação de seus professores nos anos de 1930: MOdernizando o rústico e o arcáico?. 2016. (Congresso).

XI ANPED SUL. A Constituição do Campo Educacional Brasileiro e a pesquisa em Sociologia da Educação. 2016. (Congresso).

XI Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. O conceito antropológico de Cultura no Brsil e os impactos no Pensamento Pedagógico. 2016. (Congresso).

VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTORIA DA EDUCAÇÃO. Desenvolvimentismo e Transnacionalização na Discussão Educacional no Brasil dos anos de 1950 e 1960. 2015. (Congresso).

X ANPED SUL. A presença do Inep em Santa Catarina de 1942 a 1952. 2014. (Congresso).

X ANPED SUL. Trabalhos manuais no ensino primário e no ensino profissional para a construção da nação laboriosa: proposições de Orestes Guimarães e Corinto da Fonseca, Brasil anos de 1920. 2014. (Congresso).

VIII Colóquio Ensino Médio, História e Cidadania. PRINCIPIOS DA ESCOLA NOVA NA EDUCAÇÃO CATARINENSE EM MEADOS DO SÉCULO XX. 2013. (Congresso).

33 ISCHE- INTERNATIONAL standing of CONFERENCE FOR DE HISTORY OF EDUCATION: ESTADO, EDUCACION Y SOCIEDAD:NUEVAS PERPECTIVAS SOBRE UM VEJO DEBATE. princípios de higiene para a escola primária catarinense: discursod o intelectual OSWALDO RODRIGUES CABRAL. 2011. (Congresso).

IX Congresso Iberoamericano da História da Educação Latino-Americana. Organizações Internacionais e Desenvolvimentismo. 2009. (Congresso).

VII Congresso Luso-Brasileiro. Intelectuais e projetos de autonomização do campo educacional catarinense.. 2008. (Congresso).

V Seminário Ibérico/ I Seminário Ibero-Americano Ciência - Tecnologia - Sociedade no Ensino de Ciências.. 2008. (Seminário).

Representantes do Projeto de pesquisa.JUSTIÇA, ÊXITO e FRACASSO na ESCOLA: O impacto sobre os processos de de socialização e de construção das identidades profissionais dos proofessores catarinenses (1950-2005).. 2007. (Encontro).

Seminário de Aprofundamento Teórico: Justiça, Exito e Fracasso na escola - edição 2007.1. 2007. (Seminário).

Uma nova ética de empatia: abrindo o coração. 2007. (Outra).

Seminário de Aprofundamento Teórico: Justiça, Exito e Fracasso na escola.Campos de Produção do Conhecimento Pedagógico: ensino e formação de professores. 2006. (Seminário).

Seminário de Aprofundamento teórico: Justiça, Êxito e Fracasso na Escola..Leitura e estudos de textos. 2006. (Seminário).

VIII Seminário de Aprofundamento Teórico: Justiça, Exito e FRacasso na Escola. A sociologia na formação dos professores catarinenses. 2006. (Congresso).

VIII Seminário de Apronfudamento Teórico: Justiça, Exito e Fracasso na escola. 2006. (Seminário).

XVI Seminário de Iniciação Científica da UFSC.avaliação de resumos e painéis. 2006. (Seminário).

Colóquio: Ensino Médio, História e Cidadania."Ensino Médio Noturno: um perfil das escolas de "qualidade". 2005. (Simpósio).

Seminário de Aprofundamento teórico: Justiça, Êxito e Fracasso na Escola..Seminário de Aprofundamento teórico: Justiça, Êxito e Fracasso na Escola.. 2005. (Seminário).

Seminário de Aprofundamento teórico: Justiça, Êxito e Fracasso na Escola..Seminário de Aprofundamento teórico: Justiça, Êxito e Fracasso na Escola.. 2005. (Seminário).

I Congresso Internacional Luso-Brasileiro: II Congresso CIDInE.. I Congresso Internacional Luso-Brasileiro: II Congresso CIDInE. Produção sobre conhecimento profissional e docência nos sistemas educativos português e brasileiro: dinâmicas e tendências.. 2004. (Congresso).

III Congresso Brasileiro de Historia da Educação. III Congresso Brasileiro deHistoria da Educação. 2004. (Congresso).

III Congresso Brasileiro de História da Educação. Semanas Educacionais: Vitrine do Pensamento Pedagógico Brasileiro. 2004. (Congresso).

I Seminário Catarinense de Educação Básica.I Seminário Catarinense de Educação Básica. 2004. (Seminário).

V Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul.V Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul. 2004. (Seminário).

XIV Seminário de Iniciação Científica.XIV Seminário De Iniciação Científica-2004. 2004. (Seminário).

26a Reunião Anual da anped. Novo governo. Novas políticas? O papel histórico da anped na produção de novas políticas.. 2003. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Elayne Lins Crisóstomo

PAIN, E. A.; MARCON, T.; SILVA, V. L. G.;DAROS, M. D.. Um estudo sobre s Associação Catarinense de Professores (1952-1060). 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Maria Fernanda Batista Faraco Werneck de Paula

DAROS, M. D.; CUNHA. M. T. S; BASTOS, M. H. C.. Escola Nova em Manuais Didáticos de Alfredo Miguel Aguaio (Santa Catarina 1942-1949). 2015. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Francine Sheid Martins

VALLE, Ione; BIANCHETTI, L.;DAROS, M. D.ZAGO, Nadir.. Quando os degredados se tornam favoritos:um estudo de trajetórias de estudantes do pré-vestibular da UFSC ingressos em cursos de maior demanda. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Elaine Aparecida Teixeira Pereira

DAROS, M. D.; WERLE, F. O.; SCHEIBE, Leda; DALLABRIDA, N.. Modernizar o arcáico;discursos sobre formação de professores para o meio rural(Santa Catarina 1942-1959). 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Maristela da Rosa

DALLABRIDA, N.;DAROS, M. D.; OTTO, C.. Rompendo normas:trajetória social e prática docente de Eglê Malheiros no Colégio Estadual Dias Velho (Florianópolis, 1947-1964). 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Fernanda Vicente de Azevedo

DAROS, M. D.; BOMBASSARO, Ticiane; DANIEL, L. S.; SILVA, V. L. G.. Discurso Intelectual e Políticas Educacionais:Orestes Guimarães e a questão pedagógica da Nacionalização do Ensino Catarinense (1900-1920). 2012. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Marília Gabriela Petry

SILVA, V. L. G.;DAROS, M. D.; BASTOS, M. H. C.. Da recolha à exposição: a constituição de museus escolares no ensino público catarinense(1911-1970). 2012. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Elizabeth Martins

SILVA, V. L. G.; FIORI;DAROS, M. D.. A Presença Ausente de Cacilda Guimarães:lugares e fazeres (Santa Catarina, 1907-1931). 2011. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: TATIANI MODESTI

DAROS, M. D.; VALLE, I. R.; SABINO, M. F.. A Escola Pública Primária em Chapecó: nacionalização e modernização, entre o rural e o urbano(1930-1945). 2011. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Julia Siqueira da Rocha

VALLE, I. R.;DAROS, M. D.. Da banalidade do mal à banalização da Pedagogia:um estudo da violência nas relações escolares de Florianópolis. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ana Laura Tridapalli

DAROS, M. D.; VALLE, I. R.; DALLABRIDA, N.. O Sacerdócio Sublime do Magistério: o Colégio Aurora de Caçador. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Raquel de Abreu

DAROS, M. D.; TOLEDO, M. R. A.; Farias. A Série de leitura graduada Pedrinho (1953-1970) e a perspectiva de socialização em Lourenço Filho. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: JULIETE SCHNEIDER

DAROS, M. D.; VALLE, Ione; WERLE, F. O. C.; CARDOSO, Teresinha Maria.. "A democratização do acesso ao ensino secundário pela expansão do ciclo ginalsial normal em Santa Catarina (1946- 1969)".. 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Mariane Werner Zen

