Leonir Terezinha Uhde

Possui Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria ? UFSM (1987), iniciando suas atividades em pesquisa no período de graduação de 1984 a 1987 (Bolsista de Iniciação Científica - CNPq), Mestrado em Ciência do Solo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul ? UFRGS (1991) e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo da Universidade Federal de Santa Maria - UFSM (2009). Professora efetiva, 40 horas Adjunta 4, doutora da Universidade Regional do Noroeste do estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ), Ijuí (RS), com vínculo desde 01 de agosto de 1990. Leciona as disciplinas de fertilidade do solo, nutrição de plantas, manejo e conservação do solo e da água e manejo ambiental em Unidades de produção agropecuária junto ao curso de agronomia e ainda atuo na Formação geral Humanista na disciplina de Meio Ambiente e Sustentabilidade. Integra o quadro de professores colaboradores do Curso de Mestrado em Sistemas Ambientais e sustentabilidade do Departamento de Estudos Agrários da UNIJUÍ. Foi coordenadora do Curso de Agronomia, membra do conselho universitário, como representante dos docentes e Integrou o comitê gestor do programa Rede Leite (Vice-coordenadora) no período de 2016/17 e é representante da UNIJUI no comitê gestor da Rede Leite (suplente). Atuou no Curso de Pós-Graduação Lacto Sensu em Licenciamento Ambiental e nos Cursos de Tecnologia em Gestão Ambiental, Tecnólogo em Agronegócio e na especialização em Manejo Sustentável de Agroecossistemas nas disciplinas de Fertilidade em Agroecossistemas, Licenciamento Ambiental e Avaliação de Impactos Ambientais. Coordenou a instalação dos Laboratórios das Ciências Agrárias no período 1992 a 1993. . integrou o corpo permanente (2017) e colaboradora (2018 - janeiro a julho) do programa de Pós-Graduação Strictu Senso em Desenvolvimento Regional. Foi integrante do Comitê Científico PIBIC ? UNIJUI. Foi coordenadora e responsável técnica do Laboratório de solos da UNIJUÍ. Participa como membro do colegiado de Curso da Agronomia e do colegiado Departamental (Departamento de Estudos Agrários). Atua na extensão universitária na formação/capacitação de professores municipais, estaduais e comunidade em geral, bem como de agricultores e técnicos utilizando como ferramenta a abordagem sistêmica. Integra o Núcleo Comum de Formação Geral Humanista. Membra do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Agronomia. Tem experiência em pesquisa na área de Ciências Agrárias, com ênfase em Sistemas Técnicos de Produção Agropecuária, ciência do solo, sistemas de produção e sistemas de cultivo de grãos e forrageiras e plantas recuperadoras de solo e forrageiras e nas problemáticas socioambientais. Atua, principalmente, nos seguintes temas: Ciência do solo, Sistemas agropecuários de produção, sustentabilidade e pesquisa-desenvolvimento.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciência do Solo

2005 - 2009

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Sistema Pedológico em um ambiente antropizado da Depressão Central do RS. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.do?select_action=&co_autor=110545.
Orientador: José Miguel Reichert
Palavras-chave: pastagens; propriedades físico-hídricas; fluxos hídricos; retenção de água no solo; condutividade hidráulica do solo saturado; permeabilidade ao ar. Grande área: Ciências AgráriasSetores de atividade: Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura.

Mestrado em Ciência do Solo

1988 - 1991

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: COMPORTAMENTO DA SUCESSAO TREVO/MILHO, EM AREA COM E SEM PASTEJO INTENSIVO, SOB DIFERENTES METODOS DE PREPARO DO SOLO.,Ano de Obtenção: 1991
Orientador: NEROLI PEDRO COGO
Palavras-chave: MANEJO DE PASTAGEM; PREPARO DE SOLO; SUCESSAO TREVO/MILHO.Grande área: Ciências Agrárias

Graduação em andamento em Ciências Licenciatura I Grau

1983 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em andamento em Ciências Licenciatura I Grau

1981 - Atual

Faculdades Integradas de Santo Angelo

Graduação em Engenharia Agronômica

1983 - 1987

Universidade Federal de Santa Maria

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Curso de Posgrado (teórico e pratico) Restauracion Dinamica de Biodiversida. (Carga horária: 40h). , Centro de Investigaciones Antonia Ramos, CUAR, Argentina.

2018 - 2018

Nuevos acercamientos de agricultura urbana para el auto bastecimiento de la. (Carga horária: 3h). , Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2017 - 2017

Formação docente - Progra,a de Pós-Graduação Stricto sensu em Desenvolvimen. (Carga horária: 39h). , Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2016 - 2016

Programa de Formação continuada de docentes da UNIJUI/2016. (Carga horária: 12h). , Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2016 - 2016

Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional. (Carga horária: 9h). , Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2015 - 2015

Sala de situação: Fique por Dentro. (Carga horária: 4h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Lei das Àguas. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Comitê de Bacias: O que é e o que faz. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Caminho das águas. (Carga horária: 40h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Qualificação profissional Excel Básico. (Carga horária: 12h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2015 - 2015

Comitê de Bacias: Práticas e Procedimentos. (Carga horária: 20h). , Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.

2015 - 2015

Agronomia. (Carga horária: 2h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2014 - 2014

Formação Geral Humanista. (Carga horária: 16h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2013 - 2014

Extensão universitária em Projeto Rondon. (Carga horária: 160h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2013 - 2013

Extensão universitária em Projeto Rondon. (Carga horária: 160h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2013 - 2013

Qualidade na conservação de forrageiras. (Carga horária: 4h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2013 - 2013

Qualificação Profissional em redação cientifica. (Carga horária: 12h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2013 - 2013

Qualidade de sementes Forrageiras. (Carga horária: 4h). , Universidade de Cruz Alta, UNICRUZ, Brasil.

2013 - 2013

Cadastro Ambiental Rural-CAR. (Carga horária: 8h). , Associação dos Engenheiros Agrônomos de Ijuí -RS, APAJU, Brasil.

2013 - 2013

Formação continuada de docentes da UNIJUI. (Carga horária: 16h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2013 - 2013

Qualificação Profissional em Redação Cientifica. (Carga horária: 12h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2013 - 2013

Seminário Formação continuidade de docentes UNIJUI. (Carga horária: 40h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2012 - 2012

Curso Internacional (Brasil/Alemanha) sobre manejo. (Carga horária: 20h). , Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2012 - 2012

Seminário Formação continuada de docentes UNIJUI. (Carga horária: 16h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2011 - 2011

Seminário Formação continuada de docentes UNIJUI. (Carga horária: 16h). , Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2010 - 2010

Excursão Solos da Cuesta Devoniana do PR. (Carga horária: 4h). , Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, SBCS, Brasil.

2010 - 2010

Oficina Confecção de Monólitos de Solo. (Carga horária: 2h). , Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, SBCS, Brasil.

2003 - 2003

Planejamento Para Qualidade. (Carga horária: 16h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2003 - 2003

Programa 5s. (Carga horária: 20h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2003 - 2003

Curso Básico de Sgq Nbr Iso 17025 Requisitos Gerai. (Carga horária: 30h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

2003 - 2003

Sistemas de Gestão Ambiental. (Carga horária: 16h). , Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, CREA-RS, Brasil.

2003 - 2003

Avaliação de Impacto Ambiental Eia Rima. (Carga horária: 16h). , Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, CREA-RS, Brasil.

2003 - 2003

Agroecologia: diseñand agroecossistemas bio divers. (Carga horária: 45h). , Rede Instituições Vinculadas a Capacitação em Economia Políticas Agrícolas, REDCAPA, Brasil.

2001 - 2001

Agroecologia. (Carga horária: 20h). , Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária, FEPAGRO, Brasil.

2001 - 2001

Curso de Aa Espectrofotômetro de Absorção Atômica. (Carga horária: 16h). , Perkinelmer, PE, Brasil.

1999 - 1999

Sistema de Qualidade Isso Iec Guide 25. (Carga horária: 20h). , Rede Metrológica, RM, Brasil.

1995 - 1995

Avaliação do Manejo de Solo Pelo Método do Perfil. (Carga horária: 20h). , Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUI, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Manejo e Conservação do Solo.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Fertilidade do Solo e Adubação.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Química do Solo.

    Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Física do Solo.

    Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

UHDE, L. T. . 1o. Fórum Estadual do Leite - Ijui/RS - Rumo à Excelência. 2016. (Outro).

UHDE, L. T. ; SCORTEGAGNA, P. E. . Olhares do Semiárido Nordestino Projeto Rondon - Operação Canudos. 2013. (Exposição).

SCORTEGAGNA, P. E. ; UHDE, L. T. . "Olhares do Semiárido Nordestino" - Projeto Rondon - 2013 - Operação Canudos. 2013. (Exposição).

MAIXNER, A. R. ; RUPOLLO, C. Z. ; OLIVEIRA, L. ; METZ, M. ; RIGHI, V. ; FERNANDES, S. B. V. ; UHDE, L. T. ; SCHIAVO, J. ; PORAZZI, C. C. ; FRAGA, D. da R. ; VIANA, L. ; CARBONERA, Roberto ; SILVA, G. M. . 5 Dia de Campo no Instituto Regional de Desenvolvimento Rural. 2013. (Outro).

SILVA, G. M. ; COSTA, P. U. N. ; FERNANDES, S. B. V. ; UHDE, L. T. ; MAIXNER, A. R. . I Forum da Rede Leite. 2011. (Outro).

MAIXNER, A. R. ; UHDE, L. T. ; SILVA, G. M. ; JEZEWSKI, T. J. ; LONDERO, A. L. ; BERGOLI, L. M. G. . Terceiro dia de campo: Pastagens e produção de leite. 2011. (Outro).

MAIXNER, A. R. ; UHDE, L. T. ; SILVA, G. M. . Dia de Campo: Mercado do leite, pastagens e produção animal. 2010. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

5o. Congresso Sul-Americano de Agricultura de Precisão e maquinas precisas. 2019. (Congresso).

6o. Congresso Internacional em Saúde - CISaúde: Vigilância em saúde: Ações de promoção, prevenção, diagnóstico e tratamento. 2019. (Congresso).

Salão do Conhecimento 2019 UNIJUI. 2019. (Outra).

XI CBA - Congresso Brasileiro de Agroecologia. 2019. (Congresso).

I Simpósio Latino-Americano de estudos de Desenvolvimento Regional. 2018. (Simpósio).

Salão do Conhecimento - UNIJUI - 2018. 2018. (Outra).

VIII Sim pósio Iberoamericano de Copperação para o Desenvolvimento e integração regional. 2018. (Simpósio).

XXXVIII Reunião da Comissão Brasileira de pesquisa de Aveia. 2018. (Outra).

Salão do conhecimento UNIJUI - 2017.Sustentabilidade, decrescimento, bem viver. 2017. (Outra).

VIII Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional. 2017. (Seminário).

VIII Simpósio Ibero americano de cooperação para o desenvolvimento e integração regional."Desenvolvimento, antropoceno e bem viver". 2017. (Simpósio).

"Intercâmbio de Experiências na área Ambiental: desafios e oportunidades. 2016. (Outra).

1o. Fórum Estadual do Leite -Ijuí/RS - Rumo à excelência.Alimentação animal X qualidade do leite. 2016. (Oficina).

II Encuentro de Investigadores y el V Encuentro de Tesistas (II Congreso de La red Acinnet). Pesquisa-Desenvolvimento em Instituições de Ensino integrantes da Rede leite. 2016. (Congresso).

III Forum da Rede Leite.Realidade ambiental da produção leiteira e bem-estar animal. 2016. (Outra).

III Fórum da Rede Leite.Oficinas internas da Rede Leite: Realidade ambiental da produção leiteira e bem-estar animal. 2016. (Oficina).

Oficina da Biodiversidade: coleta de sementes e produção de mudas de espécies florestais nativas. 2016. (Oficina).

Programa de Formação continuada de docentes UNIJUI 2014/2015. 2016. (Outra).

Salão do Conhecimento UNIJUI - 2016. 2016. (Outra).

VI Seminário Agrobiodiversidade e segurança alimentar. 2016. (Seminário).

XI Congresso da Sociedade Brasileira dos Sistemas de Produção. Diagnóstico e estratégias de desenvolvimento agrícola do município de Capão do Cipó -RS. 2016. (Congresso).

XI Congresso da Sociedade Brasileira dos Sistemas de Produção -. 2016. (Congresso).

XI Reunião Sul Brasileira de Ciência do Solo: qualidade do solo & ambiente de produção.Ano internacional do solo: a percepção dos processos erosivos pelos agricultores no noroeste gaúcho. 2016. (Outra).

Jornada Internacional: Água, Desenvolvimento e sustentabilidade. 2015. (Outra).

Salão do Conhecimento UNIJUI - 2015.Comissão científica - 2015. 2015. (Outra).

Salão do Conhecimento UNIJUI - 2015.Linhas de pesquisa: sistemas de produção e qualidade ambiental; e bioexperimentação e otimização de processos. 2015. (Outra).

VII Simposio Iberoamericano de Cooperación para el Desarrollo Y la integración Regional. 2015. (Simpósio).

XVIII Fórum de Produção Pecuária - Leite. 2015. (Outra).

6o. Dia de Campo:sistemas de produção de leite.Produção de Tifton 85 com suplementação de irrigação e fertilização nitrogenada e qualidade dos solos. 2014. (Outra).

Seminário do Núcleo Comum de Formação geral e Humanista. 2014. (Seminário).

Workshop Pesquisa-desenvolvimento - Rede Leite. 2014. (Outra).

Workshop sobre o projeto: IRRIGFOR.Sistemas Forrageiros para produção de leite, considerando a suplementação por irrigação e fertilização nitrogenada. 2014. (Outra).

XVII Fórum de Produção Pecuária - Leite, IV Salão de Trabalhos Cientificos.Proposta de fertilização para Tifton 85 considerando suplementação de água por irrigação. 2014. (Outra).

XVII Fórum de Produção Pecuária-Leite, IV Salão de Trabalhos científicos.Qualidade Física do Solo em Pastagem Perene considerando irrigação, nitrogênio e pastejo. 2014. (Outra).

XXII Seminário de Iniciação Cientifica, da XIX Jornada de Pesquisa, da XV Jornada de Extensão, da IV Mostra de Iniciação Cientifica Júnior e do IV Seminário de Inovação e Tecnologia da UNIJUI."Tópicos na pesquisa em gestão e Monitoramento ambiental", com o subtema "Importância da gestão ambiental em unidades de Produção agropecuária". 2014. (Outra).

45a Reunião Anual da ROLAS. 2013. (Outra).

II Educom Sul. 2013. (Encontro).

Programa de iniciação cientifica e Tecnológica da UNIJUI. 2013. (Outra).

XVI Fórum de Produção Pecuária - leite e III Salão de Trabalhos Cientificos.Massa Residual do sistema forrageiro formado e a qualidade do solo. 2013. (Outra).

XVI Fórum de Produção Pecuária - leite e III Salão de Trabalhos Cientificos. 2013. (Outra).

XVI Fórum de Produção Pecuária - Leite e III Salão de Trabalhos Cientificos.Produção Forrageira de espécies hibernais e de Tifton 85 sob pastejo. 2013. (Outra).

XXI Seminário de Iniciação Científica, da XVIII Jornada de Pesquisa, da XIV Jornada de Extensão, da III Mostra de Iniciação Científica Júnior e do III Seminário de Inovação e tecnologia da UNIJUII Inci. 2013. (Seminário).

44a. Reunião Anual da Rede Oficial de Laboratórios de Análises de Solos do RS e SC - ROLAS de. 2012. (Outra).

44a Reunião Anual da ROLAS. 2012. (Outra).

Curso internacional (Brasil/Alemanha) sobre manejo nutricional orgânico de vacas. 2012. (Outra).

I Seminário sobre o Impacto da Agricultura nos Recursos Hídricos."Redes Integradas de análises e estudos de bacias hidrograficas". 2012. (Seminário).

Seminário de Formação continuada de docentes da UNIJUI. 2012. (Seminário).

Seminário sobre o impacto da Agricultura nos recursos hídricos. 2012. (Seminário).

XX Seminário de Iniciação cientifica, da XVII Jornada de Pesquisa, da XIII Jornada de Extensão, da II Mostra de Iniciação Cientifica Júnior e do II Seminário de Inovação e Tecnologia da UNIJUI.Pastagem de Tifton 85 consorciada com forrageiras de inverno pastejadas e submetidas a fenação no período estival: índice de fertilidade e recomendações de calagem e adubação. 2012. (Seminário).

43a. Reunião Anual da Rede Oficial de laboratórios de Análises de Solos do RS e SC - ROLAS. 2011. (Outra).

56a Reunião Técnica Anual do Milho e 39a Reunião Técnica Anual do Sorgo. 2011. (Outra).

56a Reunião Técnica Anual do Milho e 39a Reunião Técnica Anual do Sorgo. 2011. (Outra).

Salão do Conhecimento.QUALIDADE DE SOLO E PRODUÇÃO DE FORRAGEIRAS HIBERNAIS SOBRESSEMEADAS EM. 2011. (Seminário).

Salão do Conhecimento - 2011.A universidade e as questões socioambientais. 2011. (Seminário).

Salão do Conhecimento - 2011.Comissão Científica da área de Ciências Agrárias. 2011. (Seminário).

XXI Congresso Brasileiro de Zootecnia.Compactação do solo em área de produção de forragem de tifton 85 sobressemeada com. 2011. (Simpósio).

42a.I Reunião Anual da Rede Oficial de Laboratórios de Análises de Solos do RS e SC - ROLAS. 2010. (Outra).

XVIII Reunião Brasileira de Manejo e Conservação do solo e da àgua- Novos Caminhos para a agricultura conservacionista no Brasil.Variabilidade dos atributos químicos do solo e implicações para a tomada de decisão nas recomendações de calagem e adubação em pastagem de Cynodon spp. Cv. Tifton 85. 2010. (Outra).

41a. Reunião Ordinária da ROLAS. 2009. (Outra).

Workshop "Fundamentos de Medidas Físicas de solo e Plantas". 2009. (Oficina).

II Seminário Internacional sobre as perspectivas do Ensino de Ciências Agrárias no Sul do Brasil. 2008. (Seminário).

