manoela torres do rego

Farmacêutica (2013) com Especializações em Análises Clínicas e Toxicológicas (2015) e Biologia Molecular aplicada a Saúde Humana (2017), Mestra (2015) e Doutora (2019) em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Atualmente encontra-se em Estágio Pós-doutoral pelo Programa de Pós-graduação em Química da UFRN, na linha de pesquisa de Química Orgânica e Produtos Naturais. Membro associado da Sociedade Brasileira de Toxinologia (SBTx), tendo experiências nas áreas de Farmacognosia, Farmacologia, Enzimologia, Biotecnologia, Tecnologia Farmacêutica, Nanotecnologia e Nanobiotecnologia, atuando principalmente nos seguintes temas: atividades farmacológicas visando avaliar a atividade anti-inflamatória e antipeçonhenta de produtos sintéticos ou naturais bioativos em modelos experimentais in vivo, bem como produção de nanopartículas de quitosana para a incorporação de proteínas e peptídeos obtidos de serpentes e escorpiões com a finalidade de serem utilizados como novos protótipos de soros antiofídicos e antipeçonhetos, além da utilização destes nanossistemas para o aumento da eficácia terapêutica de biomoléculas ativas.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Programa Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

2015 - 2019

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: Obtenção, caracterização e avaliação da atividade antifúngica de nanopartículas de quitosana contendo o peptídeo TistH identificado na peçonha do escorpião Tityus stigmurus
Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa. Coorientador: Arnóbio Antônio da Silva Júnior. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Nanopartículas de Quitosana; Antifúngico; Peptídeo TistH; Tityus stigmurus.

Mestrado em Ciências Farmacêuticas

2013 - 2015

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: Atividade anti-inflamatória do extrato aquoso, frações e compostos identificados nos frutos da Hancornia speciosa Gomes (Apocynaceae),Ano de Obtenção: 2015
Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa.Coorientador: Mariana Angélica Oliveira Bitencourt. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: anti-inflamatória; Hancornia speciosa; Apocynaceae; rutina; ácido clorogênico.

Especialização em Biologia Molecular aplicada à saúde Humana

2016 - 2017

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: Caracterização físico-química e triagem antifúngica do peptídeo TistH do veneno do escorpião Tityus stigmurus incorporado à nanopartículas de quitosana
Orientador: Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa

Especialização em Análises Clínicas e Toxicológicas

2013 - 2015

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: Anti-inflammatory effect of Rutin and Chlorogenic acid isolated from fruit of Hancornia speciosa (Apocynaceae) in carrageenan-induced peritonitis model
Orientador: Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa

Graduação em Farmácia

2009 - 2013

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: Avaliação da atividade anti-inflamatória da Hancornia speciosa através de um ensaio biomonitorado
Orientador: Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2019

Pós-Doutorado. , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. , Grande área: Ciências Exatas e da Terra

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Venomous animals: management, identification and accidents. , Sociedade Brasileira de Toxinologia, SBTx, Brasil.

2019 - 2019

Curso - Workshop Redação de Patentes. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2019 - 2019

Strategies for valuing nature assets. , Sociedade Brasileira de Toxinologia, SBTx, Brasil.

2015 - 2015

Doença de Chagas - Triagem e diagnóstico sorológic. (Carga horária: 15h). , Sistema TELELAB de Educação Permanente, TELELAB, Brasil.

2015 - 2015

I Curso Ciência de Animais de Laboratório. (Carga horária: 18h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2014 - 2014

Clonagem e Expressão Heteróloga de Genes de Intere. (Carga horária: 40h). , Instituto Butatan, IB, Brasil.

2014 - 2014

Tuberculose-Diagnóstico laboratórial-Baciloscopia. (Carga horária: 15h). , Sistema TELELAB de Educação Permanente, TELELAB, Brasil.

2014 - 2014

Oratória - A arte de falar em público. (Carga horária: 15h). , Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Natal, SEBRAE/RN, Brasil.

2014 - 2014

Coleta de sangue. (Carga horária: 15h). , Sistema TELELAB de Educação Permanente, TELELAB, Brasil.

2014 - 2014

Biossegurança ? Laboratórios de DST, AIDS e Hepati. (Carga horária: 15h). , Sistema TELELAB de Educação Permanente, TELELAB, Brasil.

2014 - 2014

Simplificando a Citometria do princípio aos result. (Carga horária: 8h). , BD Biosciences Brasil, BD, Brasil.

2014 - 2014

Técnicas de Coloração de Gram. (Carga horária: 15h). , Sistema TELELAB de Educação Permanente, TELELAB, Brasil.

2014 - 2014

HIV - Estratégias para utilização de testes rápido. (Carga horária: 15h). , Sistema TELELAB de Educação Permanente, TELELAB, Brasil.

2014 - 2014

Proeficiência Espanhola/ Área de Ciências da Saúde. , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2013 - 2014

Curso de iniciação à docência.. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2013 - 2013

Marcadores Bioquímicos e Uroanálise: EAS. (Carga horária: 8h). , Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, SBAC, Brasil.

2013 - 2013

Proeficiência Inglesa/ Área de Ciências da Saúde. , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, IFRN, Brasil.

2012 - 2012

Hematologia Forense. (Carga horária: 20h). , Associação Brasileira para Estudo e Difusão do Direito, ABEDIR, Brasil.

