Amilton Flávio Coleta Leal

Graduado em Licenciatura Plena em Letras (2012), Mestre (2015) e Doutor em Linguística (2020) pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT. Participou dos projetos de pesquisa "Cidade e Memória", "Ciência, Língua e Ensino", "Cidade e sentido: uma questão de leitura e ensino", ambos coordenados pelas professoras Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta e Ana Maria Di Renzo. Participaram desse projeto pesquisadores de outras instituições, tais como: UFMG, UNICAMP e IFMS. Atualmente, é professor de Língua Portuguesa na Educação Básica (SEDUC/MT). Atua nos seguintes temas: discurso, escrita, ENEM.

Informações coletadas do Lattes em 23/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Linguística

2016 - 2020

Universidade do Estado de Mato Grosso
Título: A CONCEPÇÃO DE LINGUAGEM NA POLÍTICA DE AVALIAÇÃO DA REDAÇÃO DO ENEM: o imaginário de língua, escrita e texto
ANA LUIZA ARTIAGA RODRIGUES DA MOTTA. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Lingüística, Letras e ArtesGrande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Análise de Discurso.

Mestrado em Línguística

2013 - 2015

Universidade do Estado de Mato Grosso
Título: A FORMULAÇÃO DA PROPOSTA DE REDAÇÃO DO ENEM: A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E O EFEITO LEITOR/ESCRITOR IDEAL,Ano de Obtenção: 2015
ANA LUIZA ARTIAGA RODRIGUES DA MOTTA.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Lingüística, Letras e Artes

Graduação em Letras

2008 - 2012

Universidade do Estado de Mato Grosso
Título: A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS DA RESISTÊNCIA
Orientador: ANA MARIA DI RENZO

Ensino Médio (2º grau)

2005 - 2007

ESCOLA ESTADUAL SANTA ROSA

Ensino Fundamental (1º grau)

2001 - 2004

ESCOLA ESTADUAL SANTA ROSA

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2013 -

Extensão universitária em My English on-line. , Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

2017 - 2017

Formação Continuada para implementação das Orientações Curriculares. (Carga horária: 24h). , Secretaria de Estado de Educação do Estado do Mato Grosso, SEDUC/MT, Brasil.

2016 - 2016

Projetos de Estudos e Intervenção Pedagógica (PEIP). (Carga horária: 20h). , Secretaria de Estado de Educação do Estado do Mato Grosso, SEDUC/MT, Brasil.

2015 - 2015

Sala de Educador. (Carga horária: 80h). , Secretaria de Estado de Educação do Estado do Mato Grosso, SEDUC/MT, Brasil.

2013 - 2013

Curso on-line de MARKETING PESSOAL. (Carga horária: 1h). , Instituto de Crescimento Educacional e de Carreira, ICEC, Brasil.

2013 - 2013

COACHING. (Carga horária: 1h). , Instituto de Crescimento Educacional e de Carreira, ICEC, Brasil.

2013 - 2013

Curso on-line de LIDERANÇA. (Carga horária: 1h). , Instituto de Crescimento Educacional e de Carreira, ICEC, Brasil.

2013 - 2013

Curso on-line de COMUNICAÇÃO. (Carga horária: 1h). , Instituto de Crescimento Educacional e de Carreira, ICEC, Brasil.

2010 - 2012

Curso Teológico-Bíblico. (Carga horária: 67h). , Diocese São Luiz de Cáceres, IGREJA CATÓLICA, Brasil.

2011 - 2011

Extensão universitária em TEOLOGIA. (Carga horária: 50h). , Faculdade Católica de Mato Grosso, FACC-MT, Brasil.

2007 - 2008

Curso Básico de Informática. (Carga horária: 55h). , APEIARA, APEIARA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

LEAL, A. F. C. . Seminário de Teses e Dissertações em Linguística. 2016. (Outro).

LEAL, A. F. C. . Colóquio Língua(gem) e Memória/ Participou do CERIMONIAL do Colóquio Língua(gem) e Memória - CLM. 2014. (Congresso).

LEAL, A. F. C. . III Encontro Regional do Grupo de Estudos de Linguagem do Centro-Oeste (GELCO). Participação na Comissão de Cerimonial do Evento. 2013. (Outro).

LEAL, A. F. C. . VI Encontro Nacional de Linguagem História e Cultura - VI ENALIHC/ Participante da Comissão de Cerimonial do Evento. 2013. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

IV Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos - IV CIELIN. 2019. (Congresso).

I DisVerCid - I Encontro "Discursos do Versar Sobre a Cidade ". 2018. (Encontro).

III CIELIN - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos. 2018. (Encontro).