DAROS, M. D.. A ação educativa presentes nos Clubes de Leitura e Bibliotecas Escolares em Santa Catarina: O caso do Grupo Escolar Alberto Torres, Brusque-SC (1938-1950). 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação e Cultura) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Leia Adriana da Silva Santiago Miranda

DAROS, M. D.. "As sociedades indígenas no entrecruzamento do prescrito e do vivido na cultura escolar". 2007. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Marilândes Mól Ribeiro de Melo

DAROS, M. D.; VIEIRA, C. E.; VALLE, Ione. Exame de Qualificaçõ de Mestrado - O CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS (CEPE/UDESC) no projeto de modernização no Estado de Santa Catarina: a educação para o desenvolvimento e o discurso sócio-antropológico consolidando a pesquisa educacional catarinense (1950-1960).. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Fernando Leocino da Silva

DAROS, M. D.. . Exame de Qualificação do Projeto de Dissertação de Mestrado. "Projetando os futiros varões:o Ginásio Diocesano e a educação maculina da Serra Catarinenese (1931-1942).". 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: JULIETE SCHNEIDER

DAROS, M. D.; VALLE, Ione; CARDOSO, Teresinha Maria.. Exame de Qualificação do Projeto de Dissertação de Mestrado. "A democratização dos cursos de formação de professores em Santa catarina: 1946-1971".. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ana Paola Sganderla

DAROS, M. D.. A psicologia na constituição do campo educacional brasileiro: a defesa de uma base científica da organização escolar. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Tatiane dos Santos Virtuoso

DAROS, M. D.; CUNHA. M. T. S. Exame de Qualificação. Disputas de Identidades: a Nacionalização do Ensino em meio as Escolas Ítalo-Brasileiras (1900-1945).. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Léia Adriana da Silva Santiago

DAROS, M. D.. "A questão indígena no entrecruzamento do prescrito e do vivido na cultura escolar".. 2006 - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Jose Eliachim Barros Tapia

DAROS, M. D.; DALLABRIDA, N.; CUNHA. M. T. S; AURAS, G. M. T.. Vejam o que eles fizeram em Lages: nuances históricos, cultura escolar e perfil social dos alunos do colégio Evangélico - 1931 - 1944.. 2006. Dissertação (Mestrado em mestrado) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Ana Paola Sganderla

DAROS, M. D.. A psicologia na formação de professores no estado de Santa Catarina. 2006. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Mariane Werner Zen

DAROS, M. D.; CUNHA. M. T. S; FALCÃO, Luiz Felipe. Nacionalizar e educar pela leitura: atividades de associações auxiliares da escola no grupo escolar Alberto Torres (1941 - 1949) Brusque - SC.. 2006. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação e Cultura) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Ana Paola Sganderla

DAROS, M. D.. A psicologia na formação de professores no estado de Santa Catarina. 2006. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Maristela Aparecida Fagherazzi

DAROS, M. D.; VALLE, Ione; DALLABRIDA, N.. Ensino Médio: currículos diferenciados para a educação dos jovens. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Karine Maria Antunes

QUINTEIRO, Jucirema;DAROS, M. D.; SOUZA, J. T. P.; CARVALHO, D. C.. "As dimensões política e pedagógica da participação da criança na escola: Um estudo do tipo Etnográfico.. 2004. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Vera Regina Bacha Pereira

DAROS, M. D.; VOLPATO, T. G.; SABINO, M. F.; DOZOL, M. S.. Inspetores e Professores em Tempo da NacionalizaçãoReflexos do Discurso Autoritário nas Escolas Catarinenses 1930-1940. 2004.

Aluno: Ana Cláudia da Silva

DAROS, M. D.; CARVALHO, D. C.; VALLE, Ione; QUINTEIRO, Jucirema; SCHEIBE, Leda. A criança em foco: As políticas educacionais e o papel da psicologia e da pedagogia na formação dos professores catarinenses nos anos de 1930 e 1940.. 2003. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Leziany Silveira Daniel

DAROS, M. D.; FIORI; SCHEIBE, Leda; CARVALHO, D. C.. Por uma psico-sociologia educacional: A contribuição de João Roberto Moreira para o processo de constituição científica da pedagogia nos cursos de formação de professores catarinenses nos anos de 1930 e 1940.. 2003. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Leila Stelita Policastro de Lima

DAROS, M. D.; BENAKOUCHE; FIORI. Ensino profissionalizante frente às mudanças nas legislações e tecnologias educacionais: o caso do CEPUD em Lages (SC). 2002. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Patricia Rosa Zorzoli

DAROS, M. D.; SCHEIBE, Leda; AURAS, M.; SILVA, Waldeck Carneiro da. Análise dos dois modelos de formação de professores na República Argentina -- O Normalismo e os Institutos de formação do professorado: da inclusão à exclusão social?. 2002. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Jéferson Silveira Dantas

DAROS, M. D.; REIS, Carlos Educardo dos; Machado, Paulo Pinheiro. Competências e Habilidades no Curso de formação de professores das séries iniciais no nível médio em Santa Catarina: uma análise no contexto das leis 5.692/71 e 9.394/96. 2002. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Paulo Roberto Brzezinski

DAROS, M. D.; Munarim; SILVA, V. B. M.. Organização Escolar e Democracia: Um estudo sobre o Projeto Político Pedagógico na Rede Municipal de Ensino de Florianópolis no Governo da Frente Popular (1993-1996). 2002. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Zulmara Luiza Gesser

DAROS, M. D.; Munarim; SCHEIBE, Leda; AURAS, M.. "Projeto político pedagógico: Uma experiência numa escola pública estadual catarinense".. 2002. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Tade-Ane de Amorim

DAROS, M. D.; BENAKOUCHE; Farias. Inovação e mudança social: que desafios para o Ensino Técnico?. 2001. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Deisy M

DAROS, M. D.; Munarim. R. da Luz. Casa familiar rural: uma alternativa para a formação do jovem trabalhador rural. 2001. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Sidnei Leandro de Moraes

DAROS, M. D.; Senna; Kassor. Projeto pedagógico como instrumento de reforma educacional em Mato Grosso do Sul. 2001. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Aluno: Clésio Acilino Antônio

DAROS, M. D.; SILVA, A. M.; FLEURI, R. M.; KUNZ, E.. Ordenamentos político-pedagógicos, Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e Educação Física Escolar: uma leitura sobre as novas prescrições de um currículo ao ensino. 2000. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Marcelo Pinheiro Cigales

OLIVEIRA, A. P.; SAUTER, G. O.; MEUCCI, S.; SELL, C.;DAROS, M. D.. A Sociologia Católica no Brasil (1920-1940); ANÁLISE SOBRE OS MANUAIS ESCOLARES. 2019. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Fernanda Vicente de Azevedo

DALLABRIDA, N.;DAROS, M. D.; LAFFIN, M. H. L. F.; FERNANDES, C. E.; MARTINS FILHO, L. J.. A Educação de adultos no itinerário intelectual de Jaime Bodet e Lourenço Filho:Ações e mediações entre Campanhas locais e o debate transnacional.. 2019. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Marcos Rohling

CURY, C. J.; DUTRA, D. J. V.;DAROS, M. D.; SANTOS, T. R.; VALLE, I. R.. O Governo da Educação e a Justiça Educaxcional. Uma análise das bases da legislação educacional brasileira à luz da controvérsia liberal-comunitária. 2018. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Tiago Ribeiro Santos

VALLE, I. R.;DAROS, M. D.; BARON, G.; MARCHI, R. C.; CATAPAN, A. H.; HARDT, L. S.. A perda da auréola: deslocamentos da imagem social e sociológica no Facebook. 2017. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Mônica Terezinha Marçal

DAROS, M. D.; SCHLINDWEIN, L. M.; DANIEL, L. S.; CARVALHO, Diana de Carvalho e; Ferreira, António Gomes; HOELLER, S. A. O.; VECHIA, A.. Discursos sobre crianças e infância em revistas pedagógicas (1020-1940) dirigidas à formação de professores em Portugal e Brasil/Santa Catarina. 2017. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Raquel de Abreu

DAROS, M. D.; DEBUS, E.; CUNHA. M. T. S; VALLE, I. R.; Farias. O Pedrinho de Monteiro Lobato, o Pedrinho de Lourenço Filho:dois intelectuais, dois Brasis. 2014. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Solange Aparecida de Oliveira Hoeller

DAROS, M. D.; VEIRA, C. E.; FARIA FILHO, L. M.; VALLE, I. R.; OTTO, C.. AS CONFERêNCIAS EDUCACIONAIS:PROJETOS PARA A NAÇÃO E MODERNIDADE PEDAGÓGICA NOS ANOS DE 1920-BRASIL. 2014. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Roberlayne O

VEIRA, C. E.; Toledo,M.R.; SOUZA,G.;DAROS, M. D.. B.Roballo. Manuais de História da Educação da Coleção Atualidades Pedagógicas (1933-1977). 2012. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Paraná.

