Claudemir Marcos Radetski

possui graduação em Química (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal de Santa Catarina (1989), mestrado em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina (1991), especialização em Toxicologia Ambiental pela Université de Metz (1991) e doutorado em Toxicologia Ambiental - Université de Metz (1996). Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental (Mestrado e Doutorado) da UNIVALI entre 2007 e 2010. Foi Professor-Convidado na Université de Metz em 2010, na Université de Lorraine (2012) e na Université de Strasbourg (2014). Atualmente é professor titular da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) onde coordena o Laboratório de Remediação Ambiental e integra o Curso de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental. É revisor de mais de 35 revistas da área ambiental e editor de seção do Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology (BJAST). Tem cooperação nacional (UFSC) e internacional (Université de Lorraine, Université de Strasbourg e Università Degli Studi di Milano) em projetos de pesquisa. Atuou/atua como consultor ad hoc para várias agências de fomento à pesquisa no Brasil e no exterior. Tem experiência na área de Poluição Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: poluição ambiental antropogênica, tratamento de efluentes, remediação ambiental, tratamento de resíduos sólidos industriais, qualidade do ar, da água, do solo e dos sedimentos, oxidação química avançada e toxicologia ambiental. É líder do grupo de pesquisa Avaliação e Tratamento da Poluição Ambiental na UNIVALI.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Toxicologie de l'Environnement

1992 - 1996

Universite de Metz
Título: Interesse na utilização das enzimas do estresse oxidativo nos vegetais: relações com os testes de fito-genotoxicidade
Orientador: Jean-François FERARD
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Ecotoxicologia; Poluição Ambiental; Estresse oxidativo; Fitotoxicidade; Genotoxicidade; Biomarcadores. Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecotoxicologia. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecotoxicologia / Especialidade: Toxicologia Ambiental. Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.

Mestrado em Química

1989 - 1991

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: Regioseletividade na abertura do anel do 1-3-benzodioxol substitído com grupos elétrons-retiradores,Ano de Obtenção: 1991
Marcos Caroli Rezende.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Síntese orgânica; Regioseletividade; Aromáticos.Grande área: Ciências Exatas e da Terra

Especialização em Toxicologie de l`Environnement

1991 - 1992

Universite de Metz
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Graduação em Química Licenciatura e Bacharelado

1984 - 1989

Universidade Federal de Santa Catarina
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2014 - 2015

Pós-Doutorado. , Università degli Studi di Milano, UNIMI, Itália. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

2010 - 2011

Pós-Doutorado. , Université de Strasbourg, UNISTRA, França. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. , Grande área: Ciências Biológicas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Italiano

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Ambiental/Especialidade: Poluição Ambiental.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Ecotoxicologia.

Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: ENGENHARIA AMBIENTAL/Especialidade: Controle da Poluição.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

V SBEA.Várias. 2006. (Simpósio).

IV SBEA.III Simpósio de Engenharia Ambiental. 2005. (Simpósio).

III Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental.Várias. 2004. (Simpósio).

VIII ECOTOX. VIII ECOTOX. 2004. (Congresso).

II Simpósio de Engenharia Ambiental.II Simpósio de Engenharia Ambiental. 2003. (Simpósio).

I Simpósio de Engenharia Ambiental.I Simpósio de Engenharia Ambiental. 2002. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Gilberto Conceição

RADETSKI, C. M.; SILVA, M. R.; MEIER, H. F.. Distribuição de elementos traços em sedimentos superficiais do rio Itajaí-mirim em Santa Catarina. 2004. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Carla Aparecida Dian de Mello

RADETSKI, C. M.; DEBACHER, N. A.; SOLDI, V.; BASCUNAN, V. L. A. F.. Caracterização e otimização do uso de argilas nos processos de floculação/coagulação. 2004. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Jaime Mera Mesias

RADETSKI, C. M.; LERIPIO, A. A.; SILVA, M. R.; BELLOTTO, V. R.. Estudo das indústrias de revestimentos metálicos de Itajaí, SC, e sua. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Márcio da Silva Tamanaha

RADETSKI, C. M.; BEAUMORD, A. C.; RESGALLA JR., C.. Estrutura das assembléias fitoplanctônicas e testes de inibição de crescimento algal como indicadores dos efeitos dos biocidas provenientes da cultura orizícola irrigada na região do Vale do Itajaí S.C.. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Nilton Cezar Pereira

RADETSKI, C. M.; WILHELM FILHO, D.; KOBIYAMA, M.; COSTA, R. H. R.. Diagnóstico ambiental da lagoa da Conceição, utilizando-se o berbigão Anomalocardia brasiliana.. 2003. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: João Adilson Lenczuk

RADETSKI, C. M.; LERIPIO, A. A.; PINHEIRO, A.; POLETTE, M.; MERICO, L. F. K.. Proposta de gerenciamento integrado dos resíduos sólidos no município de São Bento do Sul. 2003. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Fabricio Schmitt

RADETSKI, C. M.; MATHIAS, W. G.; MONARO, D.. Proposta de uso da avalição de risco ecológico na maricultura com ênfase nas florações de algas nocivas. 2003. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Nei Dionísio Locatelli

RADETSKI, C. M.; PINHEIRO, A.; SILVA, M. R.. Uma Contribuição à Gestão de Recursos Hídricos na Bacia do Itajaí: Avaliação da Qualidade das Águas.. 2003. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: João Darci Bom

RADETSKI, C. M.; LERIPIO, A. A.; MILIOLI, G.; LERIPIO, D. L.. A influência da qualidade da água em reservatórios domiciliares na qualidade de vida da população de Umuarama PR.. 2002. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: CID SIQUEIRA FILHO

