Dorotea Frank Kersch

possui graduação em Letras Português e Literaturas pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1989), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996) e doutorado em Filologia Românica - Christian Albrechts Universität zu Kiel (2006). Atualmente é professora vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da UNISINOS. De 2007 a 2014, foi gerente de Ensino de pós-graduação stricto sensu da Unisinos. Atuou como editora da Revista Calidoscópio da Unisinos entre 2010 e 2014. De 2015 a 2015 a 2017 foi Diretora Adjunta da Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós-Graduação. Atualmente é Diretora da Unidade de Pesquisa e Pós-Graduação da Unisinos (lato e stricto sensu). De agosto a dezembro de 2017, realizou estágio pós-doutoral sênior na Texas Tech University, no College of Education, sob a supervisão da Dra. Melllinee Lesley, desenvolvendo estudos sobre letramento midiático crítico. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Lingüística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de língua portuguesa, (multi) letramentos, uso de tecnologias no ensino de línguas, letramento digital/midiático crítico, formação de professores, identidade, atitudes, bilinguismo e variação.

Informações coletadas do Lattes em 03/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Filologia Românica

2002 - 2006

Christian Albrechts Universität Zu Kiel
Título: A construção relativa na língua falada. Enfoque na fronteira bilíngüe do Brasil com o Uruguai, comparado ao espanhol e ao português riopratense e europeu
Orientador: Harald Thun
Palavras-chave: oração relativa; bilingüismo; variação.Grande área: Lingüística, Letras e ArtesSetores de atividade: Educação Superior.

Mestrado em Letras

1994 - 1996

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: A palavra ONDE no português do Brasil,Ano de Obtenção: 1996
Orientador: Ana Maria Stahl Zilles
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, FAPERGS, Brasil. Palavras-chave: PRONOME RELATIVO; onde discursivo; lugar; espaço nocional; elemento de coesão.Grande área: Lingüística, Letras e ArtesSetores de atividade: Educação Superior.

Graduação em Letras Português e Literaturas

1984 - 1989

Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Título: O pensamento político de Erico Verissimo em O Senhor Embaixador"
Orientador: Luiz Marobin

Ensino Médio (2º grau)

1974 - 1976

Colégio São José

Ensino Fundamental (1º grau)

1970 - 1973

Ginásio Sinodal Júlio de Castilhos

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2017 - 2017

Pós-Doutorado. , Texas Tech University - College of Education, TTU, Estados Unidos. , Bolsista do(a): Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil. , Grande área: Lingüística, Letras e Artes

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2002 - 2002

Extensão universitária em X Encontro Sul Brasileiro de Professores de Língua. , Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.

2001 - 2001

Extensão universitária em Seminário Conhecer Para Melhorar. , Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.

2001 - 2001

Extensão universitária em XVI Encontro Estadual das Comissões do Vestibular. , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2001 - 2001

Extensão universitária em VII Encontro Estadual Sobre Redação no Vestibular. , Universidade de Passo Fundo, UPF, Brasil.

2000 - 2000

Extensão universitária em IX Encontro Sul Brasileiro de Professores de Língu. (Carga horária: 17h). , Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.

2000 - 2000

Extensão universitária em VI Encontro Estadual Sobre Redação no Vestibular. , Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES, UNIVATES, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Inglês Conversação Avançado. , Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Course In Conversational English. (Carga horária: 60h). , University of South Florida, USF, Estados Unidos.

1999 - 1999

Extensão universitária em Francês Instrumental Básico. (Carga horária: 40h). , Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Tópicos Em Sociolingüística. , Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Literatura e Religião. , Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.

1998 - 1998

Extensão universitária em V Congresso Brasileiro de Lingüística Aplicada. , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

1997 - 1997

Extensão universitária em Variedade no Espaço do Galego Português Europeu. , Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.

1996 - 1996

Extensão universitária em Tópicos Em Sociolingüística. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Italiano

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Alemão

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lingüística Aplicada.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

KERSCH, D. F. . Mostra Unisinos de Iniciação Científica. 2015. (Outro).

KERSCH, D. F. . La enseñanza y la evaluación de ELSE: el CELU como modelo de certificación. 2015. (Outro).

KERSCH, D. F. . Dia da Pesquisa Unisinos. 2015. (Outro).

KERSCH, D. F. ; BALESTRIN, A. . Mostra Unisinos de Iniciação Científica. 2011. (Outro).

KERSCH, D. F. ; BALESTRIN, A. . Mostra Unisinos de Iniciação Científica. 2010. (Outro).

KERSCH, D. F. . Mostra Unisinos de Iniciação Científica. 2009. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

5º FLAELFórum de Linguística Aplicada e Ensino e Aprendizagem de Línguas. Formação de professores e uso de metodologias ativas: o caso do trabalho com Projetos Didáticos de Gêneros que circulam na esfera digital. 2016. (Congresso).

5º FLAEL Fórum de Linguística Aplicada e Ensino e Aprendizagem de Línguas. MULTILETRAMENTOS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES ? EXPERIÊNCIA COM PDGs ENVOLVENDO GÊNEROS MULTIMODAIS. 2016. (Congresso).

5º FLAEL - Fórum de Linguística Aplicada e Ensino e Aprendizagem de Linguas. LINGUAGEM E TECNOLOGIAS NA E PARA A ESCOLA: DESAFIOS E POSSIBILIDADES. 2016. (Congresso).

III Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do MERCOSUL. ESCREVER UM TEXTO ACADÊMICO, SIM, É DIFÍCIL PRA TODOS NÓS: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS SOBRE PRÁTICAS DE LETRAMENTO DA UNIVERSIDADE. 2016. (Congresso).

I Semana de Letras Instituto Federal do Rio Grande do Sul.Os desafios da Produção de textos na (e para a escola (e na/para a universidade) hoje. 2016. (Seminário).

Sociolinguistics Symposium 21.Angolans in Brazil: identity in globalization times. 2016. (Simpósio).

6a. Reunião de Trabalho dos Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica - PIBIC, PIBIC-Af e PIBITI. 2015. (Outra).

Congresso Internacional Linguagem e Interação 3. A professora tinha disponibilizado um material com a estrutura do artigo: o desenvolvimento do letramento acadêmico de professores em formação. 2015. (Congresso).

Congresso Linguagem e Interação III. Formação de Quadros e Práticas Educativas Inovadoras - Resultados da Aproximação de Pesquisas e Perspectivas. 2015. (Congresso).

Encuentro conjunto de la Red CARI, directores de postgrado y Enlaces. 2015. (Encontro).

Gallæcia ? III Congresso Internacional de Linguística Histórica. El contacto de lenguas - aspectos sociolingüísticos y políticos I. 2015. (Congresso).

Gallæcia ? III Congresso Internacional de Linguística Histórica. ?Ich kann net mo Daitsch peta? ? el valor social del Hunsrückisch entre descendientes de inmigrantes alemanes en el dominio familiar. 2015. (Congresso).

II Simpósio Internacional sobre Interdisciplinaridade no ensino, na pesquisa e na extensãosão - Regiegião Sul. 2015. (Simpósio).

V Seminário dos Programas de Pós-Graduação em Letras e Linguística "políticas e Agendas no Campo de Estudos da Linguagem". 2015. (Seminário).

5a. Reunião de Trabalho dos Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica - PIBIC, PIBIC-Af e PIBITI. 2014. (Encontro).

II Encontro PROCAD/Casadinho UFMG-UNISINOS.Ensino de leitura/escrita e tecnologias num projeto de formação continuada cooperativa. 2014. (Encontro).

Seminário Internacional: Avaliação e internacionalização - XI Assembleia Geral da RIACES. 2014. (Seminário).

XXXII Congreso Internacional de la Asociación Española de Lingüística Aplicada. ENSEÑANZA DE LENGUA ESPAÑOLA EN BRASIL: ENTRE LA LEY DEL ESPAÑOL Y EL AULA. 2014. (Congresso).

19º Intercâmbio de Pesquisa e Linguística Aplicada (19º INPLA) e 5º Seminário Internacional de Linguística (5º SIL).Ensino de Língua Portuguesa: os desafios da formação continuada. 2013. (Simpósio).

19º Intercâmbio de Pesquisa e Linguística Aplicada (19º INPLA) e 5º Seminário Internacional de Linguística (5º SIL).A escrita acadêmica na formação continuada: constituição de autoria e construção de identidades. 2013. (Simpósio).

4ª Reunião de Trabalho dos Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica e Te Tecnológica - PIBIC, PIBIC-Af e PIBITI. 2013. (Outra).

II Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do MERCOSUL Le. Me olvido que somos uruguayos y brasileños: professores envolvidos na implementação do PEIF ? identidades, atitudes e representações. 2013. (Congresso).

II Congresso Nacional de Educação Católica. A organização do ensino de língua a partir de gêneros: o impacto do trabalho com projetos didáticos de gênero. 2013. (Congresso).

VII Coloquio CELU. Ser profesor de español en Brasil: representaciones e identidades. 2013. (Congresso).

XXXIII. Deutscher Romanistentag. Aprender com Spaß ? deutsch-portugiesische Zweisprachigkeit im schulischen Kontext in Deutschland und Brasilien. 2013. (Congresso).

II SIELP ? Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa.ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTADO POR PROJETOS DIDÁTICOS DE GÊNERO: UM OUTRO OLHAR SOBRE A PRÁTICA DE SALA DE AULA. 2012. (Simpósio).

XXIV SEMIC e IV Seminário de Pós-Graduação.A construção de identidades sociais fortes como resultado do trabalho com projetos didáticos de gênero. 2012. (Seminário).

Brücken/Brüche: Symposium on Interculturality and Multilingualism.From local to global: the identity construction of students in a 5th grade of bilingual german-portuguese community in Rio Grande do Sul (Brazil). 2011. (Simpósio).

Fórum de Pró-reitores de Pós-Graduação e Pesquisa da Regional Sul. 2011. (Encontro).

O documentário Walachai: apresentação e debate.O documentário Walachai: apresentação e debate. 2011. (Outra).

VI SIGET - Simpósio Internacional de Estudos de Gêneros Textuais.POR UMA FORMAÇÃO CONTINUADA COOPERATIVA: O DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO EDUCATIVO DE LEITURA E PRODUÇÃO TEXTUAL ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL NO CONTEXTO DE UM MUNICÍPIO BRASILEIRO. 2011. (Simpósio).

XXVI Encontro da Anpoll - ENANPOLL. 2011. (Encontro).

Congresso Internacional Linguagem e Interação II. EU PROCURO OS ERROS, LARA ESCREVE NO CADERNO, DANIELA ESCREVE NA LÂMINA, E O NEI NÃO TÁ FAZENDO NADA: TRABALHO COLABORATIVO NA AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA NA PERCEPÇÃO DE ALUNOS E PROFESSORA. 2010. (Congresso).

Fórum de Pró-reitores de Pesquisa e Pós-Graduação - FOPROP Região Sul - "Estruturação da Pós-Graduação e Iniciação Científica". 2009. (Encontro).

IV Simpósio Brasil-Alemanha.A produção de textos em contexto bilingue: a valorização da língua materna. 2009. (Simpósio).

I Fórum Internacional da Diversidade Linguística. Encontro 1 - Falantes de Hunsrückisch. 2007. (Congresso).

I Fórum Internacional da Diversidade Linguística. As atitudes dos falantes de línguas de imigração moradores de áreas urbanas: o caso do Hunsrückisch. 2007. (Congresso).

VII Encontro do CELSUL. Aspectos identitários e de atitudes dos falantes bilíngües da região da fronteira do Uruguai com o Brasil ? os dados do ADDU. 2006. (Congresso).

Internationale Fachtagung zur pluridimensionalen Sprachgeographie anlässlich des 60. Geburtstages von Harald Thun.Internationale Fachtagung zur pluridimensionalen Sprachgeographie anlässlich des 60. Geburtstages von Harald Thun. 2005. (Simpósio).

XXIX Deutscher Romanistentag. XXIX Deutscher Romanistentag. 2005. (Congresso).

XVIII Deutscher Romanistentag. XVIII Deutscher Romanistentag. 2003. (Congresso).

VII ENCONTRO ESTADUAL DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR.VII ENCONTRO ESTADUAL DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR. 2001. (Encontro).

XII Encontro reginal do projeto VARSUL.XII Encontro Regional do Projeto VARSUL. 2001. (Encontro).

VI ENCONTRO ESTADUAL DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR.VI ENCONTRO ESTADUAL DE REDAÇÃO NO VESTIBULAR. 2000. (Encontro).

COLÓQUIO INTERNACIONAL MEMÓRIA, DISCURSO IDENTIDADE; 25 ANOS PPG LETRAS.COLÓQUIO INTERNACIONAL. 1997. (Outra).

II ENCONTRO DO CELSUL.ENCONTRO DO CELSUL. 1997. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Adriana Hanayá Ferreira Cabral

KERSCH, D. F.; OLIVEIRA, M. S.; TINOCO, G. M. A. M.. ASSEMBLEIA DE CLASSE COMO EVENTO DE LETRAMENTO: entrelaçando saberes e fazeres. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Letras - ProfLetras) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Joseane Matis

COSCARELLI, C. V.; CARNIN, A.;KERSCH, D. F.. ?O QUE UM NÃO SABIA O OUTRO SABIA, E ASSIM FOMOS JUNTANDO NOSSOS CONHECIMENTOS? - O PDG COMO METODOLOGIA ATIVA NO DESENVOLVIMENTO DOS LETRAMENTOS E NA LEGITIMAÇÃO DE COMUNIDADES DE PRÁTICA. 2017. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Tainá Nínive Soares Guerra de Oliveira Martins

KERSCH, D. F.; DELLISOLA, R. L. P.; BICALHO, D. C.. Oralidade como objeto de ensino: um estudo sobre o uso público do oral em contextos escolar e extraescolar. 2017. Dissertação (Mestrado em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Fabiane Cristina de Mello

LIMA, L. M.; LIMA, Marilia dos Santos;KERSCH, D. F.. SE A LÍNGUA ESPANHOLA ESTÁ PRESENTE NA AMÉRICA LATINA, A AMÉRICA LATINA ESTÁ PRESENTE NOS CURRÍCULOS DE LETRAS- PORTUGUÊS/ESPANHOL?. 2016. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Jane Engel Corrêa

ALMEIDA, A. P.;KERSCH, D. F.; GUIMARÃES, A. M. M.. Projeto didático de gênero como possibilidade para promover a aprendizagem de um gênero oral. 2016. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: María Alejandra Oliveira Bermúdez

IRALA, V. B.; LIMA, Marilia dos Santos;KERSCH, D. F.. ?SIEMPRE ME OLVIDO DE TOCAR LA CAMPANIÑA?: A PRESENÇA DA INTERCOMPREENSÃO ENTRE DUAS LÍNGUAS PRÓXIMAS E A NEGOCIAÇÃO DE SIGNIFICADO. 2016. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Maria de Fátima Ribeiro dos Santos

PASSEGGI, L. A. S.;KERSCH, D. F.; GIERING, M. E.. O discurso acadêmico: análise da organização textual discursiva da seção introdução dos TCCs de 2012 do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Maranhão. 2015. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Mônica Mourão