VIII Encontro Nacional Linguagem História e Cultura & IV Encontro Nacional em Semântica e Análise de Discurso - VIII ENALIHC & IV ENSAD.ENEM E LINGUAGEM: O MANUAL DO AVALIADOR E OS EFEITOS DE SENTIDOS NA ESCRITA E CORREÇÃO DO TEXTO REDACIONAL. 2018. (Encontro).

I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos - I CIEL. 2017. (Outra).

I Congresso de Línguas Indígenas de Mato Grosso - I CLIMT. 2017. (Congresso).

II Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos - II CIELIN. 2017. (Congresso).

I SEPRALIN - I Seminário de Práticas de Linguagem. 2017. (Seminário).

II Colóquio Internacional de Estudos Literários & IX SEMANA DE LETRAS - II CIEL. A posição-sujeito avaliador na política de escrita do Exame Nacional do Ensino Médio: a projeção imaginária e o efeito leitor-escritor ?ideal?. 2016. (Congresso).

Jornada de Educação - XIII JORNEDUC. 2015. (Outra).

VIII Semana de Letras & VII Encontro Nacional Linguagem História e Cultura. A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E A POSIÇÃO-SUJEITO ?IDEAL? NO DISCURSO DO EXAME NACIONAL. 2015. (Congresso).

1ª Jornada de Estudos da Linguagem com a Profª Drª Eni Puccinelli Orlandi. 2014. (Encontro).

Colóquio Língua(gem) e Memória - CLM.O DISCURSO DO ENEM E A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA DE UM SUJEITO ?IDEAL?. 2014. (Outra).

III Seminário Integrado de Monografias, Dissertações e Teses - SIMDT.NO DISCURSO DO EXAME NACIONAL: A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E A POSIÇÃO SUJEITO-IDEAL. 2014. (Seminário).

V Colóquio da ALED ? Análise do Discurso: novos canteiros de trabalho?.NO DISCURSO DO EXAME NACIONAL: A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E O EFEITO-LEITOR ?IDEAL?. 2014. (Outra).

V Colóquio da ALED ? Análise do Discurso: novos canteiros de trabalho?.FUNCIONAMENTO DISCURSIVO DO PROGRAMA NACIONAL DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL - PROINFO NO DISCURSO DO ESTADO. 2014. (Outra).

1 Colóquio Internacional Linguagem e Memória - COLIN. 2013. (Simpósio).

Curso de Fonética e Fonologia/ Professor Wellington Quintino. 2013. (Oficina).

I Seminário de Dissertação em Andamento - SEDA.A POSIÇÃO SUJEITO-IDEAL vs. ALUNO-REAL NAS POLÍTICAS DE LÍNGUA ESCRITA DO ENEM. 2013. (Seminário).

V Encontro de Estudos da Linguagem e IV Encontro Internacional de Estudos da Linguagem.UM ESTUDO SOBRE O GESTO DE AUTORIA NAS GRAMÁTICAS DO SÉCULO XIX: A QUESTÃO DA LÍNGUA NACIONAL. 2013. (Encontro).

VI Seminário de Estudos em Análise do Discurso.As competências e habilidades no Exame Nacional do Ensino Médio: os sentidos da resistência.. 2013. (Seminário).

Projeto Reciclagem. 2011. (Outra).

Projeto Universidade na Rua: Articulação da Educação Básica/Educação Superior.. 2011. (Encontro).

V Encontro Nacional de Linguagem, História e Cultura - ENALIHC.A escrita e o Enem: os sentidos da resistência. 2011. (Encontro).

V Encontro Nacional de Linguagem, História e Cultura - V ENALIHC. 2011. (Encontro).

Ciclo de Estudos " Leitura de poemas e construção de imagens: uma perspectiva teórica". 2010. (Outra).

II Seminário do Centro de Pesquisas em Literatura - CEPLIT, II Seminário Ibero- Afro-Americano e I Encontro de Coordenadores de Pós-Graduação em Letras do Centro-Oeste. 2010. (Seminário).

VI Congresso Interno de Iniciação Científica da Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT. A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS E A RESISTÊNCIA. 2010. (Congresso).

VI Congresso Interno de Iniciação Científica da Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT. 2010. (Congresso).

VI Semana Acadêmica de Letras: Lingua(gens) em Movimento.A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS E A RESISTÊNCIA. 2010. (Outra).

VI Semana Acadêmica de Letras "Lingua(gens) em Movimento: leitura e escrita em foco". 2010. (Outra).

XXI Fórum Acadêmico de Letras/Fale. 2010. (Outra).

XXI Fórum Acadêmico de Letras/FALE.A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS E A RESISTÊNCIA. 2010. (Outra).

A História da Ideias Linguisticas no Brasil e o ensino de língua oficial. 2009. (Outra).