2011 - 2011

Uranálises: Proteinuria e Relação Albumina Creatin. (Carga horária: 8h). , Sociedade Brasileira de Análises Clínicas - Paraíba, SBAC/PB, Brasil.

2011 - 2011

Avaliação da bioatividade de produtos naturais in. (Carga horária: 15h). , Escola de Verão em Farmacognosia 2011, UFRN, Brasil.

2002 - 2009

Inglês. , FISK, FISK, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

22nd International Symposium on Microencapsulation - ISM2019.Biodegradable cross-linked chitosan nanoparticles improve anti-biofilm activity of TistH, a peptídeo identified in the venom gland of the Tityus stigmurus scorpion. 2019. (Simpósio).

Pipetas Rainin: boas práticas de pipetagem para resultados mais consistentes. 2019. (Seminário).

XV Congress of the Brazilian Society of Toxinology. Improved activity of anti-Candida of peptide TistH (Tityus stigmurus scorpion) encapsulated in chitosan nanoparticles. 2019. (Congresso).

3° Encontro de Tecnologia do Alto Oeste Potiguar (ETAL) - 7ª Exposição Científica, Tecnológica e Cultural (EXPOTEC. 2018. (Encontro).

I Encontro de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas do Nordeste. 2018. (Encontro).

I Semana de Artes (SEMANARTE) - 7ª Exposição Científica, Tecnológica e Cultural (EXPOTEC). 2018. (Exposição).

I Seminário de Ciências e Tecnologia de Alimentos do Alto Oeste Potiguar (SECTA) - 7ª Exposição Científica, Tecnológica e Cultural (EXPOTEC). 2018. (Seminário).

Oficina: Inovação Farmacêutica e Propriedade Intelectutal. 2018. (Oficina).

V Simpósio de Ciências de Animais de Laboratório. 2018. (Simpósio).

XIV Congress of the Brazilian Society of Toxinology. Physicochemical characterization and screening antifungal of cross-linked chitosan nanoparticles containing the peptide TistH isolated from Tityus stigmurus scorpion venom.. 2017. (Congresso).

III Simpósio Temático em Pesquisa, Tecnologia e Inovação em Controle de Qualidade em Medicamentos. 2016. (Simpósio).

XIII Congress of the Brazilian Society of Toxinology. Inhibition of the inflammatory effects of Bothrops jararaca venom by the plants of Hancornia speciosa. 2015. (Congresso).

I Simpósio de Inovação e Pós-Graduação. 2014. (Seminário).

4th Brazilian Conference on Natural Products. Evaluation of anti-inflammatory activity Hancornia speciosa through biomonitored assay. 2013. (Congresso).

Congresso Internacional de Envelhecimento Humano. Implicações do envelhecimento sobre o sistema cardiovascular e o papel da enfermagem na promoção da Saúde. 2013. (Congresso).

XXIV Congresso de Iniciação Científica da UFRN. Avaliação da atividade neutralizante do veneno de Tityus serrulatus através das subfrações do extrato da Mimosa tenuiflora. 2013. (Congresso).

XXIII Congresso de Iniciação Científica. Avaliação anti-inflamatória de extratos aquosos e frações da Hancornia speciosa (mangabeira) e Mimosa tenuiflora (jurema-preta). 2012. (Congresso).

Escola de Verão de Farmacognosia. 2011. (Outra).

II Congresso Norte Nordeste de Ciências Farmacêuticas/ III Jornada Paraibana de Análises Clínicas. 2011. (Congresso).

XXII Congresso de Iniciação Científica. Estudo fitoquímico e atividade anti-inflmatória do extrato aquoso das cascas de Mimosa tenuiflora (jurema-preta). 2011. (Congresso).

I Congresso de Farmácia da UFRN e 3ª Jornada Norteriograndense de Farmácia. 2010. (Congresso).

I Encontro Norte Riograndense Multidisciplinar em Oncologia. 2009. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Aline Maria Vasconcelos Queiroz

TORRES-RÊGO, MANOELA; CELEDON, P. F.; AGUILAR, D. M. G.; SILVA, M. S.. Caracterização da propriedade imunoestimulatória de vírus-like particules de Triatoma virus e antígenos recombinantes quiméricos de trypanosoma cruzi. 2020. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: João Vicente Pereira Torres

SANTOS-SILVA, A. M.;TORRES-RÊGO, M.; FERNANDES-PEDROSA, M. F.. Nanopartículas de quitosana associadas à peçonha do escorpião Tityus stigmurus e avaliação da atividade antibacteriana in vitro. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: José Lucas Almeida Freitas e Thales Márcio Cabral dos Santos

BITENCOURT, M. A. O.;TORRES-RÊGO, MANOELA; FURTADO, A. A.. Efeito do extrato aquoso da Mimosa tenuiflora em modelos experientais de inflamação com camundongos Balb/c. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Potiguar.

TORRES-RÊGO, MANOELA. Membro da Comissão Científica do CINASAMA - Congresso Internacional de Saúde e Meio Ambiente. 2019.

TORRES-RÊGO, MANOELA. Avaliação dos trabalhos de Iniciação Científica apresentados pelos alunos durante o XXIX CICT Congresso de Iniciação Científica e Tecnológica da UFRN 2018. 2018.

