Daniela Delwing de Lima

Possui graduação em Farmácia (1998) e especialização em Análises Clínicas pela Universidade Luterana do Brasil, mestrado (2003) e doutorado (2007) em Ciências Biológicas (Bioquímica) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atuou como docente universitária da Universidade de Frederico Westphalen - URI e da Universidade de Chapecó - UNOCHAPECÓ. Atualmente é docente da Universidade da Região de Joinville ? UNIVILLE, atuando como orientadora do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Meio Ambiente. Tem experiência na área de Farmácia e Bioquímica, atuando principalmente em pesquisa com os seguintes temas: Erros Inatos do Metabolismo, doenças metabólicas e que acometem o SNC, estresse oxidativo, comportamento e metabolismo energético.

Informações coletadas do Lattes em 29/11/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica)

2004 - 2007

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: PAPEL NEUROPROTETOR DAS VITAMINAS E e C SOBRE ALTERAÇÕES BIOQUÍMICAS E COMPORTAMENTAIS EM RATOS SUBMETIDOS AO MODELO EXPERIMENTAL DE HIPERPROLINEMIA TIPO II
, Ano de obtenção: 2007. Angela Terezinha de Souza Wyse. Palavras-chave: Hiperprolinemia tipo II; Prolina; Antioxidantes; Córtex cerebral.

Mestrado em Ciências Biológicas (Bioquímica)

2002 - 2003

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: ESTUDO DO PAPEL DO ESTRESSE OXIDATIVO EM CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS SUBMETIDOS AO MODELO EXPERIMENTAL DE HIPERPROLINEMIA TIPO II
, Ano de Obtenção: 2003.Angela Terezinha Souza Wyse.Palavras-chave: prolina, estresse oxidativo, córtex cerebral.Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Neurociências.

Especialização em Farmácia e Bioquímica

1999 - 1999

Universidade Luterana do Brasil
Título: INTERFERENCIA DA HEMÓLISE, LIPEMIA, E ICTERÍCIA SOBRE A DOSAGEM DO COLESTEROL: COMPARAÇÃO ENTRE DOIS MÉTODOS.

Graduação em Farmácia

1995 - 1998

Universidade Luterana do Brasil
Título: ESTUDO SOBRE A ABSORÇÃO PERCUTÂNEA DE APITOXINA INTEGRAL, INCORPORADA EM GEL BÁSICO E SUA BIODISPONIBILIDADE EM RATOS COM ARTROSE INDUZIDA
Orientador: Carlos Coelho

Formação complementar

2007 - 2007

Receptores de membrana e a tradução do sinal bioló. , Federação de Sociedades de Biologia Experimental, FESBE, Brasil.

2006 - 2006

Neurobiologia da Depressão. (Carga horária: 2h). , Federação de Sociedades de Biologia Experimental, FESBE, Brasil.

2004 - 2004

Eletrofisiologia Celular. , Federação de Sociedades de Biologia Experimental, FESBE, Brasil.

2004 - 2004

Ferramentas da qualidade. , Laboratório Weinmann, WEINMANN, Brasil.

2000 - 2000

Treinamento Equipamento Advia 1650.. (Carga horária: 40h). , Produtos Diagnósticos BAYER, BAYER, Brasil.

2000 - 2000

Bioquímica Clínica. (Carga horária: 30h). , Hospital de Clínicas de Porto Alegre, HCPA, Brasil.

2000 - 2000

Tópicos Avançados em Erros Inatos do Metabolismo. , Hospital de Clínicas de Porto Alegre, HCPA, Brasil.

1999 - 1999

Curso de Extensão em Biologia Molecular. (Carga horária: 20h). , Universidade Luterana do Brasil, ULBRA, Brasil.

1999 - 1999

Marcadores Bioq. em Doenças Hepáticas e Cardíacas. , Assoc. Farm. Rio Grande do Sul, AFARGS, Brasil.

1998 - 1998

Segurança no Uso de Medicamentos Erros e Prevenção. , Sociedade Brasilieira de Farmácia Hospitalar, SBRAFH, Brasil.

1998 - 1998

Produção e Controle de Medicamentos em Farmácia Ho. , Comissão de Farmacêuticos Hospitalares de Porto Alegre, CFHPOA, Brasil.

1997 - 1997

Uroanálise. , Sociedade Brasileira de Análises Clínicas. PUC., SBAC, Brasil.

1997 - 1997

Operador de Microcomp no Sist. Operacional Windows. (Carga horária: 25h). , 33 Informática Celulares, 33, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Bioquímica.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Fisiologia.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Biofísica.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Bioestatística.

Organização de eventos

Delwing-de Lima, Daniela . Uma viagem pelo Universautista.. 2022. (Outro).

Participação em eventos

IV Simpósio de Fisiopatologia da Dor e I Congresso INC Interdisciplinar da Dor. 2021. (Simpósio).

VII Congresso de Neurociências (CAN). 2021. (Congresso).

I Simpósio de iniciação científica.Pesquisas envolvendo animais. 2020. (Simpósio).

XIV Reunião Regional da FeSBE. 2020. (Outra).

III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. 2019. (Seminário).

47 Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology.In Vitro Citrulline Alters Respiratory Chain in the Cerebral Cortex of Rats: Protection by Resveratrol. 2018. (Encontro).

XXXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE. PROTECTIVE EFFECT OF ANTIOXIDANTS ON CEREBRAL CORTEX OXIDATIVE DAMAGE CAUSED BY INTRACEREBROVENTRICULAR GALACTOSE ADMINISTRATION. 2017. (Congresso).

2nd FALAN Congress (XII Reunion Anual de la Sociedad Chilena de Neurociencias - XXXI Congreso Anual de la Sociedad Argentina de Investigación en Neurociencias - XV Jornadas de la Sociedad de Neurociencias del Uruguay - XXXIX Reunião Anual da la Sociedade. In vitro alteration of energy metabolism by classical galactosemia in cerebrum of rats. 2016. (Congresso).

I Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. 2016. (Seminário).

23rd International Congress of the International Union of Biochemistry and Molecular Biology (IUBMB) and 44th Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology (SBBq). IN VITRO STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS BY CLASSICAL GALACTOSEMIA IN CEREBRUM OF RATS. 2015. (Congresso).

Nona Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão.Caracterização fenólica e estudo do efeito hipolipidêmico do extrato aquoso de repolho roxo (Brassica oleraceae) em ratos. 2015. (Outra).

Nona Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão-MIPE.Efeitos da administração crônica do extrato bruto etanólico e frações acetato de etila e butanol das folhas da espécie Plinia jaboticaba sobre o estresse oxidativo causado pelo etanol. 2015. (Outra).

Nona Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão-MIPE.Avaliação do potencial hipoglicemiante e antioxidante de Eugenia involucrata sobre o estresse oxidativo de ratos diabéticos. 2015. (Outra).

Nona Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão-MIPE.Avaliação do potencial hipoglicemiante e antioxidante de Eugenia involucrata sobre o estresse oxidativo de ratos diabéticos. 2015. (Outra).

Oitava Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão-MIPE.EFEITOS DA ADMINISTRAÇÃO SUB-CRÔNICA DE SINVASTATINA SOBRE OS EFEITOS PROVOCADOS PELO DIMESILATO DE LISDEXANFETAMINA (LDX) EM CEREBELO, HIPOCAMPO E CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS. 2014. (Outra).

Oitava Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão-MIPE.EFEITOS DA ADMINISTRAÇÃO SUB-CRÔNICA DE SINVASTATINA SOBRE OS EFEITOS PROVOCADOS PELO DIMESILATO DE LISDEXANFETAMINA (LDX) EM CEREBELO, HIPOCAMPO E CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS. 2014. (Outra).

XXIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESB. IN VITRO STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS BY HOMOARGININE IN KIDNEY OF RATS. 2014. (Congresso).

18 Seminário de Iniciação Científica da Univille.Perfis de dissolução de comprimidos liquisólidos de sinvastatina contendo polissorbato 30 como solvente não-volátil. 2013. (Seminário).

18 Seminário de Iniciação Científica da Univille.Preparo, caracterização e avaliação da estabilidade de micropartículas de PLA ou PHB contendo avobenzona. 2013. (Seminário).

18 Seminário de Iniciação Científica da Univille.Uso da reconciliação medicamentosa como estratégia para redução de erros de medicação na admissão hospitalar do Hospital Regional Hns Dieter Schimidt. 2013. (Seminário).

18 Seminário de Iniciação Científica da Univille.Estudo do potencial ecotoxicológico de insulinas e análogos de insulinas, utilizando algas do gênero Euglena gracilis para biotestes de toxicidade aquática. 2013. (Seminário).

18 Seminário de Iniciação Científica da Univille.Estudo de formulações em suspensão como veículos para fração de P. djamour. 2013. (Seminário).

18 Seminário de Iniciação Científica da Univille.Efeito do metabólito N-alfa-acetilarginina acumulado na hiperargininemia sobre parâmetros de estresse oxidativo em rins de ratos. 2013. (Seminário).

18 Seminário de Iniciação Científica da Univille.Avaliação do potencial ecotoxicológico de efluentes advindos da produção de medicamentos em pequena escala. 2013. (Seminário).

18 Seminário de Iniciação Científica da Univille.Avaliação do potencial ecotoxicológico de resíduos de 17-alfa-etinilestradiol e 17-beta-estradiol obtidos pós-processo oxidativo avançado a base ozônio destinados a remoção destes hormônios. 2013. (Seminário).

40 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 13 Congresso Brasileiro de Citologia Clínica, 4 Jornada Latinoamericana de Genética Forense. 2013. (Congresso).

Encontro com o Especialista: Biologia Molecular (Importância da fase pré-analítica nos exames de biologia molecular no laboratório de análises clínicas).. 2013. (Encontro).

Encontro com o Especialista: Microbiologia (Perguntas mais frequentes em Microbiologia). 2013. (Encontro).

IX Seminário Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão.Papel protetor de antioxidantes e do L-NAME sobre o dano oxidativo renal em ratos causado pela arginina. 2013. (Seminário).

Sétima Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão (MIPE).EFEITO IN VITRO DO GUANIDINOACETATO SOBRE A ATIVIDADE DA BUTIRILCOLINESTERASE E PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS. 2013. (Outra).

Sétima Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão (MIPE).Efeito das vitaminas E e C e do alopurinol sobre as alterações causadas pela hipoxantina sobre parâmetros de estresse oxidativo em rins de ratos. 2013. (Outra).

Sétima Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão (MIPE).Efeito das vitaminas E e C e do alopurinol sobre as alterações causadas pela hipoxantina sobre parâmetros de estresse oxidativo em rins de ratos. 2013. (Outra).

Semana Acadêmica de Farmácia. 2012. (Encontro).

XXVII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE. IN VITRO STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS BY HYPOXANTHINE IN BLOOD OF RATS: PREVENTION BY ANTIOXIDANTS AND ALLOPURINOL. 2012. (Congresso).

38 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 11 Congresso Brasileiro de Citologia Clínica. 2011. (Congresso).

XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE. EFFECT OF ARGININE AND GUANIDINO COMPOUNDS ON ACETYLCHOLINESTERASE ACTIVITY IN HIPPOCAMPUS OF RATS. 2010. (Congresso).

47 COBEM: Congresso Brasileiro de Educação Médica. 2009. (Congresso).

Curso de atualização em Bioestatística. 2009. (Outra).

Terceira Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão.Efeito in vivo e in vitro da arginina sobre a atividade da piruvato quinase em cérebro de ratos. 2009. (Encontro).

XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE. 2009. (Congresso).

Curso de Bioestatística. 2008. (Outra).

CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES. 2008. (Outra).

CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES. 2008. (Outra).

I Congresso Ibro/Larc de Neurociências da América Latina, Caribe e Península Ibérica. 2008. (Congresso).

II SIMPÓSIO DE ESTUDOS FARMACÊUTICOS. 2008. (Simpósio).

V CICLO DE ESTUDOS: DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR. 2008. (Outra).

CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES. 2007. (Outra).

XXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE. 2007. (Congresso).

XXI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE. 2006. (Congresso).

Encontro de Profissionalização Docente: Introdução à Docência Superior.Encontro de Profissionalização Docente: Introdução à Docência Superior. 2005. (Encontro).

XX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE. XX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE. 2005. (Congresso).

XIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE. XIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE. 2004. (Congresso).

XVIII Reunião Anual da FeSBE. XVIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental ? FeSBE. 2003. (Congresso).

XXXII Reunião Anual da SBBq. XXXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular ? SBBq. 2003. (Congresso).

XXXI Reunião Anual da SBBq. XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq. 2002. (Congresso).

II Congress South American Group for Free Radical Research. II Congress South American Group for Free Radical Research. 2001. (Congresso).

III Encontro de Patologia Clínica do WEINMANN LABORATÓRIO..III Encontro de Patologia Clínica do WEINMANN LABORATÓRIO.. 2000. (Encontro).

Participação na XXIII Reunião Científica do UNILAB: PARASITOLOGIA CLINICA.PARASITOLOGIA CLINICA. 2000. (Seminário).

Participação na XXII Reunião Científica do UNILAB: AVALIAÇÃO LABORATORIAL DAS HEPATITES VIRAIS.AVALIAÇÃO LABORATORIAL DAS HEPATITES VIRAIS. 2000. (Seminário).

II Encontro de Patologia Clínica do WEINMANN LABORATORIO.II Encontro de Patologia Clínica do WEINMANN LABORATORIO. 1999. (Encontro).

IX Semana Acadêmica do Curso de Farmácia - I Semana Acadêmica de Análises Clínicas. IX Semana Acadêmica do Curso de Farmácia - I Semana Acadêmica de Análises Clínicas. 1999. (Congresso).

Participação em Projeto de Pesquisa na Área de Parasitologia.Participação em Projeto de Pesquisa na Área de Parasitologia. 1999. (Oficina).

II Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar. 1998. (Congresso).

III Jornada de Farmácia Hospitalar do Rio Grande do Sul.. III Jornada de Farmácia Hospitalar do Rio Grande do Sul.. 1998. (Congresso).

Participação da Ação Global: Dosagem do colesterol.Participação da Ação Global: Dosagem do colesterol. 1998. (Oficina).

VII Semana Acadêmica do Curso de Farmácia.. VII Semana Acadêmica do Curso de Farmácia.. 1997. (Congresso).

Participação em bancas

Aluno: RODOLFO NUNES BITTENCOURT

MELO JUNIOR, J. C. F.;Delwing-de Lima, Daniela; IERVOLINO, S. A.. NATUREZA E SAÚDE MENTAL: UM ESTUDO DE CASO EM COMUNIDADES TERAPÊUTICAS NA REGIÃO NORDESTE DE SANTA CATARINA. 2022. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Claudete Gasparin

ERZINGER, G. S.; LIMA, H. N.;Delwing-de Lima, Daniela; SILVA, V. C.. Fatores Associados com o Sucesso na Maturação de Fístula Arteriovenosa em Pacientes com Doença Renal Crônica. 2022. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Nathália Jahn

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; Mastroeni, S. S. B. S.. EFEITOS DA SUPLEMENTAÇÃO DE Pleurotus ostreatus SOBRE O PERFIL BIOQUÍMICO E ESTRESSE OXIDATIVO EM CICLISTAS. 2022. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: SABRINA DE BAIRROS

Delwing-de Lima, Daniela; SOARES, A. V.; CORDEIRO, A. F. M.; CHRISTOFOLETTI, R.. FATORES AMBIENTAIS ASSOCIADOS AO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA E SOBRECARGA EMOCIONAL DAS MÃES. 2022. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Alessandra Betina Gastaldi

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; PRA, S. D.; OLIVEIRA, T. M. N.. EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL. 2021. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Leonardo Mangold Winter

LORENZI, L.;Delwing-de Lima, D.; DANTAS, D. V.; ERZINGER, G. S.. EFEITOS DO GRADIENTE ESTUARINO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO DE Anomalocardia flexuosa (GMELIN, 1791) NA BAÍA BABITONGA, SANTA CATARINA. 2021. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Danielle Dias

Delwing-de Lima, Daniela; SOARES, A. V.; PRA, S. D.. ACOMPANHAMENTO FARMACOTERAPÊUTICO DE PACIENTES EM USO DE OPIOIDES PARA DOR CRÔNICA NO ÂMBITO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. 2021. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Gabriele Trevisan Anzolin

SILVA, J. C.; BARP, J.;Delwing-de Lima, Daniela. A Metformina Profilática no Tratamento da Diabetes Mellitus Gestacional. 2020. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Marcelo Saraiva Araújo

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.; Mastroeni, S. S. B. S.; CARVALHO, T.. EFEITOS DA REABILITAÇÃO CARDIOVASCULAR E METABÓLICA SOBRE O SISTEMA CARDIOVASCULAR E O ESTADO REDOX DE PACIENTES APÓS SOFREREM SÍNDROME CORONARIANA AGUDA. 2020. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Ketrin Goetz Muller

Delwing-de Lima, Daniela; FRANCA, P. H. C.; MASTROENI, M. F.; DELATORRE, L. D. C.. Intervalos de Referência por Método Indireto para Marcadores Séricos Hepáticos em Crianças Brasileirass. 2020. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Andrea Betina Schmitt

SILVA, J. C.; SIMOES, M. A.;Delwing-de Lima, Daniela. Análise da Composição Corporal de Fetos em Gestantes com Diabetes Mellitus Gestacional. 2020. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Eduardo Cabral Gonçalves

LORENZI, L.;Delwing-de Lima, Daniela; ERZINGER, G. S.; DANTAS, D. V.. Variação Espacial e Temporal da Contaminação de Metais Pesados e Estresse Oxidativo em Donax hanleyanus (Mollusca, Bivalvia) na Praia Grande, São Francisco do Sul. 2020. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Cecilia Burigo Correa

Delwing-de Lima, Daniela; MASTROENI, M. F.; KUNTZ, M. G. F.. Idade da Menarca e seu Efeito no Estado Nutricional Materno Dois e Quatro Anos após o Parto: Estudo de Coorte. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Karine Louize Vincenzi

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; COELHO, C. W.; PRA, S. D.. EFEITO IN VITRO DE METABÓLITOS ACUMULADOS NA CITRULINEMIA TIPO I SOBRE PARÂMETROS DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM CÉREBRO DE RATOS: PAPEL PROTETOR DO RESVERATROL. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Ana Júlia Dutra Nunes

Delwing-de Lima, Daniela; CREMER, M. J.; BRITO, C. F. A.; BUENO, M. G.. Prevalência da Infecção por Plasmodium spp e sua Associação com os Parâmetros Bioquímicos e Hematológicos de Alouatta guariba clamitans (Cabrera, 1940) (Primates: Atelidae) de Vida Livre. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Juliana Malinovski

Delwing-de Lima, Daniela; MASTROENI, M. F.; BARP, J.. Perfil Lipídico do Recém-Nascido e seu Efeito no Estado Nutricional aos Dois Anos de Idade. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Scheila Medeiros

Delwing-de Lima, Daniela; RINNERT, C. H.; VALENTE, C.. AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE, HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II. 2019. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Victor Hugo Antonio Joaquim

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.; SILVEIRA, P. C. L.; Mastroeni, S. S. B. S.. ADAPTAÇÕES METABÓLICAS E DE ESTRESSE OXIDATIVO INDUZIDAS PELO TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO EM MÚSCULO ESQUELÉTICO DE RATOS OBESOS. 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: LARISSA DELMONEGO

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; PRA, S. D.; GERN, R. M. M.. PAPEL PROTETOR DO RESVERATROL SOBRE O DANO OXIDATIVO CEREBRAL EM RATOS CAUSADO PELA CITRULINEMIA TIPO I. 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Guilherme Dienstmann

Delwing-de Lima, Daniela; SILVA, J. C.; BARP, J.. Avaliação do Efeito do Cloridrato de Metformina sobre o Perfil Lipídico, Índice de Massa Corporal e ganho de peso em Gestantes Obesas.. 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Sonia dos Santos Toriani

Delwing-de Lima, Daniela; OLIVEIRA, T. M. N.; ROCHA, E. D. M.. A Influência do Organofosforado Malation 500 EC na Função Hepática, Renal e Tireoidiana em ratas. 2017. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Aline Barbosa Lima

Delwing-de Lima, Daniela; ZENI, A. L. B.; COELHO, C. W.. AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Eugenia brasiliensis SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO DE RATOS HIPERLIPIDÊMICOS. 2017. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Magda Helena Soratto Heitich Ferraza

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; OLIVEIRA, T. M. N.. Avaliação das Alterações Hematológicas, de Estresse Oxidativo, da Função Tireoidiana, Renal e Hepática na Intoxicação por Chumbo.. 2017. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Silmara Brietzig

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; ZENI, A. L. B.; COELHO, C. W.. PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES CLÁSSICOS SOBRE O DANO OXIDATIVO SANGUÍNEO EM RATOS CAUSADO PELA GALACTOSEMIA CLÁSSICA. 2016. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: André Felipe Rodrigues

Delwing-de Lima, DanielaDUTRA FILHO, C. S.; CUNHA, A. A.. ALTERAÇÕES BIOQUÍMICAS, HISTOLÓGICAS E COMPORTAMENTAIS EM RATOS SUBMETIDOS À ADMISTRAÇÃO INTRACEBROVENTRICULAR DE GALACTOSE. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Bioquímica)) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ariene Sampaio Souza Farias Ulbricht

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; COELHO, C. W.; Mastroeni, S. S. B. S.. EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS SUBMETIDOS À DIETA HIPERLIPÍDICA. 2016. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Monique Fröhlich Tonet

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; COELHO, C. W.; ZENI, A. L. B.. EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO E SOBRE A ACETILCOLINESTERASE EM CÉREBRO DE RATOS: PAPEL PROTETOR DO ÁCIDO ASCÓRBICO, TROLOX E GLUTATIONA. 2015. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Simone Sasso

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; ERZINGER, G. S.. EFEITOS DOS COMPOSTOS GUANIDÍNICOS ACUMULADOS NA HIPERARGININEMIA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RINS, FÍGADO E SANGUE DE RATOS: PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E e C e DO L-NAME. 2014. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Fernanda Virgílio Poli

Delwing-de Lima, Daniela; FRANCO, C. R. C.; GERN, R. M. M.; PINHO, M. S. L.. Efeito de diferentes extratos de Pleurotus djamor e Pleurotus sajor-caju sobre Células Vero e Células de Sarcoma 180. 2013. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Willian Barbosa Sales

Delwing-de Lima, Daniela; SILVA, J. C.; MASTROENI, M. F.; COELHO, I. C.M.. INFLUÊNCIA DO PERFIL LIPÍDICO MATERNO ALTERADO NO PERFIL LIPÍDICO DO RECÉM-NASCIDO. 2013. Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; CORDEIRO, A. F. M.; FERREIRA, G. K.. Avaliação e Associação entre as Diferentes Categorias de Biomarcadores Periféricos relacionados ao comprometimento das Funções Cognitivas e da Funcionalidade em Pacientes Eutímicos com Transtorno Bipolar I / II ? Utilizando os testes FAST e FAB. 2022. Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Sonia dos Santos Toriani

OLIVEIRA, T. M. N.;Delwing-de Lima, Daniela; FERREIRA, M. G.; VAZ, C.; SILVEIRA, M. L. L.. Avaliação Toxicológica Pré- Clínica do Consumo de Peixes da Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira em Ratos. 2022. Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Tiago Neves Veras

Delwing-de Lima, Daniela; SILVA, J. C.; STEIN, R. T.; SANTANA, A. N. C.; LIMA, H. N.. AVALIAÇÃO DA MORBIDADE RESPIRATÓRIA EM PREMATUROS NOS PRIMEIROS 12 MESES DE VIDA: COORTE PROSPECTIVA DA MATERNIDADE DARCY VARGAS. 2021. Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Jarbas galvao

Delwing-de Lima, D.; SOARES, A. V.; MATTOS, D.; CARVALHO, L. C.. DESFECHOS EPIDEMIOLÓGICOS EM PACIENTES COM ANEURISMA CEREBRAL ROTO NÃO TRAUMÁTICO. 2021. Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Sara Cristiane Barauna

Delwing-de Lima, D.; DELWING-DAL MAGRO, D.; RODRIGUES, A. L. S.; ZENI, A. L. B.; GERN, R. M. M.. EFEITO TIPO-ANTIDEPRESSIVO E ANTIOXIDANTE DE EUGENIA CATHARINENSIS EM UM MODELO ANIMAL PREDITIVO DE ATIVIDADE ANTIDEPRESSIVA INDUZIDA POR CORTICOSTERONA. 2020. Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Simone Sasso

Delwing-de Lima, Daniela; ZENI, A. L. B.; PRA, S. D.; COELHO, C. W.. EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO E DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM RATOS. 2019. Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: LARISSA DELMONEGO

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; FERREIRA, G. K.; COELHO, C. W.. Efeito do Treinamento Aeróbico de Alta Intensidade e da Suplementação com L-Carnitina sobre o Estresse Oxidativo, Metabolismo Energético e Inflamação em Ratos Obesos. 2022. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Jarbas galvao

Delwing-de Lima, Daniela; SOARES, A. V.; MATTOS, D.. DESFECHOS EPIDEMIOLÓGICOS EM PACIENTES COM ANEURISMA CEREBRAL ROTO NÃO TRAUMÁTICO. 2021. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Tiago Neves Veras

Delwing-de Lima, D.; SILVA, J. C.; STEIN, R. T.. AVALIAÇÃO DA MORBIDADE RESPIRATÓRIA EM PREMATUROS NOS PRIMEIROS 12 MESES DE VIDA: COORTE PROSPECTIVA DA MATERNIDADE DARCY VARGAS. 2021. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Sonia dos Santos Toriani

OLIVEIRA, T. M. N.;Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; SCHNEIDER, A. L. S.. Avaliação Toxicológica Pré-clínica do Consumo de Peixes da Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira em Ratos. 2021. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

Delwing-de Lima, D.; CORDEIRO, A. F. M.; FERREIRA, G. K.. Avaliação e Associação entre as Diferentes Categorias de Biomarcadores Periféricos relacionados ao comprometimento das Funções Cognitivas e da Funcionalidade em Pacientes Eutímicos com Transtorno Bipolar I / II ? Utilizando os testes FAST e FAB. 2021. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Sara Cristiane Barauna

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; RODRIGUES, A. L. S.; GERN, R. M. M.. EFEITO TIPO-ANTIDEPRESSIVO E ANTIOXIDANTE DE Eugenia catharinensis EM UM MODELO ANIMAL PREDITIVO DE ATIVIDADE ANTIDEPRESSIVA INDUZIDA POR CORTICOSTERONA. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Simone Sasso

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.; ZENI, A. L. B.. EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO E DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM RATOS. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: ANA CAROLINA DE MORAES

Delwing-de Lima, Daniela; DANIELE, Y. M. S.; BALDIN, N.. A Problematização: Caminhos para um Encontro entre a Educação Ambiental e as Metodologias Ativas de Aprendizagem. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Willian Barbosa Sales

Delwing-de Lima, Daniela; SILVA, J. C.; MASTROENI, M. F.. Uso da Metformina para Prevenção da Diabetes Mellitus Gestacional em Gestantes Obesas. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Ricardo Clemente Rosa

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.; Mastroeni, S. S. B. S.; LORENZI, L.. EFEITOS DO TREINAMENTO INTERVALADO AERÓBICO NA APTIDÃO CARDIORRESPIRATÓRIA, ESTADO REDOX E PARÂMETROS BIOQUÍMICOS DE CARDIOPATAS. 2022. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Gabriela Borgmann

Delwing-de Lima, Daniela; ERZINGER, G. S.. Bioprospecção e Potencial Hipoglicemiante, Hipolipemiante e Antioxidante de Myrcia pubipetala na Diabetes Tipo II?. 2022. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: KATHERINE PLAUTZ

Delwing-de Lima, Daniela; PRA, S. D.; SILVEIRA, M. L. L.. Efeito dos Polissacarídeos de Schizophyllum Commune em Modelos Pré-Clínicos de Dor Crônica e Aguda. 2022. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Marina Borges Wageck Horner

LIMA, H. N.;Delwing-de Lima, Daniela; WESTPHAL, G. A.. ASSOCIAÇÃO ENTRE HIPERGLICEMIA COM A MOBILIDADE MUSCULAR DE PACIENTES COM SEPSE EM UMA UTI PRIVADA: COORTE HISTÓRICA DE BASE HOSPITALAR, JOINVILLE, BRASIL. 2022. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Sabrina de Bairros Zancanaro

Delwing-de Lima, Daniela; SOARES, A. V.; CORDEIRO, A. F. M.. FATORES AMBIENTAIS ASSOCIADOS AO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA E SOBRECARGA EMOCIONAL DAS MÃES. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Danielle Dias

Delwing-de Lima, Daniela; SOARES, A. V.. ACOMPANHAMENTO FARMACOTERAPÊUTICO DE PACIENTES EM USO DE OPIOIDES PARA DOR CRÔNICA NO ÂMBITO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Nathália Jahn

Delwing-de Lima, D.; Mastroeni, S. S. B. S.; ERZINGER, G. S.. EFEITOS DA SUPLEMENTAÇÃO DE Pleurotus ostreatus SOBRE O PERFIL BIOQUÍMICO E ESTRESSE OXIDATIVO EM CICLISTAS. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Claudete Gasparin

Delwing-de Lima, Daniela; ERZINGER, G. S.; LIMA, H. N.; SILVA, V. C.. Avaliação de Determinantes de Maturação da Primeira Fístula Arteriovenosa em Pacientes com Doenças Renais Crônica. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: RODOLFO NUNES BITTENCOURT

MELO JUNIOR, J. C. F.; IERVOLINO, S. A.;Delwing-de Lima, Daniela. Natureza e Saúde Mental: Um Estudo de Caso em Comunidades Terapêuticas na Região Nordeste de Santa Catarina. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Nathielli Nayara Pauleti

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; ALBERTON, M. D.. EFEITOS BIOLÓGICOS DO EXTRATO HIDROALCÓOLICO, FRAÇÃO ACETATO DE ETILA E COMPOSTOS ISOLADOS DE Myrcia Tijucensis EM MODELO ANIMAL DE DIABETES MELLITUS TIPO 1. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em BIODIVERSIDADE) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Leonardo Mangold Winter

Delwing-de Lima, D.; LORENZI, L.; ERZINGER, G. S.. EFEITOS DO GRADIENTE ESTUARINO SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO DE Anomalocardia brasiliana (GMELIN, 1791) NA BAÍA BABITONGA, SANTA CATARINA. 2021. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Andrea Betina Schmitt

SILVA, J. C.;Delwing-de Lima, D.. Análise da Composição Corporal de Fetos em Gestantes com Diabetes Mellitus Gestacional. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Cassio Fon Ben Sum

Delwing-de Lima, Daniela; FRANCO, S. C.; LIMA, H. N.. Análise Epidemiológica dos Cinco Primeiros Anos de um Serviço de Referência em Cirurgia Cardiovascular Pediátrica, localizado na Cidade de Joinville, Estado de Santa Catarina.. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Alessandra Betina Gastaldi

Delwing-de Lima, D.; PRA, S. D.; OLIVEIRA, T. M. N.. EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Scheila Medeiros

Delwing-de Lima, Daniela; RINNERT, C. H.. AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE, HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Marcelo Saraiva Araújo

Delwing-de Lima, Daniela; Werlang-Coelho, C.; WESTPHAL, G.. EFEITOS DA REABILITAÇÃO CARDIOVASCULAR E METABÓLICA SOBRE O SISTEMA CARDIOVASCULAR E O ESTADO REDOX DE PACIENTES APÓS SOFREREM SÍNDROME CORONARIANA AGUDA. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Ketrin Goetz Muller

FRANCA, P. H. C.; MASTROENI, M. F.;Delwing-de Lima, Daniela. Intervalos de Referência para Testes Laboratoriais de Avaliação Hepática em Crianças Brasileiras. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Gabriele Trevisan Anzolin

SILVA, J. C.;Delwing-de Lima, Daniela. O Uso da Metformina Profilática no Tratamento da Diabetes Mellitus Gestacional. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Eduardo Cabral Gonçalves

LORENZI, L.;Delwing-de Lima, Daniela; ERZINGER, G. S.. Donax Hanleyanus (Mollusaca, Bivalvia) como Indicador da Qualidade Ambiental na Praia Grande, São Francisco do Sul, Santa Catarina. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Cecilia Burigo Correa

Delwing-de Lima, Daniela; MASTROENI, M. F.. Efeito da Idade da Menarca no Estado Nutricional Materno Dois e Quatro Anos após o Parto: Estudo de Coorte. 2018.

Aluno: Juliana Malinovski

Delwing-de Lima, Daniela; MASTROENI, M. F.. Perfil Lipídico do Recém-Nascido e seu Efeito no Estado Nutricional aos Dois anos de Idade. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Karine Louize Vincenzi

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.. EFEITO IN VITRO DE METABÓLITOS ACUMULADOS NA CITRULINEMIA TIPO I SOBRE PARÂMETROS DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM CÉREBRO DE RATOS: PAPEL PROTETOR DO RESVERATROL. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: LARISSA DELMONEGO

Delwing-de Lima, Daniela; GERN, R. M. M.. PAPEL PROTETOR DO RESVERATROL SOBRE O DANO OXIDATIVO CEREBRAL EM RATOS CAUSADO PELA CITRULINEMIA TIPO I. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Guilherme Dienstmann

Delwing-de Lima, Daniela; SILVA, J. C.. Efeito do Cloridrato de Metformina sobre as diferenças dos valores do Perfil Lipídico e Índice de Massa Corporal em Gestantes Obesas.. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Ana Júlia Dutra Nunes

Delwing-de Lima, Daniela; CREMER, M. J.. Prevalência da Infecção por Plasmodium spp e sua Associação com os Parâmetros Bioquímicos e Hematológicos de Alouatta guariba clamitans (Cabrera, 1940) (Primates: Atelidae) de Vida Livre. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Victor Hugo Antonio Joaquim

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.; Mastroeni, S. S. B. S.. ADAPTAÇÕES METABÓLICAS E DE ESTRESSE OXIDATIVO INDUZIDAS PELO TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO EM RATOS OBESOS. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Magda Helena Soratto Heitich Ferrazza

Delwing-de Lima, Daniela; OLIVEIRA, T. M. N.. AVALIAÇÃO DAS ALTERAÇÕES HEMATOLÓGICAS, DE ESTRESSE OXIDATIVO, DA FUNÇÃO TIREOIDIANA E HEPÁTICA NA INTOXICAÇÃO POR CHUMBO. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Aline Barbosa Lima

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.. EFEITOS HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Eugenia brasiliensis EM MODELO ANIMAL DE HIPERTRIGLICERIDEMIA INDUZIDA POR ÓLEO DE COCO EM RATOS. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Ariene Sampaio Souza Farias Ulbricht

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.; Mastroeni, S. S. B. S.. EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS OBESOS. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Sonia dos Santos Toriani

Delwing-de Lima, Daniela; OLIVEIRA, T. M. N.. A Influência do Organofosforado Malation 500 EC na Função dos Hormônios Tireoidianos, Fígado e Rins em Ratas. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: MONIQUE FRÖHLICH

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.. EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO E SOBRE A ACETILCOLINESTERASE EM CÉREBRO DE RATOS: PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E e C E DA GLUTATIONA. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Silmara Brietzig Hennrich

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.. PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES CLÁSSICOS SOBRE O DANO OXIDATIVO SANGUÍNEO EM RATOS CAUSADO PELA GALACTOSEMIA CLÁSSICA. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Simone Sasso

Delwing-de Lima, Daniela; ERZINGER, G. S.. EFEITO DOS COMPOSTOS GUANIDÍNICOS ACUMULADOS NA HIPERARGININEMIA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RINS, FÍGADO E SANGUE DE RATOS: PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E e C e DO L-NAME. 2014.