DREY, R.;KERSCH, D. F.; GUIMARÃES, A. M. M.. Leitura, linguagem e letramento: o uso de contos de fadas nos anos iniciais do ensino fundamental. 2015. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Keli Rodrigues Rabello

BUNZEN JUNIOR, C. S.; CARNIN, A.;KERSCH, D. F.. O uso de artigos midiáticos de divulgação científica em um projeto didático de gênero: uma proposta para construção do aprendizado interdisciplinar em sala de aula. 2015. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Maria das Graças Neri Ferreira

DREY, R. F.; FRONZA, Cátia de Azevedo;KERSCH, D. F.. Representação social e construção da identidade de pedagogas alfabetizadoras egressas do curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) Campus São Luís. 2015. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Leila Amum Alles Barbosa

VERASTEGUI, R. L. A.;KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.. MORA NA FILOSOFIA: uma experiência de multiletramntos no curso de Filosofia da Universidade Estadual do Maranhão. 2015. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Patrícia de Caldas Raymundi

PIRES, V. O. D.; GUIMARÃES, A. M. M.;KERSCH, D. F.. Uso de gêneros orais no ensino de língua materna de alunos de 7° ano ? algumas reflexões. 2015. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Clarice Maria Reis Godinho

CORREA, M. C.; ZILLES, A. M. S.;KERSCH, D. F.. HISTÓRIAS DE LETRAMENTO E CONCEPÇÕES DE LEITURA DE ALUNAS DO CURSO DE PEDAGOGIA DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DO NORDESTE BRASILEIRO. 2015. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Angélica Prediger

KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.; CRISTOVAO, V. L. L.. O desenvolvimento das capacidades de linguagem e da sensibilidade frente à diversidade linguística e cultural em um projeto de educação linguística de língua alemã. 2014. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Luciana Catarina Pires da Rocha

KERSCH, D. F.; TEIXEIRA, T. M. L.; SURREAUX, L. M.. Um olhar enunciativo para interlocuções entre médico e paciente em consultas ambulatoriais pelo sistema único de saúde. 2014. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Renata Garcia Marques

BICALHO, D. C.; GUIMARÃES, A. M. M.;KERSCH, D. F.. Projeto didático de gênero como possibilidade para o ensino da língua materna e o desenvolvimento das capacidades de linguagem de alunos multirrepetentes. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Iris Vitoria Pires Lisboa

ABREU-TARDELLI, L. S.;KERSCH, D. F.; GUIMARÃES, A. M. M.. Análise linguística como uma dimensão do estudo do gênero textual através de projetos didáticos de gênero. 2014. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Greice Lenir Reginatto Cañete

KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.; ALTENHOFEN, C. V.. Representações sobre a política linguística para as escolas de fronteira entre Brasil e Uruguai: integrar para quê?. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Linguística APlicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Lisiane Ribeiro Raupp

KERSCH, D. F.; GUIMARÃES, A. M. M.; PEREIRA, R. C. M.. (RE)PENSANDO A REESCRITA COMO FORMA DE INTERAÇÃO ENTRE PROFESSOR E ALUNOS ? ?NOSSA SINA É SE ENSINAR?. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Maria Lidiani Kafer

SPINASSE, K. P.;KERSCH, D. F.; STEFFEN, J.; ALTENHOFEN, C. V.. A conscientização linguística como fundamento para uma abordagem plural no ensino alemão padrão como língua adicional em contextos bilíngues de língua minoritária português-hunsrückisch. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Gisele dos Santos Rodrigues

FRONZA, Cátia de Azevedo; DIEB, M. H.;KERSCH, D. F.. O LETRAMENTO DIGITAL DO DOCENTE DE LÍNGUA MATERNA E(M) SUAS REPRESENTAÇÕES SOBRE PRÁTICAS DE LINGUAGEM: que eventos são promovidos?. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Flávia Zanatta

Miranda, Félix V. Bugueno;KERSCH, D. F.; SCHAF FILHO, M.; Goldnadel, Marcos. A normatividade e seu reflexo em dicionários semasiológicos de língua portuguesa. 2010. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Rosângela Markmann Messa

Scaramucci, M.;KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.. O papel do dialeto no aprendizado do alemão padrão. 2009. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Marcelo Antunes Rodrigues

FRONZA, Cátia de Azevedo;KERSCH, D. F.; Alves, Ubiratã Kickhöfel. A produção das fricativas interdentais do ingles por falantes nativos do portugues brasileiro sob a ótica otimalista. 2008. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Paula Biegelmeier Leão

SPINASSE, K. P.;KERSCH, D. F.; Margotti, F. W.; ALTENHOFEN, C. V.. Transmissão intergeracional do alemão em contato com o português em Vale Real - RS. 2007. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Cláudia Rosana de Souza

MENUZZI, S. de M.; ABREU, S. P. de;KERSCH, D. F.; SCHAF FILHO, M.. Relativa cortadora: movimento ou apagamento?. 2007. Dissertação (Mestrado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Josiane Brunetti Cani LETRAMENTO

COSCARELLI, C. V.;KERSCH, D. F.; SILVA, L. O.; ARAUJO, M. D. V.; MARINHO, S. P. P.. LETRAMENTO DIGITAL DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA: cenários e possibilidades de ensino e de aprendizagem com o uso das TDIC. 2019. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Jaciara Limeira de Aquino

TINOCO, G. M. A. M.; ALVES, M. P. C.; LIMA, M. H. A.; KLEIMAN, A. C. B. R.;KERSCH, D. F.. ENSINO DE ARGUMENTAÇÃO EM EVENTOS DE LETRAMENTO. 2018. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Pedro Henrique Witchs

BENVENUTO, A.; SILVA, M. L.; SILVA, R. M. D.;KERSCH, D. F.; LOPES, M. C.. GOVERNAMENTO LINGUÍSTICO EM EDUCAÇÃO DE SURDOS: PRÁTICAS DE PRODUÇÃO DO SURDUS MUNDI NO SÉCULO XX SÃO LEOPOLDO 2018. 2018. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Jorama de Quadros Stein

AGUSTINI, C. L. H.; SILVA, C. L. C.; GIERING, M. E.; FLORES, V. N.;KERSCH, D. F.. "Eu não sou essa escrita aí e, ao mesmo tempo, essa escrita é minha: por uma problematização enunciativa benvenistiana para o ensino da escrita. 2016. Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Maristela Juchum

DORNELLES, C.;KERSCH, D. F.; SCHOFFEN, J.; SIMÕES, L. J.. LETRAMENTOS ACADÊMICOS: projetos de trabalho na universidade. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Anderson Carnin

GUIMARÃES, A. M. M.; PEREIRA, L. A.; PEREIRA, R. C. M.;KERSCH, D. F.. Na escrita do professor, um percurso possível para análise de (seu) desenvolvimento. 2015. Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Alessandra Preussler de Almeida

BRONCKART, E. E. B.; LEURQUIN, E. V. L. F.;KERSCH, D. F.; GUIMARÃES, A. M. M.. DOCÊNCIA DE LÍNGUA MATERNA: O PROFESSOR COMO ATOR DO SEU PRÓPRIO AGIR. 2015. Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Raquel da Silva Goularte

BUENO, L.;KERSCH, D. F.; RICHTER, M. G.; NEGREIROS, G. R. C.; CORREA, M. C.. A ponta do iceberg é o professor na escola.... 2015. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Larissa Moreira Brangel

KERSCH, D. F.; GEDRAT, D. C.; Goldnadel, Marcos; Miranda, Félix V. Bugueno. Proposta teórico-metodológica para a geração de paráfrases explanatórias em dicionários voltados para crianças: uma abordagem cognitiva. 2015. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Larissa Moreira Brangel

KERSCH, D. F.; GEDRAT, D. C.; Goldnadel, Marcos; Miranda, Félix V. Bugueno. Proposta teórico-metodológica para a geração de paráfrases explanatórias em dicionários voltados para crianças: uma abordagem cognitiva. 2015. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Adriana Silveira Bonumá Bortolini

CORREA, M. C.; MEDRADO, B. P.;KERSCH, D. F.; ANGELO, G. L.; MOTTA, V. R. A.. O agir docente representado na fala de uma professora do Sistema de Ensino Militar. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Claudia Mara de Souza

BICALHO, D. C.;KERSCH, D. F.; MENDONCA, M. R. S.; COELHO, S. M.; DELL'ISOLA, R. L. P.. A recepção do livro didático de português e o processo de construção da competência leitora por alunos do ensino fundamental. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Marley Terezinha Pertile

ALTENHOFEN, C. V.; Margotti, F. W.; CONFORTIN H.;KERSCH, D. F.; Carboni, F.. O talian entre o italiano padrão e o português brasileiro: manutenção e substituição linguística no Alto Uruguai Gaúcho. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Dirce Welchen

ZILLES, A. M. S.; Faraco, C. A.; SIMÕES, L. J.; AMARAL, L. I. C. do;KERSCH, D. F.. A concordância verbal de 3a. pessoa do plural em Pelotas-RS. 2009. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Maria Nilse Schneider

Guy, Gregory; ALTENHOFEN, C. V.;KERSCH, D. F.; BRIGGMANN, A. P.; ZILLES, A. M. S.. Atitudes e concepções lingüísticas e sua relação com as práticas sociais de professores em comunidades bilíngües alemão-português do Rio Grande do Sul. 2007. Tese (Doutorado em PPG-Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Antonio Valbert Alves Silva

HEINIG, O. L.; SEMECHECHEM, J. A.;KERSCH, D. F.; FRONZA, C. A.. ?[...] SERÁ ESSA PRÁTICA DE LEITURA E ESCRITA RELACIONADOS AO CONHECIMENTOS DA BÍBLIA? FIQUEI ME PERGUNTANDO [...]?: LETRAMENTO LITÚRGICO E SUA RELAÇÃO COM O LETRAMENTO ESCOLAR NO ENSINO FUNDAMENTAL. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Marcelo de MIranda Larcerda

BUZATO, M. E. K.; MOREIRA, J. A. M.;KERSCH, D. F.; ADAMS, T.; SCHLEMMER, E.. LETRAMENTO E EMANCIPAÇÃO DIGITAL CIDADÃ: CARTOGRAFIAS E RASTROS NA CONSTITUIÇÃO DE ESPAÇOS DE CONVIVÊNCIA HÍBRIDOS E MULTIMODAIS. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Ilza Léia Ramos Arouche

DIAS, R.; SCHNACK, Cristiane Maria;KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.. LETRAMENTOS CRÍTICOS NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Cláudia Schiedeck Soares de Souza

CUNHA, M. I.; ESCOTT, C.; BILHAO, I. A.;KERSCH, D. F.; STRECK, D. R.. Internacionalizando a Rede Federal de Educação Profissional: um estudo substantivo. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Renata Garcia Marques

ROJO, R. H. R.; ARAUJO, J. C.; GUIMARÃES, A. M. M.;KERSCH, D. F.. O DESIGN DO PROJETO DIDÁTICO DE GÊNERO: MULTILETRAMENTOS COMO FATOR DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL NO ESPAÇO ESCOLAR. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Antonia Sueli da Silva Gomes Temoteo

TINOCO, G. M. A. M.; FABRIS, E. T. H.; FRONZA, Cátia de Azevedo;KERSCH, D. F.. Os letramentos do professor como resultado das articulações que se constroem no local de trabalho. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Pedro Henrique Witchs

LOPES, M. C.; SILVA, R. M. D.; SILVA, M. L.; BENVENUTO, A.;KERSCH, D. F.. A educação de surdos no Brasil: práticas de governamento linguístico e de subjetivação no século 20. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Angélica Prediger

ALTENHOFEN, C. V.;KERSCH, D. F.. (Topo)dinâmica dos processos de coneização e Standardização do alemão falado em comunidades de imigração boêmia no Rio Grande do Sul. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: César Augusto Gonzáles

ZILLES, A. M. S.; Faraco, C. A.; GUEDES, P. C.; AMARAL, L. I. C.;KERSCH, D. F.. Práticas Pedagógicas em uma perspectiva de pedagogia da variação linguística. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Glenda Heller Cáceres

VARELA, L.; DIEZ, X. C. L.;KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.. Políticas linguísticas para a aprendizagem de espanhol numa escola pública tecnológica: a experiência de internacionalização no Ensino Médio. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: : Larissa Moreira Brangel

Miranda, Félix V. Bugueno;KERSCH, D. F.; GEDRAT, D. C.. Proposta teórico-metodológica para a geração de paráfrases explanatórias em dicionários voltados para o segundo ciclo do ensino fundamental sob a luz da semântica cognitiva. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Anderson Carnin

PEREIRA, L. A.; SIMÕES, L. J.;KERSCH, D. F.; Guimarães, Ana Maria Mattos. Na (in)visibilidade do trabalho do professor, um percurso possível para a análise do (seu) desenvolvimento. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Rosângela Markmann Messa

TEIXEIRA, T. M. L.; FANTI, M. G. C.; LIMA, J. F. L.;KERSCH, D. F.. A (inter)subjetividade na gestão escolar: um estudo a partir do diálogo entre a linguística da enunciação e a ergologia. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Raquel da Silva Goularte

CORREA, M. C.; BUENO, L.;KERSCH, D. F.; NEGREIROS, G. R. C.; LEÃO, R. M. A.. OS GÊNEROS TEXTUAIS SOB A ÓTICA DO TRABALHO DOCENTE: ENTRE DESAFIOS E POSSIBILIDADES. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Ingrid Kuchenbecker Broch

ALTENHOFEN, C. V.;KERSCH, D. F.; SPINASSE, K. P.. Ações de promoção da pluralidade linguística em contextos escolares. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Vanessa de Oliveira Dagostim Pires

GUIMARÃES, A. M. M.; LODI, A.; FRONZA, Cátia de Azevedo;KERSCH, D. F.. Estratégias de de língua portuguesa para acadêmicos surdos em ambiente digital. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Marley Terezinha Pertile

ALTENHOFEN, C. V.; Carboni, F.;KERSCH, D. F.. Manutenção e Substituição Lingüística do Italiano em Contato com o Português no Alto Uruguai Gaúcho. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aluno: Sabrina Cecília Moraes Bastos

STECANELA, N.;KERSCH, D. F.; FRONZA, C. A.. ENSINO DE LÍNGUA MATERNA EM CONTEXTO SOCIOEDUCATIVO: Representações de adolescentes privados de liberdade. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Raquel Gonçalves de Oliveira

LEITE, M. A.; CARNIN, A.;KERSCH, D. F.. A RELAÇÃO FALA E ESCRITA: UM ESTUDO SOBRE O TRABALHO COM USO PÚBLICO DA ORALIDADE NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO 2018. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: FERNANDA VANESSA MACHADO BARTIKOSKI

KERSCH, D. F.; CARNIN, A.; GUIMARÃES, A. M. M.. Projeto Didático de Gênero: retomando práticas e avaliando. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Fernando César dos Santos

