Eliziane Luiza Benedetti

Engenheira Agrônoma formada em 2006 pela Universidade Federal de Santa Maria, Mestre em Ciências do Solo pela Universidade Federal do Paraná em 2008. Doutora em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa - UFV em 2012. Pós-doutora em Desenvolvimento Regional pela UnC em 2016. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo, Adubação Orgânica e Nutrição de Plantas. Atualmente é professora do Curso Técnico em Agroecologia e da Especialização em Desenvolvimento Rural Sustentável do IFSC Campus Canoinhas -SC.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)

2008 - 2012

Universidade Federal de Viçosa
Título: Tolerância da erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.) ao alumínio
Nairam Félix de Barros. Coorientador: Julio César Lima Neves. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil. Palavras-chave: Ilex paraguariensis; Solos ácidos; Fenólicos; alumínio; Elemento Benéfico.Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Produção Florestal.

Mestrado em Ciências do Solo

2006 - 2008

Universidade Federal do Paraná
Título: Calagem e adubação no crescimento e na composição química de mudas de Maytenus ilicifolia MART. ex. REISS. (Espinheira-santa),Ano de Obtenção: 2008
Beatriz Monte Serrat.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Planta medicinal; Adubações; Tanino; nutrição.Grande área: Ciências AgráriasGrande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Produção de Mudas.

Graduação em andamento em Agronomia

2001 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2015 - 2016

Pós-Doutorado. , Universidade do Contestado, UnC, Brasil. , Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. , Grande área: Ciências Humanas, Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo / Especialidade: Fertilidade do Solo e Adubação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Fertilidade do Solo e Adubação.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Conservação de solo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA . Seminário da Agronomia. 2019. (Outro).

BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA ; REGINA, M. . I Jornada Agroecológica do Planalto Norte Catarinense. 2018. (Outro).

BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. 2013. (Congresso).

BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Simpósio Mineiro de Ciência do Solo. 2010. (Congresso).

BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . IV CONGRESSO BRASILEIRO DE ARROZ IRRIGADO, XXVI REUNIÃO DA CULTURA DO ARROZ IRRIGADO. 2005. (Congresso).

ELTZ, F. L. F. ; SILVA, L. S. DA. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . XV REUNIÃO BRASILEIRA DE MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA. 2004. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Jornada Agroecológica do Planalto Norte Catarinense. 2018. (Outra).

VII Congresso Sul-Americano da Erva-Mate; III Simpósio Internacional de Erva-Mate e Saúde;. 2017. (Congresso).

XXXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Tolerância da erva-mate ao alumínio relacionada à presença de boro. 2013. (Congresso).

IX Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo.Influência do Alumínio na Absorção de P, Ca e Al em Mudas de Erva-Mate. 2012. (Outra).

5 Congreso Sudamericano de la Yerba Mate. Produtividade de erva mate com mudas produzidas por miniestacas juvenis e por sementes. 2011. (Congresso).

XXII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Calagem como suprimento de Ca e Mg para erva-mate. 2009. (Congresso).

XXXI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Calagem, adubação mineral e orgânica e omissão de nutrientes no crescimento de mudas de Espinheira-santa (Maytenus ilicifolia).. 2007. (Congresso).

XXVII Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas, XI Reunião Brasileira Sobre Micorrizas, IX Simpósio Brasileiro de Microbiologia do Solo e VI Reunião Brasileira de Biologia do Solo. Altas doses de nitrogênio no desenvolvimento inicial de mudas de erva-mate (Ilex paraguariensis St.Hil).. 2006. (Congresso).

Complexo agroindustrial de Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares. 2005. (Simpósio).

Curso de Manejo do Solo e sua Fertilidade - Plantio Direto. 2005. (Outra).

IV Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, XXVI Reunião da Cultura do Arroz Irrigado. Potencial de mineralização anaeróbica do nitrogênio em solos de várzea do Rio Grande do Sul estimado por diferentes modelos matemáticos.. 2005. (Congresso).

Prosul Rural. 2005. (Outra).

13 ENCORTE. 2004. (Seminário).

1ª Conferência Estadual de Organização dos Agricultores Irrigantes. 2004. (Outra).

Curso de Atualização em Fertilidade do Solo. 2004. (Outra).

Curso de Gestão Rural. 2004. (Outra).

Custos de Produção e Gestão Agropecuária,. 2004. (Seminário).

IV-Seminário de Formação em Agroecologia. 2004. (Seminário).

IV- Simpósio Estadual de Direito Agrário. 2004. (Simpósio).

Qualidade do Solo e Água na Agricultura Familiar. 2004. (Seminário).

V Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo.Estimativa de mineralização anaeróbica de Nitrogênio em solos de várzea do RS.. 2004. (Outra).

XV Reuniâo Brasileira de Manejo e Conservação do Solo e da Água. 2004. (Outra).

Curso de Floricultura. 2003. (Outra).

I Congresso Brasileiro de Agroecologia, IV seminário Internacional sobre Agroecologia, V Seminário Estadual sobre Agroecologia. Efeito da aplicação de calcário na ocorrência de bactérias nitrificadoras em sistema de plantio direto.. 2003. (Congresso).

Manejo da Cultura do Trigo. 2003. (Outra).

XIII- Congresso Brasileiro de Agrometeorologia. 2003. (Congresso).

XVIII Jornada Acadêmica Integrada.População de organismos edáficos do milho com diferentes formas de reposição de fertilidade.. 2003. (Outra).

XVI- Semana Acadêmica da Agronomia. 2003. (Seminário).

25ª Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas, 9ª Reunião Brasileira Sobre Micorrizas, 7O Simpósio Brasileiro de Microbiologia do Solo e 4ª Reunião Brasileira de Biologia do Solo. Diversidade da meso e macrofauna do solo na microbacia de Arroio Lino, Agudo/RS.. 2002. (Congresso).

IV Reunião Sul- Brasileira de Ciência do Solo.Meso e macrofauna na microbacia de Arroio Lino, Agudo/RS.. 2002. (Outra).

Manejo e Melhoramento de Campo Nativo. 2002. (Outra).

XVII Jornada Acadêmica Integrada.População faunística do solo na microbacia de Arroio Lino, Agudo/RS.. 2002. (Outra).

XV- Semana Acadêmica da Agronomia. 2002. (Seminário).

XIV Semana Acadêmica da Agronomia. 2001. (Seminário).