Aluno: Fernanda Virgílio Poli

Delwing-de Lima, Daniela; GERN, R. M. M.; PINHO, M. S. L.. Efeito de diferentes extratos de Pleurotus djamor e Pleurotus sajor-caju sobre células Vero e células de Sarcoma 180. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Willian Barbosa Sales

Delwing-de Lima, Daniela; SILVA, J. C.; MASTROENI, M. F.. Influência do Perfil Lipídico Materno Alterado no Perfil Lípidico do Recém-Nascido. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Aclair Cesar Cabana

Delwing-de Lima, Daniela. Informatização nos Serviços Farmacêuticos do Município: da Farmácia Básica e a toda Cadeia Farmacêutica.. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de Gestão da Assistência Farmacêuti) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Adaiane Daros

Delwing-de Lima, Daniela. Implantação do Programa Medicamento em Casa no Município de Turvo, SC.. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de Gestão da Assistência Farmacêuti) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: André Gustavo Cubas Silva

Delwing-de Lima, Daniela. Plano de Gestão da Assistência Farmacêutica no Município de Itaiopolis/SC.. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de Gestão da Assistência Farmacêuti) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: César Antonio Velasques

Delwing-de Lima, Daniela. Uma Estrutura Física Adequada: Uma realidade que precisa ser buscada. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de Gestão da Assistência Farmacêuti) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Cinara Michels da Costa

Delwing-de Lima, Daniela. Assistência Farmacêutica para melhoria nas farmácias nas UBS.. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de Gestão da Assistência Farmacêuti) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Cintia Vitto Bongioglo

Delwing-de Lima, Daniela. Serviço de Dispensação da Farmácia Básica Central do Município de Araranguá - SC: uma proposta de garantia do uso racional de medicamentos. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de Gestão da Assistência Farmacêuti) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Claudio Luis Cordova Vargas

Delwing-de Lima, Daniela. Automedicação e Consumo Excessivo de Medicamentos: uma realidade da população de Imbuia.. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de Gestão da Assistência Farmacêuti) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Cristiane Pfleger

Delwing-de Lima, Daniela. Planejamento Estratégico Situacional: construção de um plano operativo para melhoria da estrutura física da farmácia de referência do Distrito Sanitário Norte, Secretaria Municipal de Saúde, Florianópolis, SC.. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização de Gestão da Assistência Farmacêuti) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Luciana Maria Mazon

MAZON, L.M.;DELWING, D.DELWING, D.CRUZ, J.G.P.. Evidências da Exposição a Agrotóxicos e o Desenvolvimento da Doença de Parkinson: Uma Pesquisa de Revisão.. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Neurociências) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Paulo Henrique Azevedo Grande

GRANDE, P.H.A.;DELWING, D.DELWING, D.CRUZ, J.G.P.. Avaliação Neuropsicológica na Afasia Progressiva Não-Fluente: Um Relato de Caso. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Neurociências) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Marta Papke da Silva Pasold

DELWING, D.DELWING, D.CRUZ, J.G.P.. TRANSTORNOS DE ANSIEDADE EM CRIANÇAS NA FASE ESCOLAR: Alternativas para o tratamento a partir da Ludoterapia, Ludopedagogia, Psicoterapia e Fármacos.. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Neurociências) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Ana Julia Campos e Matheus Henrique Ruela Mews

Delwing-de Lima, Daniela; WIESE, L. P. L.. Adaptação de modelo pré-clínico de indução aguda e crônica de úlcera gástrica e avaliação da atividade gastroprotetora de Eugenia Brasilienses.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Henrique Luis Petrek Bonde e Naisa Chiareli Rosa

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; MANFREDI, M. A. B.. Avaliação do potencial hipoglicemiante e antioxidante de Eugenia involucrata sobre o estresse oxidativo de ratos diabéticos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Harrison Gustavo Pech Corrêa e Pollyanna Toldo Nantes

Delwing-de Lima, Daniela; DELWING-DAL MAGRO, D.; BARAUNA, S. C.. AVALIAÇÃO DO POTENCIAL PROTETOR DE Eugenia involucrata SOBRE OS EFEITOS CAUSADOS PELO DIABETES SOBRE PARÂMETROS DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM CÉREBRO DE RATOS. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Silvana Rodrigues de Quevedo e Larissa Desordi

Delwing-de Lima, Daniela; COELHO, C. W.; GERN, R. M. M.. Efeitos de dois protocolos de treinamento aeróbico sobre parâmetros de estresse oxidativo em sangue de ratos obesos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Bruno Veber

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; ZENI, A. L. B.; PITZ, H. S.. Avaliação da atividade antioxidante do extrato aquoso do repolho roxo (Brassica oleraceae Linnaeus var. Capitata f. rubra DC.) em ratos submetidos à hiperlipidemia aguda. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Maria Luiza Landmann e Nariana Pereira

Delwing-de Lima, Daniela; PEREIRA, E. M.; GERN, R.; CARSTENS, H.. Avaliação da atividade hepato e nefroprotetora dos polissacarídeos isolados de Pleurotus djamor em ratos.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Aline Biava e Cristiane Batista de Souza

Delwing-de Lima, Daniela; RAMOS, S. A.; HEIDER, C. D.; ERZINGER, G.. AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES SÉRICOS EM PACIENTES SUBMETIDOS AO TRANSPLANTE RENAL NA FUNDAÇÃO PRÓ-RIM ? JOINVILLE- S.C.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Maycon E

Delwing-de Lima, Daniela; ERZINGER, G.; PINTO, L. H.. Matias.Avaliação da remoção de 17 -Estradiol por caldo enzimático de Pleurotus sajor-caju CCB019.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Débora E

Delwing-de Lima, Daniela; PEZZINI, B. R.; PINTO, L. H.. Aguiar e Thais A. Brobowicz.Estudo do potencial de risco ecotoxicológico a curto e longo prazo de formulações inovadoras contendo atenolol utilizando Daphnias magna como marcadores de bioteste.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Suelen Vieira e Anna Francisca M

Delwing-de Lima, Daniela; HEYDER, C.; RAMOS, S. A.. Chapievski.Avaliação e monitoramento da eficácia da transfusão de concentração de hemácias em pacientes ambulatoriais do Hemocentro Regional de Joinville/SC. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Letícia Dalmedico e Mayara Hostin

Delwing-de Lima, Daniela; WIESE, J.; RANGEL, L.; HENRIQUE, L.. O uso de Alisquireno como antiproteinúrico em pacientes transplantados renais.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Sheila K

Delwing-de Lima, Daniela; DELGMANN, R. C.; CORTIVO, G. D.. Baron e Karina Tomelin.nvestigação da incidência de infecção do trato urinário em gestantes atendidas no laboratório municipal de analises clinicas do município de São Bento do Sul/SC.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Maiara Xavier e Rosane Baptista

Delwing-de Lima, Daniela; RAMOS, S. A.; GERN, R.. Incidência de fatores de risco para doença cardiovascular em clientes atendidos no Ghanem Laboratório Clínico, Joinville/SC.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Guilherme André Eger , Vinicius Vialle Ferreira

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; BATISTA, K.Z.S.. Guanidinoacetato altera as defesas antioxidantes e a atividade da butirilcolinesterase em sangue de ratos.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Aflânio R

Delwing-de Lima, Daniela; WIESE, L. P. L.. Gregolim e Rodrigo Lodetti.Adesão ao tratamento da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) na unidade sanitária do município de Joinville - SC.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: André Felipe Rodrigues

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; HIRANO, Z. M. B.. Estudo in vitro das alterações provocadas pela hipoxantina em rim de ratos sobre parâmetros de estresse oxidativo e os efeitos das vitaminas E e C e do alopurinol. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Berenice Richter

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; BARAUNA, S.. Atividade antioxidante do extrato bruto hidroalcoólico e das frações acetato de etila e butanol das folhas de Plinia jaboticaba (Vell.) Kausel (Myrtaceae) sobre os efeitos do etanol em ratos Wistar.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Leila Alcantara

Delwing-de Lima, Daniela; RAMOS, S. A.; ERZINGER, G.. SUBSTITUIÇÃO DA DOSAGEM DE MICROALBUMINÚRIA EM URINA DE 24 HORAS PELA RELAÇÃO MICROALBUMINÚRIA/CREATININA EM AMOSTRA ISOLADA PARA DETECÇÃO PRECOCE DE PROBLEMAS RENAIS EM PACIENTES PORTADORES DE DIABETES MELLITUS. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Gabriela Devigilli e Heloisa Biff

Delwing-de Lima, Daniela; PINTO, L. H.; ERZINGER, G.. ESTUDO DO POTENCIAL ECOTOXICOLÓGICO DE INSULINAS E ANALOGOS DE INSULINAS, UTILIZANDO ALGAS DO GENERO Euglena gracilis PARA BIOTESTES DE TOXICIDADE AQUÁTICA. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Helena Souza e Tamara Carneiro

Delwing-de Lima, Daniela; PINTO, L. H.; WIESE, J.. ESTUDO DA FREQUÊNCIA DE INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS OCORRIDAS EM PACIENTES INTERNADOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Mirelly M

Delwing-de Lima, Daniela; PEREIRA, E. M.; RAMOS, S. A.. B. Wissoski.AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HEPATO E NEFROTÓXICO DAS FRAÇÕES ESTRATIVAS I E II DE Pleurotus sajor caju EM CAMUNDONGOS. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Morgahna nathalie Wanser

Delwing-de Lima, DanielaDelwing-Dal Magro, Débora; BLATT, S.. EFEITO IN VITRO DA HIPOXANTINA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Jacqueline Ferreira e Magali Bazzanella

Delwing-de Lima, Daniela; WIESE, J.; SOARES, L.. Avaliação da farmácia caseira e orientação quanto aos riscos da automedicação aos usuários do Sistema Único de Saúde. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Rafaela Sierth

Delwing-de Lima, Daniela; ERZINGER, G.; PINTO, L. H.. Avaliação das alterações fisiológicas das algas Euglena Gracillis frente a presença de estrógenos e seus derivados.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Débora Schmitz e Deise Schmitz

Delwing-de Lima, Daniela; WIESE, J.; PEREIRA, E. M.. Análise do perfil dos pacientes que adquiriram o medicamento teriparatida (Fortéo) na Farmácia Escola UNIVILLE/SMS/SUS por meio de ação judicial extensiva. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Heloisa Steinbach e Vitoria kruger

Delwing-de Lima, Daniela; PINTO, L. H.; ERZINGER, G.. Avaliação do risco de potencial ecotoxicologico de resíduos de 17 estradiol obtidos pós-processo oxidativo a base de peróxido de hidrogênio destinados a remoção deste hormônio.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Cindy Laís Pett Vieira e Anderlise Almeida da Silva

Delwing-de Lima, Daniela; RAMOS, S. A.; SILVEIRA, M. L. L.. DETERMINAÇÃO DA VIABILIDADE DAS AMOSTRAS DE SANGUE ARTERIAL PARA GASOMETRIA, EM RELAÇÃO AO TEMPO E ACONDICIONAMENTO APÓS A COLETA. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Gislaine Maria Marestoni Grola

Delwing-de Lima, Daniela; PEREIRA, E. M.; ERZINGER, G.. EFEITO IN VIVO E IN VITRO DA ARGININA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RINS DE RATOS. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Gustavo Metzdorf Junges e Roberto Roecker

DELWING, D.DELWING, D.; SILVA, G.E.. Efeito in vivo e in vitro da prolina sobre parâmetros de estresse oxidativo em sangue de ratos. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Aluno: Izabel Cristina Celeski e Jaqueline Kock Fergutz

DELWING, D.; PEZZINI, B.R.. Avaliação dos níveis séricos de colesterol total, HDL-c, LDL-c e triglicerídeos em ratos com hiperlipidemia induzida por dexametasona intraperitoneal e/ou óleo de coco oral. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Fabiano Dias Agapito e Ricardo Vellasques Malucelli

DELWING, D.; RAMOS, S.A.. Avaliação da ocorrência de parasitoses intestinais e correlações hematológicas em pacientes atendidos no Laboratório KN Análises Clínicas, entre janeiro de 2008 e junho de 2011. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Aline Mariah Santos e Camila Raitani Iarza

DELWING, D.; WIESE, L.P.L.. Proposta de implantação de gerenciamento de risco no setor de Unidade de Tratamento Intensivo em Neonatologia da Maternidade Darcy Vargas - Joinville. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville.

Aluno: Angela R

DELWING, D.; Costa, A.R.. da Costa.Revisão bibliográfica sobre a fisiopatologia, aspectos bioquímicos e a terapia da doença de Alzheimer. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó.

Aluno: Samuel Waechter

WAECHTER, S.;DELWING, D.; ZANELLA, J. P.; OLIVEIRA, G.Q.. Doença de Chagas na 19 Coordenadoria de Saúde do RS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.

Aluno: Josélia Monteiro

MONTEIRO, j.;DELWING, D.; LINARES, C.E.B.; BOLZAN, R.C.. Atenção Farmacêutica na Hipertensão em pacientes idosos atendidos na Unidade Municipal de Saúde da Cidade de Ametista do Sul - RS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.

Aluno: Amanda Lazzari

LAZZARI, A.;DELWING, D.; LINARES, C.E.B.; BOLZAN, R.C.. Atividade da Catalase e Superóxido Dismutase (SOD) em cepas de Candidas albicans resistentes 'a Anfotericina B. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.

Aluno: Vanusa Maria Peretti Krzyzaniak

KRZYZANIAK, V. M. P.;DELWING, D.; BARROS, E. R. C.; ZANELLA, J. P.. Prevalência de Vaginite em Pacientes Atendidas na Unidade de Saúde ?Centro de Frederico Westphalen-RS. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.

Comissão julgadora das bancas

Adriane Belló Klein

Belló-Klein, A.; NOGUEIRA, C. W.;SOUZA, Diogo Onofre Gomes de. Papel neuroprotetor das vitaminas E e C sobre alterações bioquímicas e comportamentais em ratos submetidos ao modelo experimental de hiperprolinemia tipo " II" .. 2007. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica)) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Cristina Wayne Nogueira

SOUZA, D. O.; Belló-Klein A;NOGUEIRA, C. W.. Papel neuroprotetor das vitaminas E e C sobre alterações bioquímicas e comportamentais em ratos submetidos ao modelo experimental de hiperprolinemia tipo II. 2007. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica)) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Orientou

Lane de Souza Coutinho Muniz

Relações das concentrações de metais em sedimento com o estresse oxidativo e metais em Crassostrea gasar no gradiente estuarino da Baía Babitonga, Santa Catarina; Início: 2022; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville; (Coorientador);

Raíza Cainã de Souza

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA E MARCADORES SÉRICOS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM MULHERES ACOMETIDAS COM ENDOMETRIOSE POR MEIO DA ACUPUNTURA; Início: 2022; Dissertação (Mestrado profissional em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville; (Orientador);

Thayna Patachini Maia

Efeitos antioxidante e comportamental do extrato hidroalcoólico de uvas orgânicas, do resveratrol e do aripiprazol em um modelo animal de autismo induzido por ácido valproico; Início: 2022; Dissertação (Mestrado profissional em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Matheulli Guilherme Corrêa de Andrade

EFEITOS DO TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE EM IDOSOS PRÉ-SARCOPÊNICOS E SARCOPÊNICOS EM PARÂMETROS FÍSICOS, BIOQUÍMICOS, CARDIOVASCULARES E PULMONAR: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO CRUZADO; Início: 2022; Dissertação (Mestrado profissional em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville; (Coorientador);

JULIA WIDMANN BRITO

Membranas de Celulose Bacteriana Impregnadas com Antibióticos; Início: 2022; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville; (Coorientador);

Gabriela Borgmann

BIOPROSPECÇÃO E POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE, HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia pubipetala NA DIABETES TIPO II; Início: 2021; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Fundo de Apoio à Pesquisa - UNIVILLE; (Orientador);

KATHERINE PLAUTZ

EFEITO DOS POLISSACARÍDEOS DE SCHIZOPHYLLUM COMMUNE EM MODELOS PRÉ-CLÍNICOS DE DOR AGUDA; Início: 2021; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Fundo de Apoio à Pesquisa - UNIVILLE; (Orientador);

Marina Borges Wageck Horner

CORRELAÇÃO ENTRE HIPERGLICEMIA COM A FUNCIONALIDADE MUSCULAR DE PACIENTES SÉPTICOS EM UTI; Início: 2021; Dissertação (Mestrado profissional em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville; (Coorientador);

Danielle Dias

AVALIAÇÃO PRÉ-CLÍNICA DE EFICÁCIA E TOXICIDADE DE EXTRATOS E FRAÇÕES DE Eugenia brasiliensis EM MODELOS DE GASTRITE; ; Início: 2022; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville; (Orientador);

Alessandra Betina Gastaldi

Avaliação pré-clínica da toxicidade e estresse oxidativo do consumo de moluscos contaminados por agrotóxicos e metais pesados?; Início: 2022; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Ricardo Clemente Rosa

EFEITOS DO TREINAMENTO INTERVALADO AERÓBICO NA APTIDÃO CARDIORRESPIRATÓRIA, ESTADO REDOX E EXPRESSÃO GÊNICA DE CARDIOPATAS; Início: 2022; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

LARISSA DELMONEGO

EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO, METABOLISMO ENERGÉTICO E INFLAMAÇÃO EM RATOS OBESOS; Início: 2019; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Deise Cristiane Moser

ESTADO REDOX, IMUNOMETABOLISMO E META-INFLAMAÇÃO NA OBESIDADE: EXPRESSÃO GÊNICA E RESPOSTAS AO TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE; Início: 2019; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville; (Orientador);

Heloiza Cruz de Oliveira

TOC: seus efeitos antes e durante a pandemia; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Universidade da Região de Joinville; (Orientador);

Ariana A Werner, Julia T Tramujas Fersura e Vitória C Guiso

CEFALÉIA CAUSADA POR ESTRESSE E ANSIEDADE NA POPULAÇÃO UNIVERSITÁRIA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Universidade da Região de Joinville; (Orientador);

Klaus Johann Jacques Schebek Teixeira

EFEITOS ANTIOXIDANTE E COMPORTAMENTAL DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DE UVA ROXA ORGÂNICA EM UM MODELO ANIMAL DE AUTISMO INDUZIDO POR ÁCIDO VALPRÓICO; Início: 2022; Iniciação científica (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Grabriela Kunz Elias

EFEITO ANALGÉSICO E ANTIOXIDANTE DOS POLISSACARÍDEOS DE SCHIZOPHYLLUM COMMUNE NO MODELO DA SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL EM CAMUNDONGOS; Início: 2022; Iniciação científica (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

KAROL ARIAS FERNANDES

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE, HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DO EXTRATO ACETATO DE ETILA OBTIDO DAS FOLHAS DE MYRCIA splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO I E TIPO II; Início: 2021; Iniciação científica (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; (Orientador);

Gustavo Schuetzler Gomes Fernandes

EFEITO DOS POLISSACARÍDEOS DE SCHIZOPHYLLUM COMMUNE EM MODELO PRÉ-CLÍNICO DE DOR CRÔNICA; Início: 2021; Iniciação científica (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; (Orientador);

Maria Augusta Schramm do Nascimento

POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE, HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DA FRAÇÃO AQUOSA DE Myrcia pubipetala NA DIABETES TIPO II; Início: 2021; Iniciação científica (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; (Orientador);

Maria Helena Packer

EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; (Orientador);

SABRINA DE BAIRROS

FATORES AMBIENTAIS ASSOCIADOS AO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA E SOBRECARGA EMOCIONAL DAS MÃES; 2022; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Fundo de Apoio à Pesquisa - UNIVILLE; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Ricardo Clemente Rosa

Efeito do treinamento intervalado de alta intensidade na aptidão cardiorrespiratória, estado redox e parâmetros bioquímicos de cardiopatas; 2022; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Fundo de Apoio à Pesquisa - UNIVILLE; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Nathália Jahn

Efeitos da suplementação de Pleurotus ostreatus sobre o perfil bioquímico e estresse oxidativo em ciclistas; ; 2022; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Coorientador: Daniela Delwing de Lima;

Alessandra Betina Gastaldi

EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL; ; 2021; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Danielle Dias

ACOMPANHAMENTO FARMACOTERAPÊUTICO DE PACIENTES EM USO DE OPIOIDES PARA DOR CRÔNICA NO ÂMBITO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE; 2021; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, CAPES-PROSUP; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Leonardo Mangold Winter

Efeitos potenciais do gradiente estuarino sobre o estresse oxidativo de Anomalocardia brasiliana (Gmelin, 1971) na Baía Babitonga, Santa Catarina; 2021; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Coorientador: Daniela Delwing de Lima;

Marcelo Saraiva Araújo

Efeitos da reabilitação cardiovascular e metabólica sobre o sistema cardiovascular, respiratório e estado redox de pacientes cardiopatas; ; 2020; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Eduardo Cabral Gonçalves

Concentrações de metais e estresse oxidativo em Donax hanleyanus na Praia Grande, São Francisco do Sul, Santa Catarina; 2020; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Coorientador: Daniela Delwing de Lima;

Karine Louize Vincenzi

EFEITO IN VITRO DE METABÓLITOS ACUMULADOS NA CITRULINEMIA TIPO I SOBRE PARÂMETROS DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM CÉREBRO DE RATOS: PAPEL PROTETOR DO RESVERATROL; 2019; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Victor Hugo Antonio Joaquim

ADAPTAÇÕES METABÓLICAS E DE ESTRESSE OXIDATIVO INDUZIDAS PELO TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO EM MÚSCULO ESQUELÉTICO DE RATOS OBESOS; 2018; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Scheila Medeiros

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II; 2018; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

LARISSA DELMONEGO

PAPEL PROTETOR DO RESVERATROL SOBRE O DANO OXIDATIVO CEREBRAL EM RATOS CAUSADO PELA CITRULINEMIA TIPO I; 2018; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Fundo de Apoio à Pesquisa - UNIVILLE; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Aline Barbosa Lima

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Eugenia brasiliensis SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO DE RATOS HIPERLIPIDÊMICOS; 2017; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, CAPES-PROSUP; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Magda Helena S H Ferrazza

Avaliação das Alterações Hematológicas, de Estresse Oxidativo, da Função Tireoidiana, Renal e Hepática na Intoxicação por Chumbo; ; 2017; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Ariene Sampaio Souza Farias Ulbricht

EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS OBESOS; 2016; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Monique Fröhlich Tonet

EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO E SOBRE A ACETILCOLINESTERASE EM CÉREBRO DE RATOS: PAPEL PROTETOR DO ÁCIDO ASCÓRBICO, TROLOX E GLUTATIONA; 2015; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Silmara Hennrich

PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES CLÁSSICOS SOBRE O DANO OXIDATIVO SANGUÍNEO EM RATOS CAUSADO PELA GALACTOSEMIA CLÁSSICA; 2015; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Simone Sasso

Efeito dos compostos guanidínicos acumulados na Hiperargininemia sobre parâmetros de estresse oxidativo em rins, fígado e sangue de ratos: papel protetor das vitaminas E e C e do L-NAME; ; 2014; Dissertação (Mestrado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

[Nome removido após solicitação do usuário]

Estudo de alterações bioquímicas e comportamentais em ratos submetidos à modelo experimental de transtorno bipolar; 2022; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Sonia dos Santos Toriani

AVALIAÇÃO TOXICOLÓGICA PRÉ-CLINICA DO CONSUMO DE PEIXES DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CACHOEIRA EM RATOS; 2022; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Daniela Delwing de Lima;

Jarbas galvao

CARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICAS DO AVC E ANEURISMA CEREBRAL NA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE BLUMENAU-SC: ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO; 2021; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Sara Cristina Barauna

EFEITO TIPO-ANTIDEPRESSIVO E ANTIOXIDANTE DE EUGENIA CATHARINENSIS EM UM MODELO ANIMAL PREDITIVO DE ATIVIDADE ANTIDEPRESSIVA INDUZIDA POR CORTICOSTERONA; 2020; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville,; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Simone Sasso

EFEITO IN VITRO e IN VIVO DA GALACTOSEMIA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO E DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM RATOS: PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES; 2019; Tese (Doutorado em Saúde e Meio Ambiente) - Universidade da Região de Joinville, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Karina Bernardi Lousado

ATENÇÃO FARMACÊUTICA AO PACIENTE HIPERTENSO; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA-ÊNFASE EM) - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Marcos Fedrigo

Comparação entre métodos de contagem de plaquetas; 2006; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Farmácia) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Thayna Patachini Maia

EFEITO IN VITRO DE METABÓLITOS ACUMULADOS NA CITRULINEMIA TIPO I SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CÉREBRO DE RATOS; 2021; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Maria Augusta Schramm do Nascimento

INFLUÊNCIA DO TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE (HIIT) E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE PAR METROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CORAÇÃO DE RATOS OBESOS; 2021; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

LUANA CARLA PSCHEIDT e LAURA MONTEIRO CARNEIRO

AVALIAÇÃO DO EFEITO ANTIOXIDANTE DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO EM MODELO CRÔNICO DE SÍNDROME DE DOR COMPLEXA REGIONAL; 2021; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Oliver Matheus Ullmann e Amanda Cristina Aparecida Gomes

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia pubipetala EM MODELO PRÉ-CLÍNICO DE DIABETES TIPO II; 2021; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Heloiza Fiamoncini

Can we prevent neuroinflammation, and the neuroprogression produced by oxidative stress in euthymic bipolar patients, using mood stabilizers?; 2021; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Maria Augusta S

do Nascimento; INFLUÊNCIA DO TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE (HIIT) E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE PAR METROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CORAÇÃO DE RATOS OBESOS; 2020; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Heloiza de Castro, Dara L

de Albuquerque e Taynara C; Ferr; EFEITO ANTIOXIDANTE DE Eugenia catharinensis EM UM MODELO ANIMAL PREDITIVO DE ATIVIDADE ANTIDEPRESSIVA INDUZIDA POR CORTICOSTERONA; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Mariana Simonato Lorenzini e Indianara Ro-drigues Cruz

EFEITO DA ADMINISTRAÇÃO INTRACEREBROVENTRICULAR DE GALACTOSE SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Larissa Desordi e Silvana Rodrigues de Quevedo

EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS OBESOS; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Eloise M

Salamaia, Luiz F; F; Erzinger e Thales Ercole Gua; Avaliação de parâmetros de estresse oxidativo na intoxicação pelo chumbo em ratos; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Medicina) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Maria Luiza Landmann e Nariana Regina Pereira

Avaliação da atividade hepato e nefroprotetora dos polissacarídeos isolados de Pleurotus djamor em ratos; ; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Aline Biava e Cristiane Batista de Souza

Avaliação dos biomarcadores séricos em pacientes submetidos ao transplante renal na Fundação Pró-rim - Joinville- S; C; ; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Mayara dos Santos Xavier e Rosane Aparecida Marciniak Baptis

INCIDÊNCIA DE FATORES DE RISCO PARA DOENÇA CARDIOVASCULAR EM CLIENTES ATENDIDOS NO GHANEM LABORATÓRIO CLÍNICO, JOINVILLE/SC; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Sheila Katy Baron e Karina Tomelin

INVESTIGAÇÃO DA INCIDÊNCIA DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO EM GESTANTES ATENDIDAS NO LABORATÓRIO MUNICIPAL DE ANÁLISES CLÍNICAS DO MUNICÍPIO DE SÃO BENTO DO SUL; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Leila Vaz de Alcantara França

SUBSTITUIÇÃO DA DOSAGEM DE MICROALBUMINÚRIA EM URINA DE 24 HORAS PELA RELAÇÃO MICROALBUMINÚRIA/CREATININA EM AMOSTRA ISOLADA PARA DETECÇÃO PRECOCE DE PROBLEMAS RENAIS EM PACIENTES PORTADORES DE DIABETES MELITTUS; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Cindy Laís Pett Vieira e Anderlise Almeida da Silva

DETERMINAÇÃO DA VIABILIDADE DAS AMOSTRAS DE SANGUE ARTERIAL PARA GASOMETRIA, EM RELAÇÃO AO TEMPO E ACONDICIONAMENTO APÓS A COLETA; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Gislaine Maria Marestoni Grola

EFEITO IN VIVO E IN VITRO DA ARGININA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RINS DE RATOS; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Maximiliano Brunello

Acidente Vascular Cerebral: Uma Revisão Bibliográfica; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Farmácia) - Universidade Comunitária Regional de Chapecó; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

THOMAS BITRAN SERWY

FATORES AMBIENTAIS ASSOCIADOS AO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA E SOBRECARGA EMOCIONAL DAS MÃES; 2022; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Giovana Lovatto

EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA INDUZIDA POR UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL EM CAMUNDONGOS; 2021; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Artigo 171; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Gabriela Ferreira Kunz

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia pubipetala EM MODELO PRÉ-CLÍNICO DE DIABETES TIPO II; 2021; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Thayna Patachini Maia

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DO EXTRATO ACETATO DE ETILA DAS FOLHAS DA ESPÉCIE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Luana Carla Pscheidt

POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE, HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia pubipetala NA DIABETES TIPO II; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Gabriela Ferreira Kunz

EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO E METABOLISMO ENERGÉTICO EM MÚSCULO DE RATOS; ; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Maria Augusta Schramm do Nascimento

INFLUÊNCIA DO TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE (HIIT) E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CORAÇÃO DE RATOS OBESOS; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Luana Carla Pscheidt

EFEITOS DA CITRULINEMIA TIPO I SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CÉREBRO DE RATOS; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Artigo 171; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Bruna Vanzin Custodio

Avaliação do potencial hipoglicemiante e antioxidante do extrato acetato de etila das folhas da espécie de Myrcia splendens em modelo animal de diabetes tipo II; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Julia de Antonio de Oliveira

EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA EM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Heloisi Cabral

EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA EM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Heloiza Fiamoncini

EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS OBESOS; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Gabriela Ferreira Kunz

EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA INDUZIDA POR UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Thayná P

Maia; AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DAS FOLHAS DA ESPÉCIE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Maitê Beatriz Brueckheimer Eger

EFEITO PROTETOR DE ANTIOXIDANTES CLÁSSICOS SOBRE O DANO OXIDATIVO CEREBRAL CAUSADO PELA ADMINISTRAÇÃO INTRACEREBROVENTRICULAR DE GALACTOSE; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Thayna Patachini Maia

EFEITO IN VITRO DE METABÓLITOS ACUMULADOS NA CITRULINEMIA TIPO I SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CÉREBRO DE RATOS; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Thayna Patachini Maia

EFEITOS DE PROTOCOLOS DE TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM MÚSCULO GASTROCNÊMIO DE RATOS OBESOS; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Eloise Mariani Salamaia

EFEITO DA GALACTOSEMIA SOBRE O METABOLISMO ENERGÉTICO EM CÉREBRO DE RATOS; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Juliana Gruenwaldt Maia Aurélio

EFEITO DA GALACTOSE-1-FOSFATO ACUMULADA NA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CÉREBRO DE RATOS; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Mariana Ramos Vieira

EFEITO IN VITRO e IN VIVO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO E DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM RATOS: PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES CLÁSSICOS; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Marina Zordan Poletto

EFEITO IN VITRO e IN VIVO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO E DE METABOLISMO ENERGÉTICO EM RATOS: PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Nariana Regina Pereira

EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE O METABOLISMO ENERGÉTICO EM CÉREBRO DE RATOS: PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Thierry Waltrich Augusto

EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE A ATIVIDADE DAS ENZIMAS ANTIOXIDANTES EM RATOS: PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E e C E DA GLUTATIONA; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Leticia Dalmedico

EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS: PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E e C E DA GLUTATIONA; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Ana Paula Serpa

EFEITO DA GALACTOSE-1-FOSFATO ACUMULADA NA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS: PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Cindy Laís Pett Vieira

PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E e C E DO L-NAME SOBRE O DANO OXIDATIVO RENAL E SANGUÍNEO DE RATOS CAUSADO PELA N--ACETILARGININA; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Leticia Dalmedico

EFEITO DO METABÓLITO N-alfa-ACETILARGININA ACUMULADO NA HIPERARGININEMIA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS: PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E e C E DO L-NAME; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade da Região de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina; Orientador: Daniela Delwing de Lima;

Foi orientado por

Angela Terezinha de Souza Wyse

Papel neuroprotetor das vitaminas E e C sobre alterações bioquímicas e comportamentais em ratos submetidos ao modelo experimental de hiperprolinemia tipo II; 2007; Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica)) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul,; Orientador: Angela Terezinha de Souza Wyse;

Produções bibliográficas

  • PASSOS, H. G. ; CORREA, H. G. P. ; SWAYSZCEYK, S. ; Delwing-de Lima, D. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; ALBERTON, M. D. ; BARAUNA, S. C. . EFEITO DA FRAÇÃO ACETATO DE ETILA EXTRAÍDA DAS FOLHAS DE Eugenia involucrata (MYRTACEAE) SOBRE A ATIVIDADE DA ACETILCOLINESTERASE E BUTIRILCOLINESTERASE EM RATOS DIABÉTICOS: EFFECT OF THE ETHYL ACETATE FRACTION EXTRACTED FROM THE LEAVES OF Eugenia involucrata (MYRTACEAE) ON THE ACTIVITY OF ACETYL CHOLINESTERASE AND BUTYL CHOLINESTERASE IN DIABETIC RATS. PUBLICATIO UEPG. CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE (IMPRESSO) , v. 27, p. 6-18, 2022.

  • SHUSTER, A. L. ; ROCHA, F. E. ; WAYSZCEYK, S. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; ALBERTON, M. D. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Protective effect of Myrcia pubipetala Miq. against the alterations in oxidative stress parameters in an animal model of depression induced by corticosterone. BRAIN RESEARCH , v. 1774, p. 147725, 2022.

  • GALVÃO, JARBAS ; DE LIMA, DANIELA DELWING ; HAAS, LEANDRO JOSÉ ; PEREIRA, EDUARDO MANOEL . Predictive models of epidemiological outcomes for patients with subarachnoid hemorrhage. INTERNATIONAL JOURNAL OF ADVANCED ENGINEERING RESEARCH AND SCIENCE , v. 9, p. 175-182, 2022.

  • TORIANI, S. S. ; DELMONEGO, L. ; FIAMONCINI, H. ; PACKER, M. H. ; COAN, A. S. ; FURTADO, P. R. P. ; PEREIRA, E. M. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; OLIVEIRA, T. M. N. . Preclinical Toxicological Evaluation of the Consumption of Fish from the Cachoeira River Hydrographic Basin in Rats. INTERNATIONAL JOURNAL OF ADVANCED ENGINEERING RESEARCH AND SCIENCE , v. 9, p. 437-450, 2022.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; CYRINO, L. A. R. ; FERREIRA, G. K. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; CALEGARI, C. R. ; CABRAL, H. ; CAVICHIOLI, N. ; RAMOS, S. A. ; ULLMANN, O. M. ; MAYER, Y. ; PSCHEIDT, L. C. ; SCHRAMM, M. A. ; TOMASI, M. C. ; STAMMERJOHANN, F. L. S. ; DELMONEGO, L. ; PACKER, M. H. ; FIAMONCINI, H. . Neuroinflammation and neuroprogression produced by oxidative stress in euthymic bipolar patients with different onset disease times. Scientific Reports , v. 12, p. 16742, 2022.

  • PEREIRA, E. M. ; MAIA, T. P. ; SCHWAAB, B. ; REIS, L. O. ; MOREIRA, J. M. R. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . Avaliação da prevalência de erros inatos do metabolismo no Hospital Infantil Doutor Jeser Amarante Faria (Joinville ? SC) de 2012 a 2017. CONCILIUM (BRASIL) , v. 22, p. 235-250, 2022.

  • MEDEIROS, S. ; MAIA, T. P. ; LIMA, A. B. ; PSCHEIDT, L. C. ; DELMONEGO, L. ; VINCENZI, K. L. ; CUSTODIO, B. V. ; MAGRO, D. D. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; BARAUNA, S. C. ; ALBERTON, M. D. ; PEREIRA, E. M. ; Delwing-de Lima, D. . HYPOLIPEMIC, HYPOGLYCEMIANT AND ANTIOXIDANT EFFECTS OF Myrcia splendens (Sw.) DC IN AN ANIMAL TYPE 2 DIABETES MODEL INDUCED BY STREPTOZOTOCIN. Boletin Latinoamericano y del Caribe de Plantas Medicinales y Aromaticas , v. 20, p. 132-146, 2021.

  • Delwing-de Lima, D. ; VINCENZI, K. L. ; MAIA, T. P. ; DELMONEGO, L. ; LIMA, A. B. ; PSCHEIDT, L. C. ; MAGRO, D. D. . EFFECTS OF RESVERATROL ON ALTERATIONS IN CEREBRUM ENERGY METABOLISM CAUSED BY METABOLITES ACCUMULATED IN TYPE I CITRULLINEMIA IN RATS. NAUNYN-SCHMIEDEBERG'S ARCHIVES OF PHARMACOLOGY , v. 394, p. 873-884, 2021.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELMONEGO, L. ; MAIA, T. P. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; VINCENZI, K. L. ; LIMA, A. B. ; PSCHEIDT, L. C. ; EGER, L. . Protective effect of resveratrol on citrullinemia type I-induced brain oxidative damage in male rats. METABOLIC BRAIN DISEASE , v. 36, p. 685-699, 2021.

  • GALVAO, J. ; Delwing-de Lima, Daniela ; HAAS, L. J. ; PEREIRA, E. M. . Epidemiological characteristics and causes of death after Aneurysmal Subarachnoid Hemorrhage ? SAH'. INTERNATIONAL JOURNAL FOR INNOVATION EDUCATION AND RESEARCH , v. 9, p. 66-79, 2021.

  • CYRINO, LUIZ ARTHUR RANGEL ; CALEGARI, CLAUDIA REGINA ; TOMASI, MARIA CECÍLIA ; STAMMERJOHANN, FELIPE LUIS SCHMOLLER ; LIMA, DANIELA DELWING-DE . Assessment of the Impairment in Domain functionalities and Executive Functions in Euthymic Patients, with Bipolar Disorder I/II - Utilizing the FAST and FAB tests. INTERNATIONAL JOURNAL OF ADVANCED ENGINEERING RESEARCH AND SCIENCE , v. 8, p. 081-112, 2021.

  • SILVA, V. A. ; ROSA, R. C. ; JESUS, E. E. D. ; SIERPINSKI, T. C. ; Delwing-de Lima, Daniela ; JOAQUIM, V. H. A. ; FERNANDES, G. S. A. ; COELHO, C. W. . Efeitos da reabilitação cardiovascular sobre o índice de massa corporal e razão cintura/quadril de cardiopatas. Brazilian Journal of Development , v. 7, p. . 79934-79945, 2021.

  • CYRINO, LUIZ ARTHUR RANGEL ; CALEGARI, CLAUDIA REGINA ; TOMASI, MARIA CECÍLIA ; STAMMERJOHANN, FELIPE LUIS SCHMOLLER ; LIMA, DANIELA DELWING-DE . Assessment of different domain impairments in Cognitive Functions and Functionalities found in Euthymic Patients with Bipolar Disorder I / II - during the early and late phases of the disease, using the FAB and FAST tests.. INTERNATIONAL JOURNAL OF ADVANCED ENGINEERING RESEARCH AND SCIENCE , v. 8, p. 401-434, 2021.

  • SWAYSZCEYK, S. ; SANTANGELO, R. P. S. ; FANTINI, J. V. M. ; BOTELHO, R. V. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; ALBUQUERQUE, C. A. C. . Análise do extrato hidroalcoólico de Eugenia catharinensis sobre o SNC de embriões de galinha doméstica: Analysis of the hydroalcoholic extract of Eugenia catharinensis on the CNS of domestic chicken embryos. PUBLICATIO UEPG. CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE (IMPRESSO) , v. 27, p. 71-82, 2021.

  • JESUS, E. E. D. ; MORALES, P. J. C. ; SIERPINSKI, T. C. ; SETOGUTTI, B. C. ; KANZLER, B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BRASILINO, F. F. ; ROSA, R. C. . O exercício físico como estratégia terapêutica no tratamento do câncer de mama: revisão da literatura Physical exercise as a therapeutic strategy in the treatment of breast cancer: literature review. Brazilian Journal of Health Review , v. 4, p. 24456-24467, 2021.

  • TORIANI, S. S. ; PEREIRA, E. M. ; Delwing-de Lima, Daniela ; OLIVEIRA, T. M. N. . Disorders caused by contaminated fish meat consumption: Literature review. Brazilian Journal of Development , v. 7, p. 113999-114012, 2021.

  • CYRINO, LUIZ ARTHUR RANGEL ; Delwing-de Lima, Daniela ; ULLMANN, OLIVER MATHEUS ; MAIA, THAYNÁ PATACHINI . Concepts of Neuroinflammation and Their Relationship With Impaired Mitochondrial Functions in Bipolar Disorder. Frontiers in Behavioral Neuroscience , v. 15, p. 1-19, 2021.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; VEBER, B. ; CAMARGO, A. ; DALMAGRO, A. P. ; BONDE, H. L. P. ; ZENI, A. L. B. . Red cabbage (Brassica oleracea L.) extract reverses lipid oxidative stress in rats. ANAIS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS (ONLINE) , v. 92, p. 1-14, 2020.

  • CYRINO, L. A. R. ; Delwing-de Lima, Daniela ; ULLMANN, O. M. ; MAIA, T. P. ; SARDO, A. C. . Bioquímica Mitocondrial e Estresse Oxidativo no Transtorno Bipolar: Novos Horizontes. REVISTA CONTEXTO & SAÚDE , v. 20, p. 6-18, 2020.

  • Werlang-Coelho, C. ; MAGRI, P. E. F. ; Delwing-de Lima, Daniela ; FELICIO, M. ; ARAUJO, M. S. ; HOFFMANN FILHO, C. R. ; GONCALVES, C. S. ; BITTENCOURT, M. S. . Programa de Reabilitação Cardiovascular Proporciona Ganho de Capacidade Funcional e Força Muscular após Síndrome Coronária Aguda. REVISTA DO DERC , v. 26, p. 13-19, 2020.

  • GALVAO, J. ; Delwing-de Lima, D. ; HAAS, L. J. . PREVALENCE OF INCIDENTAL BRAIN ANEURYSMS BET WEEN MEN AND WOMEN. Revista Saúde e Pesquisa , v. 13, p. 309-316, 2020.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; TOMELIN, K. ; BARON, S. K. ; RUTHESE, D. A. . INVESTIGAÇÃO DA INCIDÊNCIA DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO EM GESTANTES ATENDIDAS NO LABORATÓRIO MUNICIPAL DE ANÁLISES CLÍNICAS DO MUNICÍPIO DE SÃO BENTO DO SUL/ SC. NEWSLAB , v. 155, p. 40-52, 2019.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; ULBRICHT, A. S. S. F. ; Werlang-Coelho, C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; DONAT, B. ; VIEIRA, M. R. ; POLETTO, M. Z. ; PEREIRA, E. M. . EFFECTS OF AEROBIC EXERCISE TRAINING ON OXIDATIVE STRESS IN THE SKELETAL MUSCLES OF OBESE RATS. REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA DO ESPORTE (ONLINE) , v. 25, p. 404-408, 2019.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; ULBRICHT, A. S. S. F. ; Werlang-Coelho, C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; JOAQUIM, V. H. A. ; SALAMAIA, E. M. ; QUEVEDO, S. R. ; Desordi, L. . Effects of two aerobic exercise training protocols on parameters of oxidative stress in the blood and liver of obese rats. The Journal of Physiological Sciences , v. 68, p. 699-706, 2018.

  • FRANZOI, A. E. A. ; PATTI, M. M. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. . THE MAIN NEUROLOGICAL DYSFUNCTIONS IN HYPERARGININEMIA ? LITERATURE REVIEW. International Journal of Neurology and Neurotherapy , v. 5, p. 1-7, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; SASSO, S. ; CRUZ, I. R. ; LORENZINI, M. S. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; BRUECKHEIMER, M. B. ; MAIA, T. P. ; SALA, G. A. B. N. ; MEWS, M. H. R. . ANTIOXIDANT EFFECTS ON THE INTRACEREBROVENTRICULAR GALACTOSE DAMAGE IN RATS. PATHOLOGY RESEARCH AND PRACTICE , v. 214, p. 1596-1605, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; BARAUNA, S. C. ; BRUECKHEIMER, M. B. ; MAIA, T. P. ; SALA, G. A. B. N. ; DOLLER, A. W. ; HAGER, M. G. ; MELO, D. F. M. ; GASPAR, A. L. ; ALBERTON, M. D. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. . Antioxidant and antidepressant-like effects of Eugenia catharinensis D. Legrand in an animal model of depression induced by corticosterone. METABOLIC BRAIN DISEASE , v. Online, p. 1-10, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; ALCANTARA, L. V. . AVALIAÇÃO DA RELAÇÃO ALBUMINA/CREATININA URINÁRIA PARA DETECÇÃO PRECOCE DE PROBLEMAS RENAIS EM PACIENTES PORTADORES DE DIABETES MELLITUS. NEWSLAB , v. 140, p. 30-38, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; BIAVA, A. ; SOUZA, C. B. ; RAMOS, S. A. . AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES SÉRICOS EM PACIENTES SUBMETIDOS AO TRANSPLANTE RENAL NA FUNDAÇÃO PRÓ-RIM ? JOINVILLE- S.C.. NEWSLAB , v. 143, p. 48-64, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; HENNRICH, S. B. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; AURELIO, J. G. M. ; SERPA, A. P. ; AUGUSTO, T. W. ; PEREIRA, N. R. . THE EFFECT OF D-GALACTOSE INDUCED OXIDATIVE STRESS ON IN VITRO REDOX HOMEOSTASIS IN RAT PLASMA AND ERYTHROCYTES. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY , v. 86, p. 686-693, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; VIEIRA, CINDY LAÍS PETT ; GROLA, GISLAINE MARIA MARESTONI ; FISCHER, DÉBORA ADRIANA ; DE SOUZA WYSE, ANGELA TEREZINHA . Hyperargininemia and renal oxidative stress: Prevention by antioxidants and N G -nitro- l -arginine methyl ester. JOURNAL OF BIOCHEMICAL AND MOLECULAR TOXICOLOGY , v. 31, p. e21830, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; FROHLICH, M. ; DALMEDICO, L. ; AURELIO, J. G. M. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; PEREIRA, E. M. ; WYSE, . A. T. . Galactose alters markers of oxidative stress and acetylcholinesterase activity in the cerebrum of rats: protective role of antioxidants. METABOLIC BRAIN DISEASE , v. 32, p. 359-368, 2017.

  • CRUZ, JÚLIA NIEHUES DA ; MAGRO, DÉBORA DELWING DAL ; LIMA, DANIELA DELWING DE ; CRUZ, JOSÉ GERALDO PEREIRA DA . Simvastatin treatment reduces the cholesterol content of membrane/lipid rafts, implicating the N -methyl-D-aspartate receptor in anxiety: a literature review. Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences , v. 53, p. 1-on line2175-979, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; SASSO, S. ; DALMEDICO, L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; PEREIRA, E. M. ; WYSE, A. T. S. . Argininic acid alters markers of cellular oxidative damage in vitro : Protective role of antioxidants. EXPERIMENTAL AND TOXICOLOGIC PATHOLOGY , v. 69, p. 605-611, 2017.

