Geysiane Costa e Silva

Possui graduação em Ciências Naturais com habilitação em Biologia (Licenciatura Plena) pela Universidade do Estado do Pará (2014) e mestrado em Ciências Ambientais (PPGCA) pela mesma instituição (2018). Atualmente é doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela Rede Bionorte. Participa do Grupo de Pesquisa Estudos Interdisciplinares em Botânica, sediado no Herbário MFS Prof.ª Dra. Marlene Freitas da Silva da UEPA, Belém. Tem experiência em estudos na área da Educação, com ênfase no ensino de ciências, aulas de campo e representações sociais de meio ambiente, bem como em pesquisa etnobotânica em comunidades tradicionais ribeirinhas.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA - REDE BIONORTE

2018 - Atual

Universidade Federal do Amazonas
Flávia Cristina Araújo Lucas. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Cultivos agrícolas; Hidrelétrica na Amazônia; Povos tradicionais; Qualidade de sementes.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Etnobotânica. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia. Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.

Mestrado em CIÊNCIAS AMBIENTAIS

2016 - 2018

Universidade do Estado do Pará
Título: Território, modo de vida e recursos vegetais: os ribeirinhos no contexto da Usina Hidrelétrica Belo Monte, Pará, Brasil,Ano de Obtenção: 2018
Flávia Cristina Araújo Lucas.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Etnobotânica; Hidrelétrica na Amazônia; Povos tradicionais; Sistemas agrícolas; Transformações socioambientais.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Outros / Área: Ciências Ambientais. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Etnobotânica. Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.

Graduação em Ciências Naturais

2011 - 2014

Universidade do Estado do Pará
Título: Representações sociais de meio ambiente: um estudo com licenciandos de diferentes cursos da UEPA, campus Altamira.
Orientador: Inês Trevisan

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 - 2017

Geoprocessamento em Software Livre. (Carga horária: 5h). , ClickGeo - Cursos de Geotecnologia, CLICKGEO, Brasil.

2017 - 2017

Introdução ao QGis. (Carga horária: 12h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2016 - 2016

Métodos de Coleta, Processamento e Identificação de Plantas. (Carga horária: 8h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2016 - 2016

Introdução ao Processamento de Imagem Digital (PDI) utilizando o software T. (Carga horária: 12h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2016 - 2016

Desenvolvendo a Escrita Acadêmica. (Carga horária: 1h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2015 - 2015

Capacitação para aplicação de questionários. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.

2014 - 2014

Capacitação para aplicação de questionários. , Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.

2012 - 2014

Inglês Básico. (Carga horária: 300h). , Centro de Desenvolvimento Regional, CDR, Brasil.

2013 - 2013

Biotecnologia. (Carga horária: 20h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2013 - 2013

Coleções Botânicas: Herbários virtuais. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

2013 - 2013

A vida humana: biotecnologia X ética. (Carga horária: 2h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2012 - 2012

Tecnologias na Educação: Ensinando e Aprendendo. (Carga horária: 100h). , Núcleo de Tecnologia Educacional de Altamira, NTE, Brasil.

2012 - 2012

Coleta e Herborização de Material Botânico. (Carga horária: 8h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2012 - 2012

Aulas de campo na docênca antecipada. (Carga horária: 30h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2011 - 2011

Didatica para o Ensino de Ciências. (Carga horária: 20h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2011 - 2011

Metodologia Científica. (Carga horária: 10h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

2011 - 2011

Software Chemlab (Simulador de Química). (Carga horária: 4h). , Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: Ciências Naturais/Especialidade: Biologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Etnobotânica.

Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Ensino de Ciências.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

PONTES, A. N. ; ROSÁRIO, A. S. do ; SARMENTO, P. S. M. ; SILVA, G. C. ; BLANCO, L. C. M. . I Escola de Verão do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais. 2017. (Outro).

LUCAS, F. C. A. ; LEAO, V. ; MESQUITA, U. ; SILVA, G. C. ; VIEIRA, E. F. . Exposição em Homenagem ao Dia Nacional da Botânica. 2017. (Exposição).

PONTES, A. N. ; LUCAS, F. C. A. ; ALVES, V. R. ; SILVA, G. C. . 5º Simpósio de Estudos e Pesquisas em Ciências Ambientais na Amazônia. 2016. (Congresso).

PONTES, A. N. ; ALVES, V. R. ; LUCAS, F. C. A. ; SILVA, G. C. ; GUTIERREZ, D. M. G. . 2ª Semana de Integração do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais da Universidade do Estado do Pará. 2016. (Outro).