V Congresso Interno de Iniciação Científica. A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS E A RESISTÊNCIA. 2009. (Congresso).

VII SEAEBES: Seminário de Estágio: Articulação da Educação Básica e Ensino Superior. 2009. (Seminário).

V Seminário de pesquisas em Letras: Linguagem, artes e ensino. 2009. (Seminário).

V Seminário de pesquisas em Letras: Linguagem, Artes e ensino. 2009. (Oficina).

V Seminário de Pesquisas em Letras: Linguagem, Artes e ensino. 2009. (Oficina).

V Seminário de Pesquisas em Letras: Linguagem, Artes e Ensino.A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS E RESISTÊNCIA. 2009. (Seminário).

V Seminário de Pesquisas em Letras: Linguagem, Artes e Ensino. 2009. (Seminário).

2° Fórum de Ensino Superior ( II FES ). 2008. (Outra).

II Jornada de Estudos do CEPEL Escrita, Fronteira e Diversidade: a produção linguística em Mato Grosso. 2008. (Outra).

IV Seminário de Pesquisas em Letras e I Encontro de Literaturas Ibero-Afro-Brasileiras/ Lingua(gens) em Movimento.. 2008. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Jaqueline Deusdara Pinheiro

LEAL, A. F. C.; LIMA, M. F.; BARQUIN, D. P.. Práticas metodológicas: DNA (Ácido desoxirribonucleico), o que eu estou realmente vendo?. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ensino de Ciência e Matemática) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Aluno: Tamires Corte Marim

HAYASHIDA, S. R. A. C.;MOTTA, A. L. A. R.LEAL, A. F. C.. O professor em formação no discurso do PIBID: entre a realidade e a idealização. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Português e Inglês) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Aluno: Genilson Barbosa do Carmo

LEAL, A. F. C.MOTTA, A. L. A. R.; BRESSANIN, J. A.. A língua como lugar de memória: escritos de rua no período do regime militar. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Português e Inglês) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Judite Gonçalves de Albuquerque

ALBUQUERQUE, J. G.; DI RENZO, A.M.. A escrita dos alunos na prova do ENEM:os sentidos da resistência. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Ana Maria di Renzo

MOTTA, A. L. A.RENZO, A. M.; COSTA, G. C.. A Formulação da proposta de redação do ENEM: A projeção imaginária e o efeito leitor/escritor ideal. 2015. Dissertação (Mestrado em Línguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Milena Borges de Moraes

MORAES, Milena Borges de; ARTIAGA, A. L.; RENZO, A. M.; LOPES, M.; COSTA, G. C.. A política de avaliação da redação do Enem: a concepção de linguagem e o efeito leitor-escritor ?ideal?. 2020. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Linguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Milena Borges de Moraes

MORAES, Milena Borges de; ARTIAGA, A. L.; RENZO, A. M.; COSTA, G. C.. Análise discursiva de documentos que versam sobre a avaliação escrita do ENEM. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Linguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta

MOTTA, Ana Luiza Artiaga Rodrigues da; RENZO, A. M.; COSTA, G. C.. A FORMULAÇÃO DA PROPOSTA DE REDAÇÃO DO ENEM: A PROJEÇÃO IMAGINARIA E O EFEITO LEITOR/ESCRITOR IDEAL. 2015. Dissertação (Mestrado em Línguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta

MOTTA, Ana Luiza Artiaga Rodrigues da; RENZO, A. M.; COSTA, G. C.. A FORMULAÇÃO DA PROPOSTA DE REDAÇÃO DO ENEM: A PROJEÇÃO IMAGINARIA E O EFEITO LEITOR/ESCRITOR IDEAL. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Línguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Taisir Mahmudo Karim

Zattar;KARIM, Taisir Mahmudo; SILVA, S. M. S.. O procedimento de reescrituração em textos redacionais do enem 2016 (qualificação fora de área). 2017. Tese (Doutorado em Linguística (50002015003P7)) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Taisir Mahmudo Karim

KARIM, Taisir Mahmudo.; Zattar; SILVA, S. M. S.. O procedimento de reescrituração em textos redacionais do ENEM 2016. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós Graduação em Linguística - PPGL/UNEMAT) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Maraisa Lopes

LOPES, M.; MOTTA, A. L. R.; DI RENZO, A. M.; MORAES, M. B.; COSTA, G. C.. A concepção de linguagem e a política de avaliação da redação do ENEM: a projeção imaginária e o efeito-escritor 'ideal'. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Línguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ana Maria di Renzo

A escrita dos alunos na prova do ENEM: Os sentidos da Resistência; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português) - Universidade do Estado de Mato Grosso; Orientador: Ana Maria Di Renzo;