  • CAMARGO, A. M. ; BONDE, H L ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; CAMPANELLA, L. C. A. . Cocoa and classical music: effect on anxiety and antioxidant activity in Wistar rats. ARCHIVOS LATINOAMERICANOS DE NUTRICION , v. 67, p. 106-115, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; LIMA, A. B. ; VIEIRA, M. R. ; POLETTO, M. Z. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; BARAUNA, S. C. ; ALBERTON, M. D. ; PEREIRA, E. M. ; PEREIRA, N. R. ; SALAMAIA, E. M. ; SIEBERT, D. A. . HYPOLIPEMIANT AND ANTIOXIDANT EFFECTS OF Eugenia brasiliensis IN AN ANIMAL MODEL OF COCONUT OIL-INDUCED HYPERTRIGLYCERIDEMIA. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY , v. 96, p. 642-649, 2017.

  • EGER, GUILHERME A. ; FERREIRA, VINÍCIUS V. ; BATISTA, CAMILA R. ; BONDE, HENRIQUE ; LIMA, DANIELA D. DE ; Wyse, Angela T.S. ; CRUZ, JÚLIA N. DA ; RODRIGUES, ANDRÉ F. ; MAGRO, DÉBORA D. DAL ; CRUZ, JOSÉ G.P. DA . Antioxidant effect of simvastatin throught oxidative imbalance caused by lisdexamfetamine dimesylate. ANAIS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS (ONLINE) , v. 88, p. 335-348, 2016.

  • EGER, G. A. ; FERREIRA, V. V. ; BATISTA, C. R. ; BONDE, H. L. P. ; Delwing-de Lima, Daniela ; RODRIGUES, A. F. ; CRUZ, J. G. P. ; Delwing-Dal Magro, Débora . Acute Administration of Diazepam Provokes Redox Homeostasis Imbalance in the Rat Brain: Prevention by Simvastatin. JOURNAL OF BIOCHEMICAL AND MOLECULAR TOXICOLOGY , v. 30, p. 506-512, 2016.

  • XAVIER, M. S. ; BAPTISTA, R. A. M. ; Delwing-de Lima, Daniela . PREVALÊNCIA DE FATORES DE RISCO PARA DOENÇA CARDIOVASCULAR EM CLIENTES ATENDIDOS NO GHANEM LABORATÓRIO CLÍNICO, JOINVILLE/SC. Newslab , v. 135, p. 26-39, 2016.

  • Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; ZENI, A. L. B. ; RODRIGUES, A. F. ; JUNGES, G. M. ; CRUZ, J. G. P. ; ROECKER, R. ; WYSE, A. T. S. ; PITZ, H. S. . Protective effect of green tea extract against proline-induced oxidative damage in the rat kidney. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY , v. 83, p. 1422-1427, 2016.

  • EGER, GUILHERME ANDRÉ ; FERREIRA, VINÍCIUS VIALLE ; BATISTA, CAMILA RIBEIRO ; LIMA, DANIELA DELWING DE ; WYSE, ANGELA TEREZINHA DE SOUZA ; CRUZ, JÚLIA NIEHUES DA ; DAL MAGRO, DÉBORA DELWING ; CRUZ, JOSÉ GERALDO PEREIRA DA . Guanidinoacetate alters antioxidant defenses and butyrylcholinesterase activity in the blood of rats. Clinical & Biomedical Research , v. 35, p. 49-54, 2015.

  • Cruz, J.N. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; CRUZ, J. P. G. . Anxiolytic effect of Mozart music over short and long photoperiods as part of environmental enrichment in captive Rattus norvegicus. SCANDINAVIAN JOURNAL OF LABORATORY ANIMAL SCIENCE , v. 41, p. 1-7, 2015.

  • Delwing-de Lima, Daniela . Differential in vitro effects of homoarginine on oxidative stress in plasma, erythrocytes, kidney and liver of rats in the absence and in the presence -tocopherol, ascorbic acid or L-NAME. Amino Acids (Wien. Internet) , v. 47, p. 1931-1939, 2015.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; LEHMANN, A. C. ; PAULETI, N. N. ; RODRIGUES, A. F. ; ALBERTON, M. D. ; VEIGA, B. V. ; ZIMATH, P. L. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; BARAUNA, S. C. . Efeitos da fração acetato de etila de Tabernaemontana catharinensis sobre respostas glicêmicas e estresse oxidativo de Rattus norvegicus diabéticos. Revista da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição , v. 40, p. 297-305, 2015.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; ZENI, A. L. B. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; RODRIGUES, A. F. ; LENZI, J. ; CASTRO, A. B. ; ROS, A. . Ferulic acid chronic treatment exerts antidepressant-like effect: role of antioxidant defense system. Metabolic Brain Disease , v. 30, p. 1453-1463, 2015.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Vieira, C.L.P. ; SILVA, A. A. ; SANTOS, J. S. . Determinação da viabilidade das amostras de sangue arterial para gasometria, em relação ao tempo e temperatura de acondicionamento após a coleta. Newslab , v. 125, p. 90-96, 2014.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; RODRIGUES, A. F. ; JUNGES, G.M. ; ROECKER, R. ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE, A. T. S. . Hypoxanthine induces oxidative stress in kidney of rats: Protective effect of vitamins E plus C and allopurinol. Cell Biochemistry and Function , v. 32, p. 387-394, 2014.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; SASSO, S. ; DALMEDICO, L. ; WYSE, A.T. S. . EFFECT OF N-ACETYLARGININE, A METABOLITE ACCUMULATED IN HYPERARGININEMIA, ON PARAMETERS OF OXIDATIVE STRESS IN RATS: PROTECTIVE ROLE OF VITAMINS AND L-NAME. Cell Biochemistry and Function , v. 32, p. 511-519, 2014.

  • CASAGRANDE, A.C.M. ; WAMSER, M.N. ; Delwing-de Lima, Daniela ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE, A. T. S. ; Delwing-Dal Magro, Débora . In Vitro Stimulation of Oxidative Stress By Hypoxanthine in Blood of Rats: Prevention by Vitamins E Plus C and Allopurinol. Nucleosides, Nucleotides & Nucleic Acids , v. 32, p. 42-57, 2013.

  • WAMSER, M.N. ; LEITE, E. F. ; FERREIRA, V.V. ; Delwing-de Lima, Daniela ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE, A.T. S. ; Delwing-Dal Magro, Débora . Effect of hypoxanthine, antioxidants and allopurinol on cholinesterase activities in rats. Journal of Neural Transmission , v. 120, p. 1359-1367, 2013.

  • PAULETI, N. N. ; COSTA, A. S. ; Lima, Daniela D. ; DAL MAGRO, D. D. ; CRUZ, J.N. ; CRUZ, J.G.P. . Behavioral Interactions of Simvastatin and Diazepam in Tests of Anxiety and Object Recognition. American Journal of Medicine and Medical Sciences , v. 3, p. 178-189, 2013.

  • CAMARGO, ANICE ; LIMA, DANIELA ; MAGRO, DÉBORA ; SEUBERT, JOHANNA ; CRUZ, JÚLIA ; CRUZ, JOSÉ . Adjuvant effects of classical music on simvastatin induced reduction of anxiety but not object recognition memory in rats. Psychology & Neuroscience (Online) , v. 6, p. 403-410, 2013.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING, F. ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE., A. T.S. ; Delwing-Dal Magro, Débora . PROTECTIVE EFFECT OF ANTIOXIDANTS ON BLOOD OXIDATIVE STRESS CAUSED BY ARGININE. Fundamental & Clinical Pharmacology , v. 26, p. 250-258, 2012.

  • Cunha, Aline A. ; SCHERER, E. ; CUNHA, M.J. ; SCHMITZ, F. ; MACHADO, R.F. ; Lima, Daniela D. ; WYSE, A.T. S. ; DELWING, D. . Acute hyperhomocysteinemia alters the coagulation system and oxidative status in the blood of rats. Molecular and Cellular Biochemistry , v. 360, p. 205-214, 2012.

  • SCHMITZ, F. ; SCHERER, E.B.S. ; CUNHA, M.J. ; CUNHA, A.A. ; Lima, Daniela D. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Netto, C.A. ; WYSE, A. T.S. . Chronic methylphenidate administration alters antioxidant defenses and butyrylcholinesterase activity in blood of juvenile rats. Molecular and Cellular Biochemistry , v. 361, p. 281-288, 2012.

  • ROECKER, R. ; JUNGES, G.M. ; DELWING, D. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE, A. T. S. . Proline alters antioxidant enzyme defenses and lipoperoxidation in the erythrocytes and plasma of rats: in vitro and in vivo studies. Biological Trace Element Research , v. 147, p. 172-179, 2012.

  • SCOLARO, B. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; CRUZ, J.G.P. . MATE TEA PREVENTS OXIDATIVE STRESS IN THE BLOOD AND HIPPOCAMPUS OF RATS WITH ACUTE OR CHRONIC ETHANOL ADMINISTRATION. Oxidative Medicine and Cellular Longevity (Online) , v. 2012, p. 1-8, 2012.

  • CUNHA, M.J. ; CUNHA, A.A. ; Ferreira, Andréa G. K. ; SCHMITZ, F. ; MACHADO, F.R. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; MUSSULINI, B.H. ; WOFCHUK, S. T. ; Netto, C.A. ; WYSE, A. T. S. . Physical exercise reverses glutamate uptake and oxidative stress effects of chronic homocysteine administration in the rat.. International Journal of Developmental Neuroscience , v. 30, p. 69-74, 2012.

  • CARROCINE, M.M.S. ; CAXAMBÚ, A.L.R.L. ; KELLER, N.S. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; CRUZ, J.N. ; CRUZ, J.G.P. . Chronic Simvastatin Treatments Attenuate Ethanol Withdrawal Syndrome in Rats.. American Journal of Medicine and Medical Sciences , v. 2, p. 22-28, 2012.

  • CRUZ, J.N. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; da Cruz, José Geraldo Pereira . Anxiolytic effects of swimming exercise and ethanol in two behavioral models: beneficial effects and increased sensitivity in mice. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada , v. 33, p. 115-123, 2012.

  • JUNGES, G.M. ; Lima, Daniela D. ; DELWING, F. ; WYSE, A.T. S. ; Cruz, J.N. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; CRUZ, J.G.P. . Prolonged acetylcholinesterase inhibition and impairment in object recognition memory in rats subjected to chronic hyperprolinemia. Biology and Medicine , v. 4, p. 123-133, 2012.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; CRUZ, J.G.P. . The effects of swimming exercise on recognition memory for objects and conditioned fear in rats. Acta Scientiarum. Health Sciences (Impresso) , v. 34, p. 163-169, 2012.

  • ROZZA, L.M. ; BALDANÇA, D.C.G. ; Lima, D. D. ; CRUZ, J.N. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; CRUZ, J. G. P. . Effects of Chronic Imipramine Combined With Swimming Exercise on Memory in Mice. Journal of Pharmacy , v. 2, p. 12-23, 2012.

  • SANTOS, T. ; BAUNGRATZ, M. M. ; HASKEL, S. P. ; Delwing-de Lima, Daniela ; CRUZ, J.N. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; CRUZ, J. G. P. . Behavioral interactions of simvastatin and fluoxetine in tests of anxiety and depression. Neuropsychiatric Disease and Treatment (Online) , v. 8, p. 413-422, 2012.

  • SCHERER, E.B.S. ; CUNHA, A.A. ; KOLLING, J. ; CUNHA, M.J. ; SCHMITZ, F. ; SITTA, A. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; VARGAS, C.R. ; WYSE, A. T.S. . DEVELOPMENTAL OF AN ANIMAL MODEL FOR CHRONIC MILD HYPERHOMOCYSTEINEMIA AND ITS RESPONSE TO OXIDATIVE DAMAGE. International Journal of Developmental Neuroscience , v. 29, p. 693-699, 2011.

  • Cruz, J.N. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; CRUZ, J.G.P. . Atrioventricular node: presence of new functionally and anatomically distinct AV pathway. Global Journal of Medical Research , v. 11, p. 27-30, 2011.

  • CRUZ, J.G.P. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Bernardes, J.R. ; Cruz, J.N. ; Souza, L.H. . Loss of memory induced by swimming exercise in mice treated with lithium and anxiolytic-like effects. Revista Ciências Médicas e Biológicas , v. 10, p. 126-135, 2011.

  • Cruz, J.N. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING, D. ; CRUZ, J.G.P. . The Power of Classic Music to Reduce Anxiety in Rats Treated with Simvastatin. Basic and Clinical Neuroscience , v. 2, p. 5-11, 2011.

  • Ferreira, Andréa G. K. ; DELWING, D. ; Delwing, Débora ; Mackedanz, Vanize ; Tagliari, Bárbara ; Kolling, Janaína ; Schuck, Patrícia F. ; Wajner, Moacir ; Wyse, Angela T. S. . Proline impairs energy metabolism in cerebral cortex of young rats. Metabolic Brain Disease , v. 25, p. 161-168, 2010.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Wollinger, Luiz Felipe ; Casagrande, Ana Carolina Mesquita ; Delwing, Fábio ; da Cruz, José Geraldo Pereira ; Wyse, Angela T.S. ; Delwing-Dal Magro, Débora . Guanidino compounds inhibit acetylcholinesterase and butyrylcholinesterase activities: Effect neuroprotector of vitamins E plus C. International Journal of Developmental Neuroscience , v. 28, p. 465-473, 2010.

  • Tagliari, Bárbara ; dos Santos, Tiago M. ; Cunha, Aline A. ; Lima, Daniela D. ; Delwing, Débora ; Sitta, Angela ; Vargas, Carmem R. ; Dalmaz, Carla ; Wyse, Angela T. S. . Chronic variable stress induces oxidative stress and decreases butyrylcholinesterase activity in blood of rats. Journal of Neural Transmission , v. 117, p. 1067-1076, 2010.

  • CRUZ, J.G.P. ; SILVA, A.C. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; MULLER, D.F. ; Cruz, J.N. . Efeitos do extrato de Ginkgo biloba (EGb 761) e da natação repetida sobre a memória, ansiedade e atividade motora de ratos. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada , v. 31, p. 149-155, 2010.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; KUSS, G. G. ; SCOLARO, B. ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE., A. T.S. . PROTECTIVE EFFECT OF ANTIOXIDANTS ON CEREBRUM OXIDATIVE DAMAGE CAUSED BY ARGININE ON PYRUVATE KINASE ACTIVITY. Metabolic Brain Disease , v. 24, p. 469-479, 2009.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; WYSE, A.T. S. . PROTECTIVE EFFECT OF NITRIC OXIDE SYNTHASE INHIBITION OR ANTIOXIDANTS ON BRAIN OXIDATIVE DAMAGE CAUSED BY INTRACEREBROVENTRICULAR ARGININE ADMINISTRATION. Brain Research , v. 1193C, p. 120-127, 2008.

  • Vianna, L.P. ; DELWING, D. ; KUREK, A. G. ; Breier, A.C. ; Kreutz, F. ; CHIARANI, F. ; Stefanello, F.M. ; WYSE, A. T.S. ; Trindade, V.M.T. . EFFECTS OF CHRONIC PROLINE ADMINISTRATION ON LIPID CONTENTS OF RAT BRAIN. International Journal of Developmental Neuroscience , v. 26, p. 567-573, 2008.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; CHIARANI, F. ; KUREK, A. G. ; WYSE, A. T.S. . PROLINE REDUCES BRAIN CYTOCHROME C OXIDASE: PREVENTION BY ANTIOXIDANTS. International Journal of Developmental Neuroscience , v. 25, p. 17-22, 2007.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; WYSE, A.T. S. ; SARKIS, J. J. F. . PROLINE INDUCES ALTERATIONS ON NUCLEOTIDE HYDROLYSIS IN SYNAPTOSOMES FROM CEREBRAL CORTEX OF RATS.. Brain Research , v. 1149, p. 210-215, 2007.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; GONCALVES, M. C. ; WYSE, A.T. S. ; SARKIS, J. J. F. . NTPDase AND 5-NUCLEOTIDASE ACTIVITIES OF SYNAPTOSOMES FROM HIPPOCAMPUS OF RATS SUBJECTED TO HYPERARGINIMEMIA. Neurochemical Research , v. 32, p. 1209-1216, 2007.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; Sanna, R.J. ; WOFCHUK, S. T. ; WYSE, A. T.S. . PROLINE PROMOTES DECREASE IN GLUTAMATE UPTAKE IN SLICES OF CEREBRAL CORTEX AND HIPPOCAMPUS OF RATS. Life Sciences , v. 81, p. 1645-1650, 2007.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; SARKIS, J. J. F. ; WYSE, A. T. S. . PROLINE INDUCES ALTERATIONS IN NUCLEOTIDE HYDROLYSIS IN RAT BLOOD SERUM. Molecular and Cellular Biochemistry, v. 292, p. 139-144, 2006.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; ALEXANDRE NETO, C. ; WYSE, A. T. S. ; MONTEIRO, S.C. ; MATTÉ, C. . ALPHA-TOCOPHEROL AND ASCORBIC ACID PREVENT MEMORY DEFICITS PROVOKED BY CHRONIC HYPERPROLINEMIA IN RATS. Behavioural Brain Research, v. 168, p. 185-189, 2006.

  • DELWING, D. ; WYSE, A.T. S. ; BAVARESCO, C. S. ; WANNMACHER, C. M. D. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WAJNER, M. ; CHIARANI, F. . PROTECTIVE EFFECT OF ANTIOXIDANTS ON BRAIN OXIDATIVE DAMAGE CAUSED BY PROLINE ADMINISTRATION. Neuroscience Research, v. 52, p. 69-74, 2005.

  • DELWING, D. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WYSE, A. T.S. ; CHIARANI, F. ; WAJNER, M. . EFFECT OF HYPERPROLINEMIA ON ACETYLCHOLINESTERASE AND BUTYRYLCHOLINESTERASE ACTIVITIES IN RAT. Amino Acids, v. 28, p. 305-308, 2005.

  • DELWING, D. ; WYSE, A.T. S. ; MONTEIRO, S.C. ; MATTÉ, C. . OVARIECTOMY INCREASES Na+K+-ATPase, ACETYLCHOLINESTERASE AND CATALASE IN RAT HIPPOCAMPUS. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 236, p. 9-16, 2005.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WYSE, A. T.S. . PROLINE INDUCES OXIDATIVE STRESS IN CEREBRAL CORTEX OF RATS. International Journal of Developmental Neuroscience , v. 21, p. 105-110, 2003.

  • DELWING, D. ; CHIARANI, F. ; DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . PROLINE REDUCES ACETYLCHOLINESTERASE ACTIVITY IN CEREBRAL CORTEX OF RATS. Metabolic Brain Disease , v. 18, p. 79-86, 2003.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; CALCAGNOTTO, T. ; TAGLIARI, B. ; LAMERS, M. L. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . BRAIN Na+,K+-ATPase INHIBITON INDUCED BY ARGININE ADMINISTRATION IS PREVENTED BY VITAMINS E AND C. Neurochemical Research , v. 28, p. 825-829, 2003.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; CHIARANI, F. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WYSE, A. T.S. . IN VIVO AND IN VITRO EFFECT OF PROLINE ON SOME PARAMETERS OF OXIDATIVE STRESS IN RAT BRAIN.. Brain Research , v. 991, p. 180-186, 2003.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WYSE., A. T.S. . ARGININE ADMINISTRATION REDUCES CATALASE ACTIVITY IN MIDBRAIN OF RATS. NeuroReport (Oxford) , v. 13, p. 1301-1304, 2002.

  • DELWING, D. ; BECKER, A. A. ; IOSCHPE, R. ; DELWING, D. ; CANALI, J. . INCIDÊNCIA DE PARASITOSES INTESTINAIS EM ESCOLARES DO MUNICÍPIO DE NOVO HAMBURGO, RS. Revista Brasileira de Análises Clínicas , v. 34, p. 85-87, 2002.

  • WYSE, A. T. S. ; BAVARESCO, C. S. ; KIENZLE, M. E. ; DELWING, D. ; WANNMACHER, C. M. D. ; DUTRA FILHO, C. S. ; WAJNER, M. . IN VITRO STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS IN CEREBRAL CORTEX OF RATS BY THE GUANIDINO COMPOUNDS ACCUMULATING IN HYPERARGININEMIA. Brain Research , Elsevier Science, v. 923, p. 50-57, 2001.

  • THADDEU, C. M. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; THADDEU, C. ; GALL, M. ; MASCARENHAS, M. . INTERFERENCIA DA HEMÓLISE, LIPEMIA E ICTERÍCIA SOBRE A DOSAGEM DO COLESTEROL: COMPARAÇÃO ENTRE DOIS MÉTODOS. News Lab, São Paulo, v. 44, p. 142-160, 2001.

  • OLIVEIRA, H. C. ; MEURER, G. ; Delwing-de Lima, Daniela . TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO E PANDEMIA DA COVID-19. TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO E PANDEMIA DA COVID-19. 2ed.Irati: Editora Pasteur, 2021, v. 2, p. 539-.

  • DELWING, D. ; WYSE, A. T. S. ; DUTRA FILHO, C. S. ; BAVARESCO, C. S. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; HAGEN, M. E. K. . EFFECT OF GUANIDINO COMPOUNDS ACCUMULATING IN HYPERARGININEMIA ON OXIDATIVE STRESS IN RAT BRAIN.. Journal of Inherited Metabolic Disease., p. 129 - 129.

  • DELWING, D. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WYSE, A. T. S. ; DUTRA FILHO, C. S. ; DELWING, D. ; WAJNER, M. ; TAGLIARI, B. ; CRUSIUS, L. . EVIDENCE THAT ARGININE ADMINISTRATION PROVOKES INHIBITION OF CATALASE ACTIVITY IN THE BRAIN. Journal of Inherited Metabolic Disease, Dublin, Republic of Ireland, p. 147 - 147.

  • DELWING, D. ; WYSE, A. T. S. ; BAVARESCO, C. S. ; DUTRA FILHO, C. S. ; CHIARANI, F. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; CALCAGNOTO, T. . STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS CAUSED BY PROLINE IN CEREBRAL CORTEX OF RATS.. Journal of Inherited Metabolic Disease, Dublin, Republic of Ireland, p. 147 - 147.

  • DELWING, D. ; THADDEU, C. M. ; THADDEU, C. ; DELWING, D. ; GALL, M. ; MASCARENHAS, M. . INTERFERENCIA DA HEMÓLISE, LIPEMIA, E ICTERÍCIA SOBRE A DOSAGEM DO COLESTEROL: COMPARAÇÃO ENTRE DOIS MÉTODOS.. Revista Brasileira de Análises Clínicas - RBAC.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; BECKER, A. A. ; CANALI, J. ; IOSCHPE, R. . INCIDÊNCIA DE PARASITOSES INTESTINAIS EM ESCOLARES DO MUNICÍPIO DE NOVO HAMBURGO, RS. Revista Brasileira de Análises Clínicas - RBAC.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; Matté, C ; Monteiro, S.C. ; Netto, C.A. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . VITAMIN E AND C ADMINISTRATION PREVENTS THE MEMORY DEFICIT OF HYPERPROLINEMIC RATS. Journal of Inherited Metabolic Disease, p. 1 - 108.

  • WAMSER, M.N. ; FERREIRA, V. V. ; LEITE, E. F. ; Lima, D. D. ; CRUZ, J. G. P. ; WYSE, A.T. S. ; Delwing-Dal Magro, Débora . Effect of hypoxanthine, antioxidants and allopurinol on acetylcholinesterase and butyrylcholinesterase activities in rats. Journal of Inherited Metabolic Disease, Barcelona, , v. 36, p. 162 - 162.

  • LIMA, A. B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Vieira, M. R. ; Poletto, M. Z. ; Pereira, N. R. . EFEITO DO EXTRATO DE EUGENIA BRASILIENSIS SOBRE A HIPERTRIGLICERIDEMIA INDUZIDA POR ÓLEO DE COCO EM RATOS. Brazilian Journal of Hematology and Hemotherapy, Brazilian Journal of Hematolog, , v. 38, p. 1 - 490.

  • GASTALDI, A. B. ; LIMA, A. B. ; PSCHEIDT, L. C. ; PRA, S. D. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL (SDCR). In: VII Fórum Integrado de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2020. VII Fórum Integrado de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2020.

  • LIMA, A. B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; MEDEIROS, S. ; BARAUNA, S. C. ; MAIA, T. P. . HYPOGLYCEMIANT AND ANTIOXIDANT EFFECTS OF DICHLOROMETHANE EXTRACT from Myrcia splendens (Sw.) DC IN AN ANIMAL TYPE 2 DIABETES MODEL. In: VII Fórum Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2020. VII Fórum Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2020.

  • WAYSZCEYK, S. ; SCHUSTER, A. L. ; ROCHA, F. E. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Efeito tipo-antidepressivo e antioxidante de Myrcia pubipetala MIQ. em um modelo animal preditivo de atividade antidepressiva induzida por corticosterona.. In: VII Fórum Integrado de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2020. VII Fórum Integrado de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2020.

  • DIAS, D. ; GASTALDI, A. B. ; PEREIRA, E. M. ; Delwing-de Lima, Daniela . Perfil farmacológico de pacientes em tratamento de dor crônica em uma unidade de dispensação no norte de Santa Catarina. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • OLIVEIRA, H. C. ; NASCIEMNTO, M. A. S. ; TEIXEIRA, K. O. J. S. ; FERNANDES, K. A. S. ; MEDEIROS, S. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . Efeito do extrato acetato de etila de Myrcia splendens sobre a atividade antioxidante em sangue de ratos diabéticos tipo 2 induzidos por estreptozotocina-nicotinamida. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • BORGMANN, G. ; PLAUTZ, K. ; DELMONEGO, L. ; GASTALDI, A. B. ; ELIAS, G. F. K. ; SILVA, M. Q. L. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO ANTIOXIDANTE RENAL DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DE MYRCIA PUBIPETALA EM UM MODELO ANIMAL DE DIABETES MELLITUS TIPO 2. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE.

  • PLAUTZI, K. ; BORGMANN, G. ; GASTALDI, A. B. ; WEINFURTER, J. O. ; PEREIRA, E. M. ; ELIAS, G. F. K. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO DOS POLISSACARÍDEOS DE SCHIZOPHYLLUM COMMUNE NA DOR AGUDA. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • TEIXEIRA, K. J. J. S. ; DELMONEGO, L. ; MAIA, T. P. ; FERNANDES, G. S. G. ; Werlang-Coelho, C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITOS DO TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE E SUPLEMENTAÇÃO DE L-CARNITINA SOBRE PARÂMETROS DE METABOLISMO ENERGÉTICO NO MÚSCULO SÓLEO DE RATOS OBESOS. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • DELMONEGO, L. ; PACKER, M. H. ; WEINFURTER, J. O. ; ELIAS, G. F. K. ; SCHRAMM, M. A. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE A ATIVIDADE ANTIOXIDANTE NO FÍGADO DE RATOS OBESOS. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • JAHN, N. ; DELMONEGO, L. ; GASTALDI, A. B. ; SILVA, M. Q. L. ; MANHAGUANHA, G. H. A. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITOS DA SUPLEMENTAÇÃO DE PLEUROTUS OSTREATUS NO PERFIL BIOQUÍMICO E ESTRESSE OXIDATIVO EM CICLISTAS. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • ROSA, R. C. ; BORGMANN, G. ; PLAUTZ, K. ; GASTALDI, A. B. ; DELMONEGO, L. ; Werlang-Coelho, C. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITOS DO TREINAMENTO INTERVALADO AERÓBICO NA APTIDÃO CARDIORRESPIRATÓRIA, ESTADO REDOX E PARÂMETROS BIOQUÍMICOS DE CARDIOPATAS. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • TORIANI, S. S. ; GASTALDI, A. B. ; PACKER, M. H. ; FERNANDES, G. S. G. ; GUSTAVOSGFERNAN, G. S. G. F. G. ; OLIVEIRA, T. M. N. ; Delwing-de Lima, Daniela . AVALIAÇÃO TOXICOLÓGICA PRÉ-CLÍNICA DO CONSUMO DE PEIXES DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CACHOEIRA EM RATOS POR UM ANO. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • MOSER, D. C. ; SCHRAMM, M. A. ; GASTALDI, A. B. ; DELMONEGO, L. ; FERNANDES, F. C. ; SILVEIRA, B. F. ; Werlang-Coelho, C. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITOS DO TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE (HIIT) SOBRE O METABOLISMO NA OBESIDADE. In: 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2022, Joinville. 9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2022.

  • NASCIMENTO, M. A. S. ; OLIVEIRA, H. C. ; TEIXEIRA, K. J. J. S. ; BORGMANN, G. ; PLAUTZ, K. ; DELMONEGO, L. ; GASTALDI, A. B. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO AGUDO DE NANOPARTÍCULAS DE OURO EM MODELO PRÉ-CLÍNICO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL (SDCR). In: 42ª Semana Científica do HCPA, 2022, Porto Alegre. Clinical and Biomedical Research - REVISTA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE E FACULDADE DE MEDICINA DA UNI9VERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL, 2022. v. 42. p. 12-852.

  • WIGGERS, B. ; BOAVENTURA, A. L. M. G. ; DUTRA, A. C. ; WOTMEYER, J. ; GRILO, L. G. ; PAULETI, N. ; ALBERTON, M. D. ; Delwing-de Lima, D. ; WAYSZCEYK, S. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . EFEITOS BIOLÓGICOS DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO, FRAÇÃO ACETATO DE ETILA E COMPOSTOS ISOLADOS DE Myrcia tijucensis EM MODELO ANIMAL DE DIABETES MELLITUS TIPO 1. In: 16ª MIPE - Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura, 2022, Blumenau. 16ª MIPE - Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura, 2022.

  • WINTER, L. M. ; GASTALDI, A. B. ; Delwing-de Lima, D. ; LORENZI, L. . EFEITOS DO GRADIENTE ESTUARINO SOBRE ESTRESSE OXIDATIVO DE Anomalocardia flexuosa (GMELIN, 1791) NA BAÍA BABITONGA/SC. In: IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente, 2021, Joinville. IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. Joinville: Editora Univille, 2021. p. 14.

  • GASTALDI, A. B. ; ELIAS, G. K. ; OLIVEIRA, J. A. ; PACKER, M. H. ; Delwing-de Lima, Daniela . MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL TIPO I CAUSA ESTRESSE OXIDATIVO EM CAMUNDONGOS. In: IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente, 2021, Joinville. IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021. p. 19.

  • DIAS, D. ; PEREIRA, E. M. ; Delwing-de Lima, Daniela . PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES EM TRATAMENTO DE DOR CRÔNICA NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. In: IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente, 2021, Joinville. IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021. p. 32.

  • BAIRROS, S. ; GASTALDI, A. B. ; SERWY, T. B. ; SOARES, A. V. ; Delwing-de Lima, Daniela . SOBRECARGA EMOCIONAL DAS MÃES QUE APRESENTAM FILHOS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA. In: IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente, 2021, Joinville. IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021. p. 48.

  • DELMONEGO, L. ; Delwing-de Lima, Daniela ; NASCIMENTO, M. A. S. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE x L-CARNITINA REVERTE ESTRESSE OXIDATIVO NO CORAÇÃO DE RATOS OBESOS. In: IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente, 2021, Joinville. IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021. p. 42.

  • OLIVEIRA, H. C. ; MEURER, G. ; Delwing-de Lima, Daniela . Obsessive-compulsive disorder and the COVID-19 pandemic. In: IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente, 2021, Joinville. IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021. p. 30.

  • NASCIMENTO, M. A. S. ; ELIAS, G. K. ; BORGMANN, G. ; PLAUTZ, K. ; DELMONEGO, L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . Efeito hipoglicemiante, hipolipemiante e antioxidante do extrato hidroalcoólico de Myrcia pubipetala no diabetes tipo 2. In: 8ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST, 2021. 8ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST, 2021.

  • ROSA, R. C. ; Werlang-Coelho, C. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITOS DO TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE NA APTIDÃO CARDIORRESPIRATÓRIA, ESTADO REDOX E PARÂMETROS BIOQUÍMICOS DE CARDIOPATAS. In: 8ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST, 2021, Joinville. 8ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021.

  • OLIVEIRA, H. C. ; DELMONEGO, L. ; SILVA, M. Q. L. ; PACKER, M. H. ; MANHAGUANHA, G. H. A. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Werlang-Coelho, C. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS OBESOS. In: 8ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST, 2021, Joinville. 8ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021.

  • GASTALDI, A. B. ; CABRAL, H. ; PSCHEIDT, L. C. ; FIAMONCINI, H. ; WEINFURTER, J. O. ; PRA, S. D. ; FERREIRA, G. K. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO AGUDO E CRÔNICO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL. In: 8ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST, 2021, Joinville. 8ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021.

  • GASTALDI, A. B. ; MATUCHAKI, J. G. ; CARNEIRO, L. M. ; PEREIRA, E. M. ; Delwing-de Lima, Daniela . AVALIAÇÃO PRÉ-CLÍNICA DA TOXICIDADE DE NANOPARTÍCULAS DE OURO EM CURTO PRAZO. In: IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente, 2021, Joinville. IV Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente. Joinville: Editora UNIVILLE, 2021. p. 46.

  • SWAYSZCEYK, S. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; ALBERTON, M. D. ; BARAUNA, S. C. ; ROCHA, F. E. ; SCHUSTER, A. L. . Biological effects of Myrcia pubipetala Miq. in a predictive animal model of depressive activity induced by corticosterone. In: XXIX Congresso Brasileiro de Neurologia, 2021. Arquivos de Neuro-Psquiatria, 2021. v. 79.

  • ALBERTON, M. D. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; BARAUNA, S. C. ; SWAYSZCEYK, S. ; SCHEIDT, G. ; PEIXER, R. C. ; SOUZA, D. L. . Análise morfológica e bioquímica do extrato de Myrcia tijusensis kiaersk em modelo animal de depressão induzido por corticosterona. In: 15 Mostra Integra de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2021, Blumenau. Anais da 15 Mostra Integra de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2021.

  • DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, D. ; ALBERTON, M. D. ; WAYSZCEYK, S. ; TEIXEIRA, K. J. J. S. ; SOUZA JUNIOR, R. ; PONTICELLI, M. E. ; ROEDEL, S. G. . Efeito antioxidante de Myrcia tijucensis em um modelo animal de depressão.. In: 15 Mostra Integra de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2021, Blumenau. Anais da 15 Mostra Integra de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2021.

  • LOVATO, G. ; PSCHEIDT2, L. C. ; GASTALDI, A. B. ; PRA, S. D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; PEREIRA, E. M. . EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UMMODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL. In: 7ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST, 2020, Joinville. 7ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST. Joinville: Universidade da Região de Joinville, 2020.

  • NASCIMENTO, M. A. S. ; PACKER, M. H. ; MAIA, T. P. ; DELMONEGO, L. ; ARAUJO, M. S. ; Werlang-Coelho, C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, D. . 'EFEITOS DA REABILITAÇÃO CARDIOVASCULAR E METABÓLICA SOBRE O ESTADO REDOX DE PACIENTES APÓS SOFREREM SÍNDROME CORONARIANA AGUDA. In: 7ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST, 2020, Joinville. 7ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST. Joinville: Universidade da Região de Joinville, 2020.

  • DELMONEGO, L. ; FIAMONCINI, H. ; LIMA, A. B. ; KUNZ, G. F. ; OLIVEIRA, J. A. ; Werlang-Coelho, C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, D. . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO EM MÚSCULO PLANTAR DE RATOS OBESOS. In: 7ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST, 2020, Joinville. 7ª SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA -SUCST. Joinville: Universidade da Região de Joinville, 2020.

  • SHUSTER, A. L. ; ROCHA, F. E. ; WAYSZCEYK, S. ; Delwing-de Lima, D. ; BARAUNA, S. C. ; ALBERTON, M. D. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Efeito protetor de Myrcia pubipetala Miq. sobre as alterações nos parâmetros de estresse oxidativo em um modelo animal de depressão induzida por corticosterona em córtex cerebral de ratos.. In: 14 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura - MIPE, 2020, Blumenau. 14 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura - MIPE. Blumenau: Universidade Regional de Blumenau, 2020.

  • SHUSTER, A. L. ; ROCHA, F. E. ; WAYSZCEYK, S. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; ALBERTON, M. D. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Efeito tipo-antidepressivo e antioxidante de Myrcia pubipetala MIQ. em um modelo animal preditivo de atividade antidepressiva induzida por corticosterona.. In: 14 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura - MIPE, 2020. 14 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura - MIPE, 2020.

  • OLM, R. F. ; VINCENZI, K. L. ; DELMONEGO, L. ; LIMA, A. B. ; MAIA, T. P. ; PSCHEIDT, L. C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . Os efeitos do resveratrol nas alterações do metabolismo enérgica cerebral causado pelo acúmulo de metabólitos na Citrulinemia tipo I em ratos.. In: 14 Mostra de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura - MIPE, 2020, Blumenau. 14 Mostra de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura - MIPE, 2020.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; VINCENZI, K. L. ; MAIA, T. P. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; DELMONEGO, L. . EFEITO IN VITRO DA AMÔNIA SOBRE A ATIVIDADE DO COMPLEXO II E IV EM CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS: PREVENÇÃO PELO RESVERATROL. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; MELO, D. F. M. ; MAIA, T. P. . EFEITO ANTIOXIDANTE E TIPO-ANTIDEPRESSIVO DE Eugenia catharinensis EM UM MODELO ANIMAL DE DEPRESSÃO. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; MEDEIROS, S. ; MAIA, T. P. ; PACKER, M. H. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DAS FOLHAS DA ESPÉCIE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELMONEGO, L. ; MAIA, T. P. ; VINCENZI, K. L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . EFEITO IN VITRO DA CITRULINA SOBRE A ATIVIDADE DE ENZIMAS ANTIOXIDANTES EM CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS: PROTEÇÃO PELO RESVERATROL. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; CUSTODIO, B. V. ; MEDEIROS, S. ; PSCHEIDT, L. C. ; PACKER, M. H. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . POTENCIAL ANTIOXIDANTE E HIPOLIPEMIANTE DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DAS FOLHAS DA ESPÉCIE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • CYRINO, L. A. R. ; Delwing-de Lima, Daniela ; ULLMANN, O. M. ; MAIA, T. P. ; SARDO, A. C. . DIFERENTES BIOMARCADORES E SUAS RELAÇÕES COM A FUNCIONALIDADE EM PACIENTES BIPOLARES DURANTE ESTÁGIOS PRECOCE E TARDIO. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; MELO, D. M. ; SILVA, L. M. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; BARAUNA, S. . EFEITO TIPO-ANTIDEPRESSIVO DO ÁCIDO p- CUMÁRICO E AÇÃO ANTIOXIDANTE EM CÓRTEX DE CAMUNDONGOS. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • MAIA, T. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; BISCHOFF, H. ; CAMILO, L. C. ; REINERT, C. ; SCHUSTER, A. L. ; Delwing-de Lima, Daniela . AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO I. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • GALVAO, J. ; Delwing-de Lima, Daniela ; PEREIRA, E. M. . ANEURISMA CEREBRAL INCIDENTAL EM UM GRUPO POPULACIONAL. In: III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III, 2019, Joinville. III Seminário Interdisciplinar em Saúde e Meio Ambiente - SISMA III. Joinville: Editora UNIVILLE, 2019.

  • MEES, W. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; OLM, R. F. ; ROCHA, F. E. ; TOMAZ, J. O. . Doença de Parkinson X estresse oxidativo: efeito protetor de antioxidantes. In: 13ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura ? MIPE, 2019, Blumenau. 13ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura ? MIPE, 2019. p. 145-146.

  • DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; CAMILO, L. C. ; BISCHOFF, H. C. ; SCHUSTER, A. L. ; REINERT, C. ; WAYSZCEYK, S. ; ALBERTON, M. D. . AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO I EM SANGUE DE RATOS. In: 13ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura - MIPE., 2019, Blumenau. 13ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura - MIPE., 2019. p. 89-90.

  • DELWING-DAL MAGRO, D. ; SCHUSTER, A. L. ; Delwing-de Lima, D. ; REINERT, C. ; ALBERTON, M. D. ; WAYSZCEYK, S. ; BISCHOFF, H. C. . AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO I EM RIM DE RATOS. In: 13ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura ? MIPE, 2019, Blumenau. 13ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura ? MIPE, 2019.

  • MEURER, G. M. ; BARAUNA, S. C. ; MEES, W. ; GUZZO, C. ; OLIVEIRA, M. F. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Potencial antioxidante do ácido p-cumárico em um modelo animal de diabetes tipo I. In: 13ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura ? MIPE, 2019, Blumenau. 13ª Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura ? MIPE, 2019. p. 195-196.

  • PACKER, M. H. ; GASTALDI1, A. B. ; PRA, S. D. ; ENGSTER, M. P. ; MAIA, T. P. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; PEREIRA, E. M. ; FERREIRA, G. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL. In: VI SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2019, Joinville. VI SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2019.

  • DELMONEGO, L. ; PSCHEIDT, L. C. ; FIAMONCINI, H. ; REBELO, M. ; LOVATO, G. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO IN VITRO DA AMÔNIA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS: PROTEÇÃO PELO RESVERATROL. In: Daniela Delwing de Lima, 2019, Joinville. VI SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2019.

  • CUSTODIO, B. V. ; MEDEIROS, S. ; KUNZ, G. ; OLIVEIRA, J. A. ; CABRAL, H. ; MAIA, T. P. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . POTENCIAL ANTIOXIDANTE DO EXTRATO DICLOROMETANO DAS FOLHAS DA ESPÉCIE DE Myrcia splendens EM SANGUE DE RATOS COM DIABETES TIPO II. In: VI SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2019, Joinville. VI SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA - SUCST, 2019.

  • PEREIRA, E. M. ; WIESE, L. P. L. ; Delwing-de Lima, Daniela ; MEWS, M. H. R. ; CAMPOS, A. J. . Adaptação de modelo pré-clínico de indução aguda e crônica de úlcera gástrica e avaliação da atividade gastroprotetora de Eugênia brasiliensis. In: Sexta Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2019, Joinville. Sexta Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST. Joinville, 2019.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; VINCENCE, K. L. ; DELMONEGO, L. ; MAIA, T. P. ; PSCHEIDT, L. C. . In Vitro Citrulline Alters Respiratory Chain in the Cerebral Cortex of Rats: Protection by Resveratrol. In: 47 Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology, 2018, Joinville. 47 Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology, 2018.

  • DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; ALBERTON, M. D. ; CAMILO, L. C. ; MARTINS, J. ; SABEL, B. R. . Protective Effect of Polygala linoides on the Alterations Caused by Corticosterone on Oxidative Stress Parameters in the Cerebral Cortex of Rats. In: 47 Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology, 2018, Joinville. 47 Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology, 2018.

  • BARAUNA, S. C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; DE-MELO, D. F. M. ; BRUECKHEIMER, M. M. ; MAIA, T. P. ; SALA, G. A. ; DOHLER, A. W. ; ZAGO, M. I. ; ALBERTON, M. D. ; SIEBERT, D. A. ; MICKE, G. A. ; Delwing-de Lima, Daniela . Eugenia catharinensis D. Legrand Exerts Antioxidant Effect on the Cerebral Cortex of Corticosterone Chronically Treated Mice.. In: 47 Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology, 2018, Joinville. 47 Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; VINCENZI, K. L. ; DELMONEGO, L. ; MAIA, T. P. ; PSCHEIDT, L. C. . In vitro citrulline alters biomarkers of oxidative stress in the cerebral cortex of rats: Protection by resveratrol. In: I Simpósio Sul-brasileiro de Farmacognosia, 2018, Blumenau. I Simpósio Sul-brasileiro de Farmacognosia, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; CUSTODIO, B. V. ; LIMA, A. B. ; MAIA, T. P. ; MEDEIROS, S. ; BARAUNA, S. C. ; ALBERTON, M. D. ; PEREIRA, E. M. . Hypolipemiant and antioxidant potential of crude acetonic extract (CAE) of Eugenia brasiliensis in a rat model of hypertriglyceridemia. In: I Simpósio Sul-brasileiro de farmacognosia, 2018, Blumenau. I Simpósio Sul-brasileiro de farmacognosia, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; VINCENZI, K. L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; MAIA, T. P. ; DELMONEGO, L. ; B.LIMA, A. ; PSCHEIDT, L. C. . Protective effect of resveratrol on the alterations caused by citrulline on oxidative stress parameters in the cerebral cortex of rats.. In: XIV Congresso Internacional de Nutrição Funcional, 2018, São Paulo. XIV Congresso Internacional de Nutrição Funcional. São Paulo: VP Editora, 2018. p. 1-253.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; VINCENZI, K. L. ; JOAQUIM, V. H. ; Werlang-Coelho, C. ; MAIA, T. P. . Effects of High-Intensity Aerobic Training on Energy Metabolism in the Gastrocnemius Muscle of Rats on High-Fat Diet. In: XIV Congresso Internacional de Nutrição Funcional, 2018, São Paulo. XIV Congresso Internacional de Nutrição Funcional. São Paulo: VP Editora, 2018. p. 1-253.

  • DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; MARTINS, J. ; SABEL, B. R. ; OLM, R. F. ; CAMILO, L. C. ; RODRIGUES, D. ; RODRIGUES, G. M. ; TENFEN, A. ; BATSCHAUER, G. P. ; Alberton, M. D. . Protective effect of Eugenia platysema against alteration in oxidative stress parameters in kidneys caused by alloxan-induced diabetes. In: I Simpósio Sul-brasileiro de Farmacognosia, 2018, Blumenau. I Simpósio Sul-brasileiro de Farmacognosia, 2018.

  • DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; CAMILO, L. C. ; BISCHOFF, H. ; MARTINS, J. ; SABEL, B. R. ; Barauna, S. C. ; PEREIRA, M. ; BRIGHENTE, I. M. C. . Protective Effect of Polygala linoides on the Alterations Caused by Corticosterone on Oxidative Stress Parameters in the Hippocampus of Mice. In: I Simpósio Sul-brasileiro de Farmacognosia, 2018, Blumenau. I Simpósio Sul-brasileiro de Farmacognosia, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; PELOZIN, B. R. A. ; RAMOS, S. A. ; MOSER, D. C. ; Werlang-Coelho, C. . Nível de estresse e composição corporal de jovens universitários sedentários e praticantes de educação física curricular.. In: 41 Simpósio Internacional de Ciências do Esporte e 1 simpósio Internacional de Atividade Física e Comportamento Sedentário., 2018, São Paulo. 41 Simpósio Internacional de Ciências do Esporte e 1 simpósio Internacional de Atividade Física e Comportamento Sedentário., 2018. v. 23.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; MEDEIROS, S. ; DELMONEGO, L. ; VICENZI, K. L. ; MAIA, T. P. ; PSCHEIDT, L. C. ; MAGRO, D. D. . EFEITO IN VITRO DA CITRULINA E DA AMÔNIA NA CADEIA RESPIRATÓRIA EM HIPOCAMPO DE RATOS: PROTEÇÃO PELO RESVERATROL. In: VII Simpósio de Estresse Oxidativo e doenças Cardiovasculares / III Conferência de Estresse Oxidativo Brasil-Canadá, 2018, Porto Alegre. VII Simpósio de Estresse Oxidativo e doenças Cardiovasculares / III Conferência de Estresse Oxidativo Brasil-Canadá, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; LIMA, A. B. ; BARAUNA, S. C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; ALBERTON, M. D. . EFEITO DO EXTRATO ACETATO DE ETILA DE Eugenia catharinensis SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM MODELO ANIMAL DE DEPRESSÃO INDUZIDO PELA CORTICOSTERONA EM CÓRTEX CEREBRAL. In: VII Simpósio Internacional de Estresse Oxidativo e Doenças Cardiovasculares, III Conferência de Estresse Oxidativo Brasil-Canadá, 2018, Porto Alegre. VII Simpósio Internacional de Estresse Oxidativo e Doenças Cardiovasculares III Conferência de Estresse Oxidativo Brasil-Canadá, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; MAIA, T. P. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; DELMONEGO, L. ; VINCENZI, K. L. ; LIMA, A. B. ; PSCHEIDT, L. C. . Efeito in vitro da citrulina e da amônia sobre parâmetros de estresse oxidativo em cerebelo de ratos. In: 5 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUSCT, 2018, Joinville. 5 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUSCT, 2018.

  • CAMILO, L. C. ; MARTINS, J. ; BISCHOFF, H. ; SABEL, B. R. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; BARAUNA, S. C. ; PEREIRA, M. ; BRIGHENTE, I. M. C. . Avaliação do Potencial Antioxidante da Fração Etanólica de Polygala linoides sobre o Estresse Oxidativo em Córtex Cerebral de Camundongos Tratados com Costicosterona. In: 12 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura FURB., 2018, Blumenau. Anais da 12 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da FURB, 2018.

  • MARTINS, J. ; BISCHOFF, H. ; SABEL, B. R. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; PEREIRA, M. ; BRIGHENTE, I. M. C. . Avaliação do potencial antioxidante de Polygala linoides em hipocampo de camundongos tratados com corticosterona. In: 12 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura FURB., 2018, Blumenau. Anais da 12 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura FURB., 2018.

  • OLM, R. F. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; MARTINS, J. ; SABEL, B. R. ; BARAUNA, S. C. . OS IMPACTOS DO TRATAMENTO COM LEVODOPA E ANTIOXIDANTES SOBRE A NEURODEGENERAÇÃO DA DOENÇA DE PARKINSON INDUZIDA EM MODELO ANIMAL. In: 12 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da FURB, 2018, Blumenau. Anais da 12 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da FURB, 2018.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; SASSO, S. ; BRUECKHEIMER, M. B. ; MAIA, T. P. ; SALA, G. A. B. N. ; MEWS, M. H. R. . PROTECTIVE EFFECT OF ANTIOXIDANTS ON CEREBRAL CORTEX OXIDATIVE DAMAGE CAUSED BY INTRACEREBROVENTRICULAR GALACTOSE ADMINISTRATION. In: XXXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2017, Campos do Jordão. XXXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2017.

  • DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; OLM, R. F. ; CAMILO, L. C. ; MARTINS, J. ; RODRIGUES, G. M. ; RODRIGUES, R. ; SABEL, B. R. ; ALBERTON, M. D. . PROTECTIVE EFFECT OF Eugenia platysema ON THE ALTERATIONS CAUSED BY ALLOXAN-INDUCED DIABETES ON OXIDATIVE STRESS PARAMETERS IN THE BRAIN OF RATS. In: XXXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2017, Campos do Jordão. XXXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; BARAUNA, S. C. ; HARGER, M. G. ; DE MELO, D. F. M. ; CORDEIRO, T. S. ; ZAGO, M. I. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; ALBERTON, M. D. ; BRUECKHEIMER, M. B. ; MAIA, T. P. . Antioxidant And Antidepressant-Like Effect Of Ethyl Acetate Extract From Eugenia Catharinensis.. In: XXXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2017. XXXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; SALAMAIA, E. M. ; MAIA, T. P. ; FERRAZZA, M. H. H. ; BRUECKEIMER, M. B. . Avaliação da intoxicação por chumbo sobre a função tireoidiana. In: II Jornada acadêmica científica e cultural de medicina., 2017, Joinville- SC. II Jornada acadêmica científica e cultural de medicina., 2017.

  • MELLO, D.F.M. ; FERMINO, T. ; OLM, R. F. ; SILVA, K. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; PAULETI, N. N. . ANTIOXIDANT AND ANTINOCICEPTIVE POTENCIAL OF p-COUMARIC ACID IN ALLOXAN DIABETIC RATS. In: XXXII Reunião Anual da FeSBE, 2017, Campos do Jordão. XXXII Reunião Anual da FeSBE, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; RODRIGUES, D. ; NANTES, P. T. ; CORREA, H. G. ; BISCHOFF, H. C. ; ALBERTON, M. D. ; SOUSA, A. . Avaliação do potencial antioxidante de Eugenia catharinensis sobre o estresse oxidativo em rim e fígado de ratos diabéticos. In: 11 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura, 2017, Blumenau. 11 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; NANTES, P. T. ; RODRIGUES, D. ; CORREA, H. G. ; PISCHOFF, H. C. ; ALBERTON, M. D. ; SOUSA, A. . Avaliação do potencial antioxidante de Eugenia catharinensis sobre o estresse oxidativo em sangue e cérebro de ratos diabéticos. In: 11 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura, 2017, Blumenau. 11 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; OLM, R. F. ; ALBERTON, M. D. ; CAMILO, L. C. ; MARTINS, J. ; RODRIGUES, G. M. ; RODRIGUES, D. ; SABEL, B. R. . Efeito protetor de Eugenia platysema sobre as alterações causadas pela diabetes induzida por aloxana em parâmetros de estresse oxidativo. In: 11 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura, 2017, Blumenau. 11 Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura, 2017.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; MAIA, T. P. ; JOAQUIM, V. H. ; Werlang-Coelho, C. ; BRUECKHEIMER, M. B. ; MEWS, M. H. . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM MÚSCULO GASTROCNÊMIO DE RATOS SUBMETIDOS À DIETA HIPERLIPÍDICA. In: VI International Symposium on Oxidative Stress and Cardiovascular Diseases, II Brazil-Canada Oxidative Stress Conference, 2017, Porto Alegre. VI International Symposium on Oxidative Stress and Cardiovascular Diseases, II Brazil-Canada Oxidative Stress Conference. Porto Alegre, 2017. p. 62-63.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; LIMA, A. B. ; SALAMAIA, E. M. ; VIEIRA, M. R. ; POLETTO, M. Z. . EFEITO PROTETOR DE Eugenia brasiliensis EM MODELO ANIMAL DE HIPERTRIGLICERIDEMIA EM FÍGADO DE RATOS. In: VI INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON OXIDATIVE STRESS AND CARDIOVASCULAR DISEASES, II BRAZIL-CANADA OXIDATIVE STRESS CONFERENCE, 2017, Porto Alegre. VI INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON OXIDATIVE STRESS AND CARDIOVASCULAR DISEASES II BRAZIL-CANADA OXIDATIVE STRESS CONFERENCE. Porto Alegre, 2017. p. 86-87.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; BUNICK SALA, G. A. B. ; ULBRICHT, A. S. ; MAIA, T. P. ; Werlang-Coelho, C. . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS SUBMETIDOS À DIETA HIPERLIPÍDICA. In: VI INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON OXIDATIVE STRESS AND CARDIOVASCULAR DISEASES, II BRAZIL-CANADA OXIDATIVE STRESS CONFERENCE, 2017, Porto Alegre. VI INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON OXIDATIVE STRESS AND CARDIOVASCULAR DISEASES II BRAZIL-CANADA OXIDATIVE STRESS CONFERENCE. Porto Alegre, 2017. p. 92-93.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Rosa, N.C. ; Toldo, P. ; CORREA, H. G ; RODRIGUES, G. M ; RODRIGUES, D ; ALBERTON, M. D. ; Cipriani, A. . Avaliação do potencial protetor de Eugenia involucrata sobre os efeitos causados pelo diabetes sobre parâmetros de metabolismo energético em córtex cerebral de ratos. In: 10 Mostra Integrada ensino - pesquisa - extensão - cultura, 2016, Blumenau. 10 Mostra Integrada ensino - pesquisa - extensão - cultura, 2016.

  • NANTES, P. T ; ROSA, N. C. ; CORREA, H. G. P. ; RODRIGUES, G. M. ; RODRIGUES, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; ALBERTON, M. D. ; Cipriani, A. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Avaliação do potencial protetor de Eugenia involucrata sobre os efeitos causados pelo diabetes sobre parâmetros de metabolismo energético em hipocampo de ratos. In: 10 Mostra Integrada ensino - pesquisa - extensão - cultura, 2016, Blumenau. 10 Mostra Integrada ensino - pesquisa - extensão - cultura, 2016.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Brueckheimer, M. B. ; Lima, A. B. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Vieira, M. R. ; Poletto, M. Z. ; Salamaia, E. M. ; Pereira, N. R. ; PEREIRA, E. M.. . EFEITO ANTIOXIDANTE DE Eugenia brasiliensis EM MODELO ANIMAL DE HIPERTRIGLICERIDEMIA INDUZIDA PELO ÓLEO DE COCO EM FÍGADO DE RATOS. In: 3 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2016, Joinville. 3 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2016.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Brueckheimer, M. B. ; SASSO, S. ; Pereira, N. R. ; Maia, T. P. ; Sala, G. A. B. N. ; Mews, M. H. R. . Efeito da administração intracerebral de galactose sobre o estresse oxidativo em cérebro de ratos. In: 3 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2016, Joinville. 3 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2016.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; ULBRICHT, A. A. S. S. F.. ; Werlang-Coelho, C. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Joaquim, V. H. ; Vieira, M. R. ; Poletto, M. Z. . Efeito do treinamento aeróbico sobre parâmetros de estresse oxidativo em músculo sóleo de ratos submetidos à dieta hiperlipídica. In: 3 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2016, Joinville. 3 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2016.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Pereira, N. R. ; Salamaia, E. ; SASSO, S. ; PEREIRA, E. M. . Efeito in vitro da Galactosemia Clássica sobre a atividade da Na+K+-Atpase: Papel de substâncias antioxidantes. In: 3 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2016, Joinville. 3 Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST, 2016.

  • Lima, A. B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Vieira, M. R. ; Poletto, M. Z. ; Pereira, N. R. . EFEITOS ANTIOXIDANTE DE Eugenia brasiliensis SOBRE HIPERTRIGLICERIDEMIA INDUZIDA POR ÓLEO DE COCO EM RATOS. In: VIII Simpósio Ibero-Americano de Plantas Medicinais e III Simpósio Ibero-Americano de Investigação do Cancêr, 2016, Itajaí. VIII Simpósio Ibero-Americano de Plantas Medicinais e III Simpósio Ibero-Americano de Investigação do Cancêr, 2016.

  • Ulbricht, AS ; Delwing-de Lima, Daniela ; Werlang-Coelho C ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Quevedo SR ; Desordi L ; Pereira NR ; Salamaia, E. M. ; Joaquim, V. H. . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS SUBMETIDOS À DIETA HIPERLIPÍDICA. In: VIII Simpósio Iberoamericano de Plantas Medicinais e III Simpósio Ibero-americano de Investigação em Câncer, 2016, Itajaí. VIII Simpósio Iberoamericano de Plantas Medicinais e III Simpósio Ibero-americano de Investigação em Câncer, 2016.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; SASSO, S. ; DALMEDICO, L. . IN VITRO STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS BY HOMOARGININE IN KIDNEY OF RATS. In: XXIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de biologia Experimental - FESBE, 2014, Caxambú - MG. XXIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de biologia Experimental - FESBE, 2014.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; EGER, G. A. ; FERREIRA, V. V. ; BATISTA, C. ; CRUZ, J. G. P. ; Delwing-Dal Magro, Débora . EFFECT OF GUANIDINOACETATE ON OXIDATIVE STRESS AND BUTYRYLCHOLINESTERASE ACTIVITY IN BLOOD OF RATS. In: XXIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de biologia Experimental - FESBE, 2014, Caxambú - MG. XXIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de biologia Experimental - FESBE, 2014.

  • PAULETI, N. N. ; COSTA, A. S. ; BARAUNA, S. C. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DALMAGRO, D. D. ; CRUZ, J. N. ; CRUZ, J. P. G. . BEHAVIORAL INTERACTIONS OF SIMVASTATIN AND DIAZEPAM IN TESTS OF ANXIETY AND OBJECT RECOGNITION. In: XXIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de biologia Experimental - FESBE, 2014, Caxambú - MG. XXIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de biologia Experimental - FESBE, 2014.

  • BONDE, H. L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; FERREIRA, V. V. ; EGER, G. A. ; BATISTA, C. ; CRUZ, J. G. P. ; RODRIGUES, A. F. . Efeito antioxidante da sinvastatina sobre o desiquilíbrio oxidativo causado pela LDX. In: 31 Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia, 2014, Curitiba. Brazilian Archives of Endocrinology and Metabolism, 2014. v. 58. p. 315.

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; CASAGRANDE, A.C.M. ; WAMSER, M.N. ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE, A.T. S. . IN VITRO STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS BY HYPOXANTHINE IN BLOOD OF RATS: PREVENTION BY ANTIOXIDANTS AND ALLOPURINOL. In: XXVII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2012, Águas de Lindóia. XXVII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2012.

  • Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; ROECKER, R. ; JUNGES, G.M. ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE, A. T. S. . IN VITRO AND IN VIVO EFFECTS OF PROLINE ON ANTIOXIDANT ENZYME DEFENSES AND LIPOPEROXIDATION IN THE ERYTHROCYTES AND PLASMA OF RATS. In: XXVII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2012, Águas de Lindóia. XXVII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2012.

  • SCHMITZ, F. ; SCHERER, E.B.S. ; CUNHA, M.J. ; CUNHA, A.A. ; Lima, D. D. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; WYSE, A. T.S. ; Netto, C.A. . CHRONIC METHYLPHENIDATE ADMINISTRATION ALTERS ANTIOXIDANT DEFENSES AND BUTYRYLCHOLINESTERASE ACTIVITY IN BLOOD OF JUVENILE RATS. In: XXVI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2011, Rio de Janeiro. XXVI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2011.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; DELWING, F. ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE, A. T.S. ; CASAGRANDE, A.C.M. ; WOLLINGER, L. F. . EFFECT OF ARGININE AND GUANIDINO COMPOUNDS ON ACETYLCHOLINESTERASE ACTIVITY IN HIPPOCAMPUS OF RATS. In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010, Águas de Lindóia. XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; DELWING, F. ; WOLLINGER, L. F. ; WYSE, A. T.S. ; CASAGRANDE, A.C.M. ; CRUZ, J.G.P. . IN VITRO EFFECT OF HOMOARGININE ON ACETYLCHOLINESTERASE AND BUTYRYLCHOLINESTERASE ACTIVITIES: EFFECT NEUROPROTECTOR OF VITAMINS E PLUS C. In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010, Águas de Lindóia. XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; DELWING, F. ; CRUZ, J.G.P. ; SCOLARO, B. . EFFECTS OF MATE TEA ON OXIDATIVE STRESS IN RATS INTOXICATED WITH ETHANOL. In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010, Águas de Lindóia. XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; CARDOSO, F.A.G. ; SANTOS, T.M. ; ALBUQUERQUE, C.A. ; BARAUNA, S.C. . EFEITO ANTIDEPRESSIVO DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DE TABERNAEMONTANA CATHARINENSIS NO TESTE DO NADO FORÇADO EM CAMUNDONGOS. In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010, Águas de Lindóia. XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; CARDOSO, F.A.G. ; SANTOS, T.M. ; ALBUQUERQUE, C.A. ; BARAUNA, S.C. ; JANNING, D. . ANTIDEPRESSANT-LIKE EFFECT AND HISTOLOGICAL CHANGES INDUCED BY THE ACUTE ADMINISTRATION OF HYDROALCOHOLIC TABERNAEMONTANA CATHARINENSIS EXTRACT IN MICE. In: XV MEETING OF THE BRAZILIAN SOCIETY FOR CELL BIOLOGY HELD, 2010, São Paulo. XV MEETING OF THE BRAZILIAN SOCIETY FOR CELL BIOLOGY HELD, 2010.

  • CRUZ, J.G.P. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; Cruz, J.N. . EFEITOS DA MÚSICA CLÁSSICA COMO ELEMENTO DE ENRIQUECIMENTO AMBIENTAL EM MUS MUSCULUS EM CATIVEIRO (RODENTIA: MURIDAE). In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010, Águas de Lindóia. XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010.

  • Cruz, J.N. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; CRUZ, J.G.P. ; JUNKES, L. . SÍNCOPE VAGAL EM SPILOTES PULLATUS (SERPENTES; COLUBRIDAE) SUBMETIDAS AO EXAME ELETROCARDIOGRÁFICO. In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010, Águas de Lindóia. XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010.

  • Cruz, J.N. ; SILVA, A.C. ; MULLER, D.F. ; CRUZ, J.G.P. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora . EFEITOS DO EXTRATO DE GINKGO BILOBA (EGB 761) SOBRE A ATIVIDADE MOTORA E A MEMÓRIA EM RATOS NADADORES. In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010, Águas de Lindóia. XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010.

  • CRUZ, J.G.P. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; Cruz, J.N. . PADRÕES DE ATIVIDADE LOCOMOTORA DIÁRIA DE BOTHROPS JARARACUSSU (SERPENTES; VIPERIDAE): UMA RESPOSTA RELACIONADA ÀS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DE LUMINOSIDADE OU A RITMOS ENDÓGENOS? S. In: XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010, Águas de Lindóia. XXV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FESBE, 2010.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; BEIRITH, A. ; DELWING, F. ; WYSE, A. T.S. . IN VIVO AND IN VITRO EFFECT OF ARGININE ON PARAMETERS OF OXIDATIVE STRESS IN BLOOD OF RATS. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- Fesbe, 2009, Águas de Lindóia. XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- Fesbe, 2009.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; SCOLARO, B. ; KUSS, G. G. ; DELWING, F. ; CRUZ, J.G.P. ; WYSE, A. T.S. . IN VIVO AND IN VITRO EFFECT OF ARGININE ON PYRUVATE KINASE ACTIVITY IN HIPPOCAMPUS OF RATS. In: XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- Fesbe, 2009, Águas de Lindóia. XXIV Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- Fesbe, 2009.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; Sanna, R.J. ; WOFCHUK, S. T. ; WYSE, A. T.S. . EFFECT OF PROLINE ON GLUTAMATE UPTAKE AND Na+,K+-ATPase ACTIVITY: PREVENTION BY ANTIOXIDANTS. In: I Congresso Ibro/Larc de Neurociências da América Latina, Caribe e Península Ibérica, 2008, Búzios. I Congresso Ibro/Larc de Neurociências da América Latina, Caribe e Península Ibérica, 2008.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; WYSE, A.T. S. . BRAIN OXIDATIVE DAMAGE CAUSED BY INTRACEREBROVENTRICULAR ARGININE ADMINISTRATION. In: I Congresso Ibro/Larc de Neurociências da América Latina, Caribe e Península Ibérica, 2008, Búzios. I Congresso Ibro/Larc de Neurociências da América Latina, Caribe e Península Ibérica, 2008.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; CHIARANI, F. ; KUREK, A. G. ; WYSE, A.T. S. . EFFECT OF PROLINE ON CYTOCHROME C OXIDASE: PREVENTION BY ANTIOXIDANTS. In: XXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE, 2007, Águas de Lindóia. XXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE, 2007.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; WYSE, A.T. S. ; SARKIS, J. J. F. . ARGININE INDUCES ALTERATIONS ON NUCLEOTIDE HYDROLYSIS IN SYNAPTOSOMES FROM HIPPOCAMPUS OF RATS. In: XXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE, 2007, Àguas de Lindóia. XXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE, 2007.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; SARKIS, J. J. F. ; WYSE, A.T. S. . PROLINE INDUCES ALTERATIONS IN NUCLEOTIDE HYDROLYSIS IN RAT BLOOD SERUM. In: XXI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE, 2006, Águas de Lindóia. XXI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE, 2006.

  • DELWING, D. ; KOLLING, J. ; CHIARANI, F. ; WYSE, A. T.S. . EFFECT OF PROLINE ADMINISTRATION ON ACETYLCHOLINESTERASE ACTIVITY IN RAT BRAIN.. In: Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE, 2006, Águas de Lindóia-SP. XXI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental- FESBE, 2006.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; KUREK, A. G. ; WOFCHUK, S. T. ; JORGE, R. S. ; WYSE, A. T.S. . EFEITO DA PROLINA SOBRE A CAPTAÇÃO DE GLUTAMATO EM FATIAS DE CÓRTEX CEREBRAL E HIPOCAMPO DE RATOS.. In: XVIII Salão de Iniciação Cientifica, XV Feira de Iniciação Cientifica, e I Salão UFRGS Jovem, PROPESQ/UFRGS., 2006, Porto Alegrre. XVIII Salão de Iniciação Cientifica, XV Feira de Iniciação Cientifica, e I Salão UFRGS Jovem, PROPESQ/UFRGS, 2006.

  • DELWING, D. ; WYSE, A.T. S. ; MATTÉ, C. ; MONTEIRO, S.C. . EFFECT OF OVARIECTOMY ON SOME PARAMETERS OF OXIDATIVE STRESS IN ADULT RAT HIPPOCAMPUS. In: I Congresso Iberoamericano de Neuroimunomodulação, 2005, Rio de Janeiro. I Congresso Iberoamericano de Neuroimunomodulação, 2005.

  • DELWING, D. ; S.BAVARESCO, C. ; Netto, C.A. ; WYSE, A.T. S. ; MATTÉ, C. ; MONTEIRO, S.C. . VITAMINS E AND C ADMINISTRATION PREVENTS THE MEMORY DEFICIT IN RATS PROVOKED BY CHRONIC HYPERPROLINEMIA.. In: XX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental ? FeSBE, 2005, Águas de Lindóia. XX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental ? FeSBE, 2005.

  • DELWING, D. ; WYSE, A.T. S. ; MATTÉ, C. ; MONTEIRO, S.C. . OVARIECTOMY INCREASES Na+,K+-ATPase, ACETYLCHOLINESTERASE AND CATALASE ACTIVITIES IN RAT HIPPOCAMPUS. In: XX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental ? FeSBE, 2005, Águas de Lindóia. Livro de Resumos, 2005.

  • DELWING, D. ; CIPRIANI, F. ; BAVARESCO, C. S. ; CHIARANI, F. ; Netto, C.A. ; WYSE, A.T. S. . A ADMINISTRAÇÃO DE ANTIOXIDANTES PREVINE O PREJUÍZO NA MEMÓRIA EM RATOS HIPERPROLINÊMICOS. In: XXV Semana Científica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre e XII Congresso de Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde do Mercosul., 2005, Porto Alegre. Livro de Resumos, 2005.

  • DELWING, D. ; WYSE, A. T. S. ; DUTRA FILHO, C. S. ; WANNMACHER, C. M. D. ; CHIARANI, F. ; WAJNER, M. . HYPERPROLINEMIA AND BRAIN DAMAGE. IS THERE A LINK WITH OXIDATIVE STRESS?. In: XIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental ? FeSBE.,, 2004, Águas de Lindóia, São Paulo. Livro de resumos, 2004.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; TAGLIARI, B. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WYSE., A. T.S. ; CHIARANI, F. ; WAJNER, M. . REDUCTION OF Na+,K+-ATPase ACTIVITY IN BRAIN OF RATS SUBJECTED TO CHEMICAL EXPERIMENTAL MODEL OF HYPERPROLINEMIA TYPE II IS PREVENTED BY ANTIOXIDANTS ADMINISTRATION. In: XIX Reuniäo Anual da Federaçäo de Sociedades de Biologia Experimental-FESBE, 2004, Aguas de Lindóia, Säo Paulo. Livro de resumos, 2004.

  • DELWING, D. ; WYSE., A. T.S. ; CHIARANI, F. ; CALCAGNOTTO, T. . EFFECT OF PROLINE ADMINISTRATION ON BUTYRYLCHOLINESTERASE ACTIVITY IN CEREBRAL CORTEX OF RATS. In: XIX Reuniäo Anual da Federaçäo de Sociedades de Biologia Experimental-FESBE, 2004, Águas de Lindóia -Säo Paulo. Livro de resumos, 2004.

  • DELWING, D. ; TAGLIARI, B. ; S.BAVARESCO, C. ; CHIARANI, F. ; WYSE, A. T.S. ; SCHERER, E. . A REDUÇÄO DA ATIVIDADE DA Na+K+-ATPase EM CÉREBRO DE RATOS SUBMETIDOS À HIPERPROLINEMIA CRÖNICA É PREVINIDA PELA ADMINISTRAÇÄO DE ANTIOXIDANTES. In: XVI Salão de Iniciação Cientifica e XIII Feira de Iniciação Cientifica, PROPESQ/UFRGS., 2004, Porto Alegre. Livro de resumos, 2004.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; WANNMACHER, C. M.D. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . EFFECT OF CHRONIC ADMINISTRATION OF PROLINE ON SOME PARAMETERS OF OXIDATIVE STRESS. In: XXXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq, 2003, Caxambú. XXXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq, 2003.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; CHIARANI, F. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WANNMACHER, C. M.D. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . IN VIVO AND IN VITRO EFFECTS OF AMINO ACID ACUMULATING IN HYPERPROLINEMIA ON OXIDATIVE STRESS IN RAT BRAIN.. In: XVIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2003, Pinhais. XVIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2003.

  • DELWING, D. ; CHIARANI, F. ; DELWING, D. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; WYSE, A.T. S. . EFEITO IN VIVO E IN VITRO DA PROLINA NA ATIVIDADE DA ACETILCOLINESTERASE EM CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS.. In: XIV Salão de Iniciação Cientifica e XI Feira de Iniciação Cientifica, PROPESQ/UFRGS., 2002, Porto Alegre. XIV Salão de Iniciação Cientifica e XI Feira de Iniciação Cientifica, PROPESQ/UFRGS., 2002.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; CHIARANI, F. ; WANNMACHER, C. M.D. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . EFFECT IN VIVO AND IN VITRO OF PROLINE ON ACETYLCHOLINESTERASE ACTIVITY IN DIFFERENTS STRUCTURES OF RATS.. In: XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq, 2002, Caxambú. XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq, 2002.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; CALCAGNOTTO, T. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WANNMACHER, C. M.D. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . EXPERIMENTAL HYPERPROLINEMIA TYPE II PROVOKES OXIDATIVE STRESS IN BRAIN OF RATS. In: XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq., 2002, Caxambú. XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq., 2002.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; CRUSIUS, L. ; WANNMACHER, C. M.D. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . INHIBITION OF CATALASE CAUSED BY ARGININE ADMINISTRATION.. In: XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq., 2002, Caxambú. XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq., 2002.

  • DELWING, D. ; TAGLIARI, B. ; S.BAVARESCO, C. ; WANNMACHER, C. M.D. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T.S. . IN VITRO DECREASE OF ANTIOXIDANT ENZYMES IN BRAIN OF RATS BY GUANIDINO COMPOUNDS.. In: XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq, 2002, Caxambú. XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq, 2002.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; CALCAGNOTO, T. ; WANNMACHER, C. M.D. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WAJNER, M. ; WYSE., A. T.S. . STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS CAUSED BY PROLINE IN CEREBRAL CORTEX OF RATS.. In: XVII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE., 2002, Pinhais. XVII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE., 2002.

  • DELWING, D. ; WYSE, A. T.S. ; DELWING, D. ; CRUSIUS, L. ; TAGLIARI, B. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. . EVIDENCE THAT ARGININE ADMINISTRATION PROVOKES INHIBITION OF CATALASE ACTIVITY IN THE BRAIN.. In: SSIEM 40 th Annual Symposium, 2002, Dubin. SSIEM 40 th Annual Symposium, 2002.

  • DELWING, D. ; WYSE, A. T.S. ; BAVARESCO, C. S. ; CALCAGNOTTO, T. ; CHIARANI, F. ; DUTRA-FILHO, C. S. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. . STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS CAUSED BY PROLINE IN CEREBRAL CORTEX OF RATS.. In: SSIEM 40 th Annual Symposium, 2002, Dubin. SSIEM 40 th Annual Symposium, 2002.

  • WYSE, A. T. S. ; BAVARESCO, C. S. ; DELWING, D. ; WAJNER, M. ; WANNMACHER, C. M. D. ; DUTRA FILHO, C. S. . EFFECT OF GUANIDINO COMPOUNDS ACCUMULATING IN HYPERARGININEMIA ON OXIDATIVE STRESS IN RAT BRAIN.. In: SSIEM 39 th Annual Symposium, 2001, Praga. Livro de Resumos, 2001.

  • WYSE, A. T. S. ; BAVARESCO, C. S. ; DELWING, D. ; TAGLIARI, B. ; WANNMACHER, C. M. D. ; DUTRA FILHO, C. S. ; WAJNER, M. . EFECTO DE LA ARGININA Y SUS METABOLITOS EN LOS PARAMETROS DE STRESS OXIDATIVO EN CEREBRO DE RATA.. In: II Encuentro Internacional en Screening Neonatal, 2001, Cartagena. Livro de resumos, 2001.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WAJNER, M. ; WYSE, A. T. S. . EFFECT OF ARGININE ADMINISTRATION ON ANTIOXIDANT ENZYMES ACTIVITIES IN MIDBRAIN OF RATS.. In: II Congress South American Group for Free Radical Research, 2001, Mar del Plata. Livro de resumos, 2001.

  • DELWING, D. ; BAVARESCO, C. S. ; WAJNER, M. ; WANNMACHER, C. M. D. ; DUTRA FILHO, C. S. ; WYSE, A. T. S. . EFFECT OF PROLINE ON PARAMETERS OF OXIDATIVE STRESS IN CEREBRAL CORTEX OF RATS.. In: II Congress South American Group for Free Radical Research, 2001, Mar del Plata. Livro de resumos, 2001.

  • STRECK, E. L. ; ZUGNO, A. I. ; DELWING, D. ; WANNMACHER, C. M. D. ; WYSE, A. T. S. . EFFECT OF ACUTE ADMINISTRATION OF HOMOCYSTEINE ON OXIDATIVE STRESS PARAMETERS IN HIPPOCAMPUS OF RATS. In: II Congress South American Group for Free Radical Research., 2001, Mar del Plata. Livro de resumos, 2001.

  • WYSE, A. T. S. ; BAVARESCO, C. S. ; DELWING, D. ; WAJNER, M. ; WANNMACHER, C. M. D. ; DUTRAFILHO, C. S. . EFFECT OF GUANIDINO COMPOUNDS ACCUMULATING IN HYPERARGININEMIA ON OXIDATIVE STRESS IN RAT BRAIN.. In: 39 th Annual Symposium.of SSIEM, 2001, Praga. Journal of Inherited Metabolic Disease, 2001. v. 24. p. 129-129.

  • THADDEU, C. M. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; THADDEU, C. ; GALL, M. ; MASCARENHAS, M. . INTERFERENCIA DA HEMÓLISE, LIPEMIA, E ICTERÍCIA SOBRE A DOSAGEM DO COLESTEROL: COMPARAÇÃO ENTRE DOIS MÉTODOS.. In: XXVII CONGRESSO BRASILEIRO DE ANÁLISES CLÍNICAS, 2000, Recife. Livro de resumos, 2000.

  • BECKER, A. A. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; IOSCHPE, R. ; CANALI, J. . INCIDÊNCIA DE PARASITOSES INTESTINAIS EM ESCOLARES DO MUNICÍPIO DE NOVO HAMBURGO. In: XXVII CONGRESSO BRASILEIRO DE ANÁLISES CLÍNICAS, 2000, Recife. Livro de resumos, 2000.

  • FRANZON, R. ; PONTES, Z. L. ; OLIVEIRA, L. S. ; BAVARESCO, C. S. ; DELWING, D. ; WYSE, A. T. S. . EFEITO DA ADMINISTRAÇÃO CRÔNICA DE PROLINA SOBRE A ATIVIDADE DA Na+,K+-ATPase EM CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS.. In: XII Salão de Iniciação Cientifica, 2000, Porto Alegre. Livro de resumos, 2000.

  • DELWING, D. ; DELWING, D. ; COELHO, C. . ESTUDO SOBRE A ABSORÇÃO PERCUTÂNEA DE APITOXINA INTEGRAL, INCORPORADA EM GEL BÁSICO E SUA BIODISPONIBILIDADE EM RATOS COM ARTROSE INDUZIDA.. In: IV Salão de Iniciação Científica da ULBRA, 1998, Canoas. Livro de resumos, 1998.

  • ROSA, R. C. ; Werlang-Coelho, C. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; BORGMANN, G. ; PLAUTZ, K. ; Delwing-de Lima, Daniela . Effects of aerobic interval training on cardiorespiratory fitness, redox status and biochemical parameters in cardiac patients. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE , 2022.