TORRES-RÊGO, MANOELA. Avaliação dos trabalhos de Iniciação Científica apresentados pelos alunos durante o XXVIII CICT Congresso de Iniciação Científica e Tecnológica da UFRN 2017. 2017.

TORRES-RÊGO, MANOELA. Avaliação dos trabalhos de Iniciação Científica apresentados pelos alunos durante o XXVII CICT Congresso de Iniciação Científica e Tecnológica da UFRN 2016. 2016.

TORRES-RÊGO, MANOELA. Avaliação dos resumos de Iniciação Científica submetidos pelos alunos durante o XXVI CIC Congresso de Iniciação Científica da UFRN (CIC 2015). 2015.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Mariana Angélica Oliveira Bitencourt

FERNANDES-PEDROSA, MATHEUS DE FREITAS; GIORDANI, R. B.;BITENCOURT, M. A. O.. avaliação da atividade antiinflamatória dos frutos da Hancornia speciosa atraves de um ensaio biomonitorado. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia - Bioquímico e Analista Clínico) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Paula Renata Lima Machado

PEDROSA, M. F. F.; DA SILVA-JÚNIOR, ARNÓBIO;MACHADO, P. R. L.; ANDRADE, V. S.; MARTINS, A. M. C.; AZEVEDO, E. P.. OBTENCAO, CARACTERIZACAO E AVALIACAO DA ATIVIDADE ANTIFUNGICA DE NANOPARTICULAS DE QUITOSANA CONTENDO O PEPTIDEO TistH IDENTIFICADO NA PECONHA DO ESCORPIAO Tityus stigmurus. 2019. Tese (Doutorado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Guilherme Maranhão Chaves

AZEVEDO, E. P.; BARBOSA, R. M.;CHAVES, G.M.. OBTENÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIFÚNGICA DE NANOPARTÍCULAS DE QUITOSANA CONTENDO O PEPTÍDEO TistH IDENTIFICADO NA PEÇONHA DO ESCORPIÃO Tityus stigmurus.. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Silvana Maria Zucolotto Langassner

ZUCOLOTTO, S. M.; SCHWARZ, A.; ESTRELA, A. B.. Anti-inflammatory activity of rutin and chlorogenic acid isolated from. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Eduardo Pereira de Azevedo

PEDROSA, M. F.; SILVA JUNIOR, A. A.; MACHADO, P. R. L.; ANDRADE, V. S.; MARTINS, A. M. C.;DE AZEVEDO, E. P.. Obtenção, caracterização e avaliação da atividade antifúngica de nanopartículas de quitosana contendo o peptídeo TistH identificado na peçonha do escorpião Tityus stigmurus. 2019. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Eduardo Pereira de Azevedo

CHAVES, G. M.;AZEVEDO, E. P.; BARBOSA, R. M.. Obtenção, caracterização e avaliação da atividade antifúngica de nanopartículas de quitosana contendo o peptídeo tisth identificado na peçonha do escorpião Tityus Stigmurus. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Gerlane Coelho Bernardo Guerra

Langassner, S.M.Z.;GUERRA, GERLANE C.B.. AVALIACAO DA ATIVIDADE ANTI-INFLAMATORIA DO EXTRATO AQUOSO, FRACOES, RUTINA E ACIDO CLOROGENICO IDENTIFICADOS NOS FRUTOS DA Hancornia speciosa Gomes (APOCYNACEAE). 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Raquel Brandt Giordani

PEDROSA, M. F. F.; BITENCOURT, M. A. O.;GIORDANI, R. B.. Avaliação da atividade antiinflamatória de Hancornia speciosa através de ensaio biomonitorado. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Vânia Sousa Andrade

PEDROSA, M. F. F.; SILVA JUNIOR, A. A.;ANDRADE, V.S.; MACHADO, P. R. L.; MARTINS, A. M. C.; AZEVEDO, E. P.. Obtenção, caracterização e avaliação da atividade antifúngica de nanopartículas de quitosana contendo o peptídeo TISTH identificado na peçonha do escorpião Tityus stigmurus. 2019. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aline Schwarz

SCHWARZ, ALINE; ESTRELA, A. B.; Langassner, S.Z.. Anti-inflammatory activity of rutin and chlorogenic acid isolated from the fruit of hancornia speciosa (Apocynaceae). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Andréia Bergamo Estrela

LANGASSNER, S. M. Z.; SCHWARTZ, A.;Estrela, A. B.. Anti-inflammatory activity of rutin and chlorogenic acid isolated from the fruit of Hancornia speciosa (Apocynaceae). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Rafael Caetano Lisbôa Castro de Andrade

Quitooligossacarídeos como molécula bioativa: avaliação da atividade anti-inflamatória; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Manoela Torres do Rêgo;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Arnóbio Antonio da Silva Junior

OBTENÇÃO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE BIOLÓGICA DA HIPOTENSINA TistH DO VENENO DO ESCORPIÃO Tityus stigmurus INCORPORADA À NANOPARTÍCULAS DE QUITOSANA; ; Início: 2016; Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Arnóbio Antonio da Silva Junior

Obtenção e Avaliação da Atividade Biológica do Peptídeo Hipotensor TistH do Veneno do Escorpião Tityus stigmurus Incorporada à Nanopartículas de Quitosana,; Início: 2015; Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa

Avaliação da atividade anti-inflamatório dos frutos da Hancornia speciosa; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa;

Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa

OBTENÇÃO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE BIOLÓGICA DA HIPOTENSINA TistH DO VENENO DO ESCORPIÃO Tityus stigmurus INCORPORADA À NANOPARTÍCULAS DE QUITOSANA; 2015; Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa;

Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa

Anti-inflammatory Effect of rutin and chlorogenic acid isolated from fruit of Hancornia speciosa (Apocynaceae) in carrageenan-induced peritonitis model; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Análises Clínicas e Toxicológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa;

Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa

Avaliação da atividade anti-edematogênica in vivo de extratos aquosos de Hancornia speciosa e Mimosa tenuiflora; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Pró-Reitoria de Pesquisa da UFRN; Orientador: Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa;

Renata Mendonça Araújo

Início: 2019; Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • YAMASHITA, F. O. ; TORRES-RÊGO, MANOELA ; GOMES, J. A. S. ; FÉLIX-SILVA, J. ; PASSOS, J. G. R. ; FERREIRA, L. S. ; SILVA-JÚNIOR, ARNÓBIO ANTÔNIO ; ZUCOLOTTO, S. M. ; FERNANDES-PEDROSA, M. F. . Mangaba (Hancornia speciosa Gomes) fruit juice decreases acute pulmonary edema induced by Tityus serrulatus venom: potential application for auxiliary treatment of scorpion stings. TOXICON , v. 179, p. 42-52, 2020.

  • BITENCOURT, M. A. O. ; TORRES-RÊGO, M. ; LIMA, M. C. J. S. ; FURTADO, A. A. ; AZEVEDO, E. P. ; EGITO, E. S. T. ; SILVA-JUNIOR, A. A. ; ZUCOLOTTO, S. M. ; FERNANDES-PEDROSA, M. F. . Protective effect of aqueous extract, fractions and phenolic compounds of Hancornia speciosa fruits on the inflammatory damage in the lungs of mice induced by Tityus serrulatus envenomation. TOXICON , v. 164, p. 1-9, 2019.

  • TORRES-RÊGO, M. ; GLÁUCIA-SILVA, F. ; ROCHA SOARES, K. S. ; SOUZA, L. B. F. C. ; DAMASCENO, I. Z. ; SILVA, E. S. ; LACERDA, A. F. ; CHAVES, G. M. ; SILVA-JUNIOR, A. A. ; FERNANDES-PEDROSA, M. F. . Biodegradable cross-linked chitosan nanoparticles improve anti-Candida and anti-biofilm activity of TistH, a peptide identified in the venom gland of the Tityus stigmurus scorpion. Materials Science & Engineering C-Materials for Biological Applications , p. 109830, 2019.

  • MARQUES, JOSÉ ; ALVES, JOVELINA ; TORRES-RÊGO, MANOELA ; FURTADO, ALLANNY ; SIQUEIRA, EMERSON ; GALINARI, EDER ; ARAÚJO, DALINE ; GUERRA, GERLANE ; AZEVEDO, EDUARDO ; FERNANDES-PEDROSA, MATHEUS ; ZUCOLOTTO, SILVANA . Phytochemical Analysis by HPLC-HRESI-MS and Anti-Inflammatory Activity of Tabernaemontana catharinensis. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES , v. 19, p. 636-654, 2018.

  • ROCHA SOARES, K. S. ; GLÁUCIA-SILVA, F. ; DANIELE-SILVA, A. ; TORRES-RÊGO, M. ; ARAUJO, N. K. ; MENEZES, Y. A. S. ; DAMASCENO, I. Z. ; TAMBOURGI, D. V. ; SILVA-JUNIOR, A. A. ; FERNANDES-PEDROSA, M. F. . Antivenom Production against Bothrops jararaca and Bothrops erythromelas Snake Venoms Using Cross-Linked Chitosan Nanoparticles as an Immunoadjuvant. Toxins , v. 10, p. 1-15, 2018.

  • GLÁUCIA-SILVA, FIAMMA ; TORRES-RÊGO, MANOELA ; ROCHA SOARES, KARLA SAMARA ; DAMASCENO, IGOR ZUMBA ; TAMBOURGI, DENISE VILARINHO ; SILVA-JÚNIOR, ARNÓBIO ANTÔNIO DA ; FERNANDES-PEDROSA, MATHEUS DE FREITAS . A biotechnological approach to immunotherapy: Antivenom against Crotalus durissus cascavella snake venom produced from biodegradable nanoparticles. INTERNATIONAL JOURNAL OF BIOLOGICAL MACROMOLECULES , v. 120, p. 1917-1924, 2018.

  • SOUZA LIMA, MAÍRA ; OLIVEIRA BITENCOURT, MARIANA ; FURTADO, ALLANNY ; TORRES-RÊGO, MANOELA ; SIQUEIRA, EMERSON ; OLIVEIRA, RUTH ; OLIVEIRA ROCHA, HUGO ; FERREIRA ROCHA, KEYLA ; SILVA-JÚNIOR, ARNÓBIO ; ZUCOLOTTO, SILVANA ; FERNANDES-PEDROSA, MATHEUS . Aspidosperma pyrifolium Has Anti-Inflammatory Properties: An Experimental Study in Mice with Peritonitis Induced by Tityus serrulatus Venom or Carrageenan. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES , v. 18, p. 2248-2262, 2017.