XVI Seminário de Iniciação Científica, XIII Jornada de Pesquisa e IX Jornada de Extensão.Alimentos e biocombustíveis no contexto das mudanças ambientais. 2008. (Seminário).

XV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, XII JORNADA DE PESQUISA E VIII JORNADA DE EXTENSÃO DA UNIJUÍ.O futuro do planeta terra. 2007. (Seminário).

XXX I Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Diagnóstico da fertilidade do solo em sistemas de cultivo de hortaliças em condições de campo e ambiente protegido. 2007. (Congresso).

FERTIBIO 2006. Estimativa da disponibilidade de fósforo em sistemas de cultivo orgânico de soja. 2006. (Congresso).

VI Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo.Compactação de solos sob semeadura direta - produção de grãos e absorção de nitrogênio pela cultura do milho. 2006. (Outra).

XII Reunião do Fórum Estadual de Solo e Água do Rio Grande do Sul. 2006. (Outra).

FERTBIO 2004.rEPRODUÇÃO DA FERTILIDADE DO SOLO EM SISTEMAS DE CULTIVO DE SOJA ORGÂNICA. 2004. (Simpósio).

XXXVI Reunião ordinária da ROLAS. 2004. (Outra).

Avaliação de impacto ambiental EIA-RIMA.Avaliação de impacto ambiental EIA-RIMA. 2003. (Encontro).

Curso de Agroecologia: Diseando sistemas biodiversos Y sustentables.Curso de agroecologia: Diseando sistemas biodiversos Y sustentables.. 2003. (Outra).

Fórum Estadual de Solo e Água.Reunião do Fórum Estadual de Solo e Água. 2003. (Outra).

II Seminário Estadual de Reflorestamento e Recuperação Ambiental.II Seminário Estadual de Reflorestamento e Recuperação Ambiental. 2003. (Seminário).

Sistema de gestão ambiental.Sistema de gestão ambiental. 2003. (Encontro).

Sistema de gestão da qualidade da UNIJUÍ.Curso sobre sistema de gestão da qualidade da UNIJUÍ. 2003. (Outra).

XXXV Reunião ordinária da ROLAS. 2003. (Outra).

IV Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo.IV Reunião Sul-Brasileira de Ciência do Solo. 2002. (Encontro).

XIV Reunião Brasileira de Manejo e Conservação do Solo e da Água.XIV Reunião Brasileira de Manejo e Conservação do Solo e da Água. 2002. (Encontro).

XXXIX Reunião Ordinária da ROLAS. 2002. (Outra).

XXXIII Reunião Ordinária da ROLAS. 2001. (Outra).

XXXII Reunião Ordinária da ROLAS. 2000. (Outra).

Curso Sistema da Qualidade ISO/IEC GUIDE 25.Curso. 1999. (Outra).

XXXI Reunião Ordinária da ROLAS. 1999. (Outra).

Seminário de Cromatografia.Seminário de Cromatografia. 1998. (Seminário).

Seminário de Inorgânica.Seminário de Inorgânica. 1998. (Seminário).

XXX Reunião Ordinária da ROLAS. 1998. (Outra).

XXIX Reunião ordinária da ROLAS. 1997. (Outra).

XXVIII Reunião ordinária da ROLAS. 1996. (Outra).

XXIV Reunião ordinária da ROLAS. 1992. (Outra).

XXIII Reunião Ordinária da ROLAS. 1991. (Outra).

XXII Reunião ordinária da ROLAS. 1990. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Roberto de Castro

MERA, C. M. P.; ZAMBERLAN, J. F.;UHDE, L. T.. "Recuperação de áreas degradadas através de dejetos líquidos suínos: um estudo de caso de produção rural sustentável". 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural) - Universidade de Cruz Alta.

Aluno: Cleusa de Souza Willers

FERNANDES, S. B. V.; KOEFENDER, J.;UHDE, L. T.. "O protagonismo da mulher na agricultura familiar no noroeste gaúcho: uma análise dos aspectos sociais e econômicos. 2016. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Rubia Adriana Zwick

FERNANDES, S. B. V.; KOEFENDER, J.;UHDE, L. T.. Aspectos ambientais da produção leiteira em propriedades rurais familiares do noroeste do Rio Grande do Sul. 2014. Dissertação (Mestrado em PG Stricto Sensu (Mestrado) em Desenvolvimento) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Sérgio Jung

FERNANDES, S. B. V.; FORNO, M. A. R. D.;UHDE, L. T.. Aspectos socioambientais da produção de aguardente e de álcool no Noroeste-Missões do Rio Grande do Sul. 2012. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Peterson Cleyton Avi

BORGES, P. A. P.; MALTA, S. M. C.;UHDE, L. T.; SAUSEN, P. S.. "Modelo semi-empírico para a modelagem da transferência simultânea de calor e água no solo". 2011. Dissertação (Mestrado em Modelagem Matemática) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Luciana Scherer

FERNANDES, Sandra Beatriz Vicenci;UHDE, L. T.. "Turismo e desenvolvimento regional: limites de potencialidades para a região das Missões, RS". 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Dooutorado em Desenvolvimento Regional) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Eliane Marili Uhde

UHDE, L. T.; BIANCHI, V.; FERNANDES, S. B. V.. Estratégias de formação para uma Educação socioambiental para sociedades sustentáveis. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Sistemas ambientais e sustentabilidade (mestrado)) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Fernanda Gewehr de Oliveira

CENCI, D. R.;UHDE, L. T.; ZEIFERT, A. P. B.. Saneamento e sustentabilidade nas pequenas cidades: o protagonismo da gestão pública. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Sistemas ambientais e sustentabilidade (mestrado)) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Carlos Henrique Kovalski

CARBONERA, R; FERNANDES, S. B. V.;UHDE, L. T.. Reprodução social de agricultores familiaares que desenvolvem atividade leiteira na região noroeste do RS.. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Sistemas ambientais e sustentabilidade) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Mamadou Boye Diallo

CARBONERA, R; FERNANDES, S. B. V.;UHDE, L. T.. Análise da sustentabilidade da agricultura sob a abordagem dos sistemas agrários e de produção. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Sistemas ambientais e sustentabilidade) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Marjorie Reis Muller

FERNANDES, S. B. V.;UHDE, L. T.; CENCI, D. R.. Perspectivas de des-colonização da governança ambiental da América Latina. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Sistemas ambientais e sustentabilidade) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Giovana Palombo Sandri

LIBARDONI, F.; BIANCHI, C. A. M.;UHDE, L. T.. Análise bromatológica de plantas forrageiras tropicais em um sistema silvipastoril como indicador de sustentabilidade. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Sistemas ambientais e sustentabilidade) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Nelson Luiz Seibt Filho

ATTUATI, M.A.;UHDE, L. T.. A utilização da água na pulverização agrícola na cultura da soja. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em gestão ambiental) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Rosane Alberti

ALBERTI, R.;FERNANDES, S. B. V.UHDE, L. T.. A sustentabilidade da produção de Etanol no RS - o Modelo da Coopercana. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação lato Sensu em Biocombustíveis) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Juline Nascimento Homercher

HOMERCHER, J. N.;UHDE, L. T.FERNANDES, S. B. V.. Caracterização da irrigação por aspersão em empreendimentos rurais da messoregião Noroeste do estado do rio Grande do Sul. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação lato Sensu em gestão Ambiental - 6a) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Gilberto Eugenio Pozzobon

FERNANDES, Sandra Beatriz Vicenci;UHDE, L. T.. Avaliação sensorial da qualidade do solo pelo uso de indicadores físicos, químicos e biológicos - experiência com agricultores. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Manejo Sustentável de Agroecossistemas) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: João Matheus Bender

ZASSO, M. A. C.;UHDE, L. T.. PLURIATIVIDADE NO MUNICÍPIO DE SÃO VALÉRIO DO SUL: Estratégia de Sobrevivência ou de Resistência?. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: André Ricardo de Lima

ZASSO, M. A. C.;UHDE, L. T.. "A Rede Leite como estratégia de reprodução social das famílias assistidas: Estudo de caso nos municípios de Boa Vista do cadeado, Bozano, Condor, Coronel Bicaco, esperança do Sul e Pejuçara - RS". 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Lucimara Luciana Heck

ZASSO, M. A. C.;UHDE, L. T.. "Unidade de produção familiar produtora de leite e sem assistência técnica: Um estudo de caso no município de Santa Rosa (RS)". 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ana Lúcia Stefanello Stella

PEREIRA, E. A.;UHDE, L. T.. Sistema e estratégia de pastejo: contínuo, rotativo e rotatínuo. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Tiago Fábio Marangoni

FERNANDES, S. B. V.;UHDE, L. T.. "Eficiência Agronômica de Inoculante comercial Azospirillum na cultura do milho". 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Mariana Schmidt

FERNANDES, S. B. V.;UHDE, L. T.. Potencial de produção de forragem para pastejo e corte de cultivares de capim elefante no noroeste do Rio Grande do Sul. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cristiano Andreolla

HENRIQUES, A. de O.;UHDE, L. T.. Viabilidade da instalação e funcionamento de um laboratório de análise de solos na região norte do Paraguai. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Bruno Mafini

FERNANDES, S. B. V.;UHDE, L. T.. "Efeito de silício na produtividade da soja e na produção de matéria seca de trigo". 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cristian Bonato

UHDE, L. T.; FERNANDES, S. B. V.. Comportamento físico de um LATOSSOLO VERMELHO distroférrico típico em área de pastagem de tifton 85 destinada a produção de feno e sobressemeada com forrageiras hibernais. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ana Lúcia Londero

UHDE, L. T.; SILVA, G. M.. Produção de forrageiras hibernais sobressemeadas em Tifton 85 e características fisicas do solo em função do pastejo. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Eduardo Crestani

UHDE, L. T.; Oliveira, L. de. Desempenho do tifton 85 sob diferentes doses de nitrogênio, com e sem irrigação sob pastejo. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Claudio Cesar Porazzi

FERNANDES, S. B. V.UHDE, L. T.. caracterização do perfil cultural em Tifton 85 sob duas condições de fertilização nitrogenada. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Pedro Henrique Linassi Mastella

UHDE, L. T.; PRETTO, G.. Diagnóstico de unidades de produção agropecuárias com cultivo de hortaliças na região de Ijuí - RS. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Douglas Wenningkamp

FERNANDES, S. B. V.UHDE, L. T.. Desempenho de forrageiras de estação quente em sistemas irrigados na região noroeste do estado do rio Grande do Sul. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Uiliam Wünder

QUADROS, V.;UHDE, L. T.. Efeito de doses de nitrogênio e potássio na sacarose basal, internódio central e apical, de cana-de-açucar na cultivar RB 855156 avaliada em diferentes épocas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Almir Grutzmann Vorpagel

FERNANDES, S. B. V.UHDE, L. T.. Inoculação de Azospirilum, isolado e associado a bioestimulante, em milho, no noroeste do RS. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Juliano Corrêa

Preto, G. S.;UHDE, L. T.. Rendimento do tomateiro enxertado em relação aos pés francos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Mailson do Amaral Batista

CARBONERA, Roberto;UHDE, L. T.. Desempenho de híbridos experimentais e comerciais de milho para a produção de grãos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Alex Carolllo

QUADROS, V. J.;UHDE, L. T.. Componentes do rendimento e qualidade de cana-de-açúcar (Saccharum spp.) de terceiro ano em três cultivares de quatro densidades. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Hélio Ademar Wochniscki

Preto, G. S.;UHDE, L. T.. Desenvolvimento de cultivares de alface (Lactuca sativa L.) em hidropônia, no município de santo Ângelo (RS). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Stela de Almeida

PRETTO, G.;UHDE, L. T.. Remodelação paisagistica da praça Caetano Uggeri, Entre-Ijuís - RS. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Flavio Augusto Meotti

GARCIA, D. C.;UHDE, L. T.. Avaliação do sistema de criação de suínos em cama sobreposta de casca de girassol, em diferentes alturas. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Luisa Brendler

PRETTO, G.;UHDE, L. T.; LUCHESE, O.. Implantação paisagística de baixo custo, com uso de espécies vegetais de fácil propagação. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Angelo Piaia

FERNANDES, S. B. V.UHDE, L. T.. Plantas indicadoras em sistemas de cultivo de erva-mate e bracatinga. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ernani Johanson

VICENZI, R.;UHDE, L. T.. Efeito de aplicação de pó inerte à base de terra diatomácea sobre Sitophilus zeamais em grãos de milho armazenados com diferentes teores de umidade. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ana Isa Pochmann

ROSA, S. M.;UHDE, L. T.. O ecodesign e a reciclagem de materiais como proposta para o desenvolvimento de produtos sustentáveis. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso Design) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Gerda Leitzke

FERNANDES, Sandra Beatriz Vicenci;UHDE, L. T.. Matéria orgânica dos solos em sistemas naturais e agropastoris. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Thiago Manjabosco Marasca

MÜLLER, Artur Gustavo; WÜNSCH, Jaime Airton;UHDE, L. T.. Efeito da aplicação de molibdênio e cobalto sobre o rendimento da soja. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Janaina Zanella Baggio

UHDE, L. T.. Fermentação láctica de pepinos (Cocumis sativus L.): características físico-químicas e sensoriais. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cláudio Büttenbender

UHDE, L. T.. Rendimento de Tifton 85 (Cynadon spp.) em diferentes níveis de nitrogênio, precedido pela ervilhaca. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Eduardo Antônio Dezordi

UHDE, L. T.. Produção de fitomassa em diferentes densidades de plantas e espaçamento entre linhas da cultura de soja (Glycine max.): avaliação de modelo de rendimento potencial. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Luciano Viecili

UHDE, L. T.. Eficiência do uso do nitrogênio em três densidades de plantio de milho ?safrinha?. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: TIAGO DRIEMEYER

UHDE, L. T.. Efeito de uma subsolagem em plantio direto, do precedente cultural e doses de nitrogênio sobre as culturas do milho. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Alexandre Schuster

UHDE, L. T.. Efeito de níveis de nitrogênio e intervalos de desfolha em capim-elefante anão 1999/2000. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: André de Quadros

UHDE, L. T.. Modificações na estrutura do solos em diferentes manejos de solo e sucessões culturais (1 ano). 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: JOCELITO ANDERLE HENNEMANN

UHDE, L. T.. Alocação de Biomassa de nabo forrageiro à parte aérea e sistema radicular, em diferentes arranjos de semeadura. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Rafael Gertz

UHDE, L. T.. Produção de biomassa e acúmulo de ervilhaca, cultivados sem e com o preparo mecânico do solo. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cristiano Bade

UHDE, L. T.. Caracterização química de alguns vermicompostos produzidos a partir de diferentes substratos.. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cleber Radons

UHDE, L. T.. Modalidades de pastejo de vacas leiteiras em pastagens de milheto (Pennisetum americanum). 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Carlos Carpenedo

UHDE, L. T.. Efeito de níveis de nitrogênio e intervalo de desfolha em capim-elefante anão (Pennisetum purpureum Schum. Cv. Mott.). 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Bento Jacó Büttenbender

UHDE, L. T.. Modalidades de pastejo em pastagem consorciada de estação fria. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Vairton Radmann

UHDE, L. T.. Caracterização de sistema de cultivo e avaliação da evolução da fertilidade do solo na região do sul do Amazonas. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Valmir José de Quadros

UHDE, L. T.. Dinâmica do desaparecimento de nitrogênio a partir de resíduos orgânicos de origem animal e vegetal.. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Gelson J

UHDE, L. T.. Seibel.Caracterização técnica e avaliação econômica do condomínio leiteiro cristal Selbach-RS. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Loitamar de Almeida

UHDE, L. T.. Comparação entre sistemas de conservação de milho grão para usar na alimentação animal - resultados físicos e econômicos. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: [Nome removido após solicitação do usuário]

UHDE, L. T.. Estudo da viabilidade econômica e financeira de uma unidade de armazenagem de grãos em uma empresa agrícola de Coronel Bicaco-RS. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Aluno: Claudimir Gilberto Kempf

UHDE, L. T.. Estimativa do risco de déficit hídrico para a cultura do milho (Zea mays L.) em diferentes épocas de semeadura na região de Ijuí-RS. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

UHDE, L. T.; BECK, C.; BUSNELLO, M.B.. Banca Examinadora - Medicina Veterinária/Epidemiologia e Inspeção de Produtos de origem animal. 2015. Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

POZZOBON, C. E.; ROODRIGUES, P. C.;UHDE, L. T.. Banca Examinadora para o processo de seleção de docentes do quadro de professores efetivos da carreira do magistério superior da UNIJUI - Engenharia civil/Desenho Técnico e projeto arquitetônico (40 h -Ijui). 2013. Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

POZZOBON, C. E.; RODRIGUES, P. C.;UHDE, L. T.. Banca Examinadora para o processo de seleção de docentes do quadro de professores efetivos da carreira do magistério superior da UNIJUI - Engenharia civil/Desenho Técnico e projeto arquitetônico (30 h -Ijui). 2013. Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

UHDE, L. T.. Banca Examinadora do Processo de Seleção de Docente Efetivo para área de Farmácia, subárea Farmácia. 2010. Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

CARBONERA, Roberto;UHDE, L. T.; GUBERT, José Eduardo. Processo seletivo público para professor colaborador horista da UNIJUÍ - Área Ciências Agrárias / Agronomia / Ciência do Solo. 2006. Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

HARTMANN, M. L.; BIANCHI, M.;UHDE, L. T.. Processo seletivo de docentes da Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ (Edital 74/2017). 2017. Universidade de Cruz Alta.

FERNANDES, S. B. V.; KOEFENDER, J.;UHDE, L. T.. Associação de Agricultores Periurbanos: Uma alternativa de desenvolvimento local na região missioneira do Rio Grande do Sul. 2012.

REICHERT, J. M.; Jean Paolo Minella; KAISER, D. R.;UHDE, L. T.; TASSI, R.. Avaliação dos procesos hidrológicos em diferentes escalas com técnicas de monitoramento e modelagem matemática. 2011. Universidade Federal de Santa Maria.