MATOS, S. A. ; SILVA, G. C. ; PORTUGAL, J. F. ; SILVA, M. J. ; SILVA, F. G. ; MOURA, R. ; TORRES, J. S. ; FALCAO, L. ; ALMEIDA, A. A. ; ALVES, N. S. ; SILVA, G. . IV Semana de Ciências Naturais: Ética e Ciência - da formação de profissionais às descobertas científicas. 2013. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

5 Simpósio de Estudos e Pesquisas em Ciências Ambientais na Amazônia. 2016. (Simpósio).

Oficina Linhas de Cuidado da Mulher e da Criança Indígena. 2015. (Oficina).

Seminário de Gestão de Fundos Participativos. 2015. (Seminário).

XI SEMANA ACADÊMICA.DA CITOLOGIA À ORIGEM DA VIDA: UMA ANÁLISE DA ABORDAGEM CTS EM UM LIVRO DIDÁTICO DE BIOLOGIA. 2014. (Outra).

65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. EXPERIÊNCIAS EM AULAS DE CAMPO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM EM CIÊNCIAS/BIOLOGIA. 2013. (Congresso).

Debate: Inovação Social, Popularização do Conhecimento e Desenvolvimento Humano. 2013. (Exposição).

IV Semana das Ciências Naturais.Matéria-prima e suas transformações: uma experiência vivida no estágio supervisionado com alunos das séries iniciais. 2013. (Outra).

Semana das Ciências Naturais. 2013. (Outra).

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. EXPERIÊNCIAS EM AULAS DE CAMPO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM EM CIÊNCIAS/BIOLOGIA. 2013. (Congresso).

IV Fórum de Pesquisa, Ensino, Extensão e Pós-graduação da UEPA.Acadêmicos em Formação e Dificuldades Relacionadas à Abordagem CTSA. 2012. (Outra).

X SEMANA ACADÊMICA.O USO PEDAGÓGICO DO APARELHO CELULAR NO ENSINO DE CIÊNCIAS. 2012. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Alessandro Silva do Rosário

GURGEL, E. S. C.; LEÃO, N. V. M.;ROSÁRIO, A. S.. Território, modo de vida e recursos vegetais: os ribeirinhos no contexto da Usina Hidrelétrica Belo Monte, Pará, Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS AMBIENTAIS) - Universidade do Estado do Pará.

José Augusto Carvalho de Araújo

MAGALHÃES LOPES; MORHY TERRAZAS;ARAÚJO, J. A. C.; SOUZA BRAGA. Território e Modo de Vida: os ribeirinhos atingidos pela Usina Hidrelétrica de Belo Monbte no Pará. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade do Estado do Pará.

Flávia Cristina Araújo Lucas

LUCAS, F.C.A.; MELO, K. M. S.;GURGEL, E. S. C.; SILVA, R. O.. Território, modo de vida e recursos vegetais: Os ribeirinhos no contexto da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, Pará, Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS AMBIENTAIS) - Universidade do Estado do Pará.

Flávia Cristina Araújo Lucas

LEAO, N. V. M.;GURGEL, E. S. C.; ROSARIO, A. S.;LUCAS, F.C.A.. Território, modo de vida e recursos vegetais: Os ribeirinhos no contexto da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, Pará, Brasil. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS AMBIENTAIS) - Universidade do Estado do Pará.

Kátia Maria dos Santos Melo

LUCAS, F. C. A.; GURGEL, E. S. C.; SILVA, R. O.;MELO, K. M. S.. Território, modo de vida e recursos vegetais: os ribeirinhos no contexto da usina Hidrelétrica Belo Monte, Pará, Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS AMBIENTAIS) - Universidade do Estado do Pará.

Regina Oliveira da Silva

LUCAS, F. C. A.; MELO, K. M. S.; GURGEL, E. S. C.;SILVA, REGINA OLIVEIRA DA. Território, modo de vida e recursos vegetais:Os ribeirinhos no contexto da UHE Belo Monte, Pará , Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS AMBIENTAIS) - Universidade do Estado do Pará.