ZILLES, A. M. S.; FRONZA, Cátia de Azevedo;KERSCH, D. F.. A CONCEPÇÃO DE TRABALHO ACADÊMICO DE ALUNAS DO CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA DA UemaNet: Um estudo de caso. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Fabiane Cristina de Mello

ZILLES, A. M. S.; LIMA, Marilia dos Santos;KERSCH, D. F.. SE A LÍNGUA ESPANHOLA ESTÁ PRESENTE NA AMÉRICA LATINA, A AMÉRICA LATINA ESTÁ PRESENTE NOS CURRÍCULOS DE LETRAS- PORTUGUÊS/ESPANHOL?. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Maria de Fátima Ribeiro dos Santos

GIERING, M. E.; MELLO, Vera Helena D de;KERSCH, D. F.. O discurso acadêmico: análise da organização textual discursiva da seção introdução dos TCCs de 2012 do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Maranhão. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Leila Amum Alles Barbosa

ZILLES, A. M. S.; SCHNACK, Cristiane Maria;KERSCH, D. F.. Mora na Filosofia: uma experiência de multiletramentos no curso de Filosofia da Universidade Estadual do Maranhão. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Clarice Reis Godinho

KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.; FRONZA, Cátia de Azevedo. CONCEPÇÕES DE LEITURA E HISTÓRIAS DE LETRAMENTO DE ALUNAS DO CURSO DE PEDAGOGIA DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DO MARANHÃO. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Renata Garcia Marques

GUIMARÃES, A. M. M.; GIERING, M. E.;KERSCH, D. F.. ?PROFESSORA, SE TIVESSE QUE FAZER, FARIA TUDO DE NOVO!? PROJETO DIDÁTICO DE GÊNERO: NOVAS POSSIBILIDADES PARA O ENSINO DA LÍNGUA MATERNA. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Iris Vitoria Pires Lisboa

ZILLES, A. M. S.;KERSCH, D. F.; GUIMARÃES, A. M. M.. Projeto Didático de gênero: o gênero textual como elemento base de uma proposta curricular flexível. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Gabriela Krause dos Santos

ALBE, M. H.; MIRA, C. C. C. R.;KERSCH, D. F.. às vezes um sorriso, uma mensagem de apoio (...) podem, sim, transformar uma ferida dentro de nós em uma semente de esperança?: Acolhimento e (Trans)Formação da Identidade Digital Docente. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Rafael Leandro Gotz

ALBE, M. H.; VIER, S.;KERSCH, D. F.. PROJETO DIDÁTICO DE GÊNERO COMO ALTERNATIVA PARA O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E O DESENVOLVIMENTO DAS APRENDIZAGENS ESSENCIAIS DO ALUNO DE ENSINO MÉDIO DO SÉCULO XXI. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Deisi Flesch

KERSCH, D. F.; PITSCH, Eliana Inge; SCHNACK, Cristiane Maria. O uso social do Hunsrik em diferentes esferas sociais. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Português e Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Ariadne Machado de Oliveira

Kersch, Dorotea Frank; BREDEMEIER, M. L. L.; ARENDT, I. C.. Metrodisch-didaktische Überlegungen zum Einsatz von Textsorten im DaF-Unterrichtt. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Português e Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Fabrício Dias de Andrade

KERSCH, D. F.; FOSCHIERA, S. M. P.; SILVA, D. T. M.. Percepciones del profesor de español de las escuelas públicas y el uso de las variantes lingüísticas en clase. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Português e Espanhol) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Tatiane Schuster

KERSCH, D. F.; BREDEMEIER, M. L. L.; ZANINI, C. V.. COMUNIDADES IMAGINADAS: Ideias e representações sobre a Alemanha por alunos bilíngues de Santa Maria do Herval. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Português e Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Fabiane Cristina de Mello

KERSCH, D. F.; FOSCHIERA, S. M. P.; SILVA, M. D. A.. El profesor de lengua española en el ámbito de latinoamérica y de Mercosur: representaciones e identidades. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Espanhol) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Caterine Scarlet Schneider

ZILLES, A. M. S.;KERSCH, D. F.; BREDEMEIER, M. L. L.. As representações do dialeto alemão na mídia escrita. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Êrica Ehlers Iracet

GIERING, M. E.;KERSCH, D. F.; TEIXEIRA, T. M. L.. Estratégias de uso da narrativa na divulgação científica midiática: uma comparação entre artigos da revista Ciência Hoje para adultos e crianças. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Português) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Cristiane Deconto

KERSCH, D. F.; SILVA, M. D. A.; ALVES, Isa Mara da R.. Diferente e divertido: o ensino de língua portuguesa numa perspectiva interdisciplinar. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Cíntia Uebel Prezzi

KERSCH, D. F.; ALBE, M. H.; PACHECO, Rogéria Silveira. O profe, olha, já sei lê: Coca-Cola! O desenvolvimento de sequência didática com crianças não alfabetizadas. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Gisele Tatiane Fuhr

KERSCH, D. F.; DEL CORONA, M. O.; LIMA, Marilia dos Santos. Avaliação de produção textual: o que os professores julgam ser importante. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Michele Otto da Silva

KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.; DEL CORONA, M. O.. Experiências de leitura em contexto não-escolar: a compreensão da Bíblia por falantes de menor escolaridade. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Tatiani Fiegenbaum

VOLKMANN, Walter;KERSCH, D. F.; KOHL, Merlinde P.. Brasil-post - Um períodico brasileiro em língua alemã a serviço das aulas e cultura alemã. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Tiago Becker

BREUNIG, D.;KERSCH, D. F.; KOHL, Merlinde P.. Der Narrative Ansatz - Daf im Kindergarten. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Vanessa Meurer

FRONZA, Cátia de Azevedo;KERSCH, D. F.; FOSCHIERA, S. M. P.. A escrita nas solicitações de materiais de construção em contexto bilíngue - português-alemão. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Lidiane Dinnebier

VOLKMANN, Walter;KERSCH, D. F.; DUARTE, Márcia Lopes. O livro didático e a introdução à literatura nas aulas de língua alemã como língua estrangeira. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Elisane Cristina Kötz Rieth

FRONZA, Cátia de Azevedo;KERSCH, D. F.; NORNBERG, N. E.. A hipo e a hipersegmentação na escrita das crianças. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Fabiane Jung

KERSCH, D. F.; DUARTE, Márcia Lopes; VEDOVATTO, I. O. B.. ?Eu sou a Jéssica, eu tenho 4 anos e vou contar uma história do Didi, o Dinossauro...?, o papel do adulto no desenvolvimento do letramento das crianças.. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Jaqueline Ivanir Hahn

TEIXEIRA, T. M. L.; MOURA, A. B. N.;KERSCH, D. F.. A rotulação em crônicas de Martha Medeiros: uma abordagem sociointeracionista. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Enilda Grund Bierhalz

TEIXEIRA, T. M. L.;KERSCH, D. F.; PACHECO, Rogéria Silveira. Interferência do conhecimento prévio no processo de leitura: uma abordagem sociopragmática. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Bernardo Kollimg Limberger

ZILLES, A. M. S.;KERSCH, D. F.; BREDEMEIER, M. L. L.. A co-construção de narrativas entre mães e filhos falantes de alemão numa comunidade teuto-brasileira. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Carina Sauer

KERSCH, D. F.; GIERING, M. E.; DEL CORONA, M. O.. O CONHECIMENTO DE DIALETO AUXILIA OU PREJUDICA NA APRENDIZAGEM DO ALEMÃO PADRÃO?. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Eveline Schulz

KERSCH, D. F.; FRAGA, D. M.; PRESTES, G. J.. Sala de aula de língua portuguesa - espaço para a construção de identidades e produção de textos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Karla Juliana Haubert

ZILLES, A. M. S.;KERSCH, D. F.; VOLKMANN, Walter. Interação e alternância de códigos na fala de três crianças bilíngües alemão-português. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Mônica Reichert

ZILLES, A. M. S.;KERSCH, D. F.; SCHNACK, Cristiane Maria. O inglês na escola pública: crenças de pais e alunos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Gladis Anai Silva de Souza

MELLO, V. H. D.;KERSCH, D. F.; DUARTE, Márcia Lopes. APOSTO: termo acessório no discurso?. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.; PACHECO, Rogéria Silveira; PRESTES, G. J.. Participação em banca de Liziane

Aluno: Juliana Narciso Peixoto

KERSCH, D. F.; MELLO, V. H. D.; PRESTES, G. J.. Reflexão sobre o trabalho com o relacionamento entre as orações coordenadas e subordinadas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Daiane Carolina Fey

KERSCH, D. F.; BREUNIG, D.; VEPPO, M. H. A.. O trabalho com variação lingüística numa turma de EJA. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Julice Ticiana Gonçalves

KERSCH, D. F.; MELLO, V. H. D.; PRESTES, G. J.. Da oralidade à escrita: pela formaçâo de um falante autônomo. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Luciano Dirceu dos Santos

VEPPO, Maria Helena A;KERSCH, D. F.; ALVES, Isa Mara da R.. Despertando a curiosidade pelo novo - uma proposta metodológica para o ensino de língua portuguesa em supletivos. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Tatiana Kulmann da Silva

NATEL, T. B. T.;KERSCH, D. F.; CYRRE, M. R. L.. Velhas ou novas práticas no ensino da gramática nas aulas de língua portuguesa?. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Rutia Ivânia Muller

KISSMANN, S.;KERSCH, D. F.; SILVA, M. D. A.. O modo de organização argumentativo em artigo de opinião; um exercício de análise. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Luís Ricardo Kohlrausch

KERSCH, D. F.; BECKER, J. L.; BREUNIG, D.. A formação da identidade e as atitudes lingüísticasde jovens falantes de Hunsrückisch. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Sabrina Adelita Pereira Gonçalves

KERSCH, D. F.; FRONZA, Cátia de Azevedo; BECKER, J. L.. Variação Lingüística na escola - o casoa dos pronomes pessoais retos. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Deise Raquel Kautzmann Ribeiro

KERSCH, D. F.; BECKER, J. L.; SILVA, S.. Catas para a vida: trablhando com gêneros textuais na escola. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Fernanda Gisele Soares

KERSCH, D. F.; VEPPO, Maria Helena A; PACHECO, Rogéria Silveira. A utilização do jornal da escola como recurso pedagógico. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Patrícia Nunes Correira

KERSCH, D. F.; MELLO, Vera Helena D de; CHISHMANN, Rove Luíza. O papel semântico discursivo do conectivo ou. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Loriane Marinês Müller

KERSCH, D. F.; FRONZA, Cátia de Azevedo; MELLO, Vera Helena D de. Reflexões sobre a variante Hunsrückisch e o português falado no Vale dos Sinos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Vera Lúcia de Avila Nascimento

KERSCH, D. F.; PITSCH, Eliana Inge; DUARTE, Márcia Lopes. A revisitação do teatro de Qorpo-Santo na obra Cães da Província. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Maria de Lourdes Cherobini

CHEROBINI, M. DE L.;KERSCH, D. F.; VEPPO, M. H. A.. A poesia na sala de aula: algumas sugestões de trabalho. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Sílvia Patrícia Cará

CARÁ, S. P.;KERSCH, D. F.; BACK, S.. O ensino da gramática da língua portuguesa: uma proposta de atualização. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Aluno: Marcelo Antunes Rodrigues

KERSCH, D. F.. A teoria da otimidade e o uso da fricativa interdental desvozeada /T/ e da fricativa interdental vozeada /D/ do inglês por falantes nativos do português brasileiro. 2007. Outra participação, Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

MOREIRA, P. S.; ELMIR, C. P.; FLECK, E. C. D.;KERSCH, D. F.. Seleção de Professor PPG História. 2011. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

GUIMARÃES, A. M. M.;KERSCH, D. F.; ZILLES, A. M. S.; GIERING, M. E.. Seleção de Professor do PPGLA. 2011. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.; CHISHMANN, Rove Luíza; TEIXEIRA, T. M. L.. Seleção discente. 2011. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.. Seleção de professor do PPG Biologia. 2011. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.. Avaliadora de resumos para o Congresso Internacional Linguagem e Interação II. 2010. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.. Correção de Provas de Proficiência em Língua Portuguesa da área de Engenharias. 2009. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.. Correção das Provas de Proficiência em Língua Portuguesa: área da Saúde. 2008. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.. Correção das Provas de Proficiência em Língua Portuguesa - Área das Engenharias. 2008. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.. Mostra de Iniciação Científica. 2007. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.; KISSMANN, S.. Correção de Provas de Proficiência em Língua Portuguesa - área da Saúde. 2007. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.; KISSMANN, S.. Correção das Provas de Proficiência em Língua Portuguesa - Área das Engenharias. 2007. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.; Professores do curso de Letras da UNISINOS. Correção de redações do Concurso Vestibular. 2007. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.. Correção das redações do Concurso Vestibular. 2006. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.. Correção das provas de Proficiência em Língua Portuguesa dos Cursos de Engenharia. 2006. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.JACOBUS, A. E.; BECKER, L.; CELARO, M.. Seleção de Professores para o Centro de Ciências da Comunicação. 2001. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.; MELLO, Vera Helena D de;JACOBUS, A. E.; VEDOVATTO, I. O. B.; SILVA, A. C.; MOREIRA, I.. Correção das redações da prova de proficiência emlíngua portuguesa para o Direito. 2001. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.JACOBUS, A. E.; MELLO, V. H. D.; VEDOVATTO, I. O. B.; SILVA, A. M. C.; MOREIRA, I.. Correção de redações da prova de proficiência em Língua Portuguesa do Curso de Direito. 2001. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

KERSCH, D. F.JACOBUS, A. E.; CELARO, M. S.; MALLMANN, M.. SELEÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA. 2000. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Paulo Coimbra Guedes

GUEDES, P. C.; SCHLATTER, Margarete; BORN, Joachin; ZILLES, Ana Maria Stahl. A palavra ONDE no português do Brasil. 1996. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

José Cledinaldo dos Santos Guerra

a definir; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; (Orientador);

Ana Paula Leite Lopes

a definir; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do RIo dos Sinos; (Orientador);

Raquel Gonçalves de Oliveira

?A LEITURA DO MUNDO PRECEDE SEMPRE A LEITURA DA PALAVRA?: UM ESTUDO DO ORAL NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO CRÍTICO EM CONTEXTO ESCOLAR; Início: 2017; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; (Orientador);

Cláudia Maria Magalhães Motta

ABORDAGENS DE MULTILETRAMENTOS PARA O ENSINO DA SEMÂNTICA: um estudo de caso na formação de professores de português; Início: 2018; Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; (Orientador);

Ilza Léia Ramos Arouche

LETRAMENTOS CRÍTICOS NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA; Início: 2018; Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; (Orientador);

Ana Patrícia Sá Martins

AS NOVAS TECNOLOGIAS E O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: os gêneros digitais como estratégias de ensino-aprendizagem dos futuros professores em IES do Maranhão; Início: 2016; Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; (Orientador);

Henrique Souza de Lima

Jogos digitais e ensino de línguas; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Jogos Digitais) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Bruna Piasson