  • FURTADO, ALLANNY A. ; TORRES-RÊGO, MANOELA ; LIMA, MAÍRA C.J.S. ; BITENCOURT, MARIANA A.O. ; ESTRELA, ANDRÉIA BERGAMO ; SOUZA DA SILVA, NAYARA ; DA SILVA SIQUEIRA, EMERSON MICHELL ; TOMAZ, JOSÉ CARLOS ; LOPES, NORBERTO PEPORINE ; SILVA-JÚNIOR, ARNÓBIO ANTÔNIO ; ZUCOLOTTO, SILVANA M. ; FERNANDES-PEDROSA, MATHEUS F. . Aqueous extract from Ipomoea asarifolia (Convolvulaceae) leaves and its phenolic compounds have anti-inflammatory activity in murine models of edema, peritonitis and air-pouch inflammation. Journal of Ethnopharmacology , v. 192, p. 225-235, 2016.

  • TORRES-RÊGO, MANOELA ; FURTADO, ALLANNY ALVES ; BITENCOURT, MARIANA ANGÉLICA OLIVEIRA ; LIMA, MAIRA CONCEIÇÃO JERÔNIMO DE SOUZA ; ANDRADE, RAFAEL CAETANO LISBÔA CASTRO DE ; AZEVEDO, EDUARDO PEREIRA DE ; SOARES, THACIANE DA CUNHA ; TOMAZ, JOSÉ CARLOS ; LOPES, NORBERTO PEPORINE ; DA SILVA-JÚNIOR, ARNÓBIO ANTÔNIO ; ZUCOLOTTO, SILVANA MARIA ; FERNANDES-PEDROSA, MATHEUS DE FREITAS . Anti-inflammatory activity of aqueous extract and bioactive compounds identified from the fruits of Hancornia speciosa Gomes (Apocynaceae). BMC Complementary and Alternative Medicine , v. 16, p. 275-285, 2016.

  • MACHADO, RICHELE J.A. ; ESTRELA, ANDRÉIA B. ; NASCIMENTO, ANA K.L. ; MELO, MENILLA M.A. ; TORRES-RÊGO, MANOELA ; LIMA, EDELTRURDES O. ; ROCHA, HUGO A.O. ; CARVALHO, ENEAS ; SILVA-JUNIOR, ARNÓBIO A. ; FERNANDES-PEDROSA, MATHEUS F. . Characterization of TistH, a multifunctional peptide from the scorpion Tityus stigmurus: Structure, cytotoxicity and antimicrobial activity. TOXICON , v. 119, p. 362-370, 2016.

  • BITENCOURT, MARIANA ANGÉLICA OLIVEIRA ; LIMA, MAIRA CONCEIÇÃO JERÔNIMO DE SOUZA ; TORRES-RÊGO, MANOELA ; FERNANDES, JÚLIA MORAIS ; SILVA-JÚNIOR, ARNÓBIO ANTÔNIO DA ; TAMBOURGI, DENISE VILARINHO ; ZUCOLOTTO, SILVANA MARIA ; FERNANDES-PEDROSA, MATHEUS DE FREITAS . Neutralizing Effects of Mimosa tenuiflora Extracts against Inflammation Caused by Tityus serrulatus Scorpion Venom. BIOMED RES INT , v. 2014, p. 1-8, 2014.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

TORRES-RÊGO, M. . Uso de plantas medicinais como alternativa terapêutica para o tratamento de acidentes escorpiônicos e ofídicos. 2020. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