Silvana do Socorro Veloso Sodré

SILVA, G. C. E.; LUCAS, F. C. A.; LOPES, S. R. M.; MORAES JUNIOR, M. R.;SODRÉ, S. S. V.. TERRITÓRIO, MODO DE VIDA E RECURSOS VEGETAIS: OS RIBEIRINHOS NO CONTEXTO DA USINA HIDRELÉTRICA BELO MONTE, PARÁ, BRASIL. 2016.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Flávia Cristina Araújo Lucas

SEGURANÇA ALIMENTAR E CONSERVAÇÃO NA AGRICULTURA DE COMUNIDADES RIBEIRINHAS NO XINGU, ALTAMIRA, PARÁ; Início: 2017; Tese (Doutorado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DA BIONORTE - PPG-BIONORTE) - Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Flávia Cristina Araújo Lucas

Comunidades ribeirinhas em Altamira: agricultura familiar e socioeconomia na problemática de Belo Monte; 2017; Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade do Estado do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Flávia Cristina Araújo Lucas;

Marcia Grisotti

Saude e ambiente: um estudo sobre os processos sociais e epidemiologicos que acompanham a construao da hidreletrica de Belo Monte; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Biologia) - Universidade Estadual do Pará; Orientador: Marcia Grisotti;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

SILVA, G. C. ; LUCAS, F. C. A. ; MORAES JUNIOR, M. R. . Território, modo de vida e recursos vegetais: os ribeirinhos no contexto da UHE Belo Monte. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

SILVA, G. C. . Manejo dos recursos vegetais em Comunidades Agrícolas. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

SILVA, G. C. ; LOBATO, G. J. M. ; LUCAS, F. C. A. . Pesquisa com seres humanos: submissão de projetos na Plataforma Brasil. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SILVA, G. C. . Área de coleta de dados. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

MARQUES, J. R. A. ; SILVA, G. C. . Educação Ambiental como medida preventiva para controle de doenças parasitárias. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

SILVA, G. C. ; GONCALVES, C. . Celular: uma proposta de utilização como ferramenta educativa. 2013. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Agricultura familiar ribeirinha: conservação, soberania e segurança alimentar em comunidades do Xingu atingidas pela Hidrelétrica Belo Monte em Altamira, Pará., Descrição: Populações tradicionais ribeirinhas estabelecem dinâmicas de organização comunitária e produtiva, diretamente ligadas à natureza e aos seus ciclos. Na região do médio Xingu, município de Altamira, os ribeirinhos vivenciaram transformações socioambientais provocadas pela Usina Hidrelétrica (UHE) Belo Monte, que geraram perdas materiais e simbólicas em seus modos de vida. Esta pesquisa objetiva identificar estratégias de manejo, produção e circulação de recursos florestais não madeireiros, fundamentais na alimentação e geração de renda das comunidades ribeirinhas atingidas pela Usina Hidrelétrica de Belo Monte.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Geysiane Costa e Silva - Integrante / Flávia Cristina Araújo Lucas - Coordenador / Ely Simone Cajueiro Gurgel - Integrante / Seidel Ferreira dos Santos - Integrante.

  • 2016 - 2018

    Território, modo de vida e recursos vegetais: os ribeirinhos no contexto da usina hidrelétrica belo monte, Pará, Brasil, Descrição: A Usina Hidrelétrica (UHE) Belo Monte, construída no rio Xingu, é foco de intensa controvérsia em razão da magnitude dos seus impactos ambientais e sociais. A implantação do empreendimento, com início em 2011, ocasionou intenso deslocamento populacional nas áreas diretamente atingidas. Com isso, ribeirinhos foram obrigados a deixar seus territórios, onde mantinham modos de vida estreitamente relacionados ao rio e a biodiversidade. O objetivo dessa pesquisa é avaliar o modo de vida dos ribeirinhos afetados diretamente e indiretamente pela UHE Belo Monte, Altamira, Pará, bem como o uso e conhecimentos associados aos recursos vegetais, numa perspectiva de mudança de cenários socioambientais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Geysiane Costa e Silva - Integrante / Flávia Cristina Araújo Lucas - Coordenador / Manoel Tavares de Paula - Integrante / Manoel Ribeiro Moraes Junior - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