Aluno: Joseane pinto de Arruda

FLORES, C. R.; COSTA, D. A.;DAROS, M. D.; PINTO, N. B.. HISTORIAS E PRÁTICAS DE UM ENSINO NA ESCOLA PRIMÁRIA:MARCAS E MOVIMENTOS DA MATEMÁTICA MODERNA. 2011. Tese (Doutorado em Educação Cientifica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ticiane Bombassaro

DAROS, M. D.. A Educação Física no Estado de Santa Catarina: a construção de uma pedagogia racional e científica (1930-1940). 2010. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Tânia Regina da Rocha Unglaub

DAROS, M. D.; CAMPOS, C. M.; Stephanou, Maria; CUNHA. M. T. S; WOLFF, C. S.; GONCALVES, J.; Pedro, J.M.; Arend, S. M.F.. "O poder do canro ou o canto do poder? Um olharsobre o uso do canto como prática pedagógica no Estado de Santa Catarina num contexto autoritário (1937-1945)".. 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Zenilde Durli

DAROS, M. D.; SCHEIBE, Leda; EVANGELISTA, O.; BAZZO, V. L.. " O processo de construção das diretrizes curriculares nacionais para o curso de Pedagogia: concepções em disputa".. 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Maria Hermínia Fernandes Laffim

DAROS, M. D.; SCHEIBE, Leda; CARVALHO, D. C.. Defesa de Tese. "A constituição da docência entre professores de escolarização inicial de jovens e adultos". 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Leziany Silveira Daniel

DAROS, M. D.; VIEIRA, C. E.; TABORDA, M. A.. Exame de Qualificação de Doutorado: João Robertp Moreira (1912-1967) Itinerários para uma "racionalidade atitva".. 2007. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Paraná.

Aluno: Luiz Carlos Luckmann

DAROS, M. D.. Elementos para la formulácion de um nuevo marco conceptual oara la universidad del oeste de Santa Catarina. 2007. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Joanez Aparecida Aires

DAROS, M. D.. "História da disciplina escolar química: o caso de uma instituição secundário de santa catarina/1905-1942".. 2006.

Aluno: Maria Hermínia Lage Fernandes Laffin

DAROS, M. D.; SCHEIBE, Leda. A constituição da docência entre professores de escolarização inicial de jovens e adultos.. 2006. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: CelsoJoão Carminati

DAROS, M. D.; SCHEIBE, Leda; SILVA, V. B. M.; MEKSENAS, Paulo.; JANTSCH, A. P.; SCHLINDWEIN, L. M.; LIMA FILHO, D. L.. Formação e docência: a trajetória de professores de filosofia de ensino médio.. 2003. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Celso João Carminati

DAROS, M. D.; SCHEIBE, Leda; JANTSCH, A. P.; LIMA FILHO, D. L.; SCHLINDWEIN, L. M.; MEKSENAS, Paulo.; SILVA, V. B. M.. Formação e docência: a trajetória de professores de filosofia de Ensino Médio.. 2003. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Marcos Rohling

VALLE, I. R.;DAROS, M. D.; CURY, C. J.; DUTRA, D. V.; PETRY, F. B.. O GOVERNO DA EDUCAÇÃO e a Justiça Social. Uma análise da legislação educacional à luz da controvérsia libera-comunitarista. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Mônica Teresinha Marçal

CARVALHO, D. C.; Ferreira, António Gomes;DAROS, M. D.; AURAS, G. M. T.; DANIEL, L. S.; HOELLER, S. A. O.. A criança e a infância; um estudo sobre os discursos e as prescrições em revistas pedagógicas (1920-1940). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Tiago Ribeiro Santos

VALLE, I. R.;DAROS, M. D.; BIANCHETTI, L.. Manter a Distância: o professor e sua identidade profissional face a escalada do público escolar na internet. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Fernanda Vicente de Azevedo

DALLABRIDA, N.;DAROS, M. D.; AURAS, G. M. T.. Um estudo a partir da Campanha de Adolescentes e Adultos e Campanha Nacional de Educação Rural (1947-1963).. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Pó Graduação em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Marilda Pasqual Schneider

DAROS, M. D.. "DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: LIMITES E POSSIBILIDADES À CONSTITUIÇÃO DA PROFISSIONALIDADE DOCENTE". 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Tânia Regina da Rocha Unglaub

DAROS, M. D.; CUNHA. M. T. S; CAMPOS, C. M.. O poder do canto ou o canto do poder: Um olhar sobre o uso do canto como prática pedagógica no Estado de Santa Catarina num contexto autoritário (1937-1945). 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Joanez Aparecida Aires

DAROS, M. D.; Delizoicov, Demétrio; DALLABRIDA, N.; MARQUES, C. A.; PESSANHA, E. C.. História da disciplina escolar química: o caso de uma instituição secundário de santa catarina/1905-1942. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Educação Cientifica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Joanez Aparecida Aires

DAROS, M. D.; Delizoicov, Demétrio; DALLABRIDA, N.; MARQUES, C. A.; PESSANHA, E. C.. História da disciplina escolar química: o caso de uma instituição secundário de santa catarina/1905-1942. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Educação Cientifica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ivanei Cruz Schneider; Pereira A

DAROS, M. D.; BOMBASSARO, Ticiane. M; Lucena S. A.. "O Fortalecimento do Conselho de Pais e Professores".. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Gestão Escolar) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Mazurek A; Hoeperg A; Cardoso A

DAROS, M. D.; BOMBASSARO, Ticiane. T.. "A Relevância dos Conselhos Escolares para uma ~Gestão Democrática".. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Gestão Escolar) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Land C

DAROS, M. D.; BOMBASSARO, Ticiane. T.; Kirst I. E. W; Bom J. F; Vidmar M. M; Zenaro M;. "Conselho de Classe: uma prática pedagógica coleitva para a qualificação do processo ensino-aprendizagem".. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Gestão Escolar) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: WeberJ; Kniess C

DAROS, M. D.; BOMBASSARO, Ticiane. A. K; Cucco S. M. A. "Proposta de criação do Conselho Escolar".. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Gestão Escolar) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Ana Laura Tridapalli

DAROS, M. D.. "Bons cristãos e virtuosos cidadãos: Cultura escolar Marista no Ginásio Aurora (1938-1945)". 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de História) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Ana Laura Tridapalli

DAROS, M. D.; DALLABRIDA, N.; FALCÃO, Luiz Felipe. Bons Cristãos e Virtuosos Cidadãos: cultura escolar marista no ginásio Aurora. (1938 - 1945).. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de História) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Aluno: Ana Laura Tridapalli

DAROS, M. D.. "Bons cristãos e virtuosos cidadãos: Cultura escolar Marista no Ginásio Aurora (1938-1945)". 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de História) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; CRUZ, S. H.; CRAIDY, C.; VASCONCELOS, V. M. R.. MEMORIAL DE ATIVIDADES ACADÊMICAD. 2016. Universidade Federal de Santa Catarina.