Curso de Capacitação Rural. 1999. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Damaris Aparecida de Cássia Krul Pires

PEDRASSANI, D.; SANTOS, M. S.;BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA; DALLABRIDA, V. R.; MARCHESAN, J.. Diferenciais de um produto e determinação das especificidades necessárias para o reconhecimento como indicação geográfica: Um estudo sobre a erva-mate no Planalto Norte Catarinense. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Desenvolvimento Regional) - Universidade do Contestado.

Aluno: Paulo Odair Moreira

DALLABRIDA, V. R.;BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA. PROCESSOS DE TERRITORIALIZAÇÃO, DESTERRITORIALIZAÇÃO E RETERRITORIALIZAÇÃO (TDR): UM ESTUDO SOBRE A REALIDADE SOCIOECONÔMICA NO PLANALTO NORTE CATARINENSE. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Desenvolvimento Regional) - Universidade do Contestado.

Aluno: Damaris Aparecida de Cássia Krul Pires

PEDRASSANI, D.;BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA; LUDKA, F. K.; DALLABRIDA, V. R.. DIFERENCIAIS DE UM PRODUTO E DETERMINAÇÃO DAS ESPECIFICIDADES NECESSÁRIAS PARA O RECONHECIMENTO COMO INDICAÇÃO GEOGRÁFICA: UM ESTUDO SOBRE A ERVA-MATE NO PLANALTO NORTE CATARINENSE. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Desenvolvimento Regional) - Universidade do Contestado.

Aluno: Vilmar Daniel Marcon

BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA; VIEIRA, L. C.; SCHICK, J.. Importância de uso de sementes certificadas na produção de soja no Planalto Norte Catarinense. 2020. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Desenvolvimento Rural Sustentável) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina.

Aluno: Karina Furhmann

BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA; REGINA, M.; VIEIRA, L. C.. Uma análise da carga horária de trabalho e da idade das mulheres beneficiadas pleo programa de ATER para mulheres nos municípios de Canoinhas, Irineópolis, Porto União e Três Barras. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Desenvolvimento Rural Sustentável) - Instituto Federal de Santa Catarina.

CAMPANINI, O. R.;BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti). Participação de banca avaliadora de concurso para Técnico de Laboratório-Agroecologia. 2013. Instituto Federal de Santa Catarina.

MARIN, M. A. B.; LINKOWSKI, J. A. S.;BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti). Participação de banca de seleção para professor substituto.. 2012. Instituto Federal de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Carlos Bruno Reissmann

RADOMSKI, M. I.REISSMANN, C. B.SERRAT, Beatriz Monte. Calagem e adubação no crescimento e composição química de mudas de Maytenus ilicifolia Mart. ex Reiss. (espinheira-santa_. 2008. Dissertação (Mestrado em Agronomia Ciência do Solo) - Universidade Federal do Paraná.

maria Izabel Radomski

PREVEDELLO, B. M.;RADOMSKI, M. I.REISSMANN, C. B.. Calagem e adubação no crescimento e na composição química de mudas de Maytenus ilicifolia Mart. ex Reiss. (espinheira-santa).. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências do Solo) - Universidade Federal do Paraná.

Cleberson Ribeiro

BARROS, N. F.RIBEIRO, C.; NEVES, J. C. L.; VENEGAS, V. H. A.; MARTINEZ, H. E. P.. TOLERANCIA DIFERENCIAL DE CLONES DE ERVA-MATE AO ALUMÍNIO e ALUMÍNIO ESTIMULA O CRESCIMENTO RADICULAR DE ERVA MATE. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Haroldo Nogueira de Paiva

BARROS, Nairam Félix de; PAULETTI, V.;PAIVA, H. N.; VILLANI, E. M. A.; MULLER, C.. Tolerância de erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.) ao alumínio. 2012. Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Hermínia Emília Prieto Martinez

BARROS, Nairam Félix de;VENEGAS, V. H. A.NEVES, Júlio César LimaMartinez, Herminia Emilia Prieto; Ribeiro, C. Tolerância ao Al e nutrição cálcica da erva-mate (Ilex paraguariensis). 2011. Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Volnei Pauletti

BARROS, N. F.;PAULETTI, V.; PAIVA, H. N.; VILLANI, E. M. A.; MULLER, C.. Tolerância da erva mate (Ilex paraguariensis St. Hil.) ao alumínio. 2012. Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Beatriz Monte Serrat

SERRAT, Beatriz Monte;REISSMANN, Carlos Bruno; RADOMSKI, M. I.;BIASI, Luiz Antonio. Calagem e adubação no crescimento e composição química de mudas de Maytenus ilicifolia Mart. Ex. Reiss. (Espinheira-Santa). 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências do Solo) - Universidade Federal do Paraná.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Junival Souza Fiatecoski

Produtividade de clones de erva-mate influenciadas pela adubação orgânica no Planalto Norte Catarinense; Início: 2020; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Desenvolvimento Rural Sustentável) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina; (Orientador);

Fernanda Waldmann

Adubação orgânica e procedências no status nutricional e produtividade de ervamate; ; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Alcemir Nabir Kowal

Adubação orgânica e procedências no status nutricional e produtividade de erva-mate; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Damaris Aparecida de Cássia Krul Pires

DIFERENCIAIS DE UM PRODUTO E DETERMINAÇÃO DAS ESPECIFICIDADES NECESSÁRIAS PARA O RECONHECIMENTO COMO INDICAÇÃO GEOGRÁFICA: UM ESTUDO SOBRE A ERVA-MATE NO PLANALTO NORTE CATARINENSE; ; 2017; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Desenvolvimento Regional) - Universidade do Contestado,; Coorientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Jeferson Rafael Zamboni

DIAGNÓSTICO SOCIO-PRODUTIVO DE PROPRIEDADES RURAIS DE BASE FAMILIAR COM PRODUÇÃO DE ERVA-MATE NA COMUNIDADE SAGRADA FAMILIA- P; A; RONDON III, BITURUNA-PR; 2019; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Desenvolvimento Rural Sustentável) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

André Eduardo Welke

Produção de erva-mate (Ilex paraguariensis) pelo efeito do uso de calcário e cama de aves; 2018; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Desenvolvimento Rural Sustentável) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Karina Furhmann

Uma análise da carga horária de trabalho e da idade das mulheres beneficiadaspelo programa de ATER para mulheres nos municípios de Canoinhas, Irineópolis, Porto União e Três Barras; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Desenvolvimento Rural Sustentável) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Armando Miguel de Moura Castela