BORGES, P.A .P;UHDE, L. T.; KAISER, D. R.; SPECHT, L. P.. Movimento Unidimensional da água em perfil de solo hidraulicamente heterogêneo. 2011. Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

BORGES, P.A .P; MALTA, S. M. C.;UHDE, L. T.; SAUSEN, P. S.. Modelo Semi-empiríco para a modelagem da transferência simultânea de calor e água no solo. 2011. Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

UHDE, L. T.. Banca examinadora do processo de seleção de docente efetivo para área de Farmácia, subárea Farmácia. 2010. Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Neroli Pedro Cogo

COGO, N. P.; MIELNICZUK, J.;LEVIEN, R.; ANGHINONI, I.. Comportamento da sucessão trevo/milho, em área com e sem pastejo intensivo, sob diferentes métodos de preparo do solo. 1991. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Gilberto Loguercio Collares

REICHERT, J. M.REINERT, D. J.; DALMOLIN, R. S. D.; BORGES, P.A.P;COLLARES, G. L.. Comportamento de um sistema pedológico Argissolo-Gleissolo numa vertente antropizada. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

Gilberto Loguercio Collares

REICHERT, J. M.; REINERT, D. J.; DALMOLIN, R. S. D.; BORGES, P.A.P;COLLARES, G. L.. Sistema Pedológico em Um Antropizado da Depressão Central do RS. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

Dalvan José Reinert

REICHERT, José MiguelREINERT, Dalvan JoséDALMOLIN, Ricardo Simão Diniz; Borges, Pedro Augusto Pereira;COLLARES, G. L.. Sistema pedológico em um solo antropizado da Depressão Central do RS. 2010. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

José Miguel Reichert

REICHERT, J.M.REINERT, D.J.DALMOLIN, R.S.D.; BORGES, P. A. P.;COLLARES, G.L.. Sistema Pedológico em Um Antropizado da Depressão Central do RS. 2009. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

IBANOR ANGHINONI

COGO, N. P.;ANGHINONI, I.TREIN, Carlos Ricardo. Comportamento da sucessão trevo/milho em área com e sem pastejo intensivo sob diferentes métodos de preparo do solo. 1991. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Pedro Augusto Pereira Borges

REINERT, D. J.; REICHERT, J.M.; DALMOLIN, R.S.D.; COLLARES, G.L.;BORGES, Pedro Augusto Pereira. COMPORTAMENTO DE UM SISTEMA PEDOLÓGICO ARGISSOLO-GLEISSOLO NUMA VERTENTE ANTROPIZADA. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

Ricardo Simão Diniz Dalmolin

REICHERT, José MiguelREINERT, Dalvan JoséDALMOLIN, R. S. D.. Comportamento Físico-Hídrico e estimação do fluxo subsuperficial de água em uma toposseqência de solos da Depressão Central - RS. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Eliane Marili Uhde

Estratégias em educação socioambiental para sociedades sustentáveis; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Sistemas ambientais e sustentabilidade) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Orientador);

Fernanda Gewerhr de Oliveira

Pequenas cidades: um estudo comparativo sobre saneamento básico, gestão pública e sustentabilidade; Início: 2019; Dissertação (Mestrado profissional em Sistemas ambientais e sustentabilidade (mestrado)) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Coorientador);

Marjorie Reis Muller

Análise da Governança ambiental no mercosul; Início: 2019; Dissertação (Mestrado profissional em Sistemas ambientais e sustentabilidade) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Julio Augusto Aozani

Avaliação das qualidades químicas e físicas de um solo manejado com integração Lavoura-pecuária em relação a um solo com sucessão de culturas; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Orientador);

Thomas Andréi Bellinaso

Parâmetros físicos em sistemas de cultivo para produção de grãos em áreas conduzidas em sistema plantio direto consolidado; ; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Orientador);

Tiago Silveira da Silva

Sistema de cultivo de base agroecológica com variedades crioulas de feijão sob duas fontes de adubo orgânico; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Orientador);

Jean Pedro Londero

Indicadores de qualidade física do solo em sistemas de cultivo (grãos, silagem e de plantas de cobertura) em área com sistema plantio direto consolidado; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Orientador);

André Paulo Canto Ghellar

Caracterização dos atributos físico-químicos do solo em área de Tifton 85, utilizada para bovinocultura de corte na região das Missões; ; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Orientador);

Nathalia Dalla Corte Bernardi

Caracterização dos atributos do solo, recomendações de calagem e adubação em distintos sistemas de cultivo em três segmentos de paisagem, manejada em plantio direto consolidado; ; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

MARIA ALINE ZANETTI DEMSCHINSKI

Sistemas Sustentáveis de Produção Com Melhor Aproveitamento dos Recursos Biológicos e Naturais; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Orientador);

GABRIEL DOS SANTOS SCHWINGEL

Sistemas Sustentáveis de Produção Com Melhor Aproveitamento dos Recursos Biológicos e Naturais; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; (Orientador);

Angela Luciana Simon Melo

Modelagem matemática do movimento da água em um perfil de solo heterogêneo; 2010; Dissertação (Mestrado em Modelagem Matemática) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul,; Coorientador: Leonir Terezinha Uhde;

Juline Nascimento Homercher

Caracterização de empreendimentos rurais com atividade de irrigação por aspersão nas regiões Noroeste e Missões do estado do Rio Grande do Sul; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em gestão ambiental) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Jardel Mateus Ullrich

Sistemas de cultivo com soja semeada em época não preferencial na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

TIAGO RODRIGO MATTNER

CARACTERIZAÇÃO DA VIABILIDADE TÉCNICA DA SOJA SAFRINHA SOBRE DIFERENTES CULTURAS ANTECEDENTES, DE INVERNO E VERÃO, NA REGIÃO NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL; ; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Jonas do Carmo

Atributos de solo em área de pastagem de Tifton 85 (Cynodon spp; ), com duas doses de nitrogênio, influenciada pelo pisoteio e irrigação; ; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Tais Trada

"Recomendação de corretivos e fertilizantes em distintos sistemas de cultivos"; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Rodrigo Redlich

Estrategias de manejo de adubação na produção de linhaça (Linun usitatissimum L; n); 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cleomar Roncaglio

"Caracterização do solo em pastagem perene de capim jiggs (Cynodon dactylon) em pastejo rotacionado em sistema irrigado; ; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ana Lúcia Londero

Produção de forrageiras hibernais sobressemeadas em tifton 85 e características físicas do solo em função do pastejo; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Eduardo Crestani

Desempenho do tifton 85 sob diferentes doses de nitrogênio, com e sem irrigação sob pastejo; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cristian Bonato

Comportamento físico de um LATOSSOLO VERMELHO distroférrico típico em área de pastagem de tifton 85 destinada a produção de feno e sobressemeada co m forrageiras hibernais; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Anderson Rafael da Rocha

Parâmetros físicos e químicos em diferentes sistemas de cultivo (grãos, pastagens/grãos e pastagens) e propostas de manejo; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Luis Henrique Maciel Albiero

Viabilidade da implantação de um laboratório de análises de solos no noroeste do estado do RS; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Magaiver Gutecoski

Desempenho de cultivares de Panicum maximum sob irrigação na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Silvane de Quevedo

Compactação do solo em área de pastagem de florakirk sobressemeadas com forrageiras hibernais, sob manejo rotativo do gado leiteiro em uma unidade de observação do programa Rede Leite; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Renan Donadel

Compactação de solo em área de produção de forragem de tifton 85 sobressemeada em área pastejada ou em área fenada; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Anderson Rudimar Glitz

Caracterização de parâmetros físicos do solo em pastagem de tifton 85 (Cynodon dactylon) sobressemeado sob pastejo; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Décio Farias Berwanger

Parâmetros físicos do solo em área de pastagem de tifton 85, submetida a pastejo; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Fausto Alexandre Lucca

Efeito dos fitormônios nos componentes de rendimento da cultura do feijão safrinha em sistema irrigado; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Pablo de Freitas Pereira

Variabilidade dos atributos químicos do solo e as implicações para a tomada de decisão nas recomendações de calagem e adubação em pastagem de Cynodon spp; cv; tifton 85; ; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Marcia Inês França

Diagnóstico da fertilidade do solo em sistemas de cultivo de hortaliças (a campo e em ambiente protegido) na região de Ijuí; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Élcio Krebs

Eficiência da inoculação e da aplicação de cobalto e molibdênio sobre a nodulação e o teor de nitrogênio na parte aérea da soja; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Gerson Malet Balbé

Efeito de dose de nitrogênio, antecedente cultural e subdosagem no milho sob plantio direto cultivado na safrinha; ; 2003; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Walter Lopes

Diagnóstico da fertilidade do solo em unidades de cultivo de cana-de-açúcar (Saccharum officinarum) na região de Porto Xavier; ; 2003; 65 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Roberto Petri

Produção de biomassa e acúmulo de nitrogênio em Aveia preta, ervilhaca e nabo forrageiro, cultivados em plantio direto e plantio direto subsolado; 2002; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Fábio Roberto Mrozinski

Manejos de pastejo na sucessão aveia/milheto: efeitos sobre as culturas e sobre o solo; 2001; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Alexandre Wunder Voltz

Efeito de diferentes níveis de NPK na semeadura + N em cobertura na cultura de trigo (Triticum aestivum) sob o rendimento e sua viabilidade econômica; 2000; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

André de Quadros

Modificações na estrutura do solo em diferentes manejos de solo e sucessões culturais (primeiro ano); ; 2000; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Anderson Ferreira Nummer

Avaliação nutricional através da análise foliar de pomares cítricos comerciais no noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; ; 2000; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ligia Guse

Eficiência de diferentes métodos para a determinação da necessidade de calcário em solos da região de Ijuí; ; 1999; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Renato Juliani

Avaliação de diferentes doses de nitrogênio na cultura da aveia branca (Avena sativa l; ); ; 1998; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Rogério Pufal

Rendimento do trigo ITriticum aestivum L; ) em diferentes doses de nitrogênio tratado ou não com fungicidas; ; 1998; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Nerisson Bohn

Avaliação da evolução da estrutura do solo, em solo preparado em diferentes teores de umidade; Período de 1994 a 1997; 1997; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

CLÁUDIO R STEFANELLO

Estudo da viabilidade da cultura do milho safrinha (Zea mays L; ) para produção de grãos e silagem; ; 1997; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

RAFAEL MORENO

Avaliação do estado físico do solo no segundo ano da sucessão cultural aveia+azevém+ervilhaca/milho da cultura do milho safra 95/96; 1996; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Nelson Antonio Mendes Becker

Estudo das avaliações físicas do solo preparado em diferentes teores de umidade em aveia; 1996; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Airton Luiz Panazollo

Efeito do preparo do solo realizado em diferentes teores sobre o estado do meio e sua interação com o rendimento do milho; ; 1995; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Gelson Cadore

Modificações das características físicas do solo em área submetida à diferentes manejos da pastagem e preparo do solo, no período de 1990 à 1994; ; 1995; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

HOMERO RAUL STEFANELLO

Influência das características físicas do solo no rendimento do milho (Zea mays L; ) em diferentes sistemas de semeadura após pastejo animal; ; 1994; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Amaurí da Silva Coracini

Estudo do efeito do pisoteio animal sobre o solo em área com pastagem de verão em unidades de produção do município de Ijuí; ; 1993; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Jairo André Schlindwein

Avaliação da fertilidade e das necessidades de fertilizantes e calcário dos solos para as culturas do município de Ijuí; ; 1993; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ana Laura Rohr Pauwels

A Sustentabilidade em sistemas de produção agropecuária e saúde animal (UNIJUI na Rede Leite)I; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Tiago Silveira da Silva

A sustentabilidade em sistemas de produção Agropecuários e saúde animal (UNIJUI na Rede Leite); 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Nathalia Dalla Corte Bernardi

Sistemas sustentáveis de produção com melhor aproveitamento dos recursos biológicos e naturais; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Anderson Dal Molin Savicki

Sistemas sustentáveis de produção com melhor aproveitamento dos recursos biológicos e naturais; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Victor Delino Barasuol Scarton

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuários e saúde animal (UNIJUI na Rede Leite); 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Juliana Menegol Villani

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuários e saúde animal (Unijui na Rede Leite); 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Jean Morais Sartori

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuários e saúde animal (UNIJUI na Rede Leite); 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

EDUARDA DONADEL PORT

A sustentabilidade em sistemas de produção Agropecuários e saúde animal (UNIJUI na Rede Leite); 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

THALIA APARECIDA SEGATTO

Sistemas sustentáveis de produção com melhor aproveitamento dos recursos biológicos e naturais; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Adriele Menegassi

Produção de forragem de espécies forrageiras do gênero Pennisetum e fertilidade do solo no ciclo de produção 2017-18; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Letícia Schäfer Lucca

Produção de forragem de espécies forrageiras do gênero Cynodon e fertilidade do solo no ciclo de produção 2017-2018; ; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Bruno Bernardo

Sistemas Sustentáveis de produção com melhor aproveitamento dos recursos biológicos e naturais; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Natã Balssan Moura

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuários e saúde animal (UNIJUI na Rede Leite); 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Letícia Schäfer Lucca

Desempenho de espécies forrageiras de estação quente (Cynodons) com e sem bioestimulante e qualidade do solo no ciclo de produção 2016-17; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Adriele Menegassi

Avaliação e desempenho de espécies forrageiras de estação quente sob irrigação e fertilização nitrogenada (2016-17); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Letícia Schäfer Lucca

Desempenho de espécies forrageiras de estação quente (Cynodons) e qualidade do solo no ciclo de produção 2015-16; ; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Isledi William da Silva

Avaliação e desempenho de forrageiras perenes de verão sob irrigação e fertilização nitrogenada, no ciclo de produção 2015-16; ; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Isadora Giacomini Lorenzoni

IMPACTOS E DESEMPENHO DE TIFTON 85 SOB IRRIGAÇÃO E FERTILIZAÇÃO NITROGENADA PARA PRODUÇÃO DE LEITE NO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - (Edital temático 2012-20150; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Letícia Schäfer Lucca

Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul (2014-2015); 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Márcio Fernando Costa

IMPACTOS E DESEMPENHO DE TIFTON 85 SOB IRRIGAÇÃO E FERTILIZAÇÃO NITROGENADA PARA PRODUÇÃO DE LEITE NO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - (Edital temático 2012-20150; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Roberto Luis Sangalli Furlan

IMPACTOS E DESEMPENHO DE TIFTON 85 SOB IRRIGAÇÃO E FERTILIZAÇÃO NITROGENADA PARA PRODUÇÃO DE LEITE NO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - (Edital temático 2012-20150; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Romulo Bronzatti

Desempenho forrageiro de cultivares de Cynodon, no segundo e terceiro ano de implantação, conduzidos sob irrigação; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Amanda Moraes Cardoso

IMPACTOS E DESEMPENHO DE TIFTON 85 SOB IRRIGAÇÃO E FERTILIZAÇÃO NITROGENADA PARA PRODUÇÃO DE LEITE NO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Idomar Vicente Peruzatto

Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul (Terceiro ano); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Roberto Luis Sangalli Furlan

Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul (Terceiro ano); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Roberto Luis Sangalli Furlan

Impactos e desempenho de Tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Nailene Denise Dreilich

Desempenho de espécies forrageiras de estação quente sob irrigação para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Idomar Vicente Peruzatto

Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul (Terceiro ano); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Nailene Denise Dreilich

Produção de forragem e qualidade do solo em pastagens perenes de verão, sobressemeados com forrageiras hibernais e sob formas de utilização (Terceiro ano); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ana Lúcia Londero

Produção de forragem e qualidade do solo em pastagens perenes de verão, sobressemeadas com forrageiras hibernais e sob formas de utilização (Terceiro e quatro anos de projeto); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Romulo Bronzatti

Desempenho forrageiro de cultivares de Cynodon, no segundo e terceiro ano de implantação, conduzidos sob irrigação; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Eduardo Felipe Schallemberger

Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul (Terceiro ano); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Eduardo Crestani

Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul (Terceiro ano); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Nailene Denise Dreilich

Produção de forragem e qualidade do solo em pastagens perenes de verão, sobressemeadas com forrageiras hibernais e sob formas de utilização (Terceiro e quatro anos do projeto); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Débora Franco da Silva

IMPACTOS E DESEMPENHO DE TIFTON 85 SOB IRRIGAÇÃO E FERTILIZAÇÃO NITROGENADA PARA PRODUÇÃO DE LEITE NO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Luiz Michel Goularte Bergoli

Impactos e desempenho de tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Patricia Juswiaki

Produção e qualidade de forragem em área de tifton sobressemeado, sob fenação; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Vagner Marangon

Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Romulo Bronzatti

Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Joana de Medeiros Farias

Produção de forragem e qualidade do solo em pastagem perenes de verão, sobressemeadas com forrageiras hibernais, manejada sob pastejo; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ana Lúcia Londero

Produção de forragem e qualidade do solo em pastagens perenes de verão, sobressemeadas com forrageiras hibernais e sob formas de utilização; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Carlos Alberto Carpenedo

Níveis de nitrogênio e intervalo de desfolha em capim elefante anão; 1998; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Alexandre Wunder Woltz

Estudo das condições físicas do solo preparado em diferentes teores de umidade e sua influência no crescimento e desenvolvimento d sucessão cultural aveia/milho; 1997; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cláudio Rogério Stefanello

Avaliação agronômica da sucessão cultural aveia + ervilhaca/milho submetido a diferentes manejos de solo e pastagem; 1994; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Lonisio Roberti

Avaliação agronômica de uma sucessão cultural para produção de grãos e de forragem; 1992; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Homero R

Stefanello; Valdir Hoch; Avaliação agronômica de uma sucessão cultural para produção de grãos e forragem; 1992; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Jean Vitor Tisott

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuários e saúde animal (Unijui na Rede Leite); 2019; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Luana Jensen Pietczak

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuários e saúde animal (Unijui na Rede Leite); 2019; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Chaeli Quevedo Branco Oliveira

Projeto Rondon - Operação Parnaíba 2019 - Acoes multidisciplinares - Construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade e fortalecimento da cidadania, bem estar social e qualidade de vida; ; 2019; Orientação de outra natureza; (Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Charleston dos santos Lima

Relatório Estágio III - Exercício Profissional; 2018; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Lucimara Luciana Heck

Relatório de Estágio III - Exercício Profissional; 2018; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Maria Eduarda Gzergorczick

Relatório de Estágio III - Exercício profissional; 2018; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Matias Feron Bigolin

Desempenho de espécies forrageiras para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul; 2018; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cleomar Lorenz Klein