RADETSKI, C. M.SIMIONATTO, E. L.; SILVA, M. R.; POLETTE, M.. Avaliação dos teores de metais pesados em mariscos Perna perna cultivados na baía da Babitonga. 2002. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: José Aparecido Navachi

RADETSKI, C. M.SIMIONATTO, E. L.; SILVA, M. R.; BARROS, A. A. C.. Reutilização dos efluentes tratados: caso de uma lavanderia industrial. 2002. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Marcos André do Rego Silva

RADETSKI, C. M.SIERRA, M. M. S.; SOLDI, V.; MACHADO, V. G.; BASCUNAN, V. L. A. F.. Utilização do pireno como uma sonda fluorescente na investigação de ligações intermoleculares em misturas binárias de solventes. 2002. Dissertação (Mestrado em Quimica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Edson Adilson Ferreira

RADETSKI, C. M.; CORDERO, A.; PINHEIRO, A.; SILVA, M. R.. Proposta de enquadramento de um curso de água usando o monitoramento e o IQA. 2001. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Janete Feijó

RADETSKI, C. M.; PINHEIRO, A.;SIMIONATTO, E. L.; MEIER, H. F.. Tratamento de esgotos sanitários através de escoamento sub-superficial em módulos com vegetais. 2001. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Fabricio Augusto Hansel

RADETSKI, C. M.MADUREIRA, L. A. S.SIERRA, M. M. S.; QUEIROZ, R. R. U.. Utilização de biomarcadores biogeoquímicos em análises de sedimentos. 2000. Dissertação (Mestrado em Quimica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Luciane Hennenberg

RADETSKI, C. M.; SOUZA, T. C. R.; STADLER, C. C.; BRIGHENTI, I. M. C.; QUEIROZ, R. R. U.. Extração química sequencial de metais pesados em solos agrícolas. 2000. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Edson Valmir Córdova da Rosa

RADETSKI, C. M.SIMIONATTO, E. L.SIERRA, M. M. S.; DEBACHER, N. A.; HEINZEN, V. E. F.. Uso da ozonólise para tratar efluentes têxteis: aspectos químicos e toxicológicos. 1999. Dissertação (Mestrado em Quimica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Catia Regina Silva de Carvalho Pinto

RADETSKI, C. M.; CASTILHOS, A. B.; MATHIAS, W. G.; COSTA, R. H. R.. Incidência de fitoplâncton tóxico na costa catarinense:impacto na saúde pública e meio ambiente. 2005. Tese (Doutorado em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Edson Valmir Córdova da Rosa

RADETSKI, C. M.SIMIONATTO, E. L.SIERRA, M. M. S.; SILVA, M. R.; MACHADO, V. G.. Aplicação de lodo têxtil em solo florestal: aspectos ecotoxicológicos. 2004. Tese (Doutorado em Quimica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Marcelo Giovanela

RADETSKI, C. M.; NASCIMENTO, M. G.;SIERRA, M. M. S.; SILVA, M. R.;MADUREIRA, L. A. S.. Caracterização química e morfológica de substâncias húmicas de ambientes aquáticos. 2003. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Marcelo da Rosa Alexandre

RADETSKI, C. M.MADUREIRA, L. A. S.SIERRA, M. M. S.. Caracterização química do extrato orgânico do sedimento da baía da Babitonga S.C.. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Quimica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Catia Regina Silva de Carvalho Pinto

RADETSKI, C. M.; CASTILHOS, A. B.; MATHIAS, W. G.; COSTA, R. H. R.. Incidência de fitoplâncton tóxico na costa catarinense:impacto na saúde pública e meio ambiente. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Luciana Mater

RADETSKI, C. M.SIMIONATTO, E. L.; CARASEK, E.; SOUZA, I. G.;MADUREIRA, L. A. S.SIERRA, M. M. S.; DEBACHER, N. A.. Desenvolvimento de processos químicos de oxidação avançada para eliminar hidrocarbonetos de matrizes ambientais. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Quimica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Catia Regina Silva de Carvalho Pinto

RADETSKI, C. M.; COSTA, R. H. R.; MATHIAS, W. G.; SENS, M. L.. Incidência de fitoplâncton tóxico na costa catarinense: impacto na saúde pública e meio ambiente. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Edson Valmir Córdova da Rosa

RADETSKI, C. M.SIMIONATTO, E. L.MADUREIRA, L. A. S.SIERRA, M. M. S.; DEBACHER, N. A.. Aplicação de lodo têxtil em solo florestal: aspectos físico-químicos, toxicológicos e agronômicos. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Marcelo Giovanela

RADETSKI, C. M.; NASCIMENTO, M. G.;SIERRA, M. M. S.; SOUZA, T. C. R.; SOLDI, V.. Extração e caracterização físico-química de substâncias húmicas em sedimentos marinhos. 2000. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Romulo Pazinato Junior

RADETSKI, C. M.HORITA, C. O.; BEAUMORD, A. C.. Opções de equipamentos para o controle/eliminação das emissões atmosféricas em indústrias de celulose e papel.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Gianpaolo Piccoli

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.RORIG, L. R.. Estudo do lodo da empresa Klabin celulose:caracterização físico-química e do potencial fertilizante. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Ricardo Leandro Andriolli Cutrim Costa

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.HORITA, C. O.. Determinação qualitativa e quantitativa da matéria orgânica e sólidos totais gerados no processo de industrialização do pescado.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Arno Gesser Filho

RADETSKI, C. M.; BEAUMORD, A. C.. Implicações ambientais a bananicultura no município de Luís Alves SC. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar.

Aluno: FERNANDO LIVINALLI

RADETSKI, C. M.; LERIPIO, A. A.; BLEYER, G.. Avaliação do desempenho ambiental de uma indústria do ramo metal-mecânico através de indicadores de eco-eficiência. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar.