Taneja, IT;DAROS, M. D.; DAMASIO, A.; CAMPOS, T. M.. Memorial das Atividades Acadêmicas. 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.

TANEJA, I. J.; DAMAZIO, A.;DAROS, M. D.; CAMPOS, T. M.. MEMORIAL DE ATIVIDADES ACADÊMICAS. 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; REIS, Carlos Educardo dos. Concurso Público Professor adjunto. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; DELIZOICOV, N. C.; TREVISOL, M. T.; SCHEIBE, Leda; TREVISOL, J. V.. Doutores do Mestrado em Educação, EDITAL 001/VR - JBA/03. 2003. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA.

DAROS, M. D.; QUINTEIRO, Jucirema; SOUZA, J. T. P.. Concurso Público para Professor da Classe de Adjunto do Magistério Superior. 2003. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; Veiga; Pompa. Avaliação "in loco" do curso de Pedagogia das Faculdades Claretianas sediada em Batatais/SP. 2000. União das Faculdades Claretianas.

DAROS, M. D.; Paiva. Avaliação das condições iniciais de oferta do Curso De Pedagogia, licenciatura, com habilitação em Educação Básica e Gestão e Organização do Trabalho Pedagógico, a ser ministrado em Salvador/BA pela Faculdade Social da Bahia. 2000. Associação Brasileira de Educação Familiar e Social.

DAROS, M. D.; Santos. Avaliação das condições iniciais de oferta do curso de Pedagogia - habilitações: Orientação Educacional, Supervisão Escolar, Administração Educacional (Organização Empresarial) ministrado em Porto Alegre/RS pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de São Judas Tadeu.. 1999. Instituição Educacional São Judas Tadeu.

OTTO, C.;DAROS, M. D.; LIMA, P. M.. COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE TESE DE DOUTORADO. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; CARVALHO, Diana de Carvalho e; Farias. Banca de Qualificação de Mestrado. "O Intelectual Lourenço Filho e a Perspectiva de Socialozação na Série de Leitura Graduada Pedrinho". 2008. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Banca Examinadora de Avaliação de Desempenho Acadêmico. 2008.

DAROS, M. D.; BECKER, A. C.; SILVA, O. C.. "AVALIAÇÃO DE PROGRESSÃO FUNCIONAL DE PROFESSOR ADJUNTO III PARA PROFESSOR ADJUNTO IV DO PROFESSOR ANTONIO MUNARIM". 2007. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; MEKSENAS, Paulo.; VALLE, Ione. Banca para Avaliação/validação da Disciplina EED 5303 "Educação e Sociedade", do aluno Marcelo Josué Röehrs... 2007. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Comissão Avaliadora dos trabalhos apresentados no XVI Seminário de Iniciação Científica da UFSC. 2006. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Parecerista do IV COngresso Brasileiro de História da Educação. 2006. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

DAROS, M. D.. Comitê Científico do VI Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sil - Anped Sul e III Seminário dos Secretários dos Programas de Pós-Graduação em Educação. 2006. Universidade Federal de Santa Maria.

DAROS, M. D.; VAZ, A. F.; DALLABRIDA, N.. Banca de qualificação do projeto de dissertação "Semanas Educacionais: a Arquitetura do Poder sob a Celebração da Didática", de TIciane Bombassaro.. 2005. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Qualificação do projeto de doutorado " História da Disciplina Escolar Química: o caso de uma Instituição de Ensino Secundário da Santa Catarina/1905-1942" de Joanez Aparecida Aires. 2005. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Banca de defesa da Dissertação Ensino Médio: currículos diferenciados para a educação dos jovens" de Maristela Aparecida Fagherazzi. 2005. Universidade do Estado de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Qualificação do projeto de doutorado ""As origens do Curso de Pedagogia em Santa Catarina: um estudo das proposições políticas no período de 1960-1979", de Letícia Carneiro Aguiar.. 2005.

DAROS, M. D.; VALLE, Ione; DALLABRIDA, N.. Qualificação do Projeto de Mestrado "A escola de ensino médio catarinense: com a palavra os professores" de Maristela Aparecida Fagherazzi. 2004. Universidade do Estado de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; Senna; FERNANDES, M. D. E.; OLIVEIRA, R. T. C.. Qualificação do Projeto de Mestrado "A constituinte Escolar da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso (1999-2001): Uma proposta de gestão democrática".. 2004. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

DAROS, M. D.. Comissão Avaliadora dos trabalhos apresentados no XIV Seminário de Iniciação Científica da UFSC. 2004. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Qualificação do Projeto de Mestrado "O belo esforço: do esporte para todos à construção de uma pedagogia corporal no Brasil - 1970/1985" de Nailze Pazin. 2003. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Qualificação do Projeto de Mestrado "Professores(as) em tempo de nacionalização em Santa Catarina" de Vera Bacha Pereira.. 2003. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Qualificação de Mestrado. 2003. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. II Seminário de Iniciação Científica da UNOESC, I Seminário de Pesquisa da UNOESC e do II Encontro dos Grupos de Pesquisa da UNOESC. 2003. Universidade do Oeste de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; SCHEIBE, Leda; BENAKOUCHE. Comissão de Análise de Tese para revalidação do título de doutora em Ciências da Educação.. 2003. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Qualificação do projeto de Mestrado "O Tirol brasileiro: Uma análise histórica do papel da educação na preservação da cultura austríaca em Treze Tílias" de Ágatha Cristina Speck.. 2003. Universidade do Oeste de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Qualificação do projeto de Mestrado "AS políticas públicas de formação docente e seu significado para os profissionais da educação infantil" de Evaine Célia Desidério. 2003. Universidade do Oeste de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. Qualificação do projeto de Mestrado "Retratos de um profissional em crise: O docente em tempos de mudanças" de Claudinei Antônio Sella.. 2003. Universidade do Oeste de Santa Catarina.

DAROS, M. D.. 26a Reunião Anual da anped. 2003. Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Educação.

DAROS, M. D.; CARVALHO, Diana de Carvalho e; QUINTEIRO, Jucirema; VALLE, Ione. Qualificação do projeto de mestrado Pensando a criança e a infância na formação dos professores catarinenses nas décadas de 30 e 40 do século XX. 2002. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; SCHEIBE, Leda; FIORI. Qualificação do projeto de mestrado " João Roberto Moreira e a formação de professores em Santa Catarina nos anos de 1930 e 1940: Contribuições da Psicologia e da Sociologia Educacionais para a constituição da Pedagogia Científica" de Leziany Silveira Daniel. 2002. Universidade Federal de Santa Catarina.

DAROS, M. D.; CATANI, Denice Barbara; BEISIEGEL, Celso de Rui; FREITAS, Marcus de César. Qualificação do projeto de doutorado " O trabalho docente no Brasil: o discursos dos Centros Regionais de Pesquisa Educacional e das Entidades Representativas no Magistério (1950-1971)", de Rosario Silvana Genta Lugli. 2002. Universidade de São Paulo.