Leitura e escrita no século XXI: desenvolvimento de capacidades com o uso de tecnologias no ensino; Início: 2018; Iniciação científica (Graduando em Letras - Português) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; (Orientador);

Fernanda Von Mühlen

POLÍTICAS LINGUÍSTICAS RELACIONADAS À(S) ESCRITA(S) E À(S) ORTOGRAFIA(S) DO HUNSRIQUEANO E AS PERCEPÇÕES DOS FALANTES; 2019; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Fabrício Dias de Andrade

?ESTUDAR O ESPANHOL E IR PRA ARGENTINA ME TORNOU UM BRASILEIRO MAIS LATINO-AMERICANO? - Lições Propiciadas por um Programa de Mobilidade Acadêmica de Formação de Professores de Português e Espanhol; 2018; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Lilian Latties dos Santos

?ENTÃO, VOCÊ VÊ QUE O ALUNO VEM PRA ESCOLA SEM VONTADE DE NADA, SEM PERSPECTIVA DE NADA?: o ensino do ELE e a construção das identidades dos alunos; 2018; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Joseane Matias

?O QUE UM NÃO SABIA O OUTRO SABIA, E ASSIM FOMOS JUNTANDO NOSSOS CONHECIMENTOS? - O PDG COMO METODOLOGIA ATIVA NO DESENVOLVIMENTO DOS LETRAMENTOS E NA LEGITIMAÇÃO DE COMUNIDADES DE PRÁTICA; 2017; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Fabiane Cristina de Mello

SE A LÍNGUA ESPANHOLA ESTÁ PRESENTE NA AMÉRICA LATINA, A AMÉRICA LATINA ESTÁ PRESENTE NOS CURRÍCULOS DE LETRAS- PORTUGUÊS/ESPANHOL?; 2016; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

María Alejandra Oliveira Bermúdez

?SIEMPRE ME OLVIDO DE TOCAR LA CAMPANIÑA?: A PRESENÇA DA INTERCOMPREENSÃO ENTRE DUAS LÍNGUAS PRÓXIMAS E A NEGOCIAÇÃO DE SIGNIFICADO; 2016; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Fernando César dos Santos

A CONCEPÇÃO DE TRABALHO ACADÊMICO DE ALUNAS DE UM CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA: Um estudo de caso; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos,; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Maria das Graças Neri Ferreira

REPRESENTAÇÃO SOCIAL E CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DE PEDAGOGAS ALFABETIZADORAS EGRESSAS DO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO (UEMA) - CAMPUS SÃO LUÍS; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos,; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Keli Rodrigues Rabelo

O uso de artigos midiáticos de divulgação científica em um projeto didático de gênero: uma proposta para construção do aprendizado interdisciplinar em sala de aula; 2015; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Observatório da Educação; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Patrícia de Caldas Raymundi

Uso de gêneros orais no ensino de língua materna de alunos de 7° ano ? algumas reflexões; 2015; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Observatório da Educação; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Clarice Maria Reis Godinho

HISTÓRIAS DE LETRAMENTO E CONCEPÇÕES DE LEITURA DE ALUNAS DO CURSO DE PEDAGOGIA DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DO NORDESTE BRASILEIRO; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos,; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Renata Garcia Marques

Projeto didático de gênero como possibilidade para o ensino da língua materna e o desenvolvimento das capacidades de linguagem de alunos multirrepetentes; 2014; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Greice Lenir Reginatto Cañete

Representações sobre a política linguística para as escolas de fronteira entre Brasil e Uruguai: integrar para quê?; 2013; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Lisiane Ribeiro Raupp

(Re)pensando a reescrita como forma de interação entre professor e alunos -; 2013; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Gisele dos Santos Rodrigues

O LETRAMENTO DIGITAL DO DOCENTE DE LÍNGUA MATERNA E(M) SUAS REPRESENTAÇÕES SOBRE PRÁTICAS DE LINGUAGEM: que eventos são promovidos?; 2013; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Angélica Prediger

O desenvolvimento das capacidades de linguagem e da sensibilidade frente à diversidade linguística e cultural em um projeto de educação linguística de língua alemã; 2013; Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Renata Garcia Marques

MULTILETRAMENTOS E INTERAÇÕES QUE LEVAM À FORMAÇÃO DE DESIGNERS SOCIAIS ATIVOS NO CONTEXTO ESCOLAR - A gente já estava saindo, mas ia beneficiar outras turmas por um longo período; 2019; Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Antonia Sueli da Silva Gomes Temoteo

Os letramentos do professor: Articulações que se Constroem entre a Formação e a Ação Docente; 2019; Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos,; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

GREICI LENIR REGINATTO CAÑETE

Desafios na Regionalização em Casa quanto à formação de docentes de línguas adicionais, um estudo de caso no MERCOSUL: para integrar necessitamos de professores (Web) 2; 0?; 2018; Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Jorama de Quadros Stein

"Eu não sou essa escrita aí e, ao mesmo tempo, essa escrita é minha: por uma problematização enunciativa benvenistiana para o ensino da escrita; 2016; Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Silvia Regina Delong

Vitalidade linguística e construção de identidades de descendentes de poloneses no sul do Paraná; 2016; Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Rafael Leandro Gotz

PROJETO DIDÁTICO DE GÊNERO COMO ALTERNATIVA PARA O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E O DESENVOLVIMENTO DAS APRENDIZAGENS ESSENCIAIS DO ALUNO DE ENSINO MÉDIO DO SÉCULO XXI; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Gabriela Krause dos Santos

às vezes um sorriso, uma mensagem de apoio (; ; ; ) podem, sim, transformar uma ferida dentro de nós em uma semente de esperança?: Acolhimento e (Trans)Formação da Identidade Digital Docente; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Julia Helena Lachnit

A ORIENTAÇÃO DE TRABALHO ESCOLAR POR PROJETOS: Reflexões sobre as aulas de estágio curricular em que se faz uso de Projeto Didático de Gênero; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Ana Patrícia Becker

O LETRAMENTO ACADÊMICO EM CONTEXTO DE FORMAÇÃO DOCENTE; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Mayra Wosniak Freitas de Oliveira

?NÓS TEMOS MAIOR FACILIDADE DE CONVERSAR ENTRE NÓS PORQUE ? TAMOS? SEMPRE QUASE JUNTOS?: COMUNIDADES DE PRÁTICAS E IDENTIDADES DE ANGOLANOS NO BRASIL; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Deisi Flesch

O uso social do Hunsrik em diferentes esferas sociais; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português e Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Ariadne Machado de Oliveira

Metrodisch-didaktische Überlegungen zum Einsatz von Textsorten im DaF-Unterrichtt; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português e Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Fabrício Dias de Andrade

Percepciones del profesor de español de las escuelas públicas y el uso de las variantes lingüísticas en clase; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português e Espanhol) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Fabiane Cristina de Mello

EL PROFESOR DE LENGUA ESPAÑOLA EN EL ÁMBITO DE LATINOAMÉRICA Y DE MERCOSUR- REPRESENTACIONES E IDENTIDADES; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português e Espanhol) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Tatiane Schuster

COMUNIDADES IMAGINADAS: Ideias e representações sobre a Alemanha por alunos bilíngues de Santa Maria do Herval; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Laura Remus Moraes

IDENTIDADE E REPRESENTAÇÃO NAS PRODUÇÕES TEXTUAIS EM QUE ALUNOS CRIAM PERSONAGENS; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras - Português) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

ADRIANA NELI ROOS

?TODA MINHA FAMÍLIA LIA PRA MIM?: HISTÓRIAS DE LETRAMENTO FAMILIAR; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Cíntia Uebel Prezzi

O profe, olha, já sei lê: Coca~Cola! O desenvolvimento de sequência didática com crianças não alfabetizadas; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Cristiane Deconto

DIFERENTE E DIVERTIDO: O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA NUMA PERSPECTIVA INTERDISCIPLINAR; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Michele Otto da Silva

Experiências de leitura em contexto não-escolar: a compreensão da Bíblia por falantes de menor escolaridade; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Gisele Tatiane Fuhr

Avaliação de produção textual: o que os professores julgam ser importante; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Fabiane Jung

?Eu sou a Jéssica, eu tenho quatro anos e vou contar uma história do Didi, o Dinossauro; ; ; ?, o papel do adulto no desenvolvimento do letramento das crianças; ; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Julice Ticiana Gonçalves

Da oralidade à escrita: pela formação de um falante autônomo; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Daiana Carolina Fey

O trabalho com variação lingüística numa turma de EJA; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Juliana Narciso Peixoto

Reflexão sobre o trabalho com o relacionamento entre orações coordenadas e subordinadas; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Liziane Maria Silva Tubino

Motivos por que os gauchos estudam espanhol; 2008; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Espanhol) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

João Eduardo de Brito

Coordenação ou subordinação? Tendências da Língua Portuguesa atual; 2007; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Giovana Janaína Kerchner

Aula de língua portuguesa na escola pública: é possível fazer diferente?; 2007; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Luciano Scherer

Variação no uso do subjuntivo; 2007; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Carina Sander Becker

O espaço do Hunsrückisch no cotidiano da comunidade de Dois Irmãos; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Luís Ricardo Kohlrausch

A formação da identidade e as atitudes lingüísticas de jovens falantes de Hunsrückisch; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Deisi Raquel Kautzmann Ribeiro

Cartas para a vida ? trabalhando com gêneros textuais na escola; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Sabrina Adelita Pereira Gonçalves

Variação lingüística na escola - o caso dos pronomes pessoais retos; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Juliana Hoff

A pedagogia culturalmente sensível como prática pedagógica numa comunidade bilíngüe ? o trabalho com a ortografia; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Eveline Schulz

Sala de aula de língua portuguesa - espaço para a construção de identidades e produção de textos; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Carina Sauer

O CONHECIMENTO DE DIALETO AUXILIA OU PREJUDICA NA APRENDIZAGEM DO ALEMÃO PADRÃO?; 2007; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

ATAULFO ESCHER

Estratégias de processamento do OD de 3a; pessoa no português brasileiro; 2002; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Vera Inajara Padilha

Orações adjetivas: da doutrina à ciência; 2001; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Gabriela Krause dos Santos

A identidade digital do professor em formação: repensando crenças, valores e experiências em relação às TICs; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Rafael Leandro Gotz

A escrita acadêmica em ambiente digital: dificuldades, desafios e possibilidades; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Letras Português e Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Beatrís De Andrade Pretto

A escrita acadêmica em ambiente digital: dificuldades, desafios e possibilidades; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Letras Português Espanhol) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Ana Patrícia Becker

Letramento acadêmico em curso de Letras: percepções e crenças; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Mayra Wosniak Freitas

Crenças de intercambistas de um projeto entre Brasil e Argentina sobre aprender espanhol e português no país de acolhida; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Ariadne Machado de Oliveira

A dificuldade no trabalho com gêneros do domínio do argumentar; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português e Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Igor Ribeiro

A construção da identidade mercosulina por professores em ação; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português e Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Daniela Gebelucha

O trabalho com gêneros do domínio literário; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Observatório da Educação; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

[Nome removido após solicitação do usuário]

Letramento acadêmico na formação inicial; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Fabiane Cristina de Mello

Representações de professores de português e espanhol em formação em relação ao papel do professor de espanhol e de português no âmbito do Mercosul; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português e Espanhol) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Tatiane Schuster

COMUNIDADES IMAGINADAS: IDEIAS E REPRESENTAÇÕES SOBRE A ALEMANHA POR ALUNOS BILINGUES DE SANTA MARIA DO HERVAL; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Letras - Português e Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Gabriel do Nascimento Silveria

Uso das TICs na interação de alunos brasileiros e alemães; 2012; Iniciação Científica - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Laura Remus Moraes

Construções identitárias de alunos bilíngues em produções textuais; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

José Felipe Comassetto Fernandez

Variação linguística em sala de aula: dos documentos oficiais à sala de aula; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Letras Português Alemão) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Observatório da Educação; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Laura Remus

REFERENCIAIS CURRICULARES E ENSINO: O LETRAMENTO NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Letras Português e Literaturas) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Orientador: Dorotea Frank Kersch;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ana Maria Stahl Zilles

A palavra ONDE no Português do Brasil; 1996; 0 f; Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Ana Maria Stahl Zilles;

Rafael Leandro Gotz

Letramento Acadêmico Inovador no Âmbito Digital: uma reflexão acerca das concepções de ensino e aprendizagem dos alunos do curso de letras; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Letras Português e Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Programa de Bolsas de Iniciação Científica da Unisinos; Orientador: Rafael Leandro Gotz;

Rafael Leandro Gotz

Letramento Acadêmico Inovador no âmbito digital: um estudo com professores em formação; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Letras Português e Inglês) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Programa de Bolsas de Iniciação Científica da Unisinos; Orientador: Rafael Leandro Gotz;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • LATTIES, L. ; KERSCH, D. F. . Entre A Oficialização e a Desoficialização do Ensino de Espanhol no Brasil: Apontamentos e Implicações da Experiência Amapaense. LÍNGUAS & LETRAS (ONLINE) , v. 20, p. 85-104, 2019.

  • 2018 KERSCH, D. F. ; ANDRADE, F. D. . PROGRAMA DE PARCERIAS UNIVERSITÁRIAS MERCOSUL PORTUGUÊS-ESPANHOL ? PGPE: APROXIMAÇÃO DE CURRÍCULOS E CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES. L&S Cadernos de Linguagem e Sociedade , v. 19, p. 216-230, 2018.

  • KERSCH, D. F. ; MATIAS, J. . ?Ensinei meus colegas e fui ensinado também?: gênero roteiro de documentário e trabalho colaborativo potencializado pelo PDG. ENTRELINHAS (UNISINOS. ONLINE) , v. 12, p. 125-150, 2018.

  • DELONG, S. R. ; KERSCH, D. F. . 'O jeito polonês é um pouco diferente do brasileiro': manifestação das identidades étnico-linguísticas dos descendentes de poloneses no sul do Paraná. ANTARES: LETRAS E HUMANIDADES , v. 10, p. 37-54, 2018.

  • 2017 KERSCH, D. F. ; SANTOS, F. C. . Escrita acadêmica e desenvolvimento de autoria na formação de professores via EAD: as universidades estão preparadas?. RAÍDO (ONLINE) , v. 11, p. 89-108, 2017.

  • 2017 MARTINS, A. P. S. ; KERSCH, D. F. . ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E AMBIENTE DIGITAL: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O TRABALHO COM GÊNEROS ARGUMENTATIVOS NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES. LINGUAGEM EM FOCO , v. 9, p. 103-116, 2017.

  • 2017 KERSCH, D. F. ; CARNIN, A. . WRITING WASN?T USUAL FOR ME: ACADEMIC LITERACY AND PROFESSIONAL DEVELOPMENT WITHIN A COMMUNITY OF PRACTICE. LINGUAGEM EM (DIS)CURSO (ONLINE) , v. 17, p. 313-329, 2017.

  • 2017 KERSCH, D. F. ; MARQUES, R. G. . Redes sociais digitais na escola: possibilidades de conexão, produção de sentido e aprendizagem. Diálogo das Letras , v. 6, p. 343-362, 2017.