Aluno: Francielle da Camino

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.RORIG, L. R.. Proposição de uma metodologia de tratamento químico dos efluentes provenientes das atividades das marinas. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar.

Aluno: Diogo Ramon Garcia Stüpp

RADETSKI, C. M.; LERIPIO, A. A.; FERREIRA, G. L. B.. Definição de indicadores de ecoeficiência para uma indústria de beneficiamento têxtil. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar.

Aluno: Juliana Moreira da Sillva

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.; MACHADO, M. S.. Uso de conchas marinhas como agente co-adjuvante nos processos de coagulação/floculação em ETEs.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar.

Aluno: Ricardo Leandro Andriolli Cutrim

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.; MACHADO, M. S.. Determinação quantitativa da matéria orgânica e sólidos totais gerados no processo de beneficiamento do pescado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar.

Aluno: Elias Tártari Cavichioli

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.; MACHADO, M. S.. Estudo da biodisponibilidade dos HPAs em função da granulometria dos sedimentos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar.

Aluno: Rodrigo Soares Macedo

RADETSKI, C. M.RORIG, L. R.; RESGALLA JR., C.. Avaliação da qualidade da água dos estuários do Rio Itajaí-Açú e Camboriú através de ensaios ecotoxicológicos. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Luciane Maria Vieira

RADETSKI, C. M.; FEIJO, J.;CORREA, A. X. R.. Uso da turbidez como indicador da qualidade da água e sua relação com o uso do solo. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Ana Paula Rosin

RADETSKI, C. M.; FEIJO, J.; SILVA, M. A. R.. Uso de argila como agente floculante/coagulante em estações de tratamento de efluentes têxteis. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Cristiane Cruz dos Santos

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.; SILVA, M. A. R.. Tratamento dos efluentes dos postos de lavação de veículos: proposição metodológica para reciclagem da água. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Gilberto Schwertner Filho

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.HORITA, C. O.. Desenvolvimento de processos de extração de hidrocarcarbonetos de matrizes ambientais. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Caroline Fernandes da Silva

RADETSKI, C. M.ROSA, E. V. C.; SILVA, M. A. R.. Estudo da mobilidade de metais em solo argiloso. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

Aluno: Rodrigo Luiz marchi

RADETSKI, C. M.CORREA, A. X. R.HORITA, C. O.. Precipitação de metais pesados em soluções pelo uso de sulfetos e carbonatos como agentes precipitantes. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

RADETSKI, C. M.. Comissão do Processo Seletivo Mestrado. 2005. Universidade do Vale do Itajaí.

RADETSKI, C. M.. Consultor "ad hoc" UNIVALI. 2005. Universidade do Vale do Itajaí.

RADETSKI, C. M.. Consultor "ad hoc" FAPDF (Brasília). 2005.

RADETSKI, C. M.HORITA, C. O.; FERRI, C.;SPERB, R. M.. Comissão de Análise de Equivalência do Curso de Engenharia Ambiental da UNIVALI com o da Universidade de Algarve. 2004. Universidade do Vale do Itajaí.

RADETSKI, C. M.. Comissão do Processo Seletivo Mestrado. 2004. Universidade do Vale do Itajaí.

RADETSKI, C. M.. Consultor "ad hoc" UNESC. 2004. Universidade do Extremo Sul Catarinense.

RADETSKI, C. M.. Consultor "ad hoc" UNESC. 2004. Universidade do Extremo Sul Catarinense.

RADETSKI, C. M.. Consultor "aad hoc" UNESC. 2004. Universidade do Extremo Sul Catarinense.

RADETSKI, C. M.. Consultor "ad hoc" UNESC. 2004. Universidade do Extremo Sul Catarinense.

RADETSKI, C. M.. Consultor "ad hoc" UNESC. 2004. Universidade do Extremo Sul Catarinense.

RADETSKI, C. M.. Comissão científica CBO. 2004. Universidade do Vale do Itajaí.

RADETSKI, C. M.. Avaliador "ad hoc" PROBIC UNIVALI. 2004. UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar.

RADETSKI, C. M.. Comissão do Processo Seletivo do Mestrado. 2003. Universidade do Vale do Itajaí.

RADETSKI, C. M.. Consultor "ad hoc" UNIVALI. 2003. Universidade do Vale do Itajaí.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Maíne Alves Pereira

Biodegradação por compostagem estimulada de resíduos farmacêuticos; Início: 2019; Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em Tecnologia e Ambiente) - Instituto Federal Catarinense; (Orientador);

ERIC SANCHES SIMÕES

Tratamento de efluentes idustriais por oxidação avançada assistida por nanopartículas de Rh e Pt; ; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Felippe Luiz Dalpiaz

Desenvolvimento de agentes adsorventes alternativos para retenção e degradação de diferentes tipos de agroquímicos presentes nas águas de drenagem da rizicultura; Início: 2020; Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; (Orientador);

Guilherme Niero

Desenvolvimento de agentes adsorventes alternativos para retenção e degradação de diferentes tipos de agroquímicos presentes na lavoura do fumo; Início: 2020; Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Aline Dal Conti Lampert

Macro e microplásticos: determinação quali-quantitativa de plásticos presentes em animais marinhos; encontrados em decomposição nas praias; ; Início: 2017; Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; (Orientador);

Guilherme Niero

Adsorção da Amoxicilina por carvoes ativados e magnetizados; 2019; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universiade do Vale do Itajaí, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Ana Julia Feuzer Matos

Degradação química de corantes têxteis recalcitrantes; 2019; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Renan Chiprauski Testolin

Avaliação da ecotoxicidade aquática do formicida Macex; ; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Alcione de Paiva Godinho e Castro