ARAUJO, N. K. ; TORRES-RÊGO, M. ; PASSOS, J. G. R. ; GLÁUCIA-SILVA, F. ; ROCHA SOARES, K. S. ; FURTADO, A. A. . Educação em saúde para prevenção de acidentes por animais peçonhentos: estratégia conjunta entre academia e comunidade. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Avaliação do potencial anti-inflamatório, antiofídico e desenvolvimento de gel a base de cabenegrinas, isoladas da espécie Harpalyce brasiliana, para tratamento de acidentes botrópicos, Descrição: Acidentes ofídicos representam a décadas um sério problema de saúde pública nos países tropicais e subtropicais, devido à gravidade e frequência com que ocorrem. No Brasil, de acordo com o Sistema de Informações de Agravos de Notificações (SINAN), os envenenamentos vêm crescendo a cada ano, com aproximadamente 30.000 casos em 2017. Além disso, ao longo de dezessete anos (2000-2017) ocorreram 1.893 óbitos. Porém os acidentes ofídicos continuam a ser ignorados e esquecidos pela comunidade global de saúde pública e pelos governos. As serpentes do gênero Bothrops são responsáveis por 90% dos acidentes notificados anualmente no Brasil, sendo a Bothrops leucurus uma espécie causadora de acidentes na região Norte, enquanto que a B. brazili é umas das responsáveis pelos acidentes ofídicos na região Nordeste. O envenenamento botrópico é complexo e inclui a presença de várias toxinas como as metaloproteinases, serinoproteinases, fosfolipases A2 e hialuronidases capazes de engatilhar efeitos locais e sistêmicos nas vítimas. Os efeitos locais são caracterizados de dor, hemorragia, inflamação com predominância de edema e influxo de leucócitos para o local da picada, enquanto que os efeitos sistêmicos são caracterizados por dano tecidual, hemorragias, coagulopatias, falência renal aguda, alterações cardiovasculares e disturbios hemodinâmicos, podendo evoluir para necrose tecidual e amputação do membro afetado. Atualmente, o tratamento convencional é a soroterapia antiveneno que apesar de eficiente apresenta uma série de limitações, tais como o alto custo, dificuldade de acesso em regiões distantes, risco de reações de hipersensibilidade (doença do soro) e ineficiência no tratamento dos danos locais, podendo evoluir para necrose tecidual, amputação do membro afetado. Como tratamento alternativo extratos de plantas medicinais vem sendo utilizados popularmente e vários estudos comprovam que estas podem ser eficiente no tratamentos dos efeitos locais. Por essas razões, vários estudos têm sido conduzidos na busca por plantas medicinais que são utilizadas popularmente para o tratamento de picadas de serpentes que possam complementar a soroterapia e favorecer uma neutralização completa da peçonha. Harpalyce brasiliana Benth (Leguminosae-Papilionoideae) é uma planta medicinal do nordeste brasileiro, popularmente conhecida como "raiz-de-cobra" e relatada como possível constituinte da tintura antiofídica ?Específico Pessoa?. Nakagawa e colaboradores indicaram as cabenegrinas A-I (1) e A-II (2) como responsáveis pela atividade deste fitoterápico e estas moléculas foram isoladas extrato etanólico das raízes de H. brasiliana. Inúmeros estudos químicos e biológicos foram realizados com H. brasiliana, mas nenhum trabalho comprovou o efeito anti-inflamatório e antiofídico de seus extratos orgânicos ou das moléculas obtidas, em modelos experimentais in vivo, o que tornou este estudo necessário e inovador, visando evidenciar seu potencial no tratamento alternativo e/ou complementar a soroterapia na neutralização dos efeitos induzidos pelas peçonhas das serpentes, Bothrops leucurus e B. brazili. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Manoela Torres do Rêgo - Integrante / MATHEUS DE FREITAS FERNANDES PEDROSA - Integrante / ALESSANDRA DANIELE DA SILVA - Integrante / ALLANNY ALVES FURTADO - Integrante / Hugo Alexandre Oliveira Rocha - Integrante / Felipe França Cavalcanti - Integrante / Enos Emanuel Azevedo Rocha - Integrante / Renata Mendonça Araújo - Coordenador.

  • 2016 - Atual

    Uso de oligossacarídeos de quitosana como molécula bioativa: testes de atividade anti-inflamatória e antitumoral, Descrição: O principal resíduo gerado no processamento de crustáceos para fins alimentícios é o seu exoesqueleto rico em quitina. A quitosana, obtida da deacetilação da quitina, pode ser hidrolisada para gerar oligômeros chamados de quitooligossacarídeos (QOS). Os QOS têm atraído considerável interesse das áreas médica, farmacêutica, química e de alimentos devido as suas propriedades biológicas. Entre essas propriedades, podemos citar: imunoestimulante, antibacteriana, antidiabética, anti-inflamatória, antioxidante e antitumoral. Grande parte dos trabalhos já publicados utiliza um mistura de QOS de tamanho variado, sem avaliar o efeito individual de cada molécula. Assim, a partir da produção enzimática de QOS, esta proposta tem como foco principal a avaliação, in vitro e in vivo, da ação antitumoral e anti-inflamatória de QOS purificados, e dessa forma, estabelecer parâmetros iniciais de uso dessa molécula como medicamento. A utilização desse resíduo para produção de moléculas bioativas trás a possibilidade de agregar valor a um rejeito e ao mesmo tempo dá um destino ecologicamente sustentável a esse material. Desse modo, a implantação e desenvolvimento dessa proposta, a qual apresenta Inovação Científica e Tecnológica, pretende contribuir para uma possível aplicação de uma biomolécula com potencial terapêutico.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (3) . , Integrantes: Manoela Torres do Rêgo - Integrante / MATHEUS DE FREITAS FERNANDES PEDROSA - Coordenador / ALESSANDRA DANIELE DA SILVA - Integrante / ALLANNY ALVES FURTADO - Integrante / Nathália Kelly de Araújo - Integrante / CRISTIANE FERNANDES DE ASSIS - Integrante.