  • 2016 KERSCH, D. F. . Es kommt net raus : redes sociais, manutenção linguística e identidades dos falantes de Hunsrückisch de Santa Maria do Herval-RS . Acta Scientiarum. Language and Culture (Online) , v. 38, p. 161, 2016.

  • 2016 Kersch, Dorotea Frank ; MARQUES, R. G. . SAÍMOS DO CINEMA DE ALMA LAVADA: MULTILETRAMENTOS E TRABALHO INTERDISCIPLINAR NA PRODUÇÃO DE CURTAS DE ACESSIBILIDADE MIDIÁTICA. Trabalhos em Linguística Aplicada , v. 55, p. 77-99, 2016.

  • 2016 MARQUES, R. G. ; KERSCH, D. F. . A PRODUÇÃO DE CURTAS COMO FERRAMENTA PARA DEBATER A INCLUSÃO SOCIAL NA SALA DE AULA. Hipertextus Revista Digital (UFPE) , v. 15, p. 1-xx, 2016.

  • 2015 KERSCH, D. F. ; MARQUES, R. G. . Leitura e escrita em Projeto Didático de Gênero: o uso de tecnologias e o desenvolvimento das capacidades de linguagem. Eutomia (Recife) , v. 15, p. 384-407, 2015.

  • 2014 KERSCH, D. F. ; MELLO, F. C. . Dos documentos oficiais à formação de professores: representações no tocante ao ensino de espanhol no Brasil. Domínios de Lingu@Gem , v. 8, p. 91-107, 2014.

  • 2014 KERSCH, D. F. . O letramento acadêmico na formação continuada: constituição de autoria e construção de identidades. Desenredo (PPGL/UPF) , v. 10, p. 54-64, 2014.

  • 2014 DELONG, S. R. ; KERSCH, D. F. . Perfil de descendentes de poloneses residentes no sul do Brasil: a constituição da(s) identidade(s). Domínios de Lingu@Gem , v. 8, p. 65-85, 2014.

  • 2014 PREDIGER, A. ; KERSCH, D. F. . O desenvolvimento de um projeto de educação linguística para o ensino-aprendizagem de alemão a partir da pluralidade linguística e cultural dos alunos. MOARA , v. 42, p. 21-44, 2014.

  • 2014 MARQUES, R. G. ; KERSCH, D. F. . PROJETO DIDÁTICO DE GÊNERO: FOTONOVELA DIGITAL. Revista Práticas de Linguagem , v. 4, p. 49-57, 2014.

  • 2014 KERSCH, D. F. ; OLIVEIRA, A. M. . ?Argumentar é bem a fase deles...?: crenças de professores sobre a argumentação em sala de aula. Revista Horizontes de Linguistica Aplicada , v. 13, p. 115-140, 2014.

  • 2014 MARQUES, R. G. ; KERSCH, D. F. . PROJETO DIDÁTICO DE GÊNERO: FOTONOVELA DIGITAL. Revista Práticas de Linguagem , v. 4, p. 49-57, 2014.

  • 2013 KERSCH, D. F. . Morte e vitalidade das línguas indígenas e as pressões sobre seus falantes. Alfa: Revista de Linguística (UNESP. Online) , v. 57, p. 697-705, 2013.

  • 2013 PREDIGER, A. ; KERSCH, D. F. . Usos e desafios da multimodalidade no ensino de línguas. Signo (UNISC. Online) , v. 38, p. 209-227, 2013.

  • 2013 RODRIGUES, G. S. ; KERSCH, D. F. . REPRESENTAÇÕES DO AGIR DOCENTE SOBRE O USO DAS TICS: POR LETRAMENTOS DIGITAIS NA AULA. Letras & Letras (Online) , v. 29, p. 1-19, 2013.

  • 2012 KERSCH, D. F. ; MIchele Otto da Silva . Meu modo de falar mudou bastante, as pessoas notaram a diferença em mim: quando o letramento é desenvolvido fora do contexto escolar. Trabalhos em Linguística Aplicada (UNICAMP) , v. 51, p. 389-408, 2012.

  • 2012 CAÑETE, G. L. R. ; KERSCH, D. F. . Representações sociais de envolvidos na implementação do PEIBF ? um exemplo do Rio Grande do Sul. Cadernos de Linguagem e Sociedade , v. 13, p. 102-128, 2012.

  • 2012 GUIMARÃES, A. M. M. ; KERSCH, D. F. ; SENT, D. . Das dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidades. Cadernos no Cenpec - Nova Série , v. 2, p. 159, 2012.

  • 2012 Kersch, Dorotea Frank ; Guimarães, Ana Maria Mattos . A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma proposta de formação continuada cooperativa. Revista Brasileira de Linguística Aplicada , v. 12, p. 533-556, 2012.

  • 2011 KERSCH, D. F. ; Moraes, Laura Remus . Trabalhar com gêneros ou ensinar gramática? Entre a tradição e a inovação nas aulas de língua portuguesa. Acta Scientiarum. Language and Culture (Online) , v. 33, p. 293-302, 2011.

  • 2011 KERSCH, D. F. . Eles sempre vão lembrar disso: quando a cultura do aluno vira assunto da aula de língua portuguesa. Desenredo (PPGL/UPF) , v. 7, p. 32-51, 2011.

  • 2010 KERSCH, D. F. ; SAUER, C. M. . A sala de aula de alemão LE para falantes de dialeto ? realidades e mitos. Linguagem & Ensino (UCPel. Impresso) , v. 13, p. 183-203, 2010.

  • 2009 KERSCH, D. F. ; FRANK, I. . Aula de Português: percepções de alunos e professores. Calidoscópio (UNISINOS) , v. 7, p. 46-58, 2009.

  • 2008 KERSCH, D. F. . Preposição diante do pronome relativo no português brasileiro e europeu. DELTA. Documentação de Estudos em Linguística Teórica e Aplicada (PUCSP. Impresso) , v. 24, p. 51-72, 2008.

  • 2006 KERSCH, D. F. . A Bíblia em linguagem de hoje: fiel representação da língua falada culta? O caso das construções relativas complexas. Lusorama , Alemanha, v. 67-68, p. 27-47, 2006.

  • KERSCH, D. F. ; COSCARELLI, C. V. (Org.) ; CANI, J. B. (Org.) . Multiletramentos e multimodalidade: ações pedagógicas aplicadas à linguagem. 1. ed. Campinas: Pontes Editores, 2016. v. 1. 184p .

  • GUIMARÃES, A. M. M. (Org.) ; CARNIN, A. (Org.) ; KERSCH, D. F. (Org.) . Caminhos da construção: reflexões sobre projetos didáticos de gênero. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, 2015. 160p .

  • GUIMARÃES, A. M. M. (Org.) ; KERSCH, D. F. (Org.) . Caminhos da construção: projetos didáticos de gênero no domínio do argumentar. 1ª. ed. Campinas: Mercado de Letras, 2014. v. 1. 239p .

  • GUIMARÃES, A. M. M. (Org.) ; KERSCH, D. F. (Org.) . Caminhos da construção : projetos didáticos de gênero na sala de aula de língua portuguesa. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, 2012. v. 1. 215p .

  • KERSCH, D. F. . A construção relativa na língua falada. Enfoque na fronteira bilíngüe do Brasil com o Uruguai, comparado ao Espanhol e ao Português riopratense e europeu. 1a.. ed. Kiel: Westensee Verlag, 2006. v. 1. 204p .

  • KERSCH, D. F. ; CUNHA, S. F. ; CAPUTTO, A. ; SCHNEIDER, L. ; SCHNEIDER, C. ; SILVA, M. R. . TECENDO TEXTOS. 2a.. ed. Canoas: Editora da ULBRA, 2000.

  • KERSCH, D. F. ; CUNHA, S. F. ; SILVA, M. R. ; SCHNEIDER, L. ; SCHNEIDER, C. . Tecendo Textos. 1a.. ed. CANOAS: EDITORA DA ULBRA, 1998.

  • KERSCH, D. F. . Trazendo à luz vozes silenciadas, ultrajadas e ocultadas. In: Dulceli de Lourdes Tonet Estacheski; Silvia Regina Delong. (Org.). Mulheres Fazedoras. 1ed.Campo Grande: LIfe Editora, 2019, v. , p. 07-14.

  • KERSCH, D. F. . Escrever um texto acadêmico, sim, é difícil pra todos nós: percepções de professores e alunos sobre práticas de letramento da universidade. In: Júlio Araújo; Lucineudo Irineu; Maria Leidiane Tavares. (Org.). A ESCRITA EM ESPAÇOS INSTITUCIONAIS: DA ESCOLA À UNIVERSIDADE. 1ed.Campinas: Pontes Editora, 2018, v. 1, p. 149-170.

  • KERSCH, D. F. ; MARQUES, R. G. . HOJE ME SINTO MAIS CONFIANTE COM O ASSUNTO TECNOLOGIA EM SALA DE AULA: LETRAMENTO MIDIÁTICO CRÍTICO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. In: Jácome, Alexandre José Pinto Cadilhe de Assis; Reis, Andreia Rezende Garcia; Magalhães, Tânia Guedes. (Org.). Formação docente: linguagens, práticas e perspectiva. 1ed.Campinas: Pontes, 2018, v. , p. 85-110.

  • KERSCH, D. F. . A liderança de Marcelo de Aquino: o filósofo-reitor que tornou sua universidade protagonista no cenário técnico científico. In: Rohden, Luiz; Valls, Alvaro. (Org.). Entre a Filosofia Dialética e a Gestão. 1ed.São Leopoldo: Editora Unisinos, 2018, v. 1, p. 319-326.

  • ANDRADE, F. D. ; KERSCH, D. F. . O ensino do espanhol no Brasil: o que se perde no sistema educativo brasileiro com a revogação da lei 11.161/2005. In: Gladys Lizabe. (Org.). La ley del español en Brasil: análisis y perspectivas para Argentina. 1ed.Mendoza: Editora da Facultad de Filosofía y Letras da Universidad Nacional de Cuyo, 2018, v. 1, p. 21-24.

  • ANDRADE, F. D. ; KERSCH, D. F. . La enseñanza de la lengua española en Brasil: creencias del profesor y su identificación con la lengua. In: Gladys Lizabe. (Org.). La ley del español en Brasil: análisis y perspectivas para Argentina. 92ed.: , 2018, v. 1, p. 1-79.

  • KERSCH, D. F. ; RABELLO, K. R. . ?São atitudes como estas que podem fazer a diferença para uma escola melhor?: outros tempos, novos letramentos. In: Dorotea Frank Kersch; Carla Vianna Coscarelli; Josiani Brunetti Cani. (Org.). Multiletramentos e multimodalidade: ações pedagógicas aplicadas à linguagem. 1ed.Campinas: Pontes Editores, 2016, v. 1, p. 49-77.

  • COSCARELLI, C. V. ; KERSCH, D. F. . Pedagogia dos multiletramentos: alunos conectados? Novas escolas + novos professores. In: Dorotea Frank Kersch; Carla Vianna Coscarelli; Josiani Brunetti Cani. (Org.). Multiletramentos e multimodalidade: ações pedagógicas aplicadas à linguagem. 1ed.Campinas: Pontes Editores, 2016, v. 1, p. 7-14.

  • KERSCH, D. F. ; MARQUES, R. G. . PROJETOS DIDÁTICOS DE GÊNERO, MULTIMODALIDADE, USO DE TECNOLOGIAS E PARTICIPAÇÃO EM COMUNIDADE DE PRÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA NA INICIAL FORMAÇÃO DE PROFESSORES. In: Ana Maria Mattos Guimarães; Delaine Cafiero Bicalho; Anderson Carnin. (Org.). Caminhos da Construção - Formação de professores e ensino de língua portuguesa. 1ed.Campinas: Mercado de Letras, 2016, v. 4, p. 115-144.

  • KERSCH, D. F. ; CARNIN, A. . ?É diferente tu escrever um artigo... onde tu tá expondo um grupo?: letramento do professor e a (re)construção de identidades. In: Denise Tamaê Borges Sato; José Ribamar Lopes Batista Júnior; Ricardo de Castro Ribeiro Santos. (Org.). Ler, escrever, agir e transformar: uma introdução aos novos estudos do letramento. 1a.ed.Recife: Pipa Comunicação, 2016, v. 1, p. 1-1.

  • ZILLES, A. M. S. ; KERSCH, D. F. . Onde: prescrição, proscrição, descrição e ensino. In: Ana Maria Stahl Zilles; Carlos Alberto Faraco. (Org.). Pedagogia da variação linguística: língua, diversidade e ensino. 1ªed.São Paulo: Parábola Editorial, 2015, v. , p. 145-190.

  • GUIMARÃES, A. M. M. ; KERSCH, D. F. . E ENTÃO... CAMINHOS DA CONSTRUÇÃO DE PROJETOS DIDÁTICOS DE GÊNERO ? DA COMUNIDADE DE INDAGAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE PROFESSORAS(ES) E DAS PESQUISADORAS. In: GUIMARÃES, A.M.M.; CARNIN, A.; KERSCH, D. F.. (Org.). Caminhos da Construção: reflexões sobre projetos didáticos de gênero. 1ed.Campinas: Mercado de Letras, 2015, v. , p. 7-28.

  • KERSCH, D. F. ; CAÑETE, G. L. R. ; MELLO, F. C. . El contacto español-portugués en Chuy-Chuí, en el sur del Brasil ? política lingüística y diálogo intercultural en tiempos de globalización. In: Roland Terborg; Amado Alarcon; Lourdes Neri. (Org.). Lengua española, Contacto lingüístico y globalización. 1ªed.México: Universidad Nacional Autónoma de México, 2015, v. , p. 183-207.

  • KERSCH, D. F. . Sobre as dificuldades e desafios de se trabalhar com gêneros do domínio do argumentar. In: GUIMARÃES, A. M. M.; KERSCH, D. F.. (Org.). Caminhos da construção: projetos didáticos de gênero no domínio do argumentar. 1ªed.Campinas: Mercado de Letras, 2014, v. 1, p. 51-71.

  • GUIMARÃES, A. M. M. ; KERSCH, D. F. . Explorando os projetos didáticos de gênero como um caminho metodológico. In: GUIMARÃES, A. M. M.; KERSCH, D. F.. (Org.). Caminhos da construção: projetos didáticos de gênero no domínio do argumentar. 1ªed.Campinas: Mercado de Letras, 2014, v. 1, p. 17-37.

  • GUIMARÃES, A. M. M. ; KERSCH, D. F. . A caminho da construção de projetos didáticos de gênero. In: GUIMARÃES, A. M. M.; KERSCH, D. F.. (Org.). Caminhos da construção : projetos didáticos de gênero na sala de aula de língua portuguesa. 1ed.Campinas: Mercado de Letras, 2012, v. 1, p. 21-44.

  • RAUPP, L. R. ; KERSCH, D. F. . "Afinal, professora, quando vamos ter matéria?", ou... quando as certezas nos abandonam. In: GUIMARÃES, A. M. M.; KERSCH, D. F.. (Org.). Caminhos da construção : projetos didáticos de gênero na sala de aula de língua portuguesa. 1ed.Campinas: Mercado de Letras, 2012, v. 1, p. 91-108.