Adubação orgânica e procedências no status nutricional e produtividade de ervamate; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Francieli Mendes

Araucária: da semente à muda - Tempo e condições de armazenamento da semente e aspectos nutricionais para produção de mudas; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Taila Carolina Martins Knop

VAMOS SUJAR AS MÃOS!! BRINCANDO E APRENDENDO COM SOLO; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Barbara Cristine Morais

CONSÓRCIO DE ERVA-MATE E ARAUCÁRIA A CAMPO: ASPECTOS DE CRESCIMENTO E NUTRICIONAIS; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Tecnologia em alimentos) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Ana Paula Staskoviak

Adubação orgânica e procedências no crescimento de erva-mate a campo; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Thuany Aparecida Levandoski Jansen

Consórcio de erva-mate e araucária a campo: Aspectos de crescimento e nutricionais; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Cristiano Fuck Novak

CONSÓRCIO DE ERVA-MATE E ARAUCÁRIA A CAMPO: ASPECTOS DE CRESCIMENTO E NUTRICIONAIS; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Agroecologia) - Instituto Federal de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Francislene Navroski

Adubação orgânica e procedências no crescimento e nutrição de erva-mate a; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Raul Castro

Preparo do solo, fontes alternativas de nutrientes e adubação verde na recuperação de solo degradado; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Fernando Wilian Ziemann

Preparo do solo, fontes alternativas de nutrientes e adubação verde na; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Gislaine Sabatke da Cunha

Preparo do solo, fontes alternativas de nutrientes e adubação verde na; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Leonardo Castor Bezerra

Preparo do solo, fontes alternativas de nutrientes e adubação verde na recuperação de solo degradado; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Alisson Weslei Schostak

Preparo do solo, fontes alternativas de nutrientes e adubação verde na recuperação de solo degradado; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agroecologia) - Instituto Federal de Santa Catarina, Instituto Federal de Santa Catarina; Orientador: Eliziane Luiza Benedetti;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Carlos Bruno Reissmann

Calagem e adubação no crescimento e composição química de mudas de Maytenus ilicifolia Mart; Ex; Reiss; (espinheira-santa); 2008; Dissertação (Mestrado em Agronomia Ciência do Solo) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Carlos Bruno Reissmann;

Nairam Félix de Barros

Absorção de nitrogênio e formas de compostos nitrogenados em eucalipto submetido a variadas disponibilidades de N e condições edáficas; Início: 2009; Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; (Orientador);

Nairam Félix de Barros

Tolerância da erva mate (Ilex paraguariensis St; Hil; ) ao alumínio; 2012; Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Nairam Félix de Barros;

VALDIR ROQUE DALLABRIDA

2016; UNIVERSIDADE DO CONTESTADO, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Valdir Roque Dallabrida;

Leandro Souza da Silva

Dinâmica do N em solos alagados; 2005; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Fundo de Incentivo a Pesquisa Ufsm; Orientador: Leandro Souza da Silva;

Leandro Souza da Silva

Disciplina de Fertilidade do Solo; 2006; 1 f; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Santa Maria, Fundo de Incentivo a Pesquisa Ufsm; Orientador: Leandro Souza da Silva;

Hermínia Emília Prieto Martinez

Tolerância d erva mate (Ilex paraguariensis St; Hil; ) ao alumínio; 2012; Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Herminia Emilia Prieto Martinez;

Luiz Antônio Biasi

Calagem e adubação no crescimento e na composição química de mudas de Maytenus ilicifolia Mart; ex Reiss; (Espinheira-santa); 2008; Dissertação (Mestrado em Ciências do Solo) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Luiz Antonio Biasi;

Beatriz Monte Serrat

Calagem e adubação no crescimento e composição química de mudas de Maxleus elicifolia Mart; Ex; Reiss (Espinheira Santa); 2008; Dissertação (Mestrado em Ciências do Solo) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Beatriz Monte Serrat;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MOTTA, A. C. V. ; BARBOSA, J. Z. ; MAGRI, E. ; PEDREIRA, G. Q. ; SANTIN, D. ; ANTES, S. A. ; CONSALTER, R. ; NOVA, S. D. ; BROADLEY, M. R. ; BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA . Elemental composition of yerba mate (Ilex paraguariensis A.St.-Hil.) under low input systems of southern Brazil. SCIENCE OF THE TOTAL ENVIRONMENT , v. 736, p. 139637, 2020.

  • SANTIN, DELMAR ; BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA ; BARROS, NAIRAM FÉLIX DE ; ALMEIDA, IGOR CARVALHO DE ; SIMIQUELI, GUILHERME FERREIRA ; NEVES, JÚLIO CÉSAR LIMA ; WENDLING, IVAR ; REISSMANN, CARLOS BRUNO . Adubação nitrogenada e intervalos de colheita na produtividade e nutrição da erva-mate e em frações de carbono e nitrogênio do solo. CIÊNCIA FLORESTAL (ONLINE) , v. 29, p. 1199-1214, 2019.

  • BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA ; SANTIN, D. ; STASKOVIAK, A. P. ; NOVAK, C. F. ; JANSEN, T. A. L. ; MORAES, B. C. . Adubação orgânica estimula o crescimento de erva-mate e araucária a campo. REVISTA TÉCNICO-CIENTÍFICA (IFSC) , v. 2, p. 4-10, 2019.

  • BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA ; SANTIN, D. ; CASTRO, R. ; CUNHA, G. S. ; BEZERRA, L. C. . Produtividade e colonização natural de bactérias fixadoras de nitrogênio de feijão-guandu cultivado com diferentes adubos orgânicos e preparo do solo em área degradada. REVISTA TÉCNICO-CIENTÍFICA (IFSC) , v. 1, p. 23-29, 2019.

  • SANTIN, D. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; BARROS, N. F. ; FONTES, L. L. ; ALMEIDA, I. C. de. ; NEVES, J. C. L. ; WENDLING, I. . Manejo de colheita e adubação fosfatada na cultura da erva-mate (Ilex paraguariensis) em fase de produção. Ciência Florestal (UFSM. Impresso) , v. 27, p. 783-797, 2017.

  • SANTIN, D. ; GONCALVES SOBRINHO, M. B. ; CARNEIRO, A. C. O. ; BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA ; BARROS, N. F. . PHOSPHORUS FERTILIZATION AND HARVEST INTERVALS INFLUENCE ENERGETIC AND PHYSIC PROPERTIES OF BRIQUETTES AND LARGE BRANCHES OF MATE. REVISTA ARVORE , v. 41, p. 1-10, 2017.

  • BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA ; SANTIN, DELMAR ; BARROS, NAIRAM FÉLIX DE ; PEREIRA, GREICE LEAL ; MARTINEZ, HERMÍNIA PRIETO ; LIMA NEVES, JULIO CÉSAR . Alumínio estimula o crescimento radicular de erva-mate?. Pesquisa Florestal Brasileira , v. 37, p. 139-147, 2017.

  • DALLABRIDA, V. R. ; BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA . DO PRODUTIVISMO, AO NEOPRODUTIVISMO, PARA O PÓS-PRODUTIVISMO: perspectivas teóricas recentes na interpretação das mudanças no espaço rural e elucidação de práticas inovadoras. Redes (Santa Cruz do Sul. Online) , v. 21, p. 117-136, 2016.

  • BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA ; DALLABRIDA, V. R. . ASPECTOS DA MULTIFUNCIONALIDADE NO PLANALTO NORTE CATARINENSE: ADUBAÇÃO ORGÂNICA NA PRODUÇÃO DE ERVA-MATE. Desenvolvimento Regional em debate , v. 6, p. 147-169, 2016.

  • PIRES, D. A. C. K. ; PEDRASSANI, D. ; DALLABRIDA, V. R. ; BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA . A ERVA-MATE NO PLANALTO NORTE CATARINENSE: OS COMPOSTOS BIOATIVOS COMO VARIÁVEL NA DETERMINAÇÃO DAS ESPECIFICIDADES NECESSÁRIAS AO RECONHECIMENTO COMO INDICAÇÃO GEOGRÁFICA. Desenvolvimento Regional em debate , v. 6, p. 207-227, 2016.

  • SANTIN, D. ; BENEDETTI, ELIZIANE LUIZA ; BARROS, N. F. ; ALMEIDA, I. C. de. ; WENDLIG, I. . INTERVALOS DE COLHEITA E ADUBAÇÃO POTÁSSICA INFLUENCIAM A PRODUTIVIDADE DA ERVA-MATE. Floresta (UFPR. Impresso) , v. 46, p. 509-518, 2016.

  • SANTIN, D. ; WENDLIG, I. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; MORANDI, D. ; DOMINGOS, D. . SOBREVIVÊNCIA, CRESCIMENTO E PRODUTIVIDADE DE PLANTAS DE ERVA-MATE PRODUZIDAS POR MINIESTACAS JUVENIS E POR SEMENTES. http://dx.doi.org/10.5902/198050987550 , v. 25, p. 571-579, 2015.

  • SANTIN, D. ; WENDLIG, I. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; MORANDI, D. . Nursery and field serial grafting of Ilex paraguariensis. Pesquisa Florestal Brasileira (Impresso) , v. 35, p. 409-418, 2015.

  • SANTIN, D. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; BARROS, N. F. ; ALMEIDA, I. C. de. ; PEREIRA, G. L. ; FONTES, L. L. ; NEVES, J. C. L. ; WENDLING, I. ; REISSMANN, C. B. . EFFECT OF POTASSIUM FERTILIZATION ON YIELD AND NUTRITION OF YERBA MATE (Ilex paraguariensis).. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Online) , v. 38, p. 1469-1477, 2014.

  • SANTIN, D. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; Bastos, M.C. (Marília Camotti Bastos) ; Kaseker, J.F. (Jéssica Fernandes Kaseker) ; REISSMANN, C. B. ; BRONDANI, G. E. ; BARROS, N. F. . Crescimentoe Nutrição de erva-mate influenciados pela adubação nitrogenada, fosfatada e potássica. Ciência Florestal , v. 23, p. 365-377, 2013.

  • SANTIN, D. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; KASEKER, J. F. ; BASTOS, M. C. ; REISSMANN, C. B. ; WENDLING, I. ; BARROS, N. F. . Nutrição e crescimento da erva-mate submetida à calagem. Ciência Florestal , v. 23, p. 55-66, 2013.

  • ROVEDA, L. F. ; MOTTA, A. C. V. ; MAFTUM, E. G. F. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; BRONDANI, G. E. ; DIONISIO, J. A. ; GABARDO, J. ; PIMENTEL, I. C. ; VICENTE, V. A. . Resíduo líquido da indústria de enzimas e sua interação solo-planta. Revista Acadêmica: Ciências Agrárias e Ambientais (PUCPR. Impresso) , v. 11, p. 189-197, 2013.

  • BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; WINK, C. ; SANTIN, D. ; SEREDA, F. ; ROVEDA, L.F., ; SERRAT, B. M. . Crescimento e sintomatologia em mudas de espinheira-santa com omissão de nutrientes. Floresta (UFPR. Impresso) , v. 39, p. 335-343, 2009.

  • BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; SERRAT, B. M. ; SANTIN, D. ; BRONDANI, G. E. ; REISSMANN, C. B. ; Biasi, L.A. . Calagem e adubação no crescimento de espinheira-santa (Maytenus ilicifolia Mart. ex. Reiss) em casa de vegetação. Revista Brasileira de Plantas Medicinais (Impresso) , v. 11, p. 269-276, 2009.

  • BRONDANI, G. E. ; WENDLING, I. ; ARAÚJO, M.A. de. ; SANTIN, D. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; ROVEDA, L. F. . Composições de substratos e ambientes de enraizamento na estaquia de Ilex paraguariensis St.Hil. Floresta (UFPR. Impresso) , v. 39, p. 41-49, 2009.

  • SANTIN, D. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; BRONDANI, G. E. ; REISSMANN, C. B. ; ORRUTÉA, A.G. (Alessandro Góis Orrutéa) ; ROVEDA, L. F. . Crescimento de mudas de erva-mate fertilizadas com N, P e K. Scientia Agraria (UFPR. Impresso) , v. 9, p. 59-66, 2008.

  • SILVA, L. S. ; RHODEN, A. C. ; POCOJESKI, E. ; CAMARGO, F.A.O. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Modelos matemáticos para a estimativa do potencial de mineralização anaeróbica do nitrogênio em solos de várzea do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Online) , v. 32, p. 1513-1520, 2008.

  • SANTIN, D. ; WENDLING, I. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; BRONDANI, G. E. ; REISSMANN, C. B. ; MORANDI, D. ; ROVEDA, L. F. . Poda e anelamento em erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil) visando indução de brotações basais. Pesquisa Florestal Brasileira (Online) , v. 1, p. 97-104, 2008.