INCORPORAÇÃO DE GESSO RESIDUAL NA FABRICAÇÃO DE BLOCOS CERÂMICOS: ESTUDO DA RESISTÊNCIA À COMPREENSÃO, DAS CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS E DA TOXICIDADE AMBIENTAL; 2010; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Rosilene Aparecida da Silveira

Proposição de uma metodologia para mensuração do potencial de biodegradação intrínseca de amostras líquidas industriais/ambientais; 2010; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Leandro Janke

DESENVOLVIMENTO E APLICAÇÃO DE UMA METODOLOGIA PARA O MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO LIMPO VISANDO O TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS PARCIALMENTE DECOMPOSTOS; 2010; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Albertina Xavier da Rosa Corrêa

Desenvolvimento de um método de imobilização/deimobilização de algas para uso nos testes de ecotoxicidade; 2006; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Luciane Vieira

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO AR EM UM PORTO ATRAVÉS DE PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS E TOXICOLÓGICOS; ; 2006; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Josiani Berto

Tratamento de efluentes hospitalares pela reação de Fenton e Foto-Fenton: comparação da eficiência; ; 2006; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Ana Paula Rosin

Tratamento por oxidação avançada dos sedimentos contaminados com petróleo; 2005; Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Edson Valmir Cordova Rosa

Ozonólise de efluentes têxteis: estudo da eficiência e da toxicidade ambiental através dos bioensaios; 1999; 0 f; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Fernanda Engel

RESPOSTA TEMPORAL DO MARCADOR BIOQUÍMICO PEROXIDASE EM VEGETAIS EXPOSTOS A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DOS CONTAMINANTES METÁLICOS ALUMÍNIO E ARSÊNIO; 2019; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universiade do Vale do Itajaí, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Renata Falck Storch Böhm

USO DE PARÂMETROS BIOLÓGICOS NA AVALIAÇÃO DA SENSIBILIDADE DE ESPÉCIES VEGETAIS EXPOSTAS À CONTAMINANTES ATMOSFÉRICOS; 2019; Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Renan Chiprauski Testolin

QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DAS PRAIAS: PROPOSIÇÃO DE UMA METODOLOGIA COLORIMÉTRICA DE QUANTIFICAÇÃO DE MICRO-ORGANISMOS; PARA FINS DE MONITORAMENTO E CONTROLE DA REMEDIAÇÃO; 2017; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universiade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Albertina Xavier da Rosa Corrêa

Avaliação físico-química e ecogenotóxica dos extratos aquoso e orgânico do material particulado emitido na combustão em motores Diesel; 2016; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universiade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Valéria Cássia da Silva

Avaliação do potencial genotóxico de matrizes ambientais; 2014; Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Cleder Alexandre Somensi

Tratamento de efluentes hospitalares por oxidação avançada; 2013; Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Claudete G

Chiochetta; REMEDIAÇÃO DE SOLO ÁCIDO PELO USO DE RESÍDUOS SÓLIDOS; 2013; Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí,; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Luciana Mater

Aplicação de Processos Oxidativos Avançados no Tratamento de Matrizes Ambientais Contaminadas por Petróleo; 2006; Tese (Doutorado em Quimica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Marcos André do Rego Silva

SOLIDIFICAÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DE RESÍDUOS INORGÂNICOS INDUSTRIAIS: ESTUDO DA EFICIÊNCIA DO PROCESSO E EVIDÊNCIA DE MECANISMOS DE IMOBILIZAÇÃO; 2006; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Claudemir Marcos Radetski;

Edson Córdoba da Rosa

Estudo do impacto ambiental causado pelo lodo têxtil usado como fertilizante agrícola; ; 2004; Tese (Doutorado em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Claudemir Marcos Radetski;

João Renato de Mendonça Strelau

Uso Agrícola de Águas Residuárias e Lodo de Esgoto; 2001; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Química Ambiental) - Universidade Federal de Pelotas; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Georgiana Bossardi Rissardi

Avaliação da Atividade Peroxidásica como Indicadora Toxicológica na Planta Vetiveria zizanioides exposta a Metais Tóxicos; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Juliana Moreira

Reutilização de conchas marinhas como agente floculante/coagulante; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Jerusa Bordin

Avaliação físico-química e microbiológica do tratamento de efluente hospitalar através da ozonização; ; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - UNIVALI - CTTMar - Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Murilo Keller Zimermmann

Tratamento por precipitação química de sedimentos contaminados por metais pesados; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Francielle da Camino

Tratamento de efluentes de marinas por oxidação avançada; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Gianpaolo Piccoli

Estudo físico-químico do lodo proveniente da ETE da Klabin Embalagens; ; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Romulo Pazinato Jr

Caracterização das emissões gasosas de uma indústria de papel e celulose; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Gilberto Scwertner Filho

Desenvolvimento de processos de extração de hidrocarcarbonetos de matrizes ambientais; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Ana Paula Rosin

Uso de argilas como agentes auxiliares de floculação/coagulção em ETEs; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Cristiane Cruz dos Santos

Proposta de tratamento para efluentes originários dos postos de lavação de veículos; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Rodrigo Luiz marchi

Precipitação de metais pesados em soluções pelo uso de sulfetos e carbonatos como agentes precipitantes; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Caroline Fernandes da Silva

Estudo da mobilidade de metais em solo argiloso; 2003; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biotecnologia) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Augusto Pereira

Variação da concentração de gases em área portuária em função da sazonalidade; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade do Vale do Itajaí, Univali; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Ramaina Radetski da Silva

Oxidação de hidrocarbonetos por Peroxônio; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Química) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Dennis Mantau

Qualidade do ar em zonas portuários: como mitigar?; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade do Vale do Itajaí, Univali; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Fernando Cristiano Kemczinski