  • PLAUTZ, K. ; GASTALDI, A. B. ; MAIA, T. P. ; PEREIRA, E. M. ; FERREIRA, G. K. ; BORGMANN, G. ; CABRAL, H. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . PRECLINICAL EVALUATION OF SHORT-TERM GOLD NANOPARTICLES TOXICITY. 2022. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FERRAZZA, M. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BORGMANN, G. ; PLAUTZ, K. . Alterations of oxidative stress markers, acetylcholinesterase and NA+K+-ATPase in lead poisoning in the cerebral cortex and hippocampus of rats. 2022. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • NASCIMENTO, M. A. S. ; OLIVEIRA, H. C. ; TEIXEIRA, K. J. ; BORGMANN, G. ; PLAUTZ, K. ; DELMONEGO, L. ; GASTALDI, A. B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Chronic effect of gold nanoparticles in a preclinical model of Complex Regional Pain Syndrome (CRPS). 2022. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • NASCIMENTO, M. A. S. ; OLIVEIRA, H. C. ; TEIXEIRA, K. J. ; BORGMANN, G. ; PLAUTZ, K. ; DELMONEGO, L. ; GASTALDI, A. B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Chronic effect of gold nanoparticles in a preclinical model of Complex Regional Pain Syndrome (CRPS). 2022. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PLAUTZ, K. ; GASTALDI, A. B. ; BORGMANN, G. ; DELMONEGO, L. ; WEINFURTER, J. O. ; ELIAS, G. F. K. ; FERNANDES, G. S. G. ; TEIXEIRA, K. J. J. S. ; OLIVEIRA, H. C. ; NASCIMENTO, M. A. S. ; PEREIRA, E. M. ; Delwing-de Lima, D. . EFFECT OF GOLD NANOPARTICLES ON NEUROPATHIC PAIN OBSERVED IN A COMPLEX REGIONAL PAIN SYNDROME MODEL (CRPS) IN CHRONIC TEST. 2022. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PLAUTZ, K. ; BORGMANN, G. ; GASTALDI, A. B. ; DELMONEGO, L. ; WEINFURTER, J. O. ; ELIAS, G. F. K. ; FERNANDES, G. S. G. ; TEIXEIRA, K. J. J. S. ; NASCIMENTO, M. A. S. ; PEREIRA, E. M. ; OLIVEIRA, H. C. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFFECT OF POLYSACCHARIDE SCHIZOPHYLLAN FROM Schizophyllum commune ON ACUTE PAIN. 2022. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • NASCIMENTO, M. A. S. ; PACKER, M. H. ; DELMONEGO, L. ; TORIANI, S. S. ; PEREIRA, E. M. ; Delwing-de Lima, Daniela ; OLIVEIRA, T. M. N. ; CALISTO, K. D. R. . AVALIAÇÃO PRÉ-CLÍNICA DA TOXICIDADE DO CONSUMO CRÔNICO DE PEIXES DO RIO CACHOEIRA, JOINVILLE - SC. 2022. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • OLIVEIRA, H. C. ; PLINTA, L. A. K. ; SILVA, M. Q. L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, D. . Efeitos protetores de Myrcia splendens (Sw.) DC em um modelo animal de diabetes tipo 1 induzido por aloxana. 2022. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • WAYSZCEYK, S. ; SANTANGELO, R. P. S. ; FANTINI, J. V. M. ; BOTELHO, R. V. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; ALBUQUERQUE, C. A. C. . Analysis of the hydroalcoholic extract of Eugenia catharinensis in embryos of domestic chicken. 2021. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • WAYSZCEYK, S. ; WERNKE, A. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, D. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. . EVALUATION OF OXIDATIVE STRESS OF p-CUMARIC ACID AND LEAD IN BRAINS OF EMBRYOS OF Gallus domesticus. 2021. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LOVATO, G. ; DELMONEGO, L. ; CABRAL, H. ; PACKER, M. H. ; MEDEIROS, S. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE A ATIVIDADE ANTIOXIDANTE EM MÚSCULO GASTROCNÊMIO DE RATOS OBESOS. 2021. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GASTALDI, A. B. ; FIAMONCINI, H. ; MAIA, T. P. ; OLIVEIRA, J. A. ; PRA, S. D. ; FERREIRA, G. K. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO CRÔNICO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL (SDCR). 2021. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • GASTALDI, A. B. ; DELMONEGO, L. ; PACKER, M. H. ; PSCHEIDT, L. C. ; PEREIRA, E. M. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO AGUDO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL (SDCR). 2021. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • NASCIMENTO, M. A. S. ; OLIVEIRA, H. C. ; SILVA, M. Q. L. ; DELMONEGO, L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE, HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia pubipetala NO DIABETES TIPO 2. 2021. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ELIAS, G. K. ; WEINFURTER, J. O. ; PACKER, M. H. ; SILVA, M. Q. L. ; MANHAGUANHA, G. H. A. ; OLIVEIRA, H. C. ; FIAMONCINI, H. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELMONEGO, L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM LCARNITINA SOBRE METABOLISMO ENERGÉTICO EM MÚSCULO GASTROCNÊMIO DE RATOS OBESOS. 2021. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PACKER, M. H. ; WEINFURTER, J. O. ; ELIAS, G. K. ; FIAMONCINI, H. ; SILVA, M. Q. L. ; MANHAGUANHA, G. H. A. ; OLIVEIRA, H. C. ; Delwing-de Lima, Daniela ; GASTALDI, A. B. ; PRA, S. D. . EFEITO AGUDO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UM MODELO ANIMAL DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL (SDCR). 2021. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PACKER, M. H. ; MAIA, T. P. ; OLIVEIRA, J. A. ; KUNZ, G. F. ; FIAMONCINI, H. ; LOVATO, G. ; Delwing-de Lima, D. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; MEDEIROS, S. . AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE, HIPOGLICEMIANTE E HIPOLIPEMIANTE DO EXTRATO DICLOROMETANO DAS FOLHAS DA ESPÉCIE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II. 2020. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ARAUJO, M. S. ; Delwing-de Lima, Daniela ; COELHO, C. W. ; HOFFMANN FILHO, C. R. ; ROMA, E. A. . EFEITOS DA REABILITAÇÃO CARDIOVASCULAR E METABÓLICA SOBRE A FUNÇÃO CARDIOVASCULAR, PARÂMETROS BIOQUÍMICOS E ESTADO REDOX DE PACIENTES APÓS SÍNDROME CORONARIANA AGUDA. 2020. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • KUNZ, G. F. ; OLIVEIRA, J. A. ; MAIA, T. P. ; DELMONEGO, L. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO PROTETOR DO RESVERATROL SOBRE OS DANOS OXIDATIVOS CEREBRAIS EM RATOS CAUSADOS PELA CITRULINEMIA TIPO 1. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FIAMONCINI, H. ; MAIA, T. P. ; Delwing-de Lima, Daniela ; PACKER, M. H. ; MEDEIROS, S. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DO EXTRATO DICLOROMETANO DAS FOLHAS DA ESPÉCIE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO II. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MAIA, T. P. ; SCHWAAB, B. ; VIEIRA, S. C. ; ALTENBURG, T. ; Delwing-de Lima, Daniela ; MANOEL, E. . DOENÇA DE CORI ASSOCIADA A CARCINOMA HEPATOCELULAR - UM RELATO DE CASO. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MAIA, T. P. ; SCHWAAB, B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; REIS, L. O. ; MOREIRA, J. M. ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; PEREIRA, E. M. ; VANZIN, B. . AVALIAÇÃO DA PREVALÊNCIA DE ERROS INATOS DO METABOLISMO EM UM HOSPITAL EM JOINVILLE (SC). 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • REIS, L. O. ; MAIA, T. P. ; MOREIRA, J. M. R. ; SCHWAAB, B. ; PEREIRA, T. M. ; Delwing-de Lima, Daniela . DOENÇA DE POMPE ASSOCIADA À MANIFESTAÇÃO RESPIRATÓRIA - RELATO DE CASO. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ENGSTER, M. P. ; PRA, S. D. ; GASTALDI, A. B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; FERREIRA, G. K. . Participação do receptor trpa1 via estresse oxidativo na dor neuropática observada em um modelo de síndrome da dor complexa regional tratado com nanopartículas de ouro. 2019. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • MAIA, T. P. ; TONIAL, C. C. ; SALAMAIA, E. M. ; REIS, L. O. ; Delwing-de Lima, Daniela ; FRANCO, I. L. F. ; MAY, L. G. ; VALEIXO, A. C. S. . DIABETES AUTOIMUNE LATENTE DO ADULTO (LADA) EM GESTANTE SUBMETIDA A HORMONIOTERAPIA PARA FERTILIZAÇÃO IN VITRO - RELATO DE CASO. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; SCHWAAB, B. ; MAIA, T. P. . SÍNDROME DE PARRY-ROMBERG ASSOCIADA À EPILEPSIA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; MAIA, T. P. ; CUSTODIO, B. V. ; LIMA, A. B. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . EFEITO DO EXTRATO BRUTO HIDROALCOÓLICO (EBH) DE Eugenia brasiliensis SOBRE A HIPERTRIGLICERIDEMIA E PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; SALAMAIA, E. M. ; MAIA, T. P. ; FERRAZZA, M. H. H. ; BRUECKEIMER, M. B. . Avaliação da intoxicação por chumbo sobre a função tireoidiana. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • DELWING-DAL MAGRO, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; BARAUNA, S. C. ; HARGER, M. G. ; MELO, D. F. M. ; CORDEIRO, T. S. ; ZAGO, M. I. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; ALBERTON, M. D. ; BRUECKHEIMER, M. B. ; MAIA, T. P. . Antioxidant and Antidepressant-Like Effect Of Ethyl Acetate Extract From Eugenia Catharinensis.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; SASSO, S. ; BRUECKHEIMER, M. B. ; MAIA, T. P. ; SALA, G. A. B. N. ; MEWS, M. H. R. . PROTECTIVE EFFECT OF ANTIOXIDANTS ON CEREBRAL CORTEX OXIDATIVE DAMAGE CAUSED BY INTRACEREBROVENTRICULAR GALACTOSE ADMINISTRATION. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; OLM, R. F. ; CAMILO, L. C. ; MARTINS, J. ; RODRIGUES, G. M. ; RODRIGUES, R. ; SABEL, B. R. ; ALBERTON, M. D. . PROTECTIVE EFFECT OF Eugenia platysema ON THE ALTERATIONS CAUSED BY ALLOXAN-INDUCED DIABETES ON OXIDATIVE STRESS PARAMETERS IN THE BRAIN OF RATS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MELLO, D.F.M. ; FERMINO, T. ; OLM, R. F. ; SILVA, K. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; PAULETI, N. N. . ANTIOXIDANT AND ANTINOCICEPTIVE POTENCIAL OF p-COUMARIC ACID IN ALLOXAN DIABETIC RATS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MAIA, T. P. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; JOAQUIM, V. H. A. ; Werlang-Coelho, C. ; BRUECKHEIMER, M. B. ; SALA, G. A. B. N. ; MEWS, M. H. R. . ?EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM MÚSCULO GASTROCNÊMIO DE RATOS SUBMETIDOS À DIETA HIPERLIPÍDICA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SALA, G. A. B. N. ; ULBRICHT, A. S. S. F. ; Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Werlang-Coelho, C. . EFFECTS OF AEROBIC TRAINING ON OXIDATIVE STRESS PARAMETERS IN THE BLOOD OF OBESE RATS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Brueckheimer, M. B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; MAIA, T. P. ; SASSO, S. ; SALA, G. A. B. N. ; MEWS, M. H. R. . Ação de antioxidantes clássicos sobre os efeitos da administração intracerebral de galactose em ratos.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; LIMA, A. B. ; SALAMAIA, E. M. ; VIEIRA, M. R. ; POLETTO, M. Z. ; BARAUNA, S. C. . EFEITO PROTETOR DE Eugenia brasiliensis EM MODELO ANIMAL DE HIPERTRIGLICERIDEMIA EM FÍGADO DE RATOS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; SASSO, S. ; MAIA, T. P. ; CRUZ, I. R. ; LORENZINI, M. S. ; SALA, G. A. B. N. . PAPEL PROTETOR DO ALFA-TOCOFEROL E ÁCIDO ASCÓRBICO SOBRE OS EFEITOS CAUSADOS PELA ADMINISTRAÇÃO INTRACEREBRAL DE GALACTOSE EM CEREBELO DE RATOS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; DELMONEGO, L. ; VINCENCE, K. L. ; DOHLER, A. W. ; PSCHEIDT, L. C. ; EGER, L. . EFEITO IN VITRO DA CITRULINA SOBRE A ATIVIDADE DA PIRUVATO QUINASE EM CÓRTEX CEREBRAL DE RATOS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; FERRAZZA, M. H. S. H. ; JOAQUIM, V. H. ; CRUZ, I. R. . Alterações de marcadores de estresse oxidativo, acetilcolinesterase e NA+K+-ATPase na intoxicação por chumbo em cerebelo de ratos.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; Barauna, S. C. ; Toldo, P. ; Bonde, H. L. ; Rosa, N. C. ; Rodrigues, G. M. ; Corrêa, H. P. ; Batista, C. R. ; Alberton, M. D. ; Cipriani, A. . Protective effect of Eugenia involucrata on the effects caused by alloxan-induced diabetes on oxidative stress parameters in the cerebral cortex of rats. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; SASSO, S. ; DALMEDICO, L. ; Pereira, N. R. . In vitro alteration of energy metabolism by classical galactosemia in cerebrum of rats. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Mews, M. H. R. ; Lima, A. B. ; Pereira, N. R. . Efeitos Hipolipemiante e Antioxidante de Eugenia brasiliensis em Modelo Animal de Hipertrigliceridemia. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Ulbricht, A. S. ; Werlang-Coelho, C. ; Joaquim, V. H. ; Salamaia, E. M. ; Quevedo, S. R. ; Desordi, L. ; Pereira, N. R. . EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS SUBMETIDOS À DIETA HIPERLIPÍDICA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Joaquim, V. H. A. ; Werlang-Coelho, C. ; Brueckheimer, M. B. ; Sala, G. A. B. N. ; Maia, T. P. ; Mews, M. H. R. . Treinamento Aeróbico Intervalado de Alta Intensidade versus Intensidade moderada na melhora da capacidade antioxidante de adipócitos de ratos obesos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Lima, A. B. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Vieira, M. R. ; Poletto, M. Z. ; Pereira, N. R. . Efeitos Antioxidante de Eugenia brasiliensis sobre hipertrigliceridemia induzida por óleo de coco em ratos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Brueckheimer, M. B. ; SASSO, S. ; Pereira, N. R. ; Maia, T. P. ; Sala, G. A. B. N. ; Mews, M. H. R. . Efeito da administração intracerebral de galactose sobre o estresse oxidativo em cérebro de ratos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Brueckheimer, M. B. ; Lima, A. B. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Vieira, M. R. ; Poletto, M. Z. ; Salamaia, E. M. ; Pereira, N. R. ; PEREIRA, E. M. . EFEITO ANTIOXIDANTE DE Eugenia brasiliensis EM MODELO ANIMAL DE HIPERTRIGLICERIDEMIA INDUZIDA PELO ÓLEO DE COCO EM FÍGADO DE RATOS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; ULBRICHT, A. A. S. S. F. ; Werlang-Coelho, C. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Joaquim, V. H. ; Vieira, M. R. ; Poletto, M. Z. . Efeito do treinamento aeróbico sobre parâmetros de estresse oxidativo em músculo sóleo de ratos submetidos à dieta hiperlipídica. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Pereira, N. R. ; Salamaia, E. ; SASSO, S. ; PEREIRA, E. M. . Efeito in vitro da Galactosemia Clássica sobre a atividade da Na+K+-Atpase: Papel de substâncias antioxidantes. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • NANTES, P. T. ; ROSA, N. C. ; CORREA, H. G. P. ; RODRIGUES, G. M. ; RODRIGUES, D. ; Delwing-de Lima, Daniela ; ALBERTON, M. D. ; Cipriani, A. ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Avaliação do potencial protetor de Eugenia involucrata sobre os efeitos causados pelo diabetes sobre parâmetros de metabolismo energético em hipocampo de ratos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ROSA, N. C. ; Toldo, P. ; CORREA, H. G. ; RODRIGUES, G. M. ; RODRIGUES, D. ; ALBERTON, M. D. ; Cipriani, A. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Avaliação do potencial protetor de Eugenia involucrata sobre os efeitos causados pelo diabetes sobre parâmetros de metabolismo energético em córtex cerebral de ratos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • BARAUNA, S. C. ; RIGATTI, R. T. ; ALBUQUERQUE, D. B. ; PAULETI, N. ; ALBERTON, M. D. ; Delwing-de Lima, Daniela . EFEITO TIPO-ANTIDEPRESSIVO DA Plinia jaboticaba EM UM MODELO DE DEPRESSÃO INDUZIDO POR CORTICOSTERONA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • SASSO, S. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; PEREIRA, N. R. ; BRUCKHEIMER, M. B. ; MAIA, T. P. ; A.B. NETO, G. ; MEWS, M. H. R. ; Delwing-de Lima, Daniela . Efeitos da Administração Intracerebral de Galactose sobre o Estresse Oxidativo em Cerebelo de Ratos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; SASSO, S. ; Pereira, N. R. . Papel protetor de antioxidantes sobre os efeitos da Galactosemia Clássica no metabolismo energético. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • SASSO, S. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. . Efeito in vitro do ácido arginínico sobre parâmetros de estresse oxidativo em rim de ratos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • LIMA, A. B. ; Delwing-de Lima, Daniela ; DELWING-DAL MAGRO, D. ; Vieira, M. R. ; Poletto, M. Z. ; Pereira, N. R. . EFEITO DO EXTRATO DE EUGENIA BRASILIENSIS SOBRE A HIPERTRIGLICERIDEMIA INDUZIDA POR ÓLEO DE COCO EM RATOS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; HENNRICH, S. B. ; FROHLICH, M. ; DALMEDICO, L. ; AURELIO, J. G. M. ; WYSE, A. T. . IN VITRO STIMULATION OF OXIDATIVE STRESS BY CLASSICAL GALACTOSEMIA IN CEREBRUM OF RATS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; SASSO, S. ; DALMEDICO, L. ; WYSE, A. T. S. ; PEREIRA, E. M. . IN VITRO EFFECTS OF HOMOARGININE ON OXIDATIVE STRESS IN PLASMA, ERYTHROCYTES, KIDNEY AND LIVER OF RATS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; PAULETI, N. N. ; LEHMANN, A. ; ALBERTON, M. D. ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; BARAUNA, S. C. . Hypoglicemic and antioxidant potential of ethyl acetate fraction of Tabernaemontana catharinensis in diabetic rats. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; AURELIO, J. G. M. ; HENNRICH, S. B. ; DALMEDICO, L. ; AUUSTOG, T. W. ; SERPA, A. P. ; PEREIRA, E. M. . Efeito da Galactosemia Clássica sobre Parâmetros de Estresse Oxidativo em Sangue de Ratos.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; SASSO, S. ; DALMEDICO, L. ; Delwing-Dal Magro, Débora . EFEITO DO METABÓLITO N-a-ACETILARGININA ACUMULADO NA HIPERARGININEMIA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM FÍGADO DE RATOS. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; SASSO, S. ; DALMEDICO, L. . EFEITO DO METABÓLITO ÁCIDO ARGINÍNICO ACUMULADO NA HIPERARGININEMIA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • MATKOVSKI, P. D. ; LEHMANN, A. C. ; PAULETI, N. N. ; RODRIGUES, A. F. ; BOHATCH JUNIOR, M. S. ; ALBERTON, M. D. ; VEIGA, B. V. ; ZIMATH, P. L. ; Delwing-de Lima, Daniela ; ALBUQUERQUE, C. A. C. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; BARAUNA, S. C. . Fração acetato de etila de Tabernaemontana Catharinensis previne o estresse oxidativo de rattus norvegicus diabéticos induzidos por aloxana. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BONDE, H. L. P. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; FERREIRA, V. V. ; EGER, G. A. ; BATISTA, C. ; CRUZ, J. G. P. ; RODRIGUES, A. F. . Efeito antioxidante da sinvastatina sobre o desequilíbrio oxidativo causado pela LDX. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; SILVA, A. A. ; VIEIRA, C. L. P. . Determinação da viabilidade das amostras de sangue arterial para gasometria, em relação ao tempo e temperatura de acondicionamento após a coleta.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; CAMARGO, A. M. ; CRUZ, J. G. P. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; SEUBERT, J. K. ; Cruz, J.N. . Efeitos adjuvantes da música clássica sobre a ansiedade e atividade motora em ratos tratados com sinvastatina, mas não sobre a memória de reconhecimento de objetos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; DALMEDICO, L. ; SASSO, S. ; Delwing-Dal Magro, Débora . Efeito do metabólito N-alfa-acetilarginina acumulado na hiperargininemia sobre parâmetros de estresse oxidativo em rins de ratos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • RODRIGUES, A. F. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; ROECKER, R. ; JUNGES, G.M. ; Delwing-de Lima, Daniela ; CRUZ, J. G. P. . Efeito das vitaminas E e C e do halopurinol sobre as alterações causadas pela hipoxantina sobre parâmetros de estresse oxidativo em rim de ratos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; WAMSER, M.N. ; CASAGRANDE, A.C.M. ; CRUZ, J. G. P. ; WYSE, A. T.S. . Efeito in vitro da hipoxantina sobre parâmetros de estresse oxidativo em sangue de ratos: efeito protetor de vitaminas e alopurinol.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • HASKEL, S. P. ; SANTOS, T. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; BAUNGRATZ, M. M. ; CRUZ, J. G. P. ; Cruz, J.N. . Sinvastatina induz efeitos ansiolíticos e potencializa os efeitos antidepressivos da fluoxetina em ratos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • KELLER, N. S. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; CARROCINI, M. M. S. ; CAXAMBU, A. L. R. L. ; Cruz, J.N. ; CRUZ, J. G. P. . O uso subcrônico de sinvastatina reduz a síndrome de abstinência do álcool em ratos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • WAMSER, M.N. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Delwing-de Lima, Daniela ; CRUZ, J. G. P. ; FERREIRA, V. V. ; LEITE, E. F. . Efeito das vitaminas E e C e do alopurinol sobre as alterações causadas pela hipoxantina na atividade da acetilcolinesterase e da butirilcolinesterase. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ROECKER, R. ; Delwing-Dal Magro, Débora ; JUNGES, G.M. ; Delwing-de Lima, Daniela ; RODRIGUES, A.F. ; CRUZ, J.G.P. . Papel protetor do chá verde sobre o dano oxidativo renal em ratos causado pela prolina. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • Delwing-de Lima, Daniela ; Delwing-Dal Magro, Débora ; Vieira, C.L.P. ; GROLA, G. M. M. ; FISCHER, D. A. . Efeito in vivo e in vitro da arginina sobre parâmetros de estresse oxidativo em rins de ratos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • JUNGES, G.M. ; ROECKER, R. ; DELWING, D. ; CRUZ, J.G.P. ; Delwing-de Lima, Daniela . PROLINA ALTERA AS DEFESAS ANTIOXIDANTES ENZIMÁTICAS E CAUSA LIPOPEROXIDAÇÃO EM ERITRÓCITOS E PLASMA DE RATOS: EFEITOS IN VITRO E IN VIVO. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CASAGRANDE, A.C.M. ; WAMSER, M.N. ; Delwing-de Lima, Daniela ; CRUZ, J.G.P. ; DELWING, D. ; LEITE, E.F. . Hipoxantina induz estresse oxidativo em sangue de ratos: prevenção por antioxidantes e alopurinol. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, A.C. ; MULLER, D.F. ; CRUZ, J.G.P. ; DELWING, D. ; DELWING, D. . Efeitos do extrato de Ginkgo biloba (EGb 761) sobre a atividade motora e a memória em ratos nadadores.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • ROECKER, R. ; JUNGES, G.M. ; DELWING, D. ; CRUZ, J.G.P. ; DELWING, D. . Efeitos da administração crônica de prolina sobre a memória e atividade da enzima acetilcolinesterase.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • WOLLINGER, L. F. ; CASAGRANDE, A.C.M. ; DELWING, D. ; CRUZ, J.G.P. ; DELWING, D. . Efeito das vitaminas E e C sobre as alterações da acetilcolinesterase e butirilcolinesterase causada pela arginina e seus metabólitos.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SANTOS, M. ; CARDOSO, F.A.G. ; BARAUNA, S.C. ; ALBUQUERQUE, C.A.C. ; DELWING, D. ; DELWING, D. . Efeito antidepressivo do extrato hidroalcoólico de Tabernaemontana catharinensis no teste do nado forçado em camundongos.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • KUSS, G. G. ; DELWING, D. ; DELWING, D. ; SCOLARO, B. ; WYSE, A.T. S. ; CRUZ, J.G.P. . Efeito in vivo e in vitro da arginina sobre a atividade da piruvato quinase em cérebro de ratos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • DELWING, D. . Apresentação sobre Eletroforese de proteínas. 2002. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Projetos de pesquisa

  • 2022 - Atual

    EFEITOS ANTIOXIDANTE E COMPORTAMENTAL DO EXTRATO HIDROALCOÓLICO DE UVAS ORGÂNICAS, DO RESVERATROL E DO ARIPIPRAZOL EM UM MODELO ANIMAL DE AUTISMO INDUZIDO POR ÁCIDO VALPRÓICO, Descrição: Os distúrbios do desenvolvimento têm sido foco de estudos da neurociência por muitos anos (BERNARDI et al., 2011). Entretanto, nas últimas três décadas tem se observado um aumento das pesquisas em torno do TEA (MATSON et al., 2019), principalmente com relação a seus fatores causais e manejo. Justifica-se o acréscimo no número e intensidade de pesquisas com o aumento da incidência desse transtorno. Entre 2001 e 2011, por exemplo, como descreve Gialloreti et al. (2019), houve um incremento de 3.5 pontos percentuais na prevalência de autismo em crianças entre 2 e 17 anos. O TEA é um transtorno do neurodesenvolvimento, mas os fatores genéticos e ambientais exatos que contribuem para sua causa são desconhecidos. Sendo assim, a pesquisa experimental atua como contribuição na implementação nutricional dos pacientes, assim como, contribuindo nos fatores etiológicos e fisiopatológicos para a melhoria do entendimento da doença. Dessa forma, é de suma importância a realização de experimentos de base em animais antes da experimentação em5 humanos, diminuindo assim, os riscos da utilização de um composto até então pouco utilizado, além da prevenção de efeitos adversos (ALMANDIL, 2019). A investigação de novos paradigmas em relação ao comportamento pró-social em modelos animais de TEA aumentou na última década. Essa investigação da expressão de comportamentos promove ações preventivas em relação às deficiências sociais dos pacientes. A implementação de diferentes nutrientes como por exemplo os frutos da videira e o resveratrol no cardápio alimentar do autista pode contribuir como estratégia na sua rotina alimentar, a fim de diminuir as carências nutricionais, e assim agir como suplemento nutricional na alimentação, e, ainda, contribuir para diminuição do estresse oxidativo, levando a prevenção de danos neurológicos e comportamentais de pacientes com TEA (TANG, 2010). A busca de novos métodos para o entendimento da fisiopatologia do TEA e o estudo dos fatores sociais e medicamentosos preventivos são ferramentas auxiliares das rotas biológicas da etiologia da doença. O resveratrol, assim como os frutos da videira, são tratamentos dietéticos antioxidantes auxiliares já correspondentes a efetividade no tratamento da sociabilidade em modelos animais de TEA. A importância de novos estudos se faz necessária, visando a busca por melhorar fatores preventivos e/ou auxiliares no tratamento do TEA, assim como diferentes manejos e adequação de doses medicamentosas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Eduardo Manoel Pereira - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Thayna Patachini Maia - Integrante / Alessandra Betina Gastaldi - Integrante.

  • 2022 - Atual

    Avaliação da qualidade de vida e marcadores séricos de estresse oxidativo em mulheres acometidas com endometriose por meio da acupuntura., Descrição: Define-se endometriose como uma patologia pélvica crônica de caráter inflamatório e estrogênio-dependente que apresenta o estresse oxidativo como uma de suas causas (Amini et al, 2021). A fisiopatologia da endometriose refere-se a proliferação e progressão de células endometriais em áreas extra-uterinas, ou seja, ectópicas, especialmente no peritônio da região pélvica e ovários (Johnson et al, 2017; Hung et al, 2021). Nesse contexto, dentre as sintomatologias presentes na doença estão a dismenorreia, fadiga e dor pélvica crônica, bem como disúria e infertilidade (Nnoaham et al, 2011; Prescott et al, 2016). Outrossim, a epidemiologia da endometriose indica o acometimento de 10% das mulheres em idade reprodutiva, o que está relacionado aos gastos significativos de saúde (Ghiasi et al, 2020; Shafrir et al, 2018; Simoens et al, 2011). Ademais, o diagnóstico tardio deve-se, sobretudo, à escassez de exames não invasivos precisos e compreensão insuficiente dos médicos perante as manifestações clínicas, geralmente, inespecíficas das pacientes (Van Der Zanden et al, 2018). Mulheres com endometriose, em decorrência do processo de inflamação crônica, possuem hiperalgesia frente a um estímulo doloroso, o que pode representar um processo de transmissibilidade da dor nessa patologia (He et al, 2010; Machairiotis; Vasilakaki; Thomakos, 2021; Vicua et al, 2015). Ademais, nota-se a correlação entre os mediadores da inflamação e os mecanismos de transmissão da dor através da angiogênese e neoangiogênese (Machairiotis et al, 2021). Dessa forma, o encaminhamento de intermediadores da inflamação, a exemplo do TNF- (fator de necrose tumoral alfa), PGE2 (prostaglandina E2) e MIF (fator inibidor da migração de macrófagos humanos) podem propiciar uma forma potencial de terapêutica para a dor em mulheres com endometriose (Machairiotis et al, 2021; Nothnick et al, 2016). Outrossim, mesmo com medicamentos direcionados aos mediadores imunológicos para o tratamento da dor, percebe-se a importância em identificar qual a citocina preponderante na fisiopatologia da doença, a fim de empregar o bloqueio destas como instrumento para impedir uma reação inflamatória e os sintomas de dor (Machairiotis et al, 2021). Nesse viés, a acupuntura atua como um recurso terapêutico adicional a esses tratamentos, visto que estimula os mecanismos inibitórios endógenos descendentes da dor, promove a inativação de regiões do SNC que propagam os impulsos dolorosos, assim como propicia a comunicação entre os sinais nociceptivos e os reflexos somático-viscerais, além da perspectiva de melhora e atenuação das manifestações clínicas da endometrios, trazendo mais qualidade de vida (Xu et al, 2017; Chen et al, 2014). O estresse oxidativo deve-se a instabilidade entre a formação de espécies reativas de oxigênio (ERO) e a atividade antioxidante, com consequente destruição de lipídeos, DNA e proteínas (Jackson et al., 2005; Slater, 1984; Lobo et al, 2010). Isto posto, sabe-se que os tecidos do endométrio apoptótico e as células de defesa influem sobre o estresse oxidativo por meio da menstruação retrógrada, ou seja, resultando na hipermetilação dos ácidos nucleicos, tal qual na transformação das histonas com consequente progressão desarmônica do endométrio (Scutiero et al, 2017; Ito et al, 2017). Por fim, a acupuntura está envolvida na atenuação da dor em decorrência da elevação dos limiares de dor e intensificação da produção de fatores neuro-humorais que interferem nos processos cerebrais associados à analgesia (XU et al, 2017). Logo, o objetivo deste trabalho será verificar os efeitos da acupuntura em mulheres com endometriose de grau I, II, III e IV, especialmente sobre o estresse oxidativo e a qualidade de vida, além de conhecer as características dessa população e o impacto da doença em suas vidas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / LUCIANO HENRIQUE PINTO - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Heloiza Cruz de Oliveira - Integrante / Raíza Cainã de Souza Fagundes - Integrante.

  • 2021 - Atual

    Estado redox, imunometabolismo e meta-inflamação na obesidade: expressão gênica e respostas ao treinamento intervalado de alta intensidade., Descrição: A obesidade grave e suas comorbidades estão associadas a um quadro de meta-inflamação que envolve mecanismos subjacentes ligados ao estresse oxidativo e a expressão gênica, que atuam sinergicamente na resposta imunometabólica e podem ser modulados pelo exercício físico. A partir de uma parceria entre a Universidade da Região de Joinville, o Hospital Regional Hans Dieter Schmidt (HRHDS), a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), este estudo pretende analisar os efeitos do treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) sobre o estado redox, a meta-inflamação e a resposta imunometabólica, em portadores de obesidade grave na faixa de 25 a 39 anos de idade, provenientes do Programa Ambulatorial Obesimor do HRHDS e à espera pela cirurgia bariátrica. Esta pesquisa de caráter quase-experimental terá início em abril de 2021 e envolverá a aplicação de um programa de HIIT por 12 semanas. Os participantes selecionados serão alocados aleatoriamente em dois grupos (controle ? GC; e intervenção - GI), ambos submetidos às avaliações previstas neste estudo, dentre elas: análises bioquímicas de parâmetros do estresse oxidativo, enzimas antioxidantes, marcadores inflamatórios, metabólicos e de expressão gênica; medidas antropométricas e de composição corporal; pressão arterial; aptidão cardiorrespiratória; níveis de atividade física e de estresse psíquico; hábitos alimentares; perfil socioeconômico; e medida da temperatura corporal através de imagens térmicas por infravermelho. O protocolo de HIIT será aplicado somente no GI e todas as avaliações serão realizadas no início e ao final do estudo, a fim de comparar os resultados. A realização desta pesquisa foi inspirada na necessidade de dar suporte aos participantes do Obesimor no sentido de melhorar seu quadro de comorbidades em relação a alguns parâmetros inflamatórios, metabólicos e de expressão gênica, bem como promover melhorias na aptidão física, composição corporal e a adesão a um estilo de vida ativo e saudável, na perspectiva de auxiliar a equipe interdisciplinar do Obesimor no êxito do tratamento da obesidade grave, prejudicada pela dificuldade dos pacientes em atingir a meta de redução de peso pré-requisisto para a cirurgia, devido à não-adesão a uma rotina com exercícios físicos. A expectativa em relação ao estudo é que o protocolo de HIIT seja capaz de promover melhorias do estado redox, da meta-inflamação e da resposta imunometabólica, observando-se redução dos níveis de expressão gênica e consequente melhora do quadro de comorbidades nos pacientes à espera da bariátrica no HRHDS. Na perspectiva de melhorias no quadro clínico dos participantes da pesquisa e suporte para o alcance da meta de redução de peso, espera-se que este projeto possa auxliar a minimizar possíveis riscos pré-cirúrgicos e a descongestionar as filas de espera pela cirurgia bariátrica, considerando o enorme contingente de pessoas que buscam este recurso na cidade de Joinville.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Carla Werlang Coelho - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Deise Cristiane Moser - Integrante / LUCIANE VIATER TURECK - Integrante.

  • 2021 - Atual

    EFEITO DOS POLISSACARÍDEOS DE SCHIZOPHYLLUM COMMUNE EM MODELOS PRÉ-CLÍNICOS DE DOR AGUDA, Descrição: A alta prevalência (30 a 40%) de dor crônica na população brasileira (OLIVEIRA et al., 2013) alerta para a necessidade de estudos que caracterizem a incapacidade decorrente de quadros dolorosos crônicos pois Segundo a Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor, cerca de 50 a 60% dos pacientes que sofrem de algum tipo de dor crônica são parcial ou totalmente incapacitados, transitória ou permanentemente (OLIVEIRA et al., 2013), comprometendo significativamente a qualidade de vida se tornando um importante problema de saúde pública e alvo para novos tratamentos. Cogumelos possuem inúmeros compostos com potenciais aplicações para a indústria farmacêutica através dos compostos fenólicos, terpenos, vitaminas, selênio, voláteis e polissacarídeos (WU et al., 2016). Polissacarídeos de origem fúngica já foram descritos na literatura para tratamentos diversos, dentre os quais como antitumorais (WANG et al., 2014a), imunomoduladores (SATITMANWIWAT et al., 2012), prebióticos (SYNYTSYA e NOVÁK, 2013), antiinflamatórios (SILVEIRA et al., 2014) e antioxidantes (WANG et al., 2014b). O principal mecanismo de ação das -(13)-glucanas está associado à ativação do sistema imune, e por este motivo estas moléculas podem ser novos alvos para o tratamento de síndromes e dores complexas. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito dos polissacarídeos Schizophyllum Commune na dor neuropática observada em um modelo de SDCR em camundongos. Os modelos pré-clínicos avaliados são contorções abdominais, teste de formalina, teste de Von Frey e acetona, além de avaliação de marcadores de estresse oxidativo em sangue e nervo ciático, na fase aguda e crônica, em camundongos machos de 60 dias. O projeto (CEUA 001/2021) foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa Animal da Universidade da Região de Joinville... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Eduardo Manoel Pereira - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Samira Dal-Toé De Prá - Integrante / Alessandra Betina Gastaldi - Integrante / Katherine Plautz - Integrante / Grabriela Borgmann - Integrante / Nicole Dalonso - Integrante / Aline Fernanda Delani - Integrante / Ana Paula Vanin - Integrante / Marli Camassola - Integrante.

  • 2020 - Atual

    FATORES AMBIENTAIS ASSOCIADOS AO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA E SOBRECARGA EMOCIONAL DAS MÃES, Descrição: O TEA tem apresentado uma incidência cada dia mais significativa, as evidências científicas disponíveis indicam a existência de múltiplos fatores, incluindo fatores genéticos e ambientais. Estudar os principais fatores ambientais relacionados ao TEA proporciona uma perspectiva de refinar as possíveis causas, assim como ampliar informações acerca de que possamos trabalhar uma possibilidade de prevenção. Após o diagnóstico de TEA a dinâmica familiar é desestabilizada, e os cuidados acabam sendo destinados a mães, as quais acabam tornando seus filhos prioridades de suas vidas, gerando desgaste emocional, desencadeando estressores e influenciando inteiramente na sua qualidade de vida, bem como da sua família. Assim, esta pesquisa propõe identificar os possíveis fatores ambientais que podem estar relacionados ao TEA, e se realmente existe esta interferência na qualidade de vida destas mães. Ainda tem como intuito realizar orientação, pode se tornar preventivo para mãe ou responsáveis que ainda estão em processo diagnóstico do TEA.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Antônio Vinicius Soares - Integrante / SABRINA DE BAIRROS - Integrante / Thomas Britan Serwy - Integrante.

  • 2020 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO E POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE, HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia pubipetala NA DIABETES TIPO I E TIPO II, Descrição: A pesquisa utilizando produtos naturais apresenta um grande potencial para a descoberta de novas substâncias químicas bioativas. A Diabetes Mellitus (DM) é um dos mais importantes problemas de saúde pública mundial. Consiste em um distúrbio crônico, que afeta o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas. O aspecto característico é a hiperglicemia. Durante a hiperglicemia persistente, ocorre um aumento da produção de radicais livres de oxigênio através da auto-oxidação da glicose, causando estresse oxidativo. Myrcia é um dos maiores gêneros da família Myrtaceae e algumas das espécies desse gênero vêm sendo usadas na medicina popular para o tratamento de diabetes. Considerando que a diabetes persistente causa hiperglicemia, levando ao aumento na produção de radicais livres, dislipidemia e que o gênero Myrcia possui potencial hipoglicemiante, o objetivo deste estudo é verificar os efeitos da administração crônica dos extratos hidroalcoólico (EHA) e fração acetato de etila (FAE) obtidos das folhas da Myrcia pubipetala sobre as alterações provocadas pela DM tipo 1 e tipo 2, induzida pela aloxana e pela estreptozotocina, respectivamente, no estresse oxidativo, hiperglicemia e hipertrigliceridemia em sangue e rins e nas alterações imunohistoquímicas do pâncreas de ratos. As folhas da Myrcia pubipetala serão coletadas no campus da Universidade Regional de Blumenau, para, após a coleta, proceder com o preparo dos extratos, o mesmo será fracionado para obtenção da fração acetato de etila. Para tanto, serão utilizados ratos machos distribuídos em grupos, sendo: grupo controle que receberá água por injeção intraperitoneal (1 vez) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo I que receberá uma injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/kg) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo II que receberá uma injeção intraperitoneal de estreptozotocina (60mg/kg), 15 min após a prescrição de nicotinamida (120mg/kg; intraperitoneal) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo controle extrato ou fração que receberá água por injeção intraperitoneal (1 vez) e EHA ou FAE (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo I + extrato ou fração que receberá uma injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/kg) e EHA ou FAE (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo II + extrato ou fração que receberá uma injeção intraperitoneal de estreptozotocina (60mg/kg), 15 min após a prescrição de nicotinamida (120 mg / kg; intraperitoneal) e EHA ou FAE (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias. O tratamento terá início após a confirmação da diabetes. Os animais receberão o tratamento por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. 12 horas após o último tratamento, os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida o sangue total será coletado e o pâncreas e rins serão removidos para a avaliação dos parâmetros de estresse oxidativo, glicemia, triglicerídeos e avaliação imunohistoquímica das ilhotas pancreáticas. Metodologias in vitro serão utilizadas para a verificação da atividade antioxidante, antiglicante, potencial de ligação dos extratos aos ácidos biliares e inibidora das enzimas alfa-glicosidase, alfa-amilase e lipase.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Delwing-Dal Magro, Débora - Integrante / Michele Debiasi Alberton - Integrante / Thayna P. Maia - Integrante / LUANA CARLA PSCHEIDT - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Gabriela Ferreira Kunz - Integrante / Júlia de Antônio Oliveira - Integrante / GIOVANNA LOVATO - Integrante.

  • 2020 - Atual

    EFEITOS DO TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE NA APTIDÃO CARDIORRESPIRATÓRIA, ESTADO REDOX E PARÂMETROS BIOQUÍMICOS DE CARDIOPATAS, Descrição: As doenças cardiovasculares quando não letais, conduzem a um estado crônico com implicações severas, que refletem na autonomia e qualidade de vida dos afetados. O estresse oxidativo exerce grande influência na patogênese destas doenças. Contudo, o exercício físico tem demonstrado ser uma excelente estratégia terapêutica na prevenção e combate a estas disfunções. Esse projeto terá como objetivo verificar a eficiência do método de treinamento intervalado de alta intensidade na melhora da aptidão cardiorrespiratória, do estado redox e parâmetros bioquímicos de pacientes cardiopatas que serão encaminhados para o Programa de Reabilitação Cardiovascular ? Fase III na Academia Univille.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Carla Werlang-Coelho - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Thayna Patachini Maia - Integrante / LUANA CARLA PSCHEIDT - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Ricardo Clemente Rosa - Integrante / Maria Augusta Schramm do Nascimento - Integrante.

  • 2020 - Atual

    Estado Redox, Imunometabolismo e Meta-inflamação na Obesidade: Expressão Gênica e Respostas ao Treinamento Intervalado de Alta Intensidade, Descrição: A obesidade grave e suas comorbidades estão associadas a um quadro de meta-inflamação que envolve mecanismos subjacentes que atuam sinergicamente na resposta imunometabólica, os quais podem ser modulados pelo exercício físico. Este estudo pretende analisar os efeitos do treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) sobre o estado redox, a meta-inflamação e a resposta imunometabólica, em portadores de obesidade grave entre 25 e 39 anos de idade, provenientes do Programa Obesimor do Hospital Regional Hans Dieter Schmidt (HRHDS). Esta pesquisa terá um caráter quantitativo com delineamento quase-experimental, aplicando-se um protocolo de HIIT por 12 semanas. Após a amostragem, os participantes selecionados serão alocados aleatoriamente em dois grupos (controle ? GC; e intervenção - GI), ambos submetidos à intervenção do Programa Obesimor e às avaliações previstas neste estudo, dentre elas: análises bioquímicas de parâmetros do estresse oxidativo, enzimas antioxidantes, marcadores inflamatórios, metabólicos e de expressão gênica; medidas antropométricas e de composição corporal; pressão arterial; aptidão cardiorrespiratória; níveis de atividade física e de estresse psíquico; hábitos alimentares; perfil socioeconômico; e medida da temperatura corporal através de imagens térmicas por infravermelho. O protocolo de HIIT será aplicado somente no GI e todas as avaliações serão realizadas no início e ao final do estudo, a fim de comparar os resultados. A expectativa em relação ao estudo é que o protocolo de HIIT seja capaz de promover melhorias do estado redox, da meta-inflamação e da resposta imunometabólica, observando-se redução dos níveis de expressão gênica nos portadores de obesidade grave do Programa Obesimor.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Carla Werlang-Coelho - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / LUANA CARLA PSCHEIDT - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Deise Cristiane Moser - Integrante.

  • 2020 - Atual

    BIOPROSPECÇÃO ENVOLVENDO BUSCA DE COMPOSTOS E ATIVIDADES BIOLÓGICAS ESPECÌFICAS., Descrição: Bioprospecção de espécies das famílias Myrtaceae, Moraceae e Apocynaceae envolvendo busca de compostos e atividades biológicas específicas (antioxidante, antidepressiva, antidiabética, hipolipemiante, neuroprotetora, anti-inflamatória, hepatoprotetora).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Michele Debiasi Alberton - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Coordenador / Juliane Araújo Greinert Goulart - Integrante.