  • BRONDANI, G. E. ; WENDLING, I. ; SANTIN, D. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; ROVEDA, L. F. ; ORRUTÉA, A.G. . Ambiente de enraizamento e substratos na miniestaquia de erva-mate. Scientia Agraria (UFPR. Impresso) , v. 8, p. 257-267, 2007.

  • RHODEN, A. C. ; SILVA, L. S. ; Camargo, F.A.O. ; BRITZKE, D. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Mineralização Anaeróbia do Nitrogênio em Solos de Várzea do Rio Grande do Sul. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 36, p. 1780-1787, 2006.

  • BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; GIRACCA, E. M. N. ; LASTA, E. F. ; ANTONIOLLI, Z. I. ; ELTZ, F. L. F. . Efeito da aplicação de calcário na ocorrência de bactérias nitrificadoras em sistema de plantio direto. Revista Brasileira de Agroecologia , v. 1, p. 635-638, 2006.

  • QUADROS, V. J. ; ANTONIOLLI, Z. I. ; CASALI, C. A. ; DENEGA, G. L. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; LASTA, E. F. ; WEBER, M. A. . Caracterização da população edáfica em sistemas orgânicos.. Revista Brasileira de Agroecologia , v. 1, p. 753-756, 2006.

  • GIRACCA, E. M. N. ; ANTONIOLLI, Z. I. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) ; LASTA, E. F. ; VENTURINI, S. F. ; VENTURINI, E. F. ; BENEDETTI, T. . Levantamento da Meso e Macrofauna do Solo na Microbacia do Arroio Lino, Agudo/RS.. Revista Brasileira de Agrociencia (UFPEL) , Pelotas-Rs, v. 09, p. 257-261, 2003.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

AITA, C. ; ANTONIOLLI, Z. I. ; HUBNER, A. P. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Monitoramento Ambiental de Microbacias Hidrográficas - Maximiliano de Almeida - RS. 2004.

REICHERT, J. M. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Monitoramento Ambiental de Microbacias Hidrográficas - Arvorezinha - RS. 2004.

SANTOS, D. R. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Monitoramento Ambiental de Microbacias Hidrográficas - Agudo - RS.. 2002.

SANTOS, D. R. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Monitoramento Ambiental de Microbacias Hidrográficas - Maximiliano de Almeida - RS. 2001.

SANTOS, D. R. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Monitoramento Ambiental de Microbacias Hidrográficas - Cristal-RS. 2001.

SANTOS, D. R. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Monitoramento Ambiental de Microbacias Hidrográficas - Agudo - RS. 2001.

SANTOS, D. R. ; BENEDETTI, E. L. (Eliziane Luiza Benedetti) . Monitoramento Ambiental de Microbacias Hidrográficas - Cândido Brum- Arvorezinha-RS. 2001.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Adubação orgânica e procedências no status nutricional e produtividade de erva-mate., Descrição: erva-mate possui grande importância cultural, social e econômica para o Planalto Norte Catarinense pois a região é responsável pela maioria da erva-mate produzida no Estado. No entanto, a produção extrativista pode ser um dos fatores responsáveis pela queda da produtividade nas últimas décadas. O uso de mudas sem critérios técnicos de seleção e a falta de reposição de nutrientes, são apontados como algumas das causas. O objetivo é avaliar a influência de procedências e da adubação orgânica na produtividade e no status nutricional de erva-mate. O experimento está sendo conduzido na área experimental do IFSC Câmpus Canoinhas. Os tratamentos foram dispostos no delineamento blocos casualizados, com quatro repetições. As doses da adubação orgânica serão: D1) testemunha, D2) a dose adequada e D3) dose 75 % acima da considerada adequada para suprir N. As adubações serão realizadas em setembro de 2019 e janeiro de 2020. A coleta de folhas para avaliação nutricional será realizada juntamente com a colheita, em janeiro de 2020. Serão avaliados os teores foliares de N, P, K, Ca e Mg. Os dados serão submetidos à análise de variância e, as médias serão comparadas pelo teste Tukey em nível de 5 % de probabilidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) . , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador / Delmar Santin - Integrante / Ivar Wendling - Integrante / Alcemir Nabir Kowal - Integrante / Fernanda Waldmann - Integrante / Junival Souza Fiatecoski - Integrante.

  • 2018 - 2018

    Araucária: da semente à muda - Tempo e condições de armazenamento da semente e aspectos nutricionais para produção de mudas, Descrição: A araucaria angustifolia é uma espécie nativa, que devido sua intensa exploração, está na lista de espécies ameaçadas de extinção. Atualmente a principal forma de exploração se dá pela coleta de pinhões, atividade que necessita de novos plantios no futuro. No entanto, a recalcitrância das sementes, faz com que produção de mudas e sua comercialização fique restrita ao período de coleta. Estudos realizados na região do Planalto Norte Catarinense que incentivem a exploração de variedades com produção em diferentes períodos, assim como a possibilidade de armazenar a semente sem perder a viabilidade aliado ao conhecimento da exigência nutricional da espécie são fundamentais para o incentivo a plantios e a perpetuação da espécie. Desta forma, esse estudo tem como principal objetivo avaliar o potencial germinativo das sementes armazenadas em diferentes condições e períodos, além do crescimento inicial e necessidade nutricional de variedades adubadas organicamente na fase de muda, avaliados através da instalação de três experimentos. O primeiro testando ambientes (ambiente natural, refrigerador e freezer) durante 0, 60, 120 e 180 dias sobre o poder germinativo das sementes. Nos experimento II e III, serão testados variedades de araucária e doses de adubação orgânica no crescimento inicial e na necessidade nutricional de mudas. Os dados serão submetidos à análise de variância e, as médias serão comparadas pelo teste Tukey (experimentos I, II e III) e regressão (experimento III) em nível de 5 % de probabilidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    NUTRIÇÃO E CLONE NO CRESCIMENTO, COMPOSIÇÃO MINERAL, METAIS PESADOS E COMPOSTOS BIOATIVOS NA CULTURA DA ERVA-MATE, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador / Antonio Carlos Vargas Motta - Integrante / SANTIN, DELMAR - Integrante / WENDLING, IVAR - Integrante / Cristiane Vieira Helm - Integrante / Luciano Colpo Gatiboni - Integrante / Marcus Vinicius de Liz - Integrante.