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuária e saúde animal (UNIJUI) na Rede Leite; 2018; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Diane Giseli Vettorato Rigliski

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuária e saúde animal (UNIJUI na Rede Leite); 2018; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Tatiana Nataniele Mentz

A sustentabilidade em sistemas de produção agropecuária e saúde animal (UNIJUI na Rede leite); 2018; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Tatiana Nataniele Mentz

Projeto Rondon - Operação Parnaíba 2019 - Acoes multidisciplinares - Construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade e fortalecimento da cidadania, bem estar social e qualidade de vida; ; 2018; Orientação de outra natureza; (Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Nicole Montovane da Silva

Projeto Rondon - Operação Parnaíba 2019 - Acoes multidisciplinares - Construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade e fortalecimento da cidadania, bem estar social e qualidade de vida; ; 2018; Orientação de outra natureza; (Curso de nutrição) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Juliana Andretta

Projeto Rondon - Operação Parnaíba 2019 - Acoes multidisciplinares - Construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade e fortalecimento da cidadania, bem estar social e qualidade de vida; ; 2018; Orientação de outra natureza; (comunicação social) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Juliana de Lima Auler

Monitoria na disciplina de Manejo e conservação do solo e da água; 2017; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cassiano Melo de Moura

Monitoria na disciplina de fertilidade do solo; 2017; Orientação de outra natureza; (Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Giovane Velasques

Monitoria na disciplina de fertilidade do solo; 2017; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Djenifer Tainá Müller

"Ações Comunitárias Multidisciplinares: Construção de Soluções Socioambientais para o desenvolvimento Local no Município de Ijuí - RS; 2016; Orientação de outra natureza; (Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Natália Desordi do Nascimento

Desempenho de espécies forrageiras de estação quente sob irrigação para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul; Laboratório de Análises de solos; ; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cauê Felipe Pascoal

Otimização de sistemas de cultivo de espécies forrageiras de estação quente para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul ? Laboratório de Análises de solos: Análises de solos e físicas; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Felipe Severo Meinke

Otimização de sistemas de cultivo de espécies forrageiras de estação quente para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul; Laboratório de Análises de solos: Análises de solos e físicas; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Gabriel Costa Beber do Carmo

Otimização de sistemas de cultivo de espécies forrageiras de estação quente para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul; Laboratório de Análises de solos: Análises de solos e físicas; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ricardo de Oliveira schneider

Otimização de sistemas de cultivo de espécies forrageiras de estação quente para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul ? Laboratório de Análises de solos: Análises de solos e físicas; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Emily Cigana

Otimização de sistemas de cultivo de espécies forrageiras de estação quente para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul; 2015; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ana Paula Huttra Kleemann

"Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade" Projeto Rondon - Operação Velho Monge; 2014; Orientação de outra natureza; (Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Carla Patricia Schultz Coppeti

"Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade" Projeto Rondon - Operação Velho Monge; 2014; Orientação de outra natureza; (Engenharia Civil) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

CÁSSIO TOMAZI

"Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade" Projeto Rondon - Operação Velho Monge; 2014; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Fábio da Costa Petry

"Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade" Projeto Rondon - Operação Velho Monge; 2014; Orientação de outra natureza; (Comunicação Social) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Luiza Amabile Uhde Scortegagna

"Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade" Projeto Rondon - Operação Velho Monge; 2014; Orientação de outra natureza; (Engenharia Civil) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Nailene Denise Dreilich

"Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade" Projeto Rondon - Operação Velho Monge; 2014; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Orvandir Luis Joris

"Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade" Projeto Rondon - Operação Velho Monge; 2014; Orientação de outra natureza; (Educação Física) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Régis Filipe Schneider

"Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade" Projeto Rondon - Operação Velho Monge; 2014; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cássio Scherer

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - (2012/2013); 2013; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Juliano Stochero Vieira

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - (2012/2013); 2013; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Juliano Stochero Vieira

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - (01/07 a 31/12/2013); 2013; Orientação de outra natureza; (Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Janaina Richter

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - (01/08 a 31/12/2013); 2013; Orientação de outra natureza; (Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Amanda Moraes Cardoso

IMPACTOS E DESEMPENHO DE TIFTON 85 SOB IRRIGAÇÃO E FERTILIZAÇÃO NITROGENADA PARA PRODUÇÃO DE LEITE NO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL; 2013; Orientação de outra natureza; (Curso de Agronomia) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ana Lúcia Londero

Ações multidisciplinares na construção de soluções para o desenvolvimento e sustentabilidade; 2013; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Araciele Ketzer

"Ações Multidisciplinares na construção de soluções para o desenvolvimento e sustentabilidade" - Projeto Rondon - Operação Canudos; 2013; Orientação de outra natureza; (Comunicação Social) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cândida Bernardi

"Ações Multidisciplinares na construção de soluções para o desenvolvimento e sustentabilidade" - Projeto Rondon - Operação Canudos; 2013; Orientação de outra natureza; (Engenharia Civil) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Carlos Zandoná Rupollo

"Ações Multidisciplinares na construção de soluções para o desenvolvimento e sustentabilidade" - Projeto Rondon - Operação Canudos; 2013; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Geannina Terezinha dos Santos Lima

"Ações Multidisciplinares na construção de soluções para o desenvolvimento e sustentabilidade" - Projeto Rondon - Operação Canudos; 2013; Orientação de outra natureza; (Engenharia Civil) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Manoel Francisco Mendes Lassen

"Ações Multidisciplinares na construção de soluções para o desenvolvimento e sustentabilidade" - Projeto Rondon - Operação Canudos; 2013; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Pâmela de Lima Thomé da Cruz

"Ações Multidisciplinares na construção de soluções para o desenvolvimento e sustentabilidade" - Projeto Rondon - Operação Canudos; 2013; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Ana Paula Maso

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - 2012; 2012; Orientação de outra natureza; (Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Cássio Scherer

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - 2012; 2012; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Jaqueline Raquel Tomm Krahn

Produção de forragem e qualidade do solo em pastagens perenes de verão, sobressemeadas com forrageiras hibernais e sob formas de utilização; 2012; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Felipe Esteves Oliveski

Escritório júnior de aconselhamento e planejamento rural -2011; 2011; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Luis Michel Goularte Bergoli

Impactos e desempenho de Tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada; 2011; Orientação de outra natureza; (Agronomia) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Aline Krysczun Titzmann

Escritório Júnior de Aconselhamento e planejamento rural 2011; 2011; Orientação de outra natureza; (Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Guilherme Konradt

Produção de forragem e qualidade do solo em pastagens perenes de verão, sobressemeadas com forrageiras hibernais e sob formas de utilização; 2010; Orientação de outra natureza; (Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Uiliam Silva Cargnelutti

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - 2010; 2010; Orientação de outra natureza; (Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Aline Krysczun Titzmann

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - 2010; 2010; Orientação de outra natureza; (Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

TATIELE MUMBACH

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - 2010; 2010; Orientação de outra natureza; (Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Fernando da Silva Mackoski

Escritório Júnior de Aconselhamento e Planejamento Rural - 2009; 2009; Orientação de outra natureza; (Curso Medicina Veterinária) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Leonir Terezinha Uhde;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Mauro Fernando Stein

Estágio supervisionado em Agronomia; 1987; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Mauro Fernando Stein;

Neroli Pedro Cogo

Comportamento da Sucessão Trevo/Milho, Em Área Com e Sem Pastejo Intensivo, Sob Diferentes Métodos de Preparo do Solo; ; 1991; Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Neroli Pedro Cogo;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SEGATTO, T. A. ; PRADEBON, L. C. ; PORT, E. D. ; SANTOS, I. J. ; SCHIAVO, J. ; MEOTTI, M. G. L. ; UHDE, L. T. . Caracterização de atributos de qualidade do solo e recomendação de calagem e adubação para sistemas de cultivo com inclusão de soja. Brazilian Journal of animal and Environmental research , v. v.3, p. 225-231, 2020.

  • UHDE, LEONIR TEREZINHA ; SCORTEGAGNA, PAULO ERNESTO ; NASI, LARA . Construção de Soluções para o Desenvolvimento com Sustentabilidade e Cidadania nas áreas de Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho. REVISTA ELETRÔNICA DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL , v. 37, p. 291-306, 2020.

  • HENRIQUES, A. de O. ; BASSO, N. ; UHDE, L. T. ; CORREA, M. A. ; OLIVESKI, F. E. . Dinâmica Agrária e estratégias de desenvolvimento da agricultura do município de Estrela Velha - RS. Brazilian Journal of Development , v. 5, p. 19073-19073, 2019.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

UHDE, L. T. . Avaliadora Externa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC/UNICRUZ 2017-2018, Edital 058/2016. 2017.

UHDE, L. T. . Facepe - Consultor Ad Hoc. 2016.

UHDE, L. T. . Coordenadora das apresentações orais, área Ciências Agrárias, período 2015-2016 - UNIJUI. 2016.

UHDE, L. T. ; SCORTEGAGNA, P. E. ; GRUMICKER, C. ; GIROTTO, C. T. M. ; PENA, F. P. ; LOPES, M. O. ; GOMES, M. V. . 'Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade' Projeto Rondon - Operação Porta do Sol. 2015.

UHDE, L. T. . FACEPE - Consultor Ad Hoc. 2015.

UHDE, L. T. . III mostra cientifica do V Fórum de Sustentabilidade do COREDE DO ALTO DO JACUÍ: ' Inovação tecnológica e sustentabilidade: desafios e perspectivas. 2015.

UHDE, L. T. . Revista Gestão e Desenvolvimento em Contexto GEDECON, ISSN 19823266 e ISSN 23189150. 2015.

UHDE, L. T. . Comissão Científica do XXIII Seminário de Iniciação Científica, da XX Jornada de Pesquisa, da XVI Jornada de , da V Mostra de Iniciação Científica Júnior e do V Seminário de Inovação e Tecnologia da UNIJUI. 2015.

SCORTEGAGNA, P. E. ; UHDE, L. T. . Ações multidisciplinares na construção de soluções para o desenvolvimento e sustentabilidade: Projeto Rondon - Operação Canudos - Cansanção - BA. 2013.

MARTINELLI, JÚNIOR, L.C. ; CASSOL, M.L. ; MARTINS. A.B. ; GOBO, A.B ; WALBER, B. ; PACHECO, C.C. ; MONTARDO, D.K. ; BRASIL, G.H. ; SACKSER, G. ; BORTOLAIA, L.A. ; UHDE, L. T. ; TISSOT, M.L. ; GERHARDT, M. . ESTUDOS AMBIENTAIS NA USINA DE ÁLCOOL DA COOPERCANA. 2003.

CARBONERA, Roberto ; WÜNSCH, J. A. ; MÚLLER, A. G. ; FERNANDES, S. B. V. ; BERTO, J. L. ; UHDE, L. T. . Curso de pós-graduação lato sensu manejo sustentável de Agroecossistemas. 2003.

SILVA, G. M. ; UHDE, L. T. ; CARBONERA, R ; FERNANDES, S. B. V. ; FRAGA, D. da R. ; Oliveira, L. de ; MARTINS, L. R. V. ; LUCCHESE, O. A. ; SARTORI, C. O. ; HENRIQUES, A. de O. ; BECK, C. ; HECK, O. . Rede Leite - Pesquisa-Desenvolvimento (Programa em Rede de Pesquisa-desenvolvimento em Sistemas de Produção com a atividade leiteira na região noroeste do RS. 2009; Tema: Pesquisa-desenvolvimento. (Rede social).

UHDE, L. T. . Abordagem sistêmica: Água no solo e os serviços ambientais. 2012. (Painel temático).

FERREIRA, F.W. ; MIRÒ, N. L.. ; UHDE, L. T. ; FERNANDES, S. B. V. . Avaliação de impactos ambientais. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

FERNANDES, S. B. V. ; FERREIRA, F.W. ; CENCI, D. R. ; UHDE, L. T. ; CARBONERA, Roberto . A Universidade e as questões ambientais. 2011. (Painel temático).

UHDE, L. T. ; MÜLLER, D. C. de M. ; MARTINS, L. R. V. . A Extensão Universitária nas Ciências Agrárias. 2011. (Painel temático).

MIRÒ, N. L.. ; FERREIRA, F.W. ; FERNANDES, S. B. V. ; UHDE, L. T. . Avaliação de Impactos Ambientais. 2011. (Comissão Científica da área de Ciências Agrárias).

UHDE, L. T. . Salão do conhecimento. 2011. (Comissão Científica da área de Ciências Agrárias).

UHDE, L. T. . Curso de Tecnologia em gestão ambiental - Avaliação MEC. 2011 (Processos de avaliação de Cursos (Reconhecimento)) .

UHDE, L. T. . Curso de Medicina Veterinária - UNIJUI - Avaliação MEC. 2011 (Processos de avaliação de Cursos (Reconhecimento)) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    SISTEMAS SOCIOAMBIENTAIS, SOCIEDADES SUSTENTÁVEIS E INTERDISCIPLINARIDADE, Descrição: Busca-se apreender o processo de desenvolvimento a partir do espaço natural e histórico de uso do solo, da água, do ar, do sol, dos sistemas de energia e transformação, em geral. Trata-se de investigar pela pesquisa bibliográfica, documental, retrospectiva, observacional, experimental, estudo de caso e pesquisa-ação as ações humanas e interações com os sistemas naturais e produtivos. Analisar as causas da crise socioambiental com a diversidade de linguagens e perspectivas, desde os processos naturais até as ideias da sociedade industrial, de consumo e hiperconsumo, no contexto do antropoceno. Isso pressupõe abordar elementos e categorias de análise como os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, a Agenda 2030 da ONU, Gestão Ambiental, Educação Ambiental, Bem Viver, Qualidade de Vida, Sustentabilidade, Sistemas de Produção Orgânicos, Agroecológicos, manutenção dos ecossistemas e serviços ecossistêmicos. Assim como integrar o debate acadêmico que dialoga com Sociedades Sustentáveis, Decrescimento, ou Pós-Desenvolvimento em diálogos de saberes interdisciplinares.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (7) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / José Antonio Gonzalez da Silva - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi - Integrante / Daniel Rubens Cenci - Integrante / Roberto Carbonera - Coordenador / Vidica Bianchi - Integrante / Felipe Libardoni - Integrante / Christiane de Fátima Colet - Integrante / Eniva Miladi Fernandes Stumm - Integrante / Juliana Maria Fachinetto - Integrante / Maria Margarete Baccin Brizola - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Adequação ambiental em sistemas produtivos, Descrição: Descrição: Assegurar desenvolvimento de atividades produtivas com equilíbrio ambiental persiste o maior desafio de nossa época. Política e gestão ambiental são vetores necessários à construção da base institucional e dos mecanismos de regulação das práticas humanas. Nesse sentido, as mudanças em curso na Política Ambiental Brasileira tem tido profundas repercussões sobre os sistemas produtivos. O presente projeto de pesquisa propõe-se a abordar as condições para o desenvolvimento da produção agropecuária e agroindustrial e o uso dos recursos naturais (solo e água, biodiversidade) conduzidas sob os preceitos da sustentabilidade socioambiental e econômica. Parte-se do pressuposto de que a efetividade de propostas de desenvolvimento sustentável passa pela análise rigorosa de situações de desenvolvimento; as múltiplas dimensões da sustentabilidade, aliadas à complexidade do conceito, demandam critérios de análise socialmente construídos. Torna necessário rever os instrumentos de análise econômica para incorporar os efeitos das atividades de produção e consumo sobre o meio ambiente e valorá-lo adequadamente como um bem da sociedade.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Coordenador / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Nicolas Laguarda Miro - Integrante / Rômulo Beck de Lima - Integrante.

  • 2015 - Atual

    Bem-estar animal na região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul: diagnóstico e propostas de melhoria, Descrição: O bem-estar animal pode ser entendido como a qualidade de vida dos animais e é considerado um dos pilares da sustentabilidade. O grau de bem-estar de animais pertencentes a qualquer categoria, incluindo animais usados para produção, em laboratórios, de companhia e silvestres, pode ser medido e variar de muito ruim a muito bom. Neste contexto, este projeto visa a mensuração do grau de bem-estar de animais na Região Noroeste do Rio Grande do Sul. Para mensurar o grau de bem-estar animal pode-se utilizar, por exemplo, critérios como as cinco liberdades, conceito primeiramente proposto durante a revolução industrial, quando os animais de produção começaram a ser criados intensivamente. As cinco liberdades se referem às liberdades nutricional, ambiental, sanitária, comportamental e psicológica. Para tal será utilizado o protocolo Welfare Quality, aplicado ao cenário de animais de produção. O desenvolvimento deste projeto poderá contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos animais. Em diferentes sistemas de criação, como bovinos leiteiros, a melhoria da qualidade de vida pode resultar em aumento da produtividade, aliada à qualidade ambiental. Tal trabalho poderá contribuir com discussões acerca de temas como ética, bioética e sustentabilidade na nossa relação com o meio ambiente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / Maria Andréia Ilkemann - Integrante / Fernando Silvério da Cruz - Integrante / Vanessa Carli Bones - Integrante / Felipe Libardoni - Integrante / Gabriele Callegaro Serafini - Integrante / Cristiane Teichmann - Integrante.