Ana Maria di Renzo

A escrita dos alunos nas provas do Enem: os sentidos de resitência; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade do Estado de Mato Grosso, Universidade do Estado de Mato Grosso; Orientador: Ana Maria Di Renzo;

Neuza Benedita da Silva Zattar

O PROCEDIMENTO DE REESCRITURAÇÃO EM TEXTOS REDACIONAIS DO ENEM/2016; 2017; Orientação de outra natureza; (Linguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso; Orientador: Neuza Benedita da Silva Zattar;

Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta

A concepção de linguagem na política de avaliação da redação do ENEM: o imaginário de língua, escrita e texto; Início: 2016; Tese (Doutorado em Linguistica) - Universidade do Estado de Mato Grosso; (Orientador);

Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta

A FORMULAÇÃO DA PROPOSTA DE REDAÇÃO DO ENEM: A PROJEÇÃO IMAGINARIA E O EFEITO LEITOR/ESCRITOR IDEAL; 2015; Dissertação (Mestrado em Línguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta;

Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta

A escrita e o ENEM: a constituição de um sujeito ideal versus sujeito aluno real; 2013; Dissertação (Mestrado em Línguística) - Universidade do Estado de Mato Grosso, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • LEAL, A. F. C. ; ZATTAR, N. B. . O PROCEDIMENTO DE REESCRITURAÇÃO EM TEXTOS REDACIONAIS DO ENEM/2016. LÍNGUA E INSTRUMENTOS LINGUÍSTICOS , v. 1, p. 58-75, 2019.

  • LEAL, A. F. C. ; MOTTA, A. L. A. R. . A POLÍTICA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENEM: A PROPOSTA DE REDAÇÃO E O IMAGINÁRIO DE ESCRITOR IDEAL. Revista do GELNE , v. 19, p. 68-78, 2017.

  • LEAL, A. F. C. ; ALMEIDA, E. . ENEM: NO ACONTECIMENTO DISCURSIVO, O GRÁFICO COMO LUGAR DE LINGUAGEM. Revlet- Revista Virtual de Letras , v. 09, n 01, p. 57-69, 2017.

  • LEAL, A. F. C. ; BRESSANIN, J. A. . A GRAMATIZAÇÃO DO PORTUGUÊS NO BRASIL: A POSIÇÃO SUJEITO-GRAMÁTICO E A QUESTÃO DA LÍNGUA NACIONAL. LÍNGUA E INSTRUMENTOS LINGUÍSTICOS , v. 1, p. 11-28, 2017.

  • ALBUQUERQUE, V. S. ; LEAL, A. F. C. ; SANTOS, C. P. . A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA PROVA BRASIL E A FORMAÇÃO DO SUJEITO-ESCOLARIZADO. Revista Educação, Cultura e Sociedade , v. 6, p. 10-20, 2016.

  • LEAL, A. F. C. ; SANTOS, C. P. ; MOTTA, A. L. A. R. . OS EFEITOS DE SENTIDO NA FORMULAÇÃO DA PROPOSTA DE REDAÇÃO DO ENEM: O EFEITO LEITOR/ESCRITOR IDEAL. Linguagem: Estudos e Pesquisas , v. 19, p. 111-123, 2016.

  • SANTOS, C. P. ; LEAL, A. F. C. ; DI RENZO, A. M. . NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO: OS DISCURSOS SOBRE O SUJEITO-ALUNO NO MERCADO DE TRABALHO. Revista Educação, Cultura e Sociedade , v. 6, p. 382-396, 2016.

  • LEAL, A. F. C. ; SANTOS, C. P. ; MOTTA, A. L. A. R. . A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E A POSIÇÃO-SUJEITO ?IDEAL? NO DISCURSO DO EXAME NACIONAL. Revista Magistro , v. 1, p. 118-131, 2016.

  • LEAL, A. F. C. . A ESCRITA E O ENEM: OS SENTIDOS DA RESISTENCIA. Revista Fronteira Digital , v. 5, p. 9-21, 2016.

  • LEAL, A. F. C. ; MOTTA, A. L. A. R. . FORMULAÇÃO DA PROPOSTA DE REDAÇÃO DO ENEM: A FORMA-SUJEITO E O EFEITO LEITOR-IDEAL. Revista DisSoL - Discurso, Sociedade e Linguagem , v. 2, p. 143-151, 2015.

  • LEAL, A. F. C. ; SANTOS, C. P. ; MOTTA, A. L. A. R. . A REFORMULAÇÃO DAS PORTARIAS DO ENEM: UMA ANÁLISE DISCURSIVA DAS DIFERENTES VERSÕES. Revista SOLETRAS , v. 30, p. 221-232, 2015.