  • 2019 - Atual

    EFEITO DO TREINAMENTO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE E DA SUPLEMENTAÇÃO COM L-CARNITINA SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO, METABOLISMO ENERGÉTICO E INFLAMAÇÃO EM RATOS OBESOS, Descrição: Estudos mostram que a alimentação rica em lipídeos, associada ao sedentarismo traz numerosos danos ao organismo e promove a doença obesidade, que hoje é considerada um problema de saúde pública mundial. A fisiopatologia desta doença está relacionada diretamente à processo inflamatório, e também ao processo químico de geração de radicais livres em excesso, em comparação com o sistema protetor intrínseco de cada célula, onde os elétrons livres presentes na molécula de oxigênio dão origem a ele. Os radicais livres agem na membrana das células, atacando proteínas e lipídeos, além de atuarem no DNA, gerando lesões que são responsáveis por alterações da função celular, quando há a incapacidade do sistema antioxidante de combatê-las. A obesidade e o estresse oxidativo também interferem no metabolismo energético, prejudicando ainda mais a função celular. Este projeto tem como objetivo verificar a influência do treinamento físico aeróbico intervalado de alta intensidade (HITT) e da suplementação com L- Carnitina sobre as alterações metabólicas, de estresse oxidativo e de inflamação em tecidos e sangue de ratos obesos. Serão utilizados 50 ratos machos Wistar de 60 dias, os quais serão divididos em 05 grupos: Grupo 1: Dieta Normolipídica - Sedentário (DNL-SED, n=10); Grupo 2: Dieta Hiperlipídica - Sedentário (DHL-SED, n=10); Grupo 3: Dieta Hiperlipídica + suplementação com L-Carnitina-Sedentário (DHL-C-SED, n=10); Grupo 4: Dieta Hiperlipídica + Treinamento Intervalado de alta intensidade (DHL-HIIT, n=10) e Grupo 5: Dieta Hiperlipídica + suplementação com L-Carnitina + Treinamento Intervalado de alta intensidade (DHL-C-HIIT, n=10). Os parâmetros de estresse oxidativo analisados serão as substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS), conteúdo total de sulfidrilas e de carbonilas e a atividade das enzimas antioxidantes catalase, glutationa peroxidase e superóxido dismutase; os de metabolismo energético avaliados serão a atividade da enzima citrato sintase, complexo II, sucinato desidrogenase e complexo IV da cadeia respiratória, piruvato quinase e os de inflamação serão o fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa), interleucina 6 (IL-6) e interleucina 1 beta (IL-1beta).. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Carla Werlang Coelho - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Thayna Patachini Maia - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante.

  • 2019 - Atual

    EFEITO DAS NANOPARTÍCULAS DE OURO NA DOR NEUROPÁTICA OBSERVADA EM UMMODELO DE SÍNDROME DA DOR COMPLEXA REGIONAL, Descrição: A alta prevalência (30 a 40%) de dor crônica na população brasileira (OLIVEIRA et al., 2013) alerta para a necessidade de estudos que caracterizem a incapacidade decorrente de quadros dolorosos crônicos e sugiram medicamentos para seu manejo. Segundo a Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor, cerca de 50 a 60% dos pacientes que sofrem de algum tipo de dor crônica são parcial ou totalmente incapacitados, transitória ou permanentemente (OLIVEIRA et al., 2013), comprometendo significativamente a qualidade de vida e prejudicando capacidade de trabalho, ressaltando que este é um importante problema de saúde pública.e alvo para novos tratamentos. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito das AuNPs nas concentrações de 2,5mg/L, 7,0mg/L e 22,0mg/L, observada em um modelo de dor neuropática - Síndrome da Dor Complexa Regional Tipo I (SDCR I) e avaliar a presença de estresse oxidativo através da avaliação dos níveis de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS), conteúdo total de sulfidrilas, proteínas carboniladas e da atividade das enzimas antioxidantes (catalase/CAT, superóxido dismutase/SOD e glutationa peroxidase/GSH-Px) em sangue e nervo ciático, na fase aguda e crônica, em camundongos de 60 dias. O projeto (CEUA 004/1118) foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa Animal da Universidade da Região de Joinville... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Eduardo Manoel Pereira - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Samira Dal-Toé De Prá - Integrante / Gabriela Ferreira Kunz - Integrante / Júlia de Antônio Oliveira - Integrante / Alessandra Betina Gastaldi - Integrante.

  • 2019 - Atual

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO I E TIPO II, Descrição: A pesquisa utilizando produtos naturais apresenta um grande potencial para a descoberta de novas substâncias químicas bioativas, devido à enorme diversidade de compostos químicos que as plantas desenvolveram durante milhões de anos. A Diabetes Mellitus (DM) é um dos mais importantes problemas de saúde pública mundial. Consiste em um distúrbio crônico, que afeta o metabolismo de carboidratos, de gorduras e de proteínas. O aspecto característico é a hiperglicemia. Durante a hiperglicemia persistente, ocorre um aumento da produção de radicais livres de oxigênio através da auto-oxidação da glicose, causando estresse oxidativo. Myrcia é um dos maiores gêneros da família Myrtaceae e algumas das espécies desse gênero vem sendo usadas na medicina popular para o tratamento de diabetes. Considerando que a diabetes persistente causa hiperglicemia levando ao aumento na produção de radicais livres, e que o gênero Myrcia possui potencial hipoglicemiante, o objetivo deste estudo é verificar os efeitos da administração crônica dos extratos hidroalcoólico (EHA), acetato de etila (EAE) e diclorometano (EDM) obtidos das folhas da Myrcia splendens sobre as alterações provocadas pela DM tipo 1 e tipo 2, induzido pela aloxana e pela estreptozotocina, respectivamente, no estresse oxidativo e hiperglicemia em sangue e rins de ratos. Para tanto, serão utilizados 390 ratos machos distribuídos em grupos, sendo: grupo controle que receberá injeção intraperitoneal de tampão citrato (pH 4,5) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo I que receberá uma injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/kg) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo II que receberá uma injeção intraperitoneal de estreptozotocina (60mg/kg), 15 min após a prescrição de nicotinamida (120mg/kg; intraperitoneal) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo controle extratos que receberá injeção intraperitoneal de tampão citrato (pH 4,5) e EHA, EAE ou EDM (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo I + extratos que receberá uma injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/kg) e EHA, EAE ou EDM (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo II + extratos que receberá uma injeção intraperitoneal de estreptozotocina (60mg/kg), 15 min após a prescrição de nicotinamida (120 mg / kg; intraperitoneal) e EHA, EAE ou EDM (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias. O tratamento terá início após a confirmação da diabetes. Os animais receberão o tratamento por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. 12 horas após o último tratamento, os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida o sangue total será coletado e o pâncreas e rins serão removidos para a avaliação dos parâmetros de estresse oxidativo, glicose e análise imunoistoquímica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Michele Debiasi Alberton - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante.

  • 2019 - Atual

    EFEITO TIPO-ANTIDEPRESSIVO E ANTIOXIDANTE DE Myrcia pubipetala Miq. EM UM MODELO ANIMAL PREDITIVO DE ATIVIDADE ANTIDEPRESSIVA INDUZIDA POR CORTICOSTERONA, Descrição: A espécie Myrcia pubipetala Miq. (Myrtaceae) é conhecida popularmente como guamirim ou araçá, é uma espécie endêmica do Brasil, com ocorrências desde os estados da Bahia até o Rio Grande do Sul, pertencente à família Myrtaceae. Estudos in vitro realizados por nosso grupo de pesquisa, demonstraram atividade antioxidante para o extrato bruto hidroalcoolico de Myrcia pubipetala. A Depressão é uma doença caracterizada por uma tristeza profunda, difusa e duradoura. Desordens do sistema nervoso central, como a depressão, estão relacionadas com uma desregulação mitocondrial e do sistema imune, o que acaba levando a um aumento na produção de radicais livres. O estresse oxidativo, resultado da produção excessiva de espécies reativas de oxigênio, tem sido implicado na patogênese de transtornos como a depressão. Considerando que grande parte da população mundial é acometida, em algum momento da vida, pela depressão e que estudos in vitro demonstraram atividade antioxidante, este trabalho tem como objetivo avaliar o efeito antioxidante e tipo-antidepressivo do extrato bruto hidroalcoolico de Myrcia pubipetala em um modelo animal de depressão induzido por corticosterona. As folhas da Myrcia pubipetala serão coletadas no campus da Universidade Regional de Blumenau, para, após a coleta, proceder com o preparo do extrato. Para os procedimentos experimentais serão utilizados camundongos Swiss machos, os quais receberão corticosterona (20mg/Kg, i.p.) ou salina durante 21 dias e nos últimos 7 dias serão tratados, via oral, com o extrato hidroalcoolico de Myrcia pubipetala (50, 100 e 150 mg/Kg) ou água destilada. Após 24 horas do último tratamento os animais serão submetidos aos testes do campo aberto e nado forçado e então serão sacrificados por decapitação. O hipocampo e córtex pré-frontal serão removidos para análise de parâmetros de estresse oxidativo, como formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS), conteúdo total de sulfidrilas e proteínas carboniladas e atividade das enzimas antioxidantes catalase, superóxido dismutase e glutationa peroxidase. Acredita-se que o tratamento crônico com a corticosterona irá induzir o estresse oxidativo, o que será verificado através do aumento de TBA-RS e alterações na atividade das enzimas antioxidantes e espera-se que o extrato seja capaz de prevenir as alterações causadas pela corticosterona sobre os parâmetros estudados.Também espera-se que o extrato apresente ação antidepressiva.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Coordenador / Anna Lydia Schuster - Integrante / Fernanda Emilia Rocha - Integrante / Sheila Wayszceyk - Integrante.

  • 2018 - Atual

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO I E TIPO II, Descrição: A pesquisa utilizando produtos naturais apresenta um grande potencial para a descoberta de novas substâncias químicas bioativas, devido à enorme diversidade de compostos químicos que as plantas desenvolveram durante milhões de anos. A Diabetes Mellitus (DM) é um dos mais importantes problemas de saúde pública mundial. Consiste em um distúrbio crônico, que afeta o metabolismo de carboidratos, de gorduras e de proteínas. O aspecto característico é a hiperglicemia. Durante a hiperglicemia persistente, ocorre um aumento da produção de radicais livres de oxigênio através da auto-oxidação da glicose, causando estresse oxidativo. Myrcia é um dos maiores gêneros da família Myrtaceae e algumas das espécies desse gênero vem sendo usadas na medicina popular para o tratamento de diabetes. Considerando que a diabetes persistente causa hiperglicemia levando ao aumento na produção de radicais livres, e que o gênero Myrcia possui potencial hipoglicemiante, o objetivo deste estudo é verificar os efeitos da administração crônica dos extratos hidroalcoólico (EHA), acetato de etila (EAE) e diclorometano (EDM) obtidos das folhas da Myrcia splendens sobre as alterações provocadas pela DM tipo 1 e tipo 2, induzido pela aloxana e pela estreptozotocina, respectivamente, no estresse oxidativo e hiperglicemia em sangue e rins de ratos. Para tanto, serão utilizados 390 ratos machos distribuídos em grupos, sendo: grupo controle que receberá água por injeção intraperitoneal (1 vez) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo I que receberá uma injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/kg) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo II que receberá uma injeção intraperitoneal de estreptozotocina (60mg/kg), 15 min após a prescrição de nicotinamida (120mg/kg; intraperitoneal) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo controle extratos que receberá água por injeção intraperitoneal (1 vez) e EHA, EAE ou EDM (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo I + extratos que receberá uma injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/kg) e EHA, EAE ou EDM (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes tipo II + extratos que receberá uma injeção intraperitoneal de estreptozotocina (60mg/kg), 15 min após a prescrição de nicotinamida (120 mg / kg; intraperitoneal) e EHA, EAE ou EDM (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias. O tratamento terá início após a confirmação da diabetes. Os animais receberão o tratamento por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. 12 horas após o último tratamento, os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida o sangue total será coletado e o pâncreas e rins serão removidos para a avaliação dos parâmetros de estresse oxidativo, glicose e análise imunoistoquímica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Michele Debiasi Alberton - Integrante / Aline Barbosa Lima - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Thayna P. Maia - Integrante / LUANA CARLA PSCHEIDT - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Karine Louize Vincence - Integrante / Scheila Medeiros - Integrante / Bruna Vanzin Custodio - Integrante / Milena Rebelo - Integrante.

  • 2018 - Atual

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOGLICEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Myrcia splendens EM MODELO ANIMAL DE DIABETES TIPO I, Descrição: A pesquisa utilizando produtos naturais apresenta um grande potencial para a descoberta de novas substâncias químicas bioativas, devido à enorme diversidade de compostos químicos que as plantas desenvolveram durante milhões de anos. A Diabetes Mellitus (DM) é um dos mais importantes problemas de saúde pública mundial. Consiste em um distúrbio crônico, que afeta o metabolismo de carboidratos, de gorduras e de proteínas. O aspecto característico é a hiperglicemia. Durante a hiperglicemia persistente, ocorre um aumento da produção de radicais livres de oxigênio através da auto-oxidação da glicose, causando estresse oxidativo. Myrcia é um dos maiores gêneros da família Myrtaceae e algumas das espécies desse gênero vem sendo usadas na medicina popular para o tratamento de diabetes. Considerando que a diabetes persistente causa hiperglicemia levando ao aumento na produção de radicais livres, e que o gênero Myrcia possui potencial hipoglicemiante, o objetivo deste estudo é verificar os efeitos da administração crônica dos extratos hidroalcoólico (EHA), acetato de etila (EAE) e diclorometano (EDM) obtidos das folhas da Myrcia splendens sobre as alterações provocadas pela DM, induzida pela aloxana, no estresse oxidativo e hiperglicemia em sangue e rins de ratos e na atividade da acetilcolinesterase em cérebro de ratos. Para tanto, serão utilizados 195 ratos machos distribuídos em grupos, sendo: grupo controle que receberá água por injeção intraperitoneal (1 vez) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo diabetes que receberá uma injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/kg) e água via gavagem uma vez ao dia durante 15 dias; grupo controle extratos que receberá água por injeção intraperitoneal (1 vez) e EHA, EAE ou EDM (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias e grupo diabetes + extratos que receberá uma injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/kg) e EHA, EAE ou EDM (25, 50, 100 ou 150 mg/kg), via gavagem, uma vez ao dia durante 15 dias. O tratamento terá início após a confirmação da diabetes. Os animais receberão o tratamento por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. 12 horas após o último tratamento, os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida o sangue total será coletado e o pâncreas, cérebro e rins serão removidos para a avaliação dos parâmetros de estresse oxidativo, glicose e análise histopatológica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Michele Debiasi Alberton - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Coordenador / Henrique César Bischoff - Integrante / Liz Caroline Camilo - Integrante / Camila Reinert - Integrante / Anna Lydia Schuster - Integrante.

  • 2018 - Atual

    DOENÇA DE PARKINSON x ESTRESSE OXIDATIVO: EFEITO PROTETOR DE ANTIOXIDANTES, Descrição: Atualmente, as doenças neurodegenerativas crônicas progressivas vão de encontro à qualidade de vida de uma população que alcança cada vez índices mais altos de expectativa de vida. A doença de Parkinson (DP) é uma das representantes mais comuns desse tipo de patologia. Ainda que a DP seja popularmente estereotipada pelo tremor, os prejuízos dessa enfermidade extrapolam as vias motoras e possuem amplos sinais e sintomas que vão desde bradiscinesia até bradifenia. Sabe-se que as transmissões monoaminérgicas, com destaque para depleção da dopamina, estão evolvidas na base da fisiopatologia da DP decorrente da morte das células na parte compacta da substância negra do mesencéfalo. Tanto é que a principal terapêutica estabelecida desde a década de 60 para a DP é a reposição de dopamina via administração exógena de um precursor desse neurotransmissor, LEVODOPA. Contudo, o tratamento farmacológico é sintomático e não impede a neurodegeneração. Por mais que seja altamente prevalente, existem inúmeras dúvidas a respeito da etiologia desse mal que atinge 1% da população mundial, segundo a OMS. No entanto, inúmeras vertentes suspeitam que o estresse oxidativo pode ser um dos fatores causas da necrose das células nervosas, tendo importante papel tanto na gênese da DP quanto no seu curso evolutivo como doença estabelecida. Estudos preliminares realizados por nosso grupo de pesquisa, sugerem que a DP causa alterações na defesa enzimática antioxidante. Sendo assim, o intuito deste trabalho é investigar a influência do tratamento com os antioxidantes resveratrol, melatonina e do N-nitro-L-arginine methyl ester (L-NAME), potente inibidor da enzima óxido nítrico sintase, sobre as alterações causadas pela DP sobre parâmetros de estresse oxidativo em cérebro de ratos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Coordenador / Ramon Fernandes Olm - Integrante / Fernanda Emilia Rocha - Integrante / Werner Mees - Integrante.

  • 2017 - 2021

    INVESTIGAÇÃO DA FISIOPATOLOGIA DO DANO CEREBRAL E PERIFÉRICO CAUSADO PELA CITRULINEMIA TIPO I: PAPEL PROTETOR DO RESVERATROL, Descrição: A citrulinemia tipo I (MIM 215700) é uma doença autossômica recessiva do ciclo da ureia causada pela deficiência na atividade da enzima argininosuccinato sintetase (ASS; EC6.3.4.5), a qual catalisa a formação de argininossuccinato a partir de citrulina e aspartato, como parte do ciclo da ureia. Esta deficiência enzimática resulta em níveis elevados de citrulina no plasma, em torno de 2.000-5.000 mol/L, sendo os valores normais inferiores a 60 mol/L, e também aumento nos níveis de amônia e glutamina e depleção de arginina (Maestri et al., 1995). Normalmente, no período neonatal, a citrulinemia causa hiperamonemia e, se não tratada, morte prematura. Os recém-nascidos geralmente apresentam vômitos e letargia dentro de 1-3 dias após o nascimento. Caso a doença não seja diagnosticada precocemente e monitorada de forma adequada, os sinais podem progredir rapidamente para insuficiência respiratória, coma e morte. No entanto, existe uma considerável variabilidade clínica, e a citrulinemia também vem sendo encontrada em alguns indivíduos adultos (Potter et al., 2004; Ito et al., 2004). Além disso, indivíduos assintomáticos ou com citrulinemia leve também foram detectados através de programas de triagem neonatal e estudos envolvendo familiares (Issa et al., 1988; Haberle et al., 2002; Sander et al., 2003). A incidência estimada da citrulinemia é um em cada 57.000 nascidos vivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Aline Barbosa Lima - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Thayna Patachini Maia - Integrante / LUANA CARLA PSCHEIDT - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Karine Louize Vincence - Integrante.

  • 2017 - Atual

    ESTUDO DOS MECANISMOS ENVOLVIDOS NA FISIOPATOLOGIA DE DOENÇAS E MEIOS DE PREVENÇÃO, Descrição: O projeto de pesquisa tem como objetivos avaliar os efeitos, in vitro e in vivo, de diferentes compostos acumulados em Erros Inatos do Metabolismo, de doenças metabólicas e que acometem o SNC, de intoxicações com metais e do uso contínuo de fármacos, através do estudo de parâmetros relacionados ao metabolismo celular, ao estresse oxidativo, as alterações neuroquímicas e comportamentais, com o objetivo de proporcionar uma melhor compreensão acerca dos aspectos fisiopatológicos envolvidos nessas condições. O projeto também visa como objetivos verificar a influência de substâncias antioxidantes, fármacos, plantas medicinais e do exercício físico sobre as alterações metabólicas, comportamentais e de estresse oxidativo nos modelos experimentais com o intuito de proporcionar melhor qualidade de vida aos indivíduos, prevenção de doenças e melhorar a inserção destes à sociedade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Simone Sasso - Integrante / Sara Cristiane Barauna - Integrante / MAGDA HELENA SORATTO HEITICH FERRAZZA - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Thayna Patachini Maia - Integrante / MAITÊ BEATRIZ BRUECKHEIMER - Integrante / GERALDO ANTONIO BUNICK NETO SALA - Integrante / Eloise Mariani Salamaia - Integrante / 3) Victor Hugo Antonio Joaquim - Integrante / LUANA CARLA PSCHEIDT - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Luiz Arthur Rangel Cyrino - Integrante / Maria Augusta Schramm do Nascimento - Integrante.

  • 2017 - Atual

    AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES SÉRICOS NOS DIFERENTES ESTÁGIOS DE PACIENTES BIPOLARES, Descrição: O transtorno bipolar (TB) é uma doença crônica, grave com prevalência de 1% a 3% em todo o mundo e sua morbidade e mortalidade são significativas com redução da expectativa de vida média e alta taxa de suicídios. Um crescente corpo de evidências sugere que o TB é uma doença progressiva. Sabe-se que os intervalos entre os episódios de humor se tornam sucessivamente mais curtos quanto maior é o número de episódios. Após certo número de recorrências, os episódios tendem a ocorrer de forma mais espontânea, independentes de estressores psicossociais. O aumento do número de episódios de humor está associado com respostas mais pobres a tratamento psicofarmacológico. Além disso, mudanças nas funções cognitivas são mais marcadas nos estágios avançados da doença do que nos controles e nos pacientes nas fases iniciais desse transtorno psiquiátrico. Esses achados clínicos podem ser entendidos como resultado dos eventos que ocorrem durante o longo curso da doença. Estes eventos envolvem uma reorganização patológica do sistema nervoso central (SNC) e está, portanto, associado às alterações morfológicas tais como; redução no volume do córtex pré-frontal, hipocampo, região dos ventrículos e um aumento da amígdala e, a alterações funcionais do substrato neural, que está envolvida na regulação do humor. Este processo vem sendo chamado de neuroprogressão. Vários estudos demonstram que há também mudanças estruturais e bioquímicas que confirmam a neuroprogressão, e estas são diferentes entre as fases iniciais e finais do TB. Muitas destas substâncias bioquímicas são estudadas como possíveis biomarcadores. A identificação e definição de biomarcadores é fundamental para o diagnóstico e desenvolvimento de modelos de estadiamento. O estadiamento do TB deve basear-se na progressão da doença, desenvolvendo-se de uma apresentação mais precoce e com menor sintomatologia para uma apresentação mais tardia, grave e refratária. Desenvolver um sistema de estadiamento proporcionaria na prática clínica selecionar tratamentos mais adequados e definir intervenções que possam controlar a progressão da TB de forma mais precoce. Este estudo analisará as mudanças nos níveis de 4 diferentes grupos de potenciais biomarcadores (fatores neurotróficos, mediadores inflamatórios, substâncias relacionadas ao estresse oxidativo e marcadores de disfunção mitocondrial) oriundos de células neuronais e gliais a partir de dosagem sanguínea periférica de pacientes com TB tipo I e II em diferentes estágios (precoce e tardio) da doença durante a fase eutímica. Para realizar o estadiamento do TB será utilizado o teste FAST (Functioning Assessment Short Test). FAST é um instrumento desenvolvido para avaliar o comprometimento funcional em pacientes com TB já validado no Brasil, demonstrando excelente confiabilidade e consistência interna. O escore geral do FAST pode variar de 0 a 72, com maiores escores indicando maior incapacidade e um escore limiar de 11 indicando incapacidade significativa. Demonstrou-se aumento de escores do FAST mesmo em pacientes em fases iniciais do TB em comparação com controles saudáveis, e que quanto maior o tempo de evolução da doença maior é o comprometimento funcional. Assim todas estas alterações poderão nos ajudar a entender como uma doença que de início se manifesta com um quadro relativamente benigno, e que em alguns anos deteriora a capacidade de raciocínio, planejamento e aprendizagem e altera definitivamente o humor, a ponto de impedir de uma pessoa levar uma vida normal.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Débora Delwing-Dal Magro - Integrante / Larissa Delmonego - Integrante / Luiz Arthur Rangel Cyrino - Integrante / Oliver Matheus Ullmann - Integrante.

  • 2017 - Atual

    DANOS OXIDATIVOS E NEURODEGENERAÇÃO, OS POTENCIAIS: PREJUIZO DO LEVODOPA E BENEFÍCIO DE ANTIOXIDANTES NO CURSO EVOLUTIVO DA DOENÇA DE PARKINSON., Descrição: Atualmente, as doenças neurodegenerativas crônicas progressivas vão de encontro à qualidade de vida de uma população que alcança cada vez índices mais altos de expectativa de vida. A doença de Parkinson (DP) é uma das representantes mais comuns desse tipo de patologia. Ainda que a DP seja popularmente estereotipada pelo tremor, os prejuízos dessa enfermidade extrapolam as vias motoras e possuem amplos sinais e sintomas que vão desde bradiscinesia até bradifenia. Sabe-se que as transmissões monoaminérgicas, com destaque para depleção da dopamina, estão evolvidas na base da fisiopatologia da DP decorrente da morte das células na parte compacta da substância negra do mesencéfalo. Tanto é que a principal terapêutica estabelecida desde a década de 60 para a DP é a reposição de dopamina via administração exógena de um precursor desse neurotransmissor, LEVODOPA. Contudo, o tratamento farmacológico é sintomático e não impede a neurodegeneração. Por mais que seja altamente prevalente, existem inúmeras dúvidas a respeito da etiologia desse mal que atinge 1% da população mundial, segundo a OMS. No entanto, inúmeras vertentes suspeitam que o estresse oxidativo pode ser um dos fatores causas da necrose das células nervosas, tendo importante papel tanto na gênese da DP quanto no seu curso evolutivo como doença estabelecida. Há ainda vertentes mais radicais que apontam a LEVODOPA como fonte de estresse oxidativo e , portanto, fonte de impulso para a evolução da DP. Sendo assim, analisar a neurodegeneração progressiva da doença de Parkinson sob a ótica do estresse oxidativo se faz importante para elucidar algumas questões que permeiam a etiopatogenia da DP e investigar se a antioxidação tem potencial positivo sob a sua evolução. Assim, o intuito principal não é somente identificar falhas prejudiciais de uma terapêutica, mas sim elucidar uma de suas etiologias prováveis a fim de potencializar os benefícios e minimizar os danos do tratamento mais utilizado até então para a doença de Parkinson, com o propósito de contribuir para um melhor prognóstico. Para tanto, os animais serão distribuídos aleatoriamente em 5 grupos no primeiro estágio (controle, tratado com L-DOPA, Parkinson, Parkinson tratado com L-DOPA e SHAM) e 8 grupos no segundo estágio (controle, tratado com L-DOPA, Parkinson, Vitaminas E+C, Parkinson tratado com L-DOPA, Parkinson tratado com vitaminas, Parkinson tratado com L-DOPA e vitaminas e SHAM). Nesse primeiro estágio todos os grupos passarão por procedimento cirúrgico estereotáxico com exceção do grupo SHAM que representa o controle negativo cirúrgico. Os grupos 1 e 2, 48h após a recuperação cirúrgica, receberão infusão intranigral de PEG. Os grupos 3 e 4, respeitando o mesmo intervalo, receberão injeção intranigral de Rotenona (12ug/ul). Passadas 48h das infusões inicia-se o período de tratamento com duração de 7 dias. Os grupos 1 e 3 passam a receber injeção i.p de salina e os grupos 2 e 4 passam a receber via oral L-DOPA/CARBIDOPA (30mg/Kg). Passadas 12h da última administração das drogas ou da salina os animais serão sacrificados via decapitação sem anestesia. O segundo estágio segue a mesma lógica do primeiro com relação ao grupo SHAM e intervalos de administrações. Sendo assim, os grupos 1, 3 e 4 receberão infusão intranigral de PEG. Os grupos 2, 5, 6 e 7 receberão infusão intranigral de Rotenona (12ug/ul). Posteriormente na fase de tratamento, os grupos 1 e 2 receberão salina via injeção i.p. Os grupos 3, 5 e 7 receberão via oral L-DOPA/CARBIDOPA. Os grupos 4, 6 e 7 receberão via injeção i.p as vitaminas C (40mg/kg) e E (100mg/kg). Todas as doses serão administradas por um período de 7 dias. No sexto dia de tratamento os animais serão submetidos aos testes comportamentais e passadas 12h da última administração das substâncias os animais serão sacrificados e em seguida o cérebro será retirado para avaliação. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Sara C Barauna - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Coordenador / Júlia Martins - Integrante / Bruno R Sabel - Integrante / Ramon F Olm - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Avaliação do potencial antioxidante da fração etanólica de Polygala linoides sobre o estresse oxidativo em camundongos tratados com corticosterona, Descrição: O gênero Polygala compreende diversas espécies, como a Polygala linoides, todas pertencentes à família Polygalaceae. Entre as atividades biológicas relatadas destacam-se a antinociceptiva, anti-tumoral e atividades relacionadas ao sistema nervoso central, como o efeito antidepressivo. Esse fato merece destaque uma vez que grande parte da população mundial é acometida, em algum momento da vida, pela depressão. Este trabalho tem como objetivo avaliar o efeito antioxidante da fração etanólica de Polygala linoides em um modelo animal de depressão induzido por corticosterona. Após a coleta das folhas da Polygala linoides, será realizado o preparo do extrato, para então extrair a fração etanólica. Para os procedimentos experimentais serão utilizados camundongos Swiss machos, os quais receberão corticosterona (20mg/Kg, i.p.) ou salina durante 21 dias e nos últimos 7 dias serão tratados, via oral, com o extrato etanólico de Polygala linoides (5, 10, 25 ou 50mg/Kg) ou água destilada. Após 24 horas do último tratamento os animais serão sacrificados e o cérebro removido para análise de parâmetros de estresse oxidativo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Débora Delwing-Dal Magro - Coordenador / Henrique César Bischoff - Integrante / Júlia Martins - Integrante / Liz C Camilo - Integrante.

  • 2016 - 2017

    Avaliação das alterações hematológicas, de estresse oxidativo, da atividade tireoidiana e hepática na Intoxicação pelo chumbo, Descrição: A intoxicação por chumbo é um problema de saúde publica, pois apresenta elevada toxicidade ao organismo atuando sob vários alvos bioquímicos, sendo o sistema hematopoiético, hepático e sistema nervoso central especialmente sensíveis aos danos causados por este metal. O sistema hematológico é um alvo importante da toxicidade do chumbo comprometendo a síntese do heme e consequentemente causando anemia. O chumbo pode ainda exercer seu efeito tóxico pelo mecanismo de indução ao estresse oxidativo. Este projeto tem como objetivo avaliar as alterações hematológicas, de estresse oxidativo, alterações hormonais relacionadas à tireoide e alterações hepáticas na exposição por 30 dias ao acetato de chumbo em ratos Wistar de 60 dias. Serão utilizados 84 ratos Wistar de 60 dias divididos em 04 grupos: O grupo CT receberá salina e os grupos I, II e III receberão acetato de chumbo nas doses 16mg/Kg, 64mg/Kg e 128mg/Kg, através de gavagem 1 vez ao dia por um período de 30 dias com o intuito de analisar os parâmetros hematológicos, substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico(TBA-RS), conteúdo total de sulfidrilas e carbonilas em plasma, fígado, rim e estruturas cerebrais. Avaliar a atividade de enzimas antioxidantes como catalase, glutationa peroxidase e superóxido dismutase em eritrócitos, fígado, rim e estruturas cerebrais e atividade das enzimas acetilcolinesterase e Na+K+-ATPase em hipocampo, córtex cerebral e cerebelo. Mensurar concentrações de hormônios tireoidianos e enzimas como lactato desidrogenase (LDH), de transaminase glutâmico oxalacética (TGO), transaminase glutâmico pirúvica (TGP), gamaglutamiltransferase (GGT) e dosar em soro a concentração de potássio. Serão utilizados 84 ratos Wistar de 60 dias divididos em 04 grupos: O grupo CT receberá salina e os grupos I, II e III receberão acetato de chumbo nas doses 16mg/Kg, 64mg/Kg e 128mg/Kg, através de gavagem 1 vez ao dia por um período de 30 dias. Os resultados esperados com este estudo são avaliar a concentração de chumbo sanguíneo entre os grupos e as alterações resultantes no sistema hematopoiético, no sistema nervoso central, na atividade das enzimas antioxidantes, na função tireoidiana e função hepática. O estudo espera ainda correlacionar as possíveis alterações causadas pela intoxicação ao chumbo para maior compreensão e conhecimento dos mecanismos que levam a estas alterações.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Delwing-Dal Magro, Débora - Integrante / Nariana Regina Pereira - Integrante / MAGDA HELENA SORATTO HEITICH FERRAZZA - Integrante / Eloise Mariani Salamaia - Integrante.

  • 2016 - 2017

    EFEITO PROTETOR DE ANTIOXIDANTES CLÁSSICOS SOBRE O DANO OXIDATIVO CEREBRAL CAUSADO PELA ADMINISTRAÇÃO INTRACEREBROVENTRICULAR DE GALACTOSE, Descrição: A galactosemia clássica (tipo I) é uma doença genética rara causada peladeficiência na atividade da enzima galactose-1-fosfato uridiltransferase (GALT) (EC 2.7.7.12), a qual está envolvida no metabolismo da galactose (Isselbacher, 1956; Leloir, 1951). Considerando que a galactosemia é um erro inato do metabolismo da galactose, que a doença causa dificuldades cognitivas e problemas de memória em humanos, que a atividade da acetilcolinesterase é essencial para a cognição, que na galactosemia ocorre alteração significativa na glicosilação, que o acúmulo de galactose-1-fosfato pode interferir na atividade de enzimas importantes no metabolismo celular, esse projeto tem como objetivo estudar os efeitos in vivo (infusão intracerebroventricular) da galactose e a influência do pré-tratamento com antioxidantes -tocoferol e ácido ascórbico sobre alguns parâmetros de estresse oxidativo e sobre a atividade da acetilcolinesterase em cérebro de ratos de 60 dias de idade. A partir dos resultados deste projeto será possível identificar as possíveis alterações que a galactose ocasiona no córtex cerebral, cerebelo, hipocampo e sangue e se o uso de antioxidantes como terapia adjuvante no tratamento da galactosemia é efetivo ou não.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Delwing-Dal Magro, Débora - Integrante / Sara Barauna - Integrante / Thayna Patachini Maia - Integrante / MAITÊ BEATRIZ BRUECKHEIMER - Integrante.

  • 2016 - 2017

    Avaliação do potencial hipoglicemiante e antioxidante de Eugenia catharinensis sobre o estresse oxidativo de ratos diabéticos, Descrição: O presente estudo objetiva avaliar a possível ação hipoglicemiante e antioxidante do extrato bruto hidroalcoólico obtido a partir das folhas de Eugenia catharinensis sobre o estresse oxidativo de ratos diabéticos. Para tanto, serão utilizados 56 ratos machos da linhagem Wistar, com idade aproximada de 50 dias, provenientes de colônias do Biotério Central da Universidade Regional de Blumenau (FURB). Antes do processo de experimentação, os animais serão acomodados e aclimatados por 7 dias, para adaptação em um novo meio. Os animais serão mantidos em um ciclo de 12h claro/escuro à temperatura constante de 21°C com livre acesso à ração e água. Os cuidados com os animais seguirão as normas aprovadas pelo Comitê de Ética da Universidade Regional de Blumenau. Os ratos serão distribuídos aleatoriamente em 8 grupos (n=7), sendo: grupo controle, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e água via gavagem, grupo tratamento-extrato bruto das folhas da espécie Eugenia catharinensis, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e extrato bruto (50, 100 e 150 mg/kg) via gavagem, grupo diabético, que receberá injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/Kg) e água via gavagem, grupo diabético mais extrato bruto das folhas da espécie Eugenia catharinensis (50, 100 e 150 mg/kg), que receberá injeção intraperitoneal de aloxana e extrato bruto via gavagem. Os animais serão tratados com veículo (água destilada) ou extrato bruto hidroalcoólico de Eugenia catharinensis. O tratamento terá início após a confirmação do diabetes, que será realizada por dosagem glicêmica periférica após a administração de aloxana. Os animais receberão o tratamento por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. 12 horas após o último tratamento, os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida, o cérebro, rim, fígado e pâncreas serão removidos e o sangue coletado para avaliação da glicemia, de parâmetros de estresse oxidativo e análise histopatológica. O pâncreas será submetido para análise morfológica. Os eritrócitos e o plasma serão preparados a partir de amostras de sangue total obtidas de ratos. As demais estruturas serão homogeneizadas (homogeneizador Potter-Elvehjem) em tampão adequado para cada técnica (TBARS, conteúdo de proteínas carboniladas, conteúdo total de sulfidrilas, determinação da atividade de enzimas antioxidantes, dosagem proteica). Para a indução de diabetes mellitus, será administrado aloxana (diluído em solução salina) na dose de 150mg/kg, via intraperitoneal, dose única, após um período de jejum de 24 horas. Após 6 horas da indução, será fornecida uma solução de glicose 10% como única fonte hídrica, durante 24 horas, para evitar uma hipoglicemia fatal, devido à liberação maciça de insulina que ocorre após a destruição das células . Após a administração da aloxana, a glicose periférica será determinada. TBA-RS é usado como um índice de dano a lipídeos e será determinado pelo método de Ohkawa et al. (1979). O conteúdo total de sulfidrilas será determinado de acordo com o método descrito por Ellman (1959). O conteúdo de proteínas carboniladas será determinado pelo método de Levine et al. (1994). A atividade da catalase, glutationa peroxidase e superóxido dismutase será determinada pelo método de Aebi (1984), Wendel (1981) com algumas modificações e Marklund (1985), respectivamente. A glicemia sanguínea será determinada utilizando o Kit de dosagem glicêmica. A glicose periférica será dosada utilizando o glicosímetro One Touch com as tas glicotestes. A determinação das proteínas será realizada pelo método de Lowry et al. (1951) e a análise estatística será realizada por ANOVA de uma via seguida do teste post-hoc de Duncan, para comparação entre as médias dos grupos, sendo que os valores de P < 0,05 serão considerados significativos. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Pollyanna Toldo Nantes - Integrante / Harrison Gustavo Pech Corrêa - Integrante / Henrique César Bischoff - Integrante.

  • 2016 - 2017

    Avaliação do potencial hipoglicemiante e antioxidante de Eugenia platysema sobre os efeitos causados pelo diabetes, Descrição: O presente estudo objetiva avaliar a possível ação hipoglicemiante e antioxidante do extrato bruto obtido a partir das folhas de Eugenia platysema sobre o estresse oxidativo de ratos diabéticos. Para tanto, serão utilizados 168 ratos machos da linhagem Wistar, com idade aproximada de 50 dias, provenientes de colônias do Biotério Central da Universidade Regional de Blumenau (FURB). Antes do processo de experimentação, os animais serão acomodados e aclimatados por 7 dias, para adaptação em um novo meio. Os animais serão mantidos em um ciclo de 12h claro/escuro à temperatura constante de 21°C com livre acesso à ração e água. Os cuidados com os animais seguirão as normas aprovadas pelo Comitê de Ética da Universidade Regional de Blumenau. Os ratos serão distribuídos aleatoriamente em 8 grupos (n=7), sendo: grupo controle, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e água via gavagem, grupo tratamento-extrato bruto das folhas da espécie Eugenia platysema, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e extrato bruto (50, 100 e 150 mg/kg) via gavagem, grupo diabético, que receberá injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/Kg) e água via gavagem, grupo diabético mais extrato bruto das folhas da espécie Eugenia platysema (50, 100 e 150 mg/kg), que receberá injeção intraperitoneal de aloxana e extrato bruto via gavagem. Os animais serão tratados com veículo (água destilada) ou extrato bruto das folhas da espécie Eugenia platysema. Dos 168 animais, 56 serão submetidos a um pré-tratamento (crônico), o qual será realizado antes e durante a indução do diabetes, 56 animais serão submetidos a um tratamento (crônico), o qual terá início após a indução do diabetes e 56 animais serão submetidos a um tratamento agudo, realizado após indução do diabetes. Para o pré-tratamento e tratamento crônico, os animais serão tratados por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. Para o tratamento agudo, estes serão tratados uma única vez após a indução do diabetes. 12 horas após o último tratamento (agudo e crônico), os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida, o cérebro, rim, fígado e pâncreas serão removidos e o sangue coletado para dosagem da glicemia, avaliação de parâmetros de estresse oxidativo e análise histopatológica. O pâncreas será submetido para análise morfológica. Os eritrócitos e o plasma serão preparados a partir de amostras de sangue total obtidas de ratos. As demais estruturas serão homogeneizadas (homogeneizador Potter-Elvehjem) em tampão adequado para cada técnica (TBARS, conteúdo total de sulfidrilas, determinação da atividade de enzimas antioxidantes, dosagem proteica). Para a indução de diabetes mellitus, será administrado aloxana (diluído em solução salina) na dose de 150mg/kg, via intraperitoneal, dose única, após um período de jejum de 24 horas. Após 6 horas da indução, será fornecida uma solução de glicose 10% como única fonte hídrica, durante 24 horas, para evitar uma hipoglicemia fatal, devido à liberação maciça de insulina que ocorre após a destruição das células . Após a administração da aloxana, a glicose periférica será determinada. TBA-RS é usado como um índice de dano a lipídeos e será determinado pelo método de Ohkawa et al. (1979). O conteúdo total de sulfidrilas será determinado de acordo com o método descrito por Ellman (1959). A atividade da catalase, glutationa peroxidase e superóxido dismutase será determinada pelo método de Aebi (1984), Wendel (1981) com algumas modificações e Marklund (1985), respectivamente. A glicemia sanguínea será determinada utilizando o Kit de dosagem glicêmica. A glicose periférica será dosada utilizando o glicosímetro One Touch com as tas glicotestes. A determinação das proteínas será realizada pelo método de Lowry et al. (1951) e a análise estatística será realizada po. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Guilherme Martins Rodrigues - Integrante / Dalila Rodrigues - Integrante / Ramon Fernandes Olm - Integrante / Júlia Martins - Integrante / Bruno R Sabel - Integrante / Liz Caroline Camilo - Integrante.