  • KERSCH, D. F. . Atitudes dos falantes bilíngües da área de fronteira entre Brasil e Uruguai a partir de dados do ADDU. In: Cléo V. Altenhofen; Heliana Mello; Tommaso Raso. (Org.). Os contatos linguísticos no Brasil. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011, v. , p. 397-421.

  • KERSCH, D. F. . Variação no uso de relativas no contato espanhol-português no norte do Uruguai: a consciência dos falantes. In: JANSEN, Silke; SYMEONIDIS, Haralambos. (Org.). Dynamik romanischer Varietäten auβerhalb Europas: alte und neue Romania im Dialog. Frankfurt am Manin: Peter Lang, 2009, v. , p. 221-245.

  • KERSCH, D. F. . Os estrangeirismos ameaçam a língua portuguesa?. In: Jürgen Schmidt-Radefeldt. (Org.). Portugiesisch kontrastiv gesehen und Anglizismen weltweit. 1a.ed.Frankfurt am Main: Peter Lang, 2006, v. 10, p. 379-388.

  • KERSCH, D. F. . Onde - uma questão de lugar?. In: Paulo Coimbra Guedes; Marília Lima. (Org.). Estudos da Linguagem - ensaios. 1a.ed.Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1996, v. 10, p. 107-122.

  • KERSCH, D. F. . O uso do subjuntivo - Parte 1. Solera, Kiel, , v. 12, p. 36 - 37, 01 set. 2005.

  • KERSCH, D. F. . O uso do pretérito perfeito e imperfeito. Solera, Kiel, , v. 11, p. 34 - 35, 01 maio 2005.

  • KERSCH, D. F. . Ser ou estar? Eis a questao. Solera, Kiel, , v. 9, 01 set. 2004.

  • KERSCH, D. F. . Rio Grande do Sul: encontro de etnias e culturas. Solera, Kiel, , v. 8, 01 maio 2004.

  • KERSCH, D. F. ; MARQUES, R. G. . DO TRABALHO INTERDISCIPLINAR À PRODUÇÃO DE CURTAS DE ACESSIBILIDADE MIDIÁTICA, UM DESAFIO PARA PROFESSORES E ALUNOS. In: ICCAL - International Congress of Critical Applied Linguistics, 2015, Brasilia. ICCAL Anais, 2015.

  • KERSCH, D. F. ; GUIMARÃES, A. M. M. . POR UMA FORMAÇÃO CONTINUADA COOPERATIVA: O DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO EDUCATIVO DE LEITURA E PRODUÇÃO TEXTUAL ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL NO CONTEXTO DE UM MUNICÍPIO BRASILEIRO. In: VI SIGET - Simpósio Internacional de Estudos de Gêneros Textuais, 2011, Natal. VI SIGET/ANAIS, 2011.

  • KERSCH, D. F. . AS ATITUDES DOS FALANTES DE LÍNGUAS DE IMIGRAÇÃO MORADORES DE ÁREAS URBANAS: O CASO DO HUNSRÜCKISCH. In: I Fórum Internacional da Diversidade Lingüística: por uma política para a diversidade lingüística no ensino de línguas, 2008, Porto Alegre. I Fórum Internacional da Diversidade Lingüística: por uma política para a diversidade lingüística no ensino de línguas. Porto Alegre: Evangraf, 2008.

  • KERSCH, D. F. . Aspectos identitários e de atitudes dos falantes bilíngües da região da fronteira do Uruguai com o Brasil - os dados do ADDU. In: VII Encontro do Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul (VII CELSUL), 2006, Pelotas. VII Encontro do Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul (VII CELSUL), 2006.

  • KERSCH, D. F. . Os estrangeirismos ameacam a língua portuguesa. In: XVIII Deutscher Romanistentag, 2003, Kiel. Portugiesisch kontrastiv betrachtet und Anglizismen weltweit.. Frankfurt am Main / Berlin /: Peter Lang - Europäischer Verlag der Wissenschaften, 2003. v. 13.

  • KERSCH, D. F. . A PALAVRA ONDE NO PORTUGUES DO BRASIL. In: II ENCONTRO DO CELSUL, 1997, FLORIANÓPOLIS. ANAIS DO II ENCONTRO DO CELSUL, 1997.

  • KERSCH, D. F. . As atitudes dos falantes de línguas de imigração moradores de áreas urbanas: o caso do Hunsrückisch. In: I Fórum Internacional da Diversidade Linguística, 2007, Porto Alegre. Anais do 1° Fórum Internacional da Diversidade Linguística: por uma política para a diversidade linguística no ensino de línguas. Porto Alegre: Evandraf, 2007.

  • KERSCH, D. F. . Es kommt net raus ? el papel de las redes en la manutención lingüística y en la construcción de las identidades. In: Second Isa Forum, 2012, Buenos Aires. Second Isa Forum Book of Abstracts. Buenos Aires: Sage Publications, 2012. v. 1. p. 302-302.

  • KERSCH, D. F. . Ensino de língua portuguesa orientado por projetos didáticos de gênero: um outro olhar sobre a prática de sala de aula. In: II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA, 2012, Uberlândia. Caderno de Resumos II SIELP. Uberlândia: Editora da UFU, 2012. p. 110-110.

  • KERSCH, D. F. . EU PROCURO OS ERROS, LARA ESCREVE NO CADERNO, DANIELA ESCREVE NA LÂMINA, E O NEI NÃO TÁ FAZENDO NADA: TRABALHO COLABORATIVO NA AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA NA PERCEPÇÃO DE ALUNOS E PROFESSORA. In: Congresso Internacional Linguagem e Interação II, 2010, São Leopoldo. Anais do Congresso Internacional Linguagem e Interaçao II, 2010.

  • KERSCH, D. F. ; LESLEY, M. . Hosting and Healing: A Framework for Critical Media Literacy Pedagogy. Journal of Media Literacy Education , 2019.

  • KERSCH, D. F. . Ler e escrever no séc. XXI: o desafio de ensinar na, para e além da escola. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • TINOCO, G. M. A. M. ; KERSCH, D. F. ; FERNANDES, V. ; MARQUES, R. G. . Letramento e argumentação. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • KERSCH, D. F. ; REICHMAN, C. L. ; MARQUES, I. B. A. S. . Não demorei muito tempo para me sentir incluída e aceita no grupo para os trabalhos colaborativos: a emergência do letramento midiático crítico na formação de professores. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • KERSCH, D. F. . A importância dos conceitos de letramento e de prática social no contexto da pesquisa. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • KERSCH, D. F. . A professora tinha disponibilizado um material com a estrutura do artigo: o desenvolvimento do letramento acadêmico de professores em formação. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • KERSCH, D. F. . 1. ?Ich kann net mo Daitsch peta? ? el valor social del Hunsrückisch entre descendientes de inmigrantes alemanes en el dominio familiar. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • KERSCH, D. F. . Ensino de língua(s) na contemporaneidade: outros tempos, outros letramentos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • MARQUES, R. G. ; KERSCH, D. F. . VIII SIGET - Simpósio Internacional de Estudos de Gêneros Textuais: Diálogos no Estudo de Gêneros Textuais/Discursivos - Uma escola brasileira?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GUIMARÃES, A. M. M. ; BICALHO, D. C. ; SIMÕES, L. J. ; KERSCH, D. F. . Formação de Quadros e Práticas Educativas Inovadoras - Resultados da Aproximação de Pesquisas e Perspectivas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • KERSCH, D. F. . ENSEÑANZA DE LENGUA ESPAÑOLA EN BRASIL: ENTRE LA LEY DEL ESPAÑOL Y EL AULA. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • KERSCH, D. F. . Ensino de leitura/escrita e tecnologias num projeto de formação continuada cooperativa. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • KERSCH, D. F. ; Guimarães, Ana Maria Mattos . A organização do ensino de língua a partir de gêneros: o impacto do trabalho com projetos didáticos de gênero. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • KERSCH, D. F. . A escrita acadêmica na formação continuada: constituição de autoria e construção de identidades. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • KERSCH, D. F. . Me olvido que somos uruguayos y brasileños: professores envolvidos na implementação do PEIF identidades, atitudes e representações.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • KERSCH, D. F. ; JANSEN, S. . Aprender com Spaß ? deutsch-portugiesische Zweisprachigkeit im schulischen Kontext in Deutschland und Brasilien. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • KERSCH, D. F. . Es kommt net raus ? el papel de las redes en la manutención lingüística y en la construcción de las identidades. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • KERSCH, D. F. . Ainda mais que é da quinta série assim, que a gente é mais pequeno - trabalho com gêneros e construção de identidades. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • KERSCH, D. F. . . A construção de identidades sociais fortes como resultado do trabalho com projetos didáticos de gênero. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • KERSCH, D. F. . From local to global: the identity construction of students in a 5th grade of bilingual german-portuguese community in Rio Grande do Sul (Brazil). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • KERSCH, D. F. ; RAUPP DA COSTA, L. ; Moraes, Laura Remus . O papel do professor na escola contemporânea: os desafios no trabalho com a linguagem. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • KERSCH, D. F. . EU PROCURO OS ERROS, LARA ESCREVE NO CADERNO, DANIELA ESCREVE NA LÂMINA, E O NEI NÃO TÁ FAZENDO NADA: TRABALHO COLABORATIVO NA AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA NA PERCEPÇÃO DE ALUNOS E PROFESSORA. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • MIchele Otto da Silva ; KERSCH, D. F. . A experiência de leitura em contexto não escolar: a compreensão da Bíblia por falantes de menor escolaridade. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • KERSCH, D. F. . As atitudes dos falantes de línguas de imigração moradores de áreas urbanas: o caso do Hunsrückisch. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • KERSCH, D. F. . Aspectos identitários e de atitudes dos falantes bilíngües da região da fronteira do Uruguai com o Brasil ? os dados do ADDU. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • KERSCH, D. F. . Trazendo à luz vozes silenciadas, ultrajadas e ocultadas, 2018. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

  • KERSCH, D. F. ; SANTOS, J. R. ; FELDENS, J. A. ; MICHEL, A. C. S. ; ELY, R. . Congresso de Iniciação Científica e Pós-Graduação - CICPG. São Leopoldo: Casa Leiria, 2012 (Organização de e-book).

  • KERSCH, D. F. ; ZILLES, A. M. S. . Apresentação. São Leopoldo: Editoria de Periódicos UNISINOS, 2010 (Apresentação).

  • ZILLES, A. M. S. ; KERSCH, D. F. . Apresentação. São Leopoldo: Unisinos, 2009 (Apresentação).

  • ZILLES, A. M. S. ; KERSCH, D. F. . Apresentação. São Leopoldo: Unisinos, 2008 (Apresentação).

  • ZILLES, A. M. S. ; KERSCH, D. F. . Apresentação 2008 (Apresentação).

  • ZILLES, A. M. S. ; KERSCH, D. F. . Apresentação. São Leopoldo: Unisinos, 2008 (Apresentação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

KERSCH, D. F. . Producao de textos em sala de aula. 2004.

KENSKI, V. M. ; MATTAR, J. ; KERSCH, D. F. ; NOBRE, I. A. M. ; BATTESTIN, V. ; SERRA, I. M. R. S. . Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu na Modalidade a Distância Port. 132/2018. 2019.

KERSCH, D. F. . Avaliação de projetos de pesquisa e de bolsistas dos Editais BPA/PUCRS. 2018.

KERSCH, D. F. . Elaboração de Parecer para a Revista Diálogo das Letras. 2018.

KERSCH, D. F. . Atuação com Parecerista ad hoc da revis Linguagem e Ensino. 2018.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc da Revista Signótica. 2018.

KENSKI, V. M. ; SERRA, I. M. R. S. ; MATTAR, J. ; KERSCH, D. F. ; BATTESTIN, V. . Integrante do Grupo de Trabalho da Capes para regulamentar a Educação à Distância (EAD) na pós-graduação Stricto sensu (Port. 132). 2018.

KENSKI, V. M. ; MATTAR, J. ; SERRA, I. M. R. S. ; BATTESTIN, V. ; KERSCH, D. F. ; NOBRE, I. A. M. . REGULAMENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA (EAD) NA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU (PORT. 132). 2018.

KERSCH, D. F. . Parecerista Ad hoc para a revista Périplo Sustentable. 2017.

KERSCH, D. F. . Parecerista Ad Hoc para a Revista Veredas. 2017.

KERSCH, D. F. . Parecerista Ad Hoc para Revista Letrônica. 2017.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc para a revista Entrelinhas. 2017.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc para a revista Language & Education. 2017.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc na avaliação de projetos para Editais do Programa de Bolsas Pesquisa Alunos da PUCRS ? BPA/2016. 2016.

KERSCH, D. F. . Parecer ad hoc da Revista Revel. 2016.

KERSCH, D. F. . Paracer ad hoc na avaliação de projeto de pesquisa. 2016.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc para a revista Mélanges CRAPEL. 2016.

KERSCH, D. F. . Avaliação de Projeto de Pesquisa. 2016.

KERSCH, D. F. . Paracer ad hoc para a Educação em Revista. 2016.

KERSCH, D. F. . Parecer ad hoc para a Revista Travessias. 2016.

KERSCH, D. F. . Parecer ad hoc para a Revista Signótica. 2016.

KERSCH, D. F. . Elaboração de parecer ad hoc para revista Diálogo das Letras. 2016.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc da Olh@res Revista Eletrônica do Departamento de Educação da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo. 2015.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc da Revista Domínios da Lingu@gem. 2015.

KERSCH, D. F. . Parecerista ah hoc da revista Calidoscópio. 2015.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc da Nonada Letras em Revista. 2015.

KERSCH, D. F. . Parecer para artigo para a revista Signum. 2014.

KERSCH, D. F. . Avaliador ad hoc para o Programa Institucional de Iniciação Científica da UNEB. 2014.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc da Olh@res Revista Eletrônica do Departamento de Educação da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo. 2014.

KERSCH, D. F. . Parecerista ad hoc Universal Journal of Education and General Studies (UJEGS). 2013.

KERSCH, D. F. . Parecer Ad Hoc de projetos de pesquisa da UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso. 2013.

KERSCH, D. F. . Parecer Ad Hoc de projetos de pesquisa da UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso. 2012.

KERSCH, D. F. . Parecer de artigo para Revista Ideação. 2011.

KERSCH, D. F. . Pareceres para IGALA (International Gender and Language Association). 2011.

KERSCH, D. F. ; MELLO, Vera Helena D de . Elaboração de Prova de proficiência em língua portuguesa para a área de Engenharias. 2009.

KERSCH, D. F. . Elaboração de Prova de Proficiência em Língua Portuguesa para a área das Engenharias. 2008.

KERSCH, D. F. . Elaboração da Prova de Proficiência em Língua Portuguesa para a área da Saúde. 2008.

KERSCH, D. F. ; KISSMANN, S. . Elaboração da Prova de Proficiência em Língua Portuguesa para a área da Saúde. 2007.