  • LEAL, A. F. C. ; MOTTA, A. L. A. R. . NO DISCURSO DO ENEM: A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA DO SUJEITO ?IDEAL?. Revista Educação, Cultura e Sociedade , v. 4, p. 8-18, 2014.

  • OLIVEIRA, M. T. ; LEAL, A. F. C. ; MORI, H. H. C. . OS NEOLOGISMOS EM LÍNGUAS INDÍGENAS. Web-Revista SOCIODIALETO , v. 5, p. 305-317, 2014.

  • SILVA, V. ; LEAL, A. F. C. ; SANTOS, C. P. . A PROVA DO ENEM COMO UM SISTEMA AVALIATIVO COMPLEXO: A DESESTABILIZAÇÃO DE UM PARADIGMA. Caminhos em Linguística Aplicada , v. 10, p. 46-58, 2014.

  • LEAL, A. F. C. ; SANTOS, C. P. ; MOTTA, A. L. A. R. . NO DISCURSO DO EXAME NACIONAL: A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E O EFEITO-LEITOR ?IDEAL?. AlED - Brasil , v. 1, p. 1-13, 2014.

  • SANTOS, C. P. ; LEAL, A. F. C. ; DI RENZO, A. M. . AS CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO DA INSERÇÃO DAS TICs (TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO) NO DISCURSO DO ESTADO. ALED - Brasil , v. 1, p. 1-12, 2014.

  • LEAL, A. F. C. ; MOTTA, A. L. A. R. ; DI RENZO, A. M. . A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA DO SUJEITO ?IDEAL? NO DISCURSO DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. Revista de Letras Norte@mentos , v. 7, p. 175-187, 2014.

  • LEAL, A. F. C. ; MOTTA, A. L. A. R. . DAS COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO À CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO NA/PELA ESCRITA. Revista Querubim , v. 3, p. 78-84, 2014.

  • LEAL, A. F. C. ; SANTOS, C. P. ; CARVALHO, V. F. C. ; OLIVEIRA, D. P. . EM QUESTÃO ERRO VS. ACERTO: O RESPEITO ÀS DIFERENÇAS LINGUÍSTICAS. Ave Palavra (UNEMAT) , v. 1, p. 1-12, 2013.

  • LEAL, A. F. C. . A POSIÇÃO SUJEITO-ALUNO NA REDAÇÃO ENEM: A ESCRITA E SEUS EFEITOS DE SENTIDO. Grau Zero: Revista de Crítica Cultural - UNEB , v. 1, p. 75-93, 2013.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

LEAL, A. F. C. . A ESCRITA E O ENEM: OS SENTIDOS DA RESISTÊNCIA. 2012; Tema: A ESCRITA E O ENEM: OS SENTIDOS DA RESISTÊNCIA. (Site).

LEAL, A. F. C. . A escrita dos alunos nas provas no ENEM: os sentidos da resistência. 2011; Tema: A escrita dos alunos nas provas no ENEM: os sentidos da resistência. (Site).

LEAL, A. F. C. . A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS DA RESISTÊNCIA. 2010; Tema: A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS DA RESISTÊNCIA. (Site).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Cidade e sentido: uma questão de leitura e ensino, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta em 17/11/2017., Descrição: A questão da leitura e do ensino tem sido algo recorrente em distintos encontros de pesquisadores, da área da linguagem que tomam como base o resultado do Ideb, ENEM, Prova Brasil, entre outros. Neste projeto denominado Cidade e sentido: uma questão de leitura e ensino, a nossa questão incide sobre o ensino, verticalizando para a interpretação e a compreensão do que se lê. Assim, a pesquisa dar-se-á com o discurso ambiental, em textos verbal e não verbal, expostos em cidades no Estado de Mato Grosso. Este projeto de pesquisa visa problematizar o estudo da língua tomando como corpus o texto urbano veiculado por instituições do Estado de Mato Grosso entre 1990 a 2016, que tange sobre a questão ambiental. Interessa-nos pensar a posição sócio histórica e política do sujeito-leitor, as condições de produção do texto urbano, verbal e não verbal, que tratam da questão ambiental e, como esse discurso poderá produzir efeitos de sentido nas políticas de ensino. Uma maneira distinta de se dar a ler, compreender como o Estado se coloca e articula sobre a educação ambiental em distintas condições de produção. ?Se a análise de discurso se quer uma (nova) maneira de ?ler? as materialidades escritas e orais, que relação nova ela deve construir entre a leitura, a interlocução, a memória e o pensamento?? (PÊCHEUX, 1997, p.317). A teoria da Análise de Discurso ao questionar os modos de produção de leitura se funda como teoria de entremeio, inscrevendo-se no eixo teórico científico os campos da Linguística, da História e da Psicanálise, conforme Pêcheux (1997), em que se propõe pelos fundamentos teóricos da Análise de Discurso em 1969, na França, pensar a relação sujeito, língua, história. Nessa direção, o fio condutor deste trabalho se alinha a compreender: a) a língua como memória discursiva; b) os efeitos de sentido da política de Estado, o discurso institucional, para a educação ambiental; c) as inter-relações, as interpelações do sujeito com a educação ambiental, modo de subjetivação, de individuar no mundo capitalista, globalizado.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Amilton Flavio Coleta Leal - Integrante / Ana Maria Di Renzo - Integrante / Ana Luiza Artiaga R. da Motta - Coordenador / Luiz Francisco Dias - Integrante / Claudia Regina Castellanos Pfeiffer - Integrante / Renilce Miranda Cebalho Barbosa - Integrante / Julio César Rodrigues da Silva - Integrante / Sandra Raquel de Almeida Cabral Hayashida - Integrante / Nilce Maria da Silva - Integrante / Michael Jhonatan Sousa Santos - Integrante / Renata Carneiro Lemes - Integrante.