  • 2015 - 2019

    Obtenção e Avaliação da Atividade Biológica do Peptídeo Hipotensor TistH do Veneno do Escorpião Tityus stigmurus Incorporada à Nanopartículas de Quitosana, Descrição: O escorpião Tityus stigmurus pertencente à família Buthidae, apresenta predominância na região Nordeste do Brasil e é conhecido pela elevada incidência de envenenamentos em humanos. Há escassez de estudos relacionados a essa espécie de escorpião, porém em uma abordagem transcriptômica realizada pelo nosso grupo, por Almeida et al. (2012), foi possível revelar o repertório molecular da glândula de veneno do escorpião T. stigmurus ao qual foi detectada a presença de uma variedade de peptídeos de interesse farmacológico, tais como hipotensina, peptídeos aniônicos, peptídeos ricos em cisteínas, peptídeos antimicrobianos, metaloproteases e peptídeos moduladores de canais para sódio e potássio. O cluster TSTI0006C identificado no transcriptoma como provável peptídeo hipotensor foi traduzido por bioinformática e a molécula com 25 aminoácidos foi obtida por síntese química. Machado et al. (2015) avaliaram o peptídeo sintético quanto à estrutura tridimensional in silico e in vitro, a atividade hipotensora e nomearam a molécula de TistH, o primeiro peptídeo hipotensor caracterizado do veneno de Tityus stigmurus. Esse projeto propõe a incorporação de TistH à nanopartículas de quitosana, uma vez que esses sistemas permitem um aumento da eficiência de peptídeos ou proteínas, favorecendo um melhor aproveitamento das moléculas. Portanto, o projeto objetiva incorporar a TistH em nanopartículas de quitosana, realizar sua caracterização fisicoquímica e avaliar atividade biológica tanto em ensaios cardiovasculares, bem como em ensaios complementares de viabilidade celular, citotoxicidade, hemolítico, antimicrobiano, inflamatórios e produção de anticorpos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Manoela Torres do Rêgo - Integrante / Matheus Pedrosa - Coordenador / Karla Samara Rocha Soares - Integrante / Rafael Caetano Lisboa Castro de Andrade - Integrante / FIAMMA GLÁUCIA DA SILVA - Integrante / NAYARA SOUZA DA SILVA - Integrante / Richele Janaina de Araújo Machado - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Avaliação da atividade anti-inflamatória do extrato aquoso, frações e compostos identificados nos frutos da Hancornia speciosa (Apocynaceae), Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa em 28/07/2014., Descrição: Hancornia speciosa Gomes (Apocynaceae), conhecida popularmente por ?mangabeira?, é usada na medicina popular para o tratamento de desordens inflamatórias, hipertensão, dermatites, diabetes, doenças hepáticas e desordens estomacais. No que diz respeito aos frutos de H. speciosa, a etnobotânica indica o uso principalmente para o tratamento de inflamação e tuberculose, entretanto não há relatos de estudos que comprovem sua possível atividade biológica. O estudo tem como objetivo avaliar a atividade anti-inflamatória do extrato aquoso dos frutos de H. speciosa Gomes. O extrato aquoso foi preparado por decocção, posteriormente submetido a um fracionamento por meio de partição líquido-líquido e os metabolitos secundários identificados por Cromatografia líquida de alta eficiência acoplada ao detector de arranjos de diodos (CLAE-DAD) e Cromatografia líquida acoplada ao detector de arranjo de diodo e ao espectrômetro de massa (CL-DAD-EM). As propriedades anti-inflamatórias do extrato aquoso, frações diclorometano (CH2Cl2), acetato de etila (AcOEt) e n-butanol (n-BuOH), bem como a rutina e o ácido clorogênico foram investigadas usando modelos in vivo e in vitro. Testes in vivo compreenderam edema de orelha induzido por xilol, onde foi mensurado a formação do edema; peritonite induzida por carragenina onde foi avaliado os leucócitos totais em 4h e bolsa de ar induzida por zimosam que foi mensurado a contagem total de leucócitos e contagem diferencial em 6, 24 e 48 horas. Os testes in vitro avaliaram os níveis de citocinas IL-1, IL-6, IL-12 e TNF- usando ELISA a partir do modelo de peritonite induzido por carragenina. Os resultados demonstraram a presença de rutina e ácido clorogênico no extrato aquoso dos frutos de H. speciosa por CLAE-DAD e CL-DAD-EM. O extrato aquoso e frações, bem como a rutina e ácido clorogênico inibiram significativamente o edema de orelha induzido por xilol e reduziram a migração celular em modelos animais, tanto na peritonite induzida por carragenina como na bolsa de ar induzida por zimosam. Além disso, foi observada a redução dos níveis de expressão de citocinas IL-1, IL-6, IL-12 e TNF-. Este é o primeiro estudo que demonstra o efeito anti-inflamatório do extrato aquoso dos frutos de Hancornia speciosa contra diferentes agentes inflamatórios em modelos animais, sugerindo que suas moléculas bioativas, especialmente rutina e ácido clorogênico contribuem, em parte, para o efeito anti-inflamatório do extrato aquoso. Estes resultados suportam a utilização de H. speciosa na medicina popular e revelam que o extrato aquoso apresenta um potencial terapêutico para o desenvolvimento de uma droga herbal com propriedades anti-inflamatórias.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Manoela Torres do Rêgo - Integrante / Allanny Alves Furtado - Integrante / Silvana Maria Zucolotto Langassener - Integrante / Mariana Oliveira - Integrante / Maíra Lima - Integrante / Matheus Pedrosa - Coordenador / Rafael Caetano Lisboa Castro de Andrade - Integrante / NAYARA SOUZA DA SILVA - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Moléculas bioativas de venenos com potencial farmacológico, incluindo seu uso como soroterapia antiveneno em combinação com nanossistemas adjuvantes, Descrição: A melhor compreensão dos mecanismos moleculares responsáveis pelos efeitos tóxicos dos venenos, especialmente ofídico e escorpiônico, representa um avanço com variados desdobramentos, além de servir de ferramenta para a descoberta de novos fármacos, tais estudos também podem propiciar o desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas contra o envenenamento. Os dados do Ministério da Saúde indicam que ocorrem cerca de 8000 acidentes escorpiônicos por ano, no Brasil, com um coeficiente de incidência de três casos para cada 100.000 habitantes. Cerca de 50% dos acidentes são diagnosticados nos estados de Minas Gerais e São Paulo, mas tem-se registrado aumento de notificações provenientes da Bahia, Rio Grande do Norte, Alagoas e Ceara. Quanto aos acidentes com serpentes, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima a ocorrência de pelo menos 421.000 envenenamentos e 20.000 mortes em todo o mundo. O Ministério da Saúde do Brasil registra anualmente entre 19 e 22 mil acidentes ofídicos, com aproximadamente 0,45% de letalidade, sendo as serpentes do gênero Bothrops responsáveis por 90,5% dos acidentes ofídicos, envolvendo 0,31% de óbito. Além da alta incidência de acidentes e a importância dos casos de envenenamento como problema de saúde pública, a situação se agrava pelas limitações atualmente enfrentadas com os métodos de imunoterapia convencionalmente aplicados. Deflagra-se assim a demanda por terapias alternativas, por exemplo, o uso da nanotecnologia empregando a quitosana como adjuvante de imunização na forma nanoparticulada para veiculação do veneno escorpiônico podendo servir de base para a formulação de um novo soro contra as toxinas do veneno. Por outro lado, nos últimos anos tem crescido a atenção dada aos peptídeos biologicamente ativos isolados de veneno de animais. A pesquisa com estes peptídeos vem sendo fortalecida devido ao aumento do interesse da indústria farmacêutica na utilização de tais moléculas para o desenvolvimento de fármacos. Neste contexto, o presente trabalho tem seu enfoque voltado principalmente para as atividades antimicrobiana e hipotensora apresentadas por peptídeos de veneno. O número de bactérias patogênicas resistentes a antibiótico está em ascensão destacando-se como um dos maiores desafios de saúde enfrentada pela comunidade médica atualmente, necessitando cada vez mais de recursos e pesquisas para tratamentos alternativos. Neste cenário os peptídeos antimicrobianos (AMPs) destacam-se como uma nova classe terapêutica que vêm despertando o interesse de pesquisadores. O interesse em estudar atividades hipotensoras, por sua vez, evidencia-se pela necessidade de expandir a gama de ferramentas terapêuticas disponíveis para o combate à hipertensão arterial. A hipertensão arterial tem alta prevalência e baixas taxa de controle, atingindo um grande número de indivíduos, de diferentes faixas etárias e em ambos os sexos, sendo um dos mais importantes problemas de saúde pública, responsável por um grande número de mortes anuais devido ao infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral e doença renal crônica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (4) . , Integrantes: Manoela Torres do Rêgo - Integrante / Karla Samara Rocha Soares - Integrante / Arnóbio Antônio da Silva Júnior - Integrante / TAMBOURGI, DENISE VILARINHO - Integrante / MATHEUS DE FREITAS FERNANDES PEDROSA - Coordenador / JACYRA ANTUNES DOS SANTOS GOMES - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