DAROS, M. D.; EVANGELISTA, O.; Farias. Qualificação do projeto de Mestrado "Sagrado dever é servir a pátria: A educação cívico-patriótica em Santa Catarina (1930-1945)" de Carla DLourdes do Nascimento. 2002. Universidade Federal de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Marilia Pontes Sposito

DAROS, . M. DAS D.;SPOSITO, M. P.. Em busca da participação - A luta dos professores públicos de Santa Catarina pela democratização da educação. 1994. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Fabiana Teixeira da Rosa

Formação de Professores do Ensino Secundário e a revista Escola Secundária: em busca da renovação pedagógica nas décadas de 1950 e 1960; Início: 2019; Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina; (Orientador);

Elaine Teixeira Pereira

Os Clubes Agrícolas em Santa Catarina -1940-1960; Início: 2017; Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina; (Orientador);

Tatini Modesti

A escola normal e a modernização da cidade de Chapecó/S; C; ; Início: 2016; Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina; (Orientador);

Ilson Paulo Ramos Blogoslawski

A escola alemã e a modernização socila e econômica do Alto Vale do Itajaí/S; C; ; Início: 2016; Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina; (Orientador);

Rosana da Silva Cubas

A Campanha de Eduacação de Adolescentes e Adultos (1947-1963); Início: 2015; Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina; (Orientador);

Elaine Apararecida Teixeira Pereira

MODERNIZAR O ARCAICO:DISCURSOSSOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA O MEIO RURAL(SANTA CATARINA); 2013; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Fernanda Vicente de Azevedo

DISCURSO iNTELECTUAL E POLÍTICAS EDUCACIONAIS:ORESTES GUIMARÃES E A QUESTÃO PEDAGÓGICA DA NACIONALIZAÇÃO DO ENSINO CATARINENSE(1900-1920); 2012; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

TATIANI MODESTI

A ducação em Chapecó: nacionalização e modernização; 2010; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Raquel de Abreu

A SÉRIE DE LEITURA GRADUADA PEDRINHO(1953; 1970) E A PERPECTIVA DE SOCIALIZAÇÃO EM LOURENÇO FILHO; 2009; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Ana Laura Tridapalli

O SACERDÓCIO SUBLIME DO MAGISTÉRIO; O COLÉGIO AURORA DE CAÇADOR; 2009; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Marilândes Mól Ribeiro de Melo

SÍLVIO COELHO DOS SANTOS - UM INTELECTUAL MODERNO NO CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS (CEPE) - SC: PERTENCIMENTO, MISSÃO SOCIAL E EDUCAÇÃO PARA A FORMAÇÃO/MODERNIZAÇÃO (1960/1970); 2008; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Tatiane dos Santos Virtuoso

"DISPUTAS DE IDENTIDADES: A NACIONALIZAÇÃO DO ENSINO EM MEIO AOS ÍTALO-BRASILEIROS (1900-1930)"; ; 2008; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Ticiane Bombassaro

Semanas Educacionais: a arquitetura do poder sob a celebração da didática; 2006; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Adriana de Oliveira Rocha

"Anísio Teixeira e a Escola Normal de Caitité/BA: um projeto de formação de professores primários (1926-1941)"; 2005; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Vera Regina Bacha Pereira

Professores(as) em tempo de nacionalização em Santa Catarina (1930-1940); 2004; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Ana Cláudia da Silva

As Concepções de criança e infância na formação dos professores catarinenses nos anos de 1930 e 1940; ; 2003; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Leziany Silveira Daniel

Por uma psico-sociologia educacional: a contribuição de João Roberto Moreira para o processo de constituição científica da Pedagogia nos cursos de formação de professores catarinenses nos anos de 1930 e 1940; ; 2003; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Adriana de Oliveira Rocha

Escola Normal de Caetité - espaço público e democracia? (1926-1956); 2003; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Márcia Carminatti

Democratização a gestâo: os conselhos da escola e as eleições de diretores na rede municipal de ensino de Florianópolisnicipais de Florianópolis: eleições de diretores e implantação de conselhos deliberativos; 2002; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Jane Motta

O papel das Associações de Pais e Professores na democratização da escola pública catarinense; 2001; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Flavia Maria Machado Pinto

A escola normal em Lages: espaço de disputa política; 2001; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Paulo de Nóbrega

Ensino Público, nacionalidade e controle social; Política oligárquica em Santa Catarina na primeira república; 1900-1922; 2000; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Marlete dos Anjos Silva Schaferath

A Escola Normal Catharinense de 1892 : Profissão e Ornamento; 1999; 0 f; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Darlene de Moraes Silveira

O Conselho Municipal dos Direiros da Criança e do Adolescente de Florianópolis: Os (des)caminhos entre as expectativas políticas e as práticas vigentes; 1999; 0 f; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Rogério Costa Wiirdig

Dos bancos universitários aos pátios escolares : Da formação inicial à prática pedagógica dos professores de educação física; 1998; 0 f; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Joana Cëlia dos Passos

A escola do movimento e o movimento pela escola : Um estudo sobre a escola do assentamento Conquista 5 de maio - Calmon/SC; 1997; 0 f; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Rosana da Silva Cuba

Os Discursos sobre Moral e Civismo da Campanha de Educação de Adolescentes e Adultos (1947-1963) a partir de alguns livros didáticos; ; 2019; Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Tiiago Ribeiro Santos

A Perda da auréola:deslocamento da imagem social e sociológica de professor no Facebook; 2017; Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Coorientador: Maria das Dores Daros;

Solange Aparecida de Oliveira Hoeller

AS CONFERêNCIAS EDUCACIONAIS:PROJETOS PARA A NAÇÃO E MODERNIDADE PEDAGÓGICA NOS ANOS DE 1920-BRASIL; 2014; Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Raquel de Abreu

O PEDRINHO DE MONTEIRO LOBATO E O PEDRINHO DE LOURENÇO FILHO; DOIS INTELECTUAIS, DOIS BRASIS; 2014; Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Maria das Dores Daros;

Paulo de Nóbrega

Doutorado: Poder Oligárquico, nacionalização de imgrantes e ensino público: modenrinzação do ensino primário em Santa Catarina (1910 - 1930); ; 2006; Tese (Doutorado em Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina,; Orientador: Maria das Dores Daros;

Thaise Vasconcellos Olivaes

A pesquisa e a formação dos professores catarinenses nas décadas de 1950 e 1960; ; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Marilândes Mól Ribeiro de Melo

A pesquisa e a formação dos professores catarinenses nas décadas de 1950 e 1960; ; 2005; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Elaine Aparecida Teixeira Pereira

A influência da sociologia espiritualista na formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 1930 e 1940; ; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Elaine Aparecida Teixeira Pereira

A sociologia na formação dos professores catarinenses nos anos 30 e 40; 2002; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Leziany Silveira Daniel

O Instituto de Educação de Florianópolis e o intelectual local João Roberto Moreira: contribuições para a formação de professores em Santa Catarina na década de 30; 2000; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Carla D' Lourdes do Nascimento

A Sociologia na Formação dos Professores no Instituto de Educação de Florianópolis (1930-1940); 2000; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Leziany Silveira Daniel

A formação dos professores em Santa Catarina nas décadas de 30 e 40:entre o discurso da missão e o centralismo burocrático; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Carla D'Lourdes do Nascimento

A formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 30 e 40: entre o discurso da missão e o centralismo burocrático; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Maria das Dores Daros;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Celso de Rui Beisiegel

Em busca da participação; 1999; 0 f; Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação da Usp, Capes; Orientador: Celso de Rui Beisiegel;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PEREIRA, E. A. T. ; DAROS, M. D. . Lugares, ações e intenções como possibilidades de análises:discursos sobre a escola primária rural e formação de seusprofessores (1942-1955). PERSPECTIVA , v. 34, p. 240-261, 2016.

  • DAROS, M. D. ; PEREIRA, E. A. T. . A Sociologia cristã e o pensamento de Alceu Amoroso Lima em um colégio católico de formação de professores em Santa Catarina. REVISTA BRASILEIRA DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO , v. 15,n.1, p. 235, 2015.

  • DAROS, M. D. . Entrevista: Heranças da Sociologia de Pierre Bourdieu. LINHAS (FLORIANÓPOLIS. ONLINE) , v. 5, p. em vídeo, 2014.

  • DAROS, M. D. . Intelectuais e projetos educacionais em disputa no Brasil dos anos de 1930-1940. Roteiro , v. 39, p. 255, 2013.

  • MELO, M. M. R. ; DAROS, M. D. . Educação, desenvolvimento e planejamento no ideário do intelectual Silvio Coelho dos Santos. Revista HISTEDBR On-line , v. on-lin, p. 357-379, 2013.