  • 2016 - 2016

    ADUBAÇÃO ORGÂNICA AUMENTA A PRODUÇÃO?, Descrição: Vários fatores afetam o desenvolvimento das culturas, dentre eles a adubação. Como a nutrição é a base para a produção de culturas e é responsável pela maior parcela dos gastos de produção, torna-se importante a utilização de fontes de adubos acessíveis ao produtor, que muitas vezes estão disponíveis na propriedade ou próximo à região onde está localizado seu plantio (CAMARGO et al., 2012). Nesse contexto a adubação orgânica se destaca como importante fonte de nutrientes, melhorando a aeração e a disponibilidade de água no solo, favorecendo a infiltração e a retenção, regulando a temperatura do solo, evitando a compactação e auxiliando no controle dos processos erosivos (KIEHL, 1985) além de reciclar nutrientes no sistema produtivo, evitando a contaminação ambiental (SELBACH e SÁ, 2004). Santa Catarina destaca-se pela produção de frango, no entanto, essa atividade gera grandes quantidades de resíduos (cama de aviário) que se utilizado em local e em quantidades inadequadas podem provocar problemas ambientais. Por outro lado é considerada uma boa fonte de nutrientes, especialmente de nitrogênio, e quando manejada adequadamente, pode suprir, parcial ou totalmente o fertilizante químico. É uma das alternativas de maior receptividade pelos agricultores, por estar presente e/ou disponíveis próximo às propriedades a um baixo custo e podem viabilizar a adubação em culturas comerciais (COSTA et al., 2009). Compostos orgânicos, quando manejados adequadamente, aumentam o rendimento de grãos, a fertilidade do solo e diminuem o potencial poluidor (CHOUDHARY et al., 1996). Avaliar o comportamento de espécies agrícolas, cultivadas na região, quanto sua resposta à adubação orgânica é importante para estimular esse tipo de produção na região do Planalto Norte Catarinense. Desta forma, o objetivo desse projeto é avaliar a resposta do milho, feijão e alface à adubação orgânica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

  • 2016 - Atual

    CONSÓRCIO DE ERVA-MATE E ARAUCÁRIA A CAMPO: ASPECTOS DE CRESCIMENTO E NUTRICIONAIS, Descrição: A erva-mate e araucária ocorrem na Floresta Ombrófila Mista, juntas formam as paisagens predominantes dos remanescentes florestais do Planalto Norte Catarinense. Ambas tiveram papel importante na sobrevivência dos indígenas e posteriormente dos colonizadores europeus. A importância continua até hoje, sendo que sua exploração, na região, continua de modo extrativista. Com isso, observa-se queda acentuada na produtividade da erva-mate nas últimas décadas, principalmente, por questões nutricionais. O uso de compostos orgânicos como fonte de nutrientes ainda é muito limitado ao conhecimento empírico e pouco se sabe qual a dose a recomendar. Santa Catarina é um dos maiores produtores de frangos do Brasil, gerando grande volume de resíduo de cama de aviário o qual apresenta grande potencial de ser utilizado como adubo em diversas culturas. No entanto, não há informação sobre a resposta ao crescimento e a nutrição da erva-mate e araucária com a utilização desse adubo orgânico. Desta forma, o objetivo desse estudo é avaliar a influência de cama de frango no crescimento e na nutrição de araucária e em duas procedências de erva-mate a campo na fase inicial de crescimento. O trabalho será conduzido na área experimental do IFSC Câmpus Canoinhas. O plantio será realizado em consórcio, onde serão testados três doses de adubação orgânica (cama de frango). Serão avaliados mensalmente o crescimento através da determinação da altura e diâmetro e após nove meses do plantio será avaliada a condição nutricional das plantas. Os dados serão submetidos à análise de variância e, as médias serão comparadas pelo teste Tukey em nível de 5 % de probabilidade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador / Delmar Santin - Integrante / WENDLING, IVAR - Integrante.

  • 2015 - 2017

    Desempenho de milho VPA inoculado com Azospirilum brasiliense associado com fontes de nitrogênio orgânico, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador / Luís Carlos Vieira - Integrante / Bruno Pansera Espíndola - Integrante.

  • 2015 - 2016

    Adubação orgânica e procedências no crescimento e nutrição de erva-mate a, Descrição: A erva-mate é uma cultura de grande importância socioeconômica para Santa Catarina, onde nas últimas décadas ocorreu diminuição acentuada da produtividade, principalmente, por questões nutricionais. O uso de compostos orgânicos como fonte nutricional ainda é muito limitado ao conhecimento empírico e pouco se sabe qual a dose a recomendar. Santa Catarina é um dos maiores produtores de frangos do Brasil, gerando grande volume de resíduo de cama de aviário o qual apresenta grande potencial de ser utilizado como adubo em diversas culturas. No entanto, não há informação sobre a resposta ao crescimento e a nutrição da erva-mate com a utilização desse adubo orgânico. Desta forma, o objetivo desse estudo é avaliar a influência de cama de frango no crescimento e na nutrição de três procedências de erva-mate. O trabalho será conduzido a campo na área experimental do IFSC Câmpus Canoinhas. Os tratamentos serão arranjados no fatorial 3 x 3, (três doses de cama de frango e três procedências). As doses da cama de frango, serão: D1) testemunha, D2) a dose considerada adequada e D3) dose 50 % acima da considerada adequada. As procedências são da região e as mudas serão produzidas e doadas pela Embrapa Florestas. Serão avaliados mensalmente o crescimento através da determinação da altura e diâmetro e em maio será avaliada a condição nutricional das plantas e a fertilidade do solo. Os dados serão submetidos à análise de variância e, as médias serão comparadas pelo teste Tukey em nível de 5 % de probabilidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