  • 2016 - Atual

    ADAPTAÇÕES METABÓLICAS E DE ESTRESSE OXIDATIVO INDUZIDAS PELO TREINAMENTO FÍSICO AERÓBICO DE ALTA INTENSIDADE EM RATOS OBESOS, Descrição: Quanto maior for a compreensão e conhecimento de um fenômeno, melhor será capacidade de manipulação do mesmo. Ao entender como o exercício físico age nos mais variados sistemas fisiológicos se torna possível auxiliar no tratamento dessa condição que está vitimando muitas pessoas, pois caminha junto com o estilo de vida moderno (conforto/stress/alimentação rápida e pobre) e, comprovadamente, cresce a cada dia. Esta pesquisa, portanto, pretende analisar os efeitos do treinamento aeróbico de alta intensidade nas variáveis aqui já citadas de ratos obesos, procurando gerar maior conhecimento sobre os mecanismos envolvidos nesta patologia e, então, poder entender como melhor combatê-la.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Carla Werlang Coelho - Integrante / VICTOR HUGO ANTONIO JOAQUIM - Integrante / Thayna Patachini Maia - Integrante / MAITÊ BEATRIZ BRUECKHEIMER - Integrante / GERALDO ANTONIO BUNICK NETO SALA - Integrante / MATHEUS HENRIQUE RUELA MEWS - Integrante / Eloise Mariani Salamaia - Integrante.

  • 2016 - Atual

    EFEITOS DE PROTOCOLOS DE TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM MÚSCULO GASTROCNÊMIO DE RATOS OBESOS, Descrição: A preocupação com a condição de obesidade e sobrepeso não é novidade no meio científico, porém, nos últimos anos vem ganhando atenção especial pelo fato de ter se tornado uma epidemia mundial, caracterizando um grande problema de saúde pública, uma vez que seus efeitos deletérios no organismo afetam diretamente a qualidade de vida dos indivíduos (Pereira et al, 2003). Efeitos prejudiciais dessa condição são observados no metabolismo dos carboidratos, prejudicando o mecanismo do glicogênio hepático e muscular (Ceperuelo-Mallafré et al, 2015; Jensen et al, 2011; Velho et al, 1996, Beck-Nielsen et al, 2012), nos danos gerados pelo estresse oxidativo (Qatanani e Lazar, 2007) e na sua, ainda não elucidada, participação no metabolismo energético, se relacionando negativamente com o conteúdo e função mitocondrial (Thyfault et al, 2004; Kelley et al, 2002; Christe et al, 2013). O exercício físico, por outro lado, é bastante associado à melhora em vários mecanismos fisiológicos. Segundo De Feo (2013), nas duas últimas décadas muitos pesquisadores focaram seus estudos em testar vários modelos de treinamento, com diferenças estruturais, como frequência, duração, intensidade, volume e mesmo comparando o exercício aeróbico com o resistido. O treinamento aeróbico contínuo e de intensidade moderado é bastante conhecido e indicado para redução e controle da adiposidade corporal, porém, o treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT), ganhou notoriedade por conta dos resultados que vem apresentando. Esta pesquisa, portanto, pretende comparar os efeitos dos dois métodos de treinamento aeróbico sobre os parâmetros de estresse oxidativo, procurando gerar maior conhecimento sobre os mecanismos envolvidos nesta patologia e então poder entender como melhor combatê-la.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Delwing-Dal Magro, Débora - Integrante / VICTOR HUGO ANTONIO JOAQUIM - Integrante / Thayna Patachini Maia - Integrante / MAITÊ BEATRIZ BRUECKHEIMER - Integrante / GERALDO ANTONIO BUNICK NETO SALA - Integrante / MATHEUS HENRIQUE RUELA MEWS - Integrante.

  • 2016 - Atual

    EFEITO TIPO-ANTIDEPRESSIVO E ANTIOXIDANTE DE EUGENIA CATHARINENSIS EM UM MODELO ANIMAL PREDITIVO DE ATIVIDADE ANTIDEPRESSIVA INDUZIDA POR CORTICOSTERONA, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Débora Delwing Dal Magro em 01/06/2016., Descrição: O gênero Eugenia compreende diversas espécies, como a Eugenia catharinensis, todas pertencentes à família Myrtaceae. Alguns estudos têm demonstrado potentes efeitos farmacológicos de frações e compostos isolados de espécies deste gênero, como antioxidante e também um efeito tipo-antidepressivo em modelos animais. Esse fato merece destaque uma vez que grande parte da população mundial é acometida, em algum momento da vida, pela depressão. Este trabalho tem como objetivo avaliar o efeito antioxidante e tipo-antidepressivo de frações e compostos isolados da Eugenia catharinensis em um modelo animal de depressão induzido por corticosterona. As folhas da Eugenia catharinensis serão coletadas no campus da Universidade Regional de Blumenau, para, após a coleta, proceder com o preparo dos extratos, identificação e isolamento dos compostos. Para os procedimentos experimentais serão utilizados camundongos Swiss machos, os quais receberão corticosterona (20mg/Kg, i.p.) ou salina durante 21 dias e nos últimos 7 dias serão tratados, via oral, com os extratos hidroalcoólico, acetato de etila ou diclorometano de Eugenia catharinensis (60, 120, 240 ou 500mg/Kg) ou água destilada. Após 24 horas do último tratamento os animais serão submetidos aos testes do campo aberto, nado forçado e suspensão pela cauda e então sacrificados. O hipocampo e córtex pré-frontal serão removidos para análise dos níveis de TBA-RS, conteúdo total de sulfidrilas e proteínas carboniladas e atividade das enzimas antioxidantes (CAT, SOD e GSH-Px). O extrato com melhor resposta nos experimentos anteriores será fracionado para identificação e isolamento dos seus compostos. O composto isolado de maior rendimento será administrado aos animais, nas doses de 5, 10 ou 20mg/Kg, para então identificarmos a dose de melhor resposta e proceder à próxima etapa, na qual os camundongos serão pré-tratados com antagonistas de receptores específicos (cetanserina, pindolol, WAY-100635, PCPA, SCH23390, sulpirida, prazosina ou ioimbina) e então tratados com o composto isolado de Eugenia catharinensis para após, serem submetidos aos testes comportamentais.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Michele Debiasi Alberton Magina - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Efeito da fração acetato de etila extraída das folhas de Eugenia involucrata (MYRTACEAE) sobre a atividade da acetilcolinesterase e butirilcolinesterase em ratos diabéticos., Descrição: O presente estudo objetiva avaliar a possível ação anticolinesterásica da fração acetato de etila obtida a partir das folhas de Eugenia involucrata em ratos diabéticos. Para tanto, serão utilizados 140 ratos machos da linhagem Wistar, com idade aproximada de 60 dias, provenientes de colônias do Biotério Central da Universidade Regional de Blumenau (FURB). Antes do processo de experimentação, os animais serão acomodados e aclimatados por 7 dias, para adaptação em um novo meio. Os animais serão mantidos em um ciclo de 12h claro/escuro à temperatura constante de 21°C com livre acesso à ração e água. Os cuidados com os animais seguirão as normas aprovadas pelo Comitê de Ética da Universidade Regional de Blumenau. Os ratos serão distribuídos aleatoriamente em 9 grupos (n=7), sendo: grupo controle negativo, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e água via gavagem, grupo controle positivo, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e rivastigmina (0,5 mg/Kg) via gavagem, grupo tratamento-fração acetato de etila obtida das folhas da espécie Eugenia involucrata, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e fração acetato de etila (50, 100 e 150 mg/kg) via gavagem, grupo diabético, que receberá injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/Kg) e água via gavagem, grupo diabético mais fração acetato de etila obtida das folhas da espécie Eugenia involucrata (50, 100 e 150 mg/kg), que receberá injeção intraperitoneal de aloxana e fração acetato de etila via gavagem. Os animais serão tratados com veículo (água destilada) ou fração acetato de etila de Eugenia involucrata. O tratamento terá início após a confirmação do diabetes, que será realizada por dosagem glicêmica periférica após a administração de aloxana. Para o tratamento crônico, 70 animais receberão o tratamento por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. Para o tratamento agudo, 70 animais serão tratados uma única vez após a confirmação do diabetes. 12 horas após o último tratamento, os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida, o cérebro será removido para determinação da atividade da acetilcolinesterase e o sangue coletado para determinação da atividade da butirilcolinesterase. O hipocampo e o córtex cerebral serão homogeneizados em tampão fosfato de potássio, pH 7,5. O homogeneizado será centrifugado a 1000 x g por 10 min, o pellet será descartado e o sobrenadante será utilizado para a determinação da atividade da acetilcolinesterase e concentração proteica. Após coletado, o sangue será rapidamente centrifugado a 1000 x g por 10 min e o soro será separado e utilizado para a determinação da atividade da butirilcolinesterase e concentração proteica. A atividade das enzimas acetilcolinesterase e butirilcolinesterase será determinada de acordo com o método colorimétrico de Ellman e colaboradores, (1961) com algumas modificações. Para a indução de diabetes mellitus, será administrado aloxana (diluído em solução salina) na dose de 150mg/kg, via intraperitoneal, dose única, após um período de jejum de 24 horas. Após 6 horas da indução, será fornecida uma solução de glicose 10% como única fonte hídrica, durante 24 horas, para evitar uma hipoglicemia fatal, devido à liberação maciça de insulina que ocorre após a destruição das células . Após a administração da aloxana, a glicose periférica será determinada. A glicose periférica será dosada utilizando o glicosímetro One Touch com as tas glicotestes. A determinação das proteínas será realizada pelo método de Lowry et al. (1951) e a análise estatística será realizada por ANOVA de uma via seguida do teste post-hoc de Duncan, para comparação entre as médias dos grupos, sendo que os valores de P < 0,05 serão considerados significativos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Harrison Gustavo Pech Corrêa - Integrante.

  • 2015 - 2020

    EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO AERÓBICO SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RATOS OBESOS, Descrição: Objetivo Geral: Verificar a influência de dois Protocolos de treinamento físico aeróbico (TFA) sobre o estresse oxidativo em sangue, fígado e músculos de ratos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Delwing-Dal Magro, Débora - Integrante / Eduardo Manoel Pereira - Integrante / Ariene Sampaio Souza Farias Ulbricht - Integrante / Carla Werlang Coelho - Integrante / VICTOR HUGO ANTONIO JOAQUIM - Integrante / Nariana Regina Pereira - Integrante.

  • 2015 - 2018

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL HIPOLIPEMIANTE E ANTIOXIDANTE DE Eugenia brasiliensis SOBRE O ESTRESSE OXIDATIVO DE RATOS HIPERLIPIDÊMICOS, Descrição: A pesquisa utilizando produtos naturais apresenta um grande potencial para a descoberta de novas substâncias químicas bioativas, devido à enorme diversidade de compostos químicos que as plantas desenvolveram durante milhões de anos. Dados na literatura revelam que níveis plasmáticos elevados de triglicerídeos estão sendo considerados como um fator de risco independente para diabetes Tipo 2, síndrome metabólica e doença cardiovascular (DCV) aterosclerótica. A hipertrigliceridemia também está associada com risco aumentado de acidente vascular cerebral e outras formas de DCV aterosclerótica. A hipertrigliceridemia pode ser de origem genética ou ser secundária a outras doenças como diabetes melito, doenças renais e hipotireoidismo, ou ainda estar associada a fatores ambientais que afetam a produção e depuração de lipoproteínas ricas em triglicerídeos. Embora o tratamento envolva outros fatores de relevância, como dietoterapia e realização de exercícios físicos, o uso de terapia com hipolipemiantes é uma estratégia chave no controle metabólico desta doença, ao longo do tempo. Eugenia brasiliensis (Myrtaceae) é conhecida pelos nomes de ?grumixama?, ?grumixameira? e ?cereja-brasileira?, sendo encontrada desde os estados do Nordeste até a mata pluvial atlântica do Sul do Brasil, e em Santa Catarina nas regiões de Florianópolis, Brusque, Ibirama, Itajaí e Joinville. Considerando o potencial da família Myrtaceae; a alta prevalência da hipertrigliceridemia na população; que os medicamentos usados no tratamento da hipertrigliceridemia são passíveis de causar efeitos colaterais; o objetivo deste trabalho é avaliar os efeitos da administração crônica de Eugenia brasiliensis sobre respostas hipolipêmicas e de estresse oxidativo induzidos pela hipertrigliceridemia.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Delwing-Dal Magro, Débora - Integrante / Eduardo Manoel Pereira - Integrante / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Aline Barbosa Lima - Integrante / Nariana Regina Pereira - Integrante.

  • 2015 - 2016

    EFEITO DA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE O METABOLISMO ENERGÉTICO EM CÉREBRO DE RATOS: PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES, Descrição: Erros inatos do metabolismo são alterações genéticas que se manifestam pela síntese de uma proteína anômala, geralmente uma enzima, ou por uma diminuição ou mesmo ausência de sua síntese. Essas alterações resultam em deficiência da atividade da enzima envolvida, ocasionando bloqueio de rotas metabólicas (Bickel, 1987). O vasto número de defeitos envolvidos resulta em quadros clínicos extremamente diversos; enquanto alguns erros inatos do metabolismo são absolutamente assintomáticos, outros são tão graves que resultam em morte neonatal. O mecanismo pelo qual os erros inatos do metabolismo provocam sintomas clínicos é muito variado. O grande número de erros inatos do metabolismo, a diversidade dos defeitos metabólicos envolvidos e a ausência, na maioria dos casos, de sinais e sintomas específicos contribuem para dificultar o diagnóstico dessas doenças. A Galactosemia clássica (tipo I) é um erro inato do metabolismo da galactose causado pela deficiência na atividade da enzima galactose-1-fosfato uridiltransferase (GALT), a qual catalisa a conversão reversível da UDP-glicose e galactose-1-fosfato a UDP-galactose e glicose-1-fosfato. O bloqueio dessa reação resulta principalmente no acúmulo tecidual de galactose-1-fosfato e galactose (Frey et al., 1982; McCorvie and Timson, 2011; Lai et al., 2009). Considerando que a patogênese do quadro clínico característico apresentado por pacientes hipergalactosêmicos é ainda desconhecida esse projeto visa auxiliar no entendimento das alterações e dos mecanismos envolvidos na patogênese da doença.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Simone Sasso - Integrante / Nariana Regina Pereira - Integrante / Eloise Mariani Salamaia - Integrante.

  • 2015 - 2016

    Avaliação do potencial protetor de Eugenia involucrata sobre os efeitos causados pelo diabetes sobre parâmetros de metabolismo energético em cérebro de ratos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Débora Delwing Dal Magro em 27/09/2015., Descrição: A pesquisa utilizando produtos naturais apresenta um grande potencial para a descoberta de novas substâncias químicas bioativas, devido à enorme diversidade de compostos químicos que as plantas desenvolveram durante milhões de anos. O Diabetes Mellitus é um dos mais importantes problemas de saúde pública mundial. Consiste em um distúrbio crônico, que afeta o metabolismo de carboidratos, de gorduras e de proteínas. O aspecto característico é a hiperglicemia, que se constitui em reflexo da deterioração na utilização dos carboidratos (glicose) em virtude da resistência à insulina ou deficiência na secreção de insulina pelas células das ilhotas de Langerhans. As complicações em longo prazo incluem retinopatia com perda potencial de visão, nefropatia levando a falha renal, neuropatia periférica com risco de úlceras do pé, amputações e de Charcot e neuropatia autonômica causando complicações nos sistemas genito-urinário, gastrointestinal, sintomas cardiovasculares e disfunção sexual. Hipertensão e anormalidades do metabolismo das lipoproteínas são frequentemente encontradas em pessoas com diabetes (American Diabetes Association, 2012). Em adição, o diabetes está associado a neurodegeneração (De La Monte, 2009), moderado déficit cognitivo e alterações neurofisiológicas e estruturais no cérebro (Biessels et al., 2002). Durante a hiperglicemia persistente, ocorre um aumento da produção de radicais livres de oxigênio através da auto-oxidação da glicose, causando estresse oxidativo. O estresse oxidativo está associado a dano mitocondrial, comprometendo a fosforilação oxidativa e produção de energia (Adam Vizi, 2005; Navarro e Boveris, 2007). Eugenia involucrata D.C. (Myrtaceae) é uma árvore nativa do Brasil conhecida como cerejeira, cerejeira-do-mato, cerejeira-da-terra, e o chá de suas folhas é popularmente utilizado como hipoglicemiante e antioxidante. Considerando que o diabetes persistente causa hiperglicemia levando ao aumento na produção de radicais livres e compromete a função mitocondrial, o objetivo deste estudo é avaliar os efeitos da administração crônica das frações acetato de etila e butanol obtidas das folhas da espécie Eugenia involucrata sobre os efeitos causados pelo diabetes sobre parâmetros de metabolismo energético em cérebro de ratos. Para tanto, serão utilizados 98 ratos Wistar, distribuídos aleatoriamente em 14 grupos (n=7), sendo: grupo controle, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e água via gavagem, grupo tratamento-fração acetato de etila, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e fração acetato de etila (50, 100 e 150 mg/kg) via gavagem, grupo tratamento-fração butanol, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e fração butanol (50, 100 e 150 mg/kg) via gavagem, grupo diabético, que receberá injeção intraperitoneal de aloxana (150mg/Kg) e água via gavagem, grupo diabético mais fração acetato de etila, que receberá injeção intraperitoneal de aloxana e fração acetato de etila via gavagem e grupo diabético mais fração butanol, que receberá injeção intraperitoneal de aloxana e fração butanol via gavagem. Os animais serão tratados com veículo (água destilada), fração acetato de etila ou fração butanol de Eugenia involucrata. O tratamento terá início após a confirmação do diabetes, que será realizada por dosagem glicêmica periférica após a administração de aloxana. Os animais receberão o tratamento por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. 12 horas após o último tratamento, os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida, o cérebro será removido para avaliação de parâmetros de metabolismo energético.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / André Felipe Rodrigues - Integrante / Michele Debiasi Alberton Magina - Integrante / Ana Lúcia Bertarello Zeni - Integrante / Angela T. S. Wyse - Integrante / Pollyanna Toldo Nantes - Integrante / Naisa Chiareli Rosa - Integrante / Harrison Gustavo Pech Corrêa - Integrante / Guilherme Martins Rodrigues - Integrante.

  • 2015 - 2015

    EFEITO DA GALACTOSEMIA SOBRE O METABOLISMO ENERGÉTICO EM CÉREBRO DE RATOS, Descrição: A Galactosemia clássica (tipo I) é um erro inato do metabolismo da galactose causado pela deficiência na atividade da enzima galactose-1-fosfato uridiltransferase (GALT), a qual catalisa a conversão reversível da UDP-glicose e galactose-1-fosfato a UDP-galactose e glicose-1-fosfato. O bloqueio dessa reação resulta principalmente no acúmulo tecidual de galactose-1-fosfato (Frey et al., 1982; McCorvie and Timson, 2011; Lai et al., 2009). Considerando que a patogênese do quadro clínico característico apresentado por pacientes hipergalactosêmicos é ainda desconhecida esse projeto visa auxiliar no entendimento das alterações e dos mecanismos envolvidos na patogênese da doença.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Simone Sasso - Integrante / Eloise Mariani Salamaia - Integrante.

  • 2014 - 2015

    EFEITO DA GALACTOSE-1-FOSFATO ACUMULADA NA GALACTOSEMIA CLÁSSICA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CÉREBRO DE RATOS, Descrição: Erros inatos do metabolismo são alterações genéticas que se manifestam pela síntese de uma proteína anômala, geralmente uma enzima, ou por uma diminuição ou mesmo ausência de sua síntese. Essas alterações resultam em deficiência da atividade da enzima envolvida, ocasionando bloqueio de rotas metabólicas (Bickel, 1987). O vasto número de defeitos envolvidos resulta em quadros clínicos extremamente diversos; enquanto alguns erros inatos do metabolismo são absolutamente assintomáticos, outros são tão graves que resultam em morte neonatal. O mecanismo pelo qual os erros inatos do metabolismo provocam sintomas clínicos é muito variado. O grande número de erros inatos do metabolismo, a diversidade dos defeitos metabólicos envolvidos e a ausência, na maioria dos casos, de sinais e sintomas específicos contribuem para dificultar o diagnóstico dessas doenças. A Galactosemia clássica (tipo I) é um erro inato do metabolismo da galactose causado pela deficiência na atividade da enzima galactose-1-fosfato uridiltransferase (GALT), a qual catalisa a conversão reversível da UDP-glicose e galactose-1-fosfato a UDP-galactose e glicose-1-fosfato. O bloqueio dessa reação resulta principalmente no acúmulo tecidual de galactose-1-fosfato (Frey et al., 1982; McCorvie and Timson, 2011; Lai et al., 2009). Considerando que a patogênese do quadro clínico característico apresentado por pacientes hipergalactosêmicos é ainda desconhecida esse projeto visa auxiliar no entendimento das alterações e dos mecanismos envolvidos na patogênese da doença.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / JULIANA GRUENWALDT MAIA AURÉLIO - Integrante.

  • 2014 - 2015

    Efeitos da administração crônica do extrato bruto etanólico e frações acetato de etila e butanol das folhas da espécie Plinia jaboticaba sobre o estresse oxidativo causado pelo etanol, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Débora Delwing Dal Magro em 14/05/2014., Descrição: A formação vegetacional do bioma Mata Atlântica abriga diversas famílias e espécies vegetais de destaque no campo da medicina popular, que apresentam grande potencial medicinal no tratamento de diferentes enfermidades. O município de Blumenau encontra-se no domínio deste bioma e, portanto, apresenta uma gama de possibilidades para o desenvolvimento de novos fármacos e, também, fonte de matéria-prima farmacêutica (adjuvantes e extratos vegetais), extraídos de plantas que ocorrem nesta região. A busca por novos fármacos ou matéria-prima vegetal intensificou-se nas últimas décadas. Isto, aliado ao alto custo que se despende na fabricação de medicamentos sintéticos e nas reações adversas provocadas pelos mesmos, além do surgimento de novas doenças e agravamento de outras já existentes, somam-se de forma a impulsionar os estudos com plantas medicinais. O gênero Plinia apresenta relatos na literatura tanto para sua utilização na medicina popular, como também em estudos com relação a sua atividade biológica, em que se comprovaram efeitos antifúngico, antimicrobiano e antioxidante de seus frutos. Considerando estes dados e aliando-os a busca cada vez maior que se tem por produtos naturais, o presente estudo objetiva avaliar a atividade antioxidante das folhas da espécie Plinia jaboticaba, planta nativa da região Centro, Sul e Sudeste do Brasil, em organismo animal experimental. Apesar de estudos anteriores terem avaliado este potencial antioxidante, os mesmo foram feitos in vitro e com extrato produzido a partir dos frutos. Além disso, a comprovação do efeito antioxidante in vivo e sua possível produção a partir de uma espécie vegetal, seria uma possibilidade de substituição dos antioxidantes sintéticos, que tem sido restringido devido a seu potencial de toxicidade.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / Camila Batista - Integrante / Ana Gabriela Fumagali - Integrante / Berenice Richter - Integrante.

  • 2014 - 2015

    Avaliação do potencial hipoglicemiante e antioxidante de Eugenia involucrata sobre o estresse oxidativo de ratos diabéticos, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Débora Delwing Dal Magro em 16/10/2014., Descrição: A pesquisa utilizando produtos naturais apresenta um grande potencial para a descoberta de novas substâncias químicas bioativas, devido à enorme diversidade de compostos químicos que as plantas desenvolveram durante milhões de anos. O Diabetes Mellitus é um dos mais importantes problemas de saúde pública mundial. Consiste em um distúrbio crônico, que afeta o metabolismo de carboidratos, de gorduras e de proteínas. O aspecto característico é a hiperglicemia, que se constitui em reflexo da deterioração na utilização dos carboidratos (glicose) em virtude de resposta defeituosa ou deficiente à secreção de insulina. Durante a hiperglicemia persistente, ocorre um aumento da produção de radicais livres de oxigênio através da auto-oxidação da glicose, causando estresse oxidativo. Embora o tratamento envolva outros fatores de relevância, como dietoterapia, realização de exercícios físicos, o uso de terapia com hipoglicêmicos é uma estratégia chave no controle metabólico desta doença, ao longo do tempo. Eugenia involucrata D.C. (Myrtaceae) é uma árvore nativa do Brasil conhecida como cerejeira, cerejeira-do-mato, cerejeira-da-terra, e o chá de suas folhas é popularmente utilizado como hipoglicemiante. Considerando que o diabetes persistente causa hiperglicemia levando ao aumento na produção de radicais livres, e que Eugenia involucrata possui potencial hipoglicemiante, o objetivo deste estudo é avaliar a possível ação hipoglicemiante e antioxidante das frações acetato de etila e butanol obtidas das folhas de Eugenia involucrata sobre o estresse oxidativo de ratos diabéticos. Para tanto, serão utilizados 98 ratos Wistar, distribuídos aleatoriamente em 14 grupos (n=7), sendo: grupo controle, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e água via gavagem, grupo tratamento-fração acetato de etila, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e fração acetato de etila (50, 100 e 150 mg/kg) via gavagem, grupo tratamento-fração butanol, que receberá injeção intraperitoneal de NaCl 0,9% e fração butanol (50, 100 e 150 mg/kg) via gavagem, grupo diabético, que receberá injeção intraperitoneal de aloxano (150mg/Kg) e água via gavagem, grupo diabético mais fração acetato de etila, que receberá injeção intraperitoneal de aloxano e fração acetato de etila via gavagem e grupo diabético mais fração butanol, que receberá injeção intraperitoneal de aloxano e fração butanol via gavagem. Os animais serão tratados com veículo (água destilada), fração acetato de etila ou fração butanol de Eugenia involucrata. O tratamento terá início após a confirmação do diabetes, que será realizada por dosagem glicêmica periférica após a administração de aloxano. Os animais receberão o tratamento por 15 dias consecutivos via oral (gavagem), obedecendo a um intervalo de 24 horas entre um tratamento e outro. Antes da realização de cada tratamento, será coletado sangue da veia caudal do animal para dosagem da glicemia periférica. 12 horas após o último tratamento, os animais serão sacrificados por decapitação na ausência de anestesia e em seguida, o cérebro e pâncreas serão removidos e o sangue coletado para avaliação de parâmetros de estresse oxidativo e análise histopatológica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / Henrique Bonde - Integrante / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Michele Debiasi Alberton Magina - Integrante / Camila Ribeiro Batista - Integrante.

  • 2014 - 2015

    Efeito neuroprotetor da sinvastatina sobre o estresse oxidativo induzido pela anfetamina, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Débora Delwing Dal Magro em 16/10/2014., Descrição: Clinicamente, a sinvastatina tem sido utilizada na redução plasmática das lipoproteínas de baixa densidade (LDL), através da inibição da enzima limitante hidroximetilglutaril-coenzima A redutase (HMG-CoA redutase), uma das enzimas chave na síntese intracelular de colesterol. Evidências mostram que a sinvastatina reduz os riscos de eventos cardiovasculares isquêmicos e acidente vascular cerebral, apresentam grande potencial na esclerose múltipla, lesões cerebrais traumáticas, doença de Alzheimer, ansiedade e cognição (Carrocini et al., 2012; Santos et al., 2012; Sett et al., 2011; Swindle et al., 2011; Tramontina et al., 2011; Zhang et al., 2011). Em adição, as estatinas possuem atividade antioxidante, anti-trombótica, anti-inflamatória, fibrolítica, angiogênicas e aumenta a produção de óxido nítrico (Bielinska e Gluszko, 2007; El-Azab et al., 2011). Apesar do crescimento das informações da ação da sinvastatina sobre o sistema nervoso central, existem poucos relatos do seu impacto sobre a redução do estresse oxidativo. Ao contrário dos efeitos antioxidantes das estatinas, algumas drogas psicoestimulantes, como a anfetamina, causam vários danos cerebrais em razão dos seus efeitos oxidantes. Alguns estudos mostram que a administração aguda e repetida de anfetaminas causa danos nas estruturas lipídicas e proteicas de cérebro de ratos (Frey et al., 2006a, b). Achados na literatura apontam para espécies de radicais livres, particularmente, espécies reativas de oxigênio e nitrogênio, como um fator responsável pela toxicidade neural da anfetamina (Brown e Yamamoto, 2003). Estudos relatam alterações na atividade de sequestradores de radicais livres como as enzimas superóxido dismutase (SOD) e catalase (CAT) causadas pela anfetamina em cérebro de ratos (Frey et al., 2006a, b). Além disto, o estresse oxidativo tem sido mostrado em resposta a elevadas doses de anfetamina (Shin et al., 2012). Considerando que o desenvolvimento de novos fármacos ou drogas com caráter neuroprotetor se faz necessário devido ao crescente número de doenças relacionadas ao processo de neurodegeneração e alterações comportamentais, o presente estudo tem como objetivo determinar a influência da administração sub-crônica de sinvastatina sobre os efeitos causados pela anfetamina sobre a locomoção espontânea de ratos submetidos ao teste de campo aberto, sobre os níveis de TBA-RS e de proteínas carboniladas e sobre a atividade das enzimas antioxidantes SOD, CAT e GSH-Px em cérebro de ratos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / Henrique Bonde - Integrante / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Camila Ribeiro Batista - Integrante / Leandro Junkes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    EFEITO DOS COMPOSTOS GUANIDINICOS ACUMULADOS NA HIPERARGININEMIA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RINS E SANGUE DE RATOS: PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E E C E DO L-NAME, Descrição: A hiperargininemia é um erro inato do ciclo da uréia causado pela deficiência na atividade da arginase hepática, a qual catalisa a conversão de arginina em uréia e ornitina. Essa doença é caracterizada bioquimicamente pelo acúmulo tecidual de arginina e outros compostos guanidínicos. Considerando que a disfunção neurológica característica da hiperargininemia é pouco conhecida, no presente estudo investigaremos o efeito in vitro dos compostos guanidínicos (N-alfa-acetilarginina, homoarginina e ácido arginínico) sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS), e sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em sangue e rim de ratos Wistar de 60 dias de idade. Em adição, também investigaremos a influência dos antioxidantes, trolox (alfa-tocoferol) e ácido ascórbico e do N-nitro-L-arginina metil éster (L-NAME) sobre os efeitos causados pelos compostos guanidínicos. Para os estudos in vitro serão utilizados ratos Wistar não tratados. Os compostos guanidínicos (N-alfa-acetilarginina, homoarginina e ácido arginínico) serão adicionados ao ensaio a fim de se obter as seguintes concentrações finais: 0,1, 1,0 e 5,0 uM; 1,0, 10,0 e 20,0 uM e 0,1, 1,0 and 5,0 uM, respectivamente. O grupo controle será realizado sem a adição dos compostos guanidínicos. Posteriormente, os animais serão divididos em 8 grupos: grupo 1 (controle-salina), grupo 2 (compostos guanidínicos), grupo 3 (controle-trolox 1,0 mM), grupo 4 (controle-ácido ascórbico 1,0 mM), grupo 5 (controle-L-NAME 1,0mM), grupo 6 (compostos guanidínicos + trolox 1,0mM), grupo 7 (compostos guanidínicos + ácido ascórbico 1,0 mM) e grupo 8 (compostos guanidínicos + L-NAME 1,0mM) . Após a adição dos compostos descritos acima, os tubos de ensaio serão incubados por 1 hora a temperatura de 37C. Referente à metodologia, TBA-RS será. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Delwing-Dal Magro, Débora - Integrante / Bianca Ramos Pezzini - Integrante / Eduardo Manoel Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2016

    INVESTIGAÇÃO DA FISIOPATOLOGIA DO DANO CEREBRAL E PERIFÉRICO DA GALACTOSEMIA TIPO I: PAPEL PROTETOR DE ANTIOXIDANTES CLÁSSICOS, Descrição: A Galactosemia clássica (tipo I) é um erro inato do metabolismo da galactose causado pela deficiência na atividade da enzima galactose-1-fosfato uridiltransferase (GALT), a qual catalisa a conversão reversível da UDP-glicose e galactose-1-fosfato a UDP-galactose e glicose-1-fosfato. O bloqueio dessa reação resulta no acúmulo tecidual de galactose-1-fosfato. Dados na literatura mostram que o estresse oxidativo, definido como um estado de desequilíbrio, no qual os processos pró-oxidantes sobrepujam a capacidade protetora dos antioxidantes, está envolvido na fisiopatologia de algumas condições que afetam o sistema nervoso central, tais como epilepsia, esclerose múltipla, demência, doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson e em alguns erros inatos do metabolismo intermediário. Considerando que a disfunção neurológica característica da hipergalactosemia é pouco conhecida, que a doença causa dificuldades cognitivas e problemas de memória em humanos e que a atividade da acetilcolinesterase é essencial para a cognição, no presente estudo investigaremos os efeitos in vitro e in vivo (injeção intracerebroventricular) de galactose-1-fosfato sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS), sobre as proteínas carboniladas e sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em hipocampo e sangue de ratos Wistar de 30 dias de idade. Posteriormente, verificaremos os efeitos in vitro e in vivo (injeção intracerebroventricular) de galactose-1-fosfato sobre a atividade da acetilcolinesterase e da butirilcolinesterase em hipocampo e sangue de ratos, respectivamente. Em adição, também investigaremos a influência dos antioxidantes, trolox (alfa-tocoferol) e ácido ascórbico sobre os efeitos causados pela galactose-1-fosfato. Para os estudos in vitro serão utilizados ratos Wistar não tratados. A galactose-1-fosfato será adicionada ao ensaio a fim de se obter concentrações finais de 0,1, 5,0 e 10,0 mM. O grupo controle será realizado sem a adição de galactose-1-fosfato. Para o estudo in vivo a galactose-1-fosfato 5mM ou salina serão administradas por infusão intracerebroventricular. Posteriormente, os animais serão divididos em grupos: grupo 1 (controle-salina), grupo 2 (galactose-1-fosfato), grupo 3 (controle-trolox 1,0 mM), grupo 4 (controle-ácido ascórbico 1,0 mM), grupo 5 (galactose-1-fosfato + trolox 1,0mM), grupo 6 (galactose-1-fosfato + ácido ascórbico 1,0 mM). Após a adição dos compostos descritos acima, os tubos de ensaio serão incubados por 1 hora a temperatura de 37C. Para o pré-tratamento com antioxidantes os ratos de 23 dias serão tratados durante 7 dias com uma injeção diária intraperitoneal de salina (grupos 1 e 2) ou de vitaminas E (40 mg/Kg) e C (100 mg/Kg) (grupos 3 e 4). Doze horas após a última injeção, os animais dos grupos 2 e 4 receberão uma infusão intracerebroventricular de galactose-1-fosfato 5mM e os animais dos grupos 1 e 3 receberão uma infusão intracerebroventricular de salina e serão sacrificados 1 hora após a injeção por decapitação na ausência de anestesia e o hipocampo e o sangue serão removidos. O estudo poderá fornecer dados que possam contribuir, pelo menos em parte, para o esclarecimento do dano cerebral encontrado na galactosemia clássica, bem como acerca do efeito das vitaminas como coadjuvantes à melhora clínica de pacientes com restrição dietética de galactose.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Angela Teresinha de Souza Wyse - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Integrante / Eduardo Manoel Pereira - Integrante / Gilmar S. Erzinger - Integrante / Nariana Regina Pereira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - 2014

    Efeitos da sinvastatina na prevenção do estresse oxidativo no cérebro de ratos induzido pela anfetamina., Descrição: Clinicamente, a sinvastatina tem sido utilizada na redução plasmática das lipoproteínas de baixa densidade, através da inibição da enzima limitante hidroximetilglutaril-coenzima A redutase, uma das enzimas chave na síntese intracelular de colesterol. Evidências mostram que a sinvastatina reduz os riscos de eventos cardiovasculares isquêmicos e acidente vascular cerebral, apresenta grande potencial na esclerose múltipla, lesões cerebrais traumáticas, doença de Alzheimer, ansiedade e cognição (Carrocini et al., 2012; Santos et al., 2012; Sett et al., 2011; Swindle et al., 2011; Tramontina et al., 2011; Zhang et al., 2011). Em adição, as estatinas possuem atividade antioxidante, anti-trombótica, anti-inflamatória, fibrolítica, angiogênica e aumenta a produção de óxido nítrico (Bielinska e Gluszko, 2007; El-Azab et al., 2011). Apesar do avanço das informações da ação da sinvastatina sobre o sistema nervoso central, existem poucos relatos do seu impacto sobre a redução do estresse oxidativo. Ao contrário dos efeitos antioxidantes das estatinas, algumas drogas psicoestimulantes, como a anfetamina, causam vários danos cerebrais em razão dos seus efeitos oxidantes. Alguns estudos mostram que a administração aguda de anfetamina causa danos nas estruturas lipídicas e proteicas de cérebro de ratos (Frey et al., 2006a, b). Achados na literatura apontam para espécies de radicais livres, particularmente, espécies reativas de oxigênio e nitrogênio, como um fator responsável pela toxicidade neural da anfetamina (Brown e Yamamoto, 2003). Estudos relatam alterações na atividade de sequestradores de radicais livres como as enzimas superóxido dismutase (SOD) e catalase (CAT) causadas pela anfetamina em cérebro de ratos (Frey et al., 2006a, b). Além disto, o estresse oxidativo tem sido mostrado em resposta a elevadas doses de anfetamina (Shin et al., 2012). Considerando que o desenvolvimento de novos fármacos ou drogas com caráter neuroprotetor se faz necessário devido ao crescente número de doenças relacionadas ao processo de neurodegeneração e alterações comportamentais, o presente estudo tem como objetivo determinar a influência da administração sub-crônica de sinvastatina sobre os efeitos causados pela anfetamina sobre a locomoção espontânea de ratos submetidos ao teste de campo aberto, sobre os níveis de TBA-RS e de proteínas carboniladas e sobre a atividade das enzimas antioxidantes SOD, CAT e glutationa peroxidase em cérebro de ratos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / Vinícius Vialle Ferreira - Integrante / André Felipe Rodrigues - Integrante / Guilherme André Eger - Integrante / Camila Batista - Integrante / Henrique Bonde - Integrante.

  • 2013 - 2014

    Efeito protetor da sinvastatina sobre o estresse oxidativo induzido pelo diazepam em cérebro de ratos, Descrição: A geração das espécies reativas do oxigênio (ROS) ocorre durante os processos de oxidação biológica, dentre os quais se pode citar a respiração celular. Porém, existe um sistema enzimático redutor que impede a formação de ROS: o sistema citocromo C oxidase. Cerca de 98% do oxigênio de que o organismo necessita para a vida é reduzido à água pelo sistema citocromo C oxidase(Darley-Usmar e Halliwell, 1996). Em condições fisiológicas, o balanço entre agentes pró-oxidantes e as defesas antioxidantes se mantém equilibrado. Quando ocorre aumento na produção de ROS, diminuição das defesas antioxidantes ou ambos, o equilíbrio é rompido em favor dos agentes pró-oxidantes, ficando a célula ou organismo sob efeitos dos oxidantes (Darley-Usmar e Halliwell, 1996). A atividade das defesas antioxidantes varia com o tipo celular e, possivelmente, em diferentes células do mesmo tecido, sendo que fluídos extracelulares têm diferentes mecanismos protetores comparados aos intracelulares. Habitualmente, o sistema antioxidante é dividido em enzimático e não-enzimático. Entre as defesas enzimáticas, citam-se a superóxido dismutase (SOD), a catalase (CAT) e a glutationa peroxidase (GSH-Px)(Brigelius-Flohé e Maiorino, 2012; Inoue et al., 2003; Jovanovic, 2011). As benzodiazepinas são as drogas psicotrópicas mais frequentemente prescritas. Benzodiazepinas, tais como o diazepam, são utilizados comumente por produzirem efeito sedativo e ansiolítico, que decorre da alta afinidade que estas moléculas possuem pelos sítios benzodiazepínicos associados aos receptores GABAA (Stiefel et al., 1999). Poucos estudos foram realizados visando investigar o papel dos radicais livres na mediação de processos pró-oxidantes como causadores de danos neuronais produzidos pela administração de diazepam. Ao contrário do diazepam, a sinvastatina possui capacidade de proteger células e tecidos contra os danos oxidativos(van der Most et al., 2009). Considerando que pouco se sabe acerca do(s) mecanismo(s) a partir do(s) qual(is) as estatinas combatem o estresse oxidativo,o presente estudo tem como objetivo determinar a influência da administração crônica de sinvastatina sobre os efeitos causados pelo diazepam sobre a locomoção espontânea de ratos submetidos ao teste de campo aberto, sobre os níveis de TBA-RS e de proteínas carboniladas, sobre a atividade das enzimas antioxidantes SOD, CAT e GSH-Px e sobre a atividade da citocromo c oxidase em hipocampo, cerebelo e córtex cerebral de ratos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / André Felipe Rodrigues - Integrante / Guilherme André Eger - Integrante / Camila Batista - Integrante / Henrique Bonde - Integrante.