  • CARVALHO, D. C. ; DAROS, M. D. ; Ana Paola Sganderla . Uma aborgagem histórica da psicologia nos cursos de formação de professores:em foco os programas da disciplina em uma escola catarinense na década de 1930. Revista Brasileira de Educação (Impresso) , v. v.17, p. 675-692, 2012.

  • DAROS, M. D. ; VALLE, Ione ; MELO, M. M. R. . Pesquisa e Planejamento nos anos de 1960 em Santa Catarina:desenho de um projeto meritocrático. Cadernos de Educação (UFPel) , v. 41, p. 299, 2012.

  • DAROS, M. D. ; MELO, M. M. R. . Assistência Internacional no planejamento educativo dos anos de 1960 em Santa Catarina. Revista Educação em Questão (Online) , v. 40, p. 97-127, 2011.

  • DAROS, M. D. ; ZAGO, Nadir. . Leituras sociológicas em educação.. Perspectiva: Revista do Centro de Ciências da Educação., UFSC, p. 07-15, 2002.

  • DAROS, M. D. . A Sociologia na formação dos professores catarinenses nos anos de 1930 e 1940. Formação de professores em Santa Catarina - Série Pesquisas, Florianópolis, p. 31-48, 2002.

  • DAROS, M. D. . O movimento de professores da rede pública de Santa Catarina e sua luta pela participação. Perspectiva (Erexim) , Florianópolis, v. 13, n.23, p. 79-99, 1995.

  • DAROS, M. D. ; AURAS, M. ; BAZZO, V. L. ; KOCH, Z. M. . A democratização em Santa Catarina : Um outro estilo de disgnóstico - documento síntese. Perspectiva (Erexim) , Florianópolis, v. 13, n.23, p. 47-78, 1995.

  • DAROS, M. D. . Movimentos Sociais e a Sociologia da Educação : A questão do movimento de professores. Leituras Imagens , Florianópolis, p. 53-57, 1995.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

DAROS, M. D. . Implantação do Curso de Mestrado em Educação e Cultura da UDESC. 1997.

DAROS, M. D. . Coordenação do Curso de especialização em Gestão Escolar. 2008.

DAROS, M. D. . Colegiado do Curso de Especialização em Gestão Escolar do Centro de Ciências da Educação. 2007.

DAROS, M. D. ; PEREIRA, E. A. T. ; BOMBASSARO, Ticiane ; DI PIETRO, Leila . Relatório parcial de pesquisa "A formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 1930 e 1940".. 2003.

DAROS, M. D. ; PEREIRA, E. A. T. ; DI PIETRO, Leila ; BOMBASSARO, Ticiane . Relatório final de pesquisa "A influência da sociologia espiritualista na formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 1930 e 1940".. 2003.

DAROS, M. D. ; SILVA, A. C. ; SCHEIBE, Leda ; DANIEL, L. S. . Projeto Integrado de pesquisa " As políticas públicas de formação docente em Santa Catarina: Contextos e trajetórias no século XX.. 2003.

DAROS, M. D. ; PEREIRA, E. A. T. . Relatório parcial de pesquisa "A Sociologia na formação dos professores catarinenses nas décadas de 1930 e 1940.. 2002.

DAROS, M. D. ; SILVA, A. C. . Relatório final de Projeto de Extensão das atividades desenvolvidas - Mestrado em Educação UFSC/UNIPLAC. 2001.

DAROS, M. D. ; PEREIRA, E. A. T. ; BOMBASSARO, Ticiane . Projeto de pesquisa "A sociologia na formação dos professores catarinenses nos anos de 30 e 40.. 2001.

DAROS, M. D. ; DANIEL, L. S. ; NASCIMENTO, C. D. L. . Relatório final "A Imprensa pedagógica catarinense e os intelectuais locais: configurando a sociologia educacional na formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 1930 e 1940".. 2001.

DAROS, M. D. ; SILVA, A. C. . Relatório das atividades desenvolvidas em 1999 - Mestrado em Educação UFSC/UNIPLAC. 1999.

DAROS, M. D. ; DANIEL, L. S. ; NASCIMENTO, C. D. L. . Relatório final dee pesquisa "A formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 30 e 40 : entre o discurso da missão e o centralismo burocrático".. 1999.

DAROS, M. D. ; DANIEL, L. S. ; NASCIMENTO, C. D. L. . Relatório final dee pesquisa "A formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 30 e 40 : entre o discurso da missão e o centralismo burocrático".. 1999.

ALMEIDA, L. M. ; ZIKA, M. ; DAROS, M. D. . MODERNO, MODERNIDADE, MODERNIZAÇÃO: a educação nos projetos de Brasis - sécs. XIX e XX (2ª Fase). 2016. (Relatório de pesquisa).

VALLE, Ione ; DAROS, M. D. ; SILVA, V. L. G. ; SCHEIBE, Leda . Memória docente e justiça escolar:os movimentos de escolarização e profissionalização em Santa Catarina. 2015. (Relatório de pesquisa).

DAROS, M. D. ; SCHEIBE, Leda ; SILVA, A. C. ; DANIEL, L. S. ; BOMBASSARO, Ticiane ; MELO, M. M. R. ; PEREIRA, V. R. B. . ?As políticas públicas de formação docente em Santa Catarina: contextos e trajetórias no século XX?.. 2006. (Relatório de pesquisa).

DAROS, M. D. ; SILVA, A. C. ; ANDRADE, J. M. ; DANIEL, L. S. ; BOMBASSARO, Ticiane . Relatório de Pesquisa Projeto Ensino Médio Noturno - Registro e Análise de Experiências: Santa Catarina. 2004. (Relatório de pesquisa).

DAROS, M. D. ; DANIEL, L. S. ; NASCIMENTO, C. D. L. . "A imprensa pedagógica catarinense e os intelectuais locais; configurando a sociologia educacional na formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 1930 1940".. 2000. (Relatório de pesquisa).

DAROS, M. D. ; DANIEL, L. S. ; NASCIMENTO, C. D. L. . A formação de professores em Santa Catarina nas décadas de 30 e 40: entre o discurso da missão e o centralismo burocrático.. 1999. (Relatório de pesquisa).

DAROS, M. D. . Gestão Participativa na Educação em Santa Catarina: Limites e Possibilidades. 1999 (Palestra).

DAROS, M. D. . A política educacional : A educação básica. 1998 (Palestra).

DAROS, M. D. . A política de Educação Básica. 1996 (Palestra).

DAROS, M. D. . O Ideário educacional dos anos 30. 1996 (Palestra).

DAROS, M. D. . Política e Educação Superior. 1995 (Palestra).

DAROS, M. D. . Curso para Grêmios, Associação de Pais e Professores e Conselho Deliberativo Escolar".. 2003 (Ministrante de Curso) .

DAROS, M. D. ; VOLPATO, T. G. . Identidade social do professor catarinense : As práticas docentes numa dimensão histórico-social. 1996 (Relatório de Pesquisa) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Educação nos Projetos de Brasil: espaço público, modernização e pensamento histórico e social brasileiro nos séculos XIX e XX, Descrição: Pesquisadores de Santa Catarina integram um conjunto de pesquisadores de 11 universidades brasileiras que se propõem a somar esforços na consecução de um Programa de Pesquisa. As pesquisas procuram fazer avançar a elaboração de uma teoria sobre o lugar da intelectualidade brasileira na construção da esfera pública produzindo entendimentos sobre os processos de modernização presentes nos projetos de Brasil nos séculos XIX e XX e sistematizar e interrogar conceitos, argumentos e intencionalidades presentes em discursos e ações que atribuíram à educação escolar o lugar de instância mediadora dos processos de construção da cultura nacional e racionalização de manifestações culturais diversificadas. As ações investigativas se concentram em dois eixos principais: Intelectuais e pensamento educacional; Escola, seus objetos e as práticas de ensinar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / Leziany Silveira Daniel - Integrante / Elaine Aparecida Teixeira Pereira - Integrante / Marilândes Mól Ribeiro de Melo - Integrante / Ione Ribeiro Valle - Integrante / Solange Aparecida de Oliveira Hoeller - Integrante / Tatiane Modesti - Integrante / Vera lucia Gaspar da Silva - Integrante / Ilson Paulo Ramos Blogoslawski - Integrante / Rosana da Silva Cubas - Integrante.