  • 2016 - Atual

    A POSIÇÃO-SUJEITO AVALIADOR NA POLÍTICA DE ESCRITA DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO: A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E O EFEITO LEITOR-ESCRITOR IDEAL, Descrição: Este projeto de doutorado, inscrito na linha de pesquisa Estudos de Processos Discursivos, que trata dos estudos do discurso na sua relação língua-sujeito-história e instituição, propõe refletir a prática discursiva da posição-sujeito avaliador, assim como o discurso do Estado nas práticas de leitura e escrita, a partir da política avaliativa do Exame Nacional do Ensino Médio, doravante ENEM. O ponto inicial deste projeto deve ser situado em função da necessidade de se refletir o lugar do outro; daquele que emite um juízo de valor, um resultado, mas não se discute ?sobre?: o corretor da redação do ENEM. Há de se pensar o lugar do corretor e suas condições de produção em relação ao processo avaliativo da redação, uma vez que é ele que faz aflorar o resultado da produção escrita; aquilo que foi observado em relação à competência discursiva do sujeito-aluno. Sendo assim, o processo de avaliação do ENEM nos faz perguntar sobre a posição-sujeito que se marca no processo, mas não se diz: o corretor. Dessa forma, em meio ao que se discute sobre a questão da política avaliativa do ENEM, assim como os recorrentes resultados que dão a ler o nível de aprendizado dos alunos, e com ele os defasados índices do sistema educacional brasileiro, há de se pensar sobre a política avaliativa que permeia a posição-sujeito avaliador.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Amilton Flavio Coleta Leal - Coordenador.