Uso da planta Vetiver para adsorção de hidrocarbonetos presentes em águas poluídas; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Biotecnologia) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Guilerme Niero

Uso de um sistema de fitofilltração com a planta Vetiver para depuração de águas contaminadas por metais; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Tayane Forest

Comparação da eficiência de métodos de oxidação avançada (Reação de Fenton e Ozonização) para a destruição de compostos quimioterápicos usados na região de Itajaí (SC); ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Elias Tártari Cavichioli

Uso da oxidação suave para estudar a biodisponibilidade de hidrocarbonetos em sedimentos; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Marina Juliana Batista

Análise de micronutrientes em lagoas aeróbias de tratamento de efluentes de uma indústria agropecuária; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Biotecnologia) - Universidade do Vale do Itajaí, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Lilian Gonçalves

Levantamento microbiológico em efluentes de indústrias agropecuárias; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Biotecnologia) - Universidade do Vale do Itajaí, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Caroline Fernandes da Silva

Estudo da mobilidade de metais em solo argiloso; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Biotecnologia) - Universidade do Vale do Itajaí, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Gabriela Duarte Costa

Validação do uso de algas imobilizadas em Ecotoxicologia; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Gilberto Schwertner Filho

Desenvolvimento de processos de extração de hidrocarcarbonetos de matrizes ambientais; 2003; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Erasmo Nei Tiepo

Estudo da Fitogenotoxicidade do Cádmio em solucão; 1999; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Catarina; Orientador: Claudemir Marcos Radetski;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Marcos Caroli Rezende

Regioseletividade na abertura do anel do 1-3-benzodioxol substitído com grupos elétrons-retiradores; 1991; Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Marcos Caroli Rezende;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

RADETSKI, C. M. . Monitoramento da Qualidade do Ar e Ruído na Área Portuária de Itajaí SC. 2008.

RADETSKI, C. M. . Monitoramento da Qualidade do Ar e Ruído na Área Portuária de Itajaí SC. 2007.

RADETSKI, C. M. . Monitoramento da Qualidade do Ar e Ruído na Área Portuária de Itajaí SC. 2006.

Radetski, C. M. . Monitoramento da Qualidade do Ar e Ruído na Área Portuária de Itajaí SC. 2005.

Radetski, C. M. . Monitoramento da Qualidade do Ar e Ruído na Área Portuária de Itajaí SC. 2004.

RADETSKI, C. M. . Uso de biotestes marinhos para avaliar a toxicidade dos efluentes gerados no tratamento das águas de produção de petróleo.. 2004 (Projeto de pesquisa) .

RADETSKI, C. M. . Estabilização/Solidificação de resíduos sólidos industriais para fins de reaproveitamento na construção civil.. 2003 (Projeto de pesquisa) .

RADETSKI, C. M. . Uso de métodos de oxidação química avançada para tratar compartimentos contaminados por hidrocarbonetos.. 2002 (Projeto de pesquisa) .

RADETSKI, C. M. . Utilização de lodo têxtil em solo florestal: estudo dos aspectos agronômicos, ecotoxicológicos e de saúde pública.. 2001 (Projeto de pesquisa) .