  • 2015 - Atual

    EDUCAÇÃO ESCOLAR, JUSTIÇA SOCIAL E MEMÓRIA DOCENTE: AS MÚLTIPLAS FACES DAS DESIGUALDADES ESCOLARES EM SANTA CATARINA, Descrição: Nosso objetivo, ao solicitar renovação da Bolsa de Produtividade em Pesquisa, é dar continuidade a uma agenda de estudos que vem sendo desenvolvida desde 2009 e que foi sendo redefinida à medida que os resultados da pesquisa foram aparecendo. Esta solicitação teve como referência uma questão geral que irá nortear a execução do projeto-matriz e dos subprojetos que o integram, a saber: como passar de uma política de democratização da educação, que tem se configurado fundamentalmente como ?demografização? (restrita à ampliação da oferta), a um projeto de justiça escolar? Esta questão levou-nos a eleger como alvo o estudo das múltiplas faces das desigualdades escolares em Santa Catarina ? um particular que representa o universal em termos de Brasil ?, ao longo das últimas décadas, procurando contemplar dimensões políticas, institucionais, profissionais e pedagógicas. A análise das desigualdades escolares e de suas formas de manifestação ao longo do século XX e início do novo milênio aproximou-nos de uma das teses centrais da modernidade: a diferenciação social. Partimos do pressuposto que a lógica da diferenciação sustenta a maioria dos projetos educacionais. Mas esta tese, amplamente legitimada durante a instalação dos sistemas de ensino, vai se revelar contraditória quando se trata de pôr em prática o princípio liberal da igualdade de oportunidades, o qual justifica a meritocracia escolar. Assim, para desenvolver e orientar os subprojetos de doutorado, mestrado, TCC e IC que integram o projeto-matriz, propomo-nos a mobilizar novos autores e novas abordagens teórico-metodológicas, inscritas em campos científicos que dialogam com a sociologia, e que nos permitem alargar as bases epistemológicas. Nosso compromisso, a partir desta pesquisa, é, além da produção de conhecimentos, a implementação de ações pedagógicas voltadas à melhoria da qualidade do ensino, pois, ao vivenciarmos a relação entre pesquisa e extensão, deparamo-nos com situações que exigem mais do que explicações, situações que requerem sugestões, recomendações, proposições.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Maria das Dores Daros - Integrante / Ione Ribeiro Valle - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    LABORATÓRIO DE PESQUISAS SOCIOLÓGICAS PIERRE BOURDIEU (LAPSB), Descrição: O Laboratório de Pesquisas Sociológicas Pierre Bourdieu (LAPSB) vincula-se ao Centro de Ciências da Educação (CED/UFSC) e ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFSC), com o propósito de desenvolver estudos junto à Linha de Pesquisa Sociologia e História da Educação (SHE) e ao Grupo de Pesquisa "Ensino e Formação de Educadores em Santa Catarina" (GPEFESC). O LAPSB abrigará, inicialmente, dois projetos de pesquisa, a saber: "Educação escolar, justiça social e memória docente: as múltiplas faces das desigualdades escolares em Santa Catarina" (UFSC), aprovado pelo CNPq no Programa de Bolsa de Produtividade em Pesquisa (2015-2018) e "Objetos em viagem: Provimento material da escola primária em países ibero-americanos (1870-1920)", aprovado na Chamada Universal - MCTI/CNPq/2014, sob a coordenação da professora Vera Lucia Gaspar da Silva (UDESC). Estes projetos, por sua vez, abrangem um número diversificado de estudos de iniciação científica, TCCs, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Dentre as metas almejadas, destaca-se: 1) O intercâmbio entre professores e acadêmicos de diferentes áreas do conhecimento, instituições universitárias e níveis de formação com a finalidade de discutir a contribuição e a contemporaneidade da obra de Pierre Bourdieu; 2) A tradução e publicação no Brasil de textos estrangeiros que abordam a teoria das práticas sociais, abrangendo temas que fundamentam os diversos projetos de pesquisa abrigados no LAPSB; 3) A publicação de artigos em periódicos (regionais, nacionais e internacionais) e a apresentação de trabalhos em eventos científicos de resultados (parciais e finais) dos estudos; 4) A organização de um acervo sobre a obra de Pierre Bourdieu, seus colaboradores e seus críticos, abrangendo livros, revistas científicas e demais publicações; 5) A produção de materiais didáticos e instrucionais sobre a teoria das práticas sociais em suas diferentes abordagens; 6) A promoção de seminários de extensão e de aperfeiçoamento, palestras, minicursos, exposições; 7) A promoção de cursos de formação continuada e de diferentes parcerias, visando atender as redes de ensino voltadas à Educação Básica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (8) . , Integrantes: Maria das Dores Daros - Integrante / Ione Ribeiro Valle - Coordenador.

  • 2012 - 2016

    Moderno, Modernidade, Modernização :os projetos de educação nos projetos de Brasil- séculos XIX e XX0, Descrição: Pesquisadores de Santa Catarina integram um conjunto de pesquisadores de 11 universidades brasileiras que se propõem a somar esforços na consecução de um Programa de Pesquisa. As pesquisas procuram fazer avançar a elaboração de uma teoria sobre o lugar da intelectualidade brasileira na construção da esfera pública produzindo entendimentos sobre as noções de moderno, modernidade, modernização presentes nos projetos de Brasil nos séculos XIX e XX. Acompanhando tais noções em recorte de longa duração, empreender ainda um esforço de produzir conhecimentos sobre as articulações e desdobramentos das relações intelectuais e educação. São dois subprojetos de investigação de Santa Catarina. Subprojeto 8 "Educação, modernização e desenvolvimento para intelectuaiModerno, modernidade, modernização:a educação nos projetos de Brasil- século XIX e XXs catarinenses:João Roberto Moreira e Silvio Coelho dos Santos". Subprojeto 12 "Educação e modernização nos discursos e teses da primeira conferência do ensino primário realizada em Santa Catarina em 1927". , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / Leziany Silveira Daniel - Integrante / Elaine Aparecida Teixeira Pereira - Integrante / Marilândes Mól Ribeiro de Melo - Integrante / Ione Ribeiro Valle - Integrante / Solange Aparecida de Oliveira Hoeller - Integrante / Vera lucia Gaspar da Silva - Integrante.

  • 2012 - 2015

    MEMORIA DOCENTE E JUSTIÇA ESCOLAR:OS MOVIMENTOS DE ESCOLARIZAÇÃO E DE PROFISSIONALIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO DE SANTA CATARINA, Descrição: . Nosso estudo volta-se principalmente ao sistema de ensino de Santa Catarina, dos anos de 1950 aos dias atuais. Partindo do pressuposto que esses dois movimentos são interdependentes, procuraremos nos aproximar dos aspectos mais gerais da educação escolar, como a ideologia meritocrática, a ampliação das oportunidades educacionais, a constituição das redes de ensino, as relações de força entre escolas públicas e privadas, a obrigatoriedade, a laicização, a centralização e descentralização das políticas de gestão educacional, a constituição das carreiras docentes, as mudanças pedagógicas e tecnológicas, a educação geral e profissionalizante. Também serão objeto do nosso interesse aspectos mais específicos relacionados à ação, à autoridade e ao trabalho pedagógicos; à relação pedagógica, com a administração, com as famílias e com a comunidade; à relação com o saber. . Do ponto de vista teórico apoiar-nos-emos na noção de ?justiça escolar?, construída a partir de diferentes perspectivas epistemológicas que supõem uma diversidade de recursos metodológicos, por considerar que esta noção pode contribuir com os estudos dos movimentos de escolarização e de profissionalização do magistério, uma vez que permite estabelecer relações entre o geral e o específico.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (6) . , Integrantes: Maria das Dores Daros - Integrante / Ione Ribeiro Valle - Coordenador.