  • 2014 - 2017

    Efeito do uso do Glicerol na dieta de vacas em lactação sobre os níveis de ureia do leite., Descrição: A crescente preocupação com o aquecimento global, conjuntamente com a produção de biodiesel na matriz energética mundial, aumentou o interesse no cultivo e processamento de oleoginosas, criando oportunidades para a redução dos custos com dietas na produção de ruminantes graças ao uso de co-produtos da produção de biodiesel. As gramíneas de inverno usualmente apresentam alta digestibilidade e contém altos teores de Nitrogênio (N) solúvel, muitas vezes acima da disponibilidade de carboidratos fermentáveis e da capacidade de captação pelos microorganismos ruminais. A eficiência do uso do N por animais alimentados com estas gramíneas é usualmente reduzida, devido a isto, tem-se uma elevação dos níveis de nitrogênio uréico no leite. O glicerol é rapidamente e quase totalmente fermentado no rúmen, melhorando a eficiência na utilização do nitrogênio. O nível de nitrogênio uréico no leite pode ser usado como ferramenta de manejo para monitorar a condição nutricional das vacas. Altos níveis podem indicar que há proteína em excesso na dieta de vacas leiteiras. Elevados índices de uréia no leite estão relacionados à redução na produção de leite e perdas nos índices reprodutivos. Diante do exposto, com este projeto pretende-se avaliar o efeito da suplementação com glicerol em vacas em lactação sob pastejo em azevém sob os níveis de uréia do leite. Avaliar como e em que grau a oferta de glicerol influencia: o consumo do azevém, a digestibilidade da forragem e a oferta de proteína metabolizável no intestino delgado; a digestibilidade da fibra, assim como a digestibilidade aparente e verdadeira da dieta; altera a concentração ruminal de amônia, açúcares, aminoácidos e peptídeos; altera a síntese proteica microbiana ruminal e a retenção de nitrogênio. Analisar as relações do uso de glicerol e os constituintes do leite; a ocorrência de prenhez pós-parto e de doenças metabólicas. Verificar a viabilidade produtiva e econômica para a utilização do glicerol como fonte energética em dietas. Serão utilizadas 18 vacas em início de lactação (6030 DEL), onde os tratamentos avaliados serão os seguintes: 1) Dieta basal sem adição de glicerol (Grupo Controle), 2) Dieta com adição de 5% de glicerina bruta do total da matéria seca consumida, 3) Dieta com adição de 10% de glicerina. Dezoito vacas bloqueadas por semelhança e data provável para parição serão utilizadas em delineamento blocos casualizados para avaliar o efeito da suplementação com glicerina bruta na excreção de nitrogênio ureico de vacas leiteiras. Tem-se por hipótese a glicerina bruta apresenta o potencial de melhorar a eficiência de utilização ruminal do nitrogênio sem afetar a digestibilidade da fibra em animais alimentados em pastagem de azevém.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Integrante / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Gilberto Vilmar Kozloski - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Julio Viégas - Integrante / Eliana Burtet Parmeggiani - Integrante / Guidiane Moro - Integrante / Luciana Mori Viero - Integrante / Maria Andreia Inkelmann - Integrante / Tiago João Tonin - Integrante.

  • 2014 - 2017

    Diagnóstico e biomonitoramento ambiental na região noroeste do Rio Grande do Sul, Descrição: Este projeto tem como objetivos: realizar diagnóstico de fauna em áreas urbanas e rurais com diferentes gradientes de antropização; comparar áreas sem ou com pouca intervenção antrópica com aquelas em que existem projetos de recuperação ambiental (áreas de nascentes, matas ciliares e de tratamento de esgotos e efluentes urbanos, por exemplo) como também áreas degradadas; avaliar parâmetros físico-químicos de qualidade da água e relacionar com os parâmetros biológicos amostrados com grupos de animais, plantas e microorganismos indicadores. Inicialmente, após diagnósticos preliminares, serão relacionados grupos de animais de interesse como indicadores de qualidade ambiental. Para ecossistemas aquáticos, os macroinvertebrados bentônicos e os peixes são amplamente utilizados como bioindicadores da qualidade ambiental aquática, sendo de fundamental importância na avaliação da degradação em recursos hídricos. Para ambientes terrestres, a presença de alguns artropodes, especialmente insetos e vertebrados, como aves e morcegos, por exemplo, são indicativos de qualidade ambiental, pois estes grupos apresentam uma grande importância ecológica, interagem com um amplo espectro de organismos, sendo dispersores de sementes, polinizadores, presas e predadores.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Nicolás Laguarda Miró - Integrante / Francesca Werner Ferreira - Coordenador / Maria Andreia Inkelmann - Integrante / Vidica Bianchi - Integrante / Alessandro Hermmann - Integrante.

  • 2014 - 2016

    Efeitos do sombreamento artificial sobre o estresse pelo calor em vacas Leiteiras, Descrição: Altas temperaturas, radiação solar direta e umidade são fatores ambientais que impõem a necessidade de adaptação fisiológica aos animais gerando estresse, diminuição do bem-estar animal e em última instância, queda na produção e na rentabilidade das unidades de produção agropecuárias. A radiação solar é o fator que mais impacta na termorregulação de ruminantes em pastejo, portanto, promover abrigo da radiação direta do sol pode minimizar o efeito deletério do estresse pelo calor. Pelo exposto, propomos estudar efeito do sombreamento artificial sobre o estresse pelo calor em vacas leiteiras, avaliando o desempenho produtivo e reprodutivo de vacas em lactação, utilizando para isso dois tratamentos onde em um deles os animais terão sombreamento artificial por sombrite na pastagem e outro grupo, não. A proposta se justifica na medida em que vai ao encontro das demandas atuais de uma produção animal mais eficiente e respeitosa quanto aos impactos ambientais e bem-estar animal. Este trabalho objetiva caracterizar, compreender e monitorar o efeito do estresse calórico em vacas leiteiras em pastejo durante o período da primavera e verão, em condições típicas de produção de leite com base em pastagens, característica da região Noroeste do Rio Grande do Sul. Com isso, acredita-se que, além de contribuir com dados para compreender e minimizar efeitos do estresse pelo calor em vacas de leite, também colabora-se para o desenvolvimento regional sustentável das propriedades rurais dedicadas à produção leiteira.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Integrante / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Lisandre de Oliveira - Coordenador / Gilberto V. Kozloski - Integrante / Thiago Gomes Heck - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Otimização de Sistemas de Cultivo de Espécies Forrageiras de Estação Quente para Produção Leiteira na Região Noroeste do Rio Grande do Sul., Descrição: A região noroeste do Rio Grande do Sul tem evidenciado um grande crescimento da atividade leiteira e está entre as maiores regiões produtoras de leite do sul do Brasil em que predominam sistemas de pequena escala de produção, com pouco capital disponível para investimentos e que utilizam mão de obra familiar como principal fonte de trabalho. Ocorrem também sistemas mais intensivos, com uso de animais de alto padrão genético e utilização de pastagens cultivadas, silagens e concentrados na alimentação do rebanho e outros, integrando lavouras temporárias de grãos e a produção de leite como alternativas de diversificação das fontes de renda das propriedades e famílias rurais. Gerir este complexo da atividade leiteira de forma adequada é o grande desafio para gerar renda, empregos e oportunidades de desenvolvimento local sustentável à região. O noroeste gaúcho caracteriza-se por sistemas de produção de grãos e leite, onde a alimentação suplementar tem maior demanda entre os meses de novembro e maio, período em que as áreas destinadas aos cultivos estão ocupadas por culturas de grãos, principalmente soja e milho. Neste cenário, as forrageiras de estação quente podem representar importante suporte forrageiro, uma vez que são altamente produtivas e, portanto, exigiriam menores áreas de cultivo. Algumas espécies são largamente conhecidas e tem sido utilizada na região, enquanto outras não se tem registro de conhecimentos suficientes para recomendação nos sistemas de cultivo voltados a produção leiteira. Objetiva-se conhecer o comportamento, adaptabilidade e a qualidade de espécies forrageiras tropicais, visando a geração de informações para orientar os sistemas de produção leiteiros na região noroeste gaúcho. O experimento de longa duração, implantado em 2010, está sendo conduzido no IRDeR/DEAg/UNIJUÍ no município de Augusto Pestana (RS). Os tratamentos são constituídos por onze forrageiras, dentre sete espécies, com quatro repetições, constituindo um fatorial (espécies x períodos de pastejo) em delineamento de blocos ao acaso. As forrageiras são categorizadas em três grupos: cinco cultivares de capim-elefante, dois Panicum e seis espécies de hábito de crescimento prostrado. As espécies em estudo e suas respectivas cultivares, híbridos e/ou nomes comuns são: Pennisetum purpureum (Anão Cv Mott, Anão CV. BRS Kurumi; Cv. HB, Cv. Pioneiro e Cv. Roxo), Cynodon plectosfachyum Cv. Estrela Africana), Cynodon dactylon x Cynodon nlemfuensis (Cv. Tifton 85 e Cv. Coastcross-1), Panicum maximum (Cv. Aruana e Cv. Mombaça), Arachis pintoi (Amendoim forrageiro), Hemarthria altíssima e Axonopus Jesuiticus (Grama missioneira gigante). São avaliados a produtividade, o comportamento sazonal, a qualidade das espécies forrageiras e a qualidade do solo. .. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Integrante / Angélica de Oliveira - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante / Vidica Bianchi - Integrante.

  • 2013 - 2017

    Caracterização do Microclima de Área de Pinus Elliottii Com Espécies Forrageiras, Descrição: A potencialização do uso das áreas marginais para lavouras de grãos como áreas produtoras de florestas implantadas, como de Pinus ellitottii, são destinadas quase que exclusivamente para a retirada de madeira. A integração destes componentes constituindo os sistemas silvipastoris apresenta, em sua estrutura e função, vantagens relativas que devem ser avaliadas para determinar como os componentes poderão se interligar e o conhecimento destas relações são determinantes para o entendimento das práticas agronômicas a serem adotadas visando uma exploração econômica e ambiental sustentável. A partir de uma área Pinus elliottii, implantadas no IRDeR (Instituto Regional de Desenvolvimento Rural) da Unijuí, localizado no municípios de Augusto Pestana, RS (a 28° 26? 30?? S e 54° 00? 58?? W, altitude de 280 m e com precipitação média de 1.600mm) pretende-se efetuar a implantação de um conjunto de espécies forrageiras (hermátria, Hermathria altíssima, braquiária brizanta, Urochloa brizantha, colonião, Panicum maximum, grama missioneira, Axonopus catharinensis, capim elefante, Pennisetum purpureum, e capim pojuca, Paspalum atratum ) em diferentes níveis de sombreamento (20, 40 e 60%) analisar os sistemas forragem-floresta: avaliando a implantação, adaptação, crescimento, produção bem como o monitorando das condições ambientais meteorológicas e micrometeorológicas no sistema. O objetivo central do projeto é determinar o potencial da área sob pinus no que se refere a modificações microiclimaticas promovidas pelo sombreamento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / José Antonio Gonzalez da Silva - Integrante / Osório Luchese - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Coordenador / Lisandre de Oliveira - Integrante / Rafael Pettenon Botton - Integrante.

  • 2013 - 2017

    Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico em Produção e Tecnologia de Sementes visando a sustentabilidade de sistemas produtivos, Descrição: A implantação do direito de propriedade intelectual e de um novo sistema nacional de sementes e mudas tornaram o obtentor o elemento central do sistema. Por conta disso, mudaram-se as relações entre os elos do sistema e os preços das sementes elevaram-se consideravelmente. Diante disso, o presente trabalho se propõe a desenvolver conhecimentos científicos e tecnologias que busquem a sustentabilidade da produção de sementes das principais espécies cultivadas na região noroeste do estado do rio Grande do Sul, bem como, desenvolver estudos em sementes de espécies florestais nativas ameaçadas de extinção. Os estudos serão realizados na área experimental e no viveiro regional de produção de mudas do Instituto Regional de Desenvolvimento Rural (IRDeR) e no Laboratório de Análise de Sementes do Departamento de Estudos Agrários da UNIJUI. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / José Antonio Gonzalez da Silva - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi - Integrante / Roberto Carbonera - Coordenador.

  • 2013 - 2016

    Avaliação de Sistema Agroflorestal de Pinus Elliottii Com Espécies Forrageiras de Verão, Descrição: Os ?Sistemas agroflorestais (SAF?S) expressam um nome coletivo para sistemas de uso da terra e tecnologias, onde espécies perenes e lenhosas são deliberadamente usadas nas mesmas unidades de manejo juntamente com culturas agrícolas temporárias e ou animais em alguma forma de arranjo espacial ou sequência temporal. Nos SAF?S há interações ecológicas e econômicas entre os diferentes componentes? (ICRAF, 1991), podendo alcançar bons níveis de sustentabilidade nos aspectos Agronômico, Econômico, Social e Ecológico (SCHREINER, 1994). SÁNCHEZ (2001) relata também melhora da qualidade da forrageira disponível aos animais, quando cultivadas sob as árvores. Mudanças nos extremos dos elementos meteorológicos, temperatura, umidade e radiação solar, contribuem para um microclima mais adequado para produtividade dos componentes do SAF, especialmente o forrageiro e, por conseguinte, do sistema de criação. Além disto, no período do verão a disponibilidade de áreas sombreadas nas propriedades tende a ser pequena, o que pode causar desconforto térmico aos animais menos adaptados (LEME et al., 2005); portanto, o SAF pode se traduzir em maior desempenho produtivo e reprodutivo dos animais, por contribuir para o melhor bem estar destes (ALVES, 2012). Conforme MAIXNER (2006), a redução de 53% na precipitação normal determinou menor produção forrageira de Tifton e Capim elefante anão em estudo conduzido no noroeste do RS; no entanto, se observou elevados índices de produtividade animal quando empregada estas pastagens. Destaca-se, também, que estudos com espécies forrageiras, tanto de clima temperado como tropical em SAF?s são escassos no RS. Neste sentido, a implantação, crescimento e determinação da produção das espécies forrageiras, bem como das alterações microclimáticas que possam favorecer o conforto térmico aos animais são de extrema importância; integrando um complexo sistema e a compreensão destas relações é determinante para o entendimento das práticas agronômicas a serem adotadas visando uma exploração econômica e ambiental sustentável (DANIEL et al. 1999). Condições de baixa precipitação aliada a efeitos das altas temperaturas, denominado de estresse calórico, comprometem o conforto animal, bem como seu desempenho (FERREIRA et al., 2006), especialmente no RS, onde as raças produtoras de leite são de origem européia e as altas temperaturas durante o verão podem determinar redução na produtividade de leite. Portanto, a produção sob SAF pode contribuir para um melhor conforto térmico e para a manutenção dos níveis de produtividade leiteira. Todavia, este sistema de criação somente logrará o êxito necessário se houver adequada produção forrageira em regimes sombreados, testando devidamente o potencial produtivo de um conjunto de espécies forrageiras usualmente empregadas nos sistemas de criação com pastejo a campo. O SAF, neste projeto, caracteriza-se por uma área cultivada com Pinus elliottii, de seis anos, na qual se pretende implantar espécies forrageiras perenes de verão. Este propósito deve-se que a região noroeste do Estado do Rio Grande do Sul vem se constituindo como um importante pólo de produção leiteira, sendo hoje a maior bacia leiteira do Estado, respondendo por 16% do leite produzido, normalmente integrada à produção de grãos, determinando uma concorrência por área, tendo em vista que a maioria das propriedades familiares tem área inferior a 50 ha. Ao integrar a produção de forragens às áreas florestais pode-se reduzir sensivelmente a pressão sobre as áreas de produção de grãos e otimizar a produção leiteira pela melhor ambiência proporcionada aos animais. O projeto objetiva avaliar o crescimento de forrageiras perenes de verão, cultivadas em sistema agroflorestal, no município de Augusto Pestana, região Noroeste do Rio Grande do Sul, avaliando a implantação, crescimento e produção das forragens em sistemas forragem-floresta. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Coordenador / Jorge Schirmer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante / Jéssica Smaniotto - Integrante.

  • 2013 - 2016

    Sistemas de integração forragem-floresta: caracterização do microclima de área de pinus elliottii com espécies forrageiras, Descrição: A potencialização do uso das áreas marginais para lavouras de grãos como áreas produtoras de florestas implantadas, como de Pinus elliottii, são destinadas quase que exclusivamente para a retirada de madeira. A integração destes componentes constituindo os sistemas silvipastoris apresenta, em sua estrutura e função, vantagens relativas que devem ser avaliadas para determinar como os componentes poderão se interligar e o conhecimento destas relações são determinantes para o entendimento das práticas agronômicas a serem adotadas visando uma exploração econômica e ambiental sustentável. A partir de uma área Pinus elliottii, implantadas no IRDeR (Instituto Regional de Desenvolvimento Rural) da Unijuí, localizado no municípios de Augusto Pestana, RS (a 28° 26? 30?? S e 54° 00? 58?? W, altitude de 280 m e com precipitação média de 1.600mm), pretende-se efetuar a implantação de um conjunto de espécies forrageiras (Hermátria sp., Hermathria altíssima, braquiária brizanta, Urochloa brizantha, colonião, Panicum maximum, grama missioneira, Axonopus catharinensis, capim elefante, Pennisetum purpureum, capim pojuca e Paspalum atratum) em diferentes níveis de sombreamento (20, 40 e 60%). A partir daí, analisar os sistemas forragem-floresta: avaliando a implantação, adaptação, crescimento, produção bem como o monitorando das condições ambientais meteorológicas e micrometeorológicas no sistema. O objetivo central do projeto é determinar o potencial da área sob pinus no que se refere a modificações microclimáticas promovidas pelo sombreamento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / José Antonio Gonzalez da Silva - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Coordenador / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2013 - Atual

    Os Sistemas Silvipastoris como Estratégias de Sustentabilidade na Produção Agropecuária e bem-estar animal., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Cleusa Adriane Menegassi Bianchi em 03/05/2016., Descrição: O objetivo do projeto é determinar o potencial de produção de alimento e bem-estar animal de áreas em sistema agrosilvipastoril. Trata-se de um projeto que integra vários subprojetos. A partir de áreas florestais, serão implantadas espécies forrageiras em diferentes condições de luminosidade, analisando os sistemas forragem-floresta. Serão avaliados a implantação, adaptação, crescimento, produção e a qualidade das forragens, o crescimento e desenvolvimento das árvores; o monitoramento das condições ambientais meteorológicas e micrometeorológicas e das características físico-químicas dos solos no sistema. Esta proposta visa gerar conhecimentos para dar sustentação a atividades voltadas a sistemas de produção de baixo carbono. Nesta pesquisa, destaca-se o subprojeto ?Sistemas de Integração Forragem-Floresta: caracterização do microclima de área de Pinus elliottii com espécies forrageiras? com recursos de agência de fomento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Maria Andreia Inkelmann - Integrante / Vanessa Carli Bones - Integrante.

