Alberto Manuel Gustavo Arce

Alberto Arce es catedrático de Sociología y Antropología del Desarrollo Rural en la Universidad de Wageningen, Países Bajos. Un sociólogo rural y antropólogo social de profesión, tiene experiencia de trabajo de campo en América Latina, y en otras partes del mundo. Con experiencia de docente en Chile, México, Reino Unido y los Países Bajos ha enseado y contribuido en el uso y divulgación metodológicos del enfoque orientado al actor para el análisis social en los estudios del desarrollo. Con una larga experiencia en la supervisión de tesis maestría y de doctorado, también ha tenido diversas responsabilidades administrativas y de investigación. Sus intereses de investigación se centran en las relaciones entre población rural, sus reacciones a las políticas estatales y las influencias del mercado en los espacios rurales. Los temas de trabajo comprenden la ejecución de proyectos de desarrollo, la globalización de los procesos de alimentación, las controversias ambientales, los medios de vida rural sostenible, el desarrollo inducido por el reasentamiento de poblaciones, y la organización social en la reordenación del espacio rural. Entre sus principales contribuciones es el haber establecido la Antropología del Desarrollo como parte del currículo del programa de Desarrollo Internacional (International Development), incorporando las bases etnográficas de la antropología como parte de la recolección de información de la sociología del desarrollo y de las ciencias agrarias, ambientales y de la economía rural. Con una reconocida trayectoria en Europa, EUA y en América Latina, se le reconoce una contribución en el desarrollo conceptual y metodológico en la Perspectiva del Actor Social.

Informações coletadas do Lattes em 16/07/2021

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Sociology

1982 - 1986

University of Manchester
Título: The administration of agrarian policy in a less developed country: the case of the S.A.M in Mexico
Orientador: Brian Roberts

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Rural.

Produções bibliográficas

  • ARCE, ALBERTO ; CHARÃO-MARQUES, FLÁVIA . Desenvolvimento, materialidades e o ator social: orientações metodológicas para aproximações territoriais. Estudos Sociedade e Agricultura , v. 29, p. 40-65, 2020.

  • ARCE, ALBERTO ; CHARÃO-MARQUES, FLÁVIA . Espaços ambíguos e a inovação neoliberal contemporânea: o caso do Merkén. REDES (SANTA CRUZ DO SUL. ONLINE) , v. 25, p. 9-31, 2020.

  • BLANCO, GUSTAVO ; ARCE, ALBERTO ; FISHER, ELEANOR . Becoming a region, becoming global, becoming imperceptible: Territorialising salmon in Chilean Patagonia. JOURNAL OF RURAL STUDIES , v. 42, p. 179-190, 2015.

  • UMANS, LAURENT ; ARCE, ALBERTO . Fixing rural development cooperation? Not in situations involving blurring and fluidity. JOURNAL OF RURAL STUDIES , v. 34, p. 337-344, 2014.

  • ARCE, ALBERTO . Living in times of solidarity: Fair trade and the fractured life worlds of Guatemalan coffee farmers. Journal of International Development , v. 21, p. 1031-1041, 2009.

  • ARCE, ALBERTO . Re-approaching social development: a field of action between social life and policy processes. Journal of International Development , v. 15, p. 845-861, 2003.

  • ARCE, A. . Value contestations in development interventions: Community development and sustainable livelihoods approaches. COMMUNITY DEVELOPMENT JOURNAL , v. 38, p. 199-212, 2003.

  • SHERWOOD, S. ; ARCE, ALBERTO ; PAREDES, M. . Food, Agriculture and Social Change: The Everyday Vitality of Latin America. 1. ed. London: Routledge, 2017. v. 1. 250p .

  • ARCE, ALBERTO ; HURTADO, Margarita ; BLANCO, GUSTAVO . Políticas Públicas como objeto Social: Imaginando el bien público en el desarrollo rural latinoamericano. 1. ed. Guatemala: FLACSO, 2008. v. 1. 295p .