KERSCH, D. F. . Membro da Comissão de Correção da Prova de Redação do Vestibular da UNISINOS. 2007.

KERSCH, D. F. ; KISSMANN, S. . Elaboração de Prova de Proficiência em Língua Portuguesa para a área das Engenharias. 2007.

KERSCH, D. F. ; KISSMANN, S. . Elaboração da Prova de Proficiência em Língua Portuguesa para as Engenharias. 2006.

KERSCH, D. F. . Membro da Comissão de Correção da Prova de Redação no Vestibular da UNISINOS. 2006.

KERSCH, D. F. ; COSCARELLI, C. V. ; CANI, J. B. . Multiletramentos e multimodalidade: ações pedagógicas aplicadas à linguagem. 2016. (Editoração/Livro).

KERSCH, D. F. . Relatório Técnico de Pesquisa (APE). 2016. (Relatório de pesquisa).

KERSCH, D. F. . El contacto de lenguas - aspectos sociolingüísticos y políticos I. 2015. (Simpósio no Gallæcia - III Congresso Internacional de Linguística Histórica).

KERSCH, D. F. ; SIMÕES, L. J. ; BICALHO, D. C. ; GUIMARÃES, A. M. M. . Formação de Quadros e Práticas Educativas Inovadoras - Resultados da Aproximação de Pesquisas e Perspectivas. 2015. (Mesa Redonda no III Congresso Linguagem e Interação).

GUIMARÃES, A. M. M. ; ALMEIDA, A. P. ; CARNIN, A. ; KERSCH, D. F. ; BECKER, J. L. ; RAUPP, L. R. ; PIRES, V. O. D. . Caminhos da Construção: projetos didáticos de gênero na sala de aula de língua portuguesa I. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

KERSCH, D. F. . Relatório Técnico de Pesquisa. 2014. (Relatório de pesquisa).

KERSCH, D. F. . Projetos didáticos de gênero num processo cooperativo de formação continuada. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

KERSCH, D. F. . Gêneros Textuais e Práticas Sociais: COnstruindo Projetos Didáticos de Gêneros com o Domínio do Narrar. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

KERSCH, D. F. . Gêneros textuais e práticas sociais: construindo projetos didáticos de gêneros com do domínio do argumentar. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

GUIMARÃES, A. M. M. ; KERSCH, D. F. ; ZILLES, A. M. S. ; FRONZA, Cátia de Azevedo ; ALVES, Isa Mara da R. ; CARNIN, A. ; DREY, R. F. ; BACH, C. B. ; FORMENTO, A. M. . Gêneros textuais e práticas sociaisÇ construindo projetos didáticos de gêneros - Módulo I. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

KERSCH, D. F. ; VEDOVATTO, I. O. B. . Oficina de Gramática. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Letramentos sociais e formAÇÃO docente e discente, Descrição: O projeto Letramentos sociais e formAÇÃO docente e discente se insere na linha de pesquisa Linguagem e Práticas Escolares, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PPGLA), da UNISINOS, na linha de pesquisa Letramentos e ontemporaneidade, do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem (PPgEL), da UFRN, e na linha Letramento do Professor, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada PPGLA), da UNICAMP. No trabalho que vimos desenvolvendo com professores em formação inicial (Letras) e em formação continuada (PPGLA, PPgEL e PPG-LA), percebemos, em práticas desenvolvidas nas escolas básicas da rede pública, pouco espaço de sistematização de ensino de escrita, restrito uso de tecnologias digitais que poderiam fomentar, por exemplo, a escrita colaborativa, e pouca atenção à multimodalidade e à multissemiose, recursos bem presentes nos textos da contemporaneidade e amplamente requeridos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino fundamental e médio. Cientes de que a necessidade de ampliar esse trabalho de sistematização de ensino de escrita e de outras linguagens pode ser decorrente da própria formação que é oferecida aos professores, objetivamos desenvolver um trabalho em colaboração com as três instituições de ensino superior supracitadas, vinculando formação inicial e continuada e ação em sala de aula de escolas de educação básica. Para tanto, interessa-nos conhecer a familiaridade de professores e seus alunos com a escrita de gêneros que circulam na esfera acadêmica e escolar, bem como as possíveis relações que estabelecem entre essas esferas de atividade humana e outras para além dos ambientes de ensino formal. Isso se justifica porque vivemos em tempos de profundas mudanças culturais, linguísticas e tecnológicas, as quais afetam as formas como nos comunicamos. Nesse sentido, a proposta aqui apresentada propõe-se a investigar os letramentos desenvolvidos por professores em ação na educação básica e em formação, no âmbito de uma disciplina ofertada para duas turmas: a primeira é de graduação em Letras (UNISINOS) e a segunda é de pós-graduação em Linguística Aplicada (UFRN), destinadas a fomentar o desenvolvimento de projetos didáticos de gênero (PDG) e/ou de projetos de letramento (PL) que envolvem a leitura, a escrita e a oralidade como práticas sociais. Para efeito de recorte de pesquisa, nas duas turmas, serão priorizados gêneros da ordem do argumentar, e os alunos passarão pela experiência de testar ferramentas digitais e integrá-las aos seus projetos. Como produto final, ambas terão a meta de produzir um livro interinstitucional de ensaios sobre a reflexão empreendida nos projetos desenvolvidos, seguindo a proposta de Kiili et all (2013). Esta pesquisa, qualitativa e interpretativista, de natureza etnográfica, ocupa-se com a investigação, de um lado, da produção de objetos de ensino, em que seja necessário o uso de diferentes mídias e, de outro, do letramento acadêmico/escolar em relação aos multiletramentos que os participantes desenvolvem para além dessas esferas. Para a geração dos dados, serão acompanhadas as aulas das turmas supracitadas, com gravação em áudio e em vídeo, anotações em diário de campo e fotografias. Também serão feitas entrevistas semiestruturadas ao longo do semestre de oferta das disciplinas e visitas de um grupo ao outro. Os dados serão analisados e discutidos à luz dos estudos de letramento (KLEIMAN, 1995), no âmbito de comunidades de prática (WENGER, 2001), dos novos estudos de letramento (GNL, 1996; COPE; KALANTZIS, 2015; PAHL; ROWSELL, 2005) e dos estudos de identidade (GEE, 2000) e identidade digital do professor (GOROSPE, 2015). Como resultado, pretende-se ter uma melhor compreensão de como a interação entre professores em formação inicial, professores em formação continuada, professores em exercício nas escolas de educação básica do RN e do RS, teoricamente info. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (11) . , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Coordenador / Renata Garcia Marques - Integrante / Fabrício Dias de Andrade - Integrante / Ana Patrícia Sá Martins - Integrante / Márcia Regina Mendes Santos - Integrante / Adriana Hanayá Ferreira Cabral - Integrante / Jaciara Limeira de Aquino - Integrante / Maria do Socorro Oliveira - Integrante / Glicia Marili Azevedo Medeiros Tinoco - Integrante / Angela del Carmen Bustos Romero de Kleiman - Integrante / Antonia Sueli Temóteo - Integrante / Bruna Piasson - Integrante / Janaina da Nóbrega Barreto - Integrante / Maria Adriana Vieira das Graças - Integrante / Eduardo Torres Cordeiro - Integrante / Francisca Vaneíse Andrade Fernandes - Integrante / Alana Driziê Gonzatti dos Santos - Integrante / Priscila do Vale Silva Medeiros - Integrante / Teresa Paula de Carvalho Leôncio - Integrante.

  • 2017 - 2018

    Diseños glotopoliticos e internacionalización. Construcción de marcos teóricos, metodológicos y de gestión para el mejoramiento de la enseñanza y la acreditación de idiomas extranjeros en la educación superior universitaria argentina y brasileña, Descrição: La presente Propuesta de ?constitución y fortalecimiento de redes entre instituciones universitarias argentinas y brasileras?, en este caso, UNCuyo, UNCa, UNRC, UNTREF y UNISINOS, dedicadas a la Gestión institucional de lenguas extranjeras se enmarca en líneas prioritarias que las consideran una estrategia de integración educativa universitaria regional e internacional. Como afirman Larrea, Astur y Martinez Licca, ?el interés por la política lingüística, el español y el portugués como lenguas de integración y su inclusión en las agendas de integración universitaria regional (?) se revelan como centrales y estratégicas en la construcción política del discurso y en la praxis de la integración regional?. (Dandrea, FABIO 2015: 24) Por ello, resulta esencial redimensionar el rol político de las lenguas con una mirada macro-política que impulse y favorezca el desarrollo y la integración académicas, justificando la necesidad de redes que ?faciliten el desarrollo y afianzamiento de actividades académicas en el contexto internacional y regional de cooperación?. Por otro lado, la conformación de una Red interuniversitaria revela la capacidad institucional de constituir y consolidar áreas y modos de trabajo cooperativos en un proyecto compartido entre universidades argentinas y brasileras. Como evidencia el Proyecto, dentro de las políticas institucionales de las Universidades nacionales que integran el equipo de trabajo para la conformación de la Red propuesta, podemos destacar que los Planes Institucionales de las Secretarías de Relaciones Internacionales de todas las universidades convocadas, coinciden en el cumplimiento de acciones para favorecer el desarrollo de nuevas redes interuniversitarias que involucren a distintas universidades del país y del extranjero, en este caso de Argentina y Brasil. Estas ?asociaciones estratégicas? enmarcan la constitución de la presente Red Interuniversitaria a través de la internacionalización y de las lenguas del MERCOSUR.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Coordenador / Gladys Lisabe - Integrante / Lia Varela - Integrante / Fabio Dandrea - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Letramentos para, na e além da escola: usos, práticas e formação de professores, Descrição: O projeto Letramentos para, na e além da escola: usos, práticas e formação de professores se insere na linha de pesquisa Linguagem e Práticas Escolares, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, da UNISINOS, e na linha de pesquisa Letramentos e Contemporaneidade, do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, da UFRN. No trabalho que vimos desenvolvendo com professores da rede municipal de uma cidade da região metropolitana de Porto Alegre e de professores de escolas públicas (estaduais e municipais) do Rio Grande do Norte, verificamos a dificuldade que eles próprios apresentam com a produção escrita de diferentes gêneros discursivos. Percebemos também o pouco espaço de sistematização de ensino de escrita, o restrito uso de tecnologias digitais que poderiam fomentar, por exemplo, a escrita colaborativa e a pouca atenção que dispensam à multimodalidade. Do mesmo modo, interessa-nos conhecer a familiaridade deles com a escrita de gêneros que circulam na esfera acadêmica e escolar, bem como as possíveis relações que estabelecem entre essas esferas de atividade humana e outras para além dos ambientes de ensino formal. Nesse sentido, a proposta aqui apresentada propõe-se a investigar os letramentos desenvolvidos por professores em ação na educação básica e em formação, no âmbito de uma disciplina ofertada para duas turmas: a primeira é de graduação em Letras (UNISINOS) e a segunda é de pós-graduação em Linguística Aplicada (UFRN), ambas destinadas a fomentar o desenvolvimento de projetos didáticos de gênero (PDG) e/ou de projetos de letramento (PL) que envolvem a leitura e a escrita como práticas sociais. Para efeito de recorte de pesquisa, nas duas turmas, serão priorizados gêneros da ordem do argumentar. Como produto final, ambas terão a meta de produzir um livro interinstitucional de ensaios sobre a reflexão empreendida nos projetos desenvolvidos, seguindo a proposta de Kiili et all (2013). Essa pesquisa, qualitativa e interpretativista, de natureza etnográfica, ocupa-se com a investigação, de um lado, sobre a produção de objetos de ensino, em que seja necessário o uso de diferentes mídias e, de outro, com o letramento acadêmico/escolar em relação aos letramentos que os participantes desenvolvem para além dessas esferas. Para a geração dos dados, serão acompanhadas as aulas das turmas supracitadas, com gravação em áudio e em vídeo, anotações em diário de campo e fotografias. Também serão feitas entrevistas semiestruturadas ao longo do semestre de oferta das disciplinas e visitas de um grupo ao outro. Os dados serão analisados e discutidos à luz dos estudos de letramento, no âmbito de comunidades de prática (WENGER, 2001), dos novos estudos de letramento (GNL, 1996; COPE; KALANTZIS, 2015; PAHL; ROWSELL, 2005) e dos estudos de identidade digital do professor (GOROSPE, xxx?). Como resultado, pretende-se ter uma melhor compreensão de como se dá o processo de desenvolvimento do letramento acadêmico/escolar e multimodal, de como os professores em ação e em formação lidam com as tecnologias digitais e que ressignificações identitárias, conceituais e metodológicas podem ser desenvolvidas por meio do PDG e do PL na construção de conhecimentos entre as universidades em questão e escolas públicas de educação básica do RN e do RS.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Coordenador / Renata Garcia Marques - Integrante / Fabrício Dias de Andrade - Integrante / Glicia Marili Azevedo De Medeiros Tinoco - Integrante / Ana Patrícia Sá Martins - Integrante / Rafael Leandro Gotz - Integrante / Gabriela Krause dos Santos - Integrante / Márcia Regina Mendes Santos - Integrante / Andréa Cristina Soares Costa - Integrante / Adriana Hanayá Ferreira Cabral - Integrante / Jaciara Limeira de Aquino - Integrante / Francisca Vaneíse Fernandes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2017

    Ensino de língua(s) e formação de professores em cenários multilíngues no âmbito do MERCOSUL: representações, identidade(s) e letramento(s), Descrição: Este projeto se insere na linha de pesquisa Linguagem e Práticas Escolares, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, da UNISINOS. A pesquisa, qualitativa e interpretativista, tem como objetivo investigar as representações e constituições identitárias de professores de línguas ? em formação inicial e continuada ? que atuam em contextos social e linguisticamente complexos, bem como seu processo de letramento acadêmico. Os contextos em questão são o de periferia de um grande centro urbano, onde a maioria dos alunos vivem em situação de risco; o de fronteira, em que os alunos convivem com falantes de espanhol e outras variedades no seu dia a dia. Além disso, há o grupo de professores em formação, participantes de um programa de intercâmbio com a cidade de Mendoza-Argentina. Para geração dos dados, serão feitas entrevistas semiestruturadas, observação de aulas e notas de campo. Os dados serão analisados e discutidos à luz da teoria das representações, dos estudos de identidade em Linguística Aplicada, dos estudos culturais e dos novos estudos do letramento. Como resultado, pretende-se ter uma melhor compreensão da sala de aula contemporânea, marcada pela heterogeneidade linguística e social, verificar como se dá o processo de letramento acadêmico do professor, e contribuir para a promoção de políticas públicas de ensino de língua(s).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Coordenador / Silke Jansen - Integrante / GUIMARÃES, A. M. M. - Integrante / Gladys Lisabe - Integrante / Greici Cañete - Integrante / Fabiane Cristina de Mello - Integrante / Silvia Regina Delong - Integrante / Renata Garcia Marques - Integrante / Keli Rodrigues Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2016