SBTx Honorable Mention for Research in Toxinology, Brazilian Society of Toxinology.

2013

Mérito Estudantil como melhor concluinte do periodo de 2013.1 do curso de Farmácia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Centro de Ciências da Saúde. , Rua General Gustavo Cordeiro de Faria, Faculdade de Farmácia, Laboratório de Tecnologia e Biotecnologia Farmacêutica - Tecbiofar, 2º andar., Petrópolis, 59012570 - Natal, RN - Brasil, Telefone: (84) 33429820, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2019 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio Pós-doutoral em Química, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2015 - 2019

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutoranda do Programa de C. Farmacêuticas, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2017

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio a Docência - Enzimologia, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estágio a docência no Curso de Farmácia (noturno) na disciplina de Enzimologia (60 horas) no período de janeiro à dezembro de 2016 e 2017, sob orientação de Professor Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

2013 - 2015

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestranda do Programa de Ciências Farmacêutic, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2013 - 2014

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio a Docência - Enzimologia, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Estágio a docência no Curso de Farmácia (diurno e noturno) na disciplina de Enzimologia (60 horas) no período de julho à dezembro (2013.2) e janeiro à julho (2014.1), sob orientação de Professor Matheus de Freitas Fernandes Pedrosa na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

2013 - 2013

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Aluno de Iniciação Científica, Carga horária: 20

2012 - 2013

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Aluna de Iniciação Científica, Carga horária: 20

2011 - 2012

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Aluna de Iniciação Científica (CNPq), Carga horária: 20

2010 - 2010

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Aluna Voluntária de Extensão

Atividades

  • 03/2013 - 07/2013

    Estágios , Farmácias Pague Menos, .,Estágio realizado, Estágio Curricular de 540 horas.

  • 02/2013 - 03/2013

    Estágios , Liga Norte Riograndense contra o Cancer, .,Estágio realizado, Estágio Curricular de 150 horas.

2018 - Atual

Sociedade Brasileira de Toxinologia, SBTx

Vínculo: Membro Associado, Enquadramento Funcional: Sócio