  • 2013 - 2018

    Os processos socioepidemiologicos que acompanham a construção da hidrelétrica de Belo Monte, Descrição: O objetivo geral desta pesquisa é analisar o impacto da hidrelétrica de Belo Monte na dinâmica populacional e na área da saúde, especialmente quanto ao aumento dos riscos de doenças infecciosas e parasitárias, com destaque para o estudo das zoonoses. A equipe inclui uma ampla diversidade de profissionais com experiência na região, incluindo sociólogos, biólogos e epidemiólogos. Os resultados terão utilidade imediata para agências responsáveis em garantir o bem estar da população afetada, às quais tem mostrado muito interesse em participar no estudo e de aplicar os resultados nas áreas de saúde e planejamento. Esta proposta está articulada com o projeto a ser submetido ao NIH/USA pelo professor Emilio Moran que pretende fazer um completo survey dos impactos de grandes projetos de infraestrutura sobre população e meio ambiente; como o uso da terra será transformado; e como essas mudanças afetarão o risco de doenças infecciosas e parasitárias. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) . , Integrantes: Geysiane Costa e Silva - Integrante / Emilio Federico Moran - Integrante / Márcia Grisotti - Coordenador / Fernando Dias de Ávila Pires - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Processos Sociais e Ambientais que acompanham a construção da hidrelétrica de Belo Monte, Altamira - Pará, Descrição: O objetivo geral desta pesquisa será examinar o impacto da hidroelétrica de Belo Monte e contribuir à área científica conhecida como ecologia humana. A pesquisa não representa um estudo de caso isolado, porque 147 barragens estão planejadas na Amazônia, 69 delas no Brasil e muitos países veem hidroelétricas como uma solução ao problema energético. Os temas a serem investigados representam desafios: como responder ao rápido aumento de doenças infecciosas, ao rápido aumento demográfico e a resultante carga sanitária, alimentícia e residencial; como responder com políticas adequadas as mudanças na disponibilidade de mão de obra, no uso da terra e nos fluxos de investimentos no setor urbano e rural; e como garantir o desenvolvimento da região em longo prazo. O projeto visa o uso de métodos inovativos como reentrevistas anuais via telefone celular, o uso de imagens de satélite de alta resolução para quantificar mudanças no uso da terra; e analisar processos demográficos nunca antes estudados neste contexto, tais como os investimentos dos trabalhadores da barragem na economia rural e urbana. Os resultados terão utilidade imediata para agências responsáveis em garantir o bem estar da população afetada, as quais têm mostrado muito interesse em participar nos estudos e de aplicar os resultados nas áreas de saúde e planejamento. (AU). , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (2) . , Integrantes: Geysiane Costa e Silva - Integrante / Emilio Federico Moran - Coordenador / Márcia Grisotti - Integrante / Guillaume Leturq - Integrante / Miqueias Calvi - Integrante / Vanessa de Castro Boanada - Integrante.

  • 2012 - 2013

    Aulas de Campo e a Formação de Professores de Ciencias, Descrição: Esta pesquisa visa reconhecer relações em torno do processo de formação de professores de ciências envolvendo aulas de campo, numa perspectiva de produção do conhecimento que abarca a reflexão coletiva de práticas educativas em uma rede de (auto)formação participada, no qual os participantes se sintam sujeitos de sua própria formação ao tempo em que produziam novas teorias, novas práticas. Este projeto envolveu um bolsista e dez voluntários no período de 10 de agosto de 2012 a 15 de maio de 2013. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Geysiane Costa e Silva - Integrante / Inês Trevisan - Coordenador / Cleide Santos de Sousa - Integrante., Financiador(es): Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

Prêmio Stricto Sensu, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade do Estado do Pará.

2014

Excelência Acadêmica do 4° ano do Curso de Ciências Naturais/Biologia, Universidade do Estado do Pará.

2013

Excelência Acadêmica do 3° ano do Curso de Ciências Naturais/Biologia, Universidade do Estado do Pará.

2012

Excelência Acadêmica do 2° ano do Curso de Ciências Naturais/Biologia, Universidade do Estado do Pará.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Universidade Federal do Pará

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2014 - 2016

Universidade Estadual de Campinas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20

Outras informações:
Atuação como bolsista do projeto de pesquisa intitulado "Processos Sociais e Ambientais que acompanham a construção da hidrelétrica de Belo Monte, Altamira - Pará" (processo FAPESP n° 2012/51465-0), com atividades de entrevistas, aplicação de questionários na zona urbana de Altamira e rural (agricultores na Transamazônica BR-230), observação participante, monitoria nas diversas atividades desempenhadas pela equipe de pesquisa e produção de relatórios semanais.

2014 - 2015

Universidade Federal de Santa Catarina

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20

Outras informações:
Participação como bolsista na modalidade Iniciação Científica (PIBIC) no âmbito do projeto de pesquisa denominado "Os processos socioepidemiologicos que acompanham a construção da hidrelétrica de Belo Monte", desempenhando atividades como realização de entrevistas, aplicação de questionários, auxílios nas diversas atividades da pesquisa e produção de relatórios mensais.

2012 - 2013

Universidade do Estado do Pará

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista

Outras informações:
Participação como Bolsista do Projeto de Pesquisa "Aulas de Campo e Formação de Professores", Financiado pela Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa ? FAPESPA, publicado no Diário Oficial do Estado do Pará, no dia 18/10/12, sob o n 32263, coordenado pela Prof.ª Dr.ª Inês Trevisan professora efetiva na instituição.