  • 2013 - Atual

    A Sustentabilidade em Sistemas de Produção Agropecuários: UNIJUI na Rede Leite, Descrição: Um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agropecuário passou a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a ideia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional, estadual e nacional como uma abordagem metodológica inovadora e participativa. O objetivo principal da Rede Leite é contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, a partir da geração de conhecimento em um processo de integração entre pesquisadores, extensionistas e agricultores. O projeto tem o objetivo de oficializar a participação do Departamento de Estudos Agrários (DEAg) e de outros departamentos da UNIJUÍ na REDE LEITE, de forma a garantir a sua manutenção e crescimento através da contribuição institucional no desenvolvimento do setor agrário regional. Para isso, atividades de ensino, pesquisa e extensão são propostas, executadas e difundidas pela equipe Institucional na forma de subprojetos devidamente aprovados nas instâncias da REDE LEITE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Jordana Schiavo - Integrante / Angélica de Oliveira Henriques - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Nicolás Laguarda Miró - Integrante / Magda Metz - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Lucchese - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Dilson Trennepohl - Integrante / Eliane Marili Uhde - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Impactos e desempenho de Tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada para produção de leite no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, Descrição: A busca de alternativas de renda em propriedades que dependem basicamente da agricultura e pecuária, em estabelecimentos de menor disponibilidade de área, tem levado muitos produtores a investirem na atividade leiteira ao mesmo tempo que desenvolvem o seu sistema produtivo. Gerir este complexo da atividade leiteira de forma adequada é o grande desafio para gerar renda, empregos e oportunidades de desenvolvimento local sustentável para a região noroeste do RS. O uso de água para irrigação combinada ao aumento do uso de insumos (fertilizantes, novas espécies forrageiras) traz novos desafios a serem dominados pelos produtores e pelos técnicos da região. Esse fato determina a necessidade de geração de um conjunto de conhecimentos que respondam tanto a um processo de gestão dos sistemas produtivos, como a racionalização de recursos cada vez mais escassos, a exemplo da água e insumos agrícolas, atendendo os pressupostos de sustentabilidade ambiental, evocando a necessária atenção aos impactos ambientais (compactação do solo, lixiviação de nitrogênio). O projeto de pesquisa "Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no noroeste do Rio Grande do Sul, com apoio financeiro da Secretaria de Ciência e Tecnologia, do governo do estado do rio Grande do Sul (Polo de Inovação Tecnológica do Noroeste colonial), inclui dois subprojetos: subprojeto 1: Desempenho de forrageiras de estação quente em sistemas irrigados e subprojeto 2: Impactos e desempenho de tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada.O que está sendo proposto para o edital temático é o desenvolvimento dos trabalhos de pesquisa do subprojeto 2,considerando que a área de tifton foi implantada em dezembro de 2010 a janeiro/2011 e que o seu estabelecimento completo será atingido no período primaveril, o que permite que efetivamente se consiga aplicar os tratamentos propostos (irrigação: com e sem e os níveis de nitrogênio). Os objetivos são: quantificar o desempenho e rendimento do tifton 85 sob condição de irrigação e níveis de nitrogênio, que vem sendo empregadas nos sistemas de produção de leite regional, que apresentem potencial para compor os futuros sistemas forrageiros irrigados; avaliar os impactos que poderão advir de sistemas de pastejo irrigados, considerando o emprego elevado de insumos e a lotação animal, sobre o ambiente e a pastagem e, elaborar indicadores de manejo para sistemas forrageiros irrigados, que possam subsidiar o apoio à decisão dos agricultores. A duração prevista para o projeto é de cinco anos (janeiro 2010 a fevereiro de 2015). O experimento está em andamento no Instituto Regional de Desenvolvimento Rural do DEAg ? UNIJUI - IRDeR , sob Latossolo Vermelho distroférrico típico. As variáveis a serem medidas são: composição botânica da pastagem, a distribuição temporal e as taxas de produção de matéria seca (total e de lâminas foliares), as propriedades quimicas e físico-hídricas do solo. O experimento configura-se como um bifatorial 2X4, onde os níveis do fator A: constitui-se da presença ou ausência de irrigação em parcelas de 192 X 116 m (irrigado) e parcelas de 192 X 104 m (ausência de irrigação), enquanto os níveis do fator B: constitui-se dos níveis de nitrogênio a serem testadas (Zero, 200, 400 e 600 kg ha-1) em subparcelas de 48 X 48 m. São três blocos para cada um dos fatores A e B, presença ou ausência de irrigação. As parcelas (piquetes) serão manejadas com dois grupos de animais, um para cada área (irrigada e não irrigada).Projeto vinculado ao Programa Rede Leite (Silva et al., 2010).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Jordana Schiavo - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante.

  • 2012 - 2016

    Análise do Potencial de Contribuição da Pecuária Leiteira para o Desenvolvimento da Região Noroeste do Rio Grande do Sul., Descrição: Este projeto de pesquisa visa o estudo das interações entre os processos e tendências globais e as dinâmicas locais e regionais de desenvolvimento, especialmente as características dos sistemas de produção existentes, sua dinâmica de mercado, suas relações econômicas internas e externas, e sua articulação em cadeias produtivas ou arranjos produtivos locais. Potencialidade, viabilidade e sustentabilidade da Cadeia Produtiva do Leite é o seu foco prioritário. Seus objetivos são: a)Estudar a dinâmica do mercado nacional e internacional dos produtos da Pecuária Leiteira identificando suas tendências e perspectivas gerais; b) Analisar as condições de acesso e competitividade dos produtores da região no mercado do leite e derivados; c) Descrever as principais características do sistema de produção de leite na região e identificar seus diferenciais; d) Identificar o efeito multiplicador decorrente do desenvolvimento da pecuária leiteira na renda regional e nos fluxos financeiros.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Angélica de Oliveira - Integrante / Daniel Rubens Cenci - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante / Dilson Trennepohl - Coordenador / Vidica Bianchi - Integrante / Romualdo Kohler - Integrante / Carlos A.N. Paiva - Integrante / Robson Weiss Machado - Integrante / David Basso - Integrante / Emerson Juliano Lucca - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 2012 - Atual

    Biogás a partir de resíduos orgânicos na região noroeste do Rio Grande do Sul, Descrição: A equipe de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) do presente projeto, constituída por pesquisadores brasileiros e alemães, pretende desenvolver soluções e inovações tecnológicas adaptadas ao contexto regional, a partir da instalação de um laboratório de análise de biogás e de uma planta piloto, visando o desenvolvimento de uma tecnologia sustentável com produção de energia limpa (biogás), através do aproveitamento de resíduos orgânicos na região noroeste do Rio Grande do Sul. O ponto de partida deste projeto foi a criação do consórcio denominado "Biogás a partir de Resíduos Sólidos no Sul do Brasil: BiReSB" estabelecido através de uma carta de intenção firmada entre municípios, empresas privadas e universidades brasileiras e alemãs, em agosto de 2010, do qual a UNIJUÍ é parte integrante desde a sua criação (ANEXO). Recentemente a UNIJUÍ realizou um Ciclo de Palestras com a temática denominada "Estratégias para a Geração de Energia Limpa na Região - Biogás", dentro das atividades de cooperação previstas nesse consórcio internacional, interinstitucional e interdepartamental, com a presença de palestrantes da Alemanha (DBFZ) e do Brasil (ANEXO). A região noroeste do Rio Grande do Sul, tendo em vista os graves problemas de poluição ambiental causados por resíduos orgânicos, oriundos principalmente da produção de suínos e da atividade leiteira, necessita buscar sistemas de produção alternativos que reduzam a emissão dos gases de efeito estufa, os riscos de poluição da água e do solo, bem como os problemas de custos de armazenamento, tratamento e utilização agronômica dos dejetos, tornando-se assim, uma região prioritária para uma ação de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação na Área Estratégica do Desenvolvimento de Mecanismos de Sustentabilidade das Pequenas Propriedades Rurais: Aproveitamento de Energia nas e para as Pequenas Propriedades Rurais. O biogás é uma opção energética com reconhecida vantagem ambiental, pois possibilita uma geração de energia limpa em substituição a fontes de origem fóssil, diminuindo as emissões do dióxido de carbono, óxido nitroso e de outros gases nocivos para a atmosfera. O consórcio BiReSB teve aprovado recentemente um projeto de P&D junto a Companhia Estadual de Energia Elétrica - CEEE (Edital de Chamada Pública - 001/2011 - CEEE-GT - ANEXO I - TEMAS TECNOLÓGICOS PRIORITÁRIOS - Item 4. Fontes Alternativas de Geração de Energia Elétrica - 4.1 Alternativa inovadora e/ou mais eficiente para purificação do gás metano oriundo de biogás, com vistas à geração de energia elétrica), que contempla o desenvolvimento experimental de uma planta piloto de biogás, onde foram captados recursos na ordem de R$ 500.000,00 para a execução do mesmo. Existem tratativas bastante avançadas entre a Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (integrante do consórcio BiReSB e responsável pela execução orçamentária do recurso) e o Poder Executivo - Município de Ijuí/RS (ANEXO) para a implantação da planta piloto na região noroeste do Rio Grande do Sul, em função da infraestrutura necessária e disponibilizada por este parceiro (0,5 ha de área terraplanada, cercada, água, luz, telefonia, internet e resíduos orgânicos para a geração de biogás). Para obter eficiência no processo de digestão anaeróbia dos resíduos nas plantas de biogás e garantir a viabilidade técnica e econômica é imprescindível o conhecimento das características físico-químicas dos resíduos orgânicos e da qualidade do biogás produzido. A partir desta constatação, o presente projeto pretende instalar um laboratório de análise de biogás na UNIJUÍ, com recursos a serem captados de parceiros brasileiros e alemães, para estudar os processos de purificação do gás metano oriundo do biogás, com vistas a uma geração mais eficiente de energia elétrica, além de servir como infraestrutura de apoio para a qualificação das atividades de ensino, pesquisa e extensão. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / Valmir José de Quadros - Integrante / Dagmar Camacho Garcia - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Integrante / Alceu Van Der Sand - Integrante / Anagilda Bacarin Gobo - Integrante / Andrea Schüch - Integrante / Jens Giersdorf - Integrante / Joice Oliveira - Integrante / Luis Paulo Hauth - Integrante / Mario Coelho - Integrante / Roger Schildt Hoffmann - Integrante / Walter Stinner - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desempenho e impactos de Tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada para produção de leite no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Sandra Beatriz Vicenci Fernandes em 14/11/2016., Descrição: A busca de alternativas de renda em propriedades que dependem basicamente da agricultura e pecuária, em estabelecimentos de menor disponibilidade de área, tem levado muitos produtores a investirem na atividade leiteira ao mesmo tempo que desenvolvem o seu sistema produtivo. Gerir este complexo da atividade leiteira de forma adequada é o grande desafio para gerar renda, empregos e oportunidades de desenvolvimento local sustentável para a região noroeste do RS. O uso de água para irrigação combinada ao aumento do uso de insumos (fertilizantes, novas espécies forrageiras) traz novos desafios a serem dominados pelos produtores e pelos técnicos da região. Os objetivos são: a) avaliar a produção forrageira de Tifton 85 e qualidade de biomassa, e a eficiência no uso de insumos como nitrogênio e água; b) dimensionar os impactos que poderão advir de sistemas de pastejo irrigado considerando o emprego elevado de insumos e a lotação animal sobre o ambiente e a estrutura da pastagem; c) propor indicadores de manejo para sistemas forrageiros irrigados que possam subsidiar o apoio a decisão dos agricultores. O experimento está instalado no Instituto Regional de Desenvolvimento Rural do DEAg/UNIJUI/IRDeR, sob Latossolo Vermelho distroférrico típico em uma área de 5,5 ha. Essa área configura-se como um delineamento bifatorial 2X4, onde os níveis do fator A constituem-se da presença ou ausência de irrigação, enquanto os níveis do fator B são as doses de nitrogênio a serem testadas (Zero, 200, 400 e 600 kg ha-1). As parcelas serão manejadas com animais; serão determinadas a produção de matéria seca da pastagem (total e de lâminas foliares), sua distribuição temporal, as taxas de acúmulo de matéria seca, as propriedades químicas e físico-hídricas do solo e a eficiência de utilização do nitrogênio.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Coordenador / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Integrante / Angélica de Oliveira Henriques - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante / Dilson Trennepohl - Integrante / Vidica Bianchi - Integrante.

  • 2011 - 2016

    Desempenho de espécies forrageiras de estação quente sob irrigação para produção leiteira na região noroeste do Rio Grande do Sul, Descrição: O Noroeste do Rio Grande do Sul caracteriza-se por sistemas de produção de grãos e leite, onde a alimentação suplementar tem maior demanda entre os meses de novembro e maio, período em que as áreas destinadas aos cultivos estão ocupadas por culturas de grãos, principalmente soja e milho. Neste cenário, as áreas com cultivos de espécies forrageiras de estação quente se mostram insuficientes para atender adequadamente as necessidades nutricionais dos animais. O objetivo deste trabalho é avaliar o desempenho de diferentes espécies forrageiras tropicais sob irrigação, utilizadas em sistemas de produção de leite na Região Noroeste do Rio Grande do Sul, analisando suas possibilidades de utilização em cultivos forrageiros. O experimento será conduzido no IRDeR/DEAg/UNIJUÍ, no município de Augusto Pestana (RS). Os tratamentos são constituídos por doze forrageiras, dentre sete espécies, com quatro repetições, constituindo um fatorial (espécies x períodos de pastejo) de blocos ao acaso. O sistema de irrigação somente será utilizado em períodos em que as precipitações são insuficientes. As espécies estudadas e suas respectivas cultivares, híbridos e/ou nomes comuns são: Pennisetum purpureum (cv. Anão, cv. HB, cv. Pioneiro e cv. Roxo), Cynodon plectosfachyum (cv. Estrela Africana), Cynodon dactylon x Cynodon nlemfuensis (cv. Tifton 85 e cv. Coastcross), Panicum maximum (cv. Aruana e cv. Mombaça), Arachis pintoi (Amendoim forrageiro), Hemarthria altíssima e Paspalum notatum (cv. Pensacola). O uso de água para irrigação combinada ao aumento do uso de insumos (fertilizantes, novas espécies forrageiras) traz novos desafios a serem dominados pelos produtores e pelos técnicos da região. Esse fato determina a necessidade de geração de um conjunto de conhecimentos que respondam tanto a um processo de gestão dos sistemas produtivos, como a racionalização de recursos cada vez mais escassos, a exemplo da água e insumos agrícolas, atendendo os pressupostos de sustentabilidade ambiental, evocando a necessária atenção aos impactos ambientais (compactação do solo, lixiviação de N). Gerir este complexo da atividade leiteira de forma adequada é o grande desafio para gerar renda, empregos e oportunidades de desenvolvimento local sustentável para esta região. Esta é uma das problemáticas que representam um conjunto de desafios que integram às atividades de pesquisa e de extensão rural de instituições que atuam não somente na região noroeste, como é caso da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI) e da Emater/Regional Ijuí, mas também de instituições parceiras como a EMBRAPA ? Centro Nacional de Pesquisa Pecuária Sul/Bagé e outras instituições participantes do Programa de Pesquisa-Desenvolvimento - PPD em Sistemas de Produção com Atividade Leiteira na Região Noroeste do Rio Grande do Sul - REDE LEITE, um programa interdisciplinar e multi-institucional.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Jordana Schiavo - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2010 - 2017

    Sistemas Forrageiros para a Produção de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul, Descrição: A busca de alternativas de renda em propriedades que dependem basicamente da agricultura e pecuária, em estabelecimentos de menor disponibilidade de área, tem levado muitos produtores a investirem na atividade leiteira, ao mesmo tempo em que desenvolvem o seu sistema produtivo de grãos. Gerir este complexo de forma adequada é o grande desafio para gerar renda, empregos e oportunidades de desenvolvimento local sustentável para a região noroeste do RS. O uso de água para irrigação combinada ao aumento do uso de insumos (fertilizantes, novas espécies forrageiras) traz novos desafios a serem dominados pelos produtores e pelos técnicos da região. Esse fato determina a necessidade de geração de um conjunto de conhecimentos que respondam, tanto a um processo de gestão dos sistemas produtivos, como a racionalização de recursos cada vez mais escassos, a exemplo da água e insumos agrícolas, atendendo os pressupostos de sustentabilidade ambiental, evocando a necessária atenção aos impactos ambientais (compactação do solo, lixiviação de nitrogênio). Neste contexto, são propostos dois subprojetos: a) Desempenho de forrageiras de estação quente em sistemas irrigados e; b) Impactos e desempenho de tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Coordenador / Angélica de Oliveira Henriques - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Vidica Bianchi - Integrante.

  • 2010 - 2017

    Sistemas forrageiros irrigados para a produção leite no Noroeste do Rio Grande do Sul, Descrição: A busca de alternativas de renda em propriedades que dependem basicamente da agricultura e pecuária, em estabelecimentos de menor disponibilidade de área, tem levado muitos produtores a investirem na atividade leiteira, ao mesmo tempo em que desenvolvem o seu sistema produtivo de grãos. Gerir este complexo de forma adequada é o grande desafio para gerar renda, empregos e oportunidades de desenvolvimento local sustentável para a região noroeste do RS. O uso de água para irrigação combinada ao aumento do uso de insumos (fertilizantes, novas espécies forrageiras) traz novos desafios a serem dominados pelos produtores e pelos técnicos da região. Esse fato determina a necessidade de geração de um conjunto de conhecimentos que respondam, tanto a um processo de gestão dos sistemas produtivos, como a racionalização de recursos cada vez mais escassos, a exemplo da água e insumos agrícolas, atendendo os pressupostos de sustentabilidade ambiental, evocando a necessária atenção aos impactos ambientais (compactação do solo, lixiviação de nitrogênio). Neste contexto, são propostos dois subprojetos: a) Desempenho de forrageiras de estação quente em sistemas irrigados e; b) Impactos e desempenho de tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Coordenador / Jorge Berto - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Integrante / Angélica de Oliveira Henriques - Integrante / Nicolás Laguarda Miró - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante / Dilson Trennepohl - Integrante / Vidica Bianchi - Integrante., Financiador(es): Secretaria da Ciência, Inovação e Tecnologia do RS - Auxílio financeiro.