  • 2015 - 2016

    CONTRIBUIÇÃO AO DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL ATRAVÉS DA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE SOLO E PLANTA DE ERVAIS NATIVOS COMO ESTÍMULO A PRODUÇÃO ORGÂNICA SUSTENTÁVEL NO PLANALTO NORTE CATARINENSE, Descrição: A região do Planalto Norte Catarinense possui potencial para criação de uma identidade territorial sustentável a partir da cultura da erva-mate. Uma vez que essa espécie é nativa da região e grande parte das propriedades rurais tem na sua exploração uma importante fonte de renda. No entanto, as técnicas de cultivo ainda precisam ser melhoradas, principalmente em relação ao cultivo orgânico visando a nutrição adequada do solo e planta. Desta forma, o objetivo desse estudo é caracterizar ervais nativos quanto a fertilidade do solo, estado nutricional de plantas e qualidade da matéria prima resultante, sem e com adubação orgânica, a fim de estimular sistemas de produção sustentáveis para o desenvolvimento do Planalto Norte Catarinense. Para isso, serão avaliados em quatro locais três modelos de ervais: Erval em mata: cobertura florestal mais conservada, erval nativo, sem a presença constante de animais; Erval em caíva: cobertura florestal relativamente conservada, erval nativo, presença constante de animais, sub-bosque com presença de pastagens; e Erval em caíva muito aberta: cobertura florestal muito aberta pela ação antrópica, em transição para potreiro, erval nativo, presença constante de animais, as pastagens dominam toda a área. Em cada modelo de erval serão selecionadas oito plantas adultas, das quais, quatro receberão adubação com cama de aviário e as demais não receberão nenhum tipo de adubação. Para a avaliação nutricional serão analisadas os teores disponíveis de P, K, Ca e Mg e teor de matéria orgânica no solo e, teor total de N, P, K, Ca e Mg nas folhas da erva-mate. A qualidade da erva-mate comercial (folha+galho fino) será avaliada pelo rendimento do produto seco pela relação entre peso verde e peso seco e, entre, massa seca de folha e galho fino. Os dados serão submetidos à análise de variância. Quando constatados efeitos significativos dos tratamentos, as médias serão comparadas pelo teste Tukey em nível de 5 % de probabilidade. Esse trabalho dará suporte para conscientização por parte dos produtores, técnicos e indústria no sentido de que, provavelmente, haja grande necessidade de reposição dos nutrientes ao solo. Essa reposição deve ser priorizada com fontes orgânicas atendendo critérios técnicos e produzindo matéria prima diferencial, com base orgânica. Além disso, a partir dos resultados se busca avanços para implementação e ou melhorias de sistemas silviculturais em remanescentes da Floresta Ombrófila Mista no Planalto Norte Catarinense, que possam contribuir econômica e socialmente para o desenvolvimento rural da região.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

  • 2015 - 2016

    Contribuição ao desenvolvimento territorial através da avaliação nutricional de solo e planta de ervais nativos como estímulo a produção orgânica sustentável no Planalto Norte Catarinense, Descrição: A região do Planalto Norte Catarinense possui potencial para criação de uma identidade territorial sustentável a partir da cultura da erva-mate. Uma vez que essa espécie é nativa da região e grande parte das propriedades rurais tem na sua exploração uma importante fonte de renda. No entanto, as técnicas de cultivo ainda precisam ser melhoradas, principalmente em relação ao cultivo orgânico visando a nutrição adequada do solo e planta. Desta forma, o objetivo desse estudo é caracterizar ervais nativos quanto a fertilidade do solo, estado nutricional de plantas e qualidade da matéria prima resultante, sem e com adubação orgânica, a fim de estimular sistemas de produção sustentáveis para o desenvolvimento do Planalto Norte Catarinense. Para isso, serão avaliados em quatro locais três modelos de ervais: Erval em mata: cobertura florestal mais conservada, erval nativo, sem a presença constante de animais; Erval em caíva: cobertura florestal relativamente conservada, erval nativo, presença constante de animais, sub-bosque com presença de pastagens; e Erval em caíva muito aberta: cobertura florestal muito aberta pela ação antrópica, em transição para potreiro, erval nativo, presença constante de animais, as pastagens dominam toda a área. Em cada modelo de erval serão selecionadas oito plantas adultas, das quais, quatro receberão adubação com cama de aviário e as demais não receberão nenhum tipo de adubação. Para a avaliação nutricional serão analisadas os teores disponíveis de P, K, Ca e Mg e teor de matéria orgânica no solo e, teor total de N, P, K, Ca e Mg nas folhas da erva-mate. A qualidade da erva-mate comercial (folha+galho fino) será avaliada pelo rendimento do produto seco pela relação entre peso verde e peso seco e, entre, massa seca de folha e galho fino. Os dados serão submetidos à análise de variância. Quando constatados efeitos significativos dos tratamentos, as médias serão comparadas pelo teste Tukey em nível de 5 % de probabilidade. Esse trabalho dará suporte para conscientização por parte dos produtores, técnicos e indústria no sentido de que, provavelmente, haja grande necessidade de reposição dos nutrientes ao solo. Essa reposição deve ser priorizada com fontes orgânicas atendendo critérios técnicos e produzindo matéria prima diferencial, com base orgânica. Além disso, a partir dos resultados se busca avanços para implementação e ou melhorias de sistemas silviculturais em remanescentes da Floresta Ombrófila Mista no Planalto Norte Catarinense, que possam contribuir econômica e socialmente para o desenvolvimento rural da região.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador / Valdir Roque Dallabrida - Integrante / Maria Bertília Oss Giacomelli - Integrante.