RADETSKI, C. M. . Ozonização de efluentes têxteis.. 1999 (Projeto de pesquisa) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    (Bio)degradação de fármacos, Descrição: Os fármacos são utilizados em grandes quantidades no combate a doenças causadas por bactérias, tanto na medicina humana, quanto na medicina veterinária. Após a administração, uma parte significativa deles é excretada pelos organismos nos sistemas de esgotamento. Os fármacos já foram detectados em vários compartimentos ambientais como por exemplo, sistemas de tratamento de esgoto, solos, águas superficiais e subterrâneas. Grande parte destes resíduos de fármacos não são removidos durante os sistemas de tratamento de efluentes convencionais. Esses fármacos podem ser persistentes no meio e causarem efeitos tóxicos em diversos organismos. A resistência aos antibióticos é outro importante problema da saúde pública oriundo da utilização exagerada dos antibióticos, sendo que a liberação dos resíduos deles para o meio-ambiente tem sido cada vez mais reconhecida como a principal pressão seletiva que conduz à resistência bacteriana. O presente projeto pretende desenvolver um processo otimizado de oxidação simples em escala piloto em um hospital para a destruição de fármacos em efluentes provenientes de serviços de saúde visando a proteção dos sistemas hídricos receptores deste efluentes. Assim, as variáveis envolvidas nas reações químicas do processo de Ozonólise, do Peroxônio e da Reação de Fenton serão otimizados para a destruição dos resíduos de fármacos, procurando as condições mínimas para poder destruir os fármacos mais recalcitrantes. O estudo será complementado pela análise da qualidade da água do corpo hídrico receptor nos períodos pré e pós implantação do sistema piloto. O desenvolvimento de um processo otimizado em escala piloto de Ozonização ou Reação de Fenton ou Peroxônio poderá ter uso imediato, pois o Conselho Nacional do Meio-Ambiente brevemente lançará uma resolução específica sobre o tratamento dos efluentes oriundos dos serviços de saúde.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Claudemir Marcos Radetski - Coordenador / Eric Sanches-Simões - Integrante / Maíne Alves Pereira - Integrante / Aline Dal Conti-Lampert - Integrante / Ramaiana Radetski-Silva - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Impacto Ambiental do Material Particulado Oriundo da Combustão do Diesel, Descrição: A poluição atmosférica pode se dar de diferentes formas e magnitudes, sendo que um dos principais colaboradores para o aumento da poluição neste compartimento são os veículos automotores, emissores de material particulado, que junto com fontes estacionárias (e.g., indústrias), emitem milhões de toneladas de material particulado (MP) para atmosfera. Além dos efeitos danosos sobre a saúde pública, este material particulado emitido pode promover efeitos ecogenotoxicológicos no meio-ambiente. Assim, procurando incrementar o conhecimento sobre esta problemática, pretendeu-se avaliar a composição físico-química e o impacto ambiental dos extratos de material particulado provenientes de motores à Diesel, com o objetivo de propor uma metodologia de extração dos contaminantes e preparação dos meios de exposição para os biotestes. Após a coleta de material particulado de escapamentos de motores à Diesel, foram realizadas análises físico-químicas para caracterizar este material e também foram obtidos extratos com diferentes solventes (diclorometano, hexano, acetona e água pura) em pH natural (2,0) e pH ajustado (5,0). Assim, para avaliar a ecogenotoxicidade dos extratos aquosos e orgânico, uma bateria de bioensaios com organismos aquáticos pertencentes aos diferentes níveis da rede trófica, como bactérias (Aliivibrio fischeri), algas (Pseudokirschniella subcapitata), dáfnias (Daphnia magna) e peixes (Danio rerio) foram testados, além de ensaios de genotoxicidade, utilizando a espécie Vicia faba, através do teste do micronúcleo. Os resultados mostraram que o material particulado apresenta uma morfologia com textura e formas indefinidas formando aglomerados de diferentes tamanhos com medida média de 1012,4 nm.O pH do MP disposto na água gera uma suspensão ácida (pH=2,0). A análise de metais mostrou o ferro como elemento majoritário (408,5 mg Kg1-). A extração com solvente orgânico na maneira clássica em aparelho de Soxhlet demonstrou que nenhum dos três solventes orgânicos testados extraiu os 16 compostos do mix-padrão recomendado pela USEPA. Entretanto, a técnica de extração acelerada por solvente (EAS) usando água ultra-pura como solvente demonstrou ter grande potencial para extrair HPAs de amostras complexas. Com relação ao processo de extração em diferentes pH?s, o processo de lixiviação em pH 5,0 gerou um lixiviado menos tóxico. Os ensaios mostraram que a ecogenotoxicidade é causada por metais e por compostos orgânicos. Nos testes de toxicidade para os extratos aquosos e orgânico, o organismo mais sensível foi a dáfnia, a qual apresentou valores de CE50 de 2,18 em pH=2,0 ; 8,54 em pH=5,0; e 1,09 para mistura de solventes orgânicos. Os ensaios genotóxicos com a espécie Vicia faba mostraram que o lixiviado aquoso na diluição de 12,5% acarretou um aumento significativo na freqüência de micronúcleos, enquanto a mistura de solventes orgânicos apresentou efeito genotóxico significativo na diluição de 6,2%. Estes dados gerados permitiram propor uma metodologia de extração dos contaminantes presentes no material particulado, como também melhoraram a nossa compreensão do impacto ambiental aquático real provocado pelo material particulado relacionado ao escapamento de motores à Diesel, subsidiando novos estudos ou recomendações sobre as quantidades que podem ser liberadas no meio ambiente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Claudemir Marcos Radetski - Coordenador / MILLET, MAURICE - Integrante / FÉRARD, JEAN FRANÇOIS - Integrante., Financiador(es): Universidade do Vale do Itajaí - Cooperação., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 2

  • 2013 - 2017

    Desenvolvimento de uma metodologia colorimétrica in situ para avaliação da atividade microbiológica em solos e sedimentos contaminados, Descrição: Atualmente não se dispõe de metodologia in situ com sonda para a avaliação da atividade microbiológica em solos ou sedimentos. Este importante aspecto microbiológico no interior dos compartimentos ambientais deve ser conhecido, pois reflete de forma direta a qualidade do solo ou sedimento em termos de capacidade de biotransformações, seja em termos de reciclagem de nutrientes, seja na capacidade de remediação destes compartimentos em caso de contaminação. Esta proposta inovadora procura desenvolver uma metodologia para avaliar a atividade microbiológica pelo uso de compostos químicos que mudam suas propriedades espectro(fluori)métricas em função de transformações químicas em suas estruturas, as quais são realizadas pelas enzimas dos microorganismos presentes no meio estudado. Assim, diferentes compostos cromóforos serão adsorvidos em diferentes suportes sólidos que serão inseridos nos compartimentos estudados e contaminados por diferentes tipos de contaminantes. A atividade microbiológica será relacionada com as taxas de biodegradação. Assim, a avaliação da atividade microbiológica por colorimetria permitirá avaliar o impacto e a resiliência microbiológica nestes compartimentos contaminados por compostos orgânicos, permitindo estabelecer a capacidade de bioremediação do compartimento estudado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Claudemir Marcos Radetski - Coordenador / Somensi, Cleder A. - Integrante / Testolin, Renan C. - Integrante., Número de produções C, T & A: 1