  • 2010 - 2015

    Sobressemeadura de aveia branca em tifton 85 manejado intensivamente: produtividade da silagem e desempenho animal., Descrição: A atividade leiteira tem contribuido de forma crescente nos sistemas de produção do Noroeste gaúcho e, também, levado à intensificação dos sistemas de produção, destacando-se o aumento do níveis de insumos utilizados (especialmente nitrogênio) e a adoção da irrigação de pastagens de verão. O tifton 85 (Cynodon dactylon x C. nlemfuensis) é uma das principais forrageiras tropicais utilizadas e cabem estudos para indicar os limites da aplicação destas técnicas para a construção de sistemas de produção rentáveis e sustentáveis, assim como criar alternativas de utilização destas áreas pastoris durante todo o ano. O objetivo deste projeto é avaliar a produção e a qualidade de silagens de aveia branca (Avena sativa), sobressemeada em tifton 85 irrigado e fertilizado com distintas doses de nitrogênio, e determinar a produção de leite de animais pastejando tifton 85 e suplementados com estas silagens.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / José Antonio Gonzalez da Silva - Integrante / Jorge Berto - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Integrante / Adair José da Silva - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Raquel Bataglin - Integrante.

  • 2010 - 2015

    Estimativa de parâmetros genéticos e fisiológicos para as culturas de trigo e aveia, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José Antonio Gonzalez da Silva em 26/05/2015., Descrição: Para o trigo, a qualidade industrial da farinha é determinada por três componentes principais do grão (amido, proteína e lipídio). A integridade do amido interfere diretamente na qualidade da produção de macarrões e indiretamente na qualidade de panificação. A quantidade e a qualidade de proteínas são consideradas de maior importância devido a suas características particulares de extensibilidade e elasticidade, que são fundamentais para a fabricação de pães, bolos, massas, bolachas, pizzas, entre outros. Para a avaliação da qualidade industrial do grão pelos segmentos da cadeia produtiva do trigo diversas técnicas têm sido utilizadas. Nesse sentido, existe a necessidade de estudar a relação existente entre caracteres que determinam a qualidade industrial com os demais caracteres de interesse agronômico em trigos hexaplóides e analisar a associação existente entre estas técnicas de avaliação sob critérios de qualidade de panificação. A emissão de afilhos é uma característica marcante entre os genótipos de trigo que poderão contribuir efetivamente para o aumento do número de grãos por área e, consequentemente, proporcionar um maior rendimento de grãos. Entretanto, há controvérsias se a elevação do número de afilhos por planta realmente contribuirá para um maior rendimento de grãos, em função da maioria dos afilhos morrerem durante o desenvolvimento da planta e, consequentemente, não produzirem espigas. Sob as condições climáticas do sul do Brasil, o afilhamento dos cereais de estação fria pode ser um caráter importante e desejável aos agricultores pela alta capacidade de algumas cultivares em emitir afilhos compensando assim possíveis falhas ocorridas durante a semeadura. Portanto, determinar a viabilidade de adubação nitrogenada em estádios mais avançados em trigos de padrão multicolmos aliada ao ajuste da densidade de semeadura, pode maximizar a produção de afilho férteis e consequentemente, o rendimento de grãos. A caracterização de genótipos de aveia evidenciam... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra V Fernandes - Integrante / José Antonio Gonzalez da Silva - Coordenador / Fernando Irajá Félix de Carvalho - Integrante / Luis Carlos Gutkoski - Integrante / Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Krüger - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Integrante / Jorge Luis Berto - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Sandro Luiz Peter Medeiros - Integrante.

  • 2010 - 2014

    Produção de forragem e qualidade do solo em pastagens perenes de verão, sobressemeadas com forrageiras hibernais e sob formas de utilização, Descrição: O Rio Grande do Sul é o segundo maior produtor de leite do Brasil, e a região noroeste responsável pela produção de aproximadamente 16% do leite deste Estado. Os sistemas de produção de leite predominantes podem ser descritos como: a) de pequena escala, com a utilização predominante de mão-de-obra familiar e com pouca capacidade de investimento; b) intensivos, com animais de elevado mérito genético e utilização de alimentação concentrada e pastagens cultivadas); e c) mistos, que, na sua maioria, integram cultivos forrageiros em todo o ano e de grãos, especialmente no verão. O tifton 85 (Cynodon dactylon x C.nlemfuensis) é uma das forrageiras perenes tropicais mais frequentes na maioria das propriedades com produção de leite, sendo responsável pela base alimentar dos rebanhos. Tendo crescimento prostrado, permite a sobressemeadura de espécies hibernais, prática amplamente utilizada pelos produtores. O plantio de espécies hibernais sobre gramíneas tropicais pode trazer grandes vantagens, a citar: a produção de forragem de qualidade numa época de estacionalidade produtiva; a fixação biológica de nitrog~enio, caso sejam usadas leguminosas; e a perenização destas pastagens de invernos, quando usadas espécies capazes e aplicados critérios de manejos que possibilitem a ressemeadura natural. porém, quando se trata de manejar sistemas integrados (mesmo os de sucessão pastagem-pastagem), as tomadas de decisões sobre práticas de manejo em um cultivo podem afetar (positiva ou negativamente) o desempenho do cultivo posterior (tanto no curto quanto no longo prazo). O estudo de alternativas de utilização das pastagens de verão e dos cultivos hibernais sobressemeados, seus desempenhos e consequências, trarão subsídios confiáveis para adoção de práticas que contribuam para a racionalização dos recursos internos aos sistema de produção e, no longo prazo, levem à manutenção produtiva das terras, cultivos e criações e preservação dos recursos naturais. Ao mesmo tempo, o acompanhamento. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / Sandra B V Fernandes - Integrante / Jorge Berto - Integrante / José Miguel Reichert - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Integrante / Gustavo Martins da Silva - Integrante / Daniel Portella Montardo - Integrante / Pedro Urubatan Neto da Costa - Integrante / Fernando Luis Ferreira de Quadros - Integrante / Otoniel Geter Lauz Ferreira - Integrante / Tarcísio Samborski - Integrante / Jairo Diefenbach - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 7

  • 2010 - 2012

    Produção sustentável de ruminantes em agroecossistemas diversificados no Sul do Brasil, Descrição: As cadeias produtivas de ruminantes dos estados do RS e Sc contribuem com 5,6% do PIB nacional. Esses são os Estados da Federação que concentram a maior área de uso pastoril dentro do tipo climático mesotérmico (subtipos Cfa e Cfb) e onde a ocupação pecuária é uma das atividades econômicas mais importantes. Essa produção se concentra, nesses estados, em dois biomas representativos do território nacional, os Biomas Pampa e Mata Atlântica, sendo o primeiro exclusivo desses estados. Além de ser uma fonte de renda e de ocupação de mão-de-obra, a atividade pecuária representa uma forma importante de preservar culturas regionais do território brasileiro. destacam-se entre esses atores produtivos, os pecuaristas familiares, sejam de bovinos de corte, leite ou ovinos. A pecuária familiar tem sido marginalizada dos avanços tecnológicos e dos setores voltados à extensão rural, ao longo de muitas décadas do século XX e na primeira década do século atual. Esse processo tem sido investigado por alguns pesquisadores, que tem proposto estratégias de desenvolvimento e apropriação de alternativas tecnológicas adequadas ao setor. Nesse contexto, várias iniciativas individuais de instituições de pesquisa regionais têm contribuido para construir um diagnóstico de indicadores sócio-econômico- ambientais que permitam caracterizar o setor e construir alternativas sustentáveis para promover melhorias nos mesmos. existe, no entanto, a falta de integração entre essas iniciativas, apesar da possibilidade de que as mesmas possam reunir-se para criar um banco de dados que, depois de analisado, contribua com o avanço do setor. A formação de uma rede de pesquisas, que integre os esforços já empreendidos pelas instituições parceiras, permitiria ampliar o escopo de informações coletadas visando a construção de indicadores locais do desenvolvimento técnico-econômico e sócio-ambiental dos sistemas de produção.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Integrante / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Gustavo Martins da Silva - Integrante / Pedro Urubatan Neto da Costa - Integrante / Jairo Diefenbach - Integrante / Jorge Luiz Berto - Integrante / Bruno Castro Kuinchtner - Integrante / Adalberto Carlson Writzl - Integrante / Fernando Luiz Ferreira de Quadros - Integrante / Gilberto Vilmar Kozloski - Integrante / Henrique Mendonça Nunes Ribeiro Filho - Integrante / Clair Jorge Olivo - Coordenador / Edison Xavier de Almeida - Integrante / Claudinei Kurtz - Integrante / Alexandro Kolling - Integrante.

  • 2010 - Atual

    Sistemas Forrageiros a pasto na cadeia leiteira do Noroeste do Rio Grande do Sul, Descrição: A busca de alternativas de renda em propriedades que dependem basicamente da agricultura e pecuária, em estabelecimentos de menor disponibilidade de área, tem levado muitos produtores a investirem na atividade leiteira, ao mesmo tempo em que desenvolvem o seu sistema produtivo de grãos. Gerir este complexo de forma adequada é o grande desafio para gerar renda, empregos e oportunidades de desenvolvimento local sustentável para a região noroeste do RS. O uso de água para irrigação combinada ao aumento do uso de insumos (fertilizantes, novas espécies forrageiras) traz novos desafios a serem dominados pelos produtores e pelos técnicos da região. Esse fato determina a necessidade de geração de um conjunto de conhecimentos que respondam, tanto a um processo de gestão dos sistemas produtivos, como a racionalização de recursos cada vez mais escassos, a exemplo da água e insumos agrícolas, atendendo os pressupostos de sustentabilidade ambiental, evocando a necessária atenção aos impactos ambientais (compactação do solo, lixiviação de nitrogênio). Neste contexto, são propostos dois subprojetos: a) Desempenho de forrageiras de estação quente em sistemas irrigados e; b) Impactos e desempenho de Tifton 85 sob irrigação e fertilização nitrogenada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (15) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Coordenador / Angélica de Oliveira - Integrante / Lisandre de Oliveira - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Vidica Bianchi - Integrante., Financiador(es): Secretaria de Ciência, Inovação Tecnológica do RS - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2016

    Estabilidade no comportamento de caracteres do rendimento e da qualidade industrial e nutricional em aveia branca, Descrição: A aveia (Avena sativa L.) é um cereal de excelente valor nutricional, se destacando pela qualidade protéica, porcentagem de lipídios com predominância de ácidos graxos insaturados, conteúdo de carboidratos, que merece grande importância em virtude da alta proporção de polissacarídeos não amiláceos, principais constituintes das fibras alimentares, das quais se destacam as chamadas -glucanas (beta-glucanas ou beta-glicanas), responsáveis principais pelas propriedades de redução de colesterol no sangue em humanos (DE SÁ et al.,2000). O conhecimento de cultivares de aveia branca que evidenciem desempenho superior para a qualidade industrial, nutricional e aliado à alta produtividade de grãos, representa dificuldades, principalmente pela complexidade da expressão fenotípica, resultado de interações complexas entre fatres genéticos e de ambiente. Desta maneira, é necessário que o caráter possua elevada herdabilidade. O nível de participação dos componentes da variância fenotípica na manifestação dos caracteres massa do grão e da cariopse tem merecido atenção especial dos melhoristas. Além do conhecimento sobre os efeitos da variância genética e do ambiente, a identificação da existência de interação genótipo versos ambiente tem sido apresentada como de grande importância para que o melhorista tenha uma melhor estimativa do potencial de cada cultivar (VASCONCELLOS et al., 1998). neste sentido, conhecer genótipo superiores para os carácteres agronômicos de interesse e de qualidade nutricional e aqueles de interesse da indústria com maior estabilidade, proporcionará condições ao produtor de se tornar mais competitivo no mercado nacional, oferecendo ao consumidor um produto de qualidade e, consequentemente, melhor retorno econômico e propriedade. O primeiro passo para se alcançar esse objetivo, será a caracterização das cultivares de aveia recomendadas para cultivo pela Comissão Brasileira de Pesquisa da Aveia (CBPA, 2007), sendo submetidas a diferentes ambientes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Ana Paula Fontana Valentini - Integrante / José Antonio Gonzalez da Silva - Coordenador / Fernando Irajá Félix de Carvalho - Integrante / Maraísa Crestani - Integrante / Carlos André Fiorin - Integrante / Jorge Berto - Integrante / Felipe Zambonato - Integrante / Fernando Gaviraghi - Integrante / João Augusto Kinalski Martins - Integrante / Juliano Fuhrmann Wagner - Integrante / Gabriel Koltermann Battisti - Integrante / Luis Carlos Gutkoski - Integrante.

  • 2008 - 2016

    Expressão do caráter número de afilhos sobre o rendimento de grãos e seus componentes em trigos uni e multicolmos com base em modificações das técnicas de manejo, Descrição: Um dos motivos da baixa produtividade média das lavouras de trigo no Brasil é devido a pequena contribuição dos afilhos na formação do rendimento final. Isto, em parte, pode ser atribuído às condições de ambiente pouco favorável ao desenvolvimento dos afilhos. O número de afilhos férteis (sobreviventes) pode ser empregado como caráter referencial visando o incremento no rendimento de grãos, pois modifica a fonte fotossintética e a capacidade de demanda, pelo maior número de grãos e espigas por unidade de área (ALVES, 1998). Por outro lado, cultivares de reduzida produção de afilhos podem ser proveitosos por duas ações: primeiro, o controle no desenvolvimento da área da folha em consequência do uso da água em ambientes com água limitada; segundo, reduz a incidência de afilhos não produtivos (RICHARDS,1988), o que possibilita desta forma uma maior eficiência na formação de afilhos viáveis. na literatura, é possível encontrar divergência de escolha do melhor biótipo parao caráter número de afilhos férteis.DOFING & KARLSSON (1993), relataram que as linhas unicolmo evidenciaram um rápido desenvolvimento de folhas e maturação mais precoce que linhas de afilhamento convencional. por outro lado, as linhas unicolmo requerem elevada densidade de semeadura para expressarem ótimo rendimento de grãos. A emissão de afilhos é uma característica marcante entre os genótipos de trigo que poderão contribuir efetivamente para o aumento do número de grãos por área e, consequentemente proporcionar um maior rendimento de grãos. Segundo, VEGA et al., (2001), o número de grãos produzidos por metro quadrado é o componente do rendimento que mais interfere no rendimento de grãos dos cereais, sendo afetado pelo número de plantas por área, número de espigas por planta e pelo número de grãos por espiga (ANDRADE et al., 2002). Entretanto, há controvérsias se a elevaçãoa do número de afilhos por planta realmente contribuirá para um maior rendimento de grãos, em função da maioria dos afilhos morre. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Ana Paula Fontana Valentini - Integrante / José Antonio Gonzalez da Silva - Coordenador / Carlos André Fiorin - Integrante / Jorge Berto - Integrante / Felipe Zambonato - Integrante / Fernando Gaviraghi - Integrante / João Augusto Kinalski Martins - Integrante / Juliano Fuhrmann Wagner - Integrante / Gabriel Koltermann Battisti - Integrante.

  • 2003 - 2005

    Reprodução da fertilidade do solo em sistemas de cultivo orgânico de soja na região de Três de Maio, Descrição: Produzir referências técnicas para o estabelecimento de estratégias de adubação em sistemas de cultivo de soja orgânica na região de Três de Maio (RS). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 2001 - 2005

    Diagnóstico dos Sistemas de Cultivo da Soja e Perspectivas da Transição Agroecológica em Unidade de Produção Agrícola da Região de Três de Maio -RS, Descrição: O objetivo deste trabalho é a identificação e avaliação das condições de conversão dos sistemas de cultivo convencional de soja à produção orgânica, em diferentes sistemas de produção existentes na região de Três de Maio.Os objetivos específicos são : a)Identificar e caracterizar os diferentes modos de conduzir a cultura da soja pelos agricultores; b)Analisar as relações entre os diferentes modos de manejo e as condições agroecológicas e estruturais das unidades de produção; c)Diagnosticar os determinantes da variabilidade de rendimento nos diferentes sistemas de cultivo da soja; d)Avaliar as potencialidade e restrições para uma transição agroecológica para cada condição identificada.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Artur Gustavo Müller - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Jaime Airton Wünsch - Coordenador., Financiador(es): Secretaria da Ciência e Tecnologia - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2003

    Compactação de solos sob plantio direto, Descrição: Avaliar o efeito da compactação do solo resultante da adoção da semeadura direta sobre o crescimento e rendimento de culturas de cobertura do solo, cultivadas no inverno e culturas produtoras de grãos, cultivadas no verão.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Coordenador / Jaime Airton Wünsch - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 1997 - 1999

    Estudo das condições físicas do solo preparado em diferentes teores de umidade e sua influência no crescimento e desenvolvimento da sucessão cultural aveia/milho, Descrição: A presente pesquisa objetivou: a) determinar a melhor condição de umidade para o preparo do solo para a cultura do milho; b) avaliar as modificações das características físicas do solo em função das diferentes umidades em que é realizado o preparo do solo. O trabalho foi instalado em dezembro de 1995 em uma área localizada no Instituto Regional de Desenvolvimento Rural (IRDeR) localizado em Augusto Pestana (RS), em um Latossolo roxo. E finalizado em 1997. Foram realizados perfis culturais em parcelas para caracterizar as condições iniciais do solo antes do preparo do solo, quando estava implantada a cultura da aveia, e na época de florescimento do milho. Quando a cultura da aveia estava implantada foram tomadas amostras de densidade dos solos em diferentes profundidades, e por ocasião do florescimento do milho as amostras de densidade foram coletadas nas respectivas estruturas identificadas no perfil cultural. Foram tomadas amostras de umidade do solo imediatamente antes de cada preparo. Após a maturação do milho, foram determinados a matéria seca e os componentes do rendimento. Os resultados obtidos indicam que houve efeito das diferentes umidades de preparo do solo sobre a condição estrutural do mesmo. Porém, não houve efeito dessas modificações nos componentes do rendimento analisados.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / Artur Gustavo Müller - Integrante / Marcelo Ricardo de Lima - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 1997 - 1998

    Meio ambiente e solos (projeto de valorização do ensino da Ciência do Solo nas escolas públicas, Descrição: Ressignificar o Ensino da Ciência do Solo nas Escolas Públicas de 1o Grau do Município de Ijuí, RS e superar a fragmentação do currículo escolar, afastando-se da relação com os livros didáticos tradicionais e aproximando-se da realidade local das comunidades.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante / Silvia Maria Costa Nicola - Coordenador.