  • 2013 - Atual

    Ciência, Língua e Ensino, Descrição: O projeto visa atender os cursos de graduação em Letras e áreas afins, potencialmente futuros alunos do programa de mestrado. Tem como principio desenvolver estudos sobre a língua, ensino. Tomará como suporte diferentes materialidades linguisticas, entendendo-as como o lugar em que a lingua produz seus efeitos e consequentemente não é transparente, é preciso estudá-la. Nesse sentido, é preciso consolidar grupos de pesquisa no interior do programa que agreguem desde alunos de iniciação científica e professores da graduação, alunos egressos participantes de programas lato sensu, alunos mestrandos a professores do mestrado em profunda interação com grupos de pesquisas já consolidados a fim de que possamos qualificar e ampliar o volume da produção científica no Estado e na região, tornando-as referência de pesquisa para a área. Por essa razão, a proposição do projeto visa dar continuidade ao processo de qualificação do corpo docente do Programa de Mestrado em Linguística, através dessa relação de cooperação com os pesquisadores de outras IES envolvidos, uma vez que os objetos de investigação por eles estudados recobrem áreas do conhecimento da língua/gem ainda incipientes no contexto do programa. As distâncias geo-políticas e acadêmicas da Unemat em relação às IES do país produziram como efeito as assimetrias no trato com as políticas públicas de produção e do seu financiamento. Sem pesquisa consolidada, a captura de recursos nos órgãos de fomento se torna praticamente inexequível. O projeto Ciência, Língua e Ensino funcionará como mecanismo de fortalecimento da pós-graduação interiorizada em regiões historicamente menos favorecidas do Brasil, como é o caso do Programa de Mestrado em Linguística, em Mato Grosso, centro-oeste como lugar de referência na produção do conhecimento sobre a linguagem.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (13) Doutorado: (11) . , Integrantes: Amilton Flavio Coleta Leal - Integrante / Maria Martins da S. Magio - Integrante / Ana Maria Di Renzo - Coordenador / Fabíola Aparecida Sartin D. P. Almeida - Integrante / Vera Regina Martins e Silva - Integrante / Judite Gonçalves de Albuquerque - Integrante / Ana Luiza Artiaga R. da Motta - Integrante / Neuza Benedita da Silva Zattar - Integrante / Gislaine Aparecida de Carvalho - Integrante / Luiz Francisco Dias - Integrante / Claudia Regina Castellanos Pfeiffer - Integrante / Carmen Zink Bolonhini - Integrante / Leila Barbara - Integrante / Claudinéia de Assis M. Pinho - Integrante / Estela Seraglio Furrer - Integrante / Lúcia de Jesus David Dias Correa - Integrante / Claudia Aline Zucchi leite - Integrante / Juliany Teixeira Reis - Integrante / Verônica S. Albuquerque - Integrante / Izaildes Candida de Oliveira - Integrante / Erisvânia Gomes da Silva - Integrante / Graciene V. de Gusmão - Integrante / Alessandra C. Barbosa - Integrante / Cristiane Pereira dos Santos - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Linguagem: discurso e acontecimento (LDA), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta em 07/01/2015., Descrição: Trabalhar com a pesquisa técnico científica na área da linguagem, com intuito de poder contribuir com a educação no Brasil. Discutir a língua enquanto objeto de trabalho, de materialidade significante do sujeito com o mundo.Procurar dar visibilidade as pesquisas em eventos nacionais, regionais e internacionais, pois a partir do que se pesquisa, na área da linguagem pode-se discutir os recursos tecnológicos de inovação é dar repercussão no social ao que o grupo pelo trabalho que se propõem a fazer contribuirá para a escola e, sobretudo, para o sujeito que vive em sociedade e a linguagem e a materialidade significante que o permite dizer, se dar a conhecer.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Amilton Flavio Coleta Leal - Integrante / Maria Martins da S. Magio - Integrante / Vera Regina Martins e Silva - Integrante / Judite Gonçalves de Albuquerque - Integrante / Ana Luiza Artiaga R. da Motta - Coordenador / Neuza Benedita da Silva Zattar - Integrante / Fernando Jesus da Silva - Integrante / Renilce Miranda Cebalho Barbosa - Integrante / Ulisdete Rodrigues de Souza Rodrigues - Integrante / Edvaldo Lopes de Souza - Integrante / Marinês Rodriguês Gonçalves Madalena - Integrante / Neures Batista de Paula Soares - Integrante.

  • 2013 - Atual

    O DISCURSO DO ENEM: A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E O EFEITO LEITOR/ESCRITOR IDEAL, Descrição: O projeto de pesquisa intitulado ?O discurso do ENEM: a projeção imaginária e o efeito leitor/escritor ideal?, orientado pela professora Dra. Ana Luiza Artiaga Rodrigues da Motta, está inscrito na linha de pesquisa ?Estudos e análise dos processos discursivos e semânticos?. Neste projeto de pesquisa visamos compreender o processo de constituição do sujeito e sua relação com a língua. Para isso, tomamos como objeto de estudo a formulação da proposta de redação do ENEM/2013 e os critérios avaliativos para a escrita da redação. Mobilizamos os conceitos teóricos de sujeito, forma-sujeito, formação imaginária e interpretação, pois entendemos que o sistema proposto pelo Estado se circunscreve numa política de avaliação em larga escala que vai além da certificação do Ensino Médio e possibilidade de acesso ao Ensino Superior. Dessa forma, propomos discutir o conceito de língua a partir das políticas do/no Exame Nacional, que se coloca como o instrumento avaliador e quantificador das competências dos candidatos, refletindo, assim, sobre os direcionamentos das políticas de Estado na prova do Exame Nacional do Ensino Médio em relação ao cenário escolar. A escolha do estudo sobre o discurso das políticas de língua, a partir do ENEM, se deve a um conjunto de fatores, dentre estes, o de perceber os efeitos de sentido de um ?ideal de escrita? inscrito na política de língua do Exame, pois dada a importância desse Programa para a nação, propomos pelas análises, refletir sobre a política nacional de língua escrita posta nas proposições do ENEM, pois abre-se espaço para pensarmos, sobretudo, a constitutividade do sujeito institucionalizado por um imaginário de escrita, o que possibilita a abertura de questões relacionadas à projeção imaginária do sujeito-aluno ideal(izado) para a escrita da redação, a partir da matriz de referência e dos critérios avaliativos do ENEM.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Amilton Flavio Coleta Leal - Coordenador / Ana Luiza Artiaga R. da Motta - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Cidade e Memória, Descrição: O projeto de pesquisa versa sobre o estudo da cidade, compreendendo-a como linguagem, discurso e acontecimento. Trata-se de um estudo em que se toma as instituições, praças, calçadas, o ambiente; bem como as politicas públicas. A cidade, enquanto sentido, espaço de discurso configura-se como o princípio norteador desta proposta que visa trabalhar a linguagem em distintas materialidades. Nesse sentido, esta pesquisa busca realizar uma leitura sobre a cidade, tomando as praças, ruas, calçadas, o sujeito, a memória institucional como lugar de interpretação no/do discurso urbano. O objetivo é compreender, à luz de perspectivas teóricas, o processo de constituição da territorialidade urbana pela estrutura e acontecimento da linguagem; o sujeito, a língua, as políticas públicas, a ambiência urbana, a espessura semântica da palavra; o acontecimento de linguagem que movimenta e significa o sujeito de direito e deveres no mundo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Amilton Flavio Coleta Leal - Integrante / Ana Luiza A. R. da Motta - Coordenador / Neuza B. Zattar - Integrante / Vera Regina M e Silva - Integrante / Judite G. Albuquerque - Integrante / Alexandre Jesus Alves - Integrante / Zenilda Anunciação Mendes - Integrante / Silmara Ferreira - Integrante / Maria Martins da S. Magio - Integrante.