  • 2014 - 2014

    Agroecologia extrapolando os muros do IFSC, Descrição: A transformação dos espaços externos dos centros de educação infantil, utilizando técnicas de paisagismo e jardinagem, com plantio de diversas espécies de plantas ornamentais, medicinais, aromáticas e condimentares, bem como de hortaliças, além de embelezar o ambiente e dar mais sabor a alimentação das crianças, também pode auxiliar no processo de aprendizagem das mesmas. Faber Taylor et al. (2001) e Kellert (2002) citam que existem evidências apontando para uma melhora dos níveis de atenção de crianças com déficit de atenção; melhora emocional, cognitiva e do desenvolvimento relacionado com valores durante a infância e adolescência precoce quando as crianças e jovens mantém contato com a natureza. Guerra (1985) cita que as plantas além de poderem ser utilizadas na alimentação, proporcionarem sombra e serem decorativas, embelezando uma área, oferecem considerável recurso para controle de pragas, doenças e plantas invasoras dos cultivos e destaca que as pessoas sabem pouco sobre essa imensa fonte de recursos. A organização de um espaço verde, em centro de educação infantil, com espécies arbóreas, ornamentais, medicinais, aromáticas/condimentares e de hortaliças pelos alunos do curso técnico de Agroecologia do IFSC, campus Canoinhas, pois, os alunos extrapolarão os muros do IFSC, podendo aplicar na prática os conhecimentos adquiridos, além de, indiretamente, auxiliarem na educação das crianças e, descobrirem um novo nicho de mercado, que é o paisagismo em pequenos espaços e hortas urbanas. O presente trabalho tem por objetivo implantar no pátio do Centro de Educação Infantil Carlos Drummond de Andrade, um espaço verde, com jardins de plantas ornamentais, medicinais, aromáticas, condimentares e hortaliças.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (24) . , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador / Magali Regina - Integrante / Cristina Duda de Oliveira - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Preparo do solo, fontes alternativas de nutrientes e adubação verde na recuperação de solo degradado., Descrição: O mau uso dos solos leva a sua degradação e compactação. A recuperação desses locais pode ser feita de várias maneiras. A utilização de preparo mecânico do solo para descompactar as camadas mais profundas é uma alternativa, porém, não deve ser utilizada sempre. Assim, aliado a esse manejo deve se buscar outras possibilidades para a recuperação. O uso de espécies que protegem o solo e que possuem sistema radicular agressivo aliado a disponibilidade adequada de nutrientes são alternativas que merecem ser investigadas. Sendo assim, o objetivo desse estudo é avaliar o efeito do preparo do solo, de fontes alternativas de nutrientes e de plantas de cobertura na recuperação de solo degradado. Para isso, em local em que foi retirada a camada superficial do solo, serão aplicados fontes alternativas de adubos: a) testemunha; b) cama de aviário; c) esterco de carneiro; e d) pó de rocha, em solo com preparo intenso (uma subsolagem e uma gradagem) e em solo com preparo mínimo (uma gradagem). Na área será cultivado feijão-guandu e ao final será avaliada a disponibilidade de nutrientes no solo, a produtividade e conteúdo de nutrientes na massa seca do feijão-guandu.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador / Alisson Weslei Schostak - Integrante / Leonardo Castor Bezerra - Integrante.

  • 2009 - 2014

    Nutrição, intervalos de colheita, ciclagem de nutriente e potencial energético do resíduo da colheita na cultura da erva-mate, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Delmar Santin em 09/08/2015., Descrição: A erva-mate é uma cultura que sempre apresentou importância social e econômica nos três Estados do Sul do Brasil. Porém, nessa cultura, o extrativismo ainda é muito presente, contribuindo para baixas produtividades em função da exaustão nutricional do solo. Quando os ervais eram predominantemente nativos, o intervalo de tempo entre colheitas variava entre 36 a 48 meses. Com o adensamento de ervais nativos e o plantio de ervais homogêneos, o intervalo entre colheitas reduziu para 12 a 24 meses, intensificando cada vez mais a saída de nutrientes do sistema de produção e comprometendo nutricionalmente os cultivos. Para culturas em que o produto colhido é composto predominantemente por folhas, a reposição dos nutrientes exportados pela colheita se torna uma necessidade para manter o sistema sustentável e produtivo. Com o reduzido número de plantas de outras espécies arbóreas nos atuais ervais, o galho grosso que sobra da colheita é um dos principais meios de ciclagem de nutrientes nos cultivos. No entanto, o galho grosso, principalmente nos intervalos de colheitas mais longos onde o volume dos mesmos é expressivo, torna-se uma importante fonte de energia ao produtor na forma de lenha. O objetivo do projeto é avaliar intervalos de colheita e a resposta da erva-mate a doses de N, P, K e calagem em cultivos de erva-mate em produção, assim como, o potencial energético e a liberação de nutrientes pelo galho grosso que sobra da colheita. Serão avaliadas doses de N, P e K e três intervalos de colheita em ervais em produção em São Mateus do Sul ? PR. Serão instalado três experimentos de calagem, São Mateus do Sul e Prudentópolis no Paraná e um em Anta Gorda no Rio Grande do Sul. Com os resultados busca-se entender a demanda de N, P, K, Ca e Mg pela planta de erva-mate para subsidiar a recomendação de adubação e calagem para essa cultura. Com os resultados do poder calorífico da madeira do galho que sobra da colheita, almeja-se definir se há viabilidade técnica para a comercialização desse resíduo na forma de lenha ou, da manutenção destes na área para melhorar a ciclagem de nutrientes do sítio.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Integrante / Delmar Santin - Coordenador / Ivar Wendlig - Integrante / Nairam Félix de Barros - Integrante.

  • 2005 - 2005

    Bolsista Fipe no projeto, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

  • 2005 - 2005

    Bolsista Fipe no projeto, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

  • 2003 - 2003

    Bolsista no projeto, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

  • 2002 - 2002

    Bolsista voluntária no projeto, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

  • 2002 - 2002

    Bolsista voluntária do projeto, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Eliziane Luiza Benedetti - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Federal de Santa Catarina. , Avenida dos Expedicionários, Campo D' Água Verde, 89460000 - Canoinhas, SC - Brasil, Telefone: (47) 36274500, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2014 - Atual

    Universidade do Contestado, UnC

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2012 - Atual

    Instituto Federal de Santa Catarina

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Docente do Ensino Básico, Técnico e Tecnológi, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Disciplinas ministradas: - Solos I - Solos II - Zootecnia

    Atividades

    • 06/2012

      Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Federal de Santa Catarina - Campus Canoinhas, .,Linhas de pesquisa

    • 06/2012

      Ensino,,Disciplinas ministradas, Solos I, Solos II, Zootecnia Geral

  • 2008 - 2012

    Universidade Federal de Viçosa

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante

  • 2008 - 2008

    Universidade Federal do Paraná

    Vínculo: Contratação, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

  • 2006 - 2008

    Universidade Federal do Paraná

    Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante de mestrado

  • 2001 - 2006

    Universidade Federal de Santa Maria

    Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 0

    Atividades

    • 04/2005 - 12/2005

      Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Solos, Departamento de Solos.,Atividade realizada, Monitoria na disciplina Fertilidade do Solo (SOL-1008)..

  • 2005 - 2005

    Cooperativa Tritícola de Espumoso Ltda.

    Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Não funcionário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 01/2005 - 02/2005

      Estágios , COTRIEL, .,Estágio realizado, Estágio estra-curricular realizado no Departamento técnico Vegetal. Totalizando 160 horas de estágio..

    • 02/2003 - 02/2003

      Estágios , COTRIEL, .,Estágio realizado, realização de estágio extra-curricular no Setor de Assistência Técnica Vegetal. Totalizando 72 horas de estágio..

  • 2004 - 2004

    Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina

    Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Não funcinário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 02/2004 - 02/2004

      Estágios , EPAGRI, .,Estágio realizado, Estágio extra-curricular na Área de Manejo e Conservação de Solos e de Engenharia Florestal. Totalizando 136 horas de estágio..