  • 1994 - 1997

    Avaliação agronômica de uma sucessão cultural para produção de grãos e forragem em área com pastejo intensivo e corte (máquina), sob diferentes métodos de preparo do solo (II fase), Descrição: Apontar elementos de decisão para os sistemas de produção animal que vêm se desenvolvendo na região noroeste (produção de leite e engorde de bovinos) em relação às técnicas empregadas e a repercussão dos resultados físicos, no curto e médio prazo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / Artur Gustavo Müller - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 1990 - 1994

    Avaliação agronômica da sucessão cultural aveia+azevém+ervilhaca (I fase), Descrição: Apontar elementos de decisão para os sistemas de produção animal que vêm se desenvolvendo na região noroeste (produção de leite e engorde de bovinos) em relação às técnicas empregadas e a repercussão dos resultados físicos, no curto e médio prazo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Coordenador / Artur Gustavo Müller - Integrante / SANDRA BEATRIZ VICENCI FERNANDES - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante.Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2014

    DEAg/UNIJUI na rede Leite, Descrição: Desde o ano 2004, um conjunto de profissionais de instituições de pesquisa, extensão rural e de organizações sociais vinculadas ao setor agrícola passaram a fazer reflexões conjuntas sobre os problemas da evolução da agricultura familiar na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Dessas reflexões surgiu a idéia de planejar ações coordenadas de pesquisadores, extensionistas, técnicos de campo e produtores, no sentido de contribuir para o fortalecimento e a viabilidade da agricultura familiar, tendo a pecuária de leite como foco dos trabalhos. Começava então a se organizar o Programa de Pesquisa-Desenvolvimento em Pecuária de Leite, assim denominado na época. Vários profissionais e instituições foram se integrando aos trabalhos, unidos pela forma de pensar e pela vontade de colaborar com a agricultura familiar e com o desenvolvimento da pecuária leiteira na região. Com o crescimento da equipe e a consolidação dos trabalhos, constituiu-se, no ano de 2009, a REDE LEITE, que é o Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pecuária de Leite no Noroeste do Rio Grande do Sul. Atualmente, a REDE LEITE tem se firmado no cenário regional e estadual como uma iniciativa inovadora, participativa e com resultados claros e crescentes na melhoria das condições de produção e de vida das famílias rurais. A experiência tem sido referência na expansão dessa abordagem para outras regiões do Rio Grande do Sul e, assim como os profissionais envolvidos nas atividades trazem sua colaboração ao processo, também as suas Instituições têm sido beneficiadas com um rico substrato para iniciativas de ensino, pesquisa e extensão. A dimensão assumida pela REDE LEITE e os desafios crescentes à sua consolidação, contudo, têm exigido a formalização das relações entre as Instituições participantes. Até agora, os compromissos têm sido assumidos por cada um dos profissionais envolvidos, mas o Regimento Interno do Programa e as propostas para a fixação de convênios interinstitucio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra BV Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Jorge Schirmer - Integrante / Adriano Rudi Maixner - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante / Luciane Ribeiro Viana Martins - Integrante / Marinei Dolores Zorzella - Integrante / Jaqueline Raquel Tomm Krahn - Integrante / Cristiane Beck - Integrante / Denize da Rosa Fraga - Integrante / Magda Metz - Integrante / Michele Renz Scheer - Integrante / Osorio Antonio Luchese - Integrante / Régis Filipe Schneider - Integrante.

  • 2011 - 2013

    Proteção das águas do rio Potiribu, Descrição: O Rio Potiribú é utilizado para captação de água para o abastecimento público do município de Ijuí, com cerca de 80.000 habitantes. As matas ciliares do rio, de seus afluentes e nascentes, considerando o uso intensivo agrícola da microbacia hidrográfica não satisfazem as faixas mínimas para proteção de suas águas. Nesse contexto o projeto de recomposição florestal com árvores nativas nesses locais (APPs do rio e nascentes), apresenta grande importância para a comunidade local, sendo desenvolvido junto a pequenas propriedades rurais, cujos proprietários encontram individualmente dificuldades para promoção da recuperação necessária devido a inexistência de recursos. Dessa forma a recuperação dessas áreas será executada valendo-se de recursos do projeto para todas as etapas de execução. O projeto prevê o plantio de 26,8 hectares de matas nativas, ao longo da bacia de captação de água do rio, sendo principalmente próximo do ponto de captação para consumo humano, protegendo nascentes e cursos tributários. Abrangerá 37 propriedades rurais, onde serão desenvolvidos os trabalhos de recuperação florestal com plantio das mudas de árvores nativas, isolamento das áreas, conservação e acompanhamento do desenvolvimento do projeto. Será promovida pelo Município de Ijuí-RS e entidade parceira FIDENE/UNIJUI com experiência na condução de projetos de recuperação florestal. A FIDENE tem ampla experiência na área de recuperação ambiental em matas ciliares e, como entidade parceira, apoiará o Projeto através de seu quadro de técnicos e profissionais habilitados, orientando a execução do mesmo. Para implantação do Projeto nas propriedades está prevista a contratação de serviços de Assessoria e Assistência Técnica de empresa especializada, com prestação de serviços técnicos em reflorestamento com espécies nativas, cuja responsabilidade será o cadastramento e delimitação das áreas de reflorestamento, orientação técnica do plantio, supervisão da entrega de insumos nas propriedades.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Leonir Terezinha Uhde - Integrante / Sandra B V Fernandes - Integrante / Roberto Carbonera - Integrante / Osório Antonio Lucchese - Coordenador / Cesar Oneide Sartori - Integrante / Tiago José Jezewski - Integrante., Financiador(es): Caixa Econômica Federal - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

Trabalho-Destaque da área de Ciências Agrárias no Salão do Conhecimento 2016 - VI Seminário de Inovação e Tecnologia, UNIJUI - Universidade regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

2016

Trabalho-Destaque da área de Engenharias no Salão do Conhecimento 2015 - XVI Jornada de Extensão, UNIJUI - Universidade regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

2014

Trabalho Destaque do Salão do Conhecimento 2014 - XV Jornada de Extensão - Diagnóstico rápido participativo aplicado à segurança do trabalho em uma ação extensionista no município de Nazaré do Piaui ., UNIJUI.

2013

Trabalho Destaque do Salão do Conhecimento 2013 (Jornada de Extensão):Ações multidisciplinares: Construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade., (UNIJUÍ) Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul/ Salão do Conhecimento.

2012

Trabalho-Destaque na área de Ciências Agrárias do Salão do Conhecimento 2012 - Jornada de Pesquisa, (UNIJUÍ) Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul/ Salão do Conhecimento.

2012

Trabalho-Destaque na área de Ciências Agrárias do Salão do Conhecimento 2012 - Jornada de Extensão, UNIJUÍ - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

2010

6ª Mostra de projetos comunitários e de extensão, Universidade da Região da Campanha - Congrega - URCAMP.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Departamento de Estudos Agrários, Departamento de Estudos Agrários. , Rua do Comércio, 3000, Universitário, 98700-000 - Ijui, RS - Brasil - Caixa-postal: 560, Telefone: (55) 33320200, Ramal: 420, Fax: (55) 33329100, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2009 - Atual

    Programa em Rede de Pesquisa-Desenvolvimento em Sistemas de Produção com Pe

    Vínculo: Rede Leite, Enquadramento Funcional: Voluntária - Colaboradora

    Outras informações:
    03/2009 - Atual: Atua na Rede Leite: Projeto de pesquisa com acompanhamento de Unidades de observação (UOS), no município de São Valério e Boa Vista do Incra. Projetos institucionais - vinculados a REDE LEITE. 03-2009 - Atual: Pesquisa-Desenvolvimento - Nos GT - Forrageiras e alimentação animal e no ambiental. 03/2009 - Atual: Extensão universitária - Encontros da REDE LEITE e dias de campo nas UOS que integram a Rede Leite.

    Atividades

    • 03/2009

      Pesquisa e desenvolvimento , REDE LEITE, .,Linhas de pesquisa

  • 2010 - Atual

    Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Adjunto N3, Carga horária: 40

  • 2005 - 2010

    Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto N4, Carga horária: 32

  • 2003 - 2005

    Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto N4, Carga horária: 36

  • 1990 - 2003

    Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 40

    Atividades

    • 02/2019

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Pratica Interdisciplinar em Agronomia

    • 02/2019

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Manejo ambiental da UPA

    • 08/2016

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

    • 08/2015

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Manejo e Conservação do Solo e da água

    • 02/2015

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fertilidade do solo, Nutrição vegetal

    • 02/2014

      Ensino, vários cursos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Meio ambiente e sustentabilidade

    • 08/2009

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Trabalho de conclusão I e II

    • 01/2009

      Extensão universitária , Departamento de Estudos Agrários, .,Atividade de extensão realizada, Participação no projeto Escritório Junior de Aconselhamento e Planejamento Rural.

    • 05/2003

      Direção e administração, Departamento de Estudos Agrários, .,Cargo ou função, Representante da UNIJUÍ no Fórum Estadual de Solo e Água.

    • 08/1992

      Direção e administração, Departamento de Estudos Agrários, Laboratório de Física do Solo.,Cargo ou função, Responsável do Laboratório de Física do Solo.

    • 08/1990

      Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Estudos Agrários, Departamento de Estudos Agrários.,Linhas de pesquisa

    • 10/2019 - 12/2019

      Ensino, Sistemas ambientais e sustentabilidade (mestrado), Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Qualidade ambiental e gestão de recursos

    • 08/2019 - 10/2019

      Ensino, Sistemas ambientais e sustentabilidade (mestrado), Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Analise instrumental aplicada as ciências ambientais

    • 04/2017 - 07/2017

      Ensino, Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional - Ijui, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Desenvolvimento e meio ambiente

    • 03/2009 - 03/2017

      Serviços técnicos especializados , Departamento de Estudos Agrários, .,Serviço realizado, Coordenadora e Responsável Técnica do Laboratório de Análises de Solos.

    • 08/2009 - 12/2016

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Química e física do solo

    • 02/2014 - 12/2015

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à agronomia

    • 02/2010 - 12/2015

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, TCC - II (AGR) - Trabalho de Conclusão de Curso

    • 08/2009 - 12/2015

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, TCC - I (AGR) - Trabalho de Conclusão de Curso

    • 08/2008 - 12/2015

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Manejo e conservação do solo

    • 02/2015 - 07/2015

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Manejo agroecológico do solo

    • 02/2007 - 12/2014

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fertilidade do Solo I

    • 01/2014 - 02/2014

      Extensão universitária , Ministério da Defesa, .,Atividade de extensão realizada, Projeto Rondon - Operação Velho Monge - Nazaré do Piaui/PI (Vice-coordenadora Equipe UNIJUÍ) - Conjunto B: Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho.

    • 08/2013 - 12/2013

      Ensino, Pos Graduação em Licenciamento ambiental, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Remediação e recuperação ambiental

    • 02/2008 - 12/2013

      Ensino, vários cursos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Tecnologia e Meio ambiente

    • 02/2007 - 07/2013

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fertilidade do Solo II

    • 03/2010 - 07/2010

      Ensino, Tecnologia em Agronegócio - Santa Rosa, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Gestão ambiental

    • 02/2010 - 07/2010

      Ensino, Gestão Ambiental - Tecnologia - Santa Rosa, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Manejo Ecológico do solo

    • 01/2009 - 07/2009

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estágio de Pesquisa I

    • 03/2006 - 12/2007

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fertilidade do Solo I, Fertilidade do Solo II

    • 03/2005 - 12/2005

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Manejo e conservação do solo, Fertilidade do Solo II, Fertilidade do Solo I

    • 03/2003 - 12/2005

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Manejo e conservação do solo, Estagio I - Introdução à Agronomia, Fertilidade do Solo I, Fertilidade do Solo II

    • 08/2003 - 07/2005

      Ensino, vários cursos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Tecnologia e Meio Ambiente (Formação Geral Humanística)

    • 08/2004 - 03/2005

      Direção e administração, Departamento de Estudos Agrários, Curso de Pg Lato Sensu Manejo Sustentável de Agroecossistemas.,Cargo ou função, Membro do Colegiado de Coordenação de Curso.

    • 01/2003 - 02/2005

      Direção e administração, Departamento de Estudos Agrários, Laboratório de Bromatologia.,Cargo ou função, Responsável do Laboratório de Bromatologia.

    • 07/1996 - 02/2005

      Serviços técnicos especializados , Departamento de Estudos Agrários, Departamento de Estudos Agrários.,Serviço realizado, Coordenadora e Responsável Técnica do Laboratório de Solos.

    • 07/2004 - 12/2004

      Ensino, Manejo Sustentável de Agroecossistemas, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Licenciamento Ambiental, Avaliação de Impactos Ambientais

    • 03/2004 - 12/2004

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estágio I - Introdução à Agronomia, Fertilidade do Solo I, Fertilidade do Solo II, Manejo e conservação do Solo

    • 01/2004 - 06/2004

      Ensino, Manejo Sustentável de Agroecossitemas, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Fertilidade em Agroecossistemas

    • 11/2002 - 03/2004

      Extensão universitária , Departamento de Ciências Sociais, .,Atividade de extensão realizada, Estudos ambientais da Coopercana - Cooperativa dos produtores de Cana de Porto Xavier Ltda: laudo de vistoria e programa de referência exigido pelo Núcleo de Licenciamento Ambiental do IBAMA-RS.

    • 08/2002 - 12/2002

      Ensino, vários cursos, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Tecnologia e Meio Ambiente (Formação Geral Humanística)

    • 07/2002 - 12/2002

      Ensino, Administração Rural - Seqüencial, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Técnicas de Produção Vegetal

    • 03/2002 - 12/2002

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estágio I - Introdução à Agronomia, Fertilidade do Solo I, Fertilidade do Solo II, Gênese e Classificação do Solo, Manejo e Conservação do Solo

    • 07/2001 - 12/2001

      Ensino, Administração Rural - Seqüencial, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Sistemas Agroecológicos e Produção Vegetal

    • 03/2001 - 12/2001

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência do Solo II, Conservação do Solo, Estágio I - Introdução à Agronomia, Fertilidade do Solo I, Fertilidade do Solo II

    • 03/2001 - 06/2001

      Ensino, Administração Rural - Seqüencial, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fundamentos da Produção Agropecuária

    • 03/2000 - 12/2000

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência do Solo II, Conservação do Solo, Introdução à Agronomia

    • 03/1999 - 12/1999

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência do Solo II, Conservação do Solo, Trabalho de Conclusão de Curso

    • 11/1999 - 11/1999

      Extensão universitária , Departamento de Estudos Agrários, .,Atividade de extensão realizada, Curso de análise de solos: atualização, interpretação de resultados, recomendações de calagem e adubação.

    • 01/1997 - 01/1999

      Extensão universitária , Departamento de Estudos Agrários, Laboratório de Análises de Solos.,Atividade de extensão realizada, Qualificação e ampliação de serviços no Laboratório de Análises de Solos da UNIJUÍ.

    • 01/1998 - 12/1998

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência do Solo II, Microbiologia, Trabalho de Conclusão de Curso, Conservação do Solo

    • 06/1998 - 06/1998

      Extensão universitária , Departamento de Estudos Agrários, .,Atividade de extensão realizada, Curso sobre manejo e fertilidade do solo, rotação de culturas e adubação verde para agricultores das localidade de São Valentim, Rincão dos Pinheiros, Rincão Santa Catarina, Rincão do Tigre, Linha 3-4 Oeste, São Miguel e Rincão da Lage.

    • 06/1998 - 06/1998

      Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Estudos Agrários, Departamento de Estudos Agrários.,Atividade realizada, Curso sobre manejo e fertilidade do solo, rotação de culturas e adubação verde, na localidade de São Valentim, para agricultores das localidades de São Valetim e Rincão dos Pinheiros.

    • 03/1997 - 12/1997

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência do Solo II, Microbiologia, Trabalho de Conclusão de Curso, Ciência do Solo I, Conservação do Solo

    • 11/1994 - 01/1997

      Direção e administração, Departamento de Estudos Agrários, Departamento de Estudos Agrários.,Cargo ou função, Coordenadora do colegiado do Curso de Agronomia.

    • 03/1996 - 12/1996

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Introdução à Agronomia, Microbiologia, Técnicas Culturais, Trabalho de conclusão do Curso, Conservação do Solo

    • 03/1995 - 12/1995

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Ciência do Solo I, Introdução à Agronomia, Conservação do Solo, Práticas Culturais, Trabalho de Conclusão do Curso

    • 03/1994 - 12/1994

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Trabalho de Conclusão de Curso, Ciência do Solo II, A Produção Animal na Unidade de Produção, Ciência do Solo I, Conservação do Solo, Estágio I, Práticas culturais

    • 03/1993 - 12/1993

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Práticas culturais, Trabalho de Conclusão de Curso, Ciência do Solo II

    • 05/1991 - 11/1993

      Serviços técnicos especializados , Departamento de Estudos Agrários, Departamento de Estudos Agrários.,Serviço realizado, Responsável técnica pelo Laboratório de Solos.

    • 01/1991 - 10/1993

      Serviços técnicos especializados , Departamento de Estudos Agrários, Departamento de Estudos Agrários.,Serviço realizado, Coordenadora da implantação dos laboratórios das ciências agrárias.

    • 03/1992 - 12/1992

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estágio II, Ciência do Solo II, Trabalho de Conclusão do Curso

    • 08/1991 - 12/1991

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Adubação e Conservação do Solo, Introdução à Agronomia

    • 08/1990 - 12/1990

      Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Adubação e Conservação do Solo

  • 1980 - 1983

    Cooperativa Tritícola e Agro Pastoril Giruá Ltda

    Vínculo: funcionário, Enquadramento Funcional: Técnica Agrícola, Carga horária: 40

    Atividades

    • 03/1980 - 07/1983

      Serviços técnicos especializados , Departamento Técnico, Departamento Técnico.,Serviço realizado, ACONSELHAMENTO TÉCNICO.

  • 2018 - 2019

    Universidade Regional do Nooroeste do Estado do Rio Grande do Sul

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora de ensino superior, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Coordenação das atividades relativas ao processo de Capacitação - Formação do projeto de Extensão universitária - Projeto Rondon - Operação Parnaíba 2019 - Acoes multidisciplinares - Construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade e fortalecimento da cidadania, bem estar social e qualidade de vida da equipe do projeto Rondon da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.