  • 2010 - 2011

    A ESCRITA DOS ALUNOS NAS PROVAS DO ENEM: OS SENTIDOS DA RESISTÊNCIA, Descrição: Este trabalho se propõe a investigar, a partir do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), enquanto avaliador das competências e habilidades linguistico-discursiva dos alunos, a escrita como materialidade discursiva e produtora de sentidos(s). A escrita para a teoria é onde o sujeito se marca enquanto função-autor. Porém, o resultado desses exames aponta para uma relação com a língua escrita inscrita na literalidade de sentidos, esvaziada de sua historicidade. Dessa forma, podemos pensar que uma das explicações pode estar na forma como o livro didático de Língua Portuguesa textualiza a relação com a escrita, isto é, de que maneira esse instrumento de ensino mais comum nas escolas trabalha a relação sujeito e língua escrita. Assim, este trabalho busca compreender, através de uma análise discursiva sustentada na teoria da Análise de Discurso materialista de linha francesa, a produção de sentidos na escrita dos alunos, uma vez que, enquanto analistas de discurso, concebemos a escrita enquanto responsável pelo processo de inserção social, requerendo, para isso, uma prática de leitura e escrita recorrentes nas instituições, nesse caso, a Escola enquanto espaço autorizado/legitimado para esse processo. Pretendemos com essa pesquisa, buscar um lugar de interpretação para o perfil de aluno proveniente do ensino médio e que, por sua vez, realiza a prova. Nesse sentido, indagamos: em que condições de produção e em que posição na história esses alunos escrevem? Paralelamente a isso, faremos uma relação entre o sujeito-aluno e o perfil de aluno ?ideal? para a realização da prova, isto é, ele possui competências e habilidades exigidas no exame? A partir desses dados, conseguiremos também traçar um perfil da prova aplicada no ENEM, ou seja, o que significa competência e habilidade de escrita para esse exame? Nesse sentido, pretendemos compreender a relação entre as práticas linguísticas propostas pelo livro didático e demais atividades de língua escrita propostas pelo ENEM.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Amilton Flavio Coleta Leal - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade do Estado de Mato Grosso, UNEMAT. , Avenida Tancredo Neves, Cavalhada, 78200000 - Cáceres, MT - Brasil, Telefone: (065) 996155159

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2014 - 2014

Faculdade Intercultural Indígena

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio Docente, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estágio docente na disciplina de Política Linguísticas, sob a regência do prof. Dr. Angel H. Corbera Mori, no Curso de Licenciatura da Faculdade Intercultural Indígena - UNEMAT/Barra do Bugres.

2012 - 2012

ESCOLA ESTADUAL 12 DE OUTUBRO

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2012

Escola Estadual Pe. José de Anchieta

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.

2013 - Atual

Universidade do Estado de Mato Grosso

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrado, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

2010 - 2011

Universidade do Estado de Mato Grosso

Vínculo: Bolsista Voluntário, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20

2009 - 2010

CIRETRAN

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Atendimento ao Público, Carga horária: 30

2011 - 2011

Escola Benedito Cesário da Cruz

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 25, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2012

ESCOLA ESTADUAL BOA VISTA

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico Administrativo Educacional, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

2011 - 2011

ESCOLA ESTADUAL BOA VISTA

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico Administrativo Educacional, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2012

ESCOLA ESTADUAL IRENE ORTEGA

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 3, Regime: Dedicação exclusiva.

2012 - 2012

Francisco Cruz

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

2018 - Atual

Secretaria de Estado de Educação do Estado do Mato Grosso

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor da Educação Básica, Carga horária: 30

Outras informações:
Professor de Língua Portuguesa