  • 2012 - 2013

    PAPEL PROTETOR DAS VITAMINAS E e C E DO L-NAME SOBRE O DANO OXIDATIVO RENAL EM RATOS CAUSADO PELA ARGININA, Descrição: A hiperargininemia é um erro inato do ciclo da uréia causado pela deficiência na atividade da arginase hepática, a qual catalisa a conversão de arginina em uréia e ornitina. Essa doença é caracterizada bioquimicamente pelo acúmulo tecidual de arginina. Retardo mental e outras alterações neurológicas, cujos mecanismos são ainda desconhecidos, são sintomas comuns em pacientes hiperargininêmicos. Dados na literatura mostram que o estresse oxidativo está envolvido na fisiopatologia de muitas doenças que afetam o sistema nervoso central (SNC), tais como as doenças neurodegenerativas, incluindo o Alzheimer e o Parkinson. Esse fato torna-se facilmente compreensível, visto que o SNC é particularmente vulnerável ao estresse oxidativo, em face ao alto consumo de O2; ao alto conteúdo lipídico, principalmente de ácidos graxos poliinsaturados; aos altos níveis de ferro, os quais favorecem a lipoperoxidação; e à baixa defesa antioxidante. Considerando que a disfunção neurológica característica da hiperargininemia é pouco conhecida, que a arginina induz o estresse oxidativo cerebral e sanguíneo, e que o estresse oxidativo está associado com doenças que afetam o SNC, no presente estudo investigaremos os efeitos in vivo e in vitro da arginina sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS), e sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em rim de ratos Wistar. Em adição, também investigaremos a influência dos antioxidantes, vitamina E e vitamina C e do N-nitro-L-arginine methyl ester (L-NAME), um potente inibidor da enzima óxido nítrico sintase, sobre os efeitos causados pela arginina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / Angela Teresinha de Souza Wyse - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Integrante / Cindy Laís Pett Vieira - Integrante / Gislaine Maria Marestoni Grola - Integrante / Débora Adriana Fischer - Integrante., Financiador(es): Universidade da Região de Joinville - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2013

    EFEITO IN VITRO DO GUANIDINOACETATO SOBRE A ATIVIDADE DA BUTIRILCOLINESTERASE E PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS, Descrição: A deficiência da enzima guanidinoacetato metiltransferase (GAMT) é um erro inato da biossíntese de creatina caracterizada bioquimicamente pela depleção de creatina e acúmulo tecidual de guanidinoacetato. Pacientes afetados apresentam hipotonia muscular, movimentos extrapiramidais involuntários, epilepsia, bem como lesões nos núcleos da base. O estresse oxidativo é um estado de desequilíbrio, no qual os processos pró-oxidantes sobrepujam a capacidade protetora dos antioxidantes. A ação das espécies reativas do oxigênio causa danos aos componentes orgânicos, que culminam com a morte celular. Esse processo é apontado como parte da patogênese de doenças como aterosclerose, Alzheimer e Parkinson. A butirilcolinesterase, também conhecida por colinesterase não específica ou pseudocolinesterase, é uma enzima que está presente no soro, células hematopoiéticas, fígado, coração, endotélio vascular, sinapses colinérgicas e no SNC. Estudos recentes mostraram que essa enzima encontra-se também presente em estruturas com papel importante nas funções cognitivas, tais como: córtex cerebral, hipocampo, amígdala e tálamo. Considerando que a disfunção neurológica presente em pacientes com deficiência de GAMT é pouco conhecida e que o guanidinoacetato induz o estresse oxidativo cerebral, no presente estudo investigaremos os efeitos in vitro do guanidinoacetato sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS), sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em sangue de ratos e sobre a atividade da butirilcolinesterase em soro de ratos Wistar. Em adição, também investigaremos a influência da vitamina E, da glutationa e do N-nitro-L-arginine methyl ester (L-NAME) sobre os efeitos causados pelo guanidinoacetato.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / da Cruz, José Geraldo Pereira - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / Vinícius Vialle Ferreira - Integrante.

  • 2012 - 2013

    EFEITO DAS VITAMINAS E e C E DO ALOPURINOL SOBRE AS ALTERAÇÕES CAUSADAS PELA HIPOXANTINA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM RIM DE RATOS, Descrição: A Lesch?Nyhan é uma doença hereditária ligada ao cromossomo X, causada pela deficiência na atividade da enzima hipoxantina-guanina fosforribosiltransferase, o que resulta no acúmulo tecidual de hipoxantina. Pacientes afetados apresentam déficit cognitivo, hiperuricemia, espasticidade, distonia e comportamento de auto-mutilação. O estresse oxidativo é um estado de desequilíbrio, no qual os processos pró-oxidantes sobrepujam a capacidade protetora dos antioxidantes. A ação das espécies reativas do oxigênio causa danos aos componentes orgânicos, que culminam com a morte celular. Esse processo é apontado como parte da patogênese de doenças como aterosclerose, Alzheimer e Parkinson. Considerando que a disfunção neurológica característica da doença de Lesch-Nyan é pouco conhecida, que a hipoxantina induz o estresse oxidativo cerebral e sanguíneo e que a hiperuricemia pode causar dano renal, no presente estudo investigaremos os efeitos in vitro da hipoxantina sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS) e sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em rim de ratos Wistar. Em adição, também investigaremos a influência dos antioxidantes, vitamina E e vitamina C e do alopurinol sobre os efeitos causados pela hipoxantina e o possível dano renal causado pela hiperuricemia através da dosagem da uréia e creatinina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Roberto Roecker - Integrante / da Cruz, José Geraldo Pereira - Integrante / Delwing-Dal Magro, Débora - Coordenador / Gustavo Metzdorf Junges - Integrante / André Felipe Rodrigues - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Sinvastatina e os efeitos antidepressivos da fluoxetina em ratos submetidos ao teste do nado forçado e ao teste do consumo de sacarose, Descrição: As estatinas são os fármacos mais utilizados no tratamento das hiperlipidemias em prevenção primária e secundária, com o propósito de diminuir os níveis de lipoproteínas plasmáticas ricas em colesterol e reduzir os riscos de doença coronária arterial (Miura e Saku, 2010). Muitos estudos sugerem uma redução da depressão quando pacientes são submetidos a um tratamento crônico com estatinas (Brown et al., 1994; Downs et al., 1993; Freedman et al., 1995; Wardle et al., 1996; Yang et al., 2003; Young-Xu et al., 2003). A redução nos níveis de colesterol através do tratamento com estatinas reduz os riscos de eventos cardiovasculares, mas não existem evidências clínicas que as estatinas exercem suas atividades neuroprotetoras devido a sua ação sobre os níveis de colesterol plasmático (Alexopoulos et al., 1997; Iosifescu et al., 2005; Thomas et al., 2004). Entretanto, mudanças nos níveis de colesterol afetam a neurotransmissão serotonérgica e podem atuar na ação de antidepressivos com eficácia clínica, como a fluoxetina (Renshaw et al., 2009). Para analisar o potencial terapêutico das estatinas na modulação da resposta de inibidores de recaptação da serotonina no tratamento do transtorno depressivo, utilizaremos o teste do nado forçado e o teste de preferência à sacarose em ratos submetidos ao estresse crônico moderado e tratados com diferentes doses de fluoxetina, com ou sem sinvastatina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Suellen Priscila Haskel - Integrante / Tainaê Santos - Integrante / Monaliza Baungratz - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2011 - 2012

    Sinvastatina e efeitos ansiogênicos induzidos pela abstinência do etanol em ratos, Descrição: Embora o efeito ansiogênico da retirada do etanol já tenha sido bastante estudado, os sítios cerebrais e os neurotransmissores envolvidos na mediação deste efeito ainda não foram elucidados. Nesse sentido Knapp et al. (2005), utilizando um tratamento intermitente com doses moderadas de etanol, mostrou que a administração aguda de drogas que realçam ou diminuem a atividade de receptores benzodiazepínicos-GABA durante o período sem o etanol, aliviam ou potencializam, respectivamente, a ansiedade gerada pela abstinência. Já Gatch et al. (1999), mostraram a influência de antagonistas do receptor de glutamato do tipo N-Metil-D-Aspartato (NMDA) no alívio da ansiedade decorrente da retirada do etanol. Neste sentido, Wang et al. (2009) mostraram que o tratamento crônico com sinvastatina diminui a densidade do receptor NMDA no hipocampo, núcleo caudado e putâmen, com efeitos ansiolíticos em ratos submetidos ao labirinto em cruz elevado. Além disto, este efeito da sinvastatina também induz neuroproteção, aumentando a expressão dos fatores neurotróficos derivados do cérebro (Brain Derived Neurotrophic Factor), após traumatismo crânico encefálico (Wu et al., 2008). Entretanto, os mecanismos pelos quais as estatinas causam este efeito permanecem desconhecidos. Zacco et al. (2003) sugerem que as estatinas ao desativar o receptor NMDA interrompem a jangada lipídica, bloqueando a associação do receptor NMDA com a jangada, como foi mostrada in vitro (Ponce et al., 2008). Ainda não está devidamente esclarecido o papel da jangada lipídica na neurotransmissão, mas a depleção das jangadas no sistema nervoso central poderia apresentar conseqüências na neurotransmissão. Um único estudo relatou que a lovastatina e a sinvastatina, mas não a pravastatina, reduziam as jangadas lipídicas no cérebro de camundongos (Kirsch et al., 2003).Entretanto, este fato contradiz as conclusões que as estatinas não afetam os níveis de colesterol no cérebro (Thelen et al., 2006).Apesar da grande quantidad. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Nathália dos Santos Keller - Integrante / Marília Martins Silveira Carrocine - Integrante / Ana Letícia Rocha Lima Caxambú - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2011 - 2012

    EFEITO DAS VITAMINAS E e C E DO ALOPURINOL SOBRE AS ALTERAÇÕES CAUSADAS PELA HIPOXANTINA NA ATIVIDADE DA ACETILCOLINESTERASE E DA BUTIRILCOLINESTERASE, Descrição: A Lesch?Nyhan é uma doença hereditária ligada ao cromossomo X, causada pela deficiência na atividade da enzima hipoxantina-guanina fosforribosiltransferase, o que resulta no acúmulo tecidual de hipoxantina. Pacientes afetados apresentam déficit cognitivo, hiperuricemia, espasticidade, distonia e comportamento de auto-mutilação. Existem dois tipos de colinesterases, a acetilcolinesterase e a butirilcolinesterase, cuja classificação é baseada na preferência por substratos. A acetilcolinesterase hidrolisa preferencialmente a acetilcolina enquanto que a butirilcolinesterase hidrolisa a acetilcolina e outros ésteres de colina, incluindo a butirilcolina e a succinilcolina. A acetilcolinesterase atua na transmissão colinérgica de mamíferos, estando presente em maior concentração no sistema nervoso central, músculo esquelético e na membrana de eritrócitos. A inibição na atividade da enzima ocasiona o acúmulo de acetilcolina, o que pode causar convulsões e epilepsia. A butirilcolinesterase, também conhecida por colinesterase não específica ou pseudocolinesterase, é uma enzima que está presente no soro, células hematopoiéticas, fígado, coração, endotélio vascular, sinapses colinérgicas e no sistema nervoso central. Estudos recentes mostraram que essa enzima encontra-se também presente em estruturas com papel importante nas funções cognitivas, tais como: córtex cerebral, hipocampo, amígdala e tálamo. Considerando que a disfunção neurológica característica da doença de Lesch-Nyan é pouco conhecida, que a hipoxantina induz o estresse oxidativo cerebral, que a administração intra-estriatal de hipoxantina altera a atividade da acetilcolinesterase, que a hipoxantina causa déficit de memória em ratos e que a atividade da acetilcolinesterase é essencial para a cognição, no presente estudo investigaremos os efeitos in vitro da hipoxantina sobre a atividade da acetilcolinesterase e da butirilcolinesterase em cérebro e soro de ratos, respectivamente, de 15, 30 e 60 dias de idade. Em. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Morgahna Nathalie Wamser - Integrante / Eduardo Fernandes Leite - Integrante / Vinícius Vialle Ferreira - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2011 - 2012

    PAPEL PROTETOR DO CHÁ VERDE SOBRE O DANO OXIDATIVO RENAL EM RATOS CAUSADO PELA PROLINA, Descrição: A hiperprolinemia tipo II é um erro inato do metabolismo de aminoácido causado pela deficiência hepática na atividade da enzima D1-pirrolino-5-carboxilato desidrogenase, enzima responsável pela conversão de pirrolino-5-carboxilato a glutamato. O bloqueio dessa reação resulta no acúmulo tecidual de prolina. Retardo mental e outras alterações neurológicas, cujos mecanismos são ainda desconhecidos, são sintomas comuns em pacientes hiperprolinêmicos. Dados na literatura mostram que o estresse oxidativo está envolvido na fisiopatologia de muitas doenças que afetam o sistema nervoso central (SNC), tais como as doenças neurodegenerativas, incluindo o Alzheimer e o Parkinson. Esse fato torna-se facilmente compreensível, visto que o SNC é particularmente vulnerável ao estresse oxidativo, em face ao alto consumo de O2; ao alto conteúdo lipídico, principalmente de ácidos graxos poliinsaturados; aos altos níveis de ferro, os quais favorecem a lipoperoxidação; e à baixa defesa antioxidante. Considerando que a disfunção neurológica característica da hiperprolinemia é pouco conhecida, que o estresse oxidativo está associado com a fisiopatologia de muitas doenças que afetam o SNC e que a prolina induz o estresse oxidativo cerebral, no presente estudo investigaremos os efeitos in vivo (agudo e crônico) e in vitro da prolina sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS) e sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em rim de ratos Wistar. Em adição, também investigaremos a influência do chá verde, sobre os efeitos causados pela prolina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Roberto Roecker - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Gustavo Metzdorf Junges - Integrante / André Felipe Rodrigues - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2011

    Avaliação da memória espacial em camundongos nadadores submetidos ao tratamento com imipramina e ao estresse crônico variado, Descrição: A imipramina é um antidepressivo tricíclico cujo mecanismo de ação consiste em bloquear a recaptação de serotonina e noradrenalina pelos terminais nervosos através de sua competição pelos sítios de ligação de proteínas transportadoras; normalmente utilizada no tratamento da depressão. Pacientes deprimidos apresentam déficit de memória que pode ser revertido através do tratamento com antidepressivos como a imipramina. Entretanto, não existem trabalhos que procuram estabelecer uma relação entre os efeitos benéficos do exercício de natação sobre a memória/aprendizagem em relação à ação dos antidepressivos. Neste sentido, camundongos sedentários e nadadores após serem submetidos ao estresse crônico variado, um modelo de depressão, junto ao tratamento com imipramina, serão submetidos aos testes de reconhecimento de objetos e labirinto aquático de Morris, dois modelos de memória espacial hipocampo-dependente.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Lucy Mara Rozza - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2010 - 2011

    Efeitos do tratamento crônico com lítio sobre a memória espacial de camundongos sedentários e nadadores submetido ao estresse crônico e variado, Descrição: O estudo fisiológico da memória e seus mecanismos hormonais e neuro-humorais tem despertado o interesse dos pesquisadores já há algum tempo. Um momento importante de ação hormonal na memória é o que transcorre durante o processo de consolidação, mais especificamente, logo após a aquisição da informação, quando há uma maior susceptibilidade às influências externas e internas. Constatou-se que perifericamente, os hormônios normalmente liberados em resposta ao estresse, influenciam a memória. Estas substâncias envolvidas na regulação da memória também estão envolvidas na regulação homeostática do exercício. Mudanças ambientais e substâncias como o lítio são utilizadas experimentalmente para inibir os efeitos neurotóxicos causados pelo estresse sobre a memória espacial. A partir desta constatação, surge a possibilidade de se identificar uma relação do efeito do exercício físico na modulação da memória espacial de camundongos tratados com lítio e submetidos ao estresse crônico e variado. O lítio também é capaz de bloquear os efeitos neurotóxicos causados pelo estresse. Assim, por um período de 40 dias os animais serão submetidos ao treinamento de natação e, diariamente, em horários e com duração variada, a um dos cinco tipos de estressores: imobilização, luz piscante, barulho, isolamento e inclinação das caixas-moradia. Neste período os camundongos serão alimentados através de ração com lítio. Posteriormente, os animais serão testados nas seguintes tarefas comportamentais: reconhecimento de objetos e labirinto aquático de Morris. Nossa hipótese é de que a administração de lítio e/ou treinamento de natação de baixa intensidade e longa duração, sejam capazes de prevenir os efeitos do estresse crônico e variado sobre a memória espacial de camundongos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Larissa Hermann - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2010 - 2011

    EFEITO IN VITRO DA HIPOXANTINA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS, Descrição: A Lesch?Nyhan é uma doença hereditária ligada ao cromossomo X, causada pela deficiência na atividade da enzima hipoxantina-guanina fosforribosiltransferase, o que resulta no acúmulo tecidual de hipoxantina. Pacientes afetados apresentam déficit cognitivo, hiperuricemia, espasticidade, distonia e comportamento de auto-mutilação.O estresse oxidativo é um importante processo que vem sendo relatado na patogênese de algumas condições que afetam o sistema nervoso central (SNC), tais como epilepsia, esclerose múltipla, demência e doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson. Esse fato torna-se facilmente compreensível, visto que o SNC é particularmente vulnerável ao estresse oxidativo, em face ao alto consumo de O2; ao alto conteúdo lipídico, principalmente de ácidos graxos poliinsaturados; aos altos níveis de ferro, os quais favorecem a lipoperoxidação; e à baixa defesa antioxidante.Considerando que a disfunção neurológica característica da doença de Lesch-Nyan é pouco conhecida, que a hipoxantina induz o estresse oxidativo cerebral e que o estresse oxidativo está associado com doenças que afetam o SNC, no presente estudo investigaremos os efeitos in vitro da hipoxantina sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS) e sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em sangue de ratos Wistar. Em adição, também investigaremos a influência dos antioxidantes, vitamina E e vitamina C e do alopurinol sobre os efeitos causados pela hipoxantina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Ana Carolina Mesquita Casagrande - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2010 - 2011

    EFEITO IN VIVO E IN VITRO DA PROLINA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS, Descrição: A hiperprolinemia tipo II é um erro inato do metabolismo de aminoácido causado pela deficiência hepática na atividade da enzima D1-pirrolino-5-carboxilato desidrogenase, enzima responsável pela conversão de pirrolino-5-carboxilato a glutamato. O bloqueio dessa reação resulta no acúmulo tecidual de prolina. Retardo mental e outras alterações neurológicas, cujos mecanismos são ainda desconhecidos, são sintomas comuns em pacientes hiperprolinêmicos. Dados na literatura mostram que o estresse oxidativo está envolvido na fisiopatologia de muitas doenças que afetam o sistema nervoso central (SNC), tais como as doenças neurodegenerativas, incluindo o Alzheimer e o Parkinson. Esse fato torna-se facilmente compreensível, visto que o SNC é particularmente vulnerável ao estresse oxidativo, em face ao alto consumo de O2; ao alto conteúdo lipídico, principalmente de ácidos graxos poliinsaturados; aos altos níveis de ferro, os quais favorecem a lipoperoxidação; e à baixa defesa antioxidante.Considerando que a disfunção neurológica característica da hiperprolinemia é pouco conhecida, que o estresse oxidativo está associado com a fisiopatologia de muitas doenças que afetam o SNC e que a prolina induz o estresse oxidativo cerebral, no presente estudo investigaremos os efeitos in vivo (agudo e crônico) e in vitro da prolina sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS) e sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em sangue de ratos Wistar.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Roberto Roecker - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2009 - 2011

    Efeitos do Extrato Hidroetanólico de Tabernaemontana catharinensis: Análise Comportamental e Morfológica, Descrição: A Tabernaemontana catharinensis, um arbusto pertencente à família Apocynaceae, tem apresentado diversos efeitos farmacológicos em alguns estudos que utilizaram extrato aquoso ou etanólico da planta. Este estudo tem como objetivos verificar o eventual efeito antidepressivo do extrato de T. catharinensis no teste do nado forçado e atividade locomotora de camundongos swiss quando expostos a diferentes concentrações de T. Catharinensis, investigar a participação dos sistemas serotoninérgico, noradrenérgico e dopaminérgico sobre os efeitos da T. Catharinensis, investigar o efeito de diferentes concentrações de T. catharinensis sobre a atividade da acetilcolinesterase e butirilcolinesterase em cérebro e sangue de camundongos, respectivamente e por fim, determinar a citotoxicidade do extrato de T. Catharinensis. Os animais serão tratados com veículo ou extrato de T. catharinensis (250mg/Kg, 500mg/Kg, 750mg/Kg ou 1000mg/Kg) e serão submetidos ao teste do nado forçado 1 ou 2 horas após a aplicação do extrato via oral. Após a determinação da concentração e tempo ideais de ação do extrato os animais serão pré-tratados com veículo, cetanserina (5 mg/Kg, i.p.), SCH 23390 (0,05 mg/Kg, s.c.), NAN-190 (0,5 mg/Kg, i.p.) ou ioimbina (1 mg/Kg, i.p.) e após 30 minutos estes animais receberão o extrato de T. catharinensis via oral. Os animais de todos os grupos experimentais serão submetidos ao TNF após o respectivo tratamento. Para o preparo do extrato serão utilizadas as folhas de Tabernaemontana catharinensis, provenientes do Campus da FURB. O teste do nado forçado será realizado de acordo com o descrito por Porsolt et al. (1977). A fim de excluir a possibilidade de um eventual efeito semelhante a antidepressivo, os camundongos serão submetidos ao teste do campo aberto, como descrito por Rodrigues et al. (2004). A atividade das enzimas acetilcolinesterase e butirilcolinesterase será determinada de acordo com o método colorimétrico de Ellman e colaboradores, (1961) com algumas modific. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Sara Cristiane Barauna - Integrante / Keila Zaniboni Siqueira - Integrante / Fábio Augusto Gesser Cardoso - Integrante / Denise Janning - Integrante / Michele Debiasi Alberton Magina - Integrante / Ana Lúcia Bertarello Zeni - Integrante / Claudia Almeida Coelho de Albuquerque - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    Efeitos da administração crônica de Ginkgo biloba sobre a capacidade de reconhecimento de objetos em camundongos nadadores, Descrição: O uso de extratos de Ginkgo biloba para tratamento e prevenção de afecções relacionadas ao envelhecimento e, particularmente, de transtornos da memória baseia-se em práticas médicas ancestrais e se estende largamente nos dias de hoje. As indicações mais comuns são o tratamento e a prevenção das condições médicas relacionadas ao envelhecimento, em particular para melhorar a memória e as funções cognitivas correlatas. Embora alguns resultados clínicos demonstrem a eficácia no tratamento com Ginkgo biloba, estes parecem ser equivocados; em relação à atividade da Ginkgo biloba sobre o sistema nervoso central. Os dados demonstram que a Gingko biloba melhora as disfunções cerebrais, incluindo, entre outras, o transtorno de humor e ansiedade. Entretanto, seus efeitos sobre a memória não foram uniformes. A maioria dos estudos utiliza o labirinto radial, condicionamento operante, esquiva de tarefas e retardo nas respostas de tarefas em funções cognitivas. Verificou-se que Ginkgo biloba facilita aprendizagem em roedores jovens e idosos (Winter, 1991; 1998; Walesiuk et al.; 2005). Entretanto, Stoll et al. (1996) relatou que a memória de longo prazo em tarefas de evasão passiva em camundongos do sexo feminino não apresentava melhora com o tratamento com Ginkgo biloba durante 3 semanas (100 mg/kg). Para esclarecer estes conflitos é importante a realização de outros estudos em testes cognitivos. Este projeto examina possíveis interações entre a exposição ao extrato de Ginkgo biloba e o exercício crônico de natação na aquisição e retenção de aprendizagem espacial. Ratos adultos jovens sedentários e submetidos durante 8 semanas a um treinamento de natação, serão tratados durante 4 semanas com veículo ou Ginkgo biloba antes de serem submetidos ao teste de reconhecimento de objetos, um modelo animal relacionado à memória espacial. Resultados conflitantes indicam que os efeitos da Ginkgo biloba sobre a cognição de roedores dependem do tipo de memória a ser analisada ou sobre os progra. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Aline Correa da Silva - Integrante / Diogo Felipe Muller - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    EFEITO DAS VITAMINAS E e C SOBRE AS ALTERAÇÕES DA ACETILCOLINESTERASE E BUTIRILCOLINESTERASE CAUSADA PELA ARGININA E SEUS METABÓLITOS, Descrição: A hiperargininemia é um erro inato do ciclo da uréia causado pela deficiência na atividade da arginase hepática, a qual catalisa a conversão de arginina em uréia e ornitina. Essa doença é caracterizada bioquimicamente pelo acúmulo tecidual de arginina e outros compostos guanidínicos. Retardo mental e outras alterações neurológicas, cujos mecanismos são ainda desconhecidos, são sintomas comuns em pacientes hiperargininêmicos. Existem dois tipos de colinesterases, a acetilcolinesterase e a butirilcolinesterase, cuja classificação é baseada na preferência por substratos. A acetilcolinesterase hidrolisa preferencialmente a acetilcolina enquanto que a butirilcolinesterase hidrolisa a acetilcolina e outros ésteres de colina, incluindo a butirilcolina e a succinilcolina. A acetilcolinesterase atua na transmissão colinérgica de mamíferos, estando presente em maior concentração no sistema nervoso central, músculo esquelético e na membrana de eritrócitos. A inibição na atividade da enzima ocasiona o acúmulo de acetilcolina, o que pode causar convulsões e epilepsia. A butirilcolinesterase, também conhecida por colinesterase não específica ou pseudocolinesterase, é uma enzima que está presente no soro, células hematopoiéticas, fígado, coração, endotélio vascular, sinapses colinérgicas e no sistema nervoso central. Estudos recentes mostraram que essa enzima encontra-se também presente em estruturas com papel importante nas funções cognitivas, tais como: córtex cerebral, hipocampo, amígdala e tálamo. Considerando que a disfunção neurológica característica da hiperargininemia é pouco conhecida; que a arginina e os compostos guanidínicos induzem o estresse oxidativo cerebral; que a arginina causa déficit de memória em ratos e que a atividade da acetilcolinesterase é essencial para a cognição, no presente trabalho investigaremos os efeitos in vitro da arginina e dos compostos guanidínicos sobre a atividade da acetilcolinesterase e da butirilcolinesterase em cérebro e soro de ratos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Luís Felipe Wollinger - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador / Ana Carolina Mesquita Casagrande - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2009 - 2010

    EFEITOS DA ADMINISTRAÇÃO CRÔNICA DE PROLINA SOBRE A MEMÓRIA E ATIVIDADE DA ENZIMA ACETILCOLINESTERASE, Descrição: A hiperprolinemia tipo II é um erro inato do metabolismo de aminoácido causado pela deficiência hepática na atividade da enzima D1-pirrolino-5-carboxilato desidrogenase, enzima responsável pela conversão de pirrolino-5-carboxilato a glutamato. O bloqueio dessa reação resulta no acúmulo tecidual de prolina. Retardo mental e outras alterações neurológicas, cujos mecanismos são ainda desconhecidos, são sintomas comuns em pacientes hiperprolinêmicos. A acetilcolinesterase desempenha um importante papel na transmissão colinérgica no sistema nervoso central finalizando a ação da acetilcolina. Tem sido demonstrado que a acetilcolinesterase é essencial no processo de memória e aprendizado e redução cortical na atividade da acetilcolinesterase tem sido associado à demência. Trabalhos mostram que a atividade da acetilcolinesterase encontra-se reduzida no líquor, em eritrócitos e no plasma de pacientes com Doença de Alzheimer.Considerando que a disfunção neurológica característica da hiperprolinemia é pouco conhecida, que a administração aguda de prolina reduz a atividade da acetilcolinesterase em cérebro de ratos, que a prolina causa déficit de memória em ratos e que a atividade da acetilcolinesterase é essencial para a cognição, no presente estudo investigaremos os efeitos da administração crônica de prolina sobre a capacidade de reconhecimento de objetos em um teste de memória espacial e os efeitos da administração crônica de prolina sobre a atividade da acetilcolinesterase em cérebro de ratos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Coordenador / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Roberto Roecker - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Integrante / Gustavo Metzdorf Junges - Integrante., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2008 - 2010

    EFEITO IN VIVO E IN VITRO DA ARGININA SOBRE PARÂMETROS DE ESTRESSE OXIDATIVO EM SANGUE DE RATOS, Descrição: A hiperargininemia é um erro inato do ciclo da uréia causado pela deficiência na atividade da arginase hepática, a qual catalisa a conversão de arginina em uréia e ornitina. Essa doença é caracterizada bioquimicamente pelo acúmulo tecidual de arginina. Retardo mental e outras alterações neurológicas, cujos mecanismos são ainda desconhecidos, são sintomas comuns em pacientes hiperargininêmicos. O estresse oxidativo é um importante processo que vem sendo relatado na patogênese de algumas condições que afetam o sistema nervoso central (SNC), tais como epilepsia, esclerose múltipla, demência e doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson. Esse fato torna-se facilmente compreensível, visto que o SNC é particularmente vulnerável ao estresse oxidativo, em face ao alto consumo de O2; ao alto conteúdo lipídico, principalmente de ácidos graxos poliinsaturados; aos altos níveis de ferro, os quais favorecem a lipoperoxidação; e à baixa defesa antioxidante.Considerando que a disfunção neurológica característica da hiperargininemia é pouco conhecida, que a arginina induz o estresse oxidativo cerebral e que o estresse oxidativo está associado com doenças que afetam o SNC, no presente estudo investigaremos os efeitos in vivo e in vitro da arginina sobre alguns parâmetros de estresse oxidativo, denominados formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS), capacidade antioxidante total não-enzimática (TRAP) e sobre a atividade das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-Px) e superóxido dismutase (SOD) em sangue de ratos Wistar. Em adição, também investigaremos a influência dos antioxidantes, vitamina E e vitamina C e do Nv-nitro-L-arginine methyl ester (L-NAME), um potente inibidor da enzima óxido nítrico sintase, sobre os efeitos causados pela arginina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Angela T. S. Wyse - Integrante / Fábio Delwing - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 2008 - 2009

    Efeito in vivo e in vitro da arginina sobre a atividade da piruvato quinase em cérebro de ratos., Descrição: A hiperargininemia é um erro inato do ciclo da uréia causado pela deficiência na atividade da arginase hepática, a qual catalisa a conversão de arginina em uréia e ornitina. Essa doença é caracterizada bioquimicamente pelo acúmulo tecidual de arginina. Retardo mental e outras alterações neurológicas, cujos mecanismos são ainda desconhecidos, são sintomas comuns em pacientes hiperargininêmicos. Dados na literatura mostram que o déficit no metabolismo energético e o estresse oxidativo estão envolvidos na fisiopatologia de muitas doenças neurodegenerativas, incluindo as doenças de Alzheimer e Parkinson. Nesse contexto sabe-se que o cérebro consome grande quantidade de energia e tem baixa capacidade antioxidante. Considerando que a disfunção neurológica característica da hiperargininemia é pouco conhecida e que o metabolismo energético e o estresse oxidativo estão associados com a fisiopatologia de muitas doenças que afetam o sistema nervoso central, no presente trabalho investigaremos os efeitos in vivo e in vitro da arginina sobre um parâmetro importante de metabolismo energético, a atividade da piruvato quinase, bem como os efeitos in vivo e in vitro da arginina sobre um importante parâmetro de estresse oxidativo, denominado formação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS) em cérebro de ratos de 60 dias de idade. A influência do pré-tratamento com vitaminas E e C sobre tais efeitos também será estudada.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Gabriela Guimarães Kuss - Integrante / José Geraldo Pereira da Cruz - Integrante / Débora Delwing Dal Magro - Coordenador., Financiador(es): Fundação Universidade Regional de Blumenau - Bolsa.

  • 1998 - 1998

    ESTUDO SOBRE A ABSORÇÃO PERCUTÂNEA DE APITOXINA INTEGRAL, INCORPORADA EM GEL BÁSICO E SUA BIODISPONIBILIDADE EM RATOS COM ARTROSE INDUZIDA, Descrição: A apitoxina, conhecida mundialmente como bee venom, bee poison, é uma toxina secretada pelas abelhas da espécie Apis mellifera L. Constitui-se de uma mistura complexa de proteínas, polipeptídeos, açúcares, aminas bioativas e outros componentes de baixo peso molecular. A revisão bibliográfica nos indica com segurança que a atividade terapêutica anti-reumática da Apitoxina é efetiva e depende do complexo e não de constituintes isoladamente, sua ação é imunomodulatória e reforçante dos efeitos corticosteróides. No tratamento de Artrite Reumática ? AR ? são indicados inúmeros fármacos, os quais podem causar efeitos colaterais diversos. Em vista da falta de uma terapia efetivamente eficaz e segura, estudou-se a ação da Apitoxina como uma terapia alternativa no tratamento da AR, uma vez que o único risco que limita o seu uso é a hipersensibilidade desenvolvida pelo indivíduo aos constituintes do mesmo. Através dos métodos quali e quantitativos, espectrofotometria, cromatografia e eletroforese, utilizando soluções da matéria-prima (Apitoxina seca) e o plasma sanguíneo de ratos, não se obteve dados que pudesse garantir a identificação das frações de cada constituinte, pois as proteínas plasmáticas apresentam perfil espectrométrico, cromatográfico e eletroforético muito semelhante quando comparado com a matéria-prima isoladamente. Em vista da dificuldade da separação dos constituintes plasmáticos e da Apitoxina por estes métodos, propomos a execução do HPLC, o qual não foi desenvolvido porque não houve disponibilidade dos reagentes. Após a aplicação da Apitoxina seca a 0,06% incorporada em gel básico nas articulações dos ratos e posterior injeção do indutor de Freund, comprovou-se através da prática que a Apitoxina possui ação efetiva na terapêutica da AR, pois nenhum dos ratos em momento algum apresentou sintomas que pudesse estar associado a AR. Os ratos apresentaram aumento significativo de peso, o que confirma a ação reforçante dos efeitos corticosteroidais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Daniela Delwing de Lima - Integrante / Carlos Coelho - Coordenador / Débora Delwing Dal Magro - Integrante., Financiador(es): Universidade Luterana do Brasil - Bolsa.

Prêmios

2022

1 Lugar - Prêmio área CBS da 9 SUCST (9 SEMANA UNIVILLE DE CIÊNCIA, SOCIEDADE E TECNOLOGIA SUCST), Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE).

2021

3 Lugar na apresentação de trabalho científico (modalidade oral) no IV Simpósio de Fisiopatologia da Dor e I Congresso INC Interdisciplinar da Dor, Instituto de Neurologia de Curitiba e o Centro de Estudos e Pesquisas Luiz Ramina.

2020

Prêmio Dr Daniel Egg, no XXXIV Congresso Científico dos Acadêmicos de Medicina, Faculdade Evangélica Makenzie do Paraná.

2018

Menção honrosa na categoria iniciação científica (I Simpósio Sul-brasileiro de Farmacognosia), Universidade Regional de Blumenau.

2017

Primeiro lugar na apresentação de banner na II Jornada Acadêmica Científica e Cultural de Medicina., Univille.

2017

Destaque no VI Simpósio Internacional de Estresse Oxidativo e Doenças Cardiovasculares, Laboratório de Fisiologia Cardiovascular do Departamento de Fisiologia, UFRGS.

2014

XV Congresso Catarinense de Clínica Médica e XIII Congresso Catarinense de Medicina de Urgência e Emergência, Sociedade Brasileira de Clínica Médica e Associação Brasileira de Medicina de Urgência e Emergência.

2013

VII Prêmio Fritz Muller/FURB-Ensino, Pesquisa e Extensão, FURB.

2006

Destaque na sessão: Neuroquímica, UFRGS.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Universidade da Região de Joinville, Universidade da Região de Joinville. , Rua Paulo Malschitzki, 10, Zona Industrial Norte, 89219700 - Joinville, SC - Brasil, Telefone: (47) 984564894

Experiência profissional

2018 - Atual

Universidade Regional de Blumenau

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2012 - Atual

Universidade da Região de Joinville

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Meio Ambiente

2010 - Atual

Universidade da Região de Joinville

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 40

Atividades

  • 02/2018

    Outras atividades técnico-científicas , Universidade da Região de Joinville, Universidade da Região de Joinville.,Atividade realizada, Vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Meio Ambiente.

  • 03/2017

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Orientadora em pesquisa científica da Liga Acadêmica de Endocrinologia e Metabologia da UNIVILLE

  • 01/2016

    Pesquisa e desenvolvimento, Universidade da Região de Joinville.,Linhas de pesquisa

  • 01/2016

    Pesquisa e desenvolvimento, Universidade da Região de Joinville.,Linhas de pesquisa

  • 01/2016

    Pesquisa e desenvolvimento, Universidade da Região de Joinville.,Linhas de pesquisa

  • 03/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade da Região de Joinville.,Cargo ou função, Representante da Área das Ciências Biológicas e da Saúde da Comissão Institucional do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica do CNPq (PIBIC/CNPq).

  • 01/2013

    Ensino, Saúde e Meio Ambiente, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica Celular, Ensaios Biológicos em Saúde e Ambiente, Mecanismos de Saúde e Doença (2013-2014), Seminários Integradores

  • 08/2010

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Farmacologia Básica I e II

  • 08/2010

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Farmacologia

  • 01/2010

    Pesquisa e desenvolvimento, Universidade da Região de Joinville.,Linhas de pesquisa

  • 02/2011 - 07/2015

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Diagnóstico Laboratorial em Bioquímica e Urinálise

  • 03/2013 - 02/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade da Região de Joinville.,Cargo ou função, Presidente e representante da Área das Ciências Biológicas e da Saúde da Comissão Institucional do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica do CNPq (PIBIC/CNPq).

2008 - 2011

Fundação Universidade Regional de Blumenau

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador (pesquisador)

Outras informações:
Sem vínculo empregatício.

Atividades

  • 01/2008

    Pesquisa e desenvolvimento, FURB.,Linhas de pesquisa

  • 01/2009

    Ensino, Neurociências, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Neuroquímica

2005 - 2010

Universidade de Frederico Westphalen

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 15

Outras informações:
Disciplinas ministradas: Biofísica Fisiologia Geral Bioquímica Bioestatística Farmacologia I e II

Atividades

  • 08/2009 - 12/2009

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estágio supervisionado

  • 08/2007 - 12/2009

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioestatística Geral

  • 08/2007 - 12/2009

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biofísica B

  • 03/2007 - 12/2009

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biofísica I

  • 03/2007 - 12/2009

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia

  • 03/2006 - 12/2009

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia Geral

  • 08/2005 - 12/2009

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioestatística A

  • 03/2009 - 07/2009

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biofísica I

  • 03/2009 - 07/2009

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica

  • 03/2008 - 07/2009

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica e Biofísica II A

  • 01/2009

    Ensino, Saúde Coletiva: Ênfase em Sanitarismo, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Estatística A (30h/a)

  • 01/2009

    Ensino, Saúde Coletiva: Ênfase Saúde da Família, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Estatística A (30h/a)

  • 03/2008 - 07/2008

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Farmacologia II

  • 03/2008 - 07/2008

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Farmacologia II - A

  • 08/2007 - 12/2007

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Farmacologia I

  • 08/2007 - 12/2007

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Famacologia I - A

  • 03/2006 - 12/2007

    Ensino, Química Industrial/Química Licenciatura, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica

  • 03/2007 - 07/2007

    Ensino, Saúde Coletiva: Ênfase em Sanitarismo, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Estatística A (30h/a)

  • 03/2006 - 07/2007

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica

  • 08/2005 - 12/2006

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biofísica

  • 08/2005 - 12/2006

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biofísica I

  • 08/2005 - 12/2005

    Ensino, Farmácia - Bioquímica Clínica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioestatística B

2008 - 2010

Universidade Comunitária Regional de Chapecó

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora universitária, Carga horária: 20

2005 - 2005

Universidade Comunitária Regional de Chapecó

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora universitária, Carga horária: 7

Outras informações:
Primeiro semestre 2005 = Morfofisiopatologia (farmácia), orientação de TTC Segundo semestre 2005 = Citologia (nutrição), Morfofisiopatologia (farmácia)e Orientação de TTC

Atividades

  • 12/2009 - 02/2010

    Pesquisa e desenvolvimento, Universidade Comunitária da Região de Chapecó.,Linhas de pesquisa

  • 10/2009 - 02/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Comunitária da Região de Chapecó.,Cargo ou função, Membro do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Enfermagem da UNOCHAPECÓ.

  • 08/2009 - 12/2009

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia (Componente curricular: Fundamentos Clínicos, Morfológicos e Funcionais do Ser Humano II)

  • 08/2009 - 12/2009

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Bioquímica (Núcleo 4: Ciclo da Vida no Contexto Biológico II)

  • 08/2009 - 12/2009

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Coordenadora do módulo: Fundamentos clínicos, morfológicos e funcionais do ser humano II - FCMF II

  • 02/2009 - 12/2009

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade Comunitária da Região de Chapecó.,Cargo ou função, Membro do Núcleo de Estatística da Área de Ciências da Saúde.

  • 02/2008 - 12/2009

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia e Patologia (disciplinas presentes nos componentes curriculares descritos abaixo), Introdução à morfofisiopatologia, Morfofisiopatologia I, Morfofisiopatologia II, Morfofisiopatologia III

  • 02/2008 - 12/2009

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia (disciplina presente nos núcleos descritos abaixo), Núcleo 2 (Ciclo da Vida no Contexto Biológico), Núcleo 4 (Ciclo da Vida no Contexto Biológico II), Núcleo 5 (Ciclo da Vida no Contexto Biológico III)

  • 08/2005 - 12/2005

    Ensino, Nutrição, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Citologia e Histologia

  • 02/2005 - 12/2005

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia e patologia (disciplinas presentes nos componentes curriculares descritos abaixo), Introdução à morfofisiopatologia, Morfofisiopatologia I, Morfofisiopatologia II, Morfofisiopatologia III, Orientação de trabalho de conclusão de curso

2000 - 2005

Laboratórios Faillace - Weinman

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Bioquímica, Carga horária: 36, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Farmacêutica-Bioquímica.

Atividades

  • 02/2000 - 02/2005

    Serviços técnicos especializados , Laboratório Faillace - Hospital Hernesto Dorneles.,Serviço realizado, Serviço de análises clínicas (bioquímica, hematologia, uroanálise etc.).

1998 - 1998

Universidade Luterana do Brasil

Vínculo: Aluno de iniciação científica, Enquadramento Funcional: Aluno, Carga horária: 20