  • 2009 - 2012

    MEMÓRIA DOCENTE: Os impactos do movimento de escolarização em Santa Catarina sobre a carreira docente, as identidades profissionais e o trabalho pedagógico de professores da rede estadual de ensino, Descrição: Este estudo se propõe a recuperar, registrar e analisar a memória docente, com ênfase aos impactos do movimento de escolarização em Santa Catarina sobre a constituição da carreira do magistério, a construção das identidades profissionais e o trabalho pedagógico. Para tanto, analisaremos as representações de professores da rede estadual de ensino de Santa Catarina que atuaram na educação básica e que se encontram na condição de aposentados. Interessa-nos estudar, primeiramente, a influência da ampliação das oportunidades de acesso a todos os níveis do ensino, da ideologia meritocrática, da laicização do ensino, do prolongamento da escolaridade obrigatória na trajetória profissional desses professores e recuperar aspectos relacionados à escolha, formação, profissionalização, sindicalização, identidade vocacional ou profissional. Em seguida, buscaremos compreender como esses professores se apropriaram ou resistiram às novas políticas educacionais, às tendências pedagógicas, às mudanças tecnológicas. Finalmente, procuraremos estudar suas representações sobre a qualidade do ensino, a relação pedagógica, a relação com a administração e com as famílias dos alunos, a relação com o saber. Estimamos que grande parte dos professores aposentados da rede estadual de ensino de Santa Catarina vivenciou os seguintes momentos históricos: 1954-1964, definido pelas campanhas em defesa da escola pública para todos e pela aprovação da primeira lei de educação nacional; 1964-1980, circunscrito às medidas de controle autoritário e de doutrinação ideológica impostas pelo Estado aos sistemas de ensino; e o período de democratização do país, dos anos l980 aos dias de hoje, quando foram elaborados, aprovados e implantados os dispositivos educacionais em vigor. Para tanto, nos apoiaremos em concepções teóricas produzidas, principalmente, no quadro da sociologia e da história da educação e em recursos metodológicos diversos, em razão da complexidade deste projeto e da diversidade de temas por e. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Maria das Dores Daros - Integrante / Marilândes Mól Ribeiro de Melo - Integrante / Ione Ribeiro Valle - Coordenador / Raquel de Abreu - Integrante / Solange Aparecida de Oliveira Hoeller - Integrante / Ana Regina Ferreira de Barcelos - Integrante / Vanessa Goes da Silva - Integrante / Melina Klitzke - Integrante / Mariele Martins - Integrante / Joyce Santos da Silva - Integrante / Danielly Samara Besen - Integrante / Silvana Rodrigues de Souza Sato - Integrante / Tatiane Modesti - Integrante / Rafaela Azevedo de Souza - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

  • 2009 - 2012

    Intelectuais, Política Educacional e Organismos Internacionais. Brasil / Portugal - 1950-1960, Descrição: O projeto objetiva desenvolver estudos de aprofundamento teórico quanto a discussão do trinômio Educação, Desenvolvimento e Democracia no Brasil e em Portugal nas décadas 1950 e 1960. As condições políticas transnacionais do período articuladas com as diretrizes mais amplas dos Estados brasileiro e português embasa a nálise de duas questões principais. A primeira delas é a crença no planejamento para conduzir racionalmente as políticas públicas, especialmente as políticas educacionais no processo de modernização dos dois países. Uma segunda questão que merecerá análiase, será o envolvimento de intelectuais na discussão e implementação das políticas públicas e a vinculação desses atores com organismos internacionais. No caso brasileiro a UNESCO e a CEPAL e no caso português a OCDE. Os procedimentos metodológicos para a abordagem das múltiplas dimensões do fenômeno educativo, em particular a educação tomada na dimensão da política pública, induzem a busca da contribuição teórica da Sociologia, da História e da Ciência Política. O refinamento de um enfoque analítico para que possamos apreender como se deu em Portugal em comparação ao Brasil a articulação intelectuais e política faz-se necessário. Uma primeira fase da investigação se desenvolveu durante o Estágio Pós-doutoral na Universidade de Coimbra ( janeiro - julho de 2009) através de pesquisa teórica e da troca acadêmica com pesquisadores portugueses que tem desenvolvido investigações sobre problemática semelhante, a partir de contextos socieconômicos e culturais distintos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / António Gomes Ferreira - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação. , Campus Universitário Trindade, Trindade, 88040-900 - Florianopolis, SC - Brasil, Telefone: (48) 3319245

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

1995 - Atual

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: PROFESSORA TITULAR, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

1995 - Atual

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Universidade Federal de Santa, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Diretora do Departamento de Educação Continuada da Pós-Reitoria de Pós-Graduação, Fevereiro de 2010-atual

Atividades

  • 09/2009

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, A constituição do campo educacional brasileiro (1920-1940)

  • 07/2004

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, .,Cargo ou função, Consultora do Processo de Seleção: Modelo Comitê Externo do Programa Pibic/CNPq - UNOEST.

  • 04/2004

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, Câmara de Pesquisa.,Cargo ou função, Membro Titular da Câmara de Pesquisa.

  • 08/2003

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, .,Cargo ou função, Membro.

  • 10/2001

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação.,Cargo ou função, Consultora ad hoc do GT de Sociologia da Educação - ANPEd.

  • 09/2001

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação.,Cargo ou função, Consultoria para o desenvolvimento e acompanhamento para o processo de implantação do Programa de Mestrado em Educação - UNOESC/Joaçaba.

  • 08/2001

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação.,Linhas de pesquisa

  • 07/2001

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação.,Cargo ou função, Consultora ad hoc MEC/CAPES.

  • 01/2000

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação.,Cargo ou função, Comissão de avaliação SESU/MEC.

  • 08/1995

    Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Educação e Sociedade

  • 02/2010 - 05/2012

    Direção e administração, Reitoria, .,Cargo ou função, Coordenador de Programa.

  • 02/2005 - 07/2005

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Seminário de Dissertação I

  • 08/2004 - 12/2004

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Seminário de Dissertação

  • 08/2003 - 12/2003

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Seminário de Dissertação II

  • 07/2003 - 07/2003

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação.,Cargo ou função, Parecerista do CNPq no Processo de Seleção: Modelo Comitê Externo.

  • 02/2002 - 06/2002

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, O papel das ciências sociais nos projetos educacionais brasileiros

  • 03/2001 - 07/2001

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Educação Brasileira: Dimensões Contextuais

  • 03/2000 - 07/2001

    Pesquisa e desenvolvimento .,Linhas de pesquisa

  • 03/2000 - 07/2000

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Educação Brasileira :Dimensões contextuais

  • 08/1998 - 11/1999

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação.,Linhas de pesquisa

  • 03/1997 - 07/1997

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Estado e Políticas Públicas em Educação no Brasil

  • 03/1996 - 07/1996

    Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Políticas Públicas

  • 03/1996 - 07/1996

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Abordagem Sociológica da Educação no Brasil

1982 - 1995

Universidade do Estado de Santa Catarina

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/1995 - 12/1996

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Educação, Faed.,Linhas de pesquisa

  • 02/1995 - 12/1995

    Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Disciplina Educação e Sociedade (5303)

  • 03/1995 - 07/1995

    Ensino, Curso de História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estado e Políticas Públicas

  • 03/1992 - 07/1995

    Direção e administração, Centro de Ciências da Educação, Faed.,Cargo ou função, Coordenador de Curso.

  • 03/1982 - 06/1995

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Sociologia, Sociologia da Educação