  • ARCE, ALBERTO ; LONG, Norman . Anthropology, Development and Modernities: Exploring Discourses, Counter-Tendencies and Violence. 1. ed. London: Routledge, 2000. v. 1. 250p .

  • ARCE, ALBERTO ; Viteri, María Laura ; Mateos, Mónica . Effects of the division of labor on the distribution of fresh produce: The case of Argentina. Research in Rural Sociology and Development. 1ed.: Emerald Group Publishing Limited, 2014, v. , p. 215-245.

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    COOPERAÇÃO, CRIATIVIDADE E SOCIOBIODIVERSIDADE: UMA QUESTÃO DE GÊNERO, Descrição: Por meio da sinergia de competências nos estudos do desenvolvimento e da alimentação, o projeto busca identificar e analisar as transformações socioeconômicas produzidas pelo cooperativismo, particularmente em sua interseção crítica entre as demandas contemporâneas de gênero por igualdade e inclusão socioeconômica, e a problemática da alimentação. Assim, esta proposta assume que a incorporação de mulheres em empreendimentos cooperativos traz uma contribuição significativa para a autonomia econômica das mulheres rurais, sendo um processo influencia positivamente o desenvolvimento social e econômico dos territórios. No entanto, considerando que esse processo de organização em cooperativas pode implicar em mudanças nos modos de vida e nas relações familiares, propomos a realização de estudos de cooperativas protagonizadas por mulheres rurais; de maneira a fornecer evidências empíricas para a descrição e análise de práticas, processos de criatividade, novas materialidades e relações sociais associadas a elas. Isso é importante para compreender a incorporação das mulheres às redes sociopolíticas, às cadeias de valor, ao mercado e aos centros de informação. Em nossa visão, essas materialidades contemporâneas estão gerando mudanças que ocorrem dentro e fora da unidade social familiar. A proposta considera as inter-relações entre as esferas da sociobiodiversidade e a geração de renda, uma interface central entre esses dois domínios territoriais existentes para estimular mudanças situadas localmente e ampliar a dinâmica de trocas no mercado. A pesquisa prioriza a busca de dados em experiências de campo, no intuito de transformá-los em informações úteis para organizar cooperativas de mulheres rurais. Serão utilizadas descrições e análises dos elementos e propriedades que territorializam as práticas socio-biológicas orientadas por aspectos de gênero, de modo a compreender como estas estão interligadas com a geração de renda e os empreendimentos cooperativos. Transversalmente, o foco na alimentação é particularmente importante, pois é uma prática generalizada e cotidiana nos níveis familiar, comunitário, territorial e social. O estudo da alimentação e suas práticas podem mostrar o uso criativo das interconexões da sociobiodiversidade, entre o individual, o coletivo e o mercado. O estudo desses envolvimentos de múltiplas dimensões pode contribuir para elucidar como as mulheres cooperativadas, em suas práticas situadas localmente, estão vivenciando mudanças intrafamiliares e comunitárias, ao mesmo tempo em que expandem seu espaço de existência vital individual, através de formas de organização cooperativa e da sua inclusão nos mercados, obtendo reconhecimento seus territórios e de seus produtos como parte de um patrimônio bio-cultural. Para além da produção científica, o projeto prevê a comunicação com a comunidade não acadêmica uso da combinação de imagem e texto para divulgar resultados e informações por meio de diferentes dispositivos e sites, além da organização de uma exposição fotográfica e da elaboração de um catálogo (digital e impresso) para tornar visíveis as propriedades culturais e os produtos da sociobiodiversidade (objetos territoriais). Espera-se que as estratégias de difusão possam promover a visibilidade das cooperativas de mulheres e seus produtos territoriais, destacando suas origens e biografias, enfatizando a importância do cooperativismo e das trajetórias socioeconômicas das mulheres como parte ativas em contextos contemporâneos de empreendedorismo... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Alberto Manuel Gustavo Arce - Coordenador / Flávia Charão-Marques - Integrante.

Histórico profissional

Experiência profissional

2018 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

1992 - Atual

Wageningen University

Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Orientador de Doutorado