  • 2010 - 2012

    CONTRIBUIÇÃO DA PAISAGEM AQUÁTICA PARA A QUALIDADE AMBIENTAL URBANA: uma análise da viabilidade tecnológica e paisagística dos Jardins Fitoremediadores para Espaços Urbanos Turísticos., Descrição: Uma paisagem de ecossistemas degradados se configura em um sistema de grande fragilidade ou instabilidade nos quais os efeitos ou impactos ambientais serão mais consideráveis, abrindo-se a possibilidade de cadeia de efeitos prejudiciais ao meio natural ou construído e ao ser humano, como são os casos de regiões ribeirinhas ou de várzeas que entornam os centros urbanos. Tal compreensão da convergência entre os processos naturais e antrópicos é uma das essências do planejamento ambiental e da paisagem, remontando esta concepção às antigas civilizações. Tal convergência pode ter objetivos agrícolas, paisagísticos ou sociais, chegando mesmo a ter objetivos sanitários. Assim, a presente proposta tem como novidade justamente associar todos estes aspectos, convergindo para um sistema de fitorremediação aquática com eficiência sanitária dentro de um contexto de paisagens aquáticas urbanas, pois a realidade brasileira mostra uma degradação de ecossistemas naturais, implicando uma série de problemas ambientais que afetam diretamente às comunidades humanas. No caso de várzeas e regiões ribeirinhas próximas aos centros urbanos, temos a associação de águas contaminadas e comunidades humanas, as quais se inter-relacionam, ocasionando impactos de uma sobre a outra. Neste sentido, esta pesquisa sobre a viabilidade de jardins suspensos fitoremediadores pretende avaliar soluções para este tipo de problema sócio-ambiental-sanitário: a necessidade de corredores verdes e ecológicos (essencialmente aquáticos) como potencial remediador de poluição, assim como atração e migração de organismos vivos, levando-se em consideração a questão paisagística. Nesta condição, além de cumprir função sanitarista (remediação de contaminantes), estes corredores surgem também como oportunidade ao ócio, lazer e turismo, devendo ser acessíveis para toda sociedade. A justificativa para a realização deste projeto é que no Brasil, poucos estudos procuram contemplar estratégias de proteção e valorização dos sistemas aquáticos, explorando de forma científica seu papel sanitário, associado com a dimensão lúdica e cênica das áreas urbanas em zonas aquáticas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Claudemir Marcos Radetski - Coordenador / Albertina Xavier da Rosa Corrêa - Integrante / Marcus Polette - Integrante / Dalva Sofia Schuch - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Desenvolvimento de um tratamento de oxidação avançada para efluentes hospitalares visando a preservação de sistemas hídricos receptores de descargas dos estabelecimentos de saúde, Descrição: Hospital wastewater is considered a complex mixture populated with pathogenic microorganisms. The genetic constitution of these microorganisms can be changed through the direct and indirect effects of hospital wastewater constituents, leading to the appearance of antibiotic multi-resistant bacteria. To avoid environmental contamination hospital wastewaters must be treated. The objective of this study was to evaluate the efficiency of hospital wastewater treated by a combined process of biological degradation (septic tank) and the Fenton reaction. Thus, after septic tank biodegradation, batch Fenton reaction experiments were performed in a laboratory-scale reactor and the effectiveness of this sequential treatment was evaluated by a physico-chemical/microbiological time-course analysis of COD, BOD5, and thermotolerant and total coliforms. The results showed that after 120 min of Fenton treatment BOD5 and COD values decreased by 90.6% and 91.0%, respectively. The BOD5/COD ratio changed from 0.46 to 0.48 after 120min of treatment. Bacterial removal efficiency reached 100%, while biotests carried out with Scenedesmus subspicatus and Daphnia magna showed a significant decrease in the ecotoxicity of hospital wastewater after the sequential treatment. The use of this combined system would ensure that neither multi-resistant bacteria nor ecotoxic substances are released to the environment through hospital wastewater discharge.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Claudemir Marcos Radetski - Coordenador / Josiani Berto - Integrante.

  • 2008 - 2012

    Estudo da viabilidade ambiental de se aplicar lodos agro-industriais nos solos de áreas degradadas pela mineração para posterior reflorestamento com espécies nativas, Descrição: A mineração de carvão constitui uma importante atividade econômica na região sul catarinense. Problemas ambientais associados com as atividades carboníferas têm demonstrado a necessidade de desenvolver metodologias visando a recuperação das áreas degradadas pelo acúmulo desordenado dos grandes volumes dos rejeitos a céu aberto. Estes rejeitos, ricos em sulfetos de ferro, desencadeiam um processo de acidificação e podem afetar a qualidade do ar, da água e do solo, causando até mesmo riscos à saúde pública. Assim, o objetivo deste estudo foi o de avaliar se os lodos agroindustriais com elevado pH e alta carga orgânica podem neutralizar os solos ácidos e beneficiar o crescimento de vegetais. Para tanto, foram realizados testes físico-químicos, de ecotoxicidade (Scenedesmus subspicatus, Daphnia magna, Aliivibrio fischeri, Danio rerio, Eisenia fetida e os vegetais Lactuca sativa, Brassica oleracea, Zea mays, além da hidrólise da FDA, proteínas e enzima peroxidase) e de genotoxicidade (Vicia faba) no solo ácido e no lodo agroindustrial (fresco e estabilizado) separadamente e em misturas de ambos em diferentes proporções, como também foram analisados e testados os lixiviados destas amostras. Espécies vegetais nativas - Pitanga (Eugenia uniflora); Tucaneira (Aegiphila sellowiana); Ingá (Inga spp); Aroeira-vermelha (Schinus terebinthifolius) e Cerejeira (Prunus cerasus) foram cultivadas em misturas com diferentes proporções de solo/lodo (fresco e estabilizado). Na maioria dos testes, o solo ácido e o lodo (fresco e estabilizado) mostraram efeitos eco(geno)toxicológicos (assim como seus lixiviados). Já as misturas solo/lodo (e seus lixiviados) apresentaram eco(geno)toxicidade menor e variada, sendo que os organismos aquáticos se mostraram mais sensíveis que as plantas terrestres. De forma conclusiva, recomenda-se o uso de lodo agroindustrial estabilizado durante seis meses para remediação de solo degradado pelos rejeitos da atividade carbonífera. Este lodo deve ser misturado na proporção de 50% (massa seca) com o solo superficial (20 cm), sendo que as plantas nativas que melhor se adaptaram a esta mistura em termos de aumento da biomassa foram a Tucaneira (Aegiphila sellowiana), a Pitanga (Eugenia uniflora) e a Cerejeira (Prunus cerasus). O uso concomitante de parâmetros químicos, eco(geno)toxicológicos e de rendimento agronômico se mostraram eficazes na avaliação do tipo de remediação proposta neste trabalho, evitando assim possíveis danos ambientais aos ecossistemas terrestres e aquáticos, o que pode propiciar uma recuperação ecológica das áreas atualmente degradadas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Claudemir Marcos Radetski - Coordenador / Cotelle, Sylvie - Integrante / Testolin, Renan C. - Integrante / CHIOCHETTA, CLAUDETE G. - Integrante / ADANI, FABRIZIO - Integrante., Financiador(es): Universidade do Vale do Itajaí - Cooperação., Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2