    Ensino de língua(s) e formação de professores: leitura, representações e identidade(s), Descrição: Este projeto ? Ensino de língua(s) e formação de professores: leitura, representações e identidade(s) - se insere na linha de pesquisa Linguagem e Práticas Escolares, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, da UNISINOS. A pesquisa, qualitativa e interpretativista, tem como objetivo investigar a relação dos participantes da pesquisa com a leitura e escrita, suas representações e sua construção identitária de professor(a) de línguas ? em formação inicial e continuada ? que atuam em contextos social e linguisticamente complexos. A leitura e a escrita que é exigida ao professor neste início de século, requerer competências diferentes daquelas que lhe eram necessárias até uma ou duas décadas atrás. Os professores participantes da pesquisa pertencem a três grupos: a) atuam em escolas da periferia de um grande centro urbano, onde a maioria dos alunos vivem em situação de risco; b) atuam na fronteira do Brasil com o Uruguai, em que os alunos convivem com falantes de espanhol e outras variedades no seu dia a dia, e c) professores que estão em formação de uma universidade privada do sul do Brasil. Para geração dos dados, serão feitas entrevistas semiestruturadas, observação de aulas e notas de campo. Os dados serão analisados e discutidos à luz da teoria das representações, dos estudos de identidade em Linguística Aplicada, dos estudos culturais e dos novos estudos do letramento. Como resultado, pretende-se ter uma melhor compreensão de como se dá o processo de letramento acadêmico do professor, como ele lida com a leitura e a escrita na contemporaneidade (inclusive com as tecnologias de informação e comunicação) e contribuir para a revisão dos currículos dos cursos de Letras, em que a construção do conhecimento, a nosso ver, ainda se dá de forma fragmentada, sem a interação de saberes.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Coordenador / GUIMARÃES, A. M. M. - Integrante / Greici Cañete - Integrante / Fabiane Cristina de Mello - Integrante / Silvia Regina Delong - Integrante / Renata Garcia Marques - Integrante / Keli Rodrigues Rabello - Integrante / Carla Vianna Coscarelli - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2016

    Ensino de Língua Portuguesa e Desenvolvimento: formação de quadros e práticas educativas inovadoras, Descrição: O projeto se propõe a produzir conhecimento e interagir em processos educativos de leitura e produção escrita no sistema público de ensino. Para isso, propõe uma confluência de ações de dois Programas de Pós-Graduação: Linguística Aplicada da UNISINOS e Estudos Linguísticos da UFMG. Aproximados por suas linhas de pesquisa: Linguagem e Práticas Escolares do primeiro e Ensino de Língua Portuguesa do segundo, e amparados pela Linguística Aplicada como eixo comum de saber, pretendem reforçar a importância de o letramento acadêmico dos formadores entrar em interação com a prática social dos professores e seus alunos, com vistas ao desenvolvimento de propostas didático-pedagógicas que formem um novo educador apto ao manejo crítico do conhecimento, capaz de estar à frente dos desafios educacionais do terceiro milênio. Espera-se que, ao término dos quatro anos do projeto, cerca de 30 mestrandos e 10 doutorandos estejam em ação na sala de aula com práticas renovadas e voltadas para a construção de objetos de ensino relacionados à leitura e produção textual. Para que esse desenvolvimento ocorra, relacionamos práticas sociais de linguagem mediadas por tecnologia e mídia e práticas presenciais, em projetos de dissertações e teses que tenham como preocupação básica a reflexâo sobre o fazer profissional de docentes de Língua Portuguesa. O projeto de cooperação deverá criar condições para inserir os Programas de Pós-Graduação envolvidos de forma mais incisiva nas questões pertinentes ao desenvolvimento das respectivas regiões, nos dois estados envolvidos. A parceria sistemática ao longo de quatro anos servirá também para fortalecer os laços já existentes entre grupos de Grupos de Pesquisa e desenvolver projetos entre outros Grupos de Investigação. As primeiras ações de aproximação ocorreram em 2012, e o primeiro livro do grupo encontra-se em preparo. Este projeto tem apoio CNPq/CAPES, edital PROCAD/2011... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Integrante / Ana Maria Stahl Zilles - Integrante / GUIMARÃES, A. M. M. - Coordenador / Delaine Cafiero Bicalho - Integrante / Carla Vianna Coscarelli - Integrante / Maria Eduarda Giering - Integrante / Maria da Graça Krieger - Integrante / Isa Mara da Rosa Alves - Integrante / Regina Lúcia Péret dell'Isola - Integrante.

  • 2012 - 2014

    Contextos multilíngues e multiculturais no Brasil e na Alemanha: letramentos e práticas, Descrição: O projeto "Contextos multilíngues e multiculturais no Brasil e na Alemanha: letramentos e práticas" é conduzido simultaneamente na Alemanha e no Brasil. No Brasil, está alocado na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, no Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, e se acha vinculado à linha de pesquisa Linguagem e Práticas Escolares; na Alemanha, é desenvolvido na Universidade Johannes Guttenberg, de Mainz, no Instituto de Romanística. Sabe-se que, atualmente, no Brasil, ainda são faladas em torno de 200 línguas, entre as indígenas, as de contextos de fronteira e de imigração, apesar de ainda persistir o mito do monolinguismo. O Rio Grande do Sul apresenta um mosaico linguístico e cultural, seja na fronteira do Brasil com Uruguai e Argentina, seja nas comunidades indígenas, ou ainda nas comunidades colonizadas por imigrantes alemães, italianos, poloneses, japoneses e muitos outros. No Brasil, a comunidade em estudo é Santa Maria do Herval, uma pequena cidade localizada no pé da serra gaúcha, cujos habitantes, em sua maioria, ainda têm como língua materna o Hunsrückisch, uma variedade desprestigiada do alemão. A Alemanha, por sua vez, também se caracteriza como multilíngue e multicultural, por um lado pelos diferentes povos que a constituíram e cujos dialetos ainda são falados e, por outro, pela migração estimulada nos anos sessenta do século passado, quando o país crescia e não tinha mão de obra suficiente para atender à demanda de um país em crescimento. Nas proximidades de Mainz, a Oppel (Chevrolet) atraiu um contingente grande de portugueses e brasileiros, cujos filhos, na sua maioria, ainda falam o português e hoje eles têm aulas de português no contraturno, para que sua língua materna não se perca. Tanto em Santa Maria do Herval quanto em Mainz, a língua falada e ensinada na escola não é a mesma que se fala no lar. As duas comunidades têm, pois, algumas características comuns: descendentes de imigrantes, são bilíngues português-alemão (ainda que não se. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Coordenador / Ana Maria Stahl Zilles - Integrante / Silke Jansen - Integrante / Tatiane Schuster - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 6

  • 2012 - 2014

    O professor de línguas em contextos social e linguisticamente complexos ? representações e construções identitárias na formação inicial e continuada, Descrição: Este projeto ? O professor de línguas em contextos social e linguisticamente complexos ? representações e construções identitárias na formação inicial e continuada - se insere na linha de pesquisa Linguagem e Práticas Escolares, do Programa de Pós- Graduação em Linguística Aplicada, da UNISINOS. A pesquisa, de cunho etnográfico, tem como objetivo investigar as representações e constituições identitárias de professores de línguas ? em formação inicial e continuada ? que atuam em contextos social e linguisticamente complexos. Os contextos em questão são o de periferia de um grande centro urbano, onde a maioria dos alunos vivem em situação de risco; o de imigração, onde a maioria dos alunos são bilíngues ? português/Hunsrückisch, uma variedade desprestigiada do alemão, e o de fronteira, onde os professores participam do Projeto Intercultural Escolas Bilíngues de Fronteira. Uma vez que a identidade do professor é construída também na interação com os alunos, este projeto analisa também suas ações pedagógicas com esses alunos na sala de aula. Para geração dos dados, serão feitas entrevistas semiestruturadas, observação de aulas e notas de campo. Como resultado, pretende-se ter uma melhor compreensão da sala de aula contemporânea, marcada pela heterogeneidade linguística e social, e contribuir para a promoção de políticas públicas de ensino de línguas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Coordenador / Silke Jansen - Integrante / GUIMARÃES, A. M. M. - Integrante / Gladys Lisabe - Integrante / Lisiane Ribeiro Raupp - Integrante / Greici Cañete - Integrante / Fabiane Cristina de Mello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.Número de orientações: 3

  • 2010 - 2012

    O gênero textual como mediador de culturas em contexto bilíngue, Descrição: Este trabalho se insere na linha de pesquisa Linguagem e Práticas Escolares, do Programa de Pós- Graduação em Lingüística Aplicada, da UNISINOS. A pesquisa estuda as práticas discursivas e interacionais no contexto da escola, levando em conta sua relação com o contexto histórico e sociocultural. O objetivo é verificar como a prática de produção oral e escrita com gêneros textuais ? receitas, regras de jogos e narrativas de relato pessoal estabelecem a conexão de diferentes culturas num contexto multilíngue, e montar um acervo com o material coletado e produzido. Além disso, numa perspectiva reflexiva, crítica e colaborativa, espera-se favorecer o desenvolvimento profissional da professora e da pesquisadora e ampliar os conhecimentos sobre os processos de ensino, de aprendizagem, de formação contínua e de desenvolvimento de pesquisa. Para isso, será desenvolvido um trabalho, por um ano, junto a alunos e professora de uma turma de quinta série de uma escola pública de uma comunidade teuto-brasileira, cujos alunos, na sua maioria, são bilíngues. Há, por parte do governo municipal onde essa comunidade se insere, uma disposição clara em favor da preservação desse bilingüismo, haja vista a aprovação de lei municipal que prevê o uso do alemão na interação oral em sala de aula. No entanto, os professores, como não têm formação específica para atuar em contextos desse tipo, têm se visto diante de complexos desafios por ensinar em escolas que servem populações linguística e culturalmente complexas. Esta pesquisa, de cunho etnográfico, segue a metodologia colaborativa, com a participação da professora da turma. Na atividade conjunta de alunos e professora, será desenvolvido o trabalho com os gêneros textuais receita, regras de jogos e narrativa de relato pessoal, e, dessa forma, contribuir para o letramento dos alunos em português e em alemão. De igual modo, como possível resultado do projeto, pretende-se contribuir para a reconfiguração de posições, papéis e identidades soc. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Dorotea Frank Kersch - Coordenador / Laura Remus Moraes - Integrante., Número de orientações: 3

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Pesquisador Destaque 2016 na área de Letras e Linguística, Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Centro de Ciências da Comunicação. , AVENIDA UNISINOS, 950, Cristo Rei, 93022970 - São Leopoldo, RS - Brasil, Telefone: (51) 35908316, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2002 - 2006

    Christian Albrechts Universität Zu Kiel

    Vínculo: Contratado (BAT II), Enquadramento Funcional: Leitor de Português, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 10/2002 - 09/2006

      Ensino, Filologia Românica, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, 2002/2 Tradução Alemão-Português/Português-Alemão, 2002/2 Literatura do Rio Grande do Sul, 2002/2 Civilização Brasileira, 2002/2 Português I, 2002/2 Português II, 2003/1 Literatura do Rio Grande do Sul, 2003/1 Leitura, compreensão e produção de textos, 2003/1 Apoio Lingüístico I, 2003/1 Apoio Lingüístico II, 2003/1 Tópicos em variação do português brasileiro, 2003/1 POrtuguês I, 2003/1 Português II, 2003/2 Einführung in die brasilianische Literaturwissenschaft, 2003/2 A influência do negro na cultura brasileira, 2003/2 Sintaxe: a construção do período composto, 2003/2 Produção de textos: narração e descrição, 2003/2 Português I, 2003/2 Português II, 2004/1 Panorama da Literatura Brasileira: do modernismo a nossos dias, 2004/1 Prática de Língua Portuguesa, 2004/1 Produção de textos: emitindo opinião e explicando, 2004/1 O Brasil visto pelos olhos do cinema, 2004/1 Português I, 2004/1 Português II, 2004/2 Einführung in die brasilianische Linguistik, 2004/2 Einführung in die brasilianische Literaturwissenschaft, 2004/2 Prática de Língua Portuguesa, 2004/2 Prática de Língua Portuguesa Gramática e Textos (Nível Avançado), 2004/2 Português I, 2004/2 Português II, 2005/1 O português do extremo-sul do Brasil em textos falados, 2005/1 Literatura brasileira e portuguesa e música popular, 2005/1 Produção de textos: narração e descrição, 2005/1 Prática de Língua Portuguesa, 2005/1 Português I, 2005/1 Português II, 2005/2 Einführung in die brasilianische Linguistik, 2005/2 Einführung in die brasilianische Literaturwissenschaft - Stufe I, 2005/2 Textos: gramática e tradução, 2005/2 Prática de Língua Portuguesa, 2005/2 Português I, 2005/2 Português II, 2006/1 Prática de Língua Portuguesa II, 2006/1 Produção de textos: narração e descrição, 2006/1 A presença do índio na cultura brasileira, 2006/1 O conto brasileiro e português, 2006/1 Português I, 2006/1 Português II

  • 1996 - Atual

    Universidade do Vale do Rio dos Sinos

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40

    Atividades

    • 01/2014

      Direção e administração, Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós-Graduação, .,Cargo ou função, Diretora Adjunta da Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós-Graduação.

    • 05/2011

      Outras atividades técnico-científicas , Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa, Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa.,Atividade realizada, Coordenadora Institucional do Programa Pró-Multiplicar da Capes.

    • 05/2011

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa, .,Cargo ou função, Membro do Comitê de Ética em Pesquisa.

    • 02/2010

      Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, .,Linhas de pesquisa

    • 05/2009

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, Comissão Própria de Avaliação - CPA.,Cargo ou função, Membro da Comissão.

    • 03/2008

      Ensino, Lingüística Aplicada, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Tópicos em Bilinguismo

    • 07/2007

      Direção e administração, Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa, Diretoria da Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós-Graduação.,Cargo ou função, Gerente de Ensino de Pós-Graduação Stricto Sensu.

    • 03/1996

      Ensino, Letras Português Alemão, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Português (Básico), Língua Portuguesa I (Letras), Língua Portuguesa I (Direito), Língua Portuguesa II (Direito), Língua Portuguesa III (Direito), Sintaxe da Língua Portuguesa I, Produção Textual em Língua Portugeusa I, Produção Textual em Língua Portuguesa I

    • 03/2013 - 09/2015

      Direção e administração, Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós-Graduação, .,Cargo ou função, Coordenadora de Turma Especial de Mestrado - UEMA.

    • 07/2007 - 12/2013

      Direção e administração, Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós-Graduação, .,Cargo ou função, Gerente de Ensino de Pós-Graduação Stricto Sensu.

    • 08/2001 - 08/2002

      Direção e administração, Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa, Coordenação Adjunta do Vestibular.,Cargo ou função, Outro.

    • 08/1998 - 08/2002

      Direção e administração, Centro de Ciências da Comunicação, Comissão de Coord. do Curso de Letras.,Cargo ou função, Coordenador de Curso.

  • 1995 - 1998

    Universidade Luterana do Brasil

    Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 12

    Atividades

    • 08/1995 - 08/1998

      Ensino, Letras, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Língua Portuguesa I