  • 2007 - 2009

    MITIGAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DA RESISTÊNCIA BACTERIANA E DO IMPACTO AMBIENTAL DOS EFLUENTES HOSPITALARES POR TRATAMENTO COM OXIDAÇÃO QUÍMICA AVANÇADA: AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA PELA CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA, MICROBIOLÓGICA E ECOTOXICOLÓGICA., Descrição: O problema dos efluentes (incluindo os hospitalares) é o grande potencial de contaminação do solo e das águas superficiais e subterrâneas com metais e compostos orgânicos, além de microorganismos com potencial patogênico. Os fármacos utilizados em instituições de saúde são desenvolvidos para serem persistentes, mantendo suas propriedades químicas o bastante para servir a um propósito terapêutico. Porém, 50% à 90% de uma dosagem de fármaco pode ser excretado inalterado (sem contar os metabólitos gerados), indo perturbar a fauna e flora presente no ecossistema receptor do efluente. Esta perturbação tem como preocupação principal o potencial de gerar bactérias multi-resistentes, visto que o contato destas com os diversos fármacos favorece o surgimento da super-resistência aos antibióticos por mutações (naturais ou induzidas por determinados fármacos). Diante dos estudos e comprovações sobre a ocorrência de fármacos nos rios e cursos d?água, torna-se de fundamental importância a busca de soluções efetivas para esse problema de saúde pública e, principalmente, a busca de metodologias de tratamento suficientemente eficientes para mineralizar a totalidade das moléculas e destruir os agentes patogênicos presentes nos efluentes. A quase ausência de estudos sobre a utilização dos processos de Oxidação Química Avançada (OQA) no tratamento de efluentes hospitalares, aliada à necessidade de diminuição do impacto ambiental causado por estes efluentes justificam o presente projeto, o qual apresenta como objetivo avaliar a eficiência de vários métodos de Oxidação Química Avançada para tratamento de efluente hospitalar de uma instituição de grande porte, onde pode-se encontrar uma grande variedade de fármacos, agentes desinfetantes e agentes patógenos. Os processos de OQA são baseados na geração de um agente oxidante muito forte, geralmente o radical hidroxila. O efluente escolhido para a realização dos testes localiza-se no Hospital Universitário Pequeno Anjo (Itajaí, SC).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Claudemir Marcos Radetski - Coordenador / Albertina Xavier da Rosa Corrêa - Integrante / Josiani Berto - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2009

Professor Homenageado, Engenharia Ambiental - UNIVALI.

2008

Professor Homenageado, Formandos Engenharia Ambiental.

2005

Professor Homenageado, Formandos de Engenharia Ambiental 2005/2 UNIVALI.

2004

Paraninfo, Formandos de Engenharia Ambiental 2004/1 UNIVALI.

2003

Paraninfo, Formandos de Engenharia Ambiental 2003/1 UNIVALI.

2003

Professor Homenageado, Formandos de Engenharia Ambiental 2003/2 UNIVALI.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar. , Rua Uruguai 458, Centro, 88302202 - Itajaí, SC - Brasil, Telefone: (047) 33417970, Fax: (047) 33417715

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2010 - 2010

Université Paul Verlaine-Metz, Univ PV-Metz

Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Visitante

2001 - Atual

Universidade do Vale do Itajaí

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 20

Atividades

  • 03/2001

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Educação de Ciências Tecnológicas, da Terra e do Mar, .,Linhas de pesquisa

  • 03/2001

    Ensino, Ciência e Tecnologia Ambiental, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos Especiais - Métodos Avançados de Oxidação Química

  • 03/2001

    Ensino, Ciência e Tecnologia Ambiental, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Orientação

  • 03/2001

    Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Poluição I, Tecnologias Ambientais

  • 02/2007 - 07/2010

    Direção e administração, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar, .,Cargo ou função, Coordenador de Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental.

  • 08/2003 - 08/2003

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar, .,Cargo ou função, Avaliador de projetos PIBIC/PROBIC.

  • 02/2000 - 02/2000

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar, .,Cargo ou função, Revisor cirntífico para a Society of Environmental Toxicology and Chemistry.

  • 01/2000 - 01/2000

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar, .,Cargo ou função, Consultor ad hoc programa RHAE - CNPq.

  • 01/1999 - 01/1999

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar, .,Cargo ou função, Consultor ad hoc programa RHAE - CNPq.

2001 - 2008

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Participante na Pós-Graduação

1996 - 2000

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Bolsista Recém-Doutor e Professor Substituto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/1997

    Ensino, Quimica, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Orientação de alunos do doutorado

  • 03/1997 - 12/2000

    Ensino, Química, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos Especiais - Química Ambiental

  • 03/1997 - 12/2000

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Química Ambiental, Química Geral, Química Geral e Inorgânica

  • 03/1998 - 12/1999

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Orientador de Iniciação Científica

  • 11/1996 - 08/1999

    Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, .,Linhas de pesquisa

  • 03/1997 - 07/1999

    Ensino, Química, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Orientador e Co-orientador de alunos mestrandos

2019 - Atual

Instituto Federal Catarinense

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Professor Participante na Pós-Graduação